Cartas

Cartas

CAMPANHA ELEITORAL

, O Estado de S.Paulo

29 Março 2010 | 00h00

Politicagem em Osasco

O presidente Lula virá a Osasco inaugurar obra do PAC, sem, claro, estar concluída. O interesse óbvio é fazer campanha para sua candidata-poste. O mais grave é a atitude da prefeitura, cujo titular é do PT. Uma moradora do Morro do Socó, que está no Bolsa-Aluguel há algum tempo, recebeu telefonema de alguém da prefeitura avisando-a de que fora sorteada para receber seu apartamento. Inicialmente disseram que o projeto era para 2.500 famílias, porém dois anos se passaram e ainda nem temos cem unidades prontas. Pois a moradora, ao chegar à prefeitura, surpreendeu-se ao ser informada de que deveria participar de um "ensaio" para receber as chaves do apartamento das mãos do presidente Lula. Ensaio se faz para espetáculos teatrais, cantatas ou qualquer outro tipo de apresentação artística. A prefeitura de Osasco, não se conformando em fazer campanha desavergonhada para a candidata do PT, agora quer que a população seja constrangida a fazê-la também.

WELIANO PIRES NETO weliano@hotmail.com

Osasco

___________

MULTA DE LULA

A coluna de Dora Kramer de sábado informa que o advogado-geral da União vai recorrer das multas que o TSE aplicou a Lula por antecipação de campanha eleitoral. No meu fraco entender, Lula foi multado como político, não como presidente da República. Se estou certo, é ilegal que seja defendido por um funcionário da União. Ou não?

NEY S. MONTEIRO ney@nsmicro.com.br

São Paulo

___________

DOAÇÃO DOS SINDICATOS

Socorro! Em dois mandatos do PT na Presidência, perdi meu emprego em cada um deles, as duas vezes em momentos de crise econômica. Em nenhuma delas vi ação alguma dos sindicatos no sentido de se tentar evitar demissões em massa da forma como ocorreram. Nunca um sindicato lutou realmente por uma condição mais favorável para o trabalhador. Apenas piqueteiam uma vez por ano em frente às empresas, expressando-se num português de baixíssimo nível para que os trabaiadô se identifiquem com quem lhes fala (alguém conhece alguém assim?), para dizer que estão lutando por aumento salarial, entre outros benefícios. Mas o que vemos, na realidade, é que as empresas acabam por conceder voluntariamente tais melhorias. Agora esses mesmos grupelhos, munidos do dinheiro que recebem anualmente de todos os profissionais do País, unem-se para pagar a multa aplicada pelo TSE ao presidente da República Hiperdemocrática do Brasil por fazer campanha antecipada para a candidata da hiperdemocracia. O fato de pagarmos anualmente a contribuição sindical não lhes dá o direito de escolher, em nome dos trabalhadores, o futuro presidente. Para isso existem as eleições de outubro.

RICARDO A. ROCHA rochaerocha@uol.com.br

Belo Horizonte

___________

GREVE DE SINDICALISTAS

Tiro pela culatra

A greve dos sindicalistas da Apeoesp parece estar surtindo efeito contrário ao que desejavam, pois José Serra subiu de forma inconteste na pesquisa Datafolha para a Presidência. É o antigo ditado "o tiro saiu pela culatra". E Aloizio Mercadante, o mais omisso senador que São Paulo já teve, manifesta-se favoravelmente ao movimento sindicalista denominado "greve dos professores", que vem provocando transtornos à população desta sofrida cidade. Já imaginaram esse homem governando o nosso Estado? Ainda bem que o PT aqui não vai, nem que a vaca tussa.

ADEMAR MONTEIRO DE MORAES ammoraes57@hotmail.com

São Paulo

___________

CONFISSÃO CRISTALINA

Ao declarar "estamos aqui para quebrar a espinha dorsal desse partido e do governador", a presidente da Apeoesp confirmou e confessou o trololó petista. Ainda bem que essa horda de manifestantes, composta de não-professores, não tem acesso à educação de nossos jovens. A lavagem cerebral que os transformou em zumbis, aliciados por uma mísera bolsa-conturbação, não contaminará as nossas crianças.

FLAVIO MARCUS JULIANO opegapulhas@terra.com.br

São Paulo

___________

EDUCAÇÃO DE QUALIDADE

Bem-vinda a notícia de que 32 escolas estaduais de São Paulo já atingiram o nível de países desenvolvidos e 24 mais que dobraram o desempenho no indicador de qualidade em apenas um ano. Mesmo que a Secretaria da Educação diga que variações grandes devem ser analisadas com cuidado, embora não haja dúvida sobre os resultados, fica a sensação de que, de fato, o insistente governador José Serra fez o dever de casa. Apesar de o sindicato, que é ligado ao PT e à CUT, providenciar baderna e greve, o governador Serra procurou conhecer os problemas da educação para planejar e investir cada vez mais. Coisa de gente exigente e obstinada que acredita na educação.

ANDREA C. CARVALHO spdeiacarvalho@gmail.com

São Paulo

___________

ROYALTIES DO PRÉ-SAL

Fundo Soberano

É lamentável que na discussão sobre os royalties do petróleo se busque a diluição das receitas entre todos os municípios, que certamente as destinarão a gastos de custeio, como se observa nos do Estado do Rio de Janeiro, onde porcentual menor se destina a investimento. Em momento algum os representantes do povo se preocuparam em direcionar os recursos para um Fundo Soberano destinado a dar sustentação à Previdência Social, cujo rombo cada vez maior não permitirá que as gerações futuras venham a ser beneficiadas. Infelizmente, é mais fácil legislar para a gastança que para o futuro da Nação.

FRANCISCO LUTERO LUEHRING luteroluehring@yahoo.com.br

Curitiba

___________

REFORMA POLÍTICA

Voto distrital

Parabéns ao Mauro Chaves pelo artigo Duro é escapar dos vizinhos (27/3, A2). Precisamos debater mais o voto distrital e iniciar uma reforma política que de fato nos fortaleça a democracia. O voto distrital aproximará mais o parlamentar de sua base, haverá maior comprometimento com os eleitores, evitará que nosso voto eleja outro candidato que não o que escolhemos e teremos campanhas mais baratas e com menores chances de desvio de recursos públicos.

CARLOS ÁVILA c.avila@modusoperantis.com.br

São Paulo

___________

"Acelera, Serra!"

JOSÉ LUIZ DE ANDRADE FIGUEIRA / SÃO PAULO, SOBRE A PESQUISA DATAFOLHA

jlafigueira@hotmail.com

___________

"US$ 13 milhões em apenas uma conta na Suíça? Vai ser empresário competente assim lá em casa, sô!"

ODAIR PICCIOLLI / EXTREMA (MG), SOBRE FERNANDO SARNEY

pedraseartes@suednet.com.br

___________

"A Justiça brasileira agora tem mais 13 milhões de motivos para suspender a censura ao "Estadão". Só que estão depositados na Suíça"

HUMBERTO DE LUNA FREIRE FILHO / SÃO PAULO, IDEM

hlffilho@gmail.com

___________

VOCÊ NO ESTADÃO.COM.BR

TOTAL DE COMENTÁRIOS NO PORTAL: 607

TEMA DO DIA

Paulo Maluf critica promotores

Deputado diz que responsáveis por colocá-lo na lista da Interpol são "''esprit de Corps''.

___________

Por ser brasileiro nato, Maluf não poderá ser extraditado, mas pode ser preso."

ANTONIO CARLOS FERRAZ MILLER

___________

Com uma condenação dessas, fica claro que algo está errado. Ele já foi preso aqui, solto, nada se julga. É ridículo."

MARCOS GARCIA

___________

"Ver que ainda hoje no nosso país a justiça não funciona é algo assustador e revoltante."

FERNANDA CARNEIRO

''Cartas enviadas ao Fórum dos Leitores, selecionadas para o Estadão.com.br''

PESQUISAS

Sem dúvida que, ao colocar José Serra com nove pontos porcentuais à frente de Dilma Rousseff, a mais recente pesquisa de intenção de votos deixa clara uma inequívoca constatação: "O povo não é tão bobo e muito menos tão facilmente manipulável. Percebe, perfeitamente, a diferença entre as mentiras, as promessas que jamais serão concretizadas e os discursos vazios e populistas daquilo que é real e palpável. O cidadão tem pleno conhecimento de que Serra é infinitamente o melhor, mais técnico, mais gestor e mais competente do que o somatório de todos os candidatos juntos.''

David Neto drdavidneto@uol.com.br

São Paulo

___________________

DATAFOLHA

O resultado da pesquisa Datafolha, mostrando um avanço de Serra e um aumento de sua diferença para Dilma, é o reflexo da estratégia correta do candidato do PSDB, que está deixando para o momento final a confirmação da sua candidatura. Dilma, ao contrário, está em campanha descarada há muito tempo e se expondo, dessa forma, às inúmeras críticas que vem recebendo. Dilma saiu sozinha na chuva antes da hora, e acabou se molhando sozinha.

É o feitiço virando contra a feiticeira.

Ronaldo Gomes Ferraz ronferraz@globo.com

Rio de Janeiro

___________________

"NEM AÍ'' PARA AS MULTAS

Acredito ser plenamente explicável o desdém do presidente Lulla em relação às multas aplicadas pela Justiça Eleitoral, condenando-o a pagar por dois episódios em que foi pego fazendo campanha eleitoral fora do prazo, em favor de sua candidata presidencial, a ex-terrorista, ex-guerrilheira e atual ministra-chefe da Casa Civil da Presidência da República, Dilma Rousseff. Possivelmente, o presidente Lulla, ao demonstrar que "não tá nem aí" para as multas recebidas, baseia-se em três aspectos da questão:

1) Na verdade, umas multinhas "mequetrefes" dessas, quando avaliadas sob o critério de custo x benefício, não passam de, usando a linguagem futebolista, tão a gosto do apedeuta presidente, uma forma de "premiar o infrator".

2) Seguramente o presidente acredita na possibilidade de que esse dinheiro não saia do seu bolso, pois, conforme ficou evidenciado durante a ridícula e desrespeitosa abordagem do assunto, em recente evento público, trabalha-se com a possibilidade de que o "povo brasileiro" assuma a despesa, quem sabe fazendo depósitos em alguma conta corrente que possa ser aberta pela petralhada.

3) Finalmente, Lulla sabe que, se a alternativa anterior não prosperar, sempre haverá a possibilidade de surgir algum "amigo do peito" - a exemplo do "cumpanhero" Paulo Okamoto, ex-tesoureiro da campanha presidencial do PT em 1989 e atual presidente do Sebrae, que há alguns anos quitou uma dívida pessoal de Lulla no valor de R$ 29.436,26 -q ue pague não só as multas atuais, como também outras que possam vir a ser aplicadas pela Justiça Eleitoral, no transcorrer da campanha.

Deu para entender o espírito da coisa?

Júlio Ferreira julioferreira.net@gmail.com

Recife (PE)

___________________

ALTERAÇÃO DE VOTO DO MINISTRO CARLOS AYRES BRITTO

Lamentável, sob todos os aspectos, a alteração de voto promovida pelo ministro Carlos Ayres Britto, presidente do TSE, em relação à aplicação de multa entendida devida pelo sr. presidente da República, porque estaria antecipando propaganda política em favor da sra. Dilma Rousseff, eventual candidata à Presidência da República.

Isso não sou eu que digo, é ''O Estado de S. Paulo'', em notícia inserida na edição de sábado (27/3, A4), onde bem claro está: ''O ministro estava certo da decisão dele e, de repente, ao saber do deboche, mudou o voto''.

Ora, é incrível que isso ocorre com tão alta figura da Justiça deste país. Criticável ao extremo a sua modificação de posicionamento, tendo em vista que a mesma ocorreu POR FATO POSTERIOR AO SEU JÁ EXPRESSO JULGAMENTO E TOTALMENTE INDEPENDENTE DA QUESTÃO APRECIADA, quando expressou a convicção, ante os elementos do julgado em pauta submetidos à sua apreciação (aplicação ou não de multa) e convenceu-se de que não era caso de sanção.

A alteração assim produzida soa a revanchismo, inadmissível em quem deve ter, por escopo primordial, o senso de equilíbrio e isenção de ânimo em seus julgamentos.

Duarte de Azevedo Moretz-Sohn duarteams@terra.com.br

São Paulo

___________________

MULTA DE LULA

Lula não se importa com esta e futuras multas pois quem vai pagar é o PT, com o dinheiro desviado do Bancoop.

Robert Haller robelisa@click21.com.br

São Paulo

___________________

A LEI E O HUMOR

O descumprimento da lei, por óbvio, não pode ensejar hilaridade. Nem os animadores de auditório, que no ímpeto do improviso dizem o que não pensam, têm ousado dirigir seus chistes aos tribunais ou ao direito posto. Mas o que antigamente era chamado o primeiro dignatário da Nação não tem atentado para o relativo valor dos aplausos que o inflamam nas inaugurações e eventos que mal mascaram uma campanha eleitoral. No entanto, seus chistes vêm sendo anotados pela tal maioria silenciosa, que se reserva para afirmar sua crítica nas urnas que se aproximam. Igualmente, tem outro significado o desrespeito que a Justiça Eleitoral vem punindo: a crença de que dificilmente se emplacará uma candidata sem carisma, que seu tutor sacramentou e o partido a custo vem deglutindo.

Jairo P. Gusman jairogusman@gmail.com

São Paulo

___________________

POUCO-CASO

Frase do Lula: "Não houve, nem tem havido campanha antecipada à Dilma.'' Isso só podia sair da boca dele, em que demonstra o quanto subestima o povo brasileiro, e mostra seu lado irreverente perante a opinião pública e, pricipalmente, o TSE, demonstrando com petulância sua maneira de desobedecer, desacatar e fazer xaveco das normar e leis no País.

Angelo Tonelli angelotonelli@yahoo.com.br

São Paulo

___________________

MILAGRE!

Parece até ingenuidade do TSE só agora multar o presidente Burla em R$ 15 mil, que o PT pagará, por fazer abertamente propaganda eleitoral para Dilma Rousseff. O ''cara'', desde sua posse em 2003, jamais desceu do palanque, sempre fazendo propaganda para si ou outros, como agora para a ministra. Fosse o TSE tomar uma posição corajosa e não temer sua popularidade, poderia até cassar seu mandato, impedir que disputasse novas eleições nos próximos anos, e o mesmo para a ministra, porque assim como seu mentor ela comete os mesmos pecados. O problema é que o tipo faz o que quer como se isso aqui fosse seu curral, apoiado por um eleitorado analfabeto comprado por esmolas federais, sem medo de uma oposição acovardada e não temendo nem um pouco os militares retrancados, que por muito menos fecharam o bordel em 64.

Laércio Zanini arsene@uol.com.br

Garça

___________________

DEBOCHE

Estava passando, na quinta-feira, por uma loja que vende televisores e num deles aparecia a imagem de Lula fazendo a seguinte pergunta à plateia que o ouvia: ''Quem vai me ajudar a pagar?''

Logo deduzi (depois, confirmei) que se referia às multas do TSE. Num claro deboche, mais uma vez ele desrespeitou as normas, as leis e ao povo, que se sacrifica para honrar seus compromissos e seus impostos (que são muitos). Passa por cima de todos os valores constituídos, como se o Brasil fosse dele. Difícil ficar calado ante tal atitude.

Maria do Carmo Zaffalon Leme Cardoso mdokrmo@hotmail.com

Bauru

___________________

ORA, A LEI...

Aí está o "cara", figura bem clara do que foi e é esse governo: o desrespeito e o deboche às leis. O mensalão paga e tira de letra as multas. O que espera a oposição para meter um processo de impeachment no "cara"?

Luiz Carlos Cunha luiz.cunha@terra.com.br

São Paulo

___________________

ROMANÉE CONTI

Ora, ora, podem multar, srs. da Justiça Eleitoral. A multa custa menos que um Romanée Conti, que o "cara" bebe às refeições - às nossas expensas, claro.

Flávia de Castro Lima lgcastrolima@uol.com.br

São João da Boa Vista

___________________

LULA VERSUS TSE

O sr. Lula (não o considero presidente sob hipótese alguma) está debochando e ironizando o TSE pelas multas a ele aplicadas.

A tão decantada popularidade parece-lhe, do ponto de vista dele, lógico, que se pode permitir toda e qualquer atitude sem que nada ou ninguém o atinja.

Os srs. magistrados do TSE com certeza não irão tolerar tamanha desfaçatez para com o órgão e é exatamente isso que nós, eleitores, também esperamos.

Independentemente de qual partido venha a infração à Lei Eleitoral, a punição deverá ser imposta e cumprida.

Está passando da hora de dar um basta definitivo nas atitudes eleitoreiras que imperam desde sempre por estas paragens.

O sr. Lula e demais políticos que rezam pela mesma cartilha foram eleitos para um cargo público, e não para serem donos do Brasil e de suas leis.

Antonio Fernando Ferreira rdseg@terra.com.br

São Paulo

___________________

GASTOS SECRETOS

O sr. Antonio Neto, presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Processamento de Dados de São Paulo, diz que a multa de R$ 10 mil aplicada pelo TSE ao presidente Lula por propaganda eleitoral antecipada será quitada pelos sindicalistas, uma vez que o presidente ganha pouco e não pode honrar o compromisso. Ora, ora, prezado sindicalista, por acaso alguém sabe quanto custam as despesas com cartão corporativo da Presidência? Alegam que são secretas por questão de segurança nacional. Entendemos que deveria haver transparência, por uma questão de princípios.

Francisco Zardetto fzardetto@uol.com.br

São Paulo

___________________

INSIGNIFICÂNCIA

Os valores das multas aplicadas pelo TSE ao presidente Lulla são insignificativos, comparados aos valores que o PT pretende gastar na campanha para eleger a Dilma. Ao invés de aplicar multas, o TSE poderia subtrair o tempo de propaganda eleitoral televisiva em favor dos outros candidatos prejudicados.

José Carlos Degaspare degaspare@uol.com.br

São Paulo

___________________

PEDIDO DE DESCULPA

O presidente Lula, em tom de brincadeira, pede ajuda para pagar multa de R$ 10 mil aplicada pela Justiça Eleitoral por propaganda indevida para a candidata do governo à sucessão presidencial, numa demonstração de desrespeito à instituição e à própria democracia. Ao falar do assunto com pouco-caso e ironia, em inauguração de oleoduto no interior da Bahia, deu mostras do seu ''apreço'' pelo Judiciário. Tal conduta revela, entre outras coisas, que a opinião da Justiça Eleitoral brasileira pouco importa para o presidente. Um péssimo exemplo, já que a multa é uma advertência e está muito bem fundamentada. O presidente não pode pensar que está acima das leis.

Não é por acaso que existem tantos absurdos na política brasileira. Com efeito, se o próprio presidente debocha da Justiça, imagine os milhares de mal-intencionados que querem entrar na política de forma ilícita, com seus grupos, através da compra de votos, para se locupletarem...

Mais do que pagar a conta, o presidente Lula deve um pedido de desculpas formal à Justiça Eleitoral e ao povo brasileiro. Cumpre, pois, dizer ainda que usar palanque no exercício do mandato é contra a lei e, se ele quiser, tem a opção de se afastar e entrar de vez na campanha da ministra Dilma, sem precisar ignorar as leis e a confiança do povo. Usar a máquina e a boa imagem é, no mínimo, desrespeito, pedantismo e uma forma deselegante de se achar superior às leis, de que ele deve, antes, ser guardião incondicional e exemplar.

José Aparecido Ribeiro jaribeirobh@gmail.com

Belo Horizonte

___________________

INDECENTENTEMENTE CÍNICO

"Ele nunca pediu voto para nenhum candidato, ele nunca indicou nenhum candidato, nunca indicou apoio direto a nenhum candidato e é isso que a lei eleitoral coíbe". Luis Inácio Adams, advogado-geral da União, em horário nobre, mostrando que a proximidade com o Planalto torna as pessoas cegas, surdas e indecentemente cínicas.

M. Cristina da Rocha Azevedo crisrochazevedo@hotmail.com

Florianópolis

___________________

OLHA O NÍVEL

O que podemos esperar de um presidente que, ao ser alertado por um ministro de que está tomando uma atitude inconstitucional, responde: "F ... -se a Constituição"?

Maria Eloiza Rocha Saez m.eloiza@gmail.com

Curitiba

___________________

NOVOS CÉSARES

O Lula e o PT, ao longo destes anos, tem afrontado e debochado de nossas instituições: TSE, STF e, principalmente, nossa Constituição. Todas demonstraram ser ineficazes e ineficientes, muitas vezes servindo ao rei. Teremos uma verdadeira Nação a partir do momento em que tenhamos exemplos de liderança positiva, pois a História não precisa de novos césares na humanidade.

Eduardo Kamei Yukisaki eduardo_kamei@uol.com.br

Guarulhos

___________________

CAMPANHA ANTECIPADA E O PAPEL DA IMPRENSA

A imprensa se desdobra em cuidados no noticiário ao tratar os suspeitos de crime. O procedimento existe como forma de lembrar aos leitores que ninguém é culpado até que se prove (ou se julgue ) sua culpa. Por outro lado, diante da ampla percepção de que a máquina pública está sendo usada para criar um candidato, a imprensa interpreta e divulga o fato sem mencionar que ele está ocorrendo de forma ilegal.A imprensa deveria simplesmente se abster de divulgar as menções que maliciosamente servem para divulgar o nome dos pré-candidatos usando eventos públicos. Todavia, quando geram polêmica sobre essas ocorrências, nada mais faz do que ampliar ainda mais o efeito da contravenção.

Como se sabe, ''o malandro não afronta a lei, passa por suas brechas''. Nosso presidente parece ser mestre em abrir e passar por brechas e nossa imprensa, em lhe dar espaço, na clara burla da democracia. Como poderia um candidato comum competir com quem tem a máquina do Estado nas mãos e a complacência da imprensa? É assim que a pluralidade e a lisura do processo democrático ficam altamente prejudicadas. Agora que o TSE julgou que de fato houve antecipação de campanha (com meses de atraso), dever-se-ia tomar a oportunidade para esclarecer à população que o malandro não pode passar pelas brechas. Deve haver respeito às regras do jogo, pelo bem da democracia. Nosso presidente precisa aprender a respeitar a lei.

Carlos Avila avila@modusoperantis.com.br

São Paulo

___________________

Última Ceia

Estudos realizados recentemente mostram que a quantidade de alimentos posta à disposição dos convidados para a Última Ceia cresceu substancialmente nos últimos tempos. Levando em conta o mau-caratismo do atual governo e as mentiras que se tornam marca registrada da futura candidata à Presidência da República, espero que em seus futuros discursos pelos grotões do Brasil a dona Dilma não diga que o milagre é mais uma realização do governo de Luiz Inácio Lula da Silva, através do Fome Zero.

Humberto de Luna Freire Filho hlffilho@gmail.com

São Paulo

___________________

PRESIDENTE NO PALANQUE

Para anular a multa de R$ 5 mil, a Advocacia-Geral da União (AGU) alega que o discurso foi feito há muito tempo, ''cerca de um ano e meio antes das eleições''. De forma bisonha, só atesta a longevidade das transgressões e da propaganda deslavada.

Helena Rodarte Costa Valente helenacv@uol.com.br

Rio de Janeiro

___________________

DITADURA POR DITADURA...

Se soubesse que tantos que se diziam contra a ditadura militar apenas queriam ser ditadores, não teria lutado e votado nessa gente...

Pedro Galuchi pgaluchi@gmail.com

São Paulo

___________________

LÓGICA DO PRESIDENTE

"Só R$ 5 mil? R$10 mil? O crime compensa, "cumpanhero"! Vamos continuar delinquindo..." Deus, tende piedade de nós!

Ruy Nepomuceno Filho ruine@terra.com.br

São Paulo

___________________

AFRONTA ESCANCARADA

Lula afirma que não existe campanha eleitoral ''antecipada'', nem ''dissimulada'' em favor de Dilma Roursseff. Trata-se, diz ele, de ''barulho da oposição''. Até quando vamos aguentar tanta cara de pau, tanta mentira? Várias perguntas caberiam e não estão sendo feitas. Justifica-se a presença do primeiro mandatário da Nação, acompanhado de sua ministra-chefe da Casa Civil, na maioria dessas ''inaugurações''? Lula não tem mais o que fazer além de subir em palanques, discursando em obras (muitas parcialmente prontas) realizadas com nosso dinheiro, arrecadado para os cofres federais? Essas obras não são o destino normal desse dinheiro arrecadado? Por que o presidente tem de chamar a si as glórias de algo que é simples obrigação? Em que outro país do mundo (o sério e responsável) um presidente comparece a todas inaugurações, até de pequenas obras, fazendo autoelogios? É, sr. Lula, acreditamos (sic) que não se trata de campanha nem antecipada nem dissimulada, mas, sim, ESCANCARADA! Ou seja, neste país do faz de conta, enquanto elle nos afronta com seu cinismo, nós, os ''palhaços'' que pagamos essa ''farra'', choramos! Será que o povo dará o devido troco em outubro? Se Deus realmente é brasileiro, não tenho dúvida que sim!

Silvano Corrêa scorrea@uol.com.br

São Paulo

___________________

PERGUNTAS

As multas que o presidente recebe contam pontos na sua carteira de habilitação ''presidencial''? Há limite? Sua ''habilitação'' poderá um dia ser cassada?

Luciano Harary lharary@hotmail.com

São Paulo

___________________

OBSESSÃO SINDICALISTA

''F...-se a Constituição!'' Lulla que não se iluda:a Nação não é um sindicato de petistas pelegos.

A. Fernandes standyball@hotmail.com

São Paulo

___________________

CANDIDATURA DILMA

Falemos francamente. A ministra Dilma Rousseff não tem inteligência para ser presidente da República. O ponto alto, e único, do seu currículo foi o engajamento na luta armada suicida de pequenos grupos extremistas contra a ditadura militar. Se dependesse da atuação de tais grupos, que, aliás, queriam substituir uma ditadura por outra, os militares estariam até hoje no poder. A guerrilha da esquerda exaltada só serviu para que a ditadura durasse mais e muitos jovens ingênuos morressem antes do tempo.

Euclides Rossignoli euros@ig.com.br

Itatinga

___________________

VULGARIZOU GERAL

Impressionante como o sr. Luiz Inácio Lula da Silva vulgarizou o cargo de presidente da República Federativa do Brasil. Aparecer num evento oficial vestindo aquela jaquetinha boliviana que ganhou do companheiro Evo Morales, como retratou o nosso ''Estadão'' em sua primeira página da edição de 26/3, é o fim da picada.

Maurício Lima mapeli@uol.com.br

São Paulo

___________________

LUZ PARA O BRASIL

Finalmente, uma autoridade cumprindo seu papel, independentemente desse estar executivo de hoje. O Brasil precisa de autoridade presente dessa forma. Alguém mostrou ao Lulla que o Brasil não é simplesmente uma gaiola das loucas e, por maior que seja sua aceitação, tudo tem limites, inclusive no sistema eleitoral. Mas bobo elle não é e já está avisando que quem vai pagar a multa, realmente, não é elle.

Flávio Cesar Pigari flavio.pigari@gmail.com

Jales

___________________

SOBRE A CPMF

Presidente, quando não se tem o que falar é melhor fechar a matraca, dizia a minha avó.

Chega de imposto burro!

Duas perguntas para o Serra e a Dilma. Quem é a favor da CPMF? Quem aprova a PEC do Calote?

Gustavo Guimarães da Veiga gjgveiga@hotmail.com

São Paulo

___________________

GILMAR MENDES AMEAÇA INTERVIR...

Até que enfim alguém de renome neste país resolve lembrar-se dos credores de precatórios. O ministro Gilmar Mendes, do STF, faz renascer uma esperança em milhares de credores, uma vez que em São Paulo o último precatório pago foi durante o governo de Geraldo Alckmin. Esperemos para ver!

Marco Antônio R. Nunes nunesmarcelao@ig.com.br

Pindamonhangaba

___________________

''AS GREVES CONTRA SERRA''

O Sindicato dos Delegados de Polícia do Estado de São Paulo não é destinatário de influência de qualquer das centrais sindicais.

Nosso movimento é classista reivindicatório.

Nossas reivindicações não foram em grande parte atendidas em 2008.

As necessidades da reestruturação das carreiras policiais civis foi promessa do governo estadual em 2001, e até hoje não cumprida, em que pese nossa paciência com gestões nunca recebidas ou atendidas por quem tem poder de decidir. Ficamos, quando se abre uma janela, tratando com emissários que só levam e nunca trazem.

As mentiras que pregaram à imprensa, como faltar dinheiro para os projetos sociais, não convencem, pois entre a despesa com pessoal, de 41,40% da receita líquida, que pode chegar até o limite prudencial de 46,55%, ou mais, até 49% dessa mesma receita, equivale a mais de R$ 5 bilhões, para investir no funcionalismo estadual. Até hoje, a nossa ''data-base'', de 1.º de março, estabelecida por lei, nunca foi obedecida pelo mesmo governo.

E algum milhão de reais bastaria para diminuir nossa aflição, pelo menos temporariamente. Mas nada nos é apresentado.

O que se vê é o enriquecimento ilícito do Estado, a caminho do estado de miserabilidade da maioria dos policiais.

Se é verdade a nossa solidariedade ao excelentíssimo Estadão, que está sob censura há 241 dias, não é menos verdade a nossa angústia pelo descaso da administração pública para conosco.

José Martins Leal, presidente do Sindicato dos Delegados de Polícia do Estado de São Paulo sindpesp@sindpesp.com.br

São Paulo

___________________

REPOSIÇÃO AOS SERVIDORES DO TJ-SP

O Tribunal de Justiça de São Paulo, quando da elaboração da peça orçamentária de 2009, incluiu a reposição de perda inflacionária em favor dos servidores. No entanto, o Poder Executivo glosou a referida verba. Nobre governador, ainda está em tempo de rever a situação.

Artemio Antonio Murolo artemiomurolo@gmail.com

Itatiba

___________________

DESCASO COM OS PROFESSORES

O Palácio dos Bandeirantes, também conhecido como Palácio do Governo, casa do governador, recebeu esse nome em homenagem aos bandeirantes - como o próprio nome indica. Homens que, segundo a "História oficial" (escrita a favor de uma elite), foram (somente) os pioneiros da expansão territorial brasileira. O que muitos se esquecem é que esses homens, responsáveis pela expansão territorial, foram os mesmos que massacraram grande parte dos nativos que ocupavam o território que hoje chamamos de Brasil.

Longe de cometermos anacronismos, parece que no último dia 26 o governador do Estado de São Paulo, José Serra, juntamente com sua equipe, inspirou-se nesses homens que até hoje são homenageados com seu nome e estátuas espalhados por São Paulo. A violência foi o principal argumento de Serra na "negociação" com os professores. A equipe governamental alega que, enquanto a greve não acabar, não abrirá espaço para negociações. No entanto, como nós, professores, podemos confiar num governo construído com base na mentira? Como podemos acreditar em alguém que promete escolas equipadas e informatizadas, quando temos apenas giz e apagador?

Não é possível confiarmos num governo que desmoraliza os educadores. Que nos trata com indiferença, alegando que nossa greve é de 1%, que divulga dados incorretos e, além disso, utiliza mecanismos de coação e repressão policial contra os professores! Assim, meu maior questionamento, enquanto professora, é: como constituir uma sociedade com valores sedimentados no respeito e na responsabilidade, se governantes, como o sr. governador José Serra, consolidam a violência e o demérito educacional?

Vanessa Silva, professora da E. E. Idomineu Antunes Caldeira vangravino@yahoo.com.br

Cotia

___________________

"QUE SAUDADE DA PROFESSORINHA" (ATAULFO ALVES)

''Estamos aqui para quebrar a espinha dorsal desse partido e desse governador'', assim se pronunciou a presidente da Apeoesp, Maria Izabel Noronha. A pretensão dessa senhora, dita professora, é quebrar não somente a espinha de Serra e do PSDB, mas de toda e qualquer situação de governo que se oponha ao que ela e seu grupelho acreditam ser "a democracia dos sonhos", em que as opiniões contrárias são abafadas com gritos de dor e sangue, em que a verdade é uma só, a deles. Penso que seja até melhor que esses radicais estejam afastados das salas de aula, doutrinando seus pares, e não as mentes em formação de nossas crianças e adolescentes, não lhes dando o direito de pensar e decidir. E ainda têm a coragem de vir a público e afirmar que a greve é por aumento salarial, e não política-partidária.

Luiz Nusbaum lnusbaum@uol.com.br

São Paulo

___________________

Caso Nardoni

Totalmente inúteis esses cinco dias de julgamento e de sofrimento, já que todos sabíamos com antecedência o resultado.

Fato é que o Tribunal do Júri está ficando obsoleto. Em casos emblemáticos, ou melhor, midiáticos, como o julgamento do casal Nardoni, basta chamar a atenção da imprensa que ela se encarrega do restante: provar, julgar e condenar. É lamentável!

P. S. : Acompanhei o julgamento como membro de prerrogativa da OAB/Santana e, embora a condenação se tenha confirmado, continuo convicto de que o casal é inocente. No mínimo estranho, não?!

Marcos Rogério Ferreira, advogado criminalista há 11 anos, especializado em Tribunal do Júri há nove marcos@karline.com.br

São Paulo

___________________

PRÉ-CONDENAÇÃO

O que mais me admirou no ''julgamento'' dos Nardonis foi a confirmação do ''Aforismo 34'' do ''Crepúsculo dos Ídolos'', de Nietzsche: ''Um instinto causal poderoso dentro dele (...) Se eu sou um ''canaille'', você tambem deve ser''. Em afirmação de que todo aquele que exige justiça, com ar de indignação, é alguém que só percebe a própria dor e sofrimento por culpa de outrem.

Francisco Antonio Diniz Junqueira fadjunqueira@netsite.com.br

Ribeirão Preto

___________________

TV ACEITA QUALQUER COISA

A TV Globo, em rede nacional, permitiu que um jovem, aparentemente desocupado, entre tantos no meio da multidão de curiosos que aguardava decisão do júri do casal Nardoni, declarasse, descaradamente, ter vindo do Piauí para ver se fazer justiça no Brasil. Eu, hein!

Sergio S. de Oliveira marisanatali@netsite.com.br

Monte Santo de Minas (MG)

___________________

MOBILIZAÇÃO POPULAR

Sem dúvida o crime dos Nardonis foi absurdo e os dois mereceram a condenação, contudo adoraria poder ver a mesma mobilização popular contra o sem-número de estupradores que lesam suas vítimas física e psicologicamente, traficantes que tiram do convívio de suas famílias crianças atingidas por balas perdidas e ladrões e assaltantes que matam, bestamente, pais de família e continuam soltos!

Será que chegamos ao absurdo de banalizar esses tantos crimes?

Raquel Cristina R. Rocha Sanches jrsanches@uol.com.br

São Paulo

___________________

FIM DO SHOW

Acabou o circo! Pessoas esperando até a meia-noite na rua e depois pulando como se fosse um gol da seleção. Uma mulher falou: "Tenho orgulho de ser brasileira!" Como é fácil de empolgar as pessoas! Diariamente pessoas estão sendo assassinadas no Brasil, com armas, no trânsito e com drogas. Mas faltam os jornais, a TV e os repórteres na rua. Pobre povo!

Helga Smuk helgasz@uol.com.br

Florianópolis

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.