Cartas - 04/06/2011

TÚNEL DO TEMPO

, O Estado de S.Paulo

04 Junho 2011 | 00h00

A História do jeito deles

Omitindo a queda de Fernando Collor em 1992, no "túnel do tempo" do Senado, pretendia-se fazer como Lulla no caso do mensalão: tentar torná-la uma farsa. Porém sou obrigada a concordar com José Sarney quando disse que o impeachment de Collor foi um acidente. Se prestarmos atenção, tal episódio foi um acontecimento "fora da curva" no cenário político, uma fatalidade mesmo. É rotineiro, por acaso, algum parlamentar sofrer punição desse porte na República de Banânia? Ah, é que na época Collor não fazia parte da "turminha"! Era desafeto da maioria. Collor não foi tão esperto quanto Lulla, que logo tratou de fazer parte da patota do poder e seguir sua cartilha. Não sofreu impeachment por motivos muito mais contundentes que os do caso do alagoano. E continua até hoje dando as cartas.

MYRIAN MACEDO

myrian.macedo@uol.com.br

São Paulo

_____________________________________

Esquecimento

Sarney esqueceu-se de colocar naquele túnel seu papel durante o período militar, quando foi um dos primeiros apoiadores do golpe de 1964 e se manteve na Arena até perceber que ia naufragar e perder as boquinhas do poder, aliando-se a Tancredo Neves.

FRANCISCO DA COSTA OLIVEIRA

fco.paco@uol.com.br

São Paulo

_____________________________________

GREVES

Vem mais por aí

Greves, greves e mais greves de norte ao sul do Brasil. O artigo 9.º da nossa Constituição assegura o direito de greve, como também no seu artigo 115 diz que é da competência da Justiça do Trabalho arbitrar se a greve é justa ou não e qual das partes está com a razão. Ora, se existe uma Justiça do Trabalho para decidir com quem está a razão, por que a greve? Antes que ela ocorra, por que a Justiça do Trabalho não decide o quanto antes a questão trabalhista? A população prejudicada deveria ter o direito de também poder acionar a Justiça, não somente as partes envolvidas. A propósito, está chegando a hora de os funcionários do INSS entrarem na sua greve anual, a fim de passarem dois ou três meses de papo pro ar. Os interessados que se apressem...

JOSÉ CARLOS DE CASTRO RIOS

jc.rios@globo.com

São Paulo

_____________________________________

Cabresto

Obriga-se o trabalhador a pagar imposto para que o sindicalista não precise justificar a greve.

A. FERNANDES

standyball@hotmail.com

São Paulo

_____________________________________

INDÚSTRIA NAVAL

Estaleiro modelo

O Estado informa que os sócios do Estaleiro Atlântico Sul preparam capitalização bilionária (2/6, B18). Perguntar ofende pouco: quem, além das fundações controladas pelo governo, arriscaria sua preciosa bufunfa - se sobrar alguma reserva atuarial depois de vitaminar o projeto Belo Monte - numa empreitada que mal conseguiu lançar ao mar o navio João Cândido? Lançou, mas não foi entregue até hoje. Foi útil apenas para o programa eleitoral da campanha de 2010, quando foi lançado ao mar pelo "nosso guia". Por enquanto há alguns problemas estruturais a serem solucionados. Entregar, que é bom, paciência. Há mais 21 petroleiros na fila das entregas futuras, sem contar os navios-sonda para o pré-sal. A Petrobrás deve estar jubilosa. Quanto aos cronogramas... Mero detalhe. Vamos ouvir belos discursos sobre curva de aprendizagem. Outros falarão em ramp-up. E será que la nave và, sem trocadilho?

ALEXANDRU SOLOMON

alex101243@gmail.com

São Paulo

_____________________________________

Vale x Petrobrás

Um dos principais motivos da queda do superexecutivo da Vale Roger Agnelli foi ter encomendado navios na Coreia do Sul, em vez de fazê-lo no Brasil. A construção de navios no País foi encomenda da Petrobrás para atender a interesses políticos e de empreiteira nacional, e a consequência está aí. O João Cândido, lançado ao mar com verdadeiro estardalhaço político pelo então presidente Lula há mais de um ano, não consegue entrar em operação. Neste ínterim, o navio encomendado pela Vale no exterior, que custou muito menos, está navegando, levando minério para o Extremo Oriente e trazendo divisas para o nosso país, além de criar empregos no Brasil e pagar uma montanha de impostos.

MARCO ANTONIO MARTIGNONI

mmartignoni@ig.com.br

São Paulo

_____________________________________

BELO MONTE

Dinheiro da viúva

É lastimável que as obras do AHE Belo Monte vão ter início proximamente. Essa obra marca a continuidade do subaproveitamento do potencial energético dos rios da Bacia Amazônica, iniciado nos aproveitamentos do Rio Madeira (Santo Antônio e Jirau). Como previ em artigo no jornal do Instituto de Engenharia, transcrito pelo jornalista Washington Novaes em 20/8 (A2), a viabilidade econômica inexistente só poderá ser compensada com o dinheiro da viúva (o Tesouro Nacional). Bom para as "construtoras", muito mau para o País.

WALTER CORONADO ANTUNES, ex-presidente da Sabesp e ex-secretário de Obras e do Meio Ambiente

São Paulo

_____________________________________

Ibama

Quer dizer que o Ibama autoriza Belo Monte, mas não a duplicação da pista da Régis Bittencourt? Qual a metodologia usada, dois pesos e duas medidas?

JOÃO HELOU

helouhelou@gmail.com

São Paulo

_____________________________________

Belo Monte e Rodovia dos Tamoios (Serra do Mar) pode. Régis (Serra do Cafezal) não pode. Quem entende essa gente?

HARRY RENTEL

harry@citratus.com.br

São Paulo

_____________________________________

BANCOS

Extorsão

Quando um banco cobra entre 170% e 180% de juros ao ano, a título de empréstimo no cheque especial, numa economia de 6% de inflação anual, comete crime de extorsão. Se o Conselho Administrativo do Direito Econômico (Cade), vinculado ao Ministério da Justiça, finge que não vê, ou se o Ministério Público Federal fica quieto, ambos são coniventes com a roubalheira. É vergonhoso. Espero que o Poder Executivo aja de alguma forma para acabar com esse abuso dos bancos.

BOB SHARP

bobsharp@uol.com.br

São Paulo

_____________________________________

VOCÊ NO ESTADÃO.COM.BR

TOTAL DE COMENTÁRIOS NO PORTAL: 2.000

TEMA DO DIA

Bactéria E.coli: novo risco de transmissão

OMS confirma que contágio pode ser de pessoa para pessoa através de sedimentos ou via oral

"Esse tipo de bactéria é encontrado somente em fezes, animais ou humanas. Só em cultivos orgânicos é que esse tipo de bactéria poderá estar presente como contaminante."

ROBARRET BARRETO

"Campeão de infestação é carrinho de supermercado."

FLAVIO BIGLIAZZI

"Não seria, então, melhor consumirmos legumes e vegetais geneticamente modificados e não orgânicos?"

ALEXANDRE MARTIN FRAGUGLIA

___________________________________

Cartas enviadas ao fórum dos leitores, selecionadas para o estadão.com.br

 

 

 

 

 

DESRESPEITO

 

 

 

 

É um escândalo e desrespeito com o consumidor só após o atraso de 30.000 ítens não entregues aos compradores pela internet no portal da Americanas.com o MPE suspender o portal para vendas. O pior é que o portal continua no ar. Desobediência civil? Por que esperaram chegar a tantos ítens não entregues? Há que se ter seriedade. Com 2 ou 3 ítens não entregues, já deveriam tirar o portal do ar. Por que deixa-lo?

 

 

 

 

Panayotis Poulis ppoulis46@gmail.com

Rio de Janeiro

 

 

_____________________________________

 

 

 

LIBERTADORES

 

 

 

Como amante do futebol que sou e, embora não torcedor do Santos Futebol Club, venho expressar minha satisfação em assistir aos jogos das finais da Libertadores, não só as ótimas partidas deste time, como também de todos os finalistas desta Copa. Vejo, aqui, e vai como sugestão aos cartolas e às torcidas uniformizadas de todos os times paulistas uma oportunidade de lotar o Morumbi não só de Santistas, mas de torcedores de todos os times unidos em prol do futebol Brasileiro na final do campeonato, entre Santos e Penharol, numa grande manifestação de União, Humildade e principalmente de Cidadania como um exercício inesquecível pela "Paz nos estádios".Sonho possível?

 

 

 

 

Vitor Adissi vitor@clubsoda.com.br

São Paulo

 

 

_____________________________________

 

 

 

 

FESTIVAL DO CAVALO PARAGUAIO

 

 

 

De novo o Campeonato Brasileiro começa parecendo um Festival do Cavalo Paraguaio. Muitos times desfalcados por contratações que não podem estrear devido à janela da Fifa, desfalques por competições paralelas, como Copa do Brasil e Libertadores, amistosos da seleção, times B pra tudo quanto é lado, e o resultado é líderes efêmeros, que mais Algumas rodadas, já se encaminham para o G4 da rabeira, onde paira o descenso para a Série B.

 

 

 

Luiz Henrique Penchiari luiz_penchiari@hotmail.com

Vinhedo

 

 

 

_____________________________________

 

 

 

 

INÉRCIA DO MINISTÉRIO DA SAÚDE

 

 

 

 

A síndrome de insuficiencia renal aguda causada por uma nova cepa de Escherichia coli e a resistencia de novas cepas de outras bactérias que levaram a Russia suspender a compra de carne bovina do Brasil parece não sensibilizar nossas autoridades: econômicas, médicas, veterinárias. Nem ao menos para alertar para normas de higiene. Assim de mãos dadas com o Ministério da Educação  o povo brasileiro não precisa aprender na escola os predicados. Guenta :ouvir gerenta,superintenda ,presidenta.!

 

 

 

Carlos Alberto Leite caleite@infolink.com.br

Rio de Janeiro

 

 

 

_____________________________________

 

 

 

 

EDUCAÇÃO

 

 

 

Foi preciso um competente biólogo trazer à luz, aos responsáveis pela educação, o que Sócrates já ensinava há 400 anos a.C. Parabéns ao Fernando Reinach (Proposta para a educação, Vida, A17, 2/6).

 

 

Dorival Menezes Leal dorileal@uol.com.br

São Paulo

 

 

 

 

_____________________________________

 

 

 

 

 

MEC E O BULLYING SOCIAL

 

 

 

 

 

Aleluia! Depois de permanecer por longos anos em estado vegetativo, tomo conhecimento pela mídia impressa e eletrônica que o Ministério da Educação saiu do diagnóstico do estado mórbido, resolveu cortar 10.912 vagas em 136 cursos de direito, os quais tiveram desempenho ruim em avaliação daquele Ministério. Este é papel do Estado (MEC), o qual tem por missão definir, coordenar, executar e avaliar a política nacional relativa ao sistema educativo, no âmbito da educação pré-escolar, dos ensinos básico e secundário e da educação extra-escolar, bem como articular, no âmbito das políticas nacionais de promoção da qualificação da população, a política nacional de educação e a política nacional de formação profissional (...) dentre outra atribuições, autorizar reconhecer fiscalizar os cursos superiores e avaliação dos cursos e dos estudantes, (...).Que doravante ele reassume de vez as suas prerrogativas constitucionais, hoje usurpadas vergonhosamente pela Ordem dos Advogados do Brasil- OAB, que na contramão da história,  lesa atribuições do Estado (MEC),  afrontando a Constituição, o Estado de Direito e os Direitos Humanos, se aproveitando do estado vegetativo, e/ou  letargia que se encontrava o MEC, para impor o goela abaixo seu pernicioso, abusivo, cruel, caça-níqueis inconstitucional Exame da (des) Ordem, infestado de pegadinhas, ambigüidades, casca de banana, feito para reprovação em massa, jogando ao banimento milhares de Bacharéis em Direito (Advogados), segundo o novo dicionário Aurélio, atolados em dívidas do Fies,  devidamente qualificados pelo Estado (MEC), aptos para o exercício, advocacia, num verdadeiro mecanismo de exclusão social (Bullying Social). Senhores vivemos num país democrático e a nossa Constituição Federal, tem que ser respeitada, principalmente pelos órgãos guardiões da Constituição. O art. 205 CF explicita: "A educação tem como uma de suas finalidades a "qualificação para o trabalho". Art.  5º,  inciso XIII, "É livre o exercício de qualquer trabalho, ofício ou profissão, atendidas as qualificações profissionais que a lei estabelecer. De acordo o art. 43  da LDB (Lei nº 9.394/96),diz que a educação superior tem por finalidade formar diplomados nas diferentes áreas de conhecimento, aptos para a inserção em setores profissionais. O art. 48 da LDB diz que os diplomas de cursos superiores reconhecidos, quando registrados, terão validade nacional como prova da formação recebida por seu titular. O art. 209 da Constituição Federal diz que compete ao poder público avaliar o ensino. O art. 29 § 1º do Código de Ética Disciplina da OAB (Das regras deontológicas fundamentais) "Títulos ou qualificações profissionais são os relativos à profissão de advogado, conferidos por universidades ou instituições de ensino superior, reconhecidas.(Grifei). Conclamo aos dirigentes da OAB, visitarem o Ministério do Trabalho e Emprego - MTE, para conhecer/saber "in-loco" o que é QUALIFICAÇÃO. Doutores enquanto a QUALIFICAÇÃO do Ministério em pauta, está voltada ao combate às desigualdades de oportunidades; preparando o trabalhador para os desafios que caracterizam os tempos modernos ou seja sua inserção no mercado do trabalho, contribuindo com o aumento da produtividade e da renda, rumo à conquista da sua autonomia financeira, sua dignidade do ser humano, para que passe a integrar a sociedade, a tal "QUALIFICAÇÃO" que se diz fazer a OAB, e os seus defensores de plantão, é totalmente inversa, visa a manutenção da reserva pútrida de mercado, em um país de desempregados, gerando fome, desemprego e doenças psicossomáticas enfim corroborando para o aumentando do caldo da miséria,da mendicância e as desigualdades sociais, num flagrante desrespeito a dignidade da pessoa humana. ISSO É UMA VERGONHA INTERNACIONAL, É UM BULLYING SOCIAL. Ninguém em sã consciência é contra a melhoria do ensino e a fiscalização dos cursos superiores. Se a Universidade não presta o correto é fechá-las. Se o MEC não fiscaliza as universidades a culpa não é dos alunos. Por que a OAB não fiscaliza?  Ah mas isso dá trabalho não gera lucro fácil. É notório que o principal objetivo do CAÇA-NÍQUEIS famigerado, cruel, nefasto e pernicioso o Exame da OAB, é manter a reserva imunda de mercado e faturar alto, para suprir cerca de quase 30% (trinta por cento) dos advogados inadimplentes com os pagamentos das anuidades da OAB, sem dar  nada em  contrapartida, não obstante o medo de que com o ingressos de milhares de bacharéis, (Advogados), nos quadros da OAB, o grupo que dirige a OAB seria expurgado do poder e medo maior de tornar eleições diretas em todos os níveis,bem como tornar transparentes todos  gastos dessa colenda entidade, inclusive prestar contas ao TCU, em respeito ao princípio da Transparência e/ou Publicidade  insculpido no art. 37 da Constituição.  Nunca foi tão fácil lucrar, e o pior sem adquirir uma só unidade de giz, sem contratar um só professor, sem ministrar uma só aula, ou palestra ainda tem a petulância e a desfaçatez de dizer que isso é "qualificação", que as Universidades formam Bacharéis em Direito e OAB, Advogados, ou seja uma falácia.Portanto, está provado e cristalizado que o Exame da OAB não qualifica ninguém. Enriquece donos de cursinhos e editoras e a própria OAB.  Está jogando ao infortúnio milhares de Bacharéis em Direito sufocados em dívidas do Fies, os quais não têm mais a quem recorrer dos constantes abusos e arbitrariedades praticadas pela OAB, que só se preocupa em faturar cerca de R$ 21,2 milhões por Exame, multiplicados por 03(três) a cada ano, arrecada cerca de R$ 63,6 milhões, livre de prestar contas ao Tribunal da Contas a União - TCU, num flagrante desrespeito  aos art. 70 parágrafo único  e  art. 71  da Constituição. Cadê a transparência da OAB?  Quanto ela faturou nos últimos dez anos? Qual o destino desse volume de recursos? Por que não presta contas ao TCU? Por que  a média das taxas de inscrições de concursos de nível superior  giram em torno de R$ 75,00 e a OAB insiste em taxas que já chegaram , pasmem, R$ 250,00 em (RO) em 2009,  fiz  reduzir para R$ 200,00 mesmo assim  não é um assalto ao bolso? A OAB deve se limitar a cumprir o seu papel constitucional de órgão de fiscalização da profissão, a exemplo dos demais conselhos de classes e fiscalizar e punir exemplarmente, respeitando a ampla defesa e o devido processo legal, os seus inscritos que desrespeitarem o Estatuto da OAB. Está na hora de se pensar em alternativas inteligentes, visando em humanizar a OAB,  transformá-la parceira dos bacharéis em direito ao invés de algoz. Com todo esse volume dinheiro, R$ 66 Milhões, por ano, surrupiados dos bolsos e dos sacrifícios dos bacharéis em direito, atolados em dívidas do Fies, livres de prestação de contas, junto ao TCU, numa afronta ao princípio da publicidade/transparência, deveriam substituir tal indecência, convocando os maiores juristas deste país, das mais variadas áreas, para ministrarem palestras, durante a SEMANA JURÍDICA DA OAB ou seja para transmitir suas experiências positivas e negativas, idéias, reflexões e conselhos seguindo os ensinamentos de Ruy Barbosa, enriquecendo assim os conhecimentos dos jovens e velhos operadores do direito, rumo aos futuros desafios forenses. Todos sairiam ganhando: A OAB através das altas taxas cobradas principal objetivo desse  abominável exame e os bacharéis através da aprendizagem e dos ensinamentos/práticos jurídicos disseminados pelos mestres dos quadros da FGV, e o livre ingresso dos operadores do direito nos quadros da OAB, sem precisar se submeter à  humilhação do pernicioso, abusivo, restritivo,cruel, inconstitucional, caça-níqueis,  Exame da OAB

O que mais me intriga é o despreparo de certos juristas, não se sabe qual o interesse maior, em rasgar a Constituição para  defender tal excrescência, sem nenhum argumento jurídico plausível. O simples fato da existência no país de 1240 faculdades de direito e falta de fiscalização do Ministério da Educação, não dão direito à OAB e a nenhuma outra organização de substituir o papel do Estado (MEC), respeitem  senhores o art. 205 da Constituição Federal. "No dizer de José Afonso Silva, atribuir a qualquer dos poderes atribuições que a Constituição só outorga a outro importará  tendência a abolir o princípio da separação de poderes (in Curso de Direito Constitucional Positivo 23 Ed. Malheiro SP, p 67). Lembro que os atentados contra os Direitos Humanos terão repercussão nacional e internacional, por serem considerados "bien commun de l'humanité" e crime de lesa humanidade. Conclamo a todos respeitarem a Declaração Universal dos Direitos Humanos, um dos documentos básicos das Nações Unidas e foi assinado em 1948. Nela estão enumerados os direitos que todos os seres humanos possuem. Está previsto Artigo XXIII -1 - Toda pessoa tem o direito ao trabalho, à livre escolha de emprego, à justas e favoráveis condições de trabalho e à proteção contra o desemprego. Os documentos que o Brasil é um dos signatários, impõem a obrigação de tomar medidas para garantir o exercício do direito ao trabalho como meio de prover a própria vida e existência. Afinal, a privação do emprego é um ataque frontal aos direitos humanos. Vamos humanizar a OAB banindo do nosso ordenamento jurídico o caça-níquel, cruel, nefasto, pecaminoso  e inconstitucional famigerado Exame da OAB, em respeito à Constituição, ao Estado de Direito e aos Direitos Humanos.  "Os abusos que destroem as boas instituições, têm o privilégio fatal de fazer subsistir as más." (Pierre-Édouard Lémontey). Nobres operadores o direito e senhores governantes, peço "venia" para explicitar que a privação do emprego é um ataque frontal  aos direitos humanos. O STF deverá cumprir com zelo, dedicação, pertinácia e denodo e com absoluta independência moral, os elevados objetivos norteadores de sua criação, inclusive tem que dar um basta nesse leviatã, (OAB), julgando urgentemente o  Recurso Extraordinário (RE) 603583, que visa extirpar esse câncer (Exame da OAB), esse (BULLYING SOCIAL), do nosso ordenamento jurídico, essa máquina de arrecadar  a qual trata-se  de e pura reserva de mercado,  em respeito à Constituição Federal ao Estado de Direito e aos Direitos Humanos. Roga-se destarte, que os Eminentes Ministros do Egrégio Supremo Tribunal Federal - STF mirem-se na celeridade, seriedade, inteligência, honradez e no exemplo humanitário e moralizador do Tribunal Constitucional de Portugal, que num gesto de extrema grandeza, declarou  inconstitucional o famigerado Exame de Ordem de Portugal, em respeito à Constituição, ao Estado de Direito e aos Direitos Humanos. Vamos respeitar a Declaração Universal dos Direitos Humanos, notadamente art. XXIII -1 - Toda pessoa tem o direito ao trabalho, à livre escolha de emprego, (...) e à proteção contra o desemprego. Afinal a função primordial dos Direitos Humanos é proteger os indivíduos das arbitrariedades, do autoritarismo, da prepotência e dos abusos de poder.

 

 

 

Vasco Vasconcelos   vasco.vascocnelos@brturbo.com.br

Brasília

 

 

_____________________________________

 

 

 

MARCHA

 

 

 

 

 

Parabenizo este jornal por noticiar a marcha de 15 mil pessoas, em frente ao Congresso Nacional, em defesa do do direito de discordar dos homossexuais em matéria de família. Os gays merecem respeito, mas não podem obrigar toda a sociedade a concordar com o seu comportamento. O Estadão prestou um grande serviço ao pluralismo dando espaço aos muitos brasileiros,sempre silenciados por não sucumbirem ao "politicamente correto".

 

 

 

Roberto Vidal Martins robertovidal.martins@uol.com.br

São Paulo

 

 

__________________________________

 

 

 

 

SEGURANÇA NAS FRONTEIRAS

 

 

 

 

O trabalho realizado pelo jornalismo da Globo, que vem sendo divulgado no Jornal Nacional desta semana, demonstra claramente a falácia da segurança de nossas fronteiras. Era tudo "mentira" o que o então candidato Serra denunciava durante a campanha presidencial do ano passado?  E aqueles "veículos não tripulados" - VUPs. que a então candidata Dilma afirmava que existiam e iriam ser ampliados na guarda de nossas fronteiras? Enquanto isso, o nosso país continua recebendo um volume assustador de drogas e armas para abastecer o tráfico e crime organizado. Desse jeito, nunca iremos eliminar essa terrível desgraça que assola a nossa sociedade, deixando-nos à mercê do crime organizado e dos assaltos a caixas eletrônicos, a pessoas inocentes nas esquinas, nos supermercados e também aos antes seguros shopping centers. Até quando vamos tolerar tudo isso? Com a palavra a presidente Dilma e seu ministro da justiça. "

 

 

 

 

João M.Ventura  joaomv@terra.com.br

São Paulo

 

 

 

__________________________________

 

 

 

RÉGIS BITTENCOURT

 

 

 

Li a matéria publicada pelo jornal O Estado de S. Paulo em 27 de maio intitulada Ibama barra a duplicação da Régis. Costumo utilizar a rodovia com muita frequência. Fiquei surpreso ao ler na reportagem que a licença prévia, dada em 2002 para a obra de duplicação da pista na Serra do Cafezal, foi cancelada.

Já presenciei inúmeros acidentes, alguns gravíssimos na região. Até agora, ouvimos muitas promessas, mas as mudanças necessárias continuam sem serem executadas para segurança dos motoristas que utilizam a Régis. Não há fiscalização para verificar se a empresa contratada para executar a obra está respeitando o Projeto? Entendo que se houvesse fiscalização, as pessoas responsáveis pelo projeto cumpririam as orientações dadas pelo Ibama para que a proposta fosse adequada às necessidades de respeito ao meio ambiente.  Agora, a concessionária que planejava concluir a duplicação até o fim de 2013 vai cumprir a promessa quando? Quando acabar a concessão? E quantas mortes ainda vamos presenciar por causa dessa irresponsabilidade? É lamentável.

 

 

 

 

José Francisco Lopes Caccere eliana.acr@terra.com.br

São Paulo

 

 

 

__________________________________

 

 

 

ANOS DE CHUMBO

 

 

No Chile, a exumação do corpo do ex-presidente Salvador Allende possibilitou aos peritos afastar a versão oficial de suicidio, que até agora vigorava, provando seu assassinato e confirmando que é sempre suspeita a morte de um preso politico.  Aqui no Brasil  já é tempo de esclarecer outro "suicidio", o do jornalista Vladimir Herzog, entre os inúmeros que ocorreram nos anos de chumbo, não para punir os culpados, o que seria pedir muito ao judiciário brasileiro, mas para fazer justiça à sua família e a comunidade judaica de São Paulo.

 

 

Arsonval Mazzucco Muniz arsonval.muniz@ig.com.br

São Paulo

 

 

__________________________________

 

 

 

 

MÁSCARA NEGRA

 

 

 

"Tanto riso, oh, quanta alegria, mais de mil palhaços no salão...".  Será que Zé Keti e Pereira Matos tinham noção do que estariam mostrando nesta primeira frase, multiplicada quase 50 anos depois? Acredito que não. Ah! O velho milagre da "multiplicação"... Quanta burla, quanta tirania, milhões de palhaços por esse Brasilzão... É o que me ocorre, quando leio que o Banco Central do Brasil decide, agora, não ressarcir os portadores das notas manchadas de vermelho. Notas, talvez, há muito tempo em poder de gente simples, que guarda em casa o pouco que ganha, quando quarda...Comida. Bancos duplicam capital a cada ano, economizam milhões em mão-de-obra, com a modernização, com os caixas eletrônicos, com os cartões de crédito e abrem espaço para o crime crescer, minimizando os riscos de sua atuação, ao precisarem assaltar apenas as máquinas que guardam o dinheiro e geram lucros estratosféricos em nome deles.

Segundo o governo, são aproximadamente setenta e cinco mil cédulas manchadas, ainda em circulação, e os seus portadores, inocentes ou não, jamais serão ressarcidos de seu valor real...Real? Gente que suou para ganhar o pão de cada dia e que, sem qualquer notificação oficial, amplamente divulgada na imprensa - como fazem com as obras ou maquetes inauguradas - para que o cidadão de bem, o trabalhador ou o comerciante, não aceitassem em hipótese alguma as notas "borradas" de vermelho. Isso porque os bancos haviam decidido, talvez em conluio extra-oficial, que a moeda corrente do país seria marcada, para garantia de seu lucro. Com certeza, nem mesmo o custo da emissão de novas notas será "bancado" pelas instituições bancárias...Ah! Se eu ou qualquer outro mortal comum fizéssemos isso, estaríamos escrevendo de dentro da cadeia, a mesma cadeia que deveria abrigar sem contestação, todos esses que se escondem por detrás da "Máscara Negra" do poder mal exercido...Corrompido.

 

 

 

 

Carlos Delphim Nogueira da Gama Neto carlosgama@conjeituras.com.br

Santos

 

 

 

__________________________________

 

 

PRIVATIZAÇÕES

 

 

Como dizia o velho Saramago... ( Cadernos de Lanzarote - pag. 586), "... privatize-se a cordilheira dos Andes, privatize-se o mar e o céu, privatize-se a água e o ar, privatize-se a justiça e a lei, etc.... E, já agora, privatize-se também a ...que os pariu a todos."

 

 

Jorge Zaven Kurkdjian zavida@uol.com.br

São Paulo

 

 

 

__________________________________

 

 

 

 

 

ADMINISTRAÇÃO ESTATAL

 

 

 

Ações da Petrobrás e Vale perdem valor. Eta, administração das estatais Petrobrás e (Vale?)! O PT consegue fazer até ações que sempre se valorizaram se desvalorizarem.

 

 

Nelson Pereira Bizerra nepebizerra@hotmail.com

São Paulo

 

__________________________________

 

 

 

ENERGIA NUCLEAR

 

 

Depois de dois meses colhendo 200 assinaturas de parlamentares, protocolei segunda-feira projeto de lei que propõe plebiscito para a  população decidir se quer continuar consumindo energia advinda de  usinas nucleares.

 

 

Ricardo Izar Jr., deputado (PV-SP) dep.ricardoizar@camara.gov.br

São Paulo

 

 

 

__________________________________

 

 

 

 

DIA MUNDIAL DO MEIO AMBIENTE

 

Mais uma vez nada temos a comemorar, a não ser lamentarmos pela ganância dos governantes, principalmente com relação a votação no Congresso Nacional, onde os maus  políticos se acham os donos das Florestas e da Biodiversidade, mas eles pagarão caro por isso, a Civilização dos Maias desapareceram da Face da Terra porque no seu tempo também esgotaram seus recursos naturais,  decidiramnuma trágica e bizarra votação,  que os  espaços serão ocupados pelas pastagens e monoculturas de soja, depois  serão exportadas para a China para alimentar  suínos e frangos, eles ficam como sempre  com os Valores Agregados das Commodities, nos ficamos com o Passivo Ambiental das perdas das Florestas, nossos Rios e nossa Biodiversidade. O renomado Economista e Ecologista Lester Brown citou em seu artigo no NYTIMES dia 22.5.11, a  respeito da Nova Geopolítica dos Alimentos em todo mundo,  podem se concretizar a Teoria de Malthus, termos dinheiro e não termos alimentos para os 7 bilhões de Seres Humanos no Planeta, principalmente pela falta de água para as culturas,  porque hoje a prioridade é alimentarmos os animais e a produção de etanol que somente nos USA, são utilizados 2,2 bilhões de toneladas de milho para  a produção do Etanol, e poucos falam na escassez da água, essa  será a pior das calamidades para os Seres Humanos. Com tristeza pela nossa Biodiversidade e as Gerações Futuras no dia Mundial do Meio Ambiente.

 

 

Jose Pedro Naisser jpnaisser@hotmail.com

Curitiba

 

 

__________________________________

 

 

 

 

'A MANCHA DE ZABAIONE NO CAXEMIRA'

 

Excelente o artigo de Ingnácio de Loyola Brandão (3/6) sobre a falta de educação de nosso povo. Sobre os motoristas, é realmente ameaçadora a investida contra pedestres. Nem mesmo a faixa de pedestres, que dá acesso aos Ambulatórios do Hospital  das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo é respeitada. E acredite, os veículos que ali passam são dirigidos por uspianos que viajam para o exterior e voltam maravilhados com o respeito

ao pedestre no Canadá e Europa, ou por motoristas profissionais que recebem  cursos sobre Direção Preventiva periodicamente. Acresce-se que os usuários das ditas faixas, frequentemente, são pessoas incapacitadas, pacientes do HCFMRP_USP, ou estudantes. Os guardas que ficam nas guaritas, próximo as faixas, assistem a infração ao  trânsito, sem intervir.

 

 

Semiramis Melani Melo Rocha, pror. titular da Escola de Enfermagem de Ribierão Preto da Universidade de São Paulo smmrocha@eerp.usp.br

Ribeirão Preto

 

 

__________________________________

 

 

 

ENFIM...

 

 

Até que enfim uma pessoa culta defende o idioma nacional. Parabenizo o Dr. Roberto Macedo pelo artigo publicado no jornal O Estado de São Paulo em 2 de junho de 2011 sobre o medíocre "bullying". A inclusão, por falta de vocabulário em nosso idioma, de anglicismos  ao vernáculo está a destruir a última flor do Lácio.

 

 

Erasmo José Paioli Pires ejpaiolipires@gmail.com

Campinas

 

__________________________________

 

 

 

INCULTA E BELA

 

 

Concordo totalmente com Roberto Macedo no tocante à inexplicável invasão de anglicismos em nosso idioma, inculto e belo ('Bullying' é bulir com a língua portuguesa, 2/6). Talvez a explicação resida no querer ser diferente, como no caso do uso exacerbado de ípsolons, agás e dáblios nos nomes de crianças. Ou mesmo o modismo pregado por outros, que se assimila sem ser percebido. O próprio autor usa "site" em seu texto, que poderia ser substituído por sítio, como honrosamente fazem os portugueses. Mas língua é evolução e hoje usamos abajur ao invés de quebra-luz e até deletar tem sido aceito nos dicionários. Se soubéssemos mais a riqueza da "última flor do Lácio", poderíamos ser até tolerantes quando com ela bulem.

 

 

Adilson Roberto Gonçalves, presidente da Academia de Letras de Lorena priadi@uol.com.br

Lorena

 

 

 

__________________________________

 

 

 

MERVAL PEREIRA

 

 

 

Cumprimentos ao jornalista Merval Pereira por vencer as eleições para a Cadeira 31 da Academia Brasileira de Letras. E à Academia, por continuar a prestigiar, como sempre o fez, desde Joaquim Nabuco, o jornalismo do talento, em que a literatura se faz presente, tendo como objeto os acontecimentos reais da vida, descritos com estilo, esmero e profundidade valorativa, único modo de compensar-se a comunicação moderna e quantitativa dos meios eletrônicos, necessária mas cuja forma, não raro, deforma.

 

Amadeu R. Garrido de Paula amadeugarridoadv@uol.com.br

São Paulo

 

 

 

__________________________________

 

 

 

PAPAGAIOS E FACÕES

 

 

Sartre afirmou certa vez serem esquerda e direita duas caixas vazias. Procurar nelas casos patológicos, mesmo dissociando-os de suas supostas bandeiras ideológicas não passa de uma pura perda de tempo.  As patologias precisam de tratamento não de rotulagens. Ser de direita ou de esquerda, continuamos hemiplégicos, na opinião de Raymond Aron. Marine le Pen, Bolsonaro, e Stalin que se entendam.

 

 

Alexandru Solomon Alex101243@gmail.com

São Paulo

 

 

__________________________________

 

 

 

 

A ESQUERDA, O PAPAGAIO E A IGNORÂNCIA

 

 

 

Eugênio Bucci em seu artigo no dia 2 de junho (A direita, o papagaio e o facão, A2) nos alerta a respeito da polarização da sociedade, que segundo ele advém de uma radicalização intencional das forças de direita. Ainda segundo a opinião desse professor, a direita aproveita-se de discursos folclóricos, como o de Jair Bolsonaro contra os homossexuais, para disseminar suas bandeiras na sociedade brasileira. Mas afinal quem são os radicais de direita que se aproveitam dos discursos folclóricos? A Igreja? Algum partido político específico? O alto empresariado? Banqueiros? Quem afinal deseja ou promove a polarização da sociedade? Pensando bem, a direita hoje está bem satisfeita ao lado do governo. Banqueiros, grandes empreiteiros e empresários, partidos políticos e notórios direitistas, como José Sarney, ex-líder da ARENA no regime militar, aproveitam-se hoje de privilégios inimagináveis. Subvenções em taxas de juros e impostos, tratamento diferenciado pelo judiciário, favorecimentos legais e ilegais de todos os tipos. Então quem  afinal segura o facão da radicalização e da intolerância?  Quem se sobrepõe ao Congresso Nacional e propõe mudanças constitucionais para o controle de conteúdo na imprensa? Quem promove conflitos no campo através do financiamento ilegal de invasões de propriedades rurais? Quem introduz o preconceito racial institucionalizado através de cotas raciais em universidades? Quem promove a ideologia partidária como motor de transformações na educação, em detrimento do mérito individual e da qualidade do ensino público? Quem promove a ilegalidade e a corrupção através de acordos espúrios, concessões a empresários amigos e ONG's? Quem divide a sociedade entre os que seguem as leis e os que se valem da impunidade para tráfico de influência, corrupção e uso privado do dinheiro público? Quem promove o ódio entre classes sociais, ou a ideologizada luta entre pobres e ricos? Não existe esse complô ou radicalização de discursos de direita. O que existe é cidadania incipiente sendo progressivamente moldada, e uma quantidade enorme de informação sendo diariamente disseminada e processada por uma quantidade cada vez maior de indivíduos. Como conseqüência, arbitrariedades de um governo compromissado com aliados corruptos e privilégios inaceitáveis são questionadas; a incompetência administrativa, a mentira eleitoral, a má-intenção em acordos com o empresariado, a ignorância dos governantes, também são explicitadas.  Deve-se ser tolerante com a iniquidade? Deve-se ser tolerante quando um livro didático usado em escolas públicas faz apologia ao erro em detrimento da norma culta da língua portuguesa? Deve-se ser tolerante quando um Governo torna obrigatória a divulgação de material que discute a orientação sexual com crianças a partir de 11 anos de idade? O ensino religioso não é obrigatório, mas o ensino sobre o homossexualismo deve ser obrigatório e devemos aceitar sem discussão? Devemos ser tolerantes com erros como o Mensalão, por exemplo, que subverteu o Legislativo a um esquema de corrupção e compra de votações? Então o Governo Lula não foi uma bandalheira? O Mensalão, e outras práticas ilegais são defendidas pelo próprio PT como necessárias, como se fosse impossível fazer política sem roubar ou desviar dinheiro público. Hoje integrantes do PT condenam Palocci, não pelo tráfico de influência, mas por tê-lo feito em proveito próprio e não do partido! Isso é moralismo? Martin Luther King definiu em seu discurso que o silêncio dos bons cidadãos e que era o verdadeiro mal da sociedade americana, e não a intolerância e o racismo de outros. Muito antes, Alexis de Tocqueville já via perigos na democracia, pois essa tenderia a regimes despóticos e centralizadores pela omissão de seus cidadãos, acomodados em desfrutar prazeres mundanos. Portanto, a liberdade e a justiça social não são frutos da tolerância, e sim da vigilância constante e do exercício da cidadania. E a cidadania deve ser exercida através do voto, da descentralização política, da liberdade religiosa e de imprensa. Essas forças, junto com o sentimento religioso, agem na sociedade contrariando o poder centralizador do Estado. Nossa sociedade majoritariamente cristã enxerga outras virtudes na vida que passam além da ideologia cega de um partido político. O sentimento religioso muitas vezes interpretado como conservadorismo e moralismo retrógrado, na verdade expressa uma confiança na superação de limites individuais, na valorização da família e da vida, do caráter, da honestidade, da justiça e do respeito com os menos favorecidos em nome da fé em algo superior. Existem pessoas no país que não concordam com o atual Governo! E nem por isso são radicais com facão na mão! A ignorância é a vedadeira arma dos intolerantes, usada para manipulação e disseminação de preconceitos e divisões sociais aonde não existem!

 

 

 

Antonio Antunes Rodrigues Junior aantunesrj@yahoo.com.br

São Paulo

 

 

 

__________________________________

 

 

 

PAPELÃO

 

 

Para qualquer função há necessidade de pré-requisitos para executá-la; para presidir o Senado Federal basta gritar, não há necessidade de se dominar as regras do Regimento Interno? Se a resposta é positiva então D. Marta não está apta para presidir tão importante cargo, há de ser humilde e tomar umas aulinhas básicas. Que papelão!

 

Leila E. Leitão leilaelston@uol.com.br

São Paulo 

 

__________________________________

 

 

 

BALCÃO DE ANÚNCIOS

 

O senador Eduardo Suplicy em sessão do Senado presidida pela sua ex-mulher, infelizmente também senadora, pede uma menção especial aos filhos, convidados que foram para cantar em 45 cidades dos Estados Unidos. Me desculpem o desabafo e o termo chulo, mas essa p... virou balcão de anúncio?

 

Humberto de Luna Freire Filho hlffilho@gmail.com

São Paulo

 

__________________________________

 

 

VÓ BARBIE

 

 

Marta Suplicy, a 'Vó Barbie' do Senado federal, quando dirige a mesa daquela Casa, precisa controlar mais sua ira! Os demais senadores (talvez com exceção de ao menos um) não foram eleitos para serem o 'Ken', submisso aos caprichos desta senhora.

 

Paulo Boccato pofboccato@yahoo.com.br

São Carlos

 

 

 

__________________________________

 

 

 

 

MARTA NO SENADO

 

 

A senadora Marta Suplicy, quando preside sessões no senado o faz com a mesma competência com que governou a cidade de São Paulo no passado! Além de não entender patavina do Regimento Interno da Casa, preside no grito e com a força da ditadura comum ao PT, partido que ela representa. Ela sapateia em cima das Leis Constitucionais Democráticas do Senado Federal com a mesma facilidade que gritou com a moradora paulistana que teve sua casa perdida com as constantes enchentes da cidade e quando mandou a população "relaxar e gozar" por causa do caos nos aeroportos. Espero que em 2012, já que pretende se candidatar a prefeita novamente, São Paulo não se esqueça da forma truculenta e ineficiente como nos governou, porque pelo jeito que preside o senado ela ainda não aprendeu nada! Quem quiser conferir é só fazer uma busca no Youtube!

 

 

Beatriz Campos beatriz.campos@uol.com.br

São Paulo

 

 

__________________________________

 

 

 

 

PMDB X PT

 

 

A  perspicácia  é  irmâ gemea da perversidade...e perigosa como uma lamina afiada...ela surpreende quem está no poder e se acha inexpugnavel...que o digam o Temer e a Dilma....

 

Carlos Jose Benatti   cjbenatti@globo.com

São Paulo

__________________________________

 

 

 

ILHA DA FANTASIA

 

O cenário em que as maiores "estrelas" do PMDB acabam de se exibir no horário nobre da televisão não poderia ser mais adequado.  Era a própria ilha da fantasia.  Foi um desfile das maiores "autoridades deste país" vomitando inverdades na cara do telespectador em plena hora do jantar.  O grande final foi o coroamento da verborragia:  nada mais nada menos que o "astro rei" responsável por tanta maravilha.Nunca na história deste país vi tanto cinismo.

 

 

Angela Caracik angelacaracik@terra.com.br

São Paulo

 

__________________________________

 

 

PROGRAMA DE TV DO PMDB

 

 

 

Os mais descuidados em política certamente cairão no 'canto da sereia' promovido pelo PMDB em sua recente propaganda televisiva obrigatória, na qual foi vendida a ideia de que o País não existiria se o partido não existisse, como se não fosse o maior partido chantagista do Brasil, abrigando os maiores crápulas, corruptos de carteirinha e mal intencionados de nossa reles política, infelizmente asfixiando as ações de nossa bem intencionada Presidente, na qual, registre-se, não votei.

 

 

Alcides Ferrari Neto ferrari@afn.eng.br

São Paulo

 

__________________________________

 

 

 

PSICOPRESIDENTE

 

 

Quem é mesmo o presidente do Brasil? Não adianta, "o cara" não sai de cena. Até em programa alheio ele aparece. Presidenta Dilma, acho que está na hora de a senhora começar a governar de fato. Senão...

 

 

Tânia Pinotti tkita@uol.com.br

Pompéia

 

 

__________________________________

 

 

 

 

COMPORTAMENTO DE URUBUS

 

 

Na quinta-feira acompanhamos na TV o programa político do PMDB. Pasmem: apresentado por Sarney e Lula. Imaginem o que há portrás disso. É no mínimo preocupante: um, que não larga a carne seca, o outro não quer perdê-la, mesmo não estando lá, continua como se fosse urubu a rodeá-la.

 

 

Laert Pinto Barbosa laert_barbosa@ig.com.br

São Paulo

 

 

 

 

__________________________________

 

 

 

 

AGRICULTOR ASSASSINADO NO PARÁ

 

 

 

 

Parabenizo a Presidente Dilma em anunciar a ação militar de emergência, batizada de Operação de Defesa da Vida. Mas pergunto: Como ficam os assaltos, explosões de caixas automáticos, roubos, traficantes vendendo livremente drogas em todo canto do país, e, principalmente os latrocínios verificados todos os dias nas principais capitais e cidades brasileiras? A Senhora tem um plano de defesa para as nossas vidas e famílias?

 

 

 

João Batista Piovan comercial@reunidaspiovan.com.br

Osasco

 

__________________________________

 

 

 

PALOCCI E A MISÉRIA

 

 

 

Eu posso falar, mas hoje é o dia do Brasil sem Miséria", afirmou o ministro ao ser indagado se iria se manifestar sobre o assunto.Isto foi dito por Palocci,mais uma vez nos fazendo de idiotas.Senhor Palocci,o senhor é uma figura pública,escolheu esta vida e,estão dizendo por aí que roubou,explique-se de maneira correta e todos lhe esquecerão,talvez até o apreciem mais,reconheçam sua inteligência financeira,suas sacadas geniais,sua sabedoria em Economia maior que em Medicina.Mostre que ganhou muito mais com a arte de Esculápio do que nestes miseros quatro anos como político,que estava como deputado somente servindo ao povo,tacando pedras em Collor,Sarney,criticando a Voz do Brasil,reclamando do mísero valor do salário mínimo até a era FHC,resolvendo o problema dos aeroportos,portos,buracos nas estradas e outros problemas de quem não era vidraça!

Vá procurar trabalho nos hospitais públicos do entorno de Brasília,o senhor será necessário em algum deles.

 

 

 

Mauricio Villela mauricio@dialdata.com.br

São Paulo

 

 

 

__________________________________

 

 

 

 

 

BRASIL SEM CORRUPÇÃO

 

 

 

Brasil sem miséria, a intenção é boa, mas o inferno está cheio de gente com boas intenções, gostaria muito de uma campanha vindo deste governo para um Brasil sem corrupção, mas acho que é uma coisa praticamente impossível, pois, a corrupção está enraizada em nossos políticos, governantes, e em todos os seguimentos públicos e privados. Tenho convicção que nossa maior miséria é a corrupção e estes dezesseis milhões de miseráveis são resultado de muitos governos que vem se sucedendo ao longo dos anos fazendo que a corrupção venha sempre em uma linha ascendente.Neste raciocínio, ao lançar o programa "Brasil sem Miséria"  Dilma tem a ilusão de estar desviando a atenção dos fatos que estão ocorrendo,mas naquela imagem do momento podemos até imaginar que naquele meio existam pessoas que sonham em por as mãos nos vinte bilhões destinados a esta obrigação do governo.

 

 

Jose Mendes josemendesca@ig.com.br

Votorantim  

 

 

 

__________________________________

 

 

 

 

BRASIL SEM MISÉRIA

 

 

A única fórmula do governo petista para a erradicação da miséria, é utilizar ou melhor, superfaturar a fabulosa verba de R$20 bilhões, tão-sómente, utilizando-a para remover os nossos pobres para outro continente. Aí o problema se finda.

 

 

Iracema M. Oliveira mandarino-oliveira@uol.com.br

Praia Grande

 

 

__________________________________

 

 

 

APAGANDO INCÊNCIOS

 

 

Para não perder o hábito nem o vício, o governo sempre que há uma crise lança um plano para apagar o incêndio. Agora, é a vez do "Brasil Sem Miséria".

 

Angelo Tonelli angelotonelli@yahoo.com.br

São Paulo

 

 

__________________________________

 

 

 

MISERÁVEIS

 

 

 

O governo Dilma Rousseff considera um "veneno" a opinião pública por desgastar a imagem de seu ministro Antônio Palocci. Como antídoto, lança o plano "Brasil Sem Miséria", tentando desviar a atenção da mídia e do público, em geral. Nos oito anos de governo, o Lula, com sua política desastrosa e mentirosa de tirar o país da miséria, só piorou a vida dos que já eram miseráveis. É melhor a dona Dilma se ater ao problema do Palocci, um dos responsáveis por essa miséria de vida que vivem os 16,2 milhões de pessoas, ou pedir a ele que dê conselhos a estes miseráveis, como se faz pra ganhar dinheiro, fácil e rápido. Num país em que um deputado, ao se aposentar por uma ou duas gestões, recebe o salário integral e, se falece, a viúva continua a receber o mesmo valor, aí está o cerne da vida miserável que vivem estes brasileiros. Obrigado.

 

 

Modesto Laruccia modesto.laruccia@hotmail.com

São Paulo

 

 

 

 

__________________________________

 

 

 

 

 

ADMINISTRAÇÃO AMORAL

 

 

A administração do Brasil, do primeiro ao último escalão, é amoral!

 

 

Orivaldo Tenorio de Vasconcelos prof.tenorio@uol.com.br

Monte Alto

 

 

 

__________________________________

 

 

 

CASA DA MÃE JOANA

 

Gostaria de sugerir ao Secretário Nacional de Comunicação do PT, André Vargas, a mudança de nome da Casa Civil da Presidência da República, para Casa da Mãe Joana, que é uma expressão da língua portuguesa que significa o lugar ou situação onde vale tudo, sem ordem, onde predomina a confusão, a balbúrdia e a desorganização. Ficaria muito mais apropriado ao referido Ministério por onde passaram nos últimos anos os petistas José Dirceu, Dilma Roussef, Erenice Guerra e agora Antonio Palocci. Acrescentaria, ainda, a tal expressão: lugar ocupado por corruptos, canalhas e calhordas.

 

 

 

 

Rodrigo Fernando Cordeiro Carneiro rocarneiro68@yahoo.com.br

Londrina (PR)

 

 

 

__________________________________

 

 

 

 

 

DITADURA

 

 

Mais grave que o enrquecimento recorde de Palocci é a ingerência do Executivo sobre o Legislativo, que usa a força bruta, impedindo o funcinalismo de suas legítimas e autônomas comissões. o nome para isso é ditadura de um poder democrático sobre outro, como nos tempos do regime militar. Aliás, Lula saiu do governo aos braços de Collor e Sarney, implantando censura ao  Estadão, elogiando a política econômica do Gal. Geisel, lamentando a não-reeleição do ministro Delfim Netto a deputado. Só faltou pedir a volta do AI 5 e da censura geral aos meios de comunicação. Quem te viu e quem te vê, hein Lula?

 

 

Carlos Yoshikazu Takaoka cy.takaoka@hotmail.com

São Paulo

 

 

 

__________________________________

 

 

 

 

UM BANDO DE ALOPRADOS

 

 

Mesmo não entendendo de política, fico indignado com a Inocência desses petistas. Como pode a presidente Dilma Rousseff, colocar no seu primeiro escalão para exercer a função de chefe da Casa Civil um cidadão que quando foi Ministro da Fazenda, teve que deixar o governo Lula por problemas de quebra de sigilo bancário de um caseiro ? È muita Inocência para um partido político  que sempre quis ser grande,ou se confirma aquilo que o ex-presidente Lula dizia: No PT  há um  bando de aloprados.

 

 

 

Virgílio Melhado Passoni mmpassoni@gmail.com

Jandaia do Sul (PR)

 

 

__________________________________

 

 

 

SITUAÇÃO-LIMITE

 

 

Sugestão ao aloprado Palocci: contratar a consultoria de José Dirceu! Este pelo menos, ainda não foi pego com a boca na botija.

 

Ariovaldo Batista arioba06@hotmail.com

São Bernardo do Campo

 

 

__________________________________

 

 

 

 

 

CPI

 

Como  a "investigação" sobre o enriquecimento ("lícito") do Palocci acabará em CPI (Calabresa e Portuguesa e Italiana), então, vamos nos acostumando à gozação: É que a história do Palocci começou com uma mansão alugada e depois ele foi para o Casarão (Civil) arrendado e depois ele, enfim, adquiriu um apartamentão próprio (sem financiamento)! Ou seja, esse Palocci é mesmo um "aziendista" que administra muito bem o seu patrimônio (particular)! O Palocci é muitíssimo comPeTente! Saudações PaTrimoniali$taS!

 

Ney José Pereira neyjosepereira@yahoo.com.br

São Paulo

 

 

 

__________________________________

 

 

 

 

TROCA DE SÓCIO

 

 

Brevemente deveremos ver a prospérrima firma do ministro Antônio Paloccci Filho mudar sua composição societária. Ocorre que, como ressaltou em artigo no Estadão o jurista Miguel Reale Jr.,ele precisava de um sócio com participação ínfima que tivesse registro no Conselho Regional de Economia. Como o objeto social da empresa passou a ser a administração de imóveis, segundo o CRECI-SP, ainda que administre apenas os bens dos sócios ou os próprios, ela terá de se registrar em um desses três conselhos regionais: CRC, de contabilidade, CRA, de administração, ou CRECI, de corretores de imóveis.

A fiscalização do CRECI-SP é muito ativa, e brevemente deverá bater às portas da Projeto Administração de Imóveis, cobrando seu registro naquele ou nos outros dois órgãos. Quem será o futuro novo sócio ultra minoritário do rico ministro?

 

 

Luiz M. Leitão da Cunha luizmleitao@gmail.com

São Paulo

 

 

 

 

__________________________________

 

 

 

 

O POLITBURO TUPINIQUIM

 

 

 

Só não vê quem não quer:  à moda do antigo PC da URSS, quem dita as normas e a conduta do governo no Brasil de Dilma é o PT !  O Partido dos Trapaceiros, se continuar a dar as cartas, será a desgraça deste "país tropical / abençoado por Deus / e bonito por natureza"(Jorge Ben Jor).  Dilma não tem cacife e nem autoridade para enfrentá-los.  Assim, já que as Forças Armadas estão disciplinadamente sob o comando do civil Nelson Jobim(esta, sim, a maior insensatez de FHC), aguardemos ou façamos alguma coisa porque, em pouquíssimo tempo, teremos um novo Kremlin instalado na Praça dos Três Poderes.

 

 

 

João Guilherme Ortolan guiortolan@gmail.com

Bauru

 

 

 

__________________________________

 

 

SEM JEITO

 

O Brasil não tem mais jeito mesmo. A polêmica defensora do sempre indefensável, senadora Gleisi Hoffmann do PT do Paraná, na dúvida se valia a pena mobilizar o governo e sua base em defesa do projeto "pessoal" de Palocci, lembrou do mensalão que, afinal de contas, gerou erros graves, mas, em nome de um projeto "coletivo". Aí pode. Principalmente se esta "coletividade" for petista. Dentro do conceito moral dela, se um homem com 12 filhos rouba para si mesmo, pode até ser punido. Mas, se rouba com a justificativa que o fez pelos 12 filhos, então, por se tratar de um projeto coletivo, vale a pena uma mobilização para defendê-lo, mesmo que este homem tenha prejudicado outras tantas pessoas com seu delito e agido contrariamente aos bons costumes. Se se tratar de um pai de 12 filhos petista, pode até ter perdão. Mas, depreende-se, se for tucano, é prisão perpétua na mesma hora. O relativismo com que a representante do Paraná no Senado lida com a ética é inacreditável! Se isso vem de uma senadora da República, imaginem as bases morais em que nossa representação está assentada!

 

 

Myrian Macedo myrian.macedo@uol.com.br

São Paulo

 

 

__________________________________

 

 

 

PRIVILEGIADO

 

O ministro Luiz Fux, quando ainda do STJ, arquivou todas as denúncias referentes às acusações que recaíam sobre Palocci durante suas gestões como prefeito em Ribeirão Preto, isentando-o de ter mais estes processos sobre sua pessoa. O engraçado de tudo isso é que tanto Fux quanto Tóffoli ainda estão em processo de vistas dos processos referentes aos planos econômicos para as poupanças desde setembro de 2010! Para Palocci a rapidez se fez presente e para os milhares de poupadores a lerdeza se faz presente. Qual o motivo da diferença de tratamento dos dois casos? Palocci tem foro privilegiado e nós não? A justiça é diferente para os colarinhos brancos? Fosse este um país, de fato, sério, Palocci já estaria demitido, cassado, preso e com tornozeleiras para monitoramento de seus passos e nós póupadores já teríamos recebido nosso minguado dinheiro retido por planos econômicos mirabolantes engendrados pelos governos Sarney e Collor, braçoes d ireito do PT de Dilma, Lulla e Palocci,há muito tempo. Infelizmente o povo brasileiro é muito acomodado e não se manifesta de maneira mais veemente para conseguir seus direitos como ocorre nos países da Europa e alguns da América do Sul.Aqui, aceitamos as imposições de políticos fajutos, sem escrúpulos que somente querem o poder pelo poder e para se enriquecerem de maneira ilegal. Está mais que na hora de o povo brasileiro se erguer contra tais desmandos, tomar uma atitude mais positiva e estirpar de vez estes diversos tumores que assolam nossa política e requererem junto à justiça seus direitos de imediato.

 

 

Boris Becker borisbecker@uol.com.br

São Paulo

 

 

__________________________________

 

 

 

O CRIADO MUDO

 

Criado mudo é um móvel que toda casa civil tem. Vários guardam altos  valores , pois, convenientemente discretos, não denunciam a fortuna que lhes ministraram nas gavetas. São muito úteis para ficar ao lado de quem cria fama e deita na cama e consulta com frequência.  Dizem que há em Brasília criado mudo em exposição aberta para mostrar o que é um Brasil sem miséria, quando deveria mostrar o que é um Brasil sem mistério.

 

Flavio Marcus Juliano opegapulhas@terra.com.br

São Paulo

 

__________________________________

 

 

PALOCCI NA TV

 

 

Dar explicações no Jornal Nacional, e não em Rede Nacional?

 

Cícero Sonsim c-sonsim@bol.com.br

Nova Londrina (PR)

 

 

__________________________________

 

 

PLANO ALOPRADO

 

 

As medidas a serem tomadas pelo governo, através do anúncio do plano Brasil sem Miséria, pela sra. Dilma Rousseff, contém furos elementares que os próprios ministros e assessores não souberam explicar....vexame! Estão perdidos e não conseguem  uma explicação a dar ao povo. Tudo isso para servir de biombo, enquanto o sr. Antonio Palocci, troca de roupa para aparecer de cordeiro e nesta tragédia de miseráveis, ainda ser aplaudido no final.

 

 

Eduardo Augusto de Campos Pires eacpires@terra.com.br

São Paulo

 

 

__________________________________

 

 

 

HUMOR NEGRO

 

 

O deputado José Guimarães (PT/CE) solicitou explicações do ministro Antonio Palocci a respeito do dito enriquecimento ilícito em muito breve espaço de tempo na tribuna da Câmara. Fico imaginando com meus botões que esse deputado é justamente o que havia mandado a um assessor seu esconder os dólares na cueca e que foi flagrado no Aeroporto de Cumbica (SP) quando voltava para Fortaleza, no Ceará, com os fundilhos recheados de verdinhas (US$). Esse deputado é irmão de um assessor no Ministério da Defesa, o ex-guerrilheiro de duvidosa lealdade aos seus companheiros, conforme relatos da época em que foi preso nas bandas do Araguaia, bem como de perdedor nas últimas eleições como candidato à deputado federal pelo PT-SP (José Genoíno), e também seriamente envolvido no escândalo do mensalão. A pergunta que fica no ar, e com meus botões também, é como  um parlamentar com esse currículo (US$ nas cuecas) e um DNA invejável (relação de parentesco) tem coragem de cobrar alguma coisa de alguém que porventura julgue como sendo deslize ou coisa que o valha. Poupe-nos disso, nobre deputado, que a coisa é séria e isso é uma grande piada de humor negro, coisa de pouco agrado ao humor brasileiro. Quando de sua próxima ida à tribuna, conte uma piada divertida como de fato só cearenses com enorme talento, e que são muitos, sabem contar. 

 

 

José Piacsek Neto bubapiacsek@yahoo.com.br

Avanhandava

 

 

 

 

 

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.