Cartas - 07/10/2010

SEGUNDO TURNO

, O Estado de S.Paulo

07 Outubro 2010 | 00h00

Sindicato?

Reunião de campanha dentro do palácio presidencial? Viramos Sindicato Brasil? Cadê os juízes eleitorais?

ALTIVO OVANDO JÚNIOR

altivo.vivo@gmail.com

Mauá

__________________________

Mãos a medir

Mais uma vez o presidente Lula utiliza espaço público, o Palácio da Alvorada, para fazer campanha para sua candidata. Convidando governadores e parlamentares eleitos aliados do governo para arquitetar estratégias para a campanha de Dilma, Lula não leva em conta que é o presidente de todos os brasileiros enquanto estiver no exercício de seu mandato, e não o presidente de um partido político. Lula não esconde o viés autoritário de seu perfil, desafiando os postulados legais a todo instante. Não tem mesmo mãos a medir no desejo voluptuoso de eleger sua candidata.

FRANCISCO ZARDETTO

fzardetto@uol.com.br

São Paulo

__________________________

Desrespeito ao bem público

Atenção, eleitores, a situação usa o bem comum como se fosse dela, para exercer seus desejos de perpetuação no poder.

ANÍZIO MENUCHI

amenuchi@uol.com.br

Praia Grande

__________________________

Pobre Ciro

Lula adoçou a boca de Ciro Gomes, induzindo-o a transferir o domicílio eleitoral para São Paulo, com promessas de apoio à sua candidatura a presidente, mas na hora H foi abandonado e não se candidatou a nada. Agora, no segundo turno, Ciro foi incorporado à comissão de coordenadores da campanha de Dilma. A troco de quê? Pobre Ciro, não aprende.

HUMBERTO SCHUWARTZ SOARES

hs-soares@uol.com.br

Vila Velha (ES)

__________________________

Cavaleiro de triste figura

Se alguém saiu diminuído desta eleição, foi Ciro Gomes. Primeiro, saiu pelo Brasil afora declarando-se candidato à Presidência da República - pensou que o PSB adotaria sua candidatura. Aí surgiu Lula no pedaço, começou um processo de aliciamento do PSB e lenta "fritura" de Ciro. Lula a seguir passou a seduzir Ciro com a ideia de ser governador de São Paulo, para "acabar com os tucanos". Ciro, então, tentou prosseguir "com um pé em cada barco": ora se dizia candidato a presidente, ora a governador, chegando a mudar de domicílio eleitoral. Capítulo seguinte: o PSB aderiu definitivamente a Dilma e logo depois Lula lançou Mercadante candidato ao governo paulista. E Ciro passou a atirar para todos os lados, a dar entrevistas criticando Lula e Dilma, dizendo que não ia participar da campanha da petista, chegou até a elogiar José Serra (e ainda por cima tem de votar em São Paulo!). Agora Ciro surge como coordenador da campanha de Dilma para o segundo turno, aparece ao lado dela (bastante constrangido), diz que "tudo foi superado", etc. Se ela for eleita, provavelmente ganhará um Ministério. Uma das coisas boas desta eleição é o fato de ter enterrado definitivamente qualquer pretensão de Ciro Gomes de se candidatar à Presidência. Ninguém mais vai levá-lo a sério.

ROBERTO CATALDI

ro.cataldi@hotmail.com

São Paulo

__________________________

SEGUNDO TURNO

Sindicato?

Reunião de campanha dentro do palácio presidencial? Viramos Sindicato Brasil? Cadê os juízes eleitorais?

ALTIVO OVANDO JÚNIOR

altivo.vivo@gmail.com

Mauá

_____________________________

Mãos a medir

Mais uma vez o presidente Lula utiliza espaço público, o Palácio da Alvorada, para fazer campanha para sua candidata. Convidando governadores e parlamentares eleitos aliados do governo para arquitetar estratégias para a campanha de Dilma, Lula não leva em conta que é o presidente de todos os brasileiros enquanto estiver no exercício de seu mandato, e não o presidente de um partido político. Lula não esconde o viés autoritário de seu perfil, desafiando os postulados legais a todo instante. Não tem mesmo mãos a medir no desejo voluptuoso de eleger sua candidata.

FRANCISCO ZARDETTO

fzardetto@uol.com.br

São Paulo

_____________________________

Desrespeito ao bem público

Atenção, eleitores, a situação usa o bem comum como se fosse dela, para exercer seus desejos de perpetuação no poder.

ANÍZIO MENUCHI

amenuchi@uol.com.br

Praia Grande

_____________________________

Pobre Ciro

Lula adoçou a boca de Ciro Gomes, induzindo-o a transferir o domicílio eleitoral para São Paulo, com promessas de apoio à sua candidatura a presidente, mas na hora H foi abandonado e não se candidatou a nada. Agora, no segundo turno, Ciro foi incorporado à comissão de coordenadores da campanha de Dilma. A troco de quê? Pobre Ciro, não aprende.

HUMBERTO SCHUWARTZ SOARES

hs-soares@uol.com.br

Vila Velha (ES)

_____________________________

Cavaleiro de triste figura

Se alguém saiu diminuído desta eleição, foi Ciro Gomes. Primeiro, saiu pelo Brasil afora declarando-se candidato à Presidência da República - pensou que o PSB adotaria sua candidatura. Aí surgiu Lula no pedaço, começou um processo de aliciamento do PSB e lenta "fritura" de Ciro. Lula a seguir passou a seduzir Ciro com a ideia de ser governador de São Paulo, para "acabar com os tucanos". Ciro, então, tentou prosseguir "com um pé em cada barco": ora se dizia candidato a presidente, ora a governador, chegando a mudar de domicílio eleitoral. Capítulo seguinte: o PSB aderiu definitivamente a Dilma e logo depois Lula lançou Mercadante candidato ao governo paulista. E Ciro passou a atirar para todos os lados, a dar entrevistas criticando Lula e Dilma, dizendo que não ia participar da campanha da petista, chegou até a elogiar José Serra (e ainda por cima tem de votar em São Paulo!). Agora Ciro surge como coordenador da campanha de Dilma para o segundo turno, aparece ao lado dela (bastante constrangido), diz que "tudo foi superado", etc. Se ela for eleita, provavelmente ganhará um Ministério. Uma das coisas boas desta eleição é o fato de ter enterrado definitivamente qualquer pretensão de Ciro Gomes de se candidatar à Presidência. Ninguém mais vai levá-lo a sério.

ROBERTO CATALDI

ro.cataldi@hotmail.com

São Paulo

_____________________________

Caráter

Ciro patina na política como carros no gelo. Antes da eleição, dizia que Serra era o mais preparado. Agora vai apoiar o PT. De quem já apoiou quase todos os partidos neste país e se opôs até ao Sol, não é de estranhar tal comportamento. Com Collor, Sarney, José Dirceu e Ciro, o PT de Dilma vai mostrando do que é realmente constituído.

SÉRGIO ECKERMANN PASSOS

sepassos@yahoo.com.br

Porto Feliz

_____________________________

Dos outros?

"Lula está navegando na maionese. Ele está se sentindo o Todo-Poderoso", "o PMDB é um ajuntamento de assaltantes", "não me peçam para ir à televisão declarar o meu voto, que eu não vou", "Serra é mais preparado, mais legítimo, mais capaz." Sr. Ciro Gomes, essas frases são suas, pois não? E o senhor vem falar de frouxidão moral dos outros?

LUIZ NUSBAUM

lnusbaum@uol.com.br

São Paulo

_____________________________

A escolha de Marina

Marina tem a opção de aprovar a corrupção e a censura ou a honestidade e a plena democracia!

PABLO L. MAINZER

plmainzer@hotmail.com

São Paulo

_____________________________

Transferência de votos

Não creio que o apoio de Marina Silva a um candidato específico seja garantia de transferência automática de votos. O mais previsível é que os eleitores votem de acordo com sua consciência e se dividam em três vertentes: Serra, Dilma e votos nulos. Essa parcela do eleitorado jamais se sujeitaria a ser a versão moderna dos "inocentes úteis" do passado.

JAYME SARMENTO CORREA

jayme.correa@yahoo.com

São Paulo

_____________________________

Falas irresponsáveis

O senador Inácio Arruda, do PCdoB (CE), fez, a meu ver, na sessão plenária de 5/10, discurso ultrajante. Ao tentar justificar a derrota de Netinho para o Senado, disse que o paulista não o elegeu por ser preconceituoso, elitista e contra a música dele. Senador, não foi na cor do candidato nem no pagode que o paulista não votou. O senhor entenderia se eu lhe dissesse que foi no currículo de Aloysio Nunes que o paulista votou? Muito nos ofende esse ataque, tal qual o presidente Lula faz contra a elite paulista, irresponsavelmente jogando brasileiro contra brasileiro, pois o que pesa na hora do nosso voto é a responsabilidade, a visão do que é melhor para nós. Netinho, em nossa opinião, precisa comer muito arroz com feijão para virar senador e no dia em que estiver preparado, se assim for, saberemos reconhecer. E tanto faz a cor, se é pagodeiro ou de origem humilde. Esse discurso, sim, é que tem de ser "extirpado" por ser injusto, mentiroso, pequeno, barato e, desculpe, medíocre. Pobre Ceará, representado no Senado por um parlamentar que sai ofendendo o povo paulista sem conhecê-lo. E desconhecendo, principalmente, sua seriedade. Quando for falar de São Paulo, sr. Arruda, pense duas vezes, porque essa fala preconceituosa vinda de um presidente da República pega muito mal. De um senador, não menos. Não aceitamos isso!

MYRIAN MACEDO

myrian.macedo@uol.com.br

São Paulo

__________________________

"Sai Genoino entra Tiririca"

HAMILTON PENALVA / SÃO PAULO, SOBRE A RENOVAÇÃO NA CÂMARA DOS DEPUTADOS

hpenalva@uol.com.br

"Parabéns, Tiririca, agora achou o palco adequado!"

IVAN SÉRGIO DE PAULA LIMA / BOTUCATU, IDEM

porteslima@uol.com.br

"Dúvida cruel: Tiririca é a cara do Congresso ou a de parte da população?"

RENATO OTTO ORTLEPP / SÃO PAULO, IDEM

renatotto@hotmail.com

"Pior do que está ficará, e muito pior, em 2011"

ARCANGELO SFORCIN FILHO / SÃO PAULO, IDEM

arcangelosforcin@gmail.com

__________________________

VOCÊ NO ESTADÃO.COM.BR

TOTAL DE COMENTÁRIOS NO PORTAL: 5.292

TEMA DO DIA

Aborto vira ponto de atrito para Dilma

Evangélicos do Espírito Santo vão fazer campanha contra a petista; ela vai falar de "vida" na TV

"Sou católico apostólico romano e defendo a vida. Por esta posição, sou contra quem é a favor da morte ainda na geração."

JACINTO LÚCIO SILVA MELO

"Não condeno Serra por ter normatizado o aborto legal nem engulo a hipocrisia de quem julga um fato com dois pesos."

CRISTINA BATISTA

"O Brasil está se tornando uma República Teocrática. Separar Estado e religião é fundamental para uma democracia forte."

ANA LÚCIA DO ESPÍRITO SANTO

__________________________

Cartas enviadas ao fórum dos leitores, selecionadas para o estadão.com.br

 

 

 

 

ÀS FAVAS A COERÊNCIA!

Segundo o depoimento do parlamentar baiano Luis Bassuma (PV), ele, que foi deputado pelo PT, sofreu suspensão por um ano, por voto da quase unanimidade da direção do Partido dos Trabalhadores, por se manifestar contra o aborto - isso porque a sigla fechou questão a esse respeito. Dilma Rousseff, quando ainda não era candidata oficial pelo partido, dizia que era a favor do aborto, em absoluta sintonia com as diretrizes partidárias, pregando abertamente a sua descriminalização (idem), dando várias entrevistas nesse sentido. Segundo afirmou a vários órgãos de imprensa, o aborto seria "questão de saúde pública" (o que implica, na prática, liberar o SUS para esse fim). Agora, disputando a Presidência e vendo a reação dos eleitores e a perda de apoio entre católicos e evangélicos, "mudou de opinião" por puro oportunismo eleitoral, dizendo-se "a favor da vida"... E o pior: com a orientação do PT! Ora, mas, afinal, o que é isso, companheiros? Pregam uma coisa e fazem outra de acordo com os interesses do momento?! Bons lobos em pele de cordeiro que são! Seria o caso agora, então, a exemplo do que fez no passado contra o deputado Bassuma, de o PT também "suspender por um ano" a sra. Rousseff, já que ela, dizendo-se "contra o aborto", passou a conflitar com as diretrizes de seu partido. Ou o PT mudou de orientação a respeito do tema? O que a direção do PT está esperando para "enquadrar" sua militante? Cadê a coerência, PT?

Silvio Natal silvionatal49@yahoo.com.br

São Paulo

 

 

 

__________________________

 

 

 

 

 

 

 

MIRIAM CORDEIRO

 

 

Nas eleições de 1989 Collor levou ao último debate a sra. Miriam Cordeiro, que teria sido namorada de Lula e dele engravidou. Alegou que Lula exigiu o aborto e isso, simplesmente isso, levou Lula à derrota. Agora, onze anos depois, o tema vem à luz através do 3º Plano Nacional de Direitos Humanos, de autoria de um tal sr. Vanucchi, o qual Dilma diz ter

assinado sem ter lido... (idem Lula). Lá estava a questão do aborto livre. Esse tema derrubou Lula e vai derrubar Dilma, embora, agora, ela minta (mentira é uma constante nas declarações de Dilma...), dizendo "ser favorável à vida". Mero eufemismo, pois ser

favorável à vida não significa dizer ser contra o aborto. Vai perder.

Vai ser derrubada pelo tema aborto, assim como Lula o foi em 89.

 

Flávio Rivero Rodrigues flaviorivero@estadao.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

__________________________

 

 

 

 

 

 

 

TEMA ESCORREGADIO

A grande verdade é que todo mundo é contra o aborto da boca pra fora. Na intimidade secreta de suas necessidades e conveniências, a maioria das pessoas usa e até abusa desse recurso, que certamente é um assassinato. Aconselho a José Serra não firmar posição sobre isso, pois na hora de votar a cabine é indevassável e cada um está diante de sua consciência, que não é tão rigorosa assim. Partir para a frouxidão moral do PT é que me parece fundamental e aí, sim, usar a postura de Dilma, que varia de acordo com os interesses eleitorais - era a favor e agora é contra -, seguindo seu chefe, que é uma metamorfose ambulante. Dilma mostra por esse motivo e por vários outros que não é uma pessoa confiável.

 

 

Geraldo Siffert Junior, médico siffert18140@uol.com.br

Rio de Janeiro

 

 

 

 

 

__________________________

 

 

 

 

 

DILMA VERSUS DILMA

Ao contrário de análises superficiais sobre o que será o segundo turno, o que realmente estará em jogo é se a Dilma Eletrônica, apoiada literalmente pela "ventriloquia" de Lula e pela construção marqueteira de imagem, consegue encarnar na Dilma real, permitindo-lhe andar com as próprias pernas fora do chiqueirinho, como esperam ansiosos a mídia e seu eleitorado. O resto depende de menos confusão na chamada base aliada, que terá de descer do muro e oferecer uma visão clara do que pretende fazer de diferente do projeto "Ludilma". E isso não será fácil, pois a metamorfose já contagiou Dilma no caso do aborto e não seria de se surpreender com uma Dilma Eletrônica 2, com aparelhos sofisticados de controle e orientação. Os robôs não são mais ficção! É bom se lembrar da controvérsia sobre George W. Bush ter usado dispositivos eletrônicos escondidos sob o paletó para receber ajuda de seus assessores em três debates havidos com Al Gore durante sua disputadíssima eleição como sucessor de Clinton.

Eduardo J. Daros

 

São Paulo

__________________________

 

 

 

 

 

PIOR A EMENDA QUE O SONETO

Ao renunciar à sua posição pessoal e à posição de seu partido favorável à legalização do aborto, a candidata Dilma deixou furiosos os representantes das instituições eclesiásticas, a julgar pelo manifesto divulgado, em que se aponta a metáfora do lobo vestido de cordeiro para angariar votos. Tentar incluir José Serra, também, em incoerência, por haver, enquanto ministro da Saúde, autorizado o SUS a realizar abortos nas hipóteses permitidas por lei, é absolutamente improcedente, porquanto um ministro de Estado deve seguir a lei de seu país e propiciar as condições para que ela seja cumprida do melhor modo possível, independentemente de suas convicções.

 

 

Amadeu Roberto Garrido de Paula amadeugarridoadv@uol.com.br

São Paulo

 

 

__________________________

 

 

 

 

HIPOCRISIA SEM LIMITES

A atual campanha eleitoral é um ótimo retrato de como o Brasil é um país atrasado, com sérios problemas culturais/educacionais. Não há debate de ideias, reflexão nem senso crítico. É deprimente ver candidatos progressistas como Dilma e Serra se esgoelando para conquistarem os votos conservadores dos evangélicos e se posicionando contra a descriminalização do aborto e da maconha, por exemplo. Para se elegerem os candidatos literalmente vendem a alma ao diabo e vale tudo para ganharem mais votos. É um show de horrores de hipocrisia, mentiras e superficialidade.

 

 

Renato Khair renatokhair@uol.com.br

São Paulo

 

__________________________

 

 

 

 

 

 

 

FATORES RELEVANTES

Estão querendo nos convencer de que foi só a questão do aborto a principal razão para explicar a queda de Dilma Rousseff e a subida de Marina Silva. Ora, a Dilma caiu porque foi péssima no debate da Rede Globo e também porque jamais teve 56% das intenções de voto, como diziam certos institutos de pesquisa, que, por sinal, perderam a sua credibilidade depois desta eleição, se é que tinham alguma. E Marina subiu por méritos próprios, pois, além de ter se saído muito bem no debate, também se apresentou melhor que os demais em seus programas eleitorais, mesmo tendo o tempo de apenas um minuto. Marina também soube tirar proveito do fato de ser uma terceira via, fugindo daquela idéia plebiscitária imposta por Lula. As análises dos especialistas políticos estão esquecendo de considerar esses fatores, que foram, a meu ver, muito mais relevantes do que só a questão do aborto.

Sandro Ferreira sandroferreira94@hotmail.com

Ponta Grossa (PR)

 

 

__________________________

 

 

 

 

 

 

DIREITO DE ESCOLHA

O procedimento do aborto é caríssimo porque a mulher tem de pagar o preço da ilegalidade. Quem mais sofre com isso são as mulheres que não podem pagar e apelam para recursos que acabam acarretando gravíssimas consequências, indo parar em UTIs do SUS. Sexualidade não significa obrigatoriedade de reprodução, só a algumas igrejas conservam esse pensamento retrógrado. A mulher tem de ter o direito de escolher se quer e quando quer ter um filho.

 

 

Iracema Palombello cepalombello@yahoo.com.br

Bragança Paulista

 

 

 

 

 

__________________________

 

 

 

 

 

SOBRE CANDIDATOS E LOBOS

 

O "Lulinha paz e amor", depois de eleito presidente, abandonou o ar angelical e mostrou a sua verdadeira face, ao defender a censura à imprensa e até mesmo a extirpação de um partido de oposição ao seu governo, o Democratas (DEM), da política brasileira.

Sendo assim, é de esperar que a sua pupila, que atualmente faz o gênero "Dilminha paz e amor", deixe de sustentar a beatitude que anda exalando, após chegar (se chegar) à Presidência da República, para mostrar novamente o seu já conhecido comportamento autoritário, muito temido, inclusive, entre o seu próprio staff de campanha.

Dilma Rousseff parece ignorar o fato de que os eleitores brasileiros, principalmente os cristãos que se opõem ao aborto (defendido publicamente pela candidata petista), já estão suficientemente escolados para identificar um "lobo em pele de cordeiro".

Túllio Marco Soares Carvalho

Belo Horizonte

 

 

 

__________________________

 

 

 

 

 

 

ABORTO E ELEIÇÕES

 

 

 

O aborto é questão de saúde pública, até descriminalizado no próprio Código Penal (1940) nos casos de estupro e risco de morte da mãe.

Esperamos que os candidatos Dilma Rousseff e José Serra busquem apoios e façam alianças éticas para o segundo turno das eleições presidenciais evitando a chantagem de fanáticos religiosos que querem acabar com o os avanços médicos-científicos e com as conquistas do direito das mulheres de não mais serem propriedade do Estado nem dos seus maridos.

 

 

Mauro Alves da Silva, gremio_sudeste@yahoo.com

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

__________________________

 

 

 

MUDANÇA DISCURSO EM TROCA DE VOTOS

Gostaria de confirmar com os srs. deputados Robson Rodovalho (PP-DF) e Manoel Ferreira (PP-RJ), ditos evangélicos, se realmente entendi suas propostas: diante de uma onda de opiniões diversas e do risco de perder muitos votos, "a Dilma TEM QUE fazer manifestações públicas claras contra o aborto"?

Mas o partido, cujas ideologias a candidata defendia até então, não pensava justamente o contrário? Diante da eminência de perder um punhado considerável de votos, mudam-se rapidamente as posições, crenças, ideologias, alianças? MENTE-SE? Ah, bom. Então, tá. Afinal, é como os partidos políticos e pessoas públicas do nosso país têm agido ultimamente, não é mesmo?!

Particularmente, não sou a favor dos pastores Malafaia e Piragine em seus posicionamentos. Mas fica cada dia mais complicado achar alguém desse referido partido que respeite os brasileiros. Parece que o comportamento do nosso presidente está virando regra, o de subestimar a inteligência de seus eleitores, tratando-os como imbecis que devem aceitar todas as incoerências de seus governantes.

Deputados, antes tivessem ficado em silêncio. Ou pelo menos escondido os pretensos nomes de cristãos ou de "liderança evangélica" que carregam.

 

 

 

Guilherme R. Storck gstorck@gmail.com

Curitiba

 

__________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

PERIGO À VISTA

O governo do PT, liderado por Lula, Dilma e outros ideólogos do partido, aguarda o início da nova legislatura do Congresso Nacional, com 70% dos eleitos formando a base do governo, para mudar pontos importantes da Constituição a fim de tornar lei todas as ameaças que têm sido feitas nestes últimos anos: controle rígido da imprensa e da televisão, descriminalização da invasão de terras e prédios pelo MST e outros movimentos afins, liberação completa do aborto, controle da liberdade de culto religioso, etc. A exemplo de Hugo Chávez, amigo chegado de Lula.

A única maneira de impedir esse atentado à democracia é não permitir esse continuísmo ameaçador, colocando outra liderança à frente do governo federal na votação do segundo turno. Essa alternância de poder é indispensável para o bem do País, independente de correntes políticas.

Depois será tarde demais.

Tercio Sarli certezaeditorial@terra.com.br

Campinas

 

__________________________

 

 

 

 

 

 

BALELAS

Enquanto nossa sociedade enfrenta tantos problemas com a saúde, com seres humanos jogados pelos corredores dos hospitais, crianças fumando crack pelas esquinas da vida, segurança pública um verdadeiro caos, pois ir comprar pão na padaria já virou risco de vida, nossos candidatos à Presidência da República estão empenhados em discutir a lei do aborto. Não que eu seja favorável ao aborto, mas em janeiro de 2011 o vencedor das eleições procure especialistas no assunto ou faça um plebiscito e discuta esse tema. A meu ver, não só o aborto, como outros temas que estão sendo discutido nesta campanha não passam de verdadeiras balelas. Acorda, gente...

Virgílio Melhado Passoni mmpassoni@gmail.com

Praia Grande

 

 

 

 

 

__________________________

 

 

 

 

 

 

 

VIVA A VIDA

Em 4/10/2007, numa sabatina num jornal da grande imprensa nacional, Dilma declarou: "Olha, eu acho que tem que haver descriminalização do aborto (...) hoje, no Brasil, é um absurdo que não haja descriminalização do aborto"

Agora, diante do susto do segundo turno, a coordenação da campanha de Dilma quer evitar o tema, classificando-o como "não sendo de interesse nacional", ao contrário da economia, do desemprego, etc. Realmente, o aborto não é de interesse nacional, continental, hemisférico, o aborto é, sobretudo, de interesse da HUMANIDADE, porque a defesa intransigente da vida, em especial dos seres indefesos, é de interesse de todos os que pautam sua existência pelo respeito precípuo ao direito de o outro existir. Defesa da vida é princípio, e não questão nem de "saúde pública", como disse a candidata Dilma, nem de "foro íntimo" da gestante, como defendem alguns. Portanto, não admite atalhos, desvios ou tergiversações.

Viva a vida.

Rui Simon Paz ruipaz@ruipaz.pro.br

Campina Grande do Sul (PR)

 

 

 

 

 

__________________________

 

 

 

 

 

 

 

VALORES CRISTÃOS

 

O cristão não só repudia o aborto, mas tem outros valores.

 

José G. Oliveira mandarino-oliveira@uol.com.br

Praia Grande

 

 

 

__________________________

 

 

 

 

 

HUMILDADE

Em entrevista a uma rádio, a humildade em pessoa, Marta Suplicy, fez mea-culpa para explicar os resultados eleitorais desfavoráveis à sua colega não menos humilde Dilma. Ora, futura senadora, o povo não esquecerá nunca sua frase durante o apagão aéreo, "relaxa e goza", símbolo que quão humilde a senhora pode ser.

 

 

Eduardo Biral elbiral@ig.com.br

São Paulo

 

 

__________________________

 

 

 

 

 

 

 

PÉROLA

 

 

"Dilma precisa vestir as sandálias da humildade." Só acredito que essa pérola foi proferida pela sra. Marta Suplicy porque foi noticiada ontem no Estadão. Justo ela, que quando prefeita, tendo de regressar às pressas e contrariada de seu burgo favorito, Paris, para o lodaçal da periferia paulistana em tempos de enchente, sentenciou, resoluta, em histórico ato falho, que "essa gente vive reclamando de que não tem nada e basta uma chuvinha para dizer que perdeu tudo".

A ex-prefeita e ex-ministra não deve entender muito de humildade, posto que formada em psicologia. Será que Freud explicaria essa? E eu que pensava já ter ouvido tudo da turma do Lulla!!!

 

 

Cristóvão Menezes cristovao.menezes@terra.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

__________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

SUPLÍCIO

A senadora eleita em segundo lugar para representar o Estado de São Paulo, a sra. Relaxa e Goza, do alto de sua sapiência, conhecimento e experiência disse que "Dilma precisa vestir as sandálias da humildade". Dona Marta, o que a senhora entende por "humildade" é aquela qualidade que a senhora demonstrou, quando prefeita da capital, por ocasião dos reclamos da população mais humilde, quando perdeu o pouco que tinham nas enchentes? A senhora se lembra do seu "humilde" comentário? Eu me lembro muito bem e acredito que muitos também se recordam: "Pobre é engraçado, não tem nada e diz que perdeu tudo!" Muito delicadamente humilde da sua parte, não?

Por outro lado, eu não sabia que sandálias a gente veste: sempre pensei que sandálias seriam para ser calçadas...

Além de arrogante, a sra. Relaxa e Goza é ruim no uso da língua pátria, como o seu (dela) chefe!

Socorro...

 

 

Aparecida Dileide Gaziolla rubishara@uol.com.br

São Bernardo do Campo

 

 

 

 

 

 

__________________________

 

 

 

 

 

 

 

TRAMELA FECHADA

Se dona Dilma precisa vestir as sandálias da humildade, nós, humildemente, sugerimos que dona Marta e toda a "cumpanherada" calcem o manto da sabedoria fechando a tramela, para não agredirem nossos ouvidos.

 

 

Ludovico Gaziolla

 

São Caetano do Sul

 

__________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

LÍNGUA DE ALUGUEL

 

 

Ciro Gomes vai atuar como lobista político do PT para angariar votos para a candidata Dilma Rousseff, animado com a votação que ela teve em seu Estado, o Ceará. Ciro não se envergonha de nada. Nem faz questão de honrar sua biografia, foi reduzido a pó de traque por Lula quando quis ser o candidato da República e agora aceita o papel de língua de aluguel. O que não faz o dinheiro. Pobre Brasil! Tomara que o povo enxergue esse ridículo papel que Ciro aceitou fazer.

 

 

Izabel Avallone, izabelavallone@yahoo.com.br

São Paulo

 

 

 

 

__________________________

 

 

 

 

 

 

TERCEIRO MUNDO

O oligarca complexado Ciro Gomes, depois de ser humilhado por Lula, voltou aos braços de Dilma, agora no ambiente a que está acostumado com Sarney, Collor e outros do mesmo tipo. O atraso do Brasil é comandado por essa gente...

 

José Francisco Peres França josefranciscof@uol.com.br

Espírito Santo do Pinhal

 

 

 

 

 

__________________________

 

 

 

 

 

 

 

RABO ENTRE AS PERNAS

 

 

 

O governo eleitoreiro, arrogante e palanqueiro do ególatra Lula viu abortar sua miragem de JÁ GANHOU o primeiro Turno, como afirmavam as toneladas de e-mails que recebi de petistas. Agora o alto comando petralha, para manter o "pudê", coloca o rabinho entre as pernas e vai mendigar o apoio da Marina e do Ciro, descartados lá atrás. Nada como

um dia depois do outro...

 

 

Mário A. Dente dente28@gmail.com

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

__________________________

 

 

 

 

 

 

 

CAPACHO

Usando a máscara mais fajuta de todas, agora teremos mais um capítulo do personagem "Lulinha paz e amor" na campanha do segundo turno de dona Dilma, a despersonalizada, e o Ciro Gomes, aquele capacho do PT, com a função de atacar o adversário com todo o fel que lhe é peculiar. O circo está armado, só faltam os tolos para lhes oferecer plateia.

Leila E. Leitão

São Paulo

 

 

__________________________

 

 

 

 

 

 

 

SIMPLES E GROSSO

O Brasil é um país que me deixa tonta. Agora mesmo soubemos que o deputado Ciro Gomes será coordenador da campanha que se diz "paz e amor" da candidata do PT. Mas ele não me parece chegado à participação feminina na política. Lembro bem quando, em 2002, ele disse que o papel da atriz Patrícia Pillar em sua campanha era o de dormir com ele. Simples assim, ou melhor, grosso assim. E agora coordenador da campanha de uma mulher? Ele vai ter de cuidar da língua ou da boca, porque fechada não entra mosca nem sai besteira.

 

Solange Delocco solangedelocco@hotmail.com

Rio de Janeiro

 

 

 

 

__________________________

 

 

 

 

 

BOQUIRROTO BLASONADOR

 

O deputado federal Ciro Gomes, logo após ser anunciado coordenador da campanha no Nordeste da Dilma Rousseff, já desferiu seus habituais morteiros contra José Serra, vociferando que ele foi ministro do governo "mais escandaloso que o Brasil já teve".

Que moral tem o boquirroto político cearense para blasfemar e blasonar contra quem quer que seja? Ele e seu irmão Cid Gomes, reeleito governador do Ceará, estão sendo investigados pela Polícia Federal pelo desvio de R$ 300 milhões das prefeituras do Ceará entre 2003 e 2009. A operação foi denominada "Integração Cearense" em alusão ao Ministério de Integração Nacional do governo Lula, ocupado por Ciro Gomes de 2003 a 2006, período em que ocorreram os repasses de recursos do Ministério às prefeituras cearenses.

Este espaço é pequeno para listarmos outros escândalos envolvendo os irmãos Gomes, já amplamente divulgados pela imprensa.

Concito o PSDB e a população de São Paulo que também voltou a receber borbotoações do indigitado a reagirem enfaticamente, cada qual com suas armas, às aleivosias desse contumaz execrador.

 

Junios Paes Leme junios.paesleme@ig.com.br

Santos

 

 

 

 

 

 

__________________________

 

 

 

 

 

 

QUEM SAI AOS SEUS...

 

A política transforma e transtorna as pessoas. Não é de hoje que muitos de nós tentamos entender o comportamento multifacetado de muitos homens públicos que se transformam ao longo da vida pública, notadamente no afã de manter o status quo, controlar o poder eventualmente alcançado e perdurar-se infinitamente, dominando e usurpando uma função pública que deveria ser temporária. Famílias inteiras agem como verdadeiros donatários em muitos Estados brasileiros como os Sarneys no Maranhão, os Alves e Maias no Rio Grande do Norte, os Alves em Sergipe, os Magalhães na Bahia, e por aí vai. O controle da vida e da morte das pessoas nessas regiões passa de pai para filho há décadas e, pelo resultado eleitoral recente, não vai mudar muito.

Dilma Rousseff, que nunca disputou antes uma eleição, está ligada ao PT muito recentemente. Ela ocupa lugar de predileção no coração de Lulla, que após seguidos escândalos em seu governo se viu privado de seus principais nomes, fundadores do PT que, envolvidos até o pescoço nas mais diversas maracutaias palacianas - mensalão, sanguessugas, Correios, mensalinho, assassinatos até hoje não explicados (quer dizer, mais que explicados) dos prefeitos de Campinas e Santo André, não pode contar com nenhum nome forte para que pudesse suceder-lhe. Os petistas históricos honestos deixaram o partido justamente por não pactuarem com a corrupção, com a bandalheira - Heloísa Helena, Ivan Valente, Hélio Bicudo, Plínio Sampaio,etc. Os nomes próximos de Lulla, como Zé Dirceu, Genoino, Palocci e tantos outros, chafurdaram na lama suja e foram alijados do processo sucessório.

Lulla foi buscar na discreta e tecnocrata da burocracia Dilma Rousseff a figura que ele prepararia, moldaria, para suceder-lhe. Foi uma escolha de alto risco. Mulher firme em suas convicções, sedenta de poder, autoritária e arrogante, foi alvo inúmeras vezes de reclamações de ministros e parlamentares de que ela os deixava em longa espera na antessala e os tratava como se fossem subservientes a ela. Agia como uma primeira-ministra, à la Margaret Tatcher. Com um passado nebuloso, Dilma é acusada (e nunca desmentiu) de ter participado de ações terroristas no período militar. Ter assaltado bancos, participado de ataques contra unidades do Exército, que culminaram na morte de soldados. É uma pessoa de caráter múltiplo. Durante a campanha do primeiro turno, externou opiniões contraditórias sobre aborto, liberdade de expressão, liberdades civis, e em muitas ocasiões perdeu-se na tentativa de melhor esclarecer seus pontos de vista e o programa de governo.

No começo do ano Dilma teve desencontros e desentendimentos com Ciro Gomes, que irado com a verdadeira traição do PT à sua candidatura, atacou Lulla, Dilma e o PMDB, afirmando, entre outras coisas, que este partido é "um ajuntamento de assaltantes" e Michel Temer, o vice na chapa de Dilma, "chefia esse grupo sem escrúpulos". Agora, tal qual um camaleão, Dilma beija e abraça Ciro Gomes, nomeando-o coordenador de campanha. No caso do escândalo Erenice Guerra, Dilma, que verdadeiramente a deixou em seu lugar por ser pessoa de sua confiança, agora diz nem conhecer Erenice Guerra. Mas que ninguem se surpreenda. Dilma tem um mestre dos disfarces perfeito. Lulla também sempre se esconde da verdade e, tal qual aqueles três macacos da sabedoria, "não viu, não ouviu, não falou nada". José Dirceu montou uma verdadeira quadrilha debaixo das barbas de Lulla e este descaradamente diz que não sabia nada. Dilma tem a quem puxar.

 

Iranilson Alves da Silva iranilson.iranilson@bol.com.br

Araçatuba

 

 

 

 

 

__________________________

 

 

 

 

 

 

 

PERGUNTA QUE NÃO QUER CALAR

 

 

Dilma, quem vai governar o Brasil caso você seja eleita, você ou o José Dirceu?

 

Fábio Zatz fzatz@uol.com.br

São Paulo

 

 

 

__________________________

 

 

 

 

 

 

 

VIRGINIA WOOLF

 

 

"Se você não contar a verdade sobre si mesmo, não pode contar a verdade sobre outras pessoas" - frase de Virginia Woolf. Portanto, dona Dilma (ou Estela, ou...), conte as verdades para quem já votou em você e o que realmente você foi e fez naquele passado pré-Lulalá. Só assim ficarei feliz e o povo não mais será enganado.

 

 

Ricardo Guilherme bleblanc@ig.com.br

Monte Alegre do Sul

 

 

 

 

 

__________________________

 

 

 

 

 

 

ROYALTIES DO PRÉ-SAL

 

 

Os governadores recém-eleitos ou reeleitos que não integram o PT e cuja vitória estava previamente assegurada, com ou sem o apoio de Lula, deveriam refletir bastante sobre o que seus Estados têm a ganhar com a eleição de Dilma Rousseff. Exemplificando: no caso dos Estados produtores de petróleo, será que não veem o risco de o projeto de divisão equitativa dos royalties do pré-sal, proposto pelo governo atual (aprovado em março pela Câmara, emendado e aprovado em junho pelo Senado e finalmente adiado das eleições) voltar com toda a força e ser aprovado sem emendas, desta vez também na Câmara Alta?

O candidato José Serra manifestou-se em março frontalmente contrário ao projeto ao antever a falência de Estados como Rio de Janeiro e Espírito Santo.

 

 

Flávio J. Rodrigues de Aguiar flavio.daguiar@gmail.com

Resende (RJ)

 

 

 

 

 

 

 

 

__________________________

 

 

 

 

 

 

SALTO ALTO

O atual presidente da República, como sempre, nada tem que ver com o que acontece junto dele. Agora critica Dilma pelo salto alto. Mas quem deu os sapatos de salto foi elle, ao vociferar contra a imprensa e partidos de oposição, como se tivesse realmente 80% de aprovação. Cara de pau!!!

Ana Lúcia Amaral anamaral@uol.com.br

São Paulo

 

 

 

 

__________________________

 

 

 

 

 

 

EMOCIONANTE

A declaração de José Genoino Neto, após as eleições perdidas, "vou ter de saber sobreviver como um cidadão", é uma frase de alto impacto e muito emocionante, mas uma coisa é bom lembrar, "cumpanheiro", torça pela vitória da Dilma, que com certeza se encarregará de lhe arrumar "UM LUGAR AO SOL" .

 

Angelo Tonelli angelotonelli@yahoo.com.br

São Paulo

 

 

 

 

__________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

VOTOS DOS PRESIDIÁRIOS

A leitora sra. Beatriz Campos, que frequenta assiduamente as colunas de leitores de diversos jornais para atacar o PT, disse no Estadão de ontem que não estranhava que a Dilma tivesse a maioria dos votos dos presidiários e que o Serra promete que vai acabar com tráfico e com a bandidagem. De fato, não é de estranhar que a maioria dos encarcerados tenha votado na Dilma, pois a candidata foi a preferida dos eleitores brasileiros, encarcerados ou não. Quanto à promessa do Serra de "acabar com o tráfico", esta deve ser vista como as demais feitas recentemente pelo candidato. O Serra e seu partido, mesmo governando o maior Estado da Federação e com a maior polícia do País, não conseguiram acabar com o tráfico nem no interior dos presídios. O que se viu nesses 16 anos de administração tucana foi o PCC a cada dia mais aumentando o seu poder dentro e fora dos presídios, a ponto de atacar delegacias e quartéis.

Potiguar Bloch de Farias potiguarbloch@hotmail.com

Guarulhos

 

 

 

__________________________

 

 

 

 

 

COBERTURA

Como assinante - antigo, por sinal - do Estadão, venho protestar contra a cobertura das eleições feita pelo jornal. Absolutamente nada contra tomar partido a favor do José Serra (isso, aliás, já tinha ficado claro desde sempre). Difícil de aguentar é a falta de isenção, o desequilíbrio na hora de criticar um candidato e outro, a ausência de pluralidade na seleção de cartas dos leitores, a perseguição ostensiva nos artigos e editoriais. Devemos sempre recordar que os que escolhem votar na Dilma merecem o mesmo respeito que os que votam no José Serra. A legitimidade da opção pelo PT tem exatamente a mesma dimensão que a preferência pelo PSDB. Infelizmente, não é isso que tem ocorrido e os leitores que não rezam pelo pensamento único do jornal têm, sim, o direito de se sentir indignados. E o Lula tem, sim, motivos para reclamar da imprensa. Informar e criticar é ótimo. Manipular é lamentável.

Fabio Aulisio faulisio@hotmail.com

São Paulo

 

 

__________________________

 

 

 

 

 

 

 

LULINHA PAZ E AMOR

Lula foi criticado por muitos da denominada "base aliada" por ter agido com muita fúria e agressividade no final da campanha de Dilma (este é o verdadeiro Lula). Agora, reunido no palácio do governo com alguns dessa "base", disse que o Lulinha paz e amor vai voltar, ou seja, vai tirar da gaveta essa máscara criada por marqueteiros e recolocá-la. Pessoas de duas caras como Lula e Dilma devem ser rejeitadas. Que mostre a que tem e não a que inventaram, e isso se aplica a Dilma, que é pior artista e não conseguiu convencer muita gente com o seu falso sorriso, igualmente inventado por marqueteiros. Marina, que recebeu o bilhete azul das mãos de Dilma, apareceu de cara limpa e com propostas viáveis e teve excelente votação. Serra também tem uma só cara. Nós o conhecemos de longa data. Esperamos que os eleitores saibam avaliar bem "quem é quem" e votar corretamente, rejeitando a máquina do poder. O Brasil é dos brasileiros, e não do PT de Lula e Dilma.

 

 

Carlos E. Barros Rodrigues ceb.rodrigues@hotmail.com

São Paulo

 

 

 

 

 

__________________________

 

 

 

 

 

 

 

BALA DE PRATA

Os dois segredos mais bem guardados, sob custódia militar: o do ET de Varginha e o da Dilma Rousseff. Está em julgamento no STM o mandado de segurança da Folha de S.Paulo para acessar o processo que levou Dilma à prisão. Bala de prata?

Gilberto Dib

São Paulo

__________________________

 

 

 

 

 

 

 

CARRANCA DE ÓDIO

Com a devida notoriedade democrática, o Estadão de 6/10 publica em manchete da primeira página: "Aliados criticam agressividade de Lula". Parabéns por alertar os incautos 47% dos eleitores que o senhor Lula não é aquela figura que se apresenta representando ser do povo, com suas piadas de mau gosto e outras verborragia. Ele veio do povo e das bases marxistas-leninistas Mas hoje ele é elite dominadora, como foram os nazistas e os fascistas a causa da ruína da Europa e do mundo. E a dona Dilma que se cuide! A ex-assalte de bancos e de cofres, proprietária de lojinhas de bugigangas de R$ 1,99, falidas por falta de competência, que faça outra plástica urgente no rosto. Pois a carranca e o ódio que ela tem pelo povo continua estampada em seu olhar.

Roberto Stavale bobstal@dglnet.com.br

São Paulo

 

 

 

__________________________

 

 

 

 

 

 

 

AZUL OU VERMELHO

De um lado, temos José Serra, homem de vida pública limpa e reputação ilibada. Experiente administrador, acumula sucessos em sua trajetória. É também o responsável por diversos benefícios ao povo brasileiro - entre os quais, os genéricos. É contra a censura e a favor da democracia. Vê o Brasil, e não apenas o próprio partido. Do outro lado, temos um produto do presidente Lula. Uma candidata cujo passado obscuro põe em xeque a capacidade de governar uma nação como o Brasil. Pesam contra ela a falta de experiência em mandatos públicos e a presença aliada de José Dirceu - um dos maiores cânceres políticos deste país. Some-se a isso seu partido, o PT, que não gosta da liberdade de expressão, acha que inventou o País e tem o péssimo hábito de jogar por si - e não pelo Brasil. É visível que com Serra as conquistas permanecerão e novos avanços virão. Já com Dilma pairam dúvidas a respeito da governabilidade, das alianças perigosas e da ameaça à democracia e à liberdade de expressão. Com a palavra, os eleitores.

Sérgio Eckermann Passos sepassos@yahoo.com.br

São Paulo

 

 

 

 

__________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

SEGUNDO TURNO

 

Neste segundo turno o eleitor vai dizer nas urnas se quer um governo retrógrado e autoritário do Serra (PSDB) ou um governo desenvolvimentista com a continuidade dos grandes projetos do Lula, com Dilma.

Entendo que precisamos da continuidade do PAC, do Minha Casa, Minha Vida, das novas praças de pedágio a preços condizentes, da continuidade da inserção do pobre no consumo, do petróleo do pré-sal, das plataformas nacionais, Polícia Federal mais atuante, etc.

Ao contrário, no Estado de São Paulo temos pedágios caríssimos, o Controlar, que mede fumacinha de carro novo (feito por empresa privada), com claro objetivo de arrecadar, o Centran não atende a legislação de trânsito, os motoristas de outros Estados são presos como sonegadores, a insegurança pública é absurda, etc., etc.

 

 

Otavio de Queiroz otavio.solaris@hotmail.com

São Paulo

 

 

 

__________________________

 

 

 

 

 

 

 

DEDO NAS FERIDAS

Enquanto Serra calcula quantos votos verdes virão ao encontro das urnas no próximo dia 31, cabe focar nas apurações dos escândalos da Receita Federal e da Casa Civil nos debates vindouros. A chance de sobrevida confirmada, que agora se assemelha a uma virada definitiva, requer colocar o dedo nas feridas abertas pelo governo nos bolsos e na decência da sociedade.

O eleitor já demonstrou sua intenção, cabe agora ao candidato vestir a armadura que se espera e defender os valores solapados pela arrogância da propalada vitória em primeiro turno. Este fracasso político, cometido com presunção e escárnio, agora já sinaliza a provável maior das derrotas políticas de Lula, aquela em que ele investiu com o maior fervor e quase desespero, passando por cima da Justiça, da Constituição e da paciência dos brasileiros.

Ronaldo Parisi rparisi@uol.com.br

São Paulo

 

 

 

 

__________________________

 

 

 

 

 

 

CONVENÇÃO TUCANA DE ELEITOS

O senador eleito Itamar Franco tem razão, "Serra tem que ser mais Serra", menos subalterno à marquetagem.

Sergio S. de oliveira ssoliveira@netsite.com.br

Monte Santo de Minas (MG)

 

 

 

 

 

__________________________

 

 

 

 

 

 

CONFIANÇA

A capacidade de São Paulo gerar riquezas e proporcionar um bom padrão de vida a seus habitantes começou há muito tempo e continua até hoje.

O povo deste Estado acaba de ratificar a confiança neste grupo que aí está, elegendo no primeiro turno um nome do PSDB para governá-lo.

Por que no Brasil seria diferente? Por que Genoino, Mercadante e outros petistas não conseguiram se eleger? A razão é muito simples. O povo de São Paulo sabe que cargos de tamanha responsabilidade não podem ser ocupados por alguém do PT; reconhece que o prestígio do Lula se deve às medidas tomadas pelo Fernando Henrique; sabe também que a urna do PT está fazendo o diabo em Brasília, etc..

Somos todos brasileiros. Por que não desejar ao Brasil o que o povo de São Paulo deseja ao seu Estado? ACORDA, BRASIL! VOTO SERRA.

Cláudio Amaral Dinamarco cad@dinamarco.com.br

São Paulo

 

 

 

__________________________

 

 

 

 

 

 

 

AÉCIO NEVES

Será que Aécio Neves, eleito senador dos mineiros, vai empenhar-se pelo companheiro José Serra da mesma forma que na eleição do prefeito de Belo Horizonte, Márcio Lacerda (2008), e na eleição do seu vice, Antônio Anastasia? Em ambas deu a volta por cima e colheu resultado vitorioso. Portanto, demonstrou que sabe o que fazer. Pergunta: qual será a votação do tucano no segundo turno em Minas Gerais?

 

 

Valdeir Celestino de Oliveira vcelestinodeoliveira@yahoo.com

Cotia

 

 

 

 

 

 

__________________________

 

 

 

 

 

 

 

VEREDICTO

Se Minas Gerais não eleger José Serra, São Paulo jamais elegerá Aécio Neves.

 

Humberto de Oliveira Bueno holibueno@hotmail.com

Araraquara

 

 

 

__________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

SUGESTÃO

 

Que o marqueteiro de Serra, se quiser, use esta ideia: coloque na TV um palco com uma cadeira, um homem barbudo sentado segurando uma bonequinha de ventríloquo dentucinha, de cabelos curtos... Qualquer semelhança com a realidade é mera coincidência.

 

Marcelo L. Farah marcelolombellofarah@ibest.com.br

São Paulo

 

 

 

__________________________

 

 

 

 

 

 

ALBERTO GOLDMAN

O governador Alberto Goldman é um homem que tem sabedoria. Saberá atuar para equilibrar todas as variáveis em jogo neste momento, antes do segundo turno da eleição presidencial, para evitar que o "fogo amigo tucano" seja um problema para a candidatura de José Serra.

 

Klaus Benvenuto klausbenvenuto@gmail.com

Santo André

 

 

 

 

 

__________________________

 

 

 

 

 

 

 

COM MINAS, PELO BRASIL E PELA DEMOCRACIA

O recém-eleito senador mineiro Aécio precisa ouvir os seus conterrâneos mais antigos, pois eles lembram que o seu avô ilustre e sábio, um homem vitorioso, alegre e feliz, disse: "Pelo Brasil e pela democracia. Esse será sempre o nosso lema." Aí está o motivo para ele arregaçar as mangas pela candidatura de José Serra e dar a ele uma vitória estrondosa em Minas.

 

Antônio Soares da Silveira antoniosoaresdasilveira@yahoo.com

Belo Horizonte

 

 

 

 

 

 

__________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

O MAU CARÁTER TEM DE SER ENFRENTADO

 

No dia em que foi ao enterro do pai do ex-governador Aécio Neves, as emissoras de rádio de Minas cujos donos são políticos "aliados" do Lula e do PT de mineiro, derrotado, passaram a minar e caluniar o candidato a presidente pelo PSDB, divulgando que José Serra seria o verdadeiro dono e fabricante do laboratório que produz remédios genéricos.

O simples fato de desinformar para ganhar a eleição é sinônimo de desespero, medo, crueldade, fanatismo, sectarismo, totalitarismo, falsificação, fraude e enganar os eleitores. Cabe ao candidato do PSDB não deixar dúvidas, desmentir, se for o caso, essa quadrilha petista que é uma máquina infernal de disseminar calúnias e, por conseguinte denunciar a corja formada pelos petistas "mineiros/ brasileiros" que compram os proprietários e os radialistas de Minas Gerais com dinheiro de tributos da União, que são recursos de fato e direito da população brasileira que paga impostos e são desviados pela quadrilha do PT que está no poder da República.

 

 

Marcio Santos marcossantos1966@hotmail.com

Vitória

 

 

 

 

 

 

__________________________

 

 

 

 

 

 

AUTENTICIDADE

 

 

Serra, pare de se fantasiar e mascarar como querem seus "marqueteiros" e assessores! Seja você mesmo. Acreditamos em você, não em seus pseudoapoiadores.

Mostre seu real valor!

 

Maria Eulália Meirelles Buzaglo membuzaglo@bol.com.br

São Paulo

 

 

 

__________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

VITÓRIA DE SERRA

 

Gostaria de pedir encarecidamente ao meu eterno presidente FHC que participe efetivamente da campanha de Serra. Juntos, FHC, Alckmin, Aécio, Anastasia, Beto Richa, Colombo (SC) e a população de bem deste nosso imenso país, vamos impedir que as trevas da censura à imprensa pairem sobre nós. Vamos mostrar que, se Lula fez algo de bom, foi prosseguir com a política econômica de FHC, foi transformar o Bolsa-Escola, com contrapartida, em Bolsa-Família, sem obrigação nenhuma. Foi manter a Lei de Responsabilidade Fiscal. Que estragou as agências reguladoras ao transformá-las em cabide de empregos do PT. Enfim, por um País melhor, junte-se a nós, sr. Fernando Henrique Cardoso, e participe 24 horas por dia da campanha Serra.

José Renato Nascimento jrns@estadao.com.br

São Paulo

 

 

 

__________________________

 

 

 

 

 

 

 

RECONHECIMENTO

 

Bacana o reconhecimento político de Serra aos eleitores e para com os seus ex-vices, o prefeito Gilberto Kassab e o governador Alberto Goldman. Na definição de Serra, amigos de verdade; nas horas boas e nas ruins também.

 

Andrea C. Carvalho spdeiacarvalho@gmail.com

São Paulo

 

 

 

__________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

PV - NEUTRALIDADE OU A VALA COMUM

 

 

Os quase 20 milhões de votos depositados nas urnas para a candidata Marina Silva, do Partido Verde, fizeram com que a mídia, candidatos do PT e do PSDB começassem a desenhar estratégias para a abordagem sobre o PV e sua estrela solitária horas após a apuração da última urna.

Isso, é claro, acaba sendo repassado para a sociedade, as discussões já estão na internet e nos bares e ruas das cidades. Quem será que Marina Silva vai apoiar? Com quem o Partido Verde deve fechar acordo?

Penso que o PV e Marina deveriam pensar com muito zelo antes de definirem sua posição para o segundo turno. Lógico que não deveriam demorar a anunciar a decisão do partido, evitando especulações desnecessárias.

Em primeiro lugar, porque os dois partidos que vão disputar o segundo turno dificilmente irão chamá-los para discutir ética, planos de governo, vicissitudes e semelhanças entre seus projetos de governo. Na prática, diz a lenda no Brasil que esses momentos são para oferenda de cargos e outras coisas mais.

Do alto de seus quase 20 milhões de votos, a análise do PV e de sua candidata deveria passar pela vertente que mostra que a maioria de seus eleitores não suportava a idéia de votar em Serra ou Dilma, portanto, deu a ela o voto consciente, um voto à sua pessoa e ao comportamento de seu partido nas últimas eleições.

Votaram nela ao invés de anularem seus votos, ou melhor, votaram nela por acreditarem na sua proposta ambiental e na ética do Partido Verde, um voto então carregado de consciência e esperança.

Sendo assim, a decisão a ser tomada se reveste de enorme responsabilidade para os "verdes", pois estará em jogo muito mais do que transferir ou não votos para Dilma ou Serra. Estará em jogo a alma do Partido Verde, a lisura de suas propostas e a postura que será ou não levada aos próximos pleitos.

Enquanto estava em campanha o PV sofreu na pele a falta de espaço, não obteve coligações, não recebeu grandes doações, enquanto seus adversários nadavam em dinheiro. Portanto, como dizia Tancredo Neves, "por que falarmos mais do que ouvirmos, se temos uma boca e dois ouvidos?"

Os holofotes estão ligados na direção de Marina do PV, é preciso que ela tenha muito discernimento antes de decidir pela neutralidade, algo que seus eleitores apreciariam muito, com certeza. Ou optar por um dos partidos e cair definitivamente na vala comum onde todos os partidos estão, diga-se de passagem.

Rafael Moia Filho rmoiaf@uol.com.br

Bauru

 

 

__________________________

 

 

 

 

 

 

O JOGO É JOGADO...

 

 

Aos queridos eleitores de Marina, entre os quais tenho dois filhos.

O PV deve apoiar Serra, mas a Marina... Bem, a Marina deve seguir o passo suicida de Heloísa Helena - será que alguém ainda se lembra dela? Deve declarar-se neutra, mesmo correndo o risco de incentivar o voto nulo, bom para a Dilma, que saiu do primeiro turno com mais votos. É somar ou subtrair para crer.

Entretanto, acho que vocês não estão esperando orientação, nem do PV e nem de Marina, para votar. A meu ver, votaram em Marina muito mais pela antipatia que sentiam pelos outros candidatos do que pela simpatia que, talvez, ainda sintam por

ela.

É, meus queridos, vocês ficaram com o mico na mão e não dá mais para trucar. Votar nulo é o mesmo que votar em Dilma e não tem mais zap nem curinga para mitigar esta imensa

responsabilidade. Votem pela liberdade. Votem com coragem!

 

 

Stanislaw Cordeiro ratles2@hotmail.com

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

__________________________

 

 

 

 

 

 

QUEM VOTA EM QUEM

 

 

Estão dando muita bola para a Marina. Olha, é assim: tem quem vota no PT e quem nunca, jamais, votou ou votará no PT. Só.

Jacy Lori Ártico Mattédi jacymattedi@globo.com

São Paulo

 

 

 

__________________________

 

 

 

 

 

 

TEATRO

Penso que Marina Silva deveria dizer aos eleitores que eles são livres para a escolha, e que devem votar em quem acharem melhor. Afinal, os eleitores são cidadãos que possuem personalidade própria e são donos de seu próprio nariz. Ficar a fazer teatro, reuniões com o PV, para dizer quem os eleitores devem apoiar é perigoso para seu futuro político.

Alberto Nunes albertonunes77@hotmail.com

Itapevi

 

 

 

 

 

__________________________

 

 

 

 

 

 

AGORA É A HORA

 

Marina Silva, talvez sem saber, prestou um serviço inestimável à salvação da democracia e dignidade nacional.

É hora de decisão, de eliminarmos os corruptos, oportunistas, mistificadores e usurpadores do real papel das instituições do Estado brasileiro.

Agora, Dilma & caterva são "cristãos desde criancinhas", democratas extremados, defensores irredutíveis dos direitos humanos e da liberdade de imprensa. Mentem descaradamente e, embora numa encruzilhada, o PT não se dispõe a "assinar embaixo".

É hora de botá-los na parede. Resta saber se os brasileiros dignos e sequiosos de um País realmente democrático, preocupados com o futuro, vão aceitar que o populismo desavergonhado, o aparelhamento sem limites do Estado brasileiro, o peleguismo que viceja sem limites em todas as instituições do País continuem a zombar e rir da ingenuidade de alguns (que se contentam com as migalhas de uma ajuda demagógica) e do oportunismo de outros que vivem das benesses do BNDES.

Pois estes brasileiros que almejam um Brasil que caminhe em direção a um futuro com educação de Primeiro Mundo, saúde e saneamento públicos igualmente decentes, infraestrutura e transporte que nos façam competitivos mundialmente , assim como democracia e direitos humanos iguais ao das melhores sociedades, devem bradar seu grito em alto e bom som, para que a mudança que tanto almejamos venha a ocorrer nas próximas semanas.

 

Pedro Paulo Santos santospedrop@hotmail.com

Sorocaba

 

 

 

__________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

LEMBRANÇAS BÍBLICAS

Senadora Marina Silva, você, evangélica que é, não pode esquecer que numa das primeiras eleições diretas de que se tem notícia, após Pilatos eximir-se de tomar partido, sulfragou-se a liberdade de Barrabás. Até os dias atuais estamos a nos arrepender daquela omissão... Não faça o mesmo!

José Roberto da Rocha robertorocha.adv@gmail.com

Cubatão

 

 

 

 

 

 

__________________________

 

 

 

 

 

 

 

APELO

 

Senadora Marina Silva, todos sabemos que foi a Dilma quem pediu sua cabeça quando a senhora ocupava o posto de ministra do Meio Ambiente. E o fez porque Dilma não aceita quem divirja dela.

Antes de tomar qualquer decisão, lembre-se da arrogância e truculência da Dilma na Casa Civil (ou seria Casa Vil?).

O Serra é uma pessoa muito mais afeita ao diálogo. Ao contrário da candidata governista, Serra foi talhado na cultura democrática, na cultura do diálogo, e isso não é pouca coisa, não. A senhora bem sabe disso.

Rodrigo Borges de Campos Netto rodrigonetto@rudah.com.br

Brasília

 

 

 

 

__________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

OMISSÃO, NÃO

Se a Marina não assumir uma posição, ela já terá se posicionado, e este posicionamento será de favorecimento a Dilma e toda a corja do PT. Só não adotará este posicionamento diretamente por querer ficar bem com os dois lados. Se isto acontecer, cairá assustadoramente no conceito de muitos brasileiros. Podemos não saber se o Serra é o melhor para o País, mas sabemos com certeza que a Dilma não é, e neste ponto é necessário o posicionamento da Marina. Ela tem de demonstrar não só para os 20 milhões que votaram nela, mas para toda a população, que ela é contra tudo o que foi construído e desconstruído pelo PT, Lula e amigos.

Clezio Donizete Goulart clezio_goulart@yahoo.com.br

São Paulo

 

 

 

 

__________________________

 

 

 

 

 

 

NO PAÍS DO FUTEBOL

 

Marcelinho, Vampeta, Dinei, fora; Romário e Bebeto, dentro Essa é a "SELEIÇÃO" do povo brasileiro.

Valeu, Mano!

Judisney Tadeu de Barros Albuquerque judao_leiteiro@hotmail.com

Sarapuí

 

 

 

 

 

 

__________________________

 

 

 

 

 

 

 

CORINTHIANS ENGANADOR

O Timão conseguiu perder um jogo para um time que pedia para ser derrotado. Os caras não ganham de ninguém, mas marcar gol de cabeça no Timão é fácil, deve ser o que mais tomou assim no campeonato. Contra o Galo apenas um jogador apareceu, o Jucilei, como sempre, porque o resto deveria ter ficado em São Paulo. Outra promessa, Bruno César, o técnico teimou que ele é ponta direita e está matando o rapaz, antes uma bela promessa e, agora, um zero em campo. Quanto ao técnico Adilson, se não serviu para o Cruzeiro (que melhorou depois de sua saída), por que serviria para o Corinthians? O ano do centenário deve terminar sem nenhum título!

 

Laércio Zanini arsene@uol.com.br

Garça

 

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.