Cartas 07/12/2010

POLÍTICA EXTERNA

, O Estado de S.Paulo

07 Dezembro 2010 | 00h00

Dilma e o Irã

Aleluia! Em entrevista ao Washington Post, a sucessora de Lula declarou: "Eu sou radicalmente contra o apedrejamento da iraniana. Não tenho status oficial para fazer isso, mas externo que acho uma coisa muito bárbara o apedrejamento da Sakineh." Tomara que isso seja o prenúncio de que não dirá amém a todo e qualquer desatino do Lula.

IRACEMA PALOMBELLO

cepalombello@yahoo.com.br

Bragança Paulista

_________________________________

OPOSIÇÃO?

Na entrevista ao Washington Post Dilma assume algumas posições diferentes, mais sábias e contrárias às do governo Lula. Será que ele finalmente encontrou alguém para lhe fazer oposição? É uma estranha esperança...

GILBERTO DIB

gilberto@dib.com.br

São Paulo

_________________________________

CONCEITO

O Brasil não foi convidado para participar da Conferência P5+1, realizada em Genebra, sobre o acordo nuclear Irã-União europeia. EUA e Bélgica consideraram a posição brasileira muito ingênua no acordo Irã, Turquia e Brasil. Espero que Dilma melhore esse conceito.

RONALD MARTINS DA CUNHA

ronald.cunha@netsite.com.br

Monte Santo de Minas (MG)

_________________________________

FUTURO MINISTÉRIO

Ciência e Tecnologia

Qual é a experiência anteriormente adquirida ou o que mais justifica a presença do economista Aloizio Mercadante na gestão do Ministério da Ciência e Tecnologia, segmento absolutamente técnico, sensível e crítico para o desenvolvimento da Nação?

DAVID NETO

drdavidneto@uol.com.br

São Paulo

_________________________________

PODER JUDICIÁRIO

Ministros do STF

É necessário "notório saber jurídico" para ser ministro do STF no Brasil. Entretanto, a única coisa notória sobre o atual ministro Toffoli e o futuro Adams é que são petistas de carteirinha.

JORGE JOÃO BURUNZUZIAN

burunlegal@hotmail.com

São Paulo

_________________________________

BOLSA-FAMÍLIA

42% ainda na miséria

Levantamento do Ministério do Desenvolvimento Social, feito a pedido do Estado, confirma que 42% (ou 5,3 milhões) das famílias beneficiadas pelo principal programa social do governo continuam na miséria. Está provado que o Bolsa-Família não passa de esmola, nunca foi, não é e nunca será programa de inclusão social. É, na verdade, a garantia de votos do atual governo e, de quebra, reforça, em muito, a popularidade de Luiz Inácio Lula da Silva.

HUMBERTO DE L. FREIRE FILHO

hlffilho@gmail.com

São Paulo

_________________________________

VOTOS DE CABRESTO

A revelação de que 5,3 milhões de famílias ainda não conseguiram sair da extrema pobreza contém inúmeras informações além da constatação de que para cumprir a promessa de erradicar a pobreza absoluta até o fim do mandato a presidente eleita teria de aumentar o piso do Bolsa-Família para R$ 138 - o dobro dos atuais R$ 68. Revela, antes de tudo, que não houve no governo Lula e não há sinal de uma efetiva política pública para tratar o assunto. E, ainda. que o Bolsa-Família garante absoluto controle sobre 42% das famílias atendidas pelo benefício, uma porcentagem expressiva de votos de cabresto.

ANA F. CAMPOS

ana-fcampos@hotmail.com

São Paulo

_________________________________

SAÚDE PÚBLICA

Fornecimento de citrulina

Se o menino Victor Calumby fosse filho de um dos insensíveis membros da Secretaria da Saúde ou da Vigilância Sanitária do Estado de São Paulo, será que o rigor teria sido o mesmo?

JOÃO Z. F. VELLOSO

jvelloso@helipark.net

São Paulo

_________________________________

CAMPEONATO BRASILEIRO

Fluminense

Depois de 26 anos, o Fluminense é o campeão brasileiro de futebol de 2010. Parabéns, Muricy Ramalho, pelo título e por ter honrado seu contrato com o Fluminense até o fim, não aceitando ir dirigir a seleção brasileira. Ser honrado é coisa rara nesse meio. Muricy é um exemplo de dignidade, honradez, honestidade e persistência. Parabéns também a todo o time, bravos guerreiros. Orgulho-me de torcer pelo Fluminense!

CECILIA MIKLOS DALE

ceciliamdale@hotmail.com

São Paulo

_________________________________

MURICY

O técnico Muricy Ramalho foi campeão quatro vezes nas últimas cinco edições do Brasileirão! O rei dos pontos corridos, realmente, é o "cara".

ALEX TANNER

alextanner.sss@hotmail.com

Sumaré

_________________________________

CORINTHIANS

Parabéns ao meu Corinthians pelo honroso e heroico empate com o time juvenil do rebaixado Goiás, que nos garantiu significativo terceiro lugar no Brasileirão!

ARCANGELO SFORCIN FILHO

arcangelosforcin@gmail.com

São Paulo

_________________________________

CHORA, LULA!

Também, quem mandou marcar, antes da hora, uma ida do Corinthians a Brasília para comemorar o campeonato? Com a uruculula, não deu nem para ser vice.

OLGA AZEVEDO

olga.azev@lycos.com

Rio de Janeiro

_________________________________

SEM NADA

O único culpado pelo vexatório terceiro lugar é o sr. Andrés Sánchez. O time foi desmanchado na hora errada. Quando o técnico Dunga saiu da seleção, o Flu não entregou Muricy e o sr. Sánchez, como amigo pessoal de Lula, levou de mão beijada nosso querido Mano para a armadilha do Ricardo Teixeira. Não queremos saber se as torcidas do São Paulo, Palmeiras e Guarani gritaram das arquibancadas para que seus times entregassem o jogo. Nós, corintianos, queremos um presente de Natal: sua demissão da presidência do Timão! E leve mais alguns vendedores de camisas, cruzeiros marítimos, etc. Quanto aos dinossauros, deixe-os no Museu do Futebol. Cem anos, sem nada! Centenário humilhante.

ROBERTO STAVALE

bobstal@dglnet.com.br

São Paulo

_________________________________

"O programa cumpre a sua missão, que não é ajudar o pobre, mas garantir a pobreza que faz milhões de votos!"

ARIOVALDO BATISTA / SÃO BERNARDO DO CAMPO, SOBRE O BOLSA-FAMÍLIA

arioba06@hotmail.com

"Bolsa Aliviadora de Miséria seria menos demagógico"

LUCIANO HARARY / SÃO PAULO, IDEM

lharary@hotmail.com

"Para os tucanos chegarem mais perto do povo é só usar o pensamento do "cara": não ensine a pescar, dê o peixe"

EDGARD MARQUES FILHO / BARUERI, SOBRE A REFUNDAÇÃO DO PSDB

ed.marques@terra.com.br

_________________________________

VOCÊ NO ESTADÃO.COM.BR

TOTAL DE COMENTÁRIOS NO PORTAL: 2.538

TEMA DO DIA

Alckmin prega a refundação do PSDB

Governador eleito de SP e senador Aécio Neves defendem que seja atualizado o programa partidário

"Quero ver para crer. Política de arrogância não funciona. Se tiver uma mentalidade inteligente, pode reverter as coisas."

PAULO RIBEIRO

"Isso é para poucos! Serra, Alckmin e Aécio foram e são ótimos administradores! Essa briga foi ocasionada pelo sucesso!"

MAURILLO JOSÉ

"É por pensar somente em SP que o PSDB sempre perde a eleição presidencial e só ganha o governo estadual."

CARLOS EDUARDO VILELA CORNII

_________________________________

 

 

Cartas enviadas ao fórum dos leitores, selecionadas para o estadão.com.br

 

 

 

 

 

 

VERDADEIRO CAMPEÃO!

Gostaria de parabenizar o Fluminense e seu técnico, Muricy Ramalho, pela conquista do Campeonato Brasileiro deste ano. Em oito edições dos pontos corridos, Muricy conquistou o título em quatro oportunidades. Em uma foi prejudicado pela arbitragem, que, aliás, continua péssima e tendenciosa, e lhe tiraram um título, como em 2005. Ano passado, pelo Palmeiras, perdeu o título por excesso de confiança do elenco e da diretoria. Nem a ajuda a um determinado time, que precisava conquistar um título de qualquer maneira, adiantou. Aliás, o Cruzeiro, que conheceu a força do apito amigo no Pacaembu, deve estar vibrando por conquistar vaga para a Libertadores de 2011, coisa que o time beneficiado não tem garantida, pois necessita disputar uma Pré-Libertadores. Os riscos de ficar de fora da competição oficial são grandes. Viva o futebol lícito, que não precisa de conchavos e troca de favores para conquistar alguma coisa. Parabéns, Muricy, as portas sempre estarão abertas para você no Morumbi!

Renato Camargo natuscamargo@yahoo.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

_________________________________

 

 

 

 

 

É O FLU!

Parabéns, campeão de 2010, competência do Muricy. Será que os dirigentes dos times grandes paulistanos perceberam? Tanto se falou de todo tipo de mala, mas "mala" mesmo foi o apoio do famoso "pé-frio", que aparece na foto do Estadão "online" ao lado do sr. Sánchez segurando a camisa 13 do Timão. Forças ocultas permitiram o terceiro lugar e a pré-Libertadores, no ano do centenário. Não era para ser e não foi campeão, perdeu pra si próprio. Os "camisas-verdes" fizeram a sua parte. Precisamos de mais profissionalismo, continuaremos torcendo.

Luiz Dias lfd.silva@uol.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

_________________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

FLUMINENSE

"Do pó nasceste, ao pó voltarás", embora o Exército tenha invadido o Morro do Alemão para acabar com a influência dos comerciantes de pó, este voltou, o "pó-de-arroz" é campeão brasileiro.

Ronaldo José Neves de Carvalho rone@roneadm.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

_________________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

HUMILDADE

Pelo que entendi,o técnico Muricy Ramalho disse que técnico não ganha jogo... Talvez por essa humildade é que ele se tornou em curto período de tempo quatro vezes campeão brasileiro. Parabéns, Muricy, você provou que para ser campeão não se faz necessário tanto blá, blá, blá.

 

 

Virgílio Melhado Passoni mmpassoni@gmail.com

São Paulo

 

 

 

 

_________________________________

 

 

 

 

 

 

BRASIL É PÓ-DE-ARROZ

Fluminense campeão, na melhor tradição tricolor; 1 x 0. Parabéns aos tricolores de um paulista torcedor do América, o "simpático".

 

Luiz Fernando D’Ávila

Rio de Janeiro lfd_avila@hotmail.com

 

 

 

 

_________________________________

 

 

 

 

 

 

 

CAMPEÃO DISCUTÍVEL...

Pode um clube da série B ser campeão na série A? Claro que não! Todos os clubes que desceram para a série B tiveram de retornar à série A, tais como Bahia, Botafogo, Corinthians, Grêmio, Palmeiras, Vasco e outros. O Fluminense caiu para a série B em 1996, houve uma "virada de mesa" e voltou para a série A, em 1997 caiu de novo para a série B, depois em 1998 caiu para a série C, em 1999 retornou à série B, em 2000 participou do Torneio João Havelange com a ajuda do Clube dos 13, sem nunca ter chegado à série A. Que mágica foi feita para disputar a série A e agora ser proclamado campeão em 2010? Na realidade, o verdadeiro campeão do Brasileirão de 2010 é o Cruzeiro. Coisas do nosso futebol pentacampeão, mais um imbróglio. E agora como fica, sr. Ricardo Teixeira?

Reinaldo Amaral reinaldo2901@uol.com.br

São Paulo

 

 

 

 

_________________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

FAVORITO

Parabéns ao Fluminense pela grande e mais do que merecida conquista do Campeonato Brasileiro de 2010 ! O Flu fez a melhor campanha, com 71 pontos, 20 vitórias, a defesa menos vazada e o craque do campeonato (Conca). Muricy fez um trabalho sensacional e conquistou o seu quarto título brasileiro em cinco anos. O Tricolor carioca conquistou o seu tri brasileiro (1970, 1984, 2010) e vai brigar como favorito pelo título da Libertadores de 2011.

 

 

Renato Khair renatokhair@uol.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

_________________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

MURICY

O São Paulo Futebol Clube e o Palmeiras mandaram embora o técnico Muricy Ramalho. Ele foi contratado pelo Fluminense e foi o campeão do Brasileiro. Esses dirigentes e torcedores, positivamente, não entendem nada de futebol.

Olympio F.A. Cintra Netto ofacnt@yahoo.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

_________________________________

 

 

 

 

 

 

 

ORGULHO TRICOLOR

Obrigado, meu Deus! A justiça foi feita e o melhor tornou-se campeão. Nem mala branca, nem fechamento do Maracanã, nem favorecimentos explícitos ao adversário que tinha, porque tinha de ser campeão, mas não conseguiu nem terminar como vice. Nada adiantou.

Parabéns ao Fluminense e parabéns, também, ao Cruzeiro pelo belo vice-campeonato!

Orgulho de ser tricolor!

Aliás, estava tudo programado para a comemoração do campeonato do Corinthians.

Ida dos jogadores a Brasília para foto triunfal com Lula e ida de Lula ao Teatro Municipal do Rio para a festa do Brasileirão 2010.

A certeza era tanta, que decidiram iniciar o jogo com o Goiás às 17 horas em ponto para fazerem um gol relâmpago e passar a pressão para o Fluminense.

O relâmpago caiu, mas no lado errado.

Não sobrou nem um vicezinho para consolar.

Estarei no Municipal para ver a cara do Lula.

Ronaldo Gomes Ferraz ronferraz@globo.com

Rio de Janeiro

 

 

 

 

 

_________________________________

 

 

 

 

 

TEIXEIRA DANÇOU

Tudo começou com Goiás x Corinthians, quando a maracutaia organizada pelo sr. Ricardo Teixeira ficou evidente: dar a vitória do campeonato ao Corinthians, nos seus 100 anos, e premiar Lula, O Único. Daí para a frente, o São Paulo, que é dos poucos times a peitar o imperador da CBF, entregou o jogo, o Palmeiras, idem. Tudo para que Ricardo Teixeira caísse do cavalo! O Guarani, na certa, iria colaborar. Quem sabe agora o sr. Teixeira vá fazer politicagem populista vagabunda em outras paragens.

Maria Cristina Rocha Azevedo crisrochazevedo@hotmail.com

Florianópolis

 

 

 

 

 

 

 

 

_________________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

MUDANÇA DE MODALIDADE

Quer dizer que o único título do centenário foi um "truck"? Melhor construir um autódromo no lugar do estádio.

Flavio Marcus Juliano opegapulhas@terra.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

_________________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O MENOS PIOR

O Fluminense confirmou a previsão de que seria campeão porque foi o menos pior num campeonato marcado pela baixa qualidade das equipes disputantes. Meu Corinthians só conseguiu empatar com um "mistão" do Goiás formado de reservas e juvenis. Doeu na alma ver o time não cumprir pelo menos sua obrigação de vencer essa partida, porque, não conseguindo, caiu para o terceiro lugar e com isso não pulará uma etapa na Libertadores. O time jogou tão mal que fica difícil escolher não o melhor alvinegro em campo, mas quem conseguiu ser menos ruim. Agora, espera-se que a diretoria dê uma "limpa" geral no elenco, onde a rigor apenas uma meia dúzia de boleiros tem bola para vestir nossa camiseta: Elias, Juciley, Jorge Henrique, Ralf, Dentinho e Ronaldo, apesar de estarem sobrando quilos de banha no corpanzil, mas ainda faz diferença. Com ressalvas podem continuar Bruno César, Paulinho e o goleiro Julio Cesar. Se a diretoria pensa ganhar alguma coisa em 2011 e precisamente uma Libertadores, pode esquecer, porque com esse elenco não dá. O time precisa de dois laterais, dois zagueiros de área, dois atacantes e um goleiro. Resta saber se o clube tem cacife para bancar boleiros de primeira linha.

Laércio Zanini arsene@uol.com.br

Garça

 

 

 

 

 

_________________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

CONDESCENDÊNCIA COM O VENCEDOR

 

 

Ao vencedor tudo é permitido. Do empregado ao empregador, do político ao jogador, desde que vencedor, o desmando, a falcatrua e toda conduta indesejável, tudo é esquecido e o cara, reverenciado. Exemplo: o sr. Lula tripudiou do cargo e da Constituição, mas tudo bem, e o tal do Carlinhos, do Fluminense, deu uma marretada no jogador do Guarani e tudo está justo e perfeito. O ataque pelas costas deixou de ser covardia ou atitude antidesportiva.

 

Sérgio Barbosa sergiobarbosa@megasinal.com.br

Batatais

 

 

 

 

 

 

 

_________________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

MELANCÓLICA DESPEDIDA

 

 

O Corinthians investiu milhões montando seu elenco e na última e decisiva rodada não conseguiu vencer nem os juniores do Goiás. Sinal de que os próprios jogadores entregaram o jogo. Já que está em voga o verbo entregar...

Enquanto isso, um Fluminense sem uma grande equipe, vivendo do entusiasmo e profissionalismo do ótimo técnico Muricy e seus atletas, sagra-se campeão do Brasileirão de 2010.

Não era este o centenário prometido pela diretoria e esperado pelos torcedores do Timão...

 

Paulo Panossian paulopanossian@hotmail.com

São Carlos

 

 

 

 

 

 

 

_________________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

PRÉ...

A fiel torcida está "pré-ocupada" com os "pré-parativos" do Coringão para 2011, especialmente com a "pré-paração" física de alguns atletas, pois em 2010 todos os "pré-parativos" não resultaram em mais que uma pré-Libertadores.

Luiz Henrique Penchiari luiz.penchiari@hotmail.com

Vinhedo

 

 

 

 

 

 

_________________________________

 

 

 

 

 

 

CENTENÁRIO, TALVEZ O PRÓXIMO...

O pé-frio contumaz acabou por condenar o centenário a mais um século. É triste, real e verdadeiro. Cem anos mais para o Timão praticar e ganhar algo que mereça comemoração. Perdida a chance de ganhar tudo sob as asas do torcedor-mor no poder, resta o sonho de um estádio. A considerar o pé-frio, a aposentadoria, o bando de corruptos que continuam e avançam governos afora, seria justo concluir que o sonho do estádio é pagina virada: ganha a eleição, não há mais compromisso com o eleitorado. Além do que o lugar é ruim, tem veto da Procuradoria e ninguém vai conseguir chegar lá.

Não sei se o Tiririca é corintiano, deve ser Náutico ou Sport. Não sei se o petismo volta, ainda mais depois de tanta bandalheira.

Mas ver o chefão sair sem ter nada no centenário já é meio caminho andado, Deus ainda não nos abandonou.

Ronaldo Parisi rparisi@uol.com.bra

 

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

_________________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

DESPEDIDA

 

 

Estamos chegando ao fim do mês, sabe, ocasião em que daremos adeus ao "cara", ou seja, ao melhor presidente que este país já teve, segundo opinião modesta do próprio.

James F. Sunderland Cook sunderland2008@gmail.com

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

_________________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

KNOW-HOW

 

João Havelange criou uma oligarquia de corruptos na Fifa, enganando países pobres e ditaduras com visitas, jogos e alguns trocados. O grosso do dinheiro fica em Zurique e com os 22 mensaleiros que votam no processo de escolha da sede da Copa do Mundo.

Mais uma contribuição brasileira para proliferação do suborno no mundo.

 

José Francisco Peres França josefranciscof@uol.com.br

Espírito Santo do Pinhal

 

 

 

 

 

 

 

_________________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

ORIENTE MÉDIO

A Copa do Mundo de 2022, no Catar, vai ser excelente para melhorar a imagem do Oriente Médio, que é conhecido somente por guerras e terrorismo.

 

Paulo Dias Neme profpauloneme@terra.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

_________________________________

 

 

 

 

 

 

 

GUARDAR OS ROJÕES

A declaração de Dilma Rousseff ao jornal Washington Post lamentando a abstenção do Brasil na resolução da ONU que condenou a lapidação no Irã é sinal de que um mínimo de bom senso poderá prevalecer em sua futura administração, no âmbito das relações externas. Todavia (e aparentemente) sua condição de mulher foi decisiva na crítica àquilo que chamou de "medieval". Por isso vou recolher os rojões, que permanecerão à espera de melhor momento para serem soltos. Afinal, a presidente eleita foi referência num governo que sofreu revezes e praticou toda sorte de desatinos nas relações externas. As derrotas na OMC (Seixas Corrêa e Ellen Gracie), no BID (Sayad), na Unesco (Marcio Barbosa, neste caso tendo o País apoiado um egípcio piromaníaco e antissemita para a presidência do órgão em oposição a um nome de peso... nacional!), o malogro da Rodada Doha, o inexplicável reconhecimento da China como economia "de mercado", a insistência do "cara" em exibir a língua aos EUA a todo momento, as numerosas gafes internacionais, o apoio brasileiro ao Irã fundamentalista, ditatorial, atômico, belicista e antissemita, nossa indesculpável tolerância no caso sudanês (outra vergonhosa abstenção, malgrado os 300 mil mortos no massacre de Darfur!), a neutralidade em relação aos narcoterroristas das Farc, a intromissão nos assuntos internos de Honduras, o desdém pela morte de Orlando Zapata e aos presos políticos, além da questão dos pugilistas cubanos detidos e enviados a Fidel Castro, a indulgência com bolivarianos agressivos e caloteiros, o caso do homicida Cesare Battisti... Enfim, é tanta coisa que, por ora, nada há a comemorar, lembrando que a manutenção do assessor especial Marco Aurélio Garcia no mesmo cargo que hoje ocupa é motivo para lá de suficiente para desencorajar os que já antecipam, sob Dilma, tempos melhores para o Brasil no âmbito das relações internacionais.

Silvio Natal silvionatal49@yahoo.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

_________________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

MUITA CALMA NESSA HORA

Qual a razão desta completa intolerância para com a presidente eleita? Dilma Rousseff tem sido coerente em suas opiniões, no que pese poucas até o momento emitidas, bem como sempre, todas, com muita discrição.Exemplo muito claro disso se deu quando entrevistada por importante jornal norte-americano.A quem interessa esse constante ataque à pessoa da presidente? Foi ela quem o povo brasileiro escolheu e, portanto, em primeiro lugar há que ser respeitada e em segundo lugar não devemos esquecer que seu mandato ainda nem começou.Esse brutal e constante ataque à pessoa da presidente eleita é um claro sentimento de derrota ainda não engolido. A calma e a paciência são de bom tamanho neste momento.

José Piacsek Neto bubapiacsek@yahoo.com.br

Avanhandava

 

 

 

 

 

 

 

 

_________________________________

 

 

 

 

 

 

 

ALUNA EXEMPLAR

Declarou Dilma ao "The Washington Post", edição de domingo: "Eu não concordo com práticas que tenham características medievais às mulheres. Não há nuances. Não farei nenhuma concessão nesse assunto." Mas os bons ventos pararam quando comparou sua eleição à de Barack Obama."Pode ser muito difícil eleger um presidente negro nos EUA, como foi muito difícil eleger uma mulher no Brasil." Ora, convenhamos, difícil mesmo teria sido eleger alguém da oposição. Nunca foi tão fácil conseguir ser eleita no Brasil, mesmo com todos os escândalos que a rondaram, desde sua amiga Erenice até dossiês, quebras de sigilo, sempre à sombra de seu criador, sem nunca ter tido de disputar um cargo eletivo! Agora, à moda do chefe, como aluna exemplar, tenta colar no brasileiro a pecha de machista, o que é uma tremenda ingratidão ao povo que a elegeu. Recomendável será que encontre pelo menos seu jeito pessoal de cometer injustiças.

Eliana França Leme efleme@terra.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

_________________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

EUA E BRASIL

Coerente a entrevista que o brasilianista Riordan Roett deu ao caderno Aliás deste domingo, quando disse que os EUA necessitam se adaptar à independência da política externa brasileira. O problema é que Lula jamais condenou as violações dos direitos humanos em países como o Irã e Cuba, além do desmonte das instituições democráticas na Venezuela, no Equador e na Bolívia. Quanto ao recente reconhecimento do Estado Palestino, só podemos aplaudir, já que Israel mina o quanto pode a criação de fato dessa nação com as incessantes construções de assentamentos na Cisjordânia.

José Eduardo Zambon Elias zambonelias@estadao.com.br

Marília

 

 

 

 

 

 

 

_________________________________

 

 

 

 

 

 

PALESTINA

Lamentável a forma como Lula, extremamente mal assessorado, deu seu apoio à criação do Estado Palestino - todos desejam -, com base nas fronteiras de 1967. Demonstrou, como de hábito, profundo desconhecimento de causa. Quem sabe, agora, deixando o poder, será uma ótima oportunidade para que Lula volte a estudar, aprender e compreender que em determinadas questões e situações as análises impõem avaliações bem mais profundas e criteriosas, e não apenas os contumazes discursos simplistas dos palanques. Há que se ter respeito, consciência naquilo que se fala e levar mais a sério temas que envolvem a paz, o terrorismo, o extremismo, o fundamentalismo, a liberdade, enfim, situações inerentes aos países que compõem o planeta.

David Neto drdavidneto@uol.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

_________________________________

 

 

 

 

 

VIVA O WIKILEAKS

 

 

Notícias sequenciadas vazadas do site WikiLeaks põem às claras a nossa suja política externa. No último dia 30/11, a imprensa publicou detalhes do encontro entre Ahmadinejad e o líder russo Vladimir Putin ocorrido em Teerã. Na ocasião, o iraniano afirmou que o seu país "não estava fazendo nada diferente do Brasil na esfera nuclear". Muito bonzinho o amigo de Luiz Inácio Lula da Silva. No dia 3/12 uma manchete ainda mais estranha: "Chávez e Evo Morales enviariam urânio ao Irã." Desde quando a Venezuela ou a Bolívia têm condições técnicas para prospectar e ainda mais enriquecer urânio? A Bolívia não tem condições nem para transformar pasta de coca em cocaína e se alguma vez conseguiu foi de tão péssima qualidade que desencadeou um tumor na narina de Evo Morales, infortúnio esse confirmado pelo nosso bem informado ministro da Defesa, segundo o WikiLeaks. A Venezuela, por sua vez, não é muito diferente em termos tecnológicos, até chegar ao yellow cake a população inteira teria de ruminar o minério bruto por ordem de Hugo Chávez anos a fio. O Brasil tem uma das maiores reservas de urânio bruto do mundo e domina a técnica de enriquecimento, sendo, portanto, o único país na América Latina capaz de exportar urânio enriquecido para o Irã. Em vista disso, seria interessante que o jornalismo investigativo, não comprometido com Franklin Martins nem com o Itamaraty, descobrisse por que uma equipe de técnicos da Companhia de Pesquisa e Recursos Minerais (CPRM) foi para Brasília, por ocasião da visita do ditador iraniano, e se reuniu com Esmail Ghaani, chefe da Guarda Revolucionária Iraniana e um dos diretores do programa nuclear iraniano. Como se não bastasse, sabe-se que ele entrou no Brasil clandestinamente. Apesar de estar na comitiva presidencial, seu nome não constava na relação dos integrantes disponibilizada pela Embaixada do Irã ao desmoralizado Itamaraty, do megalomaníaco Celso Amorim. Mais um detalhe: antes de chegar ao Brasil, Esmail Ghaani passou por Dacar (Senegal) para adquirir uma série de docas no porto local, em nome de uma empresa de fachada, a IRISL, onde o Irã pretende armazenar produtos triangulados da América Latina e fugir do controle das suas importações estabelecido pelas resoluções do Conselho de Segurança das Nações Unidas (ONU).

Humberto de Luna Freire Filho hlffilho@gmail.com

São Paulo

 

 

 

 

 

_________________________________

 

 

 

 

 

 

ASSANGE

 

Bem que o criador do site WikiLeaks, responsável pelo derrame de informações, poderia tentar encontrar algum descontente do exército da União Soviética de Stalin (atual Rússia de Putin) e que esteja na ativa até os dias de hoje. Seria um delírio para historiadores, analistas políticos e interessados, como eu, saber por que tantas coisas que acontecem lá ficam sem explicação. Citando alguns exemplos: tantas mortes em Beslan, escola de crianças sob atentado checheno, assim como no teatro de Moscou; Chernobyl até hoje continua sem uma análise séria e providências concretas; a morte de Alexander Litvinenko, de Anna Politkovskaia e de tantos outros oposicionistas que ousaram denunciar a FSB (ex-KGB).

Ana Prudente ana_prudente@uol.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

_________________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

FACA X BALA

O sr. Gilberto Carvalho afirma que ninguém bota faca no pescoço da dona Dilma e eu pergunto: uma bala no Celso Daniel pode?

Carlos Roberto Gomes Fernandes crgfernandes@uol.com.br

Ourinhos

 

 

 

 

 

 

_________________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

A "PRESIDENTA" E O PREFEITO

O futuro secretário-geral da Presidência da recém-eleita sra. Dilma Rousseff é valente messssmo! E disse, para quem quisesse ouvir ou não, que "ninguém engana Dilma. Que o pior que tem é pôr a faca nos pescoço dela"... Eita, homi brabo! Tudo leva a crer que ele se dirige àquele senhor que tem cara de mordomo de filme de terror (sic ACM), o vice-presidente eleito Michel Temer, que não se contenta com quatro ou cinco Ministérios. Sua Excelência quer porque quer seis, no mínimo.

Vai daqui um aviso ao senhor futuro secretário-geral: vá com calma... Antes de vice-presidente, ele é presidente do PMDB e, bem por isso, a coisa pode ficar feia para suas bandas! Sem o PMDB do seu Temer (é prá temer, mesmo) o seu PT, de Lula, de Dilma, de Dirceu e"tutti quanti" não é nem consegue nada. Principalmente no Congresso. É só tentar para ver. Aqui é assim: quanto menos qualidade, mais eleitorado tem.

Por falar em faca no pescoço, no de Celso Daniel, de quem Gilberto Carvalho foi secretário de Governo (sempre nas secretarias, não é G. C.?!), puseram faca e tudo e, por incrível coincidência, S. Exa. também estava lá! Toc, toc, toc...

Bem, há um abismo enorme entre um simples prefeito do ABCD paulista e uma "presidenta" da República. Principalmente quando o próprio partido político do coitado do prefeitinho é contra seus atos de moralização na captação dos... "recursos não contabilizados". Chique "no úrtimo", não?

João Guilherme Ortolan guiortolan@gmail.com

Bauru

 

 

 

 

 

 

_________________________________

 

 

 

 

 

 

DO CONTRA

O leitor sr. Arnaldo Luiz de Oliveira Filho, ontem, neste Fórum, disse achar exagero o pessoal já ser contra o futuro governo Dilma. Ora, sr. Arnaldo, o Lula e o PT todo foram contra todos os governos eleitos desde a ditadura, inclusive com slogans tipo "FORA FHC", e governou durante oito anos com popularidade inédita graças à "herança maldita" de FHC. Dilma nem começou e os juros e a inflação já subiram, e vêm mudanças para todos na economia pós-gastança destes dois anos de campanha eleitoral e abafamento da crise. Pelas indicações que temos, não dá para ser a favor.

 

Francisco da Costa Oliveira fco.paco@uol.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

_________________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

FIM DO CRÉDITO FÁCIL

Parabéns ao missivista sr. Luiz Dias, pelo comentário a respeito da política econômica. É a pura verdade e verdadeiro o que é informado, o que a grande maioria dos cidadãos com alguma escolaridade e inteligência confirma, obviamente com acesso a leitura de jornais e revistas. Estranho mesmo que quem deveria tomar conhecimento e providências não o faz, que são a Justiça Eleitoral e o Ministério Público, tendo em vista o que foi feito em nosso país nada mais é do que um crime eleitoral, também conhecido por estelionato eleitoral. E fica por isso mesmo? Nem imaginar que o nosso Judiciário não enxergue nenhuma irregularidade, ou está agindo com leniência ou conivência. O fato é tão grave que ainda ontem o sr. Guido Mantega, atual e futuro ministro da Fazenda, deu prosseguimento a outros tantos cortes de despesas, chegando a determinar paralisações de obras, etc.. Como é simples de verificar, a situação é caótica!

M.A.Gallão mgallao@terra.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

_________________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

GENIALIDADE PRESIDENCIAL

Então, chegou a hora. O cara enganou a todos, que acreditaram em suas ideias e compraram, gastaram, se endividaram sem um mínimo de bom senso. A nova classe média comprou automóvel, casa, utensílios... gerando um aumento nos produtos - apartamentos com uma gordura de 40% -, graças aos financiamentos do SFH. Enfim, gastaram a torto e a direito e agora, como será o amanhã dessas pessoas que caíram na conversa do "home" e ficaram numa situação de inadimplência descabida? Aí está mais uma das genialidades do "cara", liberou geral e agora, quando a bomba cair e a população acordar, todos vão crucificar a presidente eleita, que não sei como conseguirá alinhar essa economia totalmente descontrolada. Pobre Brasil, taí o povão novamente pagando pela irresponsabilidade desse presidente enganador.

Laert Pinto Barbosa laert_barbosa@ig.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

_________________________________

 

 

 

 

 

 

 

COMPRA DOS CAÇAS

Espero que a presidente Dilma seja coerente nesta decisão e opte pelo melhor. Embora defendida pelo presidente Lula, sabemos que a pior opção, disparada, são os Rafale.

Quais forças ocultas levam o presidente a optar pelo pior? Seriam os famosos Romanée Conti, tão apreciados pelos atuais governantes?

Presidente Dilma, mostre sua independência!

 

 

Helio Luiz Boturão heliobot@uol.com.br

Rio de Janeiro

 

 

 

 

 

 

 

_________________________________

 

 

 

 

 

 

 

GUERRA OU GRANA?

 

O governo não pode gastar nosso dinheiro com armas de guerra - aviões, submarinos, etc. Qual é a justificativa para isso? Esses bilhões de reais deveriam ser aplicados aqui, na saúde, na educação e na nossa segurança interna - polícia bem paga, bem equipada e bem preparada. O governo tem de se preocupar com o que está nos matando agora, não com o que hipoteticamente poderá nos ameaçar amanhã. Está parecendo síndico mal-intencionado que precisa fazer obras, mesmo que desnecessária, para ganhar "algum".

José Carlos Saliba fogueira2@gmail.com

São Paulo

 

 

 

 

 

_________________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

ALÔ, ALÔ, OPOSIÇÃO!

 

 

O governo continua querendo gastar nosso dinheiro a esmo. Os senhores continuam em recesso? O período eleitoral já se findou e os seus salários estão sendo pagos em dia e à nossa custa. É bom acordar, o sonho acabou.

Leila E. Leitão

São Paulo

 

 

 

 

 

_________________________________

 

 

 

 

 

 

 

CIDADANIA

Recado ao corajoso jovem, Marco Paulo dos Santos, demitido pelo presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Ari Pargendler, matéria relatada no caderno Aliás deste domingo: parabéns pela sua atitude digna, ao enfrentar o ministro, registrando queixa por "injúria real". Meus cumprimentos também à sua testemunha, a estudante de Direito Fabiane Cadete, que presenciou a falta de decoro do ministro. O caso foi encaminhado ao Supremo Tribunal Federal ( STF ) e está correndo em segredo de Justiça e nas mãos do ministro Celso de Mello, que, como relata a reportagem, não tem por hábito "sentar em cima" dos casos mais polêmicos. Que Deus o ilumine e que a cidadania brasileira seja respeitada nesse lamentável acontecimento.

 

 

Eduardo Augusto de Campos Pires eacpires@terra.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

_________________________________

 

 

 

 

 

 

 

DESCE DAÍ, DR. ARI!

 

 

Quem você pensa que é, dr. Ari? Seu cargo de presidente do STJ não lhe dá o direito de menosprezar quem quer que seja, muito menos outro cidadão, que nada fez para merecer os disparates da sua soberba. Fiquei revoltado diante da notícia publicada no Aliás sobre a sua prepotência contra um jovem que, embora cidadão comum, tem os mesmos direitos e deveres que você, seu covarde. Cumprimento a brasiliense Fabiana Cadete pelo seu testemunho a favor do jovem Marco Paulo dos Santos e o advogado que vai defendê-lo da sanha desse raivoso e arbitrário juiz. Espero ainda que o desassombrado ministro Celso de Mello não se exima de julgá-lo, como fez a ministra Ellen Gracie, alegando ser amiga desse despótico mau colega, e que o "Estadão" não se omita, deixando de publicar este meu protesto.

 

 

Affonso Rocha affonsorocha@terra.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

_________________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

LEI ÁUREA TAMBÉM?

Em Brasília, um arrogante poderoso prepotente demite aos berros o humilde estagiário, violam o sigilo de um simples caseiro e, antes disso, foi o pobre motorista a perder o emprego ao ser leal ao País e à sua consciência... Também em Brasília corre em inexplicável "segredo de Justiça" o processo trabalhista de um garçom de certo Ministério que teve jogado em sua cara o cafezinho fervente por uma destemperada e poderosa senhora que agora, então, é mais poderosa ainda, restando saber se o destempero aumentará ou não com mais poder...

A continuar assim lá na capital do País da "justiça e igualdade social" (e o povo pelo elevador de serviço!) eu me pergunto: quando irão revogar a Lei Áurea?

Paulo Boccato pofboccato@yahoo.com.br

São Carlos

 

 

 

 

 

 

 

_________________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

A MORTE DA JUSTIÇA ANUNCIADA PELOS SINOS

Mais uma vez tomo a liberdade de me ater a um excelente texto do inesquecível José Saramago, escritor da humanidade que nasceu em Portugal. Trata-se de um texto lido na cerimônia de encerramento do Fórum Social Mundial de 2002, chamado "Este mundo da injustiça globalizada".

O texto descreve um fato notável ocorrido na vida camponesa no século 16 nos arredores de Florença, na Itália. Estavam os camponeses a trabalhar em suas casas e no cultivo, entregues a seus afazeres, quando de súbito se ouviu soar o sino da igreja. Naqueles piedosos tempos os sinos tocavam várias vezes ao longo do dia.

Mas causava estranheza que o sino tocava em razão de um falecimento e ninguém havia falecido naquela aldeia que pudesse fazer com que o sino assim soasse. Todos saíram às ruas, mulheres, crianças, homens que deixaram as lavouras, e em pouco tempo estavam todos reunidos no adro da igreja.

Instantes depois, para surpresa de todos os presentes, um camponês apareceu, e não era o sineiro. Diante da indagação dos camponeses, o homem afirmou que na ausência do sineiro ele havia tocado o sino. Mas quem morreu, então?, perguntou um camponês. Não morreu ninguém, ao menos ninguém que tivesse nome e figura de gente, toquei o sino em virtude da morte da Justiça, pois a nossa Justiça está morta.

Aqui, no Brasil no ano de 2010, no século 21, temos a exata sensação daqueles camponeses do século 16, o sentimento inabalável de que a Justiça no Brasil morreu. Ela é velada diariamente por gente humilde, por ricos nababescos, por todos, enfim, numa prece contínua e de muito sofrimento para a nossa Nação.

Ela morre a cada dia e não renasce, pois quando respira ofegante e condena, por exemplo, um médico a cumprir pena de 278 anos, no mesmo momento antes de ele sair do tribunal algemado, já está solto, para permanecer em liberdade enquanto seu advogado consegue um lindo recurso para que o monstro da medicina possa ficar em casa sossegado, aguardando, assim como o criminoso Pimenta Neves, seu recurso sair da gaveta do Judiciário.

A Justiça morre quando percebemos que os trabalhadores são tratados de forma desigual e desumana pela Justiça Trabalhista, que deveria por princípio defender os direitos do trabalho.

Outro dia o STF reformou uma sentença em que o trabalhador havia vencido por unanimidade. A empresa havia entrado com embargos declaratórios e mesmo assim obteve ganho de causa, quando o aludido instrumento não serve para esse propósito.

As pessoas menos favorecidas nem sabem que a Justiça existe, pensam que ela morreu no século 16, como no texto de Saramago. Isso porque a população sabe que mesmo que cometessem o mesmo crime, pessoas pobres e pessoas ricas têm direitos diferentes dentro das mesmas leis e das mesmas cortes.

Os mais humildes sabem que jamais poderão pagar a um advogado para defendê-los nas instâncias superiores, em Brasília, assim como o fazem deputados, empresários e a casta nobre do País.

Nossa Justiça pende para um lado da Nação, nossa Justiça se contradiz nos seus processos empoeirados que traduzem a perversa lógica do quanto pior, melhor para ela, que agoniza, que morre e que não renasce. A espera do resultado de processos por décadas é o atestado de óbito de uma Justiça que morre todos os dias no Brasil.

 

 

Rafael Moia Filho rmoiaf@uol.com.br

Bauru

 

 

 

 

 

 

_________________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

CRIME NO ITAIM

 

 

A "última" da especulação imobiliária é que agora eles querem avançar nos imóveis públicos.

Estão querendo destruir toda a quadra das Ruas Cojuba, Lopes Neto e Avenida Horácio Lafer, no Itaim, com apoio da Prefeitura (!).

Entre outros imóveis públicos querem destruir, uma antiga residência da família Couto de Magalhães e também a linda Biblioteca Anne Frank, com seu lindo jardim.

A população do Itaim (e de toda São Paulo) tem a obrigação moral de lutar contra esta ameaça estúpida e repugnante.

 

José Roberto Andrade Amaral roberto_arquiteto@yahoo.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

_________________________________

 

 

 

 

 

 

HUMBERTO WERNECK

Ah, se todas as coisas com que tivéssemos de nos acostumar fossem boas como a presença luminosa de Humberto Werneck nas manhãs de domingo! Parabéns ao Estadão por mais esta feliz escolha.

Sônia Barros barros.sp@gmail.com

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

_________________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

ESCOLA ESTADUAL CAETANO DE CAMPOS

Fiquei encantada com a reportagem sobre a Caetano de Campos, falando da turma que se formou em 1965. Os formandos têm a minha idade.

Gostaria de deixar registrado que meu pai, Livio Euler de Araujo, formou-se no mesmo Ginásio da Caetano em 1941. Hoje ele tem 85 anos e há 19 anos organiza a reunião dos ex-colegas todo mês de setembro.

Em 1981 reuniram 61 pessoas (de uma turma de 125) e no último setembro conseguiram 26 participantes de 85 anos. Ainda o orador da turma, encarrega-se do "discurso" anual. Cantam, leem poesias, contam anedotas e fazem um lanche juntos.

Vale salientar que tanto a diretora do seu tempo - professora Carolina Ribeiro - quanto a maioria dos professores eram oriundos de Itapetininga, um centro de letras e conhecimento daquela época.

Talita A. M. Ribeiro escrevapratalita@terra.com.br

São Paulo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.