Cartas - 08/06/2011

DEMISSÃO DE PALOCCI

, O Estado de S.Paulo

08 Junho 2011 | 00h00

Já foi tarde

O ministro Palocci deixou o governo ou o governo deixou o ministro Palocci? Seja qual for a resposta, é a segunda vez que "saíram com ele". Esperamos que agora seja definitivo. E que desta vez a presidente Dilma tenha acertado com a nova ministra da Casa Civil, Gleisi Hoffman.

VIRGÍLIO MELHADO PASSONI

mmpassoni@gmail.com

Jandaia do Sul (PR)

________

Enfim...

... retirou-se de novo. Mas, é claro, as investigações sobre seu deslumbrante e rápido aumento patrimonial, como nunca antes se viu neste país, devem continuar.

PEDRO LUÍS DE C. VERGUEIRO

pedrover@matrix.com.br

São Paulo

________

Oportunismo

A decisão do ministro Palocci por certo não vai encerrar o drama de que ele é o agente principal. Mas vai limitar as atitudes de oposicionistas oportunistas que não buscavam propriamente a apuração dos fatos - o que as CPIs já demonstraram não conseguir alcançar. Que agora continuem as apurações, mas sem conotação político-partidária. E que o governo de que ele fazia parte consiga atuar de forma a atender aos reclamos do povo brasileiro, e não de grupos de oportunistas de ambos os lados.

URIEL VILLAS BOAS

urielvillasboas@yahoo.com.br

Santos

________

De volta à grana preta

Até que enfim Palocci largou o cargo. Parte agora para a dedicação plena ao seu mister de "consultor", ganhando uma grana preta de seus insondáveis clientes. Não faltarão empresas ávidas por informações "quentes". José Dirceu terá um importante concorrente. A conferir.

LEILA E. LEITÃO

São Paulo

________

Deu a lógica

Financeiramente falando, não teria sentido Palocci continuar como ministro da Casa Civil, deixando de lado uma carreira tão bem-sucedida como consultor.

ODILON OTÁVIO DOS SANTOS

os.snts@ig.com.br

Marília

________

Cai o mestre do lucro

A que ponto chegamos! Foi preciso a ajuda indigesta do procurador-geral da República, Roberto Gurgel, para que o ex-ministro Palocci tivesse uma saída honrosa do governo. Ou seja, quem não tem padrinho morre pagão... Enquanto isso, milhões de brasileiros que jamais tiveram motivos para serem investigados por ilegalidades não conseguem uma saída honrosa para ter comida na mesa, emprego, atendimento à saúde, etc., e continuam indigentemente presos socialmente. Mas o Palocci do Lula, que se contar o que sabe da cúpula petista cai o Planalto, é presenteado, além dos R$ 20 milhões recebidos em tempo recorde e não explicados, com salvo-conduto até do crime contra o caseiro Francenildo. Mas aguardem, irmãos brasileiros. Como Lula não tem compromisso com a ética, é capaz de emprestar a Palocci o seu crédito eleitoral, que ainda é enorme, para as eleições de 2014, porque a sua "cria" Dilma já demonstra não ter aptidão para o cargo. Esse é literalmente o Brasil do PT.

PAULO PANOSSIAN

paulopanossian@hotmail.com

São Carlos

________

Desgaste desnecessário

O governo Dilma Rousseff sofreu um desgaste desnecessário, mais uma vez patrocinado pelo ex-ocupante da Presidência, quando fez e desfez escolhendo alguns nomes, dentre eles o de Palocci, e dona Dilma foi obrigada a aceitar. Como é costume do sr. Luiz Inácio passar a mão na cabeça dos petistas que causaram grandes prejuízos ao País, Palocci não tinha condições de ocupar a Casa Civil, após ter sido obrigado a deixar o Ministério da Fazenda por conduta irregular. E como prêmio voltou ao governo, causando mais um descalabro regulamentar. Neste momento, os 44 milhões de eleitores que votaram contra esse terceiro mandato provam mais uma vez que estavam certos. E o País vai pagando um pedágio muito pesado à conta de projetos e ambições pessoais. O mais assustador é o fato de esse governo ainda não ter completado seis meses de mandato. O que mais nos espera?

SERGIO EDUARDO STEMPNIEWSKI

sergueistemp@uol.com.br

São Paulo

________

Desde Ribeirão

O sucesso da economia no governo Lula deveu-se a Henrique Meirelles e Palocci, que tiveram a sabedoria de continuar com as diretrizes de Itamar Franco, FHC e Pedro Malan. Palocci é um homem de talento, mas, inegável e desgraçadamente, tem mostrado uma recorrente incapacidade de se manter longe e livre da desonra, desde Ribeirão Preto.

MARIA JOSÉ MARTINS JUNQUEIRA

elued@hotmail.com

São José do Rio Pardo

________

Política do toma lá dá cá

No Brasil, para tristeza dos homens idealistas e honestos, cada vez mais a ciência política se transforma em negócio.

OSCAR ROLIM JÚNIOR

rolimadvogado@ibest.com.br

Itapeva

________

Impunidade

Penso que as pessoas, principalmente "as investidas em cargos públicos", que praticam os mais diversos crimes deveriam saber que as crianças atualmente já nascem "com chip", são antenadas e percebem as maracutaias com poucos anos de idade. Criança faz o que a gente faz, e não o que a gente fala. "Conselhos são anões e exemplos são gigantes." Que referência elas terão? E os adolescentes? Com a impunidade que há em nosso país, fica bem claro que o crime compensa... Uma vergonha!

EMÍLIO CARLOS "KAKÁ" DOS SANTOS, secretário municipal de Educação, Esportes e Lazer

kkrodeo@hotmail.com

Barretos

________

Petróleo à vista!

Atenção: nos próximos dias mais uma grande jazida de petróleo do pré-sal será descoberta! Como sei? Ora, por causa das estripulias de Palocci, Dilma sofreu um grande desgaste político e sabe-se que o governo teve acesso a pesquisas que mostram o dano causado pelo agora ex-ministro à imagem da presidente. Os resultados apontam uma queda de 15 pontos porcentuais na avaliação positiva de Dilma. Portanto, vem aí mais petróleo!

MARA MONTEZUMA ASSAF

montezuma.scriba@gmail.com

São Paulo

________

"Palocci deu-se bem. Mais uma vez sai impune, só que desta vez com os bolsos cheios"

HUMBERTO SCHUWARTZ SOARES / VILA VELHA (ES), SOBRE A DEMISSÃO DO MINISTRO

hs-soares@uol.com.br

"O sr. Roberto Gurgel está mais para procurador da ré pública do que procurador da República"

CLAUDIO JUCHEM / SÃO PAULO, SOBRE O ARQUIVAMENTO DAS DENÚNCIAS CONTRA PALOCCI

cjuchem@gmail.com

"Inversão de valores: políticos corruptos soltos e bravos cidadãos presos. Este é o Brasil do PT!"

MARIA REGINA ALVES BARBOSA / SÃO PAULO, SOBRE OS BOMBEIROS DO RIO DE JANEIRO

mre_barbosa@hotmail.com

________

VOCÊ NO ESTADÃO.COM.BR

TOTAL DE COMENTÁRIOS NO PORTAL: 1.750

TEMA DO DIA

Anvisa alerta sobre ração humana

Substituição das refeições pode gerar problema de saúde devido à carência de nutrientes, diz agência

"Acho o nome por si só uma piada pronta!"

JAMES SOUTO

"Na verdade, essas rações contêm mais nutrientes que uma coxinha que como quando não vou almoçar em casa."

LUCIANA LEITÃO

"Já expliquei para pacientes que a tal ração humana não vale nada, não substitui nada. Pode até ser usada como um complemento de fibras alimentares e nunca substituir uma refeição."

CARLOS CARVALHO

________

Cartas enviadas ao fórum dos leitores, selecionadas para o estadão.com.br

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

PALOCCI

 

Caiu...

 

Celia Henriques Guercio Rodrigues celitar@hotmail.com

Avaré

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

ENRIQUECIMENTO DE PALOCCI

 

Muito interessante para a Nação. Palocci sai para ser esquecido pela mídia, para não ter de devolver o dinheiro, o cerne da questão: o enriquecimento rápido em apenas quatro anos. Então, não devolverá o dinheiro? Se não devolver, de nada adiantará seu afastamento.

Alberto Nunes

Itapevi

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

PODER E DINHEIRO

 

É difícil não associar poder ao dinheiro. Com poder se ganha mais facilmente o dinheiro. E com dinheiro se chega mais facilmente ao poder. Ambos caminham juntos! Muitos vendem à alma, a moral, a honra, a dignidade, etc. para as tais conquistas! Isto acontece em quase todos os setores da sociedade. Mas nada se compara e nos traz tanta indignação como na esfera política. Como o caso de corrupção da prefeitura de Campinas e dos incontáveis casos do governo federal, onde o ministro Palocci é o "cara" da multiplicação. Enfim, um escritor e intelectual, do século 19, expôs uma frase que pertence muito ao século 21: "de tanto ver triunfar as nulidades; de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça. De tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar-se da virtude, a rir-se da honra e a ter vergonha de ser honesto" (Rui Barbosa). Conclusão: existe esperança para mudança quando envolve poder e dinheiro? Difícil, né?

 

Alex Tanner alextanner.sss@hotmail.com

Sumaré

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

DE VOLTA ÀS CONSULTORIAS

 

 

Foram estranhas as "explicações" do agora ex-ministro Palocci, que, outrora bem-sucedido financeiramente em suas consultorias, as tenha deixado para desfrutar do convívio dos "cumpanheiros"...

 

 

Anízio Menuchi amenuchi@uol.com.br

Praia Grande

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

PARA QUE SERVE A DECLARAÇÃO DE IR?

 

 

Nós, brasileiros, temos motivos de sobra para nos revoltarmos. Depois que ouvi do procurador-geral da República, Sr. Roberto Gurgel, a seguinte declaração: "Não tipifica como crime a incompatibilidade entre o Patrimônio e a renda declarada", meu Deus, fiquei com pena dos meus amigos contadores. A vocês, aqui vão os meus votos de solidariedade. Vocês, que não medem esforços para que tipificar (usando o termo do procurador), ou melhor, dizendo, para justificar todo enriquecimento, todo aumento de patrimônio, enfim, vocês que lutam para que seus clientes não caiam na chamada "malha fina", são agora reféns de uma algoz declaração dessa. Para que serve, então, a Declaração de Imposto de Renda (IR)? Se o problema deles é político, se querem tapar o sol com a peneira, enfim, se querem livrar a cara desse bandido do Palocci, que usem as suas armas: comprem os votos, ameacem os cargos, usem todo tipo de má influência em que são exímios. Mas não queiram passar a nós, brasileiros, uma imagem de que somos idiotas; não queiram subestimar a nossa inteligência nos colocando no papel de ignorantes. Façam um levantamento e verão quantos brasileiros já foram pegos na declaração de IR por não justificar o aumento de patrimônio. Façam um levantamento e procurem ver as declarações de quem pagou para que o ministro multiplicasse em 20 vezes o seu patrimônio. Vejam se está tudo ali declarado (bonitinho), igual nós temos de fazer todo ano. E que Deus ajude os contadores e todos nós.

 

 

Mário Bezerra Costa mario.bezerra@ig.com.br

Santa Fé do Sul

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

ISONOMIA

 

O recado da Margareth Palocci (7/6, A6) não poderia ser mais eloquente: há que haver isonomia! Afinal, além do Delúbio, do Zé Dirceu, do compadre e do filho do Lula, quem não deu consultoria empresarial?

 

Nilson Otávio de Oliveira noo@uol.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

ÉTICA

A Comissão de Ética Pública da Presidência da República está sendo usada como "consultoria" de ética particular. Ora, como não cabe à Comissão de Ética Pública da Presidência da República dar "consultoria" de ética particular quem tem problemas de ética particular não tem o direito de consultá-la para ela dar solução aos seus problemas de ética particular. Observação: O doutor Sepúlveda Pertence não pode exercer o cargo de "despachante ético" dizendo proceda de tal forma que assim fica ético!

Ney José Pereira neyjosepereira@yahoo.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

É O FIM!

 

Tomando conhecimento de que o procurador-geral da República concluiu que não havia indícios de que o Sr. Antonio Palocci tenha cometido crimes e, vendo nas primeiras páginas dos jornais, a foto do ditador Hugo Chávez cumprimentando "o mágico das finanças" e dizendo "Fuerza, compañero", pergunto: o que mais falta acontecer, para o nosso País acabar de vez?!

 

Eduardo Augusto de Campos Pires eacpires@terra.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

IMPUNIDADE

 

Na foto publicada segunda-feira pelo Estadão, onde aparecem quatro ministros, entre eles o ex Antonio Palocci, rindo completamente à vontade, provavelmente da nossa cara. E, a seu lado, Fernando Pimentel, que com sua mão parece querer cobrir o rosto - deve ser de vergonha. A foto mostra muito bem o momento de impunidade em que passa o País.

Angelo Tonelli angelotonelli@yahoo.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

DELENDA PALOCCI

 

A presidente Dilma tem ainda uma oportunidade de mostrar determinação no combate a tais desmandos. Basta convidar para ocupar o cargo o Dr.Fausto de Sanctis, juiz considerado a maior sumidade nos crimes de lavagem de dinheiro.

Caio Lucchesi cblucchesi@yahoo.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

RENDA E PATRIMÔNIO

Encerrou-se o caso Palocci: "A lei penal não tipifica como crime a incompatibilidade entre o patrimônio e a renda declarada". Sai da berlinda Palocci e entra o procurador Gurgel, que nada achou. Depois de explicar essa saída juridicista e "pilatiana" para nós ignorantes, seria interessante que o chefe do Ministério Público da União e do governo federal, ministro Gurgel, abrisse algumas revistas de fim de semana, como eu fiz e quase caí da cadeira. É uma sucessão de denúncias sérias sobre rendas e patrimônios de conhecidos políticos incompatíveis com a moralidade que deveria prevalecer no exercício de cargos públicos. A menor e mais séria é frase do ex-presidente Lula à ministra do Meio Ambiente registrada no último número da revista Veja: "P...Izabella, você está me prometendo isso desde agosto" ao referir-se à licença ambiental definitiva para a construção da Usina de Belo Monte. Coincidentemente, ela foi liberada no dia primeiro deste mês...

Eduardo José Daros abraspe@transporte.org.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A LEI...

Palocci é médico por formação; foi deputado federal e é homem fortíssimo do PT; foi ministro da Fazenda e se envolveu com a quebra ilegal do sigilo bancário do caseiro de Brasília; monta escritório de assessoria econômica em São Paulo e multiplica seu patrimônio por 20 em apenas quatro anos; compra imóveis no valor total de quase R$ 8 (oito) milhões neste período; paga aluguel de um apartamento que beira os R$ 20 (vinte) mil por mês e pertencente a um "laranja". No entanto, o senhor procurador-geral da República não vê nisso tudo indícios de venda de prestígio? Corrupção ativa e passiva? As empresas que o procuraram foram atrás de seus conhecimentos econômicos? O senhor procurador-geral, para investigar, não mais aplica o princípio universal: "na dúvida, deve agir em favor da sociedade"? Se isso for verdadeiro, nesta parte, está derrogado o Código de Processo Penal e todo o avanço processual-democrático conquistado em séculos. Lamentável, para dizer o mínimo.

 

Sebastião Vanderlei Pinheiro vanderlei106@terra.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

E OS CONTRATOS?

 

Particularmente no serviço público, diferentes contratos de consultoria têm sido transformados em trabalho um pouco estranho. Antes, os órgãos públicos eram mais bem estruturados e o quadro fixo de funcionários concursados oriundos de boas universidades tinha conhecimento profundo dos problemas da sua área. Algumas consultorias eram feitas apenas por exigências legais, mas costumava-se dizer que altos volumes de textos, gráficos e desenhos apresentados pela consultoria somente serviam para aumentar a altura das cadeiras dos funcionários baixinhos. Hoje com a terceirização, quarteirização e até quinteirização os órgãos públicos perderam a noção de conjunto e não existe mais aquela "filosofia" técnica e administrativa que permanecia mesmo com a mudança de governo. Neste campo hoje o trabalho de consultoria às vezes têm consistido num conjunto de análises e pareceres de especialistas que sequer se conhecem bem e os resultados permanecem nos "dvds", "cds" e programas de computadores "ad aeternum". Os importantes mesmo agora são os contratos!

 

Luiz Antonio da Silva lastucchi@yahoo.com.br

Ribeirão Preto

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

COMPROMISSOS

 

 

O cumpanheiro Palocci, acobertado pelo PT, não pode divulgar as empresas que o fizeram milionário num piscar de olhos, porque há uma cláusula contratual de confiabilidade, leia-se, segredo de maracutaia que elegeu a Dilma. E qual é a cláusula que ele tem com os seus eleitores? E com os eleitores que não votaram nele, mas pagam os seus pomposos salários? É o vale tudo pelo puder e o passa-moleque nos pobres eleitores brasileiros!

José Alberto de Paiva alpai12@yahoo.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

DE BERÇO

 

O que os bebês fazem em seu berço, os petistas fazem no berço político.

Fiore Scogna zoraidescogna@yahoo.com.br

Guarulhos

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

ONDE ELE ESTÁ?

 

 

Quando eu era mais nova, eu tinha um livro chamado "Onde está o Wally?", e é muito simples associar o livro ao governo da nossa ilustre Dilma. Como? Muito simples, me lembro a cada momento em que vejo escândalos, como o de Palocci, eu inocentemente procurando o Wally. Aquele Ser Humano, que eu achava impossível de encontrar no meio daquela multidão de pessoas, aquele que me daria a liberdade de ir para a próxima página. O Wally pra mim, é simplesmente aquele político que todos nós estamos procurando. O político que teremos o orgulho de dizer que é sim, um brasileiro. O político que nos dará a liberdade de seguir em frente, para a próxima página com outros objetivos. O político que está no meio da multidão do governo de Dilma Rousseff que vai fazer a maior diferença, aquele que precisamos para colocar o nosso país em direção da ética, e não em direção da corrupção. A única certeza que posso ter no momento, é que o nosso querido político, está lá, no meio de todos os outros, se usa blusa listrada vermelha e branca, não sei, mas sei que esconde consigo, um grande potencial. Agora pergunto aos brasileiros, cabe à nós encontra-lo ?

 

 

Amanda Caldeira Augusti amandaaugusti13@gmail.com

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

ALOPRADOS

 

Faz algum tempo que um partido político, apresentava-se como único salvador da pátria, era o verdadeiro, protótipo da ética, seus membros eram contra todas as medidas, lutavam ferrenhamente contra o reajuste apresentado pelo governo para o aumento do sal. mínimo, e o povo acreditou, hoje eles aprovam o menor reajuste do mínimo e os aposentados, eles torcem para que morram logo... Hoje alguns fatos são esquecidos com muita naturalidade, 2 prefeitos foram assassinados ( eram do mesmo partido e sabiam demais), a justiça se faz de desentendida, os aloprados e mensaleiros continuam por ai como se nada tivesse acontecido, os aliados, ex presidentes( vocês sabem quem são) e também a atual,além de deputados e senadores blindam um ministro. Os fatos nos mostram como o povo foi enganado e continua a ser tratado como verdadeiro trapo humano, a justiça não existe, a saúde vai de mal a pior, o ensino então nem se fala. Sempre foram contra as privatizações de empresas que só davam prejuízo, hoje elas dão lucro ao país em impostos,etc. Agora eles vão privatizar, ai todos aplaudem, pois eles podem. Veja onde estão por ex. Tiririca e João P.Cunha, não precisa dizer mais nada. O espetáculo do crescimento, das verbas para apaniguados e para os abusos dos reparativos para a copa do mundo, ou melhor da vergonha que se apresenta a cada dia é estarrecedor. Este é na verdade um país dos descasos e das mutretas. Será que eles sabem o significado da ética? Será realmente este um país sério? Tinha muita razão Rui Barbosa.

 

 

José Fernandez Rodriguez cholo@terra.com.br

Santos

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A QUEDA DE PALOCCI

Ontem, ele foi um pilar. Hoje, não tem chão. O rei está nu. Sem qualquer coberta à perversão: silenciosa abundante corrupção. A sua queda é apenas uma transição, do império do crescimento econômico à queda da máscara. E agora? É só efeito da podridão.

Alice Arruda Câmara de Paula alicearruda@gmail.com

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

FÔLEGO DE GATO

 

Acabei de saber que o Palocci, aquele que nos fez de "palhóçços" durante tanto tempo, jogou a toalha. O cara tem fôlego de gato. Em Ribeirão Preto foi prefeito duas vezes. No primeiro mandato esteve envolvido na roubalheira do "lixo". No segundo, esteve envolvido na roubalheira do "esgoto". Depois, no governo Lula, foi bisbilhotar a conta corrente do seu caseiro e se danou. E nos últimos tempos resolveu abrir uma consultoria chamada "PROJETO, do eu sózinho" e ganhou dinheiro igual ao "lixo" lá de Ribeirão. A presidente Dilma vai ter de enfrentar o ajuntamento do PMDB, comandado pelo vice-presidente Michel Temer, e o pessoal do PT. Já estão falando no nome da senadora Gleise, PT-PR. Façam suas apostas. Reforma Política, já!

 

Wilson Gordon Parker wgparker@oi.com.br

Nova Friburgo (RJ)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

ARTICULADOR POLÍTICO

 

Quando chegarem as eleições, veremos novamente uma oposição negligente, reles, que nem se lembrará do caso Palocci e de muitos outros casos, negando ao eleitor melhores opções. Se José Serra tivesse se permitido ser o vice de Aécio, ou se Aécio tivesse concordado em ser o vice de Serra, certamente Dilma teria muitas dificuldades e com certeza o PT não estaria no governo. Falta à oposição um grande articulador político que seja ouvido e respeitado.

Alberto Nunes albertonunes77@hotmail.com

Itapevi

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A FARRA NA TELEBRÁS

 

O episódico enriquecimento do Antonio Palocci tem dominado a midia nas ultimas quinzenas , não sem razão , num espetáculo de desfaçatez e " me engana que eu gosto " de fazer inveja às melhores encenações de nossas novelas televisivas. Porém , falar sobre o reino da fantasia chamado Telebrás , insistentemente recriado pelo bando petista para atender a seus anseios megalômanos , pouco ou quase nada se vê . Exceção seja feita ao incansável colunista Ethevaldo Siqueira , uma voz praticamente isolada neste vazio de indignação em que este indigitado país se transformo. Em termos de dimensão e encaminhamento , a recente licitação da Telebrás excede significativamente o ocorrido no episódio Palocci mas pouca menção ocorre na midia ou , mais grave ainda , no Congresso Nacional. E é disso que se trata. mais grave que os atos e motivações petistas no " affaire Telebrás " (ainda que cada vez mais ousados) , espanta - para dizer o mínimo - a ensurdecedora mudez da oposição sobre o tema , neste e em tantos outros temas graves que ocorrem neste país. É fato que a oposição é uma minoria de poucas armas mas , ao menos , poder-se-ia ver seus principais representantes denunciando enfaticamente pelo menos os atos mais sórdidos deste desgoverno que enfrentamos. Como não encontram eco no plenário das Casas Legislativas, deveriam procurar caminhos em outros veículos (a internet é hoje uma arma poderosa ...) para elevar sua voz de encontro à desilusão dos cidadãos dignos que ainda existem neste país.

 

Pedro Paulo Santos santospedrop@hotmail.com

Sorocaba

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O MINISTÉRIO DE DILMA

 

No cenário político uma coisa é certa; em tão pouco tempo de mandato e como "nunca antes na história desse país" um ministério se notabilizou por tanta mediocridade e incompetência. A ministra Ana de Holanda acha que embolsar diárias não tem nada de mais, Paulo Bernardo fazia a mesma coisa, mas por engano; Edison Lobão quando fala em energia é a explícita incoerência que razão alguma possa desculpar. Mantega sem Meireles é um pato fora d'água. Palocci nem vamos falar; pois por onde passou na vida pública deixou as marcas de seu chiqueiro. Mas para um caso especifico a presidente Dilma tem solução imediata, trata-se da expressa incompetência de Fernando Hadad a frente do Ministério da Educação. Poderá lançar mão de um nome da base aliada, - Tiririca, pois dizem que pior não fica; e este pelo menos foi diplomado como alfabetizado pelo Tribunal Eleitoral.

 

Oswaldo Colombo Filho colomboconsult@gmail.com

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

EU SABIA

 

Antes de sair a notícia da decisão do procurador de (in) justiça, no caso do sr Palocci, eu mandei um e-mail para esta coluna dizendo que o mesmo arquivaria todas as mentiras contadas pelo ministro. Pois e sabido que o sr procurador quer se reeleger. Qualquer criança sabe que o ministro mentiu.

 

Boris Spighel boris.spighel@uol.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

MEC ENSINA

 

Na edição de 7/6, a leitora Doca Ramos Mello/São Sebastião, descrevendo sobre o livro do MEC que " ensina" que 10-7=4,acrescento "eles pega peixe e nois paga o pato e enquanto isso os ratos roem tudo o que temos, e assim vamos pagando...

 

Maria de Mello nina.7mello@uol.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

OS BRASILEIROS E A MATEMÁTICA

 

 

 

No Estadão de 6 de junho, na página A18 tem a pergunta em letras garrafais "Porque somos tão ruins em Matemática?". Não precisava de meia página para a resposta, se temos um governo que ensina que 10-7=4 e 16-8-6.

 

Jacques Pennewaert jacques.pennewaert@terra.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

ABSURDOS DO MEC

 

Quem é que paga a conta da impressão dos livros "nóis pega o peixe" e "10-7 =4"? Nesse imbróglio do MEC existem pela menos três custos: Custo financeiro, custo educacional e custo político. Como estamos no Brasil, infelizmente no final quem paga a conta "é nóis memo".

 

Walter Menezes wm-menezes@uol.com.br

São Roque

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

MDF, UMA NOVA SIGLA

Um dos ministérios da nova rês pública, ganhou uma atualização de sigla (alguns outros também já andam merecendo). A merecida mudança de sigla foi concedida ao Ministério da Deseducação e Fartura (MDF). Em menos de um mês, o dito ministério pagou setecentos e trinta mil reais por um livro de valor indiscutível, ele consegue mesmo mostrar que se pode falar errado e ensina como...Terceira pessoa do plural? Depois, investiu o dinheiro da rês pública (isto já é avacalhação), num vídeo que não deveria, mas faz apologia da homossexualidade. Ora senhor ministro, deixe cada um com seus gostos, mas não precisa incentivar. Agora, talvez para dar apoio ao visitante ilustre, o MDF confessa que adquiriu e distribuiu no ano passado, pela bagatela de treze milhões e seiscentos mil reais, uma edição de livro de matemática que explica que dez menos sete dá quatro. Errado ou não (?), ao menos reconhecem que houve "mancada". Ou terá sido apenas para tirar de cena a "procuradoria", que não acha nada, nem mesmo o significado de "vigintúplice"? Que saudades dos meus tempos de criança, quando o que se via ir levado pelas enxurradas eram apenas os barquinhos de papel...Que também sumiam pelos bueiros.

Carlos Delphim Nogueira da Gama Neto carlosgama@croniquetas.com.br

Santos

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

LÍNGUA PORTUGUESA

 

Que diriam Lula e Silvio Santos a respeito desta afirmação do grande estudioso da língua portuguesa, Evanildo Bechara: "Não resta dúvida de que ela é um componente determinante da ascensão social. Qualquer pessoas dotada de mínima inteligência sabe que precisa aprender a norma culta para almejar melhores oportunidades. Privar cidadãos disso é o mesmo que lhes negar a chance de progredir na vida. Para mim, o linguista italiano Raffaele Simone, ainda em atividade, foi quem situou esse debate de forma mais lúcida. Ele critica os populistas que, ao fazer apologia da expressão popular, contribuem para perpetuar a segregação de classes pela língua. Pois justamente é o ensino da norma culta, segundo Rafaelle, que ajuda na libertação dos menos favorecidos"?

 

Conrado de Paulo conrado.paulo@uol.com.br

Bragança Paulista

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

CRÍTICAS SUSTENTADAS

 

O ocupante de um cargo público por eleição ou indicação, nos seus mais diferentes segmentos está sujeito a criticas.Suas atitudes estão sempre visadas, o que é natural e até essencial. Mas é preciso que uma crítica tenha sustentação e não tenha como objetivo o desgaste no campo político. E mais, que não tenha a visão parcial de criticar apenas os adversários. Infelizmente essa situação está virando um fato corriqueiro, com o uso inclusive do espaço proporcionado pela imprensa diária, nas cartas dos leitores. O que exige uma reflexão de quem tem como objetivo maior uma sociedade participativa, onde as opiniões sejam ouvidas, sem imposições.

 

Uriel Villas Boas urielvillasboas@yahoo.com.br

Santos

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

E QUE DESAFIO...

 

Nosso mestre do bom senso político, FHC, em seu artigo, "Novos desafios" no Estadão de 05/06-A2- entre muitas outras observações importantes, e com "Gran Finale", discorre sobre a estúpida intervenção de Lula, no caso Palocci, desmoralizando de vez, a insegura e perdida Chefe do Palácio do Planalto. E aconselha: Presidente Dilma: não desperdice sua chance! O Lula foi salvo pela oposição! E a Dilma terá a mesma sorte?!...

 

Paulo Panossian paulopanossian@hotmail.com

São Carlos

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

NÃO LARGA

 

O povo brasileiro está refém de um ex-presidente que por total incapacidade da atual presidente se vê na eminência de um terceiro mandato escamoteado de Lulla, um personagem, como bem afirmou FHC, em seu último artigo ao Estadão sobre a atual conjuntura, e aos desmandos políticos: "Temos o retorno da metamorfose ambulante operando com o costumeiro desdém aos princípios". Para muitos dos cidadãos esse era o comportamento que se poderia esperar de quem não larga o poder nem morto.

 

Leila E. Leitão

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

MARTA SUPLICY

 

A senadora Marta Suplicy, na noite de 1 de junho de 2011, ao substituir o senador José Sarney na presidência do Senado Federal, ficou com a terrível missão de aprovar várias Medidas Provisórias até a meia-noite. Se essas MPs não fossem votadas até meia-noite, perderiam a validade. A senadora foi escolhida a dedo, pois agiu de forma a confirmar fielmente o que ela disse algum tempo atrás: "política é uma coisa muito suja". Marta Suplicy, quando viu que não ia dar mais tempo de votar as principais MPs, passou por cima do regimento interno da casa, não permitiu mais a palavra da oposição, impôs a ditadura parlamentar e transformou o Senado Federal numa Casa da Mãe Joana. E o Brasil tomou conhecimento deste ensaio de ditadura parlamentar? Não! Somente os que assistiram a TV Senado souberam do fato. O silêncio total sobre este assunto está explicado numa frase do Youtube, quando algum usuário vai copiar e incorporar algum vídeo enviado por alguém que gravou a baixaria: "A incorporação foi desativada mediante solicitação". Marta Suplicy tinha toda a razão: "política é uma coisa muita suja".

 

Wilson Gordon Parker wgparker@oi.com.br

Nova Friburgo (RJ)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

ESPERANÇA

Em entrevista a revista semanal Veja desta semana o senador Demóstenes Torres nos mostra que ainda há esperança para nós, brasileiros honestos e cumpridores da lei, que não compactuam com o que está acontecendo no Brasil nestes últimos anos. Cumprimento a coragem do senador de abordar temas como o fato de ser de direita e o que isto representa. É um dos poucos no Congresso que diz o que pensa sem se preocupar com a militância esquerdista que deturpa o verdadeiro sentido de posições como as dele. O senador aborda temas importantíssimos onde poucos tem a coragem de emitir opiniões sem abaixar a cabeça para as patrulhas que acusam qualquer um que não seja a favor dos exageros que o governo petista tem imposto aos brasileiros de ser partidário de direitas fascistas. Se ser contra cotas raciais e a expansão irrestrita de programas assistencialistas, contra a descriminação das drogas, contra o inchaço do Estado e o desperdício do dinheiro público, defender valores institucionais como leis e democracia, ser a favor de um maior rigor penal contra o crime é ser de direita, então eu sou de direita. O que não é possível é aceitarmos o controle que o governo tem feito da máquina pública estrangulando a atividade parlamentar e permitindo que instituições com o Ministério Público, o Tribunal de Contas e até o STF sejam manipuladas.

 

Maria Tereza Murray terezamurray@hotmail.com

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

BRASIL SEM MISÉRIA

 

Nada mais comum em governos petistas do que recorrer ao assistencialismo em tempos de crise. Se algum ministro apronta, como é de praxe, o jeito é correr para as bolsas, para a velha ajudinha no final do mês - de preferência em dinheiro. Lamentável programas sérios, de distribuição de renda, serem utilizados nos últimos anos como uma mera moeda de troca, um oportunismo barato. Nós, brasileiros, fazemos vista grossa para as falcatruas do Governo Federal. O Governo Federal, por sua vez, finalmente decide atender aos interesses da população realmente carente. Quase nove anos para criar o tal "Brasil sem miséria" e ele vem - pelo menos no papel - só agora, quando os argumentos do nosso velho conhecido Palocci vão se esvaindo. O investimento é alto, com os recursos da classe média, obviamente. Vale contratar atores globais e a melhor equipe de efeitos especiais para promover uma série de propagandas que, em seu verdadeiro objetivo, visam apenas desviar a atenção dos poucos brasileiros que começavam a sair do conformismo e se indignar com tanta corrupção num governo com menos de um ano de existência. E se o Brasil é realmente aquele visto na propaganda, então eu não vejo porquê fazer este tal programa. Na tela da TV, às vezes, eu penso que moro da Europa. Vai entender!

 

 

Thiago C. Andrade thiagocandrade@gmail.com

Recife

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

'CÓDIGO AMBIENTAL INTERNACIONAL'

Parabéns, Sr. Denis Lerrer Rosenfield, pelo patriotismo e lucidez ao tecer comentários sobre o Código Florestal Brasileiro em seu artigo de 6/6 (A2). Como o Sr. muito bem disse, a reforma tem que ser feita por todos e não somente pelos brasileiros. Parece que queremos ser mais realista que o rei. Se o governo quer dar exemplo ao mundo de legislação ambiental, poderia dar exemplo também em outras áreas a saber; como aplicar bem a arrecadação dos nossos famigerados impostos, combate incessante à corrupção, segurança pública decente, saúde e educação de qualidade etc etc. Sugiro que as autoridades reservem uma verba extra para indenizar os agricultores que vão perder receitas com a diminuição de área plantada, além de fornecimento de mudas para o reflorestamento, tratos culturais para um bom desenvolvimento das plantas e assim por diante. Se o governo alegar falta de recursos, as ricas ONGs internacionais poderiam arcar com as despesas.

 

Augusto César Galhardo acgalhardo@gmail.com

Bebedouro

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

DESMATAMENTO

 

Já que no Brasil, desde Cabral, foram derrubadas 2,6 bilhões de árvores (2/6 - A18) para efeito de comparação e para que sejam definidas as responsabilidades deveríamos saber quantas árvores foram derrubadas na Europa e nos Estados Unidos nos últimos 500 anos.

Gustavo Guimarães da Veiga gjgveiga@hotmail.com

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

DENIS ROSENFIELD

 

 

Há muito tempo não tinha a oportunidade de ler um artigo tão justo, perfeito e atual como este. Todos os povos e nações independentemente de raça, cor, língua devem zelar pelo bem comum de toda o planeta, pois o interesse em sua preservação é coletivo, não do povo ou nação previamente escolhidos. Parabéns ao autor do artigo pelo discernimento do que é bem coletivo e a responsabilidade que cada um deve ter para com ele.

 

Saulo Antonio Melo Siqueira saulomelosiqueira@uol.com.br

Cássia (MG)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

NÃO SÃO SANTOS

 

Excelente o artigo de Denis Rosenfield publicado na pág. A2 do Estado de 06/-6, a respeito da necessidade dos USA e Europa também terem suas reservas legais e áreas de proteção ambiental permanente, da mesma forma que o Brasil. Não sou contra protegermos o meio ambiente, nossas florestas etc., mas este artigo abriu os meus olhos, e certamente abrirá daqueles que pensam acreditar que as ONGs, sob a fachada de proteção das nossas florestas, na verdade são financiadas justamente por países do primeiro mundo que, simplesmente, devastaram sus florestas, e ainda assim estas ONGs não fazem a mesma pressão para que tais países façam o mesmo o que exigem do Brasil. E a razão é bem simples: USA e Europa protegem seus agricultores, vale dizer, fazendas lá e florestas aqui. Quero que o Brasil tenha as mesmas matas existentes aqui por ocasião do descobrimento, não é mesmo? Na verdade não é nada disso, o que estes países querem é dizimar com a nossa pecuária e agricultura, que tanto incomoda estas mesmas atividades nos países do primeiro mundo e, com isto, fazer com que o próprio Brasil passe a importar tais mercadorias. Por coincidência, o Deputado Aldo Rabelo, relator do novo Código Florestal, em entrevista ao programa Roda Viva, da Band, neste último domingo, disse exatamente as mesmas coisas que o articulista, inclusive citando um exemplo ocorrido com o que aconteceu com os plantadores de tomates da África, que foram dizimadas por não conseguirem competir com os subsídios dados pelos países ricos da Europa aos seus agricultores. Resultado: agora formam enormes bolsões de fome conforme amplamente demonstrado pela televisão. E, pasmem, segundo o deputado, a ONU compra os extratos de tomate para serem distribuídos os mesmos famintos africanos. É isto que eles querem que aconteça aqui. O México já teve a sua agricultura arrasada pelo lobby dos fazendeiros do USA, portanto, na dúvida, antes de ficarmos só aplaudindo estas ONGs, seria bom conheceremos os dois lados da controvérsia, pois de santo estes países do chamado primeiro mundo, não tem nada.

 

 

Mauricio Ferreira da Silva mauricio.ferreira.adv@hotmail.com

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

DISCUSSÃO IMPORTANTE

 

Achei interessante o artigo Código Florestal Internacional (Denis L. Rosenfield - 06/06/11), uma pena que há inúmeros erros de conceitos, propositais ou não. Para começar o Brasil só tem florestas por falta de dinheiro, pois se tivesse mais, teria acabado com a Amazônia, assim como acabou com a Mata Atlântica, está acabando com o Cerrado e Pantanal. O EUA já trabalham com manejo florestal há décadas (leiam Senhores do Clima e Colapso), a Alemanha é o país que mais recuperou suas florestas (proporcionalmente), o maior contínuo florestal do mundo fica no norte da Europa e Ásia, as Tundras. Os países ricos erraram no modelo de desenvolvimento econômico (porque não tinha outro), mas estão tentando corrigir, como os exemplos supra citados, e não é por terem errado que devemos ignorá-los. Acho importante essa discussão sobre o meio ambiente, mas um filósofo escrevendo sobre o tema é o mesmo que um biólogo dissertando sobre as Conquistas Napoleônicas, não é sua praia. Aproveitando, excelente artigo do João L. Mesquita sobre a devastação dos mangues brasileiros.

Allan Popak, biólogo, mestre em Restauração Florestal e especialista em Mercado de Carbono.

 

Allan Espitalettte Popak apopak@gmail.com

Cotia

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

POLÍTICA E ENERGIA

 

O questionamento sobre "A Alemanha sem energia nuclear" (Opinião, 6/6) leva também à dúvida do quanto dessa decisão é estratégia ambiental e o quanto é artifício político, uma vez que os Verdes estão em ascensão e Angela Merkel quer continuar um pouco mais à frente do governo. O aumento do uso de fontes fósseis preocupa e está difícil mudar hábitos de consumo para reduzir nosso gasto energético. Mesmo fontes mais limpas, como eólica e solar, demandam alto investimento. Assim, parodiando Nelson Rodrigues, toda a energia será castigada.

 

Adilson Roberto Gonçalves priadi@uol.com.br

Lorena

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A ALEMANHA SEM ENERGIA NUCLEAR

 

Estou pagando pra ver. Não acredito que, em pleno século XXI, justamente os alemães, pioneiros no ramo, deixem de confiar no desenvolvimento de pesquisas em física nuclear, segura, para fins pacíficos. Em minha opinião, estão cometendo um tremendo pecado científico, sem chance de remissão. Se vierem a extinguir, progressivamente, a geração de energia elétrica, via reatores nucleares, os alemães estarão, a partir de 2022, abrindo mão da sua própria segurança nacional.

 

Sergio S. de Oliveira ssoliveira@netsite.com.br

Monte Santo de Minas (MG)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O MUNDO ESTÁ PERDIDO

 

É com enorme desgosto que li a reportagem "União anuncia proteção a 30 ameaçados de morte por

conflito agrário no Norte", publicada no dia 1 de junho de 2011, na qual consta a intervenção da Secretaria Especial dos Direitos Humanos, juntamente com políticos locais na luta contra as ameaças de morte que vem ocorrendo constantemente na região Norte do país por motivos lamentáveis. É triste pensar que o pouco de verde que resta no nosso país possa ser artifício para ameaçar e até mesmo acabar com a vida de alguém que só queira ajudar. Sim, é necessário a intervenção das autoridades para mobilizar a justiça que atua de forma lenta, mas é lamentável saber que para tirar vantagem daqueles que procuram preservar a sua terra seja preciso medidas tão drásticas. É bom saber que nesse clima de impunidade ainda há gente que queria colaborar, mas ainda me pergunto se, enquanto as milhares de pessoas ameaçadas procuram ajuda militar, não facilitaria a aplicação de um processo de conscientização juntamente com uma atuação mais rígida da lei para acabar com isso.

 

Ana Paula Formenti anaformenti@hotmail.com

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

MALAS

 

As eleições estão sendo vencidas por um tal de Humala, no Peru. No Brasil foram eleitos milhares de malas, como se vê diariamente nos jornais. E ninguém é condenado, preso ou devolve o desviado e enviado em cuecas, malas ou paraísos fiscais. A impunidade é geral.

 

Mário A.Dente dente38@gmail.com

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

QUERIDINHOS EM CRISE

 

Ver funcionários em greve reivindicando melhores condições de trabalho e assistir sentado o governo fingindo que lida com a situação se tornou rotina para nós paulistanos. Seja do correio, seja do sistema de transporte ou até mesmo dos professores, o governo cada vez mais age como se o absurdo de uma paralisação fosse algo do cotidiano. O Sindicato dos Trabalhadores do Centro Paula Souza (SINTEPS) lidera uma greve nas ETECs e FATECs desde o início de Maio em busca de melhores salários e condições de trabalhos. O sindicato alega que o governo propõe uma reestruturação da carreira há anos e só agora se começa um estudo sobre isso. O Centro Paula Souza, palanque do governo nas eleições, encontra-se em estado de abandono em relação ao governo, não há reajuste salarial desde 2005, portanto, segundo o sindicato, os funcionários já acumulam 58% de perdas. O desempenho de ETECs e FATECs bombardearam a população durante o período de eleição, novas escolas foram prometidas aos estudantes, seus responsáveis e a população que clama por um ensino de qualidade.

Porém, infelizmente, os eleitores não se deram conta de que o governo não consegue administrar nem mesma as que já existem. Grevistas lutam por um direito irrevogável, lutam para ter as condições necessárias para continuar e aprimorar o ensino que profissionaliza 95% dos alunos. Por outro lado, o governo parece apenas usufruir dos números do Centro Paula Souza e esquece que tudo isso exige manutenção, até porque novas instituições estão em processo de construção. Não se pode esquecer que essa luta dos grevistas deixa centenas de estudantes desamparados, muitos que anseiam por uma boa nota nos vestibulares para construir o seu futuro em uma boa faculdade. Alunos estão em casa a 4 semanas enquanto uma parcela dos manifestantes busca seus direitos. ETECs, FATECs e a promessa de um ensino profissionalizante de qualidade estão em crise, os "queridinhos" do governo se mostram cada vez mais apenas mais uma promessa. Até quando?

 

Gabriel Pimenta Lima gabrielpimentalima@gmail.com

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

VÂNDALOS

 

O governador do Rio, Sérgio Cabral - PMDB-RJ, disse que os valorosos bombeiros do Rio de Janeiro, que invadiram o Quartel-Geral dos Bombeiros em 04/06/2011, eram vândalos.Pergunto, será que o mesmo Gov.Sérgio Cabral - amigão do ex.pres.Lula ( aquele dos passaportes diplomáticos até para netos e ainda não devolvidos ) que não teve sensibilidade - e foi irresponsável no trato do problema, de sentir que R$950,00 de salário base, não permite sobrevida se manteria com o tal valor?Vândalo é o Senhor Gov.Sérgio Cabral, que deveria ser responsabilizado por todas as ocorrências - aborto, feridos a bala, crianças feridas, não permissão de saída de viaturas, e outros!Esses políticos - vagabundos, é o atraso da Nação!

 

Edivelton Tadeu Mendes etm_mblm@hotmail.com

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

BOMBEIROS

 

Jamais um governador poderia usar de seu cargo e vir à público para xingar os bravos bombeiros de vândalos. Quem é Sergio Cabral? Um bajulador-mor de Lulla e Dilma, e aquele que xingou o jovem que reclamava com Lulla, que foi inaugurar um complexo esportivo na Favela da Maré, e pedia ao então presidente uma quadra de tênis, foi destratado por Lulla, e o sr.Cabral xingou-o de "sacana".

Cabral é aquele que nunca está quando acontecem tragédias em seu Estado (Angra dos Reis). O mesmo que até agora nada fez para a região serrana, depois de toda tragédia.

Gostaria de saber se o "nobre" governador viveria com a miséria que é paga para esses bravos heróis bombeiros? Pare de fazer demagogia, porque se tem alguma categoria que tem o respeito de todos os brasileiros , são eles, os nossos bombeiros. Já os senhores políticos são o câncer que está corroendo a Nação, e por quem temos o maior desprezo. E vivam os bombeiros!

 

Agnes Eckermann agneseck@yahoo.com.br

Porto Feliz

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

PEDÁGIO AUMENTA

 

Fiquei abismado com o artigo "Pedágio aumenta, mesmo sem obras", realmente estamos sendo cobrado por serviços não prestados. Vocês esqueceram, porém, de citar o caso da rodovia Jundiaí-Itatiba, a única obra feita é o desvio do pedágio, e até os moradores da área rural de Itatiba são obrigados a pagar o pedágio para entrar na cidade. Dessa forma acabamos criando limitações ao direito de circular livremente no território nacional. Rodovias a pedágio são boas, se o pedágio assegura uma boa conservação da pista, mas o cidadão deve ter uma opção de transitar, entre duas cidades, por uma estrada não a pagamento, por péssima que seja a sua conservação.

 

Alessandro Barghini barghini@iee.usp.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

MULTAS DEVEM QUINTUPLICAR

Seria ético aumentar a arrecadação punindo o motorista quando a insegurança motiva a infração? Li no Caderno Metrópole de 06/06/2011 a notícia: "Multas devem quintuplicar em SP no segundo semestre com troca de radares". Acho louvável a iniciativa da CET trocar radares antigos e ineficientes por radares mais modernos e com maior capacidade de registros. Louvável, também, o aumento de pontos de vigilância obrigando, por consequência, os motoristas a não infringir as leis de trânsito, tais como avanço de sinal vermelho, uso indevido das faixas exclusivas de ônibus e parar sobre as faixas de pedestres e cruzamentos. Chamou-me a atenção, no entanto - e é a razão de minha manifestação -, a ênfase dada ao fato de que os novos equipamentos vão poder registrar infrações à noite, principalmente o avanço de semáforo vermelho e a solução apresentada por um especialista em transporte de que, embora não seja a CET responsável pela segurança, poderia ajudar a enfrentar o problema da falta de segurança à noite, com a redução do tempo da luz vermelha do semáforo. Assim sendo, cientes da realidade, o que teria levado os responsáveis pela CET a criar um mecanismo de aumento de arrecadação através da punição a quem, tentando salvar a própria vida, não para num sinal vermelho á noite? Como todos nós, eles sabem que para ser assaltado à noite num semáforo não é uma questão de quanto tempo se fica parado. É uma questão de parar, e correr o risco de ser assaltado, ou não parar, ser punido e aumentar a arrecadação da CET!

 

André Lorenzo de Moura Parise andre_lorenzo@hotmail.com

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

QUEM VAI AO AR PERDE O LUGAR!

 

Parabéns a Sandra Cavalcanti. Em seu artigo (7/6, A2), ela consegue expressar o pensamento da maioria dos brasileiros quanto aos limites confusos de atuação dos poderes da República no Brasil. Lembrou-nos muito bem dos termos do § 3º do artigo 226 da Constituição Federal, revogado pelo STF.

 

Caiuby Luciano Gomes caiubylgomes@yahoo.com.br

Botucatu

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

JORNALEIROS E DISCRIMINAÇÃO

A Prefeitura de São Paulo continua a tratar os jornaleiros como se fossem ambulantes que comercializam mercadorias irregulares. Como se não bastassem as tentativas no ano passado de remover bancas de locais estratégicos no centro da cidade e das arbitrariedades cometidas pelas Subprefeituras contra bancas estabelecidas há décadas, uma nova medida recente da administração municipal deixou ainda mais indignada a categoria.

A Secretaria de Coordenação das Subprefeituras emitiu a Portaria 29-SMS, publicada em 3 de maio passado no Diário Oficial do Município, e que congela de novo por um ano a emissão dos Termos de Permissão de Uso (TPUs), as licenças de funcionamento. O mais grave é que a portaria deixa de fora os jornaleiros dos procedimentos de transferência dessas licenças, enquanto os donos de estacionamentos, feirantes e donos de bares/restaurantes têm seus pedidos processados normalmente, conforme estabelece o teor da portaria publicada no dia 3 de maio. Além de não cumprir com promessa assumida pela Secretaria das Subprefeituras, a atual gestão Gilberto Kassab demonstra falta de respeito com a categoria que está regularizada há mais de 60 anos na cidade de São Paulo. Essa portaria reduz o valor das bancas. Diante dessa flagrante discriminação, a Diretoria do Sindicato dos Jornaleiros de São Paulo junto com representantes da categoria protocolaram dois ofícios solicitando alteração dessa portaria. O primeiro documento teve como endereço a Comissão de Administração Pública da Câmara Municipal e o segundo foi encaminhado ao secretario de Coordenação das Subprefeituras, Ronaldo Camargo. Até o momento, porém, não houve respostas. Vereadores se comprometeram a apoiar uma nova legislação para os jornaleiros. A lei de 1986 é bastante severa a ponto de impedir a venda de um dropes por pesar mais de 37 gramas, por exemplo. As bancas têm que se transformar em pontos de venda e de serviços. A Prefeitura tem que mudar sua atitude e passar a tratar a categoria com respeito e como parceira. Os donos das bancas são pessoas da comunidade e que prestam serviços relevantes, além da vendas de publicações.

 

Ricardo L. Carmo, presidente do Sindicato dos Vendedores de Jornais e Revistas de SP Ricardo@sindjorsp.org.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.