Cartas - 10/06/2011

CASO BATTISTI

, O Estado de S.Paulo

10 Junho 2011 | 00h00

Disneylândia da impunidade

A decisão de libertar o assassino Cesare Battisti, julgado, condenado e foragido de um país sério e democrático como a Itália, consolida o Brasil como a Disneylândia da impunidade, paraíso dos corruptos, lar de todos os bandidos, picaretas e gatunos em geral.

MÁRIO BARILÁ FILHO

mariobarila@yahoo.com.br

São Paulo

_______________________________

Que vergonha!

Mais um criminoso não punido. Parabéns a Lula, a Marco Aurélio Garcia e ao STF, que com seus esforços tornaram permanente a dor de quatro famílias italianas que esperavam por justiça.

PETER CAZALE

pcazale@uol.com.br

São Paulo

_______________________________

"Honoris causa"

O Brasil acaba de conquistar mais um grande prêmio. Battisti incorpora-se à nossa sociedade. Aos seus padrinhos "cumpanheiros", nossos cumprimentos.

CARLOS ROLIM AFFONSO

profrolim@globo.com

São Paulo

_______________________________

Pardal de Haia

Desculpe, Itália. Agora vamos ter um pardal em Haia, pois para defender o indefensável só mesmo esse substituto do Águia. Soberania não se aplica a assassinos.

JOSÉ ROBERTO PALMA

palmapai@ig.com.br

São Paulo

_______________________________

Idiossincrasias

Espero que Lula e seu ex-ministro Tarso Genro sejam levados a julgamento no Tribunal Internacional de Haia por protegerem um assassino por motivos ideológicos, sob pena de o Brasil vir a se tornar um depositário de genocidas como Kadafi e tantos outros. Um Estado de Direito tem de respeitar as decisões de outro Estado de Direito, e não as idiossincrasias de um populista demagogo!

EUGÊNIO JOSÉ ALATI

eugeniojosealati@yahoo.com.br

Campinas

_______________________________

Decisão política

Alguns dos ministros que votaram a favor do criminoso italiano sustentaram que a negativa da extradição foi uma decisão política emanada do poder soberano do ex-presidente da República. Parece inegável, porém, que a decisão do Supremo é que foi política, na medida em que não quis afrontar a equivocada medida do Planalto, que se baseara unicamente em fatores ideológicos, fazendo vista grossa à verdade dos fatos.

JOÃO SARTI JUNIOR

sarti.junior@terra.com.br

São Paulo

_______________________________

Precedente perigoso

O Executivo tem precedência sobre o Judiciário. Eis um perigoso precedente para aumentar a impunidade no paraíso dos criminosos internacionais que buscam refúgio por aqui.

EDSON FUNABASHI

edson@acteon.com.br

São Paulo

_______________________________

Barbaridade

A Justiça brasileira já é conhecida no mundo por ser conivente com a corrupção e agora passará a ser vista como bárbara, por permitir que a nossa sociedade conviva com o terrorista italiano, além das já denunciadas células terroristas islâmicas.

EDVALDO ANGELO MILANO

e_milano@msn.com

Limeira

_______________________________

Nada a estranhar

A soltura de um terrorista como Battisti não deveria causar estranheza. Não esqueçamos que a Justiça que libertou o italiano foi a mesma que aprovou a progressão de pena para crimes hediondos, facilitando a vida de estupradores, latrocidas e sociopatas. Portanto, a libertação de Battisti pode e deve nos causar vergonha, principalmente perante a comunidade europeia. Mas já era de esperar, num país que negou asilo político a atletas cubanos, repatriando-os sem cerimônia, e paralelamente facilita ao máximo a vida de criminosos da pior espécie.

FLÁVIO GUIMARÃES DE LUCA

flaviolucca@bol.com.br

Limeira

_______________________________

Ju$tiça?

Que Judiciário é esse que solta um terrorista assassino e mantém presos bombeiros que protestam por ganhar menos de dois salários mínimos e já não suportam tanta humilhação? O bandido foi solto porque tem amigos no poder? Os bombeiros estão presos porque são amigos do povo?

MOACYR CASTRO

jequitis@uol.com.br

Ribeirão Preto

_______________________________

Voto de Peluso

Merece elogios o brilhante voto do ministro Cezar Peluso, discordando frontalmente da estranha decisão da maioria, que confirmou o ato totalmente ilegal do ex-presidente. Com seu voto o ministro procurou restaurar a soberania e a independência do STF, que inegavelmente saíram maculadas com essa estranha decisão.

ANTÓNIO RUDGE

aamrudge@gmail.com

São Paulo

_______________________________

Ridículo...

Fazem de tudo para proteger um condenado em sua pátria, enquanto nosso povo não tem escolas, hospitais, muitas vezes passa fome. Aliás, quem está pagando tudo - advogado, transporte, alimentação, etc.? Foi decidido que o sr. Battisti poderá viver livre no Brasil, mas à custa de quem? Vai trabalhar em quê? Só falta inventarem uma pensão bem gorda e vitalícia, enquanto milhões de brasileiros passam necessidade. Brasil, o país dos impostos e dos outros.

RICARDO ALVES

piteros@ig.com.br

São Paulo

_______________________________

Burrice

O azar do comunista Battista foi ter cometido os quatro assassinatos na Itália. Se os tivesse cometido aqui, no Brasil, hoje seria muito rico. Teria recebido uns R$ 500 mil de indenização e pensão vitalícia de pelo menos uns R$ 20 mil mensais. Que burro!

PAULO FERRAZ COSTA NEGRAES

paulonegraes@trident.com.br

Itapuí

_______________________________

AINDA PALOCCI

Blindagem pesada

Mesmo fora do governo, Palocci continua sendo blindado pela "situação". Da série perguntar não ofende: por que será?! Há algo de estranho e possivelmente muito podre no reino de Brasília...

RENATO CAMARGO

natuscamargo@yahoo.com.br

São Paulo

_______________________________

"Todos os brasileiros se tornaram cúmplices de quatro assassinatos

na Itália. Que vergonha!"

VAGNER RICCIARDI / SÃO PAULO, SOBRE A NÃO EXTRADIÇÃO E LIBERTAÇÃO DE BATTISTI

vbricci@estadao.com.br

"O mundo está contra a libertação de Battisti pelo STF. Estão todos errados

e só o Brasil está certo?"

MARIA DO CARMO ZAFFALON LEME CARDOSO / BAURU, IDEM

mdokrmo@hotmail.com

"Foi-se a última gota de esperança de um Brasil mais nobre, justo, ético"

DAVID NETO / SÃO PAULO, IDEM

drdavidneto@uol.com.br

_______________________________

VOCÊ NO ESTADÃO.COM.BR

TOTAL DE COMENTÁRIOS NO PORTAL: 1.911

TEMA DO DIA

Itália recorrerá a Haia sobre caso Battisti

País entrará com recurso na Corte para reverter a decisão do STF que determinou a soltura do ex-ativista

"Estamos em um país em que se prendem heróis, os bombeiros, e se liberta um assassino internacional."

CARLOS ROBERTO MARCEU

"Muito triste o governo do Brasil querer a libertação dele."

FRANCESCO FRATINI

"Agiu bem o Supremo. E fosse qual fosse a decisão do STF, os antipetistas e anti-Lula iriam criticar da mesma forma. O Brasil fez valer a sua soberania."

LUIZ MAIA RIBEIRO

_______________________________

Cartas enviadas ao fórum dos leitores, selecionadas para o estadão.com.br

 

 

 

 

 

EDITORIAL

Quero parabenizar o OESP pela qualidade do seu editorial (9/6, A3). Com um português impecável e raciocínio raro de se encontrar em outras matérias da mídia escrita, o conteúdo também atualiza o indivíduo com o que há de mais importante no momento.  Quero citar por exemplo, no caso DilmaxPalocci, a seguinte frase: "O que Palocci sem querer proporcionou a Dilma foi um curso intensivo sobre as vicissitudes do poder, os cálculos políticos egoístas, conflitos de egos, divisões desarmônicas de trabalho e estruturas agigantadas que relutam a se deixar manejar. E tudo isso fazendo parede e meia com as demandas de um parceiro, o PMDB, que rejeita o papel de segundo violino e reinvindica, isso sim, compartilhar a regência da orquestra. Dilma há de ter aprendido que a política não vai embora só porque se lhe dá as costas; que superministros, ainda mais por escolha alheia, tendem a ter, como se dizia de Palocci, "o rei na barriga", e que a tutela do antecessor, ainda mais quando ostensiva, é uma via espressa para o apequenamento".

 

Jeane Pen jeanepen@uol.com.br

São Paulo

 

 

_______________________________

 

DESPEDIDA DE PALOCCI

Com tanto chororô na despedida de Antonio Palocci depreende-se que: "amigos, amigos, negócios a parte".

Anízio Menuchi amenuchi@uol.com.br

Praia Grande

_______________________________

 

TÁ TUDO DOMINADO

 

Com o pedido de arquivamento da investigação do flagrante enriquecimento do sr. Paloffi pelo procurador-geral da República (li o arrazoado) e a decisão da maioria dos ministros do Supremo Tribunal Federal (seis a três com dois dando-se por impedidos) em relação a um terrorista, definitivamente, resta claro o domínio político-ideológico desses cidadãos, que deveriam ser imparciais e se submeterem, apenas e tão somente, no exercício do nobre mister, à Constiuição federal, Lei das Leis, e não se deixar levar pela vontade ideológica de seus padrinhos.

 

Carlos Benedito Pereira da Silva advcpereira@ig.com.br

Rio Claro

 

 

_______________________________

 

 

DILMA E PALOCCI

 

O abraço de despedida entre Dilma e Palocci  (Estadão 9/6, A9) diz tudo.

 

 

Luigi Vercesi luver44@terra.com.br

Botucatu

 

_______________________________

 

 

A ENFERMIDADE CHAMADA PALOCCI

No artigo "Palocci como sintoma" (09/06), Demétrio Magnoli,  no afã de demonstrar sua tese de sintoma e enfermidade, comete injustiça ao chamar Ribeirão Preto de província. As ações paloccianas envolveram cenário nacional ao alterar - a seis maõs, conforme o artigo - programa do PT, na emissão da Carta ao Povo Brasileiro. A urdida trama contra o caseiro envolveu a participação de personagens de Brasília, passando longe de nossa terra. Portanto, não foi a província encarnada em Palocci, como afirmou, a responsável pela figurada enfermidade: foi a República bananeira (plagiando-o), que todos nós integramos. Um olhar mais apurado revelará que a elite econômica sem princípios, a empresarial incapaz de distinguir os significados de "nação" e "mercado", e as fachadas de mármores de instituições sem valor, não se limitam as províncias: é o todo brasileiro, com suas entranhas sabidamente doentes e beirando o incurável. O povo da "província" já fez sua parte: Palocci foi eleito prefeito com quase 100 mil votos que, na eleição para deputado federal, desabaram à menos de 16 mil (votos locais). Nossa expectativa é que o povo brasileiro também faça a sua, aprendendo a escolher melhor seus representantes. E os articulistas sejam mais criteriosos na formulação de seus artigos, pela responsabilidade da influência e repercussão da matéria publicada.

 

Honyldo Roberto Pereira Pinto honyldo@temfoto.com.br

Ribeirão Preto

 

 

_______________________________

 

SUBSERVIÊNCIA

A que ponto chegamos. A presidente precisa dizer ao mundo e foi até manchete do "Estadão", que a escolha da nova ministra da Casa Civil foi exclusivamente dela. Quanta subserviência!

 

Maurício Lima mapeli@uol.com.br

São Paulo

 

 

_______________________________

 

 

SANTO PALOCCI

 

A servil plateia que participou da cerimônia de transmissão de cargo na casa civil, pela saída de Antônio Palocci, poderia ter se ajoelhado diante do ministro ao invés de aplaudi-lo em pé, como fizeram.  É que, sem conseguir explicar o aumento extraordinário de seu patrimônio em quatro anos, Palocci só pode ter mesmo o dom de realizar milagres. O santo Palocci diante dos subservientes políticos. Vergonha!

 

Eni Maria Martin de Carvalho enimartin@uol.com.br

Botucatu

 

_______________________________

 

QUE FAZEM NOSSOS REPRESENTANTES?

 

Refletindo sobre o Caso Palocci, fica a seguinte dúvida:  para que mesmo foram eleitos, e são ricamente remunerados, nossos deputados federais?  Para dar o máximo legislando para o bem do Brasil ou para prestar consultoria em benefício próprio?  O fato de ficarem em Brasília só três dias por semana e o enriquecimento assombroso do sr. Palocci já nos indicam a triste e preocupante resposta.

 

Silvano Corrêa scorrea@uol.com.br

São Paulo

 

 

_______________________________

 

 

PALOCCI E O PT

 

 

A TV Globo foi a mentora de um infame ato de censura à Liberdade de Imprensa no Brasil. O entrevistado é obrigado a explicações públicas e não privadas, de qualquer natureza. Não interessam os seus clientes, porém prioritariamente os eleitores da presidenta Dilma Rousseff. É evidente que um ex-ministro da Fazenda, independente como saiu, iria usar os seus conhecimentos governamentais para vendê-los. Anteriormente já fez mágicas na Prefeitura de Ribeirão Preto-SP. Ele não ficaria atado a qualquer princípio de retidão diante da cobertura concedida pelo seu partido PT. O PT precisa dele para sobreviver monetariamente. Falta em nosso país, uma legislação que proíbe o retorno de figurões da política a cargos-chave em governos posteriores. Esta, garantindo o princípio da renovação de valores! Enquanto tivermos um Sarney glorificando o Collor, a censura ao "Estado" não ser suspensa judicialmente, o estímulo das matanças de ativistas em defesa da Amazônia, a devastação de todas as formas de vida, em acima de 532 km2, na construção da Hidrelétrica de Belo Monte e outros absurdos que deveriam de ser combatidos e proibidos pelo Legislativo, nós seremos um povo miserável enganado pela "agenda positiva" de Dilma, que é uma descarada mentira.

 

Jürgen Detlev Vageler vatra_ind@yahoo.com.br

Campinas

 

 

_______________________________

 

 

NESSE ANGU TEM CAROÇO

 

 

O que os petistas em geral estão tentando e até agora conseguindo acobertar? Sim! Uma vez que não querem deixar o Palocci depor em lugar algum, certamente há caroço nesse angu...Estariam empresas como a LG, que patrocinam as palestras do "ex-presente" Lula recebendo "consultorias" e o foco dos questionamentos poderiam ricochetear no Palocci e atingir o "pallestrante"? Pois bem,é uma suposição. Mas um bom promotor poderia começar a se interessar em levantar essa lebre. Justiça não se faz apenas com advogados, como diz a frase em seus automóveis. Promotores Públicos também promovem justiça, não é fato? Portanto, estamos pasmos pela aparente inércia do Judiciário, que certamente não recebeu "consultas" nem "consultorias" de empresas paloccianas.

 

 

José Jorge Ribeiro da Silva jjribeiros@yahoo.com.br

Campinas

 

 

 

_______________________________

 

 

 

IMPUNIDADE GERAL

 

A página 2 do Estadão de ontem mostrou alguns dos grandes problemas que o Brasil tem e evidencia o principal: a impunidade. No artigo escrito pelo ex governador José Serra ( não ex candidato derrotado à presidência como muitos sempre se referem a ele ) está demonstrada a ineficiência dos últimos govêrnos petistas que todos nós vemos  e sentimos na pele diàriamente. Os que são imunes à maciça propaganda enganosa e às benesses que o partido da situação proporciona não se conformam em pagar o que se paga de impostos para não terem nada em troca e continuamente estarem expostos a todo tipo de crime. Já  o sociólogo Demétrio Magnoli analisa, inteligentemente como sempre, a situação de impunidade que assola nosso país usando o exemplo de Paolocci, que já deveria estar fora do governo e da cena política há muito, pois foi envolvido no crime contra a garantia constitucional do caseiro Francenildo quando teve que deixar o ministério. Reabilitado e novamente ministro, depois de muitos  milhões mais rico, foi outra vez pego em situação escandalosa. Em cerimônia, na sua saída, foi aplaudido de pé e reverenciado por parte do mundo político, da imprensa e até pela presidente da República! Já com o salvo conduto que o criminoso italiano recebeu do STJ só nos resta admitir que somos o paraíso dos corruptos, criminosos e malfeitores. Tivesse Al Capone fugido para o Brasil naquela época a indústria cinematográfica americana teria se privado de inúmeros sucessos sobre sua vida e aqui ele estaria gozando de todas as prerrogativas que gozam os mais variados tipos de criminosos. Não somos e nem seremos um país, sério, respeitado e justo. Com o tipo de leis e legisladores que temos sempre seremos aquela "piada" nos filmes de bandidos que quando estão sendo perseguidos pela polícia fogem para o Rio de Janeiro.

 

 

Maria Tereza Murray terezamurray@hotmail.com

São Paulo

 

 

_______________________________

 

 

DEGRADAÇÃO MORAL

 

O ex-terrorista italiano Cesare Battisti, condenado a prisão perpétua na Itália por 04 assassinatos e refugiado no Brasil, foi finalmente absolvido e solto pelo Supremo Tribunal Federal (STF), atropelando tratados internacionais e envergonhando os brasileiros que ainda tem a capacidade de se indignarem. Nossos tribunais, em todas as áreas e instancias estão ideologicamente podres, quando não, infectados pelas ações deletérias de um partido esquerdista (PT) sem ética, inflando ainda mais a insegurança jurídica. Estamos em adiantando estado de degradação moral com o consentimento da covarde omissão da sociedade. O reincidente  caso Palocci, o bi-presidencialismo inventado pelo Lula, a reintegração de corruptos no governo, o "fechamento" do Congresso Nacional, a banalização da corrupção, a falência das instituições, o aparelhamento do Estado, o amordaçamento da imprensa, o Kit Homossexual do MEC, cartilha deseducadora do MEC, com certeza nos levarão aos caos.

 

Sergio Villaça svillaca@terra.com.br

Recife

 

 

 

_______________________________

 

 

 

 

OVERDOSE DE IMPUNIDADE

 

 

Na segunda-feira (6), Palocci ganha salvo-conduto do procurador-geral da República, porque que não viu ilícitos no episódio da ampliação do seu patrimônio. Na terça (7), STJ anula provas obtidas contra o banqueiro Daniel Dantas, acusado de crimes financeiros e lavagem de dinheiro, durante a operação Satiagraha. Na quarta (8), STF determina a imediata soltura do ex-guerrilheiro italiano Cesare Battisti, condenado à prisão perpétua na Itália. É um verdadeiro pouporri de palhaçada sob a regência dos nossos órgãos de (in)justiça.

 

Yoshitomo Tsuji y.ts@hotmail.com

São Paulo

 

 

 

______________________________

 

 

BATTISTE É COISA NOSSA

 

Depois da soltura de Battisti, não devo e não vou generalizar, mas há muito tempo vejo parte do Supremo rangendo igual porta velha com dobradiça enferrujada na espinha. Quando o povo perde a crença no seu último bastião que é a Suprema Côrte é porque há muito tempo a casa está invadida ou sob nova direção. E o povo que se prepare pois pelo balanço das ondas, as investidas de um certo animal político marinho contra a embarcação, tem como objetivo deixar a nave Brasil à deriva para que o eleitor aceite sua volta como "Salvador da Pátria".

Leon Diniz leondinizdiniz@gmail.com

São Paulo

 

 

 

______________________________

 

 

BATTISTI E O ERRO ITALIANO

 

Lula, ao simplesmente reproduzir os argumentos de seu Ministro de Justiça, que criou todo o imboglio do episódio Battisti, ao infirmar equivocadamente o parecer técnico de seu próprio Ministério - CONARE -, em princípio violou cláusula de um tratado internacional. O STF já havia invalidado o ato de seu Ministro, que o Presidente ressuscitou. Nesse momento, a Itália já poderia se dirigir ao Tribunal competente - de Haia. O STF não é competente para dirimir conflitos em torno de convenções internacionais e entre Estados soberanos. E esse aspecto é o que mais impressionou nossa Corte Superior. O Estado de Itália não era parte legítima para ajuizar um pedido de reclamação contra um ato de Presidente brasileiro, em nossa Justiça, desprovida de jurisdição para apreciá-lo. Portanto, brava gente inconformada com a soltura do suposto homicida, bradem contra o procedimento errado do governo italiano, não contra nosso STF.

 

Amadeu R. Garrido de Paula amadeugarridoadv@uol.com.br

São Paulo

 

______________________________

 

EU JÁ SABIA

 

Quem entende um pouco de política, já sabia que Batistti não seria extraditado. A "presidenta" Dilma não seria indelicada ao ponto de impor duas derrotas seguidas ao Lula. O STF simplesmente cumpriu o "papel que lhe cabia" talvez no próximo episódio a Dilma dará o cartão vermelho ao seu antecessor.

 

Toshio Icizuca toshioicizuca@terra.com.br

Piracicaba

 

______________________________

 

 

FESTA

 

Os ex-guerrilheiros daqui e os "companheiros" estão em festa com a vitoria do companheiro Battiste. Este foi muito inteligente quando fugiu da Italia e da França e escolheu o país paraiso das impunidades. Agora, é bem possível que Battisti vai ter um cargo de assessor no gabinete do governador do Rio Grande do Sul ou com um Senador paulista que também devem estar exultantes.

 

José Ávila da Rocha peseguranca@yahoo.com.br

São Paulo

 

 

 

______________________________

 

 

NOJO

 

Justiça nega liberdade aos bombeiros do Rio. STF solta Batistti, o assassino.  Onde eu coloco tanto nojo de ser brasileira?

Maria Cristina Rocha Azevedo crisrochazevedo@hotmail.com

Florianópolis

______________________________

 

DANÇARINAS E JURISTAS

 

Alguns brasileiros sentiram-se ofendidos: correu na Itália que o Brasil produz melhores dançarinas que juristas. Aí, o Supremo Tribunal Federal brasileiro reuniu-se e.... o tratado internacional de extradição dançou !

 

Jorge João Burunzuzian burunlegal@hotmail.com

São Paulo

 

 

______________________________

 

RECURSO EM HAIA

 

A Itália recorrer à China ou a Fidel Castro seria mais eficaz.

 

Ariovaldo Batista arioba06@hotmail.com,

São Bernardo do Campo

 

 

______________________________

 

 

INDIGNAÇÃO

À Nação italiana, meu voto de indignação. Meus avós maternos eram italianos,gente honesta e trabalhadora. Comungo o mesmo sentimento de perplexidade.Infelizmente era algo já esperado.Impunidade aqui,é prato do dia. O senhor que estava sendo julgado não era um militar sanguinário. Era um militante que lutava por causas de um povo oprimido por um governo democrático. Um horror. Por gentileza,não desanimem. Sabemos que será uma batalha muito difícil,para não dizer inglória.Mas revestida com todas as cores da vergonha e da honestidade.

O senhor Cesare Battisti, a partir de agora,irá tornar-se celebridade,mais ainda. Todos os artistas ditos de esquerda ou oportunistas ,irão promover festas e atos de desagravo. Irão incentivá-lo a escrever mais um livro.Explicando novamente como foi o assassinato daquela gente democrática e burguesa. Farão todo o possível para torná-lo assessor de algum órgão ligado a um ministério qualquer que ninguém tem a menor ideia que existe.

 

A.Fernando Ferreira rdseg@terra.com.br

São Paulo

 

______________________________

 

 

 

 

 

COMPARAÇÃO

 

 

Enquanto os Estados Unidos levou 10 anos procurando um terrorista, o Brasil mantém um numa rodoma, reclamado pela Itália.

 

 

 

Walter Menezes wm-menezes@uol.com.br

São Roque

 

 

 

 

______________________________

 

 

 

 

 

 

VERGONHA

 

 

 

Quando o aparelhamento do Estado chega aos Tribunais Superiores, onde a Justiça deixa de decidir baseada nas Leis internais ou em Tratados Internacionais, quando um Ministro é demitido por duas vezes por ter praticado, nas palavras do PGR, improbridade administrativa, e nada mais acontece com ele, que se enriqueceu como se tivesse ganho na mega-sena, sem maiores explicações, quando quem manda é o ex e quem deveria mandar, se esconde atrás da Majestade do Cargo, é hora do povo se levantar e juntos com os grandes órgãos da imprensa, da sociedade livre organizada e dos brasileiros de boa vontade dar um basta a esta situação que leverá o nosso grande país a ser julgado por uma Corte Internacional. Que vergonha tenho de nossa Justiça, através do STF, que vergonha que nos cobre os desavergonhados que estão no Poder.

 

 

 

José Renato Nascimento jrns@estadao.com.br

São Paulo

 

 

 

______________________________

 

 

SOBERANIA

 

 

É inteiramente insana a posição do governo italiano em relação a decisão do STF e do ato soberano do Executivo no caso Battisti. O apogeu de Roma de há muito esta sepultado, não havendo país no mundo hodierno que se preocupe com os chiliques do Berlusconi.Ninguém depende do governo italiano para nada, além do Milan.

 

Paulo Camargo advpaulocamargo@gmail.com

Rio de Janeiro

 

 

______________________________

 

 

 

DECISÃO CORRETA

 

 

Considero correta a decisão do STF de soltar o italiano Cesare Battisti e do Brasil conceder asilo político ao mesmo. O julgamento de Battisti na Itália foi feito á revelia e longe das garantias constitucionais, gerou sérias dúvidas quanto á sua legalidade e legitimidade e deu margem a possibilidade de erro judiciário. O Brasil é um país soberano e toma livremente as suas decisões. Observe-se que, quando a França decidiu abrigar Battisti em seu território, o governo italiano não fez essa gritaria que está fazendo agora, no caso do Brasil. E um país que tem um Berlusconi como primeiro-ministro há 10 anos, envolvido em todo tipo de escândalos de corrupção, orgias com prostitutas e adolescentes e falta de decoro, não tem moral para reclamar e nem para falar nada de ninguém.

 

Renato Khair renatokhair@uol.com.br

São Paulo

 

______________________________

 

 

 

CERTO E ERRADO

 

Já dizia Kafunga, ex-goleiro do Atlético Mineiro  e ex-comentarista esportivo: “No Brasil o certo é que é o errado, e o errado é que é o certo.” Parece piada, mas não é. Defender a Soberania Nacional não se faz através da proteção a um criminoso, argumentando coibir interferências no regime judiciário interno de um país. Defender a Soberania é exatamente fazer prevalecer e respeitar os tratados internacionais contra qualquer tipo de criminalidade exercido, seja lá onde for ou em que circunstâncias ocorreram, para ser respeitado.  Caberá julgar a procedência e condenar ou não, o país onde foi(ram) cometido(s)  o(s)  delito(s). Quanto mais nos aproximamos politicamente de ditadores autoritários e truculentos como Mahmoud Ahmadinejad, Hugo Chávez e Fidel Castro; e nos afastamos de dirigentes e países democraticamente organizados, podemos vislumbrar o futuro que nos espera.

 

Nei Silveira de Almeida neizao1@yahoo.com.br

Belo Horizonte

 

 

______________________________

 

 

 

TERRA DA IMPUNIDADE

 

Brasil, terra da impunidade, mostra e dá agora  ao mundo inteiro, com o caso do terrorista de extrema esquerda e assassino Cesare Battisti, a  constatação oficial deste horrível fato. Aqui, no Brasil, não nos contentamos só em não punir nossos criminosos, como também queremos estender o manto deste atributo infame, a impunidade – sempre em nome dos direitos humanos –  a todos os criminosos além de nossas fronteiras. Em especial, aos de extrema esquerda que tenham sido assassinos julgados pela legalidade da Justiça de seu país. "Venham aqui todos os criminosos que praticaram atos ilícitos em nome da ideologia de esquerda (a mais pura e sempre geradora da boa-fé e reta intenção aos seus aderentes, em nome da qual tudo é compreendido e perdoado) e eu, Brasil, amparar-lhes-ei." Amparar tal assassino em nome de asilo político, é esbofetear a Itália em lhe impinjindo a infâmia de ser um Estado antidemocrático, ademais. Alguém acredita que se fosse um terrorista dito de "direita", um infâme neo-nazista, por exemplo, com os mesmo crimes imputados ao assassino Battisti, teria merecido tamanha consideração pela nossa "Justiça"? O julgamento pelo STF foi um julgamento em que, antes de tudo, buscou-se a agradar e amparar a corrente de esquerda. Quem colocou a maioria dos atuais Ministros do Supremo Tribunal Federal em seus cargos? De qual orientação política este é?

À Haia, Itália, e com todo a esperança, que vença!

 

Munir Simão Mahfoud munirmahfoud@ig.com.br

Mogi Guaçu

 

 

______________________________

 

 

 

TRATADOS RASGADOS

 

A edição de hoje do Corriere della Sera diz tuto: "O governo brasileiro deu uma bofetada no povo italiano". E inconcebívie que nossas autoridades rasguem um tratado internacional baseados em "suspeitas vagas" e temores infundados.

 

Achille Aprea newplay1@terra.com.br

Vitoria (ES)

______________________________

 

 

 

O CRIME COMPENSA

 

 

Finalmente libertaram Cesare Battisti, condenado a prisão perpétua na Itália, por "apenas" ter matado 4 pessoas friamente. Viverá sua nova e certamente confortável vida no Brasil com a ajuda dos amigos petistas, entre os quais, como sempre, o senador Eduardo Suplicy.Cada vêz fica mais claro que no Brasil do PT o crime compensa, e muito. Que a Itália nos desculpe por mais essa vergonha que somos obrigados a suportar por culpa de Lula e seus "companheiros".

 

Artur Armando Intaschi lene.arte@hotmail.com

Ubatuba

 

 

 

______________________________

 

 

 

DOIS PESOS...

 

 

Gostaria de entender porque o italiano Caesare Battisti que no mínimo entrou em nosso pais ilegalmente e com documentos falsos, teve tanto tempo e atenção de nossas autoridades, e o Ricardo Costa, brasileiro, preso nos USA há mais de 900 dias com base em acusações falsas, não obteve atenção deste jornal e nem de nossas autoridades? Os  pilotos do Legacy exigiram... e foram postos em liberdade, o Ricardo pede por um julgamento, está sem Direitos Humanos e o nosso governo não toma nenhuma atitude concreta junto ao governo Americano? Repito, eu só gostaria de entender!

 

 

Eduardo Cardoso de Almeida Thompson ecathompson@vivax.com.br

São Paulo

 

 

 

 

______________________________

 

 

 

PASSAPORTE ESPECIAL

 

 

O cidadão italiano, assassino condenado à prisão perpétua na Italia, está livre. Foi defendido com unhas e dentes por Lula, que negou sua extradição. Esse cidadão já deveria ter sido deportado na sua chegada ao Brasil, quando aqui desembarcou portando um passaporte falso, com "pose" de refugiado político. Falta agora ao nosso ex-presidente labutar para conseguir um cargo para ele nos altos escalões de qualquer órgão do governo.  Sugiro seu aproveitamento na tesouraria do Banco Central. Gente, ele precisa de uma rendinha para viver por aqui. Para liquidar de vez o assunto, não custa nada Lula solicitar ao Itamaraty um passaporte especial para esse cara-de-pau,  igual aos que conseguiu para seus filhos.

 

 

Domingos Perocco Netto dperocco@ig.com.br

Itatiba

 

 

 

______________________________

 

 

 

 

O FUTURO BATTISTI

 

Nós, cidadãos brasileiros, honestos, trabalhadores e pagadores de impostos que remuneram os altíssimos salários dos ministros do STF, esperávamos que ele, Battisti, fosse finalmente extraditado para a Itália. Em vez de mofar o resto de sua vida numa prisão italiana, onde é o seu lugar, o STF  achou melhor não extraditá-lo, mas sim aproveitá-lo no Brasil. Os próximos passos serão: Battisti desfilará em carro aberto dos bombeiros em Brasilia onde será aclamado pelos membros

do Congresso Nacional, subirá a rampa do palácio presidencial e será condecorado com a Ordem do Cruzeiro do Sul pela presidente Dilma Rousseff. Em seguida será convidado para afiliar-se ao PT que o lançará candidato a  deputado federal. Uma vez eleito ele estará no lugar certo; no meio dos mensaleiros, aloprados, sangue sugas, fichas sujas e outras qualificações similares. Após ambientar-se neste novo meio, será eleito presidente da comissão de ética do senado federal. Alguma dúvida?

 

Károly J. Gombert gombert@terra.com.br

Vinhedo

 

 

 

______________________________

 

 

 

PEQUENOS ASSASSINATOS

 

 

 

Cesare Battisti poderá agora se dedicar à  profissão de assassino profissional,profissão essa em alta no Brasil.Afinal morrem milhões de Brasileiros por falta de assistência médica,cujas verbas são desviadas por políticos que continuam soltos por aí.O que são quatro mortes perto desse descalabro!Crimes contra a humanidade,como esses, são perpetrados e ninguém tem a idéia de levar o caso para o Tribunal Internacional.Os crimes do Battisti são fichinha perto disso!Lembranças para o Lulla.

 

Airton Moreira Sanches moreira.sanches@uol.com.br

São Paulo

 

 

______________________________

 

 

 

NÓS PAGAMOS

 

 

Já que o STF determinou a soltura do Sr Battisti, poderá esse senhor entrar com uma ação pleiteando reparação por danos morais, afinal, de acordo com a conclusão de nossa Corte máxima, ele foi preso injustamente. Estamos aqui prontos para pagar a conta.

 

Alexandru Solomon alex101243@gmail.com

São Paulo

 

______________________________

 

 

INDENIZAÇÕES?

 

 

O ministro do STF Marco Aurélio Mello declarou que Battisti pode cobrar do Brasil duas indenizações pelos períodos que esteve preso. Depois de pagas às indenizações, o condenado na Itália por quatro homicídios, entrará com o pedido de aposentadoria e outros pagamentos baseados na Industria da Ditadura, a qual serve de trem de alegria para Lula, Dilma, Zé Dirceu, Jenoino e outras centenas de ex-ativistas. Enquanto isto, porta-voz da Itália declara que o Brasil não está pronto para ser potência. Existe um erro nessa colocação. Potência? Não estamos prontos nem para ser uma República democrática de fato, pois não passamos de uma republiqueta de bananas sob a ditadura branca, e ainda branda do petismo! 

 

                                                                                                   

Roberto Stavale  bobstal@dglnet.com.br

São Paulo

 

______________________________

 

 

BRASIL QUAL A TUA CARA?

 

Não sou e nem tenho nenhum grau de parentesco com os italianos, mas fiquei envergonhado com essa decisão do STF, que, infelizmente está quase totalmente contaminado pelo PT e pela ex-guerrilheira que dirige a nação. Assisto duas ou três vezes por semana na TV e lembro  perfeitamente, que o STF decidiu, a meu ver, já manipulado, que a decisão de extraditar era do Lula, mas condicionada ao respeito do tratado existente entre os países. Para mim, é uma vergonha ver a cada dia, decisões medrosas, manipuladas pelo governo no STF. Até admiráveis

ministros como Celso e Marco Antônio Melo estão sucumbindo com decisões tão inaceitáveis. Alguns falam em direitos humanos, mas é preciso que os italianos saibam que no Brasil só há direitos humanos para bandidos e que sempre nos lixamos para as vítimas. Mencionaram os senhores ministros, que o STF não pode anular a vontade e as decisões do Presidente(a). Que tal elegermos Hugo Chávez, Fidel Castro ou um iraniano para a sucessão da Dilma? Na mídia, temos mais um excelente exemplo para o mundo: Palocci que saiu aplaudido de pé, como vítima, pelos políticos e até por alguns ministros do STF. Com essa decisão esdrúxula e totalmente manipulada, o STF disse ao mundo, que o Brasil não é ótimo só para investir dólares, mas aquí, se abriga e se protege todo e qualquer tipo de bandido e criminoso. Soberania, Srs. Ministros, se tem com respeito e cumprimento dos tratados assinados entre as nações, mas no Brasil, também não valem mais nada as assinaturas. Parabéns aos miniustros Gilmar Mendes, Cézar Peluzzo e a real representante da classe feminina do Brasil, a ministra Hellen Grace.

 

 

José Alberto de Paiva alpai12@yahoo.com.br

São Paulo

______________________________

 

 

HUMILHAÇÃO

 

 

O que está acontecendo com o Supremo Tribunal Federal? Qual é o papel da corte suprema? Se o ex-presidente tomou uma decisão final sobre a extradição do Battisti, para que essa perda de tempo e de dinheiro público para decidir algo que já estava decidido? Sou brasileiro de nascimento, tenho 65 anos de idade, tenho dupla cidadania, italiana e brasileira, sempre me orgulhei do Brasil como brasileiro que sou, mas agora me senti humilhado porque o tribunal afrontou um acordo internacional e colocou o Brasil numa situação esdrúxula. Fiquei constrangido diante da Itália, nossa pátria amiga, sorella, carinhosa e acolhedora de uma imensa colônia italiana. A corte suprema é indicada pelo Poder Executivo e dificilmente se coloca contra o presidente da República por motivos óbvios. Lamentável!

 

 

Mario Negrão Borgonovi marionegrao.borgonovi@gmail.com

Rio de Janeiro

 

______________________________

 

 

 

MODELITO BATTISTI

 

A toga despiu a venda prá vestir a carapuça.

 

A. Fernandes standyball@hotmail.com

São Paulo

 

 

 

______________________________

 

 

 

LULA MANDOU E O STF OBEDECEU

 

 

Duro foi assistir todos aqueles imponentes senhores togados  do STF darem nó na língua para achar pontos e virgulas em nossas atrasadas leis, para justificar a permanência aqui do terrorista Battisti. Não passou de mera desculpa todos aqueles discursos inflamados falando em soberania do país para justificar algo tão absurdo. A impressão que ficou é que o Lula mandou e foi obedecido. Ficamos mal com a Itália por não cumprirmos tratados que irá a Corte de Haia e demais países que não abrigam terroristas em seu território. Parabéns, Lula, você venceu !

 

Laércio Zannini arsene@uol.com.br

São Paulo

 

______________________________

 

 

FIM DA NOVELA

 

 

Por 6 votos a 3 o Supremo Tribunal Federal decidiu pela liberdade do ex-ativista Cesare Battisti. O mesmo Battisti que apareceu ontem algemado e escoltado por homens armados de fuzil, depois da decisão do STF, provavelmente receberá visto de permanência no Brasil. Por  tudo isso, o que me causa estranheza  é que num país como o Brasil, onde há milhões de problemas para serem resolvidos, onde os filhos da pátria amada agonizam por falta de assistência, nossas autoridades perderam tanto tempo com problemas de um italiano que nada tem que ver  com o Brasil.

 

 

Virgílio Melhado Passoni mmpassoni@gmail.com

Jandaia do Sul (PR)

 

______________________________

 

 

 

BATTISTI LIVRE

 

O Supremo Tribunal Federal (STF), além de não extraditar o bandido italiano Cesare Battisti, concedeu-lhe liberdade.  Battisti é considerado “refugiado” político e não bandido político! No último dia do governo Lula (31/12/2010), a decisão “soberana” do presidente foi de que Battisti não fosse extraditado. O resultado é que o País terá mais um bandido solto pelas ruas. O que será que o Battisti vai fazer no nosso país? Talvez oferecer consultoria junto com o Palocci? O governo italiano deveria cortar relações comerciais e esportivas com o Brasil, até o bandido ser devolvido. Se não fossem todas as instâncias da diplomacia, o governo italiano deveria soltar umas bombas em certos locais de Brasília. Battisti, mesmo que fosse um santinho, tem contas a pagar com a Justiça italiana. Enfim, quanto custou ao contribuinte todo o processo desse bandido italiano, desde sua chegada ao Brasil até a data da liberdade? Hoje eu começo a entender porque as pessoas querem sonegar impostos...

 

Alex Tanner alextanner.sss@hotmail.com

Sumaré

______________________________

 

 

SUCESSO

 

Será que daqui para frente o ex-ministro Palocci continuará tendo tanto sucesso financeiro em sua empresa, como o que foi amplamente divulgado? Se for no mesmo ritmo que nos dois últimos anos, sorte do ex-ministro, afinal trocar um rendimento que vinha recebendo, pelo salário de Ministro, só mesmo sendo muito desapegado a dinheiro... diria até que se trata de filantropia...

 

 

Pedro Sergio Ronco sergioronco@uol.com.br

Ribeirão Bonito

 

______________________________

 

 

 

AZAR

 

Diz-se que existem pessoas que não têm sorte no amor, outras no jogo e por aí vai. Agora,vai ter um azar desgraçado nas suas amizades, hein, Sr. Lula? Todo dia aparece um do peito enrolado num esquema fraudulento, e olha que a lista é bem grandinha. Bobo o Sr., não é? Puro azar mesmo, né? Um galhinho de arruda atrás da oreia às vezes ajuda.

 

Nelson Mendes nelsonmendes2009@bol.com.br

São Bernardo do Campo

 

 

 

______________________________

 

 

 

 

IDIOTAS

 

Houvesse sido aprovada a Constituição de artigo único proposta por Capistrano de Abreu - todo brasileiro fica obrigado a ter vergonha na cara -, o ministro já teria deixado o cargo, a presidente estaria poupada de demiti-lo, o procurador não teria pressa em se pronunciar e nós, cidadãos deste País, não estaríamos nos sentindo como alienados ou idiotas.

 

 

Marcos Candau mccandau@uol.com.br

São Paulo

 

 

 

 

______________________________

 

 

 

 

TRATO

 

 

“O trato foi o seguinte: A procuradoria pede o arquivamento das irregularidades e você sai de mansinho da Casa Civil, voltando depois que a poeira baixar. Como diz Dilminha: isso é democracia.”

 

Monise Martins moniseam@hotmail.com

São Paulo

 

______________________________

 

 

 

CASA CIVIL, "BOI DE PIRANHA"

 

O que acontece com o Ministério mais importante da República é o quarto ocupante em pouco tempo! Está sendo uma porta de saída dos mais ilustres personagens do PT. É uma forma de purificação? Não. Deveria ser uma forma de purificar a política Nacional, a vista de uma punição exemplar. Será que a punição vai tocar a classe política desse Pais? ou será mais um "boi de piranha" colocado para depois passar toda boiada, a salvo. A boiada está aumentando e talvez será preciso mais que um único boi para satisfazer a fome das piranhas, veremos. Os atuais donos de boiada aperfeiçoaram a técnica do "boi de piranha" pois, esses bois voltam para a boiada como se nada acontecera. As piranhas estão sendo enganadas.

 

M. F. Sansone orima@bol.com.br

São Paulo

 

______________________________

 

 

 

A ESCOLHA

 

A presidenta fez a sua própria escolha da ministra-chefe da Casa Civil, o ex-presidente sugeriu três opções: Gleisi, Gleisi e Gleisi, a sua escolha foi a mais acertada possível, escolheu a dra. Gleisi, ótimo! Esperamos que a nova ministra faça do ministério, um verdadeiro ministério, ao invés de um balção de negócios, como os antecessores fizeram.

 

M. Teresa Amaral mteresa0409@estadao.com.br

São Paulo

 

 

 

 

______________________________

 

 

 

MELHOR A EMENDA QUE O SONETO

 

A surpeendente escolha da Senadora Gleizi Hoffmann para a Casa civil da Presidente enche de esperança para o porvir de dias melhores no governo Dilma, mesmo na oposição. Elegante, bonita, capacitada, inteligente, carismatica e principalmente simpatica, ela contraria a historia das duas mulheres do PT que pelo Senado passaram, e passam. Azedas, como a ex senadora Ideli Salvati. Irrascivel, subserviente e antipatica como a atual Marta Suplicy, a vovó Barbie. Se o Lulla deixar a mulher trabalhar, dias melhores virão.

 

Erico L. S. Pereira erico_ooo@yahoo.com.br

Valparaiso

 

 

 

______________________________

 

 

 

 

NOSSA CLASSE POLÍTICA

 

A maioria dos políticos já tiveram ou têm cargos nas estatais , acredito que sejam estes o seu único emprego. Raramente vêm da iniciativa privada, pois não têm gabarito para tal. Se quisermos melhorar o padrão da classe política, temos de acabar com os cargos em todos os escalões, deixando-os para os funcionários concursados ou de carreira.

 

Sinclair Rocha  sinclairmalu@uol.com.br   

São Paulo

 

______________________________

 

 

 

‘A  Arte da Política’

 

Terminei de ler o livro A Arte da Política escrito pelo sociólogo Fernando Henrique Cardoso. Depois de passar por cargos e Ministérios de alta responsabilidade, por duas vezes exerceu a Presidência da República. Instituiu o Real, nova moeda que veio para ficar e apresentou à nação esse livro, instrutivo e fascinante. Dificilmente surgirá outro no Brasil trazendo na bagagem condições semelhantes a dele, para escrever com tanta propriedade e superá-lo. Seus ensinamentos devem ser aproveitados no presente, e servir de guia às gerações futuras. Não só na política, mas em qualquer atividade praticada pelo cidadão na sociedade. O livro deve ser lido por todos. É um poderoso foco de luz, direcionado a iluminar o caminho aos idealistas, honestamente empenhados, na gigantesca tarefa da construção e aprimoramento do nosso imenso Brasil; que a passos largos adentra o século XXI. 

 

 

Hercílio Tavares de Albuquerque pedro_sk8etc@hotmail.com

Sarapuí

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.