Cartas - 1/11/2010

DILMA PRESIDENTE

, O Estado de S.Paulo

01 Novembro 2010 | 00h00

Vitória e calvário

Parabéns, sra. Dilma Rousseff, eleita presidenta do Brasil! Não se esqueça de que depois dessa vitória começará o seu calvário...

ELZA D"AMBROSIO BUSATO

elza.busato@uol.com.br

São Paulo

___________________________

AGORA É SÓ FAZER

Como foi previsto, Dilma levou a melhor. O que se espera agora é que ela dê o melhor de si e um tombo em toda a picaretagem existente em quem a apoiou. Em início de mandato não lhe faltará respaldo para atitude corajosa desse tipo. Assim, poderá surpreender a todos. É só ter vontade e fazer. Tem gente competente e que conhece isso tudo ao seu lado, bem como ela própria.

JOSÉ PIACSEK NETO

bubapiacsek@yahoo.com.br

Avanhandava

___________________________

POVO POBRE

A vitória de Dilma/PT na eleição presidencial é uma vitória do povo brasileiro - sobretudo dos mais pobres - e do Brasil. Dilma dará continuidade ao projeto iniciado no governo Lula, que tirou dezenas de milhões de brasileiros da linha de pobreza, aumentou o valor real do salário mínimo e o consumo interno, criou milhões de empregos e colocou o Brasil num novo patamar no cenário mundial, agora como protagonista altivo, e não mais como coadjuvante submisso. Nossas elites predatórias e conservadoras podem espernear à vontade, mas o povo está com Lula e Dilma. Parabéns, Brasil!

RENATO KHAIR

renatokhair@uol.com.br

São Paulo

___________________________

E O CHÁVEZ?

Dilma Rousseff não manifestou a sua posição quanto à política externa brasileira. Será que vamos embarcar na canoa mofada das esquerdas enfurecidas? Será que vamos ser ciceroneados por Hugo Chávez? José Dirceu e Marco Aurélio ficaram quietinhos para não atrapalhar a eleição da invenção de Lula. E agora, vão botar as manguinhas de fora?

J. TREFFIS

jotatreffis@hotmail.com

Rio de Janeiro

___________________________

QUEM VENCEU

Venceram a mentira e a enganação, o aparelhamento do Estado, a estatização, o controle dos meios de comunicação, a farra com o dinheiro público, o escárnio público às decisões judiciais, a política externa do atraso, a bajulação das ditaduras, a tomada do poder a qualquer custo, legal ou não. Acho que, desta vez, nem Deus vai conseguir ajudar.

CELSO BATTESINI RAMALHO

leticialivros@hotmail.com

São Paulo

___________________________

MERECEDOR

De forma inexorável, realmente cada povo tem o governante que merece.

FRANCISCO JOSÉ SIDOTI

fransidoti@terra.com.br

São Paulo

___________________________

HERANÇA MALDITA

Ela venceu, agora terá de enfrentar a herança maldita: dívida interna alta, infraestrutura - aeroportos, portos, estradas - por fazer, reformas sérias não realizadas, estádios a construir, salários prometidos, inflação começando, etc. e tal. Lula recebeu uma herança bendita, que pôde usar e surfar nos seus efeitos, mas ela não a terá e poderá reclamar do antecessor... Como são bons de boquinhas, aparelhamentos e nada de comPeTências, espero que o aceno que ela anunciou que fará ao PSDB não seja aceito. Henrique Meirelles, do Banco Central, que salvou e deu crédito a este governo, saiu do PSDB. Eles que se virem...

TANIA TAVARES

taniatma@hotmail.com

São Paulo

___________________________

O POSTE

Nosso, ainda, presidente, ao eleger o poste, entrará na seleta galeria dos políticos que disseram: "Quebrei o banco ou o Estado, mas elegi o meu sucessor."

JOSÉ PEDRO B. GONÇALVES

jotapebege@terra.com.br

São Paulo

___________________________

DURA MISSÃO

A vencedora terá um desafio pesadíssimo, logo de início: unir a Nação. Esta eleição acabou dividindo as pessoas. Há muito ódio nas duas partes. Pena que um ato belíssimo da democracia possa ter caminhado para esse lado.

CLEZIO DONIZETE GOULART

clezio_goulart@yahoo.com.br

São Paulo

___________________________

DEMOCRACIA

Espero que a vencedora governe mesmo para os 200 milhões de brasileiros, e não só para os que a elegeram. Infelizmente, o governo Lula foi marcado por invasões de terras e empresas, desrespeito às leis, tentativa de calar a imprensa, jogou nordestinos contra o povo do Sul e do Sudeste, criou intrigas de pobres contra ricos, enfim, não governou para o Brasil. Teremos de aguentar festas nas ruas da metade da população que elegeu a vitoriosa, mas o vencedor terá de ser o Brasil, e não a eleita ou seu partido. Sei que estamos longe de ter um estadista no governo como foi FHC, que mudou para sempre a História deste país, mas faço votos de que a nova presidente possa melhorar este país, que tem tantas riquezas e até então um povo liberal e democrático. Vamos comemorar, sim, a democracia, em que o povo elege quem quer e pode falar o que pensa e quando quiser!

LUIZ CLAUDIO ZABATIERO

zabasim@ig.com.br

São Paulo

___________________________

ESTADISTA DO AGRESTE

A declaração de Lulla, após votar, de que Serra "sai menor desta eleição" é, no mínimo, hilária, pois elle é que realmente perdeu a compostura e a postura que deveria ter tido (não mantido, pois nunca a teve). Tomara seja verdade o resto de sua declaração, de que vai sumir da cena governamental. Que viaje bastante, pois certamente recursos para isso não lhe irão faltar. Tchau, Lulla!

JOÃO ATHAYDE DE OLIVEIRA NETO

jathayde@globo.com

São Paulo

___________________________

UM LULA MENOR

A única certeza que Lula deixou nesse período de propaganda eleitoral foi que ele sairá muito menor do que quando entrou na campanha. Ele se esqueceu de que era o presidente, comportando-se tão somente como cabo eleitoral. Se isso não bastasse, não demonstrou nenhum respeito aos adversários políticos. O País não merecia isso.

VICENTE BENTO DE OLIVEIRA

vicente-bento@uol.com.br

Lençóis Paulista

___________________________

"O Brasil levou 510 anos, precisamente, para eleger uma mulher presidente. Parabéns, Dilma"

ARNALDO LUIZ DE OLIVEIRA FILHO / ITAPEVA, SOBRE A ELEIÇÃO PRESIDENCIAL

arluolf@hotmail.com

"Parabéns, Luiz Inácio. Meus pêsames, Brasil"

JAMES F. SUNDERLAND COOK / SÃO PAULO, IDEM

sunderland2008@gmail.com

"O mais difícil desta eleição foi ter de escolher entre seis e meia dúzia..."

CONRADO DE PAULO / BRAGANÇA PAULISTA, IDEM

conrado.paulo@uol.com.br

___________________________

VOCÊ NO ESTADÃO.COM.BR

TOTAL DE COMENTÁRIOS NO PORTAL: 5.006

TEMA DO DIA

Brasil elege a primeira mulher presidente

Dilma Rousseff consegue mais de 50 milhões de votos no 2º turno e será a sucessora de Lula

"Parabéns à primeira mulher presidente do Brasil!"

MATHEUS RAEL

"Petulância de alguns achar que a população brasileira não sabe votar. O Povo é soberano e fez sua escolha. Agora, Dilma é presidente de todos os brasileiros. Jogar contra não adianta."

CARLOS HENRIQUE QUEIROZ DE ALMEIDA

"Serra é o único culpado desta desgraça. Se o candidato fosse Aécio Neves, a coisa teria sido diferente."

JOSÉ CARLOS SALLES

___________________________

Cartas enviadas ao fórum dos leitores, selecionadas para o estadão.com.br

ELEIÇÕES 2010

E agora, José? (Carlos Drummond de Andrade)

Isnard Camara de Oliveira, ungoa@uol.com.br

Bragança Paulista

___________________________

PARABÉNS, SERRA!

Parabéns a José Serra pelo seu desempenho nas eleições de 2010. Se não houve a vitória, ficaram marcadas sua persistências e sua capacidade de luta num cenário para lá de desigual. O Brasil ainda precisa muito de você e espero que continuar na luta seja seu ideal. O Brasil precisa de uma reforma política séria, que aproxime o eleitor de seus representantes, que fortaleça os partidos políticos, que elimine ou reduza fortemente as chances de corrupção e que dê a São Paulo a representação proporcional na Câmara dos Deputados correspondente à sua população. Essa era uma bandeira de sua proposta de governo que precisa ser continuada, principalmente porque sua votação nacional foi expressiva e porque este tema vai além dos contornos partidarios. Esperamos que essa seja uma iniciativa imediata, porque o Brasil não pode mais suportar os efeitos nefastos do voto proporcional, nem as alianças partidárias em cargos do Legislativo, nem essa desavergonhada suplência de senadores. Para a luta, Serra! Contamos com você!

Carlos Avila c.avila@modusoperantis.com.br

São Paulo

___________________________

TEMPOS DIFÍCEIS

O governo fez sua sucessora, Dilma ganhou. E mais, tem a maioria no Senado Federal e na Câmara dosDeputados. Portanto, pode aprovar ou reprovar o que quiser. Escrevam aí, enquanto podem, a imprensa que se cuide !

Mário Issa drmarioissa@yahoo.com.br

São Paulo

___________________________

LUTO

Mais quatro anos de corruPTos, incomPTentes e inePTos. Hoje é um dia de luto para nosso país.

Adriana Irigoyen adrianairigoyen@terra.com.br

São Paulo

___________________________

DO QUE O POVO RECLAMA?

Ao eleger a sra. Dilma, candidata do atual presidente da Pepública, neste domingo, o povo, principalmente o mais humilde e das regiões mais remotas, confirmou que está satisfeito com o atual governo e com a sua vida. Portanto, do que reclamam? Quando vejo reclamarem da saúde, da segurança, do desemprego, da falta de saneamento básico, etc., devo entender que deve ser uma armação da oposição! Pois é de total incoerência reclamar e depois avalizar!

Luto para não acreditar, mas cada vez mais tenho de concordar com a frase: cada povo tem o governo que merece!!!

Carlos Roberto Barreto Barsotti cbarsotti@hotmail.com

São Paulo

___________________________

SEGUNDO TURNO

Os brasileiros e as brasileiras mostraram que não pretendem ampliar para todo o Brasil as mazelas que o PSDB proporcionou ao Estado de São Paulo desde 1994. Eu falo de estradas em que se deve parar em pedágios a cada 20 minutos em nome da qualidade da via e se esborracham os pneus do veículo a cada dois segundos; falo da saúde que o candidato da sigla tanto defende e os usuários paulistas enfrentam filas de meses para realizar uma simples consulta; dos policiais que trocaram o antigo orgulho da função pelo medo das facções criminosas que atuam no Estado; falo do sistema prisional, que é dominado pelas facções; falo dos professores, que são submetidos a provas para poderem continuar em seus empregos de míseros salários, para ainda serem assaltados dentro da escola, assistir a jovens usando drogas e sofrendo convulsões entorpecidas dentro da sala em que deveriam desenvolver aulas, e quando saem às ruas, em atos pacíficos, à reivindicarem melhores condições de trabalho e educação séria, são recebidos com polícia e cães - aquela mesma polícia que se esconde dos bandidos. Quis ser governante em nome da liberdade e da democracia um ditador que impede a permanência da imprensa no espaço de uma manifestação pública grevista e bloqueia o espaço aéreo, tudo para não ter propagado o corolário de seu discurso fajuto, em que declara que apenas 1% da classe reivindicadora fez presença no ato. Ainda, bem que o restante do País enxerga bem, porque ainda, a maioria desse dos eleitores do nobre Estado de São Paulo estão vendados.

Vandecio Carvalho, professor vandaotrombone@hotmail.com

Castilho

___________________________

CAI O PANO

Finalmente, chegamos ao ocaso do lulismo. A partir de 2011, sua ampla mediocridade ressaltada nas desastradas relações internacionais, na vergonhosa negação da herança bendita recebida do seu antecessor, na corrupção desenfreada dentro do partido-rêmora que se alimenta à sua sombra e na péssima compostura como pretenso líder e como ser humano, se recolherá na concha do ostracismo. Menos de duas décadas será tempo suficiente para que a História não guarde sua figura. Os últimos três ocupantes da Casa Civil mostraram o caminho pantanoso e movediço a que votos inconsequentes no segundo turno nos conduziram - felizmente, ao enterro do lulismo e, infelizmente, à instalação de um tumor político ditatorial, que trará mal-estar à sociedade brasileira, seja a ricos ou a pobres, nordestinos ou sulistas.O petismo segue o lagostismo - vermelho, casca grossa, cérebro restrito e propensão a viver nas costas do Brasil, ao contrário do lulismo, adepto do falar muita bobagem e fazer pouco, só surfando ondas e se lambuzando com ostentação de suntuosidade e desperdício, típica de novos ricos. O projeto de perpetuação no poder do petismo deveria ter sofrido um basta dos eleitores, alternando-se o comando do País, para que tivéssemos uma imprensa verdadeiramente livre e uma sociedade mental, economica e financeiramente saudável. Já que não tiveram discernimento, boa sorte, brasileiros! Nós vamos precisar...

Flavio Marcus Juliano opegapulhas@terra.com.br

São Paulo

___________________________

HABEMUS "PRESIDENTA"

Sai o molusco e entra Dona Redonda! Fazer o quê? Estamos numa democracia e temos de engolir os sapos das escolhas erradas dessa população que se vende por um cartão magnético. Paciência! Caíram na armadilha do progresso e mal sabem eles que estão sendo empurrados em direção ao abismo da ignorância preservada, da intolerância, do desprezo pelos direitos democráticos e rumo ao desconhecido. Sim, porque dona Dillma Redonda Rousseff é uma incógnita amarga que muitos de nós não pagaríamos para ver. Os mais atentos sabem de onde ela veio e para onde quer nos levar. Mas a vontade do povo é soberana, então, habemus "presidenta", já que até a forma de se colocar ela já mudou: presidenta não existe em nenhum dicionário. Independentemente do resultado deste pleito, a baixaria da campanha a que o presidente Lulla se referiu seguiu apenas o ritmo que ele impôs às disputas eleitorais nestes longos oito anos. O verdadeiro exterminador da ética e moral. Nunca antes neste país, desde o término da ditadura militar, vimos um presidente descer tão baixo com relação ao cargo que ocupa e esperamos ser a última, porque um país que quer crescer e se desenvolver precisa da expressão máxima de um governante, não a mínima, como tem sido Lulla, mas que finalmente se despedirá em dois meses! Pelo menos esta alegria!

Beatriz Campos beatriz.campos@uol.com.br

São Paulo

___________________________

ENGOLINDO SAPOS

A eleição é o momento democrático em que o cidadão coloca nas urnas a sua vontade. Ok, Dilma Rousseff venceu. Vamos esquecer as brigas políticas e começar tudo novamente. Nem sempre vence o melhor, mas deve-se respeitar a vontade do povo e esperar que o eleito faça um governo que fortaleça o Brasil. O primeiro desafio de Dilma serão as reformas. Se Lula, com todo o seu poder político, nada conseguiu, vamos conferir qual o capital político de Dilma para enfrentar esse velho desafio tantas vezes deixado para trás. Para quem engoliu um sapo por oito anos, não será difícil engolir uma sapa. Avante, Brasil!

Izabel Avallone izabelavallone@yahoo.com.br

São Paulo

___________________________

GUERREIRA?

O presidente da República, tentando dar mais um empurrãozinho na sua pupila predileta via propaganda eleitoral gratuita, informou ao eleitor que ela será uma ''guerreira'' no governo. Se ela vai ser, não sabemos, mas guerrilheira ela já foi.

Dietmar Rother, rother@teknobank.com.br

São Paulo

___________________________

GUERREIRA!

Realmente a Dilma se portou nesta eleição como uma verdadeira guerreira no sentido literal da palavra. Por sua vez o presidente Lula, conseguiu eleger um poste contra o experiente politico Serra, que deverá pendurar as chuteiras.

Arnaldo Luiz de Oliveira Filho arluolf@hotmail.com

Itapeva

___________________________

O RESULTADO DO PLEITO

Dilma venceu por três razões específicas: o apoio irrestrito de Lula (por vezes até ilegal), o evidente uso da máquina a seu favor e a incompetência do marketing da campanha de José Serra, que não permitiu solificar na cabeça do eleitor a importância dos grandes feitos conquistados pelo PSDB para o Brasil, tais como a estabilização econômica, o fim da inflação, as bases dos programas sociais (dos quais surgiu depois o Bolsa-Família), as importantes privatizações, que otimizaram empresas como a Vale do Rio Doce e expandiram estratosfericamente setores como o da telefonia. Contribuições inegáveis.

Todavia é importante salientar que a desatenção dos eleitores de Dilma dá carta branca a uma das iminências pardas de sua campanha, José Dirceu - um dos maiores cânceres políticos deste país, cidadão que trabalha contra a democracia e tem absoluta aversão à liberdade de expressão, pregando sempre hostilidade (se não algo pior) contra os adversários e desafetos políticos. Ao ignorar este importante detalhe, o eleitor de Dilma assinou um cheque em branco.

Por fim, resta torcer pelo Brasil, mantendo sempre os olhos bem abertos quanto à condução do País pela presidente eleita. Afinal de contas, o Brasil é ''um país de todos'' - e não do PT.

Sérgio Eckermann Passos sepassos@yahoo.com.br

Porto Feliz

___________________________

CARTA ABERTA

Queria aproveitar este espaço para agradecer à sra. Marina Silva. Graças à sua subida no muro, seremos obrigados a aguentar mais quatro anos de ''eu não sabia'', ''eram uns aloprados'', ''nunca antes na história deste país'', ''isso são recursos não contabilizados'', ''assinei sem ler'', entre outras pérolas que nos coroaram nos últimos oito anos. Tivemos a chance de mudar o rumo desta história, mas essa senhora se apequenou. Sabe quando ela terá 20 milhões de votos novamente? Nunca mais! Aliás, já foi convidada para ser ministra?

Renato Camargo natuscamargo@yahoo.com.br

São Paulo

___________________________

FALM OS RESULTADOS

Observando os resultados no mapa por Estados, nos mais produtivos a Dilma perdeu. Portanto, a mamação vai continuar. E, pela diferença obtida no Rio de Janeiro, ela terá de manter no chão por mais quatro anos aquele aviãozinho do combate às drogas do qual tanto falou.

Miguel Pellicciari emepe01@uol.com.br

Jundiaí

___________________________

DEU O AZARÃO

O povo preferiu eleger uma presidente marionete treinada à exaustão para se tornar um Lulla de saias (sem o jogo de cintura, mas com toda a malandragem).

Venceu o azarão com uma diferença de aproximadamente 12%. Cadê os quase 90% de popularidade do Lulla?

Maria Eloiza Rocha Saez m.eloiza@gmail.com

Curitiba

___________________________

MITO

Neste domingo acabou-se, definitivamente, o mito de que Deus é brasileiro.

Valter A. B. Costa valbecoss@ig.com.br

São Paulo

___________________________

A MÍDIA PERDEU, DE NOVO

A grande mídia brasileira precisa de um DR, ou seja, discutir a relação. Toda a parcialidade demonstrada na cobertura eleitoral não surtiu efeito nas urnas, de novo. Quem sabe leitores, ouvintes, espectadores sejam bem mais inteligentes do que pensam os donos dos meios de comunicação.

Marcos Brogna mbrogna@uol.com.br

São Paulo

___________________________

FAVAS CONTADAS

Parabéns à nova presidente do Brasil, sra. Dilma Rousseff . Ela só venceu essas eleições porque essa foi a vontade da maioria do povo brasileiro. Que Deus a ilumine e possa encontrar entre os partidos políticos união para governar, até porque problemas para serem resolvidos não vão faltar.

Virgílio Melhado Passoni mmpassoni@gmail.com

Praia Grande

___________________________

VERGONHA NACIONAL

Hoje sinto vergonha de ser brasileiro pela primeira vez na vida, mas não pretendo abandonar nossa terra, então inicio hoje a campanha para 2014 no sentido de abrir os olhos dos brasileiros para essa mentira criada pelo ''chefe de facção'' Lula.

Não me sinto representado por uma presidenta fantoche. Em pleno 2010 o Brasil deixou de escolher o político mais preparado do País para ser presidente e preferiu escolher alguém que nunca foi eleita sequer para síndica de condomínio.

Entre a vacilação e a omissão de Aécio Neves e Marina Silva, o amor pelo Brasil foi deixado em segundo plano. Os projetos pessoais foram priorizados. Agora que venha o Bolsa-Capim.

Sandro Ferreira sandroferreira94@hotmail.com

Ponta Grossa - PR

___________________________

PÊSAMES

Meus pêsames, Brasil, extensivos a todos os Estados da Federação.

Anna Sylvia Lemos de Toledo ana.sylvia@hotmail.com

Colina

___________________________

DILMA PRESIDENTA, APESAR DE TUDO!

Apesar da força que a mídia fez, principalmente esse jornal, deu a vontade do povo. Graças a Deus.

João Vasconcellos de Oliveira jcellosoliveira@gmail.com

São Paulo

___________________________

PARABÉNS

Infelizmente, 81 dias depois tenho que continuar dando parabéns.

Ao Zé Serra, pela incompetência política.

Ao PSDB, pela covardia frente ao Lulla e ao PT.

Ao Zé Dirceu pela conquista de 20 anos de poder.

Luiz Carlos Moreira lcm@tableau.art.br

Vargem Grande Paulista

___________________________

TAMPÃO

A explicação para Lula ter posto a Dilma goela abaixo do PT, sem consulta, resume-se a ela ter aceitado um mandato tampão, preparando o terreno para ele voltar em 2014, e com ela abrindo mão de tentar ser reeleita.

Conrado de Paulo conrado.paulo@uol.com.br

Bragança Paulista

___________________________

A IGNORÂNCIA ELEGEU A ''CRIATURA''

Terminou a campanha eleitoral e a ignorância elegeu a ''criatura'' gerada pelo presidente Burla. Na quase totalidade dos Estados do Norte-Nordeste ganhou de goleada. Os migrantes dessa região, mais mineiros e outros que decidiram essa eleição, quando precisarem de trabalho com melhores salários e tratamentos de saúde e procuram nosso Estado, que mudem o destino do Morumbi para Brasília, que a ''criatura'' do Burla resolverá. Aqui, no nosso Estado, o MST, que entrou em ''férias'' durante campanha para não atrapalhar o PT em geral, voltará a seu terrorismo contumaz, mas quando aqui invadirem propriedades agrícolas produtivas, que a policia prenda todos e o governo os envie para Brasília, para lá cobrarem da ''criatura'' terras de Estados do Norte-Nordeste, onde há com fartura e sem ocupação agrícola. Em São Paulo, aquela imensa colônia nordestina que votou em massa na petista e habita principalmente áreas sujeitas a inundações, porque para cá vieram sem quaisquer condições econômicas, quando vitimas dessas com perda de bens, que procurem o PT, pedindo condução para irem a Brasília pedir soluções para sua miséria. Em suma, quando precisarem de obras, auxílio financeiro, moradia e outras necessidades, não cobrem do Alckmin, e sim de quem escolheram para presidente, porque o governo federal tira bilhões demais em impostos de São Paulo e devolve quase nada para nosso Estado investir.

Laércio Zannini arsene@uol.com.br

São Paulo

___________________________

SIMPLES ASSSIM

Em 11 Estados onde o povo produz, ganhou o Serra. Nos Estados onde há a vagabundagem, ganhou a Dilma.

José Saez jsaez2007@gmail.com

Curitiba

___________________________

PRIMEIRA PRESIDENTE DA BRASIL

Acontecimento que deveria alegrar mulheres de minha geração, só revela como estamos distante da verdadeira igualdade de gênero. Uma mulher sem expressão parece que aceitou guardar a cadeira para que um homem a ocupe, novamente, após as eleições de 2014. Tristes tempos.

Ana Lúcia Amaral anamaral@uol.com.br

São Paulo

___________________________

ESTOU DE LUTO!

Com o encerramento da eleição para a Presidência da Republica e a vitória da situação, vejo sepultadas todas as minhas esperanças de ver imediatamente um país que possa ser passado a limpo e ter renovada a expectativa de toda a Nação, e não somente de uma porção de cidadãos, tão honestos e trabalhadores quanto nós, da classe média (??), mas que graças aos malefícios do analfabetismo, da fome e da miséria em que se encontram são presas fáceis de um governo de pseudopopulismo, que, entretanto, visa única e tão somente atingir seus objetivos pessoais e financeiros, obtidos muitas vezes de formas fraudulentas e totalmente passíveis de ajuizamento legal, sem que, contudo, e em razão de nossas antiquadas leis e da jurisprudência vigente no País, possam ser efetivamente alcançados e punidos com o rigor que seria de esperar.

Nada tenho a objetar quanto ao fato de o mais alto cargo do País ter sido atingido por uma mulher, posto que elas têm capacidade e condições de exercer um cargo de tal natureza da mesma forma que os homens sempre tiveram.

O que me causa profundo desgosto e decepção, entretanto, é de quem se trata, de seu passado e também e principalmente do fato de que ela, tal como uma cobaia, foi criada num laboratório no Planalto Central com o fim e propósito de tentar perpetuar a situação no País e as benesses que têm sido diariamente expostas e escancaradas por uma imprensa corajosa e destemida.

Espero (sic) , entretanto, que ela possa criar vida própria e se afastar do pragmatismo e da plataforma política voltados apenas para arrebanhar e controlar os menos preparados e esclarecidos e faça efetivamente um governo de união, justiça, respeito aos direitos individuais e coletivos, bem como aos meios de comunicação, afastando-se também da influência funesta e peçonhenta de pretensos presidentes estabelecidos na América do Sul, que só nos lembram pelos seus trejeitos e desfaçatez, ditadores de pequenas republiquetas de quinta categoria.

Que ela não se esqueça também de que o comércio exterior é a alavanca que projeta e permite ao Brasil atingir os recordes e situação previlegiada da balança de pagamentos do País e que o câmbio requer adoção de medidas corajosas e que, como citado enfaticamente por ela em diversas oportunidades, o ensino, a saúde, a moradia e o bem-estar da população, em geral, são obrigações implícitas de quem pretende fazer um governo do povo e para o povo, não se esquecendo, no entanto, de que a classe média (??), em que nos encontarmos, é na verdade a propulsora que paga impostos, cria novos postos de serviços e paga suas contas em dia, além de ser em sua imensa maioria, de natureza e princípios cristãos, que também devem ser integralmente preservados.

Estaremos na oposição, observando e cuidando para que possamos constatar melhorias em todos os níveis e em todas as situações, pois o Brasil e seus cidadãos, principalmente os de bem, merecem muito mais do que lhes foi dado receber e constatar durante o governo que está por terminar.

Que Deus nos abençoe, agora mais do que nunca, e prove que é brasileiro!

Roberto Ekres robertoe@grieg.com.br

São Paulo

___________________________

QUEM GOVERNARÁ?

Vencida a eleição presidencial pela candidata do Lula, cabe a pregunta:

quem vai efetivamente governar, Dilma, Lula, José Dirceu ou Michel Temer?

Celso Battesini Ramalho leticialivros@hotmail.com

São Paulo

___________________________

UM PAÍS DIVIDIDO

Se mais da metade dos votos válidos dos cidadãos brasileiros dá a Dilma Rousseff o indiscutível respaldo democrático para o exercício da Presidência nos próximos quatro anos, por outro lado, mais de 40 milhões de votos - e sua distribuição geográfica singular - mostram claramente que, de fato, os brasileiros estão divididos quanto ao seu destino. Esse contingente enorme de brasileiros disse "não" ao lulo-petismo de resultados e caberá à "presidenta" Dilma não substimá-los, cuidando para que a divisão da Nação seja apenas de preferência distinta pelo mandatário máximo do País. E não é dando continuidade à política de seu padrinho político, que desdenhou das leis vigentes impunemente - fazendo do palácio o quartel-general da campanha de sua escolhida para a Presidência, construindo muralhas verbais e programáticas entre pobres e ricos, negros e não negros, MST e proprietários de terras, Nordeste e Sudeste, evangélicos e católicos, empresários e operários - que irá conseguir estreitar o grande fosso formado entre o vasto contingente de não conformados com sua eleição e a companheirada, respaldada pela maioria dos votos, muitos absolutamente inconscientes, dos brasileiros.

Vamos esperar seus primeiros atos, as suas primeiras escolhas e os primeiros insatisfeitos com a divisão do poder, com a expectativa de que a sua verdadeira personalidade - camuflada pelos marqueteiros e pelo tratamento estético - não venha à tona com todos os matizes de cores vermelhas de seu passado, que todos os brasileiros que ficaram do outro lado temem.

Daniel Debiazzi danieldn@ajato.com.br

São Paulo

___________________________

A ESCOLHA

Os brasileiros escolheram ontem seu representante máximo. Espero que as profecias não se realizem e o próximo governo não promova atos usuais do governo que o antecedeu. A oposição, eu espero, cumpra seu papel e seja oposição verdadeira, sem salto alto, sem ficar em cima do muro. Espero que essa eleição marque um aprendizado para todos os cidadãos, para que não aconteçam mais eleições baixas e inescrupulosas e que cada um saiba da importância do seu voto, que decide o futuro da País. Afinal, quem ganha ou perde com um novo governo somos todos nós, brasileiros.

Lucia Helena Flaquer lucia.flaquer@gmail.com

São Paulo

___________________________

E AGORA, BRASIL?

O País deu sua resposta nas urnas. Aguarda-se agora que outras Erenices e outros aloprados não tomem conta do poder e que o presidente Lula, reeleito em Dilma, ocupe seu lugar e permita que sua escolhida governe. De nossa parte estaremos atentas para acompanhar os destinos do Brasil nas mãos de uma mulher presidente. Deus abençoe o nosso futuro!

Ruth de Souza Lima e Hellmeister rutellme@terra.com.br

São Paulo

___________________________

POBRE BRASIL

Vejo com muita tristeza, preocupação e revolta o resultado das eleições presidenciais. Com a continuidade do poder nas mãos de Lulla (Dilma é apenas uma marionete delle) e do PT, já podemos esperar pelo pior. A volta dos "camaradas", do peleguismo, de um MST impune e convulsionando o País, escândalos financeiros não investigados, roubalheira institucional, aloprados, imprensa amordaçada, perseguição a quem é contra o "pudê", enfim, uma "república bolivariana" e um governo fascista e corrupto. Nada mais poderemos esperar de quem é amigo de Chávez, Fidel, Ahmadinejad e outros tiranos. Quem sobreviver verá!

Beni Algranti beni.algranti03@gmail.com

São Paulo

___________________________

INCERTEZA

O que podemos esperar no futuro de uma pessoa que teve um passado tão obscuro?

Laert Pinto Barbosa laert_barbosa@ig.com.br

São Paulo

___________________________

ESCURIDÃO

Vamos torcer para que o governo da Dilma não seja tão obscuro quanto o seu passado. Se assim não o for, a escuridão tudo esconderá.

Darci Trabachin de Barros darci.trabachin@itelefonica.com.br

Limeira

___________________________

MALDIÇÃO X COMPENSAÇÃO

Vendo consumado meu vaticínio de tempos atrás de que, consumida a herança (dita) maldita, deveria restar apenas a maldição, espero que o povo brasileiro esteja preparado para a praga bíblica que se aproxima, provocada por ele mesmo. Aprender da pior maneira possível pode parecer uma sina, mas é só um fruto da indigência cultural e educacional. De um jeito ou de outro, infelizmente, concretiza-se como um destino inexorável.

Mas nem tudo é tragédia, ou, melhor dizendo, a tragédia não pode ser classificada como absoluta, uma vez que não é suficiente para anular a satisfação de imaginar que falta muito pouco tempo para que esse sujeito chamado Lulla deixe a Presidência da República. E isto simplesmente porque não é concebível que possa existir uma outra figura tão torpe e desprezível.

José Benedito Napoleone Silveira nenosilveira@aim.com

Campinas

___________________________

OS QUE NÃO MERECIAM SERRA

Proclamada a sra. Dilma Rousseff presidente do Brasil, pelo TSE, a pergunta que faço é se Serra não cometeu um grande erro político ao se candidatar a presidente. Do meu ponto de vista, sim!

Penso que doravante quem se candidatar a presidente do nosso país terá que ter a "cara" do sr. Lula e uma identidade semelhante aos brasileiros que mal sabem escrever o nome; que seja grosseiro; que não tenha valores morais; que seja mentiroso e tenha sempre uma corte de corruptos ao seu redor e quando questionado sobre assuntos incômodos tenha sempre na boca um "eu não sabia". Ter formação universitária ou já ter lido um livro na sua vida é um crime.

Serra nada perdeu. Ele teria de administrar essa escória social que está sempre à espera de uma "boca" e que acha que o governo deve lhe dar tudo. Agora o candidato do PSDB pode viver sua vida como "clerc" que sempre foi, dar aulas em universidades de Primeiro Mundo e provavelmente dirigir instituições internacionais, seja em Washington ou em Londres. Serra ganhou. Ganhou tranquilidade para refletir, escrever seus livros e artigos e conviver mais com os seus. Um velho amigo meu me disse há muitos anos que fazer politica é meter a mão na m... Serra não precisará disso. Bom descanso, amigo e companheiro, esqueça os brasileiros que nunca mereceram sua inteligência, sua integridade, sua experiência e sua ética.

Antonio Ribeiro de Almeida, professor aposentado, USP - câmpus de Ribeirão Preto ribercor33@uol.com.br

São José do Rio Preto

___________________________

SERRA, O BONZINHO

Jesus dizia: você tem ser quente ou frio, se for morno eu vomito! Monteiro Lobato usava os seguintes critérios para avaliar os escritos que lhe eram apresentados: ótimo, bom, regular, péssimo e bonzinho! Merecidíssima a derrota de Serra, porque poupou o governo do PT, raramente falou do mensalão com medo de arranhar o índice de aprovação do Lula. Foi morno, bonzinho e não teve a coragem de desmascarar os que só pensam no que o Brasil pode fazer por eles, e não no que eles podem fazer pelo País (Kennedy)!

Eugênio José Alati eugeniojosealati@yahoo.com.br

Campinas

___________________________

TUCANOS

O eleitor está cansado de saber que o candidato tucano José Serra não tem eleitorado suficiente para vencer eleições presidenciais no Brasil. Nem ele e mais ninguém do partido, com a rara exceção de FHC. O único que restará para o PSDB lançar como candidato à Presidência será o tal Índio da Costa. Se for, deverá chegar em quarto ou quinto lugar. Uma despreparada, que nunca foi candidata nem a vereador, venceu o Serra. Todos nós sabíamos! Este Fórum publicou diversas cartas a esse respeito, inclusive minhas. Assim, vamos continuar com o PT e os nanicos da esquerda festiva do Brasil, eternidade afora. Que Deus tenha compaixão dos brasileiros que estão nascendo hoje!

Roberto Stavale bobstal@dglnet.com.br

São Paulo

___________________________

MEA-CULPA

Arrependo-me de ter acusado FHC de negligenciar a sua sucessão, oferecendo a Lula a Presidência, de mão beijada. Hoje reconheço a sua inocência. A culpa foi do José Serra, que continua ruim de voto.

Sergio S. de Oliveira ssoliveira@netsite.com.br

Monte Santo de Minas (MG)

___________________________

CÔMODO DESINTERESSE

Ao pessoal que viajou no domingo e deixou de votar por falta de interesse, vale lembrar que durante os próximos quatro anos, pelo menos, serão governados pelos que se interessam...

Victor Germano Pereira victorgermano@uol.com.br

São Paulo

___________________________

POR QUE DILMA VENCEU

Dilma sagrou-se vitoriosa deste embate eleitoral porque Serra e o QG do seu partido não tiveram a sensibilidade e coragem suficientes para alterar radicalmente o rumo da campanha, não obstante inúmeros alertas de abalizados experts no assunto, os quais foram publicados na mídia ao longo dos últimos meses. Transcrevemos trechos de dois deles, ambos nesse conceituado Estadão: ''A oposição precisa ter propostas novas e capacidade para convencer o eleitorado de que elas são necessárias, viáveis e urgentes'' (''Porque Dilma será a nova presidente'', por Carlos Pio, em 13/11/2009, A2). ''Melhor seria (o PSDB) trabalhar, formular crítica substantiva, programática; de modo inteligível, qualificar "o futuro" e o que afinal se entende por "continuidade sem continuísmo", "lulismo sem Lula", "pós-Lula"... (''Lógica favorável'', por Carlos Melo, em 7/3/1010, caderno Aliás, pág.3).

Tarde demais para justificativas!

Jorge Ueda jorgeueda@hotmail.com

São Paulo

___________________________

TIRIRICAS

Um país onde 1.300.000 adultos votam num palhaço para deputado não merece mais do que um poste na sua Presidência, certo?

Roberto Hollnagel rollnagel@terra.com.br

São Paulo

___________________________

LÉPIDO

Rápido, ligeirinho o Kassab (prefeito de São Paulo) não está mais na oposição nem na situação, ele não está em cima do muro, é o próprio. Depois de detonar a Dilma em todas suas falas durante a campanha do Serra, vejam só o que ele disse logo após votar no segundo turno... "O prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (DEM) afirmou que o candidato do PSDB à Presidência, José Serra, está muito bem preparado para governar o País, mas que a candidata petista, Dilma Rousseff, também está preparada para o cargo." Acho que ele já sabia o resultado da eleição antes mesmo de ser aberta a primeira urna.

Jatiacy Francisco da Silva www.lettersofjatiacy.wordpress.com

Guarulhos

___________________________

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.