Cartas 12/11/2010

TIRIRICA

, O Estado de S.Paulo

12 Novembro 2010 | 00h00

É para rir

Agora a política ficará mais engraçada, Tiririca será diplomado deputado federal!

CÍCERO SONSIM

c-sonsim@bol.com.br

Nova Londrina (PR)

_________________________

FINALMENTE

Um "viva" ao Brasil. O Tiririca sabe ler! Está (a)provado.

JOSÉ PIACSEK NETO

bubapiacsek@yahoo.com.br

Avanhandava

_________________________

TESTE

Será que Dilma emprestou o ponto eletrônico que usava nos debates para o deputado-palhaço fazer o teste de alfabetização? Este país é mesmo uma piada. Alguém tinha dúvidas de que ele passaria no teste? Se nem universitários conseguem interpretar um texto, como é que o personagem Tiririca teria conseguido tal proeza?

URSULA E. METZ

ue.metz@uol.com.br

Itapecerica da Serra

PANAMERICANO

_________________________

DE QUEM É A CULPA?

Há nessa história do Banco Panamericano muita coisa duvidosa e esquisita - e põe esquisita nisso! Para começar, todo mundo está dizendo que não tem nada com isso, embora a Caixa Econômica Federal (CEF) tenha feito uma compra de mais de R$ 700 milhões, que agora praticamente viraram pó. Então, o dinheiro público virou nada, foi mal gasto e mal aplicado. De quem é a culpa? Parece que de ninguém. A Delloite, que fazia a auditoria interna, diz não ter culpa. Igualmente o Banco Fator, que foi coordenador da compra pela CEF, e da mesma forma a KPMG, auditoria usada pelo Banco Fator. A CEF e o Banco Central, via Henrique Meirelles, também afirmam categoricamente que não têm culpa. Afinal, quem literalmente "meteu a mão"? A culpa é do mordomo?

MARIA TEREZA MURRAY

terezamurray@hotmail.com

São Paulo

_________________________

RECURSOS PÚBLICOS

O governo diz que a operação de R$ 2,5 bilhões destinados ao Panamericano não envolve recursos públicos. A CEF, que tem metade do banco, não é uma instituição pública? Assim, a não ser que o Panamericano tivesse comprado a CEF, a operação envolve-a, com a responsabilidade de metade desse empréstimo, que, por motivos outros, foi revelada só após as eleições, como a CPMF.

DECIO F. DE ALMEIDA FILHO

bdfpartners@uol.com.br

São Paulo

_________________________

PEDAGOGIA

Para quem prefere não privatizar, o exemplo do Banco Panamericano é pedagógico. Sobretudo para a CEF, que se lançou em tal estatizante aventura.

JAIRO P. GUSMAN

jairogusman@gmail.com

São Paulo

_________________________

AINDA A CEF

Há muita gente envolvida no imbróglio do Panamericano. Quanto à CEF, o que se passa com essa instituição? No caso do Banco Santos (aquele cujo dono é amigo do Sarney), a CEF tinha fundo de ações com cotas desse banco e não sabia de nada (até parece que adotou a prática daquele que está acostumado a não saber de nada quando a barba está pegando fogo). No caso do Panamericano, tinha 49% e também não sabia de nada. A CEF está nas mãos de gestores "muito competentes".

LISÊ MONTEIRO

btcd@uol.com.br

São Paulo

_________________________

O CHEFE

Sr. presidente, tem gente que se exime de responsabilidades quando aparecem negócios nebulosos envolvendo bancos estatais. É, "cara", não dá mais para se omitir, você é o chefe.

DORIVAL MOURA FONTERRADA

marisatrench@uol.com.br

Carapicuíba

_________________________

SILVIO SANTOS

Com o tino comercial que Silvio Santos tem, não venderia 49% do Panamericano, com rombo oculto de R$ 2,5 bilhões, à CEF sem que representasse grande lucro. A CEF compra, enquanto Lula, fazendo reverência com chapéu alheio, ri à toa, dando um forte abraço no grande empreendedor. E nós pagamos a conta.

CONRADO DE PAULO

conrado.paulo@uol.com.br

Bragança Paulista

_________________________

BAÚ CHEIO

Corram, fujam, salvem-se...

Silvio Santos vem aí.

FAUSTO FERRAZ FILHO

faustofefi@ig.com.br

São Paulo

_________________________

IDONEIDADE

Embora o rombo do Panamericano tenha sido bilionário, até que se prove o contrário não temos o direito de julgar antecipadamente Silvio Santos, que sempre demonstrou idoneidade, nada havendo até agora que o desabone. Vale ressaltar que, assim que soube da tramoia feita pela direção do banco, imediatamente pôs todo o seu patrimônio à disposição, sem hesitar, para garantir o empréstimo de R$ 2,5 bilhões para sanar o problema. Já tivemos diversas situações semelhantes de outras instituições com finais fraudulentos, o que nos leva a deduzir que quem está mal-intencionado não age como ele agiu.

ANGELO TONELLI

angelotonelli@yahoo.com.br

São Paulo

_________________________

TROCA DE FAVORES

Se o SBT foi dado como garantia no rombo no Panamericano, depreende-se que enquanto a dívida não for saldada a TV está sob controle estatal. Para que controle social da mídia? Neste caso, pelo menos, o controle é do capital mesmo. O fato é que, às vésperas do segundo turno, Dilma cancelou sua ida ao debate no SBT-Nordeste e a emissora negou-se a cumprir o acordo de entrevistar por 30 minutos o candidato José Serra. Além da farsa da bolinha de papel substituindo (enfaticamente, por Carlos Nascimento) a verdadeira agressão a Serra. A troca de favores vem de longe.

SUELI CARAMELLO ULIANO

scaramellu@terra.com.br

São Paulo

_________________________

CONTROLE DA MÍDIA

Novilíngua

Na fala do ministro da Comunicação Social, talvez se deva entender a expressão "enfrentamento ou entendimento" por "enfrentamento ou rendição"!

LUIZ T. SOUZA

luiztarciso@gmail.com

São Paulo

_________________________

"Nada como um dia após o outro. Criticaram tanto FHC pelo Proer e acabaram fazendo algo parecido, só que muito suspeito..."

CARLOS MONTAGNOLI / JUNDIAÍ, SOBRE O BANCO PANAMERICANO

carlosmontagnoli@uol.com.br

"Dizem que mineiro é que compra bonde. Por esse a CEF pagou a bagatela de 739,2 milhões. Pobre viúva!"

WILSON ALVES BAPTISTA / GUARULHOS, IDEM

wilsontrapa@terra.com.br

"Desse jeito, até eu jogava dinheiro pra cima"

VIRGÍLIO MELHADO PASSONI / PRAIA GRANDE, IDEM

mmpassoni@gmail.com

_________________________

VOCÊ NO ESTADÃO.COM.BR

TOTAL DE COMENTÁRIOS NO PORTAL: 2.765

TEMA DO DIA

Tiririca sabe escrever e será diplomado

Presidente do TRE-SP afirma que decisão independe do julgamento se ele é ou não alfabetizado

"Ninguém chegou lá à força. Se estão lá é porque foram votados. Se foram votados, merecem estar lá. Simples assim."

JORGE KALIL

"A questão não é ser ou não alfabetizado, mas ele ter sido eleito zombando da democracia e do cargo de deputado federal."

LUIS PETRINI

"O que gera tudo isso é o Brasil ser uma bagunça em sua estrutura política. Tem que acabar com o coeficiente eleitoral."

FLÁVIO COSTA

Cartas enviadas ao fórum dos leitores, selecionadas para o estadão.com.br

FATOS INTRIGANTES

O Banco Panamericano recorreu ao Fundo Garantidor de Crédito para cobrir rombo de R$ 2,5 bilhões em suas contas. Até aí, tudo bem, esse fundo é formado por capital privado, não tem a participação de dinheiro público. Portanto, poderá emprestar suas reservas a quem bem entender. Mas ficam no ar várias perguntas: por que a Caixa Econômica Federal, há não mais que quatro meses, comprou 49% das ações de um banco com mais que a totalidade de seu patrimônio líquido comprometido? O que foi fazer em 22 de setembro, no Palácio do Planalto, o principal acionista da instituição em apuros, exatos seis dias após a demissão de Erenice Guerra? Será que ele foi a mais um daqueles "encontros sociais" que eram promovidos pela ex-ministra? Depois da demissão de Erenice, quem assumiu o balcão de negócios da Casa Civil para dar sequência às sujeiras anteriormente acordadas e irreversíveis?

Humberto de Luna Freire Filho hlffilho@gmail.com

São Paulo

___________

PANAMERICANO

Será a ponta do iceberg? Silvio Santos especializou-se em tirar dinheiro das classes C, D e E (vide Tele Sena e Baú), nunca foi de dar nada a essa gente. Henrique Meirelles diz que os ativos do banco eram ruins. Não será a consequência de forçar o crédito para pessoas que não poderiam pagar de volta e que são protagonistas infelizes do aumento de consumo tão enaltecido?

Guilherme Ribeiro Filho ogorofo@hotmail.com

São Paulo

___________

CULPADOS, SÓ APÓS ELEIÇÃO

Por que somente, agora após o termino das eleições, apareceu a fraude no Banco Panamericano, visto que foi detectada há seis semanas? Será que a divulgação da informação iria prejudicar a Dilma? Por que somente agora os digníssimos parlamentares e ministros falam na volta da CPMF? Por que somente na segunda feira, dia 1/11/2010, a imprensa divulgou toda a trajetória de vida da candidata Dilma, antes de ser ministra, que seu pai veio para o Brasil deixando sua esposa grávida, que ela briga por indenização por ter sido terrorista na década de 70? Será que a mídia espontaneamente na divulgou ou foi amordaçada? Neste nosso Brasil, tudo acontece após as eleições, e as próximas são em 2012, por isso é que os parlamentares, que não trabalham há seis meses, voltaram agora ao Congresso para votar o salário do futuro presidente. Podemos esperar que as fraudes, as falcatruas, a corrupção vão acontecer, serão informadas, e não sanadas, porque este Brasil não tem brasileiros de coração.

Joaquim Carlos das Eiras jocare@ig.com.br

São Paulo

___________

BOLINHA DE PAPEL

Em plena corrida para a eleição presidencial, Lula recebe Silvio Santos, que teria ido ao palácio para convidá-lo a gravar uma mensagem. Após isso, o candidato José Serra é agredido covardemente e nosso vigilante presidente afirma que tudo não se passava de uma armação. Em seguida, a emissora de televisão do sr. Silvio Santos é a única emissora que tem a imagem da agressão ao candidato tucano, mostrando que este foi atingido por uma bolinha de papel, diferentemente das demais imagens gravadas, que mostravam algo mais consistente. Passada as eleições, o banco do apresentador é socorrido com R$ 2,5 bilhões para tapar um rombo, fato que foi ocultado da população pelas autoridades monetárias, que tinham pleno conhecimento do mesmo. Finalmente, compreende-se o interesse da Caixa Econômica Federal, sendo uma instituição financeira, de adquirir 49% de outra instituição do mesmo ramo que valia, no mínimo, essa dinheirama toda a menos. Fica a pergunta; como foi a divisão do butim? Saiu morte? Eta, "cumpanheirada" danada de esperta para gerir o País.

Rubens Leite rureleite@uol.com.br

São Paulo

___________

AH, AGORA FICOU CLARO!

Por que razão parece tão difícil explicitar, com todas as letras, os indícios claros de que nada veio à tona anteriormente sobre o Banco Panamericano para que o SBT pudesse beneficiar a candidata Dilma na campanha presidencial desde a gestação? Agora se entende a visita de Sílvio Santos ao presidente em setembro, agora se sabe por que objetos atirados contra Serra no Rio logo se transformaram em bolinhas de papel. Também fica fácil concluir as razões por que a emissora suspendeu o debate ao qual Dilma se recusou a ir e que poderia ter sido realizado somente com a presença de Serra, conforme havia sido acordado entre as partes. E, por fim, Henrique Meirelles, ao que tudo indica, prestou-se a endossar esse conluio espúrio. Pena! Poderia ter encerrado seu mandato de forma mais digna.

ELIANA FRANÇA LEME efleme@terra.com.br

São Paulo

___________

LULA $$?

O SBT do $ilvio $antos transmitiu a bolinha de papel, dando a entender que era encenação do tucano; cancelou o debate porque a candidata petista não iria e, mesmo assim, não deu espaço ao tucano como entrevista, conforme as regras; agora o presiMente Lula do PT (partido dos traficantes: tráfico de influência, de dólares na cueca, de dossiês falsos, de informações falsas, de apadrinhamento, de mensalões, etc...), faz aporte de R$ 2,5 bi ao grupo $$? Isso nove dias após as eleições? Disse ainda que, se for preciso, fará novas provas do Enem? Com dinheiro de quem, essa farra toda? Meu? Não autorizo, não. O que ganho é muito suado, pago todos os meus impostos e não autorizo a gastarem sem racionalidade. O sr. $$ que venda as suas empresas e faça com seus recursos o aporte necessário. O ministro da Educação que pague novas provas com seus recursos próprios de antes de ser ministro. A passagem de ônibus dos alunos, também. Está na hora de alguém acabar com a "farra do boi" na política. Notáveis, formadores de opinião, abram a boca, levantem-se da cadeira confortável. Não estou mais suportando tamanha conivência, falta de voz ativa, falta de vergonha na cara, falta de caráter, falta de trabalho real, mentiras, apadrinhamentos. Márcio Valente Scultori da Silva marcio_scultori@ig.com.br

São Paulo

___________

HOMEM DO BAÚ

O homem do Baú, que criou a venda com pagamentos antecipados, e que somente ao final do carnê quitado entregava as mercadorias, resolveu se aposentar. Vendeu todos os seus bens e suas empresas por um bom dinheiro, à vista, ao governo, ou seja, a nós, o povo brasileiro, que vai pagar mais essa conta. Bom descanso, inteligente homem do Baú.

Arcangelo Sforcin Filho arcangelosforcin@gmail.com São Paulo

___________

E O BANCO CENTRAL SABIA DE TUDO!

O que aconteceu com o Banco Panamericano nos remete ao acontecido nos EUA em 2008 no caso Madoff, amplamente divulgado pela imprensa internacional, que durante anos driblou o fisco americano, fraudando balanços, enganando e provocando um prejuízo astronômico aos investidores pelo mundo afora. Mas em se falando de EUA, onde as leis são cumpridas com rigor, Madoff foi preso e pegou prisão perpétua. Já no Brasil a fraude foi descoberta pelo BC, seguraram por mais de um mês a divulgação para o mercado e, enquanto isso, o dono foi recebido com honras pelo governo federal. Silvio Santos deu em garantia a rede de TV SBT e o Baú da Felicidade para cobrir o rombo. E quem vai ressarcir os pequenos acionistas do Banco Panamericano, cujas ações hoje não valem quase nada? E os culpados sofrerão um julgamento e provável condenação? Como tudo na província tupiniquim acaba em pizza, com certeza aproveitarão a boa vida com o dinheiro roubado dos investidores. Beatriz Campos beatriz.campos@uol.com.br

São Paulo

___________

FRAUDE BANCÁRIA

Auditores e Banco Central são os únicos que não podem nunca ser ludibriados, pois essas instituições deveriam ser a malha protetora de clientes e investidores de empreses de crédito. Mas o que vemos no caso Panamericano mostra claramente a superficialidade com que isso foi tratado, levando em consideração tão somente as informações de balanço, sem se preocupar com a origem dos dados apresentados. Isso não é fraude, é estelionato, e, como tal, quem vai ser preso? Ia me esquecendo de que estamos no Brasil.

Ademar Monteiro de Moraes ammoraes57@hotmail.com

São Paulo

___________

PERCEPÇÃO

Será que o negócio da CEF com o banco do Silvio Santos foi um sucesso total, absoluto e, por que não, extraordinário, para o Lula, como foi o Enem? Até onde vai a percepção do “noço desgovernante”?

Leila E. Leitão

São Paulo

___________

QUEM É O CULPADO?

Há muito tempo não se via o Henrique Meirelles dar alguma declaração em público. Custou, mas apareceu. Este fato inusitado já demonstra que alguma coisa muito estranha aconteceu no Banco Central, na Caixa Econômica e no Banco Panamericano. O tal Fundo Garantidor de Crédito foi obrigado a emprestar R$ 2,5 bilhões ao Panamericano, mais para salvar a Caixa Econômica, que comprou 49% das ações de um banco que há quatro anos já fazia trapaça nas suas contas. O que todos querem saber é como uma roubalheira dessas não foi detectada pelos auditores e fiscais envolvidos nessa história, nem pelos diretores desses bancos, que ganham altíssimos salários, bônus e prêmios milionários para gerenciar o dinheiro depositado nessas instituições financeiras.

Wilson Gordon Parker wgparker@oi.com.br

Nova Friburgo (RJ)

___________

MALDITA SURDEZ

Com idade avançada e já nem mais ouvindo as palavras corretamente, a velhinha de Taubaté, atônita, perguntou se esse tal Enem agora é pan-americano, e está sendo realizado nas três Américas...

José Piacsek Neto bubapiacsek@yahoo.com.br

Avanhandava

___________

PERGUNTAR NÃO OFENDE...

O programa de Silvio Santos "Topa Tudo por Dinheiro", realizado aos domingos, jogando dinheiro para a plateia, um verdadeiro esbanjamento, talvez, também, não teria tido influência para o início da derrocada do Banco Panamericano?

Antonio Brandileone franbrandi@uol.com.br

Assis

___________

DÚVIDA

Um governo, que compra 49% de participação de um banco em situação crítica deve ser classificado como aloprado ou corrupto?

Eduardo Augusto de Campos Pires eacpires@terra.com.br

São Paulo

___________

BAÚ DA CAIXA

Mais um mistério ronda a vida de Silvio Santos, e agora não é mais a suposta peruca. Senor Abravanel ficou no tempo, não evoluiu, nem no programa dominical, muito menos, na safadeza que assola o Brasil, "não leu" a cartilha vigente nos últimos oito anos.

José Francisco Peres França josefranciscof@uol.com.br

Espírito Santo do Pinhal

___________

ICEBERG À VISTA

R$ 2.500.000.000 (dez algarismos!) é o tamanho do golpe do Baú que o Panamericano deu no governo. O “Baú Econômico Federal” ainda pode dar dor de cabeça e desdobramentos inesperados que poderão solavancar a economia brasileira. Iceberg à vista, capitão!

J. S. Decol decoljs@globo.com

São Paulo

___________

GOLPE DO BAÚ

Algumas "otoridades" vêm dizendo que é muito difícil constatar fraudes como a do Panamericano, citam na defensiva o Barings e a Enron, mas é difícil explicar. De qualquer forma, fica assim: a CEF pagou R$ 750 milhões por algo que valia R$ 1,6 bilhão, grana que já foi muito bem empregada; descoberto o rombo de R$ 2,5 bilhões, a empresa estatal elabora um "preju" de R$ 1,6 bilhão (750 milhões + 36% do rombo de 2,5 bi). Perante o que os magos lullistas fizeram com a Petrobrás para fazer caixa no governo, até que é uma operação simples, né não? Definitivamente, o mundo "sério" não tem nada a apreender com os integrantes/meliantes desse governo.

Silvio Barboza diretoria@acaocooperada.com.br

São Paulo

___________

UM HOMEM DE VISÃO

Transformou a Real Sul S/A em Baú Financeira S/A. Transformou a Baú Financeira S/A no Banco Panamericano S/A. Agora só está faltando transformar o Panamericano no Banco Central do Brasil. Nesse dia, Silvio Santos vai transformar-se no HOMEM de VISÃO DO SÉCULO. Se não tivessem melado sua candidatura a presidente da República em 1989, certamente ele já estaria lá.

Leônidas Marques leo_vr@terra.com.br

Volta Redonda (RJ)

___________

DÚVIDA CENTRAL

Por gentileza, alguém poderia dirimir uma pequena dúvida em relação à explicação na alegre entrevista do diretor de Fiscalização do Banco Central, em relação ao Banco Panamericano? Segundo o diretor, foi como alguém que tivesse vendido um imóvel e não tivesse dado baixa da declaração de bens do Imposto de Renda, continuando com o mesmo patrimônio, só que apenas no papel. Neste caso, o dinheiro da venda teria ido parar aonde? Muito distante daqui?

Antonio do Vale adevale@uol.com.br

São Paulo

___________

COMO...?!

Segundo o noticiário, a fraude já existia quando a CEF se associou ao Panamericano. Espera aí. Como é que é isso? A CEF sabia da fraude e mesmo assim se associou? Por que razão? Como é que um banco oficial faz isso? É a mesma coisa que saber que adiante tem um abismo e continuar em frente. Tem de apurar para saber o que rolou nisso aí. No mínimo, os diretores da CEF envolvidos nisso têm de ser afastados.

Panayotis Poulis ppoulis@ig.com.br

Rio de Janeiro

___________

APENAS MAIS UM ESCÂNDALO

Na minha opinião, o caso Panamericano é apenas uma pontinha do iceberg que ainda virá à tona em breve. Passados oito anos de puro desgoverno, com toda a corrupção existente (conhecida e desconhecida), não é possível o Brasil estar bem. Todos os indicadores que nos foram apresentados até agora devem estar muito maquiados, como estavam os balancetes e balanços do referido banco. Um dia a casa cai e, aí, a sra. Dilma vai poder dizer que herdou uma "herança maldita"? E que a culpa ainda é do FHC, um dos maiores estadistas que este país já teve?

Maria Carmen Del Bel Tunes Goulart carmen_tunes@yahoo.com.br

Americana

___________

PIADISTAS

O Brasil é mesmo o país da piada pronta. O que não se sabia - nesse caso do Banco Panamericano - é que contava com tantos Franz Kafkas no Banco Central, na Caixa Econômica Federal, nas empresas de auditoria (que não auditam nada e deviam ser fechadas pela CVM), na própria CVM, no tal Fundo Garantidor de Crédito, no Grupo Silvio Santos e, claro, na Presidência da República, responsável pela tentativa de socorro através da CEF. As declarações de todos são de um cinismo que beira o surrealismo. E tudo foi resolvido em apenas seis semanas. Que agilidade descomunal para quem não sabia de nada!

Paulo Serodio pserodio@uol.com.br

São Paulo

___________

O DINHEIRO ERA NOSSO!

Toda essa grana que a Caixa Econômica Federal enterrou no Banco Panamericano é dinheiro dos brasileiros. Quantas casas populares poderiam ter sido financiadas? Cadê a oposição?

Sueli Caramello Uliano scaramellu@terra.com.br

São Paulo

___________

FALHAS OU FALHA$$$?

No primeiro governo do Fernando Henrique, o Banco Nacional apresentou um rombo de mais de R$ 600 milhões. Na compra do Noroeste pelo Santander, este descobriu um rombo de mais de US$ 200 milhões. Na compra de 49% do Banco Panamericano pela Caixa não descobriram rombo algum. No ano passado, o “cara” salientou a eficiência do controle sobre os bancos brasileiros e que por isso não tivemos problemas no sistema financeiro. Empréstimo só com correção monetária, dez anos para pagar, carência de três anos, não tem dúvida que a CPMF tem de voltar para pagar este e mais alguns que virão por aí.

Ronaldo José Neves de Carvalho rone@roneadm.com.br

São Paulo

___________

ADIN

A nota oficial de 10 de novembro do Fundo Garantidor de Créditos (FGC), publicada ontem, não esclarece o tratamento fiscal quanto à origem dos recursos formadores do fundo, portanto, não se pode afirmar se, ao menos em parte, ele não é formado por recursos públicos. Se tratado como despesa operacional, diminui a base de calculo do IRPJ, se proveniente de reserva regulamentada, foi deduzida na apuração do lucro real. O curioso nesse episódio é que, de acordo com a Resolução 2197/95, que autorizou a criação do fundo acima, o patrimônio da RECHEQUE e o do FGDLI seriam transferidos para o FGC. Porém através da Ação Direta de Inconstitucionalidade (Adin) 1.398/96, proposta pelo Partido dos Trabalhadores, a referida transferência foi suspensa enquanto se aguardava o julgamento do mérito da questão. Nada mais conservador do que um trabalhista no governo, como dizia Winston Churchill.

Roberto Castro roberto458@gmail.com

São Paulo

___________

CHEIRO DE PODRE NO AR

Definitivamente, “o Brasil não é um país sério”, frase atribuída a Charles de Gaulle (general e estadista francês), mas que, na verdade, foi dita pela primeira vez na Guerra da Lagosta pelo embaixador brasileiro na França, Carlos Alves. As fraudes descobertas no Banco Panamericano (do Grupo Silvio Santos) já ocorriam há pelo menos quatro anos (isso não é novidade, já que fraudes demoram mesmo a ser descobertas). A novidade, é um banco do governo (a Caixa Econômica Federal) pagar R$ 739,2 milhões para ser sócio (49% das ações) do banco de um rico empresário, que detém concessões públicas (Sistema Brasileiro de Televisão - SBT) desse mesmo governo. Já que o dinheiro usado para adquirir a participação acionária é público, qual a responsabilidade das empresas de auditoria (Banco Fator, KPMG auditoria, BDO consultores, Deloitte e Bocater escritório jurídico) contratadas pelo governo e que não detectaram as fraudes, que chegam à astronômica cifra de R$ 2,5 bilhões? Qual será a responsabilidade de diretores, conselheiros e administradores do banco, que, suspeita-se, cometiam as fraudes para melhorar os bônus (pagamentos) da diretoria, que dependem do desempenho do banco? É preciso também que se esclareça à população se há dinheiro público no Fundo Garantidor de Crédito (FGC), que emprestou R$ 2,5 bilhões ao empresário Sílvio Santos para que o banco não quebrasse. Mesmo dando as empresas Jequiti, Liderança Capitalização, Baú Financeira e o próprio Banco Panamericano como garantia do empréstimo, Silvio Santos precisa explicar a suspeita da participação do presidente Lula na operação de salvamento do banco. O sistema financeiro nacional é sólido, porém o episódio do Banco Panamericano acende uma luz vermelha.

Fausto Alves faustobentoribeiro@yahoo.com.br

Rio de Janeiro

___________

A CONDUTA DE SÍLVIO SANTOS

É elogiável a responsabilidade assumida pelo empresário Silvio Santos ao empenhar os bens de todo o seu complexo empresarial para fazer frente ao rombo encontrado no Banco Panamericano e evitar prejuízos à sua clientela, procedimento jamais observado no mercado financeiro, como declarou Gabriel Jorge Ferreira, presidente do FGC, que disponibilizou os recursos emergenciais (oriundos de contribuições mensais das próprias instituições financeiras), com base em sua experiência de 50 anos no setor. É de conhecimento trivial que os banqueiros quebrados sempre procuraram o caminho da evasão. Embora Silvio Santos não tenha mais do que cumprido sua obrigação, no Brasil, infelizmente, essa conduta não é costumeira.

Amadeu R. Garrido de Paula amadeugarridoadv@uol.com.br

São Paulo

___________

BELO CAPITALISMO...

O empresário Silvio Santos deve ser responsabilizado diretamente pelo rombo de R$ 2,5 bilhões no Banco Panamericano, de sua propriedade. É muito estranho e inaceitável que os órgãos responsáveis pela fiscalização bancária nada tenham feito e tenham deixado as coisas chegarem a esse ponto. Pior ainda é o fato de a CEF estar diretamente envolvida no caso. Não somos nós, contribuintes, que teremos de pagar pela incompetência e pelas fraudes alheias. Belo capitalismo, em que os lucros são privatizados e os prejuízos, socializados.

Renato Khair renatokhair@uol.com.br

São Paulo

___________

SUCESSO EXTRAORDINÁRIO

Pois é, sr. Lula, só nesta semana foram três sucessos extraordinários: no TCU, superfaturamento nas obras do PAC (Programa de Assalto ao Contribuinte), no Enem e no Banco Central (Panamericano). Conclusão: sr. presidente, seu maior sucesso extraordinário é fazer o povo brasileiro de idiota!

Laert Pinto Barbosa laert_barbosa@ig.com.br

São Paulo

___________

QUEM QUER DINHEIRO?

A cada 1.000, 100 vão em aviõezinhos! Coragem, Silvio, nós gostamos de você.

Moussa Simhon moussa_simhon@hotmail.com

São Paulo

___________

JOGANDO PRO ALTO

Quem quer dinheiro...? Será que é por isso que o presidente Lula diz que este é um país de todos?

Virgílio Melhado Passoni mmpassoni@gmail.com

Praia Grande

___________

RICOS SANTOS?

Histórias de camelôs que se transformaram em ricos empresários, tão somente pelo exercício de um suposto talento mercantil, sem a ocorrência de nenhum desvio de caráter, a meu ver, não passam de lorotas. Riqueza tem sempre que ver com avareza, vileza e esperteza. Não existe nenhum rico que seja imaculado, cândido e santo. Que sejam lembradas as percucientes e vaticinantes palavras de Jesus Cristo: “É mais fácil passar um camelo pelo buraco de uma agulha, do que entrar um rico no reino de Deus” (Marcos 10, 25).

Túllio Marco Soares Carvalho tulliocarvalho.advocacia@gmail.com

Belo Horizonte

___________

SIGLA

No "panamericanismo" é assim: onde se lê SBT, leia-se SPT .

A. Fernandes standyball@hotmail.com

São Paulo

___________

MENTIRA

Que o Lulla e o PT são mestres em mentir, isso todo mundo sabe. Agora resta saber qual é o verdadeiro montante do rombo no Banco Panamericano e por que a Caixa Econômica Federal, um banco social, entrou nessa mais nova das falcatruas do desgoverno lullo-petista.

Paulo Francisco Siqueira dos Santos paulosiqueirasantos@hotmail.com

Santa Rita do Passa Quatro

___________

OPOSIÇÃO, ONDE ANDAS?

Tivesse sido o contrário, um governo tucano colocando dinheiro (700 milhões) do povo (CEF) numa instituição financeira privada, em que depois de alguns meses é descoberta com uma megafraude no seu balanço, e o presidente feito uma reunião fora da agenda com o empresário, o que estaria fazendo a oposição (PT) agora? O que estariam dizendo os senadores Mercadante (aquele que demonizou o Plano Real) ou o senador/cantor Suplicy? E a economista Maria Conceição Tavares já teria berrado bem alto: “É uma vergonha!” (Ela também afirmou que o plano de FHC era um erro.) Enfim, numa situação dessas os petistas não dariam trégua aos tucanos. E agora, oposição, onde estás? Maria Tereza Murray terezamurray@hotmail.com

São Paulo

___________

CRÉDITO

Todo o patrimônio do Silvio Santos foi dado como garantia para cobrir o rombo do Banco Panamericano, como o SBT e o Baú. Silvio foi, como sempre, muito astuto, sabia que seus bens seriam confiscados se não fizesse o acordo! Conclusão: o sorridente, encantador e “inteligente” homem do Baú ainda terá crédito perante a população?

Alex Tanner alextanner.sss@hotmail.com

Sumaré

___________

TIRIRICA SABE LER E ESCREVER....

Ótima noticia. Depois de fazer um cursinho corisco de leitura dinâmica, Tiririca provou que sabe ler e escrever. Alívio para o 1,3 milhão que nele votou. Agora vão saber como funciona o Congresso sem que o eleito necessite de porta-voz. Resta saber onde é a tal escola. Já que o presidente não tem nada para fazer a partir de 1.º de janeiro, bem que ele poderia matricular-se também!

Roberto Ricci robertoricci@uol.com.br

Embu

___________

APROVADO!

Tiririca passou em todos os testes, segundo o TRE. Eleitores, comemorem! Agora, sim, vamos em frente! Apedeuta também é gente, Tiririca pra presidente!

Ennio Rezende enniocr@uol.com.br

Cotia

___________

ANALFABETIZADO

Parabéns, Tiririca!

Sabes ler e escrever... És, portanto, um perfeito e típico “analfabetizado” brasileiro! Das duas, uma: ou já podes ser ministro da Educação no governo Dilma ou, assim como Lula, um dia, até mesmo "pêzídentí"! O Brasil merece.

Paulo Boccato pofboccato@yahoo.com.br

São Carlos

___________

IMORTAL

E agora, que tal o nosso digníssimo promotor fazer um teste de caligrafia e uma prova oral com Luiz Inácio Lula da Silva? Assim ele poderia se candidatar a uma vaga na Academia Brasileira de Letras, pois sua vida é um livro aberto sem páginas, ou, se tiver algumas, estão em branco. Tudo isso com o aval do imortal José Sarney.

Walter Francisco Barros walterfbarros@yahoo.com.br

Araçatuba

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.