Cartas - 15/11/2010

TRANSIÇÃO

, O Estado de S.Paulo

15 Novembro 2010 | 00h00

Herança maldita?

Lula disse que não deixará uma herança maldita para Dilma como a que recebeu em seu primeiro mandato. Como é possível ele dizer uma coisa dessas, se suas vitórias só existiram graças à casa arrumada que caiu em seu colo? Ou ele acha que poderia ter endireitado a economia do País pré-FHC com sua visão limitada e forma grotesca de agir com todos os que são contrários às suas ideias? Para fazer isso ele deveria ter descido do palanque e trabalhado mais no País, em vez de fazer turismo mundo afora. Espero que os livros de História no futuro não levem em consideração a forma de comunicação utilizada pelo PT, a de que uma mentira contada à exaustão vira verdade.

MARCUS COLTRO

marcuscoltro@hotmail.com

São Paulo

__________________________

Buquê

Foi lá no local da reunião do G-20 que Lula disse que não deixará uma herança maldita a Dilma. Sabemos que rapou o cofre e deixou os pepinos para ela resolver, como a volta da CPMF, uma enorme ficha de contas a pagar, o PAC empacado, e outras "coisinhas" pouco simpáticas e mal resolvidas. Se isso tudo não é uma herança maldita, o que é, então? Um enorme ramo de flores?

CARLOS E. BARROS RODRIGUES

ceb.rodrigues@hotmail.com

São Paulo

__________________________

Sob o taPeTe

Incompetência no Enem, volta da CPMF, não quebra do Banco Panamericano bancada com dinheiro público, dinheiro do Banco Rural em paraíso fiscal, regulação da mídia, etc. O amontoado desse lixo sob o taPeTe começa a surgir somente agora, após os dois turnos da eleição presidencial, como era de esperar. O taPeTe que o cobria, de tão esticado, está agora se rompendo. O que mais deve surgir? Seguramente, a descoberta de mais um poço do pré-sal servirá como uma peneira para tapar a visão.

TADAIUKI YAMAMOTO

tadai@ig.com.br

São Paulo

__________________________

Quando 2011 chegar

O governador Alberto Goldman não parou a administração do Estado de São Paulo antes, durante e depois das eleições. Agindo bem ao contrário do que faz o presidente da República, que partiu do pressuposto que "era melhor quebrar o Estado e eleger o sucessor", o governador prepara-se para entregar um Estado com capacidade imediata de investimento e projetos aptos a serem tocados. Enquanto isso, o Brasil começará 2011 com 32 obras do PAC paradas pelo Tribunal de Contas da União (TCU) por irregularidades graves, com a volta da CPMF, o famigerado imposto do cheque, com intervenção no câmbio, a imprensa amordaçada e sabe-se lá mais o quê.

MIREL GONÇALVES SOUZA

mirelgsouza@yahoo.com.br

Santos

__________________________

Queda de braço

O prenúncio da queda de braço que o PT prepara contra o governo tucano de São Paulo que toma posse em 2011, em que as centrais sindicais e os sindicatos são o braço guerrilheiro e os políticos, os arautos das falsas denúncias e de plantação de notícias, deve servir de exemplo para a oposição ao governo federal. Se desta vez a oposição ao petismo e seus aliados deixar passar a oportunidade de escancarar os fatos, as aberrações e os abusos, a população brasileira em breve terá o "Chávez" que merece.

JOSÉ CARLOS CRUZ

cruz.jc02@gmail.com

Osasco

__________________________

CONTROLE DA MÍDIA

Equívoco

O ministro Franklin Martins está propondo, via projeto de lei, nova regulamentação para a mídia, criando controles editoriais e outro sistema para a concessão de canais de TV e rádio. Sem entrar no conteúdo da questão, inaceitável, equivocou-se quanto à forma. Tais matérias são regidas pelos artigos 5.º, 220 e 223 da Carta de 88. Assim, sua alteração não depende de lei, mas de emenda constitucional aprovada pelo Congresso. O ministro esqueceu que o STF derrubou integralmente a Lei de Imprensa, produto da ditadura militar. Diz a Constituição: "É livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação." O artigo 220 veda qualquer lei que embarace a plena liberdade de informação. E o artigo 223 trata da concessão, pelo presidente da República, de canais de radiodifusão. Basta ler o que está escrito.

FRANCISCO PEDRO DO COUTTO

pedrocoutto7@yahoo.com.br

Rio de Janeiro

__________________________

URBANISMO

Devaneio

Antes de devanear sobre ferroanéis, trens-bala e avenida ligando Osasco, São Paulo e ABC por aí, o governo devia decidir o que fazer, seriamente, com esse corredor ferroviário, mal utilizado e quase abandonado, que atravessa a cidade de São Paulo, de ponta a ponta, cortando caminho entre as regiões leste e oeste. Sou contra o projeto da nova avenida, acho que o leito ferroviário devia ser preservado e mais bem aproveitado. Cidades importantes no mundo, como Nova York, onde funciona o Grand Central Terminal, em plena downtown, e muitas capitais europeias, como Londres, Paris, Roma e Berlim, não tiveram suas estações ferroviárias descentralizadas para conforto dos seus usuários. Novos viadutos e túneis em substituição às atuais passagens de nível resolveriam o problema de trânsito metropolitano, ficando muito mais baratos do que contornos e anéis que implicam desapropriações e intermináveis licenciamentos ambientais. As margens atuais do leito ferroviário que corta a cidade de São Paulo de leste a oeste, já tombadas por planos viários municipais anteriores, têm condições para abrigar novos armazéns de carga e toda a infraestrutura logística para otimizar interligações dos trens com os demais meios de transporte aeroviário, rodoviário e metroviário.

SERGIO S. DE OLIVEIRA

ssoliveira@netsite.com.br

Monte Santo de Minas (MG)

__________________________

ENCHENTES

Conta outra

Cerca de 3 milhões de pessoas que vivem em áreas de risco na capital paulista poderão ser avisadas com antecedência de três horas sobre o risco de enchentes por meio de mensagens de texto no celular, de acordo com o Daee. Em geral, o cidadão que mora nessas áreas trabalha a três horas de sua residência e os alagamentos provocam horas intermináveis de trânsito congestionado. O que ele faz com a mensagem de texto no celular?

KLAUS BENVENUTO

klausbenvenuto@gmail.com

Santo André

__________________________

"Caso venha a ser aprovada, será mais um imposto a ser desviado para outros fins, não transparentes"

ROBERT HALLER / SÃO PAULO, SOBRE A VOLTA DA CPMF

robelisa@click21.com.br

"A ressurreição da CPMF será a pá de cal na nossa competitividade, o sinal verde para

a desindustrialização"

GUSTAVO GUIMARÃES DA VEIGA / SÃO PAULO, IDEM

gjgveiga@hotmail.com

"A volta vingativa da CPMF será um excelente teste para a nova oposição: ou se opõe ou se decompõe..."

GILBERTO DIB / SÃO PAULO, IDEM

gilberto@dib.com.br

__________________________

VOCÊ NO ESTADÃO.COM.BR

TOTAL DE COMENTÁRIOS NO PORTAL: 1.440

TEMA DO DIA

Vettel é campeão mundial de Fórmula 1

Red Bull leva a melhor sobre "jogo de equipe" da Ferrari e consegue vitória histórica no GP de Abu Dabi

"Foi uma vitória do esporte, foi uma vitória da equipe que venceu dentro da pista sem "maracutaia"."

CLAUDIO LE FOSSE

"A Ferrari deve tomar como exemplo e rever seus conceitos, do contrário só ganhará antipatia."

JORGE PORTELA

"O Massa deveria seguir o exemplo do Rubinho e procurar outra equipe, ainda que não seja de ponta."

XISTO CARVALHO

__________________________

Cartas enviadas ao fórum dos leitores, selecionadas para o estadão.com.br

MODÉSTIA...

As televisões mostraram Lula falando a Obama, no G-20, que este recebeu herança maldita do governo anterior (Bush) e ele também (de FHC). E completou dizendo que Dilma receberá herança bendita. Modesto o homem. Entretanto, se Lula copiou tudo de FHC, como pode dizer que transfere herança bendita?

Até nas privatizações o placar está igual. A Caixa Econômica não adquiriu 49% do banco Panamericano, de Silvio Santos? O melhor, no entanto, é esperar para ver como Dilma irá administrar o legado do rei. Vai ter de digerir sapos! Ficará quietinha e dócil? Aguardemos.

José Carlos de Carvalho Carneiro carneiro@claretianas.com.br

Rio Claro

__________________________

HERANÇAS MALDITAS

A crise americana deve-se ao "american way of lilfe" (gastar mais do que ganha) e à herança do Bush, que está forçando a desvalorilzação do dólar. Na Argentina, ao legado do Néstor à

Crisitina: inflação e contas manipuladas. No Brasil, a Dilma já fala em desvalorizar o real e recriar a CPMF, porque as contas públicas estão pra lá de complicadas e manipuladas - e vão piorar a partir de 2011 devido à herança maldita do Lula: aumentos de salários nos

três Poderes, concedidos e pleiteados em porcentagens estratosféricas desde 2009 e

piorando a partir de 2011. Os governantes são incompetentes, só visam a manter-se no ''pudê'' e o povo é que vai ser penalizado com mais impostos e menos serviços.

Mário A. Dente dente28@gmail.com

São Paulo

__________________________

BOMBA-RELÓGIO

Dilma vai pegar o cofre vazio, restos a pagar (declarados) superiores a R$ 50 bilhões (há controvérsias; há quem diga que passa dos R$ 90 bilhões) e uma dívida interna de 64% do PIB (de 2002 a 2010 subiu em torno de 10%). Vai ver é mais uma herança maldita de FHC, pois Lula jamais deixaria uma bomba-relógio para sua tão querida sucessora.

Humberto Schuwartz Soares hs-soares@uol.com.br

Vila Velha (ES)

__________________________

UNS E OUTROS

As notícias vindas diretamente de Seul nos dão conta de que a presidente eleita apoia o aumento de salário dos nobres ministros e congressistas, inclusive o dela, embora tenha sido ''discreta'' quanto ao seu. Nem precisava, mesmo, pois o presidente atual, dias atrás, já havia feito a defesa do aumento de salário para presidente, quando ''choramingou'' o quanto havia sido ''sacaneado'' quando tomou posse em 2003.

Quando observamos o porcentual dos aumentos pretendidos, ficamos a nos perguntar: por que as excelências podem ter aumentos tão substantivos, além de todas as mordomias que recebem, e os comuns dos mortais, têm de mendigar seus aumentos, especialmente os aposentados?

Nunca antes na história deste país de todos, segundo a propaganda oficial e enganosa, uns ''trabalhadores'' merecem mais do que os outros, embora esses ''uns'' tenham menos tempo e horas de trabalho (e só visem o seu interesse comum) do que os ''outros''.

Este é um país de todos (os vigaristas) ou de tolos (os pagadores de escorchantes impostos)?

Aparecida Dileide Gaziolla rubishara@uol.com.br

São Bernardo do Campo

__________________________

MINÍMO X MINISTROS

Olha a diferença: o salário mínimo pode aumentar apenas 30 reais e do STF pode ir para 30 mil?

Cícero Sonsim c-sonsim@bol.com.br

Nova Londrina PR

__________________________

UM SENADOR DE MORAL

O senador Cristovam Buarque provou mais uma vez não ser farinha do mesmo saco que os petralhas, quando discordou do argumento usado pela ''presidenta'' eleita Dilma para defender o aumento do salário pago aos ministros, que, atualmente, recebem R$ 10.748,43. ''Tenho uma visão diferente. Acho que quem aceita o cargo não vai pela remuneração. É preciso uma que dê para viver, obviamente. Mas ninguém é ministro pelo salário.''

Em Seul, ela disse que, se os salários não fossem aumentados, não haveria ninguém para ser ministro do Brasil. E haveria ''presidenta''? Mediu a todos pela sua régua. Que feio!

Maria Eloiza Rocha Saez m.eloiza@gmail.com

Curitiba

__________________________

SALÁRIOS

A presidente eleita ainda nem tomou posse e já está viajando, desfrutando as benesses do cargo. E já se manifestou preocupada com o baixo salário dos ministros.

Com a volta da CPMF não há preocupação, tampouco com o valor pago aos aposentados.

O circo já começou, aliás, o Tiririca com certeza tomará posse, passou no Enem e comandará o espetáculo. ''CIRQUE DU BREZIL.''

Maria Helena Borges Martins m.helena.martins@uol.com.br

São Paulo

__________________________

HERANÇA BENDITA

Entre as medidas vindas com o Proer, criado no governo FHC, está o Fundo Garantidor de Crédito, do Banco Central. Tão criticado pelo PT quando de sua concepção, agora o governo petista o utiliza para salvar o Banco Panamericano. O caso interessa não só aos sócios e correntistas de referido banco, mas a todos os brasileiros, já que a Caixa Econômica Federal há pouco tempo, sem notar tal buraco, comprou 49,9% do capital do Panamericano. O Banco Central já tinha conhecimento há mais de um mês da fraude contábil desse banco, mas tal rombo, estranhamente, só foi anunciado depois das eleições presidenciais.

Eni Maria Martin de Carvalho enimartin@uol.com.br

Botucatu

__________________________

UM CONSELHO

Que fiquem bem atentos com o seu dinheiro aqueles que são clientes de banco que o governo Lula porventura comprar.

José Eduardo Zambon Elias zambonelias@estadao.com.br

Marília

__________________________

QUEM VIVER VERÁ

Após exaustivas averiguações e auditorias feitas por empresas de renome internacional sobre as inconsistências contábeis encontradas nos financiamentos de bens duráveis, bem como em cartões de crédito emitidos pelo Banco Panamericano, a conclusão dos auditores contratados é a de que o pessoal lotado na portaria do prédio-sede do banco são os únicos culpados pelo graves erros contábeis cometidos, uma vez permitiam que os envolvidos circulassem livremente pelo prédio da organização financeira. Quem viver verá. E assim mais uma vez sobrou para os mais fracos.

José Piacsek Neto bubapiacsek@yahoo.com.br

Avanhandava

__________________________

AJUDA DOS UNIVERSITÁRIOS

Silvio Santos abriu as portas da esperança e encontrou a CEF com um baú cheio de felicidade e dinheiro grátis. Ele também pediu ajuda aos universitários da Deloitte e KPMG para fecharem os olhos (Boa Noite, Cinderela!) e ajudarem a fraudar os balanços.

Que vergonha para o fechamento do governo Lula. Mais um escândalo com dinheiro público.

André Coutinho arcouti@uol.com.br

Campinas

__________________________

PRIVATIZAÇÃO

Se não me engano, neste governo já se falou em privatizar o Banco do Brasil. A hora é esta, sr. Silvio Santos. O que Lula falou quando o FHC privatizou a Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) foi só de mentirinha. Ele também adora privatizar, tal qual FHC. O senhor e Lula já se declararam grandes amigos. Certamente o que os senhores conversaram vai ser só mais um detalhe nessa longa história.

Leônidas Marques leo_vr@terra.com.br

Volta Redonda (RJ)

__________________________

TRÁFEGO

Mais preocupantes que os ''aviõezinhos'' do Silvio só mesmo os Rafale do Lulla.

A. Fernandes standyball@hotmail.com

São Paulo

__________________________

NEOLOGISMOS

É de tirar o chapéu para a habilidade de criar novos termos e frases, bem como a arte de escamotear, própria dos petistas, prepostos e do rei.

A prática de peculato explícito, comprovado e até filmado, que se tornou banal neste governo, é simplesmente tratado como ''erro'', coisa de ''aloprado''.

O dinheiro desviado dos cofres do governo ou das obras superfaturadas para o caixa 2 das campanhas são ''recursos não contabilizados''.

A frase mais comum que se ouve o tempo todo é ''que tudo vai ser apurado'', isto é, até que o crime prescreva ou caia no esquecimento.

Os valores ilicitamente incluídos nos contratos passaram a ser chamados ''taxa de sucesso''.

Agora, para nos brindar com mais neologismos, o presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, candidamente, esclareceu a todos, que as fraudes no Banco Panamericano, conhecidas sabe-se lá desde quando, são ''inconsistências contábeis''.

Por favor, senhores, poupem-nos, falem abertamente, afinal, vocês já ganharam a eleição e está tudo dominado!

Alberto Bastos Cardoso de Carvalho albcc@ig.com.br

São Paulo

__________________________

DUPLA DINÂMICA

Lula e Silvio Santos têm mais de uma coisa em comum. Ambos são grandes empresários bem-sucedidos. A empresa-dízimo do Silvio Santos é o Baú, a do Lula é a Nação brasileira. A grana do Silvio entra com o carnê, a do Lula com o mastodôntico leque de impostos. Dos R$ 2,5 bilhões de que o Silvio "precisa", o BNDES cuida, já que é uma ninharia para os dois, diante da montanha de dinheiro que a dupla manipula. E nessa condição parelha de bilionários, os dois vivem rindo à toa, a bandeiras despregadas. E a nós, claque indefesa, só nos resta aplaudir ou chorar, e pagar as contas.

Conrado de Paulo conrado.paulo@uol.com.br

Bragança Paulista

__________________________

EMPRÉSTIMO JAPONÊS

Como cidadão brasileiro, solicito que me expliquem por que o Fundo Garantidor de Crédito (FGC) do Banco Central concedeu vultoso empréstimo de R$ 2,5 bilhões às empresas do Grupo Silvio Santos, quando notícias dão conta de que o governador Alberto Goldman viajará ao Japão para obter um empréstimo de US$ 200 milhões para obras do Metrô. O que há? Expliquem-me, senhores!

Alberto Nunes albertonunes77@hotmail.com

Itapevi

__________________________

SILVIO SANTOS E O LEÃO INSACIÁVEL

Foi noticiado na imprensa, que o Banco Panamericano, do Grupo Silvio Santos, composto de 34 empresas nos mais diferentes ramos, conseguiu um empréstimo junto ao Banco Central de um Fundo destinado á cobrir dificuldades de Bancos, no valor de R$ 2.500.000.000,00 (Dois Bilhões e quinhentos milhões de reais), cerca de US$ 1,470.588.235.29... Hoje. Mas o que aconteceu para um Grupo de tamanho porte, ter chegado á um rombo tão grande, descoberto há apenas um mês ou mais? Como é que a Caixa Econômica federal, pode ter-se associado há a poucos meses á um Banco praticamente falido, adquirindo mais de 49% do seu controle acionário, sem que seus profissionais, tenham detectado um rombo dessa magnitude, já presente na época da associação? Fui bancário 18 anos e posso dizer; Não existe fraude bancária que fique mais de três meses sem ser detectada pelos Bancos, detentores da melhor auditoria do mundo, ou em poucos meses, pelas Auditorias costumeiras feitas diretamente pelo Banco Central. ''Se a imprensa apertar, esse Cabrito berra!'' Tais profissionais devem estar muito aborrecidos, amargando sua decepção, na Exótica Ilhas Caimãs, ou outro paraíso fiscal paradisíaco, escolhido para essa finalidade. Para onde foi tanto dinheiro? A resposta exata para esta pergunta não vem ao caso aqui, mas, dá pra entender, como uma grande empresa ou um Grupo Empresarial chega á esse ponto. O SBT, chegou ao 2º lugar em audiência durante décadas e agora, começa a voltar às origens, desprezando aquele Ditado que diz que, "Todo aquele que para no tempo até que as coisas melhorem, verificará mais tarde que, aqueles que não pararam e colaboraram com o tempo, estarão tão longe que jamais poderão ser alcançados (TV Globo)". Atualmente o SBT é 3º em audiência, com faturamento e lucro tal antes do rombo, que seu criador e acionista majoritário, jamais conseguirá gastar todo o dinheiro nas suas vaidades pessoais, se conseguir viver até os 100 anos de idade. Silvio Santos poderia ter-se contentado em criar um Gatinho ou papagaio, com o qual morreria feliz, mas, gerou um insaciável Leão. Alimentou-o desde recém-nascido com o que há de melhor, o vigor, o Carisma, a eloquência e genialidade de Silvio Santos, até tornar-se adulto. Centralizador de todas as decisões até seu último suspiro, provavelmente não muito longe. Silvio Santos cometeu um sério erro de avaliação, que a maioria dos pais superprotetores cometem, assim como, os Acionistas majoritários das grandes falências, não deu á esse Leão, autonomia para que procurasse seu próprio alimento quando adulto. Agora cansado, entrando na casa dos 80 anos e ainda centralizador, seu criador não percebeu, mas, está sem forças já há muito tempo para alimentar o "Felino barbudo", uma vez que o Carisma, o sorriso e a eloquência diária cansam, a partir do momento em que surgem constantes dificuldades e falta alimento (Dinheiro), para alimentar um adulto de paladar tão exigente e insaciável, numa época escassez de recursos. É exatamente isso. Sílvio Santos cometeu o erro que todos os maiores gênios das finanças que foram à falência cometeram, no passado de sempre. Não avaliaram o tamanho do apetite contínuo e insaciável da sua cria, que continua com apetite, mesmo quando não há alimento. Sílvio Santos tem um Leão insaciável, daqueles que comem 40 Quilos de carne por dia e só agora, descobriu que gerou uma máquina insaciável de gastar dinheiro. Uma máquina que não se dá ao desfrute de fazer regime, pelo contrario, é uma amante muito exigente, quer mais e mais á cada dia, do tipo, "ou dá ou desce". Por isso o alerta; Jamais coloque um Leão em sua vida, se não puder dar á ele condições de procurar seu próprio alimento quando adulto. Um dia ele poderá abocanhar você.

Juarez Ferreira Alves juarezferreiraalves@hotmail.com

São Paulo

__________________________

E AGORA, JOSÉ?

Prezada ''oposição", ante a derrota humilhante, ante o continuísmo da corrupção aberta, ante a privatização da máquina do governo para servir a um só partido, ante às novas nulidades que ingressaram nos quadros da Câmara e do Senado, ante às fraudes ''panamericanas'', pergunto: além das frases de efeito e dos discursos teatralmente inflamados, o que a oposição tem como plano de ação? Chorar os próximos quatro anos? Ficar lambendo as feridas? Fazer composições com a situação para arrumar uma boquinha? Ou lutar na Justiça para que o mensalão, os sanguessugas, o ''não sabia de nada'' sejam extirpados já, mostrando à sociedade brasileira a escolha errada nas urnas e o mau uso do dinheiro público?

Flavio Marcus Juliano opegapulhas@terra.com.br

São Paulo

__________________________

INDIGNAÇÃO

Há não muito tempo (antes de 1964), já fomos um dia indignados com coisas erradas em governos, a ponto de existirem patriotas que punham sua vida em risco. Milhares morreram no período de ditadura. E hoje? Mesmo depois de mais de 20 anos sem ditadura ainda não temos formação política. Aquele período inibiu duas gerações.

Sofremos de resignação, pacientes com tudo o que desonesto é, ou somos ex-resignados e almejamos entrar para o sistema? Se achamos que o caminho é este, então somos perdidos. Se pensamos igual a políticos desonestos e se faríamos a mesma coisa caso estivéssemos lá, então não temos o direito de reclamar.

Precisamos, um dia, que a indignação nos volte a tomar o íntimo para que a resignação acabe de vez - não para nos tornarmos ex-resignados, e sim pessoas com muita força de vontade de acabar com a bandalheira. Indignados como todo patriota deve ser.

Cesar Maluf malufcesar@googlemail.com

Ribeirão Preto

__________________________

OS POLÍTICOS DE ONTEM E DE HOJE

Eu conheci uma gente que não podia ver um tonel abandonado numa praça que logo subia nele e começava a incitar os transeuntes do local contra governos, instituições e empresas.

De cima daquele palanque improvisado, de boné (ou boina) com estrelinha vermelha na aba, os oradores se revezavam para proclamar suas palavras de ordem: "abaixo a ditadura", "greve aos empresários ladrões", "fim para os banqueiros agiotas" e "cadeia para os corruptos". De cima daquele palanque eles instigavam as pessoas, falando em eleições fraudadas, em obras faraônicas, em licitações dirigidas, em ladroagem, em empreguismo e em nepotismo. De cima daquele tonel os oradores denunciavam o descaso com a saúde, o descuido com a segurança, o crescimento da dívida pública, as reformas faz-de-conta, o crescimento da impunidade, a existência de ladrões de colarinho branco e uma série de denuncismos.

Terminado o discurso o orador ia para um boteco tomar cachaça e comentar a repercussão da sua fala com seus comparsas. E assim se repetia, dia após dia, de praça em praça.

Não demorou muito e lá estavam todos pedindo voto, ou seja, recolhendo a safra do que tinham plantado. E mais tarde, já se viam engajados na política, eleitos vereadores, deputados, senadores, prefeitos e até governadores. Mas, para provar que, como legisladores, continuavam os mesmos de sempre, votaram contra muitas leis e resoluções importantes para a sociedade e para o País, como a Lei de Responsabilidade Fiscal, o Plano de Estabilização Econômica e até contra o Processo de Reabertura Democrática. Mesmo assim, existia quem admirasse suas atitudes. E foi com a ajuda dos seus admiradores que eles conseguiram chegar ao poder e governar o país.

Embora, passaram a defender a mesma ditadura (ou pior) que denunciavam de cima daquele tonel em praça pública; a negociar com empresários ladrões; a ajudar banqueiros agiotas; e a praticar corrupção, numa escala nunca vista antes. Passaram a fraudar eleições, inventar obras fantasmas, manipular licitações públicas de forma vergonhosa, administrar a ladroagem, criar empreguismo com cargos comissionados e alocar parentes no serviço público. Com o poder nas mãos, descuidaram-se da saúde a tal ponto que as doenças do século 20 estão voltando, como o mal de chagas, a tuberculose e o sarampo; abandonaram a segurança de um jeito que as grandes cidades estão tomadas pelo terror; triplicaram a dívida pública com gastos escusos; editaram reformas que não saíram do papel; defenderam a impunidade para se protegerem; fomentaram ainda mais o crime de colarinho branco; e, por fim, geraram os maiores escândalos de que já se teve notícia na história política do país.

Malditos sejam aqueles desleixados que, um dia, deixaram um tonel abandonado numa praça!

Francisco Ribeiro Mendes mendes.brasilia@gmail.com

Brasília

__________________________

O PAÍS DOS ''TIRIRICAS''

Num país onde o ''presidente'' se gaba de ser iletrado e não lê jornais e revistas (nunca disse ser analfabeto, contudo), onde o deputado mais votado precisa passar pelo ''teste de analfabetismo'', etc., etc., ter uma espertalhão como Silvio Santos sendo paparicado por todo o governo, a começar pelo todo-poderoso banqueiro Meirelles, não é nenhum ''milagre do baú''! Até o Maluf hoje é ''parceiro do governo'', e ponha baú nisso!

Ariovaldo Batista arioba06@hotmail.com

São Bernardo do Campo

__________________________

TIRIRICA

Foi com grande alívio que vi a notícia de que o Tiririca provou que sabe ler e escrever e, como foi o candidato mais votado, tem como direito a presidência do Congresso. É esta a vontade do povo por ele representado, e a esse promotor que ainda não deu se por satisfeito resta enfiar sua violinha no saco e ir cantar em outra freguesia, pois seus minutos de fama já se esgotaram. Sem contar que cometeu o crime de discriminação contra as minorias. Neste caso não é minoria, pois nunca na historia deste país o povo foi tratado como palhaço como agora, somos quase 190 milhões, conforme o censo. Vá em frente, Tiririca, seja pelo menos um deputado honesto naquela Casa e já será o suficiente, pois será uma mosca branca.

José Mendes josemendesca@ig.com.br

Votorantim

__________________________

NOVE EM DEZ

Se Tiririca errou nove dos dez vocábulos que escreveu no ditado feito para provar a sua alfabetização, segundo o promotor da 1.ª Zona Eleitoral de São Paulo, Maurício Antônio Ribeiro Lopes, como ele pode ter passado no teste realizado com esse objetivo?

Estamos vivendo uma época em que mais importante que tudo é o respaldo popular.

O juiz que declarou que ele leu e escreveu deve ter pensado consigo mesmo: qual a importância do analfabetismo de Tiririca se mais de 1 milhão de paulistas o querem como seu representante no Congresso?

É o Brasil de Luiz Inácio Lula da Silva, onde a educação continua descendo ladeira abaixo.

Ronaldo Gomes Ferraz ronferraz@globo.com

Rio de Janeiro

__________________________

TRADICIONAL OU A RIGOR?

Só uma dúvida: será que o dia em que o deputado federal Tiririca se apresentar para seu novo trabalho, ele irá de traje a rigor ou com seu traje tradicional?

Virgílio Melhado Passoni mmpassoni@gmail.com

Praia Grande

__________________________

ANALFABETISMO

Se o Brasil fosse um país sério, contrariando De Gaulle, civis analfabetos ou semianalfabetos nem se candidatariam a cargo público algum, principalmente a presidente da República.

Elaine Navarro elainenavarro.pa@hotmail.com

São Paulo

__________________________

PERSEGUIÇÃO AGORA CHEGA, BASTA!

O Ministério Público Eleitoral em São Paulo dizer que vai recorrer da sentença que declarou Tiririca alfabetizado já está beirando a perseguição oficial de Estado contra um cidadão e resvalando perigosamente no ''abuso de autoridade''... Se querem algum controle que dignifique um pouco o concurso eleitoral, ora essa, que o façam antes de candidaturas propostas, modificando a Lei Eleitoral. Eu sou a favor de que somente portadores de curso superior com registro no MEC é que possam se candidatar e, ainda assim, todos sabemos, nem mesmo isso é garantia de um bom legislador no futuro!

Mas neste caso, onde passou o boi - e a boiada -, com a Lei Eleitoral atual, deixem o palhaço trabalhar, afinal, de circo ele entende, e que seja feliz lá em Brasília com o seu salarião, que nisso, convenhamos, ele foi mais sincero que muitos outros!

Paulo Boccato pofboccato@yahoo.com.br

São Carlos

__________________________

CAMBALACHO

O palhaço profissional Tiririca tira o chapéu, agradecendo aos eleitores otários que o elegeram deputado federal para atuar no picadeiro do Cambalacho Nacional.

Laércio Zanini arsene@uol.com.br

São Paulo

__________________________

TESTE DE LEITURA

Corre à boca pequena que o teste de leitura que seria aplicado ao deputado Tiririca seria um trecho da Constituição brasileira.

Ele teria pedido a substituição do texto por outro, alegando que a Constituição Brasileia nem o presidente Lula lê.

Pedido feito, considerado pertinente e prontamente acatado pelo juiz eleitoral.

Depois dizem que não há justiça e igualdade ''neste'' país

Claudio Juchem cjuchem@gmail.com

São Paulo

__________________________

CENAS DA EDUCAÇÃO NO "BRAZIU"

O eleito Tiririca teve 12 horas para ler um texto e mostrar que não era analfabeto. Já os candidatos do Enem, que nem relógios podiam usar, tinham aproximadamente a metade desse tempo para mostrar que sabiam muito. O ponto alto da tragédia foi a foto de Everardo mostrando o polegar. Retrato do alfabetizado.

Um pedido ao Mercadante: nunca mais critique a aprovação continuada. O candidato abestado elegeu quantos petistas mesmo?

Pedro Galuchi pgaluchi@gmail.com

São Paulo

__________________________

FALTA DE SERIEDADE

Quando toda a mídia dá manchete, só faltando soltar rojão porque o deputado mais bem votado conseguiu provar que consegue ler e escrever algumas palavras, temos de reconhecer que o Brasil definitivamente não é um país sério.

Iracema Palombello cepalombello@yahoo.com.br

Bragança Paulista

__________________________

POIS É...

...ENEM nos falaram quem coordenou a prova do Tiririca.

Decio Franco de Almeida Filho bdfpartners@uol.com.br

São Paulo

__________________________

TÍTULO DE ELEITOR

Se Tiririca for julgado inelegível, deverão ser cassados os títulos do 1,3 milhão de ''tiriricas'' que nele votaram.

Nacim G. Arida ng.arida@terra.com.br

São Paulo

__________________________

FALSIDADE IDEOLÓGICA

A declaração apresentada por Tiririca à Justiça Eleitoral, como prova de que á alfabetizado, não foi escrita por ele. O candidato, portanto, incorreu em comprovado crime de falsidade ideológica, o que, do ponto de vista moral e legal, o torna menos digno do que se fosse simplesmente um cidadão analfabeto honesto. A diplomação, se ocorrer, ser-lhe-á outorgada por juízes eleitorais que, maculando a memória do grande jurista Pontes de Miranda, estarão contribuindo para a implantação do caos jurídico no Brasil.

Roberto Twiaschor rtwiaschor@uol.com.br

São Paulo

__________________________

CONFUSÃO

Afinal, concluíram que "quem" sabe ler? O deputado ou quem fez o teste? Por que isso correu em sigilo? Não interessa a cerca de 1,3 milhão de eleitores? Quem preparou a prova do Enem ou quem diz que 2 mil prejudicados não são nada? Quem suspendeu ou quem anulou a suspensão da prova? Estão muito confusas as notícias do Brasil.

Manoel Mendes de Brito voni.brito@itelefonica.com.br

Bertioga

__________________________

ISONOMIA

Se Lulla foi aceito, sem ler o que assina (declaração pessoal no caso do PNDH-3), Tiririca deve sê-lo, sem dúvidas.

Não se precisa nenhum título para cargo eletivo, apenas assinar ''por extenso''...

Alejandro Botto Correa alebotto@globo.com

São Paulo

__________________________

MATRÍCULAS ABERTAS

A escola do Tiririca comunica que suas matrículas estão abertas, com direito a curso livre de alfabetização de adultos, com cursos intensivos de 60 dias, em que você aprende a ler e escrever o suficiente para convencer o juiz, e ainda faz como brinde curso para driblar exame grafotécnico. Faça como o Tiririca, que a sua cultura pior do que é não fica.

Márcio M. Carvalho :mmcoak@hotmail.com

Bauru

__________________________

QUEM É QUEM

Tiririca foi considerado apto para exercer o cargo de deputado federal. Mas, afinal, quem é o palhaço?

Marisa Stucchi lastucchi@yahoo.com.br

Ribeirão Preto

__________________________

VAI REVELAR?

Agora que o palhaço Tiririca será diplomado como o deputado federal, e vai exercitar escrita e interpretação de textos em luxuoso gabinete no Congresso Nacional, ficamos todos aguardando o cumprimento da promessa de revelar o que fazem realmente nossos (?) representantes na Câmara Federal. Quantos são, quanto gastam e que sempre querem mais, já sabemos. Falta entender melhor sua atuação e desempenho pelo bem de todos brasileiros - ou seja, seu ''custo-benefício Brasil''!

Silvano Corrêa scorrea@uol.com.br

São Paulo

__________________________

PRESIDÊNCIA DA CÂMARA

O Congresso não deve ficar em dúvida sobre quem ocupará a presidência da Câmara no próximo ano, o cara é o TIRIRICA, candidato mais votado do Brasil, com apoio popular, abestado, palhaço e que vai falar para os brasileiros o que o deputado faz.

Joaquim Carlos das Eiras jocare@ig.com.br

São Paulo

__________________________

A TEMÍVEL IGNORÂNCIA

Todo dia somos obrigados a conviver com as mais diferentes facetas da ignorância, encontramos diariamente o executivo que quer vencer na vida como Napoleão em Waterloo, o advogado que escreve períodos intermináveis e incompreensíveis, a funcionária que atende no caixa e não sabe fazer a mínima conta sem o auxílio de uma calculadora, os motoristas que não conhecem ou respeitam o código de trânsito, muitíssimos que não conhecem as regras da educação, que são maus exemplos para as crianças, que não têm respeito pelos mais velhos. Entretanto, depois deste rápido olhar sobre os ignorantes qualificados, não podemos esquecer os funcionais, que não entendem e não sabem se fazer entender, mas que devem ser considerados inocentes porque atrás deles existe uma falência cultural generalizada que começa com professores sem perspectivas, escolas em perigo, saúde duvidosa, ministros sem competência num cenário de declínio da convivência civil, da vida política, da ética e da moral, numa situação na qual todos temos uma parcela de culpa. Sócrates sentenciou que existe um único bem, o conhecimento, e um único mal, a ignorância. Esperamos agora que a presidente eleita com o voto das classes menos favorecidas possa premiá-las, começando com uma escola capaz de educar a mente e a consciência do povo.

Franco Magrini framagr@ig.com.br

Cachoeira Paulista

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.