Cartas - 18/06/2011

COPA E OLIMPÍADA

, O Estado de S.Paulo

18 Junho 2011 | 00h00

RDC

A medida provisória (MP 527) que instituiu "regras especiais para a realização de obras e serviços relacionados com a Copa do Mundo e a Olimpíada" tem no "jargão oficial", como aponta o editorial Sigilo para a bandalheira (17/6, A3), uma sigla bem sugestiva: RDC. Em outras palavras, Ratos Dentro da Canoa.

RUY DE JESUS MARÇAL CARNEIRO

ruycar88@uol.com.br

Londrina (PR)

____________________________

Sigilo da bandalheira

A aprovação da MP 527 é apenas a concretização do que muitos consideravam que fosse acontecer a partir do momento em que o Brasil foi escolhido para ser sede da Copa de 2014 e da Olimpíada de 2016. Num país onde a falta de rigor na aplicação do dinheiro público é a regra, nada a estranhar. Aliás, a escolha do Brasil como sede desses eventos foi feita há anos e haveria - desde então - tempo mais que suficiente para que as obras pertinentes estivessem a meio caminho, de forma serena, sem atropelos, e não praticamente na estaca zero, como estão. Fica a impressão de que a delonga foi proposital para justificar a pressa atual. Está dada, finalmente, a senha para o "sigilo eterno" da bandalheira, agora em nome do esporte e da preservação do "bom nome" externo do País.

SILVIO NATAL

snatal49@yahoo.com.br

São Paulo

____________________________

Afinal, a quem interessa todo esse sigilo?

VIRGÍLIO MELHADO PASSONI

mmpassoni@gmail.com

Jandaia do Sul (PR)

____________________________

Consultoria

O ministro dos Esportes, Orlando Silva (PCdoB), diz que os gastos dos orçamentos sob sigilo, das obras da Copa, serão enviados aos órgãos de fiscalização competentes só no final, para que as empresas não combinem preços. E eu pergunto: será que alguma empreiteira não contratou "consultorias" para dar o seu preço nesse regime diferenciado?

TANIA TAVARES

taniatma@hotmail.com

São Paulo

____________________________

MOEDAS PODRES

"Delito coletivo"

Sem entrar no mérito dessa MP-ônibus, outros preferem Frankenstein, e de tudo o que jaz por trás disso - por falta de máscara de gases e de maior transparência, que, segundo um recém-readmitido no PT, quando em excesso são sinônimo de burrice -, convém lembrar que as tais moedas podres representam, em geral, dívidas assumidas pelo Estado ou empresas estatais (algumas já inativas) que deverão, ou deveriam, ser pagas em dinheiro. É por haver dúvidas - justificadas - quanto a essa vontade, capacidade ou pressa do agente emissor de pagar que as cotações estão em patamares obscenos; alguns falam em calote disfarçado, outros optam por esqueletos, outros usam termos impublicáveis, mas as dívidas que estão na origem dessa realidade foram um dia assumidas, ao som de fanfarras oficiais.

ALEXANDRU SOLOMON

alex191243@gmail.com

São Paulo

____________________________

TREM-BALA

China x Brasil

O trem-bala chinês entre Pequim e Xangai, com distância de 1.318 km, custou o equivalente a R$ 54 bilhões, enquanto o tupiniquim, entre Campinas, São Paulo e Rio, com 518 km de extensão, já está com expectativa de custo revista de R$ 33 bilhões para R$ 51 bilhões. Será o tal custo Brasil?

LUIS A. B. PASSARELLI

passarelli@uol.com.br

São Paulo

____________________________

DR. HÉLIO

Solidariedade

Mas que coisa inacreditável! O Dr. Hélio, prefeito de Campinas, declarou que José Dirceu e Lula são solidários a ele. Eles também se solidarizaram com Delúbio, Erenice, Palocci... Creio que jamais poderíamos imaginar que tal elo deve existir desde que o ex-prefeito Toninho tentou pôr a casa em ordem nestas bandas. Será que alguém está nos lendo para puxar o fio desse novelo?

JOSÉ JORGE RIBEIRO DA SILVA

jjribeiros@yahoo.com.br

Campinas

____________________________

JOSÉ RAINHA

Vejam que país é este

A Polícia Federal (PF) prendeu José Rainha, ex-líder do MST, por desvio de dinheiro público. O ministro Gilberto Carvalho, chefe da Secretaria da Presidência, condenou a ação da PF por entender que tumultua o processo de reforma agrária. Pois ele fez exatamente o contrário do que qualquer cidadão de bem faria, ou seja, deveria ter apoiado a prisão, que é o mínimo que se espera para quem comete crimes de qualquer natureza. Ao que parece, não se pode prender gente do lado do governo, já que é do conhecimento de todos que José Rainha sempre apoiou o PT. Porém tenho a presidenta Dilma Rousseff como pessoa séria e que, portanto, jamais manifestará o seu apoio à declaração infeliz desse ministro, que, assim como os demais, deve sempre manifestar apoio é a todo tipo de ação que resulte em beneficio para o País, que está cansado de ver tanta impunidade.

ALBERTO ALEXANDRE MACHADO

al_amachado@yahoo.com.br

Paranavaí (PR)

____________________________

Amizades x instituições

Lamentável que um ministro de Estado reaja negativamente a um ato da PF. Se a PF prende alguém que foi investigado por mais de dez meses, e com determinação judicial de prisão, é de supor que a prisão não seja indevida. Acorde, presidenta Dilma! Não se deixe cercar por pessoas que põem a amizade ou interesses pessoais acima das nossas instituições!

ABELARDO FRAGA JR.

abelardo_f@terra.com.br

São Paulo

____________________________

Zíper

O povo é que lamenta ter um ministro que fica triste pela prisão de um baderneiro assumido, entre tantas outras denúncias e condenações, alegando "tumulto" no processo de reforma agrária. Nossa presidente Dilma também deve lamentar não poder pôr zíper na boca de seus subordinados.

LINA PASQUALINI

linapasqa@uol.com.br

Peruíbe

____________________________

É justo...

Num país que acolhe terrorista condenado em devido processo legal em nação democrática, nada mais normal que ministro lamente a prisão de um baderneiro (também já condenado).

ADELINA BITELLI DIAS CAMPOS

adelinabitelli@uol.com.br

São Paulo

____________________________

VOCÊ NO ESTADÃO.COM.BR

TOTAL DE COMENTÁRIOS NO PORTAL: 1.429

TEMA DO DIA

Fifa e COI poderão inflar orçamentos Em tramitação na Câmara, projeto autorizaria entidades a exigir alterações em obras

"Urge conhecer os deputados que aprovaram esse escândalo. Assim saberemos os novos bilionários que assaltaram a Pátria." ELSON ALEGRETTI RODRIGUES

"Com as lideranças políticas que temos no governo e com a maioria apoiando-o, não poderíamos imaginar outra coisa."

OLIVIO ANTONIO SANTOS

"O Brasil, com esta MP, bate no fundo do poço em termos de moralidade, ética e legalidade."

CARLOS LICÍNIO MARTINELLI

____________________________

Cartas enviadas ao fórum dos leitores, selecionadas para o estadão.com.br

 

 

 

ESPANHÓIS NO BRASIL

 

 

 

 

 

 

 

 

Estadão deu que nosso governo estuda adotar medidas de reciprocidade aos espanhóis em solo brasileiro. Deveriam começar pela corja que comanda a Telefonica. Tal como os espanhóis de lá, os espanhóis daqui também tratam nosso povo como lixo. O pior, é que tem a anuência do governo de Dilma Rousseff.

 

 

 

 

 

Paulo Sergio Mariano sergiomariano@estadao.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

____________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

BOLÍVIA, PAZ E VERGONHA

 

 

 

 

A Bolívia, grande parceiro literalmente falando, já teve no passado pelo grande orador Lula, o cara, a dívida externa isentada. Agora, na maior cara de pau,o cumpanheiro cocaleiro vai nacionalizar todos os veículos roubados no Brasil, ou seja, toda a frota desse País feudo do Chávez, cujo produto principal é a cocaína exportada principalmente para o Brasil, ou seja uma no cravo outra na ferradura, isso, sim, é parceiro comercial. E dos bons? Viva o Lula e seus cumpanheiros aloprados, na ânsia de fazer negócios a qualquer custo criaram um monstro do nosso lado,sem esquecer o que o cocaleiro fez com as nossas construtoras,com a Petrobras e com o preço do gás,ou seja parceiro desses é bom longe. Será que a Dilma vai ficar esperando acontecer,sem abrir a boca e o nosso grande patriota? Onde está que não aparece? Quem viver verá o que vai acontecer,e não precisa ser vidente.

 

 

 

 

Antonio Jose G.Marques anjogoma@yahoo.com.br

Rio de Janeiro

 

 

 

 

 

 

 

 

 

__________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

OBRAS E SERVIÇOS

 

 

 

 

 

 

 

 

Já que o Ministério Público Federal proibiu a Petrobrás (empresa mista) de realizar as obras de desvios dos dutos sob a área onde esta sendo construído o Itaquerão, as obras devem ser efetuadas pelo Corinthians, que interceda também para que não se dê qualquer isenção fiscal ou benefícios utilizando-se ou lesando-se o erário. Não tenho nada contra qualquer clube de futebol, sou contra os políticos que se locupletam com essas regalias visando a futuras eleições, principalmente sabendo a situação em que se encontram a saúde, a educação, a segurança...

 

 

 

 

 

 

Angelo Antonio Maglio angelo@rancholarimoveis.com.br

Cotia

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_________________________

 

 

 

 

 

 

APAGÃO

 

 

 

A explicação do diretor-geral da Aneel a ineficiência da Eletropaulo dizendo que há piores prestadoras de serviço público; em outras palavras ele quis dizer: Pior seria, se pior fosse...

 

 

 

Virgílio Melhado Passoni mmpassoni@gmail.com

Jandaia do Sul (PR)

 

 

 

 

 

 

_________________________

 

 

 

 

 

 

 

POBREZA NO BRASIL

 

 

Muito oportuno o artigo do Prof. Roberto Macedo sobre o Brasil com miséria e sem lógica (16/6, A2). É lógico que a pobreza diminuiu porque o Brasil cresceu , é miseravel por todas as esquinas, é só pres tar atenção nos cantos e esquinas da cidade e enxergar os miseraveis e não porque a miséria diminuiu. O Brasileiro está sempre sendo engando pelas estatíticas apresentadas pelo governo.

 

 

 

Esther Angrisani estherangrisani@terra.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_________________________

 

 

 

 

 

 

ELOGIOS OU INSULTOS

 

 

 

 

 

 

Repugno os elogios de Dilma a Fernando Henrique Cardoso!. Pois, ela não tem legitimidade para elogiá-lo. Dilma e o PT têm legitimidade para insultá-lo!

 

 

 

 

Ney José Pereira neyjosepereira@yahoo.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

_________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

FRUTOS AMARGOS

 

 

 

 

 

Ainda sobre os elogios e mesuras de Dilma ao ex-presidente Fernando Henrique, Dora Kramer, em sua coluna de 15/06 (A6), "Flores na entressafra", e o leitor Sr. Luiz Ress Erdei, em carta a este Fórum em 16/06 sob o título "Canto da sereia", disseram exatamente o que penso. Gostaria de acrescentar que, após mais de oito anos do mais rasteiro vale-tudo político-eleitoral e de seguidos escândalos de corrupção para financiar o projeto de poder lullopetista, não dá para acreditar na boa-fé de qualquer petista, nem mesmo da presidente, que tem o vício de origem de ser filha e, direta ou indiretamente, partícipe desse esquema e projeto, mesmo que ela, em aparência, queira restabelecer as pontes do diálogo com o lado sadio da política nacional, cujo representante máximo é, sem dúvida, Fernando Henrique. Portanto, srs. Tucanos, ingenuidade tem limites, vamos cair na real, pois, infelizmente, os frutos dessas "flores da entressafra" poderão ser

amargos para a oposição, principalmente em São Paulo, como bem destaca a carta do Sr. Luiz.

 

 

 

Jorge Manuel de Oliveira jmoliv11@hotmail.com

Guarulhos

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

MULHERES NO PODER

 

 

 

 

 

 

 

O fato político é que Dilma Rousseff, Gleisi Hoffmann e Ideli Salvatti, ocupam os principais cargos do Executivo Brasileiro na atualidade. No imaginário popular, um momento histórico para o poder feminino mostrar a que veio. A mulher já foi um mero objeto de decoração e de posse do Patriarcado onde jamais podia participar das conversas do seu Senhor e equiparada aos índios, menores e incapazes. Votar então, conquista mais ou menos recente. Gradativamente foi galgando conhecimento, respeito por mérito próprio e ocupando postos caracterizados como "masculinos" e apresentando resultados, por vezes, infinitamente superiores e mais éticos que seus concorrentes homens. Guardas de trânsito, motoristas profissionais, funcionárias da limpeza pública, comandantes de aviões e uma infinidade de atividades bem sucedidas foi criando uma espécie de esperança na gestão charmosa, feminina e correta das mulheres. Eleita e delegando poderes à colegas desta nova geração participativa das fêmeas da espécie, ficamos todos na expectativa de melhores rumos para o País e toda nossa sociedade. Particularmente, acredito que honestidade, conduta e caráter independem do sexo da pessoa, mas torço por melhores dias republicanos. A mulher gera a vida no seu ventre, e talvez por isto, possa ser mais séria nos destinos das nações. O homem, predador por natureza, pode ter na mulher o freio necessário para não destruir a ética, a moral e os alicerces de uma Nação, berço onde vivem seus filhos. Assim seja. Mesmo porque, do lado negro da força, ela será também muito competente. Aí, meus amigos, estamos fritos...

 

 

 

 

 

 

 

Márcio Mourão mmvip007@gmail.com

Rio de Janeiro

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_________________________

 

 

 

 

 

 

 

ARTICULAÇÃO POLÍTICA OU NEGOCIAÇÃO POLÍTICA?

 

 

 

 

 

Esse tal Ministério da Articulação Política, no qual a presidente Dilma acaba de colocar a "cumpanhêra" Ideli Salvatti, deveria ter seu nome trocado para Ministério da Negociação Política, pois longe de fazer articulações, que consistiriam em discussões baseadas em preceitos ideológicos, tratados de forma ética e moral, é sabido que o balizamento das relações entre o Executivo e o Congresso é feito, na maioria dos casos, através de discussões sobre a troca pura e simples de apoio político por pleitos expostos pelos parlamentares, geralmente envolvendo distribuições de cargos e verbas, tornando explicita a arte do "TOMA LÁ, DÁ CÁ". Nesses tempos petralhas, quando as transações políticas passaram a ser acintosamente tratadas sob a premissa de que os fins justificam os meios, o princípio de articulação política caiu em desuso, fazendo com que o tal ministério, deixando de ser um recinto de debates de idéias, fosse colocado em uma situação análoga a qualquer balcão de negócios, onde o atendimento de interesses de parlamentares, independente de viés ideológico e/ou coloração partidária, é a moeda de troca para obter apoio legislativo. É claro que os petralhas negam essa realidade, porém. se assim não fosse, qualquer indivíduo minimamente atento ao cotidiano da política saberia que a ex-senadora Ideli Salvatti, caracterizada por ser "carne de pescoço", não tem o perfil exigido para quem possa ser encarregada de "articulações políticas". Por outro lado, temos de concordar que, em se tratando de "negociações políticas", o nome é absolutamente perfeito.

 

 

 

 

 

 

 

Júlio Ferreira julioferreira.net@gmail.com

Recife

 

 

 

 

 

 

 

 

_________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

RESPEITO À CONSTITUIÇÃO

 

 

 

 

 

Em se tratando de governo federal, só poderemos classificar como um bom presidente aquele que, acima de todos os interesses políticos, pessoal ou partidário, respeitar a Constituição. Nada adiantará ou lhe credenciará como um presidente que se julgue ou julgam de bom por ter praticado alguns atos que satisfaça a vontade dos políticos, membros do Poder Judiciário, sindicalistas, e etc. se, por outro lado houver um grave erro de desrrespeito a carta magna; assim como houve no governo do Fenando Henrique Cardoso e do Luiz Inácio Lula da Silva, quando ambos não respeitaram os direitos constitucionais dos aposentados que adquiriram o direito de aposentar no teto máximo e arbitráriamente lhes retiraram retroativamete esse direito adquirido, desplicentemente ignorados pelos Três Poderes consituidos da Nação, principalmente o Judiciário que tem a dever de exigir o cumprimento da Constituição.

 

 

 

 

 

Benone Augusto e Paiva benonepaiva@yahoo.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

FIM DE FEIRA

 

 

 

 

 

 

 

Deu no Estadão de 17/6: "Fifa terá carta branca para definir gastos com obras da Copa"; "PF prende José Rainha e ministro lamenta"; "Cadeia por pouco tempo" para o assassino Edmundo... Tenham todos um bom fim de semana, melhor dizendo, feira.

 

 

 

 

 

 

Nelson Penteado de Castro pentecas@uol.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

ZÉ RAINHA

 

 

 

 

 

 

Mais uma vez, foi preso "nosso santo protetor dos sem terra" depois de tantos crimes, vamor ver quantos anos o humilde campones vai passar na cadeia.

 

 

 

Roberto Massarente massaren@terra.com.br

Araçatuba

 

 

 

 

 

 

 

 

 

________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

TRISTEZA DO MINISTRO

 

 

 

 

 

 

 

A inversão de valores dos membros do governo petista é de assustar. O vândalo José Rainha foi preso(tardiamente) e o ministro Gilberto Carvalho ficou tristinho, pode? Será que esse senhor lamentou a morte da vítima que esse elemento executou no Espírito Santo? Quem tem que se entristecer é o brasileiro, por ter um homem deste num ministério de governo.

 

 

 

 

Ademar Monteiro de Moraes ammoraes57@hotmail.com

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

EFICIÊNCIA NO JUDICIÁRIO

 

 

 

 

 

 

 

A sociedade precisa de uma Corte da Justiça que dê exemplo de eficiência e rapidez nos seus julgamentos, independentemente de outros

Poderes, além de limitar recursos processuais. Portanto, o lugar do político corrupto, é na cadeia, junto com outros bandidos.

 

 

 

 

 

 

 

Antonio de Souza D Agrella antoniodagrella@yahoo.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

ABENÇOADO

 

 

 

 

 

 

É incompreensível Dr. Hélio Prefeito de Campinas, estar tão preocupado com o que vem ocorrendo com ele na prefeitura. Pois conforme o mesmo afirmou, tem como solidários "Dilma Rousseff", "José Dirceu" e "Lula". Ou seja estar com eles é estar com "DEUS".

 

 

 

 

 

Angelo Tonelli angelotonelli@yahoo.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

TRF EM MINAS GERAIS

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Existem cinco Tribunais Regionais Federais que são responsáveis pelo julgamento das causas em 2ª Instância, em que o Poder Público Federal é parte, são eles: 1ª Região em Brasília que compreende os Estados de Minas Gerais, Acre, Amapá, Amazonas, Bahia, Distrito Federal, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Pará, Piauí, Rondônia, Roraima e Tocantins; 2ª Região os Estados: Rio de Janeiro onde se localiza e também o Espírito Santo; 3ª Região os Estados: São Paulo e Mato Grosso do Sul; 4ª Região os Estados: Rio Grande do Sul, Paraná e Santa Catarina; 5ª Região compreende os Estados: Alagoas, Ceará, Paraíba, Pernambuco, Rio Grande do Norte e Sergipe. São necessárias ações políticas para a implantação de um Tribunal Regional Federal em Minas Gerais, pois 70% dos processos são originados do nosso Estado. Há processos aguardando julgamento há mais de dez anos, prejudicando as partes e afetando a imagem do Judiciário, Magistrados e principalmente dos advogados que são cobrados pelos clientes, por solução para as ações ajuizadas que demoram longos anos para seu transito final. É necessário que o governo estadual, deputados federais, senadores, OAB, Amagis e outras entidades representativas se movimentem para a implantação do Tribunal Federal em Minas Gerais. É bom lembrar a máxima do eminente mestre Rui Barbosa: "A Justiça tardia é a suprema injustiça!"

 

 

 

 

 

 

 

 

MARCOS TITO marcostito@pop.com.br

Belo Horizonte

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

CAÓTICA JUSTIÇA BRASILEIRA

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Infelizmente a justiça brasileira está caótica, carecendo de uma avaliação profunda e séria. Do modo como está não atende as necessidades do povo e do país. Lamentavelmente até coisas como passeata em favor da legalização do uso da maconha, a STF manifesta a favor e, o que é pior, declara a favor de coisa tão nefasta a sociedade brasileira. Apesar da maconha não ser uma droga poderosa, é através dela e que se iniciam o uso das demais drogas como a cocaína, craque e outras drogas que são as causas de tanta violência e crimes nos tempos de hoje. A sociedade brasileira está indignada com a decisão da STF e indaga: quais são os objetivos da existência de um STF, além da manutenção da ordem e de direitos legais da sociedade brasileira? O ministro Joaquim Barbosa, da STF, tem declarado que, a nossa justiça está mesmo caótica e que as quatro instâncias têm serviço mesmo para atrapalhar de a nossa justiça fluir com eficiência e rapidez. No entanto, a STF, decidiu por unanimidade a favor da passeata a favor da liberação da maconha, dando conta de que o próprio ministro Joaquim Barbosa, votou a favor. Diante dessas decisões e que, o povo que espera das autoridades judiciárias uma decisão coerente e que venha a ajudar a diminuir esse caos que está instalado na sociedade em virtude do uso das drogas. Enquanto persistir o uso de drogas da forma como está, a tendência é o aumento progressivo da criminalidade. As drogas consideradas não violentas são na verdade nocivas à sociedade, pois que, matam milhares de pessoas. O cigarro e o álcool vendido livremente matam mais do que qualquer fenômenos naturais como: terremoto, tornado, tsunami, desmoronamentos e inundações. Além das constatações comprovadas cientificamente de que o fumo e bebidas alcoólicas provocam danos irreparáveis. A STF acha que a maconha pode fazer parte desse grupo de drogas legalizadas e isso constitui um descaso à saúde do povo. A nossa sociedade está enfermo, basto visitar os nossos hospitais para constatar o estado enfermo em que se encontra a nossa população e, os próprios usuários na grande maioria, estão lutando para deixar de fumar, beber e usar drogas pesadas como cocaína, craque e outros... A nossa justiça precisa agir em favor da saúde brasileira e não tolerar ou incentivar o uso de drogas pesadas ou não. Não é só o povo brasileiro que está sofrendo por causa do uso da maldita droga. O mundo inteiro está doente por causa do uso das drogas. Enquanto continuarem dando tolerâncias ao tráfico e uso de drogas, a tendência é a destruição da saúde e conseqüente dizimação da humanidade por doenças decorrentes do uso de substâncias nocivas e tóxicas. O país e o povo estão nas mãos dos representantes nomeados para zelar pela saúde do povo e do país. A responsabilidade deve estar na meta dos representantes da justiça e nunca focada em coisas nocivas à humanidade.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Paul Morin paulmorin2002@terra.com.br

Curitiba

 

 

 

 

 

 

 

________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

CONTRA O VÍCIO

 

 

 

 

Enquanto os Estados Unidos reconhecem os malefícios do fumo, impondo proibição de fumar em lugares públicos, até ao ár livre, algúns brasileiros querem fazer passeata para permitir (descriminar) o uso da maconha. Quando irão entender que droga é droga, faz mal, vicia, abre o caminho para drogas cada vez mais fortes, e seu uso traz prejuizo à saúde física e mental de nossa juventude? Se quiserem um Brasil mais saudável e menos viciado, deveriam é fazer passeata contra as drogas, de quaisquer tipo que sejam.

 

 

 

 

 

 

 

 

Silvano Corrêa scorrea@uol.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

LIVRE PENSAR

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

"Livre pensar é só pensar", pontificou Millôr, e o Ministro Celso de Mello no-lo garantiu ontem: "(...) livre, sempre livre, permanentemente livre". Posso, então, vir a público, sem medo de ser preso, para manifestar-me contra... - a legalização de drogas; - o sigilo eterno para qualquer documento; - os decretos secretos do Congresso Nacional; - o voto e o horário eleitoral obrigatórios; - qualquer proposta de censura à mídia e às atividades artísticas; - qualquer mistura de religião com política;

- a liberdade para Cesare Battisti no Brasil; - classificar Monteiro Lobato como racista; - o livro que defende erros de linguagem; - o acordo ortográfico; - os kits homofóbicos (infeliz neologismo) para escolares e a idéia de criminalizar a homofobia; - quem invoca direitos de tais ou quais segmentos minoritários sociais, econômicos, etários, étnicos ou lá o que seja, pois somos todos iguais perante a lei e com os mesmíssimos direitos; - preconceitos contra quem não pertence às minorias citadas acima; - megaeventos religiosos e artísticos que provocam barulheira, imundície e caos no trânsito, perturbando a vida de milhões de pessoas; - a impunidade, os congressistas que não mudam as frouxas leis penais e os poderes executivos que não investem nos sistemas prisionais; - o nepotismo, o fisiologismo, o paternalismo, o compadrismo e todas as horrendas práticas patrimonialistas aqui cultuadas há 500 anos, leia-se cosa nostra; - o excesso de senadores, deputados federais e estaduais, vereadores, ministros, secretários nacionais, estaduais e federais, seus ganhos fantásticos, suas mordomias indescritíveis e seus milhares de aspones e asmenes nomeados sem concurso; - todos os corruptos e corruptores, sejam servidores públicos ou não; - a lerdeza do judiciário, agravada pelo tempo perdido na redação de quilométricas, herméticas e pomposas sentenças, não raro contrárias aos anseios da sociedade; - marxismo, leninismo, trotskismo, stalinismo, maoísmo, fidelismo, guevarismo, chavismo e arcaísmos congêneres, lançados ao lixo da História em 09/11/89, com o Muro de Berlim, mas ressuscitados no Brasil e em´quase todos os seus vizinhos pelo Foro de São Paulo; - invasores de propriedades privadas, desmatadores, grileiros e demais destruidores do meio-ambiente; - indenizações milionárias para ex-terroristas; - comissão da verdade para apurar só um lado da História; - a maior carga de tributos do mundo, que sustenta sinecuras infindáveis; e - essa secular abulia do povo brasileiro, que engole todos os sapos que lhe são oferecidos e é incapaz de, por um instante que seja, virar-se para nossos (des)mandantes e gritar: Alto lá! Sou contra!

 

 

 

 

 

 

Gil Cordeiro Dias Ferreira gil.ferreira@globo.com

Rio de Janeiro

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

LEVANTANDO O TAPETE

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Vale a pena ver o curto vídeo de cerca de dois minutos disponível na internet (http://mais.uol.com.br/view/1575mnadmj5c/policia-deve-proteger-manifestantes-da-marcha-diz-relator-04024D1C3264C0B91326?types=A&) com o voto claro e insofismável do ministro Celso de Mello, que foi o relator do processo que resultou na decisão unanime do STF, garantindo que a Marcha da Maconha é parte integrante do livre direito de expressão: É gratificante constatar que no cenário institucional predominantemente medíocre aqui no "berço esplêndido", existem momentos como esse em que parecem surgir perspectivas de mudanças positivas. Fica patente a necessidade de um amplo e permanente engajamento, a fim de que exemplos como esse não sejam meramente eventuais e sim o reflexo de uma crescente mobilização da opinião pública com relação a questões tradicionalmente "varridas para debaixo do tapete".

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Claudio Janowitzer cjano@terra.com.br

Rio de Janeiro

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

EVOLUÇÃO

 

 

 

 

 

 

 

Com o aval do STF, as "Marchas da Maconha" terminarão como "Maratonas do Tráfico".

 

 

 

A. Fernandes standyball@hotmail.com

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

MANIFESTAÇÕES

 

 

 

 

Por essa manifestação temos a realidade do país em que vivemos: reunir pessoal para fazer uma manifestação contra o governo ninguém quer, agora para fazer uma manifestação a favor da maconha, tem gente saindo pelas janelas. Esperar o que desse país?

 

 

Laert Pinto Barbosa laert_barbosa@ig.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

INCOERÊNCIA

 

 

 

 

 

 

 

 

Considerando a tão comentada liberdade de expressão nossa justiça decidiu liberar a marchinha da maconha. Pergunto se não é incoerência, proibir então a divulgação de informações por parte deste veículo de comunicação, sobre informações da Operção Boi Barrica que compromete familiares de um ex presidente. Baseado no mesmo preceito constitucional (liberdade de expressão) gostaria de falar o que penso e como age a justiça desse país. Mas, respeitando todos os leitores, não vou descer a um nível tão baixo.

 

 

 

 

Sérgio Roberto da Costa sergiorobertocosta@ig.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

APOLOGIA ÀS DROGAS

 

 

 

 

 

Mais uma do STF! Fazer apologia as drogas em nome da liberdade de expressão, é o fim mesmo! A liberdade faz parte da Democracia, sem duvidas, mas, liberdade sem anarquia! Pois esta marcha das drogas não é simplesmente exclusividade da maconha, abrange todas as drogas existentes ou estou enganado?Este pessoal que liberou esta marcha nefasta e prejudicial à sociedade é do tempo que droga era só maconha e bolinha, atualmente as drogas são muito mais perigosas e matam viciados em crak principalmente, acho que existem muitos temas relevante esperando anos e anos sem definição deste mesmo STF que não se importa com pessoas de bem que estão sendo prejudicados pela inércia deste tribunal.

 

 

 

 

 

Jose Mendes josemendesca@ig.com.br

Votorantim

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

PRÓXIMAS MARCHAS

 

 

 

 

 

 

 

 

Marcha da maconha liberada. Na boa. Quem diria? Oi Supremo, prá quando é a marcha do crack, cocaína, haxixe, etc.?

Não esqueçamos de convidar o Evo Imorales (SIC) e representantes das Farc.

 

 

 

 

 

 

Ulysses Fernandes Nunes Junior Ulyssesfn@terra.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

E A MEDICINA?

 

 

 

O ex-ministro da Justiça José Carlos Dias, um exemplo vivo de que PT e PSDB têmmuito em comum, afirma que a marcha (da maconha) não faz apologia, defendeapenas o direito de fumar maconha (A1, 16/6). Ora, hoje, só não fuma quem não quer. Alguns fumam passivamente, pois até na rua às vezes sentimos o cheiro da insensatez no ar. O que o ex-ministro e sua turma querem mesmo é que ninguém seja preso por vender ou portar bagulho. Para mim, quem deveria dar a última palavra seria a medicina, mas parece que não foi chamada a opinar. Só não entendo por que o governo não legaliza logo a erva. Se cobrarem de impostos o mesmo que cobram do cigarro, daria para criar tantos ministérios que poderia sobrar algum para o PSDB.

 

 

 

 

 

 

 

Hermínio Silva Júnior hsilvajr@terra.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

LIBERDADES

 

 

 

 

 

 

 

 

Gostaria de saber se estão liberadas também marchas a favor do nazismo, rascismo, cocaína e da pedofilia. Afinal, na visão do STF, quem marcha não pratica, apenas expressa sua inocente opinião. Haja!

 

 

 

 

Percy de Mello Castanho Junior webmaster@clubedoscompositores.com.br

Guarujá

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

SALVEM-SE

 

 

 

O Supremo consegue em tempo recorde julgar apologia à droga, soltar assassino, mas não consegue prender ninguém do mensalão nem acabar com a censura do Estadão. Salve-se quem puder.

 

 

 

Roberto Castiglioni rocastiglioni@hotmail.com

Santo André

 

 

 

 

 

 

_______________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

MARCHAS

 

 

 

 

 

 

 

Na mesma semana em que o STF autorizou a realização da Marcha pela Liberação da Maconha no Chile aconteceu a Marcha pela Educação, isso mostra como estamos sem foco no que realmente é importante para termos um país verdadeiramente desenvolvido.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Roberto Saraiva Romera robertosaraivabr@gmail.com

São Bernardo do Campo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

EQUÍVOCO

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Até concordo - mesmo nunca tenha visto ou usado o produto - que após sérios debates entre entendidos e o estabelecimento de regras, seja o uso da maconha descriminalizada, a fim de se evitar os ganhos dos traficantes, e, também, poder melhor orientar principalmente aos jovens sobre os males que o produto pode causar. Agora, quanto ao STF liberar marchas da maconha em nome da "liberdade de expressão", acho que é um equívoco. Quer dizer que se formarmos um grupelho de praticantes de nudismo e resolvermos fazer uma passeata pela Paulista, ou por outras importantes avenidas do Brasil, - todos nus - reinvindicando o direito de andarmos pelados como os primitivos habitantes desta terra brasilis, vai também o Supremo referendar, afirmando ser liberdade de expressão? Ou seria visto como atentado ao pudor?

 

 

 

 

 

 

 

 

Adriles Ulhoa Filho adriles@uai.com.br

Belo Horizonte

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

DESCRENÇA

 

 

 

 

Nós brasileiros podemos perder as esperanças de vermos o Brasil livre de todas as mazelas que o assolam no momento. Nossas autoridades constituídas não mais se baseiam em leis para suas decisões. Agem e atuam conforme a onda do momento. A turma do mensalão continua se reelegendo, o terrorista Batistti é absolvido sob a tutela do ex-presidente Lula. O STF libera a marcha da maconha (pobre juventude do Brasil) além de outras idiossincrasias que nos colocam como o país das liberalidades e do salve se quem puder. Particularmente para mim a única coisa boa do Collor foi a designação do Dr. Marco Aurélio de Mello como Ministro do Supremo Tribunal Federal, cuja conduta vinha sendo de uma firmeza a toda prova, mas que ultimamente tem resvalado para o populismo e jogando para a platéia. No julgamento dessa infeliz marcha da maconha, ouvi a Ministra Carmem Lúcia dizer que é preciso que todos tenham liberdade de expressão, o que ela não teve no tempo de sua juventude, diante da ditadura militar. Sou próximo da idade da ministra e confesso que nunca tive minha liberdade cerceada por ninguém. A ditadura só pegou e justamente no pé dos vândalos que queriam nos transformar numa Cuba e acabar definitivamente com a nossa liberdade. Infelizmente e com o aval de todos os poderes desta nação estamos entregando nossos jovens para que os bandidos façam deles o que quiser. Os empregados do povo em todos os poderes não merecem os altos salários que recebem, salvando-se porém as raríssimas exceções. Estou triste de ver que estamos passando para nossos filhos e netos um país à deriva esperando por um remo salvador que o coloque no rumo certo. O nosso poeta Olavo Bilac deve estar se remoendo no túmulo ao notar que as autoridades estão dificultando às nossas crianças a amar este país com fé e orgulho, pois não terão como imitá-la na grandeza que não tem, pelo menos nos dias atuais, onde a corrupção impera em todos os porões de todas as instituições como nunca dantes visto neste Brasil. Que Deus ponha sua mão divina sobre nós.

 

 

 

 

 

 

Carlos Moreira Stucchi pereirale@yahoo.com.br

São José do Rio Preto

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

LIBERDADE PARA TODOS

 

 

 

 

 

 

 

 

Algumas pessoas têm se manifestado contra a decisão do STF por liberar o direito a liberdade de expressão, sobre um tema que deve ser debatido para que cheguemos a um consenso sobre este assunto. Muitas destas pessoas também tem se manifestado contra a censura imposta ao Estadão. É bom saberem todos que liberdade de expressão não é apenas para temas da qual estamos de acordo, é para todos os assuntos que digam respeito à sociedade, e devem ser expostos e debatidos com liberdade, caso contrário estaremos censurando o direito do outro de expressar, assim é a democracia, liberdade de opiniões.

 

 

 

 

 

 

Francisco da Costa Oliveira fco.paco@uol.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______________________

 

 

 

 

 

 

 

O USO INTELIGENTE DA PRAÇA

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Em demasia, se discute, nos corredores dos três poderes, a questão da legalização da "marcha da maconha", já liberada pelo STF. O avanço será o início da discussão da liberalização do uso do psicotrópico. O que mais chama a atenção sobre os fatos veiculados é a mobilidade com que se faz o manifesto de rua, quantos estão ali andando, gritando, protestando. E a marcha pela saúde pública, sucateada? Pela educação, essencial para o desenvolvimento de uma nação? Pela aprovação de projetos de interesse da sociedade? Pela punição rígida àqueles que saqueiam, quase que diariamente, os cofres públicos? E por todos os outros fatos de interesse geral, que iriam beneficiar à população? A ministra Carmen Lúcia, em seu voto liberatório da marcha, disse que a "praça lhe foi negada". Ora, foi negada por afrontar interesses políticos, à época. Eram movimentos legítimos, clamando pela queda da ditadura. Houve resultado perceptível, afetando a todos os brasileiros. Que não se negue a praça, porém, usemo-la de forma inteligente, para o interesse geral, interesses que elevem as condições básicas da sociedade, tão carente. Tenha-se bom senso, e se use a prioridade!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Pedro Leitão Magyar pedro_magyar@yahoo.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_____________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O STF E A MARCHA DA MACONHA

 

 

 

 

 

 

 

É vergonhosa a decisão tomada pelo STF na votação de 8x0 favorável à Marcha da Maconha, fazendo-se assim uma apologia ao crime. Estão eles ultrapassando as barreiras da dignidade humana, na moral, na cultura e na religiosidade brasileira? Sim. Por que então não libera a marcha dos corruptos ou dos fichas limpa? Creio que isso é apenas o começo, agora vem a do crack, oxi, da cocaina e assim por diante, amedrontando ainda mais, uma população trabalhadora e passífica diante dos fatos. Quem vai pagar pelos prejuízos desses desastres? Quando o sociólogo FHC diante desse quadro amargo absurdamente se pronunciou, deixou-se pecar com suas palavras os seus valores éticos, destruindo assim, os das famílias brasileiras pelas suas consequencias. Seria este o modelo de um Brasil moderno? E...agora como ficarão as novas gerações nesta podre educação brasileira?

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Antonio Rochael Jr. antoniorochael@gmail.com

Iguape

 

 

 

 

 

 

_____________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

DOIS MUNDOS

 

 

 

 

 

 

 

A página "Notas & Informações" de ontem foi um perfeito retrato do Brasil de duas caras: de um lado, "O Supremo e a maconha" mostrando como as Leis e sua hierarquia funcionam. "Sigilo para a bandalheira" é o oposto, denunciando, como já diz o título, a bandalheira que o governo patrocina. Como virou moda dizer, é coisa de "1º mundo" convivendo com coisas do 10º mundo. Esperemos que, no futuro, prevaleçam as coisas boas e que possamos legar aos nossos filhos e netos um pais menos esquizofrênico.

 

 

 

 

 

 

 

 

Israel Beigler beigler@attglobal.net

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_____________________

 

 

 

 

 

 

 

 

AL-QAEDA E MENSALEIROS

 

 

 

 

 

 

 

O jornal O Estado de S.Paulo publicou, em 17 /6/2011 na pagina A12 uma lista minuciosa dos terroristas mais procurados do mundo, provavelmente alguns desses facínoras estão ou já passaram pelo Brasil, nesses últimos 8 anos, usufruindo dos incentivos jurídicos e políticos proporcionados por Lula. Ayman al-Zawahiri, quando o Paquistão ficar pequeno para você, não se preocupe... o establishment petista o receberá de braços abertos.

 

 

 

 

 

 

José Francisco Peres França josefranciscof@uol.com.br

Espírito Santo do Pinhal

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_____________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

NASCIDO VIVO

 

 

 

 

 

 

 

 

Enquanto ministros enriquecem sem explicações, enquanto os aposentados vão morrendo à míngua, enquanto se superfaturam obras por cada canto do país, enquanto doentes morrem nas filas dos hospitais públicos, enquanto o poder executivo dita as regras aos seus subordinados e varre para baixo do tapete a história negra, antiga e até a mais recente, de cada apaniguado, diz-se que o Brasil vai bem, obrigado. Vai muito bem o Brasil das estatísticas, o Brasil das pesquisas e dos resultados convenientes, dos coniventes, o Brasil dos doentes; mazelas morais também são doenças. E, falando em doenças, a surpresa mais recente foi por conta do meu plano de saúde. Há quase vinte anos eu pago o plano de saúde dos meus dependentes. A lista decresce quando eles se casam, mas ainda mantemos fielmente o mesmo plano de dantes. Hoje, surpreso e revoltado, eu recebo um comunicado que tem origem na ANS (agência agencia, intermedeia, enleia, abriga, acolhe como cabide, quem é da mesma teia) dizendo que devo apresentar uma série de documentos, sob pena de cancelamento do meu plano. Ora! Quem paga o plano sou eu, o dinheiro sai do meu bolso, é compulsório, porque a saúde que é direito apregoado na tal Carta Magna (a mim parece que a palavra correta seria "Maligna", porque me engana, ludibria, cria imagens irreais) é apenas para inglês ver.

Devo apresentar um cartão do SUS (sistema único de saúde). Não tenho o tal cartão, porque nunca tive tendências suicidas, mas devo arranjá-lo, para garantir o atendimento pago, através do meu plano de saúde. Devo anexar a cópia dos mesmos documentos fornecidos quando contratei o plano: CIC, RG, comprovante de residência e até uma "declaração de nascido vivo". Aí, sem ter percebido que a tal declaração é apenas para quem nasceu após 2010, eu disse à funcionária que me atendia: -Meu anjo, se eu tivesse uma declaração de "nascido vivo", seria político e não escritor.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Carlos Delphim Nogueira da Gama Neto carlosgama@conjeituras.com.br

Santos

 

 

 

 

 

 

 

 

_____________________

 

 

 

 

 

 

 

RESPONSÁVEIS

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Na política externa, há muito envergonha o País o poder ditadorial que se atribui à figura do presidente da República. Passam os anos e ninguém esquece a desonra a que foi submetida a nação brasileira com a deportação de Olga Benário à Alemanha nazista. Nesse mesmo contexto enquadram-se a rápida entrega dos lutadores cubanos à ditadura Castro. Parece até que o Brasil não sabe conviver com países com tradição democrática. Há que se ficar claro na motivação do STF, a ser publicada, que aquela corte, no mérito - até para lavar a alma do brasileiro - respeita as instituições jurídicas italianas e que o posicionamento em favor do tetrassassino Battisti é de exclusiva responsabilidade pessoal do ex-presidente Lula.

 

 

 

 

 

 

 

Nilson Otávio de Oliveira noo@uol.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_____________________

 

 

 

 

 

 

 

BATTISTI

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Agora só nos resta ver os Srs. Lula, Tarso Genro, Luiz fux e alguns membros do Supremo, criarem algum cargo para o terrorista e assassino Cezare Battisti à custa do erário desta "República de Bananas" que aqui foi implantada.

 

 

 

 

 

Antonio Jorge Ometto jorge_ometto@hotmail.com

Piracicaba

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_____________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

LULA, ‘EL COBARDE’

 

 

 

 

 

Além de todos os defeitos morais e pessoais do sr. Lula ostenta e não faz questão de esconder, ao contrário, destacar da sua personalidade pusilânime: a covardia. Covarde é, segundo Houaiss: "que ou quem age com temor diante de alguém ou de algo, .." Ora, depois de ao apagar das kuzes do seu governo dar asilo ao terrorista Battisti, e o STF, num julgamento essencialmente político,curvar-se à vontade do "rei", salvo os E. Ministros Cesar Pelucci, Gilmar Mendes e Ellen Gracie, confirmar a "vontade" politica do ex-presidente, o "rei" ficou com medo de enfrentar a justa ira dos italianos. Então o que fez?, escondeu-se no aconchego do ABC. Se tivesse agido com convicção e embasado na lei, não teria medo de enfrentar os italianos, mas como teve apenas uma assessoria política ideologica daqueles seus jurássicos "cumpanheiros" deu no que deu, teve que fugir da raia. Mas, os italianos, como demonstram ontem num jogo de volei de prais, hostilizaram os brasileiros que competiam. Agora todos os brasilerios correm esse risco, graças a mais uma trapalhada petista.

 

 

 

 

 

Carlos Benedito Pereira da Silva advcpereira@ig.com.br

Rio Claro

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_____________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A FILA É GRANDE

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Collor e Sarney desejam que o sigilo seja eterno. Então que queimem toda a papelada, fotos, arquivos em geral. Querem apagar a péssima figura que fizeram como políticos, e provavelmente muita, mas muita sujeira, e assim ninguém mais ouvirá falar deles quando se forem (por este ângulo até que a coisa seria boa). Mas, por outro lado, o que querem apagar deveria ser apurado, para se ter uma noção exata de quem são eles e seus agregados... aí chegaremos em Lula e no PT... a fila é imensa.

 

 

 

 

 

 

 

 

Carlos E. Barros Rodrigues carlosedleiloes@terra.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_____________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

DEMAGOGIA

 

 

 

 

 

É incrível a demagogia de Lula quando se coloca contra o sigilo eterno de documentos dos governos, alegando que o povo tem o direito de conhecer os fatos. É claro que isso é importante e ele deveria fazer o que diz, como abrir os seus gastos do cartão corporativo de quando foi Presidente, dizem que se isso acontecer, Lula vai direto pra cadeia.

 

 

 

 

 

 

 

 

Eliana Oda linaoda@bol.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

_____________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

REPÚBLICA DAS BANANAS

 

 

 

 

 

 

 

Para o congresso, o impeachment de Collor nunca aconteceu. Palocci saiu ileso. Os segredos do país serão jogados no fundo do oceano. Battisti virou rei e a maconha vai "virar lei". Eis a república dos companheiros, cujo único objetivo é dinamitar esta nação. Parabéns ao mentor primário, o "grande companheiro" Lula; responsável por toda essa algazarra.

 

 

 

 

 

Sérgio Eckermann Passos sepassos@yahoo.com.br

Porto Feliz

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_____________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

BRASIL, UM PAÍS SEM SEGREDOS

 

 

 

 

 

 

 

Alguns militares, diplomatas e políticos oportunistas, querem que uma parte da nossa história seja classificada como 'segredo eterno'. Gerenciando este golpe contra o direito que todo cidadão tem de conhecer a sua história, estão dois ex-presidentes: Sarney e Collor. Sarney, dias atrás, já deu uma prévia do que é na prática esse negócio de segredo eterno, ao não deixar sair num tal corredor da fama, inaugurado no Senado Federal, a história de como o Collor foi posto na rua. Depois de muita reclamação, ele deixou que colocassem a história do impeachement do 'caçador de marajás' na parede do corredor. Não podemos esquecer que o Sarney já participou no senado de uma estranha norma regimental chamada 'Atos secretos', que, entre outras coisas, servia para nomear amigos e parentes sem dizer nada a ninguém. Acho que eles querem rotular casos como a roubalheira feita pelo "falecido" PC Farias, no governo Collor, como segredo eterno. Aproveitando a ocasião em que uma boa parte do povo está acordando do sono em berço esplendido, poderia ser lançada uma campanha apresentando uma postura revolucionária do Estado brasileiro em relação a qualquer tipo de segredo. O nome da campanha seria: Brasil, um país sem segredos. Seria feito um plebiscito. Seria criada uma lei que determinasse a colocação de câmeras com som, em todos os orgãos públicos, gabinetes, ante-salas, em todos os lugares, e dentro de todos os aposentos do Congresso Nacional, em todas as Assembeias Legislativas, no judiciário, nas dependências do Palacio do Planalto, e nas sedes dos governos estaduais e municipais, enfim, em todos os orgãos públicos, onde todos deveriam andar com uma micro-camera com audio na lapela. Todos, sem exceção nenhuma. Até o presidente da República e todos os seus ministros. Todas as conversas telefônicas seriam ouvidas. Tudo seria filmado, gravado e visto por todo mundo. Nada seria secreto. No Brasil não existiriam mais segredos, fossem eles eternos ou não. Seriamos o primeiro país do mundo a resolver o difícll e oneroso problema de guardar segredos, pois não teriamos segredos nenhum a revelar. Seria o fim da roubalheira. O mundo inteiro ficaria de boca aberta.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Wilson Gordon Parker wgparker@oi.com.br

Nova Friburgo (RJ)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_____________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

SEM LIMITES

 

 

 

 

 

 

 

 

Essa medida provisória (MP) que "facilitará" e também dará maior velocidade às tramitações das concorrências para as obras da Copa de 2014 e a Olimpíada de 2016 será devastadora para os gastos do governo.Sem medo de errar, isso tudo irá mais do que dobrar. Essa MP libera a gastança desmedida.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

José Piacsek Neto bubapiacsek@yahoo.com.br

Avanhandava

 

 

 

 

 

 

 

_____________________

 

 

 

 

 

 

 

 

SIGILO

 

 

 

 

 

 

Tema que esta sendo debatido na Câmara e que aprovado o texto básico de medida provisória permitirá ao governo manter secretos orçamentos de obras para a Copa 2014 e a Olimpíada 2016. Ora, estranha-se que o governo que diz primar pela lisura se empenhe em esconder dados destes eventos, que de qualquer forma deverão ser honrados com o dinheiro público, ou seja, com impostos e contribuições de cidadãos, que trabalham e vivem neste país. Estranha-se ainda, que o sigilo previsto na Constituição e que segundo a ministra Ideli Salvatti, se faz "quando há interesse do Estado e da sociedade", tenha apenas o interesse do Estado, aqui representado por um grupo diferenciado. Quer se crer que os interesses aqui difusos pretende esconder a real veracidade de fatos já previstos pelo governo e que porventura deverão ocorrer nestes eventos. Admira-se a sociedade, que o governo que apregoa tanto sua luta pela transparência, pela moral, pela ética, se movimente em sentido contrário. Um retrocesso à democracia, mais parecendo uma ditadura camuflada. Sem liberdade para que o povo realmente tenha conhecimento de qual a direção da carga tributária. Começamos bem, um grupo da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) aprovou a isenção fiscal para a Fifa, associação que tem dois dos maiores nomes brasileiros sofrendo processos internacionais de desvio de dinheiro (Havelange e Teixeira), resta saber a "quantas" irão os desmandos financeiros destes eventos.

 

 

 

 

 

 

Maria Cecília de Almeida Barbosa das Eiras m.c.eiras@ig.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

_____________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

TRANSPARÊNCIA

 

 

 

 

 

 

É absurdo a Câmara dos Deputados ter aprovado a medida provisória que autoriza o sigilo do orçamento e dos gastos do governo federal com as obras para a Copa ddo Mundo de 2014 e a Olimpíada do Rio em 2016. A sociedade brasileira quer justamente o contrário: transparência e publicidade sobre os gastos do governo com esses dois grandes eventos mundiais que ocorrerão no Brasil. Quem não deve não teme. Os gastos públicos do governo federal com a Copa e a Olimpíada devem ser divulgados, com total transparência. É indecente pretender que tais valores (bilhões de reais) sejam mantidos em segredo e não possam ser divulgados pela imprensa. Só aqueles que fazem coisas erradas e têm interesses escusos é que defendem sigilo e segredo e são contra a transparência e divulgação dos gastos feitos com o dinheiro público, do povo.

 

 

 

 

 

 

 

Renato Khair renatokhair@uol.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

_____________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

DIA MUNDIAL DO VENTO

 

 

 

 

 

 

 

Pouco se falou, a não ser uma pequena notinha de um grande jornal brasileiro, o mundo comemorou dia 15 o dia Mundial do Vento, nos países de Primeiro Mundo foi lembrado por todos como a melhor forma de energia limpa para o 3.º milênio, pena que aqui no Brasil além do desconhecimento dos governantes que insistem nas hidrelétricas como a de Belo Monte, onde inundarão as reservas Indígenas e os milhares de ribeirinhos perderão suas propriedades, pelas trágicas inundações que destruirão o habitat de toda biodiversidade. Enquanto no Primeiro Mundo os governantes investem pesado em energia eólica, aqui as empreiteiras e os fundos de pensão oportunistas, como o Previ do Banco do Brasil e o Funcef da Caixa Econômica, apostam no capitalismo destrutivo, todos perderão, porque a natureza não lhes irá fornecer a água às turbinas, hoje todos estão de olho nos Investimentos de R$ 33 bilhões que o governo federal irá financiar a obra. Outro grande investimento dos países ricos é na energia solar no deserto do Saara, o mesmo Saara que foi palco do grande filme de Bernardo Bertolucci, "O Céu que nos Protege". O Sol irá fornecer energia para mais de 37% da União Europeia e dez países da África do Norte, daí os investimentos em energias limpas e sustentáveis dos que querem um mundo melhor, sem a degradação da natureza e da vida e a ganância do capitalismo selvagem destrutivo e oportunista que vemos hoje no Brasil.

 

 

 

 

 

 

 

Jose Pedro Naisser jpnaisser@hotmail.com

Curitiba

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_____________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

PROJETO PARADO

 

 

 

 

 

 

 

Não entendi por que o Programa Espacial Brasileiro (PEB) está paralisado (A4, 16/6). Afinal, nossas relações diplomáticas, a ética política, os ganhos astronômicos de certos figurões e a dívida interna já não foram para o espaço, com extrema eficiência, nos últimos oito anos e meio?

 

 

 

 

Flavio Marcus Juliano opegapulhas@terra.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

_____________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

‘FEIJÃO OU BROTO DE FEIJÃO?

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Muito longe de contestar qualquer coisa no texto de Fernando Reinach, quero apenas contribuir. A coisa da "produção orgânica" ou "ecológica correta" se transformou em conceito mercadológico de pobres produzir mais caro para ricos, e é claro que na esteira da estupidez sempre ocorrem as "m."! Hoje a produção comum com transgênicos ou não é muito mais técnica, regulamentada, controlada etc. do que essa produção cara de produtos para ricos. os brotos de feijão é só a ponta de um iceberg que ainda vai estourar mais. O biólogo deve saber que o "homem agrícola" que é o mesmo "homem adâmnico" é uma "nova espécie humana" que utiliza o mesmo organismo, e isso mostra um dos vários equívocos da doutrina da evolução de Darwin. A alimentação do "homem moderno" já não á a mesmo do nosso ancestral "sapiens", que comia como o gado no campo. Até os cachorros e gatos mudaram sua alimentação, então, é claro que estamos numa nova era que atinge também nossa alimentação, e acontece que os micro-organismos não "foram avisados", e mesmo que fossem, não adiantava nada porque eles seguem as leis da natureza, e não dos homens. Há algum tempo vi um texto no site de uma tal Adital, claramente ligado à outra tal Teologia da Libertação, uma seita comunista-católica, onde o autor expunha a "obra de arte" de um assentamento de sem terras em Sta. Catarina, que estava exportando produtos orgânicos para a Suíça. Comentei que agora estamos fazendo de desempregados para produzir alimentos para os ricos da Suiça, enquanto os pobre do Brasil continuam comendo as porcarias mesmo, quando acham! Toda a questão ambiental esta "socializada" em ideologias ao invés de tecnologias. A ONU se tornou esclerosada, um púlpito de discursos insonsos, senão mentirosos, e vai por aí afora. E o cientista que "ousa" contariar a rataida do IPCC é taxado de cético! E no ano que vem o IPCC vai comemorar 20 anos de fracassos em relação ao meio ambiente, com toda pompa e riqueza que a festa merece. Quer dizer, o problema ambiental não é apenas técnico, é também moral e social, e está sendo conduzido por políticos mal preparados, e em geral para lá de imorais. Está ai a questão ambiental.

 

 

 

 

 

 

 

 

Ariovaldo Batista arioba06@hotmail.com

São Bernardo do Campo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.