Cartas - 21/09/2011

CORRUPÇÃO

O Estado de S.Paulo

21 Setembro 2011 | 03h08

Boi Barrica

Ao ler a decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ) de invalidar as provas contra a família Sarney, lembrei-me de uma máxima popular: "Bom advogado conhece a lei. O melhor advogado conhece o juiz".

LUIZ BIANCHI

luizbianchi@uol.com.br

São Paulo

________

Provas são provas

Se todas as instituições estão dominadas e aparelhadas por "cumpanheiros" cegos e fiéis, se são ilegais as interceptações telefônicas para determinados cidadãos incomuns, se as decisões de CPIs e comissões de ética são sempre tendenciosas e corporativistas, se a colcha de retalhos que se tornou a jurisprudência deste país não consegue mais dar conta do que é justo, ético e moral, está na hora de uma iniciativa popular, nos moldes da Lei da Ficha Limpa, para a moralização das instituições e da administração pública.

VICTOR GERMANO PEREIRA

victorgermano@uol.com.br

São Paulo

________

 

Derrubada

Ok, as escutas foram ilegais. Mas e as provas, as evidências, os extratos bancários? Tudo isso foi forjado para incriminar os pobres indefesos?

CARMINE MAGLIO NETO

carminemaglio@yahoo.com.br

São Paulo

________

Manchete sonhada

Com relação ao editorial de ontem (A3) a manchete ideal seria: STJ sacode o clã Sarney. Mas parece que o sistema judiciário que poderá sanar esse duradouro probleminha brasileiro pertence a outra esfera, de natureza metafísica.

FREDERICO R. HRDLICKA

frh@techmaster.ind.br

Cotia

________

UNE

O STJ acode o clã Sarney ou, na realidade, dá proteção total aos clãs lulista e sarneyísta? A UNE poderia manifestar-se nas ruas e tentar fazer algo pelo País e pelo povo brasileiro, contra a corrupção, não fosse hoje apenas um tentáculo petista palaciano

ALCYR PEREIRA

consultor-ap@hotmail.com

Igarapava

________

A mordaça da pretensão

Sarney não é só poderoso, mas também pretensioso, indicando ministros facilmente. Será que ele pretende crer no poder de calar, novamente, nosso Estadão, como fez o Sarneyzinho?

DECIO FRANCO DE ALMEIDA

bdfpartners@uol.com.br

São Paulo

________

Sinhô

Eu gostaria muito de saber o que o sinhô Sarney sabe de tão importante que deixa todos os poderosos nas sua mãos.

ALBERTO SOUZA DANEU

albertodaneu.health@uol.com.br

Osasco

________

Poder

Será que o sr. Sarney, para ter tanto poder, não sabe de alguma coisa sobre o assassinato de Celso Daniel e Toninho do PT que nós, simples mortais, não sabemos?

CARLOS NORBERTO VETORAZZI

cnorbertovetorazzi@yahoo.com.br

São José do Rio Preto

________

Entre amigos

Ação que investiga aliado de Romero Jucá chega ao Supremo. Então os senhores não devem preocupar-se, pois está tudo em casa.

BORIS SPIGHEL

boris.spighel@uol.com.br

São Paulo

________

DEMOCRACIA NO MUNDO

Liberdade ainda que tardia

Na excelente entrevista com cientistas políticos publicada sob o título A liberdade que nos une, no Estadão de domingo (J4), salta aos olhos a necessidade de instituições políticas, porém apartidárias, que ajudem a resgatar a confiança na Justiça, indicar correções de rumo nas políticas públicas, garantir direitos fundamentais, leis e contratos, extinguir privilégios, etc., etc., papel que a imprensa livre e desengajada vem tentando cumprir muito bem, mas não atinge a estrutura do Estado democrático. Como os políticos não têm interesse nisso, já que teriam de prestar contas (de maneira transparente), responder a processos (que nunca transitam em julgado) e cumprir as penas (quase sempre alternativas), pergunto: se não existe igualdade, há liberdade? Será mesmo que o regime autoritário é coisa do passado? Com a palavra, o sr. ministro da Justiça.

JOÃO GUSTAVO RACCA

jgracca@terra.com.br

São Paulo

________

 

MONTADORAS

Preços dos carros

Lendo as declarações do sr. presidente da Anfavea, publicadas no Estado de ontem, de que as montadoras não garantem manter os preços dos carros nacionais, só restam aos brasileiros três alternativas: 1) Se puderem, comprem veículos importados (mesmo com aumento); 2) Conservem seus veículos atuais; 3) Parem de comprar veículos nacionais, imediatamente! Só assim mostraremos que nós, brasileiros, não somos idiotas.

ANASTACIO GABRIEL

anastacioangola@terra.com.br

São Paulo

________

Telhado de vidro?

Por que o PT tem tanto medo das montadoras? Por intermédio do seu braço Sindicato dos Metalúrgicos do ABCD, nas décadas de 60, 70 e 80 o PT barbarizou a vida das montadoras instaladas no ABC. Quem não se lembra das invasões, depredações, sabotagens, paralisações e otras cositas más? Será que o PT tem medo que a indústria automobilística revele os bastidores das negociações daquela época?

CARLOS ALBERTO HONFI

honfica@gmail.com

Santos

________

 

REPETRO

Fiscalização

Parabéns pela reportagem sobre o Repetro (18/9), porém alerto que a IN-RF 513, que trata do entreposto aduaneiro para plataforma, é mais um motivo para alijar a Receita Federal da fiscalização, pois todas as importações são controladas por um sistema eletrônico alimentado pelo próprio importador, ou seja, a Receita controla as informações fornecidas pelo importador, e não a fiscalização do material importado. Absurdo.

ALVAREZ AGUILAR

alvarez.atib@hotmail.com

São Paulo

________

 

"Não adianta Marcha Contra a Corrupção se a Justiça valida as falcatruas"

ROGERIO VILELA SILVA / SÃO GONÇALO DO SAPUCAÍ (MG), SOBRE ‘STJ ACODE O CLÃ SARNEY’

rogervs_sgs@hotmail.com

"O único grampo que o STJ valida é aquele que está pregado na cerca de arame farpado do pasto

em que nos encurralaram"

MARA FONSECA CHIARELLI / MOGI-GUAÇU, IDEM

mara.chiarelli@ig.com.br

______

 

VOCÊ NO ESTADÃO.COM.BR

TOTAL DE COMENTÁRIOS NO PORTAL: 1.270

TEMA DO DIA

Provas de 4 operações da PF sob ameaça

STJ anulou provas da Operação Boi Barrica; alegação é de que foram obtidas de modo ilegal

"Agora é a hora das entidades de classe saírem às ruas e convocar a população para protestar e exigir uma explicação."

HAMILTON DE OLIVEIRA

"Leis que anulam leis. Uma jurisprudência repleta de retóricas, escarrada pela ineficiência."

ANTONIO LEANDRO

"Pelo visto, só a confissão espontânea tem o condão de convencer nossos juízes a condenar alguém com poder político."

RICARDO MELLO

 

______

 

Cartas enviadas ao fórum dos leitores, selecionadas para o estadão.com.br

NÃO QUEREM VER

O movimento sindical, na palavra do Sr. Miguel Torres (Fórum dos Leitores de 19/9), quando defende o aumento do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) dos automóveis importados para estimular a indústria nacional, mostra uma visão completamente equivocada. Por que será que, como ele diz, segundo a Abeiva, foi registrado um aumento de importados de 112%? Por que o cidadão brasileiro está preferindo os importados? Só não vê quem não quer. Muitos brasileiros que nunca tiveram condições de comprar um carro zero, em virtude dos preços muito mais baixos que os nacionais, puderam adquirir o seu importado. E os que têm condições, por que optam pelos importados? Porque a indústria brasileira não acompanha a evolução da tecnologia de empresas estrangeiras. Portanto, para defendermos uma indústria brasileira competitiva, devemos avançar em tecnologia e diminuir os impostos da indústria nacional. Somente assim aumentaremos as vendas e, consequentemente, o número de funcionários. O que o sindicato está fazendo é tapar o sol com peneira.

Olga Nogueira de Sá olgavnsa@yahoo.com.br

Cotia

______

MEDIDAS CHAVEZCAS

O governo não faz a lição de casa. Administração ineficaz; o contribuinte é lesado com juros altos, diretos e/ou embutidos; impostos indecentes; corrupção nem precisa mencionar, pois é do conhecimento público; etc. Aí o produto brasileiro fica caro na competição internacional! Aí, para desviar a atenção daqueles tumores e para entrar mais no bolso do contribuinte e do consumidor, resolve aumentar o IPI dos autos importados, numa linha gerencial contrária aos interesses da Nação. Em vez de ir à China, à Coreia e a outros envolvidos, com seu colega chanceler, para negociar um plano de equilíbrio comercial com esses importantes países, como virão para o Brasil, quer dar uma de machão, com bravatas já tão conhecidas dos que leem a imprensa séria. Ora, será que esqueceu quem importa minério de ferro, celulose, suco de laranja, açúcar, soja, etc., do Brasil, commodities que são as positivas no nosso "export-import Bill"? Medidas como estas, chavezcas de raiz, só podem mostrar a imaturidade de quem está decidindo, mas que nunca exportou para internar ao menos um dólar! Não podemos nos esquecer de que agora há barreiras para o capital estrangeiro, produtivo, para investimentos na produção de alimentos em solo brasileiro também tem restrições chavescas. O desejo predominante é pegar mais do contribuinte e colocar em terras desapropriadas em assentamentos que não produzem quase nada, sem índice de produtividade, não pagam impostos, não exportam e vivem à custa de ajudas filosóficas e financiamentos paternais, mas com excelente produção de votos! Nessa linha, enfrentando o milenar dragão, é bem possível que o ministro vá ter de lavar as suas cuecas!

Eduardo Algodoal Zabrockis eduardo@agrineg.com

Ribeirão Preto

______

ENFIM, A SINCERIDADE

A jornalista Miriam Leitão, em Enfim, a sinceridade, retrata com precisão o que está por trás das últimas intervenções do governo petista na economia brasileira. Nada mais verdadeiro do que escrever que o atual comando dos destinos da nação acredita em mercados fechados, em protecionismos, em barreiras ao comércio e em controle de preços, em suma, em intervenção na economia de mercado. Essa elevação do IPI sobre os carros importados, que terá a enorme sobretaxa de 30 pontos porcentuais, juntamente com a quebra da autonomia do Banco Central no estabelecimento da política de juros, são mostras disso. Enfim, o PT mostra a sua cara, e rasga a Carta aos Brasileiros publicada por Lula para acabar com o medo que o Brasil tinha de que viesse a acontecer tudo o que, agora, está acontecendo.

Ronaldo Gomes Ferraz ronferraz@globo.com

Rio de Janeiro

______

NAS MÃOS DO CONSUMIDOR

O governo quer que o consumidor volte a comprar carroças por preços absurdos? Por que não fazermos um boicote às compras de carros nacionais? A decisão do que é certo ou errado está nas mãos do consumidor.

Cláudio Rosenbaum claudio.rosenbaum@hotmail.com

São Paulo

______

DRAGÃO IRRITADO

A equipe econômica do governo Dilma é uma verdadeira piada, como foi na era Lula, meros observadores do castelo de cartas montado por FHC e que permaneceu intocado durante oito anos, tomando apenas uma atitude que foi a redução de IPI para automóveis e materiais de construção em 2008. O aumento de impostos de automóveis importados, que afeta diretamente a China, o maior parceiro comercial do Brasil, é brincar com fogo e se queimar, com certeza. A China, além de automóveis, também exporta máquinas operatrizes de última geração a custos muito abaixo do que a indústria nacional pratica, transformando fabricantes em importadores, gerando desemprego no setor. Se a China resolver retaliar o Brasil, ela simplesmente escolhe um determinado setor ou produto, cria importadores no Brasil para a revenda e seja qual for o setor atingido a queda será imediata. Se os importadores chineses resolverem conceder desconto de 30% no preço dos seus carros, ainda estarão ganhando um pouco ou empatando, mas vendendo, o que não muda em nada o cenário atual. Redução de impostos das montadoras instaladas no Brasil, nem pensar, faltam coragem, experiência, visão de futuro e ministros competentes. Atitudes tolas como o aumento de impostos só vão deixar o dragão furioso, o que é um péssimo negócio no mundo globalizado.

Luiz Ress Erdei gzero@zipmail.com.br

Osasco

______

 

EMPREGOS

Com o aumento do IPI para os importados, pudemos ficar conscientes de como estamos gerando empregos no México e na Argentina... tal o número de carros importados destes países...

Carlos Jose Benatti cjbenatti@globo.com

São Paulo

______

 

VAI PARA A SAÚDE?

Será que o recolhimento adicional do IPI sobre carros importados vai para a Saúde? Ou para farra do governo? O silêncio é muito suspeito!

Axel von Hulsen avonhulsen3@gmail.com

São Paulo

______

GOVERNAR É FÁCIL

Governar este país é relativamente fácil: basta criar novos impostos, trazer de volta os recém-vencidos ou, se essa medida for considerada impopular, aumentar os já existentes.

James F. Sunderland Cook sunderland2008@gmail.com

São Paulo

______

  

IMPROVISOS

Este governo só sabe distribuir dinheiro dos outros e criar impostos, mas planejamento e competência nem pensar. Se não tomarmos cuidado, voltaremos aos velhos tempos em que nossos carros eram como carroças. Como não havia concorrência, pois todas as montadoras (combinadas) produziam sem se preocupar com o consumidor: direção hidráulica, câmbio automático, air bag, etc. nem pensar, só mesmo em carros top de linha ou importados. Agora o presidente da Anfavea vem dizer que será a primeira fase para preparar programas efetivos de competitividade para a indústria automotiva nacional? Depois de tanto tempo? Trazer carros montados no Mercosul não tira o trabalho dos brasileiros? A Fiesp e o sindicato dos Metalúrgicos de SP, em vez de aprovar a medida "necessária para o fortalecimento da indústria brasileira", deviam é lutar contra os impostos extorsivos cobrados dos brasileiros. Se comparado, os mesmos importados produzidos nos seus países são no mínimo uns 30% mais baratos. A indústria nacional, em todos os setores, só será competitiva se o governo federal se preocupar mais em reduzir a carga tributária e combater a corrupção. Com este aumento, o único a perder, duas vezes, é o consumidor: paga impostos e não tem como arcar este aumento de IPI!

Tania Tavares taniatma@hotmail.com

São Paulo

______

AUMENTO DO IPI

De volta as carroças. Parabéns, Mantega!

Edgard Marques Filho ed.marques@terra.com.br

Barueri

______

DIAGNÓSTICO A DISTÂNCIA

A medida tomada pelos aventureiros de plantão de elevar o Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) dos automóveis importados vai levar o Brasil a enfrentar uma batalha judicial na Organização Mundial do Comércio (OMC). Medida essa já anunciada por nada menos do que: Europa, Japão, Coreia do Sul, China e Estados Unidos, ou seja, o "resto" do mundo. Além do risco que o país corre de perder vultosos investimentos externos no setor automobilístico. O aumento de impostos viola acordos internacionais como o Acordo Geral de Tarifas de Comércio (Gatt) e o Acordo de Medidas Retaliativas ao Comércio (Trims). Por ignorância ou prepotência o nosso venerável ministro da Fazenda, resolveu corre o risco e ainda teve a ousadia de declarar que: "se alguém reclamar, vamos entrar contra todo o mundo" na Organização Mundial de Comércio. Já observei em várias ocasiões que o ministro tem uma extensa cicatriz na região frontal esquerda. Como neurocirurgião, vou arriscar um diagnóstico a distância: o sr. Guido Mantega, provavelmente, em alguma época perdeu todo o lobo frontal do hemisfério esquerdo. Para os leigos vale esclarecer que os lobos frontais, no ser humano, é responsável pelo planejamento, análise e o pensamento abstrato, ou seja, é a área do intelecto.

Humberto de Luna Freire Filho hlffilho@gmail.com

São Paulo

_____

SAUDADES

Volte logo, Collor. O PT acaba de decidir que o povo deve puxar "carroças" novamente.

Sebastião Koenigkam de Oliveira sebastiaokoenigkam@uol.com.br

São Paulo

______

SOCIAL

Num governo "social", IPI é a Inclusão dos Pelegos Industriais na patota lullopetista.

A. Fernandes standyball@hotmail.com

São Paulo

______

QUEM SAI GANHANDO?

A vinda de carros importados para o Brasil com preços mais baixos, como os chineses, estava fazendo com que as grandes montadoras diminuíssem sua oculta alta margem de lucro, para que seus carros fossem competitivos. Agora, com aumento do IPI para carros importados, não teremos mais essa competitividade, e os preços dos nacionais continuarão altos. Quem são os reais beneficiados com a medida?

André Uzum andreuzum@hotmail.com

São Paulo

______

JOGO DURO

Placar: Carroças 1 x 0 Importados.

Sergio Scalisse sscalisse@hotmail.com

Jacareí

______

'IPI DO MANTEGA'

No caso Battisti o Brasil jogou fora sua reputação como promotor e defensor da justiça e direitos humanos. Agora, com o "IPI do Mantega", arrisca jogar fora todo o progresso de seu comércio exterior e relacionamento diplomático graças a uma medida evidentemente arbitrária e maniqueísta. Afinal, será que vale a pena jogar fora as leis elementares do comércio, arranjar uma enorme briga com a comunidade internacional e condenar o brasileiro ao atraso apenas para proteger quatro fabricantes que nem sequer brasileiras são? E que são, aliás, as campeãs em lucros altíssimos remetidos ao exterior? Afinal, se fosse para proteger o brasileiro, a medida também restringiria importação da Argentina e México, dos quais vêm mais de 75% das importações - eles, sim, o real problema. Ou seja, este IPI não é para proteger nosso trabalhador. É para proteger as margens de lucro de quatro fabricantes estrangeiros.

Renato Rea Goldschmidt http://renatorea.blogspot.com/

São Paulo 

______

VEÍCULOS INCOMPLETOS

Não vou discutir se esse recente aumento nas alíquotas do IPI para automóveis importados é justo ou não. O que tem de ser colocado é esses veículos são os chamados "completos", ao contrário dos nacionais, nos quais numerosos itens são considerados "opcionais". Acontece que alguns desses opcionais são itens de segurança obrigatórios em outros países. Então o governo deveria exigir que nossos fabricantes passem a equipar todos os modelos com air bags e freios ABS, por exemplo.

Nestor Rodrigues Pereira Filho rodrigues-nestor@ig.com.br

São Paulo

______

AUMENTO INCONSTITUCIONAL

O aumento do IPI, em detrimento de algumas e em benefício de outras montadoras, e sem observância do princípio da anterioridade, arrosta a Constituição e normas da OMC e escancara o desgoverno do PT, com o câncer metástico que dominou a máquina pública: ampliação em 302.323, sem contar mais 40.681, autorizados pela Lei de Diretrizes Orçamentárias de 2010, no número de funcionários federais (contra 97.559 no governo de FHC). O Estado amplo, mito ideológico da esquerda, serve para abrigar companheiros, funcionários anfíbios, posto que também cabos eleitorais. Pressuposto do poder. O saneamento da máquina pública permitiria afastar não somente esses esdrúxulos aumentos fiscais, como também promover a sonhada e sempre adiada reforma tributária.

Amadeu R. Garrido de Paula amadeugarridoadv@uol.com.br

São Paulo

______

INACREDITÁVEL

Fernando Sarney, filho do poderoso presidente do Senado José Sarney, conseguiu o que todos já esperavam e sabiam que fosse acontecer num país corrupto como o nosso dirigido por políticos desonestos, desleais e incompetentes.Foi absolvido por unanimidade pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ), nos processos que respondia. A alegação foi que os grampos que comprovam os atos por ele efetuados e que foram interceptados pela Polícia Federal eram ilegais e portanto as provas foram anuladas. Inacreditável!

Angelo Tonelli angelotonelli@yahoo.com.br

São Paulo

______

GRÃO-MESTRE DA LBI

Seja bem vindo, Fernando Sarney. Venha se juntar à "Legião Brasileira dos Impunes" (LBI). Venha confraternizar com os Renans, Collors, Dirceus, Delúbios, Jaquelines, Lulas e tantos outros, que como o senhor, dilapidam o patrimônio moral, ético e financeiro do Brasil.

Luiz Nusbaum lnusbaum@uol.com.br

São Paulo 

______

 

COMO É ESSE NEGÓCIO?

Cá entre nós, esse negócio do "Boi Barrica" não dar em nada, pegou mal. A pergunta que fica no ar é: até quando os Sarneys vão ficar mandando no Brasil? Como é esse negócio? Vai ser sempre assim? O PT, o PMDB, a Justiça são lacaios dessa gente? Como é esse negócio? Sinceramente, não dá para entender! Não é possível que "homens de bem" concordem com essa "mutreta".

José Piacsek Neto bubapiacsek@yahoo.com.br

Avanhandava

______

DECISÃO JUDICIAL

Após a leitura do editorial STJ acode o clã Sarney (20/9, A3), sobre a investigação da Polícia Federal, a denúncia do Ministério Público e a decisão do Superior Tribunal de Justiça em anular as provas colhidas, pensei: "Será que os fins não justificariam os meios?".

Mario Pallazini mpallazini@hotmail.com

São Paulo

______

PODER OCO

Vivemos a ditadura do Judiciário. Tal poder apresenta-se acima de tudo e de todos, zeloso apenas por suas benesses cada vez maiores, distorcendo fatos e afagando a vida dos poderosos do país. Sua morosidade e incompetência levam à impunidade, vide o ex-jogador Edmundo, e seu favorecimento aos poderosos torna-se cristalino, vide a anulação de investigações sobre os Sarney e outras operações que melindravam diversas potestades. Para que nossas esperanças sejam cada vez menores, quando um grupo do porte do Estadão é preterido em seu direito e dever de informar, vemos a que ponto chegamos. O Judiciário é um poder oco, falso e tendencioso, levando cidadãos comuns, como eu, a um completo sentimento de desamparo.

Eduardo Henrique de Souza edvaldwitz@yahoo.com.br

Santos

______

STJ X BOI BARRICA

Cada país tem a coroa que merece: no Brasil, rei Sarney.

J.S. Decol decoljs@globo.com

São Paulo

_____

DESCONTENTES

É com muita decepção que o povo brasileiro vem acompanhando as decisões do nosso Poder Judiciário, tanto no STF, com decisões que vão contra os bons costumes dos brasileiros de boa índole (Cesare Battisti, mensalão) como agora no STJ, que deixou perplexo os delegados da Polícia Federal com a decisão de anular as provas contra a família Sarney na operação 'Boi Barrica'. Para manter a ordem e o cumprimento das leis, o Poder Judiciário tem que ser forte e tomar suas decisões independentes, sem nenhuma interferência de outros Poderes, que por sinal, com eles os brasileiros não estão contentes.

Benone Augusto de Paiva benonepaiva@yahoo.com.br

São Paulo

______

FAMÍLIA SARNEY

Até quando a sociedade brasileira vai ter que suportar esta corja, esta praga, esta erva daninha? Estamos assistindo diariamente a corrupção correndo solta no Legislativo e Executivo e agora, vemos também, a farra com o dinheiro do contribuinte. Será que um dia esta impunidade e imundice vai acabar ? Sinceramente, já perdi a esperança e dá-lhe impostos para bancar toda esta bandalheira!

Maurilio Pereira mauriliopereira@uol.com.br

São Paulo

_____

REFÉM

No Estado de 20/9, Arnaldo Jabor tem esperança de que Dilma Rousseff possa fazer um bom governo, mas o cineasta esqueceu de alguns elementos suspeitos, para que o governo atual fique diferente do governo Lula, menciono só dois: José Sarney e Márcio Thomas Bastos. É lógico que Dilma é refém desses senhores, um criado nas masmorras da ditadura e outro crescido no sindicalismo imundo do PT.

José Francisco Peres França josefranciscof@uol.com.br

Espírito Santo do Pinhal

______

PARECE SER

Quoque tu, Jabor? Ela só quer parecer ser. Se fosse diferente, não ficaria indignada quando alguém diz que está promovendo uma faxina. Ela está sim, esquentando cadeira para o Sr. Luis Inácio Bonaparte Silva.

José Carlos Paviani Barbosa Josecarlos@casapratica.com.br

São Paulo

______

'PARCEIRO FUNDAMENTAL'

A presidente Dilma, no Fórum Nacional do PMDB, declarou que o PMDB é o "parceiro fundamental no meu governo". O partido não está somente entre os parceiros que constituem o sustentáculo do governo, pois se destaca como o alicerce do governo Dilma. Alicerce que se esboroa pelos frequentes casos de corrupção e pela demissão de quatro ministros, pelo mesmo motivo, em menos de nove meses do atual governo. Com a demissão do ministro Pedro Novais, do turismo, o governo se viu em palpos de aranha por ter de indicar um substituto do PMDB de fixa limpa. Sem dúvida uma árdua tarefa. Vários candidatos foram descartados e desqualificados até que a presidente Dilma optasse por mais um apadrinhado do Sr. Sarney, o deputado Gastão Vieira, que entrevistado, já disse que acha que o desenvolvimento do turismo no Brasil não consiste em multiplicar o número de praças. Brasil pra frente.

Evaristo Ribeiro Filho Evaldib@uol.com.br

Barueri

______

DIAGNÓSTICO

O presidente nacional do PMDB, senador Valdir Raupp (RO), afirmou que não se pode comprometer a avaliação da grandeza do partido somente pela demissão de um ou outro ministro. Sempre é bom lembrar que para o exame laboratorial de sangue uma única gotícula é mais do que suficiente para se ter um diagnóstico geral.

Edgard Gobbi edgardgobbi@gmail.com

Campinas

______

PROPAGANDA

Assisto pela TV a propaganda do PMDB usando e abusando da exposição da imagem do Chalita, indicado para concorrer á prefeitura de São Paulo. Assisto a propaganda da Soninha... e assisto incessantemente o "ministro para assuntos eleitorais" Lula da Silva acompanhado de Haddad em tudo que é lugar e a mídia dando um destaque enorme. Tudo bem que também noticiaram a vaia que os estudantes deram em Lula e Haddad no ABC... mas a cara do Haddad está marcando. Só não vejo propaganda dos tucanos , eles não se definem, não escolhem seu candidato para que também apareça na telinha! Será que estão querendo sair atrasado para cegar por último? Por favor, definam-se logo por Andrea Matarazzo, o único candidato tucano que já comprovou na prática seus dotes de administrador desta cidade, quando secretário das subprefeituras.

Mara Montezuma Assaf montezuma.scriba@gmail.com

São Paulo

______

INDIGNAÇÃO

Lendo as opiniões do Fórum dos Leitores do Estadão, também na versão mais abrangente online, dá para ter uma ideia da tamanha revolta dos cidadãos com esse governo ditatorial via PMDB que tem suas raízes lá no Maranhão. Este pobre "feudo Estado" com casas de pau à pique cobertas com folhas de coqueiros, dá-nos uma amostragem da ação extrativista de um clã. E nos aqui, no Sul e Sudeste, as Regiões mais desenvolvidas do País, ficamos gritando, como que trancados em um porão, sem ver a luz do sol.

Como pessoas escolarizadas e formadoras de opinião podem se submeter a isso? Estamos no século 21 e apresentamos os temores e atitudes de despreparo que não condizem com o que somos. Que adianta nossos diplomas e nossa criação se estamos caindo dia a dia no conto dos vigaristas institucionalizados! Povo! Vamos tomar vergonha na cara e abrir a porta desta gaiola das loucas que nos enfiaram. Vamos confiar na nossa história e mandar para os eleitores do Maranhão e do Amapá esse clã. Eles que os agüentem, porque nós, aqui, não votamos neles e não queremos ser espoliados para o atraso. Basta.

Mara Fonseca Chiarelli mara.chiarelli@ig.com.br

Mogi Guaçu

______

COTA SARNEYZISTA

É incrível a capacidade dos políticos brasileiros de cometerem sistematicamente os mesmos erros, sem aprender nada com possíveis lições que equívocos anteriores tenham deixado. Veja-se por exemplo o caso da escolha de Dilma para o cargo de novo ministro do Turismo, que entra no lugar do defenestrado Pedro Novais: assim como seu antecessor, vem do PMDB/MA para preencher a cota sarneyzista do governo. E só! Não existe uma mísera evidência de que Gastão Vieira vá ocupar o cargo por competência e profundo conhecimento sobre os assuntos da pasta que irá chefiar. Tal como Novais, foi escolhido somente por ser cria de Sarney - que, a cada dia que passa, deve se jactar ainda mais dos seus superpoderes no coração da República. E tal como Novais, já assume tendo contra si uma série de suspeitas de desvios éticos. É ou não é uma piada?

Henrique Brigatte hbrigatte@yahoo.com.br

Pindamonhangaba

 

______

DILMA-SARNEY

Será que a presidenta é Dilma ou o "presidento" é Sarney? Ele manda e ela obedece. Herança do outro presidento, que para fazer turismo em grande estilo a tudo obedecia e tudo ignorava.

Cecilia Centurion ceciliacenturion@globo.com

São Paulo

______

TURISMO DO SARNEY

Infelizmente, neste governo, a verba que deveria ir para incentivar o turismo, tem sido usada para agradar políticos, amigos do Sarney, e o PMDB, partido aliado. A receita usada já está clara: montar ONGs de fachada e inventar projetos pomposos para dar apoio ao turismo regional. Não importa a região, nem seu potencial turístico, só valem os termos tecnicamente sofisticados e a boa impressão para justificar os milhões liberados. O resto é distribuir a grana para os que participam do esquema. Não há preocupação em destinar criteriosamente verbas para o tão necessário turismo do Brasil, mas sim em apoiar "turisticamente" os políticos cupinchas do senador José Sarney. Esta a triste realidade em nossa república de bananas e de seus políticos "bananeiros" (com os critérios frouxos que visam só o próprio bolso).

Silvano Corrêa scorrea@uol.com.br

São Paulo

______

MAIS UM

Há alguns dias caiu mais um indicado pelo PMDB e pelo grupo Sarney, as razões foram sobejamente divulgadas pelos órgãos da imprensa nacional, aquela que desejam amordaçar. Aliás, como já está se tornando comum a denúncia também partiu da imprensa... aquela que estão querendo amordaçar. Subiu, ainda, mais um indicado pelo PMDB e pelo grupo Sarney e, coincidentemente, oriundo do Maranhão, ex-secretário do Planejamento e Educação. Com todo respeito que os maranhenses merecem, o que tem esse político para somar a pasta do Turismo? Quando será que teremos neste país brasileiros com notório saber sobre o Ministério que irão ocupar? Ainda bem que foi esse político, pois a primeira indicação do PMDB foi um outro político do Nordeste envolvido numa investigação de assassinato, meus Deus, assassinato. Olha o nível de políticos que compõem a nossa Câmara Alta. Onde vamos chegar? O que esperar dos nossos Legisladores!

Pedro Quina de Siqueira Junior pquina@osite.com.br

São Paulo

______

CORRUPÇÃO

Afinal, o PMDB é um partido político ou uma gangue?

Laert Pinto Barbosa laert_barbosa@ig.com.br

São Paulo

______

AUSPICIOSO

Novo ministro do Turismo: deputado; maranhense apadrinhado do Sarney; PMDB. Sem comentários.

João Paulo Dias Jr. jpdiasjr@gmail.com

Curitiba

______

AS ESCOLHAS

Por que será que as escolhas de ministros sempre recaem nos "fichas sujas", cujo histórico é desabonador? Quem nomeia é a presidente ou tetra do senado? Agora quem vai fazer "turismo" é o Gastão... O que podemos esperar?

Luiz Dias lfd.silva@uol.com.br

São Paulo

______

VARRENDO PARA DENTRO

A tal faxina que a presidenta Dilma diz fazer deve estar varrendo a sujeira para dentro, pois, mais uma vez, se curvou diante do fisiologismo do PMDB, ao trocar seis por meia dúzia no Ministério do Turismo.

Arnaldo Luiz de Oliveira Filho arluolf@hotmail.com

Itapeva

______

A FAXINA CONTINUA

Como disse o editorial de 16/9, ela prossegue, mas com tantos vigaristas travestidos de políticos dando as cartas, é improvável que essa faxina possa dar certo.

Nilson Otávio de Oliveira noo@uol.com.br

São Paulo

______

NOME FICHA LIMPA

Em apenas cinco minutos de conversa a presidente Dilma aceitou o pedido de demissão do ministro do Turismo Pedro Novais. Em contrapartida, para indicação do nome de seu sucessor, o PMDB precisou gastar horas e horas para escolher um nome "ficha limpa", exigência da Dilma. A duras penas, o partido conseguiu encontrar e indicar o deputado Gastão Vieira (PMDB-MA). Não pode dar chabu.

Yoshitomo Tsuji y.ts@hotmail.com

São Paulo

______

ATÉ QUANDO?

Roubar dinheiro público no Brasil já não é mais problema de policia, mas sim de saúde pública. A corrupção passou a ser uma epidemia que está fora de controle. A grande verdade é que as pessoas chegam ao poder, assumem cargos públicos no legislativo ou executivo, já sabendo que vão encontrar uma máquina de corrupção funcionando a todo vapor. Não levam consigo nenhum projeto para tentar acabar com a corrupção. Não existe o mínimo interesse em dar um ponto final na roubalheira. E quando existe, os corruptos arrumam logo um meio de sumir com o estranho no ninho. As autoridades do primeiro escalão parecem estar em outro planeta e suas declarações fazem parte de um comício virtual sem a mínima intenção de afetar alguém, ou alguma coisa. O Congresso Nacional está dominado por um bando de sádicos corruptos, dispostos a testar o limite da paciência dos eleitores. Eu desconfio que o povo brasileiro está sendo submetido a algum experimento psicossocial que provoca perda da sensibilidade. Esta sucessão diária de roubo aos cofres públicos, a escancarada impunidade oferecida aos criminosos, está minando todos os valores éticos e morais da sociedade brasileira, onde nada mais causa revolta ou espanto. Ser humano nenhum tem condições de viver num estado de contínua indignação. Grupos de jovens passaram a agredir, roubar e matar sem nenhum constrangimento. Os ladrões dos cofres públicos gastam o dinheiro roubado deitados no berço esplendido da impunidade. Motoristas bêbados dirigem seus carros blindados a 200 km, batem em outros carros, atropelam, matam e não são presos porque os senhores da justiça criaram o sermão do asfalto selvagem. Do alto da suprema montanha, iluminados pela luz negra da impunidade, os senhores da justiça determinaram que os bêbados são uns pobres coitados que não sabem o que estão fazendo. O ser humano no Brasil não vale mais nada. Sua vida, ou morte, é um simples detalhe para os poderosos e psicopatas que comandam o espetáculo fúnebre da corrupção desumana e da violência assassina. As famílias, ricas ou pobres, estão perdendo a noção do certo e do errado. Até quando a dignidade da sociedade vai resistir a esse tsunami imoral e vergonhoso?

Wilson Gordon Parker wgparker@oi.com.br

Nova Friburgo (RJ)

______

GOVERNO BASTARDO

Lula agora é "ministro para assuntos eleitorais de Dilma". O que é isso, minha gente? Lula continua fazendo das suas, e Dilma, a que se diz independente, está mostrando quem na realidade é, um mero espelho do apedeuta... .êta governinho bastardo.

Carlos E. Barros Rodrigues carlosedleiloes@terra.com.br

São Paulo

______

DOUTOR HONORIS CAUSA

Lula recebendo título de doutor honoris causa? Deve ser brincadeira...

Maria do Carmo Zaffalon Leme Cardoso mdokrmo@hotmail.com.br

Bauru

______

FERIADO NA COPA

Quando Lulla resolveu "se" candidatar à Copa 2014, porque nós brasileiros conscientes não queríamos, todos sabíamos que sem investimentos pesados em infraestrutura teríamos sérios problemas a enfrentar, inclusive de caixa. Agora com o mundo em recessão, o país envolvido numa marolona e sem dinheiro, resolveram o problema do jeitinho bem brasileiro: aprovaram Projeto de Lei autorizando feriado nos municípios que sediarão a Copa, na tentativa de não estrangular o trânsito que hoje já está no limite do suportável. Imaginem se o Brasil continuar crescendo no mesmo ritmo até 2014? Precisarão de lei que proíba os brasileiros saírem de casa, viajar de avião ou freqüentarem uma praia. Isso que chamamos sediar uma Copa bem com a cara de "Terceiro Mundo"!

Beatriz Campos beatriz.campos@uol.com.br

São Paulo

______

MAL COMPARANDO

O feriado em dias da Copa - para compensar a ineficácia dos recursos de mobilidade, nas cidades, é a mesma coisa que suspender as aulas numa universidade - como aconteceu no dia 16 último, na PUC-SP, para coibir a realização de uma festa (no caso, de elogio à cultura canábica, combinada via Facebook). Por falta de planejamento, no primeiro caso, e autoridade, no segundo (já que as festas acontecem, impunemente, toda 5a e 6a feiras, impedindo os vizinhos de dormir) - quem acaba prejudicado é o País - e aqueles que não gostam de futebol (no primeiro caso) e não são adeptos da maconha (no segundo)!

Vera Lúcia Vieira veraluvi@uol.com.br

São Paulo

______

O MILIONÁRIO REAL MADRI?

A contratação do Neymar custará ao Real de Madri só na compra mais de 60 milhões de euros, deixando-me curioso como o clube consegue tamanha grana, porque há pouco tempo li que ele tinha dividas de quase 200 milhões e seu rival o Barcelona quase 300 milhões, somando os dois mais de 400 milhões de euros. É um investimento alto, mesmo para um Neymar, porque só estando lá e disputando campeonatos não só o espanhol, mas outros europeus onde a "coisa" pega é que saberemos se terá sucesso, principalmente junto com um Cristiano Ronaldo, que não tem a mínima disposição em dividir holofotes com outros, vide o Kaká no inicio. O Real comprou o Kaká custando na época a "bagatela" de mais de 40 milhões de euros, salvo engano, mas só teve prejuízo com ele porque se vender hoje pegaria uns 50 % do valor pago e mesmo assim está difícil pretendentes porque com seguidas contusões musculares o brasileiro parece o que na gíria do futebol chamam de "bichado", um problema que parece afligir o santista PH Ganso, tanto é que sumiram os interessados em sua compra. No futebol espanhol, há pouco tempo noticiaram que as dividas dos dois grandes somadas com os demais chegam perto de 800 milhões de euros e, se não melhorar as condições econômicas da Espanha e também sua Liga de futebol não achar uma forma de evitar que apenas duas equipes dividam eternamente os títulos de campeãs, poderá haver uma crise sem precedentes e sem saber como terminará. Na Espanha já se comenta que buscam criar um regulamento pelo qual cada equipes poderá ter em seu elenco no máximo três estrangeiros e escalar apenas dois, uma tentativa de equilíbrio entre os participantes que se não é o certo, é difícil achar outra solução que mude a situação atual onde apenas os merengues e o Barça seguem campeões, enquanto o resto bate palmas.

Laércio Zannini arsene@uol.com.br

São Paulo

_____

NEYMAR

Neyata, neydesata.

Victor Germano Pereira victorgermano@uol.com.br

São Paulo

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.