Cartas - 22/10/2010

FIFA

, O Estado de S.Paulo

22 Outubro 2010 | 00h00

A Copa do Mundo é nossa...

Depois da denúncias de compra de votos para um determinado país ser "escolhido" como sede, será que aparecerá nesse escândalo o nome de um país sul-americano que sediará o evento em 2014? Como sempre, disseram que não haveria dinheiro público para obras da Copa. E não é que recentemente o Estadão noticiou que o glorioso BNDES vai liberar verbas para a reforma do Maracanã? Alguém duvida de que o Itaquerão vai receber verbas públicas também? Aliás, como bem apontado pelo presidente do São Paulo, querem construir um estádio num local de difícil acesso, sem infraestrutura hoteleira, sem hospitais de bom nível. Ou seja, qual seria o real motivo para instalar nesse local o eventual estádio? Enquanto isso, alguns devem estar cantando: "A Copa do Mundo é nossa..."

RENATO CAMARGO

natuscamargo@yahoo.com.br

São Paulo

____________________________

CONTROLE DA IMPRENSA

Kirchner e Lula

A presidente argentina, à semelhança do seu colega brasileiro, não suporta críticas sistemáticas ao seu governo por parte da imprensa local. E faz mais: persegue os donos do jornal Clarín e ameaça "nacionalizar" ("não estatizar", como se fosse diferente...) os meios de comunicação para que defendam os interesses do país! Ora, caros presidentes Kirchner e Lula, não há democracia sem imprensa livre. Qualquer tipo de controle significa censura, o que é incompatível com a democracia. Qualquer mídia tem o direito de criticar qualquer governo e este, de se defender. A imprensa está, sim, defendendo os interesses do seu país ao denunciar e criticar irregularidades e distorções administrativas. Lula e Cristina Kirchner, ao não conseguirem justificar o injustificável, partem para a ignorância.

LUCIANO HARARY

lharary@hotmail.com

São Paulo

____________________________

DIA DA MENTIRA...

Agressão aos brasileiros

A agressão a José Serra, na verdade, é dirigida aos brasileiros que declaram seu voto nesse candidato. Não importa se com uma bolinha de papel ou com uma bomba, todos os brasileiros que querem um Brasil sem violência, sem corrupção, sem demagogia, sem oportunistas merecem respeito. Comparar Serra a um ex-jogador de futebol chileno foi uma agressão maior do que a dita bolinha de papel, é a autorização do presidente da República para esse tipo de vandalismo e terrorismo.

VAGNER RICCIARDI

vbricci@estadao.com.br

São Paulo

____________________________

PREVISÍVEL

A agressão sofrida por Serra já era prevista. "Quando os que mandam perdem a vergonha, os que obedecem perdem o respeito."

VIDAL DOS SANTOS

vidal.santos@yahoo.com.br

São Paulo

____________________________

DORA KRAMER

Parabéns a Dora Kramer pela lucidez de sua análise da campanha eleitoral (O mestre deu a partida, 21/10, A6). De fato, se o professor Fernando Henrique Cardoso adotou atitude de verdadeiro estadista quando Lula foi eleito, não podemos dizer o mesmo do atual presidente. Nunca antes neste país se usou a máquina pública de forma tão descarada como agora. A propósito, cabe citar frase de Benjamim Constant: "Quando não se colocam limites aos representantes do povo, eles não são defensores da liberdade, mas candidatos à tirania." Ainda há tempo de os brasileiros e brasileiras acordarem e exercerem sua cidadania votando no candidato mais preparado para governar este país com dignidade, competência e visando o bem de todos, não apenas de "facções".

IDÉRITO MIGUEL CALDEIRA

iderito@gmail.com

São Paulo

____________________________

LUTA DE CLASSES

O PT é o culpado pela violência nesta campanha, pois prega a luta de classes, propiciando esse clima. Aliás, o PT está cem anos atrasado, pois a luta de classes foi proposta na Revolução Russa no início do século passado.

CARLITO SAMPAIO GÓES

carlitosg@estadao.com.br

São Paulo

____________________________

MILÍCIAS

Pelo jeito, a situação no Rio piorou bastante. Antes a atuação das milícias restringia-se aos morros, mas, pelo visto, elas já desceram ao asfalto e ameaçam a democracia como nunca antes neste país.

MAURÍCIO RODRIGUES DE SOUZA

mauriciorodsouza@globo.com

São Paulo

____________________________

VIOLÊNCIA

A resposta contra a violência troglodita e burra deve ser dada no momento de afirmação da cidadania, silenciosamente.

OSCAR ROLIM JÚNIOR

rolimadvogado@ibest.com.br

Itapeva

____________________________

ENERGIA

Competitividade industrial

Muito preocupante a reportagem Produto importado representa 1/5 do consumo nacional (17/10). Gostaria apenas de sugerir a inclusão da energia como um dos fatores que comprometem a competitividade da indústria brasileira. Nossa indústria chega a pagar pela energia elétrica e pelo gás natural mais do dobro que os concorrentes no exterior. Como a participação da energia no custo de produção de algumas indústrias pode chegar a 40%, os valores elevados afetam a base das cadeias produtivas do País e contribuem para comprometer a competitividade da economia brasileira diante dos produtos fabricados no exterior. Para enfrentar esse problema é vital que o governo desonere os investimentos em geração e dê prioridade à expansão do parque gerador, via construção de hidrelétricas com capacidade de reservatório - a fonte de energia mais barata e menos poluente. Também é essencial expurgar das contas de luz encargos destinados à cobertura de políticas públicas que transformaram o setor elétrico num verdadeiro orçamento paralelo dos governos, bem como acelerar as reformas no setor de gás natural para garantir a oferta do combustível em condições mais adequadas. Essas são apenas algumas das medidas necessárias para aumentar a eficiência do setor de energia. Elas contribuiriam para diminuir o custo da energia no Brasil, reduzindo seu impacto nos preços dos produtos fabricados aqui. E para reverter a verdadeira destruição das cadeias produtivas da indústria nacional, retratada na reportagem.

PAULO PEDROSA, presidente executivo da Abrace

paulopedrosa@abrace.org.br

Brasília

____________________________

"Por que esperar que Lula tivesse visto? Ele nunca vê nada!"

ENI MARIA MARTIN DE CARVALHO /BOTUCATU, SOBRE A AGRESSÃO A JOSÉ SERRA NO RIO

enimartin@uol.com.br

"Miliciantes do PT atacam Serra e instituem a demoniocracia"

SÉRGIO ARANHA DA SILVA FILHO / GARÇA, IDEM

aranhafilho@aasp.org.br

"Agora é a vez dos que não votaram no primeiro turno escolherem quem

não querem que seja o sucessor de Lula"

CONRADO DE PAULO / BRAGANÇA PAULISTA, SOBRE A ELEIÇÃO

conrado.paulo@uol.com.br

____________________________

VOCÊ NO ESTADÃO.COM.BR

TOTAL DE COMENTÁRIOS NO PORTAL: 5.634

TEMA DO DIA

Violência atinge Serra e Dilma em campanha

Candidatos são agredidos em atos públicos; petistas acusam tucanos de farsa; até Lula tratou do tema

"Teriam jogado em Serra um objeto de 2 kg. Analisei com recursos de imagem e só vi uma espécie de bola de papel."

REGINA FONSECA

"O episódio com Serra reafirma que já vivemos o momento em que só será aceito o que não contrariar o que é imposto."

CHRISTIANA DE SOUZA

"Que país é esse? O presidente da República descer do cargo que ocupa para meter-se em picuinhas de campanha..."

MARCO AURÉLIO MENDONÇA

____________________________

Cartas enviadas ao fórum dos leitores, selecionadas para o estadão.com.br

TRISTE FINAL DE CAMPANHA

Num dia o candidato Serra é agredido no Rio de Janeiro, no outro a candidata Dillma quase foi atingida por uma bexiga cheia de água em Curitiba. Isso mostra o nível a que as militâncias chegaram. E tudo isso tem apenas um culpado: o presidente Lulla. Todos os dias, com aquela voz de fantasma da caverna, grita, briga, berra besteiras, chama todos à luta, provocando a ira dos dois lados, tendo tudo devidamente mostrado pela mídia. Ora, o que queria a maior expressão do País? Que tudo fossem flores e terminasse em abraços e beijos, se ele é que incita à discórdia? De uma coisa estamos certos: o presidente Lulla não tem nada mesmo que ver com o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. Este, com clara visão do cargo que exerceu, em final de mandato lidou com classe e responsabilidade, ao contrário do presidente Lulla, que parece estar falando para um monte de desocupados no bar da esquina. Triste final de mandato para alguém que se diz estar acima de FHC. Lulla recebeu o cargo pelas mãos de um verdadeiro estadista e o estará entregando como uma pessoa qualquer!

Beatriz Campos beatriz.campos@uol.com.br

São Paulo

____________________________

AGRESSÃO A DILMA

Eu já esperava uma reação para neutralizar a péssima repercussão da agressão feita a Serra, quarta-feira, no Rio. Não deu outra coisa. Na primeira caminhada pública de Dilma, em Curitiba, arremessaram bexigas de água e uma bandeira na candidata.

Esse pessoal do PT é mesmo muito pobre de imaginação e, com isso, eles imaginam que o jogo das agressões está empatado.

Alguém está acreditando que foram partidários de Serra que fizeram isso?

Ronaldo Gomes Ferraz ronferraz@globo.com

Rio de Janeiro

____________________________

PROJEÇÃO INTERNACIONAL

A projeção que o Lula queria no mundo já está em ampla divulgação, pelo menos para os espanhóis. ''Militantes del PT irrumpen en un acto de campaña del candidato opositor, es un comportamiento muy típico de fascistas como ellos", asegura a manchete ''Serra arremete contra las ''tropas nazis'' de Dilma tras sufrir una agresión en Río" (ElMundo.es). Que prestígio!

Leila E. Leitão

São Paulo

____________________________

O ABOMINÁVEL HOMEM DAS TESES

É lamentável, mas não dá mais para ouvir calado as teses apresentadas pelo primeiro mandatário do País a cada lambança aprontada pelos seus seguidores e correligionários. Anteontem o ex-governador José Serra foi atacado por uma corja de petistas na localidade de Campo Grande, no Rio de Janeiro. Ontem, em suas andanças para alavancar a campanha de sua candidata, apresentou mais uma da suas mirabolantes teses para tentar transferir para o seu opositor o absurdo do acontecimento. Comparou José Serra ao ex-goleiro da seleção chilena de futebol Rojas, que forjou um ferimento em jogo no Maracanã. Sorrindo ironicamente, ainda completou que só 20 minutos após ser atingido por uma bolinha de papel José Serra simulou um ferimento, a mando da sua assessoria de propaganda. Não contava ele com as câmeras das emissoras de TV que mostraram Serra sendo atingido duas vezes, a segunda é que o feriu, a ponto de interromper sua campanha e procurar atendimento médico. Também a quebra de sigilo ocorrido na Receita Federal, repudiada veementemente no começo do escândalo, agora muda a versão para atribuir ao governador Aécio Neves a culpa pelo fato. Não se acanha em nos impingir a condição de débeis mentais, única justificativa para acreditar que o povo vai engolir mais essa patacoada. Ainda bem que as emissoras de televisão pinçaram em seus arquivos e mostraram aos mais jovens e aos esquecidos as cenas em que os petistas atacaram e feriram o governador Mário Covas em acontecimento semelhante. Não são democratas concorrendo a uma eleição, mas sim trogloditas tentando nos impor a sua opinião, na maioria das vezes desfocada da realidade nacional. Não podemos aceitar mais um presidente da República, autoridade máxima do País, que está sempre tentando justificar o injustificável, quando deveria dar o exemplo e mandar puir os transgressores. Ontem, em Curitiba, tentaram atingir sua candidata com bexigas cheias de água, supõe-se e, evidentemente, é uma consequência do ocorrido no Rio de Janeiro. Obviamente, também foi um ato injustificável e seu autor também deveria ser punido. Mas se o exemplo não vem de cima, então a situação vai continuar se deteriorando e o presidente apresentando as suas teses.

Gilberto Pacini benetazzos@bol.com.br

São Paulo

____________________________

MAIS UM DIA DA MENTIRA

Pelo visto, é oficial, agora o novo Dia da Mentira é em 20 de outubro - não se sabe se o dia 1.º de abril também permanece. O ''cara'' instituiu e divulgou essa data em entrevista às emissoras de rádio e TV - com todo o respeito, dava a impressão de que não estava ''sóbrio'' -, criticou com veemência as agressões físicas de militantes do PT contra militantes do PSDB, no bairro de Campo Grande, no Rio de Janeiro, inclusive ao candidato à Presidência sr. José Serra, que NÃO foi atingido por uma ''pedrada'', apenas por uma ''bolinha de papel'', e que o médico que o atendeu é um ''velho conhecido". Afirmou ainda que criaram mais um ''factoide''. Sabe-se que até uma repórter da Globo também foi atingida, mais uma nova investigação a ser feita. Imaginem se o acontecimento tivesse ocorrido de forma inversa... O descontrole deve ser a possível ''derrota''. Nem pensar... O Dia da Mentira (ou Ffarsa), para os PeTralhas, é todo dia e toda hora. A mitomania de que tanto se utilizam é um enorme precedente para qualquer tipo de análise e avaliação, faz tempo que perderam a primariedade.

Luiz Dias lfd.silva@uol.com.br

São Paulo

____________________________

COMO DESCEMOS TANTO?

Ao ver Lula falando na TV sobre o episódio lamentável da agressão a José Serra, as pessoas com algum senso de pudor devem ter-se sentido como eu e se perguntado: a que ponto chegamos? É asqueroso, revoltante, aviltante. Felizmente, o Jornal Nacional, que teve uma de suas jornalistas agredida a pedrada no mesmo episódio, esclareceu de forma cabal os fatos ocorridos e desmontou mais uma das farsas do PT, a de que o objeto arremessado em Serra seria uma bolinha de papel. Mesmo que Serra tivesse sido atingido por uma pena, o que importa é que houve agressão, houve intimidação e a tentativa de impedir que um candidato legítimo fizesse sua campanha. E Luiz Inácio da Silva, o presidente da República, não só endossou a mentira criada pelo PT com a ajuda de setores da imprensa como culpou a vitima. Como descemos tanto? Quando e como foi que nos transformamos em tipos que permitem e aceitam este estado de coisas?

M. Cristina da Rocha Azevedo crisrochazevedo@hotmail.com

Florianópolis

____________________________

PINÓQUIO-MOR

Quem é Lulla para ter moral de falar em mentira, se ele é o maior mentiroso?

Paulo Francisco Siqueira dos Santos paulosiqueirasantos@hotmail.com

Santa Rita do Passa Quatro

____________________________

PRESIDENTE SEM RUMO

A partir do momento em que o Lula chama de "farsa" e de "mentira descarada" a agressão sofrida pelo candidato José Serra, no Rio, cometida por militantes petistas, definitivamente o presidente demonstra querer incitar, estimular a violência contra seus opositores.

Essa fala do Lula é pura baixaria! Como chefe de Estado, deveria respeitar primeiro os filhos desta Nação, depois suas predileções políticas. E sua participação neste pleito como presidente da República é vexatória, porque manda às favas sua responsabilidade institucional. Coisa rampeira! E mais uma vez somos obrigados a assinalar a diferença cívica monumental que existe entre FHC e Lula.

O petista respira somente o poder a qualquer custo, sem jamais ser cúmplice da ética. Já o ex-presidente tucano, até contra as forças petistas, implementou reformas, avanços sociais, domou a inflação, valorizando nossa moeda, e cuidou das nossas instituições como o bem mais valioso!

Paulo Panossian paulopanossian@hotmail.com

São Carlos

____________________________

FARSA E MENTIRA?

Nosso ex-presidente paz e amor disse que o dia 20/10 deve ficar marcado como o Dia da Farsa e da Mentira, após José Serra ser atingido por um objeto em caminhada no Rio. Façamos o seguinte, presiMente, instituímos este dia, desde que vossa majestade aceite a seguinte condição: que os últimos oito anos foram de farsas, mentiras e manipulações como nunca antes havíamos visto na história deste país. Senão, vejamos: o que aconteceu com o famigerado Fome Zero? Além de permitir umas viagens estúpidas, como a Tribobó da Serra, com comitiva, o que mais rendeu esse programa? No seu primeiro mandato, houve criação de 10 milhões de empregos? Por que não se investiga a morte do ex-prefeito de Campinas, de Celso Daniel e outras pessoas que tiveram contato com a realidade, como o legista que examinou o corpo? Vossa majestade sabe que a família de Celso Daniel se exilou no exterior? Por que será? Defenda em audiência nacional que não houve mensalão e que a imprensa inventou o Zuleido, o Agaciel, o Delúbio e outros seres de nomes estrambóticos, só para minar o seu ''governo''. Aceite a acareação proposta por FHC e tenha a coragem de dizer que o senhor e seu partido não foram contra o Plano Real, entre outras votações, sempre contrárias aos interesses nacionais. E o PAC? Acelerou a corrupção e o que mais? Enfim, paro por aqui porque a lista é enorme.

Renato Camargo natuscamargo@yahoo.com.br

São Paulo

____________________________

MALANDRO NÃO ESTRILA

Lula: "O dia de ontem deve ser chamado de o Dia da Farsa, o Dia da Mentira." E eu concordaria plenamente, se o dia de ontem (quarta-feira) se conseguisse estender até oito anos atrás. O desespero do atual mandatário deixa transparecer uma desconfiança nos próprios institutos de pesquisa de opinião pública. O que ele deve estar tentando esconder? Malandro não estrila!

José Jorge Ribeiro da Silva jjribeiros@yahoo.com.br

Campinas

____________________________

ALIENAÇÃO E INGENUIDADE

Considerei bastante irônica a situação forjada pelo sr. José Serra para se dizer vítima de um golpe na cabeça. Até onde o chega o baixo nível tucano para se eleger? Outrossim, mais cômico ainda é ver que os leitores do ''Estado'' se revoltaram com a ''situação''. Confesso que em toda a minha vida nunca vi leitores tão alienados e ingênuos como os deste jornal.

Anselmo Fernando Grecco fer.grecco@yahoo.com.br

Votorantim

____________________________

FARSAS?

Estão se tornando frequentes as agressões aos presidenciáveis e suas caravanas. Há pouco tempo, contra a caravana do PSDB em Canindé (CE) e, agora, contra a caravana e o próprio Serra, no Rio, com um objeto ainda não identificado, que o Lula não viu. Aliás, o Lula nunca viu nem soube dos inúmeros e descomunais escândalos apontados no seu governo, até na Casa Civil (nas suas barbas), como poderia ver uma simples "bolinha de papel" atirada contra o opositor da Dilma? Será que queria ver partida ao meio a cabeça do Serra? Então, a agressão do PT a Mário Covas com uma simples bandeirinha não foi agressão? E o sapato atirado contra o ex-presidente Bush, dos EUA, mesmo sem atingi-lo, não foi considerada uma agressão? Paciência!!! Em Dilma atiraram bexigas com água. Felizmente, não a atingiram, senão teria repercussões incalculáveis. Em todos os casos, trata-se de intolerância descabida, inaceitável e que enodoa o processo eleitoral e a própria democracia.

Hildeberto Aquino hildebertoaquino@yahoo.com.br

Russas (CE)

____________________________

CANOA FURADA

O presidente Lula chegou ao fundo do poço, ao querer comparar José Serra com o goleiro Rojas. Em primeiro lugar, Serra não fez cena alguma, apenas levou as mãos à cabeça ao ser atingido por um rolo de fita crepe, atitude instintiva e natural de quem está querendo apenas se defender. Inclusive outras pessoas saíram machucadas.

Agora o absurdo: não repudiar com veemência, como um Chefe de Estado que se preze faria, a atitude dos seus militantes xiitas, cujas imagens estão fartamente documentadas por toda a imprensa nacional (ou Lula vai dizer que as imagens são montagens da oposição?), cercando e obstruindo a passagem de uma simples caminhada de opositores e depois partindo para a violência mais medieval de intolerância injustificada. Fica nítido pela TV que foram os petistas quem iniciaram a confusão, bem ao estilo de quem está vendo a canoa afundar.

Sandro Ferreira sandroferreira94@hotmail.com

Ponta Grossa - PR

____________________________

MAIS UMA...

Mais uma vez Lulla demonstra seu caráter nazi-comuno-fascista.

Ao invés de recriminar a atitude dos militantes SS do PT em relação ao adversário político, passa a mão na cabeça e incita à selvageria.

Este é mais um mau exemplo de nosso presidente.

Carlos Vollet aincarnado@terra.com.br

Lins

____________________________

DECLARAÇÃO DE LULA

Triste a frase pronunciada por aquele de quem se espera um mínimo de dignidade e verdade. Deveriam informar-lhe que contra fatos não existem argumentos. Tentar se fazer de vítima com a dor de outrem é uma atitude inescrupulosa. Nosso comandante abriu brecha para se duvidar de todas as suas outras declarações. Neste momento podem ser relembradas as suas declarações de insapiência do caso do mensalão e do caso Erenice, entre outros (são tantos, não?).

Será mesmo que esse ser humano que ocupa o cargo de presidente do Brasil não sabia de nada?

É bom lembrar à candidata do PT, tão cristã quanto ele, que um dos preceitos cristãos é que o que se faz na Terra se paga na Terra. Até o dia 31 de outubro.

Cássia Carlin Malteze cassia.carlin@terra.com.br

São Paulo

____________________________

COME CRU

Mais uma vez nosso ilustre presidente come cru, sua assessoria está perdida. Vem a público defender o indefensável, agressão, coisa de bandidos, será ele conivente com esses atos? Seus auxiliares se esqueceram de lhe mostrar outro objeto arremessado, maior e mais pesado, comprovadamente. Sinto estarem preocupadíssimos em perder as boquinhas, parecem desesperados. Estas pesquisas aumentaram demasiadamente. Devagar, gente, 12 pontos em três dias fica esquisito. Mas vale lembrar, sr. presidente, dentro daquela bolinha de papel inofensiva, como afirma, poderia haver um metal ou até uma pedra, artifício muito utilizado pelos seus seguidores.

Julio Jose de Melo julinho1952@hotmail.com

Sete Lagoas (MG)

____________________________

BESTEIROL

Não adianta, o presidente Lula só abre a boca para falar besteira.

Robert Haller robelisa@click21.com.br

São Paulo

____________________________

DESQUALIFICAÇÃO

Aonde vai parar o Brasil sendo governado por um desqualificado como o Lulla? Onde está a Justiça do País? Onde estão as pessoas de bem deste país? O Lulla, mentiroso e perigoso, quer transformar o Brasil num país onde predomina o ódio!!!

Deborah Marques Zoppi dmzoppi@uol.com.br

São Paulo

____________________________

JÁ ERA ESPERADO

Luiz Inácio Lula da Silva foi, há oito anos, eleito presidente da República. Infelizmente, pelos seus atos e últimas declarações, termina seu mandato como chefe de quadrilha.

Humberto de Luna Freire Filho hlffilho@gmail.com

São Paulo

____________________________

SEM EIRA NEM BEIRA

Diante da frágil oposição reinante, o presidente palanqueiro - que não compreende lhufas da liturgia a ser observada no cargo e na função de que está investido pelos cidadãos brasileiros - vive, na verdadeira, condição de bufão da República. Não há quem o faça calar e o desanque do exercício rotineiro de barbarizar a todos que possam lembrá-lo de que nem ele nem seu partido são donos do Brasil.

A lacuna de homens respeitáveis e com liderança nas hostes políticas nos faz lembrar, inexoravelmente, a grandeza de um Mário Covas e a coragem de um Antonio Carlos Magalhães. Covas, sem dúvida, teria estofo e vida pregressa em tal condição de dignidade e lisura que, certamente, estaria investido de autoridade para dar um basta cívico às bravatas de Lula. Já ACM, menos polido, com a coragem e a língua solta que lhe foramm peculiares, não deixaria de soletrar, de uma só vez, com todas as sílabas e letras, o estado de sobriedade que o presidente aparenta quando desanda a manifestar-se em acusações insensatas e impróprias para um presidente de um país da importância do Brasil. Tudo em seis letras, três consoantes e três vogais.

Daniel Debiazzi danieldn@ajato.com.br

São Paulo

____________________________

GROSSERIA DESLAVADA

Tem-se de reconhecer a grande diferença de atitude nos debates e na propaganda política entre Serra, sempre educado, calmo, com postura e elegância, e a falta de comportamento de Dilma, escorada por seu chefe, que não tem os qualificativos mais comezinhos da boa educação. No caso da agressão sofrida por Serra e correligionários, Lula, como presidente, não teve nenhuma reação de civilidade para com o candidato, mas "subiu nas tamancas" (como Dilma e Dutra) e o acusou de mentiroso, num exemplo futebolístico, querendo colocar o fato da simples agressão acima da violência da manifestação dos petistas, verdadeiros trogloditas provocadores e desafiadores. Da mesma maneira, calados ficaram o bajulador-mor de Lula, Sérgio Cabral, e seu assecla a tiracolo Eduardo Paes, que, como sempre faz Lula, preferiram se recolher sem nada declarar, por covardia. Portanto, caso Serra vença, com que cara essas duas vergonhas cariocas irão à cerimônia de posse? Mas dou parabéns aos 5 mil ditos "intelectuais" e artistas consagrados, todos ídolos do povo, por apoiarem figura tão grosseira, grotesca e mentirosa.

João Roberto Gullino jrgullino@oi.com.br

Petrópolis (RJ)

____________________________

PRESIDENTE?

Desde quando um presidente pensa que é rei?

Será que ele se esquece de que chegou lá por meio de votação?

Será que ele se esquece de que tem direitos, mas também obrigações?

Será que ele se esquece que é presidente de um país, e não de um partido ou ideologia?

Será que ele se esquece de que o salário dele é pago pelos impostos que a Nação banca?

Será que o Tribunal Superior Eleitoral, que é pago para proibir esses abusos, só vai agir depois das eleições?

Será que a democracia vai aguentar ser enganada por pessoas fora da lei?

Desde quando um presidente pode falar o que quiser?

Será que ele se esquece de que é um mero funcionário a serviço da população?

Se ele for exemplo para os mais jovens, então este país não tem futuro.

Tiago Homem de Melo de Carvalho e Silva tihmcs@ig.com.br

Campinas

____________________________

PAPEL DE BOBO

Mais uma vez o presidente Lula, no afã de escamotear os fatos, tentou esconder a verdade e fez papel ridículo. Numa cerimônia OFICIAL, NO HORÁRIO DE TRABALHO COMO PRESIDENTE DA REPÚBLICA, nesta quinta-feira, 21/10, no Sul do País, acusou Serra de forjar as agressões sofridas por ele no dia anterior num evento de campanha no Rio de Janeiro. Lula novamente foi desmentido por imagens de televisão que comprovam a violência de parte da militância organizada petista que foi propositadamente ao local onde Serra fazia campanha. O presidente Lula, como funcionário público de todos nós, cidadãos contribuintes, deveria respeitar-nos mais e se comportar melhor em público. Ou ele está também acima do Estatuto do Funcionalismo Público do Brasil? Por mim, já devia ter sido ''exonerado'' há muito tempo, pelas inúmeras infrações que cometeu. E sem direito a indenizações.

Em tempo: Que pena que as reuniões sobre a montagem e o gerenciamento do mensalão do governo Lula não foram filmadas ou gravadas. Ou foram? Assim veríamos a verdadeira ''ZELITE'' tramando a maracutaia dos mensaleiros picaretas.

Maurício Miguel

São Paulo

____________________________

CONHECIMENTO DE CAUSA

Lula, o maior mentiroso, o maior enganador e o maior farsante que já passou pela Presidência deste país, com enorme conhecimento de causa, disse nesta quinta-feira que a agressão a Serra no Rio foi uma farsa.

Victor Germano Pereira victorgermano@uol.com.br

São Paulo

____________________________

RECADO AO PRESIDENTE

Após a Globo provar que Lula mentiu, dou um conselho ao excelentíssimo sr. presidente: volte para sua cadeira em Brasília, de onde o senhor deveria administrar o País, ao invés de espalhar boatos e incitar a desagregação entre os brasileiros.

Sérgio Eckermann Passos sepassos@yahoo.com.br

Porto Feliz

____________________________

CONSELHO

Candidato Serra, acho bom o senhor, ao fazer caminhadas, use

armaduras, pois vai haver muitas pedradas por aí, podemos esperar esse

tipo de reação por parte dos petistas. Eles não querem perder a

boquinha e muito me admira alguns artistas queridos pelo publico dando

seu voto ao regime do PT, tenho certeza que também não leem os

jornais diariamente, as notícias dos desmandos e evasão de dinheiro

público. Pois saibam que este dinheiro desviado está fazendo falta a

muitos brasileiros. Quando o PT diz que tiraram 28 milhões da pobreza,

o que significa é que estão comendo arroz, feijão e ovo, ainda falta

muito para tirar essas pessoas da miséria.

Maria José da Fonseca fonsecamj@ig.com.br

São Paulo

____________________________

A ''DOCE'' CAMPANHA DO PT

Na ''Gramática do Poder'' do presidente Lula não há proibições para as sua atitudes, tudo vale a pena se a sua sintaxe o mantiver no topo, onde se colocou, pois de lá não pretende sair, nem mesmo se houver uma vitória de sua sucessora, como ele mesmo afirmou. E para isso aparelhou o Estado, organizando e manipulando as suas bases de sustentação, apoiando-se nos mensalões, desvios de verbas e outros crimes de conhecimento público de longa data, e tudo sob vistas grossas da mídia chapa-branca e de uma Justiça hoje indefensável pelo cidadão. O que importa é eleger a sua candidata, numa campanha de som e fúria, e dar continuidade a seu nefasto projeto de governo ''ad eternum'', pois só assim todas as falcatruas e bandidagens cometidas nestes oito anos se manterão blindadas. Por isso, tanto Lula quanto Dilma estimulam sua militância a ir às ruas para o que der e vier. E veio: a agressão a Serra, que, certamente, terá seguidores. Às favas os escrúpulos, a ética e as leis, essa é a bandeira de Lula e Dilma, e do Partido dos Trabalhadores. E é essa candidata e é esse partido que pedem o meu voto na TV?

Neiva Pitta Kadota npkadota@terra.com.br

São Paulo

____________________________

VERGONHA

Já não bastava o candidato Serra ter feito tudo para perder esta eleição, mostrando até o adversário Lula em sua campanha, aparece agora essa provável farsa de marqueteiros - e do próprio candidato, é claro - dizendo que uma bobina de papel atingiu sua cabeça. O povo, como eu, não tem assistência médica para nada. Meu filho epilético teve de esperar três meses na cidade de São Paulo para fazer uma tomografia. O candidato teve a coragem de procurar um hospital e depois fazer uma tomografia do cérebro para ver que efeitos uma bobina de papel, que estranhamente não produziu nenhuma marca visível em sua cabeça, teria causado. Poupe-nos, sr. Serra, por favor. Se procurarem, fiz mil gestões a favor de Serra, uma vez que acho que o PT vai se perenizar no poder, e isto não é nada bom para os brasileiros. Não sou nem nunca fui petista, mas a sujeira desta vez ultrapassou todo o bom senso. Não somos tão idiotas assim, candidato. Saia da política, pelo amor de Deus, que o senhor menciona tanto.

Paulo Serodio pserodio@uol.com.br

São Paulo

____________________________

PARLAMENTARISMO

Pobre do Brasil se o sr. Serra for eleito. Não poderá dar nem "um passinho à frente", pois ficará refém da oposição, que tem maioria absoluta nas duas Casas do Congresso. Ninguém governará o País com uma ridícula minoria. Os adversários do Serra, que têm mais de 3/5, poderão até votar o parlamentarismo, com o que, diga-se de passagem, não concordo, mas é viável.

O parlamentarismo deixa o eleito em má situação, "reina, mas não governa", será simples figura decorativa. Isto é bom para o País? Será?

Gustavo Henrique Sauerbronn elisarte@gmail.com

Niterói (RJ)

____________________________

O QUE SERIA DE ESPERAR

Num momento indesejável de exacerbação do ânimo de grupos em eleição presidencial, ao invés de suscitar a hipótese de que a agressão sofrida por Serra teria sido uma farsa, cujos atores, de todo modo, seriam membros do PT, sem o concurso dos quais a encenação alegada teria sido impossível, seria o caso de, em rede nacional, o presidente da República pedir paz a todo o povo brasileiro e, especialmente, aos grupos contendores. Infelizmente, por suas posições anteriores, favoráveis à candidata e até por seus tons agressivos, o presidente perdeu essa qualidade, que seria inerente a um supremo magistrado da Nação.

Amadeu Roberto Garrido de Paula amadeugarridoadv@uol.com.br

São Paulo

____________________________

AGRESSÃO

Com a agressão a Serra, Dilma sseffRou...

Gilberto Dib www.dib.com.br

São Paulo

____________________________

POR QUE VOTO NA DILMA

Porque sempre fui a favor dos perseguidos. Ela e seu partido têm sido alvo da mais sórdida campanha da mídia, da Igreja e de outros segmentos (internet).

Muito me estranha essa posição da Igreja, que se diz protetora dos desvalidos. Por que não apoia quem tirou milhares da miséria?

Sou bancária aposentada e o governo FHC, tendo Serra como seu ministro, congelou nosso salário até 2002. Com Serra, esde salário foi reduzido a apenas 36% do seu valor real. Nos anos 96, 97, 98 e 99, quando ainda na ativa, tivemos zero de reajuste. Ele diz que vai dar 10% de aumento aos aposentados, mas esquece que FHC nos chamou de ''vagabundos''. E diz que vai chegar a R$ 600 o salário mínimo, mas no seu tempo de ministro o mesmo salário mínimo não representava a metade do seu valor de hoje. Tenho recebido inúmeros e-mails falando mal da candidata Dilma, inclusive de católicos, que não sabem o que dizem. Vou votar na Dilma porque ela é mais verdadeira, porque seu governo é de inclusão, porque ela não faz o jogo sujo do PSDB, porque ela não comunga com as ideias de FHC, porque quero que o Brasil continue nesse rumo que está. Quanto aos escândalos, eles existem em qualquer governo. Pessoas inescrupulosas existem em qualquer escalão. Só que no governo PSDB as notinhas são insignificantes, pois esta mídia está do lado dos poderosos que garantem a sua subsistência. O povão não compra jornal.

Elisabete Souza Buenobethbsb@uol.com.br

Bragança Paulista

____________________________

ASSUSTADOR

É de assustar o que se está vendo nesta eleição para presidente. A candidata do PT exibe visível descontrole e falta de concatenação de ideias, fala aos borbotões, sem essência alguma e muitos parecem não perceber, como que hipnotizados. Acreditam em alguém que nunca teve cargo eletivo. É o mesmo que dar um ônibus interestadual de grande porte para um aluno de autoescola que só teve uma aula dirigir. Eleita, e como esse aluno, seria desastre na certa. Felizmente, o Brasil acordou, inclusive aos poucos vai vendo quem é Lula, que descaradamente faz campanha para a candidata Dilma Rousseff. Num país sério seria imediatamente impedido de continuar no cargo.

Bob Sharp bobsharp@uol.com.br

São Paulo

____________________________

POSTE SEM LUZ

A violência está no DNA. No campo o MST faz o que faz e ninguém reage; quebra-quebra no Congresso, quem comandava? Agressão ao candidato, quem estava ali? Aqui se cospe no rosto depois se pede desculpa. Afora a violência física, já tivemos as financeiras: Waldomiro Diniz, mensaleiros, vendedores de ambulâncias, meninos aloprados carregando mala de dinheiro, cartões corporativos, parentes de Erenice, etc., etc. Tivemos, ainda, a suprema humilhação de ver o Exército boliviano se apoderando dos próprios da Petrobrás, sem qualquer reação. Tivemos um presidente da República em atitude de covardia, silenciando diante da morte de um preso político em Cuba. Estamos abraçando os fabricantes de bomba atômica. Nossa energia elétrica se torna mais cara para beneficiar o Paraguai. Nossa Jutiça perdeu sua excelência, nada faz, não reage, ninguém paga por isso tudo. O Estadão está censurado há ano e meio. É o bom exemplo que se vai enraizando e multiplicando! Por que nos preocuparmos com eleição? Isso é com o presidente. O povo já elegeu Cacareco, pinguço, assassino, Tiririca, etc., que diferença faz um poste sem luz? Esta é a nossa democracia, a democracia do salve-se quem puder!

José Roberto Cicolim jrobcicolim@uol.com.br

Cordeirópolis

____________________________

GOLPE DE MESTRE

O presidente Lula comparou a ''agressão'' ao candidato José Serra à farsa montada no Estádio do Maracanã em 1990 pelo goleiro Rojas, da selecão chilena. Se eu tivesse o mesmo dom da Mãe Diná, até poderia prever coisas piores, mas como sou um simples mortal rogo que essa campanha acabe logo.

Virgílio Melhado Passoni mmpassoni@gmail.com

Praia Grande

____________________________

AMADORES

Considerando que a candidata do PT já participou de grupo de guerrilha armada, os capangas do Rio que jogaram objetos no adversário são amadores.

Ella deve ter achado graça!

Flávio Cesar Pigari flavio.pigari@gmail.com

Jales

____________________________

POLITICAGEM

Podemos chamar de campanha eleitoral pacífica que se viu no Rio de Janeiro quarta-feira? Diferente da candidata do PT, Dilma Rousseff, que só sai às ruas acompanhada da militância bem paga e não deixa nenhum cidadão contra ela se aproximar, o candidato José Serra fazia uma caminhada pelas ruas do Rio, onde houve a agressão. Foi preciso partir para a violência? Sim, o confronto da militância petista mostra o grau de agressividade e o apego ao poder. Não existe a possibilidade de haver uma troca? E se as urnas assim o desejarem, serão fraudadas? Lula deu a senha para que a violência tomasse conta das ruas, pois há muito tempo o presidente vem desafiando a lei, a Justiça e todas as instituições sérias deste país, conclamando o povo a reagir ao "eles contra nós". Tudo ficou banalizado e, em uma terra onde o presidente do país abandona sua cadeira para fazer políticagem e nenhuma punição lhe é aplicada, podemos esperar alguma coisa melhor?

Izabel Avallone izabelavallone@yahoo.com.br

São Paulo

____________________________

FALTA DE ESCRÚPULOS

Simplesmente brilhante a coluna de Dora Kramer de ontem ("O mestre deu a partida")!

Dá vergonha a falta de escrúpulos de nosso presidente, sob os olhos complacentes das autoridades incumbidas de coibir esses inaceitáveis e criminosos abusos, tais como TSE,TREs., Ministério Público, etc.

Maria Eulália Meirelles Buzaglo membuzaglo@bol.com.br

São Paulo

____________________________

TUCANO INFILTRADO

Alguém acha que o PT vai achar o culpado? Ou assumir a culpa pela agressão a Serra?

Jamais! Vai dizer que o "atirador" era um militante do PSDB infiltrado no meio da "ordeira" turma do PT.

Toshio Icizuca toshioicizuca@terra.com.br

Piracicaba

____________________________

SLOGAN TRIUNFAL

Involutariamente, os petistas criaram o slogan da vitória: ''Agora é Serra na cabeça!''

Fernando Almada - fernando_luiz_7@hotmail.com

São Paulo

____________________________

ATÉ QUANDO?

A verdadeira face petista se faz presente na agressão a José Serra! Lembram-se da claque que perseguia Fernando Henrique pelo Brasil e até no exterior? Lembram-se de que tentaram sabotar as comemorações dos 500 anos da descoberta do Brasil? Da agressão a Mario Covas? A lista é extensa. Mas o que mais surpreende é o comportamento da Justiça, que se mantém à parte, como se não tivesse nada que ver com o que vem acontecendo, como se não fosse um Poder, diante de todas as violações das leis cometidas pelo presidente (ou imperador) Lula e seu partido, seguros da impunidade.

Paulo Braun paulobraun01@gmail.com

São Paulo

____________________________

ALERTA GERAL!

Está cada vez mais nítida a semelhança de Lula e Dilma com Mussolini e Claretta Petacci! A ameaça fascista está ganhando forças! Vamos reagir, pelo voto, dia 31 de outubro, enquanto ainda é tempo! Não adianta chorar depois!

Décio Celidonio decioml@uol.com.br

Atibaia

____________________________

ATENÇÃO!

Na década de 20 foi criado um grupo paramilitar para defesa de um determinado líder da época.

Tal grupo agia desproporcionalmente sem qualquer pudor no que se tratava ao uso de violência para proteger seu líder e atingir os objetivos por ele impostos.

Não acredito que a história se possa repetir, pois temos as lições do passado que nos ensinam a não errar novamente no futuro.

Política se faz com argumentos e diálogo.

A partir do momento em que se utiliza a força bruta para assustar ou até mesmo reprimir determinadas outras opiniões, aquilo que conhecemos por democracia cai penhasco abaixo.

Temos hoje no País indícios semelhantes ao do grupo paramilitar da década de 20.

Brasileiros, ATENÇÃO, o futuro de nosso país se decide no dia 31.

Apenas para constar, o grupo paramilitar ao qual me referi era a Schutzstaffel, vulgo SS, do Partido Nazista.

Flávio E. Passos f_e_passos@hotmail.com

São Paulo

____________________________

NÍVEL

Dilma exigiu e a militância cumpriu. Mantendo a campanha

em nível elevado, atingiram Serra apenas na cabeça.

A. Fernandes standyball@hotmail.com

São Paulo

____________________________

CONFORMISMO MACABRO

A agressão a José Serra praticada por um grupo de militantes petistas no Rio de Janeiro, não é exatamente uma surpresa numa cidade notável pelos arrastões praticados por bandidos, pelas mortes de doentes por falta de atendimento médico na rede hospitalar oficial e pelos inúmeros casos de corrupção, nos mais diversos níveis da sociedade. Claro que existe um grande número de pessoas interessadas na perpetuação desse estado de coisas. Cabe à população do Rio mostrar sua disposição em sair desse conformismo macabro.

Nestor Rodrigues Pereira Filho rodrigues-nestor@ig.com.br

São Paulo

____________________________

PAZ

Será essa, uma pequena amostra do que poderá acontecer

no futuro, seja quem for o novo presidente? Se for do PSDB,

os ''companheiros'' vão perturbar para tentar desestabilizar

o governo. Se for do PT, ''elles'' vão achar que podem tudo.

Em todo caso, como bom brasileiro, torço para que tenhamos

paz no futuro.

Alvaro Salvi alvarosalvi@gmail.com

Santo André

____________________________

REPÚDIO À VIOLÊNCIA

Como cidadão, eleitor, advogado e historiador, repudio veementemente atos de insana violência contra qualquer pessoa, principalmente quando praticada em campanha eleitoral, como foi vítima agora um dos candidatos disputantes ao maior cargo público do País. O processo civilizatório e democrático se constrói e se fortalece quando posturas como essa contam com o majoritário repúdio da maioria da população, que é o todos nós devemos ter neste momento.

José de Anchieta Nobre de Almeida josedalmeida@globo.com

Rio de Janeiro

____________________________

Incompetência

Se Serra perder esta eleição, estou convicto de que é por incompetência de seus marqueteiros. Dois assuntos que poderiam ser explorados com sucesso e a Dilma não tem:

1- Nota Fiscal Paulista, que pode ser estendida a todo o Brasil

2 - Meritocracia, que Aécio Neves ressaltou com maestria em entrevista à imprensa, quando ainda se discutia quem seria o candidato do PSDB. Já existe em São Paulo de forma parcial na educação, mas pode ser estendida a todos os órgãos que lidam com o público, principalmente a saúde, Receita e outros, mediante avaliação das pessoas atendidas, em formulário preenchido por elas ou por ouvidorias, concedendo bônus aos melhores.

Francisco Samuel Fiorese samucafiorese1@yahoo.com.br

Campinas

____________________________

MUDANDO DE BANDA?

Recebi um e-mail daqueles tentando demonstrar a monstruosidade da campanha difamatória contra Dilma, no qual se falou da criação de fatos concretos como próximo passo, somente para exemplificar toda a onda de boatos difundidos anteriormente pelos tucanos, segundo a campanha petista. Só que, na agressão sofrida por Serra, havia do lado do agressor um candidato à eleição para deputado pelo PT. Pergunto: isso é criar fato concreto? Então, esse candidato virou a casaca, trabalha para o Serra agora? Deve-se tratar de mais um desiludido dentre todos aqueles que vimos ao longo dos anos desembarcarem do Partido dos "Trabalhadores", nomes célebres, inclusive. Afinal, o PT não é mais aquele... se é que um dia foi!

Myrian Macedo myrian.macedo@uol.com.br

São Paulo

____________________________

AMEAÇAS

Com a permissão dos editores deste espaço dedicado às manifestações dos leitores e que costumo frequentar amiúde, desejo publicamente, e com a civilidade de quem confia na democracia e na Justiça deste país, responder ao tipo desqualificado que, usando de um computador (IP rastreado) de certa instituição de ensino superior lá em Brasília, me enviou um e-mail ameaçador tentando me intimidar e às minhas opiniões, assinando-se como ''Coletivo da Nova Justiça Popular'', que pura e simplesmente não tenho medo de vocês e não vou me calar!

No mais, "listinhas negras de antirrevolucionários'', para mim, além de hilárias, se forem obra e coisa de um demente, um bom psiquiatra ajuda, e sendo devaneio de fanático-ideologico-partidário em idade ''universotária'', o Código Penal Brasileiro basta...

Obrigado!

Paulo Boccato pofboccato@yahoo.com.br

São Carlos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.