Cartas - 27/06/2011

AVISO PRÉVIO

, O Estado de S.Paulo

27 Junho 2011 | 00h00

Apressando as demissões

Além dos enormes encargos trabalhistas que pesam sobre as empresas brasileiras, agora o aviso prévio pago ao funcionário demitido sem justa causa terá de ser proporcional ao tempo de serviço prestado por esse trabalhador? Quando não existia o FGTS, a lei determinava que após nove anos de serviço o empregado recebesse estabilidade no trabalho. Os trabalhadores à época viviam em contagem regressiva, porque eram demitidos antes dos nove anos para não caracterizar a estabilidade. Agora, com essa decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de fixar regras para o cálculo do aviso prévio, será que não se estará ajudando a volta dessa tática, com alta rotatividade dos empregados? Pensei que a tão esperada reforma trabalhista fosse para ajudar na geração de mais empregos e aumentar nossa competitividade. Mas, pelo jeito, será apenas para angariar votos, porque não serão beneficiados nem trabalhadores nem empresários. Viva noço STF!

BEATRIZ CAMPOS

beatriz.campos@uol.com.br

São Paulo

________

Bagunça

O STF vai legislar novamente? Contra ato do Supremo, cabe recurso ao Senado ou à Câmara?! O Executivo já legisla com suas medidas provisórias. Que bagunça é essa?

MINORU TAKAHASHI

minorutakahashi@hotmail.com

Maringá (PR)

________

Resposta rápida

O senador Paulo Paim (PT-RS) falou o óbvio sobre a falta de condição do Congresso de ter uma resposta rápida sobre o cálculo do aviso prévio. Rápidos, ali, somente os conchavos políticos e as vantagens para os seus pares.

MAURO RIBEIRO GAMERO

mrgamero@ajato.com.br

São Paulo

________

Dois Legislativos

Segundo o princípio do Estado de Direito, todos, inclusive o STF, estão debaixo da lei, ou a lei está acima de tudo e de todos. Impossível, num país sério, que juristas e juízes ignorem o princípio fundamental da Constituição federal. É proibido ao juiz exercitar sua fantasia legislativa, mas esse despautério está sendo praticado pelo STF ao pretender modificar o que a lei prevê para o prazo do aviso prévio. Esse poder é do legislador. Senhores ministros, o exemplo vem de cima e, se o STF pisoteia a lei, o que se poderá esperar do Brasil de amanhã?

ANTONIO BONIVAL CAMARGO

bonival@camargoecamargo.adv.br

São Paulo

________

Traduzindo

Sugiro publicarem as nossas leis também em inglês. Ficaria mais fácil para inglês ver.

GERARD BANNWART

ggjb87@gmail.com

São Paulo

________

Supremo absurdo

O Supremo mostra o seu total desconhecimento da realidade em que vivem as empresas do País, que lidam com um custo fiscal e tributário incompatível com suas possibilidades, que têm em sua gestão encargos trabalhistas superiores em muito aos países que competem com seus produtos e que vivem um aperto financeiro intenso, com enormes dificuldades de se manter no mercado. Fixar regras para o cálculo do aviso prévio em razão do tempo de serviço é um supremo absurdo, que esperamos não venha a ser ratificado.

PEDRO EDUARDO FORTES

pec.fortes@uol.com.br

São Paulo

________

Decisões políticas

Como brasileiro, não poderia deixar de expressar minha indignação com os últimos acontecimentos envolvendo os magistrados da nossa Suprema Corte. No caso Cesare Battisti ficou claro, e não foi nem nas entrelinhas, que o STF votou a questão politicamente, abstendo-se de todas as prerrogativas constitucionais vigentes e atendendo ao desejo daqueles que se fundamentam em evidenciar-se muito mais do que em preservar a integridade ética e moral de seu povo. Agora, submete-se a julgamento em última instância uma reclamação trabalhista em que alguns ex-funcionários da Vale, sentindo-se prejudicados na rescisão trabalhista sem justa causa, pleiteiam, além do aviso prévio indenizado (30 dias), um acréscimo por ano de trabalho. Devemos lembrar que o trabalhador já forma o seu fundo de indenização por meio do FGTS, no que a legislação vigente lhe garante um salário por ano de trabalho, multa rescisória de 50% mais juros de poupança, quando dispensado sem justa causa. Nós, empresários do ramo industrial, lutamos de forma constante e incansável para reduzir custos e continuar competitivos neste mercado globalizado. Investimos em tecnologia, preparação de mão de obra, treinamento interno de pessoal e tudo para conseguir, às vezes, alguns décimos de porcentuais. Enquanto isso, os organismos públicos, de forma geral, numa penada anulam todo o esforço realizado, imputando-nos mais impostos e encargos, caminhando exatamente na contramão daquilo que hoje se espera dentro das reformas sempre prometidas e nunca concretizadas. Se as punições à Vale acompanharem decisões políticas, como no caso Battisti, posso entender que realmente estamos sem leme e sem rumo.

MANOEL BRAGA

mbbraga@terra.com.br

Matão

________

MEMÓRIA

Paulo Renato Souza

Morreu Paulo Renato Souza, um político em quem cheguei a votar e de cujo voto nunca me arrependi. Voltado para a área da educação, entre suas principais realizações criou o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Deve ter morrido triste por ver o que o atual ministro da Educação, Fernando Haddad, conseguiu fazer com a sua criação... Lastimável. Mais um bom que se vai, esvaziando ainda mais o nosso pequeno estoque de bons e íntegros políticos.

MARA MONTEZUMA ASSAF

montezuma.scriba@gmail.com

São Paulo

________

Grande perda

O falecimento do ex-ministro da Educação Paulo Renato Souza consterna a todos nós pela excelência de seus serviços prestados ao País. Idealizador do Enem, muito contribuiu para a melhoria do ensino básico nas escolas públicas. Perdemos um denodado homem público e um cidadão, sempre disposto a dar o melhor de si para o bem do Brasil.

FRANCISCO ZARDETTO

fzardetto@uol.com.br

São Paulo

________

"STF impõe caos financeiro aos empresários brasileiros"

ROBERTO TWIASCHOR / SÃO PAULO, SOBRE AS MUDANÇAS NO CÁLCULO DO AVISO PRÉVIO

rtwiaschor@uol.com.br

"Há algum tempo temos neste país o caos moral e ético. Tivemos o caos aéreo. Agora, o caos postal. Até quando?"

LUIS RICARDO SILVEIRA / SÃO PAULO, SOBRE OS CORREIOS

luisr172009@hotmail.com

"Será que não é o caso de jogar a toalha?"

VICTOR GERMANO PEREIRA / SÃO PAULO, SOBRE OS ATRASOS NAS OBRAS DA COPA DE 2014

victorgermano@uol.com.br

________

VOCÊ NO ESTADÃO.COM.BR

TOTAL DE COMENTÁRIOS NO PORTAL: 529

TEMA DO DIA

Prefeitura ameaça fechar abrigo de cães

Ordem judicial determina encerramento das atividades da ONG Cão Sem Dono, na Grande São Paulo.

"Em vez de ameaçar, a Prefeitura tem de dar opções e ter disponibilidade para tratar a questão."

MARIA DA GLÓRIA VIEIRA

"Se a Prefeitura fizesse a parte dela, talvez não fosse preciso ter voluntários para resolver algumas questões."

ILZA SANTIAGO

"Por mais que simpatize com a ONG, colecionar cães não é a melhor forma de ajudá-los. É preciso conscientizar as pessoas."

MAZE ULM

________

Cartas enviadas ao fórum dos leitores, selecionadas para o estadão.com.br

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

COPA COM VERBA PÚBLICA

 

Na sexta-feira, após o feriado de Corpus Christi, a eclética Câmara Municipal de São Paulo resolveu realizar a audiência pública para discutir o projeto de lei do prefeito, para dar isenções fiscais ao Corinthians de até R$ 420 milhões. Lógico que a data foi escolhida a dedo e apesar de ser corintiano, sem dúvida a manobra foi achei ignóbil. Quem assistiu a reportagem da "audiência" pelo jornal da Record, por exemplo, não pode deixar de ficar enojado com o ato. O prefeito, recentemente encaminhou dez projetos de lei para a Câmara solicitando autorização para a alienação de dez áreas de propriedade do município, onde estão instalados diversos equipamentos públicos. A mais notória, é a área do Itaim-Bibi, onde se encontra entre outros, a Biblioteca Infantil Anne Frank, cujo valor venal de referência é de R$ 38.018.442,00, mas obviamente vale muito mais e está em processo de tombamento por parte do Condephaat. O argumento para essas alienações é fazer caixa para a construção de creches municipais. Outras áreas também a serem negociadas e igualmente abrigam equipamentos públicos importantes, que no futuro com certeza farão falta em futuro imediato, mas todas elas cobiçadas pelas construtoras. Ora, porque o prefeito não destina essa verba ora em discussão para as creches? Por que também, não vende as áreas municipais localizadas na Avenida Marquês de São Vicente e cedidas ao São Paulo Futebol Clube e à Sociedade Esportiva Palmeiras, que edificaram ali seus centros de treinamento? A reportagem perguntou ao secretário municipal de Desenvolvimento Econômico e do Trabalho, Marcos Cintra, se o retorno dessa isenção será enorme, como alega o prefeito, está realmente bem dimensionada, e a reposta foi não. E é lógico, pois qualquer importância anunciada pelo prefeito é pura expectativa e com certeza calculada subjetivamente. Enfim, o projeto não tem cabimento, mesmo porque o que Corinthians pretendia inicialmente era a construção de seu estádio para 45.000 espectadores e a decisão política de aumentar a sua lotação para atender aos caprichos megalomaníacos da FIFA só veio atrapalhar o clube. A Zona Leste precisa de melhorias imensas e urgentes, mas não pode ficar dependendo dessas negociatas futebolísticas. São Paulo não precisa da Copa, e muito menos gastar verba pública com ela.

 

 

Gilberto Pacini benetazzos@bol.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

ROUBO

 

Pergunto: qual será o benefício decorrente diretamente do emprego do estádio, a ser construído, tendo em vista que será cobrado ingresso (caríssimo, aliás) para cada evento de futebol, haja vista o menor poder aquisitivo dos moradores daquela região (Itaquera)? Se já houve tal benesse com o dinheiro alheio (do povo), tal ato de improbidade não deveria se repetir. Certo está o Governo do Estado de São Paulo em melhorar o entorno desse projeto, com metrô, trem, corredores de ônibus, hospitais, etc e não dar benefícios a uma entidade particular que visa apenas lucros e projeção política. José Paulo: escrúpulos, só para os outros. Dualibi é coroinha perto do Andres e do R. Teixeira.

 

Paulo Roberto Farat prfarat@gmail.com

Praia grande

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

NEM SAÚDE NEM EDUCAÇÃO

 

 

 

Em um discurso feito em Moscou, na Rússia, nesta sexta-feira, 24, o secretário-geral da Fifa, Jerome Valcke, deixou clara a insatisfação da entidade em relação ao Brasil. "Não temos nem estádio e nem aeroportos", disse Valcke, lamentando a demora nas obras. (OESP - 24.06.11)" Ainda bem que o secretário-geral não é brasileiro, muito menos filiado ao PMDB, nem ao PT. Senão seu discurso seria outro, semelhante às bravatas do ex-presidente do Brasil, ou daqueles que já vislumbram lucros de fazer inveja ao Palocci com as nova regra de licitações e, que felizmente hoje, parecem estar perdendo a "credibilidade". Os fatos dizem muito mais do que a boca escancarada dos políticos nos palanques e em reuniões partidárias. Acho que há esperanças, não na Copa, nem no "copo"... "lá em cima do piano: quem bebeu, morreu. Mas não fui eu!" - e sim nas próximas eleições!

 

 

José Jorge Ribeiro da Silva jjribeiros@yahoo.com.br

Campinas

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

SÃO PAULO DO CONTRA

 

O Sr. Aurélio Miguel não está defendendo os interesses do povo paulistano. A abertura da copa em São Paulo traria imensos benefícios ao povo e milhões de reais aos cofres do município e do Estado. Além disso, alguém deveria contar à ele como o Morumbi foi construído. Ele iria ficar chocado, com certeza!

Vitor de Jesus vitordejesus@uol.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

OPOSIÇÃO CLUBISTA

 

O vereador São Paulino Aurélio Miguel diz que o que a Prefeitura quer fazer em Itaquera é inconstitucional. Mas eu poderia apostar que se a mesma coisa fosse feita ali pelos lados do Morumbi, sua interpretação seria bem diferente.

 

Dorival Munhoz Junior junhaomunhoz@terra.com.br

Curitiba

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

PERDAS E GANHOS

Infelizmente a realização da Copa do Mundo e da Olimpíada de 2016 é uma realidade graças a falta de bom senso, honestidade e transparência de nossos políticos e da CBF. Um país com tantas prioridades prefere festejos com sua população sem acesso a escolas de qualidade e pacientes caindo de macas em hospitais sem a mínima condição de atender decentemente os necessitados. Por muito menos que isso, clínicas veterinárias são processadas por maus tratos a cães e gatos, animais, de estimação e com seres humanos ninguém mais se revolta, é o padrão Brasil de saúde. O que o Brasil perde e ganha com Copa e a Olimpíada:

1 - perderemos a possibilidade de investir em 5 anos de 70 a 100 bilhões que serão gastos nas festanças já considerando desvios de aproximadamente 40% ( dentro da média nacional). 2 - O Brasil deixa de investir em educação - qualificação de professores, melhorias e construção de escolas. 3 - Criação de milhões de vagas em escolas técnicas adiadas por 5 anos ou mais. 4 - Investimento zero em saúde - construção de hospitais, compra de equipamentos de primeira geração para diagnósticos precisos. 5 - Será péssimo para a imagem do Brasil o fiasco total, principalmente na Copa do Mundo que não tem planejamento algum - com tantos turistas alguém acredita que não haverá mortes por assalto? Quantas? O despertar em 2016 com o fim dos jogos, o início das CPIs para apurar quem roubou mais, a tentativa de apurar de quem é a culpa pelo fracasso total paralisa o País por mais dois anos. Perderemos uma década de desenvolvimento com a realização das festanças. Ganharão políticos e empresários ligados aos eventos. Se houvesse o mínimo de bom senso, o Brasil jogaria a toalha e passaria a bola para frente mas infelizmente as verbas falam mais alto. O Brasil está com os alicerces podres e ninguém mais se escandaliza ou se revolta. Um alerta - o Brasil não é um país emergente, ainda é um país subdesenvolvido como eram Tunísia e Egito. Após o choque de nacionalismo de moral caminharão rapidamente em direção ao desenvolvimento, o que não é o nosso caso.

 

Luiz Ress Erdei gzero@zipmail.com.br

Osasco

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

'FESTA MACABRA'

 

 

Nada tenho a acrescentar ao excelente (como sempre) texto de Demétrio Magnoli (23/6, A2) e Adriano Lucchesi sobre a mal cheirosa estória da Copa no Brasil. O grande mérito da matéria de Magnoli está na forma incisiva e indesmentível com que o assunto foi abordado. Novidades, quase nenhuma. Faz meses e até anos que quem é alfabetizado sabe da podridão da FIFA e de seus dirigentes e os enormes prejuízos causados a países carentes como a África do Sul, pela FIFA e como A Grécia que foi levada à insolvência pelo Comitê Olímpico, para citarmos dois exemplos recentes. O que resta fazer são perguntas, de ordem retórica, que faço agora e que não poderão ser (fica aí o desafio) respondidas pelos também mafiosos governantes, ex-governantes e dirigentes esportivos brasileiros. Perguntas ao senhor Nuzman sobre fatos concretos como a construção do ENGENHÃO, que custou oito vezes os valores orçados e outras mandracarias no evento Milhões de dólares para construir um estádio que a FIFA nem ninguém quer para jogar futebol e muito menos para sua manutenção. Onde foi parar esse dinheiro? Ao senhor Kassab, que luta 'bravamente" para colocar 450 milhões de reais de nosso dinheiro terá retorno adequado? Perguntas semelhantes aos governadores do RiO DE JANEIRO, DE MINAS GERAIS, DA BAHIA e das demais sedes. Indagações ao Ministro dos Esportes e que sabe que bilhões serão mal usados, além de desviados por essa máfia que envolve além dos citados, as empreiteiras, as consultorias todos aceitando ou fechando os olhos para os desvios descomunais que seguirá a trilha aberta pelos ENGENHÕES. Perguntas aos patrocinadores da Copa que quando estourar o escândalo que certamente comoverá a nação, que de alguma forma serão considerados cúmplices por ajudar a por em pé um torneio de futebol(as Olimpíadas que não exige tal aporte, poderão ser favorecidas. Pela leviandade com que "os atrazos", muitas vezes pré concebidos. Para justificar o estouro dos orçamentos, inevitáveis. E o pior: abrir exceções nas leis brasileiras, para poderem deitar e rolar com o dinheiro público, que substituirá as obras e serviços realmente necessários,à qualidade de vida dos cidadãos, como transporte publico, que estará e continuará uma vergonha, além e principalmente do desvio inevitável de recursos necessários a melhoria da educação e da saúde e da lamentável infra estrutura de que não dispomos. Outro desafio é de saber se os brasileiros trocam tudo isso por uma copa de futebol. Há como saber, se os responsáveis agirem honestamente ao planejarem um plebiscito ou pesquisa para o brasileiro optar entre os serviços e infra- estrutura e a Copa de Futebol.

 

Eduardo Nuno Ferreira de Sousa eduardonuno@uol.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

PRIORIDADES

 

Kassab tem lá suas prioridades, instalar novos e modernos radares para aumentar a arrecadação com multas, criar novo partido político com vistas a se aliar a Dilma, Sarney, Collor, Lulla e outros aloprados do poder atual. Agora fazer coisas que realmente beneficiem a população e a cidade de São Paulo como: recapear ruas e avenidas que se encontram em estado lastimável desde o início de sua gestão, nem pensar, tornar o sistema semafórico realmente inteligente, para que? Vamos multar! Fazer deste sistema semafórico algo semelhante ao que existe em São Caetano do Sul com a temporização nos cruzamentos, nem pensar. Para quê, vamos multar! Melhorar a saúde no município, oras bolas, o povo que se lixe, o prefeito deve ter um belo plano de saúde privado. Quanto ao trânsito caótico com as motos fazendo o que bem entendem, andando na contra-mão, nas calçadas, dando pontapés e socos nos veículos que não encostam nas sarjetas das ruas para darem passagem quando estes aloprados buzinam exigindo passagem, Kassab e sua ótima equipe nada fazem pois se locomovem de helicópteros. Agora a Câmara de Vereadores quer aumentar os salários destes nobres senhores de forma aviltante em virtude do reconhecimento dos inestimáveis serviços prestados por Kassab e seus ótimos secretários e diretores. Estas são as prioridades do senhor Kassab, a subida política, a traição de seus eleitores e seus parceiros de um passado muito recente.

 

 

Boris Becker borisbecker@uol.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

OBRAS DA COPA

 

 

A Sra. Presidente disse que os valores pagos pelas obras (idiotas,as obras deveriam ser para seu querido povo,não para inglês ver!) mas,esqueceu-se de dizer se haverá o famoso aditamento,aqueles maravilhosos complementos nos contratos vantajosos ao governo.Foi para isto que pegou em "armas" no passado ou já foi engolida pelo sistema!

 

Mauricio Villela mauricio@dialdata.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

MP 527

 

O povo brasileiro não entendeu bem essa medida provisória: é para os dólares desviados em proveito dos políticos não aparecerem mais em cuecas. Ficarão bem escondidos c/ o sigilo proposto na MP, esse é a "transparência" defendida pela presidente em seu programa de governo. Pobre povo brasileiro que verá o Brasil em 2020 transformar-se na Grécia de hoje.

 

Samuel de Padua Ribeiro

Valinhos

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

SIGILOS

 

 

Na religião católica o princípio fundamental da confissão é o sigilo por parte do confessor de tudo o que ouve dos fiéis. Por que será ? Ninguém procura o confessionário para relatar suas virtudes e suas boas intenções. Ao confessor são ditos os atos pecaminosos e tudo o que há de mau da existência humana; daí a necessidade do sigilo. Na esfera do governo qual seria o motivo de manter-se o sigilo sobre fatos acontecidos há muito atrás? Patrocinado por políticos da estirpe de José Sarney e Collor de Melo os pecados devem ser de arrepiar. No caso das verbas para a Copa Mundial de Futebol e das Olimpíadas qual seria a verdadeira intenção deste sigilo ? O dinheiro empregado é público, e ao povo, proprietário legítimo dele satisfações devem ser dadas com toda certeza. A mulher de César não deve ser apenas honesta, mas também parecer honesta.

Henrique Massarelli hermassa@uol.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

OS PAULISTANOS PAGAM

 

A Camara dos Vereadores aprovou em um minuto o projeto que "dá" incentivos fiscais, na ordem de 420 milhões de reais, a uma entidade particular que não tem certidões negativas dos impostos, devendo ao Governo, Estado e Município. Esses são os nossos vereadores... pela última vez, esperamos...

 

João Ernesto Varallo jevarallo@hotmail.com

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

DINHEIRO SOBRANDO

 

 

Eu quero acreditar que o incentivo fiscal para a construção de um estádio de futebol não será aprovado por nossos vereadores. Temos muitos problemas públicos para tentarmos ajudar o lado privado e supérfluo de um estádio de futebol. Futebol é coisa privada e assim deve continuar a ser. Nós não podemos ter vereadores que comem nossos impostos como vermes e ver nossas escolas, hospitais e delegacias com tantos problemas. Isso não pode ser aprovado. Infelizmente não temos dinheiro sobrando!

 

Carlito Sampaio Góes carlitosg@estadao.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

PRIORIDADES

 

 

Qual é a prioridade maior? O estádio do Corinthians ou a Santa Casa de São Paulo? Ou o Incor? Porque será que ninguém coloca a discussão para conhecimento público de maneira comparativa? Com certeza a Santa Casa, o Incor e outros hospitais públicos(em situação de enormes dificuldades) na região metropolitana de São Paulo são muito mais importantes para a população. Então sr.Kassab como pode o senhor querer ser alguém na vida pública, se já está praticando demagogia barata logo no primeiro mandato com dinheiro público? Acorda prefeito, enquanto é tempo.

Ademar Monteiro de Moraes ammoraes57@hotmail.com

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

GOVERNO RUIM

 

Vivemos uma realidade alternativa, temos um governo no estilo novelas de Dias Gomes, " O bem amado, ou Roque Santeiro, ou salvador da patria", onde se da migalhas ao pobre que é imensa maioria, e muita pinga, futebol, enquanto o Brasil é roubado, o sigilo das obras da copa do mundo, imaginem as comissões aos políticos!?, os impostos para onde vão? os ministérios como o da pesca? os rios e oceanos podres, e outros ministérios tão inúteis e boçais, estamos séculos atrasados, o que faz o Brasil andar é seu povo trabalhador, os comerciantes, empresários e industriais, que fazem milagres para existir apesar do estado, que horror, mas o Brasil seria muito melhor sem governo, estes que aí estão pelo menos com certeza.

Roberto Moreira Da Silva rrobertoms@uol.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

CLÁSSICOS E VIOLÊNCIA

 

 

Na retomada dos clássicos pelo Campeonato Brasileiro, é preciso perguntar como os maiores rivais - os dirigentes de clubes e as torcidas - se tratam entre si: se respeitam ou usam de violência simbólica, recíproca ou não, em seus sites? Caso se mostrem respeitosos, estão colaborando com a paz no futebol. Caso se mostrem irônicos e debochados, não podem, sem serem hipócritas, falar de paz no futebol. Quem ajuda, com suas maldosas e inconsequentes gracinhas, a acirrar o ânimo das massas até que elas cheguem a se enfrentar fisicamente, pagará pela sua irresponsabilidade. Se não for diante da justiça humana, será ante a justiça divina. Esta pode tardar, mas nunca falhará para com aqueles que, por capricho, atiçam alguém contra o seu semelhante nos eventos futebolísticos.

 

 

Vanderlei de Lima contatosvanderlei@gmail.com

Amparo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

NÃO SE SALVA NINGUÉM

 

O prefeito de Taubaté (SP), Roberto Peixoto (PMDB), sua esposa - a primeira dama - e o contador, acusados de fraudes em licitações, para compra, gerenciamento e distribuição de medicamentos, merenda escolar (por meio de empresa registrada em nome de laranjas), improbidade, desvio e lavagem de dinheiro, corrupção ativa e passiva, falsidade ideológica, etc., etc.. Estavam detidos na sede da PF desde 21.06, tendo o STJ concedido habeas corpus em 24.06. É muita roubalheira...Que sempre alegam ser "perseguição política", será que mudou de nome? Quem será o próximo? A realidade é que não se salva ninguém, a persistir a atual impunidade!

Luiz Dias lfd.silva@uol.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

MORTE NOS ARCOS DA LAPA

 

Eu acho que a Prefeitura do Rio tem que ser responsabilizada pela morte do turista fancês que caiu do bondinho quando passava pelos Arcos da Lapa. Há uma brecha, por onde passa uma pessoa tranquilamente, entre a tela de proteção(proteção?) e o trilho do bonde. E tem mais, se a Prefeitura ia fazer obras de restauração na parte superior dos arcos, de onde caiu o turista, deveria ter tomado medidas preventivas, nem que fossem provisórias. É uma omissão indesculpável das autoridades públicas. Agora, depois de morto, dizer que foi um acidente ou fatalidade é muito cômodo. Em nome de acidentes, que poderiam ser evitados, e de fatalidades vão se dando as desculpas das incompetências. Fazem o quê no cargo público?

 

Panayotis Poulis ppoulis46@gmail.com

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

BELA IMAGEM

 

 

Turista cai do bonde(Lapa), morre e ainda é assaltado?Famoso carcará pega mata e come?isso sim é uma bela imagem do nosso Pais para a Copa?Aliás nesse local os assaltos e arrastões são rotina. Ninguém consegue acabar com a violência, e nem fazer manutenção de um dos pontos turísticos do Rio de Janeiro? UPA onde estão que não respondem?

Antonio Jose G.Marques anjogoma@yahoo.com.br

Rio de Janeiro

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

TURISMO DESPREPARADO

 

O que nos choca no acidente ocorrido nos Arcos da Lapa,com o turista francês, não é apenas o acidente em si,que poderia ter sido evitado com uma fiscalização adequada.O que choca também é o que aconteceu depois,ou seja,o saque a alguém que agonizava,ferido de morte.Se ,ao contrário,fosse um brasileiro em Paris, teria sido também saqueado?E se fosse na Índia,cuja população é mais miserável que a nossa,mas é provida de maior formação espiritual,alguém cometeria similar barbárie?Infelizmente,aqui está banalizada a morte,a corrupção e o materialismo desenfreado.Afinal de contas,o exemplo vem de cima.Se continuarmos assim,com total desprezo ao próximo,vamos nos nivelar às nações mais selvagens e truculentas.Talvez não seja a tão propalada infraestrutura material o nosso pior default na recepção ao turista,mas sim a de homens.Vamos torcer para que o Brasil,um País de todos,não seja somente uma arapuca para tantos outros turistas,principalmente na Copa e na Olimpíada,como o foi para o francês Charles...

 

José Eduardo Zambon Elias zambonelias@estadao.com.br

Marília

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O SOCIÓLOGO

 

Num país tão pobre de talentos políticos para conduzi-lo e que chegou ao ponto de eleger e reeleger um líder sindical que nunca leu um livro e, em seguida, uma ex-guerrilheira comunista que nunca recebera um voto, não é tarefa difícil tecer elogios a Fernando Henrique Cardoso, como fez José Nêumanne (22/06). O sociólogo brilhou em sua maturidade porque abandonou o discurso emocional da luta de classes, típico dos tempos acadêmicos, e entendeu que a melhor dialética é a que enxerga a realidade sem o revanchismo juvenil aos defensores do imobilismo, mas com prudência e bom senso. Justamente, o que faltou a muitos dos seus contemporâneos das "Diretas Já".

 

 

Roberto Castro roberto458@gmail.com

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

FERNANDO HENRIQUE

 

É, no mínimo, estranho que seja preciso que FHC faça 80 anos para que uma avalanche de elogios seja publicada na imprensa. O mesmo homem que foi execrado pelo PT - e aliados - e esquecido "convenientemente" pelo PSDB e DEM. No mínimo, é uma vergonha!

 

Geraldo Roberto Banaskiwitz grbanas@unimarket.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

NOSSA DEMOCRACIA AMEAÇADA

 

 

O alerta de Sandra Cavalcanti em seu artigo na pág. A2 "Quem vai ao ar perde o lugar", ilustra de maneira clara para onde caminha nossa democracia. Quando um povo sai às ruas somente para comemorar o carnaval e a vitória de seu time e nunca para protestar contra o perigoso fim da democracia e da liberdade que se aproxima com seus sinais claros, Judiciário interferindo no Legislativo a serviço do Executivo, é a ditadura batendo as portas. Por falar em ditadura Hugo Chávez esta no Brasil. Será que veio inspecionar o processo de transição? Não se iludam, o bode preto já esta na sala e o sacerdote veio para ungi-lo.

 

Peter Cazale pcazale@uol.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

'DISQUE'

 

 

"Disque" corrupção no Brasil sempre existiu, mas como tem acontecido depois que o PT assumiu, nunca se viu. E como diz Sandra Cavalcanti com seu "disque", quando há laranja madura na beira da estrada. Está bichada ou tem marimbondo no pé. Tudo a ver com os elogios feitos pela Dilma ao FHC. Todo cuidado é pouco.

 

Carlos Montagnoli carlosmontagnoli@gmail.com

Jundiaí

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O ARRAIÁ DOS POLÍTICOS

 

 

O arraiá de Caruaru (PE) é sem dúvida o destino certo para muitos político,há aqueles que preferem o arraiá de Campina Grande (PB) Tanto um destino como o outro é um lugar excelente para nossos políticos dar uma "relaxada".embora o presidente do senado José Sarney deverá dar prioridade ao arraiá de São Luís do Maranhão, Renan Calheiros ao arraiá de Maceió,Jaques Vagner no arraiá de Salvador (Bahia) , a nossa "presidenta" Dilma Rousseff deverá optar pela iguaria mineira, ou o churrasco gaúcho. Já a maioria da sociedade brasileira não vai a lugar nenhum,até por que não se faz necessário, grande parte já dança o ano todo embora seja para sobreviver.

Virgílio Melhado Passoni mmpassoni@gmail.com

Jandaia do Sul (PR)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

DOMINAÇÃO TOTAL

 

 

É de indignar a capacidade de José Sarney para manobrar os interesses de seu grupo quando se vê os cargos de governo por ele,Sarney, indicados.Aos petistas meus pêsames, pois de fato vos falta capacidade para tanto.Literalmente o PT come na mão do PMDB, e a bem da verdade, não é de hoje.O ex presidente Lula que o diga.

José Piacsek Neto bubapiacsek@yahoo.com.br

Avanhandava

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

PLANO SEM RECEITA

 

 

O Sindireceita, através de sua presidente,(A2;26/06) faz um relato por demais claro sobre as contradições da Receita Federal, no que tange ao Plano Estratégico de Fronteiras. Este, visa o controle e combate ao descaminho ou qualquer outro crime que são praticados, diuturnamente, através da imensidão das nossas fronteiras com os países vizinhos e ,segundo o Sindicato , sem a participação da Receita. Como este é um governo em que o Estado vem sendo aparelhado de amigos,incompetentes, asseclas e demais prevaricadores, podem ter certeza , a ordem vem de cima, pois o PT não gosta de contrôles e , no mínimo, quer distância da Receita Federal.

 

 

Eduardo Augusto deCampos Pires eacpires@terra.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

RECEITA E A ESTRATÉGIA PARA AS FRONTEIRAS

 

 

Um absurdo que no Plano Estratégico de Fronteiras a Receita Federal tenha ficado de fora.A jornalista Sílvia Felismino, pag.A2, vai direto ao cerne da questão ,destacando que função primeira da Receita é o Controle das Fronteiras principalmente na vigilância aduaneira.Será que esses incompetentes não perceberam que está tudo errado,pois cabe a nos brasileiros alertá-los que do jeito está tal plano está fadado a nada resolver,pois o essencial ficou de fora! Corrija já! Por la é que entram drogas,armas,carros roubados,mercadorias falsificadas,etc.

 

Maria de Mello nina.7mello@uol.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

GRAZIANO NA FAO

 

 

O brasileiro Jose Graziano, foi eleito diretor-geral da FAO - Organização das Nações Unidas e Alimentação, com ajuda dos países africanos,sul-americanos e árabes, se conduzir a FAO como fez com o Fome Zero, programa que presidiu durante o governo do seu amigo Lulla, a FAO também irá para o espaço, já que o Fome Zero morreu de inanição.

 

Agnes Eckermann agneseck@yahoo.com.br

Porto Feliz

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

CESARE BATTISTI

O Brasil, no caso Cesare Battisti, não decidiu como Pilatos, Governador Romano que entregou Cristo a seu algozes, sabendo ser ele inocente e tendo poder para salvá-lo do calvário, mas não o fez. Acovardou-se com receio da Igreja e do povo. Preferiu sacrificar o preso a expor-se perante a opinião pública, decisão mendaz, vil e abjeta. No caso de Cesare Battistti, ao contrário, O STF, mostrou firmeza de caráter em não se curvar às pressões internacionais, principalmente de países que recebem turistas brasileiros como se fossem bandidos e prostituas, deixando-os numa sala por várias horas, sem comida e sem água até, sem nenhum motivo justificável, até que sejam deportados para o Brasil. O processo contra Cesare Battisti que o condenou na Itália teve a marca da fraude, posto que a procuração utilizada nos autos foi fraudada em sua data para servir ad eternum, sem que o réu pudesse indicar advogado e sua confiança. O assunto não é tão simples como parece aos críticos da decisão do STF . Envolve profunda reflexão e análises minuciosas de documentos e atos processuais, os quais, muitas vezes, resultam em condenações a toque de caixa, principalmente em momentos de comoção social, marcados por ditaduras sanguinárias como ocorria na década de 70. Aqueles que não puderam dar um enterro digno a seus entes queridos e que jamais encontraram seus restos necroscópico, torturados até a morte nos porões da opressão oficial que o digam.

 

José Baeta Neves Filho baeta.nf@gmail.com

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

TRÊS FALHAS

 

Um fato, três falhas! O STF (Supremo Tribunal Federal) se omitiu. O ex-presidente Lula exorbitou. E as autoridades de Imigração ignoraram a legislação. Parabéns, Brasil!

João U. Steinberg justeinberg@terra.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

QUERIA ENTENDER

 

Quando em 1975 decidi deixar a Itália para residir no Brasil e trabalhar na empresa que meu pai havia fundado há 24 anos, o governo brasileiro me colocou duas alternativas: 1) entrar no Brasil com Us$ 100.000,00; ou 2) ter uma profissão necessária ao Brasil daquela época. Eu tinha 26 e não tinha aqueles dólares e minha formação profissional não interessava o Brasil. Mas no final da lista das profissões estava lá escrito: Técnico em vinicultura. Voltei para a Itália, fiz meu curso de alguns meses e assim fui aceito como residente no Brasil. O que eu gostaria de entender é por que um "conterrâneo" meu, tal de Cesare Battisti conseguiu o mesmo. ele trouxe os Us$ 100.00,00 resultado dos assaltos a joalheria e açougue?? Não vejo outro jeito de entrar, pois sujeitos de profissão assassinos já temos o suficiente e tenho certeza que o Cesare como escritor nada vai acrescentar á literatura brasileira. Sempre soube que um refugiado político é um cidadão que se rebela ao regime de seu país desde que esse regime não tenha sido eleito pelo povo. Itália fascista, Líbia de Kadafi, Cuba de Castro, URSS, Brasil da ditadura.... O PT não lembra mais disso e por isso devolveu os pugilistas cubanos?? Na época do processo ao Battisti, na Itália existia a Democracia Cristã, que nunca teve minha simpatia mas certamente não era um partido extremista. O presidente italiano Giorgio Napolitano, ex integrante do ex Partido Comunista italiano mesmo continuando homem de esquerda é querido por todos, um homem de bem e ele condena totalmente Cesare Battisti. Acho que nossos governantes e o judiciário estão confundindo o direito de SOBERANIA.

 

 

Stefano Cesari stefanocesari@uol.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

VISTO DE BATTISTI

 

 

No Brasil de Lulla, Tarso Genro e petistas do mesmo saco, as palavras legalidade e moralidade perderam o sentido, afinal, como disse o ex-presidente, "se todo mundo faz...". Assim, como se não tivéssemos bandidos, assassinos, traficantes e corruptos o suficiente em Brasília e no resto do país, agora acolhemos um condenado fugitivo da justiça e damos o direito ilegal de trabalhar. E, assim, ele foi imediatamente empregado por " uma gráfica do ABC paulista" como "Consultor" (seja lá o que for o novo significado desta palavra) tornando-se colega de profissão de Palloci, outro petista infame.

 

Paulo Ruas pstreets@terra.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

ILEGALIDADE

 

 

O Estadão, do dia 25/6 - A/3, em seu Editorial, mostra claramente a ilegalidade da permanência de Cesare Battisti no Brasil, que a "cegueira" de Lula não viu. Todas as transgressões foram patrocinadas pelo "cara" para que esse criminoso assassino, que foi condenado à prisão perpétua na Itália, permanecesse no Brasil. A Lei 6815, citada no Editorial, é muito clara. Há mais de uma razão para esse facínora não permanecer no Brasil, nenhuma levada em consideração por Lula, seu ministro "meia boca" Tarso Genro, e, pasmem, o STJ, que ignorou a Lei e formulou uma decisão que o Estadão chamou de "técnica". Como Lula gosta e se afina com gentalha, mais uma vez isso ficou provado com a decisão que tomou no seu último dia de governo. Uma vergonha para nós como nação perante o mundo. E o "cara", dos bastidores, ainda continua ativo... até quando?

 

Carlos E. Barros Rodrigues ceb.rodrigues@hotmail.com

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

CAROÇO NA POLENTA

 

Afrontando as leis nacionais, os acordos internacionais, o bom senso e a justiça italiana, levando em conta a declaração de inocência pelo acusado, como se assim não se declarasse qualquer criminoso, o Brasil aceitou para o convívio com amplos direitos o Cesare Battisti. Foi apenas por ideologia? Por solidariedade aos pares? Auto-afirmação? Afronta? Ou haverá alguma tramoia que permanecerá em sigilo eterno segundo a vontade de alguns?

 

Luiz Nusbaum lnusbaum@uol.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

CUSTO BATTISTI

 

A parte esclarecida do povo brasileiro - infelizmente a minoria - já se cansou do assunto. Hoje o editorial do Estadão dá enfoque a mais uma irregularidade sobre o visto de permanência do assassino no Brasil. Nada vai acontecer e tudo será como Lula sempre desejou. Agora a referida parte do povo gostaria muito - e tem o direito - de um esclarecimento sobre mais um lado da história. Quem realmente arcou com os altíssimos custos do processo envolvendo o criminoso agora libertado? Advogados competentes que não trabalharam gratuitamente, pelo contrário. E os custos processuais? Quem pode responder por que o bandido conseguiu tudo isso? De graça é que não foi. Que alguém nos responda essa importante questão

Plínio Zabeu pzabeu@uol.com.br

Americana

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

TRÂNSITO EM JULGADO

 

O ministro do Supremo, Gilmar Mendes, disse que a proposta do ministro Cesar Peluso, de antecipar o trânsito em julgado dos processos para a segunda instância, pode gerar insegurança. " Temo , dependendo do tipo de aplicação, que o remédio mate o paciente". Não mata não sr. ministro. Estes tipos de pacientes são muito resistentes. No máximo ficarão em coma antes de ressuscitarem. Basta dar uma olhada no quadro de certos políticos. Por outro lado, o sr. também não teme que estes pacientes, enquanto isso, continuem causando insegurança e maiores danos ao bem maior que é a sociedade? Quem teria maior prioridade? Qual seria o bem maior a ser protegido e que corre o risco de ser mais prejudicado? Os tais pacientes ou a sociedade? O sr. não acha que sempre há um exagero de preocupação com a " morte" tal tipo de paciente, enquanto não há nenhuma preocupação que estes continuem causando à "morte", à sociedade? Se as autoridades se preocupam tanto com tais pacientes, quem é que vai se preocupar com a sociedade dilapidada aberta e constantemente por estes? É impressionante a quantidade de "advogados" sem contratos que saem em defesa de tais pacientes, sem que o mesmo número saia em defesa da sociedade ameaçada de " morte" diariamente por estes!

 

Sebastião Pereira jardins@oadministrador.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

BATALHA PELA VIDA

 

 

O presidente venezuelano Hugo Chávez, internado em Cuba passa por um momento " crítico " de saúde e batalha pela vida. Como não poderia ser diferente, em Cuba o caso de saúde do déspota venezuelano é tratado como "um assunto venezuelano". Resposta típica de governos comunistas e autoritários que tentam esconder a verdade. O chanceler venezuelano, Nicolas Maduro disse que "a luta de Chávez por sua saúde tem de ser a batalha de todos". De todos aqueles que se beneficiam de seu governo? O boquirroto, troglodita conseguiu transformar a vida de seu povo em miséria total. Na presidência desde 1998, eleito por uma população cansada de décadas de corrupção e empobrecida, implantou o popularismo tão em moda na América do Sul. Em discurso certa feita, Chávez ofereceu sua renuncia e até o sacrifício da própria vida para garantir a limpeza moral da política venezuelana e agora internado em Cuba tem dificuldade em deixar seu vice assumir a presidência da Venezuela. É o apego ao poder que torna as pessoas mesquinhas e desprezíveis.

 

 

Izabel Avallone izabelavallone@yahoo.com.b

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

AVISO PRÉVIO

 

 

 

O TST diz que concorda com a proporcionalidade do aviso prévio ao tempo de serviço, mas é matéria própria do Congresso Nacional. Vírgula, é matéria típica, também, do poder normativo do TST (CF, art. 114). No entanto, ao longo dos vinte e três anos de omissão, o TST refutava esse pleito dos trabalhadores, sob outro argumento: é matéria para negociação entre as partes, que, obviamente, jamais alcançavam esse consenso. O Supremo está fazendo as vezes do TST (para felicidade saudosista do Ministro Marco Aurélio, que já proferiu seu voto normativo - acréscimo de dez dias por ano de trabalho.) O "ativismo" do STF é supressivo das omissões generalizadas de outras atribuições e competências.

 

 

 

Amadeu R. Garrido de Paula amadeugarridoadv@uol.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

ESTADO DE DIREITO

 

 

 

O INSS deixou de pagar corretamente a aposentadoria nos últimos cinco anos a 140 mil pessoas, por suposta divergência de cálculos. Derrotado no STF, mesmo assim vem postergando o pagamento, apesar de reconhecer que essas pessoas tem direito líquido e certo ao dinheiro que lhes pertence. O montante envolvido eh relativamente pequeno para as contas publicas, mas muito significativo para os aposentados que veem seus rendimentos cada vez menores ao longo dos anos, como eh de consenso geral. A questão que se evidencia eh se no Estado de Direito, num pais supostamente democrático, o Poder Executivo pode a seu bel prazer tripudiar sobre o direito dos cidadãos, ainda mais os idosos.

 

 

Antônio do Vale adevale@uol.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

DESAFIO DE MÁGICA

 

O PDT em sua propaganda diz que o desafio agora é reduzir a carga horária de 44 para 40 horas semanais de trabalho "sem redução de salário". Criará, assim, 10% de novos empregos. Simples, não? E como a taxa de desemprego hoje é de 6,5%, o desafio será então, onde vão achar trabalhadores para preencher as 3,5% de vagas restantes?

 

Alberto Futuro carlos_futuro@viscondeitaborai.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

VENDA DE FÉRIAS

 

 

O funcionalismo público, capitaneado pelo Poder Judiciário, está se apropriando do Estado! Em pouco tempo, tudo que se arrecadará será carreado para o pagamento dos privilégios exclusivos desta categoria! Vide matéria veiculada neste jornal às págs. A8, de 22/06/11, ou uma série de mais privilégios exclusivos com os quais os juízes se beneficiarão sem o respaldo da Lei Orgânica da Magistratura! Dentre eles, a incompreensível venda ao Estado de 20, dos 60 dias de férias! Isto é, além dos magistrados gozarem de 40 dias de folgas proporcionadas pelo cidadão comum que paga os impostos, terão mais esta absurda regalia - o cidadão comum terá que comprar o que propicia!

 

Eugênio José Alati eugeniojosealati@yahoo.com.br

Campinas

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

MAIS BENEFÍCIOS

 

 

Lamentável a decisão do CNJ de ampliar os benefícios concedidos aos Juízes de Direito, que já são imensos e que trará aumento dos gastos para os cofres públicos. O CNJ concedeu aos magistrados os mesmos benefícios que tem os membros do Ministério Público Federal, como licença-alimentação, 20% de indenização por 2 férias seguidas sem gozo, licença remunerada para cursos no exterior, licença para tratar de 'assuntos particulares', etc. É um absurdo que, no Brasil, juízes e promotores de justiça tenham 60 dias de férias anuais, um privilégio inaceitável. Todos são iguais perante a lei e essas distorções contrariam o espírito republicano e o princípio da igualdade. É preciso combater privilégios e mordomias descabidos e que oneram pesadamente a sociedade com seus altos custos. Precisamos, sim, melhorar a qualidade dos serviços prestados pelo Judiciário, que é lento, caro e ineficiente.

 

 

Renato Khair renatokhair@uol.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

ANEEL

 

Recentemente o Estadão veiculou matérias relacionadas à falta de fiscalização, por parte da Agência Nacional de Energia Elétrica, da Eletropaulo e, em seguida, publicou a posição do Ministro de Minas e Energia, Sr. Edison Lobão, sobre o assunto. Conforme admitido pela própria agência e também pelo ministro, o atual quadro de funcionários é insuficiente para o desempenho da missão da Aneel. Segundo a matéria do Estadão, o Sr. Ministro disse que a contratação de mais fiscais é um processo demorado e, por esse motivo, prefere esperar a implantação do "smart grid" (sistema de redes inteligentes de energia que facilitará a fiscalização). Sobre esse assunto; nós, Associação dos Classificados na ANEEL (ACLANEEL), gostaríamos de esclarecer o seguinte: - Segundo dados do Ministério do Planejamento, atualmente, a ANEEL conta com 505 servidores. Sendo que, a partir de junho deste ano, foi autorizada a nomeação de mais 186 cargos, em virtude de concurso público realizado em 2010. Adicionalmente, o próprio diretor-geral da Agência, Nelson Hubner, admite que mesmo com o ingresso desse pessoal, o número de servidores é insuficiente. - Com relação ao concurso público de 2010, inicialmente, a agência havia solicitado 277 cargos, porém o Ministério do Planejamento, mesmo admitindo que havia disponibilidade orçamentária para a contratação dos 277 servidores, optou pela autorização de apenas 186 vagas. Sendo assim, o reforço do quadro de pessoal em 186 servidores, ocorrido no presente mês, poderia ter sido 50% maior. Esclarecemos, desta maneira, que a contratação de mais fiscais pode ser feita de maneira imediata, pois em virtude do concurso de 2010, existem candidatos habilitados à espera apenas da convocação da autarquia. Assim, não se trata de um processo demorado, conforme diz o Ministro. Basta autorização do Ministério do planejamento. - Em virtude do corte orçamentário de 50 bilhões de reais, poder-se-ia pensar que a contratação dos candidatos habilitados no concurso de 2010 agravaria, ainda mais, os cofres públicos - contrariando a determinação da equipe econômica do atual governo. Sobre esse tema, gostaríamos de salientar que a Agência Nacional de Energia Elétrica conta com receita própria, oriunda da tarifa de fiscalização do setor elétrico. A tarifa consiste em 0,05% de toda a energia gerada e distribuída no Brasil. Desta maneira, os recursos arrecadados pela agência, são mais do que suficientes para que a ANEEL amplie - sem precisar de assistência orçamentária do governo - seu quadro de funcionários.

 

Luiz Carlos da Silva Neiva Filho luizcarlosneiva@gmail.com

Goiânia

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

AMEAÇAS AO ETANOL

 

Celso Ming teria melhor se referido às ameaças à indústria do etanol, pois quando faltar etanol se recorrerá à gasolina.

A ameaça decorre da incompreensão do governo de que uma interferência na economia gera distorções e impulsiona outras interferências. Assim o preço artificialmente baixo da gasolina desestimula o crescimento da produção não só do etanol, como também do açúcar, da energia elétrica da queima do bagaço e dos equipamentos para investimentos.

Além da abstenção da manipulação dos preços, uma política orientada aos combustíveis dos transportes haveria de focalizar o aumento da produtividade agrária, industrial e energética das usinas. Além de contribuir para a redução do consumo total de combustíveis veiculares, uma política de estímulo ao aumento da eficiência dos acionamentos contribuiria para a redução da poluição atmosférica.

Harald Hellmuth hhellmuth@uol.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

PREÇO DA GASOLINA

 

 

Há um receio nos Estados Unidos de que se o preço da gasolina chegar a US$4 por galão o caos será instalado na economia. Nós pagamos em média R$2,70/litro. Convertendo galões, litros, cambio etc você verá nós pagamos o equivalente a US$ 6 / galão, o americano paga em média R$1,5 / litro, US$3,5 / galão. Eles não tem o petróleo que nós temos, não tem o álcool que nós temos, enfim, eles são pobres e nós os ricos.

Carmine Maglio Neto carminemaglio@yahoo.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

CONCESSÃO

 

 

Imaginem o barulho e escândalo, que faria o PT com a manchete publicada no Estadão : "governo prepara concessão de 45 portos", para iniciativa privada. Caso o PSDB estivesse no poder tomando esta atitude e ainda mais outorgando a quem vencer a "administração" e "operação" total dentro do porto. Se os conhecemos bem, estariam afirmando que os mesmos, querem vender, dar ou doar o país a terceiros.

Angelo Tonelli angelotonelli@yahoo.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

E O PROTESTO?

 

Governo vai privatizar portos. Fica faltando o protesto lullo-sindicalista.

A. Fernandes standyball@hotmail.com

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

PAULO RENATO SOUZA

Tive a honra e o privilégio de conviver profissionalmente com o ex-ministro Paulo Renato Souza no período em que exerci a presidência da Caixa Econômica Federal, no segundo mandato do presidente FHC. Interagimos muito intensamente para o lançamento do Bolsa Escola, o pioneiro dentre os programas de transferência de benefício para complementação de renda familiar, que seria sucedido, ainda no governo FHC, pelo Bolsa Saúde e pelo programa de Auxílio ao Gás, os quais deram suporte ao atual Bolsa Família. O ineditismo do Bolsa Escola, ainda não devidamente valorizado, está na decisão de usar a vasta rede de distribuição eletrônica da Caixa e transferir o dinheiro às mães das crianças beneficiárias, na condição de portadoras de cartão magnético. Uma logística radicalmente inovadora, tornada modelo em nível internacional, que reduziu custos, eliminou burocracia e mitigou o potencial de fraudes. Paulo Renato foi um entusiasta da novidade, tendo apoiado persistentemente todos os enormes desafios para a sua implementação. Assim que era sempre prazeroso interagir com Paulo Renato nos assuntos administrativos. Transmitia vigor, lucidez e uma permanente animação que galvanizava toda a equipe. Faço registro deste testemunho como homenagem, respeito e grata lembrança de um notável servidor público.

Emilio Carazzai ecarazzai@yahoo.com

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

PUXÃO DE ORELHA

O ministro Paulo Bernardo, cobra ação da Anatel, imediata intervenção para averiguação das panes cada vez maiores e mais frequentes nos serviços de telefonia e internet. Pelo fato desses problemas estarem ocorrendo há muito tempo e só agora ele se manifesta, pedindo providências. Será que recebeu um puxão de orelha da ministra da Casa Civil?

Angelo Tonelli angelotonelli@yahoo.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.