Cartas 27/10/2010

SEGUNDO TURNO

, O Estado de S.Paulo

27 Outubro 2010 | 00h00

Projeto de governo

Entre os 13 itens do programa de governo da candidata Dillma, lançado com pompa e mídia presente, um deles me chamou a atenção. O que quer dizer "faremos a Democratização da Comunicação"? No linguajar petista, só pode ser a Confecom em andamento e um passo para o PNDH-3!

BEATRIZ CAMPOS

beatriz.campos@uol.com.br

São Paulo

_________________________

CONTROLE SOCIAL

Declaro abertamente o meu total apoio aos controles sociais, mas do Legislativo, quando este não respeitar o interesse social de independência do Executivo; do Executivo, quando este quiser calar os demais Poderes, em vieses anticonstitucionais; e até do Judiciário, se este não fizer valer a sua autonomia. E quero a imprensa livre para relatar tudo isso!

MARCELO FEGYVERES

mfegyveres@yahoo.com

São Paulo

_________________________

SAÚDE DA FAMÍLIA

Fico arrepiado cada vez que ouço a candidata petista dizer que vai ampliar o Programa Saúde da Família. O que ela não diz é quanto da conta fica para as prefeituras, justamente os entes federativos que recebem ínfima parte do que é arrecadado de impostos em todo o País. Cada equipe custa, em média, R$ 300 mil/ano, sem contar os serviços e profissionais como auxiliares administrativos e técnicos em farmácia. Desse total, apenas cerca de R$ 75 mil/ano são repassados aos municípios pelo governo federal. Portanto, a maior parte é bancada pelas prefeituras! Assim é muito fácil alardear preocupação com a saúde.

ALBERTO MOURÃO

epmourao@mouraoconstrutora.com.br

Praia Grande

_________________________

ESCÂNDALOS

Com todo o respeito, a meu ver restam só duas opções para os que seguem votando no PT: os maldosos ou os ingênuos. Os escândalos foram tantos e de tal repercussão que as outras duas possibilidades - os desinformados e os idealistas - foram eliminadas.

FREDERICO FERREIRA

fredrfo@gmail.com

São Paulo

_________________________

LULA, O SALVADOR

O presidente Lula tem se apresentado como o salvador do povo. E ele acredita que isso seja verdade. Será que ele nunca ouviu alguém dizer (de ter lido eu duvido, pois já declarou que não gosta de ler) que um povo que precisa de um salvador não merece ser salvo?

VICENTE BENTO DE OLIVEIRA

vicente-bento@uol.com.br

Lençóis Paulista

_________________________

PETROBRÁS

Finados sem velas?

Está havendo uma crise na produção de velas porque, desde dezembro de 2009, a Petrobrás não consegue abastecer suficientemente o mercado de parafina, por problemas nos setores de produção desse produto de suas refinarias, que a empresa não consegue resolver. Será que regrediremos aos tempos das velas de sebo? É nisso que dá pôr a estatal nas mãos da companheirada petista incompetente.

PEDRO A. DE AZEVEDO MARQUES

paamarques37@uol.com.br

Ribeirão Preto

_________________________

ESCLARECIMENTOS

Quebra de sigilo

São incorretas as afirmativas feitas na matéria Pivô de espionagem contra tucanos é indiciado pela PF (26/10). Ao contrário do que diz a matéria, o jornalista Amaury Ribeiro Jr. não declarou no depoimento do dia 15 ter recebido a "missão de investigar os tucanos do jornal onde trabalhava para proteger o então governador Aécio Neves". Cópias dos depoimentos do jornalista, publicadas pelo portal do Estado na semana passada, comprovam que tal declaração nunca foi feita. A frase atribuída na matéria ao ex-governador Aécio Neves também não corresponde ao conteúdo da única nota divulgada por ele no dia 20.

NARCIO RODRIGUES, presidente do Diretório Estadual do PSDB-MG

comunicapsdbmg@gmail.com

Belo Horizonte

_________________________

CASO CELSO DANIEL

Na matéria Mara Gabrilli elogia ação judicial contra assessor de Lula (24/10, A11), o ilustre advogado Luiz José Bueno de Aguiar afirmou: "O que temos aí é a palavra do João Francisco, nada mais. Ele se retratou na Justiça quando acionado por José Dirceu." Sou advogada de João Francisco Daniel e, para restabelecer a verdade e resguardar minha reputação profissional, sinto-me na obrigação de prestar os seguintes esclarecimentos. Meu cliente testemunhou em inquéritos policiais, procedimentos do Ministério Público, processos judiciais, CPI da Câmara Municipal de Santo André e CPI do Senado (CPI dos Bingos) a respeito do que ouviu do sr. Gilberto Carvalho sobre o esquema de corrupção em Santo André durante o governo de seu irmão Celso Daniel. Nesses depoimentos meu cliente deixou claro que é médico, não é político, não é amigo ou inimigo de nenhuma das pessoas envolvidas no governo e no assassinato de seu irmão e seu único interesse é o esclarecimento do crime e a punição dos culpados. João Francisco Daniel nunca se retratou desses depoimentos nem das declarações que prestou à imprensa. Em 2004, o então ministro José Dirceu ajuizou na Comarca de Santo André, em face de João Francisco, ação de indenização por danos morais, alegando que declarações que este prestou, inclusive ao Estado, tinham a intenção de ofendê-lo. Em sua contestação, João Francisco reafirmou tudo o que ouviu do sr. Gilberto Carvalho e que suas declarações não tinham a intenção de ofender nenhuma pessoa, seu único objetivo era o esclarecimento da morte de seu irmão e a punição dos culpados. Em 25/7/2006 o processo foi encerrado com o seguinte acordo, homologado pelo juízo: "As partes, nesta oportunidade, resolveram pôr fim à demanda, deixando expresso que o réu João Francisco Daniel não teve a intenção de ofender a honra ou imputar crimes ao autor José Dirceu de Oliveira e Silva. O réu apenas desejava que fosse esclarecida a morte de seu irmão Celso Daniel. Nestes termos pedem a extinção do processo, sem julgamento de mérito e sem vencidos ou vencedores." Com estas palavras, espero ter esclarecido aos jornalistas e leitores desse renomado jornal, bem como ao ilustre colega Luiz José Bueno de Aguiar, que não advogou nesse processo, que, quando acionado pelo ex-ministro José Dirceu, meu cliente não se retratou de depoimento algum sobre o que ouviu do sr. Gilberto Carvalho a respeito do esquema de corrupção no município de Santo André.

LEONOR AZEVEDO ALVES COELHO

leonor.coelho@uol.com.br

São Bernardo do Campo

_________________________

"Que Presidência da República que nada, o que esses dois querem mesmo é a Petrobrás"

MINAS KUYUMJIAN NETO / COTIA, SOBRE DILMA ROUSSEFF E JOSÉ SERRA NO DEBATE DA TV RECORD

minaskian@uol.com.br

"Quem vai ganhar a eleição, Erenice Guerra ou Paulo Preto?"

ELZA MARIA CARLOTA DE AGUIAR CAMPOS PIERI / SÃO PAULO, IDEM

colyacpieri@uol.com.br

"Olha no que dá ser amigo da Dilma: Polícia Federal!"

EUGÊNIO JOSÉ ALATI / CAMPINAS, SOBRE O CASO ERENICE eugeniojosealati@yahoo.com.br

_________________________

VOCÊ NO ESTADÃO.COM.BR

TOTAL DE COMENTÁRIOS NO PORTAL: 4.388

TEMA DO DIA

Senador Romeu Tuma morre aos 79 anos

Carreira policial impulsionou vida política de Tuma, que representou São Paulo por 15 anos no Senado

"Um policial cumpridor do dever. Um político honesto. Um homem público respeitado pela esquerda e pela direita."

PAULO CACIJI

"Pode-se não ter gostado de seu estilo "eterno" policial, mas era um homem íntegro. Deixa uma boa marca por onde passou."

GILBERTO MOSMANN

"Que Deus tenha piedade da alma de quem teve participação direta na fase mais triste da história brasileira: ditadura militar."

REGINA LUCIA

_________________________

Cartas enviadas ao fórum dos leitores, selecionadas para o estadão.com.br

ROMEU TUMA

Faleceu em São Paulo, sua querida cidade, onde exerceu os maiores cargos da Polícia Civil, o senador Romeu Tuma. Mesmo no seu último posto como diretor do antigo Departamento de Ordem Política e Social (Dops), seguindo para chefiar a Polícia Federal em Brasília, Tuma só deixou amigos. Principalmente na política. Vá em paz o nosso querido "xerife".

Roberto Stavale bobstal@dglnet.com.br

São Paulo

_________________________

TREZE PONTOS ANÓDINOS

Ligeiros comentários sobre as 13e propostas de Dilma (ou de Marco Aurélio Garcia):

1. A democracia dispensa adjetivos;

2. Crescer até que índices?

3. Quem não continuaria o desenvolvimento?

4. Defender o meio ambiente e o desenvolvimento sustentável já não se transformou num truísmo, principalmente para cativar os eleitores verdes?

5. A pobreza absoluta já não foi erradicada?

6. Um governo não é para todos, ou só para os pobres, como disse seu líder?

7. Em que pontos a educação deve ser garantida, ''para a igualdade social''?

8.Qual a diferença entre potência científica e potência tecnológica?

9. Universalizar a política de saúde adotada no governo Lula?

10. Nossas cidades, depois de oito anos de governo, em que extensão têm problemas de habitação, saneamento, transporte e vida digna e segura?

11. Favorecer a ''democratização da comunicação'' significa que não temos uma comunicação democrática? E apenas ''favorecer''?

12. Como combater o crime organizado?

13. Presença mais ativa e altiva do Brasil do mundo no sentido esquizofrênico de que falou Mário Vargas Llosa?

Sr. Marco Aurélio, com efeito, essa verborragia genérica não faz nenhum sentido.

Amadeu Roberto Garrido de Paula amadeugarridoadv@uol.com.br

São Paulo

_________________________

CRÔNICA DO SEU JOSÉ

Hoje conheci o primeiro votante da Dilma. Nome? José Alves, motorista de táxi em Belo Horizonte.

Seu José parecia uma pessoa esclarecida. Senhor de idade, certamente com mais de 60 anos, deve ter vivido muitos governos, uma ditadura inclusive.

O seu José estacionou na porta da minha casa numa bela manhã de sexta-feira e tomamos o rumo do meu escritório. Ele escutava um noticiário na Rádio Globo AM, decerto um hábito antigo, de quando os televisores eram artigo de luxo.

Ao término do noticiário local, trocou para a CBN e escutamos a chamada de uma entrevista diária, bastante interessante com eleitores dos dois candidatos à Presidência da República, Dilma e Serra.

Foi inevitável começar um debate político com o seu José: ele votaria na Dilma. Como essa era uma espécie de eleitor que eu até então desconhecia, aproveitei a conversa.

O seu José começou com o discurso da privatização, dizendo que o Serra terminaria de vender o nosso país. Referia-se às privatizações e citou como exemplo a Vale. Ora, exatamente por causa da privatização e da mudança na política de gestão a Vale é atualmente a maior mineradora do Brasil e segunda maior do mundo.

Não me apeguei muito ao caso da Vale, mas perguntei se ele tinha aparelho de telefone celular. Seu José deu o primeiro engasgo, mas afirmou que sempre teve celular. Tentei outra abordagem e perguntei se ele tinha telefone fixo dez ou 15 anos atrás. Lembrei-lhe que o telefone fixo dele valia na época o carro que ele dirige na praça hoje, se não mais.

Um minuto de silêncio foi suficiente para voltarmos a atenção para o noticiário e pude escutar os argumentos de um professor universitário justificando por que não votar no Serra. Começou dizendo que o governo Serra fará uma série de ajustes fiscais que prejudicarão o pobre. Depois afirmou que o programa de governo do Serra não prevê incentivos para graduação de nível superior e terminou dizendo que o fato da Dilma ser mulher faz toda a diferença.

Pensei comigo mesmo: francamente, sr. professor universitário, o senhor conseguiu falar três besteiras enormes, em rede nacional, em pouquíssimo tempo.

Refleti alguns segundos antes de retomar a conversa com o seu José e arrisquei. Lembrei os recentes ajustes fiscais no IOF como medida de contenção da entrada de dólares (ajuste fiscal do governo Lula) para conter especulações financeiras. Depois lembrei os discursos do candidato Serra afirmando incentivos no ensino fundamental e na graduação técnica. Investir no ensino fundamental e técnico é a melhor forma de educar a população e capacitar mão de obra para atender às demandas de mercado.

Finalmente, lembrei-me do mais recente escândalo do governo Lula, que envolve justamente uma mulher, indicada para o cargo de chefe da Casa Civil pela própria candidata Dilma.

Continuei lapidando as ideias com o seu José. Expliquei-lhe que tudo o que foi feito no governo atual só pôde ser feito por causa da base criada nos governos anteriores, Itamar e FHC. Com a economia do País estável e o mercado internacional favorável, ficou tudo fácil para o presidente Lula. É fácil surfar quando a maré está boa.

Expliquei que as políticas assistencialistas do governo atual (que não são do governo atual, e sim do anterior) seriam mantidas e, além disso, o salário mínimo seria aumentado para R$ 600 e o reajuste para os pensionistas do INSS ficaria acima do previsto pelo governo Lula.

Cheguei ao meu destino encerrando a conversa, e desci do carro com um apelo ao seu José. Disse que teremos uma desagradável surpresa com a eleição da Dilma (espero do fundo da minha alma que eu esteja errado) e pedi ao seu José que avaliasse seu voto.

Ouvi o que, de certa forma, já esperava: "O pobre hoje come melhor por causa do Lula."

Finalmente entendi o que se passa com algumas pessoas neste país. A falta de informação, as políticas assistencialistas e a lavagem cerebral feita pelo governo Lula impedem que essas pessoas vejam no que o nosso país está se transformando e qual, de fato, é o nosso futuro. Talvez com o pré-sal e o aumento das nossas reservas de petróleo teremos mais uma similaridade, além do governo, com a Venezuela.

Sou da classe média (a mesma que o governo Lula diz ter fortalecido), graduado em Administração a duras penas (trabalhava de dia para pagar o curso à noite) e funcionário de uma empresa privada. Votei na Marina Silva no primeiro turno pelo desejo de que haja alternância entre partidos e, por causa disso, voto no Serra no segundo turno.

A expressão "político rouba, mas faz" não cabe mais neste país. Ao PT, às imundices do atual governo, a mensalões e Erenices, meu desabafo: chega, basta!

Pedro Guerra pedroguerraalmeida@hotmail.com

Belo Horizonte

_________________________

NA HORA DO APERTO...

Você, que está indeciso, tem uma chance de ouro para

transformar o nosso país numa NAÇÃO de verdade.

Basta votar como se estivesse dando um bom exemplo

a um filho. Basta que você:

Não vote em quem rouba, mente e mata, mas vote.

Não vote em quem semeia o ódio entre nós, mas vote.

Não vote em quem tem vergonha do passado, mas vote.

Não vote em quem insinua e espiona, mas vote.

Não vote em quem quer tirar a sua liberdade, mas vote.

Não vote em quem assina uma sentença de morte para

milhões de brasileiros - que ainda nem nasceram - e

depois diz que era brincadeirinha, mas vote.

Não vote NULO. Vote!

Considerando tudo isso, meu irmão, não dá para ficar

neutro ou indeciso e todos nós já estamos carecas de

saber que só temos um CARECA para votar, então, VOTE!

Stanislaw Cordeiro ratles2@hotmail.com

São Paulo

_________________________

ERRATA

A consciência do presidente quis dizer ''SERRA NAS URNAS!'' e não surra nas urnas.

Flavio Marcus Juliano opegapulhas@terra.com.br

São Paulo

_________________________

DILMA RAFALE X SERRA METRÔ

Sobre a denúncia publicada ontem pela Folha de S.Paulo, de que as empresas vencedoras das obras da extensão da Linha Lilás do Metrô já eram conhecidas há seis meses, pergunta-se: o governo Lulla não está fazendo algo pior, deixando para depois das eleições a divulgação do anúncio de que os caças Rafale, de fabricação francesa, sairão vencedores da licitação decidida há muito mais tempo? Ah, depois das eleições tudo pode!

José Carlos Degaspare degaspare@uol.com.br

São Paulo

_________________________

FALTA POUCO TEMPO

O presidente Lula em propaganda de sua candidate assume descaradamente a função de cabo eleitoral e convoca a população a fazer o mesmo. Erenice, multada pelo TSE por ter usado o Blog do Planalto para divulgar sua defesa, que continha mentiras deslavadas. Funcionários de estatais de forma escancarada divulgam mensagens a favor de Dilma e contra Serra. Este governo pode ser popular, mas sua postura ética e sua credibilidade estão abaixo da crítica. Uma pena.

Luiz Nusbaum lnusbaum@uol.com.br

São Paulo

_________________________

INCOMPREENSÍVEL

É incompreensível a dianteira da candidata do governo nas pesquisas, ante tantos escândalos. Seria isso tudo irrelevante para o eleitor?

João Menon joaomenon42@gmail.com

São Paulo

_________________________

BONS MODOS

Este final de campanha presidencial está mais para um filme que aborda casos surrealistas do que realmente para uma campanha política que define os rumos de uma nação importante como Brasil. De ambos os lados são ataques, desaforos, acusações que de fato não levam a nada. A bem da verdade, tanto Dilma quanto Serra são pessoas que merecem respeito, pois chegaram aonde chegaram com indiscutíveis méritos pessoais e não merecem, nem um, nem outro, que fiquem se ofendendo.O povo brasileiro não merece esse tipo de atitude dos candidatos, nem os candidatos merecem isso contra eles mesmos. Infelizmente, essa má conduta nos ofende e nos decepciona. Não se trata de ingenuidade, mas sim de bons modos de conduta pessoal.

José Piacsek Neto bubapiacsek@yahoo.com.br

Avanhandava

_________________________

TARTARUGA EM CIMA DO POSTE

A candidata do PT à Presidência está sendo compara com

a história da tartaruga em cima dos poste.

Você sabe que ela está lá em cima.

Você está vendo ela lá em cima.

Você não sabe como ela chegou lá.

Você sabe que ela não chegou lá sozinha.

Você sabe que ela não deveria estar lá.

Você sabe que ela não sai de lá sozinha.

Por favor, ajudem a tirá-la de lá.

Renato Queiroz Telles Arruda renato@rigelmoveis.com.br

São Paulo

_________________________

O POVO E O GOVERNO

O ditado popular diz que o povo tem o governo que merece.

Não é verdade. Quem vota nos ladrões e nos cafajestes é que

merece o governo que tem. Quem não vota nos crápulas tem o

governo como castigo (?!)

Gilberto Lima Junqueira glima@keynet.com.br

Ribeirão Preto

_________________________

TELEFONIA

O galo canta antes de o sol nascer, mas isso não significa que o sol nasce porque o galo canta. Essa máxima deve ser observada em relação à telefonia no Brasil. É comum ver pessoas como o sr. Arnaldo Jabor (19/10) argumentarem que a popularização dos telefones celulares no Brasil é consequência da privatização da telefonia implementada pelo governo FHC. Nada mais falacioso. A popularização do acesso a esses bens está ligada ao desenvolvimento tecnológico, não à privatização. Apenas coincidiu de os dois eventos ocorrerem na mesma época. Tanto assim que, antes da era FHC, esses bens não existiam em lugar nenhum do mundo, independentemente de a prestação de serviço de telefonia ser ou não estatal. É só assistir a um filme americano ambientado nos anos 80, ou antes, para constatar tal fato. É bom lembrar, também, que o serviço de telefonia brasileiro não nasceu estatal. Foi prestado pela iniciativa privada de seu início, ano de 1870, até por volta de 1960, quando ocorreu a estatização. Assim, a considerar o argumento de que a privatização é sinônimo de eficiência, por que essa maravilha toda não existia antes dos anos 60, quando a telefonia era privada?

Geraldo Magela da Silva Xavier beetolado@yahoo.com.br

Belo Horizonte

_________________________

EXEMPLOS DISTINTOS

Da Constituição cidadã de 1988 o PT participou, mas não a aprovou.

As privatizações de grandes empresas estatais, que davam, ano após ano, prejuízo, passaram a dar lucro, todas, devendo citar a Cia. Siderúrgica Nacional, que no primeiro balanço após a privatização passou a ser lucrativa (até hoje).

Nesse período o PT denegriu a honra pessoal de Eduardo Jorge Caldas Pereira, até que pelo primarismo dos seus detratores ele foi à Justiça para parar de ver achincalhada a sua honra pessoal, ou melhor: provem ou calem a boca. E calaram. Agora, 11 anos depois, a fonte de detratores ressuscitou o tema, cometendo o crime de invadir eletronicamente a Receita Federal, para tentar macular a honra pessoal - o PT ainda não descobriu que o maior patrimônio da pessoa é o seu nome.

O presidente FHC teve gesto de grandeza pessoal ao disponibilizar - depois de eleito Luiz Inácio - dependências oficiais e servidores para o novo presidente e sua equipe verem o Brasil por dentro e prepararem o seu "Espetáculo do Crescimento". Pela sua importância de estadista, o presidente FHC "criou" a Lei de Responsabilidade Fiscal, assumindo as dívidas dos municípios e dando, assim, um padrão de qualidade aos serviços municipais.

O mensalão da Câmara dos Deputados é outro capítulo que denigre a nacionalidade, pois os seus fautores e partícipes poderão ser alcançados pela prescrição. Deixemos o mensalão - que vergonha, para quem ofereceu e para quem recebeu. Existiu e todos sabem os seus nomes, os ativos e os passivos. Qual é o pior?

Para finalizar, deve-se fazer abordagem tangencial sobre a transposição do Rio São Francisco, já assoreado em boa parte, cuja dissensão entre a ex-ministra do Meio Ambiente e o ex-ministro da Integração Nacional era gritante, ou seja, a água para ser jogada fora seria de 26 mil metros cúbicos por segundo, para ela, e, para ele, seria de 146 mil metros cúbicos por segundo.

Que calamidade! E os técnicos o que disseram?

Augusto Betti abetti@aasp.org.br

São Paulo

_________________________

ELEIÇÃO 2010

Quer ver Erenice punida? Vote Serra.

Quer ver Gilberto Carvalho punido? Vote Serra.

Quer saber quem matou Celso Daniel? Vote Serra.

Quer ver os 40 aloprados do Lula punidos? Vote Serra.

Quer deixar tudo como está? Vote Dilma.

Paulo Corrêa Leite paulocleite@bol.com.br

São Paulo

_________________________

ELEIÇÃO E PRÉ-SAL

A candidata à Presidência pelo partido do governo não fala noutra coisa senão na utopia do pré-sal. Em todas as suas aparições no horário político ela denuncia que seu adversário vai privatizar o pré-sal. Privatizar o quê, gente? Essa turma do PT está tão condicionada aos roubos que praticaram nesses oito anos em que governaram o País que, antes mesmo de roubarem a vaca do vizinho, já estão convidando os companheiros para o churrasco. Privatizar que riqueza? Sabemos que existe petróleo debaixo da camada do pré-sal, mas nem se sabe quando ou se vai ser possível explorá-lo. Está a 7 mil metros abaixo do nível do mar. Os planetas Júpiter, Saturno, Urano e Netuno são gasosos. Mas quem se habilita a explorar? A candidata à Presidência pelo partido do governo assimilou muito bem os ensinamentos de Lula. Pois este já negociou até a divisão dos royalties desse petróleo, como se já tivesse explorado. A única coisa que eles estão explorando mesmo são os eleitores desinformados que acreditam na conversa fiada desses camelôs de ilusões.

Francisco Ribeiro Mendes mendes.brasilia@gmail.com

Brasília

_________________________

PRIVATIZAÇÃO DA PETROBRÁS

No debate realizado no dia 25, digo combate, discutiu-se muito sobre a privatização da Petrobrás. Mas por que não? Vejamos as vantagens: preço da gasolina abaixo de R$ 1; o preço do álcool seria igual ao que as usinas entregam à Petrobrás, entre R$ 0,50 e R$ 0,60; menor área do plantio da cana, aumentando a área de pastagem e para produção de grãos; em contrapartida, carne e alimentos mais baratos; e finalmente acabaria com as nomeações políticas e com os cabides de empregos, haveria melhor gestão administrativa e maiores dividendos para os seus acionistas. Exemplo disso, a Vale.

Percival Ramos de Carvalho perciramos@gmail.com

Cafelândia

_________________________

CARNE DE PESCOÇO...

No debate da TV Record, a sra. Dilma chamou de ''carne de pescoço'' toda a exploração de petróleo feita pela Petrobrás ao longo dos seus 57 anos. E considerou como ''filé mignon'' o petróleo do pré-sal. Avisem à sra. Dilma que essa ''carne de pescoço'' foi responsável pelo crescimento da empresa, quase atingindo a autossuficiência, e tem contribuído muito para nossas exportações e o engrandecimento do País. Ao passo que o ''filé mignon'' ainda é um sonho, estando ainda em fase de testes. E não se tem a total garantia de que sua complexa extração no mar, a 7 mil metros de profundidade, seja viável economicamente. É triste saber que, tendo sido presidente do Conselho de Administração da empresa, passa à população essas colocações. A impressão que fica é que ia às reuniões da empresa somente para colher os polpudos honorários.

Anibal V. Fillip aniverofil@uol.com.br

Santos

_________________________

SEGUNDA INDEPENDÊNCIA

São Paulo, berço da Independência, detentor do maior colégio eleitoral, Estado a ser governado por um político da oposição, cumpre o papel de impedir ums guinada do Brasil rumo a um socialismo

"bolivarianista", declarando preventivamente a segunda independência do Brasil ao votar em massa no candidato paulista.

Caio Augusto Bastos Lucchesi cblucchesi@yahoo.com.br

São Paulo

_________________________

ESTAMOS COZINHANDO

A situação dos brasileiros em termos de politica está como a rã na panela.

A água vai aquecendo devagar e a rã vai se acostumando com a temperatura.

Quando ela se der conta, já estará cozida e morta.

Assim estamos nós, brasileiros. A temperatutra já passou do limite que podemos suportar, mas vamo-nos acostumando e nos ajeitando, suportando. Logo estaremos cozidos se não pularmos da panela.

Odair Picciolli pedraseartes@suednet.com.br

Extrema (MG)

_________________________

REGIME

Durante a ditadura militar no Brasil, muitos brasileiros lutaram contra, entre os quais Serra e Dilma. Um através de ideias e a outra com a luta armada. Graças que vencemos a ditadura pelos meios pacíficos, caso contrário, dependendo de Dilma, nós teriamos um regime cubano aqui, no Brasil.

G. Ruas gilruas@uol.com.br

Santos

_________________________

ALCOOLISMO

O dr. Laudelino sempre me disse que a bebida é a desinibição da inibição.

Eu, da minha parte, acrescento que a ressaca é o preço da bebedeira.

Portanto, cuidado com os exageros verbais, pois, no dia seguinte, os mesmos que lhe sorriem serão aqueles que primeiro o ignorarão.

Oscar Rolim Júnior rolimadvogado@ibest.com.br

Itapeva

_________________________

ISSO QUE É GOSTAR

Durante evento em Brasília o presidente Lula sugeriu uma lambida no carro que será lançado, à base de etanol. Isso prova que, seja liquido ou sólido, quem gosta gosta...

Virgílio Melhado Passoni mmpassoni@gmail.com

Praia Grande

_________________________

RESPONSABILIDADE

Querendo ou não, a sra. Marina Silva vai ser a grande responsável

pelas desgraças brasileiras dos próximos quatro anos. Inconcebível a

falta de coragem de tomar partido na eleição mais importante das últimas

décadas.

José Luiz Tedesco tedescoporto@hotmail.com

Presidente Epitácio

_________________________

FOSFOSOL

Erenice disse que não, mas agora lembra que sim... Será que a Casa Civil afeta a memória? E a Dilma ainda não se lembra da Lina Vieira e da ''agilização'' do caso Sarney?

Gilberto Dib www.dib.com.br

São Paulo

_________________________

DIZE-ME COM QUEM ANDAS ...

Puxa, como tem gente boa neste PT e no (des)governo Lulla. Está no Estadão de ontem: Erenice se desmente no caso BNDES. Quem é Erenice? Ex-assessora da exministra da Casa C(o)ivil, candidata à Presidência. Gilberto Carvalho, chefe de gabinete de nosso salve, salve, excelentíssimo presidente, responderá por improbidade administrativa e pode ser condenado a devolver milhões aos cofres da prefeitura de Santo André, além de outros envolvidos que irão responder pelo assassinato de Celso Daniel. A CPI da Bancoop, fundada pelo glorioso PT, concluiu que a cooperativa deve sofrer intervenção pelo Ministério Público. Um ''jornalista'' chamado Amaury Ribeiro Jr. foi indiciado pela Polícia Federal por espionagem contra a cúpula do PSDB. Realmente, nunca antes na história deste país se viu e ouviu tanta sordidez de um mesmo ''partido''. Concordo com FHC, eles estão muito mais para facção, e o que é pior... criminosa.

Renato Camargo natuscamargo@yahoo.com.br

São Paulo

_________________________

SINÔNIMOS

Ao depor na Polícia Federal, Erenice Guerra muda a versão anterior e diz que teve um único encontro com o consultor da EDBR, Rubinei Quícoli, para tratar de ''assuntos técnicos'' sobre o projeto de R$ 9 bilhões para a instalação de painéis solares no Nordeste. O que se pode depreender desse encontro é que o substantivo ''propina'' tem novo sinônimo: ''assuntos técnicos''.

Francisco Zardetto fzardetto@uol.com.br

São Paulo

_________________________

FAÇANHA

Não precisa ser bom para ganhar a eleição de um poste, digo, da Dilma. Basta não ser ruim. Parece que o Serra vai conseguir a façanha de perder. ,

Paulo Ribeiro de Carvalho Jr. paulorcc@uol.com.br

São Paulo

_________________________

NINGUÉM MAIS VÊ?

Será que só alguns veem o que eu vejo, quando Dilma Rousseff fala na televisão? Dilma é grosseira, agressiva, abrutalhada, primária e debater com ela é impossível. Dilma comporta-se como uma ''barraqueira'', sem educação, sem compostura. Tentando ser irônica, só consegue ser debochada. Além disso, seu despreparo salta aos olhos. Dilma é uma pessoa desagradável.

M. Cristina da Rocha Azevedo crisrochazevedo@hotmail.com

Florianópolis

_________________________

HILÁRIO

A entrevista de Jaques Wagner, governador reeleito da Bahia, no programa Roda Vida, da TV Cultura (26/10, A6) foi esclarecedora. Indagado sobre corrupção, admitiu, num eventual governo da sra. Dilma, a volta ao governo de personagens como José Dirceu e Delúbio Soares, protagonistas do maior escândalo da República. Disse, sem enrubescer, que ''eles pagaram um preço alto e não devem ser assassinados por isso. Se entenderem que erraram, podem voltar.'' Então, estamos combinados, aqueles que quiserem prevaricar estejam à vontade, desde que entendam e reconheçam que erraram. Pobre povo brasileiro!!!

Eduardo Augusto de Campos Pires eacpires@terra.com.br

São Paulo

_________________________

APROVEITEMOS

Em solidariedade à opinião emitida pelo leitor sr. Maurício Lima (Estadão, 26/10), gostaria de sugerir a ele e a todos os brasileiros, especialmente aos que desejam viajar no feriado de Finados e de Todos os Santos, que aproveitemos bem a oportunidade, pois não sabemos se teremos a mesma oportunidade daqui a quatro anos, dependendo do resultado da eleição.

Ricardo A. Rocha rochaerocha@uol.com.br

Belo Horizonte

_________________________

CORRUPÇÃO GENERALIZADA

É triste constatar que o nosso país passou de 45º em 2002 para 69º em 2009 no ranking da organização Transparência Internacional, sendo rebaixado a 3,7 pontos. Cuba está na mesma classificação. Este (des)governo conseguiu a façanha de nos colocar numa posição inferior a Ruanda, Costa Rica, Macau, Namíbia, entre outros. Quando o governo dá pão (Bolsa-Família) e circo (Copa do Mundo, Olimpíada), o povo não presta atenção às mazelas da corrupção. O PT e seus apaniguados, aloprados e outros sanguessugas do erário, institucionalizaram a corrupção. Pelo andar da carruagem, nada mudará se forem vencedores das eleições deste ano. A corrupção sangra os cofres do País, em detrimento da saúde, da educação, da segurança pública e da infraestrutura. Somente "eles" ficam milionários e abrem contas no exterior, enquanto que povo não representa nada mais do que um voto. Acorda, Brasil!

Claudio D. Spilla Claudio.Spilla@CSpilla.org

São Caetano do Sul

_________________________

EMPATAMOS COM CUBA

Em matéria de ontem no Estadão (A15), lemos que o Brasil está empatado com Cuba no índice de corrupção. Na busca em igualar o nosso país a Cuba, o PT já se pode orgulhar de um fato: a Transparência Internacional, na classificação anual dos países considerados os mais corruptos do mundo, indicou que a corrupção no governo Lula piorou e agora estamos empatados com Cuba, na 69.ª posição! Como podemos perceber, estamos realmente fortes no caminho para o regime ''democrático'' de Cuba.

José Wilson de Lima Costa jwlcosta@bol.com.br

São Paulo

_________________________

CORRUPÇÃO DE ESTADO

Lendo ontem as cartas do Fórum, chega a ser difícil acreditar que possa existir tanta gente acéfala neste país que vote na continuidade da corrupção. Diversos escândalos não foram resolvidos: assassinatos em série de pessoas a partir do assassinato do ex-prefeito Celso Daniel, de Santo André, os atentados do Primeiro Comando da Capital (PCC), em conluio com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), que todos sabem só terem servido ao PT, o helicóptero alugado por Freud para resgatar o bandido Dionísio da cadeia, os escândalos nos fundos de pensão, o escândalo de Daniel Dantas, o mensalão, o Banestado, o Banco Santos, a corrupção no Poder Judiciário em diversos tribunais, os escândalos do Supremo Tribunal Federal (inclusive a nomeação de pessoas com antecedentes criminais), a atuação parcial da Polícia Federal típica de polícia política nazista, os bilhões de reais destinados a ONGs ... Tudo isso está fora da campanha eleitoral, está fora dos debates. A pusilanimidade das discussões mostra que muita sujeira que está sob o tapete está sendo trocada por muito sangue que está também sob o tapete. Não existem mais autoridades neste país para tomar providências, pois a corrupção parece ser predominante, não é exceção, é a regra, daí a coragem para tanta mentira, tantos assassinatos, tanto roubo, tanta canalhice, tanto desejo de controlar a imprensa, calando-a. Vivemos um momento hoje no País como a noite de 31 de março de 1964, quando mãos sujas de sangue tiveram de se apresentar a Deus para recompor a ordem, a decência, a lei, o ''corpo político''. Rousseau dizia em 1762 que a vontade geral pode errar, erra por ser enganada. Com José Serra, a situação não melhorará da noite para o dia, mas com Dilma Rousseff eleita o País chancelará seu futuro para a mais nova categoria de regime da ciência política: a DITADURA CIVIL BASEADA NA CORRUPÇÃO DE ESTADO. O desejo de controle da mídia é a confissão máxima da canalhice, da corrupção, da maldade, da ignorância. Este cenário, que está se repetindo em diversos países, corre o risco de se espraiar para países do Primeiro Mundo afetados por graves crises orçamentárias (no intuito necessário, embora indesejado por todos, de salvar bancos, inclusive favorecendo a ocorrência de uma hiperinflação global, como projetam como possível economistas, investidores e pesquisadores que estão em todos os canais de televisão no mundo inteiro, como Marc Faber, Gerald Celente e Peter Schiff). Estamos assistindo a um verdadeiro Armagedon, cujo esplendor caminha para se revelar mesmo em 2012, um Armagedon feito pelo homem, pela sua ignorância, pela sua maldade, pelo seu egoísmo. É extremamente urgente que alguma medida seja tomada pelas pessoas que possuem algum poder, pois a humanidade está sob perigo de ser governada por ditaduras em vários países, uma ditadura global. A LIBERDADE é a maior conquista da humanidade: hoje se é livre da escravidão, da Igreja inquisitorial, dos monarcas, dos ditadores, dos déspotas. Novamente os povos se veem sob ameaça, mas desta vez há uma conjunção de fatores malignos, uma verdadeira união de interesses malignos para destruir a LIBERDADE, a tolerância, a paz, o progresso científico e até a fraternidade, sendo para isso utilizada por todos os canalhas que governam os países sob ameaça de anarquização, a DIVISÃO SOCIAL, já explicada por Rousseau e utilizada magistralmente por Hitler para conquistar o poder em 1933. Cada país deve lutar por sua democracia, isso é fato, pois democracia não se forma com ajuda externa, e sim com conquista interna. Após a ditadura militar de 1964, teremos a ditadura civil, que se consolidará com a vitória petista em 2010. José Serra, mesmo tendo seus defeitos, é a única opção para evitar um desastre monumental irreverssível na desconstrução da ordem democrática: a continuidade e consolidação da era Lula, a ERA DA DITADURA CIVIL BASEADA NA CORRUPÇÃO DE ESTADO. Nós, em 2011, estaremos na masmorra, nos porões da nova ditadura pelo que falamos aqui hoje, e todas as pessoas honestas deste país, que passarão a ser os inimigos do Estado. E a decadência hoje é tal que Estado se escreve com ''e'' minúsculo na nova ortografia. Todos perderam as noções dos significados de todos os elementos que compõem uma civizilização.

André de Oliveira Guimarães, aog31012008@bol.com.br

Jacareí

_________________________

INESTIGAÇÃO/PUNIÇÃO

Quem é que foi investigado e punido após ser pego em algum escândalo no atual governo?

Lembrando que punição de verdade é ser preso e devolver nosso dinheiro aos cofres públicos.

Mário Issa drmarioissa@yahoo.com.br

São Paulo

_________________________

ORIGENS

Quem se surprende com a fome e a agressividade de Lula ao agarrar os privilégios do poder certamente se esquece da sua origem sindical. Nos sindicatos é comum a férrea disputa pelo poder, envolvendo puxadas de tapete, violência e até mortes. São comuns também as acusações de peleguismo, de greves encomendadas por empresas, etc. Nos tempos da criação do PT, quando foi adotado como uma espécie de ''mascote'' pelos estudantes e intelectuais da época, não se imaginava o tamanho da encrenca em que ''esse país'' estava se metendo. O que vemos hoje com todos esses escândalos, corrupção desmedida, falta de ética e esse nacionalismo arcaico, tem como fulcro aquele conhecido personagem, ''que nada sabe'', ''nada viu''....

Nestor Rodrigues Pereira Filho rodrigues-nestor@ig.com.br

São Paulo

_________________________

USP, INTELECTUAIS E OPORTUNISMO

Na edição de ontem do Estadão, a notícia sobre a reunião realizada na USP, por iniciativa dos professores Marilena Chaui e Alfredo Bosi, causa-nos mais uma decepção. Como se não bastasse a movimentação dos artistas, entre eles o Chico Buarque, aquele compositor de belas canções que se tornou célebre pela contestação feita ao então ministro da Justiça que serviu à ditadura dos militares, resultante do golpe de 1964, temos de passar pelo vexame do ridículo. Essa manifestação pseudointeligente, justo na nossa universidade que mais produz pesquisas no Brasil, é uma conspurcação, pois ela e nenhuma outra é lugar de manifestações partidárias.

Estamos vivenciando não só a infelicidade do estágio amoral que tomou conta do PT, partido base do presidente da nossa República, desde a notícia da morte do Celso Daniel e outras tantas notícias de desgraças contínuas, cujos causadores ficam impunes e, agora, lemos ou vemos essas manifestações de intelectuais que se corromperam e corrompem o pensamento dos jovens e desavisados. Deixaram a crítica e bajulam os poderosos, não alcançaram a maturidade do pensamento límpido e rigoroso para com os fatos sociais. Apequenam-se na conivência com as façanhas polítcas mais vís. Dirão que defendem os interesses do povo, dirão que o atual presidente é merecedor de confiança. Assim, constatamos que os falsos intelectuais precisam ser desmascarados, sob pena de alienarmos a juventude e comprometermos o Conhecimento e a Democracia.

Maristela Veloso Campos marisvcb@uol.com.br

São Paulo

_________________________

FRUSTRADO GRUPO DE INTELECTUAIS

A Nação não é elaborada nas favelas, nas populações do agreste ou em nossos cárceres! Estes infelizes são respaldos finais de um processo político que é cultivado por aqueles que pensam. Na realidade, as misérias de uma nação são adubadas por intelectuais privilegiados que tiveram a sorte de estudar, desenvolver uma carreira e que usam do que sabem para defender ideologias demagógicas. Especificamente, os intelectuais da USP que apoiaram a Dilma, em especial a professora. Chaui, que no episódio do mensalão preferiu um "silêncio respeitoso", mas agora, passados os falsos escrúpulos, volta defender os corruptos na esperança de que o socialismo "alcance o Brasil, a América latina e a Europa." Talvez, na confusão semântica de sua filosofia, ambicione para o nosso país as maravilhas de Cuba, com o Lula 50 anos no poder! Ou sonhe ver os grandes latifundiários serem assassinados, como foram os kulaques por Stalin! Possivelmente imagine num dia glorioso para a esquerda, vivenciar o MST destruindo as plantações das empresas norte-americanas! Mas com uma grande ressalva: que em hipótese alguma sejam tocadas as plantações de coca na Bolívia ou as das Farc, afinal, estão destruindo os jovens nos EUA! Fernandinho Beira-Mar é fichinha perto daqueles intelectuais que sobrevivem de mordomias de seus cargos públicos na USP, mas que até hoje não tiveram nenhum deles indicado ao Prêmio Nobel! Frustrado grupo de intelectuais!

Eugênio José Alati eugeniojosealati@yahoo.com.br

Campinas

_________________________

ANTES A TRAGÉDIA, AGORA A FARSA

Foi com surpresa que me deparei com a notícia sobre a reunião realizada na USP, liderada por Marilena Chaui e Alfredo Bosi. A ''reflexão'' realizada pela primeira deve ter exortado Spinoza

a rever o que pensou e o que deixou escrito. O discurso com o qual ela busca atrair os jovens estudantes não é

apenas demagógico, mas também paleontológico, a falar da TFP e da Opus Dei. Procurar ligar a campanha e o candidato José Serra à ditadura é, sim, promover a desonestidade intelectual, o que não se admite em alguém que se pretenda intelectual. Seria mais interessante e produtivo a ilustre professora continuar suas pesquisas culinárias, ao invés de vir a público usar sua enorme imaginação criativa para apresentar imagens fantasiosas de ''tucanos disfarçados'' que irão ''tirar sangue e culpar o PT''.

Quanto ao outro líder da reunião, penso que seria interessante que continuasse cuidando da literatura e dos netos, deixando de lado as picuinhas pessoais que cultivou e, pelo jeito ainda cultiva, ao tentar

desmerecer a obra de Fernando Henrique Cardoso.

Antonio Carlos Bernardo, professor aposentado da Unesp

São Paulo

_________________________

DINOSSAURA DA USP

Pobres ''Marxilena'' Chaui e seus fiéis de seita ''chochializta'', fanáticos cultuadores do mais abjeto atraso submarxista pretensamente revolucionário e que, na verdade, só desejam mesmo é pôr as mãos no aparato estatal e nos impostos (escorchantes!) que pagamos para lhes financiar gozosamente suas utopias falidas, que o mundo moderno de há muito tempo, ''lá fora'', já rejeitou por completo!

O Muro caiu para todo o planeta civilizado, menos abaixo da linha do Equador, onde esses "dinossauros" da USP, entre outros, deveriam estar em exibição em algum museu de história natural, plenamente preservados numa diorama e com uma placa explicativa junto à vitrine onde se poderia ler: ''Típico dinossauro submarxista intelectualis da espécie Universotarius uspianus''.

Paulo Boccato pofboccato@yahoo.com.br

São Carlos

_________________________

INTELECTUAIS...

Quanto ao apoio de um grupo de intelectuais da USP à candidata oficial, nada contra. Agora uma questão fica no ar: ser um intelectual é dar apoio a oito anos de escândalos, lavagem de dinheiro, apadrinhamentos, desvios de dinheiro público, achaques a empresários para conseguir negócios, aparelhamento das instituições, etc.? Não que isso nunca tenha acontecido no Brasil, ao contrário, houve muito. O que causa estranheza é de quem partiu tudo isso. Partiu da entidade chamada PT. Entidade esta que clamava pela ética a todo custo. São oito anos em que palavra ética foi suprimida de vez da cartilha do partido mandatário. Onde pode haver ética num grupo que dá sustentação a um Renan Calheiros ou a um José Sarney? Como pode haver credibilidade em pessoas que estão lutando para impor um código de censura aos meios de comunicação? Se apoiar uma candidata imposta por um sujeito que tem um José Dirceu como mentor é ser um intelectual, prefiro mil vezes minha básica educação. P.S.: Boa sorte ao reitor Rodas com esse tipo de gente que vagueia pelo câmpus. Há que lutar muito para pôr a USP nos trilhos da modernidade e do desenvolvimento.

Antonio Fernando Ferreira rdseg@terra.com.br

São Paulo

_________________________

CEGUEIRA

O que nos espanta é constatar que professores da USP, ainda que exortem a esquerda como bandeira, não consigam diferenciar políticos de bandeira

"socialista" de corruptos, mentirosos, exploradores, cafajestes, inescrupulosos, vigaristas, criminosos e que tais. Como Marilena Chaui, Alfredo Bosi e outros intelectuais podem enxergar na candidata Dilma alguma qualidade administrativa para comandar um país diante de tantas certezas de sua participação nas falcatruas deste desgoverno de Lula e do PT, e de sua atuação desastrosa na Casa Civil? E se quisermos ir mais longe, em sua história de luta armada, com sua postura de ''dedo duro'' apontando seus ''companheiros" de guerrilha para se safar da prisão durante o regime militar. Quais seriam as verdades que fazem certos ''intelectuais" ficar cegos diante de tanta clareza dos fatos? Quanta diferença de outros intelectuais também, que ajudaram a fundar o Partido dos Trabalhadores, cuja bandeira era a moral e a ética, e se afastaram e hoje são os maiores críticos dessa história tão mal ajambrada que está sendo escrita nestes últimos anos.

Leila E. Leitão

São Paulo

_________________________

MÁ-FÉ

Espero que, se professores apoiadores do PSDB resolverem fazer uma manifestação de apoio ao candidato José Serra, na USP, tenham a mesma liberdade e não sejam acusados de estarem utilizando um espaço que não é para isso ou, pior, tachados de serem a favor da privatização do ensino público. Será que isso é permitido? Quem pode nos dizer?

Alguns participantes falam em nomes de outros, como se a vida não fosse dinâmica e as pessoas não mudassem de pensamento. Serra foi embora para não morrer e se Dilma ficou foi porque não conseguiu sair, e até teve sorte de não morrer. Querer fazer essa comparação é má-fé. Ser exilado, sr. jurista, não deve ser nada fácil.

Entendo toda a raiva contra a imprensa livre, pois é através dela que estamos sempre tomando conhecimento das falcatruas do governo Lula/Dilma. Isso incomoda muito, e silenciar ou enquadrar a mídia que não tem cabresto é a instauração da ditadura. Meus pêsames a esses filósofos (sic) de uma nota só, reciclem seus cérebros!!!

Tania Tavares taniatma@hotmail.com

São Paulo

_________________________

FILÓSOFOS?

Quando pensadores do quilate de Alfredo Bosi e Marilena Chaui (em que pesem suas ligações com a decadente USP) declaram o seu apoio à candidata do PT, percebemos o quão este país não tem mais jeito...

Mauro Sergio dos Santos titonig@ig.com.br

São Vicente

_________________________

BOB FIELDS

Parafraseando o saudoso Roberto Campos: "No Brasil de hoje vemos que a burrice, a ignorância, a estupidez, a prepotência, a falta de instrução e educação, entre outras "virtudes", tiveram um passado glorioso e terão com certeza um futuro promissor!"

Albert Henry Hornett hornettalbert@hotmail.com

São Paulo

_________________________

MORTE DO POLVO

Faleceu ontem na Alemanha o polvo Paul, que acertou todos os resultados dos jogos da última Copa do Mundo. Poderia adivinhar quem

ganharia as eleições no Brasil, no próximo domingo, mas para evitar contratempos preferiu partir, em silêncio, já que o mistério

da vida é igualmente aquele de nossa política. Não teremos um prognóstico do polvo e nem saberemos, com antecedência, o

que acontecerá, porém agora fica com a responsabilidade de acertar o eleitor.

Yvette Kfouri Abrão abraoc@uol.com.br

São Paulo

_________________________

ORÁCULO

Triste saber da morte do polvo Paul, o maior oráculo do futebol de todos os tempos. O polvo Paul acertou simplesmente todas as suas previsões dos resultados dos jogos durante a Copa do Mundo da África do Sul, num desempenho sensacional e inesquecível. Sentiremos a sua falta.

Renato Khair renatokhair@uol.com.br

São Paulo

_________________________

DE MOLUSCOS

A lamentar a morte do Paul, o sábio polvo alemão, vidente, divertido e sábio. A comemorar a "morte" da lula idiota, presunçosa e irritante. A vida nos coloca situações diversas, porém há lições a aprender. O simplório, porém decente, metido num aquário, foi capaz de mover o mundo por sua coerência, acerto e revelação de nossa realidade iminente, certo, reto e digno.

Já o arremedo de molusco, falso, sub-reptício e traidor, traz apenas a repugnância, ao revelar-se cada vez mais chucro, despreparado e mal-intencionado .

A priori, a consciência de que há moluscos bons e maus, que a vida se manifesta e se vangloria pelo que é saudável, não pelo que é mesquinho e sorrateiro.

O Paul alemão, digno, cala fundo em nossa vida como "alguém" que trouxe luz e discernimento, mero polvo de vida curta, porém digna e memorável.

Já a lula promíscua, cheia de ódio e defeitos de caráter, só merece arrepio, condenação.

A medir animais e seres, ditos, humanos, somos obrigados a julgar e por isso a certeza de que muitos "ditos" humanos não valem uma meia palavra. A um herói da natureza, meus agradecimentos .

Ronaldo Parisi rparisi@uol.com.br

São Paulo

_________________________

SEGUNDÃO

Morreu na Alemanha o molusco mais famoso do mundo, aquele que acertou o resultado de todos os jogos da Copa do Mundo de Futebol. O segundo mais famoso continua vivo e na ativa. Atualmente faz campanha eleitoral numa República da América do Sul.

Humberto de Luna Freire Filho hlffilho@gmail.com

São Paulo

_________________________

PREVISÃO ELEITORAL

Dizem que trariam o polvo Paul ao Brasil para indicar quem ganharia a eleição presidencial.

Quando soube disso, o polvo preferiu se matar a escolher um dos dois!

Maurício Martins Barbieri mbarbieri@coop-sp.com.br

Santo André

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.