Cartas - 30/10/2011

MINISTÉRIO DO ESPORTE

O Estado de S.Paulo

30 Outubro 2011 | 03h06

Será que agora vai?

O deputado federal por São Paulo Aldo Rebelo, político que goza de boa reputação, apesar de ser do PC do B, assume a vaga do defenestrado especialista em criar uma teia de corrupção só comparável ao mensalão do PT. E como uma das suas primeiras medidas promete acabar de vez com os convênios com ONGs no Ministério do Esporte. Aldo Rebelo, até prova em contrário, não deixa de ser um sopro de esperança de poder exercer o que até hoje o PT prometeu e não entregou, que é a ética dentro das nossas instituições. A dúvida que persiste é com que grau de independência o novo ministro poderá exonerar companheiros do seu partido que infestam a pasta, porque diretamente são cúmplices dos atos vis denunciados fartamente pela imprensa. O melhor que podemos fazer é aguardar os fatos e, quem sabe, finalmente poder aplaudir um servidor público eleito pelo povo por eficiência e zelo na aplicação dos recursos do erário. Oxalá!

PAULO PANOSSIAN

paulopanossian@hotmail.com

São Carlos

 

 

 

 

________

                 

Desafio do novo ministro 

Realmente, será um enorme desafio o trabalho de Aldo Rebelo para limpar o nome do seu partido da pecha de "ladrão dos sonhos de criancinhas". Se realmente for honesto, pois só parecer não adianta, vai devolver toda a dinheirama extorquida dos cofres públicos por falsas ONGs mancomunadas com seus companheiros comunistas. Mãos à obra, ministro Aldo Rebelo, pois agora o ministério é todo seu!

LEILA E. LEITÃO

São Paulo

 

 

 

 

________  

 

 

 

Mão de ferro

Ricardo Teixeira, presidente da CBF, não é lá flor que se cheire, todos nós sabemos. Esperamos que o novo ministro do Esporte, Aldo Rebelo, não fique em cima do muro e fiscalize com rigor os negócios de Teixeira, envolvido, como se sabe, em inúmeros casos de enriquecimento ilícito. Sem leniência e mão de ferro no embate com corruptos é o que se espera do novo ministro.

FRANCISCO ZARDETTO

fzardetto@uol.com.br

São Paulo

   

 

 

 

________  

 

 

 

Qual Aldo assume a pasta?

Por mais boa vontade que possamos ter e por maior que seja a confiança que deveríamos depositar no novo ministro do Esporte, não há como não ficar preocupado com seus antecedentes: de inimigo declarado de Ricardo Teixeira a novo amigo, tendo até recebido doações de campanha de patrocinadores da própria CBF. E nunca é demais lembrar as "façanhas" de Ricardo Teixeira, como o contrato com a Nike, dos equipamentos de sua choperia, doações da CBF para campanhas políticas (bancada da bola), além das recentes acusações de receber e pagar propinas em várias "negociações" internacionais.

LUIZ NUSBAUM

lnusbaum@uol.com.br

São Paulo

 

 

 

________

 

 

 

Os 'camaradas'

Sai o "camarada" Orlando Silva, entra o "camarada" Aldo Rebelo. Quando é que esse governo vai escolher ministros pelo perfil técnico e conhecimento na área de atuação? As indicações políticas, como já ficou provado, só trazem mais desfalques para o bolso do contribuinte. E a imagem do Brasil lá fora? Haja paciência!

MARCO ANTONIO R. NUNES

nunesmarcelao1@ig.com.br

Pindamonhangaba

 

 

 

________

 

 

 

 

Feudos

Vergonhosa a decisão de manter o P(ara)C(ontinuar comendo) do B(olo) no Ministério do Esporte. O problema da corrupção tende, com essa decisão, a prosseguir e se petrificar cada vez mais, alargando o opróbrio da política brasileira, que transforma os espaços públicos em feudos com seus respectivos senhores.

IVANILDO CAJAZEIRA

contato@ivanildocajazeira.net

Salvador

 

 

________

 

 

 

CORRUPÇÃO

Denúncia ignorada

O livro O Chefe, de Ivo Patarra - proibido de ser distribuído no comércio - já mencionava no capítulo 13 todo o envolvimento do então presidente Lula com as falcatruas das ONGs subordinadas ao PC do B, inclusive envolvendo o nome de Agnelo Queiroz, Orlando Silva e João Dias como atuantes no desvio de verbas públicas. Portanto, não há muito que investigar se ali, há mais de um ano, já se fazia tal denúncia. Ou seria uma fantasia do autor, que agora boia à tona das evidências e das realidades?

JOÃO ROBERTO GULLINO

jrgullino@oi.com.br

Petrópolis (RJ)

 

 

________

 

 

 

Verdade seja dita

O ex-presidente Lula deixou-nos uma bela herança: abriu literalmente as comportas da corrupção. Assim, o que estava encoberto veio à tona e o que estava à tona transbordou!

RUTH DE SOUZA L. E HELLMEISTER

rutellme@terra.com.br

São Paulo

 

 

 

________

 

 

Penalidades sérias

Sabem o que vai acontecer com o ex-ministro do Esporte Orlando Silva e com o ministro do Trabalho, Carlos Lupi, num futuro bem próximo? Absolutamente nada! Exatamente igual ao que ocorreu com Antônio Palocci, Wagner Rossi, Alfredo Nascimento e Pedro Novais.

ANGELO TONELLI

angelotonelli@yahoo.com.br

São Paulo

 

 

 

 

________

 

 

Mordaça

Sobre as denúncias que derrubaram Orlando Silva: se o governo não demite, a mídia demite. E depois ainda querem calar quem fiscaliza este país!

ROGÉRIO VILELA SILVA

rogervs_sgs@hotmail.com

São Gonçalo do Sapucaí (MG)

 

 

 

________

 

 

 

DOCUMENTOS SECRETOS

O fim do sigilo eterno

A julgar pela formidável resistência mostrada por alguns congressistas a aceitar o fim do sigilo, não causaria nenhuma surpresa, na atual conjuntura política, se muitos documentos que possam constituir prova de grandes mutretas passassem a ser carimbados como "ultrassecretos". Sarney e Collor que o digam, seja em causa própria ou em "apoio" a competentíssimos ministros de Estado recentemente defenestrados, aos que certamente ainda o serão e aos demais membros dos três Poderes participantes do butim à República.

LAZAR KRYM

lkrym@terra.com.br

São Paulo

 

 

________

 

 

“O que Aldo Rebelo entende de esportes? Quem sabe, já foi campeão no jogo de palitinho?!”

ROBERT HALLER / SÃO PAULO, SOBRE O NOVO MINISTRO

robelisa1@terra.com.br

“Com a ascensão de Aldo Rebelo a ministro do Esporte, o saci-pererê tornou-se favorito para mascote da Copa de 2014”

FLÁVIO JOSÉ RODRIGUES DE AGUIAR/ RESENDE (RJ), IDEM

flavio.daguiar@gmail.com

 

_______

 

 

VOCÊ NO ESTADÃO.COM.BR

TOTAL DE COMENTÁRIOS NO PORTAL: 586

TEMA DO DIA

‘Ter bilhões não é nada demais’, diz Bill Gates

Segundo mais rico do mundo, ex-CEO da Microsoft diz que de milhão para bilhão não muda muita coisa

“É verdade. Sou feliz sofrendo para pagar minhas contas em dia e ainda usar seus programas em versões piratas.”

EDILSON DUARTE DE OLIVEIRA

“Grande coisa é levantar todo dia às 6 horas e pegar metrô e ônibus lotados. Isso sim é grande coisa.”

NILSON OLIVEIRA

“Deveria haver um teto. Acima de tal valor, a grana tem que ser compartilhada. Impostos para grandes fortunas, já.”

MARTA MARTINZ

 

_______

 

 

Cartas enviadas ao fórum dos leitores, selecionadas para o estadão.com.br

 

 

ACORDO EUROPEU

Não foi um "presente de grego", foi um "presente para os gregos" essa redução pela metade da dívida da Grécia. Os mandatários europeus demonstraram mais uma vez competência e bom senso.

 

José Piacsek Neto bubapiacsek@yahoo.com.br

Avanhandava

_______

 

PRESENTE DE GREGO

Com este acordo que perdoou metade da dívida da Grécia, sabem agora o que é presente de grego?

Panayotis Poulis ppoulis46@gmail.com

Rio de Janeiro

 

_______

 

 

INVERSÃO

Antigamente, quando se ganhava algo não muito interessante, se dizia presente de grego. Agora, com o amplo, total e irrestrito apoio dos europeus, aconteceu o inverso. Presente bom, e para os gregos. Anularam mais de 100 bilhões da dívida e, claro, a coisa agora vai sair do compasso de espera e ajudar toda a Europa combalida e a economia mundial a se recuperarem. O bom censo imperou e a coisa agora deve dar um refresco a tanta indecisão e dúvidas.

Asdrubal Gobenate asdrubal.gobenati@bol.com.br

Rio de Janeiro

 

_______

 

 

A GRÉCIA NÃO É UM PAÍS SÉRIO

Na minha opinião, sairia mais barato perdoar a dívida da Grécia do que arriscar injetar mais recursos na recuperação da sua economia. Considerando as suspeitas de fraude nas informações estatísticas essenciais que orientaram a aprovação da sua admissão na União Europeia e a insuspeita desaprovação popular á um impositivo "aperto de cintos", o melhor seria, além do perdão da dívida, afastar o país da comunidade, por prazo indeterminado, até que governantes e governados tomassem juízo.

Sergio S. de Oliveira ssoliveira@netsite.com.br

Monte Santo de Minas (MG) 

 

 

_______

 

 

CALOTE

Depois do 'camarão', do 'presente', do 'arroz' e do Zorba, vem aí uma nova expressão: calote à grega. É só tomar emprestado, gastar a rodo e dar um tombo de 50% nos credores. Triste ironia da História: o berço da civilização dando um péssimo exemplo de irresponsabilidade. O passado dos heróis gregos não merecia tamanho vexame internacional. Uma vergonha!

 

J.S. Decol decoljs@globo.com

São Paulo

 

 

_______

 

 

DESCALÇOS

O pacote europeu é uma meia sola. Logo terão que trocar os sapatos.

 

Luigi Vercesi luver44@terra.com.br

Botucatu

 

_______

 

 

O PT NO CONGRESSO

Sai Aldo Rebelo da Câmara dos Deputados para assumir o Ministério do Esporte. Vai assumir em seu lugar seu primeiro suplente, Vanderlei Siraque, do PT. O segundo suplente é José Genoíno, que está só esperando uma boquinha para voltar ao Congresso... Vira e mexe, troca e destroca, fica valendo mesmo é o ditado: "Quem parte e reparte e não fica com a melhor parte ou é bobo , ou não entende da arte"! E de bobo o PT não tem nada!  Sua bancada cada vez aumenta mais!

 

Mara Montezuma Assaf montezuma.scriba@gmail.com

São Paulo

 

_______

 

 

LIVRE ESCOLHA?

De rabo preso Dilma escolheu Rebelo.

Roberto Twiaschor rtwiaschor@uol.com.br

São Paulo

 

_______

 

 

FAXININHA

Espantaram as moscas, mas o resto continua o mesmo.

Hamilton Penalva hpenalva@uol.com.br

São Paulo

 

_______

 

 

 

QUEDA DE MINISTROS

 

A cada 25 dias cai um ministro da Dilma!  Qual será o próximo passados os seguintes 25 dias?

 

Jorge de Azevedo Pires jorpires@uol.com.br

Ribeirão Preto

 

_______

 

 

VÃO-SE OS LADRÕES

Nunca antes na história deste país Ali Babá perdeu tantos ladrões.

 

Eduardo Henry Moreira henrymoreira@terra.com.br

Guarujá

 

_______

 

 

MAIS UM...

São estarrecedores as constatações feitas pela Controladoria-Geral da União (CGU), na pasta de esporte. Orlando Silva, pediu e foi acatado. A ministra Carmen Lúcia Antunes Rocha, do supremo tribunal federal (STF), abriu inquérito para investigá-lo por suposto envolvimento com crime contra a administração pública. Com isso Orlando Silva passou a ser o primeiro ministro do governo Dilma Rousseff a ser investigado pela corte suprema. Além de requisitar a investigação que tramita no STJ, Carmen Lúcia deu um prazo de 10 dias para que o tribunal de contas da união (TCU) e a controladoria geral da união (CGU) informe se foram instaurados procedimentos relativos a supostos desvios de recursos públicos do programa segundo tempo,  hoje foco de corrupção. O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva tem aconselhado Dilma a ficar de olho na situação em que se encontra a pasta de esporte, o que só vem colocando mais lenha na fogueira, apesar do apoio do governo e do seu partido o PCdoB, o ministro Orlando Silva acabou deixando a pasta sendo substituído pelo jornalista e deputado federal por São Paulo Aldo Rabelo. Em audiência na comissão da câmara  dos deputados Orlando Silva avia sido achincalhado pelos membros de oposição quando falou sobre a copa do mundo de 2014. O fato é que a situação do ministro estava insustentável. A base que sustentava o ministro a frente do ministério ficou cada vez mais tênue com o número de denúncias que vinha surgindo nos últimos dias. A pergunta que se fazia, era de que até quando a presidente suportaria a pressão que estava vindo de todos os lados? A dias a cova do ministro já estava sendo cavada por políticos da própria base aliada.   

Turíbio Liberatto turibioliberatto@hotmail.com

São Caetano do Sul

 

_______

 

 

RECORDE

Num ponto consegue o governo atual ser recordista absoluto: na podridão.

 

Alberto Lemos diegoseixas@hotmail.com

Sao Paulo

 

_______

 

 

LIVRAMO-NOS DE MAIS UM

Após termos perdido cinco ministros, se bem que o termo correto é "livres" de parte dos corruptos e corja nojenta que nós comanda. Agora foi a vez do coitado e como ele se autodenomina "inocente", o ex-ministro do Esporte Orlando Silva (PCdoB). Porém o partido dele, se intitula dono desse Ministério, e desta forma se acha no direito de indicar quem mais lhe convier, e o pior de tudo que o fará. A finalidade e a de não dar descontinuidade ao esquema corrupto iniciado há anos e que eles vem "mamando" às nossa custas. Imaginem com tudo de podre e sujo que vem ocorrendo no atual governo comandado e dirigido pelo "PT", "PMDB" e "partidos aliados". Como deve estar a nossa avaliação e repercussão lá fora às vésperas de dois eventos de suma importância como a "Copa" e "Olimpíada".

 

Angelo Tonelli angelotonelli@yahoo.com.br

São Paulo

 

_______

 

 

CONTAMINADOS

O que será que move uma mulher, a primeira a chegar ao cargo máximo na política do País, se deixar embromar pelos ideais pouco honestos de um partido para dividir as responsabilidades de dirigir cargos de confiança da Nação? O PCdoB está totalmente contaminado pela corrupção, esse fato é publico e notório, mas assim mesmo Dilma mantém o cargo para esses comunistas inescrupulosos. É ir contra a vontade de todo um povo honesto que paga para ser constantemente roubado de seus direitos à saúde, segurança, educação e principalmente de seu direito de escolher seus representantes, pois, lida com um bando de enganadores que os ludibriam nas campanhas eleitorais. Dilma, como "presidenta" começa a decepcionar os quase 50% de seus eleitores.

Leila E. Leitão

São Paulo

 

_______

 

 

PERDA DE TEMPO

Muitas cartas de leitores a respeito da corrupção no Ministério do Esporte partem das seguintes premissas: a) os comunistas têm compromisso com os ideais de justiça e igualdade, em oposição às correntes ideológicas do campo oposto; b) a corrupção é fruto da ganância, atributo exclusivo do campo oposto, logo; c) o corrupto esquerdista trai o comunismo e se torna, automaticamente, um capitalista. É lógico que o leitor forma essas idéias (e como elas são equivocadas!) a partir da leitura dos mesmos jornais que publicam suas cartas, e, nesses veículos, não há lugar para quem tenha estudado a práxis esquerdista a fundo (mérito de poucos, entre eles o pioneiro professor Olavo de Carvalho), estudo esse tanto mais necessário quanto mais nos encontramos dentro de uma imensa "onda vermelha", potencialmente catastrófica, que não vai amainar, a menos que saibamos o que ela é, como atua, e pararmos de raciocinar sobre estereótipos, o que é pura perda de tempo.

 

Fernando Gramani Hipólide fghip@ig.com.br

São Paulo

 

_______

 

 

A DESASTRADA 'PRAXIS' COMUNISTA

Jactam-se os partidos comunistas de sua proficiência nas táticas e estratégias. Todavia, essa suposta aptidão política  sucumbe à falsa premissa de que são os únicos e verdadeiros monopolizadores das verdades históricas. Por isso, resistem até o extremo, sem a consciência de que o respeito às instituições democráticas é a melhor maneira de vencer uma batalha, mediante o emprego do devido processo legal. O ex-ministro Orlando Silva reclama de que foi molestado por doze dias. Não o seria, se imediatamente deixasse o cargo, dado o volume de irregularidades apontadas,mais abrangente do que as increpações dos "bandidos". Comprovada sua inocência e o não envolvimento do Ministério em desvios de recursos públicos, a volta seria triunfal, para ele e o Partido.

Amadeu R. Garrido de Paula amadeugarridoadv@uol.com.br

São Paulo

 

_______

 

 

APARELHAMENTO POLÍTICO, COMO ACABAR

 

Como sempre, oportuníssimo o Rolf Kuntz com o seu artigo Uma ousadia de Dilma do (26/10, B8). Os graves problemas de corrupção e ineficiência relatados por ele são decorrentes, obviamente, da falta de freios para obstar, em todos os níveis de governo, o indecente apetite fisiológico dos políticos. Convém lembrar que o que ocorre no plano federal no preenchimento dos seus 25 mil cargos de "livre provimento" (são 2 mil nos EUA e cem na Inglaterra, incluindo ministros), repete-se nos estados e municípios. Nenhuma "chacoalhada na administração pública", como sugere o Rolf Kuntz, terá efeito estrutural e permanente se não se atacar essa questão através de lei específica que dite rígidas normas sobre o tema. Basta buscar exemplos nos países do Primeiro Mundo. Nestes, é comum, até em empresas com capital majoritário do Estado, o Executivo poder indicar só um terço do conselho de administração. Os demais cargos são ocupados por representantes da sociedade com ligação científica ou funcional com a empresa. Isso é uma prática sadia, apartidária e perfeitamente adaptável às nossas agências, autarquias e estatais. Assim, tais entidades tornam-se, de fato, profissionais, atreladas aos objetivos permanentes do Estado, e não dos governos, muito menos dos partidos. Se a medida alcançar as próximas administrações já seria um tremendo avanço.

Nilson Otávio de Oliveira noo@uol.com.br

São Paulo

 

_______

 

 

NOVAS MODALIDADES

Vergonhosamente, seis ministros do atual governo deixaram o cargo por motivos nada elogiosos. O último a cair (até agora), o dos Esportes, foi denunciado, curiosamente, porque deram "bola" ao sexto.

Flavio Marcus Juliano opegapulhas@terra.com.br

São Paulo

 

_______

 

 

BOA VIDA

Será  que o ex-ministro Orlando Silva seguirá os mesmos passos de seu amigo Alfredo Nascimento, que, depois de tantas denúncias, voltou a atuar no ministério e tudo ficou numa boa?

 

Virgílio Melhado Passoni mmpassoni@gmail.com

Jandaia do Sul (PR)

 

_______

 

 

ILIBADO

Não acredito em tudo que dizem. Sempre foi um homem acima de qualquer suspeita. Refiro-me ao cantor.

Nelson Carvalho nscarv@gmail.com

São Paulo

 

_______

 

 

BANDEIRAS CONTRA A CURRUPÇÃO

Duas "bandeiras" concretas para os movimentos contra a corrupção: 1) Está lá, no "caput" do Art. 37 da Constituição federal: a administração pública, nos Três Poderes, nas três esferas, obedecerá a cinco princípios, cujas iniciais (na ordem em que aparecem na Carta Magna, registre-se!) formam a palavra "limpe" - Legalidade, Impessoalidade, Moralidade, Publicidade e Eficiência. Ou seja, limpe, Dilma! 2) Fim das ONG ("Olha Nossa Grana!"), nem é preciso dizer por quê. Que farisaísmo, criar organizações "sem fins lucrativos". Isso é contra a natureza humana, ninguém trabalha de graça, daí nascem as falcatruas. Que se transformem em empresas todas as ONG, Clubes Desportivos, associações "pilantrópicas" e quejandos, como o Governo quer fazer com as estatais. Que se remunerem e tributem as diretorias, como qualquer sociedade simples, limitada ou S/A. Chega de mutreta!

 

Gil Cordeiro Dias Ferreira gil.ferreira@globo.com

Rio de Janeiro

 

_______

 

 

HORA DE MUDANÇAS

Brasileiros, só depende de nós, eleitores, restaurar a dignidade da política no Brasil, deixando de votar, nas eleições futuras, nesses políticos corruptos e fisiológicos que infestam o nosso país. Para tanto, é só não  votarmos nos candidatos do partido mais corrupto de nossa história e nos candidatos dos partidos aliados, que se enriquecem por meios pouco honestos. Vamos reagir contra essa bandalheira, para erguer a bandeira da ética e da moralidade.

José Wilson de Lima Costa jwlcosta@bol.com.br

São Paulo

 

_______

 

 

O JOGO PELO PODER

O poder não se justifica apenas com as virtudes e as habilidades dos políticos. A crise e o jogo político pelo poder trouxe a tona a evidência de que o nosso sistema político e representativo é falho e que o povo é chamada apenas para legitimar os vícios da legalidade. Campinas com mais de hum milhão e sessenta mil habitantes, com setecentos e sessenta mil eleitores, tem na prefeitura como chefe do Poder Executivo, um cidadão que teve apenas 3.700 votos, ou apenas 0,48% de força representativa. Se a Justiça validar esse absurdo estará violentando o conceito básico de organização social. Estará  negando a normalidade das atribuições e funções institucionais, num Estado de Direito. A vontade popular implica em responsabilidade social e está na origem do poder.

Sinésio Müzel de Moura sinesiomdemoura@hotmail.com

Campinas

 

_______

 

 

 

POLÍTICOS BRASILEIROS

Parodiando uma frase de Mussolini na primeira metade do século passado: "Administrar os políticos brasileiros não é só impossível, é inútil)". A frase de Mussolini vi na coluna de Claudio Humberto.

L.A.B.Moraes labmoraes@uol.com.br

Santos

 

_______

 

 

MOBILIZAÇÃO

Tem circulado na internet entre pessoas e grupos envolvidos com passeatas e manifestações  contra a corrupção, uma aparente busca de apoios e lideranças. Comunicados embutem conceitos como o dos que não seriam aceitos pelos grupos.  Entre eles qualquer político atualmente em cargo eletivo ou executivo com qualquer suspeita de corrupção ou com conivência com partidos e políticos corruptos e também, qualquer político que tenha convivido com a corrupção e não a delatou. Comenta-se também sobre a notícia de políticos que desejam viabilizar novo  partido apoiando-se em movimento contra a corrupção. Não serão, também, bem-vindos.

Fabio Figueiredo fafig3@terra.com.br

São Paulo

 

_______

 

 

APELO A NOSSOS POLÍTICOS

 

A corrupção, em suas diversas formas, existe praticamente desde que o Homo Sapiens e seus descendentes passaram a viver de forma gregária. A ambição insaciável e a sede do poder são dois dos maiores motivadores da corrupção. Eliminar a corrupção, infelizmente, é uma grande utopia. Assim, apelo a nossos políticos a que tenham um pouco de bom senso, comiseração e respeito a seus concidadãos e que moderem a sua ambição. No passado muito se comentava da caixinha dos "10%". Mal sabíamos que isso era até uma "bênção dos céus" quando comparado com os percentuais astronômicos de hoje. Há políticos que enriqueceram ilicitamente de forma a que seus descendentes por mais de uma ou duas gerações não precisem mais trabalhar, mas isso não lhes é suficiente. Pior ainda, alguns de seus descendentes, contribuíram para aumentar mais ainda essa fortuna à custa do erário público. As suas vítimas foram (e são) milhões de brasileiros marginalizados por uma péssima qualidade de ensino, de um sistema de saúde precário, de uma infraestrutura deficiente e de uma criminalidade crescente. Os seus maus exemplos detonaram a ética e o respeito que são dois pilares essenciais para a formação de uma sociedade socialmente justa e igualitária. Muitos, ocultos sob o seu manto ideológico e aparente honestidade, sorrateiramente iludiram seus eleitores. Assim, políticos de direita, esquerda, centro, liberais e outras qualificações, vêm minando as finanças deste país, provocando aumentos e mais aumentos da carga tributária. Os jornais e revistas dos últimos dias divulgam estimativas estarrecedoras do volume de dinheiro desviado e da quantidade ínfima de dinheiro recuperado. Assim, senhoras e senhores políticos, apelo para que moderem as suas "taxas de contribuição" em benefício próprio em benefício de dezenas de milhões de brasileiros.

 

Edison Roberto Morais ermorais@uol.com.br

São Paulo

 

_______

 

 

 

HUGO CHÁVEZ NO MARANHÃO

Hugo Chávez escolheu o Maranhão para construir uma Refinaria de Petróleo. Tudo acertado entre Zé Dirceu - o mensaleiro lobista - e a governadora Roseana Sarney. Espero que seja com recursos próprios e já que ele dispensa a Petrobrás, que não seja financiado pelo BNDES também. Mas pensando bem não existe lugar mais fértil para o bufão implementar sua Revolução Bolivariana no Brasil: a pobreza extrema. Só que terá que passar por cima do clã Sarney, os maiores "exploradores capitalistas" da pobreza do Maranhão. Vai ser difícil, só exterminando!

Beatriz Campos beatriz.campos@uol.com.br

São Paulo

 

 

_______

 

 

LAVANDERIA

Roseana Sarney, José Dirceu e Hugo Chávez, negociam refinaria no Maranhão, refinaria lá, para que, o povo passa fome, morre de resfriado, maioria analfabeta, a única coisa que prospera é a fortuna do oligarca José Sarney. Portanto, pela ficha corrida dos "sócios" da empreitada, só pode ser lavagem de dinheiro de Chávez/Farc, junto com o um novo mensalão de Dirceu/Sarney.  

José Francisco Peres França josefranciscof@uol.com.br

Espírito Santo do Pinhal

 

_______

 

 

NECROFILIA

Os argentinos me dão a impressão de serem um povo necrófilo, desde Carlos Gardel, passando por Evita e agora com Nestor Kirchner, a idolatria por defuntos me parece mórbida demais. A presidente reeleita inaugurou um mausoléu para o falecido que lembra coisa de faraós,  inaugurou e rebatizou também locais com o nome de Nestor por todo o país, além de  passar a campanha toda lembrando do marido morto. Não dá para viver de fantasmas, são os vivos que mantém as coisas funcionando, esta nostalgia exagerada, parece coisa doentia.

 

Francisco da Costa Oliveira fco.paco@uol.com.br

São Paulo

 

_______

 

 

POLITICAGEM

Fico com inveja da Argentina. Lá não tem 37 ministérios e varias secretarias com o mesmo status, o que permite uma carga tributária de 25%, enquanto no Brasil a corrupção é endêmica e é praxe não punir as irregularidades nem exigir a devolução do valor surrupiado, daí a carga tributária, embora de 38%, ser insuficiente para tanta roubalheira e pouco sobrar para investir nas obrigações básicas governamentais (educação, saúde, segurança, transportes, saneamento...).

Humberto Schuwartz Soares hs-soares@uol.com.br

Vila Velha (ES)

 

 

_______

 

 

 

ARGENTINA E BRASIL

Apesar de tudo, lá como cá parece que "nordestes" em todos os cantos da América Latina. O próximo passo da "presidenta" será instalar na Argentina as "bolsas" e fazer sua substituta?

Ariovaldo Batista arioba06@hotmail.com

São Bernardo do Campo

 

 

_______

 

 

SAUDADES DE EVITA

A estrondosa vitória de Cristina Kirchner, nas eleições  Argentinas, nada mais foi do que o reflexo da saudosa Evita Perón, adorada pelo povo Argentino.    

Adherbal Ramon González gonzalezadherbal@.ig.br

Santa Cruz das Palmeiras

 

_______

 

 

CRISTINA NAS NUVENS

O que Cristina Kirchner, presidente reeleita na Argentina, jamais poderia esperar era que o poder lhe fosse facilitado pela morte de seu marido. Criada à sua imagem e semelhança a viúva Cristina deu passos largos para conquistar a confiança de seu povo. Usou medidas autoritárias, porém fez a política populista, lema de todos os presidentes, que ultimamente chegaram ao poder na América Latina. A vitória de Cristina não significa um mar de rosas,  seu desafio maior será a economia, a mola que move o mundo. O investimento privado na Argentina decresce aceleradamente, o peso está sobrevalorizado e seu país continua sem acesso aos mercados financeiros. Tudo parece muito bonito, mas bastará um vento mais forte na economia, para o poder de Cristina ir para o espaço. Para quem está nas nuvens ir para o espaço bastará um click.

Izabel Avallone izabelavallone@gmail.com

São Paulo

 

_______

 

 

BOLA DA VEZ

É incrível como a Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan), leia-se Estados Unidos, tem o prazer de assassinar de forma sumária os chefes de governo dos países contrários aos seus interesses econômicos, leia-se petróleo, fazendo questão de mostrar a imagem para todo o mundo ver. Se for um ditador que está há décadas no poder, prenda-o e deixe-o na cadeia pagando por seus crimes, após ser julgado e condenado por seu povo, não um bando de rebeldes patrocinados pelos norte americanos. Primeiro foi Saddam. Agora Kadafi. Quem e á a bola da vez?  Bashar al-Assad, Saleh ou Ahmadinejad?

Habib Saguiah Neto saguiah@mtznet.com.br

Marataízes (ES)

 

 

_______

 

 

AÇÕES VERDES

Todas as ações  políticas  externas norte-americanas são "verdes"... não deixam amadurecer... Kadafi era um psicopata que já estava  "caindo de maduro", não havia necessidade de ações terroristas  franco-americanas para que  ele  desaparecesse, com mortes inúteis de civis...

Carlos Jose Benatti cjbenatti@globo.com

São Paulo

 

 

_______

 

 

 

RÁPIDOS E PRÁTICOS

O povo árabe, apesar da infeliz coincidência dos ex-presidentes achados escondidos no buraco, Muamar Kadafi, presidente da Líbia, teve um fim diferente do seu ex-colega ditador do Iraque Saddam Hussein, o povo líbio resolveu rápido sua execução, falo morte. Já o presidente do Egito Hosni Mubarak que renunciou, ensinou como ser prático ao presidente da Tunísia Zine al Abedine, sair na hora certa, antes que o povo se encarreguem disto. Isto, também, é valido para os presidentes Castro em Cuba, Hugo Chávez na Venezuela, Evo Morales na Bolívia, e quiçá, cala-te boca, o maior entre eles...

Márcia Callado marciacallado@bol.com.br

São Paulo

 

 

_______

 

 

 

O ditador da Líbia, Muamar Kadafi, depois de 42 anos de opressão, enfrentou, como tantos outros líderes históricos, a derrocada do seu reinado. De rei envolto a pompas advindas dos ricos poços de petróleo, a plebeu arrancado de um buraco nas redondezas do último bastião de resistência, a cidade de Sirte. As imagens derradeiras daquele homem foram apresentadas ao mundo, e seu corpo como troféu ao povo líbio. O que se passou pela mente de Kadafi no momento da captura, à mercê dos enfurecidos soldados rebeldes, defronte ao pior destino de um homem, a morte certa? As imagens foram reproduzidas para o mundo, e houve reprovações, devido às leis determinantes presentes em estados de conflitos. Vladimir Putin, premiê russo, chamou as imagens de "repugnantes". Naquele lugar a ditadura da URSS sobreviveu por mais de setenta anos, trazendo poucos benefícios, mas matando muito. A radicalização do PC russo reprimiu os países conquistados durante o avanço do exército vermelho na Segunda Guerra, que teve o episódio do estupro de milhares de mulheres alemães. Na Romênia, por exemplo, a URSS financiou o Partido Comunista, do ditador Nicolae Ceausescu, durante 24 anos (1965-1989), que matou mais de dez mil pessoas. Ceausescu, e sua esposa, acabaram fuzilados, em dezembro de 1989. Nas gulags, na gélida Sibéria, presos políticos cometiam canibalismo. E na Tchetchênia, há uma mortandade entre russos e muçulmanos, e jornalistas que relatam a guerra do Cáucaso, acabam mortos. Os londrinos se esquecem que decapitaram o rei Carlos I, em 1649; dos seus corsários, da conquista das colônias ultramarinas; os franceses fingem que não são com eles, pois mataram a realeza na guilhotina, em 1793, sob os vidrados olhos do povo, e ainda mergulharam Paris ao Terror, através do Comitê da Salvação Pública. Enquanto isso, nos EUA, Obama fala que as imagens da morte de Kadafi fogem do "decoro". Eles dizimaram índios na conquista do Oeste; a racista KKK matava africanos libertos, e continua ativa; seus aviões mataram duas centenas de milhares de pessoas com as bombas nucleares sobre o Japão. Envenenaram rios durante a guerra do Vietnã, também financiaram ditaduras sangrentas na América Latina no pós Guerra. Em 2003 invadiram o Iraque, estupraram mulheres e realizaram torturas na prisão de Abu Ghraib, e não podemos nos esquecer de Guantánamo, em Cuba, onde são mantidos pessoas sem acusações formais. Sem falar das circunstâncias atenuantes envolta do assassinato de Osama Bin Laden. Assim caminha a história dos homens. Da ascensão à ruína, da glória à miséria. Foi assim com os gregos, romanos, britânicos, nazis, comunas, e assim vai, porque a natureza do homem é agressiva, uma sensação inata. A razão é um implante ficcional criado por sociedades moderadoras, e sábias, para evitar a visão cruenta da guerra, que ceifa gerações inteiras.

Luiz Fabiano Alves Rosa www.politicaemilitarismo.blogspot.com

Curitiba

 

 

_______

 

 

 

ENEM

Alunos de uma escola no Ceará têm acesso antecipado às provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e todos os estudantes do país, aprovados no exame, vão ser prejudicados. Pelo menos é o que está recomendando a Defensoria Pública da União, quando sugere que sejam anuladas 14 questões ou a prova por completa. Há quase nove anos que o governo brasileiro vem gastando mais tempo corrigindo o que tem feito errado do que fazendo alguma coisa certa. Isto é sabido. Porém, o que tem acontecido no Ministério da Educação com relação a este Exame Nacional, repetidamente, é um exemplo típico de incompetência do governo para lidar com a educação no País. Os culpados pelas fraudes no exame anterior a este nem foram condenados ainda e já acontece este outro e o governo não sabe o que fazer. A impressão que fica é a de que as autoridades do setor estão mais perdidas do que muitos candidatos que prestam este exame. Em minha opinião quem deveriam ser penalizados eram os alunos do Estado onde as provas foram fraudadas: ficando um ano sem Enem. Aposto que isto não se repetiria, nunca mais.

Francisco Ribeiro Mendes mendes.brasilia@gmail.com

Brasília

 

 

_______

 

 

ABSTINÊNCIA

Com mais este escândalo do Enem, o ministro da Educação, Fernando Haddad, ainda vai ficar? Ô, Dona Dilma, já estamos em crise de abstinência de queda de ministro. Se não vai o Haddad manda aí o Carlos Luppi mesmo. A gente vai consumindo até aparecer coisa mais palatável. Se quiser, dê uma sacolejada que cai de seu ombro este  Mercadante da  Silva. Fala sério, Presidenta, se demitir ministro dá voto a senhora deve estar mais alegre que pinto no lixo. Agora é só comparar. Se estiver dando Ibope positivo não falta matéria prima. Até que o Rebelo faça alguma arte ainda temos quantos em condições de bola da vez?

Odair Picciolli pedraseartes@suednet.com.br

Extrema (MG)

 

 

_______

 

 

 

NOVA FRAUDE

Fernando Haddad continua conseguindo manter-se fiel às suas convicções de fraudes seguidas nos exames do Enem. Mais uma vez forma descobertas fraudes nos exames deste ano. E o do cocar azul, aquele que não se "manca" que não é mais presidente, insiste que Haddad concorra à prefeitura de São Paulo! Só Lulla mesmo para empurrar tal "capacidade" para nossa cidade.

Boris Becker borisbecker@uol.com.br

São Paulo

 

 

_______

 

 

 

INCOMPETÊNCIA

Afinal, até quando suportaremos tamanha incompetência do ministro Fernando Haddad, da Educação que tem provocado tanto prejuízo aos estudantes e contribuintes? Todos os anos o tal ministro apresenta aos brasileiros um atestado de burrice e incompetência, desfaçatez e corrupção. Até quando?

 

Alberto Nunes albertonunes77@hotmail.com

Itapevi

 

 

_______

 

 

 

ENEM, ESSA POLÍTICA NÃO MERECE ESSA EXECUÇÃO

Os problemas no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) têm sido recorrentes. O sistema está em descrédito. Contudo, não devemos confundir política com execução. Os vazamentos das provas ou falhas na impressão das mesmas se referem a falhas na organização. Mas a idéia de se fazer um exame unificado, corrigido pela Teoria de Resposta ao Item (TRI), é excelente. Em nota de esclarecimento, o Colégio Christus afirma erroneamente que a TRI necessita de pré-teste das questões. O pré-teste é um recurso interessante para a montagem de uma prova equilibrada com questões fáceis, médias e difíceis. Mas não é imprescindível, é uma opção. A prova pode ser corrigida com a TRI tendo a dificuldade e a discriminação dos itens estabelecidas a posteriori. Por que não usar questões inéditas? É ingenuidade ignorar que a prova pode vazar em um pré-teste. Um concurso com as dimensões do Enem, num país com as dimensões do Brasil, está sujeito a diversos problemas executivos. Todavia, não podemos condenar uma excelente política de acesso à universidade por isso. O fato de ocorrer problemas na prova, corrigidos apenas com os estudantes prejudicados, representa o sucesso de uma política, não o fracasso. No modelo antigo, erros também ocorreriam e a solução envolveria anulação do concurso. O sistema de seleção unificado representa uma oportunidade para alunos de cantos isolados de estudar nas melhores universidades do país. Representa o fato de que boas cabeças dos grandes centros ajudarão no desenvolvimento de lugares isolados. Além disso, a TRI é um critério mais justo para a correção de provas do que o modelo clássico. Existem falhas na organização do Enem, mas não é por isso que devemos abandonar a ideia. Abolir a TRI dos procedimentos de correção por falhas logísticas não faz sentido, afinal a TRI não é o problema, mas a solução para os erros. Manter vestibulares, muitas vezes organizados por pessoas com pouco conhecimento técnico para isso, ao invés de um sistema nacional, também seria um retrocesso. É lamentável que um sistema tão sofisticado seja desacreditado tanto por estudantes quanto pelas universidades brasileiras devido a uma medíocre execução. Não há espaço para erros num evento deste porte, mas o Ministério da Educação está aprendendo com os erros. Condenar o projeto do Enem é uma posição mais emocional do que científica. O Enem é uma revolução viável.

Vicente Cassepp-Borges cassepp@gmail.com

Dourados (MS)

 

 

_______

 

 

 

ENEM, O MAIOR EXAME DO BRASIL

"É necessário que se imponha, de uma vez, a constitucionalidade no Enem, que significa o direito de recorrer em caso dos candidato se sentirem prejudicados". Enganado está quem pensa que o Enem 2011 não teve maiores problemas como nos anos anteriores, quando ocorreu vazamento de questões das provas, do tema da redação ou problemas de impressão. Estudantes de Fortaleza teriam recebido nas escolas apostilas com questões idênticas às aplicadas no último final de semana em todo o Brasil, o que pode implicar no cancelamento do Enem 2011. Na noite da última terça-feira (25) o assunto tomou conta das redes sociais, principalmente no Facebook e no Twitter, onde os estudantes do Colégio Christus publicaram fotos das apostilas que contêm as mesmas questões do Enem 2011. Pelas imagens divulgadas são, no mínimo, 13 questões exatamente iguais ou muito parecidas com as aplicadas no exame. As questões eram as seguintes: 32, 33, 34, 46, 50, 57, 74, 87, 113, 141, 154, 173 e 180 (caderno amarelo). Segundo os estudantes, os cadernos, que não contêm data de publicação e nem logomarca de nenhum colégio ou cursinho preparatório, foram distribuídos três semanas antes da realização do Enem 2011. O Ministério Público Federal do Ceará (MPF/CE) vai encaminhar ao Ministério da Educação uma recomendação para anulação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2011 em todo o país. Após ser acionado por estudantes que fizeram a prova, o procurador da República Oscar Costa Filho constatou a existência de 13 questões idênticas a de um simulado aplicado por um colégio de Fortaleza antes do Enem. De acordo com o procurador, já está configurado o vazamento das provas.

Antônio Dias Neme antonio.neme@superig.com.br

São Paulo

 

 

_______

 

 

CRISE

O Brasil está em crise, é inegável tal fato. E essa crise tem origem numa frase que o nosso ex-presidente gosta muito, a famosa "Herança Maldita". Estamos vivendo a "Herança Maldita"deixada por Lula, todos os ministros que caíram ou que erram no governo Dilma são originários do governo Lula ou são muito próximos do nosso ex-presidente (é importante destacar, pois parece que ele ainda não descobriu que é o ex). Vivemos a crise da corrupção. E o que vemos? A presidente manda os ministros embora e nada é apurado. O último que caiu foi o incompetente Orlando Silva, que se demitiu tentando fugir das denúncias de corrupção. O próximo na lista é do incompetentíssimo ministro da Educação, Fernando Haddad, não conseguiu organizar nenhuma prova do Enem, sempre marcada por erros e falhas. E ainda pretende se candidatar prefeito de SP (dica: melhor sair com o rabo entre as pernas). Falta Respeito aos estudantes que estudam por uma vaga em uma boa faculdade. E ao invés de anular a prova toda, anula só a do Ceará. Quem diz que só o Ceará teve acesso à tal prova? Concluímos que o PT deveria se ater a apenas continuar o que o PSDB fez. Manteve os planos econômicos e sociais do PSDB e se deu bem nesses pontos e onde estão os principais focos de corrupção. Quando quis inovar no quesito Educação mostrou a grande marca do partido a incompetência. Vivemos no fim uma crise moral. Vamos à luta brasileiros por um país melhor, sem corruptos do presente e do passado.

Cássia C. Malteze cassia.carlin@terra.com.br

São Paulo

 

 

_______

 

 

 

CAMELÔS ILEGAIS

Não acho certo os camêlos hostilizarem os chineses, afinal todos têm direito a seu espaço, agora vamos combinar, que os chineses são folgados, tiram o lugar, injustamente, dos brasileiros, ahhh! isso tiram, tenho amigos que já perderam emprego por conta deles. Um deles tinha uma mega loja de material médico hospitalar na Vila Mariana,  ao lado tinha uma loja chinesa com os mesmos produtos, pois os chineses iam pegar clientes dentro do estacionamento do meu amigo, sendo que eles próprios não ofereciam estacionamento para os deles.  Desculpem, mas o Brasil favorece muito esse tipo de situação e a isso as pessoas chamam de crescimento,  na opinião isso é crescimento sim , porém desonesto.  Aos que governam o Brasil, uma dica, vamos investir mais em educação,  preparar mais as pessoas com cursos profissionalizantes, por exemplo, por que não oficializar os catadores de lixo? Eles deveriam ter roupas adequadas, uma bicicleta baú para  carregarem lixos, salário, ajuda de custo, coisa assim. Esse pessoal vive de forma cruel pelas ruas dos bairros mais estruturados, digo isso, pois moro no Itaim Bibi e trabalho na Vila Olímpia. Sou a favor de um crescimento sustentável, condições de vida boa para todos com; saúde, educação, segurança. Sei que todos estão cansados de saber disso, mas quem trabalha com mídia, precisa estimular as pessoas a exigir seus direitos. O mundo só pode ser bom, quando é bom para muitos.

 

Sônia Aparecida Pirrongelli pirronn@hotmail.com

São Paulo

 

 

_______

 

 

 

JUIZ NICOLAU

A Justiça tardou, mas não falhou, no caso do juiz Nicolau dos Santos Neto, que foi condenado  a  devolver os mais de 200 milhões que embolsou com o superfaturamento na construção do Fórum Trabalhista de São Paulo. Esta é a justa medida que  deveria ser tomada contra todos os colarinhos-brancos e congressista corruptos que se enriquecem com o dinheiro público.

Iracema Palombello cepalombello@yahoo.com.br

Bragança Paulista

 

 

_______

 

 

 

LALAU

Podemos felizmente ver uma luz de led no fim do túnel da corrupção e da condenação. O juiz Lalau foi condenado e vai ter que repor o que afanou claro com juros e correções. O Enrolando Silva também caiu, que boas notícias num mundo cheio de problemas econômicos que afetam a vida de todos. Agora pode dizer: Não se preocupem vai dar tudo certo sem duvida.

Mustafa Baruki mustafa-baruki@bol.com.br

Belo Horizonte

 

 

_______

 

 

 

COMISSÃO DA VERDADE

Agora que a Comissão da Verdade vai se instalar com os sete membros, gostaria que respondessem as seguintes perguntas: 1) Houve violação dos direitos humanos em Cuba entre 1960 e 2011? 2) O comunismo seria um regime melhor para o Brasil? 3) O comunismo caiu em 1989 na maior parte dos países que o praticavam por que somente uma minoria de burocratas e seus amigos empresários ganhavam muito dinheiro? (qualquer semelhança com um país da América Latina não é mera coincidência). 4) Ladrão que rouba ladrão tem cem anos de perdão e ainda pode ser eleito presidente? Bem, está última pergunta já foi respondida.

Ronaldo José Neves de Carvalho rone@roneadm.com.br

São Paulo

 

 

_______

 

 

SEGREDO DE ESTADO NUMA DEMOCRACIA

Foi dito pelo senador Aloysio Nunes, que determinadas situações ocorridas no tempo de JK por exemplo, hoje não tem a menor diferença que seja de conhecimento público, e citou outros exemplos. Alegando que em 50 anos ocorrem muitas mudanças...justificando assim seu voto contra o substitutivo apresentado pelo Senador Fernando Collor. Vale frisar, que quanto as questões de direitos humanos, no substitutivo já estava previsto a liberação de informações. Insistindo o senador Alagoano, na necessidade de preservar os interesses estratégicos de Estado, referentes a tecnologias, segurança etc. Inclusive alertando para riscos no âmbito externo.Não adiantou! Foi voto vencido. Entretanto, ao meu ver, o tempo para o Estado, é diferente do tempo para as pessoas e governos. 50 anos para um ser humano, praticamente é uma existência. Para um Estado, é como um piscar de uma luz. Se nos referimos a estratégias de segurança Institucional, tecnologias avançadas e informações de inteligência, abre-se um leque de motivos incomensuráveis. Abaixo um artigo que se refere ao desmantelamento da superbomba nuclear americana codificada como B53, considerada ultrapassada, do tempo da guerra fria. Entretanto o agente se nega a fornecer a potência do artefato, alegando ser informação secreta. Ou seja, por estar desativando e já contar com armas mais modernas, poderia informar esse dado e talvez em nada influísse, mas a democracia americana coloca questões de Estado, acima da curiosidade alheia. Levando em consideração outros aspectos. Imagine-se que para determinadas situações delicadas entre países do continente, por exemplo o Brasil lançou mão de se infiltrar em partidos políticos, em empresas e até Forças Armadas, etc. de países vizinhos e contou com alguma ajuda de tais e tais pessoas; mesmo que isso tenha ocorrido há 100 anos, trata-se de uma estratégia de Estado, de Segurança e que não seria bom ser ventilado. Imagine-se por exemplo que as tais informações, deem conta que em tal país o Brasil tem bases secretas. Pergunta: Isso será ventilado? É imprevisível se o país vai precisar lançar mão de estratégias antigas e até contatos...que muitas vezes são passados de pai para filho. Se o Brasil tiver a bomba atômica, será divulgado? mesmo sabendo que o país passará a ser pressionado de todos os lados? E se tiver tecnologias mais avançadas, tipo a base de metametais, nanotecnologias, laser etc será divulgado? Ora, o fator surpresa sempre representou um dos maiores trunfos que a história das nações nos deixou como registro histórico, porque abrir mão de trunfos num momento em que as nações voltam seus olhares para o pré-sal e os EUA reacionam a 2.ª Frota Naval objetivamente para o atlântico, considerando que esta frota estava desativada? Talvez não adiante, externar aqui minhas considerações e preocupações, mas faço no sentido de externar meu pensamento em relação a situação tão importante. E a sociedade precisa estar ciente, de que o açodamento de agora, pode custar vidas amanhã, e nosso país de tradição ordeira, poderá ser obrigado a esforços extras para demandar sua autodefesa, e isso não se faz sem o sacrifício de vidas. Então, manter o sigilo para as questões estratégicas, manteria uma grande dúvida naqueles que se imaginam dominando nossa pátria, mas vacilam sem saber mensurar nossa capacidade de reação.

 

Alírio Cavalcanti aliriocavalcanti@ig.com.br

Salvador

 

 

_______

 

 

 

A NAÇÃO E A PRESENÇA MILITAR

 

O alerta do comandante militar da Amazônia, general Eduardo Dias da Costa Villas Boas, ao Senado, sobre o risco do Brasil passar da condição de rota internacional de tráfico para a de produtor de cocaína, exige muito empenho do governo e das instituições para que isso não venha a se concretizar. A existência de plantações de coca e de laboratório de refino encravados na faixa de fronteira da Amazônia peruana e brasileira, e a presença de traficantes mexicanos na área, já identificadas pelos serviços de informações das polícias e dos exércitos são a indicação clara de que o Estado brasileiro precisa reforçar sua ação, com serviços efetivos de ocupação e assistência à população para evitar que os negócios criminosos assumam o controle. Prevenir, certamente, será menos oneroso do que futuramente reprimir. A presença das Forças Armadas tem sido fundamental ao país. As expedições do marechal Rondon, os batalhões de engenharia, as ações sociais junto às populações vulneráveis, o correio aéreo e a própria fixação de fronteiras são obras que construíram o Brasil de hoje. Os militares e suas ações fazem a integração nacional. Suas informações, colhidas em campo e devidamente processadas, são instrumentos importantes e seguros para abastecer os governos dos diferentes níveis e promover o bem-estar geral. Mas precisam ser efetivamente aproveitadas...

Dirceu Cardoso Gonçalves aspomilpm@terra.com.br

São Paulo                                                                                                    

 

 

_______

 

 

 

SANTOS E NEYMAR

 

Nossa segunda seleção dos melhores craques do mundo acaba de ser desbancada no México. Os grandes São Paulo, Flamengo e Botafogo são desclassificados por times sem nenhuma expressão. Nossos cronistas esportivos esbanjam elogios diariamente ao Santos (quase caindo pelas tabelas com a desculpa de que agora só interessa a final do mundial de clubes) e ao grande Pop Star Neymar que dizem ser um dos três, ou até o melhor jogador do mundo. Andam o comparando a Messi, Maradona, etc. Eu, sinceramente, andei vendo outro Santos e outro Neymar. O Santos ganhou o campeonato paulista, ajudado pelo juiz e  levando bailes do Santo André  nos dois jogos finais. Ganhou o brasileiro do Corinthians graças ao frangaço do goleiro no gol do Pop Star. Ganhou a Libertadores na pura sorte e sem merecer,  pois os goleiros e as defesas dos  times que enfrentou, entregaram os jogos. Teve um gol do Pop Star que o goleiro e o zagueiro adversário saíram da jogada para a bola cair nos pés do grande jogador, disseram um golaço. Para mim, com absoluta certeza, o Pop Star é, simplesmente, um bom jogador e está muito aquém de um fora de série. Fêz muito bem em não ir para a Europa pois iria esquentar os bancos de reservas de lá. Lembram do Robinho do mesmo Santos, pouco se fala no cracão e teve até que retornar pois estava jogado às traças. Quero ver onde  nossos comentaristas do melhor futebol do mundo vão enfiar a cara, se o Santos de Neymar for goleado pelo Barcelona de Messi. Aí então, terão que classificar o Pop Star, mais justamente, entre os 30 ou 40 melhores do mundo.

 

José Alberto de Paiva alpai12@yahoo.com.br

São Paulo

 

 

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.