1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Cartas

  • Tags:

CAMPANHA ANTECIPADA

Liberou geral

Olho por olho, dente por dente! Esta é a lei eleitoral vigente no Brasil. Sempre foi, mas agora é ostensivo. Lula e Dilma fizeram um comício no programa do PT. José Serra não deixou por menos no programa do DEM. Não sei se os comícios atingiram algum eleitor, mas com certeza acertaram em cheio a normalidade institucional. Os responsáveis pela Justiça Eleitoral estão pagando o preço pela omissão ante a propaganda eleitoral acintosa que Lula e Dilma fizeram na TV. Só falta agora a Justiça Eleitoral condenar o DEM e Serra. Seria um prêmio à prepotência de quem está no poder. Lula já vinha testando há tempos os tribunais eleitorais. Agora sabe que pode fazer o que bem entender. Resumindo: a campanha eleitoral virou uma bagunça. Só falta mesmo censurar a fraquíssima oposição...

WILSON GORDON PARKER

wgparker@oi.com.br

Nova Friburgo (RJ)

________________________________________

CONDENAÇÃO

Tesoureiro de Dilma

O TJ-SP condenou o futuro tesoureiro da campanha de Dilma, José de Filippi Junior, ex-prefeito de Diadema, a devolver R$ 2,1 milhões à prefeitura. Mesmo tendo 51 procuradores para defender os interesses da cidade, ainda assim contratou o escritório de Greenhalgh. Ambos são do PT. Além do mais, Filippi foi condenado à perda dos direitos políticos por cinco anos. Outro ex-prefeito de Diadema e um ex-vice também foram condenados, Gilson de Menezes e José Augusto da Silva Ramos, os dois do PT. Esse é o partido do governo, de que Lulla é o presidente de honra. Dá para ver quem é esse pessoal ou os eleitores petistas ainda continuarão cegos e surdos?

CARLOS E. DE BARROS RODRIGUES

ceb.rodrigues@hotmail.com

São Paulo

________________________________________

ACORDO PRÓ-IRÃ

Propaganda

O artigo É preciso dar uma chance para a diplomacia, dos chanceleres do Brasil e da Turquia (27/5/10, A14), não passa de uma peça de propaganda a favor do Irã. Mais do que um "truque óbvio", como o classificou o governo americano, o acordo Irã-Brasil-Turquia, prevendo o envio de urânio iraniano para enriquecimento fora do país, é um arranjo descarado, uma vez que não impede o enriquecimento do minério internamente. Por ele, imaginem, o Irã estaria duplicando sua capacidade de obter urânio enriquecido a 20%, pois, além de suas próprias centrífugas, estariam trabalhando para ele centrífugas em outros países. Dá para levar a sério uma coisa assim?

EUCLIDES ROSSIGNOLI

euros@ig.com.br

Itatinga

________________________________________

Tailândia

Seguindo o pensamento de Thomas Friedman (Mais feio impossível, 27/5), sugiro a Lula que tente resolver o drama da Tailândia.

MARIA ISABEL BRANDÃO

rimartil@yahoo.com

São Paulo

________________________________________

ESTADO POLICIAL

Escutas telefônicas

O artigo O espectro do Estado policial paira sobre nós, do eminente jornalista José Nêumanne (26/5, A2), é perspicaz e pertinente. Entretanto, não obstante ter razões e coerência no seu arrazoado, peço vênia para complementar e, em última análise, discordar, dizendo que a Polícia Federal (PF) busca transparência, o que é positivo para o Estado Democrático de Direito. Na verdade, e para todos os que atuam no ramo - advogados, juízes, promotores, procuradores, delegados, inclusive os federais, informantes da polícia, PMs, policiais rodoviários estaduais e federais, ambientais, políticos de todos os matizes, funcionários das companhias telefônicas e das empresas terceirizadas, investigadores particulares e outros -, o chamado sigilo telefônico é apenas uma figura de retórica, esse direito constitucional é quebrado - legal e ilegalmente - diuturnamente. Os informantes policiais - conhecidos no meio policial como "gansos" - é que fazem ou assumem que fizeram o "trabalho sujo" que é a escuta ilegal. Isso só é possível com "omissão" das autoridades, que no fundo acabam sendo beneficiadas com a conclusão positiva das "investigações". O que impera, apenas, é a hipocrisia. Afinal, a "sociedade" acaba sendo beneficiada pelo "sucesso" da ilegalidade. Os meios, nesse caso, justificam os fins. Portanto, penso que a PF, enquanto órgão institucional, deu o primeiro passo para inibir essas ilegalidades, no que toca às escutas telefônicas legais. Acorda, Brasil!

CARLOS B. PEREIRA DA SILVA

advcpereira@hotmail.com

Rio Claro

________________________________________

Ameaça

São medidas como essa de aprimorar o sistema de interceptação telefônica que confirmam que estamos realmente vivendo uma ameaça ao Estado Democrático de Direito. É clara a tentativa de implementação de um Estado policial no Brasil, disfarçada por argumentos de combate à criminalidade. Mas não se pode ceder ao discurso do medo! É necessário nos prevenirmos contra esse discurso falacioso, de aplauso fácil e grande comoção popular, pois aos poucos se está destruindo o nosso sistema de direitos e garantias individuais, consagrados pela Constituição da República de 1988.

DIOGO BIANCHI FAZOLO

dfazolo@yahoo.com.br

Foz do Iguaçu (PR)

________________________________________

UNIVERSIDADES PÚBLICAS

PMDB e mensalidades

Não sou do PMDB (o partido de aluguel da política brasileira), mas concordo com sua proposta de cobrança de mensalidade em universidades públicas. Isso já ocorre no Chile e até na China comunista. Seria uma forma até de acabar com movimentos grevistas, liderados por interesses meramente políticos. Entretanto, seria muita ingenuidade sugerir essa cobrança nas universidades já instaladas (haveria uma greve geral em todo o País!). Se for possível, só poderá ser levada a efeito num futuro distante. E, sendo assim, por que não se introduzir também um modelo de ensino superior público pago, ampliando as oportunidades de acesso às faculdades públicas de alto nível? Por que não se valer de institutos de pesquisas, como o IPT (diferentes áreas de engenharia), IAC (agronomia) e Instituto Biológico (biologia e veterinária), para citar apenas alguns exemplos de instituições de São Paulo internacionalmente reconhecidas por sua liderança técnica, e, dessa forma, dar início a esse modelo, com mensalidades "palatáveis" para o bolso da sociedade brasileira? É uma sugestão!

LUIZ MORICOCHI, pesquisador científico aposentado do IEA

lmoricochi@uol.com.br

São Paulo

________________________________________

VOCÊ NO ESTADÃO.COM.BR

TOTAL DE COMENTÁRIOS NO PORTAL: 3.247

TEMA DO DIA

Rodrigo Maia é ligado a esquema de Arruda

Delator do "Mensalão do DEM" afirmou ao "Estado" que deputado era um dos beneficiários

"Agora entendo a fraca atuação de Rodrigo Maia no caso. No início das denúncias, ele estava perdido e sem ação."

ROBERTO RIBEIRO

"Espantoso será sabermos que existe ao menos um de mãos verdadeiramente limpas. Aí, sim, teremos uma surpresa."

ZECA MARTINS

"Vergonha nacional. Se prenderam o Arruda e cassaram seu mandato, Rodrigo Maia tem que ter o mesmo tratamento."

OSMAR GAZZONI BASTOS

________________________________________

Cartas enviadas ao Fórum dos Leitores, selecionadas para o Estadão.com.br

Greve na França

Não aconteceu no Brasil. Aconteceu na França. Aproximadamente 1 milhão de trabalhadores se uniram aos aposentados para, numa greve sem arruaças, questionar o plano de governo do presidente Nicolas Sarkozy que propõe elevar a idade e a diminuição dos salários para as aposentadorias. Cópia fiel do proposto ao Congresso brasileiro pela equipe do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Outros protestos estão programados em várias cidades francesas, com o apoio dos sindicatos. Nossa esperança é que, neste momento em que Sarkozy imita Lula, nós, brasileiros, tenhamos sabedoria e apoio suficiente para imitarmos os trabalhadores e aposentados franceses. Acorda, Brasil. Vamos caminhar juntos nessa luta dos aposentados.

Leônidas Marques leo_vr@terra.com.br

Volta Redonda (RJ)

________________________________________

JOGADA POLÍTICA

Podemos dizer o que quisermos do Lula, mas em matéria de política ele é deveras hábil. Senão. Vejamos. Quando da discussão sobre o aumento dos aposentados que ganham acima de um salário mínimo, chegaram à conclusão de que poderiam dar 7,72%, só que, se o fizessem em janeiro, sendo as eleições no segundo semestre, o ganho político seria muito pequeno. Aí entrou a jogada de quem entende do ramo: damos um tanto, depois propomos outro e por fim, depois de muitas discussões, o Congresso aprova aquilo que combinamos no início. E agora, depois de toda esta lengalenga, se veta ou não veta, ele vem a público e, na maior cara de pau, diz que vai cortar aqui e acolá, mas não vai deixar os velhinhos à míngua. Ele ganha os aplausos e sua candidata, votos.

Carlos Montagnoli carlosmontagnoli@uol.com.br

Jundiaí

_________________________________________

Tratamento desigual

Todo ano, quando do lamentável reajuste das aposentadorias, ministros (das mais diversas áreas), políticos e outros bicões de plantão, e a mídia (principalmente a impressa, do qual o Estadão faz parte integrante e muito participativa) levantam a bandeira de que, por mais insignificante que esse reajuste seja, o rombo nas contas públicas será catastrófico. Desta vez, o reajuste ainda está pendente e, se concedido, corresponderá a um adicional de R$ 1,7 bilhão. O Estadão, para não perder o trem da história dos malditos reajustes, noticia (28/5, B3) que o reajuste da Justiça pode custar a bagatela de aproximadamente R$ 8 bilhões, não perdendo a oportunidade (subliminar) de mencionar que o ilustre ministro da Fazenda alerta, MAIS UMA VEZ, que não está sobrando dinheiro para conceder benefícios adicionais, como o reajuste de 7,72% para os aposentados que ganham acima de um mínimo. Ou seja, somos nós, aposentados que levamos este país à bancarrota. Realmente, dá azia ler.

Renato Otto Ortlepp renatotto@hotmail.com

São Paulo

________________________________________

Saia-justa

O coice de Lula nos aposentados poderá ser barrado em ano eleitoral.

Roberto Twiaschor rtwiaschor@uol.com.br

São Paulo

_________________________________________

DEMAGOGIA

Aposentados e pensionistas são mesmo vítimas da demagogia do governo federal. Enquanto o governo diz não ter recursos para pagar os 7,72% de reajustes aos aposentados e pensionistas do INSS, por não ter R$ 1,7 bilhão para os velhinhos, com certeza vai arrumar dinheiro para reajustar em 64,5% os gordos salários do Judiciário, que vão custar R$ 8 bilhões. Será que Lula vai vetar também esse aumentaço?

José Noel Terra jnt@pocos-net.com.br

Poços de Caldas (MG)

_________________________________________

"VAGABUNDOS"

Sr. presidente Lula, os seus ministros dizem, em discursos vazios, que o aumento de 7,72% é impraticável e que não há dinheiro para pagar.

Gostaria de lhe dizer, com todo o respeito, que dinheiro há, sim. Há anos os valores dos nossos benefícios vêm sendo reduzidos com essa política absurda e covarde, implantada no governo do FHC e mantida no seu, apesar das suas promessas de reparação dessas injustiças. Gostaria de lhe dizer também que a inflação referente aos gatos dos "vagabundos" aposentados é bem superior a essa inflação manipulada pelas equipes econômicas e pelos órgãos reguladores desses índices, porque, nós, aposentados, gastamos o dinheiro derivado da nossa "vagabundagem" com remédios, aluguel, alimentação inadequada e de péssima qualidade, educação dos filhos e netos, que os senhores querem destruir, luz, gás, telefone, para quem tem, e, ainda, assistências imprevistas nos casos de doenças de filhos e netos.

Como pode ver, sr. presidente, esses são os itens básicos da INFLAÇÃO DOS APOSENTADOS VAGABUNDOS. O veto a esse reajuste pequeno, insuficiente e muito aquém das perdas acumuladas é uma imoralidade e uma afronta aos construtores deste país, pois nós não construímos esta Pátria amada com músicas, peças teatrais, humorismo, futebol ou políticas. Nós construímos este colosso com as mãos e ideais. Aqueles anteriormente citados neste parágrafo nos deram alegrias, prazeres, confortos e esperanças, com suas artes, criações, ideias e composições mil.

Nós, em minha casa, somos 11 e esse é o número de votos que o senhor haverá de perder apenas com um aposentado. Peça à sua equipe econômica mágica para calcular os dissidentes com seus pares e seus ímpares.

André Xavier Lissonger da Silva lissonger-silva@bol.com.br

Salvador

_________________________________________

Contradição do candidato Serra

''Serra ainda defendeu a manutenção do reajuste de 7,7% para aposentados e pensionistas, como foi aprovado pelo Congresso Nacional'' (27/5, A4). Enquanto governador, nunca pensou em dar aumento aos professores aposentados de São Paulo, assim como ocorreu com seu antecessor, Geraldo Alckmin. O argumento sempre foi o mesmo: "Para este ano não há verba prevista." E assim nós passamos anos ''esquecidos'' por políticos contraditórios e insensíveis como estes. E ainda querem nossos votos.

Delpino Veríssimo da Costa dcverissimo@gmail.com

São Paulo

_________________________________________

Prudência

Lula agiu certo e com prudência ao negar mísero aumento aos aposentados e negar aposentadoria digna aos que vão se aposentar. É preciso reservar dinheiro mesmo, pois logo, logo vem nova reunião do Copom e lá vem aumento da Selic. Os velhinhos que "se explodam", prioridade total para o pagamento de juros da dívida pública aos bancos!

Luiz Henrique Penchiari luiz.penchiari@bericap.com

Vinhedo

_________________________________________

Escravos do governo

O sr. Mantega chora desesperadamente o miserável aumento de 7,72% que o Congresso Nacional, em sã consciência, achou que deveria suavizar a vida dos infelizes aposentados, até hoje explorados pelo governo do Brasil.

Já não bastava o calote de nossos precatórios, com direito adquirido pelo Judiciário do País, mas que nos é negado receber o que é nosso, obtido com suor de nosso trabalho. E agora, depois de tantos e longos anos contribuindo para garantir a manutenção de nossa velhice, vem o sr. Mantega declarar que não tem verba para esse miserável aumento, que é uma gota d''água perto dos 35% obtidos todo ano por deputados, senadores e os grandes do governo, que já usufruem altos salários, além de que muitos deles avançam nas verbas públicas, e em altas quantias.

Diz ele que não tem verba, mas, em vez de sacrificar os pobres aposentados, por que NÃO CORTA 50% dos gastos diários do GOVERNO, da verba de gasolina, das viagens que o presidente faz para satisfazer sua vaidade, passeando o ano inteiro pelo mundo afora. E que dizer das doações para Bolívia, Venezuela, Uruguai e outros países, em bilhões de presente à NOSSA CUSTA?

Sr. Mantega, seja mais humano e não queira tirar esse pequeno aumento que já nos foi prometido. Prometido para os escravos aposentados do Brasil.

Martha Cardoso Aranha, assistente social aposentada iracemaa.moreira@hotmail.com

São Paulo

_________________________________________

Superávit para tudo, menos...

Agradecemos o Estadão pelas informações sobre os impasses das equipes do governo que insistem em forçar o LULA a vetar nossos 7,72%. Se não tem verbas para nós, então, por que criar uma estatal para ser privatizada em seguida? O BNDES está repleto de reais para financiar projetos que podem garantir a sobrevivencia dos políticos. Os aposentados e pensionistas de todo o Brasil deixam bem claro que será o fim da era PT caso haja o VETO. Por outro lado, vemos os tucanos torcendo por tal deslize e já prevemos o início da inflação geral. Arroz a R$ 15 o pacote e os materiais voltando aos patamares de antes. Ponderem....

José Maria Rodrigues jose_voluntario@yahoo.com.br

Aandradina

_________________________________________

Mentira ou covardia e irresponsabilidade?

Lula manda refazer contas para pagar 7,7% aos aposentados, pois não quer o ônus político do veto. Então é mentira de que não há verba para pagar o reajuste? Se realmente não há verba, estamos diante da covardia e irresponsabilidade de não fazer o que é o correto: vetar! Por outro lado, ele deve vetar o ''fim do redutor para cálculo de aposentadorias''. Como este foi criado no governo FHC, o tal da herança maldita, gostaria de saber qual foi a postura do PT e do sr. Lula na época. Foram favoráveis?

José Pádua kryptomann@correios.net.br

São Paulo

_________________________________________

Lula e seus ministros

Nunca antes neste país um assunto tão corriqueiro como um possível veto de qualquer presidente mobilizou tantos ministros a favor. Só um energúmeno não percebe a jogada na qual o presidente faz firula, não veta e, com isso, fatura a favor de sua candidata. Se isso for maquiavelismo do próprio, mostra, mais uma vez, que inteligência não está diretamente associada a nível de escolaridade. Talvez instinto de sobrevivência que nem Freud explica.

Luiz Barrichelo legb2@merconet.com.br

Piracicaba

_________________________________________

Ladainha costumeira

Os ministros da área econômica ficaram silentes e não contestaram os gastos astronômicos do governo Lula em várias áreas, como criação excessiva de Ministérios, contratação exagerada de cargos de confiança, viagens e mais viagens ao redor do mundo, abusos no uso dos cartões corporativos, publicidade sem limites de estatais, etc. No momento de se fazer justiça aos aposentados, a ladainha de sempre volta à baila: não há dinheiro. Num país que é de todos, há um porém: a corda sempre arrebenta do lado mais fraco.

Francisco Zardetto fzardetto@uol.com.br

São Paulo

_________________________________________

SÓ NÃO TEM PARA APOSENTADO

Nosso presidente tem dezenas de bilhões para bancar a Copa e a Olimpíada, tem muitos bilhões para financiar projetos de utilidade discutível para Evo, Chavez, Lugo, Rafael Correa, todos mui amigos. Tem bilhões para um monte de Ministérios completamente inúteis. Perdoa dívidas de bilhões que muitos países tinham com o Brasil. Sempre tem bilhões para mais de 200 mil ONGs sanguessugas da Nação, para os arruaceiros do MST. E o mais urgente, prioridade um: reservar bilhões para que Sua Excelência possa sentar-se na cadeira de secretário-geral da ONU. Tem para esses e muitos mais, mas não tem para o aumento de 7,7% dos aposentados, que o ministro Mantega quer que o presidente vete, embora previstos em nossa Constituição. Para petistas, lei é mero detalhe, é só para o povo. Eles estão acima da lei. O fator previdenciário será por nós convertido em fator eleitoral nas próximas eleições.

João Henrique Rieder rieder@uol.com.br

São Paulo

_________________________________________

Papel ridículo

Ridículo - se preferir, revoltante - o papel deste governo, pretendendo ''jogar para plateia'' em tempos de eleição. A diferença entre 6,14% e 7,7% já foi mais que pensada, repensada e calculada. Agora, fingindo que manda refazer as contas do aumento para aposentados, o nosso grande estadista vai vetar a proposta que lhe foi apresentada. Como se a manipulação de dados fosse algo inédito no seu governo e, além de tudo, fingindo que os R$ 800 milhões alegados vão pesar horrores na economia, que acumulou R$ 16,5 bilhões no mês passado. Me engana que eu gosto.

Flávia de Castro Lima lgcastrolima@uol.com.br

São João da Boa Vista

_________________________________________

Aposentados

Sarney era "tudo pelo social". Ao mandar rever as contas para os aposentados, não que os mesmos não mereçam, Lula está apostando em "tudo pela Dilma". Acorda, Brasil!!!

ANGELO ANTONIO MAGLIO Angelo@rancholarimoveis.com.br

Cotia

_________________________________________

Cegueira

Era muito fácil prever que o aumento de 7,7% para os aposentados, da forma que estava sendo conduzido pelos "reis da lambança", daria a chance de render 7,7% para a candidata. Só o nosso TSE não vê. Que a Justiça é cega, eu sempre ouvi falar, mas... Deixa para lá.

Manoel de Brito voni.brito@itelefonica.com.br

Bertioga

_________________________________________

Planos...

Aposentadas e aposentados, o reajuste de 7,7% ainda não saiu. Vamos aguardar, antes de marcar a viagem para a Europa com esse reajuste.

Arcangelo Sforcin Filho arcangelosforcin@gmail.com

São Paulo

_________________________________________

Peso morto

Que os aposentados são maltratados pelo governo, todos sabem, mas muitos não sabem que determinadas empresas cortam deles o Auxílio-Alimentação assim que são efetivadas as suas aposentadorias. Durante toda a vida funcional, na ativa, os trabalhadores recebem esse benefício a fim de ajudar nas compras do mês. Porém, quando se aposentam, perdem tudo, como se não precisassem mais se alimentar. Na ótica governamental, aposentado é peso morto, literalmente falando. Uma das empresas que, por exemplo, pratica esse crudelíssimo ato e corta o Auxílio-Alimentação dos seus ex-funcionários é a poderosa, riquíssima e superavitária Caixa Econômica Federal. A CEF não deveria fazer isso com seus aposentados. Outras tantas empresas engrossam essa triste lista, por isso solicitamos do governo que reveja esse acinte de permitir que as mesmas venham a surrupiar o Auxílio-Alimentação daqueles que trabalharam a vida toda e, na hora que mais necessitam, perdem um legítimo direito adquirido ao longo dos anos. Os raros aposentados da Caixa que recebem o referido auxílio só o conseguem, gastando dinheiro, na Justiça. Entretanto, a grande maioria dessa desprestigiada classe perde nos tribunais, pois a Justiça brasileira, infelizmente, está quase sempre do lado dos mais poderosos e abastados. É muita maldade! Auxílio-Alimentação JÁ para todos os aposentados do Brasil!

Fernando Faruk Hamza botafogorio@bol.com.br

Rio de Janeiro

_________________________________________

Cortes

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, disse que se Lula reajustar em 7,7% o índice para os aposentados o governo deverá fazer novos cortes. Primeiro o ministro falta com a verdade ao dizer novos cortes, pois os R$ 10 milhões que ele disse que seriam cortados na semana passada não passaram de teatro. Se Lula quiser diminuir as despesas, comece cortando os ministros de seu governo, o que já dará uma boa economia no Orçamento. A Previdência Social e os aposentados agradecem.

Izabel Avallone izabelavallone@yahoo.com.br

São Paulo

_________________________________________

Déficit

Os ilustrados ministros da Fazenda e do Planejamento pediram ao Lula para vetar o aumento de 7,7% aos aposentados do INSS, mas nada quanto aos aposentados do governo federal. Vamos aos números: em 2009 o déficit dos aposentados do serviço público ultrapassou os R$100 bilhões, e mais de metade é dos federais; o do INSS foi de R$ 43,6 bilhões, incluídos os que nunca contribuíram, como agricultores e, agora, futebolistas. Em 2007 a média mensal dos servidores públicos foi de: Legislativo, R$ 14.802; Judiciário, R$ 13.553; Executivo, R$ 3.927. Já do INSS, R$ 700. E os do INSS é que vão "quebrar" o Tesouro? Contas típicas do Lula e seus ministros. Por que não pedem que só sejam aumentados os que contribuíram para o INSS?

Mário A. Dente dente28@gmail.com

São Paulo

_________________________________________

Prêmio da CBF

Presidente Lula, a CBF está oferecendo um prêmio de R$ 1 milhão a cada um dos jogadores em caso de conquista do Campeonato Mundial de Futebol. Só não explicaram quanto os demais integrantes da comitiva brasileira vão receber, se isto ou o dobro. Sr. presidente, está vendo como o dinheiro do povo rola fácil, livre e solto em quase todos os setores brasileiros? Só não há para quem trabalhou e continua trabalhando e produzindo para o Brasil, os aposentados, que saberão muito bem votar na eleição deste ano, certos de que, daqui a alguns anos, esses jogadores altamente pagos e premiados, terão novos prêmios e grandes aposentadorias pagas pelos contribuintes do INSS.

Benone Augusto de Paiva benonepaiva@yahoo.com.br

São Paulo

_________________________________________

Copa do Mundo

Dunga, além de coerente é estudioso. Professora, sua mãe incutiu-lhe o patriotismo.

E já é um presidenciável, em potencial. Basta que observemos estas pérolas: '' O presidente falou com nóis''; ''coisas exterior''; "aos pouquinho''...

Seus subalternos chamam-no de professor. Se realmente fosse anão, seria o ZANGADO.

E a nutricionista da seleção já iniciou o seu trabalho: constatou que a grama dos estádios africanos não contém glúten nem gordura trans.

GILBERTO MARTINS COSTA FILHO marcophil@uol.com.br

Santos

_________________________________________

MEU GRANDE ÍDOLO!

Meu caro Dunga, há muito anos eu já te apreciava como jogador de futebol. Lembro-me bem de tuas atuações nos clubes por que passaste. Eram pura raça, força de vontade, garra e determinação. Com o passar do tempo vejo que não mudaste, tens um bom caráter, és um homem correto, digno e sincero (esta uma grande virtude). Aposto que jamais mudarás teus conceitos, tua conduta, tua determinação. Não gostas de agradar a ninguém, sabes escolher o melhor, embora às vezes sejas pressionado. Isto no futebol é comum. Dunga, nada na vida é tão belo quanto a sinceridade, o caráter, a ética, a postura de um HOMEM. Feliz quem as possui, e isto tu as tens de sobra. Se o infortúnio bater em tua porta na Copa (perdendo o caneco), coisa que não acredito, saibas que continuarás a ser meu ídolo. Felicidades, Dunga.

Ney Maciel Brabo ney.brabo@ig.com.br

Santos

_________________________________________

Seleção de amigos

No primeiro treino na África do Sul, o goleiro da seleção brasileira Julio César declarou que a bola utilizada "parece de supermercado". Nada melhor para uma equipe que mais se assemelha a um combinado de amigos convocado para jogar uma pelada num churrasco.

Rejeitado dos Anzóis Pereira umrejeitado@gmail.com

São Paulo

_________________________________________

Que coisa ridícula

Esses "cartolas" são mesmo uma piada de mau gosto! A foto oficial da seleção brasileira no Palácio do Planalto nos remete ao exército de Brancaleone. Quando o presidente da CBF, Ricardo Teixeira, a todo custo tentava empurrar Andrés Sanchez, chefe da delegação, só para ficar próximo do anfitrião da visita, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, acabou por espremer o chefe corintiano entre os dois. O próprio presidente não demonstrava para as câmeras estar numa situação confortável. É o fim da picada! Esses papagaios de pirata fazem qualquer coisa para sair na foto!

TURÍBIO LIBERATTO turibioliberatto@hotmail.com

São Caetano do Sul

_________________________________________

PREMONIÇÃO

Não podiam ser mais bem-vindas para o desporto brasileiro as declarações dos dois principais craques do futebol europeu - Michel Platini, atual presidente da Uefa, e Franz Beckenbauer - de que o Brasil será "campeão de novo" no Mundial da África do Sul. Que os anjos digam amém!

Antonio Brandileone abrandileone@uol.com.br

Assis

_________________________________________

ÁFRICA, TERRA DAS ZEBRAS

Brasil decepciona ao perder para a Costa do Marfim e Portugal nas oitavas de final da Copa do Mundo na África do Sul.

Sergio S. de Oliveira ssoliveira@netsite.com.br

Monte Santo de Minas (MG)

_________________________________________

Volta por cima

Para mim é incompreensível essa manifestação de repúdio, principalmente da imprensa mineira, com relação ao trabalho do técnico Dunga.

Quando a imprensa, sobretudo a mineira, alardeou ao final da Copa do Mundo de 1990 o "fim da era Dunga", este mesmo deu a volta por cima com uma apresentação de gala na Copa de 1994, desfilando sua garra, patriotismo e espírito aguerrido.

Calou novamente a imprensa, com a brilhante conquista da Copa América 2007, dando um verdadeiro chocolate em nossos arquirrivais argentinos. Trouxe o caneco da Copa das Confederações 2009 e classificou nossa seleção em primeiro lugar na fase de classificação sul-americana para a Copa 2010.

O que incomoda em Dunga talvez seja o verdadeiro espírito de patriotismo que ele possui e que muitos brasileiros não têm, o fato de ele não dar ouvidos pra conversas de comadres de bastidores, mas, sobretudo, a seriedade com que desempenha seu trabalho, o que falta ao brasileiro, principalmente quando se trata do exercício de atividades que exigem amor à Pátria.

Sou mineiro, era fã incondicional de Telê Santana, suas duas seleções (1982 e 1986) jogavam bonitinho, mas título, que é bom, nada. Cedeu às exigências dos clamores da época, levou os meninos Silas e Müller, que desfilavam firulas pelos campos paulistas, e fomos alijados impiedosamente.

O que estamos precisando é de deixar os bairrismos de lado, convicções pautadas em pressupostos, nossa eterna mania de achar que somos os donos da verdade; e vestir a camisa do patriotismo, entendendo que o Dunga pode não estar levando o escrete dos sonhos de todos os pseudotécnicos brasileiros, mas está desempenhando um trabalho sério e com muita dignidade.

Nei Silveira de Almeida neizao1@yahoo.com.br

Belo Horizonte

_________________________________________

O verdadeiro "cara"

Depois de ver a foto da capa do Estadão do dia 27/5, com certeza Obama mudaria de opinião sobre quem é o cara. Hillary também.

Hermínio Silva Júnior hsilvajr@terra.com.br

São Paulo

_________________________________________

DUNGA X DILMA

É incrível como Dunga e Dilma têm muitas coisas em comum. Selecionei algumas delas:

1 - Ambos, com reais chances de vitória, vão disputar competições importantes: um, a Copa doMundo e a outra, o mais alto cargo eletivo do País.

2 - Ambos foram eficientes em roubar: um, a bola do adversário e a outra, dinheiro dos bancos e de particulares.

3 - Ambos mataram no exercício do cargo: um, as jogadas dos adversários e a outra, os inimigos políticos e pessoas inocentes.

4 - Ambos fugiram: um, da marcação do adversário e a outra, da repressão policial.

5 - Ambos se exercitaram: um, com preparador físico e a outra, em táticas de guerrilha.

6 - Ambos deram a volta por cima: um foi culpado numa Copa e na seguinte se tornou herói e a outra emergiu de guerrilheira para elevados cargos públicos.

7 - Ambos têm doutorado: um, na escola da vida e a outra, em falsa informação curricular.

8 - Ambos têm a torcida do "cara": um, para ser campeão e a outra, para vencer as eleições.

9 - Ambos são sargentões: um, no plano tático-disciplinar/esportivo e a outra, na rispidez aos subordinados da área pública.

Vamos parar por aqui, senão não sobra espaço pra mais ninguém no Fórum.

Humberto Schuwartz Soares hs-soares@uol.com.br

Vila Velha (ES)

_________________________________________

Campo para a Copa 2014

Fica desde já eleito um grande campo de batalha para a Copa de 2014.

A região próxima da Praça Roberto Gomes Pedrosa - aquela em frente ao estádio Cícero Pompeu de Toledo -, no Morumbi, fica desde já eleita como um dos mais representativos campos de batalha para a Copa de 2014 - e os que por lá trafegam diariamente, nossos melhores representantes no quesito conquista de espaço (a qualquer custo).

Gente, acorda! Fica todo mundo "cobrando" a presença do Cícero Pompeu de Toledo entre os estádios da Copa 2014, criticando a eterna falta de infraestrutura e a minúscula perspectiva de investimentos. Fácil, né? Jogar a culpa nas autoridades e não fazer qualquer movimento no sentido dos bons hábitos de civilidade - própria ou do próximo.

Exemplos: a Avenida Giovanni Gronchi, entre as Ruas Santo Américo e o Palácio dos Bandeirantes, conta com a faixa contínua em praticamente toda extensão - e são inúmeros os cruzamentos que os motoristas improvisam.

Entre as Ruas Santo Américo e a praça de guerra a sinalização terrestre é de faixa contínua - sim... aquela que não se pode cruzar, lembram? Agora vamos apostar se não há mais de 50 infrações do tipo toda manhã? O mesmo ocorre entre praticamente toda a extensão no sentido da Avenida Morumbi - localização do palácio do governo de São Paulo.

Recentemente assisti ao recapeamento de algumas vias da região e nova sinalização terrestre (parabéns) - e não foi criada qualquer nova faixa para travessia de pedrestres, cujo número cresce em progressão geométrica. Será que os órgãos competentes não o fizeram por conformismo?

Pedrestres, se virem!, convivam com a minúscula oferta de faixas para travessia. Até mesmo porque as poucas que existem não são respeitadas! É, cá entre nós, nesse campo de batalha, estar a pé é, literalmente, estar a pé.

Autoridades de trânsito, nem pensar. Mesmo que seja óbvia a enorme fonte de renda para a "indústria das multas" encabeçada pela CET, nunca vi um fiscal anotando as placas dos carros dirigidos pelos motoristas de veículos particulares e, muito menos, daqueles conduzidos pelos supostos profissionais, condutores de táxis, ônibus, lotações, etc.

Esse é o Brasil - e os brasileiros em campo para a Copa 2014!

Guilherme Villaça guilherme@amazingpublicidade.com.br

_________________________________________

Uma alegria e uma tristeza

A alegria foi, assistindo ao jornal de uma determinada emissora de TV, ver quando o repórter chamou o Dunga de sem-educação por não ter estendido a mão ao presidente. Acho, e dou meus aplausos a Dunga, que não existe a mínima razão para se estender a mão a uma pessoa que se exaltou em críticas ao técnico.

A tristeza foi assistindo a entrevista da candidata à Presidência, sra. Dilma, e às suas promessas do que pretende fazer, se eleita.

1) Dívida Externa - Ela diz que precisa tomar ações incisivas para terminar com a mesma. Gozado é que o sr. presidente afirmou durante diversas vezes que essa dívida tinha terminado.

2) Segurança - Que ela tem projetos para trabalhar em conjunto com os governos estaduais para combater o tráfico de drogas, principalmente o crack.

3) Redução dos Impostos - Que já tem projetos para reduzir a carga tributária, mas tem de tomar muito cuidado para não quebrar a Previdência.

4) Revolução - Ela diz que participou ativamente da luta pela redemocratização do País e que nunca participou de atos terroristas.

Minha preocupação é que:

1) Se ela, Dilma, está, com esses seus programas, pondo em xeque o governo de seu patrão nestes oito anos de governo.

2) Se esta equipe de governo nada fez nestes oito anos, quantos anos mais teremos de esperar para que esses projetos sejam realizados

3) Esta ação de redução de impostos foi uma das propostas de Lula quando candidato em 2001.

4) O sequestro do embaixador dos Estados Unidos terá sido um ato religioso? E a bomba na OAB no Rio de Janeiro? E outros ataques que o grupo de que ela participava fez, foram atos de ação da redemocratização do País?

Como se pode notar, eu fico por demais preocupado em aceitar com voto a permanência desse grupo por mais quatro anos.

Antonio Ranauro Soares antonioranauro@bol.com.br

Sete Lagoas (MG)

_________________________________________

Ferida purulenta

A professora Jimena Costa, da Universidade Mayor da Bolívia, deu uma entrevista à rádio CBN que é de arrepiar os cabelos. Disse ela que Evo Morales continua a liderar os "cocaleros" e que só em Cochabamba a produção aumentou 30% neste governo. Apenas 3% do que é produzido é usado para mascar. O resto vira cocaína. Como as áreas legais de cultivo aumentaram muito e o ''negócio'' é lucrativo, ninguém quer produzir mais nada, só coca, e chegam a macerar as folhas em casa, com o uso de máquinas de lavar roupa e forno de microondas. Ela disse que não existem sequer números confiáveis e muito menos um combate de fato à produção da cocaína no país. Em outras frentes, notícias dão conta de que a Bolívia só não afundou economicamente durante a crise mundial graças à produção e ''exportação'' de cocaína, 80% dela para o Brasil. Não dá para entender por que Lula dá tanto apoio a um presidente que, se não incentiva diretamente, pelo menos fecha os olhos e permite que seu país se torne um narcoprodutor. Tudo indica que José Serra, ao criticar Lula por suas relações para lá de cordiais com a Bolívia de Evo, botou o dedo no centro de uma ferida muito mais feia e purulenta do que parecia a princípio.

Aliás, o abração de Lula em Evo Morales, ontem, faz parte da campanha contra o crack?

M. Cristina da Rocha Azevedo crisrochazevedo@hotmail.com

Florianópolis

_________________________________________

Consumiremos a carne rejeitada pelos EUA?

O Brasil viu-se obrigado a restringir exportações de carnes bovinas para os EUA em razão do emprego do vermífugo Ivermectina na alimentação dos animais em nível superior aos padrões de tolerância adotados naquele país, para proteger a saúde humana de uma substância que afeta o sistema GABA e interfere em nossa barreira hematoencefálica. Seremos seres inferiores, ao admitir-se menor proteção no consumo da carne bovina, que integra nosso cardápio cotidiano, no referido aspecto? O Ministério Público investigará os casos mórbidos, com graves sequelas neurológicas, de encefalopatia hepática, que acometem milhares de brasileiros, sob esse ângulo, para responsabilização do Estado? Por vezes, medidas aparentemente desconectadas do tema trazem à luz sérios problemas encobertos por governos de países emergentes e cujo povo não é tutelado como são os povos dos países ricos. E o estoque não exportado será consumido no Brasil?

Amadeu Roberto Garrido de Paula amadeugarridoadv@uol.com.br

São Paulo

_________________________________________

Bom gosto

Está chegando o mês de junho, o ápice da prova de bom gosto. Já fizemos um teste em 31 de dezembro, outros em comemorações diversas e depois não deixaremos o 12 de outubro passar em branco.

Mas é agora, no meio do ano, que iremos dar provas do imenso prazer que temos e o faremos durante todo o mês.

Soltaremos bombas, aquelas chamadas de fogos de artifício, e quanto mais poderosas forem, mais o nosso status será reconhecido e nossa fé nos santos (surdos?) será futuramente recompensada.

Animais em disparada, crianças em pânico, doentes sobressaltados e pessoas mutiladas não justificam que nosso bom gosto e prazer não se realizem.

Sérgio Barbosa sergiobarbosa@megasinal.com.br

Batatais

_________________________________________

SP terá ''Justiça sem dor'' para crianças

Parabenizo o TJ-SP pela adoção do método da ''Justiça sem dor'', que permite que crianças e adolescentes que tenham sido vítimas ou testemunhas de crimes sexuais, sejam ouvidas sem traumas, em processos judiciais. O sistema judiciário tradicional está falido e precisa urgentemente de ampla reforma. A Justiça precisa se humanizar, incluir a participação de psicólogos e assistentes sociais e sair do velho, empobrecedor e injusto formalismo jurídico. As crianças e adolescentes devem ser protegidas, impedindo-se a todo custo que se maximizem os danos psicológicos ao reviverem o trauma da violência em audiência.

Renato Khair renatokhair@uol.com.br

São Paulo

_________________________________________

Educação

A constatação de que o professorado brasileiro é despreparado, e mais, há como que uma fuga desses profissionais para outras atividades, é um fato que exige uma profunda avaliação. Nenhum país consegue crescer sem uma formação educacionl adequada, que começa no ensino básico e chega ao nível universitário. E que estimula pesquisas e estudos com reflexos no desenvolvimento em vários ramos econômicos. O mais grave é que o quadro não tem muita diferença em termos de Estados mais fortes economicamente ou aqueles que tem dificuldades nos seus orçamentos. É uma questão que exige a discussão por parte de especialistas, sem a coloração político-partidária. E mais, sem o confronto entre municipios, Estados e a Federação. A política educacional tem de levar em consideração a remuneração do professorado, a estrutura dos estabelecimentos de ensino, o treinamento de todos os profissionais ligados à área e mais, o incentivo para que a comunidade através dos Conselhos seja uma participante ativa nos encaminhamentos. É um grande desafio, cujos resultados terão reflexos em todos os segmentos sociais.

Uriel Villas Boas urielvillasboas@yahoo.com.br

Santos

_________________________________________

Eleições

Quase 100% dos e-mails que recebo sobre eleições são metendo o pau no PT, e eu endosso a maioria deles. Agora, o que causa indignação é que existe um silêncio irresponsável em relação aos políticos do PSDB, particularmente os paulistas, como se eles não estivessem no mesmo barco desta atual política brasileira. Isso se chama preconceito, sentimento tão combatido nos dias atuais. Assim, ou se procura ser imparcial nas críticas fundamentadas e severas, próprias de um regime democrático, ou eu peço encarecidamente às pessoas de meu contato que parem de me enviar os tais e-mails.

Luiz Antonio da Silva lastucchi@yahoo.com.br

Ribeirão Preto

_________________________________________

Isenção

Alguns leitores observam que há um grupo de missivistas apartidários criticando apenas um governante. Ora, se temos um governante há quase oito anos, sempre blefando que está fazendo tudo o que outros não fizeram, nunca antes neste país, se tem uma assistente de palco que diz, na caradura, que tudo que o governo fez de bom tem a mão dela (até o Rodoanel!), se ele tem duvidosos 80% de popularidade, se é o cara mais ''influente'' do planeta e ''menas fluente'' em português, o melhor promotor de relações internacionais, fortalecendo laços com ditadores, que pouco se importa com os aposentados e menos ainda com a corrupção do seu partido, o grupo vai criticar quem? Deodoro da Fonseca? Experimentem colocar um novo presidente, de qualquer partido, para ver se ele não dança miudinho, também. Sempre por um Brasil melhor!

Flavio Marcus Juliano opegapulhas@terra.com.br

São Paulo

_________________________________________

  • Tags:

Você já leu 5 textos neste mês

Continue Lendo

Cadastre-se agora ou faça seu login

É rápido e grátis

Faça o login se você já é cadastro ou assinante

Ou faça o login com o gmail

Login com Google

Sou assinante - Acesso

Para assinar, utilize o seu login e senha de assinante

Já sou cadastrado

Para acessar, utilize o seu login e senha

Utilize os mesmos login e senha já cadastrados anteriormente no Estadão

Quero criar meu login

Acesso fácil e rápido

Se você é assinante do Jornal impresso, preencha os dados abaixo e cadastre-se para criar seu login e senha

Esqueci minha senha

Acesso fácil e rápido

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Cadastre-se já e tenha acesso total ao conteúdo do site do Estadão. Seus dados serão guardados com total segurança e sigilo

Cadastro realizado

Obrigado, você optou por aproveitar todo o nosso conteúdo

Em instantes, você receberá uma mensagem no e-mail. Clique no link fornecido e crie sua senha

Importante!

Caso você não receba o e-mail, verifique se o filtro anti-spam do seu e-mail esta ativado

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Estamos atualizando nosso cadastro, por favor confirme os dados abaixo