Fórum dos Leitores

LULOPETISMO

O Estado de S.Paulo

11 Março 2016 | 03h00

Tríplex no Guarujá

Breve, breve, o sr. Lula vai ver o Solaris nascer quadrado.

DEVANIR ALVES FERREIRA

devanir.ferreira@multifoods.com.br

São Paulo

E agora?

Ainda sem medo de ser trancafiado? Aliás, depois de tomar conhecimento dos desmandos e falcatruas na Bancoop, eu me pergunto como é que sindicatos de bancários no Estado de São Paulo ainda podem ser geridos por petistas. Parece-me ignomínia.

SERGIO S. DE OLIVEIRA

ssoliveira@netsite.com.br

Monte Santo de Minas (MG)

Jararaca

Estou com uma dúvida: quando Lula for preso, ele será levado para uma carceragem ou para o Instituto Butantan?

FREDERICO D’AVILA

fredericobdavila@hotmail.com

São Paulo

Finalmente

Dá uma satisfação danada ver que uma década após vir a público o caso Bancoop – em que milhares de mutuários ficaram sem seus imóveis porque houve sistemático assalto aos caixas da cooperativa dos bancários para financiar candidaturas do PT – o Ministério Público Estadual (MP-SP), que investigou e comprovou, enfim notificou e denunciou os envolvidos, entre eles Lulla e familiares. Aos milhares de bancários que ficaram sem seus imóveis finalmente se está fazendo justiça. São pessoas simples que contavam com esses imóveis para terem uma aposentadoria tranquila. Ainda existem 3.007 unidades que provavelmente nunca serão entregues e os R$ 100 milhões desviados jamais serão recuperados. Pelo menos a justiça está sendo feita.

BEATRIZ CAMPOS

beatriz.campos@uol.com.br

São Paulo

Roubalheira geral

Lula, Vaccari, OAS et caterva não assaltaram só a Petrobrás e o Estado brasileiro. Roubaram também milhares de cooperados da finada Bancoop, como demonstrou o MP-SP. Assisti enojado à narrativa dos fatos e à capitulação dos crimes dessa gente, feita pelos promotores do caso. A roubalheira, que agora é desvendada, pelo jeito, não para por aí.

EDUARDO SPINOLA E CASTRO

3491esc@gmail.com

São Paulo

Apoio aos promotores

Cabe ao procurador-geral do Ministério Público de São Paulo, Márcio Fernando Elias Rosa, apoiar o trabalho dos promotores, em especial o do jovem Cássio Conserino, um dos responsáveis pela denúncia no caso do tríplex do Guarujá. O promotor Conserino tem uma carreira permeada por ações que demonstram sua competência e destreza. Não podemos ter nenhum cidadão neste país que se ache acima da lei. A matemática é simples: se fez, terá de arcar. Lula e todos os que vierem a delinquir, sem exceção. Em Curitiba, o Ministério Público Federal também é composto por jovens e vejam o sucesso nas investigações. Somente uma punição exemplar dá credibilidade à Justiça.

IZABEL AVALLONE

izabelavallone@gmail.com

São Paulo

Corrupção

A primeira página do Estadão de ontem espelha o Brasil atual. Eta, país corrupto!

VIDAL DOS SANTOS

vidal.santos@yahoo.com.br

Vinhedo

Quadrilha

Não é por acaso que dois dos maiores incentivadores da nomeação de Lula para um ministério, adquirindo assim foro privilegiado, são o ministro Edinho Silva, acusado no petrolão, e o secretário Ricardo Berzoini, um dos protagonistas do imbróglio Bancoop. Afinal, ideias dessa natureza só podem partir de pessoas pouco afeitas a princípios morais e éticos. Para esses, é a quadrilha em primeiro lugar e o resto depois, incluído o Brasil.

LUCIANO HARARY

lharary@hotmail.com

São Paulo

Além do Lula, sugiro alguns outros nomes para ministros de Dilma: Marcelo Odebrecht, José Carlos Bumlai, Delcídio Amaral e, claro, os filhos do Lula. Estes são tão competentes que merecem um ministério cada um.

ARCANGELO SFORCIN FILHO

arcangelosforcin@gmail.com

São Paulo

Eu pensei que no Planalto consideravam inocente o cidadão com a alma mais honesta do País. Para que blindá-lo, então, com um ministério? É simples, basta provar que ele é inocente das acusações. Ele é?

WALTER LÚCIO LOPES

wll@uol.com.br

São Paulo

Certeza de impunidade

A brilhante ideia de transformar Lula em ministro evidencia o pouco apreço pelo STF.

VERA M. SALGADO XAVIER

verasalxavier@gmail.com

Votuporanga

Acabou

O PT nasceu de muitos ideais virtuosos, mas hoje o que resta é só o Lula. Por isso lutam tanto pelo seu outrora intocável sustentáculo. Lamento, petistas, mas seu tempo acabou.

GILBERTO DIB

gilberto@dib.com.br

São Paulo

Caso de polícia

Um dia se lerá a história dos governos do PT como um romance de gangsterismo.

HARALD HELLMUTH

hhellmuth@uol.com.br

São Paulo

MALDDADES

Indústria da multa

Congratulações pela oportunidade do editorial Mais radares e multas (10/3, A3). Se o argumento da Prefeitura é a aplicação de multas como meio para aumentar, ou reforçar, a segurança da população no trânsito, faltou comentar que a manutenção e o reparo das vias (asfalto e sinalização), bem como a limpeza (em 9/3, por volta das 18 horas, na região do Prédio Dacon/Túnel Max Feffer, cruzamento com a 9 de Julho, por incompetência administrativa da Prefeitura, a via virou uma lagoa), são fundamentais. Desviar de buracos nas marginais, não ver um semáforo por causa da falta de poda de árvores ou o lixo nas calçadas que a chuva leva para as bocas de lobo, entupindo-as, são alguns exemplos da situação de abandono da cidade (se quiserem, a lista passa pela falta do ar-condicionado no Teatro Municipal e tantas outras evidências de abandono e incompetência...). Este ano temos eleições municipais. Vamos ver se a população purgará seus males.

JOSÉ CLAUDIO OLIVEIRA

jccinellilobo@hotmail.com

São Paulo

 

Cartas selecionadas para o Fórum dos Leitores do portal estadao.com.br

PROGNÓSTICOS

Pelos fatos, tudo indica que até mesmo antes de 2018 “Lulla” chegará a presidente. Presidente Bernardes ou Venceslau, pouco importa. Sendo de segurança máxima...

A.Fernandes standyball@hotmail.com 

São Paulo

*

PIRAÇÃO GERAL

Pedir a prisão preventiva da “alma mais honesta” que existe? Este Ministério Público “midiático” pirou de vez!

Odilon Otavio dos Santos

Marília

*

PERSEGUIÇÃO

Não entendo a orquestração do PT em afirmar que a Justiça e o Ministério Público perseguem o ex-presidente Lula. A atribuição dessas instituições é mesmo perseguir quem comete crimes.

Luíz Frid luiz.frid@globomail.com  

São Paulo

*

HISTÓRICO

O pedido de prisão preventiva do ex-presidente Lula pelo Ministério Público de São Paulo é histórico no País. Urge, agora, que as lideranças legítimas da Nação brasileira operacionalizem soluções legais e democráticas para a resolução das crises que nos assolam, para que possamos o mais rapidamente possível sair deste estado de abulia que paralisa o Brasil e prejudica toda a sua imensa população.

José de A. Nobre de Almeida josedalmeida@globo.com 

Rio de Janeiro

*

POBRE LULA

Lula queria muito ser igual ao ex-presidente Mujica, do Uruguai, que saiu do governo para voltar a viver na mesma modesta chácara nas cercanias de Montevidéu, onde vivia antes de ocupar a presidência daquele país. Só que Lula, aquele pobre retirante nordestino, ficou multimilionário e não conseguiu abrir mão das delícias que o dinheiro proporciona, mesmo sabendo que isso atrapalharia o seu discurso de pobres contra ricos – ele, obviamente, colocando-se do lado pobre da população. A solução encontrada por ele, então, para manter o seu discurso de pobre, foi esconder as suas propriedades e as da sua família, todos fingindo que moram de favor. Vinha dando certo, até agora.

   

Ronaldo Gomes Ferraz ronferraz@globo.com 

Rio de Janeiro 

*

CASA PRÓPRIA

Normalmente todas as pessoas sentem-se seguras, realizadas, quando conseguem ter a sua casa própria e assim se virem livres do aluguel, ainda mais quando têm uma boa situação financeira. Diferente dos demais, Lula não tem casa própria, vive em casas emprestadas de amigos. Por que razão o ex-presidente Lula, hoje com excelente situação financeira, se recusa a possuir imóveis? Aí tem...

José Carlos de Castro Rios jc.rios@globo.com

São Paulo

 

*

SOZINHO E ABANDONADO

Lula nada explicou em seu pronunciamento da sexta-feira passada. O Ministério Público de São Paulo e o povo brasileiro querem saber quem pagou as reformas do tríplex em Guarujá e do sítio em Atibaia, frequentados pela família Silva. Após o início da Operação Lava Jato, as empreiteiras não contrataram mais o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para ministrar palestras. O esquema de corrupção da Petrobras foi descoberto e a fonte de renda fácil simplesmente secou. As grandes empresas privadas brasileiras estão sem obras para executar e o companheiro petista todo-poderoso não tem mais apoio financeiro, contando apenas com o dinheiro do partido. Essa turma vai pensar duas vezes antes de se meter em esquemas ilícitos, pois vários caciques já foram presos e alguns tiveram de devolver parte do dinheiro desviado dos cofres públicos. Lula está sozinho e abandonado, pois o cartel das empreiteiras já não existe mais e a debilitada presidente da República está totalmente perdida, sem apoio das Casas parlamentares e com o fantasma do impeachment assombrando os seus dias de crise. 

José Carlos Saraiva da Costa jcsdc@uol.com.br 

Belo Horizonte 

*

SÃO LUIZ

Diante da eventual prisão de Lula, seus seguidores defendiam que ele assumisse um ministério no governo Dilma, livrando-o das “arbitrariedades” do juiz Sérgio Moro. Outra alternativa – bem mais merecida – seria demandar que o santo papa lhe concedesse imediata beatificação, tornando-o São Lula Padroeiro dos Pilantras, garantindo que nenhum juiz se atrevesse a decretar sua prisão.

William Gainher gainher@gmail.com

São Paulo

*

PIADA DE MAU GOSTO

Só podia ser piada, e de mau gosto, a oferta de um ministério ao ex-presidente Lula para ele ter direito a foro privilegiado. Seria o “grand finale” de um governo em fim de linha, que sempre nomeou ministros por interesses políticos, pouco se importando com a administração real do País, e que agora queria “salvar” o seu ídolo maior. Só faltava oferecer o Ministério da Justiça. Aí, sim, o circo estaria armado...

Luciano Harary lharary@hotmail.com 

São Paulo

*

FINAL DOS TEMPOS

Em 1988, quando Lula era líder do PT no Congresso Constituinte, disse: “No Brasil é assim, quando um pobre rouba, ele vai para a cadeira, mas, quando o rico rouba, ele vira ministro”. Mal sabia Lula que, 28 anos após ter dito uma frase impactante para aqueles tempos, hoje ela é tão verdadeira que cabe inteirinha no seu figurino. Final dos tempos. Nada como um dia após o outro. 

Izabel Avallone izabelavallone@gmail.com  

São Paulo

*

PRESENTE

Dilma daria de presente a Lula o Ministério da Fazenda, que teria seu nome alterado para Ministério do Sítio em Atibaia.

Maria C. Rocha Azevedo crisrochazevedo@hotmail.com 

Florianópolis

*

PELÉ

O ministro Ricardo Berzoini chegou a perguntar “quem não quer o Pelé?”, referindo-se à possibilidade de o ex-presidente Lula ocupar um ministério. Bem, eu não quero. Queria ele, sim, no meu time, nos idos de 60, 70; agora não, com todo o respeito. Mas se é fato que houve um convite da presidente Dilma para ele ocupar um ministério, ela estaria assinando sua renúncia.

Panayotis Poulis ppoulis46@gmail.com 

Rio de Janeiro

*

MEGALOMANIA

“A partir de agora, se me prenderem, eu viro herói. Se me matarem, viro mártir. E, se me deixarem solto, viro presidente de novo.” Assim Lula destilou seu último veneno. Se for condenado e preso, o senhor pode virar herói entre os seus, pois, para o País e o mundo, o senhor será um criminoso que vai pagar pelos seus atos. Se me matarem? Quem teria interesse? Queima de arquivo? Se ficar solto, o senhor pode democraticamente concorrer a que cargo eletivo for, só tem de ganhar. 

 

Luiz Nusbaum lnusbaum@uol.com.br

São Paulo

*

NEM HERÓI NEM MÁRTIR

Lula não vai virar herói nem mártir e muito menos presidente novamente. Lula será desmascarado, seus crimes serão esclarecidos, um por um, e ele será repudiado até pelo mais fanático dos seus seguidores.

Mário Barilá Filho mariobarila@yahoo.com.br 

São Paulo

 

*

DOM LUÍS INÁCIO I

“Se me prenderem eu viro herói, se me matarem eu viro mártir, se me deixarem livre eu viro presidente.” A mim, se for dada a chance de escolha, o prefiro como mártir, pelo óbvio.

 

Marcos Mendonça marcao58@yahoo.com.br

São Paulo

*

ESCOLHA

Gostaria de saber do ególatra e fanfarrão o que gostaria de vir a ser: um homem livre, um herói ou um mártir? Para continuar sendo um desprezível marginal, não há necessidade de nenhum esforço adicional, pode ficar tranquilo. O mais difícil será continuar um homem livre.

Mário Rubens Costa costamar31@terra.com.br 

Campinas

*

O FUTURO DE LULA

Para qualquer das três alternativas que venham a ocorrer, uma única definição: é ameaça!

 

José Roberto Niero jrniero@yahoo.com.br

São Caetano do Sul 

*

PODER À DEMAGOGIA

Nada se encaixa melhor no atual momento que estamos vivendo do que a frase do historiador grego Denys D. Halicarnasse: “O meio mais seguro de arruinar um país é dar poder aos demagogos”.

Celia H. Guercio Rodrigues celitar@hotmail.com 

Avaré

*

DOSTOIEVSKI PARA LULA

Mensagem deixada pelo escritor e filósofo russo Dostoievski, datada do ano de 1800 e qualquer coisa, provavelmente desconhecida do ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva: “O homem que mente para si mesmo e escuta as próprias mentiras chega a um ponto em que não pode distinguir a verdade e a mentira dentro de si ou ao redor de si, e assim perde todo o respeito por si mesmo e pelos outros”.

Leônidas Marques leo.marques.vr@gmail.com

Volta Redonda (RJ)

*

MARACUTAIA

Ninguém está se lembrando da doença mais perigosa de todas transmitida pelo “Aedes Lulae”, chamada maracutaia, que retira dos infectados as noções de decência e honestidade e transmite-se com grande rapidez. Obs.: não há antídoto ainda, mas há esperança na vacina Lava Jato.

 

Alvaro Bento obento@uol.com.br

São Paulo

*

HÁ DEZ ANOS

Chega a ser curioso que, justo na época em que os dados bancários do caseiro Francenildo foram arrombados, dez anos atrás, por ordem expressa do então presidente Lula, ele, seus advogados e os áulicos que o cercam acusem o Ministério Público, a Polícia Federal e o juiz Sérgio Moro de terem agido à margem da lei para investigá-lo, a despeito de todas as evidências já produzidas pela ampla Operação Lava Jato. Imagina-se que ele se considere um homem “incomum”, que não deva se submeter aos ritos do Direito aos quais todos estamos sujeitos. 

Marco Antonio Esteves Balbi mbalbi69@globo.com 

Rio de Janeiro

*

EXEMPLARES DA CONSTITUIÇÃO

O presidente do Senado, Renan Calheiros, entregou ao ex-presidente Lula, esta semana, um exemplar da Constituição brasileira. Só deu um exemplar? Tinha de ter dado dois! Assim ele poderia usar um no banheiro do sítio e outro no banheiro do tríplex, né?

Nestor Brunelli nestor@galeazimetais.com.br 

São Paulo

*

FESTIVAL DE GALHOFAS

O desbragado festival de galhofas encenado em Brasília não cessa. O último numerito teve como protagonistas dois notórios fichas sujas de alto escalão. O sr. Lula da Silva, ainda surtado pelo convite do Ministério Público Federal, tipo “vem cá, minha flor”, foi visitar ninguém mais, ninguém menos que a figura poluta do presidente do Senado, o finório Renan Calheiros, para um café da manhã. Na saída, Calheiros, acompanhando o visitante à porta, saca um exemplar da Constituição da República e, com um sorriso cheio de intenções – más, com certeza – oferece-o ao visitante. Devidamente registrado o ato pelos fotógrafos, como convém, vimos um Lula demonstrar a pouca intimidade com o ato de portar um livro. Embora possa facilmente entender a jogada de Renan Calheiros, acho que foi um desperdício, de encenação e de livro. Para os dois, Lula e Renan,  deixo a minha sugestão: na próxima oportunidade, mudem o presente. Lula recebe um exemplar do Código Penal Brasileiro atualizado e Renan, um Código Penal da República Popular Chinesa. 

Alexandre de Macedo Marques ammarques@uol.com.br 

São Paulo

*

CONSTITUIÇÃO BRASILEIRA

Só agora deram a “ele” um exemplar da nossa Constituição? “Elle” não deveria tê-la lido quando foi eleito deputado? Será uma grande oportunidade para “ele” tomar ciência de que: TÍTULO II, Dos Direitos e Garantias Fundamentais, CAPÍTULO I, DOS DIREITOS E DEVERES INDIVIDUAIS E COLETIVOS. Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade...

Francisco P Santos francisco.paulasantos@uol.com.br

São Paulo

*

PROPOSTA

 

Acredito que Capistrano de Abreu não vai ficar aborrecido se eu fizer uma pequena alteração na sua espetacular Constituição brasileira: “Artigo único: Todo brasileiro, inclusive o Lula, se obriga a ter vergonha na cara”.

 

Flavio Bassi flavio-bassi@uol.com.br 

São Paulo

*

SIR NEY

Morreu na Inglaterra Sir George Martin. Enquanto isso, no Brasil, o único “Sir” vivo continua lépido e faceiro. Também muito, mas muito esperto. Declinou do convite das raposas Lula e Renan de participar do café da manhã que definiria os novos rumos da República, iniciando uma grande virada política e econômica. Talvez não tenha se sentido à altura de tão nobres interlocutores. Lépido, faceiro e muito esperto!

José C. Vendramini Fleury zkfleury@uol.com.br  

São Paulo

*

CARTA MAGNA

O povo apreciaria que o presidente do Senado, Renan Calheiros, ao dar de presente ao ex-presidente Lula o exemplar da Constituição, recomendasse a sua leitura, notadamente no parágrafo que diz que a lei é igual para todos. Sr. Lula, não seria o caso de V.Sa. retribuir o presente, recomendando ao senador Renan Calheiros a leitura do mesmo parágrafo?

Walter Lúcio Lopes wll@uol.com.br 

São Paulo 

*

LEITURA

Convenhamos, a Constituição é a mais interessante leitura na cadeia.

 

Guto Pacheco jam.pacheco@uol.com.br 

São Paulo 

*

DIA 13

Agora que, graças ao senador Renan, o ex-presidente Lula ficou sabendo que há Constituição federal vigente no Brasil, gostaríamos que ele viesse à Rua no dia 13 de março para fazer as honras do governo federal. Mas, como é covarde, manda sempre nestas ocasiões seus pelegos. 

Luiz H. Freire Cesar Pestana luizhenriquefcpestana@gmail.com  

São Paulo

*

PROTESTO DE DOMINGO

Já foi avisado em cartazes e faixas dos “vermelhos de sempre” que vai ter luta. Autoridades, estejam alertas para proibir confrontos em que os próprios possam matar um dos seus para virar mártir. Já fizeram isso em Campinas e em Santo André.  

José Luiz Tedesco tedescoporto@hotmail.com 

Presidente Epitácio 

*

INCITAÇÃO À VIOLÊNCIA

Parabéns, Geraldo Alkmin, pelo bom-senso em proibir na Avenida Paulista ato dos milicianos do PT, evitando o confronto entre grupos pró e contra o governo federal. Entretanto, não há pronunciamento de qualquer autoridade do âmbito federal alertando para que a incitação à violência é crime tipificado no art. 282 do Código Penal.

Arnaldo Ravacci arnaldoravacci05@gmail.com 

Sorocaba

*

O IMPÉRIO DA BADERNA?

O Brasil está se tornando cada vez mais a “casa de mãe Joana”. A justiça não está sendo levada a sério.  De forma acintosa, são subvertidos as leis e o bom senso, tanto pelo partido no poder quanto por aquele que diz ser “a alma mais honesta”, o melhor presidente do Brasil de todos os tempos e do qual não se acha “um real de desvio de conduta”. As evidências são cada vez mais claras. Além do apurado pela Operação Lava Jato, todos ouviram gravação na qual Lula mandou enfiar no @# este processo todo, seu discurso no qual se vangloriou de não dar a mínima para a ordem e as leis, e em palanque proferindo aos gritos incentivos a seus seguidores para usarem de baderna e violência nas ruas. Getúlio Vargas uma vez disse “lei? Ora, a lei”, para se declarar especial e acima do bem e do mal. Lula está tentando fazer o mesmo. Até quando vamos assistir passivamente a tanta irresponsabilidade? Nosso povo, essencialmente bom e honesto, merece mais respeito e o Brasil precisa de tranquilidade para trabalhar e progredir!    Que nossos magistrados façam valer a lei e a Constituição com todo rigor, antes que seja tarde. Como está não pode continuar!

 

Silvano Corrêa scorrea@uol.com.br

São Paulo

   

*

DOS BOATOS À VERDADE

O velho ditado “todo boato tem um fundo de verdade” deve ser perseguido pela Polícia Federal no caso da Operação Lava Jato. Há anos que ouvimos falar de uma excelente fazenda no Pará onde o filho de Lula deita e rola, chegando constantemente de jatinhos. Na cidade próxima, todo mundo sabe quem é o dono da propriedade e seguranças impedem inclusive que se tire foto da área considerada de rara beleza. Hoje, nas redes sociais, denunciam mais cinco, uma delas no Xingu, que tem o mesmo nome do sítio de Atibaia, “Fazenda Sta. Bárbara”! Será que a PF já está correndo atrás disso também? Porque nos meios pecuaristas Lulinha é odiado por comprar todas as rezes para engorda, deixando os outros pecuaristas ao Deus dará. Nenhum pecuarista vai se pronunciar e dedurar?

Beatriz Campos beatriz.campos@uol.com.br 

São Paulo

*

A CONDENAÇÃO DE MARCELO ODEBRECHT

Saiu a sentença de Marcelo Bahia Odebrecht: 19 anos e 4 meses de prisão. É o prêmio a que fez jus pelo seu excelente desempenho em três atividades que hoje são o carro-chefe neste país dominado por corruptos: lavagem de dinheiro, corrupção ativa e associação criminosa. O sócio majoritário dessa associação, por uma questão ainda pouco explicada, ainda não está na cadeia, mas vai! Não faz muito tempo que o pai de “Marcelinho” falou em alto e bom som que, se o filhinho fosse condenado, teriam de arrumar mais três celas: uma para ele, pai, uma para Lula e outra para a governanta Dilma Rousseff. Então, senhor Emílio Odebrecht? Chegou a sua hora de falar. Vamos cumprir a promessa? Afinal, quem promete deve, não é isso? 

Humberto de Luna Freire Filho hlffilho@gmail.com 

São Paulo

*

EM SILÊNCIO

A mudez do sr. Marcelo Odebrecht tem as possíveis explicações: as virgens que o esperam no céu; que  ouviu o canto da sereia; que tem a certeza da veleidade dos tribunais superiores; que acredita “nelle” e “nella”; que todos nós, brasileiros dignos, somos idiotas; que os 19 anos de cana ficarão para as calendas gregas; ou que vai engordar na cadeia.

Sinclair Rocha sinclairmalu@uol.com.br

São Paulo

*

FALSA DEFESA

Se os principais diretores da Odebrecht já foram condenados, o cartel foi exaustivamente esclarecido e desmantelado, como é que, agora, os defensores do empresário alegam que todos os delatores isentaram o sr. Marcelo Odebrecht e que ele não está vinculado a nenhum ilícito investigado na Lava Jato? Cabe, aqui, portanto, uma pergunta incômoda: qual a função que ele exercia nas empresas do seu grupo?

Eduardo A. de Campos Pires eacpires@gmail.com

São Paulo

*

ENFIM, A PRISÃO DE LUIZ ESTEVÃO

Conforme noticiado, a Justiça determinou (8/3) a prisão imediata do ex-senador Luiz Estevão, após ele recorrer 35 vezes, por crimes de corrupção cometidos em 1992. Está aí a importância da recente decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que possibilita a prisão após o julgamento em segunda instância. Sempre é bom lembrar que o ex-ministro Cezar Peluso foi o idealizador da Emenda 15, ou “PEC do Peluso”, apresentada ao Senado Federal em março de 2011 e que previa a imediata execução das decisões a partir de julgamento pela segunda instância. Parabéns ao STF e ao ex-ministro Cezar Peluso.

Edgard Gobbi edgardgobbi@gmail.com 

Campinas 

*

CADEIA AOS CORRUPTOS

O ex-senador Luiz Estevão, finalmente, foi preso! Em 1998, Estevão foi eleito senador pelo PMDB do Distrito Federal e no ano 2000 teve o mandato cassado. O motivo foi envolvimento com o juiz Nicolau dos Santos (o Lalau) no desvio de verbas da construção do Tribunal Regional do Trabalho (TRT) em São Paulo, no valor de R$ 169 milhões. Sua condenação a 31 anos de prisão ocorreu no ano de 2006, e, desde então, Estevão, com seus muitos advogados, utilizara diversos recursos jurídicos para retardar a prisão. Enfim, acredito que a Justiça deveria criar mecanismos para manter pessoas perigosas presas durante os recursos. No caso deste senador, ele foi condenado por fazer parte de quadrilha ou bando, pelos crimes de peculato, estelionato qualificado, corrupção ativa e uso de documento falso. Mesmo assim, ficou livre todo este tempão, gozando os prazeres da vida com o dinheiro dos impostos, ou seja, o meu, o seu, o nosso dinheiro. Reflexão: não importa quem, nem a sigla partidária, mas que todos os corruptos sejam contemplados com o mesmo destino, ou seja, a cadeia. 

Alex Tanner alextanner.sss@hotmail.com 

Sumaré 

*

‘A JUSTIÇA NÃO PODE TARDAR’

Um dos editoriais do “Estadão” de 9/3, “A justiça não pode tardar”, é um alento à sociedade que não suportava mais crimes sendo protelados por tantos recursos jurídicos impetrados por escritórios famosos advocatícios, que viam neste caminho do Direito um meio de aumentar seus polpudos honorários. Também um aviso a estes mesmos escritórios de que a moleza acabou ou diminuiu, e muito. A prisão de Luiz Estevão, que já havia sido condenado a 31 anos de prisão em maio de 2006 (crimes iniciados em 1992!), já é um exemplo concreto e um aviso de que estamos mudando. E por favor, advogados destes escritórios, não façam outro ridículo abaixo-assinado contestando esta histórica decisão. 

Claudio A. S. Baptista clabap45@gmail.com 

São Paulo

*

AINDA A LAVA JATO

Tivemos de ouvir que é perseguição das elites sobre o PT. Sou aposentado com 68 anos de idade e 53 anos de trabalho e minha aposentadoria mal dá para pagar o plano médico, e durante o governo do PT foram os piores para aposentados. O que é elite? Será que é ter um tríplex e uma chácara luxuosa para ser considerado da elite, ou não? Pouco importa a que partido políticos pertençam, o que realmente importa é que o dinheiro que deveria ser aplicado na saúde, vejam que a TV apresenta todos os dias a população sofrida em hospitais, na educação, onde a maioria dos estudantes tem de recorrer ao Fies, quando o ensino deveria ser gratuito, transporte péssimo, obras paradas em todo o Brasil e muitos outros desmandos. Enquanto tudo isso acontece, ficamos sabendo todos os dias que houve desvios de verba em quase todas as empresas públicas e o dinheiro depositado nas contas de políticos no exterior. Precisamos de um Brasil melhor e tirar todos os políticos do poder, independentemente de partido, e colocarmos gente séria para administrar este rico país, que só beneficia alguns poucos brasileiros. Nas próximas eleições, deveríamos votar em administradores que nunca foram eleitos. Proponho dr. Moro para presidente e dr. Joaquim Barbosa para ministro da Justiça.

Carlos Alberto Duarte carlosadu@yahoo.com.br 

São Paulo

*

HERÓIS NACIONAIS

Quando diminuir a putrefação moral no País, o povo brasileiro deverá homenagear Joaquim Barbosa, Sérgio Moro, Cassio Conserino e outros. Os corajosos heróis nacionais.

Roberto Hungria cardosohungria@gmail.com  

Itapetininga

*

‘SOMOS MORO’

O Brasil, carente de um verdadeiro líder, encontrou no juiz Sérgio Moro a sua voz. Uma voz destemida, firme, valorosa e justa. E ele, na sua simplicidade e determinação, uniu um país inteiro em torno de uma só causa: guerra aos corruptos e corruptores. Sem trégua. O povo brasileiro agradece.

Elisabeth Migliavacca elisabeth448@gmail.com 

São Paulo

*

ESTARRECEDOR

Depois de ler a revista “Veja” desta semana e o “Estadão” de domingo (6/3), fiquei estarrecida. O rombo chega a R$ 1 trilhão, estão dizendo que, se o nosso país começar a melhorar, vai ser a partir de 2021 e há um dossiê para derrubar o juiz Sérgio Moro, que já foi descoberto pela Polícia Federal. Pobres filhos nossos! Pobre país o nosso: tão rico em belezas naturais e mergulhado na lama”

Darci  Mendonça Acorsi darci_fg@yahoo.com.br 

Jundiaí

*

EDUARDO CUNHA NO CONSELHO DE ÉTICA

Declaração do deputado federal Vinícius Gurgel (PR-AP): “Eu bebo. Podia estar de ressaca. Quando a pessoa está de ressaca, não escreve do mesmo jeito, fica tremendo, acho que tinha bebido um dia antes, assinei com pressa no aeroporto, pode não ter sido igual, rabisquei lá”. Consta como falsa essa tal assinatura que teria sido firmada em documento de renúncia à vaga de titular do Conselho de Ética, para permitir sua substituição por outro deputado, que votou a favor de Eduardo Cunha (PMDB-RJ). Não seria isso falta de decoro parlamentar?

Mauro Lacerda de Ávila lacerdaavila@uol.com.br 

São Paulo

*

PARLAMENTARES SOB INVESTIGAÇÃO

Como perguntar não ofende: por que todos do governo e do PT estão contra Eduardo Cunha e os processos contra Renan Calheiros andam mais devagar do que os passos de tartaruga? Será que irão ficar para o próximo século?

Vanderlei Zanetti zanettiv@gmail.com 

São Paulo

*

E O BRASIL?

Enquanto governo, Senado, Câmara e demais políticos ficam no nhém, nhém, nhém, o povo e o Brasil pagam as contas. Acorda, Brasil!

Milton Bulach mbulach@gmail.com 

Campinas

*

QUE PAÍS É ESTE?

Que país é este onde um ministro de Estado não é escolhido por sua competência, mas para livrar o indicado de ser processado em fórum comum, e onde um deputado federal vai à sessão do Conselho de Ética bêbado e não consegue assinar o próprio nome?

Renato Nóbrega Centola mrs5@uol.com.br 

São Paulo

*

O EX-FUTURO MINISTRO DA JUSTIÇA

Wellington César Lima e Silva caiu na conversa irresponsável de Jaques Wagner, ministro da Casa Civil de governo agonizante da presidenta Dilma.

Sergio S. de Oliveira ssoliveira@netsite.com.br  

Monte Santo de Minas (MG)

*

DEU A LÓGICA

Caiu Wellington, o breve.

Niveo Aurelio Villa niveoavilla@terra.com.br  

Atibaia

*

O QUINTO BEATLE

O mundo da pop music e do showbiz está de luto: um minuto de silêncio e profundo pesar em respeito ao falecimento de sir George Martin, o genial produtor, arranjador e compositor inglês que moldou o som mágico dos Beatles, desde o seu primeiro disco, em 1963. Sem o seu vasto conhecimento de música clássica e extremo arrojo em experimentar os limites dos recursos eletrônicos do icônico estúdio Abbey Road, em Londres, certamente os Fab4 jamais alcançariam o megassucesso que fizeram. Não à toa, mereceu a destacada reputação de ter sido “o 5.º beatle”, como disse Paul McCartney. Nossos ouvidos agradecem pelas inúmeras e inesquecíveis canções que, sob a batuta de seu inesgotável e singular talento, tocaram profundamente nossos corações com rara emoção. A história da música pop, dos anos 60 em diante, tem uma dívida impagável para com o “maestro” dos Beatles. Yeah-yeah-yeah!

J. S. Decol decoljs@gmail.com 

São Paulo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.