Fórum dos leitores

Cartas selecionadas para o Fórum dos Leitores do portal estadao.com.br

O Estado de S.Paulo

13 Março 2016 | 03h00

 

LULOPETISMO

Cristo crucificado!

Quando disse ser a alma mais honesta que este país já conheceu, considerei o Lula um simples fanfarrão. Cometi um erro de juízo. Na verdade, o fanfarrão é um sujeito digno de pena e que necessita de ajuda. Lula de fato acredita em seus devaneios. E, lamentavelmente, não só subtraiu do Palácio do Planalto uma importante escultura barroca talhada na figura de Jesus Cristo, como a escondeu a sete chaves num cofre do Banco do Brasil. Seria essa atitude por medo de concorrência ou por desvio de caráter? Que vergonha! 

EDUARDO FOZ DE MACEDO

efozmacedo@gmail.com

São Paulo

Suvenires

Se Dilma, quando for embora, levar também 11 contêineres, vão precisar reconstruir o palácio.

LUÍZ FRID

luiz.frid@globomail.com

São Paulo

O pensador

O presidente do PT, Rui Falcão, disse que Lula iria recolher-se neste fim de semana para refletir sobre se aceita um cargo no governo Dilma. Esse recolhimento para reflexão será em que lugar? No sítio de Atibaia ou no tríplex do Guarujá?

ALVARO SALVI

alvarosalvi@hotmail.com 

Santo André

Reação em ‘cadeia’

Deu tudo errado para o PT: a polícia pegou, os amigos delataram, o dólar caiu e até o Cantareira encheu.

LUIZ HENRIQUE PENCHIARI

luiz_penchiari@hotmail.com

Vinhedo

13 DE MARÇO

Como já dizia Ulysses Guimarães, com sabedoria e experiência: "A única coisa que mete medo em político é o povo na rua". O dia é hoje, a hora é agora. Às ruas, brasileiros. Basta! Fora PT!

J. S. Decol decoljs@gmail.com 

São Paulo

*

POR QUE VAMOS ÀS RUAS

No seu artigo "A volta dos profissionais" (10/3, A6), o jornalista José Roberto de Toledo disse que a manifestação deste domingo é fundamental para os planos tanto do PSDB quanto do PMDB de voltar ao centro do poder. Sinto discordar do jornalista, mas a manifestação deste domingo é contra esta quadrilha de malfeitores que se apossou do Brasil. O País é nosso, não precisamos de siglas nem de filiações. Vamos às ruas vestindo as cores da bandeira brasileira, encheremos as ruas com nossa indignação pelos roubos bilionários na Petrobrás, nos fundos de pensão, no BNDES, pela impunidade, a injustiça, a corrupção, o aumento de impostos, os juros altíssimos, a inflação corroendo os nossos salários, o desemprego. Tudo isso tem um nome: governo do PT e aliados. Só a nossa indignação mudará este país. A voz do povo ainda continua sendo a voz que comanda. Hoje, a festa é da democracia!

Izabel Avallone izabelavallone@gmail.com 

São Paulo

*

ENCRUZILHADA

O Brasil está na maior encruzilhada de toda a sua história. Aqui, onde dois caminhos se postam à espera de uma decisão que irá dizer de nosso futuro. Ou temos, agora, a coragem de tomarmos em nossos ombros o peso e o compromisso do que é correto e necessário ou, mais uma vez, vamos dar as costas às esperanças de um país melhor para as futuras gerações. O destino quis que um personagem mítico, Lula, fizesse com que nos defrontássemos com o nosso maior pesadelo: o de termos de decidir entre o "jeitinho brasileiro", complacente com as necessárias desonestidades, digeríveis e julgadas relativas - estas escolhas de sofia de aparentes "males menores" -, e, finalmente, crescermos em espírito e civilidade, sem os tão antigos medos e anseios por esse passo.

Abraham Yentas Suster marcelogferes@ig.com.br 

Rio de Janeiro

*

PONDERAÇÃO

 

Diante das manchetes recentes e das últimas notícias da Operação Lava Jato e outras investigações, na condição de seres racionais que dizemos ser, o momento nos pede ponderação, e não lenha na fogueira das vaidades. A propósito, é de observar que quem tenha cursado uma boa escola de Direito ou, no mínimo, tenha lido a obra "Como julgar, como defender, como acusar" (Konfino Editor, Rio, 1975), do professor Roberto Lira, que foi membro do Ministério Público, ministro da Educação e um dos autores do Código de Processo Penal de 1941, por certo, não pode esquecer o seguinte: os órgãos ligados ao Judiciário devem ter base ética, circunspecção e equilíbrio, guardando distância dos flashes, dos microfones, das plateias e dos aplausos, para apuração dos fatos à luz dos princípios jurídicos, para poder julgar bem, em respeito à magnitude da Justiça e de sua credibilidade perene no seio da coletividade. Incólume e respeitosa, a justiça é um grande bem social, e cada um de nós também poderá precisar dela. Parece oportuno que, de cabeça fria, tenhamos bom senso e evitemos o oba-oba!

Bismael B. Moraes bismoraes@uol.com.br

Guarulhos

*

MANIFESTAÇÃO PELO BRASIL

O medo-pânico que a Operação Lava Jato provocou nas "almas honestas" dos (ir)responsáveis pelo comando do Partido dos Trabalhadores (PT) está provocando, diante de uma manifestação ordeira do povo contra um estado de coisas insuportável, um sintoma que se encaixa na índole hidrófoba da militância petista. Contra fatos não há argumentos. Correta a decisão do governador Geraldo Alckmin de proibir a presença de dois grupos antagônicos no mesmo local, dia e horário: a Avenida Paulista neste domingo. Só não enxerga quem não tem olhos de ver.

 

Jair Gomes Coelho jairgcoelho@gmail.com 

Vassouras (RJ)

*

PAZ

O lulopetismo fez da vida dos brasileiros um inferno, e agora pede paz para governar. Vamos ajudar, indo para as ruas neste dia 13, na Paulista!

Elisabeth Migliavacca elisabeth448@gmail.com 

São Paulo

*

COXINHAS E PIXULECOS

Eis o nome da Primeira Guerra Civil Brasileira: pixulecos x coxinhas. Pelo menos vamos nos matar por uma causa nobre (rs). Melhor do que enterrar quase 60 mil pessoas por ano no País por motivos torpes, banais, como vem acontecendo. Mas, pensando bem, que guerra civil, que nada, minha gente! Nós, brasileiros, nos amamos, somos da paz e não vamos nos matar nas ruas como animais ferozes por causa de políticos safados. Sou um "coxinha" que votou em Lula em seu primeiro mandato, mas, depois disso, nunca mais. Muito antes disso, fui um dos cofundadores do PT, pois assinei uma das fichas de constituição do partido em 1980 ou 1979. Mas que os petistas estão afundando o Brasil, isso estão, causando sofrimento a milhões de conterrâneos (eu, inclusive). Portanto, vamos nos unir: coxinhas + pixulecos = um Brasil melhor.

Jaime Pereira da Silva jaimesil54@gmail.com 

São Paulo

 

*

NA CONTA DO 'JARARACA'

Se ocorrer uma catástrofe neste dia 13, quando brasileiros de bem se reunirão para manifestar pacificamente o descontentamento com o governo petista, a culpa será do "Jararaca", que está convocando para um confronto o exército hipócrita dos militantes e ONGs ligadas a esta farsa chamada PT. Não nos intimidarão, já nos cansamos da dupla Lula-Dilma. Chega de incompetência, chega de roubalheira e de mentiras!

José Roberto Iglesias rzeiglesias@gmail.com 

São Paulo

*

O FIM DE SEMANA EM SP

Sábado e domingo em Interlagos: Lollapalooza, para a galera se distrair. Domingo na Paulista: "Lula pra looser",  para o povo manifestar seu repúdio à falta de ética da corja no poder há mais de 13 anos. Cidadania democrática tem deveres e direitos, venham demonstrar seus valores!

Axel von Hulsen avonhulsen3@gmail.com 

São Paulo

*

A SEGURANÇA NECESSÁRIA

O governador Geraldo Alckmin e seu secretário de Segurança deviam vir a público de forma mais contundente para comunicar que não serão tolerados atos pró-Dilma na Avenida Paulista neste dia 13 de março e que a Polícia Militar estará em grande número e vigilante ali, a fim de transmitir a tranquilidade necessária à população. Ou será que só o PT e Lula sabem ocupar espaço na mídia?

     

Elcio Espindola elcio.espindola2013@gmail.com 

Santana de Parnaíba

*

A ÚLTIMA CARTADA

 

Neste domingo, data marcada com bastante antecedência para a manifestação popular contra o governo Dilma em São Paulo e pelo País, o protesto está ameaçado por apoiadores do atual governo do PT. CUT, MST e UNE ameaçaram, nos últimos dias, ocupar o mesmo espaço, a Avenida Paulista, reservado para o povo verdadeiramente brasileiro. É conflito na certa. Hoje o maior objetivo do PT é a morte de um militante com a camisa vermelha, um mártir, que será carregado acima da multidão como um troféu. Contra fatos não há argumentos. O dedo da filha de Lula não foi nada comparado ao real objetivo da quadrilha instalada no poder. É preciso muito cuidado, principalmente da Polícia Militar, que vai ser alvo principal de provocação e ataques. O PT e seus aliados já perderam a vergonha, seu real objetivo, dinheiro e poder, está com os dias contados e esta é a ultima chance de virar a mesa. Atenção, brasileiros, e muito cuidado.

 

Luiz Ress Erdei gzero@zipmail.com.br 

Osasco

*

FIM DA LINHA

Restou ao resto do PT, milícias organizadas para conturbar as leis e a ordem no Brasil. Espero que as forças e instituições legais nos protejam.

Luíz Frid luiz.frid@globomail.com 

São Paulo

*

AMEAÇAS

Estas ameaças por parte dos movimentos sociais me trazem à lembrança o atentado no Rio Centro.

Moises Goldstein mgoldstein@bol.com.br 

São Paulo

*

NATUREZA TOTALITÁRIA

Simples assim: os arruaceiros de aluguel que ameaçam as manifestações pacíficas deste 13/3 não têm respeito nem gratidão até por setores da imprensa que um dia lhes deram a mão e os ajudaram a alcançar o poder. Então por que será que porcos querem devorar as mãos que lhes oferecem as pérolas do poder? Será desespero ou cegueira por terem sido pegos em flagrante delito e precisam se vitimizar perante seus eleitores? Ou é sua natureza totalitária que vai aflorando quanto mais acuado pela indignação da sociedade e pela ação persecutória da justiça?

Leon Diniz leondinizdiniz@gmail.com 

São Paulo

*

TERÁ CAÍDO A FICHA?

 

Nos últimos dias o Brasil teve dois bons exemplos do tipo de civilidade, polidez, finura, elegância e educação que Lula e seus familiares receberam na vida. O primeiro, que se gaba de ser grande "democrata", não se peja de pedir, aos palavrões, a cabeça dos que cruzam o seu caminho, como fez com relação à analista do Santander Synara Policarpo - aquela que emitiu uma nota aos clientes informando sobre o estado de nossa economia. Logo após seu depoimento à Polícia Federal no dia 4/3, Lula foi flagrado em vídeo, furibundo, vociferando com a "presidenta" que (o juiz Moro) "enfiasse o processo no c...", exibindo não apenas a grosseria que o notabiliza, todo o seu desprezo às instituições da República, que diz acatar. Sua filha, Lurian, não deixou por menos no domingo passado, ao gesticular de forma obscena - sugerindo algo semelhante ao que o pai fizera dois dias antes - ao identificar a reportagem do "Estado", em protesto na frente da TV Globo, no Rio de Janeiro. Ao agir assim, Lurian dissipou qualquer dúvida ainda restante sobre o tipo de lapidação que teve em sua criação. São essas as personagens que foram postas no poder pelo voto popular em 2003 e a ele reconduzidas sucessivamente até a eleição de 2014. Como é possível um povo se enganar tanto assim? Será que agora, depois de tudo o que estamos vendo, vai, afinal, cair a ficha?

 

Silvio Natal silvionatal49@gmail.com 

São Paulo

*

DEDO INDICADOR EM PÉ 

Ao contrário de outros leitores do "Estadão" e do próprio jornalista ofendido, fiquei feliz com o sinal ofensivo da sra. Lurian, filha do sr. Lula, ao mostrar o  dedo indicador em pé apontado para o jornalista do "Estadão". Primeiro, caso eu não esteja enganado, fico feliz que ela tenha voltado de Paris, após seus estudos, onde ficou hospedada no apartamento de uma das famílias dos novos amigos empreiteiros de seu pai. Este imóvel, particularmente, é muito bem localizado em Paris. E viver de graça, no imóvel dos outros, é um costume tradicional da família Lula. Segundo, fiquei feliz porque demonstrou ao País o seu respeito ao jornalismo, à imprensa, à democracia, que tanto o PT apregoa e defende no papel - só no papel, que fique claro. Terceiro, porque demonstrou amor ao pai acusado de crimes e a cálida demonstração da educação que teve. E, por derradeiro, fiquei feliz porque, segundo o Instituto Lula, ela também teve alguns benefícios que deveriam ser esclarecidos. Afinal, fundar uma fundação para propiciar a educação dos filhos é uma excelente jogada. Ainda mais quando estes mesmos recursos, legais, segundo o Instituto, provêm de recebimentos ilegais das empreiteiras. Quando será que Lula, família e petistas vão explicar, e não atacar a imprensa, a Justiça e nossa inteligência?

José Rubens Macedo Soares joserubens@federmacedoadv.com.br

São Paulo

*

O RABO DA JARARACA

A pose de Lurian, com o dedo médio em riste na foto estampada na capa do "Estadão" de 7 de março de 2016, deve ser alusiva à parte do corpo em que a paulada desferida pela Operação Lava Jato atingiu  Lula, o seu progenitor, que se autoidentifica com a  "jararaca", um réptil peçonhento presente na fauna brasileira.

Roberto Twiaschor rtwiaschor@uol.com.br 

São Paulo

*

A NAÇÃO AGONIZANDO

 

O Brasil está imerso numa crise séria, a mais grave desde 1930. O lulopetismo, ajudando a desgovernar o País e dona Dilma, sem a autoridade devida para pôr o trem nos trilhos. Na verdade, só o impeachment resolveria a situação. Agora, após a publicação do aresto do Supremo Tribunal Federal (STF), cabe aos deputados e senadores agilizarem o cumprimento da medida constitucional, porque o Brasil não pode continuar sustentando uma situação de desemprego gravíssima, de inflação em aumento constante, de dólar em alta e inadimplência a aumentar dia a dia, a ponto de haver mais de 150 mil estabelecimentos comerciais e de serviços fechados. O Brasil não merece a sina imposta pelo lulopetismo. Para as ruas neste dia 13!

José C. de Carvalho Carneiro carneirojc@ig.com.br 

Rio Claro

*

O PETISMO EM FRANGALHOS 

O discurso agora difundido pelos petistas extrapola o que seria considerado factível - como já é de praxe para esta gente. A tese governista é de que, conforme dito por Gilberto Carvalho em entrevista ao jornal "Folha de S.Paulo", o País está dividido, e desta divisão poderá insurgir um confronto. A primeira declaração não cola diante da realidade: 10% da população avalia positivamente o governo Dilma e 2/3 são favoráveis ao impeachment. Que divisão é esta de que fala Carvalho?! Há, isso, sim, uma imensa maioria contrária à permanência deste projeto criminoso que uniu Estado e partido. Quanto a um possível acirramento de interesses e conseguinte conflito, a tal "venezuelização", a maioria antigovernista se reuniu três vezes no ano passado sem promover arruaças de qualquer espécie. A violência é de interesse exclusivo da minoria barulhenta dos movimentos "sociais", quiçá para ganhar palanque. Como quando um não quer, dois não brigam, dificilmente assistiremos a qualquer selvajaria neste domingo. Ademais, como se não bastasse o discurso fajuto, o ex-ministro com pinta de pensador político foi hipócrita o suficiente para nos comparar à Venezuela, cuja ditadura chavista sempre foi da maior estima petista. Enfim, o lulopetismo se mostra mais frágil e perdido do que nunca. Seria o começo de sua derrocada?

Elias Menezes elias.natal@hotmail.com 

Nepomuceno (MG)

*

CONSIDERAÇÕES ACERCA DO IMPEACHMENT

A palavra mágica do momento é "impeachment"; apontada por todos como a solução mágica para todos os problemas deste (des)governo. Entretanto, me permito tecer alguns raciocínios sobre seus resultados e suas prováveis consequências.  Vejamos: percorridos todos os trâmites legais, a presidente é afastada de suas funções e substituída pelo seu vice-presidente ou o presidente do Congresso, que no prazo de 90 dias deverá convocar novas eleições de um novo presidente, para um mandato tampão. Lamentavelmente, a realidade é completamente diferente: a oposição (o PT e seus satélites), que já se encontra numa campanha velada, mas destrutiva, estará livre e desimpedida para, através de um conveniente lapso de memória, desancar a atual desastrosa administração, sem esquecer a famosa "herança maldita". Assim, passados cerca de dois anos, como provavelmente o novo eleito não será dotado de poderes mágicos, o caos continuará instalado, para desespero de todos os brasileiros e, graças a nossa curta memória, ressurgirá no horizonte um conhecido, mas renovado e repaginado messias, com as promessas de um novo nirvana, onde haverá paz e justiça social para todos.

Luiz Antônio Alves de Souza  zam@uol.com.br

São Paulo

*

GOLPE INTERNO

Ninguém está percebendo a manobra do PT. Para os petralhas, o afastamento de Dilma Rousseff tanto pela via do impeachment quanto pela via do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) só lhes traz vantagens. No primeiro caso, assume Michel Temer, o PT vira oposição e nada consertará a economia. No segundo, assume o presidente da Câmara, quem quer que seja, e 90 dias depois teremos novas eleições. Lula testa o nível de apoio que teria, não se importando em perder. O novo governo terá a velha oposição do PT e não conseguirá resolver a economia. Em 2018 Lula volta mais forte. A eleição de 2016 será um termômetro para o PT. É preciso derrubá-los já. 

Wellington Ferreira Pinho wellington.pinho@me.com 

São Paulo

*

CAMPANHA SOB SUSPEITA

Executivo da Andrade Gutierrez entregou à Operação Lava Jato farta documentação que indica dinheiro do petrolão na reeleição da presidente Dilma em 2014. Isso coloca cada vez mais o pescoço da "presidenta gerenta incompetente" na guilhotina e, dada esta denúncia, difícil do PT dizer palavras de ordem de "golpe contra a democracia". Com certeza os petistas se acharam totalmente por cima de tudo e de todos, mas jamais contaram com a Lava Jato. E agora, a "jararaca" vai para o brejo?

Beatriz Campos beatriz.campos@uol.com.br 

São Paulo

*

CAIXA DOIS

É esfarrapada a desculpa de legalidade de valores doados ao partido na eleição por tê-los registrado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), algo formal, que não endossa a legalidade da origem, que é crucial. Para mim, é como se, por exemplo, a pessoa desse um desfalque no banco, mas declarasse o valor no Imposto de Renda, e pronto, o tornaria legal.

                             

André C. Frohnknecht caxumba888@gmail.com 

São Paulo

*

DE ONDE VIRÁ O SOCORRO?

Trinta anos de democracia e, no entanto, a situação hoje está pior, muito pior do que há 30 anos. Temos o que comemorar? A liberdade, liberdade de expressão. Chegamos a ser a sétima economia mundial, agora somos quase campões em corrupção. Os escândalos da roubalheira deixam o mundo atônito, e a pergunta é: como se rouba tanto num país emergente onde a classe média fica cada vez mais pobre? Diante disso, chegamos a maldizer o dia em que entregamos o poder para os civis. O que melhorou para nós? Só tivemos prejuízos com nossas estatais destruídas, cofres dos Estados e dos municípios vazios e a União com imensa dificuldade de manter seus compromissos com a sociedade. De onde virá nosso socorro? Acho que do céu, mandando todos os bandidos e corruptos que estão nos governos e no Congresso para o inferno!

Odiléa Mignon cardosomignon@gmail.com 

Rio de Janeiro

*

BRASIL, UM BOEING ESTACIONADO

O Brasil atual é como um Boeing 727 (trimotor) estacionado na pista, que, apesar dos três motores, Executivo, Legislativo e Judiciário, somente o motor Judiciário está em condições de funcionamento.

Edgard Gobbi edgardgobbi@gmail.com 

Campinas 

*

PARLAMENTARISMO

É o momento para a instauração de um plebiscito nacional sobre a mudança do regime político para parlamentarismo. Só assim o Brasil poderá salvar o seu futuro. 

Celso A. de Britto Freitas celsoabfreitas@hotmail.com

São Paulo

*

RENÚNCIA

O Brasil entrou num beco (superfaturado) sem saída? Talvez. Muito disso é por conta de termos uma presidente medíocre e sem nenhuma capacidade de liderança, negociação, entendimento e, principalmente, de falar, fazer ou pensar qualquer coisa de positivo. Dilma, de forma irresponsável, jogou o País numa aventura de horror apenas para proteger e garantir a atuação de uma organização nefasta no poder. Está na hora da renúncia. Seria a única forma possível de sairmos de uma situação de alto risco, nunca antes vista. É a chance de Dilma mostrar um mínimo de respeito e consideração pela nação brasileira.

 

André Coutinho arcouti@uol.com.br 

Campinas

*

DILMA E A SAÍDA À GETÚLIO

Dilma, na TV, firme condutora do Brasil à bancarrota, garantiu que não renuncia. Ilimar Santos, conhecido colunista, reproduz palavras de Sarney que afirmam que Dilma, por temperamento, nem renuncia nem pede licença. A presidente tem Getúlio por modelo, talvez opte pela mesma saída honrosa do velho caudilho.

Roberto Viana Santos rovisa681@gmail.com 

Salvador

*

MENTIRAS E ENGANAÇÃO

É impressionante até que ponto chegou a presidente Dilma Rousseff em termos de mentiras e enganação. Agora os prejudicados foram um casal de Caxias do Sul (RS), que caíram no conto do vigário da presidente e de seus assessores marqueteiros e pensaram que tinham sido tratados como o ex-presidente Lula e tinham ganhado toda a mobília do apartamento do programa Minha Casa Minha Vida. Caíram na real que tudo não passou de uma encenação barata, vil e enganosa, pois tudo não passava de cena preparada para a visita de dona Dilma ao apartamento e, mais uma vez, de propaganda enganosa do PT. Esse casal sentiu na pele que somente a alma mais honesta deste país tem esse privilégio, de ganhar móveis e decoração de casa como presente de "amigos". Esse é o caráter da presidente, que não mede esforços para tapear e enganar o povo brasileiro. Uma vergonha revoltante que chega a dar nojo.

Antonio F. Guimaraes afergui@terra.com.br

São Paulo

*

CADÊ OS MÓVEIS?

Dilma Rousseff, em cerimônia de entrega de chaves de imóveis inacabados esta semana, verificou que aquele imóvel estava recheado de eletrodomésticos. Todavia, após sua saída do local, esses eletrodomésticos foram retirados do apartamento, deixando o "feliz proprietário" desapontado e frustrado. Será que a tigrada do PT estava presente? 

Júlio Roberto Ayres Brisola jrobrisola@uol.com.br

São Paulo

*

PURA PROPAGANDA

Este simples fato da retirada dos eletrodomésticos do apartamento entregue pela presidente em evento, narrado pelo "Estadão" expõe com clareza o que tem sido este (des)governo. Pura propaganda ou marketing, se preferirem, e resultados pífios.

Níveo Aurélio Villa niveoavilla@terra.com.br 

Atibaia

*

CRISE DE GESTÃO

A presidente Dilma é comprovadamente despreparada, incompetente, inábil politicamente e se cerca de ministros piores que ela. Para completar o tenebroso cenário, seu mentor foi desmascarado e hoje não passa de um espectro ambulante, cujas famigeradas palestras não atraem mais plateias.

Abdias Ferreira Filho abmetall@terra.com.br 

São Paulo 

*

'ELES NÃO SABEM'

Em agosto de 2014, durante a campanha eleitoral, Lula declarou: "Eles não sabem do que somos capazes de fazer". Da capacidade de infringir a lei e os princípios éticos ele já havia dado provas ao dar abrigo ao terrorista italiano Césare Battisti. Agora, para fugir de um eventual confronto com o juiz Sérgio Moro, cogita o PT de oferecer-lhe um cargo ministerial, dando foro privilegiado e remetendo-o automaticamente ao Supremo Tribunal Federal (STF), que na sua quase totalidade é formado por indicados seus. Quanto a abrigá-lo no governo, convém dona Dilma pensar muito bem, pois teremos algumas situações críticas, tais como dois ex-presidentes em exercício, ter um ministro que não poderá demitir e talvez vir a ver a sua foto num cartaz na entrada do Palácio do Planalto com instruções de dar-lhe livre acesso, tal como Lula fez com José Carlos Bumlai.

Claudio Juchem cjuchem@gmail.com  

São Paulo

*

O MINISTÉRIO DAS EMPREITEIRAS

Qual ministério aproveitaria melhor os grandes talentos recentemente desenvolvidos pelo nosso ex-presidente? Ora, o Ministério das Empreiteiras. Nunca antes na história deste país um presidente e um ex-presidente se deram tão bem com elas. Nunca antes elas foram tão importantes e influíram tanto no destino e nas escolhas da Nação. Assim, nada mais justo que Lula utilize esta sua habilidade incomum em prol da sociedade brasileira estabelecendo um relacionamento ético, transparente e construtivo entre a sociedade e estes seus amigos e parceiros. A não ser que a "presidenta" eleja laranjas, em vez de mandiocas, como a sua prioridade. Neste caso, a criação do Ministério de Laranjas não estaria de todo descartada. 

Jorge Alberto Nurkin jorge.nurkin@gmail.com 

São Paulo

*

LULA NO MINISTÉRIO

Que tal convidá-lo para um ministério a ser criado, o qual teria o controle de todas as estatais? Isso seria perfeito, pois, ao invés de reduzir o número de pastas, aumentaria para 40. Cabe perfeitamente no governo petista, sem qualquer referência ao Ali.

M. Mendes de Brito voni.brito@gmail.com 

Bertioga

*

MAU PRESSÁGIO

Seria um mau presságio se Lula aceitasse ser chefe da Casa Civil da presidente Dilma Rousseff. Nos Estados Unidos, o presidente Richard Nixon renunciou e o chefe do pessoal da Casa Branca (equivalente ao cargo de chefe da Casa Civil no Brasil) acabou preso por articular todo o encobrimento do escândalo Watergate.

Luiz Roberto Da Costa Jr. lrcostajr@uol.com.br 

Campinas

*

O QUE LULA ESCONDE?

Se as palestras renderam o que foi tornado público, é evidente  que os valores recebidos eram suficiente para o ex-presidente ter comprado o apartamento no Guarujá, o sítio em Atibaia e ainda sobraria muito. A pergunta que fica é: onde foram parar os valores recebidos? Por que esconder a compra de qualquer imóvel? Medo de perder o mito da pobreza?

 

Neuza Ap. N. Bianchini  anbianchini@uol.com.br 

Santo André

*

BREVE PERGUNTA

Se Lula não tem dinheiro para comprar um apartamento na praia nem um sítio no campo, qual dos seus amigos estará pagando pelos caros advogados da sua defesa, que devem custar bem mais que esses dois imóveis?

Ely Weinstein elyw@terra.com.br 

São Paulo

*

O PEDIDO DE PRISÃO DE LUIZ INÁCIO

O Ministério Público é responsável pela defesa da ordem jurídica e dos interesses da sociedade e pela fiel observância da Constituição. Os promotores de Justiça do Ministério Público de São Paulo querem garantir a ordem pública. A quadrilha organizada que operou livremente no Brasil nos últimos anos não pode continuar prejudicando centenas de pessoas, gerando prejuízos milionários. Luiz Inácio Lula da Silva, José Adelmário Pinheiro e João Vaccari Neto cometeram crimes de lavagem de dinheiro e falsidade ideológica, ocultando imóveis nas declarações feitas à Receita Federal. Ninguém pode viver às margens da lei, achando que é intocável, diante de provas documentais e de depoimentos de dezenas de testemunhas.  

José Carlos Saraiva da Costa jcsdc@uol.com.br 

Belo Horizonte

*

PRISÃO PREVENTIVA

O pedido de prisão preventiva daquele que "nunca sabe de nada"  tem gerado opiniões contrárias. No entanto, existem duas situações que embasam a atitude dos procuradores, a saber:  1) a possibilidade de perturbação da ordem pública, mais que evidente, pois tem status mitológico entre seus seguidores, não poupa palavras para dividir os brasileiros chamando-nos de elite, autointitula-se  jararaca e conclama a militância para defendê-lo.   Agrava o fato de um líder sindical ter convocado  seus asseclas para pegarem em armas na presença de dona Dilma, nem sequer repreendido pela presidente, muito menos por quem um dia foi "Lulinha paz e amor". 2) Avalia a possibilidade de se tornar ministro de Estado, que, convenhamos, com um pedido de prisão preventiva no seu encalço, talvez venha a dissuadi-lo. Tanto porque terá uma preocupação a mais, como, dadas as circunstâncias,  seria sua confissão  de culpa e a desmoralização irreversível do governo. Por último, infelizmente, a derrocada final das instituições brasileiras perante o mundo civilizado. 

Antonio Carlos Gomes da Silva acarlosgs9@gmail.com 

São Paulo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.