Fórum dos leitores

LULOPETISMO

O Estado de S. Paulo

13 Setembro 2015 | 02h55

Sinara indenizada

Justiça se faz desagravando a competente ex-funcionária do banco Santander Sinara Polycarpo, apenada quando se manifestou, em defesa dos clientes, vaticinando os horrores que estão desabando sobre a nossa cabeça, por incúria e incompetência do governo petista, em todos os setores da vida nacional, incluindo a parte social – veja-se o caso do Fies, só um exemplo do sofrimento em que jogaram nossos jovens universitários, obrigados a passar a madrugada garimpando na internet uma chance para estudar. Infelizmente, no Brasil humilham-se e castigam-se as pessoas sinceras e competentes em favor dos ignorantes e mal-intencionados. Lembrem-se das palavras de Lula por ocasião do caso Santander – palavras de uma “luminar sapiência em economia”, o que não ficou bem para o banco. Deus fortaleça o nosso Judiciário, preservando-o das prevaricações em favor de petistas inimigos do Brasil, que sabemos quem são. Estamos aliviados com o desagravo que Sinara mereceu e recebeu.

MARIA JOSÉ JUNQUEIRA

delued@hotmail.com

São José do Rio Pardo

Continuo acreditando que o único culpado por tudo isso que estamos passando se chama Luiz Inácio Lula da Silva.

JOSE ROBERTO IGLESIAS

rzeiglezias@gmail.com

São Paulo

‘Meno male’

A julgar pelo que fizeram com a moça do banco chapa-branca, estivesse a Standard &Poor’s (S&P) no Brasil, o responsável pelo rebaixamento que agora “não significa nada” já estaria engrossando as fileiras do exército de desempregados brasileiros.

JOAQUIM QUINTINO FILHO

jqf@terra.com.br

Pirassununga

O rebaixamento da nota do Brasil pela S&P não poderia mesmo ser surpresa. Afinal, país que dá calote no aluguel de limusines usadas pela presidente e comitiva seria bom pagador de quê?

LUCIANO NOGUEIRA MARMONTEL

automat_br@ig.com.br

Pouso Alegre (MG)

Pedaladas 

A peça apresentada pela Advocacia-Geral da União no processo sobre as pedaladas fiscais, no TCU, é antes uma confissão de culpa do que uma defesa. “Economia imprevisível” e “o outro também fez” só demonstram que o governo é réu confesso no crime de responsabilidade. 

LEO COUTINHO

leo.coutinho@uol.com.br

São Paulo 

Xarás

Luiz Inácio, o apedeuta, e Luís Inácio Adams, o advogado-geral, com igual rancor, inveja, etc., de Fernando Henrique Cardoso. Haja saco para aturar ambos...

CARLOS R. GOMES FERNANDES

crgfernandes@uol.com.br

Ourinhos

Tragédia e farsa

Segundo Marx, a História se repete a primeira vez como tragédia e a segunda como farsa. Lady Margaret Thatcher disse que o socialismo dura até acabar o dinheiro dos outros. No Brasil, a farsa “socialista” do PT durou até descobrirem que havia acabado o dinheiro do Orçamento.

SILVIO NATAL

silvionatal49@gmail.com

São Paulo

Esbulho

Para fazer caixa o governo está aumentando todas as taxas dos vários registros, licenças que são necessárias às empresas e aos cidadãos. A justificativa é que estavam defasadas. Seria bom que fizesse o mesmo com o cálculo do Imposto de Renda sobre o lucro na venda de imóveis. Quem comprou um imóvel no ano 2000 e o revendeu em 2015 com um “lucro” de 150% não recuperou nem o valor corrigido pela inflação, mas vai pagar Imposto de Renda sobre essa diferença. Já que estão atualizando tudo, deveriam fazê-lo também quando beneficia a população.

ALDO BERTOLUCCI

accpbertolucci@terra.com.br

São Paulo

Ferroadas

Com o PT e essa roubalheira, até as abelhas vão ser tributadas por sua produção de mel.

ALESSANDRO LUCCHESI

timtim.lucchesi@hotmail.com

Casa Branca

Contas públicas

Chegou a hora de a presidente decidir diminuir os gastos do governo, facilitando o arranjo das contas públicas. Primeiro passo: dispensar os 20 mil companheiros admitidos sem concurso, que ganham muito e não fazem nada (só votam). Economia de uns R$ 100 milhões por ano!

WALDOMIRO B. DE CARVALHO

waldomiroxuca@globo.com

Itapetininga

Até o momento, em termos de cortes de gastos, redução de ministérios, só balelas. Só o que o governo tem feito é sacrificar a indústria, o comércio, os serviços e dizimar a população.

ANGELO TONELLI

angelotonelli@yahoo.com.br

São Paulo

Cumplicidade

Por tudo o que o Brasil está passando, nada melhor que lembrar aos que foram enganados pelo governo esta verdade: “Um povo que elege corruptos não é vítima. É cúmplice”.

LUIZ BIANCHI

luizbianchi@uol.com.br

São Paulo

A grande diferença entre o Brasil de hoje e o Velho Oeste americano é que lá quem usava a estrela era o mocinho, o honesto.

ANTONIO JOSE GOMES MARQUES

a.jose@uol.com.br

Rio de Janeiro

Pixuleko 13-171

Perdemos a noção do absurdo. O STF vai decidir se Lula pode ir depor na Polícia Federal, provavelmente em 2019!

FRANCISCO JOSÉ SIDOTI

fransidoti@gmail.com

São Paulo

Falso timoneiro

Parece perfeito o plano do capitão Metamorfose: lançar ao mar sua criatura, livrando-se do lastro, e enfunar velas rumo a 2018! Entretanto, na geografia da nova Terra Brasilis, redesenhada pelo cartógrafo Sergius Morus, a rota marítima do Planalto passa agora pelo cabo Curitiba. Ali as tormentas já puseram a pique dezenas de naus, arrastando com elas navegantes famosos, piratas e saqueadores. Dobrar esse cabo é de alto risco para um falso timoneiro. O futuro depende do desfecho dessa história. Pátria honrada ou refúgio de corsários?

CELSO L. P. MENDES

cpmconsult@uol.com.br

São Paulo

Cartas selecionadas para o Fórum dos Leitores do portal estadao.com.br

ÚLTIMO DISCURSO 

O melhor e único discurso que resta para a presidente Dilma é o discurso de despedida.

Luíz Frid luiz.frid@globomail.com

São Paulo

*

SAÍDA HONROSA

Todas as tentativas de por ordem no País -  destruído pela ineficiência da administradora - só serão possíveis quando se tirar o bode da sala. A permanência de Dilma na Presidência inutilizará qualquer movimento, seja de quem for, para reverter o terrível quadro político, econômico e social que estamos vivendo. Enquanto isso não ocorre, o que vemos são desacertos, contradições e angústias por nos ver rolando em um tobogã que não parece ter fim. Que a presidente reflita sobre uma saída honrosa ou uma retirada forçada. A história será sua testemunha.

Regina Ulhôa Cintra  reginaulhoa13@outlook.com

São Paulo

*

DIA DA ALEGRIA

O dia em que Lula, Dilma e o PT saírem do poder, o brasileiro voltará a sorrir e sua alegria será o motor para remontar o Estado. Quem viver verá!

Francisco José Sidoti fransidoti@gmail.com

São Paulo 

*

PINGO DE DIGNIDADE

Se, com este governo que aí está, perdemos grau de investimento e fomos considerados péssimos pagadores, será  que  ainda  restou  um  pingo de dignidade e vergonha na cara na presidente Dilma suficiente  para renunciar ou ela prefere  ser caçada, sofrendo  um mais do  que justo impeachment?

Arnaldo de Almeida Dotoli arnaldodotoli@hotmail.com

São Paulo

*

O BRASIL ESTÁ ACIMA DE DILMA

O que é um presidente? É um servidor público por tempo determinado. O presidente é eleito para servir o país e não para se servir do país. Um mandato presidencial não é emprego com garantia absoluta de 4 anos. Mostrando-se inépto no cumprimento de suas funções, deve ser exonerado. Assim, o Brasil é dos brasileiros e o Brasil está acima de Dilma!

Glória Anaruma gloria.anaruma@gmail.com

Jundiaí 

PIXULECO E DILMA

Excelente a opinião estampada na página A3 desta sexta-feira (12/9). Só espero que não seja usada essa personagem literária ou a de Pinóquio para nomear o boneco recentemente exibido no último desfile militar realizado em Brasília, ao lado do novo símbolo associado a Lulla, pois degradam as suas imagens públicas, cabendo melhor o apelido dilmalaca para ladear o notável pixuleco. Os dois serão sucesso garantido nos próximos carnavais, certamente.

Frederico Ricardo Hrdlicka frh@techmaster.ind.br

Cotia

*

UM BASTA 

Se for de fato para por Dilma fora do governo, que façam esse "impedimento" o mais rápido possível! Desemprego, inflação e incertezas judiam por demais dessa já sofrida população brasileira. É muito provável que uma mudança de governo alivie esse pesadelo todo em que vivemos. Chega de falta de comando nos rumos do Brasil, ninguém mais acredita no que a presidente fala, muito ao contrário, acaba virando gozação e motivo das mais variadas piadas.

José Piacsek Neto Buba Piacsek bubanetopiacsek@gmail.com

Avanhandava 

*

NÃO TEM AJUSTE

Quem nasce arrogante, assaltante, bandido/a, dissimulado/a, ladrão/a, mentiroso/a, oferecido/a, terrorista, torturador/a jamais será competente em algo. Faça o que a maioria do povo brasileiro deseja: renuncie! Ou quer criar mais problemas para o povo e para o País? Espíritos do mal não se satisfazem com a desgraça pouca? Quer mais? Fora, Dilma, fora, Lula, fora, PT... Alguém discorda? 

Fernando Silva lfd.dasilva@uol.com.br

São Paulo

 *

PARA NÃO TER QUE SAIR A PÉ

O cavalo da renúncia já está passando selado. Não perca a chance.

Eduardo Augusto Delgado Filho e.delgadofilho@gmail.com

Campinas

*

DILMA – C’ÉST FINI

Bem, diante do rebaixamento de sua nota de crédito dado pela Standard & Poor's ao Brasil, o (des)governo Dilma chega ao seu final. Portanto, dona Dilma, se ainda tiver um pouquinho de dignidade, jogue a toalha e renuncie! Estamos fartos de sua incompetência. Seu (des)governo c´est fini.

Agnes Eckermann agneseck@gmail.com

Porto Feliz

*

DILMA É A SOLUÇÃO!

Com a perda do grau de investimento da Standard & Poor´s, o Índice de Confiança (IC) continua em queda livre. E isso não só pelo empresariado brasileiro, mas por cada um de nós que assistimos a um massacre geral em todas as frentes no nosso País (econômica, moral, política). Apenas uma pessoa pode reverter a queda do IC:  Dilma! Se ela acordar e entender realmente ser a grande culpada de tudo isso que está acontecendo e renunciar, o IC se estabiliza e começa a crescer imediatamente. É um início desejado por todos nós. Daí para frente, com inteligência e alguma administração razoável, mesmo com enormes sacrifícios, conseguiremos recuperar todas as coisas perdidas nesses últimos anos. 

Luiz Roberto Lima de Moraes

luizroberto@thermoprat.com.br

Jundiaí 

*

FALTA DE PATRIOTISMO

Se a presidente tivesse o mínimo senso de patriotismo renunciaria imediatamente. Infelizmente, não é o que se espera. 

Luciano Harary lharary@hotmail.com

São Paulo

*

MAIS UM PASSO PARA TRÁS

Brasil perde grau de investimento. Outra péssima notícia que se soma a tantas, efeito de um governo sem credibilidade, desgovernado, que de manhã fala da volta da CPMF e à noite muda de ideia. Não existe um rumo, existem vários rumos e nenhum leva a nada. O que o Congresso está esperando para bloquear a incompetência e falta de orientação de nossa presidente da República, que só faz estancar qualquer possibilidade de solução desta que é uma de nossas maiores crises? Com Dilma o Brasil não anda! A não ser para trás! Ninguém confia em uma governante que está em descompasso com as prioridades, que não põe em prática o ajuste fiscal necessário e que só pode aparecer a um público escolhido por sua assessoria, protegida do povo por placas de aço em pleno 7 de Setembro! Povo este que quer seu afastamento das decisões do País, porque entende aquilo que ela não entende: presidente, sua hora passou!

Myrian Macedo myrian.macedo@uol.com.br

São Paulo

*

INSTITUTO DILMA

A esta altura, a presidenta já deve estar planejando criar o Instituto Dilma Rousseff, para fazer palestras por aí. Lula sabe todos os macetes.

Jose Roberto Iglesias rzeiglesias@gmail.com

São Paulo

*

IMPEACHMENT

Nos 8 anos da era FHC, seu vice, Marco Maciel, quase nunca era mencionado na imprensa. Nos dois mandatos de Lula, José Alencar teve mais destaque na sua luta contra o câncer, do que propriamente pela influência no poder. Já nestes 8 meses de segundo mandato de Dilma, o vice, Michel Temer, é tão citado e consultado quanto a própria presidente. Ou seja, quem deveria governar, já não governa mais. E sem Temer (leia-se PMDB), o governo cai. A verdadeira travessia que o Brasil precisa chama-se impeachment. Dilma está desorientada, levando o Brasil rumo ao iceberg. E aqueles que podem fazer algo estão esperando o quê para assumir o leme? O tempo corre contra o País e três anos e meio assim não há como se sustentar. E não interessa se o impeachment é bom para Lula e ruim para a oposição. O que interessa é o Brasil em primeiro lugar! A Lula, a gente responderá nas urnas.

Sandro Ferreira. sandroferreira94@hotmail.com

Ponta Grossa (PR)

*

TEMPOS TURBULENTOS

Nesses tempos em que bezerro anda estranhando vaca em Brasília, seria a hora oportuna para fazer o plebiscito que dona Dilma  duas vezes, diante os protestos das ruas, ameaçou fazer.   Adivinhem o resultado?  

Claudio Juchem cjuchem@gmail.com

São Paulo

*

MEDIDA LEGAL

Alguém precisa avisar aos petistas que  Dilma não foi eleita ditadora e que o impeachment é constitucional!

Eugênio José Alati eugeniojalati@gmail.com

Campinas 

*

DILMA E DIRCEU

Dilma Rousseff só chegou à Presidência da República, porque seu companheiro José Dirceu foi desmascarado e preso. Se o mensalão não tivesse sido descoberto, José Dirceu certamente seria o presidente da República. Seria como se, depois de prender Lampião, o País continuasse a ser governado por Maria Bonita. É absolutamente ridículo falar que Maria Bonita (Dilma) não sabia de nada do que Lampião (Dirceu) fazia. O Brasil vive há 5 anos esse teatro do absurdo, vamos ver se agora que acabou o dinheiro alguém se coça para acabar com essa palhaçada de uma vez. 

Mário Barilá Filho mariobarila@yahoo.com.br

São Paulo 

*

RENÚNCIA, JÁ!

Com este desgoverno desastroso e incompetente, sem credibilidade, em que o dólar chega a R$3,85, com apoio de 7% da população, com desemprego, juros altos, aumento de impostos, recessão na economia, desagregação do governo, dívida bruta a 70% do PIB, rombo fiscal de R$ 30,5 bilhões e indústria, comércio e serviços em queda, além de faltar base moral pelas falcatruas desta administração petista, a presidente Dilma Rousseff deve ter a grandeza de renunciar, a fim de evitar uma crise maior. 

José Wilson de Lima Costa jwlcosta@bol.com.br

São Paulo 

*

AVALIAÇÃO DE RISCO

Ora, já sabíamos que o governo federal, iria cair nesta enroscada, enviar o Orçamento anual para 2016 com rombo de R$ 30 bilhões, isto é muito primário, parece que a Dona Dilma só quer informar aos mais humildes das suas atitudes. O Brasil é maior do que isso! A senhora e os seus auxiliares passaram um carão internacional. Não tem mais jeito, é só renunciar que tudo estará resolvido.

Maria José da Fonseca fonsecamj@ig.com.br

São Paulo

*

DESEJO DA MAIORIA

Dilma: já passou da hora. Por favor, caia em si  e caia fora! 

Eduardo Augusto Delgado Filho e.delgadofilho@gmail.com

Campinas

*

IMPEACHMENT É A SOLUÇÃO

Porque aguardar mais 3,5 anos de sofrimento, se tudo pode ser resolvido agora! Ou melhor, tentar resolver agora, mas com certeza aguardar mais, não é possível, porque não vai passar, no Congresso, o aumento de impostos e também não será possível enxugar a máquina do Estado, porque não há retaguarda política. Com certeza será muito melhor para o País um novo governo agora!  Temos de pensar no País! 

Arcangelo Sforcin Filho arcangelosforcin@gmail.com

São Paulo

*

TUCANOS MEDROSOS 

Novamente vem o PSDB com esse papo de “deixar Lula e o PT sangrar até morrer”, a  mesma desculpa do passado, que, na  verdade, revela covardia, medo de encarar o adversário, quando deveria ser  como um boxeador,  que, ao ver que o adversário está meio grogue, sai para dar a porrada final e vencer por nocaute. Se deixar o adversário ficar sangrando, ele pode se recuperar e daí pode acontecer de tudo, até mesmo perder.

Laércio Zanini spettro@uol.com.br

Garça   

*

CAMPANHAS DE LULA E DILMA

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pede ao Supremo Tribunal Federal (STF) que investigue as campanhas eleitorais de Lula e Dilma nos anos de suas respectivas ocorrências. Trata-se de providência esperada pelos brasileiros. Mas será realizada? Como agirá a Suprema Corte? O lulopetismo tem nela a maioria de ministros?

José Carlos de Carvalho Carneiro

carneiro.jcc@uol.com.br

Rio Claro

URGENTE 

Cada dia que passa com Dilma no governo atrasa dois na recuperação do País. É, não só necessário como também urgente afastá-la por qualquer meio lícito. Há motivos de sobra, só faltando a coragem dos que têm o poder para isso e que são muitos. O que estão esperando? Que não reste pedra sobre pedra? Cada dia que passa aumenta a sua responsabilidade pela destruição, se não pela ação, pela omissão. Mexam-se!

Gilberto Dib gilberto@dib.com.br

São Paulo

*

LEI DE RESPONSABILIDADE FISCAL

O Orçamento é um documento oficial que tem a chancela governamental. Orçamento com déficit submetido ao Congresso é uma transgressão à Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), um formal pedido de demissão da presidente Dilma que, para o bem do Brasil, deve ser atendido pelos congressistas.

Humberto Schuwartz Soares hssoares@uol.com.br

Vila Velha (ES) 

*   

MISTÉRIO

Coisas estranhas acontecem na cena política brasileira, que não podem ser esquecidas. Por onde andarão: a “seríssima e competentíssima” presidente da Petrobrás, Maria da Graça Foster, e a funcionária também da mesma empresa Venina Velosa da Fonseca, que alertou sobre as fraudes existentes, e a “amigona” de Lula, Rosemari Novoa Noronha e os seus inúmeros advogados de defesa, para apagar seus malfeitos? Essas pessoas desaparecidas do cardápio atual, entre muitas outras, parecem mistérios que precisam ser desvendados.

Leila E. Leitão 

São Paulo 

*

MESTRE LULA

O mestre Lula, para diminuir os efeitos do rebaixamento do rating do Brasil de BBB- para BB+ pela  agência Standar & Poor’s,  disse, segundo o Estadão, que “isso  não significa nada. Significa apenas que a gente não pode fazer o que eles querem. A gente tem de fazer o que a gente quer”. Essa imprudente dissertação, levou ontem a  diretora-gerente da agência,Lisa Schineller a dizer que a proposta de Orçamento deficitário primário  para 2016 foi decisiva para a queda e reflete grande risco  na execução do plano do governo, tanto do lado econômico, como do lado fiscal. Deu no que deu: o governo petista fez o que quis e o nosso espoliado Brasil foi para o brejo, terra de solo infecundo. Diante disso tudo, qual é a empresa estrangeira que virá aplicar seu capital no Brasil, senhor Lula?

Antonio Brandileone abrandileone@uol.com.br

Assis

*

OS EMPRESÁRIOS E A CRISE

Com o aprofundamento da crise, em razão do rebaixamento da nota de crédito do País pela agência Standard & Poor's, os empresários pretendem pressionar a presidente Dilma a renunciar. Foi preciso o Brasil chegar ao fundo do poço para eles reagirem? Pelo visto, incompetência não é uma característica apenas da nossa presidente da República.

Maria Carmen Del Bel Tunes carmen_tunes@yahoo.com.br

Americana

*

DÚVIDA CRUEL

Um milhão de dólares (valor de 1 pixuleco ao câmbio Caixa 2) para a pergunta que não quer calar: O que pensa a distinta “presidenta”,  quando das pedaladas nas amenas manhãs do Planalto?

Luís Lago lago.luis2010@gmail.com

São Paulo

*

TEXTOS DE FHC

Tem muitos gritos parado no ar. De Roncador é o grito dos 11 petroleiros mortos no afundamento da Plataforma P-36 em março de 2001. O grito dos milhões de desempregados que seu governo entreguista causou com a Selic atingindo 48%, a dívida pública cresceu mais de 10 vezes e a dívida externa explodiu e o FMI morava aqui. Seu governo gerou muitos empregos na China com bugigangas de 1,99 e nos EUA com o escândalo Sivam. Teve o Mensalão, mas tentam apagar o passado que lhes condena, iniciou-se em Minas Gerais em 1998 para a reeleição de FHC e Eduardo Azeredo do PSDB , que renunciou para não ser julgado pelo STF e até hoje está impune. O escândalo da Reeleição comprada por R$ 200 mil cada voto de deputado, teve filme, renúncias de deputados e testemunhas e nada aconteceu, nem CPI, pois compraram o PMDB com dois ministérios. O maior escândalo ainda não superado foi o do Banestado que escoou U$ 30bi (em valores atualizados mais de 150 bilhões de reais) pelas contas CC5 das agências no Paraguai e Nova York. Tudo prescrito, cadê os presos? Em matéria de escândalos os tucanos são campeões. Tem o PCC que fatura 90 milhões por ano, diz a revista Veja, mesmo com os lideres presos. Tem o Trensalão (Metrô/Alston), cuja investigação patina. Teve o escândalo dos Sanguessugas. Teve o caso Paulo Preto com caixa 2. Teve o caso da Pasta Rosa,  Teve o Proer, mais de R$ 13 bilhões (atualizados uns 60 bilhões) para salvar os bancos Nacional e Econômico, cujo dono Calmon de Sá tinha um filho casado com uma filha de FHC. Teve o Markão, Marka/Fonte/Cindam,Teve o escândalo das Privatizações que derrubou ministro. E a Privatização da Vale que em poucos anos valorizou-se mais de 100 vezes.Teve a ineficiência econômica da época quebrou os bancos Bamerindus, Bemge, Banerj, Nossa Caixa e Banespa. Teve a ANP, gerida pelo genro à época de FHC.Teve os casos Sudam/Sedene/Banpará. Tem o Aeroporto de Claudio-MG, cujas chaves ficam com a família e construído no terreno do tio de Aécio Neves, com dinheiro público. Portanto se todos os escândalos fossem punidos com a teoria do domínio do fato, faltaria cadeia e o PSDB estaria extinto. Ah! Os críticos eram tachados de jurássicos e neobobos. Quem é jovem se informe, quem viveu tudo isso e não denuncia é mal intencionado. Esfarinhando e desmilinguindo está sua moral. Quem participou de tudo isto como presidente é ator, ilusionista e farsante, sua desfaçatez faz corar uma estátua. 

Wilson Ronaldo de Oliveira wilsoncidadaocuritibano@gmail.com

Curitiba (PR)

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.