Fórum dos Leitores

Cartas selecionadas para a edição impressa e portal estadao.com.br

O Estado de S.Paulo

08 Abril 2018 | 03h00

CRIME E CASTIGO

Progresso x atraso

A ex-presidente sul-coreana Park Geun-hye foi condenada a 24 anos de prisão, nesta sexta-feira, por um tribunal de Seul, que a considerou culpada por corrupção. Ela se entregou sem discursos de golpe, nem punhos cerrados ou frescura que o valha, pois, fazendo uso de seu livre-arbítrio, optou pelo risco, sabendo de antemão qual seria o seu destino caso sua ficha corrida caísse nas mãos da Justiça. No Brasil, cupinchas, advogados e até juízes esperneiam diante da justa reprimenda por atos ilícitos de um ex-presidente.

RICARDO C. SIQUEIRA

ricardocsiqueira@globo.com

Niterói (RJ)

CORRUPÇÃO

Desafio à Justiça

Se o Lula, sem nenhum mandato popular, desafia a ordem judicial e consegue provocar esse enfrentamento inconcebível, imaginem o que faria se estivesse no poder! Com certeza faria mais que o corrupto Nicolás Maduro, que prende e arrebenta seus opositores. Reage, Brasil!

WALTER ROSA DE OLIVEIRA

walterrosa@raminelli.com.br

São Paulo

Fora da lei homiziado

Decisão judicial não se discute, cumpre-se. Defendido por notáveis advogados e com direito, exaustivamente, a todos os trâmites legais, mesmo assim Lula foi condenado. O juiz Sergio Moro decidiu pela sua rápida prisão concedendo-lhe privilégios jamais sonhados por nenhum outro apenado brasileiro. Mesmo assim, Lula refugiou-se no Sindicato dos Metalúrgicos em São Bernardo, insurgindo-se contra a ordem de prisão. Em suma, mesmo condenado e confirmada a sua condenação, Lula julga-se acima da lei, de qualquer lei.

HUMBERTO SCHUWARTZ SOARES

hs-soares@uol.com.br

Vila Velha (ES)

Golpe do vigário

Se todo mandado de prisão for descumprido ou transferido por uma celebração de missa, de agora em diante não haverá padres suficientes para rezá-las. O ex-presidente Lula aplicou o golpe do vigário na Polícia Federal. Muita serenidade nesta hora!

VALDY CALLADO

valdypinto@hotmail.com

São Paulo

Medroso

O criminoso condenado agiu de forma covarde e vergonhosa ao usar um escudo humano para tentar escapar da cadeia. Felizmente, as autoridades tiveram o bom senso de não forçar uma situação que poderia facilmente evoluir para uma tragédia. Aliás, os advogados deveriam informar ao “paciente” que o comportamento dele pode agravar-lhe a pena. Condenado que não obedece à Justiça, dificulta sua prisão, provoca tumultos, badernas e quebradeiras, não se apresenta na hora e no local designados pelas autoridades deve sofrer um belo aumento na pena. Mais uns anos de cadeia devem clarear as ideias de Lula.

MÁRIO BARILÁ FILHO

mariobarila@yahoo.com.br

São Paulo

Chicanas

Se os embargos dos embargos, depois do julgado em segunda instância, são notoriamente rejeitados, os advogados de defesa de Lula, ao pedirem liminar, não usam de litigância de má-fé?

TANIA TAVARES

taniatma@hotmail.com

São Paulo

Hooligans vermelhos

Logo que conhecida a ordem de prisão para o Lula, ele se dirigiu-se para o seu antigo sindicato, onde de imediato começou a juntar simpatizantes. Em situações como essa, de inquietação, acabou havendo violência contra um cidadão que passava pelo local e, segundo os agressores, foi confundido como de grupo rival e agredido por três pessoas: jogado contra um caminhão em movimento, bateu a cabeça, caiu ao chão e desmaiou. Internado num hospital, ainda não sabemos quais serão as eventuais sequelas. Quanto aos agressores, filmados por câmeras de TV e perfeitamente identificados no instante da agressão, esperava-se que todos os três já dormissem na cadeia. Mas qual o quê! Ouvi o delegado responsável pela ocorrência declarar que deu 72 horas para o PT dar a identificação dos agressores! Perguntado qual seria a penalidade, respondeu que, conforme as sequelas, pegariam de dois a oito anos. Pois é, uma agressão de tamanha covardia como essa, e os agressores podem acabar com penas que chegam a ser cômicas, ou nem sequer pegar cadeia, pagando o castigo com alguma prestação de serviços designada pela “justiça”...

LAÉRCIO ZANNINI

spettro@uol.com.br

Garça

Liberdade e democracia?!

Jornalistas atacados, prédio da ministra-presidente do STF vandalizado, hostilidade gratuita a qualquer opositor de Lula, descumprimento do horário estipulado para a entrega de Lula. Daí nós observamos o conceito de liberdade, democracia e respeito dos petistas: zero! Baderneiros, isso não é ser brasileiro!

SÉRGIO ECKERMANN PASSOS

sepassos@yahoo.com.br

Porto Feliz 

A um passo do inferno

Apesar de tudo, o 6 de abril de 2018 é uma data histórica. A voz do povo sofrido, oprimido pela altíssima corrupção, ecoou – tênue no início, ganha força e se torna uníssona – contra os despudorados “malfeitos”. Lula bebeu e embriagou-se com o néctar dos deuses na carruagem de ouro do poder. Usou e abusou da boa-fé dos que nele acreditaram como o redentor da Pátria que iria endireitar os caminhos transviados de uma política apodrecida. Só promessas! Ao contrário, viram-se dois Lulas: o dos palanques, promessas e nada mais que promessas; e o dos bastidores, o verdadeiro autor e promotor do maior esquema de corrupção, em patamares jamais sonhados. O céu por onde andou mal sabia ele que fica a um passo do inferno. De Brasília a Curitiba, do trono à cela, do céu ao inferno é um piscar d’olhos. Digam e creiam o que quiserem, mas com a virada da Justiça, instigada pela grita popular, começa a ser escrita uma nova História do Brasil, quando se vai registrar que, de fato, o crime não compensa. A Justiça tarda, mas não faltará. Assim seja!

ANTONIO B. CAMARGO

bonival@camargoecamargo.adv.br

São Paulo

Bola pra frente

Os próximos dias são muito importantes. Os brasileiros bons e honestos devem trabalhar normalmente para produzir e gerar riquezas. Precisamos criar oportunidades para os 13 milhões de desempregados, mais o 1,8 milhão que está chegando ao mercado de trabalho. Sem contar a acolhida aos sírios, haitianos e venezuelanos, verdadeiras vítimas de governos corruptos, criminosos e irresponsáveis.

ANDRÉ LUIS COUTINHO

arcouti@uol.com.br

Campinas

LULA: DISCURSO ANTES DA PRISÃO

 

Em seu discurso Lula antes de ser preso, neste sábado, 7 de abril, Lula incentivou a queima de pneus em atos de vandalismo. Isso é crime e ele deve ser responsabilizado pelo Ministério Público (MP). Ainda acusou o juiz Sérgio Moro, o Tribunal Regional Federal da 4.ª Região (TRF-4) e a mídia de agirem contrariamente à lei. Isso também é crime de calúnia e difamação, pessoal e institucional. Como esperar de um verdadeiro estadista, de um verdadeiro líder político que ele aja desta forma? Quem é patriota, nacionalista e responsável não se escora desse modo em ombros alheios, colocando em risco e perigo aqueles que, demagogicamente assim, pretende representar e defender.

 

Marcelo G. Jorge Feres marcelo.gomes.jorge.feres@gmail.com 

Rio de Janeiro 

 

*

QUANTA MORDOMIA

Desde que o juiz Sérgio Moro decretou a prisão do ex-presidente Lula não há outro assunto em discussão no País. Lula se "exilou" no Sindicato dos Metalúrgicos, no ABC paulista, e descumpriu descaradamente uma determinação do Poder Judiciário. Analisando friamente a iniciativa do ex-presidente, fica claro, evidente e inquestionável seu total desrespeito às regras normativas e, especialmente, à Justiça brasileira. Ele escolheu se iria se entregar, quando iria e o horário que iria; benefício este jamais concedido ao cidadão comum. Condenado tem que ser tratado como tal, sem tratamento diferenciado, sem privilégio, sem opção de escolha. O fato de Luiz Inácio ter sido presidente da República não o torna mais cidadão que outros, ao contrário, isso teria de ser mais um motivo para ele respeitar os princípios legais e os ditames constitucionais. Temos que acabar com essa mordomia descabida. Merece respeito o cidadão de bem, que trabalha e paga seus impostos.

Willian Martins martins.willian@globo.com 

Guararema

 

*

 

LULA PRESO

 

Finalmente! Espero ter acabado, de forma definitiva, esta triste e deprimente  novela a que o ex-primeiro mandatário de uma "República de Banana" submeteu o País. Espero que esse vagabundo nunca mais saia da cadeia e que o mesmo aconteça com todos os outros que da mesma forma agiram. Justiça!

Renato Nóbrega Centola mrs5@uol.com.br 

São Paulo

 

*

INCOMPETÊNCIA

 

Depois de ver toda a pantomina provocada pelo sr. Lula da Silva na tarde de sábado e a passividade da Polícia Federal (PF), responsável por cumprir a ordem de prisão expedida pelo sr. juiz Sérgio Moro, sugiro que o delegado geral da PF apresente sua demissão com urgência, pois sua incompetência foi mostrada a todos brasileiros em rede nacional. 

 

Maurício Lima mapeli@uol.com.br 

São Paulo 

 

*

SETE DE ABRIL

 

Às 13 horas de sábado, 7 de abril, rumores vindos dos próprios petistas garantiam que o condenado iria se entregar à Polícia Federal (PF). Foi ver para crer. O grande perigo que assola a sociedade é a violência dos admiradores do ex-presidente, como se viu nessas manifestações de resistência à Justiça, na concentração nos arredores do prédio do Sindicato dos Metalúrgicos, onde a divergência de um cidadão levou-o a um covarde espancamento, por seguranças de Lula, indo parar no hospital, com traumatismo craniano. Na Paraíba, uma mulher foi atingida por tiro na perna, e mais, pichações foram feitas nos prédios onde moram ministros, principalmente do STF. O general Villas Bôas, comandante do Exército já "bateu na cangalha", advertindo os paisanos que o excesso de impunidade tem a atenção das Forças Armadas. "Remember" 1964.

 

Jair Coelho jairgcoelho@gmail.com

Vassouras (RJ)

 

*

LULA E A IMPRENSA

 

Nossa mídia precisa mudar urgente. Tanto no rádio como na TV só se vê e ouve dia e noite sobre a prisão do ex-presidente "Lulla" condenado a 12 anos e um mês de prisão. Até parece que nada mais aconteceu no País e no mundo nessas ultimas 48 horas. Juro, deu até saudades do caso "Marielle". Se essa mídia não mudar, nossa única saída será esquecer dos nossos meios de comunicação e fazer de conta que não moramos mais aqui. O mundo será nosso meio de informação. Paciência tem limite! 

 

Beatriz Campos beatriz.campos@uol.com.br

São Paulo

 

*

FOI COMO ELE QUIS

 

Missa para Marisa Letícia. Quanto fervor religioso nunca dantes demonstrado! Tudo vale para afrontar o cumprimento da lei, para tentar transformar uma ordem de Moro em balela. Lula se tornou senhor de seus atos e deu uma gigantesca banana para a Justiça brasileira. Fez troça e insuflou aquela militância ao redor do sindicato a fazer troça também ao contar os 10 minutos restantes  antes de cravar 17 horas, horário marcado para Lula se entregar à Polícia Federal. Continuou troçando ao marcar  showmício com vários artistas.  Este é Lula, um ser ordinário! Que fique bem clara à população a maneira como ele se porta diante da lei, da ordem e das instituições. Este é o PT que nos governou por 13 longos anos e que nos deixou à beira do precipício, com 15 milhões de desempregados. Ele será foi preso, mas  quando, onde e como ele quis! Suprema vergonha para a Polícia Federal!

 

Mara Montezuma Assaf montezuma.scriba@gmail.com

São Paulo

 

*

COMOÇÃO

 

Diante de tanta comoção no entorno da prisão do ex-presidente e atual condenado "Lulla" da Silva, me  lembro-me da Índia com sua adoração a inúmeras divindades, inclusive a vaca. Tenho a impressão que foi consagrada aqui a santidade da "Mulla Sagrada".

 

Edison Ribeiro Pereira edisonribeiro@hotmail.com   

São Paulo

 

*

CARAVANA

 

Que pena, a caravana dele estava próxima a Curitiba, mas ele preferiu pegar uma carona com os federais. 

 

Moisés Goldstein mgoldstein@bol.com.br 

São Paulo

 

*

CAPRICHOS

 

Lula foi preso por causa do tríplex, era um capricho de Marisa Letícia, assim como Alcapone foi  preso por sonegação. Ironias da vida por caprichos, a missa foi um agradecimento a ela do povo brasileiro.

Nelson Pereira Bizerra nepebizerra@hotmail.com

São Paulo

 

*

FICHA LIMPA

 

A condenação do ex-presidente Lula deveria ser vista como o primeiro passo da luta contra a corrupção e a impunidade, visando alcançar todos os políticos envolvidos em processos criminais. O princípio constitucional da presunção de inocência não deveria valer para quem ocupa cargos públicos, pois o bem da coletividade é muito mais importante do que o direito individual. Em vista de que nossa Justiça, enrolada no "juridiquês" de artigos e incisos legais, não está preocupada com isso, caberia ao eleitor não reconduzir ao poder quem não representa os anseios da sociedade. Para conseguirmos uma democracia de verdade, o único meio eficaz é convencer os eleitores a não votarem em candidatos suspeitos de desonestidade ou incompetência.

 

Salvatore D'Onofrio salvatore3445@gmail.com

São José do Rio Preto

 

*

FIM DA ILUSÃO, FIM DA ERA LULA

 

Acabou a era Lula no Brasil. Termina envergonhada, rebaixada e decepcionante. O homem que dizia que não podia errar foi uma sucessão de erros. Deixou como legado uma sucessora presidente que sofreu impeachment, uma Petrobrás quebrada, um país em crise econômica e uma população envergonhada da sua nacionalidade. Nunca antes na história deste país fomos tão ultrajados e manipulados. O Supremo Tribunal Federal (STF), ainda que tardiamente, tentou resgatar um pouco daquilo que o brasileiro perdeu há muito tempo: o sentimento de nacionalidade, mas graças aos seis ministros brasileiros do STF, que votaram pelo fim dessa era, e pelo fim da corrupção no País, pudemos resgatar nossa nacionalidade. Viva o Brasil!   

 

Arcângelo Sforcin arcangelosforcin@gmail.com  

São Paulo 

 

*

BIOGRAFIA DE LULA

 

Lula poderia ter sido tudo o que ele pensa que é: o pai dos pobres, um Gandhi ou Mandela tupiniquim, o presidente que mais fez pelos menos favorecidos. Ele foi tudo isso, mas foi também o presidente que mais roubou dinheiro público na história. Depois de ser derrotado nas urnas, Lula se deu conta que precisava de muito dinheiro para se eleger presidente e a forma de obter os recursos era através do caixa 2, como faziam todos os outros partidos. Lula finalmente se rendeu e entrou no jogo, obteve os recursos para contratar os publicitários e marqueteiros, fez uma campanha riquíssima e finalmente se elegeu. Lula aprendeu com a emenda da reeleição de FHC como fazer para aprovar qualquer coisa no parlamento. Lula criou o mensalão, mecanismo de compra de apoio político infalível, seu primeiro governo foi um sucesso retumbante. Quando veio à tona o escândalo do mensalão, a máscara de Lula caiu, mesmo assim ele conseguiu se reeleger e ainda elegeu sua sucessora com uma campanha bilionária. Dilma Rousseff foi o maior erro de Lula, pessoa intragável, se indispôs com todo mundo, profundamente antipática e incompetente na gestão do governo. Dilma, ao contrário de Lula, não sabia fazer política, tratava todos como adversários. Passou por cima de Eduardo Cunha no assalto aos cofres da Petrobrás. Cunha não gostou de ter seus prepostos substituídos na Petrobrás por homens a mando de Dilma, isso custou muito caro a Lula e ao PT, que assistiu o impeachment da insuportável Dilma Rousseff da Presidência. É injusto que Lula seja preso antes de Dilma Rousseff, que será apenas a segunda presidente da República brasileira a ir para a cadeia.

 

Mário Barilá mariobarila@yahoo.com.br

São Paulo

 

*

CARTA A UM PECADOR

 

Caríssimo Lula, realmente muito caro para nós brasileiros. Fui um rapaz latino americano, com pouco dinheiro no bolso, conterrâneo e contemporâneo de Vossa Excelência. Saí do nordeste para o sul, como sua família, porém, já casado e com filho para tentar melhorar de vida. Melhorei depois de muito trabalho honesto. Venho lhe informar que cometi erros, mas não prejudiquei ninguém a não ser um pouco a relação com minha esposa. Eu traí minha esposa com outra mulher, mas com alguma dignidade pedi perdão e estou com ela até hoje, com filhos e netos. Conto um pouco da minha história para lhe pedir que, como conterrâneo e contemporâneo de Vossa Excelência, veja com estou lhe tratando, olhe para trás e veja com orgulho as coisas boas de sua vida e também veja os erros cometidos, muitos erros e traição a quem lhe venerou, jamais votei em candidatos do PT. Agora, olhando nos olhos do povo brasileiro sem raiva e sem deboche, peça perdão pelos males causados admitindo culpas e que sua pena servirá de reparação e que jamais cometerá erros tão graves. Peça perdão a dona Marisa e a seus filhos, também. De um trabalhador que nunca cometeu erros graves e pode se dizer honesto, mas não o mais honesto de todos.

 

Arnaldo Vieira Silva arnaldosilva1946@gmail.com 

Aracaju

 

*

LULA, O PRIMEIRO...

 

Lula entrará para a História como o primeiro retirante pau-de-arara apedeuta a chegar à Presidência da República e o primeiro ex-presidente a ir para a prisão condenado em um processo criminal por corrupção e lavagem de dinheiro. "Sic transit gloria mundi..."

 

J.S. Decol decoljs@gmail.com 

São Paulo 

 

*

LADO POSITIVO

 

O sr. ex-presidente Lula deve enxergar a sua prisão pelo lado positivo, pois esta será uma oportunidade para aprender a gostar de ler livros.

 

Carlos Roberto da Silva Calderon crscalderon@hotmail.com   

São Paulo 

 

*

'CUMAPANHERO' DE CELA

 

Encarceramento se aguenta. Dureza é aguentar o Suplicy...

 

Ademir Fernandes standyball@hotmail.com

São Paulo

 

 

*

SONHO DE CONSUMO?

 

Engana-se o ex-presidente Lula ao afirmar que sua prisão é o sonho de consumo do juiz Sérgio Moro. Sonho de consumo é ter como cela prisional uma sala reservada ampla, recém-reformada, com banheiro privativo e ducha de água quente e direito a banhos de sol e visitas em horários exclusivos. Sem contar o batalhão de advogados dispostos a tirar água da pedra para colocá-lo em liberdade e alguns ministros do STF solidários a ele e ao PT. Existe sonho de consumo melhor que este para um ex-presidente condenado por corrupção?

 

Luciano Harary lharary@hotmail.com

São Paulo

 

*

PRISÃO DE LULA

 

Os advogados de Lula contestam a prisão do ex-presidente alegando que a mesma foi precipitada e ilegal. O comentarista Merval Pereira, na Globonews, a analisou e mostrou a todos que tudo foi feito dentro da mais perfeita legalidade e lisura, como o

juiz Sérgio Moro sempre atua. O SFT enviou a decisão ao TRF-4, que a remeteu a Moro, e este decretou a prisão de Lula obedecendo estritamente todos os requisitos legais. A cada dia querem vitimizar mais e mais essa execrável figura.

 

Carlos Eduardo Barros Rodrigues ceb.rodrigues@hotmail.com

São Paulo

 

*

PRISÃO E TRATAMENTO PRIVILEGIADOS DE LULA

 

É de se estranhar as manifestações jurídicas contrárias à prisão de Lula. Não as vi por ocasião das prisões dos ex-governadores cariocas Sérgio Cabral e Garotinho. Por outro lado, não entendi o tratamento privilegiado ao condenado ex-presidente, supostamente "em razão da dignidade do cargo ocupado", eis que por simetria, os ex-governadores presos também mereceriam igual tratamento. Ao contrário, foram humilhados e algemados, num espetáculo circense repugnante e desnecessário. Ao condenado Lula deveria ser aplicado o mesmo tratamento destinado aos presos comuns, tendo como parâmetro o tratamento conferido aos ex-governadores. Lembro que aqueles ex-governadores destruíram o Rio de Janeiro; Lula destruiu o Brasil.

 

Milton Córdova Júnior milton.cordova@gmail.com   

Vicente Pires (DF)

 

*

FALÁCIA CONSTITUCIONAL

 

Eis a confirmação de que a norma constitucional que diz que todos são iguais perante a lei é uma falácia. Luiz Inácio é um criminoso como outro qualquer, indigno do cargo que ocupou. Ao conceder privilégios ao condenado, Moro causou decepção. Algemas para Zé da Silva, idem para Lula da Silva, por que não? E cela comum, nada de alojamento especial na Polícia Federal (PF). Ou será que estão com receio de que o grande demagogo comece a fazer campanha entres os colegas presos para, quem sabe, assumir a chefia do PCC?

 

Luiz Leitão luizmleitao@gmail.com

São Paulo

 

*

ÚLTIMO RECURSO

 

Resta a Lula um recurso a ser impetrado no Superior Tribunal de Justiça Desportiva: o título do homem mais honesto do Planeta Terra. Dessa vez sairá vitorioso.

 

Felipe Schittini fschittini@gmail.com

Rio de Janeiro

 

*

MARCO ZERO

 

Vejo muita gente, inclusive que não é petista, contestando a decretação da prisão do ex-presidente Lula, usando como justificativa o fato de outros envolvidos em corrupção, tais como: Romero Jucá, Renan Calheiros e Aécio Neves, continuarem livres e soltos. Estes esquecem que políticos, também envolvidos em corrupção, tais como: Sérgio Cabral, Eduardo Cunha e o companheiro Palocci, já estarem presos há muito tempo. Logo o raciocínio, não pode ser desenvolvido por esse caminho. O certo e oportuno é pensarmos que o caso Lula foi exemplar: condenação em primeira instância, condenação em segunda instância e ordem de prisão, possa ser usado e cobrado, por toda a sociedade, como um caso exemplar a ser adotado contra gente dessa espécie, independente da ideologia. Um tipo de marco zero.

 

Abel Rodrigues abel@knn.com.br

Rio de Janeiro

 

*

PRESIDENTE DO PT

 

Senhores, a opinião pública deveria ser alertada permanente de que as notas oficiais do PT são assinadas por uma das próximas autoridades a ser julgada pelo STF que, percebendo o caminhar dos acontecimentos, tem que tentar "politizar" os crimes cometidos a fim de, quem sabe, conseguir se garantir sob o manto do foro privilegiado, pelo menos, enquanto detiver o cargo de senadora.

 

Marcelo Cabral mfalsetti2012@gmail.com

São Paulo

 

*

FORTUNA

 

Vamos ser sensatos e refletir apenas sobre uma coisa: qual é o ex-metalúrgico que durante toda a sua vida de trabalho árduo fez fortuna que se aproxime a de Lula?

 

Gilberto Lima Junqueira gibaljunqueira@gmail.com

Ribeirão Preto

 

*

CADEIA

 

Nem HC e nem FHC vão tirar o Lula da cadeia.

 

Ely Weinstein elyw@terra.com.br

São Paulo

 

*

BANHO DE SOL

 

Lula imaginou tomar banho de sol no Guarujá. Não conseguiu, mas em compensação vai tomar banho de sol em Curitiba.

 

Carlos Avino carlosavino.jaks@hotmail.com

São Paulo

 

*

PRÓXIMOS PASSOS DE LULA

 

Pedir a bengala de Maluf emprestada e solicitar que o ministro Tofolli o mande para prisão domiciliar.

 

Ariovaldo Batista arioba06@hotmail.com

São Bernardo do Campo

 

*

INOCÊNCIA

 

O dr. Drauzio Varella já afirmou, em seus livros, que nas prisões brasileiras não há um só culpado. "Ele" preso será mais um inocente na cadeia...

 

Francisco Castro fcastro48@gmail.com

São Paulo

 

*

'LULA LÁ'

 

Tchau, querido.

 

Carlos Renato Napoleone crcaleidos@gmail.com

Agudos

 

*

MULHERES DO STF

 

O papel das mulheres no julgamento do HC da "alma mais honesta deste país" foi fundamental.  Raquel, Rosa e Cármen mantiveram a serenidade e deram sua contribuição memorável à reconstrução da confiança nos brasileiros na Suprema Corte. Gilmar Mendes foi vergonhoso no conteúdo e na forma, passando na frente e se mandando para Portugal! Barroso lavou nossa alma com seu voto cheio de indignação. Alexandre de Moraes foi pontual e certeiro, além de sucinto. Um dia para ficar na história. Fux também não fugiu à luta. E Fachin transbordou dignidade. A Nação respira aliviada e vai virar essa página manchada de corrupção! Cadeia para todos os corruptos!

 

Elisabeth Migliavacca

São Paulo

 

*

O BRASIL QUE EU QUERO

 

Essa noite tive um lindo sonho: avatares do juiz Moro estavam substituindo alguns advogados criminalistas e  alguns  juízes das primeiras às últimas instâncias. Acordei feliz. Esse é o Brasil que eu quero! 

 

Sandra Gonçalves sandgon@terra.com.br

São Paulo

 

*

O POP STAR MARCO AURÉLIO

 

Desde que foi nomeado, em 1981, com apenas 35 anos de idade para Tribunal Superior do Trabalho, pelo presidente general João Batista Figueiredo, já pudemos perceber que este magistrado era vaidoso e gostava de falar fora dos autos. Hoje, como ministro do Supremo Tribunal Federal, onde chegou em 1990 por indicação do primo e presidente Fernando Collor de Mello, que por sua vez acabou sofrendo um processo de impeachment e renunciou covardemente poucas horas antes do seu julgamento pelo Senado Federal, tem este ministro se distinguido mais pelo excesso de vaidade do que pelo seu notório saber. O que realmente é uma pena, por se ele preparado intelectualmente para o exercício da sua honrosa função na nossa Suprema Corte. Mas a excessiva vaidade e o intolerável hábito de falar fora dos autos faz com que ele se apequene e acabe se igualando a outros ministros que também estão achincalhando a imagem do Supremo Tribunal Federal. Por fim, aconselho os ministros Marco Aurélio e Ricardo Lewandowski a pedirem desculpas públicas para as eminentes e sérias ministras Cármen Lúcia e Rosa Weber pelas indelicadezas cometidas durante o julgamento do HC do ex-presidente Lula. A manobra fracassada destes dois ministros nos encheu de indignação! Agora sim venceu a esperança... Venceu a esperança de que a Justiça finalmente será para todos!

 

Juarez Cintra Pereira Filho jcintra@ancoradouro.com.br 

Campinas

 

*

UMA MÃO LAVA OUTRA

 

O obsessivo empenho do ministro Marco Aurélio Mello em rever a segunda instância, provavelmente é porque na fila da Lava Jato está o ex-presidente Collor, seu primo, "impichado" por corrupção e que o indicou ao STF.

 

Marisa Bodenstorfer 

Alemanha

 

*

COAÇÃO

 

Os ministros Ricardo Lewandowski e Marco Aurélio Mello, do STF, pareciam mais advogados de defesa, do que o próprio doutor José Roberto Batochio, no julgamento do demiurgo de Garanhuns, no último dia 4, inclusive efetuaram enorme coação à ministra Rosa Weber quando do pronunciamento do seu voto. Não obstante, o ministro Gilmar Mendes diz que a prisão de "Lulla" da Silva seria vergonhosa para o Brasil, que ridículo. Vergonhoso foi o senhor sair correndo do plenário da Suprema Corte para trabalhar e faturar em Portugal, enquanto nós, o povo brasileiro, pagamos seus salários.

 

Antonio Carelli Filho palestrino1949@hotmail.com

Taubaté

 

*

GILMAR E EX-GILMAR

 

Noticiou-se por toda a mídia, que o ministro do STF Gilmar Mendes, ao mesmo tempo, pode "ser a favor de tudo ou absolutamente contra qualquer outra coisa", quando se trata de prisão após a segunda instância. Para piorar, a Procuradora-geral da República, Raquel Dodge, pediu ao STF uma posição sobre o impedimento do ministro, que mandou soltar por três vezes, o "amigo" Jacob Barata Filho, denunciado e preso por tramoias e maracutaias na Operação Ponto Final, em que é mais conhecido como "rei do ônibus". A desculpa esfarrapada do ministro foi que, apesar de ter sido padrinho de casamento do filho de Jacob Barata, o "enlace matrimonial", não vingou e que, até mesmo, já houve a separação do casal. A infantilidade de Gilmar, com cara de "bebê chorão" é tão verídica quanto uma nota de R$ 3,00 reais. Acredite se quiser!

 

 

Júlio Roberto Ayres Brisola jrobrisola@uol.com.br

São Paulo

 

*

GILMAR

 

Diz a sabedoria popular que a esperteza pode acabar com o esperto! Até o conselheiro Acácio compreende o alcance dessa mensagem, mas o ministro Gilmar Mendes, que deve se julgar o dono da verdade, parece que não. Se tivesse permanecido em Portugal, onde deveria ficar em definitivo, o julgamento teria terminado empatado, uma vez que em matéria constitucional o presidente da corte sempre vota. Como consequência, a jararaca poderia ter obtido o habeas corpus, pois em caso de dúvidas a decisão poderia lhe favorecer, porque no mínimo haveria discussões acaloradas a respeito. Portanto, o ministro teria poupado dinheiro, tempo e a paciência do cidadão contribuinte, obrigado a lhe ouvir e a pagar seus vencimentos!

 

Arlete Pacheco arlpach@uol.com.br

Itanhaém

 

*

CORONEL 'LARANJA' LIMA

 

O coronel "laranja" Lima, assessor e amigo pessoal de Temer, é uma figura ímpar. Todo enrolado com maracutaias e agindo em nome do chefe, quando juridicamente acionado tem todo tipo de chilique e doenças fajutas. Porém, para cometer ilícitos está firme e forte. Cadeia nele e punição militar exemplar. Envergonha as Forças Armadas (FFAA). 

 

Paulo H. Coimbra de Oliveira ph.coimbraoliveira@gmail.com

Rio de Janeiro 

 

*

O DOMÍNIO DA IMPUNIDADE

 

Excelente o artigo "O domínio da impunidade", de autoria do colunista Celso Ming (5/4, B2). Para o País continuar crescendo, depende da manutenção da prisão após condenação em segunda instância. Por isso, a sociedade brasileira precisa se unir cada vez mais, para que seis ministros do STF não transformem nossa Pátria em uma republiqueta de bananas. Não vamos deixar, vamos lutar: povo trabalhador e pagador de impostos, mídia e FFAA. A corrupção e a impunidade não vencerão essa guerra.

 

Maria Carmen Del Bel Tunes carmen_tunes@yahoo.com.br

Americana

 

*

COMO ESTARÃO VIVENDO?

 

Como estarão vivendo hoje Guillermo Rigondeaux e Erislandy Lara, lutadores de boxe cubanos que se evadiram da delegação de seu País nos jogos Pan-Americanos realizados no Rio de Janeiro em 2007 e tentaram iniciar uma nova vida no Brasil, longe da "maravilhosa" ditadura dos Castro? Talvez amargando prisão em alguma masmorra política desde o momento em que foram devolvidos como mercadorias extraviadas, em ação surpreendentemente eficiente, executada pela Polícia Federal do governo do senhor Lula da Silva. A vida dá voltas!

 

Paulo Roberto Gotaç pgotac@gmail.com

Rio de Janeiro

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.