Fórum dos Leitores

ECONOMIA

O Estado de S.Paulo

10 Agosto 2015 | 02h02

Nada em troca

Os contribuintes brasileiros pagaram R$ 1,2 trilhão em tributos em apenas 216 dias do ano de 2015. A grande maioria do povo, que tem sentido as dificuldades na própria pele, está bastante pessimista. E não é para menos, pois, diante da crescente inflação, do desemprego, da desvalorização da moeda, dos escândalos de corrupção, das dívidas interna e externa da Nação e do desnorteamento do governo, o resultado não poderia ser diferente: os comerciantes estão fechando as portas, os grandes empreendimentos estão parados, as maiores indústrias do País estão funcionando com capacidade reduzida e os pais de família, sem emprego, estão se afundando nos cartões de crédito e no cheque especial. Dilma Rousseff e Joaquim Levy são os dois únicos brasileiros que estão otimistas com a situação financeira e social do País - pelo menos é o que dizem para a imprensa.

JOSÉ C. SARAIVA DA COSTA

jcsdc@uol.com.br

Rio de Janeiro

Estabilidade

O empresariado, para investir, necessita de estabilidade e de previsibilidade da economia, além de clareza das regras do jogo. Mas o PT só garantiu a estabilidade da corrupção e dos cargos para aliados, malfeitores e apaniguados.

JOSE EDUARDO ZAMBON ELIAS

zambonelias@estadao.com.br

Marília

A revelação

Déficit fiscal recorde, cortes nos orçamentos da Educação e da Saúde, inflação crescente, descumprimento da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), rebaixamento na nota de crédito do País, fuga de investimentos, desemprego em alta, redução dos empréstimos do BNDES para pessoas jurídicas, Selic no maior nível em nove anos, dólar no maior valor em 12 anos e todos os fundamentos macroeconômicos comprometidos. Realmente, o lulopetismo é um cavalo de Troia.

FRANCISCO JOSÉ SIDOTI

fransidoti@gmail.com

São Paulo

Quem paga é o povo

Fico imaginando como serão nossos próximos anos. O Brasil e o povo mais uma vez terão de amargar a má administração e as consequências maléficas de todos estes anos de petismo no poder. O pior é que, para reverter o quadro, nos enchem de ajustes fiscais e cortes absurdos, principalmente, nos direitos daqueles que deveriam ser os mais protegidos: os trabalhadores. Com esta carga tributária absurda e com estes casos absurdos de corrupção, infelizmente, não vejo futuro para a Nação. Teremos de aguardar bons anos para que tudo se enquadre na normalidade. E aqueles que acreditam que estudar é a grande saída se preparem para trabalhar muito, se assim entenderem por bem, para que possam ao menos pagar um sistema educacional eficiente. Isso porque já se sabe de longa data que o grande slogan "Pátria Educadora" é só campanha de marketing eleitoral.

LUCAS ROSA DE ANDRADE

lucaspompeia@gmail.com

Pompeia

GOVERNO DILMA

Voto legítimo

Em cerimônia de entrega de casas populares em Roraima, na sexta-feira, a presidente Dilma falou em legitimidade do voto: "A primeira característica de quem honra o voto que lhe deram é saber que ele é a fonte da legitimidade e ninguém vai tirar essa legitimidade que o voto me deu". Que tal ela explicar os meios legítimos que utilizou durante a campanha eleitoral para conseguir este voto?

ODILON OTAVIO DOS SANTOS

o.o.snts@hotmail.com

Marília

Propaganda enganosa

Acerca da declaração da presidente sobre a legitimidade do voto, o Procon poderia explicar a ela e à companheirada que o povo votou numa candidata que prometia manter direitos dos trabalhadores, abaixar o preço da conta de luz, não aumentar o preço da gasolina, oferecer saúde e educação de Primeiro Mundo e muitas outras mentiras. A presidente que hoje nos governa não é a mesma pessoa que se candidatou e foi eleita, portanto o povo foi enganado e o produto entregue não é o que o povo escolheu. Propaganda enganosa. Os brasileiros têm direito à devolução dos seus votos, porque foram enganados.

TELMA DE SEIXAS GUIMARÃES

telmasg@gmail.com

São Paulo

Platão responde

"Voto é a fonte da minha legitimidade e ninguém vai tirar", disse Dilma. Quem disse que o melhor para governar seria aquele que sabe amealhar mais votos (Platão)?

ULYSSES FERNANDES NUNES JR.

Ulyssesfn@terra.com.br

São Paulo

JUDICIÁRIO

Mais lucidez

A cúpula do Poder Judiciário reuniu-se na semana passada no Supremo Tribunal Federal (STF) para discutir os próprios reajustes salariais, que são referência em todo o serviço público brasileiro. Enquanto isso, o Brasil está em 85.º no ranking do Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), pior do que Croácia, Omã e Jamaica, que estão longe do nosso produto interno bruto (PIB). Quanto à diferença salarial, o Brasil se encontra na 10.ª posição mundial no que se refere às maiores distorções entre o alto escalão e os níveis operacionais. Como visto, a tendência é piorar a desigualdade social no País. Em plena recessão econômica e crise política, esperamos mais equilíbrio e lucidez do Judiciário.

CARLOS JOSÉ MARCIÉRI

carlosjoseunb@gmail.com

Brasília

MEIO AMBIENTE

Esgoto tratado

A respeito da citação do município de Guarulhos no artigo Uma corrida social na área do clima, de Washington Novaes (7/8, A2), é importante informar que a cidade investe fortemente em tratamento de esgoto. Entre 2010 e 2014, a prefeitura de Guarulhos pôs em operação três Estações de Tratamento de Esgoto (Etes), construídas com recursos do município e do governo federal. Uma parceria com a iniciativa privada também foi estabelecida para complementação dos sistemas de tratamento de esgoto. Até 2017, cumpridos os termos desse acordo, 80% dos esgotos deverão ser tratados. Guarulhos emprega todos os esforços a fim de contribuir para o saneamento do Rio Tietê e, quando tratar 100% dos esgotos, o rio ficará 4% menos poluído. Investimento em tratamento de esgoto deve ser, pois, um exemplo a ser seguido por todas as cidades da região metropolitana de São Paulo.

AFRÂNIO DE PAULA SOBRINHO, superintendente do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae) de Guarulhos

miriannunes@saaeguarulhos.sp.gov.br

Guarulhos

 

A FRASE DE LEVY

A frase sobre o ministro Levy seria risível, se não fosse trágica e verdadeira. “Ministro Joaquim Levy tem dito que é um equívoco atribuir ao ajuste fiscal a culpa pela recessão”. Seria melhor dizer: Eu ainda não consegui fazer quase nada! 

Ulysses Fernandes Nunes ulyssesfn@terra.com.br

São Paulo

*

GOVERNO CAMBALEANTE

Pelo andar trôpego e cambaleante da carruagem, com o agravamento diário da crise política, econômica e institucional do País, cabe perguntar se o segundo mandato de Dilma aguentará chegar ao final do segundo semestre deste ano. A conferir...

J.S. Decol decoljs@globo.com

São Paulo

*

BANIMENTO

Mais da metade dos consumidores acredita que a economia vai piorar. Eu afirmaria que vai piorar e muito, enquanto essa corja corrupta no "pudêr", não for banida! 

Angelo Tonelli angelotonelli@yahoo.com.br

São Paulo

*

DESOBEDIÊNCIA FISCAL

Mais uma vez a equipe econômica deste governinho enfiará goela a baixo mais impostos nas costas dos brasileiros, como se já não bastasse o que pagamos de impostos, e nada recebemos em troca. O Sr. Levy, o maquiavélico Ministro da Fazenda, ao invés de cortar as mordomias do governo, tais como: 39 ministérios, aposentadoria precoce de deputados senadores, cartões corporativos, patrocínio a times de futebol, financiamento de obras em outros países pelo BNDES, propagandas na mídia entre  outras mazelas, aumenta os impostos. Levy criará mais um imposto para as empresas e, com isso, inviabilizará totalmente o poder de recuperação da economia. Isso levará, sem dúvida, à estagnação dos nossos parques industriais e à quebra de imediato das médias e pequenas empresas, que, com toda adversidade, ainda resistem ao descalabro deste governo. No futuro só restará como alternativa a desobediência fiscal!

URIAS BORRASCA urias@mercosulrefratarios.com.br

Sertãozinho

*

CADE O PAÍS COR DE ROSA, DILMA?

Senhor Mercadante, seu governo errou feio, mentiu, gastou mais do que podia, inchou a máquina, enfim, fez tudo o que não podia e agora quer superar seus erros taxando o trabalhador? A adoção de medidas impopulares foi tomada pela incompetência de dona Dilma e de sua teimosa equipe econômica. Ela vendeu um país cor de rosa aos brasileiros e agora fala em crise econômica? Até um ignorante sabe que a crise por que passa o Brasil é proveniente de uma gestão ineficiente e ineficaz. O momento é de muita tensão, sim, pois as pessoas temem perder seus empregos. Muitos já perderam. E a inflação que vem corroendo os salários? É culpa da crise econômica ou da péssima gestão? Um governo que mentiu para se reeleger terá de provar que é bom, não tomando medidas impopulares que prejudicam quem trabalha, mas sim fazer o mea culpa e cortar na própria carne seus gastos. Para que 39 ministérios? 25 mil cargos em comissão? Então, conforme diz Mercadante o programa do PT tem de ser político, ideológico e programático. Na política, o PT comprou apoios, na ideologia traiu seus seguidores, porque ao chegar ao poder cuidou do seu pirão primeiro e, programático, suspendeu todos os programas alegando falta de dinheiro. E o País cor de rosa, Dilma? Quem votou em você quer ver. 

Izabel Avallone izabelavallone@gmail.com

São Paulo

*

AFINAL, QUE CRISE É ESSA?

Desde quando inflação de 9%, juros de 14,5%, dólar a R$ 3,35, desemprego de 8% é crise? Onde está essa crise? O governo foi eleito democraticamente exatamente para corrigir e melhorar índices. É pra isso que se elege. Fez num período de treze anos a maior distribuição de renda do mundo, no Mais Médicos atende 60 milhões, pagou o FMI, constituiu uma reserva de 360 bilhões de dólares, que garante os pagamentos, investiga e dá liberdade às denúncias de corrupção, trabalha em harmonia com o Congresso e o Judiciário. Afinal, onde está essa crise que a imprensa promove diariamente? Não existe crise alguma. O que existe e sempre existiu é a tentativa de golpe das elites derrotadas na eleição. Essa elite (agora neoliberal) manipula, mente e intriga diariamente contra o governo e não aceita ficar fora do poder.

Antonio Negrão de Sá negraosa1@uol.com.br 

São Paulo

*

ROUBALHEIRA A OLHOS VISTOS

Imposto na casa de R$ 1,2 trilhão e um país economicamente inviável a olhos vistos. Em sã consciência, quanto de nós precisaria recorrer aos tribunais para comprovar a roubalheira? 

Ricardo Siqueira ricardocsiqueira@globo.com

Niterói (RJ)

*

O GOVERNO ESTÁ PERDIDO

Depois de o governo petista correr atrás do apoio do FHC sem sucesso, agora quer o apoio da "zelites" empresariais? 

Milton Bulach mbulach@gmail.com

Campinas

*

PAÍS NA UTI

O Brasil está na UTI à beira da morte e o único remédio que pode ter um efeito benéfico para o doente se chama renúncia de Dilma. Caso contrário resta se preparar para o funeral de nosso querido País.

Valdir Sayeg valdirsayeg@uol.com.br

São Paulo

*

COVARDES

A bancada petista na Câmara dos Deputados foi flagrantemente intimidada pelo público das galerias, composto por representantes da Advocacia-Geral da União, delegados civis e federais, procuradores de Estado e municípios, que faziam lobby a favor da PEC da AGU.

Sergio S. de Oliveira ssoliveira@netsite.com.br

Monte Santo de Minas (MG)

*

MENTIRA CONTADA MIL VEZES

O PT recentemente cometeu um desatino ao comparar a “perseguição” que sofre da mídia à política nazista contra os judeus. Da maneira como procede, na figura do seu presidente Rui Falcão, está muito mais para o nazismo, pois usam as táticas do famigerado ministro da propaganda de Hitler, Joseph Goebbels, cumprindo e com precisão espartana os 11 princípios da propaganda nazista.

Luiz Nusbaum, médico   lnusbaum@uol.com.br

São Paulo 

*

CRISE POLÍTICA

O vice-presidente Michel Temer mostrou-se preocupado com a crise política, além do quadro nada animador na economia. Ué, não era “crisezinha”? Conclamou até a sociedade à ajudar no diálogo e na governabilidade. Ora, vice-presidente, a sociedade esperava que a presidente fosse capaz e tivesse competência de não deixar o quadro político e a governabilidade se deteriorarem tanto. A situação é crítica. O governo nem apoio da base aliada tem mais, pelo menos de uma parte. A impopularidade da presidente e a avaliação do seu governo atingiram níveis tão baixos que se pergunta como ainda se sustenta no governo. E aí que digo que nesta hora o Parlamentarismo tem uma solução muito mais rápida do que o Presidencialismo. No quadro atual, em qualquer Regime Parlamentarista o 1.º ministro convocaria eleições para formar um novo gabinete. No Presidencialismo ou se procede ao impeachment ou à renúncia da presidente.

Panayotis Poulis ppoulis46@gmail.com

Rio de Janeiro

*

A FILA ANDA

Depois da volta à prisão do Zé Pixuleco, falta apenas a do Pixululeco, o corrupto-mor do lulo-petismo. Chegará a sua hora e vez. Basta de impunidade!

J.S. Decol decoljs@globo.com

São Paulo

*

ÁGUAS PROFUNDAS DO BNDES

A CPI que investigará os contratos do BNDES foi instalada no dia 6/8 na Câmara dos Deputados. Marcos Rotta presidirá a comissão. Lula e Dilma ficarão numa situação difícil, se as investigações atingirem a profundidade do pré-sal. Os empresários e os petistas poderão se afogar nessas águas profundas. Se for de seu interesse, o PMDB tem uma grande chance de virar a mesa e sair por cima dessa confusão toda. O PT está sumindo lentamente no nevoeiro da tempestade que ele mesmo produziu!

José Carlos Saraiva da Costa jcsdc@uol.com.br

Rio de Janeiro

*

BRASIL UNIDO

Sr. Temer, o país está unificado contra o PT!

Luciano Harary lharary@hotmail.com

São Paulo 

*

IMPEACHMENT EM ANDAMENTO

Isolando o PT, o presidente da Câmara dos deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), inicia as manobras para o impeachment da presidente da República, mantendo contatos com partidos da oposição, entre eles PSDB e DEM. Sem dúvida, sob o aspecto do clamor público, a ocasião é mais do que oportuna, especialmente se no próximo dia 16 acontecerem manifestações monstruosas e capazes de movimentar ainda mais o desejo de milhões de verem a aplicação do impeachment contra dona Dilma. Embora o deputado Eduardo Cunha tenha problema com a Lava Jato, o critério técnico precisa imperar na condução do processo de impeachment, cumprindo-se a Carta Magna e a legislação ordinária pertinente ao tema.

José Carlos de Carvalho Carneirocarneirojc@ig.com.br

Rio Claro

*

ENGANAÇÃO

O ridículo e cheio da soberba programa do PT parece um quadro humorístico de muito mau gosto. Enganado já foi quem votou neles. Acabou a ingenuidade.

Luíz Frid luiz.frid@globomail.com

São Paulo

*

CONSTATAÇÃO

Se o que falam Dillma, Lulla e Collor for verdade, então a culpa só pode ser de Janot e de FHC.   É claro!

Marcos Catap marcoscatap@uol.com.br

São Paulo

*

PT E A PRISÃO DE DIRCEU

O presidente do PT, senhor Rui Falcão, que deveria utilizar o nome correto de Rui Abutre, pois Falcão é uma ave nobre, deitou de falar sobre a Operação Lava Jato, sobre a Justiça e se referiu à imprensa como “mídia monopolizadora”. Quem não tem argumentos para justificar novamente a prisão do “guerreiro do povo brasileiro”, senhor José Dirceu, tenta se justificar agora, atirando para todos os lados para ver se acerta alguém. Mas sua mira está muito falha, senhor Rui, e seus argumentos são simplesmente ridículos e ocos e não repercutem e não convencem nem vocês do próprio PT.

Henrique Schnaider hschnaider4@gmail.com

São Paulo

*

O CERCO SE FECHA

Lula e Dilma já devem estar acertando com os Castros suas mudanças para Cuba!

Ariovaldo Batista arioba06@hotmail.com

São Bernardo do Campo

*

LATRINAS DO PODER

Filho da Pátria, o senador Collor de Mello foi mostrado nos telejornais noturnos com cabeludo palavrão contra o procurador-geral da República, na tribuna do Senado. O boca porca não está só. Lula da Silva, ex-presidente como Collor, é latrina verbal com ou sem estímulo de um goró. Decoro em Brasília é assim: de avião presidencial a motel, o Aerolula fez história; Rose Noronha, a cortesã, se tornou chefe da secretaria da Presidência em São Paulo e de quadrilha especializada desmontada pela Polícia Federal. Zé Dirceu, ovacionado pelas claques do PT como “guerreiro do povo brasileiro”, está preso como ladrão do povo brasileiro, do mensalão ao petrolão. "Criança! Não verás país nenhum como este...", Olavo Bilac cantou a pedra.

José Maria Leal Paes josemarialealpaes@gmail.com

Belém (PA)

*

QUEBRA DE DECORO PARLAMENTAR

Collor infringiu a Lei do decoro parlamentar,quando, da tribuna do Senado, chamou o procurador geral da República de “Filho da...”, sem o devido tratamento de Vossa Excelência.”

Roberto Twiaschor rtwiaschor@uol.com.brrtwiaschor 

São Paulo

*

ESPERANÇA

Nos anos de 1920, os EUA tinham os intocáveis. Hoje temos aqui o mesmo, com o nome de Lava Jato. 

Moises Goldstein mgoldstein@bol.com.br

São Paulo 

*

CONTRAPARTIDA

 

O ministro da Justiça quer reduzir os assassinatos em 5% ao ano, com o pacto nacional de redução de homicídios. O povo, pagador de impostos, exige a redução de 5% da picaretagem na administração pública, o pacto nacional de redução do desvio de verbas públicas e de empresas estatais.

Luiz Ress Erdei gzero@zipmail.com.br

São Paulo

*

DECEPÇÃO PREVISTA

A festa que estão fazendo um ano antes das Olimpíadas - Rio 2016 - tem tudo para se tornar uma desilusão. Os últimos resultados dos nossos atletas pelo mundo, com raríssimas exceções, têm sido decepcionantes. Aliado a isso, a preparação dos espaços (onde o desperdício tem sido uma fortuna, como na Copa) não nos dão esperança de sucesso. Como na Copa do Mundo o brasileiro deverá ter mais uma frustração. O governo do PT, com o intuito de aparecer para o mundo, deixa de fazer a lição de casa e comete tais deslizes. Por que não investir em hospitais, escolas, segurança, enfim, coisas primárias de que o País necessita?

Laert Pinto Barbosa laert_barbosa@globo.com

São Paulo

*

INSPEÇÃO VEICULAR

A Lei 9.503, que obriga todos os governadores e o prefeito de São Paulo a fazer a inspeção veicular é de 1997, artigo 104 do Código de Trânsito Brasileiro. Seguem até hoje não cumprindo a Lei, isso é inadmissível, milhares de pessoas estão morrendo! A inspeção veicular ambiental em São Paulo, só dos ônibus, caminhões, vans e pick-ups a diesel já seria o suficiente para reduzir em 20% a emissão de partículas ultrafinas (fumaça preta cancerígena) de toda frota veicular. Isso traria quase 10% de melhoria da qualidade do ar. Parece pouco, mas para uma única medida de controle isolada é muito. Para isso, tem de fazer a inspeção na frota circulante toda, e isso é mais difícil, porque 30% da frota evadem do licenciamento (frota Cabrita) e não faz inspeção, e outra boa parte da frota circulante tem placas em outros municípios, que não tem inspeção, por isso o governador também teria de se mexer para implantar a medida em todo o Estado.

Olimpio Alvares olimpioa@uol.com.br

São Paulo

*

REFORMA DO ANHANGABAÚ

A prefeitura de São Paulo quer (novamente!) reformar o Vale do Anhangabaú. Esse conto de reformar o Vale do Anhangabaú se assemelha ao conto da perpétua reforma da marquise do Parque do Ibirapuera. Estão sempre sendo reformados. O custo da reforma do Vale do Anhangabaú será de R$ 100 milhões. E o preço será de R$ 200 milhões. E com o sobre preço será de R$ 300 milhões. O local está muito melhor do que muitos logradouros públicos municipais de São Paulo. Existem muitos outros "vales" em São Paulo que precisam ser reformados. Ou simplesmente, limpos ou higienizados.

Ney José Pereira neyjosepereira@yahoo.com.br

São Paulo

*

SACOLINHA

“Vai querer sacolinha?” Não! Quero uma justiça que garanta aos cidadãos brasileiros o seu direito adquirido!

Francisco José Sidoti fransidoti@gmail.com

São Paulo

*

INFRAESTRUTURA EM LOCAIS DE LAZER

É muito importante e saudável a Prefeitura oferecer lazer, espaços para prática de esportes, caminhadas, ciclovias, etc.. Como está fazendo no Minhocão, agora também a partir dos sábados, às 15 horas, assim como também na festa da Achiropita, no Bixiga, entre outros. Vejo famílias, idosos, crianças, jovens nesses locais e acho fantástico! Mas vou dar uma sugestão, acho que está faltando à prefeitura oferecer infraestrutura como, por exemplo, bebedouros de água e banheiros químicos cobertos nesses espaços e em outros que vierem a ser oferecidos.  

Arcangelo Sforcin arcangelosforcin@gmail.com

São Paulo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.