Fórum dos Leitores

GESTÃO HADDAD

O Estado de S.Paulo

22 Dezembro 2014 | 02h03

Aumento do ITBI

Haddad reduz reajuste do IPTU e reconhece seu erro (19/12, A15). Não faz favor algum. Reajuste superior à inflação não tem razão. Novos valores servem para lançamentos de novas construções. Não há perda estimada de R$ 600 milhões porque não havia previsão de receita. Portanto, não vejo razão para o aumento do Imposto de Transmissão de Bens Imóveis Inter-Vivos (ITBI). E que tal os milhões recebidos do banco alemão? O PSDB foi o único partido presente à sessão a votar contra a nova lei

JOSÉ ERLICHMAN

joserlichman@gmail.com

São Paulo

Que 'malddade'!

O prefeito Haddad segue à risca a cartilha petista: dar com uma mão e tirar com as duas. O IPTU vai ter reajuste menor em área nobre para 1,1 milhão, em contrapartida o ITBI, cobrado em transações de compra e venda de imóveis, subiu 50%, passou de 2% para 3%! A pergunta que não quer calar: que argumento o prefeito usou para justificar tamanho absurdo? A previsão oficial de inflação de 2014 é de 6,46%.

ARNALDO DE ALMEIDA DOTOLI

arnaldodotoli@hotmail.com

São Paulo

INDÚSTRIA DA MULTA

Viagem para o litoral

É impressionante a sanha arrecadatória da "indústria das multas" em São Paulo. Foram instalados 87 radares desde outubro. Eram 16 um ano atrás. A maioria dos equipamentos fiscaliza velocidades de 40 km/h. Na Rodovia dos Tamoios, para o litoral norte, três radares flagram quem ultrapassa 30 km/h! Tudo é feito para infernizar a vida dos motoristas e arrecadar milhões.

RENATO KHAIR

renatokhair@uol.com.br

São Paulo

PETROBRÁS

Venina veneno

O depoimento ao Ministério Público Federal (MPF) de Venina Velosa da Fonseca, gerente da Petrobrás desterrada para Cingapura após denunciar aos superiores falcatruas na empresa, envenenou definitivamente a permanência de Maria das Graças Foster na presidência da estatal, depois de tantas desgraças que levaram para o brejo a maior empresa brasileira. Sua amiga presidenta da República reluta em demiti-la, praticante também da malandragem petista do não ouvi, não vi, não sabia. Bastaria o fato de a empresa do sr. Foster, marido de Maria das Graças, ter 43 contratos com a Petrobrás, 28 deles sem licitação, para que ela já tivesse sido ejetada da presidência da empresa há muito tempo.

HÉLIO DE LIMA CARVALHO

hlc.consult@uol.com.br

São Paulo

Ato falho

No encontro com a mídia, na semana passada, Maria das Graças Foster declarou que recebeu em novembro a denúncia da ex-gerente Venina da Fonseca sobre as irregularidades na Petrobrás. Como não entendeu a mensagem, chamou o Costa (Paulo Roberto Costa) para "explicar"... Mas o Costa não está preso há meses? Tive a impressão, pela breve pausa e repuxada da boca para a esquerda, de que Graça percebeu a mancada.

JAIRO RIBEIRO

jairo.ribeiro10@uol.com.br

São Paulo

Operação Lava Jato

O ex-presidente Lula preocupa-se mais com os vazamentos das investigações da Operação Lava Jato que com a verdade. Ora, se as denúncias são verdadeiras, e parece que são, não há de preocupar-se com quem elas vão atingir, mas sim com o bem do País. Entendo que o PT deveria deixar de embromação e substituir urgentemente toda a diretoria da Petrobrás, por motivos que de tão óbvios dispensam discussões. O povo quer transparência e punição, seja para quem for.

WALTER LÚCIO LOPES

wll@uol.com.br

São Paulo

Há esperança

Essa gangue que se apoderou do Brasil queria que o povo acreditasse que Fernando Henrique Cardoso iria privatizar a Petrobrás. O pior eles conseguiram fazer: quebraram a maior empresa nacional, depois de roubarem mais de 3% de todos os contratos superfaturados, como propina, desde 2003 até hoje, com o objetivo de atender ao PT, ao PMDB, ao PP e aos políticos que comandavam o esquema. A esperança para tentar recuperar a péssima situação financeira da empresa e a confiança dos investidores é de fato, como cobrou o dr. Rodrigo Janot, a substituição de toda a diretoria.

JOSÉ WILSON DE LIMA COSTA

jwlcosta@bol.com.br

São Paulo

Estatais

Está comprovado, estatais só servem para maracutaias, roubalheiras e malfeitos. Só privatizando, mesmo!

MARIUS ARANTES RATHSAM

mariusrathsam@hotmail.com

São Paulo

DELAÇÃO PREMIADA

Antonio Palocci

Os fatos descritos a meu respeito em suposta lista de Paulo Roberto Costa são falsos. Aliás, a revista Veja já havia divulgado trecho da mesma delação, em edição de dois meses atrás. Reafirmo o que disse então: enquanto membro do Conselho de Administração da Petrobrás, conheci a direção da empresa, incluindo o ex-diretor Paulo Roberto Costa, e, em momento algum, fiz a ele pedido de qualquer natureza. Em 2010, especificamente, não tive contato direto ou indireto com o diretor da Petrobrás. Desconheço as motivações que teriam levado o delator a envolver meu nome nesta denúncia infundada, mentirosa e nego veementemente as informações relativas a mim publicadas na sexta-feira por este jornal.

ANTONIO PALOCCI

paula.barcellos@fsb.com.br

São Paulo

N. da R. - A reportagem reitera as informações publicadas.

BOAS-FESTAS

O Estado agradece e retribui os votos de feliz Natal e próspero ano-novo de Bruno Sutero, Carlos Brickmann, Berta Brickmann e Marli Gonçalves - Brickmann & Associados Comunicação, Carlos Souto Correa, Ceu Comunicação, Dom Odilo P. Scherer, Editora Iluminuras, Elaine Sobral - WTorre, Eliseu Gabriel, Enio Campos - Mecânica de Comunicação, Fundacentro, Grupo Boticário, João Crestana - Torrear Incorporações, Jorge E. Mejia - CCI, José Sarney, Juan Carlos Marroquin, Kolorines, Marco Barone - Lucia Faria Comunicação, Mauro Arbex - Máquina Public Relations, Odebrecht, Officina Sophia Conhecimento Aplicado, Rolex, Santander, Serviço de Saúde Dr. Cândido Ferreira, Simão Priszkulnik e Sindivestuário.

Cartas selecionadas para o Fórum dos Leitores do portal estadao.com.br

VAMOS PARA A RUA, BRASIL?

Este ano o impostômetro atingiu a casa dos R$ 1,7 trilhão 15 dias antes do que no ano passado. Mas agora o Congresso Nacional já acena com o retorno da cobrança da Cide e da CPMF, para arrecadar mais. Com certeza, o roubo aos cofres públicos saiu do controle, porque, além de arrecadar mais, querem fazer com que a população, que já sofre com a alta da inflação, assuma mais impostos. E quanto ao dever de casa do governo de economizar, nenhuma providência? Os deputados, antes do apagar das luzes de 2014, já se deram aumento salarial substancial, provavelmente combinado com a aprovação do aumento de impostos. Eles não fazem nada sem o toma lá, dá cá, e o povo que paga seus salários que se vire. Vamos para a rua, povo brasileiro? Foram por R$ 0,20 e ficarão calados por milhões?

Beatriz Campos beatriz.campos@uol.com.br 
São Paulo

*
NA CANETADA

Dona Dilma Rousseff precisa vir a público para declarar que aquela redução na tarifa da energia elétrica, de 18% para domicílios e de 32% para empresas, foi uma medida intempestiva e demagógica que só causou problemas ao setor elétrico do País. E que os eleitores, iludidos, vão pagar caro até que se restabeleça a ordem entre o setor de geração, transmissão e distribuição de energia. Isso se São Pedro resolver colaborar...

Sergio S. de Oliveira ssoliveira@netsite.com.br 
Monte Santo de Minas (MG)

*
SALÁRIO MÍNIMO

O novo salário mínimo para 2015 será arredondado para R$ 800,00 (oitocentos reais), 8,8% de aumento. Todos entendem que "cada um na sua", o que não entendem é que os membros dos Três Poderes (Executivo, Legislativo e Judiciário) também terão os seus proventos reajustados, mas de 21% a 23%. Não se admite que o salário mínimo mensal seja inferior em 40% a 50% ao salário de apenas um dia de trabalho dessas autoridades, sem considerar as mordomias a que também fazem jus. Pior é que passam para a população que pouco ou quase nada fazem para o bem do povo e do País, mas fazem de tudo para os seus intere$$es. E ainda legislam em benefício próprio, e muitos ainda se envolvem em todo tipo de desvios e corrupções. O que os cidadãos brasileiros podem fazer para mudar ou acabar com este descalabro?
 
Fernando Silva lfd.dasilva@2me.com.br 
São Paulo

*
META FISCAL

Enquanto os trabalhadores e, principalmente, os aposentados apertam os cintos porque os salários e aposentadoria estão muito aquém das necessidades de uma vida digna, as excelências se presenteiam com polpudo aumento, além da "mesada" distribuída por dona Dilma a título de retribuição por haverem-na livrado do crime de responsabilidade fiscal. Pois bem, que tal nós, os pagantes da esbórnia, deixarmos de recolher os tributos (IPVA, Imposto de Renda, IPTU) alegando que não conseguimos cumprir a meta fiscal e estarmos copiando a "presidenta"?

Aparecida Dileide Gaziolla aparecidagaziolla@gmail.com 
São Caetano do Sul 

*
APROFUNDAMENTO

Na semana passada, Dilma Rousseff recomendou aprofundar o Mercosul. Nisso ela tem experiência pois, com pleno sucesso, já "aprofundou" o Brasil.

Roberto Twiaschor rtwiaschor@uol.com.br
São Paulo

*
O BRASIL NO BURACO

O Brasil, que tem uma população deseducada e sem qualificação, uma indústria arcaica e sem qualquer competitividade e um mercado fechado, tem hoje uma economia paralisada e sem inovação. Falta infraestrutura urbana nas nossas cidades, segurança pública não existe e a renda dos brasileiros está cada vez mais achatada via impostos escorchantes. O País não tem poupança interna e inexiste classe média hoje neste país. E quando tudo piora é sempre a política do arrocho em cima da população já massacrada por tantos desmandos e tanta roubalheira. Pior, importamos cientistas e formandos, gente de alto nível, do Haiti e do Senegal e médicos desqualificados de Cuba. Nossos parceiros são países igualmente desclassificados e destruídos economicamente por imbecis ideológicos defensores do esquerdismo mais obtuso. A coisa para o Brasil está preta! E só vai piorar! Roubalheira, corrupção e assistencialismo populista jamais construíram coisa em lugar nenhum. O País vai quebrar e já está destruído por políticas insanas de gente insana. 

Paulo Alves pauloroberto.s.alves@hotmail.com  
Rio de Janeiro

*
EM TEMPOS DE CRISE

Está instalada a crise com desemprego e inflação. O pior cego é o que não quer ver. Em tempos difíceis, não podemos tomar nenhuma decisão precipitada. Melhor parar e pensar. O desânimo e a decisão de parar de lutar não vão ajudar em nada. A produção agrícola e industrial não deve parar, mesmo estando na situação de crise. E crise maior virá se desanimarmos e entregarmos o jogo. Temos de lutar. Coragem, brasileiros, vamos trabalhar!

Paulo Roberto Girão Lessa paulinhogirao@gmail.com 
Fortaleza

*
GERAÇÃO NEM-NEM

Estarrecedora a divulgação do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) de que 1 em cada 5 jovens brasileiros entre 15 anos e 29 anos (20,3%) não estudou nem trabalhou em 2013, a chamada geração nem-nem, formada por quase 10 milhões de jovens. É simplesmente uma afronta ao cidadão que passa o dia inteiro suando debaixo de um sol escaldante para poder sobreviver e pagar seus impostos de forma honesta e tem sua contribuição ao governo desviada para sustentar jovens com a cumplicidade de seus pais, que, em vez de educarem seus filhos para serem produtivos, os transformam em marginais parasitas e inúteis. 

Daniel Marques danielmarquesvgp@gmail.com 
Virginópolis (MG)

*
A DÍVIDA DOS CLUBES

A Medida Provisória que trata de vários assuntos, entre eles a dívida dos clubes de futebol, por proposta do senador Romero Jucá, estabelece a anistia sem a obrigatoriedade de transparência na gestão dos clubes e sem a mudança dos clubes para empresas. Ou seja, a proposta indecente diz o seguinte: continuem assim, que nós estamos aí para apoiá-los e o povo, para pagar a conta. Bela proposta a do senador, que deveria propor o pagamento da dívida sem desconto. Os gestores dos clubes que geraram essa dívida deveriam estar sendo processados e com os bens bloqueados. Ao contrário do que acontece. Quando aparecem nos clubes, levam tapinha nas costas e perguntam "como vai Márcio Braga, tudo bem?", "como vai Kleber Leite". Com umas quatro ou cinco exceções, a maioria dos clubes está literalmente falida, e vem um senador fazer uma proposta indecente destas? O Ministério do Esporte é contra a proposta, mas o que vai valer é o voto no Congresso. A sem-vergonhice continua.

Panayotis Poulis ppoulis46@gmail.com 
Rio de Janeiro

*
DESPERDÍCIO DE ÁGUA MULTADO
 
Passadas as eleições e sem ter onde buscar mais água para abastecer São Paulo, agora sem os riscos eleitorais pertinentes, o governo estadual parte para medidas mais concretas de economia. Depois do desconto a quem economiza, vai penalizar quem desperdiça. O desafio crucial, no entanto, é a eliminação dos vazamentos na rede pública, que fazem os sistemas perderem até 40% da água já captada e tratada. Antes de substituir os canos furados, uma medida interessante seria manter o abastecimento apenas uma parte do dia - durante 6 ou 8 horas -, o tempo suficiente para encher o reservatório dos consumidores. Se a rede estiver ativa apenas por seis horas, economizará três quartos da água que hoje se perde nos vazamentos. Há que se fiscalizar para que todos os prédios tenham caixa em perfeito funcionamento e até desenvolver programas sociais de apoio e auxilio aos carentes que não possam, com recursos próprios, comprar suas caixas ou fazer a instalação. A água é escassa. É necessário, em primeiro lugar, conservar e bem utilizar as reservas já disponíveis, conscientizar a população sobre o uso racional e, principalmente, investir em novas fontes como, por exemplo, a despoluição dos rios que hoje não servem para o abastecimento porque recebem esgotos sem tratamento. Há uma grande quantidade de recursos a se colocar em prática antes que as torneiras sequem por completo. Não há tempo a perder.
 
Dirceu Cardoso Gonçalves aspomilpm@terra.com.br
São Paulo

*
E O DESPERDÍCIO DA SABESP?

Interessante o governador Geraldo Alckmin tomar a iniciativa de propor multas para quem usar de forma inadequada a água, quando a própria Sabesp permite desperdícios em sua rede por toda a cidade de São Paulo. Fica a falsa impressão de que a falta de água e o esgotamento dos reservatórios sejam por culpa justamente dos que fizeram e ainda fazem mau uso do líquido precioso. Quanto ao planejamento, as obras necessárias, os interligamentos entre os reservatórios e a adoção de medidas firmes antecipando o problema com a estiagem, esses não eram importantes, tanto que o governador mandou calar a Sabesp durante as eleições, segundo a própria presidente da estatal. Mas vender o sofá é melhor do que lidar com a traição, não é mesmo, governador?
 
Rafael Moia Filho rmoiaf@uol.com.br 
Bauru

*
A GRAVIDADE DA SITUAÇÃO

Não estou isentando o poder público da responsabilidade, mas os que reclamam das multas já avaliaram a gravidade da situação? Em vez de reclamar, economizem água e não tenham multas para pagar!
 
Eduardo Britto britto@znnalinha.com.br 
São Paulo

*
CONSCIÊNCIA

Nos últimos meses presenciou-se o sofrimento de moradores com a falta de água em diversas regiões paulistas. A atitude tomada pelo governo foi: aumento na taxa de água dos moradores. De acordo com a excelente matéria do "Estadão" publicada em 17/12, o reajuste foi de aproximadamente 5,44%. Essa água que nos cobram, e não chega até nós, vai para onde? Certamente, vai para o lava jato do nosso Senado. Se os cidadãos tivessem consciência da importância do voto, assim como da importância da água, talvez toda essa enchente de corrupção fosse por água abaixo.
 
Fernanda Gasparello da Rocha fernanda.gasparello01@gmail.com 
Curitiba

*
HORA DE ACUSAR E DE SILENCIAR

Em outubro o PT ficou o tempo todo detonando o governador de São Paulo pela falta de água no Sistema Cantareira. Agora, em dezembro, São Paulo está embaixo d'água, com enchentes, etc., e, como a cidade de São Paulo é governada pelo PT, eles ficam quietinhos, pois a culpa deve ser "da mídia". Ficou provado finalmente que a Petrobrás foi privatizada, isso mesmo, privatizada pelos irmãos metralhas do PT, e eles continuam dizendo que é tudo ilusão. E Lula finalmente aderiu à elite, pois só quem é da elite consegue ter um apartamento triplex.

José Fernandez Rodriguez cholo@terra.com.br
Santos

*
A LISTA POLÍTICA DO PETROLÃO

Apesar de mostrar uma relação de 28 políticos, essa lista de beneficiados pelo desvio de dinheiro da Petrobrás não me surpreendeu, pois basicamente inclui nomes que, pelo seu retrospecto de envolvimento em falcatruas, não poderiam estar fora dela. A grande surpresa foi não constar dela, encabeçando a relação de ilustres figurinhas carimbadas, aquele para cujo retrato Paulo Roberto Costa apontou o dedo e perguntou à geóloga Venina, quando ela lhe procurou para falar sobre os desvios milionários na empresa, se ela "queria derrubar todo mundo".

Ronaldo Gomes Ferraz ronferraz@globo.com 
Rio de Janeiro 

*
DELAÇÃO PREMIADA

A bancada do PT, envolvida na corrupção da Petrobrás, vai "repudiar veementemente tais afirmações", como sempre. O senador Humberto Costa, vergonha para Pernambuco, é useiro e vezeiro no gasto do dinheiro público, como ministro de Lula, e desde a sua gestão no Detran do Recife, há muitos anos e fica tentando falar alto, questionando a oposição. Vai responder processo no STF em 2015.

Celso de Carvalho Mello celsosaopauloadv@uol.com.br 
São Paulo

*
REFORMA NA PAPUDA

Com a lista crescente de políticos beneficiários do esquema da Petrobrás, será necessário aumentar o número de celas do presídio da Papuda.

Virgílio Melhado Passoni mmpassoni@gmail.com 
Jandaia do Sul (PR)

*
AO VENCEDOR AS BATATAS

Após eles mesmos haverem exaurido o "batatal" (Petrobrás), à grei vencedora não restou sequer uma batata para premiá-la...

Caio A. Bastos Lucchesi cblucchesi@yahoo.com.br 
São Paulo

*
OS POLÍTICOS NA LAMA
 
Paulo Roberto Costa, que em decorrência de sua delação premiada já prestou à Justiça do Paraná, perante o juiz Sérgio Moro, 80 depoimentos, manifestou-se agora sobre o envolvimento do ex-ministro Antônio Palocci e de mais 27 políticos, de diversos partidos. Trata-se de um escândalo para ninguém neste planeta botar defeito, ainda mais que o procurador-geral da República asseverou à imprensa que, em fevereiro de 2015, apresentará denúncia ao Supremo Tribunal Federal (STF) dos políticos envolvidos na Operação Lava Jato, incumbida da Petrobrás. Ganha com tudo isso a democracia e mais ainda o povo deste país, que, até agora, vivia no ledo engano sobre a santidade exposta por tais políticos denunciados.

José C. de Carvalho Carneiro carneirojc@ig.com.br 
Rio Claro

*
PACTO ANTICORRUPÇÃO

Estarrecedor ouvir o depoimento de Paulo Roberto Costa, ex-diretor de Abastecimento da Petrobrás e um dos delatores do Petrolão. Merece credibilidade o seu depoimento, visto que ele próprio se inclui no rol de corruptos e corruptores, quase todos do PT, PMDB e PP, menciona valores do megaesquema de corrupção, delata nomes dos envolvidos e porcentuais distribuídos da propina. Agora vem Dilma, eleita pelo PT, falar em pacto anticorrupção? Pode? Os próprios membros da CPI mista "chapa branca", dominada pelos mesmos partidos corruptos (PT, PMDB e PP), se negam a pedir o indiciamento dos políticos envolvidos no megaesquema maquiavélico de propinas. E pensar que isso vai chegar ao STF, totalmente dominado por indicações do PT (vejam o que aconteceu no mensalão). Já temos ideia da condução, do tempo que levará e do resultado do processo. Enfim, país de corruptos e corruptores. Simplesmente "nojento". 

José Carlos Alves jcalves@jcalves.net
São Paulo

*
HÁ 50 ANOS...

Meu saudoso pai se referia a um "monte de estrume" disfarçado de gente, quando políticos ou grupo de pessoas paus mandados mudava de opinião como se muda de roupa. Pois bem, a revolta é tanta que eu, que me considero uma pessoa educada, seja obrigado a recorrer àquela palavra chula para definir este amontoado de deputados e senadores, sempre maioria nas CPIs, que estão nos tirando do sério.  Inicialmente, o relatório "final" da CPMI que investiga atos ilícitos na Petrobrás, com certeza pressionada pelo Palácio do Planalto, foi sem conteúdo, nenhum nome citado e a compra da Refinaria de Pasadena (EUA) foi considerada um bom negócio. Em seguida, recebeu mudanças substanciais, agora por pressão da imprensa, da oposição e da opinião pública, que também estão até a tampa com tanta desfaçatez. Assim, foram incluídos 52 nomes para indiciamento e o bom negócio na compra da refinaria passou para péssimo, assumindo o prejuízo de US$ 600 milhões. Pegos de surpresa com as mudanças, integrantes do governo exigiram que antes de ser levado à votação o relatório fosse "estudado linha por linha" (quem tem culpa no cartório tem medo), do que havia sido alterado - vá que o Conselho de Administração da Petrobrás em peso tivesse sido incluído nas mudanças. O tempo passa, "o bolo muda, mas não as moscas".   

Sérgio Dafré sergio_dafre@hotmail.com 
Jundiaí 

*
REBOCO NÃO RESOLVE MAIS

Lista de delator da corrupção na Petrobrás, além de Antonio Palocci, tem outros 27 políticos. Gente, é melhor parar por aqui, o Brasil não tem mais jeito, a corrupção infestou os Três Poderes. Quando o exemplo vem de cima, fica difícil de consertar. Não é mesmo, presidente Dilma e ex-presidente Lula? O Brasil está como uma parede torta, não adianta tentar acertar com reboco, precisa ser derrubada.

Arnaldo de Almeida Dotoli arnaldodotoli@hotmail.com
São Paulo

*
PETROBRÁS

Escreve-se "pré-sal", mas lê-se "pré-cela"...

A.Fernandes standyball@hotmail.com 
São Paulo

*
PERDA DE VALOR

Ação da Petrobrás cai mais 9,9% e atinge o menor valor em dez anos. Coincidentemente, faz 12 anos que o PeTelulismo está no "pudê". Algo a comentar?

Angelo Tonelli angelotonelli@yahoo.com.br 
São Paulo

*
O NATAL DA PETROLEIRA
 
Feliz Natal, Petrobrás! Que seu Natal seja de muita alegria e felicidade, com muita paz e amor. Aquela enganosa criatura barbuda e loquaz que muitas vezes frequentou uma de suas plataformas marítimas, acompanhada de José Sérgio Gabrielli, não era Papai Noel, apenas um político desocupado querendo aparecer na mídia. E fique tranquila, o tempo deles já passou... A você meus sinceros votos de um feliz Natal com muita alegria e paz.

Humberto Schuwartz Soares hs-soares@uol.com.br 
Vila Velha (ES)

*
A IGREJA, A DIPLOMACIA E A PAZ 
 
Ontem, foi marcante a mediação do papa João Paulo II em razão da queda do Muro de Berlim (1989). Hoje, é visível a atuação do papa Francisco na aproximação entre Cuba e EUA (2014). Dois momentos históricos! Que não rompem as barreiras ideológicas que separam esses povos, mas aumentam o diálogo entre eles. A Igreja, por isso, foi exemplar com seu poder diplomático. Cada vez que cessa o barulho mais animalesco das guerras abre-se a possibilidade de ouvir um debate mais racional sobre as divergências: e já ouvimos, há algum tempo, alguns dos próprios capitalistas alertando para os limites e contradições do capitalismo e a necessidade de sua reformulação; e já ouvimos, há algum tempo, alguns dos próprios socialistas alertando para o potencial útil socialista que ainda não foi praticado. No caso do Muro de Berlim, o historiador marxista Eric Hobsbawm criticou abertamente o que havia se tornado a União Soviética. No caso de Cuba, o presidente e irmão de Fidel Castro afirmou a importância da abertura econômica aos EUA. E isso não significa de modo algum a aniquilação da esquerda, mas o surgimento de uma "nova esquerda", segundo as palavras do esloveno Slavoj Žižek; uma nova esquerda democrática (antiditatorial), que quer mostrar seu projeto de mundo e seus argumentos para o povo - desalienando-o, como diz Paulo Freire - e deixar que o povo mesmo siga seu destino histórico, de ser a locomotiva das transformações, e que escolha os caminhos que quer construir, desconstruir ou destruir... Enfim, muros caem e países reatam alianças. Mas isso só é possível quando há quem erga o valor do debate racional acima do valor da mera dominação pela força.
 
Wellington Martins am.wellington@hotmail.com 
Bauru

*
PAPA FRANCISCO

Os irmãos Castro deveriam erguer uma estátua do papa Francisco no coração de Cuba.

Devanir Amâncio devaniramancio@hotmail.com 
São Paulo

*
CUBA

Manter relações diplomáticas com Cuba é normal, o que não é normal é bajular os ditadores do país em detrimento da população, que vive sob o tacão dos irmãos Castro. Agora, depois de 53 anos de ditadura, estando os irmãos no final da vida, vêm dar de razoáveis. Cinismo.

Everardo Miquelin everardo.miquelin@ig.com.br 
São Paulo

*
EUA-CUBA

Com o reatamento das relações diplomáticas com os EUA, dentro de poucos anos Cuba será a Dubai do Caribe.

Adalberto Amaral Allegrini adalberto.allegrini@gmail.com 
Bragança Paulista
                               
*
PAZ

A negociação entre Cuba e os Estados Unidos com a reabertura de contatos diplomáticos é um fato muito importante. Os pouco mais de onze milhões de habitantes da ilhota no Caribe, que mesmo com produção limitada a açúcar e fumo não poderiam continuar isolados por determinação de um vizinho que tenta ditar regras de comportamento ao resto do mundo. Que a partir de agora o diálogo e as negociações pautem todos os procedimentos e não apenas entre esses dois países, o que por certo vai contribuir para diminuir problemas no campo social e também na economia mundial. Precisamos pensar na paz, e não nos desentendimentos.

Uriel Villas Boas urielvillasboas@yahoo.com.br 
Santos                

*
RELAÇÕES DIPLOMÁTICAS

Quando uma democracia (com liberdades) reata relações diplomáticas com uma ditadura (sem liberdades), será que haverá respeito e transparências?

Tânia Tavares taniatma@hotmail.com 
São Paulo

*
COMISSÃO DA VERDADE EM CUBA

Com fim dos embargos etc., etc., o futuro inevitável será a instalação de um governo mais tolerante. Pergunta: Existirá uma Comissão da Verdade?

João Luiz Piccioni piccionijl@me.com 
São Paulo

*
'LA VERDAD'

Enquanto meditamos sobre estes novos e recentes lances, resta-nos aguardar pela Comissão da Verdade em Cuba. Se me recordo bem, só numa única notícia da época fiquei sabendo de 45 mil fuzilados no "paredón" ou amontoados e caídos nas valas. Tenho a impressão de que terão poucas aposentadorias...

Murilo Luciano Filho muariluo@uol.com.br
São Paulo

*
FACTOIDES

Dilma, Lula, Temer, Dirceu, Genoino, PT, PCdoB, PMDB, PSOL, PAC, socialismo, comunismo, Bolsa Família, não vi, não sei, nunca antes, bolivarianismo, Unasul, Mercosul, etc. Aceito sugestões para aumentar a lista de factoides. Cartas para a redação deste jornal.

Iria De Sá Dodde iriadodde@hotmail.com 
Rio de Janeiro

*
DITADURA NUNCA MAIS!

Um dos princípios basilares do Estado Democrático de Direito, presente na Carta Magna do Brasil, é o direito constitucional da preservação da fonte jornalística. A decisão equivocada do juiz Dressler Lettiere, da 4.ª Vara Federal de São José do Rio Preto, tomada contra o jornal "Diário da Região" e seu repórter Allan de Abreu, constitui grave atentado à liberdade de imprensa e à livre expressão, devendo ser repudiada, com veemente indignação, por toda a sociedade e pelas entidades de classe. Ditadura nunca mais! Basta!

J. S. Decol decoljs@globo.com 
São Paulo

*
SANTA CASA DE MISERICÓRDIA

Os sem escrúpulos fizerem da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo o mesmo que criminosos fizeram com a Petrobrás. A paciência da população está no limite. Não se suporta mais essa pouca vergonha que fere a nossa dignidade e nos assola de decepção. O que se deseja neste país é que a punição para esses bandidos seja exemplar a fim de que se resgate a imagem da Nação, completamente destroçada por esses maus brasileiros.
  
Francisco Zardetto fzardetto@uol.com.br 
São Paulo

*
CICLOFAIXAS EM SÃO PAULO

Como as ciclofaixas e ciclovias estão sendo pouco ou quase nada aproveitadas, o prefeito "trapalhão" Fernando Haddad liberou geral a circulação nessas faixas de skates, patins, patinetes, triciclos, quadriciclos, cadeiras de rodas e bicicletas elétricas. Agora pode tudo! Só esqueceu o Samu nas proximidades. Como o "sonho" do prefeito não se realizou, então o jeito é continuar atrapalhando. Logo, logo, cavalos montados, bigas, charretes, etc. também poderão ser liberados. Como ainda restam mais dois anos... Será que os paulistanos aguentam? 
 
Maria Teresa Amaral mteresa0409@2me.com.br 
São Paulo

*
LOUCURA

Por falta de uso e planejamento o prefeito Fernando Haddad liberou as ciclofaixas para skate, patins, patinete, triciclo, quadriciclo, cadeira de rodas e bicicletas elétricas. Enlouqueceu. Virou área de lazer e acidentes. Vamos contabilizar as vitimas...

Luiz Frid luiz.frid@globomail.com 
São Paulo

*
PLANEJAMENTO

O sr. Fabio Fortes, presidente do Conselho de Segurança de Santa Cecília, está certo quando disse que não houve planejamento nas instalações das ciclovias na cidade, mas exagera ao dizer que as mesmas estão sendo utilizadas pela classe alta e por desocupados. Quem as está usando são cidadãos adeptos do esporte e do lazer, aposentados e amantes da natureza. As ciclovias deveriam ter sido implantadas inicialmente para uso somente nos fins de semana, nos horários noturnos e, gradativamente, todos os dias em horários fora dos picos de trânsito. Isso, sim, seria um planejamento ideal.   

Arcangelo Sforcin Filho arcangelosforcin@gmail.com 
São Paulo

*
AS BONDADES NOCIVAS DE HADDAD

Se o governo federal sob a batuta do PT destruiu os fundamentos macros da nossa economia graças ao uso indiscriminado de gastos improdutivos, como das bondades para setores amigos, juros subsidiados através do BNDES, etc., o prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), vai também pelo mesmo caminho indesejado do Planalto e faz uma administração desastrosa. Isso porque, além de infernizar mais ainda o trânsito da Capital, com suas desertas ciclovias e corredores de ônibus, agora, sem ter recursos em caixa, quer subsidiar mais ainda os preços das passagens de transporte urbano, que estão defasadas em 23,2% por causa da alta da inflação. Ou seja, deveria custar hoje R$ 3,70, e não os atuais R$ 3,00. Oras, se Haddad quer melhorar sua popularidade, que é baixíssima, primeiro precisa entregar suas promessas de campanha! Como a da construção dos hospitais, as 240 creches para atender 187 mil crianças sem esse benefício e, no mínimo, melhorar o transporte urbano. E não ficar com esta demagogia de subsidiar mais ainda o preço das passagens de transporte urbano. Vai trabalhar, Haddad!

Paulo Panossian paulopanossian@hotmail.com
São Carlos 

Mais conteúdo sobre:
O Estado de S. Paulo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.