Fórum dos Leitores

SÓCRATES BRASILEIRO

O Estado de S.Paulo

06 Dezembro 2011 | 03h05

Morte precoce

Sócrates deixa um legado positivo como atleta e ativista político. Ao mesmo tempo, deixa uma mensagem extremamente contundente: o fumo e o álcool corroem, destroem, abreviam a vida, levam ao sofrimento, matando precoce e inexoravelmente.

DAVID NETO

drdavidneto@drdavidneto.com.br

São Paulo

Valeu, doutor!

Com a morte de Sócrates, o Brasil perdeu não apenas um grande craque, mas, acima de tudo, um cidadão digno, íntegro, ético, crítico e contestador. Sócrates foi craque dentro e fora de campo. Não surpreende que ele fosse malvisto pela atual diretoria do Corinthians e que tenha sido ignorado nas comemorações do centenário do clube, em 2010. Sócrates era um homem de verdade, que não tinha nada que ver com os jogadores mercenários e alienados que dominam o futebol de hoje. Valeu, Sócrates!

RENATO KHAIR

renatokhair@uol.com.br

São Paulo

BRASILEIRÃO

Deu a lógica

Parabéns, Sport Club Corinthians Paulista!

JAMES F. SUNDERLAND COOK

sunderland2008@gmail.com

São Paulo

Timão

Corinthians, contra tudo e contra todos... Salve o esquadrão do parque do santo guerreiro!

LUIZ CARLOS TIESSI

tiessilc@hotmail.com

Jacarezinho (PR)

CORRUPÇÃO

Demissão de Lupi

O ministro do Trabalho pediu demissão? Há controvérsias. Não seria: o "cara" liberou a demissão do ministro? É o que parece. E a nossa gerentona parece mais uma estafeta. Lamentável. Esse sujeito já deveria ter saído quando o Conselho de Ética (deputado não conhece nem tal palavra, imaginem conselho...) o espinafrou no passado, quando era ministro do antigo/atual presidente.

MANOEL DE BRITO

voni.brito@itelefonica.com.br

Bertioga

Fruta podre

Carlos Lupi não saiu da pasta do Trabalho porque "pediu" demissão. Também não saiu "só" à bala, como se pavoneou com arrogância. Lupi apodreceu no cargo e caiu, como costuma acontecer com toda fruta que fica bichada ainda no pé. Cai de podre!

MARA MONTEZUMA ASSAF

montezuma.scriba@gmail.com

São Paulo

E o que levaram?

Lupi pediu para sair, deixaram que ele saísse e fica tudo por isso mesmo? E o que ele andou "arrumando", isso não vão buscar de volta? A mesma coisa se passou com os outros ministros que "se mandaram" pelo mesmo motivo: saíram e fica tudo como antes. E o que levaram fica com eles! É bom ser ministro no governo do PT. Que tristeza (para nós, para eles, ótimo...)!

MARCOS POUGY

marcoslaly@gmail.com

São Paulo

PDT

Deixa ver se entendi: o sr. Lupi, desqualificado, arrogante e desequilibrado, não serve para ministro, como pode presidir o PDT?

EDGARD GOBBI

edgardgobbi@gmail.com

Campinas

Mentira federal

Um finge que pediu; a outra, que mandou. No Brasil, quem sai do cargo de ministro acusado de corrupção só pode ser presidente de partido político.

IRACEMA M. OLIVEIRA

mandarino-oliveira@uol.com.br

Praia Grande

A farsa acabou

Dilma, ao descaracterizar a "faxina", mostra que aprova a corrupção de sua base aliada.

ANA MARIA CARMELINI

carmelini.ana@terra.com.br

São Paulo

Faxina na República

Dilma não está fazendo faxina. Está depurando...

CARLOS LEONEL IMENES

climenes@ig.com.br

São Paulo

FICHA LIMPA

Peneira política

O STF reluta em aprovar a peneira exigida pelo povo para as próximas eleições, quando se esperava que já vigorasse desde a eleição passada. A maioria dos ministros do STF é afilhada de Lula, daí a relutância, quando, num universo de quase 200 milhões de brasileiros, bem que poderíamos dispensar os malfeitores, dar chance ou ao menos tentar a renovação com homens de bem. Os que respondem a processo, se não condenados, poderão postular cargos públicos, eletivos ou não, mas os condenados deveriam ser definitivamente banidos da vida pública.

HUMBERTO SCHUWARTZ SOARES

hs-soares@uol.com.br

Vila Velha (ES)

DIVISÃO DO PARÁ

Plebiscito

Oportuníssimo o artigo de Gaudêncio Torquato (4/12, A2) sobre esse golpe indecente de políticos idem. Como só se fala do mais recente corrupto no Ministério, o caso Pará vai passando em brancas nuvens. E o inacreditável está a ponto de ocorrer: só podem votar nesse plebiscito indecoroso os paraenses! Nós, brasileiros de outros Estados, não vamos tugir nem mugir. Só teremos de pagar a conta de mais uma imoralidade.

NELSON PENTEADO DE CASTRO

pentecas@uol.com.br

São Paulo

CONTROLE DA MÍDIA

Mordaça

Belisca e assopra é a tática pendular para tentar implantar a matreira ideia de "democratizar" a mídia, pelo aparelhado governo (Trio da mordaça ataca de novo, 4/12, A3). Com a experiência da instalação do maior organismo estatal de comunicação da História, que faria inveja ao Partido Trabalhista Nacional Socialista do sr. A. H., o próximo passo é o "controle social": a tentativa de implantar procedimentos para o melhor encabrestamento do pensamento único da sociedade. Fiquemos atentos e aguardemos o novo evento do "trio da mordaça".

NEY DE ARARIPE SUCUPIRA

ney.sucupira@uol.com.br

São Paulo

MINISTÉRIO, COAÇÃO PARTIDÁRIA

O ministro Carlos Lupi caiu. Mas, antes de consumada sua queda, já começava a luta entre os partidos pela indicação do novo titular do Trabalho. A dinâmica que leva à eleição dos governantes e escolha de seus auxiliares, infelizmente, faz parte de um complexo jogo. Bom seria se, em vez de cotas-partes aos chamados partidos aliados, o governo fosse constituído por indivíduos familiarizados às áreas onde deverão atuar. Advogados ou membros do Judiciário e Ministério Público para a área de Justiça, professores para a Educação, militares para a Defesa e assim por diante. Logicamente, dentro desse raciocínio, o ministro do Trabalho deveria ser um trabalhador. Também poderia se pinçar, com sucesso, figuras de destaque e respeito do próprio funcionalismo ou, ainda, buscá-las nas universidades. Aos partidos, deveria ser reservada exclusivamente a missão de fiscalizar, discutir e votar as medidas do governo, com toda independência, sem a promiscuidade política hoje reinante. O Brasil precisa corrigir seus vícios. Deve acabar com o loteamento da máquina administrativa e exigir que ela seja eficiente, jamais moeda de troca. Oxalá a presidenta, diante de tantos dissabores vividos nesse início de governo, tenha forças para nomear um ministro que tenha a ver com o setor e possa, a partir de então, fazer o mesmo nas futuras trocas, sem a interferência de partidos, centrais sindicais viciadas ou ONGs suspeitas. É uma tarefa difícil, mas seria o grande legado do seu governo para a Nação...
 
Dirceu Cardoso Gonçalves aspomilpm@terra.com.br
São Paulo

*
E O DINHEIRO?

Lupi pediu demissão... e novamente fica a pergunta: e o dinheiro, será devolvido?
 
Maria do Carmo Z. Leme Cardoso mdokrmo@hotmail.com 
Bauru

*
DANÇOU

Mais um ministro caiu no desgastante jogo político das cadeiras!  Antes mesmo da "presidenta" decidir parar sua música, Carlos Lupi tomou a iniciativa e pediu demissão.  Parece que seus protestos de amor não foram o suficiente para blindá-lo das balas pesadas de revelações feitas pela imprensa séria e responsável.  Nesse preocupante clima de crise ministerial, todos ficam na expectativa da reforma prometida por Dilma.  Será que depois dela teremos menos escândalos e mais estabilidade no primeiro escalão do governo?  Oxalá!
 
Silvano Corrêa scorrea@uol.com.br 
São Paulo

*                                                                                                    
O 'PESADÃO' CAIU DE MADURO

A frase da presidente Dilma Rousseff deixava bem claro que a "declaração de amor" do pesadão ministro do trabalho e emprego, Carlos Lupi, não surtiu efeito desejado por ele. Ela foi lacônica: Tenho 63 anos, uma filha com 34 anos, um neto de um ano e dois meses. Não sou propriamente uma adolescente e diria também uma romântica. A petista que estava em Caracas, na Venezuela, para participar da reunião da Comunidade de Estados Latino-americanos e Caribenhos (Celac). Havia prometido aos jornalistas presentes, que logo após sua volta a Brasília tomaria as devidas atitudes necessárias para afastar Lupi do cargo, o que não foi preciso já que Carlos Lupi resolveu se antecipar pedindo demissão do cargo por ter perdido o apoio do seu próprio partido o qual é presidente licenciado, o PDT. O fato preponderante para sua saída da pasta foi o fato de não ter conseguido explicar a comissão de ética da presidência nos casos de cobrança de propina na pasta, por último não explicar até agora quem pagou o aluguel de uma aeronave que o transportou ao Maranhão, também não explicou como pode ocupar dois cargos públicos ao mesmo tempo, um no Rio de Janeiro e outro na capital federal. Em pouco menos de um ano Lupi é o sexto ministro a deixar o cargo sob suspeita de corrupção. O fato é que a presidente Dilma Rousseff demorou, mas que devia para tomar uma atitude seria no caso desse ministrozinho incompetente e inoperante, hoje o Brasil importa mão de obra qualificada de vários países pelo fato de não encontrar profissionais jovens com qualificação, formação especializada no Brasil. Principalmente nas áreas de tecnologia e engenharia. Mas a presidente tem sido exemplar na questão de afastar os envolvidos em casos de escândalos. O certo é que no Brasil, corrupção deveria ser considerada um crime hediondo, simplesmente pelo fato de que enquanto alguns farreiam com o dinheiro público, outros, na outra ponta, sustenta a família com um salário mínimo miserável e pagam os incontáveis impostos para sustentar esse tipo de gente, e a máquina governamental ineficiente. Pois é, Carlos Lupi se saiu tão bem como ministro, quanto como conquistador, é mais um parasita que deixa o governo, agora parece que o loteamento ministerial vai excluir a legenda, a partir de Janeiro ou Fevereiro pela presidente. Lupi caiu de maduro e nem precisou que lhe atirassem uma única bala. Enfim, o último que deixar a esplanada que apague a luz!

Turíbio Liberatto Gasparetto turibioliberatto@hotmail.com 
São Caetano do Sul

*
O SILÊNCIO DE LUPI

O Lupi tardiamente se mandou. Um chefe do PDT afirmou que o ministério estava sendo uma "tortura" para ele, o que nos leva a crer que o seu silêncio vai custar muito caro. Mas como ele é falastrão, será que agora vai botar a boca no trombone.
 
Ademar Monteiro de Moraes ammoraes57@hotmail.com 
São Paulo

*
PESCARIA

O peixe, pesado ou não, acaba de constatar o ex-ministro, morre pela boca. Ainda que não se saiba com clareza o calibre da bala. Digo, da isca. 
 
Doca Ramos Mello ddramosmello@uol.com.br
São Sebastião

*
DILMA, EU TE AMO

E para quebrar o seu galho, eu peço demissão...

Victor Germano Pereira victorgermano@uol.com.br
São Paulo

*
DEMISSÃO

"No te quiero más!"
 
Cláudio Moschella arquiteo@claudiomoschella.net
São Paulo

*
SUICIDOU-SE

Para quem disse que só sairia a bala, suponho que tenha se suicidado, já que se demitiu. Quando será o enterro?

Mário A. Dente dente28@gmail.com 
São Paulo

*
O LUPI CAIU, E DAÍ?

E daí que nada acontecerá ao Lupi.  Irá tirar  umas férias  no "lixão" composto dos descartados políticos  de momento e já lotado  de tipos como ele. De qualquer  forma, , aos políticos jamais falta uma "boquinha" para sobreviver e dar tempo  para  o esquecermos e entrar nova personagem das tantas já na boca da caçapa para ser a bola da vez, algo que sobra no  governo da marionete presidente Criatura, herança do seu criador Burla, o "mandão" de fato. 

Laércio. Zannini arsene@uol.com.br 
São Paulo

*
SAÍDA ESTRATÉGICA

Agora, tal como aconteceu das outras vezes, durante as gestões nazipatralhas de Lulla e Dilma Rousseff, quando ministros "presepeiros" deixaram seus cargos, por iniciativa própria, no mais das vezes em troca de que suas "conchambranças" fossem "empurradas para baixo do tapete", mais uma vez a petralhada, e seus contumazes bajuladores, vão tentar enrolar a opinião pública, passando a falsa versão de que Carlos Lupi pediu demissão para não ser demitido. Mentira!!! Tal como acontece em qualquer gestão que vira refém de seus aliados, por conta das maracutaias que permite "rolar" em seus bastidores, sempre em nome da tal governabilidade, e sob o cínico princípio de que "os fins justificam os meios", Carlos Lupi saiu do Ministério do Trabalho quando bem entendeu, pois se dependesse de "coragem cívica" da presidente Dilma Rousseff para impor o seu afastamento, continuaria no cargo. A verdade é que Lupinho, continuamente pressionado pela imprensa, e pelas redes sociais da Internet, deve ter optado por uma "saída estratégica", seguramente por conta da expectativa de "abafar o caso". Afinal, embora não precisasse temer um posicionamento da presidente Dilma, que não teria "peito" de entrar em rota de colisão com alguém que detém tantas "informações de bastidores", Carlos Lupi, tal como fizeram nos últimos nove anos tantos outros "ministros maracuteiros", resolveu "trocar" o seu pedido de demissão por um bem estruturado esquema de "proteção oficial", garantindo-lhe não só o perdão pelos "pecados" já descobertos, como também a certeza de que o "monturo administrativo" do Ministério do Trabalho não será mais revirado, quem sabe evitando que venham à tona novos, e ainda mais "cabeludos" pecados.

Júlio Ferreira julioferreira.net@gmail.com 
Recife

*
DEVENDO ESCLARECIMENTOS

A presidente Dilma precisa tomar cuidado com a LupiMania ou seja as desculpas de um condenado, atacando o Conselho de Ética e a imprensa para dar uma de alemão, ou seja, confundir sem nunca esclarecer. O nobre ministro amigão do Paulinho da Força, especialista em ONGs, deveria esclarecer tudo e a todos como conseguiu trabalhar no Rio de Janeiro e em Brasília ao mesmo tempo e ganhando salário nos dois locais, e achando que nunca ninguém iria descobrir isso, pois ele é um gênio em falcatruas. 

Jani Baruki janibaruki@bol.com.br 
Belo Horizonte

*
IMPRENSA NACIONAL 7 X 0 DILMA

Esse é o placar no Planaltão, 7 a 0, após 11 meses de jogo. Parabéns à grande imprensa nacional! Graças a ela, nossa festa de Natal de 2011 começou no mês de junho, quando se deu a primeira revoada de ministros!

José Marques seuqram.esoj@bol.com.br 
São Paulo

*
LOTERIA OFICIAL

O governo tem excelente oportunidade para instituir mais uma loteria oficial: "A queda de ministro". Os palpites poderiam ser a data da queda, o nome do ministro, a razão da queda, se demissão ou exoneração, etc. E combinações de tais palpites levariam a diferenciação dos prêmios. Haja vista que temos dois ministros pendurados, se quiserem aproveitar a idéia terão que agir rápido.     
  
Mauro Ribeiro Gamero mrgamero@ajato.com.br 
São Paulo 

*
VÍTIMA E CARRASCOS

Em que momento da história do Brasil o papel da mídia, mesmo que ela seja por diversas vezes sensacionalista, deixou de ser informativo e se tornou carrasca? Essa questão serve apenas para elucidar o quanto incansável é o ex-ministro do Trabalho Carlos Lupi que insiste em interpretar uma personagem vítima, sendo que de culpado tem até o último fio de cabelo. Quanto a questão, diversas são as respostas e em contextos diferentes, mas o que deve-se atinar é que para este caso, a imprensa está corretíssima em divulgar os panos sujos.

Pedro Beja Aguiar pedrobejaaguiar@gmail.com 
Rio de Janeiro

*
CONTA DE MENTIROSO

Sete é conta de mentiroso... É bom que Dilma não relute tanto em faxinar (de verdade) o ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio que acendeu a luz vermelha de "perigo" depois que o jornal O Globo publicou reportagem sugerindo tráfico de influência em licitações da prefeitura de Belo Horizonte e a não prestação de serviços já pagos, pela Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg). Dilma tratou de chamar o ministro Pimentel ao seu gabinete...resta saber se vai olhar os documentos  por ele apresentados com lupa...ou com lente que distancia a imagem...O ministro alega : "Não feri nenhum preceito ético ou moral. Estou perplexo com tamanho espaço para um assunto privado". Que assunto privado, ministro? Desde quando assunto de uma pasta ministerial é assunto privado?  E que ética o senhor não feriu? A do PT ou a da maioria dos brasileiros que também estão perplexos com a dimensão que a corrupção tomou neste país? Insisto: 7 é número de mentiroso... é bom a fila andar!
 
Mara Montezuma Assaf montezuma.scriba@gmail.com 
São Paulo

*
LUPI SAI...

...e o público, aplaudindo de pé, insiste em uníssono: "Mais um! Mais um!".

Ary Nisenbaum aryn@uol.com.br                  
São Paulo

*
MAIS UM MINISTRO?

Suspeitas geram insônia a mais um ministro: Fernando Pimentel, do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior. Segundo uma lição lógica de Aristóteles, fatos em grande número numa série podem indicar que toda ela guardem a mesma essência. Não nos autoriza a generalizar, mas fundar interrogações. De qualquer modo, o jeito ético de governar do PT já ficou escancarado para a Nação. 

Amadeu R. Garrido de Paula amadeugarridoadv@uol.com.br 
São Paulo

*
FLOR QUE SE CHEIRE

A presidente Dilma dessa vez não pode dizer que foi "herança maldita" recebida do governo Lulla. Denúncias apontam agora para o ministro Fernando Pimentel da Indústria e Comércio, nomeado por ela, mesmo sabendo do seu passado nebuloso. Ele foi responsável pela tentativa de montagem de falso dossiê contra o candidato Serra e sua filha, na quebra de sigilo na Receita Federal. Em Belo Horizonte até as pedras sabem qual musica canta o ministro que ganhou fortunas desde que entrou na política. Ficha limpa, limpa, ele jamais foi, portanto tê-lo nomeado ministro foi uma baita derrapagem de Dilma como estreante na presidência e a imprensa cansou de avisá-la disso. Agora não adianta dizer que não sabia de nada. Pimentel nunca foi aquela flor que se cheire! 

Beatriz Campos beatriz.campos@uol.com.br 
São Paulo

*
SUSPEITA DE TRÁFICO DE INFLUÊNCIA

Agora chegou a vez dos ministros escolhidos a dedo pela Dilma. Fernando Pimentel, infelizmente, não é essa ficha limpa toda que muitos pensam; como currículo para ser ministro de governos do PT ele tem uma história pregressa que o credencia. Demorou, hein? "Quem o conhece que o compre."

Leila E. Leitão
São Paulo

*
CONSULTORIAS

O ministro Fernando Pimentel, o mais novo a entrar na berlinda da corrupção, pode não ter feito nada de ilegal, mas, com certeza, fez algo extremamente antiético ao usar a sua proximidade com a futura presidente da República para faturar rios de dinheiro à custa dessa situação. Dizer que foi tudo feito com nota fiscal e com impostos recolhidos em nada alivia o ministro. Consultorias vazias, com aconselhamentos e avaliações a esses custos elevadíssimos, não passam de investimentos feitos pelos clientes em Pimentel, para receberem no futuro vantagens de seus interesses. São puros lobbies altamente remunerados.

Ronaldo Gomes Ferraz ronferraz@globo.com 
Rio de Janeiro  

*
SÉTIMO, OITAVO...

O sexto demorou, mas caiu, e já foi tarde! Deu lugar ao sétimo, ministro das Cidades, Mário Negromonte, o que estão esperando? Já surge o oitavo, ministro do Desenvolvimento da Indústria e Comércio, Fernando Pimentel, são os ministros que se consideram muito "espertos", também conhecidos como "ladrões do povo", do atual desgoverno. Cada dia que passa a situação vai se agravando sem que sejam tomadas medidas transparentes e severas para acabar com a corrupção. A responsabilidade da nomeação dos ministros é da Presidente, cabe ao Ministério Público, ao Judiciário e Corregedorias intervirem depois de confirmados quantos ministros corruPTos? No país da impunidade não é chegada a hora da intervenção, antes que o dinheiro acabe? Já se foram seis, estamos no sétimo, oitavo... Quem será o próximo? 
 
Luiz Dias lfd.silva@uol.com.br 
São Paulo

*
PRÓXIMOS

Que venha o oitavo, o nono e todos os que se locupletam e denigrem o cargo. 

Luiz Nusbaum lnusbaum@uol.com.br
São Paulo

*
FILA

Antônio Palocci, Alfredo Nascimento, Wagner Rossi, Pedro Novais, Orlando Silva e agora Carlos Lupi. Todos deixaram os ministérios com suspeita de envolvimentos em atos ilícitos, para ser mais claro, desvio dinheiro.  Fique atenta presidente, pois o nome do ministro das Cidades, Mário Negromonte já está também na imprensa e  na boca do povo. Com certeza, a senhora sabia que estava recebendo uma herança maldita, pois como a senhora, eles participaram dos governos anteriores. Certamente a fila não  vai  parar de andar. A maioria conhece a bandalheira que se faz  com  dinheiro publico há décadas e sabem que dificilmente o dinheiro desviado sairá dos bolsos deles para os cofres da Nação.
 
Leônidas Marques leo_vr@terra.com.br 
Volta Redonda (RJ)

*
FICHA LIMPA

A questão da ficha limpa, ainda não  definida pelo Supremo Tribunal Federal (STF),  deixa o cidadão comum perplexo. É difícil entender que um anseio  da sociedade, visando a melhorar o nível moral da classe política através da proibição da candidatura de cidadãos respondendo a  processos na justiça, dê margem a debates disputadíssimos entre os nobres Ministros do STF, com o risco de mais um impasse,  motivado por um  certo número par de magistrados. Enquanto o suspense não se resolve, assistimos a um empolgante jogo de palavras entre as  togas sobre a conveniência da intervenção do estado nos horários da TV com o objetivo de preservar faixas etárias infantis. É desanimador!
 
Paulo Roberto Gotaç prgotac@hotmail.com
Rio de Janeiro

*
DEIXE COMO ESTÁ

Com a morosidade que anda a Lei da Ficha Limpa, provavelmente nos próximos anos ela não sofrerá nenhuma alteração, até porque, para muitos dos nossos  políticos, ficando como está lhes trará muito mais benefícios.
 
Virgílio Melhado Passoni mmpassoni@gmail.com 
Jandaia do Sul (PR)

*
IGUAIS

Se valer a irretroatividade para a Ficha Limpa, todos os bandidos do Brasil também deveriam ser soltos. Eles também cometeram o crime antes de serem denunciados e presos. Vamos tratar todos da mesma maneira. Afinal, eles são iguais.

Geraldo Roberto Banaskiwitz geraldo.banas@gmail.com 
São Bento do Sapucaí 

*
MORDAÇA

O editorial Trio da mordaça ataca de novo (4/12, A3) deixa claro que o partido PT continua a lutar sem o apoio governamental pelo controle social da mídia que na verdade é a censura da imprensa. Para que haja no país o jornal O Politburro de esquerda com todos os conceitos ideológicos dos radicais do PT,  a Central Única dos Trabalhadores (CUT) poderia dar apoio financeiro a esse projeto através de uma parcela do dinheiro do imposto sindical que é surrupiado uma vez por ano do trabalhador com carteira assinada.

Edgard Gobbi edgardgobbi@gmail.com
Campinas

*
'ESTADÃO'

Merecidíssima a liderança do jornal O Estado de S. Paulo no ranking de jornais mais admirados do Brasil. É um veículo que não se dobrou nos tempos difíceis em que o PT prega a censura e quer calar a voz do cidadão. Infelizmente, nem a censura que lhe foi atribuída por Fernando Sarney, tirou o brilho do jornal que continua fazendo um trabalho isento e prestando informações a seus leitores sem se deixar levar por partidarismo.  Na categoria revista, a Veja permanece na liderança. Por que será que uma revista que faz tantas denúncias continua no topo da lista das mais admiradas? Fica aí uma pergunta que os golpistas da mídia terão de responder. Viva a imprensa livre e a democracia. Jornalismo se faz sem rabo preso. Dez a zero para a imprensa marrom.

Izabel Avallone izabelavallone@gmail.com 
São Paulo

*
TRANSPARÊNCIA

Sou brasiliense, e não passo um único dia sem acessar o portal estadão. Principalmente a coluna de opinião e o blog do Gustavo Chacra. Sou leitor do Estadão por ser um jornal que não nega suas posições, por ser um jornal imparcial quando necessário, mas que quando preciso não teme mostrar seus ideais e defendê-los. Tem seus defeitos, principalmente por ser comportar como um apoiador dos Democratas americanos em oposição aos Republicanos, mas isso é assunto para outra hora. É inadmissível que o jornal mais confiável do País, ainda permaneça sob censura. Na verdade, o sonho do "marco regulatório" do PT é justamente calar vozes como a do O Estado de S. Paulo, que não compactuam com seus mandos e desmandos. Novamente, meus parabéns!

Jefferson Nóbrega jeffersonnobrega@gmail.com
Ceilândia (DF)

*
HONRA E DIGNIDADE

Parabéns ao jornal O Estado de S. Paulo. Pesquisa muito real e título merecido. O Estadão zela pelos direitos do cidadão brasileiro com toda fibra de um grupo comprometido com a dignidade do honrado povo brasileiro nos permitindo exercer nosso direito de cidadania. Eu sinto orgulho e honrado de ser um dos assinantes deste digníssimo jornal. Estadão, continue sempre defendendo e orgulhando os brasileiros de bem.

Vagner Ricciardi vbricci@estadao.com.br 
São Paulo 

*
TEM QUEM GOSTE!
 
Estruturas de concreto estouradas,  rachaduras e vergalhões retorcidos, falta de conservação e fiscalização das obras, superfaturamento e ausência de planejamento. Essa é pequena amostra,  do estado atual dos trabalhos  de transposição das águas do Rio São Francisco encontrada pela auditoria do Tribunal de Contas da União (TCU) no eixo leste do projeto, que pode ser considerado obra símbolo do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) de Lulla e Dilma. A esta altura, as obras deveriam estar 97% concluídas, mas contentam-se com apenas 57% do programado originalmente. Não bastasse, o orçamento  já excedeu em 30% o previsto originalmente e a conclusão dos trabalhos  se dará com... cinco (5) anos de atraso !  Esse é o "padrão"  do governo petista, que hoje vê defenestrado o 6º ministro de Estado por indícios robustos de corrupção em poucos meses da gestão Dilma.   E - acredite quem quiser -  tem quem goste!
 
Silvio Natal silvionatal49@yahoo.com.br 
São Paulo

*
A TRANSPOSIÇÃO DA PICARETAGEM

Tema de propaganda eleitoral da então candidata Dilma à presidência do Brasil a obra de transposição do Rio São Francisco é uma falácia. Principal tema de sua campanha que turbinou os votos que recebeu no Nordeste esta obra do PAC, declarada a mais importante por seu cabo eleitoral o ex-presidente Lula, é hoje o exemplo de outras tantas mentiras que foram pronunciadas na época. Com superfaturamento de preços, atrasos injustificáveis na obra, o leito de canais por onde deveria passar a água está todo se desmanchando. Quanto já custou esta obra aos cofres públicos/dinheiro da população brasileira? Segundo o TCU a obra já excedeu em 30% do preço orçado e é evidente a ausência de planejamento de execução e de fiscalização. O governo é omisso com o que já foi enterrado em obra que prometia levar água aos nordestinos que acreditaram na discurseira de Lula e Dilma na campanha eleitoral. Pois bem, Dilma ganhou, prometeu isso e muito mais. E agora? Vai entregar o que prometeu?
 
Maria Tereza Murray terezamurray@hotmail.com
São Paulo

*
HERANÇA

No São Francisco, a única transposição foi a dos fatos: no início, Lulla mentiu. Agora, Dilma não diz a verdade.
 
A. Fernandes standyball@hotmail.com 
São Paulo

*
A NOVA CELAC

Impressiona a falta de personalidade dos sul americanos. Liderados por Chávez e Raul Castro, criaram a Comunidade de Estados Latino-americanos e Caribenhos (Celac) onde norte americano não entra. O que mais impressiona da incompetência diplomática em nossa área é, no entanto, o complexo de inferioridade dos latino americanos diante dos EUA. Afinal, foi um país que "deu certo", enquanto ficamos elevando Bolívar que, aliás, retirou todos os sul americanos do comando do Estado, Exército e Comércio na Venezuela e outros países da América dos Sul, colocando espanhóis em seu lugar. Foi o primeiro imperialista na America do Sul, é hoje símbolo dos "marxistas" da região e garoto propaganda de Hugo Chávez. E o governo brasileiro, que compartilha desse "complexo de inferioridade", vai atrás do verdadeiro líder regional Hugo Chávez. A nossa esquerda, realmente, "perdeu o discurso".
 
Fabio Figueiredo fafig3@terra.com.br 
São Paulo

*
SÓ MUDARAM AS MOSCAS

Indubitavelmente, Dilma mostra muito bem saber fazer a lição de casa orientada pelo seu mentor o Lula. Fazendo mais acordos favoráveis à Venezuela que ao Brasil. Nada mudou !
 
Angelo Tonelli angelotonelli@yahoo.com.br 
São Paulo

*
BRASILEIRÃO 2011

O Corinthians tornou-se pentacampeão do Brasileirão de 2011. Dr. Sócrates está contente no Céu.  
 
Paulo Dias Neme profpauloneme@terra.com.br
São Paulo

*
VENCER E CONVENCER
 
O encerramento do campeonato brasileiro de 2011 foi melancólico, como tem sido a tônica há muitos anos no futebol brasileiro. O Corinthians foi campeão ao empatar em 0x0 com o Palmeiras e o Vasco foi vice empatando em 1 a 1 com o Flamengo. Que saudades do Santos de Pelé que na década de 60 arrasava seus adversários em todas finais. O Santos foi penta-campeão brasileiro em 61,62,63,64 e 65 goleando o Bahia por 5 a 1 em 27/12/61, o Botafogo, no Maracanã, por 5 a 0 em 2/4/63, o Flamengo por 4 a 1 em 16/12/64 e o Vasco por 5 a 1 em 01/12/65. O Santos FC foi campeão da Libertadores de 62 goleando o Peñarol por 3 a 0 no dia 30/08/62 em Buenos Aires e o  corolário foi a conquista do mundial inter-clubes de 62 goleando o Benfica por 5 a 2 no dia 11/10/62 em Lisboa na mais estonteante exibição de um clube de futebol em todos os tempos. Quem viu viu, quem não viu não verá.
 
Junios Paes Leme junios.paesleme@ig.com.br 
Santos

*
CORINTHIANS PENTA

O timão é campeão brasileiro de 2011. Merecido titulo, pois foi à equipe que mais liderou a competição! E mesmo assim o técnico Tite sofreu pressão de demissão em alguns jogos! O sistema de pontos corridos é o mais justo que existe! A decisão teve inicio desde a primeira rodada, a 38ª refletiu o inicio, meio e fim. Parabéns timão e sua fiel torcida! Eu sou verde, mas sei reconhecer e valorizar os melhores!  
 
Alex Tanner alextanner.sss@hotmail.com 
Sumaré

*
SEM BRILHO

Mesmo sem brilho e sem graça, baseado em vitórias magras de 1x0, o Corinthians liderou a maior parte da competição e foi, pela sua regularidade, campeão brasileiro de 2011 de forma merecida. Decepcionante a campanha do SPFC, que ficou apenas em 6o lugar e fora da Libertadores-12. E parabéns ao futebol carioca, que terá Flu, Vasco e Flamengo na Libertadores-12.

Renato Khair renatokhair@uol.com.br 
São Paulo

*
CADERNO 'ESPORTES'

Lamentável o comportamento de o Estadão no que diz respeito ao seu caderno de Esportes de ontem. Transformar o título do Corinthians no conteúdo quase que exclusivo do caderno foi lamentável, algo que dificilmente ocorreria se a vitória fosse do Palmeiras ou do São Paulo (o Santos fica excluído no momento em razão dos interesses envolvidos com a final que será jogada no Japão e o marketing neymariano). Não há dúvida que boa parte da venda do jornal vem dos torcedores, mas a submissão ao Corinthians extrapolou limites, deixando o jornal de cobrir com maior ênfase outros esportes, o vôlei, o tênis, o futebol europeu (cujas tabelas de classificação foram eliminadas na edição de hoje). Já tinha a certeza de que o Estado não consegue cobrir esportes com a atenção devida (e olha que o país vai sediar uma Olimpíada) senão o futebol,  mas essa idolatria corintiana, que era comum no JT, infestou o Estadão. O jornal, aliás, anda mais preocupado com a estética do que com a qualidade de seus artigos. O jornal vem se tornando pesado de publicidade e leve de informações (as notícias são muito reduzidas, as críticas são parcas e poucas e as páginas 2 e 3 repetitivas).

André Beretta aberettafilho@gmail.com 
São Paulo

*
OUTRO DESTAQUE

Ótimo o caderno de Esportes de ontem, 5/12. Mereciam maior destaque os estimados em R$ 400 milhões com a venda dos naming rights do Itaquerão. Foi o melhor fruto da sensacional parceria entre o ex-presidente da República e o futuro diretor das seleções da CBF. Parabéns, Corinthians e viva o Brasil!

Eduardo Nuno Ferreira de Sousa eduardonuno@uol.com.br
São Paulo

*
CARTOLA SÉRIO

Em meio às justas comemorações pelo titulo do brasileirão, o torcedor corintiano deveria estar  reverenciando também seu presidente Andréas Sanches que faz uma administração eficiente e exemplar!  Tirou o Timão do limbo financeiro! Montou uma equipe competitiva! Iniciou a construção de um belo estádio, tão prometido há décadas por outros dirigentes populistas e incompetentes! Mais importante ainda, como prometeu, não vai tentar sua reeleição, porque entende que a renovação é o caminho mais democrático. Essa atitude madura deste dirigente não é comum no futebol brasileiro e tampouco mundial... 

Paulo Panossian paulopanossian@hotmail.com
São Carlos

*
A CARRUAGEM VIROU ABÓBORA

E o ano de ouro que se avizinhava para o Vasco, com as possíveis conquistas da Sul Americana e do Brasileirão, não aconteceu. Ficaram só com a Copa do Brasil. É, a carruagem virou abóbora.

Panayotis Poulis ppoulis46@gmail.com 
Rio de Janeiro

*
SÃO PAULO

Com a perda da classificação na Taça Libertadores por do São Paulo só me resta uma palavra final: Adeus, Juvenal!

Boris Becker borisbecker@uol.com.br 
São Paulo 

*
BOTAFOGO
 
No Brasileirão, o Botafogo fez uma campanha medíocre, principalmente nas últimas seis partidas disputadas, onde perdeu cinco e empatou uma, com isso deixando escapar uma vaga para a Libertadores do ano que vem.     Um time sem raça, sem motivação, sem nada, colocou a imensa torcida Alvinegra desesperada a cada rodada que terminava pois o Botafogo não conseguia jogar bem e vencer seus jogos.    Nunca teve uma oportunidade tão grande de ser campeão, ou, pelo menos, conseguir uma das cinco vagas para disputar a Libertadores em 2.012 como houve nesse Campeonato que se acabou, com o Corinthians campeão. Na minha opinião, todos os jogadores deveriam ser dispensados pois nada mostraram de compromisso com o Clube que os paga em dia.     Resta saber o que o novo comandante - Oswaldo de Oliveira - irá fazer para que o Botafogo em 2.012 não seja o fiasco que foi em 2.011 quando não conquistou absolutamente nada.     No caso da fraca diretoria nada mudar, esse monte de moleques vai continuar a vestir nossa gloriosa camisa e nos decepcionar novamente, portanto vamos aguardar os milagres que Oswaldo de Oliveira tentará fazer.      Saudações Alvinegras.
  
Fernando Faruk Hamza botafogorio@bol.com.br
Rio de Janeiro

*
DOUTOR SÓCRATES
 
Que tristeza a morte do doutor Sócrates. Agora nos resta rezar pela sua alma e também pelos seus familiares enlutados. Justamente neste dia o Corinthians foi campeão do brasileirão enquanto o magrão era sepultado aqui em Ribeirão Preto. Certamente ele foi o melhor jogador até hoje do Corinthians e um dos pouquíssimos que conseguiu conciliar a carreira futebolística com a difícil tarefa de obter um diploma de medicina. O outro brasileiro que conseguiu é o Tostão, felizmente firme lá em Belo Horizonte.   O que provocou a morte do doutor Sócrates foi a bebida alcoólica, esta que dá tanto dinheiro para a mídia com os patrocínios dos jogos de futebol. Ah, como é bem mais fácil assistir um jogo com um copo de cerveja na mão do que praticar esporte regularmente, faça frio ou faça calor!   

Luiz Antônio da Silva lastucchi@yahoo.com.br
Ribeirão Preto

*
SALVE, SÓCRATES!

Imortal na galeria dos maiores jogadores de futebol-arte de todos os tempos e eternamente dentro dos nossos corações, o Doutor operou momentos inesquecíveis com sua elegância, sua categoria e sua precisão cirúrgica no fino trato com a bola, tudo com raça, garra e respeito. Um cidadão brasileiro, que o Magrão inspire os boleiros e os cartolas deslumbrados a se libertar da futilidade e do desvairo. Que seus exemplos de espírito de equipe e consciência cívica sirvam de lição aos que usufruem da fama e da fortuna sem dar nada em troca ao grande responsável pelo espetáculo: o décimo segundo jogador! Obrigado, Sócrates!

Saulo Vieira Tortelli saulo_tortelli@msn.com 
Sao Paulo

*
FALECIMENTO DO DR. SÓCRATES

Muito obrigado, Dr. Sócrates, pelas conquistas e alegrias que tanto nos deu em campo pelo Corinthians e pela Seleção Brasileira. Seus belos gols ficaram imortalizados nos anais do futebol brasileiro e suas jogadas geniais eternizadas na mente e no coração do torcedor. Seu futebol, além de genial, tinha classe, amor e arte. Agradecemos do fundo do coração por ter siso o líder da Democracia Corinthiana e pela sua participação ativa pelo movimento das Diretas Já, essenciais para o retorno do Estado Democrático de Direito no Brasil. Descanse em paz, doutor, brasileiro, guerreiro!

Luciano De Paoli lpaoli@uol.com.br
São Paulo

*
SÓCRATES

O Brasil e o pais da hipocrisia.O Sócrates nunca foi exemplo de nada bom na época dele, até fumo puxava. Até dentro do grupo dele o Leão que e um cara mais inteligente do que ele discordava das ideias de jerico dele, dando uma de estudante da USP hoje. Agora o cara morre e vira um exemplo de quê? De alcoólatra, que era o que ele era? Por favor vamos parar de brincar de enganar o outro e fazer homenagem a morto. Homenagem é o cara vivo e do bem, não um viciado.

Asdrubal Gobenati asdrubal.gobenati@bol.com.br 
Rio de Janeiro

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.