Fórum dos Leitores

Carta de leitores selecionadas pelo jornal O Estado de S. Paulo

Fórum dos Leitores, O Estado de S.Paulo

25 de dezembro de 2021 | 03h00

Espírito de Natal

Tolerância e respeito

Onde está o espírito de Natal? Com o 13º salário em mãos, ainda sob as restrições da covid e da gripe H3N2, a amostragem do comércio demonstra o quanto o aniversariante continua sendo um detalhe para os cidadãos de pouca fé, abduzidos pelo consumo desenfreado. Todos cegos e surdos, focados nos preços, atropelando literalmente quem cruzar o seu caminho em lojas e supermercados. Não há tolerância que resista a tanta falta de educação e respeito ao próximo. Que o digam, entre outros, os estacionamentos, cujas vagas reservadas exclusivamente aos idosos, gestantes e deficientes estão sempre ocupadas pelos brasileirinhos espertos de boa saúde. Como é difícil ser cristão nesse mundo! Meu Jesus Cristo, perdão por estar triste no seu aniversário, quando você me dá mil motivos para ser feliz!

Celso David de Oliveira

david.celso@gmail.com

Rio de Janeiro

*

Desejos para 2022

Que sejamos menos truculentos uns com os outros. E que na ponta das nossas escolhas, no limite das nossas decisões, prevaleça sempre o amor.

Ricardo C. Siqueira

ricardocsiqueira@lwmail.com.br

Niterói (RJ)

*

Triste realidade

Um mundo dividido e pseudocristão comemora as festas de fim de ano. É difícil sentir um pouco de esperança no coração. Pessoas más, negacionistas e interesseiras governam o destino dos brasileiros, que lutam para conseguir trabalhar e se alimentar e pouco têm a celebrar, a não ser por terem conseguido se vacinar e permanecer vivos.

Elisabeth Migliavacca

Barueri

*

Falta de esperança

Infelizmente, como desejar um próspero ano novo, se tudo se faz em sentido contrário, como dilapidar R$ 5 bilhões em campanhas, porque a democracia tem custos, incapazes de buscar alternativas eleitorais mais baratas, enquanto as pessoas se alimentam de restos. Como esperar dos representantes soluções num deserto de propostas ou coerência, tendo como mote exclusivo a busca do poder pelo poder?

Alberto Mac Dowell Figueiredo

amdfigueiredo@terra.com.br

São Paulo

*

Governo Bolsonaro

Covardia política

Nunca antes na história deste país um presidente da República deu tantos, tão claros e tão fortes motivos para ser punido com o impeachment como o atual. Apenas a criminosa covardia política que tomou conta da nossa sociedade, Parlamento à frente, será capaz de explicar o fenômeno a que atônitos assistimos.

Euclides Rossignoli

clidesrossi@gmail.com

Ourinhos

*

Vacinação de crianças

Disse o diligente “bolsoministro” da Saúde que as “mortes de crianças estão em patamar que não pede decisões emergenciais”. Herodes, se vivo fosse, ficaria com inveja.

Ademir Fernandes

standyball@hotmail.com

São Paulo

*

Festa combinada

Intimidação contra a vacinação de crianças e o Congresso deita e rola. Governo e Congresso estão unidos no vale-tudo do poder tanto almejado e sem limites.

Alice Arruda Câmara de Paula

alicearruda@gmail.com

São Paulo

*

Reflexos do desgoverno

Jair Bolsonaro, que não governa, mas faz o diabo para privilegiar amigos e grupos que podem lhe dar algum respaldo às graves crises que fomenta, compra mais uma briga, literalmente, federal. Depois de conseguir reservar no Orçamento da União R$ 1,7 bilhão para reajustar soldos de policiais federais, ocorre uma das maiores debandadas da nossa história: 320 chefes da Receita Federal entregaram seus cargos, reivindicando reajustes no salário. E não devemos nos surpreender se essa debandada se alastrar para outras categorias de servidores. Esse é o resultado de um literal desgoverno, que destrói a nossa economia, afasta investidores e promove um verdadeiro desmonte ao perder competentes funcionários de carreira em várias das áreas importantes sob a tutela do Planalto.

Paulo Panossian

paulopanossian@hotmail.com

São Carlos

*

Boas-festas

Estado agradece e retribui os votos de boas-festas e feliz e próspero ano novo de Agência Radioweb e ARTE!Brasileiros.

 

________________________________________________________

Cartas selecionadas para o Fórum dos Leitores do portal estadao.com.br

*

PRESENTE DE NATAL

O presente de Natal que o povo brasileiro merece e quer  ganhar é um presente e um futuro bem melhor do que este,   em que sobrevive e o que está por vir, se não aprendermos   a votar e a escolher os melhores para a Nação dirigir. O presente   de um futuro melhor estará em nossas mãos, ou melhor, em   nossos dedos, na hora da decisão em quem votar em   2 de outubro de 2022. Aos partidos políticos cabe a decisiva responsabilidade de lançar os melhores nomes e, aos eleitores,   a decisão final de votar, elegendo o vencedor. Democracia é o  poder do povo. Sim, nós podemos.

Paulo Arisi 

paulo.arisi@gmail.com

Porto Alegre

*

REALIDADE BRASILEIRA

Falam tanto da África, das dificuldades, mas, por aqui os ricos ficam mais ricos  com juros altos e os pobres, mais pobres - é triste  a situação do caos político, econômico e sanitário do nosso Brasil. Temos  hoje 22 milhoes de pessoas abaixo da linha da miséria, que não poderão comemorar o Natal. Enquanto os maus políticos roubam pelas emendas do orçamento secreto para eles e para seus amigos e familiares, nosso povo sofre em busca de ossos nos açougues e frigoríficos, revirando os depósitos de lixos nas grandes cidades em busca de alimento, que Deus os proteja no Natal. Essa é a minha mensagem de lamento de Natal pelos que têm fome e sofrem nas mãos dos oportunistas.

Jose Pedro Naisser

jpnaisser@gmail.com

Curitiba

*

ESPERANÇA 

Que neste Natal Jesus Cristo, o Deus menino da vida, da luz e da verdade, renasça no coração e na consciência daqueles muitos que se dizem cristãos, mas são discípulos da morte, do obscurantismo anticientífico e da mentira. É um terrível contrassenso alguém se dizer seguidor daquele que proclamou “eu vim para que tenham vida, e a tenham com abundância” (João 10:10) e, ao mesmo tempo, ter e propalar comportamentos mortíferos e incompassivos. Que essa gente renuncie arrependida ao “lado sombrio da força” travestido de cristianismo. Ou Nero, ou Herodes ou Cristo. Decidam. Amém.

Túllio Marco Soares Carvalho

tulliocarvalho.advocacia@gmail.com

São Paulo

*

PIADA DE MAU GOSTO

A produtora de vídeos de comédia Porta dos Fundos demonstrou, mais uma vez, que perdeu tempo e a piada. Com outra pobre sátira de fim de ano, ofensiva ao Cristianismo, mostrou Jesus em um prostíbulo! Seja cristão, ateu ou agnóstico, alguém precisa avisar seus  artistas, ainda infantis e obtusos na criatividade de sua arte e sem graça pela própria natureza: se querem chocar, seria mais produtivo e engraçado enfiar os dedos em uma tomada de 220V. O humor de bom gosto aplaudirá!

Celso David de Oliveira

david.celso@gmail.com

Rio de Janeiro

*

LAVA JATO

A Justiça Federal do Paraná suspendeu a execução da pena de Antônio Palocci, condenado  pela Lava Jato, e autorizou que o ex-ministro retire a tornozeleira eletrônica. Não era para menos! Afinal, quem devolve R$ 100 milhões não é, e nunca foi réu confesso, ainda mais quando houve tantas falhas nos processos totalmente comprometidos da Lava Jato. Aliás, também não é porque estamos todos em um grande circo que somos, nós, cidadãos eleitores e pagadores de impostos, apenas palhaços sem graça e sem plateias; não, somos, sim, engraçadíssimos, e tanto que muitos estão morrendo de rir de nós agora, e sempre, e são eles todos os que se locupletam alegremente e, sossegadamente, por conta da falta de escândalo público por essas coisas podres e fedidas dos nossos governantes e da nossa falsa e descarada Justiça.

Marcelo Gomes Jorge Feres

marcelo.gomes.jorge.feres@gmail.com

Rio de Janeiro

*

VACINAÇÃO DE CRIANÇAS

Um governo dirigido por um transtornado, com vários canalhas fazendo parte, prevalecendo ideias canalhas, fazendo perguntas canalhas, dando respostas canalhas, não poderia haver outra lógica que atitudes canalhas, como essa de  consulta pública sobre vacinação em crianças. É um  prenúncio de desastre, como foi desde o começo da pandemia.

Sérgio Barbosa

sergiobarbosa19@gmail.com

Batatais

*

APAGANDO O FOGO

A imensa crise que Jair Bolsonaro impôs ao País, fez com que ex-presidentes voltassem à cena para debater 2022. A lista vai de José Sarney a Michel Temer, passando por Fernando Henrique Cardoso, Fernando Collor de Mello, Lula da Silva e Dilma Rousseff. Na verdade, se nada conseguirem só com auxílio do "além", com a presença de Deodoro da Fonseca, Hermes da Fonseca, Nilo Peçanha, Juscelino Kubistchek, Jânio Quadros, Getúlio Vargas, passando pelos militares Castello Branco, Costa e Silva, Emílio Garrastazu Médici, Ernesto Geisel, João Baptista Figueiredo. Afinal, esse é o Bolsonaro que não dá trégua ao Brasil!

Júlio Roberto Ayres Brisola

jrobrisola@uol.com.br

São Paulo

*

 

CONCLUSÃO

Tanto o Lula quanto o Alckmin são políticos dos quais nada se pode  esperar.

Eugênio José Alati

eugenioalati13@gmail.com

Campinas

*

317 PICARETAS

Luiz Inácio Lula da Silva, em 2004, com pouco mais de um ano na presidência quanto à Câmara, afirmou que “o Congresso tinha 300 picaretas”, em 2017 em Cruz das Almas (BA), disse “Hoje deve ter mais”. Lula acertou. Hoje são 317 que votaram pelos R$ 5,7 bilhões para o fundo partidário. Deputado consciente, que preza o Brasil, votaria pela extinção do fundo partidário, em vez da sua elevação (pesquise no Google: “veja como cada parlamentar votou pelo fundo eleitoral de R$ 5,7 bilhões”).

Humberto Schuwartz Soares

soares@uol.com.br

Vila Velha (ES) 

*

MUDANÇA DE COMPORTAMENTO

Lula e Alckmin me fazem lembrar minha mãe: “diga com quem andas e te direi quem és”. Realmente vergonha na cara não eles têm; convicções, menos ainda, apenas interesses pessoais buscando vitória a qualquer preço! É só voltarmos no tempo e ver o que falavam um do outro nas últimas eleições. Realmente a política feita por eles é asquerosa!

Cecilia Centurion

ceciliacenturion.g@gmail.com

São Paulo

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.