Fórum dos Leitores

Cartas de leitores selecionadas pelo jornal O Estado de S. Paulo

Fórum dos Leitores, O Estado de S.Paulo

19 de janeiro de 2022 | 03h00

Economia

Aumento da energia

Não entendo por que o governo precisa socorrer as empresas de distribuição de energia elétrica. Elas estão sendo socorridas há tempos pelos consumidores, que tiveram aumentos muito acima da inflação!

Renato Maia

casaviaterra@hotmail.com

Prados (MG)

*

Gestão pública

Qual o verdadeiro papel do gestor público? Seria simplesmente repassar ao consumidor seus aumentos de custo? Ou buscar incessantemente alternativas a médio e longo prazos para oferecer um serviço cada vez melhor ou igual e a um menor preço? Ao ler a notícia sobre no Estado (18/1, B1), com dados da Associação Brasileira de Comercializadores de Energia, noto um descolamento do compromisso dos gestores em entregar um bom trabalho. Para solucionar a questão, elevam a tarifa do serviço ao consumidor? Segundo a mesma matéria, o aumento na energia foi de 114% desde 2015, sendo a inflação de 48% no mesmo período. As consequências disso: nosso país caiu da 3ª posição em 2013 para o 10º lugar na preferência mundial para investimentos, segundo a PwC. Com custos maiores de produção nacionalmente afetados por uma tarifa energética maior, nosso produto perde competitividade, por mais que se deprecie a moeda local. E o resultado: a economia não deslancha, sai de uma estagnação para entrar em outra, desemprego alto e salários menores. São necessárias melhores alternativas para solução do tema. A começar por oferecer o direito de escolha do fornecedor de energia, assim como ocorre com a telefonia. E que se estabeleça maior concorrência entre as distribuidoras, provocando queda no preço do serviço.

Marcos Nogueira Destro

mdestro@amcham.com.br

São Paulo

Aumento dos combustíveis

O aumento dos combustíveis é um escracho. Trata-se de um monopólio que nunca vai dar certo e de difícil solução. Privatizar resolve? O vilão é o ICMS? Quem vive dele não concorda, e mira um aumento na taxa de exportação como solução. Fica clara a ganância. Para aliviar um lado, só criando um outro imposto. Se é esta a solução, nem é preciso ser economista, basta ser guardião do seu quinhão. O cidadão mais uma vez é chamado para pagar a conta. Pobre Brasil.

Izabel Avallone

izabelavallone@gmail.com

São Paulo

*

Política

Agências reguladoras

São cristalinas a importância e a necessidade da independência técnica das agências reguladoras, conforme destaca o oportuno editorial A importância das agências independentes (A3, 17/1). A interferência que se tentou na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), efetivada inúmeras vezes na Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) pelo governo petista e recentemente pelo governo de Jair Bolsonaro, como mostrado em Desrespeito a uma Agência de Estado (A3, 21/12/21), evidenciam que, para garantir lisura na administração pública e evitar corrupção, tais organismos, tal como ocorre nos países do Primeiro Mundo, têm de ser legalmente protegidos dos políticos e governantes desonestos ou interessados no seu uso político-partidário.

Nilson Otávio de Oliveira

noo@uol.com.br

São Paulo

*

Reflexo do Brasil

Quando Valdemar Costa Neto (PL), com o currículo que tem, possui poder de mando no Palácio do Planalto, o que esperar para o futuro do Brasil?

Luiz Frid

fridluiz@gmail.com

São Paulo

*

Lava Jato

País do atraso

Esse grupo de advogados, denominado Prerrogativas, vai entrar para a história como o momento marcante da defesa dos interesses corporativos da casta política que predomina sobre a sociedade, e que teve o seu ápice nos últimos julgamentos do Supremo Tribunal Federal (STF), de triste memória. É preciso deixar claro que o grupo Prerrogativas não representa a grande maioria dos advogados brasileiros, do qual faço parte, que luta no dia a dia contra a impunidade. Podemos afirmar que a esquerda está firme e forte para manter o País como sempre esteve, em sua visão estreita de valores de justiça e cidadania. O País não avançará enquanto a impunidade continuar prevalecendo. Temos de sair desse atraso.

Paulo Chiecco Toledo

pct@aasp.org.br

São Paulo

*

Cartas selecionadas para o Fórum dos Leitores do portal estadao.com.br

CHUCHU COM AGROTÓXICO

O PT chupará um “picolé de chuchu” com agrotóxico. A contaminação é certa e mortífera. Dentro de poucos anos o atestado de óbito do novo mandato presidencial lulista petista será emitido com a seguinte causa mortis: “Intoxicação por chuchu contaminado com agrotóxico”. Eu não estarei entre os pranteadores, mas, mesmo assim, não sei bem por qual motivo estou dando o alerta (reminiscências afetivas  inconscientes de quando eu era eleitor do PT, diria talvez um psicanalista).

Túllio Marco Soares Carvalho

tulliocarvalho.advocacia@gmail.com

Belo Horizonte

*

MILITARES: NÃO HAVERÁ REAÇÃO CONTRA  LULA

Há alguns dias, um colunista petista externou sua preocupação sobre o comportamento dos militares ante uma provável vitória de Lula. Preocupação sem motivo, porque quem conhece o Brasil sabe que não haverá tal reação. Nesta semana, em um canto de jornal saiu o comentário que corre no meio petista de que os militares teriam sinalizado a Lula que não haverá problema quanto à sua candidatura seguida de vitória. Qual a novidade dessa informação? Nenhuma! Alguém imaginaria que Lula, que só está  fora da cadeia graças a um STF petista, estaria desfilando suas plumas e paetês pelo País e fora dele sem a certeza do comportamento dos militares? Só mesmo alguém muito inocente ou que desconhece o comportamento dos brasileiros imaginaria algo diferente, mesmo porque, antes de qualquer atitude do Lula, sua candidatura foi negociada com toda a politicalha ávida por manter sua condição de vampiros sugadores do País, seguida do apoio do STF petista e uma provável reunião com os militares garantindo que deles nada será tirado, os cerca 6 mil cargos que ocupam os da reserva, além de regalias mantidas e até melhoradas aos da   ativa. Ganham todos eles, menos o Brasil, menos nós que só perdemos!

Laércio Zanini

spettro@uol.com.br

Garça

*

CELSO DANIEL, 20 ANOS

Há 20 anos, em 20/01/2002, o corpo do prefeito de Santo André (SP) Celso Daniel (PT) foi encontrado sem vida, com sinais de tortura. Dias depois, testemunhas arroladas foram assassinadas. O finado prefeito havia descoberto fortes falcatruas do PT envolvendo empresas de transporte coletivo e outros crimes não menos indecentes. Esse é o preço do poder para a facção petralha! Aqueles, aliados ou não, que possam dificultar seus projetos são eliminados sumariamente da vida terrena. Como reagiram os dirigentes do partido à época? Como Pilatos, lavaram e permanecem lavando as mãos até hoje. À parte o crime não apurado, o descondenado ladrão Lulla da Silva, chefe da maior organização criminosa do mundo, com o silêncio e a cumplicidade de seus amigos supremos, vive a denunciar que a facada recebida pelo candidato Jair Bolsonaro, em 2018, foi uma “farsa”! Lulla, você combinou isso com Deus?

Celso David de Oliveira

david.celso@gmail.com

Rio de Janeiro

*

BENEDITO MARIANO, TENHO NOJO DE SER BRASILEIRA

De acordo com Benedito Mariano, sociólogo, mestre em Ciências Sociais (PUC/SP), a “eleição de Bolsonaro foi a negação do Estado Democrático de Direito e dos partidos políticos”. Oi? Alguém aí pode informar tal cidadão que Bolsonaro foi eleito para “enterrar” o PT? Concordo com ele que “o retrocesso promovido pelo atual presidente é evidente e inquestionável”. Mas afirmar que Lula não cometeu crime nenhum é chamar grande parte dos brasileiros de idiota.  Associar Moro a uma proposta de excludente de ilicitude para dar carta  branca para a polícia matar é muita aberração. Por que tal cidadão não falou que Moro é a favor da prisão após condenação em segunda instância? Algo que Lula e seus companheiros abominam, sejam eles de qualquer sigla partidária, pois todos tem rabo preso com o crime. Infelizmente, o povo brasileiro não percebe que está  sendo enganado e que vai votar em um ladrão, de esquerda ou de direita, que engana o povo falando sobre uma tal “reconstrução da democracia”, mas tais políticos querem mesmo é estar no poder e tendo várias estatais sob seu controle. Cadê a mídia? Está dando espaço para a mentira? 

Maria Carmen Del Bel Tunes

carmen_tunes@yahoo.com.br

Americana

*

 AS CAVERNAS 

A última loucura do mitômano palaciano de Brasília é uma cruzada para destruir as cavernas naturais do Brasil. Nada mais natural para quem habita a “Caverna de Platão”, numa tentativa de destruição de seu mundo. O problema é que a caverna está dentro dele e as sombras que pensa ser realidade configuram seu mundo obscuro. As cavernas do mundo real, ao contrário, são refúgio de conhecimentos, não de ignorância. 

Paulo Sergio Arisi

paulo.arisi@gmail.com

Porto Alegre

*

O BRASIL É O CULPADO

O Brasil é o culpado pelo desastre político que está enfrentando. Jair Bolsonaro não explodiu bombas para assumir o poder, ele foi eleito, não pelo povo, mas sim pelos partidos políticos, que têm o poder absoluto de indicar os governantes e parlamentares do País. Jair Bolsonaro representa muito bem os interesses da bancada da corrupção, dona do Congresso. Nunca foi tão fácil desviar dinheiro público, limpinho, para o caixa 1 dos partidos políticos, que estão pouco se lixando para os rumos catastróficos que o governo Bolsonaro adotou em todas as áreas, só o que importa é o orçamento secreto, a aprovação das emendas e o aumento do fundo eleitoral, o País que se dane. O Brasil é culpado por elevar o presidente da República à condição de rei absoluto, com o poder de nomear quem ele bem entender para a Procuradoria-Geral da República, o Supremo Tribunal Federal, a chefia da Polícia Federal e das Forças Armadas. O Brasil é culpado por criar um sistema político partidário que ignora a qualidade, a esmagadora maioria dos parlamentares e governantes brasileiros não passaria no Enem ou em qualquer processo seletivo para trabalhar em uma grande empresa. O Brasil precisa se reinventar, acabar com a ditadura dos partidos políticos, impor critérios qualitativos para os postulantes a cargos públicos e impor de fato a tão falada separação dos Poderes.

Mário Barilá Filho

mariobarila@yahoo.com.br

São Paulo

*

MUNDO ATUAL

Advogado tenta incriminar Wiliam Bonner (Rede Globo) por fazer reportagem em  prol   da vida. É como diz a música de Caetano Veloso: nosso mundo está no avesso do avesso do avesso.

Virgílio Melhado Passoni

mmpassoni@gmail.com

Jandaia do Sul (PR)

*

COINCIDÊNCIA

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, por uma incrível coincidência, encontrou em um centro de vacinação na Paraíba, seu Estado político, 48 doses de vacinas para adultos aplicadas  erroneamente em crianças, e aproveitou para levantar suspeitas contra a vacina. Pela lei das probabilidades, talvez seja mais fácil ganhar na loteria.

Luiz Frid

fridluiz@gmail.com

São Paulo

*

SEMPRE DO CONTRA        

Os países europeus e os EUA exigem o “passaporte da vacina”, especialmente para ambientes fechados, como escritórios, restaurantes, casas de show. Na verdade, aqui no Brasil, pesquisas indicam que mais de 80% dos entrevistados são a favor da exigência. Mesmo assim, o contra tudo e contra todos, o “atleta” – que se engasgou comendo camarão causando um “enfezamento” intestinal – Jair Bolsonaro diz que tudo isso é bobagem de maricas. Imediatamente, aquela velhinha de Taubaté retrucou: “Meu filho, esses maricas não são vagabundos e gostam de trabalhar, ok?”. Podia dormir sem essa Bolsonaro!         

Júlio Roberto Ayres Brisola

jrobrisola@uol.com.br

São Paulo

*

O DIA EM QUE A CIÊNCIA VENCEU AS MENTIRAS’

Poder ter recebido as três vacinas é uma honra e um orgulho que poucos podem ter no mundo. 

Que venha o mais rápido possível a quarta dose. Parabéns governador João Doria e prefeito Ricardo Nunes pelo maravilhoso trabalho na saúde pública!

Um abraço.

Werner A. Sönksen

wsonksen@hotmail.com

São Paulo

*

AUSTRÁLIA

Deportar o tenista Novak Djokovic, por não ter tomado vacina e mentir, é a diferença entre um país e uma Nação, que faz respeitar suas leis, seja lá por quem for. Parabéns!

Tania Tavares   

taniatma@hotmail.com  

São Paulo

*

QUE TIPO DE JUSTIÇA É ESSA?

A Justiça Federal do Ceará soltou, mas a Procuradoria-Geral de Istambul, na Turquia, prendeu o turco Veli Demir, 48, piloto do avião flagrado com 1,3 tonelada de cocaína no aeroporto de Fortaleza, em 4 de agosto do ano passado. O que dizer de uma Justiça cujo juiz solta um traficante que portava uma tonelada e trezentos quilos de cocaína em solo brasileiro?

O que dizer dessa mesma justiça feroz e rigorosa contra pessoas pobres, negras ou que roubam alimentos para suas famílias e passam meses ou anos inteiros na prisão? Quem são esses juízes? Onde aprenderam o direito que pregam e seguem? Em que parte do mundo traficante com toneladas de cocaína é solto por um juiz?

Rafael Moia Filho

rmoiaf@uol.com.br

Bauru

*

GRUPO PRERROGATIVAS

Apoio as mudanças no conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) e no Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e a adoção do juiz de garantias, se os espertos advogados do maroto Grupo Prerrogativas, que as sugerem, conseguirem provar ao povo brasileiro que os roubos cabalmente mostrados pela Operação Lava Jato, independentemente de como ocorreram, não aconteceram. 

Abel Pires​ Rodrigues.

abel@knn.com.br

Rio de Janeiro

*






 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.