Fórum dos Leitores

Cartas de leitores selecionadas pelo jornal O Estado de S. Paulo

Fórum dos Leitores, O Estado de S.Paulo

06 de maio de 2022 | 03h00

Lula e a guerra

Ideia de culpa

O ex-presidente e atual candidato à Presidência da República, Lula, afirmou que o presidente da Ucrânia, Volodmir Zelenski, é tão responsável pela guerra na Ucrânia quanto o presidente da Rússia, Vladimir Putin. Agora entendemos por que, em toda a sua recente e pessoal história de prisão e livramento, Lula considera o ex-juiz Sergio Moro como o verdadeiro e único responsável por tudo o que lhe aconteceu.

Marcelo Gomes Jorge Feres

marcelo.gomes.jorge.feres@gmail.com

Rio de Janeiro

*

Cautela no Brasil

É terrível, mas, de acordo com a matéria publicada ontem pelo Estado (Lula iguala Zelenski a Putin; aliados temem descontrole verbal de petista), infeliz e lamentavelmente há um brasileiro que apoia o genocida russo, chefe da KGB na então Alemanha Oriental na época da falida URSS. Isso posto, toda cautela, prudência e cuidado são pouco no Brasil.

Fernando de Oliveira Geribello

fernandogeribello@gmail.com

São Paulo

*

Zelenski ‘quis’ o conflito?

Que horror que está virando este sujeito, igualando Zelenski a Putin! Estamos, realmente, no mato sem cachorro.

Albino Bonomi

acbonomi@yahoo.com.br

Ribeirão Preto

*

De bandeja

Petistas fervorosos refutam até hoje o fato, mais do que comprovado, de que quem colocou Bolsonaro na Presidência em 2018 foi a rejeição massiva ao PT, portanto o próprio partido, e não, como pensam, uma elite de extrema-direita poderosa, ignorante, golpista e manipuladora. Prova irrefutável disso é que, agora, a mesma história se repete e, pior, de forma muito mais contundente e evidente: Bolsonaro cresceu e continua crescendo nas pesquisas de intenção de voto em ritmo diretamente proporcional às asneiras que Lula vem verbalizando nas últimas semanas. Ou seja, o PT mais uma vez está dando de bandeja a Presidência a Bolsonaro. Precisa desenhar?

Luciano Harary

lharary@hotmail.com

São Paulo

*

Jogada de mestre

Lula, como muitas pessoas em idade avançada, está perdendo o freio e falando o que lhe dá na cabeça – quem tem idosos em casa sabe bem como é isso. Uma pessoa na idade dele deveria se dedicar a curtir o que lhe resta da vida, aproveitar para namorar e conviver com filhos, netos e bisnetos. Lula governou o País por oito anos, deixou um legado importante, não faz o menor sentido se aventurar numa nova candidatura à Presidência. A saída de Lula da corrida eleitoral abriria uma enorme avenida para a terceira via – que Lula poderia apoiar – e esvaziaria completamente a candidatura de Bolsonaro. Seria uma jogada de mestre.

Mário Barilá Filho

mariobarila@yahoo.com.br

São Paulo

*

Eleições 2022

Ainda a terceira via

Os brasileiros estão temerosos e preocupados em continuar sem uma opção de terceira via na eleição presidencial. Considerando que Lula já teve por muitos anos sua oportunidade, e terminou seu período de maneira catastrófica, e que Bolsonaro termina seu período presidencial sem cumprir promessas, tendo perdido grandes oportunidades de ter sido um ótimo presidente, desejamos, agora, dar chance a uma mulher. Que venha Simone Tebet, portanto. E João Doria, se conseguisse tirar de dentro de si a falta de humildade, seria um bom vice, o que em quatro anos lhe permitiria ser eleito facilmente presidente. A calma e a paciência fazem parte da vida de um homem que tem foco e objetivo. Precisamos melhorar o Brasil para que possamos, numa próxima eleição, simplesmente votar com tranquilidade e esperança de um País melhor.

Maria Cristina P. A. Manzano, Mary Ann Locke Cavalcanti,  Beatriz de Barros Pereira Lima e Cecilia Rocha Pinto

familiamanzano@uol.com.br

São Paulo

*

Rua sem saída

Precisamos fazer uma leitura correta do cenário eleitoral. O orçamento secreto, somado aos fundos eleitoral e partidário, transformou o Congresso e os partidos em grandes máquinas a favor da recondução de Bolsonaro. O União Brasil eliminou o risco Sergio Moro. O MDB já contratou o fim das ambições de Simone Tebet e o PSDB de Aécio Neves vergonhosamente jogou Doria e Eduardo Leite aos leões. O PDT finge apoiar Ciro Gomes, e os demais candidatos são irrelevantes. A terceira via é uma rua sem saída.

José Tadeu Gobbi

tadgobbi@uol.com.br

São Paulo

*

Cartas selecionadas para o Fórum dos Leitores do portal estadao.com.br

SP CONTRA O CRIME

Diante do recrudescimento do surto generalizado de crimes no Estado de São Paulo – crescimento de 7,4% nos roubos e 28% nos furtos –, o governador Rodrigo Garcia (PSDB) anunciou que dobrará o efetivo policial diário na capital e aumentará o contingente de viaturas, helicópteros e drones, ao mesmo tempo em que o prefeito Ricardo Nunes (MDB) disse que incorporará 750 novos agentes aos atuais 1,8 mil da Guarda Municipal (Estado, 5/5, A13). Com efeito, diante do pânico da indefesa população paulista, vítima do crime organizado, as medidas não poderiam soar mais oportunas e bem-vindas. Mais policiais nas ruas, mais bandidos na cadeia. Tolerância zero com o crime e a bandidagem. Bravo!

J. S. Decol

decoljs@gmail.com

São Paulo

*

VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER

Estarrecedora a foto de uma mulher espancada no Rio de Janeiro com soco inglês e cassetete, além de chutes e golpes na cabeça. Isso ocasionou traumatismo craniano, fratura na mandíbula e diversos hematomas, principalmente na face. Na ficha criminal do namorado dela, há casos de violência doméstica, tráfico de drogas, associação com o tráfico, porte ilegal de arma de fogo, ameaça e resistência. A violência é o resultado da impunidade, que vem da frouxidão das leis penais elaboradas por alguns parlamentares e da política do “coitadinho, não teve oportunidades na vida”, que auxilia muito os criminosos.

Luiz Felipe Schittini 

fschittini@gmail.com

Rio de Janeiro

*

ANDREA MATARAZZO

Muito boa a entrevista do sr. Andrea Matarazzo para Sonia Racy (Estado, 4/5, B7). Não há necessidade de comentar, apenas citar suas palavras. “Não vejo ninguém discutindo um projeto para o País.” “Pergunta para o cidadão se ele come ideologia ou prefere creche.” “Buraco de rua não é de direita nem de esquerda, precisa é alguém ir lá tapar.” Foi candidato a prefeito e não foi eleito. Nós é que perdemos.

Tania Tavares   

taniatma@hotmail.com  

São Paulo

*

ANSIEDADE E DEPRESSÃO

O Estadão de segunda-feira trouxe uma reportagem que chama a atenção sobre a crise de ansiedade em crianças e adolescentes, um desafio às famílias e escolas (Estado, 2/5, A22). Muito bem. Em abril de 2020, o dr. Nabil Ghorayeb deu uma entrevista em que dizia que apesar da pandemia estar no começo, a sua preocupação era com as consequências da covid-19. O médico em questão chamou a atenção para os problemas que enfrentaríamos após a pandemia. Ele disse que teríamos muitos problemas de depressão, ansiedade e outros problemas emocionais. E a conta chegou. O Brasil foi um dos países que mais demoraram para voltar às aulas. As crianças das escolas públicas ficaram ao relento. Além de não frequentarem as aulas, perderam a convivência com amigos, coisa que o ambiente escolar faz muito bem. O maior mal foi causado pelos governadores e prefeitos ao fecharem as escolas. Uma tremenda falha que hoje está cobrando a fatura. O resultado é o que previu o dr. Ghorayeb em 2020. E nem com seus alertas nossas crianças e jovens foram poupados dos males que hoje estão presentes. Mas os senhores sabichões deitaram em berço esplêndido enquanto as crianças foram abandonadas à própria sorte.

Izabel Avallone

izabelavallone@gmail.com

São Paulo

*

PROPAGANDA POLÍTICA

Verba pública paga show de Daniela Mercury em 1.º de Maio pró-Lula (5/5, A8). A militante travestida de cantora “atravessou” a decência  e “desafinou” ao aceitar o backing (“boquinha”) vocal de Suplicy e seus desavergonhados.

Fernandes

standyball@hotmail.com

São Paulo

*

DECLARAÇÃO DE LULA

As recentes declarações de Lula à revista Time comparando Zelenski a Putin mostram que o ex-presidente compreende o conflito entre a Rússia e a Ucrânia muito melhor do que a maioria dos governantes das "democracias" europeias e os Estados Unidos.

Tibor Rabóczkay

trabocka@iq.usp.br

São Paulo

*

AL CAPONE

Al Capone também foi capa da revista Time, em 4 de março de 1930. No ano seguinte, em 24 de outubro de 1931, ele foi condenado a 11 anos de prisão.

Milton Cordova Junior 

milton.cordova@gmail.com

Brasília

*

ACORDOU CATÓLICO

Preocupado com o avanço de Jair Bolsonaro entre os evangélicos (Estado, 4/5, A2), o ex-presidiário Lula da Silva, para não perder tempo, “acordou católico e/ou crente”, dependendo do lado que se olhe. Com discurso enfadonho como sempre, os ouvintes do partido Solidariedade perceberam que ele fez referências a Deus e à Bíblia várias vezes. Com essa “destreza”, o demiurgo de Garanhuns conseguiu mais pontos entre os indecisos da classe evangélica. Na verdade, o que não se faz para angariar votos até mesmo dos contrários? Imediatamente aquela senhorinha de Taubaté disse: “Meu filho, na politicalha,

para conseguir votos, vale até mesmo distribuir fotos da mãe de biquíni”.

Júlio Roberto Ayres Brisola

jrobrisola@uol.com.br

São Paulo

*

ANTES QUE SEJA TARDE

Já não haverão suficientes motivos para que seja internado o falastrão boquirroto?

Eduardo Augusto Delgado Filho

e.delgadofilho@gmail.com

Campinas

*

'LULANARO'

Pelos comentários toscos e insensíveis, Lula e Bolsonaro se igualaram: culpam o agressor, Vladimir Putin, e a vítima, Volodmir Zelensk,i pela insana e terrível guerra na Ucrânia, e ainda criticam a Europa por tentar forçar a Rússia a recuar!

Omar El Seoud

elseoud.usp@gmail.com

São Paulo

*

COMBATE À CORRUPÇÃO

Compartilho da opinião do leitor Paulo Chiecco Toledo (Fórum dos Leitores, 4/5, A4) sobre a atuação do Supremo Tribunal Federal (STF) em sua atual composição. Defensor da terceira via, rejeitando, portanto, tanto Bolsonaro quanto Lula, me surpreende ver a grande mídia criticar, com razão, Bolsonaro, mas omitindo as críticas bastante necessárias à atuação do STF, em especial por ter destruído o eficiente combate à corrupção que dava esperança de um país melhor a muitos brasileiros.

Marcos Almeida Prado

lefevre.part@hotmail.com

Curitiba

*

STF CONTAMINADO

Excelente a carta do leitor Paulo Chiecco Toledo sobre o editorial O papel do Supremo na democracia (2/5, A3), que conclama os cidadãos a defenderem a instituição

dos ataques de Bolsonaro, parlamentares e lideranças do Congresso. "Não se pode esquecer de que o Supremo vive grave desgaste institucional por responsabilidade de seus próprios ministros, por participarem de conchavos em Brasília”, escreveu ele. “Julgamentos da Lava Jato e suspensão de prisão após segunda instância foi a gota d'água das pessoas de bem do nosso país, que ainda acreditavam numa Justiça séria e responsável.”

Cleo Aidar

cleoaidar@hotmail.com

São Paulo

*

SUPREMO E SENADO

O Supremo Tribunal Federal, guardião da Constituição, a desrespeita sob o olhar passivo do Senado – único que pode punir o STF. Alguns senadores têm processos engavetados no Supremo. Resumo da ópera: parece troca de favores. Você não mexe comigo e eu não mexo com você. Daí ministros e senadores não são molestados nem punidos, ao que parece, num pacto de reciprocidade.

Humberto Schuwartz Soares

hs-soares@uol.com.br

Vila Velha (ES)

*

ESTRADAS DE MINAS

Há rodovias mal cuidadas, esquecidas e assassinas. A rodovia que liga Lavras a cidades históricas das Minas Gerais, como São João Del Rei e Tiradentes – e se conecta na altura de Barbacena à BR 040 –, pertence ao último caso. Não são buracos, são crateras que engolem o pneu de um automóvel e faz com que os veículos tenham de se desviar continuamente colocando em risco vidas e propriedades. Se você acha que já viu rodovias deterioradas, não queira ver essa. Pode parecer exagero, mas é a realidade. É quase inacreditável que um povo tão zeloso por sua história coloque em risco a vida de turistas e o transporte da economia regional. Governador Romeu Zema Neto, você, mineiro da gema, venha percorrer esse circuito da morte e constatar as condições desse pedaço de mau caminho. Em que país ou Estado reside o seu secretário de Infraestrutura e Mobilidade? Não é possível que seja nas Minas Gerais, Brasil. Mais curioso ainda: qual a posição dos prefeitos das cidades servidas por essa rodovia? Tá tudo bem, tranquilo, sem problemas? Que vergonha. Não faço ideia do número de habitantes entre Lavras e Barbacena e demais cidades periféricas, cujos motoristas são obrigados a utilizar diariamente a BR 265, mas imagino que irão se lembrar desse sacrifício diário na hora de escolher candidatos para as próximas eleições. Quanto aos turistas em busca de um pouco de história encravada em algumas dessas cidades, o acesso não deixa saudade: só decepção.

David Ferretti

david@dfa.com.br

Amparo

*

TIROS NO PÉ

A Secretaria de Logística e Transportes do Governo do Estado de São Paulo desenvolveu o Plano da Ação da Macrometrópole de Transporte e Logística (PAM-TL). O plano estabelece um novo sistema de plataformas logísticas com interfaces entre o transporte rodoviário e o ferroviário de cargas para mitigar os problemas decorrentes do esgotamento do sistema rodoviário e aproveitar as vantagens econômicas e operacionais do transporte ferroviário, que sempre esteve a ver navios. Já o Plano de Desenvolvimento e Zoneamento do Porto de Santos (PDZ) foi elaborado pela Santos Port Authority (SPA) e o Ministério da Infraestrutura em 2020. O PDZ propõe reformular a ocupação das áreas portuárias de forma a aumentar a eficiência das operações do porto e considera ações voltadas para a melhoria do sistema ferroviário de acesso. Não são conhecidas as interações entre o PAM-TL e o PDZ. O mesmo governo estadual que, com apoio de Planos de Diretores de Desenvolvimento de Transportes (PDDT) e do PAM-TL, estabelecem uma política voltada à intermodalidade com aumento da participação da ferrovia na matriz de transporte, publicou um chamamento público para estudos de projeto de concessão comum de infraestrutura logística para o transporte entre o planalto e a Baixada Santista, denominada Linha Verde, uma conexão rodoviária entre o Rodoanel, a margem esquerda do Porto de Santos e a Rodovia Cônego Domênico Rangoni. Localizada no Parque Estadual da Serra do Mar, a Linha Verde terá que demonstrar viabilidades socioeconômica, financeira, ambiental e técnica assim como as vantagens desse sistema rodoviário sobre investimentos como o Ferroanel Metropolitano com sua rede de ferrovias integradas. Entre os componentes de plataformas logísticas proposta pelo PAM-TL, destaca-se a Plataforma Logística Regional (PLR) Porto Seco Campo Grande, localizada no pátio ferroviário da antiga Estação Campo Grande com acesso direto à descida da serra pelo sistema ferroviário cremalheira, e conectado a plataformas logísticas urbanas na cidade de São Paulo. O mesmo governo que definiu essa proposta, indeferiu, através da Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb), o pedido de licença ambiental prévia do terminal cujo projeto, além de estar alinhado com as políticas públicas de aumento da matriz ferroviária, destina 83% de sua área à criação de uma nova reserva de Mata Atlântica. É surpreendente que um mesmo governo estabeleça políticas públicas e tome medidas incompatíveis. Esses tiros estão sendo dados no pé da sociedade.

Luis Fernando Di Pierro,

engenheiro de transportes

curio@uol.com.br

São Paulo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.