Cartas

Corte no FGTSDesde maio os cerca de 60 milhões de titulares de contas do FGTS estão sendo prejudicados pelo critério que passou a ser adotado para a correção mensal de seus saldos. Examinando o extrato recebido da CEF se encontra uma atualização de 0,29%. A inflação calculada pelo IBGE para os últimos 12 meses é de 4,5%. Assim, a fração de 0,29 é menor que o duodécimo inflacionário. No espaço de um ano a diferença resultante do corte é pequena. Mas em dez anos, por exemplo, pesa muito. E vale acrescentar um aspecto fundamental: antes a correção do Fundo de Garantia seguia a inflação mais juros reais de 3% ao ano. Um retrocesso!FRANCISCO PEDRO DO COUTTORio de JaneiroBomba!A senadora Marina Silva disparou um Exocet em direção ao Palácio do Planalto. Os cacos da candidatura Dilma Rousseff serão recolhidos ao longo de 8,5 milhões de quilômetros quadrados do território nacional!JOSÉ EDUARDO BANDEIRA DE MELLO josedumello@terra.com.brSão PauloEsperança e decepçãoO Brasil parece condenado à sina de país do futuro, da esperança. A última grande esperança, com Lulla - "a esperança venceu o medo" -, deu no que deu: uma enorme decepção, com os inúmeros escândalos desse (des)governo. Agora vemos a esperança renascer das cinzas com Marina Silva, que pelo menos não procura enganar e se autodefine como alguém que pode trazer o renascimento das utopias. Aviso aos marinheiros: o Brasil não precisa de utopias e de boas intenções que se alimentam da decepção com "tudo isso que está aí" e, no caso, vêm acompanhadas de radicalismo, inexperiência e falta de preparo para conduzir um país tão grande e complexo. O Brasil precisa de boas intenções, sim, mas com capacidade gerencial e propostas concretas que contemplem e equilibrem as várias realidades da vida nacional, entre as quais a defesa do meio ambiente, única bandeira de Marina. Isso se quisermos sair desse interminável ciclo de esperança e decepção.JORGE MANUEL DE OLIVEIRA jmoliv11@hotmail.comGuarulhos Tenho grande respeito e admiração pela senadora Marina Silva. Não acho, contudo, que seja o caso de aplaudir sua candidatura à Presidência. Faltam-lhe a vivência e a competência de um José Serra ou de um Aécio Neves.EUCLIDES ROSSIGNOLI euros@ig.com.brItatingaHonestidadeSe Marina Silva conseguir provar que é a única pessoa honesta na política de Brasília, terá imensa possibilidade de ser eleita presidente da República, pois milhões e milhões de brasileiros o são.JOSÉ WILSON G. COSTA jwilsonlencois@hotmail.comLençóis PaulistaSó o tempo diráMarina Silva tem uma grande biografia para poder concorrer à Presidência da República em 2010. Minha dúvida é que Luiza Erundina, quando se apresentou como candidata à Prefeitura de São Paulo, também tinha. Erundina apareceu como a salvadora da Pátria, ou melhor, da cidade, a maioria dos eleitores acreditou, ela foi eleita e o resultado... Bem, todos paulistanos sabem bem qual foi.VIRGÍLIO MELHADO PASSONI mmpassoni@gmail.comOsasco O acordo entre ala da oposição e governo vem confirmar que o político brasileiro é um profissional. Profissional com tentáculos que se aprofundam nas entranhas da política não para servir a quem o elegeu, mas a si próprio e a seus pares. Marina Silva seria uma opção para muitos, mas só em pensar que o PV teve como seu presidente Zequinha Sarney, filho do bigode... Are baba!AVALDIR D?ALESSANDRO avaldir@superig.com.brSão PauloBigodeQue vergonha para o Brasil ter na presidência do Senado um homem como Sarney, que não respeita o povo brasileiro nem seu bigode, que deveria ser raspado, pois ele não merece usá-lo. Fora, Sarney! Para o bem do Brasil!NELSON BARBOSA GOMESDuartina Não há mais condições de Sarney permanecer sequer no Senado, quanto mais como presidente da Casa de Leis. É ruim para a instituição, vergonhoso para o País e péssimo para a democracia, já violentada pela censura. É hora de ir para casa, a esta altura não há biografia que saia ilesa.ROBERTO CABRAL cabralhoje@bol.com.brMaringá (PR)As duas faces do presidenteO presidente da República, no palanque, pede civilidade ao Senado e, em seu gabinete, aplaude as baixarias de sua tropa de choque.HELENA RODARTE COSTA VALENTE helenacv@uol.com.brRio de Janeiro''Os tentáculos-Sarney já alcançaram a Justiça, fazendo o STJ manter o cala-a-boca no Estadão?"Cesare Morosini cesare@listasinternet.com.brGuarulhos SolidariedadeNossa solidariedade ao Estado contra o ato de censura arbitrário a que está sendo submetido, num flagrante desrespeito aos princípios constitucionais, como só vimos nos tempos da ditadura, tão combatida pelo jornal. Temos certeza que a ação desmesurada não vingará e que o Estadão de novo superará esse óbice, saindo outra vez engrandecido de mais essa inoportuna e indesejável intromissão em seus destinos, como ícone que é da liberdade de expressão, da democracia e do Estado de Direito no País.RICARDO YAZBEK, presidente da Fiabci/Brasilfiabci@fiabci.com.brSão PauloJustiça?A censura ao Estado é a ditadura dos "caras" (de pau). Podemos chamar de justiça um ato que beneficia só um indivíduo e seus interesses, em detrimento da informação de um povo? Chega de ditaduras. Quando aprenderemos? Só dói quando eu rio...FLÁVIO DIAS f.thayan@uol.com.brSão PauloResgateIncomensurável é a distância que existe entre a sociedade e o Congresso Nacional. Pudera! Tem senador que nem é eleito pelo povo... A tal ponto que, entre mortos e feridos, no Senado se salvaram todos.VANDERLEI ZANETTI vanzanetti@uol.ocm.brSão PauloNão vale a pena ver de novoO PSDB poupou Azeredo no escândalo do mensalão, e deu no que deu (reeleição). Agora vai poupar Virgílio. Dilma agradece.CARLOS NORBERTO VETORAZZISão José do Rio PretoAquarela do BrasilÉ, a coisa tá preta. A situação, vermelha. Marina fica verde. E a oposição amarela.NELIO ESQUERDO nelioesquerdo@terra.com.brSão PauloComo é que é?Quer dizer que a Câmara e o Senado pediram ao Ministério da Saúde que liberasse doses de Tamiflu, contra a gripe suína, para parlamentares e servidores não precisarem se locomover até postos de saúde, como está fazendo a mal informada população brasileira? Quem eles pensam que são? O Congresso tem todo um serviço de saúde, com médicos que no momento em que essas excelsas criaturas derem o primeiro espirro lhes darão atendimento privilegiado. E S. Exas. querem ainda mais regalias? Uma fila de vez em quando não faz mal a ninguém e quem sabe ajudaria S. Exas. a desembarcarem da ilha da fantasia e sentirem como vivem as pessoas comuns. Sabem o que falta no Congresso? Alguém que diga a esses césares, várias vezes ao dia: "Sois mortais."ANA MARIA P. MORAES anamapa@uol.com.brSão PauloFÓRUM DOS LEITORESENDEREÇOAvenida Eng. Caetano Álvares, 55, 6.º andar, CEP 02598-900FAX:(11) 3856 2920E-MAIL:forum@grupoestado.com.br

, O Estadao de S.Paulo

17 de agosto de 2009 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.