Cartas

CRISE NO SENADOSenado, ao longo da História, tem sido sinônimo de honradez, mas o nosso atual é sinônimo de desfaçatez, escancarada e sem limites. Aonde vai parar esse horror?Claudia Figueiredo Leite claudiafl@uol.com.brLorenaA sorte do Senado é que o povo brasileiro não é politizado.Ibrahim Georges Skaf ibrahimac@ig.com.brSão PauloA banda de música da antiga UDN está tocando a marcha fúnebre para Sarney. Todo mundo está ouvindo, só ele é que não.Marco Antônio Soares marco_antonio_so@uol.com.brSão PauloCENSURA"... O jornalista austero será sempre um ente malsinado e odioso para todos os governos. Hão de expulsá-lo sempre do sacrário puluto das mercês, onde reina o ladrão laureado, que tem o segredo de abater ministros erguidos e exaltar ministros despenhados" (Camilo Castelo Branco, no seu livro Coração, Cabeça e Estômago).Helvio Rossignolli hrossignolli@gmail.comCaieiras A Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave), entidade que representa mais de 5 mil concessionário de veículos, solidariza-se com esse importante órgão de imprensa e vem demonstrar sua indignação ante a proibição, imposta pelo desembargador Dácio Vieira, de o Estado publicar reportagens com informações da Operação Boi Barrica. Estamos certos de que a liberdade de imprensa deve prevalecer sempre. Do contrário, devemos assumir a volta da censura indiscriminada. Se há fatos que se devem tornar públicos para que a população brasileira possa tomar conhecimento da conduta de seus governantes, é absolutamente legítima a atuação de apuração jornalística imparcial e detalhada. Não acreditamos que uma nação como o Brasil possa desenvolver-se sob o manto do despotismo e da censura, tampouco pode a verdade ser encoberta pelo véu da justiça parcial, quando esta beneficia a poucos. O setor da distribuição de veículos vem a público se colocar ao lado da liberdade de expressão e de imprensa e usa justamente este caminho para declarar o que pensa sobre esse assunto. Esperamos, sim, que as manchetes futuras dos principais veículos de imprensa do País possam estampar assuntos mais positivos, mas porque estes serão maioria, e não porque a voz dos brasileiros foi calada pelo braço forte do poder.Sérgio Antonio Rezepresidente do Conselho Deliberativo e diretorSão PauloRÉQUIEM PARA O PTO PT ainda não percebeu que está trocando os seus valores históricos e éticos pelo lulismo! Lulismo significa que qualquer gesto e ação de improbidade se justifica ante o fato maior de continuar no poder. Lulismo é mentir, é apoiar ditadores, é permitir que os países vizinhos tirem vantagens financeiras do nosso país, é se unir a políticos corruptos, é apoiar pessoas que roubam e mentem, é não ter transparência com os cartões corporativos, é contratar muitos funcionários sem finalidade, o Bolsa-Família eleitoral, os desvios diários apurados pelo TCU nas obras do PAC... Enfim, é tudo o que nosso país tem de evitar e extirpar de nosso cotidiano político. Acorda, PT!Gilson Chbane Bosso gilson.bosso@consulters.com.brSão PauloOu o PT termina com o Lula, ou o Lula acaba com o PT.Flávio J. R. De Aguiar rsd100936@terra.com.brResende (RJ)VASSALAGEMO comportamento do rei Lulla I lembra o episódio de 1996, ocorrido em São José dos Campos, quando deu um "passa-moleque" na comissão formada por Paul Singer, José Eduardo Martins Cardozo e Hélio Bicudo, ignorando a decisão sobre a CPEM e expulsando Paulo de Tarso Venceslau, o denunciante, do PT. Cá entre nós, não seria melhor mudar a sigla do partido de PT para PDL (Partido do Lulla)? Marcos José de Freitas e Silva marcosjfreitas@uol.com.brPraia GrandeO que foi mesmo que o Brizola falou do Lula? Que "ele é capaz de pisar no pescoço da mãe para alcançar o poder"? Foi isso?Carlos Alberto Roxo roxo_7@terra.com.brSão PauloHONESTIDADE POLÍTICASerá que Lula não deu importância à saída do sr. Flávio Arns do PT porque um senador em primeiro mandato ainda traz a honestidade de sua vida privada? Mario Ghelelere Filho marinho@gmail.comSão Paulo''É claro que Lula não vê crise no PT. Ele não lê jornais"Vicente Aquino vcaquinobr@yahoo.com.brSão PauloSUBSERVIÊNCIAAloizio Mercadante, homem de uma palavra só, político experiente, senador da República, hoje só tem um caminho. Como seu eleitor, peço-lhe: por favor, vá para a igreja, porque é o lugar certo para quem fica de joelhos.Marcos Oliveira mate3266@gmail.comSão PauloE agora, senador, vai dizer o quê, em casa? Amarelou?Márcio Scultori marcio_scultori@ig.com.brSão PauloRIDÍCULO...Aldo Bertolucci accpbertolucci@terra.com.brSão PauloPATÉTICO.Guto Pacheco daniguto@uol.com.brSão PauloNON DUCORFaltou ao sr. Mercadante, representante dos paulistas no Senado, lembrar-se do lema do seu Estado: "Non ducor, duco." E a coragem de confirmar o destino honesto da palavra assumida, submetendo-se, constrangido, ao (des)mando do seu chefe. Para o povo paulista, e mesmo para toda a Nação, nem com todos os fios de seu bigode poderá fazer valer a sua palavra de líder sem que venha acompanhada de um o.k. superior. O Estado que representa registrará o feito com pesar. Isso é que é ter PeTulância.Alberto Caruso albertocaruso@uol.com.brSão PauloAo renunciar à renúncia, o senador Mercadante renegou o que o povo paulista mais preza, o lema "non ducor, duco". É, em 2010 temos de lembrar que o senador gosta de ser conduzido. Maurício Lima mapeli@uol.com.brSão PauloPobre Senado, agora tem um líder que não tem liderados, é liderado.Vander Linjardi vanderlinjardi@hotmail.comGoiâniaLÍDER?Tudo encenação. Tudo jogo para o eleitorado. Aloizio Mercadante é o ator do ano.Rubens Tarcisio da Luz Stelmachuk rtls@bol.com.brCuritibaSerá que Mercadante, com esse teatrinho mambembe, acha que vai se reeleger senador? Com meu voto garanto que não.Luiz Carlos Moreira lcm@tableau.art.br Vargem Grande PaulistaImpressionante a "performance" teatral do sr. Mercadante. O cachê deve ter sido excelente!Filippo Pardini filippo@pardini.netSão PauloQuando Lula foi eleito presidente, Mercadante pensava que seria o ministro da Economia ou ocuparia outro posto importante no governo do PT. Lula conhece-o tão bem que lhe "deu" o lugar de... senador, para o qual fora eleito. Ou seja, absolutamente nada!Sylvio Ortega ortega1@terra.com.brSão PauloMercadante parece uma barata tonta que levou umas chineladas.Ivany CavellucciSão PauloFórum dos LeitoresENDEREÇOAVENIDA ENG. CAETANO ÁLVARES, 55, 6.º ANDAR, CEP 02598-900FAX:(11) 3856 2920E-MAIL:FORUM@GRUPOESTADO.COM.BR

, O Estadao de S.Paulo

23 de agosto de 2009 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.