Cartas

O silêncio da AGUA Advocacia-Geral da União (AGU) considera inconstitucional a lei antifumo de São Paulo. Será que é por ser de autoria do governo José Serra? A nomeação de qualquer servidor público sem a devida publicação no Diário Oficial não tem validade legal, fere a Constituição. Isso acontece há anos no Senado, mas a AGU se cala. Os gastos secretos do Executivo com cartões de crédito corporativos também ferem a Constituição, pois é obrigação do governante dar informações sobre o destino do dinheiro público, porém a AGU se cala. O presidente da República fere a Constituição quando perdoa dívidas de outros países sem a devida autorização do Congresso, e a AGU novamente se cala. Será que isso tudo tem que ver com a eleição presidencial de 2010?ARTUR BERNARDES JR.arturbernardesjr@gmail.comSão Paulo À Hugo ChávezÉ estarrecedor o posicionamento do governo paulista diante do parecer da Advocacia-Geral de União sobre a inconstitucionalidade da lei antifumo estadual. Justifica-a alegando que a peça legal federal não prevê punição, numa atitude típica de quem força a barra ao não reconhecer a derrota. Até leigos percebem que a lei federal foi puerilmente atropelada. O gerador dessa celeuma, o governador José Serra, precisa mostrar comportamento compatível com o cargo que almeja em 2010, pois, se eleito, dias de incerteza e de insegurança jurídica nos aguardam. No melhor estilo de Hugo Chávez.BOB SHARPbobsharp@uol.com.brSão PauloA fumaça e o IPVAO governador José Serra está fazendo "fumaça" com a proibição do uso de cigarros em locais públicos para desviar a nossa atenção da tabela do IPVA a ser lançada agora em setembro. Os valores dos automóveis despencaram a partir da crise mundial. No ano passado, ele deveria tê-los corrigido para menos - para o pagamento em janeiro de 2009 -, mas não o fez. Vou aguardar e verificar se pagarei um IPVA coerente com o valor do meu carro, ou seja, o que estão me oferecendo por ele nos revendedores. Estamos de olho no sr. Serra.CELSO VICENTE FIORINIcelsofiorini@ig.com.brSão PauloA cigarra e a formigaA vantagem eleitoral do governador José Serra no Estado de São Paulo acendeu a luz vermelha do partido da ministra-candidata. Resultado: o PT entulhou a mídia com uma propaganda forçada. Aviso: o brasileiro não cai na conversa fiada da cigarra. A maioria de nós é gente que trabalha duro o ano inteiro.MACMILLER JOSÉ RIBEIROmacmilleribeiro@gmail.comSão PauloApagãoForam apagadas as imagens das câmeras do Palácio do Planalto no dia em que a sra. Lina Vieira foi à reunião com a ministra Dilma Rousseff. Não há mais o que falar. A falta de vergonha que estamos presenciando neste país não tem fim. Mas os brasileiros de caráter não se conformam com o governo que está aí.MARIA TEREZA MURRAYterezamurray@hotmail.comSão PauloNova ditaduraNo passado o Brasil tinha uma ditadura militar. Hoje temos uma nova ditadura, formada pelo presidente Lula, Renan, Collor, Sarney e, óbvio, por aquele que é a sua cabeça pensante, José Dirceu. Alguém neste país tem alguma dúvida?BERNARDO GRANATOWICZmb36@terra.com.brSão PauloInfernalDizem as más línguas que o PMDB vendeu a alma ao diabo. Gente maldosa, credo! Pura mentira. Alguém pode, em sã consciência, achar que o diabo ia querer esse tipo de concorrência lá pelos seus domínios?ANTONIO FERNANDO FERREIRArdseg@terra.com.brSão PauloRifadoMais uma vez, parabéns ao presidente Lula, o mais hábil político brasileiro. Graças à sua intervenção, o Senado absolveu Sarney, mas quem foi rifado foi o sr. Aloizio Mercadante - que não teve grandeza para corrigir o rumo de seu partido. Ou sua biografia...MARCOS DE ALCÂNTARA MACHADOmarcos.machado@claritas.com.brSão PauloO discurso cuidadosamente elaborado do sr. Mercadante, atendendo aos "apelos" do presidente Lula e dos demais companheiros para permanecer na liderança da bancada do PT, foi apenas mais uma cena montada com cautela e prudência. Tudo para transparecer a firmeza esquálida de um senador que já se perdeu ao longo de sua trajetória política. ALBERTO AUGUSTO DE MEDEIROSaamedeiros@gmail.comBarrinhaSai, não saiDe duas, uma: ou o senador (minúsculo mesmo!) Mercadante quer enganar o povão ou está perdidinho... Fico com a primeira! JORGE THOMAS SCHWARZENBERGjorge.thomas1@hotmail.comSão PauloConselho de um ex-eleitor do senador Mercadante: transfira o seu domicílio eleitoral para o Es-tado do Maranhão. Lá, suas chances de se reeleger são enormes. Por aqui, tenho minhas dúvidas.JOSÉ ERASMO NEGRÃO PEIXOTOjenp@bitweb.com.brTatuíVergonhaQuando estudante, assisti a suas palestras, votei quando tive oportunidade, fui enganado direitinho mesmo. Parabéns, aprendeu com seu mestre de 30 anos de mentira. Sinceramente, que vergonha, hein, sr. Mercadante? Humilhante a sua decisão, nunca mais acredito em uma só palavra sua.PAULO VAZp-vaz@uol.com.brSão PauloBarba e bigodeAntigamente um fio de bigode representava a honra de um homem. Com nossos bigodudos do Congresso temos mais é que pôr nossas barbas de molho... Se ainda é tempo!MARIA CECILIA BARBOSAmcbchi@gmail.comSão PauloDois bigodes visíveis de longe por suas dimensões estéticas, e com formatos e estilos diferentes e semelhantes ao mesmo tempo. Sarney e Mercadante, não obstante, uma igualdade de postura em total descompasso com o único estilo politicamente correto de tratar as coisas públicas.PEDRO LUÍS DE CAMPOS VERGUEIRO pedrover@matrix.com.brSão PauloSenador Mercadante, bons tempos em que o fio de bigode era a garantia do compromisso assumido, da palavra empenhada! Bons tempos, senador, em que a palavra de um homem era a expressão de sua honradez e postura ética íntegra!ODILON OCTÁVIO DOS SANTOSos.snts@ig.com.brMaríliaDécadas atrás, quando um indivíduo merecia ser elogiado por sua ética, coerência e coragem, era destacado com "um homem"! Dispensava maiores qualificações. O tempo passou e essa pantomima circense do senador Mercadante, ensaiada e combinada com o presidente, só nos permite deduzir que, se estivéssemos naqueles idos tempos, a conclusão seria: a senadora Marina Silva é muito mais "Homem".LUIZ BARRICHELOlegb2@merconet.com.brPiracicabaPetista natoMercadante demonstrou que realmente é petista: não tem palavra, é falastrão e não duvido que amanhã esteja defendendo Sarney e dizendo que é tudo armação da oposição.WAGNER GONÇALVES DOS SANTOSSão Paulo

, O Estadao de S.Paulo

24 de agosto de 2009 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.