Cartas

"ESTADÃO RENOVADO"

, O Estadao de S.Paulo

18 Março 2010 | 00h00

Prazer e tradição

Parabéns a toda essa maravilhosa e eficiente equipe do jornal O Estado de S. Paulo, que soube acreditar e encontrar a resposta adequada aos desafios de sua época, inovando o visual e tornando o acesso à leitura, à cultura, à informação e ao conhecimento uma alegria, um prazer, sem perder a tradição do exercício de um jornalismo autêntico.

ALBERTO RAAD

Colina

Cumprimento a direção e a redação do Estado pela nova diagramação. Moderna e ágil, tornou ainda mais prazerosa a leitura das notícias, das reportagens e dos editoriais. Parabéns também aos responsáveis pelo Estadão online, agora mais fácil de navegar.

CARLOS EDUARDO UCHÔA FAGUNDES, presidente da Abilux

uchoa@comlux.com.br

São Paulo

Cumprimento efusivamente a equipe que capitaneou a excelente reforma gráfica e conceitual do jornal, sob a coordenação do editor-chefe Roberto Gazzi, com a sinceridade e a emoção de alguém que deu os primeiros passos sérios na profissão dentro da sucursal de Brasília, nos anos 60, trabalhou depois durante vários anos no Jornal da Tarde e teve a satisfação de, no começo da década de 90, voltar à casa como editor-chefe do Estado. O mais que secular Estadão se modernizou, na forma e nos conceitos, sem perder nada da essência e do caráter que o tornam absolutamente único (e indispensável) no panorama dos jornais brasileiros.

RICARDO A. SETTI, jornalista

ricardo.setti@gmail.com

São Paulo

O Estadão rejuvenesceu com o novo formato. Parabéns pela criação. Fantástico!

ANGELO TONELLI

angelotonelli@yahoo.com.br

São Paulo

Cumprimento os amigos do Estado pelas agradáveis inovações, apresentadas desde domingo. Repito o velho ditado: recordar é viver! Aos 85 anos, lembro-me de minha infância lendo o Estado, com folhas "enormes", cujos exemplares eram trazidos para minha casa, no bairro do Brás, onde nasci, por meus parentes. Os imigrantes italianos, como meu tio-avô Francesco Barone, trabalhavam no jornal, naquele tempo funcionando na Rua Barão de Duprat, na região do mercado municipal. Um de meus tios, empregado de confiança do "dottore Mesquita", como carinhosamente os imigrantes italianos se referiam ao insigne diretor Julio Mesquita, trazia para sua casa o dinheiro para pagamento dos modestos empregados de sua área, que eu, pequenino, via colocar em envelopes. Bons tempos aqueles! Hoje ninguém acredita que isso aconteceu. E eu, repetindo o último verso do I-Juca-Pirama , de Gonçalves Dias (1823-1864), no entanto, direi: "Meninos, eu vi!"

BRAZ JULIANO

bjuliano@uol.com.br

São Paulo

Melhor que o Estadão de hoje, só o de amanhã. Parabéns pela bela modernização.

JOEL SANCHES CARRILHO

telenett@terra.com.br

Penápolis

_____________________

PNDH-3 E ELEIÇÃO

Morde e assopra

Seria de fazer rir se o assunto não fosse muito, mas muito sério. Acordamos ontem com a informação de que Lula volta atrás no caso do 3.º Programa Nacional de Direitos Humanos (PNDH-3), retirando todos os itens ditatoriais e que causaram forte repulsa da sociedade, à exceção dos menos avisados, a exemplo da finada velhinha de Taubaté. E como pegou muito mal e poderia prejudicar a candidatura da ministra, candidata de longa data ao arrepio da lei, agora o governo procura convencer a população de que o decreto era, digamos, uma brincadeira que não se deve levar a sério. Mas com certeza ele voltará mais radical ainda se o eleitorado cometer o erro de eleger a ministra, que em sua juventude entendeu que a guerrilha armada era o caminho para a democracia. Ao mesmo tempo, o governo regozija-se, pois a AGU descobriu que a ministra sem voto próprio pode continuar colada ao presidente até julho, já que existe uma brecha na lei. Ou seja, o PT continua a se valer de artifícios e a ministra vai continuar como papagaio de pirata colada no presidente Lula, pois é o único candidato que tem de verdade e não poderá reeleger-se mais. Só falta, então, os demais candidatos e correligionários comparecerem às mesmas solenidades que a ministra, pois pau que bate em Chico bate em Francisco também.

GILBERTO PACINI

benetazzos@bol.com.br

São Paulo

Sobre a coluna de Dora Kramer Em perfeita desordem (17/3, A6): No final do século 20 já era assim. No século 21 só piorou.

EDUARDO JORGE, secretário municipal do Verde e do Meio Ambiente

ecribeiro@prefeitura.sp.gov.br

São Paulo

Palavra e honra

O ministro Paulo Vannuchi disse que se demitiria sumariamente se mudassem uma só linha do PNDH-3. Estamos esperando.

A. FERNANDES

standyball@hotmail.com

São Paulo

_____________________

PRESOS POLÍTICOS

Castristas

Em Cuba as Damas de Blanco, grupo formado por parentes de presos políticos, foram detidas enquanto faziam uma passeata pacífica em Havana e obrigadas a entrar à força, em dois ônibus. Esse é o regime totalitário dos tiranos castristas que o presidente Lula tanto admira.

IZABEL AVALLONE

izabelavallone@yahoo.com.br

São Paulo

_____________________

POLÍTICA EXTERNA

Lula no Oriente Médio

Era só o que estava faltando mesmo. O presidente Lula agora querer resolver os conflitos milenares entre árabes e judeus no Oriente Médio. Ora, presidente, o senhor e sua diplomacia não conseguiram resolver sequer o entrevero em Honduras, quando nossa embaixada foi tomada sem cerimônias, a mando do coronel Hugo Chávez. E muito menos consegue resolver os conflitos existentes dentro do Brasil, onde quadrilhas dominam bairros inteiros e aterrorizam nossa população. Menos presidente, menos.

SANDRO FERREIRA

sandroferreira94@hotmail.com

Ponta Grossa (PR)

_____________________

"Do jeito que a campanha de José Serra anda, acho que a vaca vai para o brejo"

MAURO ROBERTO ZIGLIO / OURINHOS, SOBRE A ELEIÇÃO PRESIDENCIAL

"Arruda deve estar se perguntando: cadê os outros?"

LUIZ NUSBAUM / SÃO PAULO, SOBRE A CASSAÇÃO DO MANDATO DO GOVERNADOR DO DF

lnusbaum@uol.com.br

"Samuel Pinheiro Guimarães, Celso Amorim e Marco Aurélio Garcia perdem todas no jogo da diplomacia global"

SERGIO S. DE OLIVEIRA/ MONTE SANTO DE MINAS (MG), SOBRE A POLÍTICA EXTERNA

ssoliveira@netsite.com.br

_____________________

VOCÊ NO ESTADÃO.COM.BR

TEMA DO DIA

Ibope coloca Dilma a cinco pontos de Serra

TOTAL DE COMENTÁRIOS NO PORTAL: 2.555

Para a ministra, resultado é "retrato do momento". Tucano deve lançar candidatura em 10 de abril.

"Homens que tiveram suas oportunidades pouco fizeram. Com as mulheres dando as cartas, com certeza, o País melhorará."

BENEDITO ASSIZ

"Quando a campanha for oficialmente iniciada e Dilma tiver que mostrar sua cara, sem Lula, os números serão outros."

ROGÉRIO VIANA

"Estamos lidando com o futuro de nosso país. Ficar de briguinha de torcida, sinceramente, é falta de argumento."

HEITOR DE CASTRO

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.