Cartas

MÁQUINA PÚBLICA

, O Estado de S.Paulo

17 Abril 2010 | 00h00

Apegados ao poder

A possibilidade de perder a eleição presidencial tira o sono dos petistas. São 22 mil cargos na administração federal controlando estatais, autarquias, agências reguladoras e os bilionários fundos de pensão, sem contar as funções exercidas por petistas fora do governo. É muita gente dependendo de uma eleição. No palanque, Lula disse "nós fazemos mais", numa crítica ao slogan tucano (O Brasil pode mais). Que o Brasil pode mais todos os brasileiros acreditam, mas o governo Lula, ao fazer mais, deixou os petistas famintos por cargos e apegados ao poder, não se importando nem em serem chamados de aloprados pelo próprio chefe.

IZABEL AVALLONE

izabelavallone@yahoo.com.br

São Paulo

____________________________________________

Com ansiedade espero a chegada de 2011, quando a cumpanherada tiver de retornar a seus devidos sindicatos e voltar a viver com seus salários. O bicho vai pegar...

WALTER F. DE OLIVEIRA

bboliver@uol.com.br

Serra Negra

____________________________________________

LULA E O MENSALÃO

Um elefante em casa

Após negar tantas vezes, insistir em que era um golpe contra o seu governo e desviar o rumo da investigação, o presidente Lula admitiu, em documento enviado ao Supremo Tribunal Federal (STF), que fora, sim, informado na época sobre o esquema de pagamento a partidos aliados. Ou seja, que um elefante entrou no banheiro da sua casa sem ele perceber.

BENONE AUGUSTO DE PAIVA

benonepaiva@yahoo.com.br

São Paulo

____________________________________________

Lula admitiu que sabia do mensalão do PT. Prevaricou e deve ser punido. Se nada for feito, só aumentará o deboche e a falta de respeito com as instituições do País.

JOSE MENDES

josemendesca@ig.com.br

Votorantim

____________________________________________

José Roberto Arruda já cumpriu dois meses de prisão, e o dinheiro apropriado no mensalão do DEM não volta aos cofres públicos? O mesmo crime cometeu o PT, com o mensalão de Ali Babá e os 40 ladrões, envolvendo inclusive o sr. Lula "não sabia que sabia", que ainda está presidente e é o maior cabo eleitoral da pré-candidata Dilma lulodependente Rousseff. Tudo dentro dos conformes. E viva o "mensalão"!

LUIZ DIAS

lfd.silva@uol.com.br

São Paulo

____________________________________________

Lendo o texto introdutório à peça teatral O Grande Inquisidor, calou fundo a imagem de Lula pretendendo o eterno poder com Dilma Rousseff. Alheio ao peculato de seus correligionários, volta-se em defesa de um Irã atentatório à paz mundial. Quem outorgou a ele o direito de mal nos representar? Nós, povo pacífico e consciente das liberdades individuais?

FERNANDO AVERBACH

reginalili@yahoo.com

São Paulo

____________________________________________

DOSSIÊ

Marconi Perillo

O ministro das Relações Institucionais, Alexandre Padilha, defendeu a investigação do dossiê sobre supostas contas do senador Marconi Perillo (PSDB) no exterior e negou que o governo tenha usado a estrutura do poder para atacar o tucano. "Este é um governo que não utiliza os instrumentos do Estado para atacar adversários ou aproximar os aliados", disse. Ou isso é o máximo do cinismo ou isso é o máximo do cinismo. Apenas dois casos já definem os métodos petistas para atacar adversários ou aproximar aliados: dossiê dos aloprados e mensalão do PT.

MARA MONTEZUMA ASSAF

montezuma.fassa@gmail.com

São Paulo

____________________________________________

As denúncias contra Marconi Perillo merecem toda a atenção das autoridades. Se forem comprovadas, o senador deverá ser punido, porque é esse comportamento dos políticos que torna cada vez mais difícil a defesa do Legislativo diante da opinião pública. Mas, se a denúncia for falsa, os denunciantes deverão ser punidos, pois é este o comportamento que afasta os homens decentes da política brasileira: o medo das acusações caluniosas com fins eleitorais, vide aloprados.

CLODER RIVAS MARTOS

sheinerivas@hotmail.com

São Paulo

____________________________________________

IRÃ

O "pombo da paz"

Embora o refugiado Cesare Battisti tenha matado em nome da ideologia, deve ter sido considerado um criminoso menor, sem potencial para o extermínio em massa. Já Ahmadinejad pareceu ter vocação para soluções mais práticas quando prometeu varrer Israel do mapa. Não é mera coincidência que queira a todo custo a bomba atômica. Seu charme parece ter encantado nossos caçadores de talentos. Primeiro foi Lula, dizendo que o líder iraniano tem todo o direito de enriquecer urânio para produzir energia. Depois, o vice-presidente José Alencar, defendendo a possibilidade de o Irã possuir artefato nuclear para fins pacíficos. Será que em breve teremos Dilma Rousseff endossando a ideia de que um ataque nuclear contra Israel pelo "pombo da paz iraniano" seria essencial para estabelecer a paz no Oriente Médio?

PAULO R. KHERLAKIAN

paulokherlakian@uol.com.br

São Paulo

____________________________________________

TRAGÉDIA DAS CHUVAS

A canga fala mais alto

Se, além das mais de 250 mortes registradas até agora no Rio de Janeiro em decorrência da tragédia das chuvas, somarmos as ocorridas no início do ano em Ilha Grande e Angra dos Reis, teremos quase um estádio de futebol cheio de cadáveres. E tudo ficará esquecido pelos fluminenses na próxima eleição. A canga no lombo de alguns "administradores públicos" fala mais alto que o interesse da população. E eles serão reeleitos. O que vai mudar será tão somente o dia, mês e ano de novas tragédias. Lamentável...

NICANOR AMARO SILVA NETO

nicanoramaro@yahoo.com.br

Bauru

____________________________________________

E os projetos?

Dezenas de cidades em estado de emergência na Bahia, milhares de desabrigados e desalojados e seis mortos até agora. Ué, cadê a aplicação dos 48% da verba federal antienchente que o ex-ministro Geddel Vieira Lima, da Integração Nacional, destinou à Bahia? Não era esse o Estado que tinha apresentado os projetos que valeram a verba? Alô, Ministério Público, cadê a investigação? Aí tem...

CELSO NASCIMENTO

celso@directasa.com.br

São Paulo

____________________________________________

Cartas enviadas ao Fórum dos Leitores, selecionadas para o Estadão.com.br

CELA VAZIA

José Roberto Arruda deixou a prisão. Esta cela bem que poderia ser utilizada pelos inúmeros políticos culpados pelas tragédias nas encostas do Rio de Janeiro, que até aqui mataram mais de 200 brasileiros!

Paulo Panossian

paulopanossian@hotmail.com

São Carlos

______________________________________________

ORAR, PARA QUÊ?

Após deixar a prisão, Arruda se reune com grupo de religiosos para orar. Seu advogado afirmou que ele irá ''reorganizar sua existência ''. O único gesto possível para que o ex-governador possa minimizar sua responsabilidade no execrável esquema de corrupção montado no DF, sendo ele um de seus principais mentores, é o mesmo devolver tudo o que foi usurpado do erário público. Este seria o primeiro gesto para ''reorganizar sua existência''. Fica mal com Deus quem pratica o mal. Arruda deveria ter isto em mente, antes de ser tentado à prática de crimes.

Francisco Zardetto

fzardetto@uol.com.br

São Paulo

______________________________________________

ARRUDA EM LIBERDADE

Prezado senhor Arruda,com referência à vossa restrição de locomoção temporária,digamos que o senhor teve menos sorte que os quarenta de Ali Baba. Mas nada que um pouco de paciência não compense a tal falta de sorte,certo? Fique tranqüilo, muito em breve outras eleições virão.Vossos eleitores saberão compensar todo o sofrimento que lhe foi impingido.

Antonio Fernando Ferreira

rdseg@terra.com.br

São Paulo

_______________________________________________

CORRUPÇÃO

O ex-governador do Distrito Federal José Roberto Arruda, conforme evidenciado na sua soltura, nos dois meses em que esteve preso no cárcere da Polícia Federal, em Brasília, envelheceu duas décadas. O seu precoce envelhecimento, a vergonha e a humilhação que subjugarão ele e a sua família para sempre, a certeza de que doravante onde quer que ele vá o maldito adjetivo de corrupto o acompanhará e o assombramento permanente provocado pelo fato de que inocentes brasileiros - em hospitais, estradas, periferias, etc - morreram covardemente em decorrência da corrupção praticada, certamente farão o arrasado ex-governador refletir - e quiçá outros corruptos - que não vale a pena fraudar licitação, superfaturar obras, subornar, mentir, desqualificar gente honesta e praticar toda espécie de maldade e baixeza para surrupiar dinheiro público (o meu, o seu, o nosso). Enfim, vale a lembrança do sábio e contundente vaticínio do filósofo grego Sêneca: "o mal sempre bebe a maior parte do veneno que ele produz".

Túllio Marco Soares Carvalho.

Belo Horizonte

_______________________________________________

ABERTO À VISITAÇÃO

Até que demorou a libertação do ex governador arruda. Livre para nunca mais voltar pois a liberdade, parece, é um direito dos mensaleiros. aproveitando a passagem de arruda pelo ''presídio'' o ponto poderia virar atração turistica de brasília com direito a guia para levar os visitantes até a cela ocupada por êle. imaginem a cena - o guia com os turistas esplicando: esta éra a cama do arruda, esta era a tv lcd para passar o tempo, esta era a mesa para o computador, esta era a mesa para as refeições, esta era a varanda para tomar sol.... quanto será a diária? estou precisando de férias!

Luiz Ress Erdei

gzero@zipmail.com.br

Osasco

_______________________________________________

ARRUDA SOLTO, CAMPO MINADO

Depois de dois meses preso, com muito tempo para refletir, o ex-governador do DF, José Roberto Arruda, ex- DEM, conseguiu a sua libertade. A realidade brasileira tem mostrado ao longo dos anos que, o preso que não tem influência, mofa na cadeira por pequenos furtos ou até mesmo inocente. No caso do ex-governador José Roberto Arruda, ex DEM, que tem fortes indícios de que, é mesmo o autor de todas as denúncias que motivaram a sua prisão e dono das grandes façanhas no desvio de recursos públicos, ficou apenas dois meses e ainda, pelo que se sabe, ele não provou a sua inocência. Grande é a diferença no tratamento de político influente, corrupto e criminoso em relação ao ladrão de banana. A nossa justiça precisa agir com justiça como prescreve a lei. Quando houver um tratamento igualitário, certamente a corrupção e a criminalidade vão reduzir. A impunidade e favorecimento só tendem a incentivar o que já está caótico e terrível. A corrupção e a criminalidade estão se tornando comum na sociedade brasileira. Os criminosos da pesada, os corruptos de terno e gravata. conseguem habeas corpus com certa facilidade. Os cidadãos comuns que forem presos, dificilmente serão postos em liberdade enquanto não provar a sua inocência, exceto claro, os delinqüentes, viciados e traficantes que são presos e soldos diariamente. Os corruptos da "elite", praticantes de crimes hediondos e traficantes, não se intimidam com prisões temporárias. As prisões, quando acontecem na vida dos corruptos que investiram para chegar aonde chegaram, vão se tornar em pedrinhas de dominó que quando acontece o primeiro toque, desencadeiam feito fogo de artifícios e não param mais. Mas, quando a lei for exercida com rigor e as penas forem aplicadas de fato e de verdade, certamente os profissionais da corrupção e crimes de toda ordem vão diminuir significativamente. A sociedade poderá respirar melhor e os cofres públicos menos caóticos.

Paul Morin

Paulmorin2002@terra.com.br_

Curitiba

_______________________________________________

AO IRÃ

O ministro ofertou a camisa; espera-se que o presenteado honre as calças.

A. Fernandes

standyball@hotmail.com

São Paulo

_______________________________________________

PLANO REAL

Tenho tanto respeito pelo presidente do Banco Central que me atrevo a perguntar-lhe: Qual sua opinião sobre o Plano Real?

Paulo de Souza Cavalcanti

paulo_souza_cavalcanti@ig.com.br

São Paulo

_______________________________________________

DÍVIDAS

Quando se está na situação, dívida não é ''pecado'', assim falou o ministro da fazenda, mas quando se está na oposição é um absurdo! É difícil conviver com tanta falácia e enganação, da ''perfeição'' do atual (des)governo. Com a arrecadação ''recorde'', se não houvesse tamanho descontrôle nas despesas, com mais investimentos e maior retorno em educação, saúde, segurança, moradia, saneamento básico, etc.. Até seriam aceitáveis as enormes e atuais dívidas.

Luiz Dias

lfd.silva@uol.com.br

São Paulo

_______________________________________________

USINA DE CONFLITOS

É preciso que o Presidente Lula e sua equipe se conscientizem de que assegurar a aposentadoria dos associados dos fundos de pensão é mais importante do que salvar o leilão da Usina de Belo Monte. Os fundos de pensão precisam investir seus recursos com segurança, em empreendimentos que propiciem rendimentos certos, de

preferência a curto prazo, para fazer face ao pagamento da aposentadoria dos seus participantes. Recursos dos fundos de pensão não devem ser investidos em aventura

açodada, de êxito imprevisível e rendimento incerto, que comprometa

o objetivo principal que é proporcionar segurança financeira na época

da aposentadoria.''

Mario Hamilton Casella

mariocasella@uol.com.br

São Paulo

_______________________________________________

O ILUSIONISTA

Então,o sr.Lulla vai vetar o aumento aos aposentados que de fato trabalharam e construiram este país, porque o aumento pretendido por este bravos brasileiros vai quebrar a Previdência, e esta conversa mole se arrasta há anos. Mas os cofres do tesouro não foram quebrados quando o sr.Lulla perdou as dívidas da Bolívia, Cuba,Nigéria, Cabo Verde, Nicaraguá, Gabão, e entregou as refinarias da Petrobrás a Bolivia e Equador de mão beijada para os tiranetes destes paises. Emprestou também, dinheiro do BNDES para o muy amigo Chávez, e quase dá Itaipú para o bispo-presidente e pai de quase todos paraguaios, quer dizer para esta gente dinheiro está sobrando , mas para quem de fato ergueu este país, porque o Brasil não foi descoberto por Cabral e sim pelo Dom Luis Inácio I em 2003, o aumento seria uma heresia. E os aposentados querem a derrubada do fator previdenciário, outra indecência,e a reposição dos salários que contribuiram para poder usufruir de uma aposentadoria decente, e não as tramoias que foram feitas nos gabinetes destes burocratas que ao longos deste anos que surrupiaram os ganhos dos aposentados. Lulla em 1989, no programa do apresentador Silvio Santos, respondeu a uma senhora que estava no auditório sobre o que ele iria fazer pelos aposentados e pensionistas. Então o ''noço guia'' declarou, e esta registrando em vídeo na internet: ''Hoje , temos 12 milhões de aposentados e pensionistas, então os aposentados depois de tantos e tantos anos de trabalho é quase jogado na lata de lixo. Que o aposentado possa viver no Brasil como vivem os aposentados na Europa'' Ai ele cita vários paises onde os aposentados viajam , e continua: ''o invés de viajar para o interior. Ele não consegue pegar um ônibus porque o dinheiro não dá nem para comprar a passagem''. Pois é sr.Lulla ,no seu governo os aposentados foram de fato jogados na lata de lixo. Mas lembre-se os aposentados ainda votam, e tem família. Vamos dar ao senhor e sua escolhida um bilhete azul, para que nunca mais tenhamos a infelicidade de vê-los enganando não só os aposentados, mas todos os brasileiros.

Agnes Eckermann

agneseck@yahoo.com.br

Porto Feliz

_______________________________________________

JUSTIÇA, MESMO QUE TARDIA

Nada mais justo. Aposentado que permanece no mercado de trabalho não deve pagar contribuição ao INSS. Afinal, já pagou o que devia e conquistou seus direitos. Mas os ''técnicos'' do PT são contra. Agora, que estão no ''puder''. Fossem outros os tempos e com certeza estariam em passeatas de apoio. Só leio coisas tais como: '' Isto causará um déficit de 14 bilhões'', ou, a '' Previdência não suporta um rombo destes''. Mas não leio nada sobre diminuir custos, otimizar a administração, acabar com os constantes ''assaltos'' aos cofres previdenciários, geralmente causados por funcionários. Em qualquer empresa privada, caindo o faturamento, diminui-se despesas. Porque no serviço público a coisa tem que ser diferente. Basta ver o crescimento das folhas de pagamentos, o cabide de empregos.Será que se fazem necessários tantos cargos administrativos ? Uma bela auditoria faria, com certeza, uma redução de no mínimo 30 % do quadro de funcionários. Quantos milhões seriam economizados ? Está aí uma questão interessante para o próximo presidente, ou a próxima.

Odair Picciolli

pedraseartes@suednet.com.br

Extrema (MG)

_______________________________________________

REAJUSTE

O presidente Lula, concedeu aos aposentados que recebem acima de um salário mínimo, reajustes de 6,14% .Agora aliados se rebelam e elevam esse reajuste para 7,71%...A grande verdade é que tanto por parte do presidente Lula,como dos Aliados , isso não passa de um jogo político. Se na época do reajuste o Lula tivesse oferecido aos aposentados os 7,71% seria assunto encerrado,como ele ofereceu menos que deveria,

agora quem sabe esse tema renderá mais alguns votos...?

Virgílio Melhado Passoni

mmpassoni@gmail.com

Praia Grande

_______________________________________________

INSEGURANÇA JURÍDICA

Além da proverbial e indiscutível morosidade do nosso judiciário é necessário atribuir-lhe também a pecha de agente da insegurança jurídica nacional. O STJ ''Inventar'' que o prazo de prescrição das ações civis públicas movidas por associações e institutos de defesa dos consumidores prescrevam em cinco anos é simplesmente rasgar o Código Civil, que é o alicerce e o esteiro das relações jurídicas do nosso sofrido povo, que sofreu esbulho dos bancos nas suas modestas economias depositadas nas cadernetas de poupança e, agora, tem uma única pretensão: quer ser ressarcido.

José Roberto Franco da Rocha

jrfrocha69@estadao.com.br

São Paulo

_______________________________________________

STJ X POUPADORES

Como foi publicado no Caderno de Economia página B7, o Ilmo Juiz Antonio Carlos de Toledo Negrão emitiu uma sentença dizendo que o prazo de prescrição para entrada com ações contra estes planos econômicos dos amigos de Lulla, Sarney e Collor prescrevem em cinco anos e não em vinte anos como reza no Código Civil Brasileiro. Ou seja este senhor está mostrando de fato, de que lado a ''justiça'' do Brasil está, dos poderosos banqueiros! Com tudo que temos visto nos últimos tempos pouco ou quase nada pode se acreditar na lisura da justiça brasileira recheada de interesses escusos e nefastos os quais somente visam prejudicar a população que foi prejudicada por governantes inescrupulosos tipo Sarney e Collor os quais insistem em permanecer no poder e prejudicar a tudo e a todos amparados por esta nefasta justiça parcial que aí está. Resta-nos acreditarmos no bom senso dos juízes do STF para cassarem esta sentença e darem razão aos tão preju dicados poupadores, caso contrário é melhor todos nós não acreditarmos mais na justiça vigente neste país em todos os níveis.

Boris Becker

borisbecker@uol.com.br

São Paulo

_______________________________________________

O BRASIL PODE MAIS

Últimamente, tem-se lido muito comentários de várias pessoas a respeito da frase do Serra quando disse: ''O Brasil pode mais'' e o Lula rebatendo: ''Nós fazemos mais''. No fundo, não passa de jogo de vaidades de ambos os lados, uma tremenda bobagem de dois politicos querendo se aparecer. Ora, se o PSDB se gaba por ter criado o plano Real com FHC, o PT, por sua vez, arrota alto demonstrando que sabe gerenciar/administrar. Tudo bem. Os dois lados têm razão. De que adianta um não saber gerenciar o que o outro criou com tanto zêlo? Penso que, nós cidadãos que iremos nas urnas em outubro deste ano, devemos sim, nos preocuparmos quem irá continuar a tocar a máquina. Existe um jarguão no mundo Administrativo que diz: ''A primeira geração constroi, a segunda gerencia e a terceira destroi''. Isso é que devemos discutir entre os amigos.

Eugenio Araujo Silva

eugenio-araujo@uol.com.br

São José dos Campos

_______________________________________________

SLOGAN

''Quando tudo está pronto, fica fácil'', disse Lula sobre o Slogan de Serra. Mas, por um momento, pensei se tratar de um agradecimento à FHC.

Luiz Ricardo de Andrade

fisioluiz@yahoo.com.br

São Paulo

_______________________________________________

VIDROS E CRISTAIS

Logo após a justiça dar liberdade a José Roberto Arruda, seu advogado disse que a partir de agora terá mais tempo e tranquilidade para preparar a defesa de seu cliente, e irá provar a sua inocência, separando cristal de vidro. Na quadrilha brasiliense não existe vidro e muito menos cristal. Lá o que existe muito é esterco.

Humberto de Luna Freire Filho

hlffilho@gmail.com

São Paulo

_______________________________________________

DÍVIDAS

Quando se está na situação, dívida não é ''pecado'', assim falou o ministro da fazenda, mas quando se está na oposição é um absurdo! É difícil conviver com tanta falácia e enganação, da ''perfeição'' do atual (des)governo. Com a arrecadação ''recorde'', se não houvesse tamanho descontrôle nas despesas, com mais investimentos e maior retorno em educação, saúde, segurança, moradia, saneamento básico, etc.. Até seriam aceitáveis as enormes e atuais dívidas.

Luiz Dias lfd.silva@uol.com.br

São Paulo

_______________________________________________

SUCESSÃO PRESIDENCIAL

Ganha o candidato que ousar repudiar a voracidade arrecadadora de impostos, quase 40% do PIB.

Sergio S. de Oliveira

ssoliveira@netsite.com.br

Monte Santo de Minas (MG)

_______________________________________________

MAIS UM DOSSIÊ

Mais um tucano , Marcondes Perillo, na mira do governo ameaçado por um dossiê, cuja fonte é um relatório apócrifo originalmente em inglês com tarja de ''top secret''. Tão ''topisicrit'' que este dossiê circulou pelo Planalto antes da investigação oficial , levado que foi até a antessala de Lula pelas mãos de Sandro Mabel, rival de Perillo, e entregue para Gilberto Carvalho , chefe de gabinete de Lula - para ficar requentando em banho-maria até um momento mais propício . Pelo visto o momento chegou. Eu sei lá da veracidade deste dossiê...pode ser falso como também pode não ser. Só de uma coisa eu tenho certeza: os métodos petistas em ano de campanha não mudaram nada...continuam à moda dos aloprados, na base do vale-tudo!

Mara Montezuma Assaf

montezuma.fassa@gmail.com

São Paulo

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.