Cartas

CAMPANHA ELEITORAL

, O Estado de S.Paulo

29 Abril 2010 | 00h00

Ministério da Segurança

José Serra (PSDB) diz que, se eleito, vai criar um Ministério da Segurança Pública, para ajudar os Estados a combaterem a criminalidade. Dilma Rousseff (PT) diz que tal ministério é desnecessário e que cada Estado tem de cuidar de sua própria segurança. É interessante ver que o governo Lula, do qual ela fez parte, criou um monte de ministérios desnecessários, entre eles o da Pesca, para cujo objetivo bastava um escritório com poucos funcionários. Os ministérios criados por Lula só serviram até hoje como cabides de empregos. Qual ministério é realmente desnecessário?

MÁRIO LOPOMO

mlopomo@uol.com.br

São Paulo ____________________________________________________________________________________________________________

Quem fez parte de um governo que criou 37 ministérios, 35 mil cargos de confiança e promoveu o aparelhamento de todas as estatais carece de condições para criticar as pretensões de José Serra quanto à criação do novo órgão.

FRANCISCO ZARDETTO

fzardetto@uol.com.br

São Paulo ____________________________________________________________________________________________________________

VIOLÊNCIA

Omissão oficial

O monumental artigo Omissão oficial é coautora de crimes (26/4, A2), do procurador de Justiça e senador Demóstenes Torres, é um importante libelo contra a irresponsabilidade e os equívocos dos Poderes da República na condução das políticas de segurança pública. É preciso que se diga, com todas as letras, que não somente os facínoras de toda espécie, mas também os pseudofilósofos da criminologia, de visão canhestra, que influenciam os Poderes Executivo e Legislativo, são corresponsáveis pela infelicidade de centenas ou milhares de famílias que se enlutam, vítimas da sanha criminosa de marginais postos em liberdade.

FAUSTO RODRIGUES CHAVES

faustochaves@uol.com.br

São Paulo ____________________________________________________________________________________________________________

"Some-se a omissão aos equívocos e eis o luto nos lares" (Demóstenes Torres). Sem dúvida, enquanto os omissos dormem tranquilamente em suas casas, as famílias dos jovens de Luziânia (GO) não conseguem dormir, chorando seus mortos, na vã esperança de que os culpados sejam punidos.

MARGARIDA RODRIGUES NETTO

margaridanetto@yahoo.com.br

São Paulo ____________________________________________________________________________________________________________

O sistema judiciário brasileiro é um desastre para toda a sociedade. No caso dos crimes hediondos, faltam o cumprimento total das penas e a aplicação do exame criminológico. Se as autoridades responsáveis sofressem a violência de uma forma ou de outra, a opinião delas seria diferente.

SOLANGE BECHARA

solangejbs@hotmail.com

São Paulo ____________________________________________________________________________________________________________

Golpe por telefone

José Alencar se disse "preocupado" com o golpe do falso sequestro de que foi vítima esta semana. Precisou acontecer com o vice-presidente da República para que alguém se preocupasse. Será que ele não sabe que esse golpe acontece no Brasil há anos? Isso revela a distância que existe entre o poder e a realidade do povo. "Não se pode criar experiências. É preciso passar por elas" (Albert Camus). Será que alguma coisa será feita agora para evitar esse tipo de crime, que pode até matar?

JOSÉ APARECIDO RIBEIRO

jaribeirobh@gmail.com

Belo Horizonte    ____________________________________________________________________________________________________________

Autoridades acomodadas

A "banalização do mal", segundo Hannah Arendt, mostra-se nas leis pseudo-humanitárias embasadas na leniência de autoridades acomodadas e complacentes, sem energia moral ou mental para resolver problemas graves. Luiza Nagib Eluf (Por trás do "bom comportamento", 28/4, A2) rompe a inércia e pronuncia corajosamente: o bom comportamento na prisão não é medida do que ocorrerá fora dela. Criminosos violentos, reincidentes após anos de "bom comportamento", praticam crimes facilitados pela Justiça.

LILIANA LIVIANO WAHBA

lilwah@uol.com.br

São Paulo ____________________________________________________________________________________________________________

PARAGUAI

EPP + Farc + PT

Brasil negará extradição de refugiados políticos (28/4, A13). Não satisfeito em ajudar o exército de narcotraficantes da Colômbia, o governo brasileiro agora oferece refúgio a supostos guerrilheiros do Exército do Povo Paraguaio (EPP)? Com a palavra, o sr. Marco Aurélio Garcia, o mesmo do Foro de São Paulo e que aconselha nosso líder em assuntos políticos da América Latina.

JAIR VITOR FONGARO

jairfongaro@uol.com.br

São Paulo ____________________________________________________________________________________________________________

CONGRESSO

Limpeza

Em menos de uma semana ocorrerá a votação do projeto "Ficha Limpa". A democracia só funciona se aqueles representantes derem voz à maioria do povo, e eu não conheço ninguém a favor de fichas sujas. Quem votar contra, não deve ser eleito nunca mais.

MARIANO DE F. GONZÁLEZ

marianogonzalez93@gmail.com

São Paulo ____________________________________________________________________________________________________________

CONTAS DO GOVERNO

Publicidade

A matéria Gasto de Lula com publicidade sobe 48% em 6 anos (24/4, A11) induz os leitores a uma avaliação errada, pois compara o resultado de 2009, antepenúltimo ano do segundo mandato do presidente Lula, com 2003, quando o País vivia um fortíssimo ajuste fiscal, que acarretou grande redução nos investimentos de publicidade do governo federal. Na verdade, 2003, como se pode depreender da análise da série histórica disponível no site da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República (Secom), é claramente um ponto fora da curva. Melhor teria sido oferecer aos leitores a informação completa ou, pelo menos, comparar o R$ 1.179 milhão realizado em 2009 com o R$ 1.137,3 milhão de 2001, antepenúltimo ano do segundo mandato do governo do presidente Fernando Henrique Cardoso. Nesse caso, mostraria um aumento real (todos os números foram corrigidos pelo IGPM da Fundação Getúlio Vargas) de apenas 3,7%. Talvez não desse manchete ou chamada de primeira página, mas não trombaria com os fatos.

OTTONI G. FERNANDES JR., secretário executivo da Secom

Brasília

N. da R. - A reportagem analisou a gestão dessa despesa ao longo do atual governo, que chega ao seu oitavo ano. Não faria sentido a comparação com nove anos atrás, caráter plebiscitário que é esforço eleitoral do governo.

____________________________________________________________________________________________________________

VOCÊ NO ESTADÃO.COM.BR

TOTAL DE COMENTÁRIOS NO PORTAL: 3.221

Blog afirma que, sem entender do assunto, brasileiro tenta analisar questões relevantes no mundo

TEMA DO DIA

Política externa ganha espaço nas conversas

"O governo Lula mais errou que acertou. Muitos dos erros se devem a compromissos pseudoideológicos da história do PT."

MÁRCIO REIS

"Quando se partidariza a leitura das políticas públicas e do que ocorre no mundo, as versões se sobrepõem à realidade."

JOSÉ CARLOS SALVAGNI

"Acham realmente que a classe média americana se interessa pela questão nuclear do Irã e a debate no café da manhã?"

UBIRATAN DE SOUZA

_________

"A pretensão do governo brasileiro de atuar como player internacional está mais para Macunaíma que para barão do Rio Branco"

ROBERTO CASTRO / SÃO PAULO, SOBRE A DIPLOMACIA DO BRASIL

roberto458@gmail.com

"Governador Sérgio

Cabral, Bangu está cheio

de celulares nas mãos de bandidos. E agora?"

FERNANDO BACCARI/ SÃO PAULO, SOBRE O GOLPE DO SEQUESTRO POR TELEFONE

fernando@baccari.com.br

"O melhor cabo eleitoral de Serra, Dilma Rousseff"

IZABEL AVALLONE / SÃO PAULO, SOBRE A CAMPANHA ELEITORAL

izabelavallone@yahoo.com.br

__________

Cartas enviadas ao Fórum dos Leitores, selecionadas para o Estadão.com.br

ARTILHARIA PESADA

O ex candidato a presidente Ciro Gomes nunca passou de um Fernando Collor enrustido e sua ambição em se tornar presidente mais parece uma obsessão. Cansamos de ver seu destempero quando contrariado, mas neste momento em que seu partido ficou de joelhos perante o presidente Lula, ele tem se superado, transmutando-se numa espécie de metralhadora giratória atirando a esmo. Até parece que ele é o único brasileiro decente que ainda existe na política nacional. Ciro já passou por cinco partidos, será que algum ainda vai lhe dar guarida depois de mais essa artilharia pesada?

Sandro Ferreira sandroferreira94@hotmail.com

Ponta Grossa (PR)

_____________

PERDÃO

Ciro Gomes declarou em alto e bom som que ''o PMDB é um ajuntamento de assaltantes''. Mais adiante, disse que o chefe deste ajuntamento é o presidente da Câmara e do PMDB, Michel Temer (SP). O sujeito que mora fora do Brasil e lê uma noticia desta, pensa logo na grande confusão política e social que a denúncia causou. Imagina protestos nas ruas, apedrejamentos, passeatas, greves, luta entre os membros do PMDB e os partidários de outras facções políticas. Mas o Brasil é um país diferente de todos os outros. Nada disto está acontecendo. O único que abriu a boca para falar alguma coisa foi o suposto chefe da quadrilha,

Michel Temer, que declarou: ''temos de compreender o estado emocional dele. Temos de ser condescendentes.'' Quando a gente pensa que já ouviu as coisas mais absurdas sairem da boca dos nossos políticos, o presidente da Câmara dos Deputados, que foi denunciado como sendo chefe de uma quadrilha de assaltantes, diz que tem de ser condesdendente com o acusador. E não falou mais nada. A grande realidade é que a maioria do povo compreende toda a verdade desta história. Todo mundo já sabe há muito tempo que o PMDB é algo parecido com um ajuntamento de assaltantes. Diante deste fato insofismável, e da incapacidade da justiça em colocar assaltantes de colarinho branco na cadeia, o melhor mesmo é todo mundo ficar em silêncio, pois não resta mais nada a fazer.

WILSON GORDON PARKER wgparker@oi.com.br

Nova Friburgo (RJ)

____________

NEM LÁ NEM CÁ

Ciro Gomes como político itinerante que sempre foi, nunca esteve filiado mais que 8 anos ao mesmo partido. Começou a carreira no PDS em 1982, em 1983 já estava no PMDB em 1988 no PSDB em 1996 no PPS e em 2003 no PSB . Nunca se filiou ao PT, mas como ex ministro da Integração Nacional de Lula, cobiçou a vice presidência de D. Dilma. Esse tipo de político, a ''La Sarney'', que não se compromete com ninguém e que dança a música da vez, é justamente o que não estamos precisando. A mando do reizinho, não ficou nem lá, nem cá. Já vai tarde.

Victor Germano Pereira victorgermano@uol.com.br

São Paulo

_____________

LEALDADE DE CIRO GOMES

Estão todos com medo da reação do cearense paulista, como se ele fosse um pitibul. Calma gente, já caiu a ficha dele.

Manoel de Brito voni.brito@itelefonica.com.br

Bertioga

_____________

PARTIDO NANICO

Por não aceitar o candidato CIRO GOMES a presidência da República, o Partido PSB demonstrou ser um partido NANICO, que vive e respira outro partido grande. Esse partido PSB de aluguel, a procura de emprego no primeiro escalão Federal, não deve ser reconhecido pelos eleitores brasileiros.

Antonio de Souza D Agrella Aposentadoantoniodagrella@yahoo.com.br

Ermelino Matarazzo

_____________

VERDADEIROS ATORES

Abrem-se as cortinas da política brasileira em meio ao palco de 8.514.876 km², do qual se distribui pelos 5.563 municípios do país, 130 milhões de eleitores, atônitos, confusos, incautos, arredios e cada vez mais afastados da ''livre escolha'' pelo próximo artista que se apresentará no proscénio do gigante- adormecido-pela-própria-natureza. São verdadeiros atores ensaístas que tentam convencer a população que dias melhores virão nos próximos quatros anos. Saúde, educação e segurança pública se transformaram em estereótipo de campanha, alimentando ilusões da platéia que caminha até as urnas para depositar o sufrágio que tão logo firmado o compromisso, encerrar-se-á o espetáculo efêmero. O público esquecido, sem ingresso, aguarda por uma outra temporada de palavras vãs, talvez, panis et circenses, encenação que tem surtido efeito, tergiversando a realidade dos acontecimentos, levando a escumalha para a hibernação, local de fácil acesso quando serão novamente solicitado os espectadores do picadeiro.

Ricardo Câmara ricardo.camara@bol.com.br

Fortaleza

_____________

REFORMA POLÍTICA

Não é aceitável que o destino do País seja entregue aos partidos políticos na escolha do candidato à presidência e conchavos para minar as chances dos adversários.Precisamos de urgente reforma política na qual existam prévias populares ou pelos colégios eleitorais que ampliem a base dos que realmente têm os predicados à Presidência da República,para que,a exemplo dos EUA,dois deles disputem o pleito final.Não pode a sociedade civil ser refêm dos partidos que fazem e desfazem ao seu bel prazer de alianças e o exemplo mais claro é de Ciro Gomes que veio a ser fritado para favorecer a candidata da situação.

Há muitos brasileiros que mesmo sem ter filiação político partidária poderiam se candidatar num plebiscito majoritário e almejar o cargo máximo.

CARLOS HENRIQUE ABRAO abraoc@uol.com.br

São Paulo

_____________

FERRARI E FUSQUINHA

O ato de votar, de escolher os candidatos em uma eleição, leva necessáriamente o eleitor à comparar os eventuais postulantes, pesar biografias, curriculuns, avalia o passado de cada um, as amizades que os mesmos possuem, cargos ocupados, etc. Este ano, e presentemente os eleitores brasileiros mesmo que ainda de forma incipiente já olham, analisam os dados disponíveis dos possíveis candidatos que já se apresentam. Ainda bem que o PSB defenestrou Ciro Gomes do páreo, jogando-o à própria sorte e quase que sepultando qualquer possibilidade dele voltar ao Congresso Nacional, tendo em vista que como servindo de ''moleque-de-recados'', um ''pau-mandado'' de Lula acreditou no presidente e aventurou-se em candidatar ao governo paulista. Foi traído pelo presidente e agora como menino chorão atira no PT e no PMDB, anunciando aos quatro ventos que Serra é m elhor preparado e que ganhará a eleição. Coisas da política. Sem querer mas já comparando os nomes já postos na mídia, temos aí pelo PSDB, José Serra; pelo PV, Marina Silva e pelo PT, Dilma Rousseff. Os demais são insignificantes, de partidos nanicos sem qualquer chance, exceto para encherem a paciência do eleitor no famigerado horário político da TV e rádio. Na verdade, com toda certeza, o pleito se polariza seriamente entre PT e PSDB. Marina Silva só vai ser coadjuvante no 1. turno. Não tem a menor chance. É uma figura com ar doentio graças à inúmeras maleitas que foi acometida nas florestas do Acre em sua juventude. Tem até um corpo franzino, uma voz fraca, se veste de forma horrível e passa uma imagem de insegurança e contradição. Sem deixar de destacar que é evangélica e num país laico, este aspecto tira muitos votos. É um contrasenso frisar ser candidata dos evangélicos. Nunca se viu candidatos dos católicos ou coisa assim . Essa posição radical de setores evangélicos levará a candidatura de Marina Silva para buraco com toda certeza. O páreo de verdade será entre Serra e Dilma Rousseff e ao analisar, pesar curriculum dos dois, José Serra dá um banho em Dilma. É até covardia mostrar tais comparações. É uma Ferrari contra um fusquinha mequetrefe. Serra nunca teve seu nome ligado à qualquer atividade ilícita ou criminosa; nunca teve seu nome envolvido em atos de corrupção ou malversação do dinheiro público. Começou sua vida pública como presidente da UNE. Se exilou voluntariamente para fugir da perseguição do período militar. Seus pais eram honrados feirantes no Mercado de São Paulo. No Chile Serra Casou-se com a psicóloga chilena Monica Allende, tendo 2 filhos. E Dilma Rousseff ? Filha de familia rica, envolveu-se quando jovem com grupos terroristas armados para lutar contra o regime militar. Segundo inúmeras informações muitas até apócrifas, part icipou de assalto à bancos e até num roubo na casa do ex-governador Ademar de Barros. Segundo as mesmas informações, tem as mãos sujas de sangue ao participar de ataques contra soldados do Glorioso Exército brasileiro. Casou-se duas vezes com teroristas e hoje é separada. E mais: Serra foi deputado federal constituinte, senador, ministro da Economia e da Saúde. Prefeito da maior cidade brasileira e uma das maiores do mundo, além de governar também São Paulo, o mais rico estado que se fosse um país teria uma economia colocada entre as 5 maiores potências. Como ministro da Saúde, teve a coragem política de enfrentar os cartéis e oligopólios além das multinacionais, quebrando patentes e criando o coquetel contra a aids. Sua política de combate à esta terrível doença é exemplo para o mundo. Até os Estados Unidos buscam no Brasil, orientação sobre os programas DST. Serra reduziu sensivelmente o número de brasileiros infectados e hoje a ai ds não é mais aquela doença estigmatizada no país. Serra também num gesto de patriotismo e bravura, criou os remédios genéricos, e se hoje o povo tem acesso à medicamentos até 90% mais baratos, foi obra de Serra. Vamos parar por aqui. E Dilma? Nunca disputou uma eleição. Nunca foi sequer sindica de condominio ou presidente de centro cívico. Não tem nenhum preparo para a atividade política. Formou-se em Economia pela Universidade do RS. Só, apenas só. Serra tem Doutorado e Mestrado em Economia em importantes e destacadas universidades do Brasil, Chile e Estados Unidos -Unicamp, Princeton, onde Enistein trabalhou. É bom parar por aqui. Não tem condições de se comparar as biografias, os curriculuns, o passado. Mas cabe ao eleitor escolher aquele que representará o país. Será que vamos continuar com essa política retrógrada, jurássica de andar de braços dados com Fidel Castro, Chavez, Evo Morales, Ahmahdinejad, Gadafi e outros ditadores sanguinários...?

IRANILSON ALVES DA SILVA iranilson.iranilson@bol.com.br

ARAÇATUBA

_____________

COMBATE À CORRUPÇÃO

Gostaria de saber qual dos candidatos a presidência da república tem um projeto de combate a corrupção e ao desvio de verbas públicas, objetivando ter mais dinheiro disponível para aplicar sériamente na Saúde, Educação, Segurança...etc. Não dá mais para aceitar as costantes denúncias de corrupção e, ao mesmo tempo, assistir o povo sofrer as consequências quando precisa de um atendimento médico/hospitalar ou quando sofre os efeitos de uma catástrofe provocada por enchentes e deslizamentos de terra. A indignação aumenta quando assistimos nosso governante declarar que a extinção da CPMF provocou essa falta de recursos. Isto é inaceitável, pois todos sabem que do total arrecadado pelo governo, 40% aproximadamente são desviados dos cofres públicos. Quem vai levantar essa bandeira?

José Carlos Costa policaio@gmail.com

São Paulo

_____________

APOIOS

A candidata Dilma Rousseff tem o apoio do MST, da Apeoesp, da UNE, do Chávez . Os leitores devem lembrar- se das invasões do MST, em terra produtivas, como daquela cena emblemática do trator passando sobre os pés de laranjas, na fazenda da Cutrale, da destruição dos laboratórios e viveiros de mudas da Aracruz, ajudados pelos integrantes e seu braço internacional Via Campesina, no Rio Grande do Sul.

No Pará em 2006 destruiram laboratórios com semen selecionados de animais, destruiram tratores das fazendas Rio Vermelho e Fazenda Peruana. A invasão da Câmara Federal, onde até um veículo tombaram para forçar a entrada de militantes, quebrando vidraças e portas da casa. Em S.Paulo há pouco tempo, a Apeoesp é outra que apoia e recebe apoio da candidata Dilma, que afagou a presidente da entidade a tal da Bebel, que com suas manifestações badernou e parou a cidade, causando prejuizos para os transeuntes e carros que transitavam pelos locais das tais passeatas, fora o prejuizo para os alunos das escolas que ficaram mais de 15 dias sem aulas. E a UNE, que deveria estar nas ruas para protestando contra tudo que aí está, mas não , ela foi alijada da discussão política com grandes aportes financeiros, calando-se e curvando-se à este governo, que apoia Dilma. Então, os leitores sabem muito bem, quem quer o progresso de nosso país, e quem quer o quanto pior melhor. Reflitam bem e pensem nas mãos de quem queremos entregar os destinos de nosso país, em outubro próximo.

Agnes Eckermann agneseck@yahoo.com.br

Porto Feliz

_____________

BRINCADEIRA DE CRIANÇA

Essa brincadeira de criança esta na moda no PSDB. Além de FHC, Serra, terá que esconder Arruda e Kassab e a fila vai engrossar .O candidato tucano corre o risco de ser o candidato escondidinho... Além disso quem tem um afilhado como Kassab não deve atirar pedra no afilhado do Maluf.

Vera Marcia Godoy Moreira godoyvera@yahoo.com.br

São Paulo

_____________

CACHIMBOS E MPS

Em relação ao editorial ''Uma MP abusiva'', resta observar que Lula da Silva governa por meio de MPs abusivas há muito tempo. O Congresso não faz outra coisa que não votar as tais MPs, sempre sem relevância e menos ainda urgência, que trancam a pauta, impedindo outras votações. Já os sórdidos ''contrabandos'', incluídos sorrateiramente no texto, são prática comum, exigindo dos parlamentares atentos atenção triplicada. Uma MP nunca é o que parece! A oposição ensaiou obstruir as votações, Sarney fez ''duras críticas'' ao abuso do instrumento, mas a base de apoio do governo Lula bombardeou qualquer tentava de moralizar a emissão de Medidas Provisórias , mas a base de apoio de Lula faz o que bem quer. Agora, infelizmente, o único remédio é extinguir o mecanismo definitivamente. O uso do cachimbo entortou bocas demais.

M.Cristina da Rocha Azevedo crisrochazevedo@hotmail.com

Florianópolis

_____________

QUAIS CANDIDATOS?

Na entrevista do jogador Neymar no Estadão, quando perguntado se ele sabe quem são os candidatos à Presidência do Brasil, ele respondeu NÃO. Se ele mora ''pegado'' à capital de São Paulo e respondeu megativamente, imagine pelo resto do Brasil.

Fica fácil os maus elementos indicarem votar em candidatos corruptos. Isso me assusta.

Tanay Jim Bacellar tanay.jim@gmail.com

São Caetano do Sul

_____________

CADA VEZ MELHOR OU PIOR?

Fico enojado ao ver por diversas vezes na televisão o governo de São Paulo afirmar que na educação tudo melhorou. Pois bem, na região oeste de Campinas há diversos alunos que até hoje não receberam o material escolar que o governo diz que todos receberam. Meu filho é um exemplo dos que não receberam. Em contato com a secretaria da educação esta informou que minha mensagem seria encaminhada a área competente para manifestação. Já estamos quase no meio do ano e essa ''área competente'' até agora não teve capacidade nem ao menos de responder o e-mail que eu enviei. Com a palavra o sr. José Serra. Ah...desculpe, pelo seu ''esplendoroso'' trabalho agora ele é candidato a presidente do Brasil. Só espero que não tente fazer o Brasil ficar cada vez melhor, como ele fez com São Paulo, se ele for eleito.

Antonio Carmino de Oliveira Neto acarmino@liquigas.com.br

Campinas

_____________

GOLPE DO SEQUESTRO

Parabéns á polícia,prendeu uma senhora que aplicava o golpe do sequestro por telefone.O inusitado da ação foi que,o senhor José de Alencar,vice presidente deste país,sofreu uma tentativa de extorsão,dias atrás.Será que foi coincidência? Milhares de brasileiros foram surpreendidos com o mesmo golpe e nada de concreto foi feito,somente avisos para se prestar mais atenção,avisar a polícia,etc.

Mauricio Villela mauricio@dialdata.com.br

São Paulo

_____________

A VEZ DO VICE-PRESIDENTE

Alencar caiu, tanto é que deu até sua profissão. Agora, o falso sequestrador desligar após saber que ele era vice-presidente, leva a crer que ele não era só do PCC.

RONALDO JOSÉ NEVES DE CARVALHO rone@roneadm.com.br

SÃO PAULO

_____________

REEDUCANDOS

O Estado noticiou em 28-4-10, à pág. A 14, que nos USA o assassino de Malcolm X foi colocado em liberdade condicional depois de cumprir 44 anos de prisão; ainda assim, deverá passar 2 noites por semana na cadeia, em Nova York. Enquanto isso, aqui nesse Brasil varonil, Pimenta Neves continua em casa, ''aguardando julgamento'', o pedólatra foi libertado e imediatamente assassinou mais 6 jovens. Os homicídios se multiplicam, muitos praticados por ex-presidiários libertados depois de cumprida uma pequena parte da pena. Ao invés de procurar corrigir os erros mais do que evidentes do sistema judiciário brasileiro, o governo atual contribui para a sua piora. A segurança pública agora é ''com cidadania'', tal como inventada pelos petistas no governo. Os presidiários, esses não são mais presidiários, mas sim ''reeducandos'', coitadinhos, será que vão mesmo aprender a não matar mais ninguém?, numa claríssima demonstração de como diferem as visões sobre justiça no Brasil e nos USA. Está cada dia mais difícil para nós, brasileiros, nos orgulharmos de nossa nacionalidade.

Sergio Lopes blackfeet@uol.com.br

São Paulo

_____________

GRANDE CELSO

Nosso grande Celso Amorim disse recentemente que a maior prova de que o Brasil não está isolado na comunidade internacional, ao apoiar incondicionalmente a política nuclear do Irã, é que a Turquia tem posição parecida com a do Itamaraty. Grande coisa. Nosso chanceler é um pessoa muito modesta, não citou o Sudão, Uganda, Congo, Serra Leoa e outros países africanos de extrema importância no cenário mundial que tambem estão alinhados com a política externa brasileira. E se Luiz Inácio Lula da Silva, nas suas próximas andanças lá pela África, perdoar mais algumas dívidas, esse lista irá crescer muito mais.

Humberto de Luna Freire Filho hlffilho@gmail.com

São Paulo

_____________

ADOÇÃO

Uma sentença judicial não é o veículo normativo adequado para autorizar a adoção de uma criança por um casal gay. O meio próprio para permitir a malfadada empresa seria uma lei. Como não há lei que contemple essa possibilidade, o judiciário exorbitou das suas atribuições constitucionais. Se num infausto dia, a sociedade tolerar mesmo que um casal gay adote uma criança, terá de editar uma lei que contemple essa malsinada hipótese. Concessões e exceções de tamanha relevância necessitam estar expressas em lei. Os juízes não podem aplicar aqui o princípio de que o particular pode fazer tudo, desde que não proibido por lei. A lei de adoção vigente nem aventou a hipótese de casal gay adotante, porquanto isso era inimaginável. Se, agora, a situação mudou, a mudança tem ser levada a cabo por uma lei, expressão da vontade do povo, e não por uma sentença, que é a vontade de uns cinco julgadores. Tenho certeza de que, após amplo debate, com a participação de vários setores da sociedade, inclusive da Igreja, os nossos representantes repudiarão veementemente a possibilidade de casais homossexuais adotarem crianças. O poder judiciário não fala em nome do povo.

Edson Luiz Sampel esampel@yahoo.com.br

São Paulo

_____________

À VENDA, NÃO

O governo pode tirar o cavalinho da chuva, essa miséria que estão ''leiloando'' não agregar votos de aposentados. Vale lembrar nossas perdas com FHC foi de 26%, com o Lula é de 46% e agora vem tentando nos enganar com essa ''esmola'', não somos MST, UNE o Bolsistas do Bolsa Família que são ''comprados''.

Laert Pinto Barbosa laert_barbosa@ig.com.br

São Paulo

_____________

REDUÇÃO DA JORNADA

Adivinhe qual o objetivo da redução de jornada para 40 horas, proposta por Paulinho da Força. Essa é fácil. 1 ( ) Criação de mais 2 milhões de novos empregos? 2 ( ) Crescimento da produção industrial? 3 ( ) CRIAÇÃO DE MAIS 2 MILHÕES DE CONTRIBUIÇÕES PARA OS SINDICATOS?

José Carlos da Silva Carapeto jccarapeto@yahoo.com.br

Matão

_____________

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.