Cartas - 02/01/2011

CASO BATTISTI

, O Estado de S.Paulo

02 Janeiro 2011 | 00h00

Desastrosa decisão

Ao decidir pelo asilo político ao condenado italiano Cesare Battisti, sob a presunção facciosa de que ele seria politicamente perseguido na Itália, o ex-presidente Lula deixa claro que não considera aquele país uma democracia, pretensão descabida e ofensa gratuita ao governo e ao povo italianos, assumindo indevidamente em nome do Brasil os riscos políticos dessa desastrosa decisão. Vale perguntar: se Battisti não fosse comunista, a decisão teria sido a mesma? Nem a Velhinha de Taubaté acreditaria nisso...

FAUSTO RODRIGUES CHAVES

faustochaves@uol.com.br

São Paulo

___________________

Sanatório

Mais uma vez, a política externa do ex-presidente Lula parece um sanatório, por tantas decisões incoerentes e desencontradas. Um terrorista estrangeiro acusado de quatro assassinatos recebe guarida, mas os dissidentes cubanos, oprimidos por um governo totalitário, são comparados a bandidos comuns. Na hora de condenar o Irã por violação de direitos humanos, em especial pelo caso Sakineh, o Brasil absteve-se em resolução da ONU. O governo brasileiro acha que Battisti pode sofrer perseguição política num país democrático como a Itália, mas não chegou à mesma conclusão nos casos envolvendo os governos cubano e iraniano.

RACHEL DOS SANTOS

rchsant@gmail.com

Londrina (PR)

___________________

Já vai tarde

Se era para tomar a decisão que todos já sabíamos que tomaria, por que Lula demorou tanto? Para evitar ter de responder às justas represálias do governo italiano ainda como presidente? Vale a pena ter as relações Brasil-Itália abaladas por causa de um bandido? Essa decisão é a cara do governo petista, mesmo! Um governante que se alia a desordeiros (MST et caterva), bajula ditadores, afaga transgressores (mensaleiros, etc.) só podia tomar essa decisão. Já vai tarde! Ah, faço parte do orgulhoso grupo dos 13%!

IVERALDO DUARTE

nanukuloa@hotmail.com

Avaré

___________________

Celso Daniel

Um aspecto emblemático com respeito à extradição de Cesare Battisti é o que envolve os familiares de Celso Daniel. Para que se entenda a real significância desse episódio, aquela família teve de fugir do Brasil e se exilar na França porque estava sendo alvo de ameaças de morte por parte dos assassinos do prefeito de Santo André! O fato de existirem brasileiros refugiados no estrangeiro nos desqualifica como nação, porque, ao contrário de proteger seus cidadãos de assassinos, protege assassinos em detrimento de seus cidadãos!

EUGÊNIO JOSÉ ALATI

eugeniojosealati@yahoo.com.br

Campinas

___________________

Última instância de Justiça

Ao acatar o parecer da Advocacia-Geral da União de negar a extradição do assassino Cesare Battisti, Lula elevou-a ao nível de última instância do Poder Judiciário no Brasil, desrespeitando o Supremo Tribunal Federal e o tratado de extradição com a Itália.

JORGE SÁ DE MIRANDA NETTO

jorgesamiranda@hotmail.com

São Paulo

___________________

Detalhes

No apagar das luzes, o ex-presidente Lula manteve Battisti no Brasil. Agora será preciso definir urgentemente o valor da indenização, da pensão vitalícia e da moradia (de preferência à beira-mar). Passa fácil pela Câmara e pelo Senado... Como o Brasil ficou pequeno! Peço desculpas ao povo italiano em nome de todos os brasileiros honrados.

LUIZ RESS ERDEI

gero@ipmail.com.br

Osasco

___________________

Apesar de tudo...

Sr. ex-presidente Lula, presidente Dilma, srs. ministros do STF, se há algo que nosso querido Brasil não precisa é de mais um bandido! Chegam os que já temos e sustentamos com nosso árduo trabalho. Pergunto: quem arcará com as diárias desse delinquente? Apesar de tudo, desejo a todos um feliz 2011.

RICIOTI COVESI FILHO

ricioti@uol.com.br

Americana

___________________

FELIZ GOVERNO NOVO

Bem-vinda, presidente

Presidente Dilma, governar a pobreza e a miséria sem a cegueira e o esquecimento dessas origens são meios de exercer o poder de suprimi-las, e não mantê-las, com aquele idealismo próprio de seu colega cuja ilusão projetada foi insuficiente para inibir a dependência. Parece que ele esqueceu que não há lei que autorize a desigualdade. Sra. Dilma, seja técnica, sensível, humanista e lembre-se daquela francesa que disse: "Não se nasce mulher, torna-se." Surpreenda-nos com o instinto pedagógico que as mulheres exercem sobre nossas crianças. Seja bem-vinda e carpe diem.

JOSE MOACYR BRUNHEK

moabek@hotmail.com

Santos

___________________

BOAS-FESTAS

O Estado agradece e retribui os votos de boas-festas e feliz e próspero ano-novo de Ailton Lima e equipe, Carlos Lungarzo, Cris Boog, Diólia de Carvalho Graziano, Computech Informática, Portal PCH, Raquel Lucas Lopes, Revista Missões, Rede Mulher Empreendedora, Rimed, Roberto Grobman, Roberto Twiaschor, Rodney Vergili, Rodrigues Barbosa, Mac Dowell de Figueiredo, Gasparian Advogados, Rogério Lins, Ronald Wagner Colombini Martins, Ronaldo Parisi, Ronny Hein, Rosi Lemos, Ruth de Souza Lima e Hellmeister, S&A Kanna, Santa Casa de Votuporanga, Sebastião Santana Costa, Marcelo Crivella e família, Sergio Eduardo Cunha - MindWay Consultores Associados, Sergio Machado - Petrobrás Transportes, Sergio S. de Oliveira, Serman Engenharia, Ser Universitário, Servgela Brindes, Sesc TV equipe, Siemens, Sidlar Planejados Móveis e Decorações, Silas Brasileiro, Silvia Baladay Comunicação, Silvio de Oliveira Toledo Cesar - Victory Propaganda e Marketing., Sing Comunicação de Resultados, Sirineu Barbosa e família, Sofia Carvalhosa Comunicação, Solarium Revestimentos, Souza, Schneider, Pugliese e Sztokfisz Advogados, Tania Tavares, Thereza e Cesar Luis Pires de Mello, Texto Assessoria de Comunicações, Tereza Takahashi, Termasalud, The Concept, The New York Times - New Service/Sindicate, Todeschini Mogi das Cruzes, Tia Sú Art Mania, Tiago Homem de Melo de C. e Silva, Titão Vip Colchões, UniYoga, Uriel Villas Boas, Valdir Pricoli, Vanderlei Muniz, Vanderley Caixe - Carta O Berro e Zelo.

___________________

"R$ 2 trilhões a pagar, Rafales a comprar, imbróglio Battisti a superar"

ROBERTO TWIASCHOR / SÃO PAULO, SOBRE HERANÇA DE LULA

rtwiaschor@uol.com.br

"Até na saída, como nunca antes neste país, fixou um mínimo abaixo do desejado e não extraditou Battisti!"

CESARE MOROSINI / GUARULHOS, IDEM

cesare@listasinternet.com.br

"O lullo-petismo ainda custará muito caro à Nação, já Lulla descendo a rampa não tem preço! Elle se foi, ficaram as moscas..."

A. FERNANDES / SÃO PAULO, IDEM

standyball@hotmail.com

___________________

VOCÊ NO ESTADÃO.COM.BR

TOTAL DE COMENTÁRIOS NO PORTAL: 1.113

TEMA DO DIA

Dilma é empossada presidente do Brasil

"Venho para consolidar a obra transformadora de Lula", disse a nova governante do País

"Espero que Dilma seja sempre durona e adversária implacável dos corruptos."

BRAZ DOS SANTOS

"Uma nova fase para o Brasil. Boa sorte para a nossa primeira presidente eleita. Confio muito nela."

CARLOS ALFREDO CHAVES RIBEIRO

"Não se enganem: está começando o terceiro mandato de Luiz Inácio Lula da Silva."

PAULO CESAR NOGUEIRA

___________________

Cartas enviadas ao fórum dos leitores, selecionadas para o estadão.com.br

 

 

 

 

 

 

TERRORISTA ITALIANO

 

 

Como esperado, Lulla negou a extradição de Cesare Battisti. Foi coerente até o fim: sempre cercado por ex-terroristas e apoiando regimes ditatoriais, como Cuba e Irã. Vade retro, Lulla!

 

 

Deborah Marques Zoppi dmzoppi@uol.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

___________________

 

 

 

 

 

 

BATTISTI

Lula comete mais uma molecagem não extraditando o criminoso Battisti, mesmo após o STF autorizá-lo. Ainda bem que agora podemos gritar "fora, Lula" com boa chance de sucesso!

Gilberto Dib

São Paulo

 

 

 

 

___________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O DESAFINADO

 

Lula administrou o Brasil como um músico desafinado e sem respeitar a partitura.

Seu repertório foi de contar lorotas maquiadas de suas obras inacabadas. Foi conivente com a corrupção e agora, como seu último ato como presidente, demonstrou apego a bandidos e não extraditou o criminoso e mafioso Cesare Battisti para a Itália.

Quando, no mínimo, esperávamos que neste 31 de dezembro estivéssemos livres das bazofias e excrescências de Lula, essa sua decisão diplomática irresponsável gera um atrito com um país dos mais amigos da nossa Nação.

Talvez a nossa agricultura, que carregou seu governo nas costas, não fosse tão avançada e produtiva, não fosse a participação pioneira dos milhares imigrantes italianos que por aqui chegaram no início do século passado.

No mundo todo a reação é de indignação. E essa maluca decisão é mais uma prova de que Lula presidiu o País mais preocupado em ser popular a qualquer custo, desprezando parceiros e tratados internacionais.

O presidente foi, na realidade, mais um animador de auditório atrás só de ibope. E melancolicamente dá mais um vexame diplomático antes de descer a rampa do Planalto, do qual deveria ter saído pelos fundos em 2005, pelo evento do mensalão.

Que passagem de ano rampeira para a imagem das nossas instituições...

Paulo Panossian paulopanossian@hotmail.com

São Carlos

 

 

 

 

___________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

TERRA DE BANDIDOS

Não há como negar, o Brasil sagrou-se definitivamente paraíso de bandidos. Luiz Inácio Lula da Silva despediu-se do governo dando salvo conduto a mais um. Alô, Tarso Genro, seu amigo Cesare Battisti está livre. Convide-o para secretário de Estado no seu governo, antes que o Senado o contrate para assessor parlamentar de Eduardo Suplicy.

Humberto de Luna Freire Filho hlffilho@gmail.com

São Paulo

 

 

 

 

 

 

___________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

PREÇO A PAGAR

 

 

A decisão de Lula de manter Battisti no Brasil, tomada à ultima hora de seu governo, foi covarde e revela muita coisa do homem e de sua falta de caráter e de hombridade.

Para quem tinha dúvidas sobre seu caráter fraco, o que nunca foi meu caso particular, esta foi uma atitude conclusiva. Certamente foi aconselhado por seus "espertos assessores" a decidir somente no último instante para não onerar Dilma e não precisar também ele a

arcar com as consequências políticas. Mas haverá preço a pagar, e todos nós,

brasileiros, acabaremos pagando, ficando com a má fama que a lula (assim mesmo, minúsculo, como o molusco) somente deveria ser creditada.

 

 

João Athayde de Oliveira Neto jathayde@globo.com

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

___________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

NOTÍCIAS DA ITÁLIA

 

Brasile: Paradiso al terrorista assassino Cesare Battisti.

 

 

Luigi Vercesi luver44@terra.com.br

Botucatu

 

 

 

 

 

 

 

___________________

 

 

 

 

 

 

 

 

JANELA DE TRANSFERÊNCIAS

Quando surge um craque no futebol, os clubes se enfrentam para contratá-lo. Cesare Battisti posto em liberdade, com alguma chance, deverá ser sondado pelo PCC, CV, ADA, MST e Via Campesina em nível doméstico e no exterior pela Cosa Nostra, Yakusa, entre outras. "Buona fortuna" ao eficiente militante.

Luiz Nusbaum lnusbaum@uol.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

___________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

TRISTE FIM

Mostrou ao apagar das luzes a falta de caráter de que sempre foi detentor. O que o motivou a deixar a decisão da extradição dessa figura sinistra - o sr. Batisti - para o derradeiro dia? A certeza de que as festas de réveillon deixariam passar em branco tão nefasta decisão? A mim, como a tantos outros brasileiros (talvez a maioria), só resta lamentar e pedir desculpas ao tão querido povo italiano pela atitude de afronta desse que já vai tarde... Triste fim, sr. Lula . "Escusa Italia."

 

Elyseth Millei elymillei@hotmail.com

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

___________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

PERDÃO!!!

Aos nossos irmãos italianos, que tanto colaboraram para o desenvolvimento do nosso país, peço perdão!

É inacreditável, inaceitável, desprezível, repugnante que um homem que esteve como presidente, nas suas últimas 24 horas (graças a Deus!!!), passe por cima de acordos, de decisões judiciais e dê asilo a um assassino condenado em seu país, conhecido por sua democracia e, portanto, com certeza teve um julgamento justo!

Este nosso ex-presidente, enquanto dá asilo a um assassino, por exemplo, fez vista grossa para a morte de um dissidente cubano enquanto visitava a ilha de seu amigo Fidel, e lá disse que o país é soberano e sabe o que está fazendo com seus presos.

Graças a Deus, acabou o mandado do sr. Lula e a História, depois que esta nuvem de ilusões se dissipar da frente dos olhos da maioria dos brasileiros, fará jus a todos os erros e desmandos desse governo.

Já vai tarde demais!

Carlos Roberto Barreto Barsotti cbarsotti@hotmail.com

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

___________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O MOLUSCO É COVARDE

Tanta bravata, com o poder nas mãos, tanta mentira, com a máquina publicitária bem paga, tantos acintes e despropósitos, com o dinheiro dos outros. A ficha do molusco sai com outra mancha ignóbil na sua carcaça mole. A covardia de esperar a saída do palco para manter o assassino italiano, contra decisão da Justiça brasileira e em afronta ao acordo internacional com a Itália, cai com o barulho que merece na opinião publica nacional e internacional.

Fraqueza, medo, despreparo, falta de razão, objetivos escusos e caráter duvidoso são qualificativos pertinentes aos que agem com covardia. O molusco adivinho deixou saudades pela coragem de apontar a verdade, sempre. O molusco covarde sai de cena com mais um vexame internacional, entre tantos que conseguiu inventar, para vergonha do povo brasileiro. Não deixa saudades.

Ronaldo Parisi rparisi@uol.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

___________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

COMO PILATOS

A vergonhosa decisão de Lula, nos últimos instantes de seus dois perversos governos, de não extraditar o criminoso italiano Battisti, para ser julgado em seu país, ressonará mundialmente pela covardia e medo de ter anunciado a nefasta medida, para depois, como um cidadão comum, lavar as mãos como Pilatos. Afinal, os dois governos e o próximo foram e serão compostos por ex-ativistas criminosos da mesma laia de Battisti. A presidente Dilma, ex-presidiária por crimes iguais, que o diga! Eu tenho vergonha em ser brasileiro!

Roberto Stavale bobstal@dglnet.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

___________________

 

 

 

 

 

 

 

LATRINA DO MUNDO

Provavelmente a Itália é um país mais democrático que o Brasil, portanto, o governo brasileiro achar que o Battisti correria perigo de vida ao ser extraditado é uma ofensa grave àquele país e cabe a nós, brasileiros democráticos, vir a público pedir desculpas aos italianos pela atitude do ex-presidente Lulla de dar asilo ao terrorista. Lulla não sabe o que fala e pensa faz tempo, pois há oito anos estamos vendo guerrilheiros, corruptos, bandidos sendo paparicados pelo governo e essa atitude já era prevista. Viramos a latrina do mundo, onde tudo de ruim aqui tem asilo. Nós, democráticos e honestos, esperamos que a Itália tome as devidas providências contra essa atitude impensada e o Brasil seja enquadrado no grupo de países "não gratos"! É o mínimo que se espera até que os 83% que aprovam esse desgoverno recobrem a consciência e coloquem o Brasil novamente nos trilhos da ética, moral, decência e civilidade.

 

Beatriz Campos beatriz.campos@uol.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

___________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

PELA TANGENTE

 

 

O Lula quis holofotes na sua saída. Logo vai alegar que algum aloprado da Advocacia-Geral da União errou e depois manda a Dilma despachar o italiano.

 

 

Alberto Bastos Cardoso de Carvalho albcc@ig.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

___________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

E VIVA NÓIS

Depois da absurda decisão do estadista Lula no caso Battisti, agora, de uma vez por todas, o Brasil vai virar moda para os cineastas do mundo inteiro. Quem duvida que logo, logo, assistiremos a um diálogo entre bandidos num filme qualquer: "Vamos para o Brasil, que o Lula e seus amigos protegem a gente." Lamentável. Será que em represália o governo italiano vai considerar a família Lula da Silva, que tem passaporte do país, personas non gratas? Deveriam.

Maurício Lima mapeli@uol.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

___________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A CESARE...

 

... o que é de Cesare. O terrorista italiano Cesare Battisti, anistiado pelo presidenTe, está agora com um segundo problema: resolver onde vai querer a "boquinha" no serviço público federal.

Os boatos indicam o Congresso, por motivos óbvios...

 

 

Nelson Carvalho nscarv@gmail.com

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

___________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

ABRIGO

Atenção, senhores fora da lei condenados "de todo o mundo". Se conseguirem fugir de seus países, podem desembarcar no Brasil que terão abrigo, exceção aos cubanos, aqueles criminosos perigosos que aqui tentaram se refugiar em busca de liberdade e melhor qualidade de vida. Fala sério! Já não chegam os nossos assassinos?

José Carlos Alves jcalves@jcalves.net

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

___________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

PARA COMEÇAR NA MORAL

Dona Dilma, se for independente dos sonhadores bolivarianos que se implantaram em Brasília e costumam atropelar a ética e a moral para conseguir seus objetivos utópicos e ultrapassados, tem duas medidas saneadoras e moralizadoras urgentes a tomar: não permitir a posse como ministro do Turismo de Pedro Novaes, o deputado do PMDB que paga as suas contas nos motéis do Maranhão com dinheiro público, e rever o último ato do estadista de Garanhuns, que concedeu refúgio político ao assassino italiano Cesare Battisti, já que disse recentemente que era contra essa concessão.

 

 

Victor Germano Pereira victorgermano@uol.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

___________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

ADÁGIO

 

 

Tem um velho ditado que diz: "Faz na entrada ou na saída ou deixa um bilhetinho dizendo que volta."

Que despedida, hein, Deus. Desculpe Itália.

 

 

Jose Roberto Palma palmapai@ig.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

___________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

UM CRIMINOSO ENTRE NÓS

Para 33 milhões de brasileiros não foi surpresa o presidente Silva dar guarida a um homicida julgado e condenado pela Justiça da Itália, um país amigo e que tanto participou do desenvolvimento do Brasil, com seus imigrantes. Estava na cara a asquerosa decisão, conhecendo-se seu caráter e o de seu comparsa Celso Amorim. Resta-nos torcer para que o Supremo Tribunal Federal faça prevalecer o bom senso de que tanto carecemos e mande o quanto antes Cesare Battisti para a Itália, para que cumpra a merecida prisão perpétua. Ainda tem gente séria no Brasil.

Bob Sharp bobsharp@uol.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

___________________

 

 

 

 

 

 

 

 

PROTETOR DE TERRORISTAS E BANDIDOS

Ao manter o assassino italiano Cesare Battisti no Brasil, Lulla despede-se do cargo de forma condenável, mostra assim sua verdadeira cara: protetor de terroristas e bandidos. Futuramente Battisti deverá filiar-se ao PT, o partido dos "cumpanheros".

 

 

Agnes Eckermann agneseck@yahoo.com.br

Porto Feliz

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

___________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

MEDIOCRIDADE

Lulla foi medíocre até no último ato, dando o status de refugiado político ao assassino Cesare Battisti; se eu fosse o governo italiano, revogaria imediatamente a cidadania italiana de dona Marisa, esposa desse farsante.

Acho que os próximos passos de Battisti serão: conseguir a cidadania brasileira (logicamente, com o apoio do Itamaraty), filiar-se ao PT e, quem sabe, ainda ser ministro da Dilma, já que tem todos os requisitos necessários para um cargo neste novo desgoverno.

Lulla, seu governo é a página mais triste da história brasileira, nosso país não merecia passar por estes oito anos vergonhosos. Espero que se recolha à sua insignificância e suma do mapa; nenhuma pessoa de bem sentirá sua falta.

 

Fernando Fenerich ffenerich@gmail.com

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

___________________

 

 

 

 

 

 

 

NUNCA ANTES...

... neste país tivemos um governo tão corrupto, com um mandatário que mentisse tanto. Fico feliz em fazer parte dos 13%.

Seguremos o criminoso Battisti, afinal, ele é do PAC.

Alexandre Nacca Netto a.nacca@ig.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

___________________

 

 

 

 

 

 

 

 

CHAVE DE OURO

 

Em seu último discurso como presidente, Lulla fez o infeliz comentário de que ficou feliz com a crise na Europa e nos Estados Unidos. Agora, para fechar o governo, decidiu não extraditar Battisti. "Parabéns" pela sua incompetência, pela sua frieza, pela sua omissão na hora de tomar uma decisão séria e sensata. Pela última vez o presidente omisso que nunca viu nada de errado nesses oito anos pisa no tomate e envergonha o Brasil. Suma de uma vez do mapa, Lulla, porque você já encheu o saco de muitos brasileiros esclarecidos.

O primeiro-ministro da Itália deveria cassar o passaporte italiano da família do molusco e proibi-los de colocar os pés no país, em retaliação à sua atitude irresponsável.

Novo lema do Brasil: matou, roubou, foi condenado no exterior? Venha para este paraíso e viva as benesses que oferecemos.

 

 

José Saez jsaez2007@gmail.com

Curitiba

 

 

 

 

 

 

 

 

___________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A ÚLTIMA VERGONHA

Lula decidiu pela permanência de Cesare Battisti no Brasil. No apagar das luzes de 2010 e no último ato do seu governo, Lula toma uma atitude que diz muito sobre si mesmo. É, espera-se, a última vergonha de tantas que nos fez passar. Battisti, um assassino cruel, fica entre nós, contrariando um tratado internacional e afrontando a vontade dos povos de dois países, a Itália e o Brasil. Não se podia esperar nada muito diferente disso, vindo de Luiz Inácio Lula da Silva.

 

 

 

Maria Cristina Rocha Azevedo crisrochazevedo@hotmail.com

Florianópolis

 

 

 

 

 

 

 

___________________

 

 

 

 

 

 

 

‘CUMPANHERO’

O já ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva decidiu não extraditar o italiano Cesare Battisti. Se o ex-presidente tivesse mais quatro anos de mandato, provavelmente iria colocá-lo num cargo no alto escalão de seu governo e provavelmente o chamaria de "cumpanhero Batista"...!

 

 

Virgílio Melhado Passoni mmpassoni@gmail.com

Praia Grande

 

 

 

 

 

 

 

 

___________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

INCOERÊNCIA

Gostaria que o sr. Lulla da Silva explicasse à Nação, em rede nacional, por que extraditou de forma rápida e sem burocracia os atletas cubanos que, de volta para Cuba, poderiam ser mortos... E isso pouco incomodou o nosso governo. E agora impede a extradição para a Itália de um assassino, condenado à prisão perpétua. Esta incoerência não pode ficar sem uma explicação clara e lógica. E fica a questão: por que damos asilo a um assassino italiano e extraditamos um atleta cubano?

José Carlos Costa policaio@gmail.com

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

___________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A ILEGÍTIMA PRESSÃO ITALIANA

 

O episódio Battisti exigiu solução jurídica que envolveu análises bastante complexas, portanto, incompatíveis com as ameaças feitas ao Brasil pelo governo Berlusconi, incabíveis quando se trata de aguardar uma solução judicial. O centro nervoso do problema consistiu em saber se o asilo político, concedido a Battisti por nosso ministro da Justiça, é ato discricionário do Poder Executivo ou sujeito a revisão judicial. Se a segunda hipótese fosse procedente, nenhum ato de asilo traria segurança jurídica, o que o descaracterizaria. O asilado de hoje poderia ser um extradita de amanhã. É questão de divisão de poderes e de competência, não raro subordinante do mérito das causas. O maior exemplo disso nos é dado pelo próprio povo romano. Pôncio Pilatos poderia ter livrado Jesus Cristo do suplício. Não o fez porque uma regra do Direito Romano dizia que as condenações à morte eram da competência do povo. Não estava inserida na jurisdição monocrática do governador das províncias do império. Pilatos cumpriu-a rigorosamente e o povo proferiu decisão soberana, a mais importante da história do homem. A forma (não o formalismo) é inseparável do direito e pressões sobre juízes (o presidente Lula foi posicionado como juiz) são inaceitáveis, quer provenientes de pessoas de direito interno, quer de outros Estados no plano internacional.

 

 

 

Amadeu R. Garrido de Paula amadeugarridoadv@uol.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

___________________

 

 

 

 

 

 

 

 

RECIPROCIDADE

Como último ato covarde, o de evitar confronto direto com a Itália, o ex-presidente (como é bom escrever isso...) decidiu no último dia de seu governo recusar a extradição do terrorista assassino italiano.

Minha sugestão é a de que brasileiros do mesmo calibre que o italiano peçam asilo à Itália, não importando a gravidade de seus crimes. Pela lei da reciprocidade o governo italiano deve conceder asilo, não é assim?

Só que o Lula deu um tiro no pé - como a dona Marisa vai se sentir à vontade em sua segunda pátria agora?

Marcus Coltro marcuscoltro@hotmail.com

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

___________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

BATTISTI

O Lula quer a permanência desse criminoso, no Brasil. O STF fala em reavaliar o caso, mesmo com a decisão do Lula. Se esse assassino não for deportado, a Itália (se tiver vergonha na cara) manda o Brasil para os quintos do inferno e torce para o Lula queimar-se com o diabo.

Gilberto Lima Junqueira glima@keynet.com.br

Ribeirão Preto

 

 

 

 

 

 

 

 

___________________

 

 

 

 

 

 

 

 

PRESENTE DE GREGO

 

 

Para tristeza dos parentes que sofreram com a dor de uma perda, só faltava Lula, em seu último ato como presidente, ou a AGU permitirem que o criminoso Césare Battisti ganhasse o direito de permanecer impune no Brasil pelos crimes que cometeu na Itália, sob a alegação de que ele pode ser perseguido naquele país democrático. Se essa preocupação com o bem-estar de um cidadão estrangeiro em seu próprio país não tivesse caráter ideológico, o Brasil não deveria ter devolvido os dois pugilistas cubanos detidos no Rio de janeiro e entregues à ilha-cárcere onde o ditador Fidel os aguardava sedento por vingança. Lá, sim, os dois fugitivos corriam todos os riscos de perseguição e de vida, onde uma divergência de opinião pode render 30 anos de prisão, ou até mesmo fuzilamento. Já vai tarde toda a injustiça cometida em 2010 contra algumas famílias italianas pela insensibilidade de algumas almas brasileiras. Quatro assassinatos é motivo de sobra para Battisti ser devolvido a seu país. Chega de ideologia Que 2011 traga mais respeito pela dor alheia e, principalmente, justiça.

Peter Cazale pcazale@uol.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

___________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

EXTRADIÇÃO

 

 

O então ministro hoje governador já antecipara o que o presidente Lula faria sobre o caso de Cesare Battisti. Apagar das luzes com sabor de imunidade somado a impunidade. Vejamos se o governo italiano buscará solucionar impasse por meio da Justiça ou de cortes estrangeiras.

 

 

Yvette Kfouri Abrão abraoc@uol.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

___________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

MARGINÁLIA

Finalmente, Lula tomou a decisão tão esperada por seus correligionários e, para não se comprometer, o fez ao apagar das luzes de seu governo. Essa atitude vem comprovar o que sempre digo e não publicam - a patente covardia de Lula. Todo covarde gosta de ser bajulado, todo bajulado gosta de aparentar o que não é - só assim lustra seu ego. Lula mostrou toda a sua covardia ao longo desses oito anos, escondendo-se nos momentos mais críticos, sem coragem de mostrar a cara. Foi assim no mensalão, foi assim nos aloprados, foi assim no acidente da TAM, foi assim nas enchentes de Santa Catarina, foi assim nas enchentes do Nordeste. Foi assim em inúmeros momentos - como na música de Chico Buarque -, só o povo não viu a banda podre passar. Lula é daqueles que soltam a bomba e fecham a porta para não serem atingidos. Assim, diante de sua decisão retardatária de manter Cesare Battisti no Brasil com um fantasioso "asilo político", engrossará a marginália já existente, mas certamente lhe terá sido reservado lugar em algum Ministério, como fez com a Tupamara ou com a mulher do traficante das FARC, e já posso quase adivinhar qual função lhe será dada.

João Roberto Gullino jrgullino@oi.com.br

Petrópolis (RJ)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

___________________

 

 

 

 

 

 

 

 

CURRÍCULO

Lula nega a extradição do assassino italiano: em razão de seu currículo, devem já estar cogitando de sua filiação ao PT e o aproveitamento em algum cargo do governo.

Cosimo B. Salimbeni cosimobsv@hotmail.com

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

___________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

HERÓIS À BRASILEIRA

Enquanto no mundo civilizado heróis são os que praticam feitos relevantes em favor da comunidade, muitas vezes sacrificando a própria vida, no Brasil glorificasse um refugiado da Justiça italiana com vasto prontuário. De cinismo absoluto a desculpa oficial de que o bandido estaria exposto a riscos na Itália, quando esse mesmo governo enxotou dois atletas para Cuba sem nenhum processo extraditório.

O próximo passo será uma "bolsa-refúgio" e, para breve, a Ordem do Cruzeiro do Sul.

 

Lafayette Pondé Filho lpf41@hotmail.com

Salvador

 

 

 

 

 

 

 

 

 

___________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

EXTRAPOLANDO

 

Meus parabéns ao presidente Lula por não extraditar Cesare Battisti. Não teria cabimento, uma vez que ele viveu mais de dez anos na França e a Itália não agiu como está agindo agora. Por quê? Porque somos o Terceiro Mundo? Ademais, no caso recente de Cacciola, eles justificaram para não nos entregar o ladrão sua dupla nacionalidade. Só conseguimos pegá-lo em Mônaco. O absurdo é que li que o presidente do STF diz que deverá o assunto voltar ao Supremo. Ele não está extrapolando? Esteve o assunto no STF e eles quiseram jogar a bomba pra Lula, logo, Inês é morta. Nada mais cabe, Lula deu a última palavra .

 

 

 

Olavo Príncipe Credidio, adv.principecredidio@terra.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

___________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

VERGONHA

 

 

 

Extremamente deselegante e infeliz a postura de Lula sobre as comparações com outros países, em especial, países europeus e os Estados Unidos. Fica nítido seu complexo de inferioridade e despreparo para o cargo que ficou. Já em comemoração de seu aniversário neste ano, havia prestado outro desserviço à sociedade brasileira, enaltecendo o fato de não ter estudado... Belo exemplo, e ainda têm milhões de tolos que o elogiam. Para coroar seus oito anos de desatinos, grosserias, bobagens e corrupção, brindou a sociedade brasileira com a decisão estúpida de manter o criminoso Batistti em nosso território. Vergonha... Sugiro ao governo italiano que casse a dupla cidadania concedida à ex-primeira-dama outra, que já vai tarde.

 

 

 

Paulo Vaz paulo_vaz@coreconsp.org.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

___________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

CONVERSA NA PORTA DO PALÁCIO DO PLANALTO

Um senhor bem vestido chega à porta do Palácio do Planalto e fala a um dos guardas: "Eu gostaria de fazer uma entrevista com o presidente Lula." E ele responde prontamente: "Esta é a terceira vez que o senhor vem aqui com essa mesma conversa e eu lhe informo que o Lula não é mais presidente e, portanto, ele não mora mais aqui." O tal senhor: "Eu sei disso, mas gosto muito de ouvir essa informação."

Raul S. Moreira raulmoreira@mpc.com.br

Campinas

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

___________________

 

 

 

 

 

 

 

 

ÉTICA

O homem que se diz o mais ético do universo deixou o desgoverno. Nunca na história do País convivemos com tanta corrupção.

 

 

Claudio Fernando de Siqueira Gatolini fernando.gatolini@terra.com.br

Águas de Lindoia

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

___________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

ADEUS DE LULA

" De tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver crescer as injustiças, de tanto ver agigantar-se os poderes nas mãos dos homens, o homem chega a desanimar-se da virtude, a rir-se da honra e a ter vergonha de ser honesto."

Rui Barbosa, parece que você sempre viveu no Brasil de hoje. Lula, até nunca mais, se Deus quiser!

 

Antonio Carlos Martins acmartins@uol.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

___________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

UM 2011 MELHOR

Adeus, ex-presidente Lula! Espero que V. Exa. faça uma boa viagem de volta a São Bernardo do Campo. E que fique por lá pelo resto de sua vida, com todos os seus 87% de aprovação "Made in China".

 

Sérgio Eckermann Passos sepassos@yahoo.com.br

Porto Feliz

 

 

 

 

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.