Cartas - 02/07/2010

GANDAIA FEDERAL

, O Estado de S.Paulo

02 Julho 2010 | 00h00

Quem nos defende?

Duas notícias que acabam com o dia de quem não é funcionário público, e sim contribuinte que paga todas as contas: projeto que prevê a volta de 55 mil funcionários que aderiram ao programa de demissão voluntária (PDV) e proposta de emenda constitucional que restabelece aposentadoria integral para juízes e funcionários de outras carreiras! Alguém pode nos defender, por favor?

CLEO AIDAR cleoaidar@hotmail.com

São Paulo

_________________

Os sans-culottes

De cada cinco brasileiros, quatro trabalham para sustentar um funcionário público. Estamos voltando ao feudalismo, quando o camponês era o único que trabalhava para sustentar padres e nobres; hoje, os políticos e seus coadjuvantes. E este porcentual de servidão do cidadão comum pagador de impostos tende a aumentar caso a PEC n.º 46, de aposentadoria integral, seja aprovada, além do projeto, tramitando no Congresso, que reintegrará 55 mil funcionários arrependidos depois de terem aderido e usufruído as vantagens do PDV. Os sans-culottes têm de fazer outra revolução!

EUGÊNIO JOSÉ ALATI eugeniojosealati@yahoo.com.br

Campinas

_________________

Imoralidade

Uma imoralidade nosso enlameado Congresso cogitar de aprovar a readmissão de funcionários públicos que optaram pela demissão voluntária. Deve ser lobby de funcionários arrependidos. Conheço alguns que estavam cansados de trabalhar, pegaram a bolada de dinheiro público, aplicaram mal e faliram. Decerto são esses que estão agora pressionando nossos ilustres representantes, desesperados pela reeleição. Readmiti-los é rasgar dinheiro público, o que Brasília tem feito com desenvoltura nunca vista.

JOSÉ ALBERTO DIETRICH FILHO dietrich2007@gmail.com

Cascavel (PR)

_________________

Além de todos os limites

Um escárnio a todos os que pagam impostos neste país, em especial os mais pobres. Só assim dá para definir o projeto de readmissão de funcionários públicos que aderiram a PDVs. Estabilidade no emprego já é um absurdo, mas ter o emprego de volta, mesmo depois de ter pedido demissão, passa de todos os limites.

MARCELO GUTERMAN margutbr@gmail.com

São Paulo

_________________

Suaves prestações

Concordo com a reintegração desses 55 mil ex-funcionários federais, desde que devolvam de uma só vez ao cofre público todo o dinheiro recebido das indenizações, corrigido até a data da publicação da lei. É uma piada a proposta de devolução mensal de 10% do salário. A quem realmente deseja voltar e já torrou o dinheiro sugiro concurso público.

MAURO ISSAO HANAKI mauro.hanaki@terra.com.br

São José dos Campos

_________________

TRATADO DE ITAIPU

Revisão

Causa estranheza que a imprensa brasileira não esteja cobrindo os debates no Congresso em torno da alteração do Tratado de Itaipu. Se for aprovada a proposta do governo federal, atendendo a pressões paraguaias, os brasileiros terão de fazer uma doação adicional de US$ 3,1 bilhões (R$ 5,5 bilhões) aos paraguaios. Políticos e autoridades paraguaias têm marcado presença no nosso Congresso para defender seus interesses. Dia 30, em audiência pública na Câmara, ficou claro que os argumentos do governo federal e dos paraguaios são falaciosos. Toda a argumentação do governo e de sua bancada aliada se baseia na ideia de "ajudar nossos vizinhos paraguaios, irmãos necessitados". Esquecem esses políticos que a grande ajuda ao Paraguai é dada pelo próprio tratado, que possibilitou que o país se tornasse proprietário de 50% da usina sem ter condições financeiras para tal; e também que o Brasil - que tem regiões carentes do porte de vários "Paraguais" - não pode ser perdulário com seus escassos recursos para atender a pressões políticas oportunistas. Na quarta-feira, dia 7, os deputados reúnem-se na Câmara para votar o aumento bilionário das despesas do País com Itaipu. Como já provado pela História recente, a ação da imprensa, promovendo a transparência, é capaz de dar condições à população para induzir o Congresso a votar a favor do Brasil e dos brasileiros.

CLAUDIO J. D. SALES, diretor-presidente do Instituto Acende Brasil

claudio.sales@acendebrasil.com.br

São Paulo

_________________

CAMPANHA ELEITORAL

Chance para os novos

Li várias cartas ironizando a escolha do vice para a chapa de José Serra. Gostaria de lembrar que por ocasião do projeto popular da Ficha Limpa na Câmara ninguém se interessou pela relatoria e no próprio DEM empurraram para o jovem deputado Índio da Costa. Ele soube ouvir o clamor das ruas e levou até o fim a missão, que levou à aprovação do projeto e cerrou a porta da impunidade aos corruptos que se socorrem da política. Como diria o sr. Lula em seus arroubos futebolísticos, estava mais que na hora de a política brasileira aposentar os medalhões e dar chance aos novos, como o futebol está fazendo com Silas e Dorival Júnior.

MAURÍCIO LIMA mapeli@uol.com.br

São Paulo

_________________

Agenda para o futuro

Após um parto difícil, nasceu a chapa que pode derrotar Dilma. Apesar do nome desconhecido, Índio é a ruptura que pode abrir novos caminhos não só para a eleição de Serra, mas para a política do País. Juntamente com Aécio, Rodrigo Maia e ACM Neto, Índio pode ajudar a tirar a cabeça do eleitor do passado, tão ao gosto de Lula e Dilma, que viveram a ditadura, as derrotas eleitorais e os arcaicos movimentos socialistas, e pôr em pauta uma agenda para o futuro, para os jovens e para o que realmente interessa: a qualidade de vida dos brasileiros.

GILBERTO DIB gilberto@dib.com.br

São Paulo

_________________

A diferença

Mara Gabrilli, rara brasileira digna na política, perguntou: "Você confiaria seus filhos para Dilma de babá?" Foi agredida violentamente por seguidores da candidata petista e perseguidores dos que não o são. Tivesse feito essa pergunta em rede nacional, desmascararia muitos. Sozinha, Mara vale mais para o Brasil do que todos os que protestaram. Ela tem valor, outros têm preço.

MOACYR CASTRO jequitis@uol.com.br

Ribeirão Preto

_________________

"O PSDB pede "arrego"? Molecagem a esta hora? Estão brincando com

coisa séria!"

NILSON OTÁVIO DE OLIVEIRA / SÃO PAULO, SOBRE O VICE DE JOSÉ SERRA IMPOSTO PELO DEM noo@uol.com.br

"Até que enfim o DEM conseguiu dar o xeque-mate na eleição para presidente.

A oposição antecipadamente agradece"

ARNALDO LUIZ DE OLIVEIRA FILHO / ITAPEVA, IDEM arluolf@hotmail.com

"O campeonato mais tranquilo de todas as Copas. Hexa fácil!"

CESARE MOROSINI / GUARULHOS, SOBRE A SELEÇÃO BRASILEIRA

cesare@listasinternet.com.br

_________________

VOCÊ NO ESTADÃO.COM.BR

TOTAL DE COMENTÁRIOS NO PORTAL: 2.414

TEMA DO DIA

Decisão do STF cria brecha no Ficha Limpa

Ministro Gilmar Mendes beneficia senador Heráclito Fortes, que foi condenado no PI e seria inelegível

"Quem não sabia que a Ficha Limpa viraria "ficha de negócio" quando alguém fosse à justiça (com j minúsculo mesmo)?"

JOÃO BOSCO

"O STF está certo. No Estado de Direito, ao réu cabe recurso para evitar perseguição política. A lei dará frutos com o tempo."

LAERTE NASCIMENTO

"Agora o povo brasileiro tem de promover outro movimento para limpar o STF. E a dança continua?"

MARCOS PECCINI

_________________

Cartas enviadas ao Fórum dos Leitores, selecionadas para o Estadão.com.br

Salve a seleção

Não morro de amores pelo Dunga e acho que ele errou ao não convocar dois ou três boleiros bastante paparicados pela imprensa. Entretanto, os jogadores estão se superando, jogando com raça, brio, fibra e amor à camisa, além da competência. Até o momento não perderam nenhuma partida.

A nossa seleção tem demonstrado que não é inferior a nenhuma das outras sete que se classificaram para as quartas de final. Não deve nada, nem mesmo à decantada seleção argentina. Os jogadores brasileiros estão provando que têm potencial para ganhar a sexta Copa. Eu confio e aposto todas as minhas fichas na seleção canarinho.

Adolfo Zatz dolfizatz@terra.com.br

São Paulo

_________________

LENDO PENSAMENTOS

Quando vejo Dunga no banco de reservas nos jogos da seleção, com aquele jeito sério, concentrado, fico imaginando o que ele deve estar pensando. Nos zagueiros, nos atacantes, no adversário ou se perguntando: "O que é que eu estou fazendo aqui?"

LUIZ RESS ERDEI gzero@zipmail.com.br

Osasco

_________________

Tava indo tão bem...

Contusão, expulsão, suspensão e até rede de televisão

não foram obstáculos para a seleção. Mas agora a mais

temível das ameaças vem, literalmente, pelo ar:

Lula, o maior pé-frio da história deste país, voa hoje para a África (dia de jogo).

Sai, zica! Pé de pato, mangalô, três vezes.

Stanislaw Cordeiro ratles2@hotmail.com

São Paulo

_________________

Copa 2010

Essa Copa da África do Sul, depois de todas as lambanças das suas arbitragens e da mania de grandeza do minitécnico argentino Maradona, poderia ter uma final entre o Brasil e a Argentina, decidida aos 18 minutos do segundo tempo da prorrogação com um gol de mão do Luis Fabiano, em flagrante impedimento...

Victor Germano Pereira victorgermano@uol.com.br

São Paulo

_________________

A torcida vai ser nossa hoje

Está definido, os Bafana Bafana vão torcer para o time dos Afana Afana...

Ilmar Mello de Carvalho ilmarcarvalho@gmail.com

São Paulo

_________________

Elefantes brancos

Os sul-africanos só conheciam os elefantes que a natureza lhes apresentou. Agora vão conhecer os elefantes brancos, aqueles que o dinheiro pode fazer: os 12 estádios da Copa!

Carlito Sampaio Góes carlitosg@estadao.com.br

São Paulo

_________________

Erros de arbitragem

Nossa mídia esportiva cansou de mostrar duas falhas gritantes dos juízes que validaram um gol escandalosamente impedido do argentino Tevez contra o México e não deram um do inglês Lampard, quando a bola entrou quase meio metro no gol da Alemanha. Foram lances determinantes para o resultado das duas partidas. Pena nossa mídia esquecer o gol do Luis Fabiano, quando o vivaldino ajeitou a Jabulani duas vezes com o braço e deveria ter sido anulado, mas, muito pelo contrário, alguns safados chegaram a rotular como ''obra-prima'' o lance. Se a Fifa ainda não permite usar tecnologia para corrigir erros no momento, como os citados, poderia com seu auxílio penalizar depois aquele que se aproveita deles. Como exemplo, uma boa medida teria sido suspender pelo resto do torneio o Luis Fabiano pela sua malandragem, assim como o Henry da França nem estaria nessa Copa, se idêntica punição tivesse sido aplicada contra ele, quando escandalosamente ajeitou duas vezes a bola com a mão e saiu um gol que desclassificou a Irlanda. Errar é humano e um trio de arbitragem pode falhar em lances que só imagens de TV mostram, mas o boleiro que usa de malandragem para levar vantagem não tem perdão. Safadeza deve ser cobrada com duras penalidades.

Laércio Zanini arsene@uol.com.br

Garça

_________________

Paralelos

A Fifa, com essa resistência à tecnologia, faz lembrar a Igreja Católica, que não aceita o evolucionismo de Darwin e defende com unhas e dentes o criacionismo, que professa ter sido o homem criado por Deus 6 mil atrás, embora já tinha sido encontrado fóssil humano de mais de 40 mil anos.

Conrado de Paulo conrado.paulo@uol.com.br

Bragança Paulista

_________________

INDEX ELETRONICORUM PROHIBITORUM

Falhas gravíssimas dos juízes estão decidindo jogos na Copa do Mundo. A exemplo da Igreja Católica Apostólica Romana, no século XVII, a Fifa não quer reconhecer nem admitir modernidades.

Sergio S. de Oliveira ssoliveira@netsite.com.br

Monte Santo de Minas (MG)

_________________

Essa é da pesada!

Tem gente discutindo se houve maracutaia nesta ou naquela Copa, se estes amarelaram ou aqueles entregaram, se o juiz roubou ou se o auxiliar fez que não viu. No Japão, ao menos 15 lutadores de sumô e 12 técnicos acertaram resultados que dariam lucro aos que apostassem contra os favoritos (30/6, A16). Acidentes propositais na Fórmula 1, combinação no tênis. Assim, a credibilidade no esporte vai ficar na tanga!

Flavio Marcus Juliano opegapulhas@terra.com.br

São Paulo

_________________

Pior qualidade técnica

Talvez seja esta Copa, entre todas a que tenho assistido, a que tem exibido a pior qualidade técnica. E é possível que dois fatores tenham contribuído para esse resultado. As arbitragens, de baixa qualidade, tolerantes com as jogadas desleais e o agarra-agarra, invertendo faltas e utilizando mal a aplicação dos cartões. O outro fator, com certeza tem sido a bola. Uma bola ridícula, que muda sua trajetória com ou sem vento, descreve uma sinuosidade por sua própria conta, enfim, conseguindo enganar todo mundo, especialmente na altitude de Johannesburgo. É de esperar que a Fifa acorde e admita de uma vez a modernidade e os recursos existentes no século 21.

Paulo Braun paulobraun01@gmail.com

São Paulo

_________________

Punição aos jogadores faltosos.

O jogador da Costa do Marfim Tiote, que machucou com gravidade nosso meio-campista Elano, deveria receber da Fifa punição exemplar, o mesmo devendo acontecer com outros jogadores responsáveis por atos assim, nada esportivos. O pior é que nada foi marcado, nem falta, nem cartão! Está mais do que na hora de levar mais a sério a segurança dos jogadores. A continuar esta impunidade, o futebol vai virar luta livre e salve-se quem puder!

Cléa M. Corrêa cleacorrea@uol.com.br

São Paulo

_________________

Suazilândia

Fiquei literalmente emocionado com a matéria sobre o reino absolutista da Suazilândia, localizado entre a África do Sul e Moçambique. Primeiro, pelo fato de que em tempos, quando se diz tanto sobre o ''fim da reportagem'', o jornal O Estado de S. Paulo vem com essa aula de jornalismo, escrita por Lourival Sant´Anna e com fotos de Evelson Freitas; jornalistas corajosos que enfrentaram um clima extremamente hostil à liberdade de pensamento e informação para trazer histórias de pessoas que ainda sofrem por causa de um tirano.

Também fiquei emocionado, leia-se entristecido, pela situação daquela população que vive sob uma sociedade tão ultrapassada. Nestas horas é bom mostrar aos ''relativistas de plantão'' de que lutar e defender a liberdade é o ponto-chave para todos os outros direitos, mesmo que a liberdade represente ''fim de uma cultura'' como a dos suazis. Aliás, que cultura é essa?!

Parabéns aos jornalistas e também ao Estadão por aproveitar a Copa do Mundo para fazer jornalismo de verdade.

Erich Vallim Vicente, editor-chefe do jornal A Tribuna Piracicabana

Piracicaba

_________________

A piada da hora

Quem assistiu a uma entrevista com Dunga sabe por que a seleçãozinha brasileira é assim, da mesma forma que quem assistiu a uma entrevista com Dilma sabe por que o Brasilzinho será assado. Um mal sabe se expressar, com timidez que esconde agressividade, com raiva contida a sufoco, para não gritar e cair matando o repórter, não tem educação nem conhecimento, só tem magoa e ressentimento, um desequilibrado. A outra grita, vocifera, com o tom da agressão intima, a revolta mantida na pele, não tem educação, não sabe de nada a não ser confrontar o repórter ou quem a assessora, tido como capacho, membro inferior na hierarquia da guerrilha, uma desequilibrada. Ambos refletem o momento brasileiro, ficamos à mercê do pior, da rebarba do rescaldo do tacho. A elite financeira faz festa para o poste, a elite cultural faz festa para o poste, as últimas reservas da cultura e do poder econômico desfraldaram suas bandeirolas rumo ao poder e à grana que vem solta e segura. Não temos mais oposição verdadeira e confiável, assim como não temos mais elite cultural isenta da fome de patrocínio e não temos mais elite financeira que não se impõe à corrupção. A seleçãozinha verde e amarela amarelou de vez e verdejou pelo euro, o dólar e o real, se possível em caixa 2, em malas, cuecas, meias e sutiãs. De que adianta nossos heróis de brincos e pulseiras honrarem suas chuteiras da moda em laranja e grená, de que adianta enfiar as vuvuzelas pelos vãos do mundo afora, de que adianta o carnaval extemporâneo da festa eleitoral? O Brasil já era, já foi, os palhaços que estão no palco são mero entretenimento para ocupar a mente dos idiotas até o próximo espetáculo, consumindo os produtos da hora e alimentando a derrocada da Nação. A pesquisa falhou, Dunga não pode ter só 69% de aprovação, tem de ter os 85% do apedeuta! Cadê a lógica nesta p...? Aos vermes seu prato e suas medalhas!

Desgraça pouca é bobagem e já que a vaca não foi para o brejo e se encaminha para o Planalto, que a lama seja servida aos de mérito! Brasil, de verde e amarelo a marrom e negro ( preto não pode).

Ronaldo Parisi rparisi@uol.com.br

São Paulo

_________________

Poste tem luz própria?

Do alto de sua sabedoria internacional, o asponex top-top Garcia desdenhou do vice do PSDB-DEM, desconhecido e não internacionalmente famoso (pelas gafes), como ele e afirmou que a sua candidata Lulma Yussilva não é um poste, pois tem luz própria. Obviamente, controlada por um interruptor e por fios e com a segurança de um disjuntor certo.

Márcio M. Carvalho

Bauru

_________________

NO MATO SEM CACHORRO

Quando soube que Índio da Costa será vice de José Serra, confesso que fiquei bastante animado, afinal, gente nova na política é sinal de esperanças. Mas quando li na íntegra a página A4 do Estadão de ontem, confesso que meu desânimo foi total. Entre tantas coisas que li, a mais surpreendente foi que Índio foi alvo de CPI e gastou R$ 95 mil só em site, isso sem falar que o deputado Brizola Filho ( PDT-RJ ) também o denunciou. Em outras palavras, estamos no mato sem cachorro.

Virgílio Melhado Passoni mmpassoni@gmail.com

Praia Grande

_________________

O parto

E a montanha pariu um rato, ou melhor, o PSDB pariu um índio...

Carlos Alberto Roxo roxo_7@terra.com.br

São Paulo

_________________

Vice-Presidência

Os ecologistas, indianistas e as ONGs anti-Brasil devem estar felissíssimos, podem ter um Índio na Vice-Presidência do Brasil.

Walter Menezes wm-menezes@uol.com.br

São Roque

_________________

Votos indígenas

O presidenciável José Serra esperou tanto tempo para a escolha de seu vice e, no final, foi obrigado a aceitar um ''Índio'' como companheiro de chapa. Será que espera ganhar votos dos indígenas?

Onofre Rosa de Rezende onofrerezende@yahoo.com.br

Barretos

_________________

Politica da Discórdia

Índio brasileiro eu já conhecia, agora, em ìndio da Costa eu nunca tinha ouvido falar...

Na minha visão de brasileiro comum, essas ''briguinhas de crianças'' não levam a lugar nenhum.

Nossos politicos enciumados não pensam grande, com frequência não pensam em nosso país, a maioria só busca benefícios próprios.

DECEPCIONANTE! EM QUEM VOTAR?

Alvaro Salvi alvarosalvi@yahoo.com

Santo André

_________________

Horário político

Agora já está decidido. Quando começar o horário político, Serra vai pedir votos e Índio vai pedir apitos.

Vidal dos Santos vidal.santos@yahoo.com.br

São Paulo

,

_________________

Bons tempos

Serra que o diga: bons tempos aqueles em que índio só queria apito.

A. Fernandes standyball@hotmail.com

São Paulo

_________________

Discriminação

Pelo teor das cartas publicadas no Fórum, percebe-se que o Brasil não é um país discriminatório (rs). Coitado de quem é índio agora.

Jose Roberto Palma palmapai@ig.com.br

São Paulo

_________________

Engolindo sapo

Agora tenho certeza que anularei meu voto. Se meu ex-candidato engole um sapo (ou seria um índio?) desses, o que ele não engolirá se for eleito. Um partido que se diz de oposição e não sabe escolher um vice, como saberá governar o Brasil?! Infelizmente, tenho de aceitar que o sr. Lula vai eleger um poste!

Antonio Martins Filho antonio@telecris.com.br

São Paulo

_________________

ESCOLHA DESASTROSA

Eu já vi esse filme ''Quem escolhe muito acaba se dando mal''. Pobre PSDB, deixou um colégio eleitoral de 2 milhões de votos no Paraná, menosprezou o currículo político, a capacidade e o conhecimento do senador Álvaro Dias e vai pagar caro por isso.

Mário Bezerra Costa mario.bezerra@ig.com.br

Santa Fé do Sul

_________________

Chapa indecente

Sr. Serra, o povo pouco se lixa para alianças partidárias, ele quer uma chapa decente. Esta sua chapa é indecente!

João U. Steinberg justeinberg@terra.com.br

São Paulo

_________________

Desisto

A aceitação por José Serra do vice indicado pelo DEM demonstra que os conchavos prevalecem sobre um planejamento de longo prazo e o interesse imediatista e oportunista se sobrepõem ao bom senso e à preocupação para com o povo brasileiro.

Oscar Müller oscar@mullermetais.com.br

São Paulo

_________________

Lá e cá

Tem lógica, sim, a escolha de Índio para vice de Serra. Se deu certo na Bolívia, por que não no Brasil?

Julio Cesar Galli julio.galli@hotmail.com

Jaboticabal

_________________

Vice de Serra

Por ter sido (tempo verbal muito em moda) filiado ao DEM, Arruda, a meu ver, deteriorou parcialmente o conceito do seu partido, o antigo PFL. A associação que vem à mente do eleitor desavisado é a de que todos os membros do DEM , por extrapolação, sejam igualmente corruptos. Índio, candidato a vice de Serra, como seus companheiros, precisa imediatamente desvincular sua imagem da "cara" do Arruda. Creio não ser tarefa tão complicada como pode parecer à primeira vista, pois esse jovem deputado foi relator do Projeto Ficha Limpa e sub-relator da CPI dos cartões corporativos. Esses dois fatos são salvo-condutos para que entre de sola na disputa eleitoral, sem medo de receber cartão vermelho.

ROBERTO TWIASCHOR rtwiaschor@uol.com.br

São Paulo

_________________

NOTA ZERO

No início das especulações eleitoreiras para presidente da República, Serra aparecia disparado e Dilma não decolava. Foi só o governo Lula abrir os cofres dos numerários públicos, fazendo voar bilhões ao deus-dará, e com isso a desconhecida ex-terrorista já ultrapassou Serra e caminha para vencer no primeiro turno. Principais motivos para a despencada de Serra: união com o DEM, escândalo dos mensalões no governo dos democratas do Distrito Federal e cassação do governador José Roberto Arruda. José Serra sempre foi ruim de voto fora de São Paulo. Os tucanos relevaram esses dados. E, por último, a crise para escolher seu vice. Cesar Maia, do DEM, falou mais alto e Serra teve de engolir, no último dia, o desconhecido deputado Índio da Costa (DEM-RJ). Para milhões de eleitores Brasil afora, o nome do vice de Serra fica confundido com algum índio deputado pertencente às tribos tupi-guaranis ou tamoios localizadas no litoral, ou apenas um nome e sobrenome - António Índio da Costa. Nota zero para os tucanos de FHC, mais uma vez!

Roberto Stavale bobstal@dglnet.com.br

São Paulo

_________________

ÍNDIO DA COSTA, O EMBRIÃO DE AÉCIO NEVES

O candidato a presidente José Serra penou para achar seu vice, mas encontrou-o. O deputado Índio da Costa surpreende de tal modo que, de forma natural, extraiu do presidenciável algo que lhe é muito cobrado: um sorriso, um Serra sorridente. Índio da Costa encanta porque se identifica com a esmagadora maioria da população brasileira, que quer e sonha com o Brasil diferente, o Brasil da ficha limpa, o Brasil encantado pela inspiração genética do arquiteto, do advogado Índio da Costa.

Índio da Costa diz: "Pretendo fazer o que for necessário para ele ganhar a eleição, inclusive percorrer o Pais. Não tenho nenhum problema, tenho uma ficha limpa e estou cheio de vontade de ajudar...."

Como bom garimpeiro, Serra garimpou o seu vice, encontrou alguns tropeços pela frente, mas ao final encontrou o entusiasmo, os arroubos da juventude. A energia do "Índio" contagiou o presidenciável, contagiou as agremiações que integram a coligação. O Índio da Costa, o embrião que, aos poucos, vai obtendo a conformação do sonho de todos: aproximar-se das características do vice sonhado, Aécio Neves.

SIRINEU BARBOSA sirineubarbosa@gmail.com

São Paulo

_________________

Amadores

Serra e o PSDB prolongaram uma decisão sem nenhuma necessidade. Encontrar um vice adequado depois do Aécio era difícil, mas não impossível. Ficar esperando mesmo assim por Aécio parecia uma súplica. Foi um grande erro. Rejeitaram Kátia Abreu com medo do MST, a maioria dos brasileiros não apóia o MST, agora ficaram com um desconhecido que não sabe a que veio, embora tenha sido relator do Ficha Limpa, quase ninguém o conhece. Resta-nos levantar as mãos aos céus e pedir que o adversário erre, o que será difícil, pois já veio com tudo pronto e continua se preparando. Lamentável amadorismo onde se esperava muito mais.

Francisco da Costa Oliveira fco.paco@uol.com.br

São Paulo

_________________

Cabos eleitorais de Dilma

Não bastasse o desgaste ocasionado à candidatura de Serra pelo namoro frustrado ao Aécio, agora novamente, enquanto o DEM e o PSDB brigavam para indicar o vice, a dama de ferro caminha livremente rumo ao Planalto. A candidata governista não precisa fazer campanha, o DEM e o PSDB se encarregam disso.

Roberto Marques de Oliveira robertomarques@veseg.com.br

Paraguaçu Paulista

_________________

A melhor opção

A escolha de um nome desconhecido para vice de Serra demonstra, sim, que a aliança PT-PMDB é a melhor opção para o Brasil, com Dilma à sua frente. Primeiro, acho que o País e as mulheres merecem uma presidenta. Tal qual Angela Merkel, Michelle Bachelet e Cristina Kirchner, a Dilma poderá fazer um governo sereno e comprometido com o desenvolvimento nacional. O Brasil pode, sim, permanecer efetivamente como a quinta economia mundial e baixar os níveis de pobreza, que sempre foi vergonhosa.

Otavio Lazario de Queiros otavio.solaris@hotmail.com

São Paulo

_________________

OPOSIÇÃO CONFUSA

Na verdade, se os tucanos não se entendem entre si, como esperar deles e agregados oposição para valer aos desmandos governamentais? O que está ocorrendo, realmente, só serve para fortalecer mais a candidata de Lula. É de desanimar...

José Carlos de Carvalho Carneiro carneiro@claretianas.com.br

Rio Claro

_________________

DESCENDO SERRA ABAIXO

Que tal Serra renunciar e se tornar vice de Marina? Ô gentinha ruim de campanha os pavões tucanos! Até o símbolo está errado.

Ariovaldo Batista arioba06@hotmail.com

São Bernardo do Campo

_________________

Orgia a italiana

É humilhante ter que abrir o jornal e ler que a maior autoridade de uma nação de Primeiro Mundo, como se consideram, venha ao nosso pais e promova festinhas de orgia como que credenciando seus compatriotas a agirem da mesma forma, aliás, como já o fazem no Norte e Nordeste.

Nunca imaginei que poderia viver para ler uma baixaria dessa magnitude de um primeiro-ministro em visita a um país.

Esse cidadão é um psicopata sexual, que deveria ser mais bem orientado sobre a dignidade de um país e seu povo. Se essas são as práticas que ele realiza na casa dele, não deveria considerá-las como ordem mundial.

Manoel Braga manoelbraga@mecpar.com

Matão

_________________

Beliscone

O premiê italiano certamente vai abrir as fronteiras do seu país para o melhor artigo de exportação apresentado a ele nesta sua visita: ''dançarinas de pole dance''. Atletas chegados em noitadas e baladas já fazem parte do seu maior esquema de desmonte do nosso futebol. A Espanha seguirá o mesmo esquema, ou lá as brasileirinhas operárias do sexo continuarão a ser barradas indevidamente? O presidente Lulla deve estar satisfeito com essas novas possibiliades, não?

José Jorge Ribeiro da Silva jjribeiros@yahoo.com.br

Campinas

_________________

Acabou a greve na USP!

Que coisa mais feia, sr. reitor. Pagar os dias parados para os poucos grevistas é dar um prêmio à desordem e à falta de respeito para com aqueles que continuaram trabalhando. Afinal de contas, não é o reitor quem paga a conta. A sociedade paulista mais uma vez sai derrotada e com o ônus do pagamento. Ah, e como fica o quebra-quebra? Quem pagará pelos danos à USP? Só falta agora os reitores da Unicamp e Unesp fazerem o mesmo acordo. Belo exemplo para os que não participaram da greve. É lamentável o que estamos vendo neste país.

Arthur Biagioni Junior biagioni.jr@uol.com.br

Campinas

_________________

A triste entrevista

Li a entrevista com o presidente sírio, Bashar Assad (27/6).

Lamentavelmente, algumas declarações dele parecem piadas de muito mau gosto. ''Segundo Assad, Ahmadinejad não trabalha contra a paz e o que ocorre em Gaza é um Holocausto." Bem, eleições fraudulentas, prisão de estudantes que ousaram abrir a boca, perseguição a cineastas notáveis, enriquecemento interminável de urânio para fins ''pacifistas'', ultrajes à dignidade das mulheres, crueldade contra homossexuais, fora o apoio entusiasta dado às facções terroristas Hezbollah e Hamas... No referente a ''o que ocorre em Gaza é um Holocausto'', estranho genocídio esse! A população de Gaza cresce vertiginosamente, o mesmo ocorre na Cisjordânia. Aliás, o fator demográfico é um dos que mais conspiram contra Israel. Também seria oportuno mencionar que os palestinos (OLP/AP x Hamas) se matam entre si com muita frequência, assim como os muçulmanos no Afeganistão, Iraque, Paquistão, etc. Sunitas contra xiitas e vice-versa, parece uma macabra rinha de galos, só que esses galos usam bombas, detonam-se e levam a morte a milhares de inocentes que estavam no lugar errado na hora errada.

Basta de mentiras.

Irene G. Freudenheim irene.margarete@terra.com.br

São Paulo

_________________

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.