Cartas - 02/09/2010

QUEBRA DE SIGILO FISCAL

, O Estado de S.Paulo

02 Setembro 2010 | 00h00

Verônica Serra

Quebraram o sigilo fiscal de Verônica, filha do candidato à Presidência José Serra. Será que descobriram que ela está mais próspera do que o filho gênio de Lulla?!

Eduardo A. De Campos Pires eacpires@terra.com.br

São Paulo

___________________

FRUSTRAÇÃO

A quebra do sigilo fiscal de Verônica Serra deve ter causado grande frustração aos interessados. Porque não mostrou nada do que eles esperavam e ainda deixou claro para a sociedade brasileira que ela nunca foi monitora do Jardim Zoológico, nunca teve empresa de informática em sociedade com a Telemar nem tem fazenda milionária. Portanto, é uma filha e cidadã comum, não uma Ronaldinha dos negócios.

Humberto de L. Freire Filho hlffilho@gmail.com

São Paulo

___________________

BALCÃO DA RECEITA

É interessante notar que no tal "balcão" citado pela corregedoria da Receita Federal só estejam à venda informações sobre membros da oposição ou pessoas a eles ligadas. Itens interessantíssimos envolvendo os rendimentos do filho do presidente Lula, sobre o qual correm boatos de compra de fazendas, ou mesmo do sr. Paulo Okamoto, infelizmente, não constam no estoque.

Nestor R. Pereira Filho rodrigues-nestor@ig.com.br

São Paulo

___________________

QUEM NÃO DEVE NÃO TEME

A candidata de Lula tem razão quando diz que o PSDB quer fazer uso eleitoral dos responsáveis pela quebra do sigilo fiscal de pessoas ligadas a José Serra. As intenções de voto a favor de Dilma Rousseff poderiam chegar aos 150% se ela pedisse à Polícia Federal urgência na apuração dessa grave violação constitucional, para que os eleitores conheçam antes das eleições, e não depois, os verdadeiros mandantes desse crime e não votem no presidente errado.

Peter Cazale pcazale@uol.com.br

São Paulo

___________________

BAIXARIA ELEITORAL

Esse vale-tudo do Lula, atropelando a ética, a lei e a democracia, deixa bem claros o seu pavor de perder esta eleição e a possibilidade de uma devassa em seus oito anos de descalabro - que poderia até dar cadeia... Somente a ditadura do lulo-petismo poderá salvá-lo. E o Brasil que vá para o fundo do poço.

Carlos Eduardo Stamato dadostamato@mdbrasil.com.br

Bebedouro

___________________

ESTADO FORTE

Agora estou entendendo o que Dilma Rousseff quis dizer quando afirmou que queria um Estado forte. Está aí, violando os direitos de qualquer cidadão. Preparem-se, vai vir mais.

Fabrizio Guidi fabrizioguidi@terra.com.br

Monte Verde (MG)

___________________

ESTADO DE DIREITO

Com a identificação da falsa procuração em nome da filha de Serra, esse caso da quebra de sigilo adquire proporções catastróficas. O que está em jogo não é uma simples eleição, é o Estado de Direito no País. Fora, Dilma!

Gilberto Dibgilberto@dib.com.br

São Paulo

___________________

TERCEIRO MANDATO

As atitudes não recomendáveis de pessoas supostamente ligadas ao governo, comunicando com a reincidente quebra de sigilo fiscal de membros da oposição, provam que o melhor mesmo para o Brasil é o PT estender o terceiro mandato de Lula, via Dilma Rousseff. Pois a improvável vitória de José Serra desencadearia um verdadeiro desarranjo na administração pública, comandado por Lula, que mobilizaria o imbatível exército infiltrado em toda a área do Planalto, tornando-o habitação vitalícia do petismo.

Paulo de Souza Cavalcanti paulo_souza_cavalcanti@ig.com.br

Ribeirão Preto

___________________

CORINTHIANS

Até tu!

Nesta campanha nada se perde... E, assim, o "cara" exibiu-se na abertura da Corintiana Fashion Week, no melhor estilo de promoter eleitoral dos seus escolhidos.

Antonio Wuo wuo.antonio@gmail.com

Mogi das Cruzes

___________________

OPORTUNISMO

Corintiano desde menino (tenho 78 anos), lembro-me do goleiro Bino, da linha média formada por General, Brandão e Dino e dos atacantes Hércules, Servílio (o dançarino) e Milani. Após tantos anos de glórias, a direção do clube adere às "bondades" de um "fanático" torcedor. Com o Brasil desclassificado na África, eis que o "cara" voltou a pleno vapor em prol do Timão. Mas, corintianos, não se iludam, ele quer tirar o máximo proveito do nosso time. Afinal, quer os nossos votos!

José Carlos de Quadros

São Paulo

___________________

PAIXÃO NO LUGAR DA RAZÃO

Conversa ouvida no supermercado: "Os curintiano deram mais de 30 milhão de votos pro Lula. Tinha mais mesmo que construir um estádio prá nóis."

Luiz Nusbaum lnusbaum@uol.com.br

São Paulo

___________________

IRÃ

A gota d"água

O jornal iraniano Kayhan chamou a primeira-dama francesa de prostituta e disse que ela merece morrer por defender a condenada à morte Sakineh. O Irã transformou-se numa nação sombria, dominada por violência e opressão desde 1979, quando a Revolução Islâmica deu aos aiatolás poder para brincarem de Deus. Enquanto o mundo ignora o país persa, o perigo torna-se iminente, com manifestações de ódio e crescente temor de seu poder atômico. Cabe aos iranianos e ao mundo refletirem sobre os riscos de continuar com tudo isso. Já vimos esse filme antes, nas mãos de Neville Chamberlain.

Sérgio Eckermann Passos sepassos@yahoo.com.br

Porto Feliz

___________________

DIREITO ATÔMICO

Que país é esse que deseja a morte de uma defensora dos direitos humanos tão simpática como a primeira-dama Carla Bruni? Imagine quando tiverem a bomba...

Iehuda Maltz imaltz@hotmail.com

São Paulo

___________________

"Adivinhem que país é este, onde tudo se pode e nada se pune...?"

ROBERT HALLER / SÃO PAULO, SOBRE SIGILO FISCAL

robelisa@click21.com.br

___________________

"Com pão (Bolsa-Família) e circo (estádio do Corinthians) Lula vai elegendo um poste, simples assim"

VICTOR GERMANO PEREIRA / SÃO PAULO, SOBRE A CAMPANHA DO PRESIDENTE PARA

FAZER A SUA SUCESSORA

victorgermano@uol.com.br

___________________

"Bastante sugestivo o nome Pão & Circo da loja que pertenceu a Dilma!"

PAULO BRAUN / SÃO PAULO, SOBRE A FRACASSADA EMPRESA DA PETISTA CANDIDATA A ADMINISTRAR O BRASIL

paulobraun01@gmail.com

___________________

VOCÊ NO ESTADÃO.COM.BR

TOTAL DE COMENTÁRIOS NO PORTAL: 3.176

TEMA DO DIA

Populismo prejudica boas ideias, diz Marina

Sabatinada no Estadão, candidata do PV criticou ministro da Fazenda por quebra de sigilo na Receita

"Impressionante como ela tem resposta coerente para quase tudo. Pena que a vitória dela ainda seja algo difícil de se conceber. Mas, com certeza, seria o melhor para o Brasil."

NOAM GOLDSTEIN

"Marina está me surpreendendo. Se explicar melhor a posição sobre propriedades rurais, reservas legais e naturais, voto nela."

MARCO FREITAS

"O que o ministro da Fazenda tem com deslizes na Receita?"

ALOÍSIO ANTÔNIO CABRAL

___________________

Cartas enviadas ao fórum dos leitores, selecionadas para o estadão.com.br

QUEBRA DE SIGILO

É impossível ficar calada diante de tanta indignidade. É para isso que os

brasileiros que trabalham pagam impostos? Para ter um serviço público como

esse da Receita Federal, uma instituição dominada por meliantes a serviço do

poder? Quem estará a salvo dessa quadrilha? Nossos dados financeiros estão

nas mãos de qualquer estelionatário e a Receita admite o fato com a candura

de uma criança de 3 anos.

O exemplo da quebra do sigilo de Verônica Serra é só o mais recente, mas tem

características muito próprias e espantosas: desta vez, para justificar e

disfarçar o crime sob uma capa de legalidade, recorreu-se até mesmo à

falsificação, não só da assinatura da vítima, mas também do carimbo do

tabelião!

O cinismo do PT e deste governo é absurdo, mas compreensível, porque nestes

oito anos não tivemos uma oposição com coragem e determinação para denunciar o

império da mentira. A história foi reescrita por Lula como ele bem quis, e o

silêncio da contestação fez com que a mais absoluta indiferença tomasse

conta do Brasil, a ponto de, segundo as pesquisas (se é que se pode

acreditar nelas), estarmos na iminência de sermos governados por uma figura

incompetente, inarticulada e absolutamente desconhecida da maioria dos

eleitores.

O mínimo que se pode fazer é exigir a demissão desse inepto secretário da

Receita Federal. Acreditar numa investigação rápida e conclusiva da Polícia

Federal e do Ministério Público, infelizmente, é um pouco como acreditar em

Papai Noel, mas se a pressão popular, expressa nos jornais e blogs, for

suficientemente forte, poderemos chegar a algum resultado.

Chega de passividade, povo brasileiro! É o seu dinheiro suado que paga esses

delinquentes!

Maria Cristina Godoy

São Paulo

___________________

ATÉ ONDE ELES SÃO CAPAZES?

Na quebradeira de sigilos é interessante observar que apenas desafetos do presidente Lula e de seu nobre partido foram atingidos. Talvez isso evidencie do que as ''forças ocultas'' são capazes. Atenção, eleitores.

Sérgio Eckermann Passos sepassos@yahoo.com.br

São Paulo

___________________

A MÁSCARA CAIU

Espero que agora o povo acordo e elimine, de uma vez por todas, essa cambada de corruptos, incompetentes, mentirosos... que está acabando com o futuro do nosso país.

Ainda há tempo de virada, abra o olho, brasileiro, não eleja uma candidata de passado nebuloso e que não inspira um mínimo de confiança, tudo ali é falso.

Laert Pinto Barbosa laert_barbosa@ig.com.br

São Paulo

___________________

RECEITA NUNCA ANTES VISTA NA HISTÓRIA DESTE PAÍS

A falsificação do instrumento público de mandato que levou à entrega de cópias das declarações de Imposto de Renda da filha do candidato José Serra tem requintes de sofisticação. O contador que a utilizou não sabe quem pediu seu serviço e a quem foi entregue o documento. Evidentemente, não está revelando toda a verdade. Curiosamente, admite que o fim foi político, qual seja o de prejudicar o candidato da oposição. Mais uma vez na história recente desta República vem à tona o ensinamento socrático: tudo o que sei é que nada sei. A alegação da candidata Dilma de que o fato ocorreu em 2009, quando ela nem pensava em ser candidata, além de não ser verdadeira quanto a este último aspecto, beira o ridículo, visto que o ato foi praticado na época para que o produto da ilicitude fosse utilizado no momento oportuno, se necessário. De tudo resulta, ainda, que a coletividade brasileira está nua, diante dessa Receita Federal.

Amadeu Roberto Garrido de Paula amadeugarridoadv@uol.com.br

São Paulo

___________________

QUE VERGONHA!!!

A banda podre da imprensa brasileira subsidiada com dinheiro público publicou a suposta procuração que teria sido passada por Verônica Serra para que seu sigilo fiscal fosse acessado por funcionários da Receita. Como todo bom aloprado, esqueceu-se de verificar a autenticidade do documento, que, na verdade, não passa de um grosseira falsificação, facilmente reconhecida até pelos beneficiários do Bolsa-Família. Agora imginem o que poderia estar acontecendo ''nestepaiz'' se o candidato José Serra estivesse à frente nas pesquisas eleitorais. Hugo Chávez está fazendo escola.

Humberto de Luna Freire Filho hlffilho@gmail.com

São Paulo

___________________

RECONHECIMENTO DE FIRMA

O 16.º Tabelião de Notas de São Paulo afirmou que ''o reconhecimento de firma é falso'' na procuração supostamente assinada pela filha do candidato a presidente José Serra. Esta declaração apenas confirma o que todos sabemos: reconhecimento de firma só serve para enriquecer dono de cartório. E mesmo um escândalo desses vindo à tona, nada, absolutamente nada vai ser feito para impedir essa roubalheira. Isso significa que não só os donos de cartórios são beneficiados, a corja grande.

Jatiacy Francisco da Silva jatiacy@ibest.com.br

Guarukhos

___________________

O CERCO SE FECHA

A Receita Federal até o governo anterior era uma pérola da nossa República. Nas mãos do petismo, o aparelhamento chegou a tal nível que hoje essa entidade, infelizmente, é ré perante a Nação.

Depois deste triste episódio de terem vasculhado o sigilo fiscal de membros do PSDB e outras figuras públicas importantes, a Receita Federal, sob a direção atual, e serviçal no sentido mais pejorativo possível ao Palácio do Planalto, está sem crédito perante a sociedade.

Mas o que indigna mais é a passividade e o aconchego que o Lula oferece a esses vis, deixando no ar que também é cúmplice desta esbórnia.

Com o cinismo de sempre, a turma do Planalto, incluindo Dilma, negam qualquer conotação política a estas quebras de sigilo fiscal dos tucanos. E ainda malandramente criticam seus opositores de oportunistas.

Agora com a confirmação de que também a filha do candidato Serra foi alvo da Receita, o cerco se fecha para comprovação de um dos maiores crimes eleitoral da nossa história, sob os auspícios do Planalto.

No desespero de um possível curso desastroso para o PT e sua candidata, o Planalto, através da Receita, informa à sociedade que Verônica Serra deixou até uma procuração com firma reconhecida para que se vasculhasse seu sigilo fiscal.

No mínimo, é sórdida esta afirmação. Mais concebível é que, se realmente esse documento existe, é porque falsificaram a assinatura da vítima, buscando fatos para prejudicar o candidato do PSDB.

Isso é caso para impeachment do Lula, da Dilma, etc... Um descalabro!

O PT não tem vocação para servir ao Brasil. Essa entidade política é um blefe. Uma vergonha... É o fim do caminho!

Paulo Panossian paulopanossian@hotmail.com

São Carlos

___________________

POLÍCIA POLÍTICA DO GOVERNO

Vivemos há tempos numa ditadura fiscal, onde a Receita Federal loteada por grupos de sindicalistas obedientes às diversas correntes ideológicas do partido da situação virou a polícia política tupiniquim. Todos os cidadãos são suspeitos (e culpados) e toda a sua vida é devassada com a desculpa da luta contra a sonegação - o velho mote ''quem não deve não teme'', chantagens políticas, controle econômico dos contribuintes e das empresas. Se não doarem ou não forem a favor do nosso timoneiro-mor, vão ter problemas sérios. Lembram-se da dona da Daslu, condenada a cem anos de cadeia?!

José Siqueira jossiqueira27@yahoo.com.br

São Paulo

___________________

A QUEM QUEREM ENGANAR?

Não sei quem está tentando manipular a verdade sobre os crimes cometidos na violação do sigilo fiscal de pessoas ligadas ao PSDB e, consequentemente, a José Serra. Em apenas 16 minutos violaram o sigilo fiscal de quatro pessoas ligadas ao PSDB. Coincidência? Agora foi descoberta também a violação do sigilo fiscal de uma filha de José Serra. Pelo que a imprensa informou, uma funcionária da Fazenda disse que a própria contribuinte pediu o acesso. A quem querem enganar? Qualquer pessoa alfabetizada sabe que ela própria pode acessar seus dados fiscais. Além de possuir as cópias de todas as declarações de rendas apresentadas, também a Receita Federal permite ao contribuinte acessar seu extrato de situação fiscal. Basta ter os dados necessários (CPF e número de recido de entrega). Esse governo (?) deve uma resposta muito mais séria a todos os brasileiros. Se foram cometidos esses crimes a fim de se atingir candidatos da oposição, a Justiça Comum e a Eleitoral devem ser acionadas.

Éllis A. Oliveira elliscnh@estadao.com.br

Cunha

___________________

O BALCÃO DOS ALOPRADOS

A Receita Federal é uma instituição que atingiu durante décadas o conceito de elevado nível técnico e isenção, mesmo nos anos negros do regime militar, mas hoje os tempos são outros. Espetáculo de nonsense foi proporcionado esta semana, com o sr. Otacílio Cartaxo e outro vetusto senhor, o corregedor da Receita, que após não se pronunciar por meses sobre a denúncia de quebra de sigilo da oposição, preferiu confessar, mesmo sem apresentar nenhuma prova, que a Receita se tornara um balcão de negócios, sem admitir o óbvio, que o órgão se tornou um instrumento eleitoral.

Tento calcular qual é a probabilidade estatística de entre 80 milhões de contribuintes esse vazamento de uma centena de nomes alcançar quatro líderes do PSDB e ainda a filha do candidato, juntos, numa delegacia diferente de seus domicílios e durante uma campanha eleitoral. A resposta é de 100/80.000.000 elevado à quinta potência, ou seja, alguma coisa na casa de um em quadrilhões, absolutamente impossível de ocorrer como mera coincidência.

Márcio M. Carvalho

Bauru

___________________

ENRIQUECIMENTO INEXPLICÁVEL

Ao quebrarem o sigilo fiscal da filha do candidato da oposição, José Serra, será que tinham a esperança de descobrir se ela também teve o rapidíssimo e inexplicável enriquecimento do filho do Lula, que, segundo consta, é hoje próspero proprietário de uma fazenda que vale à volta de R$ 50 milhões?

Mário A. Dente dente28@gamil.com

São Paulo

___________________

O SIGILO FISCAL É INVIOLÁVEL

A Receita Federal, diante do escândalo sobre a quebra do sigilo fiscal de quatro tucanos, anuncia que vai rever o sistema digital de seu processamento de dados. Ora, só agora resolveram rever tamanha fragilidade, depois de tantos escancaramentos de infrações confidencias dos contribuintes, que estão expostas em barraquinhas de camelôs por todo o País? É inacreditável a negligência desse governo com a coisa pública. A Receita Federal até há pouco tempo era um órgão acima de qualquer suspeita, não obstante as desconfianças da população em relação aos governos e governantes, não há o que obstar em relação ao trabalho da estrutura fiscal. Essa confiabilidade e seriedade é que levam o contribuinte a declarar de forma mais transparente a sua situação econômica e fiscal. Não podemos esquecer de que o sigilo fiscal do brasileiro é um dos bens invioláveis, previstos no artigo 5º da Constituição, que trata dos direitos e garantias fundamentais do cidadão. Não pode a autoridade, o funcionário da repartição e muito menos terceiro invadir essas informações e noticiá-las para o ambiente externo ao órgão detentor. Tudo o que se fizer nesse sentido deve obedecer a ordem judicial, que só é conhecida mediante concretas justificativas e no interesse da apuração de ilícitos supostamente cometidos pelo titular ou em seu nome. Ou seja: violar o sigilo de quem quer que seja é crime e deve ser punido com o rigor da lei. Agora, depois da porta arrombada, surge o jornalista e ex-sindicalista Wagner Cinchetto revelando que o grupo por trás das quebras de sigilo da cúpula tucana é uma extensão do núcleo que teria participado da organização de dossiê contra a campanha presidencial de José Serra em 2002. Os dados dariam origem a novo dossiê contra Serra. O que mais é preciso acontecer para que toda a cúpula da Receita Federal seja prontamente afastada e a Polícia Federal entre de vez na investigação desse crime de uso indevido do sigilo tutelado pelo Estado? A meu ver, a reputação do Fisco está mais do que arranhada, está arrombada, e não há mais confiança quando à inviolabilidade fiscal dos dados de qualquer cidadão. É pouco entrar com representação contra as funcionárias junto ao MP, pedindo o indiciamento das mesmas. A quem eles querem enganar? As duas funcionárias nesse episódio são apenas bodes expiatórios de alguém muito maior, que se esconde por trás da lentidão das investigações, que, segundo o próprio corregedor-geral da Receita, devem demorar 60 dias. É mole ou quer mais? Precisamos de apuração séria e descomprometida. Os quebradores ilegais de sigilo - seja quem forem - têm de receber a maior pena possível. Não basta sermos um país. Temos de nos caracterizar como uma nação, preferencialmente, uma pátria. Punição já, doa a quem doer, o Brasil não deve continuar sendo a país da impunidade.

Turíbio Liberatto www.turibioliberatto.nafoto.net

São Caetano do Sul

___________________

DEFESA DA PÁTRIA

Onde estão os que juraram defender a Pátria de qualquer ameaça? Se o que estão fazendo não é uma ameaça às instituições, perdemos a noção de perigo.

Vamos esperar para "ver no que vai dar"? O instinto de controle total do Estado não foi apagado nem esquecido.

Não creio que essa senhora tenha assinado um documento sem ler o seu conteúdo.

Em vista do ataque aos registros da Receita Federal, já podemos vislumbrar o que nos espera.

Antonio Fernando Ferreira rdseg@terra.com.br

São Paulo

___________________

ALGUÉM EXPLICA?

Passamos oito anos dizendo-nos indignados. Motivos, aliás, não faltaram

Organização criminosa instalada no governo, propinas a céu aberto, insondáveis malas de dinheiro, dossiês (o de dona Rute Cardoso veio da Casa civil), quebras de sigilo, farra com cartões de crédito, lavagem de dinheiro para sustentar campanhas partidárias, deboche e desrespeito às instituições, e por aí vai...

Se nós estávamos tão indignados, como estamos elegendo agora uma candidata que representa ''tudo isso que está aí'', agarrada a um padrinho que foi e é absolutamente conivente, absolutamente cúmplice de ''tudo o que está aí''?

Mas nós não estávamos indignados?

Lenira Maria Lima de Carvalho lmlimac@hotmail.com

Belo Horizonte

___________________

SOBRE A ENTREVISTA WAGNER CHINCHETTO

Não levantar aspectos absolutamente reprováveis e amplamente documentados do governo liderado pelo PT nos últimos anos (com a anuência plena da sua candidata) é mais uma omissão inaceitável por parte da suposta oposição, pois passa a ideia de que esses fatos não teriam sido tão graves. Alguns exemplos: o mensalão (40 réus sendo julgados pelo STF), negar a existência do mensalão, o abuso do BNDES e da Petrobrás, o aparelhamento sistemático do Estado, a nomeação de indivíduos evidentemente desqualificados para cargos importantíssimos (STF e Presidência da República), o afago sistemático a ditadores mundo afora, a imensa covardia com o caseiro Francenildo Santos Costa, o silêncio sobre o caso Celso Daniel, inúmeros escândalos de corrupção e más práticas administrativas (todos denunciados pelos próprios protagonistas), ataques sistemáticos à imprensa livre, enfraquecimento das agências reguladoras independentes e dos órgãos de fiscalização da República, apoio a criminosos no Brasil e no exterior, desrespeito entusiasmado à legislação eleitoral, e por aí vai - a lista é muito longa -, sem esquecer o uso contínuo da mentira. A incompetência gerencial é importante, mas de outra natureza.

Uma possibilidade de o PSDB reagir (e tentar se redimir), mesmo que tardiamente, seria a publicação de uma "Carta ao Povo Brasileiro" reafirmando princípios, ao invés de detalhar programas de governo, cheios de promessas, dificilmente cumpridas e monitoradas. A carta permitiria evidenciar as fundamentais diferenças entre os dois principais candidatos e, quem sabe, redirecionar o debate para uma área onde o PSDB apresenta alguma vantagem.

"Carta ao Povo Brasileiro - 2010.

O fato de PSDB, DEM e PPS não terem assumido de forma mais incisiva o papel fundamental de oposição nos últimos anos, não impede que venhamos a reforçar nosso compromisso de valorizar a República e a democracia plena, respeitando permanentemente seus princípios* e suas instituições.

Nesse sentido, nós nos comprometemos a:

1. Promover o máximo de transparência nos atos do governo federal.

2. Assumir todos os atos e omissões decorrentes do cargo de presidente da República e promover o mesmo nos diversos níveis do Poder Executivo.

3. Separar claramente os interesses pessoais e partidários daqueles da Nação, os quais deverão ser privilegiados sempre.

4. Apoiar a aplicação da legislação de forma clara e firme.

5. Indicar, nomear e contratar para cargos dos diversos níveis de governo os indivíduos mais bem preparados para atender aos interesses da Nação, em detrimento de outras qualificações e interesses.

6. Basear as negociações com os demais partidos nas prioridades da Nação, respeitando diferenças de opinião.

7. Não tolerar abusos de membros do governo federal com relação a cidadãos, principalmente os mais humildes.

8. Priorizar os relacionamentos com nações que se comprometam inequivocamente com valores republicanos e democráticos, direitos humanos e políticos e a liberdade responsável da imprensa.

9. Manter os alicerces da estabilidade econômica com visão de longo prazo.

10. Liderar as reformas necessárias para reduzir as desigualdades na sociedade e promover o desenvolvimento.

11. Buscar o desenvolvimento com visão de longo prazo, respeitando as necessidades mais urgentes da sociedade e, ao mesmo tempo, as limitações impostas pela sobrecarga ao meio ambiente.

O programa do nosso governo e seus eventuais ajustes serão sempre decorrentes dos compromissos acima.

José Serra e Índio da Costa

(*) - Legalidade, moralidade, impessoalidade, publicidade e eficiência."

A campanha precisa de alma e, segundo Rubem Braga: "No fundo, talvez não seja muito bom negócio vender a alma. A alma, às vezes, faz falta."

Carlos Eduardo Lessa Brandão celb@iname.com

São Paulo

___________________

ABRAÇO DE AFOGADOS

Ao ler cartas de leitores do nosso prestigiado Estadão, concluo que alguns dos que apoiam os tucanos estão agindo como nadadores se afogando. Ser democrata não é fácil. Calma, gente, em 2014 haverá nova eleição para presidente. Até lá!

José Amaro Balbani ja.balbani@hotmail.com

Boituva

___________________

SE O BRASIL FOSSE SÉRIO...

Primeiro quebraram o sigilo bancário do caseiro Francenildo sem ordem judicial, um dos crimes mais perversos contra a pessoa humana. Como não houve nenhum tipo de punição, os mesmos canalhas voltaram a agir novamente. Aí cabe perguntar: onde esta o Ministério Público? Afinal, seus integrantes são custeados com o dinheiro pago pelos impostos do contribuinte. Onde está a OAB, para defender as garantias individuais do cidadão brasileiro? O pior de tudo isso é que a Receita Federal, um órgão importante do Estado que tambem é custeado pelo contribuinte, vem a público na pessoa do sr. Otacílio Cartaxo, dizer que não tem nenhuma explicação a dar para mais este crime constitucional cometido pelo governo contra os cidadãos brasileiros. Fosse o Brasil um país sério, com certeza já estariam todos na cadeia. Mas o que mais impressiona em tudo isso é a passividade com que a sociedade brasileira aceita esse tipo de violência. Enquanto os bons se calarem, os maus vão sempre prevalecer. O que mais preocupa não é o grito dos desonestos, e sim o silêncio dos bons.

José da Silva jsilvame@hotmail.com

Osasco

___________________

DÚVIDA

Se conseguem violar o sigilo na Receita Federal e a Polícia Federal não descobre imediatamente, será que as urnas eletrônicas podem ser vulneráveis também?

Tania Tavares taniatma@hotmail.com

São Paulo

___________________

FRANCENILDIZAÇÃO

Se na quebra de seu sigilo bancário o pobre Francenildo derrubou um superministro, será que os quatro cavaleiros do PSDB não derrubarão uma hipercandidata?

Gilberto Dib gilberto@dib.com.br

São Paulo

___________________

INIMIGOS ÍNTIMOS

Uma pífia oposição tem caracterizado, salvo honrosas exceções, a atuação do PSDB durante todo o governo Lula. Nos últimos meses e agora, no período pré-eleitoral, essa frouxa postura tornou-se ainda mais frustrante para os que repudiam as bandalheiras e o jogo sujo do comuno-populismo petista. A realidade nos mostra que há uma explicação para o que, há muito tempo, vem acontecendo. A oposição é constituída por um bando de inimigos íntimos.

Arnaldo Amado Ferreira Filho amadofilho@terra.com.br

São Paulo

___________________

RUMO AO PRECIPÍCIO

Os pelegos que tomaram conta de Brasília estão demonstrando, com dossiês, mentiras, violações de sigilos e crimes contra a legislação do País, que os fins justificam os meios para se perpetuarem no poder. Os cidadãos de bem e os adversários, atônitos, não conseguem respostas das instituições brasileiras incipientes, fragilizadas e dominadas pela administração sindicalista. A candidata do governo, mesmo demonstrando o seu total despreparo para comandar o País, não tem influência na opinião de um eleitorado ignorante que caminha, cego, em direção ao precipício, comandado pelo carisma de um presidente deslumbrado.

Victor Germano Pereira victorgermano@uol.com.br

São Paulo

___________________

A USURPADORA

Quebra-se o sigilo fiscal de tucanos, agora surge a quebra de sigilo fiscal de VerônicaSerra, filha do candidato José Serra. Anteriormente, a vítima foi

o caseiro Francenildo, por ocasião do caso Palocci. Sabe-se lá quantos mais estão sendo devassados... O governo do PT acha que tudo pode e ainda pede sigilo sobre as investigações. Com que intenção? Esconder eventuais prejuízos até que passem as eleições? Temos uma Constituição, mas pergunto: é para valer? Existe independência entre os Poderes da República ou é apenas faz de conta? A candidata do governo, mesmo tendo o maior número de votos, não vai ganhar.

Ganhar seria o resultado de uma competição limpa, em pé de igualdade, correta, respeitosa, sem golpes baixos. Da maneira como está acontecendo, fica mais como ''usurpar''.

Alvaro Salvi alvarosalvi@hotmail.com

Santo André

___________________

ALGUÉM SE HABILITA?

O sr. Inácio Adams é advogado do PT ou da República? Sua atuação indica que é mais do primeiro do que da segunda. Alegar que não se pode dar aceso aos dados da investigação de quebra ilegal de sigilo à própria vitima, pois o processo corre em sigilo, como ele fez, parece mais uma piada de mau gosto. A Corregedoria da Receita Federal já havia desobedecido a ordem judicial, sonegando ao sr. Eduardo Jorge Caldas Pereira, a vitima, partes importantes do processo de investigação. A parte omitida trazia, justamente, a violação de sigilo de Verônica Serra! Agora, o advogado-geral da União - ou, antes, o advogado do PT - procura turvar ainda mais o esclarecimento dos fatos. Quem haverá de simplesmente fazer valer a lei neste país? Alguém se habilita? O Estado de Direito, no Brasil, respira por aparelhos.

M. Cristina da Rocha Azevedo crisrochazevedo@hotmail.com

Florianópolis

___________________

GOVERNO DO PT

Com o PT no governo, eu tenho vergonha de ser brasileiro.

Gilberto Lima Junqueira glima@keynet.com.br

Ribeirão Preto

___________________

O QUE FALTA?

A pergunta que não cala, há mais de cinco anos, e que não conseguiu, ainda, resposta: o que ainda falta acontecer para efetivar o impeachment deste governo?

Ronaldo Parisi rparisi@uol.com.br

São Paulo

___________________

ELEIÇÕES

A cada novo dia, nova denúncia, novo escândalo. E, lamentavelmente, verificamos não existirem limites para o PT se manter no poder. E o que é pior: nem Justiça. Acorda, Brasil!!!

Angelo Antonio Maglio Angelo@rancholarimoveis.com.br

Cotia

___________________

ESPIONAGEM

Que falta de caráter essa invasão aos dados do contribuinte. O governo Lula, além da participação no caso, precisa se explicar aos cidadãos. O nome de pessoas que tiveram seu sigilo quebrado e vieram a público tem tudo a ver com o interesse desse governo em "espiar" a conta de seus desafetos. Outros nomes não ligados à política que foram violados servirão de tampão para dizer que o fato é normal. A credibilidade da Receita foi quebrada, um órgão que deveria estar acima da politicagem deste país se rendeu aos aloprados. É o que dá colocar pessoas incompetentes em cargos de tal magnitude. Com um presidente que sapateia sobre a Constituição federal, o que dizer de seus subalternos? O caso é gravíssimo e não pode ser minimizado e tratado como fato político. Lamentável! Onde está a Justiça deste país, que não se manifesta? Calaram a OAB também?

Izabel Avallone izabelavallone@yahoo.com.br

São Paulo

___________________

DEVASSA

"Só instituições mais fortes impedirão a devassa geral", José Nêumanne (1.º/9, A2).

Se acham que vai acontecer alguma coisa com esses criminosos da esfera petista, só se for algo como aconteceu com o CELSO DANIEL. Que fiquem espertos!

Ariovaldo Batista arioba06@hotmail.com

São Bernardo do Campo

___________________

BATEDOR DE CARTEIRAS

Discordo do candidato José Serra, que compara PT a batedor de carteiras. Não acredito que os petistas aloprados tenham a malandragem e a finura dos batedores de carteiras. Prefiro compará-los a trombadões participando de arrastões públicos.

Sergio S. de oliveira ssoliveira@netsite.com.br

Monte Santo de Minas (MG)

___________________

ACORDE, JOSÉ SERRA!

Agora não é mais uma questão que o afete como candidato, mas como pai! É sua filha que teve o sigilo fiscal violado pelo banditismo encastelado nos mais altos postos da República. Não venha com insinuações vagas e contidas dirigidas à candidata do governo ou à sua campanha. Vá direto ao ponto, ao responsável-mor pela criminalização do uso do poder - o presidente da República que instaurou este ambiente mafioso de desrespeito aos mínimos direitos do cidadão. Na qualidade de pai e investido pelas circunstâncias da condição de principal porta-voz da oposição, dirija uma interpelação em público, pela televisão, pelo rádio e pela imprensa, diretamente ao presidente, cobrando-lhe providências diante do crime continuado em série cometido na Receita Federal e forçando-o a sair, com a ajuda da oposição, do mutismo e da omissão que caracterizam sua atitude em momentos como este. Pare de ouvir esses marqueteiros que insistem em tratar com luvas de pelica o ocupante do Planalto. Não há nada a perder: se ele persistir na inação e desconhecer a sua interpelação, terá sido criado um fato político negativo para ele e para a campanha da sua candidata; se responder, sua explicação provavelmente será como a que deu do mensalão em 2005, em entrevista a uma única jornalista que ninguém sabia quem era, em Paris, a 10.000 km de distância de onde os fatos ocorreram - "é o que sistematicamente sempre se fez no Brasil".

Paulo Afonso de Sampaio Amaral : drpaulo@uol.com.br

São Paulo

___________________

ARAPONGAGEM ANTIGA

As quebras de sigilo bancário, violações nas declarações do Imposto de Renda e escutas telefônicas são "paus de galinheiro" nas mãos dos nossos politiqueiros em tempos de eleições. E o campeão dessa sujeira é o PT. Desde antes de o sr. Lula vencer a primeira eleição para presidente da República, o PT, comandante-chefe das nossas esquerdas festivas, já possuía um serviço de inteligência particular de fazer inveja ao antigo SNI. Tudo comprado e seus agentes formados na antiga URSS, na China e em Cuba. Antes dessas façanhas eram a CIA e o FBI que financiavam e treinavam os nossos "arapongas", na época dos militares. Como se vê, mudaram as moscas, mas o lixo é o mesmo.

Roberto Stavale bobstal@dglnet.com.br

São Paulo

___________________

CAOS À VISTA

É Incrível que o secretário da Receita não tenha caído depois da quebra de sigilo de seis pessoas do PSDB, numa coincidência incrível. É claro, se este fosse um país sério... Agora ficou ainda mais escabroso, com a quebra do sigilo da Verônica, filha de José Serra! É a velha mania das esquerdas, fazer dossiês, fuxicar a vida alheia.

Regina Duarte teve medo quando da eleição do Lula; eu, que não sou ninguém, apenas uma cidadã comum, estou apavorada com o caos que vem por aí. Em seis meses estaremos numa imensa crise institucional, pois a candidata, se ganhar, terá de acomodar vários gulosos e inescrupulosos dos partidos que a apoiam, além dos radicais do PT e, é claro, seu tutor.

Em segundo lugar, em caso de afastamento, já imaginaram o Temer como presidente? Será um novo Sarney, não tenham dúvida. Embora ninguém toque no assunto, a candidata pode ter uma recaída, o que, sinceramente, não desejo, mas que pode, pode. Peço às pessoas que pensam em votar nela que analisem sem paixão os riscos a que ela está sujeita. Esclarecendo a quem ler essa cara: ainda nem decidi em quem votar, mas, como brasileira que ama seu país, eu me obrigo a analisar o candidato racionalmente, sem qualquer viés ideológico.

Anna Barretto fmbar@terra.com.br

São Paulo

___________________

IMPEDIMENTO

Caso restasse um pingo de dignidade e cidadania à sra. Dilma, ela já se teria declarado impedida de disputar as eleições, dados a profusão de mentiras e o uso de instituições do Estado para desqualificar concorrentes, a exemplo da Receita Federal e Ministérios.

Eu sei que seria querer demais da companheira de armas do Zé Dirceu...

Sérgio Barbosa sergiobarbosa@megasinal.com.br

Batatais

___________________

CONCURSO PÚBLICO

Nada me surpreenderia se o próximo concurso da Receita Federal trouxesse algumas vagas para encanadores e bombeiros, tal o nível atual de vazamentos de informações que deveriam ser sigilosas.

Claudio Juchem cjuchem@gmail.com

São Paulo

___________________

DEBOCHE À DEMOCRACIA?

Juca Ferreira , ministro da Cultura, ataca a campanha do palhaço Tiririca, candidato a deputado por São Paulo, classifcando-a como ''deboche'' à democracia. A qual democracia ele se refere? Será essa da violação de dados fiscais das pessoas, com motivação política, para beneficiar a candidata do Lula? Deboche maior é ver o presidente da República ir à porta de fábricas, pela manhã, como o fazia ao tempo de agitador, somente para pedir votos para sua preferida. E mais: aparece na televisão o tempo todo pedindo votos para seus asseclas, com a face apenas vermelha pela maquiagem, para esconder a sua desfaçatez.

Vicente Muniz Barreto dabmunizbarreto@hotmail.com

Cruzeiro

___________________

TIRIRICA, AVANTE

Vá em frente, Tiririca, porque o Brasil só tem uma cara: a sua!

Celia H. G. Rodrigues celitar@hotmail.com

Avaré

___________________

ACORDA, BRASIL?

Há anos, vimos acompanhando, como assinantes do prestigioso Estadão, as cartas dos leitores que não raro se encerram com as expressões ''acorda, Brasil!'' e ''e la nave và...'' Ora, sinto-me obrigada a citar Dante Alighieri: ''Deixai toda esperança, ó vós que entrais!" (às portas do Inferno...) O Brasil não acordará tão cedo, não nos enganemos. Nós, brasileiros, não temos mais força moral, nem competência intelectual suficiente para dizermos ''não!'' à corrupção instalada no poder e à desordem geral que angustia os que trabalham honestamente. A educação, que levantaria o povo, não interessa aos poderosos e permanece em níveis desalentadores. Ao brasileiro bastam o futebol, o samba, a cerveja e o churrasco domingueiros... As palavras de ilustres brasileiros como os brilhantes Carlos Alberto Di Franco ou Mario Cesar Flores, que procuram mostrar o caminho da luz, infelizmente, não atingem as massas. E assim ''la nave và...'' para o naufrágio. A ''mãe'' que o querido ''pai dos pobres'' vai nos empurrar goela abaixo não enxugará as lágrimas de seus filhos, que hão de abaixar a cabeça a quaisquer atos autoritários.

Oxalá estivesse eu enganada.

Edméa Ramos da Silva paulameia@terra.com.br

Santos

___________________

COM A PALAVRA, DONA DILMA!

Dona Dilma, a senhora faltou à verdade quanto à cotação do dólar na época do fechamento de sua loja, justificando assim o fracasso do empreendimento. Terá sido por engano? Para criar mais um factoide contra FHC e, por extensão, o Serra e o PSDB? Ou para mascarar incompetência administrativa?

Luiz Nusbaum lnusbaum@uol.com.br

São Paulo

___________________

A QUE VEIO

Na última quinta-feira o STJ nos tinha dado um alento com relação aos processos movidos contra os bancos que se apropriaram indebitamente de nosso dinheiro por ocasião dos malfadados planos econômicos dos amigos de Lulla, José Sarney e Fernado Collor de Mello.

Não é que na sexta-feira veio o ministro do STF Dias Tóffoli, indicado por Lulla, exatamente para suspender todas as açoes que se encontram na fase de recurso final para obterem a liberação de seus montantes junto aos bancos, sabidamente devedores dessas quantias?!

Dias Tóffoli tem uma função nessa história toda, impedir que o dinheiro que nos é devido nos seja devolvido de fato, e quem sabe, com a eleição de Dilma, o desgoverno desta se aproprie desse dinheiro com vista a dá-lo para o bolsa-esmola assistencialista deste e, quem sabe, do futuro desgoverno petista.

Esta história da suspensão das sentenças em recurso final foi e é muito estranha, mormente vinda de quem veio.

É chegada a hora de o STF mostrar definitivamente sua cara e a que veio, se está do lado da população ou do lado dos banqueiros!!!

Boris Becker borisbecker@uol.com.br

São Paulo

___________________

DOIS PESOS E DUAS MEDIDAS

Será que a Prefeitura de São Paulo mandou alguém até o Vale do Anhangabaú para medir os decibéis causados pela festa/comício dos cem anos do Corinthians, como está exigindo do Palmeiras para aprovar a reforma do Estádio Palestra Itália ?

Luiz Henrique Penchiari Jr. luiz.penchiari@bericap.com

Vinhedo

___________________

ALEGRIA DO GOVERNADOR

Viram a alegria do governador Alberto Goldman ao lado de Lula na festa do Corinthians? E o Serra, tomou doril? Onde estão os amigos? Nunca foi tão fácil para a Dilma liquidar a fatura já no primeiro turno.

Roberto Marques de Oliveira robertomarques@veseg.com.br

Paraguaçu Paulista

___________________

CEM ANOS DO CORINTHIANS!

Corintianos! Menos, menos! Pé no chão.

Lulla participou da comemoração dos cem anos do clube?

Rezem. Façam figa. Pulem sete ondinhas para que a construção do tão esperado estádio chegue ao fim sem nenhum contratempo.

Beatriz Campos beatriz.campos@uol.com.br

São Paulo

___________________

ITAQUERÃO X ELEIÇÕES

Qual brasileiro acha que não terá dinheiro público na construção do Itaquerão? Assim como teve no Morumbi.

Que tipo de acordo foi feito para uma empreiteira investir R$ 300 milhões às vésperas da Copa do Mundo e da Olimpíada?

Depois de mais esse ''combinado'', os 160 milhões de não corintianos devem votar em quem?

E tem candidata querendo criar um novo imposto para a saúde...

Mário Issa drmarioissa@yahoo.com.br

São Paulo

___________________

CAFONICE

O Corinthians está de parabéns pelo seu centenário. É o clube com mais títulos paulistas da história, várias conquistas nacionais, que revelou grandes jogadores para o futebol brasileiro e tem a segunda maior torcida do País. Porém é triste que a festa do centenário tenha sido tão cafona, cheia de palavrões, gafes e até mesmo com o atropelamento e morte de uma torcedora do clube. O atual presidente corintiano não honra as tradições do clube do Parque São Jorge, é aliado direto de Ricardo Teixeira (CBF) e a desorganização e bagunça das comemorações são um fiel retrato da sua má gestão.

Renato Khair renatokhair@uol.com.br

São Paulo

___________________

PRESENTE DE GREGO

Parabéns ao Corinthians pelo seu centenário!

Mas cuidado, não se iludam com o presente de grego demagogicamente alardeado pelo patrono Lulla, de olho na eleição da sua candidata Dillma. O tão alardeado estádio não será do Corinthians, e sim da Odebrecht, que vai financiá-lo e construí-lo. O Corinthians terá somente o nome do estádio. Muito diferente do Morumbi, que, mesmo se chamando Cícero Pompeu de Toledo, é do São Paulo, como o Palestra Itália é do Palmeiras, o Canindé é da Portuguesa e o Parque São Jorge, esse, sim, é do Corinthians. Só para lembrar, a Odebrechet, uma das maiores empreiteiras do País, tem inúmeras obras do governo federal. Que tal ficarmos de olho?

Viva o Corinthians!

José Luiz de Andrade Figueira jlafigueira@hotmail.com

São Paulo

___________________

FESTA DO TIMÃO

Parabéns aos brasileiros pelo centésimo aniversário do Sport Club Corinthians. Afinal, todos nós somos corintianos ou não corintianos.

Carlos Roberto da Silva Calderon crscalderon@hotmail.com

São Paulo

___________________

Copa 2014

Tudo que se comemorou no centenário de fundação do Corinthians, e que culminou com a outorga pelo seu presidente, Andrés Sánchez, da faixa de "presidente da República Popular do Corinthians" ao presidente Lula, pelo trabalho desenvolvido para construção de um estádio corintiano e também pela escolha de São Paulo como sede do jogo de abertura do Mundial, e mais a estrondosa manifestação dos torcedores do clube em pleno Anhangabaú, comprovando a força e a pujança do poder que essa agremiação tem no desporto brasileiro, tudo isso, repito, também é um jogo político a favor da campanha presidencial da pupila do presidente. Como tudo o que acontece de bom na gestão de Lula, e ela alardeia como parte do seu trabalho, com certeza vai proclamar em alto e bom som que também concorreu para conseguir tão valioso feito. Dilma é useira e vezeira em cumprimentar os outros com chapéu alheio, para seu benefício!!!

Antonio Brandileone abrandileone@uol.com.br

Assis

___________________

ROXO

O Sport Club Corinthians Paulista completou cem anos com muitas glórias. Eu sou corintiano desde criancinha. Essa é minha principal qualidade.

Paulo Dias Neme profpauloneme@terra.com.br

São Paulo

___________________

ESTÁDIO DO CORINTHIANS

Curiosa a decisão da CBF por um estádio do Corinthians para a Copa de 2014, não? O que um presidente da República corintiano não consegue...

Luiz Felipe Rosa lfelipebarros@hotmail.com

São Paulo

___________________

O MINHOCÃO DO MORUMBI

O projeto para a implantação da Linha Ouro do Metrô, agora divulgado com detalhes, inclusive das áreas a serem desapropriadas, é uma violenta agressão à populações que reside há muitos anos em casas de qualidade num bairro previsto como totalmente residencial, e levará, se aprovado, a uma violenta degradação de uma área essencialmente ecológica e ambiental. Levará também a uma violenta depreciação dos valores imobiliários, com enormes prejuízos para milhares de moradores de boa-fé.

Não se justifica de forma alguma que um trem elevado, que pretende ligar Congonhas à Vila Sônia, deva passar nos bairros previstos a um custo ambiental e financeiro astronômico. Em qualquer cidade de algum respeito, os meios de transporte coletivos devem circular por vias de grande movimento e de uso comercial. Fazer este trajeto por bairros de baixa densidade populacional e atravessar a região da Fazenda Morumbi é uma proposta imoral. Todos conhecemos a degradação gerada pelo Elevado Costa e Silva, tendo até circulado o rumor de uma possível implosão do mesmo. E esta mesma Prefeitura pretende agora destruir áreas de alta qualidade urbana sem justificativa racional. Nem mesmo a de facilitar o acesso a um jogo de abertura da Copa de 2014.

Se a Linha Ouro, vinda do Jabaquara, segue avenidas de espaço comercial como a Roberto Marinho, o único caminho racional para levá-la até a Vila Sônia seria a Marginal do Rio Pinheiros, até seu encontro com a Linha Amarela, atendendo às efetivas demandas de transporte, sem agressão de área urbana e a um custo infinitamente menor. Se a preocupação maior é servir à população de Paraisópolis, não seria inviável nem degradante seguir até o começo da Estrada de Itapecerica e passar a linha sobre a Avenida Giovanni Gronchi, essencialmente comercial.

Sabemos que grandes interesses financeiros envolvem qualquer projeto dessa ordem, entretanto, destruir uma parte da cidade e prejudicar um número desproporcional de moradores de boa-fé, com evidente prejuízo para o meio ambiente, é simplesmente criminoso.

Rogamos à Prefeitura a revisão do projeto e à Câmara Municipal um esforço concentrado para impedir esse despropósito.

*

A Sociedade dos Moradores do Morumbi (SMM) tem recebido vários e-mails a respeito do projeto monotrilho para a região. Dentre estes destacamos, os dos srs. Roberto Hollnagel, Alberto Singer, Lauritz Ommundsen, Hugo Kovadloff e Carlos Augusto Meinberg, cujas considerações apoiamos integralmente.

Carlos Magno Gibrail, presidente da SMM gibrail@uol.com.br

São Paulo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.