Cartas - 04/04/2011

MENSALÃO

, O Estado de S.Paulo

05 Abril 2011 | 00h00

Promessa é dívida

Após estourar o escândalo do mensalão, Lulla esbravejou que tudo era uma farsa. Em entrevista, disse que a oposição queria dar um golpe de Estado e prometeu que quando estivesse fora do governo explicaria ao povo brasileiro toda essa armação contra o seu governo. Agora, o povo aguarda que o cidadão Lulla da Silva cumpra a promessa e explique também os motivos que levaram a Polícia Federal a declarar que o mensalão realmente existiu e que foi desviado dinheiro público para o PT e, quem diria, para o sr. Lulla da Silva também.

JOSÉ CARLOS COSTA

policaio@gmail.com

São Paulo

_______________

E agora, Luiz?

VICTOR GERMANO PEREIRA

victorgermano@uol.com.br

São Paulo

_______________

Malfeitores da Pátria

Estou ansioso e confiante na justiça do ministro Joaquim Barbosa. Acreditamos em seu caráter, aguardando seu parecer no processo do mensalão, para acabar com esses malfeitores da Pátria.

DONATO CASTILHO VAZ

donatocastilhovaz@hotmail.com

Penápolis

_______________

Cartas na mesa

Nesta segunda-feira especial, o ministro do STF Joaquim Barbosa deve ter encontrado a sua mesa bastante cheia. Terá sido uma prazerosa tarefa ler tantas sugestões, ótimas e criativas, vindas de todo o País, de como deve ponderar a sua decisão. Que a enxurrada de telegramas pedindo-lhe rigor na punição dos réus do mensalão possa ajudá-lo a engrandecer ainda mais a sua biografia. Um grande gesto patriótico, por um Brasil melhor!

FLAVIO MARCUS JULIANO

opegapulhas@terra.com.br

São Paulo

_______________

INFLAÇÃO

Corte de gastos

A inflação está vencendo a guerra. Mesmo com as medidas tomadas pelo atual governo para contê-la (aumento da taxa de juros), ela está vencendo. A culpa é do aumento dos gastos públicos. Apesar do discurso da presidente Dilma de cortar despesas, o que se vê é aumento dos gastos. Se Dilma realmente quisesse cortar despesas, teria de cortar na própria carne, reduzindo os Ministérios, que já foram inflados no governo anterior, e não aumentar o número de pastas, como ela fez, para atender às promessas de campanha. Pobre Brasil, teve a chance de vencer e se tornar uma nação de Primeiro Mundo, mas continua de Terceiro Mundo, com uma população sem educação e com governo populista, com alta taxa de aprovação. Faço parte dos 13% que torcem por um país melhor, com menos corrupção e mais desenvolvimento.

M. CARMEN DEL BEL T. GOULART

carmen_tunes@yahoo.com.br

Americana

_______________

EDUCAÇÃO

Financiamento estudantil

A respeito da afirmação da presidente Dilma de que "só não estuda quem não quer", enaltecendo o programa Fies, acredito que as coisas ainda não são bem assim. Meu filho está no quarto ano de Medicina e, embora tenha tentado todos os anos, nunca consegui utilizar esse recurso. A resposta na inscrição é sempre a mesma: "Esgotado o limite financeiro da instituição de ensino" (Unicastelo de Fernandópolis). Ora, se tem Fies para todos e a instituição não tem limite financeiro, então alguma coisa está errada.

MÁRIO BEZERRA COSTA

mario.bezerra@ig.com.br

Santa Fé do Sul

_______________

ÁGUA PARA TODOS

Poços e cisternas

Sou da Bahia, mais precisamente do município de Quijingue. Moro em São Paulo há 14 anos, mas minha família continua lá. Bom saber que a presidente Dilma Rousseff quer levar água para todo o Nordeste. No Quijingue, quem incentivou e ajudou na instalação de muitas cisternas foi um padre, mas tão discreto que nem sei o nome dele. Tem bem uns 20 anos que furaram um poço subterrâneo, de lençol freático, no fundo das terras da minha mãe e do meu sogro. Diziam que iria abastecer todo o povoado, mas até hoje ele não tem bomba para puxar a água. Dá pena ver a seca, o solo trincando, os animais com sede e saber que o fundo do poço está cheio de água. A boca, de poucos centímetros, fechada, aparafusada, não permite acesso. Dizem que é porque é preciso fazer uma caixa no morro, para distribuir depois no povoado. Será que a presidente Dilma não resolve esse caso? Detalhe: não é o único na região.

ROZANE MATOS CARNEIRO

r-mcarneiro@ig.com.br

São Paulo

_______________

VALE

Sucessão

Nas discussões sobre a sucessão no comando da Vale (3/4, A3, B6 e B8) têm sido enfatizados os interesses de determinados acionistas e a autonomia do diretor-presidente, enquanto os interesses da companhia e o papel fundamental do conselho de administração praticamente não têm sido mencionados. Segundo a Lei de Sociedades Anônimas, compete exclusivamente ao conselho de administração (artigo 142) eleger e destituir os diretores da empresa, incluindo o diretor-presidente. Além disso, acionistas (artigo 115), acionistas controladores (artigo 116), conselheiros de administração e diretoria (artigos 154 e 155) e conselho fiscal (artigo 165) têm deveres e responsabilidades com a empresa, ou seja, as decisões devem ser tomadas visando ao interesse da companhia. Em tempo: a companhia não é a totalidade dos acionistas, mas outra pessoa (jurídica), distinta dos acionistas.

CARLOS E. LESSA BRANDÃO

celb@iname.com

São Paulo

_______________

Ações em baixa

Com as novas regras do pré-sal na Petrobrás e a intervenção na Vale, o próprio governo, que incentivou a aplicação do FGTS do trabalhador nessas empresas, está cuidando de esvaziar as ações. Mudaram as moscas?

JAIRO P. GUSMAN

jairogusman@gmail.com

São Paulo

_______________

Novo nome

Tudo indica que a Vale, para todos os efeitos práticos, voltará a ser estatal. Seria bom, então, que seu nome fosse mudado, mas não para Valebrás, como manda a tradição. Sugiro algo novo, como, por exemplo, Valevoto, Valeverba ou Valecargo.

MARIO SILVIO NUSBAUM

mario_silvio@hotmail.com

São Paulo

_______________

"Tudo menos isso, com esse monstro não dá!"

JOSÉ PIACSEK NETO / AVANHANDAVA, SOBRE A VOLTA DA INFLAÇÃO

bubapiacsek@yahoo.com.br

"Então, tá! O ministro tira o competente presidente da Vale e nós tiramos o incompetente ministro"

ALCIDES FERRARI NETO / SÃO PAULO, SOBRE A SAÍDA DE ROGER AGNELLI DA EMPRESA

ferrari@afn.eng.br

"Agora só falta o circo pegar fogo..."

MILTON BULACH / CAMPINAS, SOBRE O DEPUTADO TIRIRICA

mbulach@gmail.com

_______________

VOCÊ NO ESTADÃO.COM.BR

TOTAL DE COMENTÁRIOS NO PORTAL: 1.472

TEMA DO DIA

Muricy Ramalho acerta com o Santos

Após quase um mês de férias, técnico assumirá o comando do time para salvá-lo da crise

"Tenho certeza de que, se deixarem ele trabalhar, irão conquistar muitos títulos."

DERALDO ROCHA

"Um recado para Ricardo Teixeira: por favor, não tire o Muricy do Santos, pois ele é o melhor técnico do momento."

PAULO RIBEIRO

"Santos (digo, o Muricy) vai ser campeão brasileiro outra vez. É só o Neymar parar de molecagem e jogar o que sabe."

MÁRIO ROLIM

_______________

Cartas enviadas ao fórum dos leitores, selecionadas para o estadão.com.br

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

JACKSON LAGO

 

Morreu o ex-governador do Maranhão e ex-prefeito de São Luís Jackson Lago, que merece as todas as nossas homenagens e o nosso reconhecimento. Lago era um homem de bem, íntegro, que lutou o bom combate, enfrentou e foi derrubado pelo clã Sarney em seu Estado, mesmo tendo vencido legitimamente as eleições. É um dos raros políticos brasileiros que deixam um bom exemplo de ética, honestidade, espírito público e republicano e que realmente estiveram do lado do povo.

 

Renato Khair renatokhair@uol.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

_______________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A HERANÇA DE RIO BRANCO

 

Entendo e louvo o espírito democrático que permeia O Estado de S. Paulo. Todavia a entrevista publicada na edição de domingo (3/4) que traz o que pensa o "professor do Planalto" sobre a política externa brasileira é um acinte à herança de Rio Branco. Ao afirmar que o Brasil não tem "simpatia por autocratas". É algo que diz respeito à Nação, ao povo brasileiro, no qual não se inclui o "professor", célebre não por suas obras acadêmicas, mas pelo "gesto delicado" com que brindou, no passado, o povo brasileiro.

Antonio Carlos Bernanrdo, antonil2001@uol.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O CONSELHEIRO DO LULA

"Claro que há mudanças na política externa", afirmou Marco Aurélio (toc, toc) Garcia, nefasto mentor de Lula na conduta da nossa política externa (3/4, A18). Liso como quiabo, habilmente, posando de conciliador, esquivou-se quando inquirido sobre as manifestações de amizade, companheirismo e compadrio de Lula a governantes notórios ditadores, torturadores e alguns até assassinos. Cinicamente diz que "quando se fizer a história da política externa do governo Lula esse aspecto não terá caráter fundamental", além de sutilmente sugerir ter sido o "estilo" do seu aluno falastrão. Ledo engano. Os historiadores do futuro, livres do viés político que atualmente nos domina, certamente ficarão horrorizados ao analisar as posições vergonhosas e antiéticas assumidas pelo ex-presidente, que está, por enquanto e felizmente, "de quarentena", segundo ele próprio.

 

Arnaldo Amado Ferreira Filho amadofilho@terra.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

NOVOS CAMINHOS?

 

Dilma e Garcia são defensores dos direitos humanos. E os elogios à revolução cubana de Fidel, onde entram nessa história?

 

Helena Rodarte Costa Valente helenacv@uol.com.br

Rio de Janeiro

 

 

 

 

 

 

 

 

_______________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

COERÊNCIA É PRECISO

O assessor para assuntos internacionais do Palácio do Planalto, Marco Aurélio Garcia, admitiu que a política externa do Brasil mudou. Realmente mudou, e foi uma mudança diametralmente oposta àquela que ele, em parceria com Luiz Inácio Lula da Silva e Celso Amorim, defendeu por oito anos, pondo o Brasil junto ao que há de mais podre no mundo.

Portanto, já que os antigos parceiros foram derrotados e estão fora do governo, em nome da coerência e ainda para não brigar com sua própria ideologia jurássica, o sr. Garcia deveria pedir demissão. Caso não o faça, que continue a exercer seu direito constitucional de ir e vir. Porém, quando seu destino for Cuba para beijar as botas de Fidel Castro ou a Venezuela para recolher os recados de Hugo Chávez, que não use dinheiro público nem o passaporte diplomático. O contribuinte brasileiro, que custeia essas viagens imorais, penhoradamente agradece.

Humberto de Luna Freire Filho hlffilho@gmail.com

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

FALTOU O PRINCIPAL

 

 

Diz o assessor internacional: "Claro que há mudanças na política externa". Mas ele não mudou.

Jairo P. Gusman jairogusman@gmail.com

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

DANÇA CONFORME A MÚSICA

A dança, na sua expressão filosófica, é um divertimento social. Há outros tipos, como a dança por interesses políticos. Quando Lula era presidente, dirigia uma orquestra com ritmo musical cuja dança era desempenhada por um exímio dançarino, o assessor de política externa Marco Aurélio Garcia, que apoiava seu ritmo que cadenciava com o ritmo das músicas de os países como Irã, da política atômica, e Líbia, do ditador Kadafi. Hoje, a presidente Dilma, em entrevistas dadas à mídia, até de países estrangeiros, não concorda com tais ritmos políticos, o que fez com que o aludido assessor, que continua a assessorá-la, mude de dança, com compassos inteiramente diferentes. Isso está sobejamente comprovado na longa entrevista dada ao Estadão pelo referido assessor, bastando para tal seu título,que peço vênia para citar, "Claro que há mudanças na política externa", afirmando deslavadamente que o"Brasil não tem simpatia por autocratas nem afinidade com Irã". Este assessor é um autêntico CAMALEÃO POLÍTICO, que, conforme seu interesse, tem a faculdade de mudar a dança e o colorido do ambiente. O que Lula diz disso?

Antonio Brandileone abrandileone@uol.com.br

Assis

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

CONSELHO DE SEGURANÇA DA ONU

Será que a estratégia da Dilma vai funcionar? Lula, o poliglota de uma língua só, para ficar em evidência na mídia internacional se alinhou à escória (ditadores e presidentes pseudodemocratas) para chamar atenção e objetivando angariar votos para ingressar no Conselho de Segurança da ONU. Com frequência visitou republiquetas africanas, perdoando dívidas (embora o Brasil esteja cheio de problemas internos, inclusive de segurança). Dilma é esperta. Fez um teatrinho convincente. Recebeu Barack Obama de braços abertos e, em seguida, criticou o regime iraniano - desafeto do irmão do Norte. Será que os EUA vão cair no engodo? Vão nos apoiar para ingressarmos no seleto Conselho?

Humberto Schuwartz Soares hs-soares@uol.com.br

Vila Velha (ES)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

GOVERNO DILMA

Aos entusiastas precoces com relação ao governo Dilma recomenda-se cautela. Ela não é um "poste", mas sem dúvida é uma proposta competente, vide a queda de Agnelli da Vale, fato que ela conseguiu com apenas três meses ocupando o Planalto. O chefe deve estar festejando "como nunca antes".

Ademar Monteiro de Moraes ammoraes57@hotmail.com

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

VALE

Atenção, acionistas, é hora de vender!

Gustavo Guimarães da Veiga, gjgveiga@hotmail.com

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

_______________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

DEMISSÃO DE AGNELLI

 

Se eu tivesse ações da Vale, este seria o momento de vender. Guido Mantega não é o melhor ministro em sua área, O Planalto intrometeu-se onde não devia e o Bradesco privilegia os seus negócios, em detrimento daquilo que é correto fazer. Acho que nunca teremos grandes personagens a merecerem estátuas em

praças públicas.

 

Alvaro Salvi alvarosalvi@hotmail.com

Santo André

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

CONCORRÊNCIA

Outro dia conheci alguém que, por ter sido maltratado numa concessionária de motocicletas, resolveu investir pesadamente no ramo para criar a sua própria concessionária e concorrer, frontalmente, com o seu maltratante. Na mesma hora me veio a ideia de sugerir ao Roger Agnelli enviar o seu currículo para as anglo-australianas BHP Billiton ou Rio Tinto.

Sergio S. de Oliveira ssoliveira@netsite.com.br

Monte Santo de Minas (MG)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

REAÇÃO LULISTA

A manobra de controle da Vale pelo poder central teve por objetivo implantar um desastrado projeto político do ex-presidente Lula e recuperar seu óbvio desgaste nos primeiros meses do novo governo. Perdem a empresa e os acionistas privados em autonomia e inteligência, especialmente se o novo presidente, como é esperável, for um súcubo do governo da União e perpetrar os erros característicos das empresas estatais. Perde em competitividade, em detrimento do desenvolvimento nacional. Perde a presidente Dilma, que se esperava - com alguma candidez, é certo - um tanto quanto desvinculada de seu criador. Este, pelo contrário, ao revitalizar uma idiossincrasia, recupera parte de sua força, que se esvaía no estilo não emocional de sua sucessora.

 

Amadeu R. Garrido de Paula amadeugarridoadv@uol.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

TECNOLOGIA E VALOR AGRAGADO

O nosso Estadão pôs em pauta neste domingo duas matérias sobre a Vale. Gostaria de relembrar (dizem que o brasileiro tem memória curta) dois tópicos do histórico dessa transação. Debaixo de muita polêmica a Vale foi privatizada em 1997 por R$ 3,3 bilhões. A capitalização dessa privatização contou com diversos auxílios, incluindo o uso de FGTS, a ordem mandada dos fundos de pensão, etc. Houve muito empenho do governo Fernando Henrique (PSDB) para a concretização do negócio. Se a Vale valia mais, ninguém queria pagar. O sr. Roger Agnelli tem todo o valor da administração até a data de hoje. Contou com um aumento de demanda do mineral, mas fez uma boa administração. Porém o que se discute hoje é a sua permanência. Bem, se a empresa é, digamos assim, travestida de empresa privada, não é culpa de ninguém (legalmente), por isso não adianta chorar sobre a influência ou não da opinião do governo federal no assunto, pois NESTE modelo em que está a Vale é meio privada. Segundo e acompanhando o raciocínio, o dono tem direito a opinar sobre o modelo administrativo-econômico que a empresa deve seguir. O Brasil precisa parar de ser, por exemplo, o maior produtor de café do mundo e perder em valor agregado do produto para a Alemanha. Portanto, a Vale não está totalmente privatizada (vamos terminar esta privatização). E por que só o modelo do sr. Agnelli é perfeito? Só porque deu certo até agora, alavancado na alta das commodities? Precisamos ter mais tecnologia e valor agregado em nossos produtos.

 

Jairo de Almeida Machado Junior jairomachado55@hotmail.com

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

FUTURO IMPREVISÍVEL

 

O governo está executando sua persistente intenção de levar da teoria à prática a estatização dessa admirável empresa que é a Vale. Pretende impor que destine um considerável investimento para a produção nacional de aço. Do ponto de vista empresarial, um grave erro no planejamento estratégico! As commodities estão no pico do mercado, mas persiste um excesso mundial na capacidade produtiva do aço. No caso da reversão muito provável a curto e médio prazo na comercialização do minério com a agressividade de ofertas, sendo a Vale concorrente na produção de aço, enfrentará a preferência dos compradores a favor dos principais concorrentes. Na mesma oportunidade diminuirá também a lucratividade no mercado do aço. Como consequência haverá um prejuízo generalizado para os mais de meio milhão de acionistas da Vale e para a economia do País.

Fora o desastroso desempenho das que eram empresas estatais, como Embraer, Usiminas, CSN e a própria Vale, é mais lamentável ainda nosso desapontamento pela ação do governo Dilma neste caso, quando seu início prometia justificar uma reversão na expectativa da nova administração. Causa a impressão de que subsiste uma chispa do afamado popularismo na ex-guerrilheira. Esperemos que não se converta numa chama difícil de extinguir!

 

Pablo L.Mainzer plmainzer@hotmail.com

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

MAU USO

 

A demissão do presidente da Vale, Roger Agnelli, por interferência e pressão do governo do PT, confirma o que todos sabem: o projeto do PT é se perpetuar no poder, a Vale será MAL USADA como cabide de empregos para apadrinhados do governo do PT. O que espanta é o cinismo e a desfasatez do ministro Mantega e a má-fé do ex-presidente Lula quando plantou motivos para fritar o Agnelli.

Podemos imaginar quem serão os futuros diretores da Vale, provavelmente, entre 15 e 20 vagas com altos salários, capacidade técnica e profissional certamente não serão as principais qualificações para ocupar esses cargos. Perdoem-me os 119 mil funcionários da Vale, mas boa parte deve ter ajudado a reeleger o governo do PT. Apesar de eu nunca votado no PT, estou em parte, e até agora, bem impressionado com o estilo da gestão Dilma Rousseff, mas não vamos nos enganar, o governo Dilma também se prestará sempre a ajudar o projeto PT. O Bradesco, muito espertamente, percebeu que não se pode medir forças com o governo do PT e se aliou a ele para trocar o presidente da Vale e obter vantagens para o seu negócio através da parceria com o Banco do Brasil, pois é mais fácil do que competir com a eficiência e boa gestão do Banco Itaú.

Parabéns ao Roger Agnelli, ele já deve ter uma dezena de propostas para escolher onde irá trabalhar, profissionais como ele, que conseguiu multiplicar o faturamento da Vale em 12 vezes desde 2001, terão emprego garantido

Reinaldo José rei.jose@uol.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

CASO MATTEI

Sorte Roger Agnelli sair com vida da Vale. Pior seria se a pelegada petista decidisse pela "solução Mattei".

 

Yazid Gattaz mbgattaz@superig.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

DESATINOS

 

Parabéns pela lucidez. O editorial "Desatinos contra a Vale" (3/4, A3) nos faz pensar que o governo quer tomar conta dessa empresa influindo na sua gestão ou punir o executivo de sucesso. Vamos e convenhamos, o Agnelli antes da vale era um executivo do mercado financeiro (Bradesco) que foi guinado à presidência da Vale pelas suas qualidades. Ele não nasceu neste mercado, deve ter-se dedicado muito para colocar a Vale como uma das maiores exportadoras do mundo, e agora vem a política e lhe toma o seu lugar. Vão oferecer o que para ele, a Petrobrás? Ou vão deixar esse brilhante executivo ser levado por uma multinacional do segmento?

Quanto tempo precisa para deixar um executivo com a bagagem do Roger? É para pensar e repensar.

 

Jose Roberto Rodrigues jrodrigues@cheque-pre.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

PPI

Eike Batista explica um de seus mandamentos para gerir bem uma empresa. É o PPI (Projeto à Prova de Idiota), pois "toda empresa, em algum momento, será comandada por um idiota, nem que seja por pouco tempo. Sabendo disso, nós montamos empresas que possam sobreviver aos idiotas" (Veja, 6/4, pág. 56). Será que a Vale está preparada?

Antonio Roberto Lourenção arlouren@terra.com.br

Jundiaí

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

FALTA SERIEDADE

Como cidadão brasileiro detentor de algumas ações da Vale, sinto-me enojado com a ingerência patrocinada pelo atual governo que culminou com a saída de Roger Agnelli da presidência da Vale. É revoltante e vergonhoso, e demonstra que este país não é sério.

Rodrigo Arantes do Amaral rodrigoamaral@terra.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

PIADA DE BRASILEIRO

"Sabe aquele diretor da empresa que aumentou o lucro em mais de 1.200% e as ações em 1.500%?"

"Sei, sim. Foi promovido?"

"Não, foi demitido, quá, quá, quá."

Luiz Nusbaum lnusbaum@uol.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

NOVO MODELO

Sabem qual o próximo passo do governo para se imiscuir na livre empresa?

Será limitar ou créditos do BNDES, Banco do Brasil e outros para a indústria papeleira, para que ela não venda papel aos jornais e revistas.

Assim ele pode estrangular a liberdade de imprensa e da livre empresa neste país.

Pois é. Inventaram um novo modelo de censura.

 

José G. Santinho msantinho@uol.com.br

Campinas

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

"CINISMO E IMPUNIDADE"

Gostei de ler o artigo do dr. Carlos Alberto Di Franco (4/4, A2), temos no Brasil uma minúscula reação ao que vem acontecendo. Contudo ela é tão pequena que não vai fazer diferença, como não tem feito! Não estou dizendo que o Estadão não seja lido, mas, com certeza, pelo que temos visto nas ruas e pesquisas, as pessoas não se importam. E, ao contrário de Di Franco, não acredito que a imprensa brasileira fará a diferença, pois ela não se cansa de noticiar (conforme o artigo mesmo demonstrou), mas não vemos resultados. O Estadão está sob censura há 613 dias e muitas pessoas não sabem, e as que sabem não fazem nada. Muitos regimes estão caindo do outro lado do mundo. Porém aqui está tudo bem, a impunidade reina para aqueles que estão do lado certo, e não estou me referindo ao lado do que é justo!

 

Ronaldo Nogueira ronaldo.lnj@hotmail.com

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

DI FRANCO

O professor de ética não disse que faltou ao ministro Marco Aurélio Mello mencionar que "faz de conta que temos Justiça e que todos os juízes são íntegros"!

Ariovaldo Batista arioba06@hotmail.com

São Bernardo do Campo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

CHEGA DE ABUSO

Como houve claro abuso de poder, o Ministério Público Federal de Brasília teve de interferir e apontar a irregularidade na concessão de passaportes diplomáticos a parentes do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Sua Procuradoria quer saber se esses passaportes já foram devolvidos e, caso não, deram prazo de 30 dias para entrar na Justiça com essa demanda. É um bom sinal. Agora seria interessante o MP analisar os bens retirados do Palácio da Alvorada e da Granja do Torto, 11 caminhões, considerados pela família Lula da Silva como pertences próprios, inclusive um valioso crucifixo (peça de museu) que aparece em fotografia tirada no período do ex-presidente Itamar Franco, com o mesmo sentado à sua frente. Os governantes de plantão têm de entender que não são donos dos bens postos a sua disposição; que seu governo passa e o patrimônio que é do Brasil deve ficar!

 

 

Silvano Corrêa, www.silvanocorrea.blogspot.com

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

"UM PRO CRAVO, OUTRO PRO CRIVELA"

Nem chegou ao fim a investigação dos passaportes diplomáticos para os descendentes do ex-presidente Lula e já nos defrontamos com outra, decorrente do pedido de passaporte diplomático para o pastor R. R. Soares, tio do senador Crivella, responsável pelo pedido de mais essa irregularidade. Afinal, o referido passaporte só deve ser entregue a servidores e parlamentares a serviço do País, ou a pessoas no interesse do País, conforme emendou decreto "esperto" do ex-presidente, o qual nem a ele acabou tendo serventia. Considerando que o senador com certeza tem conhecimento da ilegalidade do seu pedido, chega-se à conclusão de que ele mentiu descaradamente e, por consequência, houve quebra do decoro parlamentar. R. R. Soares sabidamente não é parlamentar, não é servidor público e muito menos viaja no interesse do País. E daí, vai sofrer processo de impeachment? Claro que não. Essa denúncia vai com certeza fazer companhia ao mensalão. E ainda há pessoas que se revoltam com a declaração atribuída ao general de Gaulle de que este não é um país sério.

 

Gilberto Pacini benetazzos@bol.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

'PASSATORPE'

Por que pastores que empesteiam a TV com seu matematicamente calculado dízimo periódico têm direito a passaportes especiais? Será que é para o livro bíblico abrigar mais versículos recheados de verdinhos ensinamentos, quando se ausentam do País, dispensando o milagre da revista? Agora o Senado, torpemente, distribui passaportes especiais a qualquer um? Será que, como filhos e netos de ex-presidente, os pastores serão também agraciados "no interesse do país"? Senado, por favor, acerte, acerte, e não erre, erre!

 

 

Flavio Marcus Juliano opegapulhas@terra.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

PASSAPORTE PRA O CÉU?!

Não, não! Calma! É para o pastor R. R. Soares, que viaja muito e precisa de um passaporte especial. Aquele mesmo que ilicitamente o Lula deu de presente a filhos e netos...

Como os senadores não são bobos, e em 2012 teremos eleições municipais, rapidamente querem dar esse mimo ao tal pastor evangélico, que tem milhões de seguidores. Entenderam?!

Agora, diferentemente do Lula, espero que R. R. Soares tenha um mínimo de vocação ética e dispense essa bondade dos congressistas.

Porque ele deveria saber que Deus não está somente entre os passageiros com passaportes especiais...

Paulo Panossian paulopanossian@hotmnail.com

São Carlos

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

NEGÓCIOS ESTRANGEIROS

Por que razão o "pastor" R. R. Soares quer ou necessita de passaporte diplomático ? Será que vai "abrir" uma filial de sua igreja no exterior? A palavra com o mentor da solicitação, o senador Crivella.

Jose Roberto Marforio bobmarforio@gmail.com

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

REVISTA

Em alfândegas, exime-se da revista o portador de passaporte diplomático. Sabedor de que São Pedro é funcionário exemplar, Marcelo Crivella tratou logo de proteger o tio pastor com um.

A. Fernandes standyball@hotmail.com

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

OS MENOS COMUNS

Passaporte até para "pastor" de igreja?

Já está virando um caso de descaramento a destinação de passaportes diplomáticos para aqueles que se acham "incomuns". Será que o Itamaraty também virou a casa da mãe Joana, onde a qualquer pretexto se desrespeitam as regras para obter um passaporte especial? O Brasil da era petista está cada vez mais anarquizado. Até tu, Itamaraty? É inconcebível!

 

Leila E. Leitão

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

TELEGRAMA ONLINE

 

Agora já sei no que se transformou nosso CORREIO nas mãos do PMDB! Correu pela internet uma mensagem conclamando todos os brasileiros a fazerem parte de uma "Passeata de Telegramas" no domingo, enviando um telegrama ao ministro Joaquim Barbosa cobrando o julgamento do mensalão, que corre risco de prescrição. Pois bem! Foi humanamente impossível mandar meu telegrama via online. Depois de muito tempo tentando achar um caminho no facílimo site, que parece ter sido feito por algum funcionário selecionado pelo "cabide de empregos", descobri que precisava fazer um cadastro. Depois do cadastro feito, acessar de volta ficou impossível, resultado: precisei fazer meu telegrama via telefone. Foi fácil e rápido, mas aí que está o pulo do gato. O telegrama fonado sai praticamente o dobro do online. Sei disso porque alguns amigos conseguiram enviá-lo online, escreveram praticamente uma carta com mais de cem palavras, pagando menos de R$ 9,00. O meu, que não chegou a dez palavras, saiu por quase R$ 18,00! Será que o site de acesso difícil aos produtos do Correio é de propósito para pagarmos mais? A conferir!

Beatriz Campos beatriz.campos@uol.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

MENSALÃO CONFIRMADO

 

A Polícia Federal confirma a existência do mensalão. Não há alternativa: construir mais presídios.

Arcangelo Sforcin Filho arcangelosforcin@gmail.com

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

MENSALÃO DO PT

A imprensa está veiculando em todos os meios possíveis que descobriram que o "mensalão" utilizou verba pública, que finalmente conseguiram "provar" esse vínculo... Ora, me poupem, senhores, todos nós, brasileiros, sempre soubemos que esse tsunami de dinheiro só poderia ter uma única origem: nosso bolso. Até meu cachorrinho poodle sabia disso. Até quando seremos obrigados a viver com a vergonha de não termos vergonha na cara, de agir sem reagir diante dos sem-vergonha que aí continuam roubando e zombando de tudo e de todos? Não é só contra a ditadura militar que o povo acaba se revoltando e vai à luta, não, quem avisa amigo é.

Gattaz Ganem gattaz@globo.com

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

JOAQUIM BARBOSA

Ministro Joaquim Barbosa, vá trabalhar, homem! Não tenha dó do corpo! O corpo é matéria e vai até lhe fazer bem pôr em julgamento essa corja do mensalão. Ouça o clamor popular e seja rigoroso, eles merecem e devem sentir o peso da Justiça, mostre que Sua Excelência faz parte da banda do bem do STF e foi muito bem contra esses devassos dos fichas-sujas. Agora é a hora, principalmente agora que o relatório da Polícia Federal confirmou o óbvio O mensalão do PT existiu, sim! O "cara" sabia, sim! E devem sofrer punição exemplar, pois a corrupção está impregnada em toda parte dos Poderes e se alguém tem fazer alguma coisa, o escolhido foi você, portanto, não decepcione o povo brasileiro.

José Mendes josemendesca@ig.com.br

Votorantim

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

E CONTINUA...

 

A Polícia Federal demorou seis anos para apresentar relatório do óbvio: o mensalão existiu. Existiu, não: continua existindo, como prova a quantidade de partidos que apoiam todas as burradas e safadezas do governo do PT. E todos conhecem a fama de aéticos que os atuais congressista exibem: aposentadorias vitalícias, apoiam todas MPs do Planalto, CPIs de pizzaria, viagens pagas pelos contribuintes, semana de dois ou três dias de "trabalho", 15 salários, férias estendidas, recessos, aumento dos próprios salários em 62% - mas o salário mínimo fica em R$ 545,00 -, além dos cooptados por boquinhas em empresas estatais, Ministérios e habituais obras superfaturadas, com bolsa-aluguel de R$ 6.680,00 para os ministros.

 

Mário A. Dente dente28@gmail.com

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

DIFERENÇAS

Um avião da Air France caiu no mar em 31/5/2009 e as autoridades francesas anunciam agora que estão em via de localizar as caixas-pretas para cobrar responsabilidades. Aqui, no Brasil, houve um mensalão em 2005, mas as caixas 2 e os responsáveis provavelmente nunca serão encontrados.

Claudio Janowitzer cjano@terra.com.br

Rio de Janeiro

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

ESPELHO

A determinação da França em busca dos destroços do Airbus e das autoridades japonesas na busca das vítimas do terremoto seguido de tsunami espelha-se na mesma determinação com que se buscam as vítimas do deslizamento do Morro do Bumba e das cidades serranas do Rio de Janeiro.

 

Angelo Antonio Maglio www.rancholarimoveis.com.br

Cotia

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

PARABÉNS, PM

No caso da senhora que denunciou, ao vivo, dois policiais que faziam uma execução num cemitério de São Paulo, o fato mais fantástico, em se tratando de Brasil, não recebeu o devido destaque. A senhora denunciou o crime, imediatamente, ao Copom, acreditando e confiando na instituição. Quando o caso veio á luz, os policiais já estavam devidamente presos! O fato é ilustrativo de uma policia que funciona de verdade, punindo até os seus próprios membros, caso eles transgridam a lei. Parabéns, PM paulista!

Maria Cristina Rocha Azevedo crisrochazevedo@hotmail.com

Florianópolis

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

PENSÕES AO DEUS-DARÁ

 

Tem razão o sr. ministro Garibaldi quando declara que "o Brasil é um país que paga pensões ao deus-dará" e que a pensão é um dos principais ralos da Previdência (3/4, A4 e A6). Um dos exemplos dessa gastança, sr. ministro, está na "indústria do martírio", em que a Comissão da Anistia já concedeu aos seus companheiros e camaradas ex-guerrilheiros, assaltantes de bancos, sequestradores e até jornalistas, quase R$ 4 bilhões de indenizações e pensões pela tentativa que fizeram de colocar a nossa Pátria sob a égide do PCUS/ URSS.

José Ávila da Rocha peseguranca@yahoo.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

MENINAS FASHION

 

Ainda estou impressionado com a reportagem de domingo sobre as meninas fashion.

Só usam óculos Prada e Chanel!

A roupa da criança saiu por R$ 500,00!

A gente gosta de coisa boa e elas aprendem!

Não usariam uma roupa da Renner nem para dormir!

O que se pode fazer com crianças que nunca foram para a Disney?! Que coisa terrível!

Meu Deus, ela é tão rica e maravilhosa e está dirigindo um Vectra!!!

Quanta futilidade! Meu cachorro tem mais valores morais do que essa gente!

Tive vontade de vomitar quando li a matéria.

 

 

Carlos Henrique Roth roth_tours@hotmail.com

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

PÉ NO CHÃO

As mães das meninas que só imaginam suas filhas usando Prada e Chanel estão com vergonha de suas atitudes depois da reportagem? Vou tentar sensibilizá-las.

Deveriam andar um dia descalças para levantar conhecimento em relação a quase 1 bilhão de pessoas que todos os dias andam assim. Um dia só, mães.

Renata da Silva Prado Cook renata.cook@setordoisemeio.com

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

SOBRE A MORTE DO PILOTO GUSTAVO SONDERMANN

É preciso repensar as normas de segurança da categoria stok car. Não é a primeira vez que um piloto, ao se envolver num dos milhares de acidentes, vem a óbito. Com certeza, se continuar assim, ele não será o último a morrer. Os organizadores dessa categoria automobilística estão tão envolvidos em seu egoísmo que não percebem os sucessivos erros que vêm cometendo. Por sua vez, os pilotos, sobretudo os mais experientes, já deveriam ter dado o sinal de alerta, pois são eles as vítimas diretas, a exemplo do piloto Gustavo Sondermann. Inventar ou reinventar uma categoria automobilística de corrida não é trabalho para amadores, é trabalho para pessoas altamente capacitadas, com responsabilidade e experiência comprovada em outras categorias de trânsito internacional. Pegar um carro de passeio e tentar transformá-lo num Fórmula 1, sem que esse carro tenha a devida estrutura, é transformá-lo numa máquina letal, ou seja, é suicídio certo. Em resumo, toda a estrutura da stok car está errada.

 

Helio Ondiaria hovf7@yahoo.com.br

Salvador

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

SOLDADO

Por que liberar o jogador Neymar do serviço militar? Um jovem de perfeita saúde seria mais bem aproveitado, porque teria muito a aprender como soldado na defesa da Pátria.

Antonio Rochael Jr. antoniorochael@gmail.com

Iguape

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

GUARANI

Magnífica, ainda que triste, a reportagem especial sobre o centenário do Guarani. Parabéns ao Estadão e aos repórteres Valéria Zukeran e André Lessa. Eu testemunhei aquele período de glória, quando jovem. Dois comentários. Primeiro, os jogadores que antecederam o período. O ataque: Joãozinho, Nelsinho, Babá, Américo e Carlinhos. Inesquecível! Segundo, o grande goleiro Dimas e o grande quarto-zagueiro (naquela época) Eraldo. Eraldo marcava o Pelé sem fazer muitas faltas (nenhuma desleal). Voltaremos e obrigado.

Fernando Homem de Melo fbhm@usp.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.