Cartas - 04/05/2010

1º DE MAIO

, O Estado de S.Paulo

04 Maio 2010 | 00h00

Palanque

Estamos cansados de saber por que as centrais sindicais, a União Nacional dos Estudantes (UNE) e o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra (MST) veneram o presidente Lula. O governo federal petista irriga os cofres dessas entidades com repasses milionários, tornando-as subservientes, chegando ao limite da extrema vassalagem. O deputado Paulinho Pereira, da Força Sindical, no evento comemorativo do 1.º de Maio, ao dizer que "Serra não pode ser eleito", mostra ser um dos sindicalistas levados no cabresto do governo federal.

LAURO FUJIHARA

laurofujihara@terra.com.br

Carapicuíba

"Quero dizer que ele (José Serra) pode abrir processo quanto quiser, mas nós vamos derrotá-lo aqui em São Paulo para ele aprender como se trata um trabalhador. Nós, sindicalistas, vamos defender a Dilma." Frases do probo deputado Paulinho Pereira do alto de seu palanque.

HELENA RODARTE C. VALENTE

helenacv@uol.com.br

Rio de Janeiro

Falta coragem

Foi uma vergonha a comemoração do 1.º de Maio em São Paulo. A festa das centrais sindicais foi paga com dinheiro de estatais e o presidente Lula aproveitou bem a oportunidade para fazer campanha política em favor de sua candidata. Será que não tem ninguém no Judiciário capaz e com coragem de enquadrar o "cara"? Lamentável tudo isso.

MARCOS ANTONIO SCUCUGLIA

sasocram@ig.com.br

Santo André

Falta ao presidente Lula a devida compostura que se espera de um chefe de Estado. Essas aparições em que tenta driblar a lei eleitoral, vertendo lágrimas, acompanhado por um coro bem treinado de pelegos, são um espetáculo da mais pura demagogia que só consegue enganar uma minoria. Seu ego, confessadamente cada vez mais dilatado, abastecido por precipitados elogios que pingam do exterior, já não encontra mais espaço para se expandir. E ainda temos oito meses pela frente...

PAULO BRAUN

paulobraun01@gmail.com

São Paulo

Patrocínio

Como ocorreu no patrocínio de Lula, o Filho do Brasil, os eventos do 1.º de Maio de que participaram Lula e sua escolhida Dilma foram patrocinados por empresas públicas. Não há nada de anormal no auxílio das estatais a essas festividades, mas não passa pelo crivo ético que se faça campanha política numa festa paga por essas empresas.

MÁRCIO M. CARVALHO

mmcoak@hotmail.com

Bauru

Punição

O "cumpanhero" Lula continua zombando da Justiça Eleitoral. Uma vergonha, mas da "punição rigorosa", que deveria vir em forma de multa (R$ 5 mil?), ele recorre e tudo fica por isso mesmo. A verdadeira punição há de vir nas urnas, senhor presidente. Então, haja prefeituras petistas para empregar todos os mais de 20 mil "emPTgrados" da máquina pública.

GATTAZ GANEM

gattaz@globo.com

Carapicuíba

___________________

PETRÓLEO

Lição para o pré-sal

O vazamento de óleo no Golfo do México faz-nos pensar no pré-sal: se, no Brasil, um duto quebrar ou vazar óleo a quilômetros de profundidade, como ocorreu nos Estados Unidos, como seria consertado? Gostaria de saber.

EVERARDO MIQUELIN

everardo.miquelin@ig.com.br

São Paulo

Fraude na Petrobrás

Descoberta mais uma fraude que atinge a cifra de R$ 1,4 bilhão na petrolífera brasileira. Agora não há mais dúvidas: a Petrobrás está para Luiz Inácio Lula da Silva assim como a PDVSA está para Hugo Chávez.

HUMBERTO DE LUNA F. FILHO

hlffilho@gmail.com

São Paulo

___________________

AMÉRICA LATINA

Lula e Chávez

O artigo Capitalismo dos amigos, prejuízos dos outros (3/5, B2), de Carlos Alberto Sardenberg, traça um ótimo paralelo entre Chávez e o presidente Lula, sobre quando os gastos públicos "viciados" geram benefícios (especialmente aos amigos), mas a fatura chega para toda a população. Vale destacar, com relação a Chávez, que a imprensa argentina vem noticiando uma série de episódios de pagamento de propinas por empresários argentinos para conseguir fazer negócios na Venezuela. Há indícios da participação de altos funcionários públicos de ambos os países e inclusive do ex-presidente Néstor Kirchner. Caberia verificar se a mesma coisa não ocorre do lado brasileiro.

ROBERTO SARAIVA ROMERA

robertosaraivabr@gmail.com

São Bernardo do Campo

___________________

TCE-RJ

Esclarecimento

Sobre a matéria Ministério Público põe aparelhamento político de tribunais de contas na mira (21/4, A4), esclareço que o Superior Tribunal de Justiça anulou o meu indiciamento feito por um delegado da Polícia Federal de Minas Gerais na Operação Pasárgada. O indiciamento fora feito após reportagem da revista Veja, de julho de 2008, dando conta de suposta corrupção envolvendo cinco conselheiros do Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro (TCE-RJ). A reportagem reproduzia fac-símile de uma suposta carta em que o secretário de Planejamento do município de Carapebus, José Alvaro Lopes de Carvalho, dizia a um dos donos da empresa mineira SIM - investigada pela polícia na mencionada operação - que pagara propina aos conselheiros do tribunal. Mas o referido suposto missivista negou em juízo e na própria CPI que tivesse escrito a carta, que, aliás, não estava nem assinada. A tal CPI, pegando uma "carona" nesse indiciamento que foi anulado, fez uma devassa em minha vida por um ano, mesmo estando proibida pela Justiça, e não conseguiu comprovar o envolvimento do meu nome em corrupção. A comissão demonstrou, na verdade, estar representando interesses escusos a fim de impedir que o TCE julgasse processos de interesses de alguns deputados da Assembleia Legislativa do Rio. De forma bizarra, agora vem sinalizando com uma proposta de emenda constitucional para criar outro tribunal de contas, encarregado de fiscalizar as contas dos municípios, tirando os poderes do atual TCE.

JOSÉ GOMES GRACIOSA, conselheiro do TCE-RJ

alvaroguilhermemiranda@gmail.com

Rio de Janeiro

___________________

"Lula, quando discursa para sindicalistas, deita, rola e até chora"

GILBERTO LIMA JUNQUEIRA / RIBEIRÃO PRETO, SOBRE OS EVENTOS DE 1º DE MAIO

glima@keynet.com.br

"Espero que os candidatos mantenham o nível, pois gentileza gera gentileza"

JUDISNEY TADEU DE BARROS ALBUQUERQUE / SARAPUÍ, SOBRE O NÍVEL DA CAMPANHA ELEITORAL

judao_leiteiro@hotmail.com

"Golfo do México para a Bacia de Santos: "Eu sou você amanhã." A ecologia da nossa orla que se cuide..."

ANTONIO WUO / MOGI DAS CRUZES, SOBRE O VAZAMENTO DE ÓLEO NOS ESTADOS UNIDOS

wuo.antonio@gmail.com

___________________

VOCÊ NO ESTADÃO.COM.BR

TEMA DO DIA

Atraso em obras para a Copa 2014 irrita Fifa

TOTAL DE COMENTÁRIOS NO PORTAL: 2.732

Prazos ignorados fazem Jerome Valcke ironizar o Brasil: "Vamos ter de esperar passar o carnaval?"

"Seria melhor a Fifa gastar energia coibindo o comércio perverso de jogadores em idade precoce para o exterior."

PAULO PANOSSIAN

"Amo o futebol e o Brasil merece ser sede. Mas organizar este evento envolve política e muito dinheiro. Aí mora o perigo!"

CARLOS EDUARDO

"Se for cancelada, perderemos muitas chances: de desviar dinheiro, superfaturar obras ou chantagem de empreiteiras."

PAULO ADRIANO

___________________

Cartas enviadas ao Fórum dos Leitores, selecionadas para o Estadão.com.br

Empréstimo

O pacote Europeu e a ajuda do FMI socorristas podem auxiliar e muito a situação combalida das finanças na Grécia.A questão é saber se a sociedade se ajustará e o custo deste auxílio.A soma expressiva acima de 100 bilhões de euros mostra a crítica posição gerada por negócios nebulosos e forma pouco transparente de prestar contas à população.Que o endividamento no Brasil não nos leve,novamente,a uma crise interna,e que o eleito tenha bom senso na depuração desta anomalia.

CARLOS HENRIQUE ABRAO abraoc@uol.com.br

São Paulo

___________________

ENDIVIDAMENTO

Quando o contribuinte preenche o formulário completo da Declaração de Ajuste Anual do Imposto de Renda da Pessoa Física existe um quadro chamado Evolução do Patrimônio Líquido, ou seja, onde se apura seu valor ao final do ano anterior. Fala-se muito no crescimento da economia, nos recordes de produo e venda de veículos, eletrodomésticos e móveis, mas nunca vi uma estatística a respeito de como cresceu o endividamento dos brasileiros. Ora, o crescimento econômico só é sustentável com evolução real da renda pessoal e da poupança interna. O déficit crescente do balanço de contas correntes indica que estamos crescendo com poupança externa, assinando um cheque pré-datado de resgate improvável e duvidoso. Como tudo no Brasil, a bomba está armada e quando estourar vai-se culpar o neoliberalismo e o capitalismo selvagem e a nossa gloriosa esquerda vai bradar, mais uma vez, FORA FMI !.

Roberto Castro roberto458@gmail.com

São Paulo

___________________

Déficit primário

Para início de conversa, ''superávit primário'' já não diz muita coisa, uma vez que as despesas com juros que intervêm têm nos levado sistemáticamente a déficits nominais. Agora, deparar-nos com déficit primário, mesmo se de apenas uns duzentos milhões de reais, acende uma lâmpada de alarme. Com todas as acrobacias contábeis - desconsiderando investimentos do PAC, promovendo à categoria de receita os depósitos judiciais como se todos eles se referissem a vitórias do governo, antecipando dividendos de estatais etc o superávit primário fraqueja.Conseguiremos ter algo como 3% do PIB, conforme nos prometeram?

Essa é uma ''herança bendita''? A torcida é para que a situação se reverta, seja lá o que isso possa significar.

Alexandru Solomon asolo@alexandru.com.br

São Paulo

___________________

Gastos públicos

Muito bom o artigo "O eleitor e a reforma do Estado" de Suely Caldas. Na verdade deveria ser essa uma exigência dos eleitores e dos responsáveis por debates com candidatos à presidência da República, amarrar o compromisso de não criar tantos ministérios como fez Lula para amparar seus amigos derrotados nas urnas.O governo Itamar Franco tinha 22 ministérios e não precisou mais do que isso. Inventar cargos para colocar "companheiros" é desrespeitar o cidadão pagador de impostos. O que melhorou quando o governo criou o ministério da Pesca, dos Portos, das Mulheres e da Igualdade Racial? Basta olhar o caos nos Portos, a situação das mulheres e dos negros e a pesca que não saiu do lugar. Um ministério para Deficientes vai na mesma linha dos inúteis ministérios citados acima. Um governo sério e comprometido com as ações de políticas públicas pode muito bem cuidar dessas áreas sem que se crie um ministério, onerando ainda mais os cofres. Somente um governo perdulário como do PT de Lula que nunca pensou em fazer uma reforma tributária para aliviar o bolso do trabalhador foi capaz de criar tantos ministérios para abrigar amigos derrotados. Meu voto será do candidato que tiver propostas saneadoras para o país e que não esteja pensando em inchar a máquina pública. Vou ficar de olho, ganhará meu voto aquele que pensar no Brasil e fizer as reformas que Lula empurrou com a barriga. Afinal, ja passou da hora do eleitor exigir mais seriedade com os gastos públicos.

Izabel Avallone izabelavallone@yahoo.com.br

São Paulo

___________________

NUNCA ANTES NO PAÍS

US$ 12,145 bilhões foi o déficit em transações correntes no primeiro trimestre de 2010, o pior desde 1947. O fluxo cambial, de 1 a 18 de abril, foi negativo em US$ 934 milhões. Só em 2009, a dívida externa passou de US$ 4,1 milhões para US$ 202,5 milhões. O déficit do governo central é de R$ 3,912 bilhões. A dívida interna supera a marca histórica de R$ 1 trilhão. No entanto... ''Tout va très bien'' e não se fala mais nisso.

Roberto Twiaschor rtwiaschor@uol.com.br

São Paulo

___________________

EM CAMPANHA

Não é que o Sr.José Serra, ficou bonitinho com o chapéu de cowboy.

MOORRA de inveja Sr.Ciro Gomes!!!

Maria José da Fonseca fonsecamj@ig.com.br

São Paulo

___________________

PARADA DE ALTO RISCO

O Presidente Lula não trepida em apostar todas as fichas na eleição da sua ungida Dilma para a Presidência da República, até mesmo a integridade do seu partido, como se vê agora com a prévia que o PT vai realizar amanhã domingo em MG, supostamente para a escolha do candidato a governador entre José Pimentel e Patrus Ananias, mas que na verdade servirá para definir o candidato a senador que será o vencedor da prévia, já que o PT vai apoiar a candidatura de Hélio Costa do PMDB por determinação superior e o todo poderoso Lula já autorizou o Diretório Nacional a intervir no PT de MG, caso ouse desafiar a diretiva presidencial e lançar um candidato próprio ao Governo do Estado. O resultado será uma prévia de fancaria, com baixo comparecimento e uma militância desmotivada, forçada a engolir goela abaixo uma candidatura que não a empolga. Tudo isso porque a presidência é a prioridade número 1, afinal são 22 mil cargos ocupados pela cupinchada no Governo Federal, estatais, agências e mil e uma "boquinhas" que precisam ser mantidos. É uma parada de alto risco e de êxito duvidoso que o Lula está comprando. A cada dia fica mais claro que a Dilma está desajeitada no papel de candidata que nunca foi, o próprio Duda Mendonça já advertiu contra o erro dos estrategistas de sua campanha de tentar mudar-lhe o perfil e personalidade no curto espaço de uma campanha, fazendo dela o que não é e expondo-a por causa disso a erros e gafes frequentes. Na sua soberba ele acredita que consegue até eleger um poste para seu sucessor, mas uma análise fria e desapaixonada mostra que o caminho de sua candidata ao Planalto não está nada fácil, Serra vem demonstrando uma desenvoltura, leveza e inteligência na sua campanha que não abrem flancos aos ataques dos adversários (a sua iniciativa de ser o primeiro a cumprimentar o presidente pelo twitter em razão da escolha da Time foi ótima) e contrastam vivamente com a rigidez e o artificialismo da da sua opositora. Por tudo isso a aposta do PT nas eleições de 2010 cada vez mais parece desequilibrada - as perdas de uma derrota são muito maiores do que os ganhos de uma vitória.

Paulo Afonso de Sampaio Amaral drpaulo@uol.com.br

São Paulo

___________________

PESADELO

Dilma Roussef (PT), presidente da República;

Aloizio Mercadante (PT), governador de São Paulo;

Marta Suplicy (PT), senadora da República.

Não se assustem: foi um pesadelo que tive esta noite.

CLÁUDIO MOSCHELLA arquiteto@claudiomoschella.net

São Paulo

___________________

PROPAGANDA ELEITORAL

De acordo com o Código Eleitoral Brasileiro (Lei nº 4.737, de 15 de julho de 1965) "A propaganda eleitoral, inclusive pela Internet, somente será permitida a partir do dia 06 de julho e será proibida desde quarenta e oito horas antes e até vinte e quatro horas depois do dia do pleito; quer mediante rádio, televisão, comícios ou reuniões públicas"

Lula transformou as comemorações do dia do trabalho neste sábado, em novos atos pró Dilma Rousseff. Nos dois desrespeitos anteriores ao Código Eleitoral do país, Lula foi multado pelo Tribunal Superior Eleitoral em R$ 5.000,00 e depois R$ 10.000,00 respectivamente. Pergunta-se: a próxima multa a ser aplicada pelo TSE em Lula, será de R$ 20.000,00? E assim sucessivamente até o dia 06 de Julho, quando a propaganda for liberada?

Victor Germano Pereira victorgermano@uol.com.br

São Paulo

___________________

A LINGUAGEM DO POVO

Não precisa falar bem muitos idiomas, é preciso falar bem o idioma que seu povo entende! Foi isto que disse o Sr.Presidente e sua candidata,ainda não em campanha,na festa das centrais sindicais.O povo entende esta linguagem,de crianças morrendo

em hospitais,de mensalão não sabido e não apurado,de tramóias do Palocci que ficaram ao

vento,do Gushiken que ninguém mais ouviu falar,do Zé Dirceu,da Dilma inaugurando até mictório público,do filho Lullinha enriquecendo mais que Eike Batista (um gênio das finanças inaproveitado pelo governo),das desculpas idiotas sobre o apagão,da compra do avião frânces (pior e mais caro que os concorrentes),do tal PAC (Plano de Aceleração de Campanha) que não terminou a primeira fase e já começaram a segunda (eleitoreira) fase,do caos aéreo,do Lulla abraçando e elogiando capetas antigos como Collor

e Sarney,do Mercadante falando o que o patrão quer,do Zé Mentor que ''mensalou'' e sumiu do mapa e até do Vicentinho que trabalha em Brasília e fez Faculdade em São Paulo,não perdeu o emprego e não estourou em falta!Este será o idioma que o povo entende?

Mauricio Villela mauricio@dialdata.com.br

São Paulo

___________________

ELEIÇÕES LIMPAS

A Lei Eleitoral continua a ser burlada pelo PT com as bravatas ditas por Lulla em campanha explícita para a sua candidata Dilma, a mentirosa!

A aparição na TV com o discurso antecipado por conta do dia 1º de maio foi campanha deslavada em prol de sua candidata sem postura de.

Os discursos neste sábado durante as festividades do feriado também foram capanhas deslavadas e descaradas em prol de uma candidata sem cara de.

Ou o TSE toma pé desta situação multando a ambos, Lulla e Dilma, ou a campanha vai descambar de vêz por conta dos petralhas de plantão.

O que o Partido do Traidopres da pátria anda fazendo é digno de impeachment, cassação e prisão de vários componentes do PT, incluindo Lulla e Dilma. Depois vem o TSE dizer que as eleições serão limpas e seguras. Acredite se quiser.

Boris Becker borisbecker@uol.com.br

São Paulo

___________________

A CAMPANHA COMEÇOU

Brasileiros e Brasileiras, a campanha eleitoral já começou. Não se assuste, se algum candidato oferecer aos trabalhadores 11 meses de férias, por ano, não acredite, porque promessa de campanha não é para se cobrar, na campanha é tudo só conversa. O que vai valer mesmo é quando, aquele que ganhar, montar sua equipe e aí sim, decidir o que fazer.

Arcangelo Sforcin Filho arcangelosforcin@gmail.com

São Paulo

___________________

COMÍCIO

Não é sem intenção que o PT se diz tão contra as privatizações. As empresas estatais, além de servirem como "cabide de emprego" para os companheiros do partido, também patrocinam, doando milhões, para festas sindicais, como a ocorrida no último 1º. de Maio. Verdadeiro comício pro Dilma feito com o dinheiro do povo.

Eni Maria Martin de Carvalho enimartin@uol.com.br

Botucatu

___________________

DIA DO TRABALHO

E quem estava lá? O ''cara'' fazendo campanha eleitoral para a sua pré-candidata. E como já virou moda o ''cara'' até chorou. Lembrou o título que recebeu da Revista Time, dizendo que não estava mais cabendo dentro das ''calças'' e que o seu ''ego'' estava crescendo...foi o ''cara'' que disse. Fazendo campanha eleitoral e pensando errado, só podia ser o dia do trabalho.

Luiz Dias lfd.silva@uol.com.br

São Paulo

___________________

A prova dos 8

Em discurso, o presidente disse que, ao ser eleito, ''temeu não dar certo''. Por isso, sentou-se ociosamente sobre a herança bendita que Fernando Henrique lhe deixou plantada, e passou 8 anos se empanturrando com os frutos colhidos. O Brasil espera, ansiosamente, em outubro, pelo ''anti- Isto'', contra tudo o que está aí, nunca antes neste país.

Flavio Marcus Juliano opegapulhas@terra.com.br

São Paulo

___________________

VERGONHA

Mais uma vez o Lula fere a lei eleitoral como se estivesse acima delas,no comício pago pelas Estatais no dia do trabalho. Nada o demoverá de fazer campanha ilícita pois ele debocha das multas que já lhe foram impostas pela Justiça Eleitoral e assim envergonha aos cidadãos honesto sujeitos às leis e aos compromissos com a verdade.A única forma de faze-lo calar é sujeita-lo as punições que o proíbam de usar os palanques até Outubro deste ano, com perigo de perder o seu cargo.Em qualquer outro País honesto, por muito menos, ele estaria deposto.Popularidade não é passaporte para infratores.

Leila E. leitão

São Paulo

___________________

BRAVATAS

O Presidente Lulla no dia do Trabalho, disse em tom de campanha que registrará em cartório tudo que fez nesses oito anos de governo. Será que ele registrará também tudo que deixou de fazer? Existe uma vasta lista e entre elas é o combate a corrupção que foi como "nunca antes nesse país. Na promessa não cumprida aos aposentados. No sucateamento da saúde pública. Nas péssimas condições das Escolas Públicas Federais. Nas péssimas estradas. Na situação dos portos e aeroportos. Foi quase uma década que a infra-estrutura do país ficou muito aquém da capacidade de crescimento e que com certeza irá estourar no próximo governo. Provavelmente ele voltará em 2014 para se vangloriar depois do prato feito. Espero que se eleito seu "inimigo" (Serra) como disse nesse dia, que também registrem em cartório tudo que foi feito no governo FHC e no próximo, para que depois Lulla não governe dizendo ser obra dele. Fica fácil roubar idéias e feitos, mentindo. O difícil é realizá-las com eficiência. É só olhar o PAC-I e PAC-2 que não saiu do papel.

Beatriz Campos beatriz.campos@uol.com.br

São Paulo

___________________

OS BRASILEIROS MERECEM MAIS

Até quando vamos ter que ver e ouvir o presidente da República agir com tanta desfaçatez, transgredido as leis e a Constituição ?

O exemplo que Lula mostra aos brasileiros não pode ser pior que é o da falta de decoro e de observância à ordem.

As mesmas leis que o ajudaram a eleger-se estão agora sendo jogadas no lixo.

Não é compreensível que um presidente que apresenta o grau de popularidade que as pesquisas mostram faça o que ele tem feito.

Só se pode atribuir essas atitudes à sua vontade de impor à Nação o seu jeito, e a maneira que seu partido pretende, prolongando sua atuação e sabotando todas as leis.

O Brasil e os brasileiros merecem sim muito mais que isso, merecem que em seu país as leis e a Constituição sejam respeitadas por todos do mais baixo ao mais alto cargo.

Maria Tereza Murray terezamurray@hotmail.com

São Paulo

___________________

OBJETIVO: VOTO

No palanque, dia 1º de maio em São Paulo, vejo figuras como Mercadante, Dilma Roussef, Sra. Marisa Leticia e Lulla, tendo a esquerda (?) o deputado federal Paulinho da Força Sindical. Ninguém ali foi um trabalhador na acepção do termo; Mercadante, oito(08) anos no senado sem nada fazer; Dilma Roussef, 1ª ou 2ª vez, em sessenta anos, que sobe em palanque no dia 1º de Maio; Sra. Marisa Leticia, sem trabalhar nos últimos 30 anos, só faz companhia; Lulla, idem e o Paulinho da Farsa Sindical, não trabalha como parlamentar; sua mulher recebeu 1,3 bi para ONG do BNDES, ele comprou casa em Bertioga - praia Riviera, por 260 mil, casa de 900 mil - até hoje não esclareceu - no fundo o objetivo é o voto do trabalhador, este explorado pelos políticos; caso não houvesse prêmios, pequenos aptos, carros, etc... o evento seria um desastre!!!

Celso de Carvalho Mello celsosaopauloadv@uol.com.br

São Paulo

___________________

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.