Cartas - 04/09/2010

VIOLAÇÃO DE SIGILO

, O Estado de S.Paulo

04 Setembro 2010 | 00h00

Riocentro

Algo de dramaticamente grave está acontecendo no Brasil e ninguém faz nada! Vi, na TV, rápida entrevista com a funcionária da Receita Federal em Mauá (Adeildda Ferreira, acho que é seu nome). Quase sorrindo, disse candidamente que seu único problema foi ter sido um pouco descuidada, ao deixar em cima da mesa sua senha de acesso - que pode ter sido apropriada por outro funcionário. Meu Deus, e continua lá, trabalhando! Ela é guardiã de informações sigilosas, da privacidade de cidadãos brasileiros! Guardadas as devidas proporções, esse assalto às informações do Imposto de Renda de pessoas ligadas ao PSDB representa a "bomba do Riocentro" do governo Lula. Ao tentar disfarçar o indisfarçável, Otacílio Cartaxo faz hoje o mesmo papel desprezível do então coronel Job Lorena naquele famigerado episódio, durante o governo Figueiredo.

AILTON COENTRO FILHO

coefilho@uol.com.br

São Paulo

_______________________________

Coisa de ditadura

Jarbas Vasconcelos, um político digno, disse que "quebra de sigilo é coisa de ditadura". Concordo e acrescento: de ditadura bandoleira, a la Chávez e Fidel. Cuidado, eleitores, essa gente que governa o Brasil é ligada a ditaduras e às Farc (Foro de São Paulo), estudem bem em quem vão votar.

CARLOS E. B. RODRIGUES

ceb.rodrigues@hotmail.com

São Paulo

_______________________________

Não sabia...

Podem esperar, agora será a vez de Dilma Rousseff dizer que não sabia de nada. Mudam os atores, mas a cínica novela vai continuar. Isso me faz lembrar do tempo em que aqueles gorduchos dirigentes soviéticos, com a maior cara de pau, vinham tentar justificar o injustificável. E, pelo jeito, vamos continuar ouvindo essa e outras bobagens, que já cansamos de ouvir, por mais quatro anos, por culpa única de uma oposição incompetente.

MIGUEL PELLICCIARI

emepe01@uol.com.br

Jundiaí

_______________________________

PENAS ALTERNATIVAS

Pequenos traficantes

Agora vamos ter os pequenos traficantes soltos nas ruas, nas portas das escolas, das baladas, vendendo drogas com tranquilidade. Os grandes traficantes, felizes da vida, podem gerir as suas atividades sem preocupação - esta fica para as famílias. Acredito que pequenos traficantes deveriam ser encaminhados a centros de apoio a viciados. Como ponderou a promotora de Justiça Luciene Mendes, não se pode "colocar um traficante para prestar serviço na comunidade em uma escola ou em um hospital"... Mas deveria ser dever da Justiça encaminhá-lo para tratamento. Em breve, aqui, no Brasil, estaremos vivendo nas mesmas condições em que vivem os mexicanos: teremos o País nas mãos do narcotráfico.

ECILLA BEZERRA

ecillabezerra@gmail.com.br

Peruíbe

_______________________________

Proteção

De que adianta os candidatos bradarem por mais segurança, se o STF julga com o coração e protege o traficante, dando-lhe penas alternativas? Gostaria de lembrar aos ministros que a maioria dos grandes empreendedores começara com uma microempresa.

MAURICIO LIMA

mapeli@uol.com.br

São Paulo

_______________________________

Crimes hediondos

Enquanto as penas, que continuam sendo discutidas no Senado, forem de interesse individualista, nunca conseguiremos erradicar a bandidagem nos crimes hediondos no País. Por que não usar os critérios dos países desenvolvidos? Aí está a falta de uma boa educação.

ANTONIO ROCHAEL JR.

antoniorochael@gmail.com

Iguape

_______________________________

TABAGISMO

Vareniclina

Em relação à reportagem ONG vê omissão em diretriz para terapia contra tabagismo (Vida&, 26/8), a Associação Médica Brasileira (AMB) lastima o enfoque dado ao tema. Segundo a publicação, os responsáveis pela diretriz do tabagismo estariam omitindo as contraindicações e precauções relativas ao uso do medicamento vareniclina e essa omissão seria decorrente de conflitos de interesse de alguns profissionais envolvidos na sua elaboração, publicada pela AMB e pelo Conselho Federal de Medicina e reconhecida pela Agência Nacional de Saúde Suplementar. A diretriz sobre o tratamento do tabagismo foi fundamentada, preferentemente, em revisão sistemática de estudos experimentais e/ou observacionais de melhor consistência (grau de recomendação e força de evidência A), que foram consultados até 2008. Os dados sobre a vareniclina tiveram como base publicações de estudos randomizados, controlados, duplo cego de Fase 3. A menção ao uso do medicamento vareniclina e suicídio não consta dessa publicação, visto que somente em 2009 o FDA apresentou advertências a respeito da ideação suicida, tentativas de suicídio e outros sintomas neuropsiquiátricos relatados pós-comercialização do fármaco, levando a mudanças na redação da bula, que também foram adotadas pela subsidiária brasileira. As advertências deveriam ser seguidas pelos médicos e pacientes. Ressaltamos que no item 10 são referidas as contraindicações e os efeitos colaterais do medicamento e no 18, que aborda o tratamento do tabagismo em pacientes com transtornos psiquiátricos, está explícito o seguinte: "Entretanto, é muito importante o diagnóstico e tratamento dos transtornos psiquiátricos concomitantes com especial atenção durante o tratamento com vareniclina, o qual pode estar associado ao humor depressivo, agitação e ideação ou comportamento suicida (grau de recomendação e força de evidência D)." Assim sendo, fica claro que não houve omissão alguma das consequências do uso da vareniclina relativas ao surgimento de sintomas depressivos e de ideias suicidas. Dessa maneira, a integridade intelectual e científica dos responsáveis pela diretriz não foi danificada e também não interferiu na relação risco-benefício dos pacientes.

ANTONIO PEDRO MIRRA, coordenador da Comissão de Combate ao Tabagismo, e JOSÉ LUIZ GOMES DO AMARAL, presidente da AMB

São Paulo

A repórter Fabiane Leite responde: A contestação da Sociedade Brasileira de Vigilância de Medicamentos também foi baseada em literatura científica, que já trazia alertas sobre a possível relação entre a droga e ideias suicidas, antes da elaboração da diretriz sobre tabagismo.

_______________________________

"Abafar a quebra do sigilo fiscal de Verônica Serra vai beneficiar a quem?"

CÍCERO SONSIM / NOVA LONDRINA (PR), SOBRE O USO POLÍTICO DAS VIOLAÇÕES NA RECEITA FEDERAL

c-sonsim@bol.com.br

"E Dillma ainda vem dizer que é a oposição que está usando o tapetão para ganhar as eleições..."

FLÁVIO CESAR PIGARI / JALES, IDEM

flavio.pigari@gmail.com

"Parece haver sempre algo de podre por trás de cada fato que o governo e a sua candidata chamam de factoide"

ENI MARIA MARTIN DE CARVALHO / BOTUCATU, IDEM

enimartin@uol.com.br

_______________________________

VOCÊ NO ESTADÃO.COM.BR

TOTAL DE COMENTÁRIOS NO PORTAL: 4.285

TEMA DO DIA

PIB do Brasil sobe 8,9% no 1º semestre

Resultado é o melhor dos últimos 14 anos. Segundo IBGE, destaque foi a indústria, que cresceu 14,2%

"Governos devem criar ambiente propício para a sociedade gerar riqueza. Isso é feito desde que a inflação foi debelada."

ÁLVARO JANEKIAN

"Parabéns ao governo por manter a política econômica do "neoliberal" FHC. Sem mexer no que se fazia há oito anos."

ROLAND FLACKPHAYSER

"Isso, sim, é notícia importante e não essa ladainha que sabemos que acabará após as eleições. O povo quer grana no bolso!"

JULIO LOPES

_______________________________

Cartas enviadas ao fórum dos leitores, selecionadas para o estadão.com.br

AINDA NÃO DEU

Mais uma vez: historinha de contador picareta, com procuração picareta, numa Receita Federal que dá versões picaretas, é picaretagem. Ainda não convenceu. Próxima versão!

M. Cristina da Rocha Azevedo crisrochazevedo@hotmail.com

Florianópolis

_______________________________

DEMOROU, MAS APRENDEMOS

De 2003 até hoje os anos foram das oposições (e vai continuar assim por muitos anos ainda ). A grande mídia inventou, valorizou boatos, ameaçou, chacoteou e tripudiou o que pôde sobre o governo federal. Os ricos fomentaram a discórdia e distribuíram falácias. O Congresso Nacional votou contra a saúde, a dignidade, a segurança, a educação, as estradas, o PAC, o trabalhador e a transposição do Rio São Francisco.

Apesar de tudo, o País cresceu além das expectativas, a safra agrícola bateu recordes ano a ano, a dívida externa acabou, a inflação está sob controle, as vendas de fins de ano crescem , a dívida interna é a menor desde 1998, a taxa de desemprego despencou, os juros são os mais baixos das últimas décadas, o número dos que viviam na miséria foi reduzido drasticamente, o País passou a ser respeitado no exterior, a crise financeira internacional não passou realmente de uma ''marolinha'' por aqui, e é por tudo isso que a aprovação do governo Lula não para de crescer. Enquanto isso, PSDB, DEM e PPS perderam representantes no Congresso, nas prefeituras, nas Câmaras Municipais e seu líder FHC amarga a maior rejeição popular que um político brasileiro sofreu até hoje: 55% - nem Paulo Maluf e ACM foram tão rejeitados. A mídia nacional perde cada dia mais espaço para a internet, a audiência de jornais televisivos como o Jornal Nacional, da Globo, vem caindo sistematicamente. Condolências às oposições, à mídia e aos poderosos, que nestes oito anos torceram historicamente pelo ''quanto pior, melhor'', e parabéns ao povo brasileiro, que aprendeu a separar o joio do trigo.

Jeferson Malaguti Soares cmbh1434@hotmail.com

Ribeirão das Neves (MG)

_______________________________

CREIO

Creio em Papai Noel, cegonha e Saci-Pererê. Creio em Lula, que somente no final de seu governo e nas vésperas das eleições vem nos dizer que é contra as Farc, que horrivelmente estupraram Ingrid Bettancourt. Creio em pesquisas, em Dilma Rousseff, em Marcos Valério e nos 40 do mensalão. Creio em Jader Barbalho e Renan Calheiros, que pagou à amante com dinheiro público. Creio na maioria dos políticos. Creio na Receita Federal e no deputado do castelo que não o declarou. Creio nos amigos de Lula, Evo Morales, Hugo Chávez, Fidel Castro, Ahmadinejad e outros ditadores. Creio nos cartões corporativos sem limites de gastos. Creio que a riqueza do filho do presidente foi honestamente trabalhosa. Creio nos 300 picaretas do Congresso aos quais se referiu Lula. Creio na correção dos milhões pagos em extras aos funcionários em recesso do Congresso. Creio nos políticos fichas-sujas. Creio na justiça do STF e na condenação de juízes para a mefistofélica aposentadoria com salário integral e com direito a reajustes. Creio em José Roberto Arruda e Joaquim Roriz e na continuidade do mensalão do DEM. Creio na ''toga''. Creio nos candidatos artistas, jogadores de futebol, nos cantores e palhaços que em decadência apelam para a popularidade a fim de se elegerem e escaparem da miséria. Creio na Justiça Eleitoral que dá liminares aos corruptos deste país, que jamais são condenados, pela brecha dos recursos criados por eles mesmos. Creio que no Brasil a política tem sido o escopo principal de mafiosos, bandidos, ladrões, traficantes e de toda a escória porque as leis dos congressistas, premeditadas para isso, lhes permitem continuar lesando, escravizando, enganando, subtraindo, atrasando toda a Nação e o País. Enfim, creio que é possível acabar com tudo isto: convoquemos o povo! Saiamos às ruas! Protestemos! Exijamos reformas!!!

Alberto Nunes albertonunes77@hotmail.com

Itapevi

_______________________________

INEFICÁCIA DA OPOSIÇÃO

De pleno acordo com o leitor sr. CLAUDIO DABUS FIGUEIREDO ("Estado bandido", 3/9), com muita tristeza sinto dizer que o Brasil se encontra neste estado graças à ineficácia da oposição. O que estavam esperando para tomar providências quando toda essa bandidagem começou, oito anos atrás? Agora que a derrota da oposição se aproxima, correm pela internet e pela mídia artigos carregados de indignação contra tudo isso que está aí! Vou tomar uma frase de Arnold Toynbee: ''O MAIOR CARTIGO PARA AQUELES QUE NÃO SE INTERESSAM POR POLÍTICA É QUE SERÃO GOVERNADOS PELOS QUE SE INTERESSAM''...

Sonia Arruga soniaarruga@terra.com.br

São Paulo

_______________________________

''ESTADO BANDIDO''

Caro Cláudio, você foi muito feliz na sua carta enviada ao Fórum do Leitores do nosso ''Estadão'' de ontem.

Eu também não admito que assuntos tão graves que estão acontecendo no meu país sejam tratados com tanta leviandade. Por parte do ''reizinho'' e seus aloprados, só temos é que pagar a farra que estão fazendo com os impostos que pagamos, e não recebemos a contrapartida. O que preocupa a você e a mim, e tenho certeza a alguns outros brasileiros, é a omissão do Poder Judiciário, calado e seduzido (salários e benesses inimagináveis, pagos por nós), por alguma força misteriosa. Será que esse ''Poder'' ou ''poder'' terá alguma ação? Esses senhores, em seus castelos, são inatingíveis, pois, dos 11, oito foram indicados pelo ''reizinho'' - será uma das forças?

Precisamos, urgente, de respostas e de uma liderança capaz de transformar em ação a nossa revolta com este estado de coisas, este Estado bandido.

Que parabenizá-lo pela carta, que traduz fielmente o meu pensamento.

Ivo Petroni ivopetroni@uol.com.br

Jundiaí

_______________________________

"O RESPONSÁVEL PELA BANDIDAGEM"

Os fatos atuais, bem demonstrados no editorial de ontem (A3), bem definem essas declarações intoleráveis do governo. Entre os colunistas do Estadão, podem ser consultados todos os atuais, como Jabor, Mauro Chaves e tantos outros, homens e mulheres realmente patriotas e que se preocupam com o futuro imediato do Brasil. Entre os ''sempre vivos'' Carlos Lacerda e Tancredo Neves temos a saudade do exemplo.

Jorge de Moura Andrews jmandrews@uol.com.br

Florianópolis

______________________________

ATOLEIRO

Sobre o editorial "O responsável pela bandidagem", eu diria: comunista não serve nem para ser usado como ração para ruminantes. Atente que ruminantes digerem qualquer alimento, com seus quatro estômagos, rumem, barrete, folhoso e coagulador. Não servem também como adubo orgânico para tiririca. Atente que esta gramínea resiste a temperaturas extremas e não morre. Como com tamanha tranqueira poderemos sair do atoleiro que se delineia?

Luiz Fernando Chierighini Bueno feluiz@terra.com.br

Santos

_______________________________

DESISTIR, JAMAIS!

O último parágrafo do editorial "O responsável pela bandidagem" -- "Agora, destampada a devassa nas declarações de Verônica Serra, vem o presidente Lula falar em "bandidagem". Se quiser saber quem é o responsável último por essa degenerescência, basta se olhar no espelho" -- me faz sentir uma forte emoção de saber que nem tudo está perdido. A luta pela ética e decência na vida brasileira continua. Obrigado e parabéns.

Luiz Nusbaum lnusbaum@uol.com.br

São Paulo

_______________________________

BANANAS

Se essa bandidagem acontecesse na Suécia ou no Japão, a cáfila inteira, a começar pelo chefe, já estaria na cadeia e, com certeza, com alguns suicídios.

É a diferença entre nações democráticas, pouco importa a forma de governo, e REPUBLIQUETA DAS BANANAS, que ainda somos.

Ariovaldo Batista arioba06@hotmail.com

São Bernardo do Campo

_______________________________

REAÇÃO

O presidente da República é chamado de "bandido" pelo maior jornal do País. Ou vem a público e reage ou renuncia.

Daniel Dayan studio@danieldayan.com.br

São Paulo

_______________________________

MEDIDA INIBITÓRIA

A respeito do editorial "O responsável pela bandidagem", que apenas mostra o que já estamos fartos de saber quanto aos desmandos lulo-petistas, não me espantará se a operosa AGU, sempre ágil na defesa do chefe, ainda hoje (3/9) entrar com alguma medida judicial inibitória.

Antonio Haroldo Machado machado08@oi.com.br

São Lourenço (MG)

_______________________________

BANDIDAGEM

Logo cedo se aprende que ''pratica o crime quem dele se beneficia''.

Perplexos com a bandidagem, sugerimos que algumas instituições, já bem conhecidas dos brasileiros, recebam mais duas letras, complementando a sigla da nomenclatura existente: PT (Patriotismo Total).

Assim teríamos INCRAPT, PFPT, CEFPT, BBPT, PGRPT, SRFBPT...

Antonio Augusto de Oliveira augustofrag@yahoo.com.br

Brasília

_______________________________

MAR DE LAMA

Quero parabenizar o Estadão pelo editorial de ontem sobre quem é o responsável pela bandidagem. Além de ser o responsável, elle ainda é um cara de pau que na frente das câmeras, com aquela cara deslavada, diz que a polícia tem de apurar. Pergunto: que polícia? Não temos Justiça, não temos órgãos reguladores, não se respeitam mais as leis. Logo, a quem vamos recorrer? Assim como Verônica Serra, o povo brasileiro está totalmente desprotegido. Não temos mais direitos. Estamos vivendo quase num regime chavista. As empresas de TV jornalísticas são todas subservientes e coniventes com o que está acontecendo. O povo ignorante, que não lê jornal, assim como seu chefe (que tem azia a leitura), não enxerga o futuro perigoso para este país se esses fanfarrões permanecerem no governo. Vejam que Dirceu, Palocci, Marta estão voltando e seus casos, todos arquivados. Continuo acreditando que Deus é grande e que pelo menos a Justiça divina intervenha nesse mar de lama e faça com que o povo abra os olhos e no dia 3 de outubro, receba uma luz que os conduza ao voto certo.

José Saez jsaez2007@gmail.com

Curitiba

_______________________________

TUDO CERTO COMO DOIS E DOIS SÃO... CINCO!

Se Lula, Dilma e corriola têm tanta certeza da vitória da ''mãe do PAC'' no próximo pleito eleitoral, como dizem ter eles e seus capachos do PT, por que arriscar-se tanto, como tem feito a turba, buscando flagrantes ou documentos incriminatórios que poderiam (mas não podem, porque falsos) complicar a vida de Serra e seus auxiliares?

Para que trocar o certo (a, para mim, não tão factível vitória eleitoral) pelo duvidoso (o verdadeiro escândalo provocado por asseclas do presidente ao transformarem a Receita Federal num palpável covil)?

Sobre o assunto, magnífica e magnânima a assertiva final do editorial ''O responsável pela bandidagem'', ao referir-se ao mais venal dos presidentes que este país já teve. Ei-la: ''Se (Lula) quiser saber quem é o responsável último por essa degeneração, basta se olhar no espelho''...

Pelo menos quanto a mim, a mesma desculpa usada para safar-se do mensalão ''não cola mais''! Saibam todos - inclusive o próprio Serra que essa Lula, e não Dilma, não levou ainda. E talvez não leve...

João Guilherme Ortolan guiortolan@gmail.com

Bauru

_______________________________

PARASITAS DO PODER

Pelo amor de Deus, façam alguma coisa! Não dá para aguentar tanta bandidagem do PT! Esses caras cada vez mais se dão a conhecer, são uns parasitas do poder, estão se lixando para o povão, e este acham que será o PT a tirá-lo do buraco, Muito pelo contrário, iremos todos para o buraco! Enquanto ''eles'' estarão rindo da cara dos idiotas do povo! POVÃO ANESTESIADO, ACORDA PARA A REALIDADE!

Matilde de Paula Romano mati.paula@yahoo.com.br

São Paulo

_______________________________

GESTAPO PETISTA

Li estes dias matéria de capa de uma revista de História sobre a Gestapo, coisa terrível que a gente pensa que não existe mais. Basta olhar o Estadão para nos darmos conta que a ''companheirada'' tá chegando lá!

Luiz Henrique Penchiari Jr. luiz.penchiari@bericap.com

Vinhedo

_______________________________

O RESTO É O RESTO

Essa discussão se a violação do sigilo fiscal dos tucanos foi com fins eleitoreiros, ou não, se foi comandado pela candidata Dilma ou pelos seus aloprados companheiros, não tem nenhum sentido, porque quem vai decidir as eleições deste ano não sabe nem quer saber quem são Dilma e seus amigos, não sabe nem quer saber o que significa sigilo ou violação. O eleitor que decidirá quem será o presidente do Brasil pelos próximos quatro anos não lê jornal, usa-o para a higiene pessoal... Infelizmente, o que interessa para o eleitorado majoritário do nosso país são as bolsas-isso, ou as bolsas-aquilo e em que poste o estadista de Garanhuns mandou votar. O resto é o resto.

Victor Germano Pereira victorgermano@uol.com.br

São Paulo

_______________________________

VIROSE NACIONAL

Falta menos de um mês para uma das mais importantes eleições de nosso Brasil. Quase todo o território nacional sofre com a baixa umidade e nas cidades maiores, como São Paulo, com um ar poluído e insalubre. Muita gente está acometida de gripes e viroses, tendo de apelar para tratamento forte à base de antibióticos. Muitos estão tossindo e espirrando. E, no corre-corre e na pouca valorização de bons costumes, poucos ouvem de pessoas próximas palavras gentis desejando: ''Saúde!'' Assim está nossa nação. Sofrendo terríveis e insidiosas ''viroses'': a da afronta aos direitos humanos e badalação de notórios ditadores; da Justiça lenta e desigual favorecendo os amigos do rei e poderosos com graúdos advogados; da violação de dados pessoais (como foi o caso do caseiro Francenildo); da irresponsabilidade e impunidade dos que estão lotados politicamente em cargos públicos; do desprezo pelas leis eleitorais através do uso acintoso da máquina pública e de ministros no apoio da campanha de candidata escolhida e imposta pelo presidente... e muitas outras. Nosso Brasil também está precisando de um tratamento forte e eficaz. Devemos usar nossos votos como ''antibióticos'' no dia 3 de outubro. Quem sabe, assim, a partir de 1.º de janeiro, possamos ver nossa Pátria dominando essa terrível ''virose'' e, com mais esperança, todos possamos desejar a ela: ''Saúde, Brasil!" Mas muito cuidado, a doença continuará cada vez pior se não a atacarmos com forte dose de ''antibiótico'' no dia 3.

Silvano Corrêa scorrea@uol.com.br

São Paulo

_______________________________

O PAÍS DOMINADO

Eu não imaginava que um dia pudesse ver o Brasil dominado por essa corja. Um bando mau-caráter, e covarde porque nunca assume o que faz. Tomem com exemplo esse pau-mandado que desmoralizou a Receita Federal e ainda permanece no cargo, primeiro, por falta de vergonha na cara e, depois, por omissão dos seus superiores, que tiveram a coragem para nomeá-lo, mas lhes falta coragem para demiti-lo. Infelizmente, dá para se constatar que o País está nas mãos de gente da pior espécie.

Humberto de Luna Freire Filho hlffilho@gmail.com

São Paulo

_______________________________

PODER

Para a maioria das pessoas que chegam ao poder, este é tão maléfico que apodrece seu cérebro, anulando o bom senso, expondo-os a posições ridículas, e aí eles passam a viver de mentiras, conchavos e de bandidagem.

Os exemplos são muitos e só não os veem os desatentos. Na política, nos sindicatos e nos conselhos profissionais eles são ervas daninhas e de difícil erradicação. Parece maldição.

Sérgio Barbosa sergiobarbosa@megasinal.com.br

Batatais

_______________________________

BASTA!

Para criminosos, bandalheiros, gente especialista na fraude, a única expressão adequada para quando são postos a nu é o da bandidagem, ou seja, ''a casa caiu''.

Para essa gentalha petista, tendo à frente o protagonista da mentira, falsidade e empulhação (travestido do rótulo, do tipo nota de 3, ''paz e amor'') e sua operacionalizadora expert em criminologia eleitoral, conhecida ex-guerrilheira. O povão que diz que vai votar na indigitada senhora sabe de seus antecedentes? O ''paz e amor'' algum dia fez referência a isso? Você leu isso em algum jornal? Preocupou-se até hoje em saber de detalhes do comportamento não só dela, mas da maioria dos membros que compõem este governo de turno?

Agora, descoberto mais um (dos muitos) criminosos procedimentos de quebra de sigilo, com a conveniência dos bedéis que ostentam o título de ministro deste regime ditatorial e que servem ao ''semideus'', que por sua vez se serve do Estado para pasto de seus interesses menores, a ordem do Planalto é o da adoção do mesmo procedimento ao tempo do ''mensalão'' (estranhamente, até hoje não julgado pelo Judiciário), isto é, blindar madame Rousseff, assim como à época fizeram com o ''semideus'', que agora quer ganhar na ''marra'' esta eleição, da mesma forma imunda, idêntica ao lodaçal de mentiras e de golpes sujos em que o PT sempre chafurdou.

Ou a camada consciente do povo brasileiro dá o troco nas urnas, ou em futuro não muito distante teremos de sair às ruas para pôr fim às bandalheiras, antes que os militares tenham de fazê-lo, a exemplo de 1964, e por muito menos, para pôr fim às imundices que tomaram conta deste país, desde a posse desses degenerados. Portanto, quem tiver vergonha na cara que aja enquanto é tempo!

Fernando Alves de Oliveira falvesoli40@terra.com.br

Bertioga

_______________________________

VAMOS APRENDER A NOS COMUNICAR

Estamos falando a nossa própria língua quando, na verdade, deveríamos ser polígonos, falar a língua de classes que não a nossa.

Já viu o pessoal das classes C, D e E saber o que é Receita Federal?

Receita é a de bolo.

Como devemos falar daqui pra frente?

Eis alguns exemplos:

1 - Você queria que sua mãe soubesse quanto você tem na carteira?

2 - Você queria que alguém lesse as suas cartas?

Pois foi isso que o governo fez com os políticos da oposição. Bisbilhotou a vida deles. Você concorda com isso?

1 - Você acha que tudo vai bem? Então, olhe à sua volta:

Tem esgoto pra todo mundo? A bandidagem melhorou?

Você consegue ser bem atendido nos hospitais do governo?

A escola pública tem um bom nível escolar para o seu filho?

Então, está esperando o que para acabar com isso? Esse governo não deu certo.

Vote em Serra. Vamos cortar esse mal.

Hitler ganhou a opinião pública através da linguagem, da comunicação, e fez uma guerra

Quem não se comunica se trombica. Nós não estamos sabendo nos comunicar.

Se a gente não se comunicar com a linguagem das classes C, D e E, a gente não só vai perder essas eleições, como vai perder o País.

Sonia Carneiro Leão scarneiroleao@gmail.com

Recife

_______________________________

DOS FILHOS DESTE SOLO ÉS MÃE GENTIL,...

Dentro em breve, serão sacramentados dois grandes projetos de importação de tecnologia, envolvendo despesas de dezenas de bilhões de reais: primeiro, a importação de caças franceses, e sua tecnologia para produção no Brasil, destinados a proteger nossos recursos naturais contra a cobiça estrangeira, principalmente na exploração da biodiversidade da floresta amazônica e das reservas de petróleo e gás do pré-sal. A justificativa é de que o poder de "dissuasão armada" evitará que potências estrangeiras nos forcem a acordos ou à adoção de políticas contra nossa vontade; segundo, a importação de trem-bala, e das tecnologias de sua fabricação e operação no Brasil, destinado a transportar passageiros interurbanos a velocidades acima de 300km/h, iniciando-se pela linha Rio-São Paulo-Campinas. Mercadante já a compara à espinha dorsal de um peixe de onde partirão novas linhas para o interior. Esse projetão mais parece um polvo cuja cabeça, formada por uma gigantesca empresa estatal, e tentáculos espalhados pelo sistema produtivo privado, nos levará a déficits crescentes e submissão da economia privada a interesses e comando estatal. Enquanto isso, leio com vergonha e constrangimento que rapazes do Maranhão foram explorados sexualmente por quadrilha espanhola que os forçava a consumir drogas lícitas e ilícitas para mantê-los "erectos" à disposição de clientes a qualquer hora do dia ou da noite, como já acontece faz muito tempo com muitas moças brasileiras escravizadas sexualmente no exterior. Sem falar naqueles que exercem, "voluntariamente", atividades sexuais remuneradas, normalmente em situação ilegal no país em que residem e sujeitos a todas as formas de exploração e humilhação. Essa notícia é uma vergonha para os maranhenses, especialmente para os responsáveis pela educação e profissionalização desses jovens no Maranhão. E também para todos nós, brasileiros, que elegemos os membros do Congresso Nacional e o presidente da República, responsáveis pela formulação e execução de políticas públicas nacionais visando à boa educação de nossas crianças, adolescentes e jovens, e sua profissionalização para que possam trabalhar e ser remunerados condignamente. Na ausência de educação e profissão, o consumo de drogas, a prostituição e a criminalidade se entrelaçam e formam uma rede que arrasta nossa população para o vício e joga nossos irmãos e irmãs num atoleiro de difícil saída. Isso já está acontecendo no México e em outros países da América Latina. E para quem não é alienado de nossa realidade social, também em nosso país, onde o tráfico e a violência crescem assustadoramente. Viciados e debilitados física e mentalmente, nossos jovens, adolescentes e até crianças se tornam escravos sexuais e bandidos armados a serviço do tráfico. Pergunta-se: que tal se aplicar os recursos poupados da importação de tecnologias sofisticadas em caças supersônicos e trem-bala em técnicas e práticas de educação fundamental e de profissionalização que efetivamente protejam nossos jovens contra a cobiça de criminosos que os exploram aqui, em nosso próprio país, e no exterior? É uma boa pergunta a ser feita à quase-presidente do Brasil, Dilma Rousseff, dita autora do projeto do trem-bala, à sua aliada Roseana Sarney, provavelmente a ser eleita novamente governadora do Maranhão. Não esquecendo José Sarney, presidente do Congresso Nacional e do Senado, que autorizará o presidente da República a efetivar as complexas operações financeiras e de crédito desses dois bilionários contratos de importação de tecnologia. Também perguntar ao presidente Lula, que conseguiu dobrar o comando da Aeronáutica para desistir dos caças suecos, mais baratos, em favor dos caças Rafale, da Dassault, aumentando os custos desse projeto da aeronáutica... Pátria amada, Brasil!

Eduardo J. Daros http://ejdaros.blogspot.com

São Paulo

_______________________________

CASO BATTISTI

A carta do embaixador da Itália (3/9) parece contradizer informações transmitidas pela mídia de que teria havido um acordo entre o governo Lula e Berlusconi para que Battisti permaneça no Brasil. Afinal, quem está falando a verdade? O embaixador italiano ou o governo brasileiro? Seria muito bom que isso ficasse claro. Afinal, para quem afirma que dissidente político cubano que ''se deixou morrer'' por greve de fome é igual a bandido comum, em nada surpreenderá saber que um criminoso comum é tratado pelo governo brasileiro como ''refugiado político''.

Eliana França Leme efleme@terra.com.br

São Paulo

_______________________________

REENCARNAÇÃO DE MUSSOLINI

O leitor sr. Ronald Martins da Cunha, em sua mensagem de ontem, compara Dilma Rousseff a Mussolini em termos de gestos, atitudes e arrogância. Concordo, ressalvando, porém, que o carisma e a qualidade dos discursos do "duce" eram, sem dúvida, superiores ao palavreado da senhora Dilma. Benito Mussolini tinha também o costume de expor sem falsos pudores seus peculiares pensamentos a respeito da democracia, que coincidem com as atitudes do PT e da sua candidata. Mussolini escreveu: "Regimes democráticos podem ser definidos aqueles nos quais de vez em quando se oferece ao povo a impressão de ser soberano" (Doutrina do Fascismo, vol. VIII, pág. 69) e "o adjetivo de soberano aplicado ao povo é uma utopia, o povo delega o poder, mas não exerce soberania alguma". E mais: "Todos sabem que não adoro as massas, em quanto sendo numericamente superiores, pretendem ter sempre a razão que quase sempre está do lado das minorias" (Hierarquia do Abril, volume IV, pág. 109, e Entrevista a Ludwig, pág. 197). Somando a estas convicções algumas leis especiais e a censura, teremos um futuro que, em lugar de negro, será vermelho.

Franco Magrini framagr@ig.com.br

Cachoeira Paulista

_______________________________

O ESTADO SUBMISSO À POLITICALHA

O governo Lula e o PT puseram o Estado (Executivo, Legislativo, Judiciário e estatais) a serviço de seus interesses políticos - e financeiros, pela herança maldita que vão deixar - e para isso lançam mão de todos e quaisquer meios, legais ou criminosos. Nas funções de Estado não cabem ações político-eleitorais, de turista ou de marqueteiro. Cartões corporativos com gastos secretos, só nas ditaduras. A enormidade dos escândalos que têm sido noticiados (além dos que a mídia não tem conhecimento e não as passa aos cidadãos) justifica plenamente o impeachment do atual presidente, e dos seus "companheiros". Por muitíssimo menos o Collor foi apeado do poder, por um Congresso não submisso. Que futuro terá o País dos políticos e mandantes impunes?

Mário A. Dente dente28@gmail.com

São Paulo

_______________________________

E AGORA, TSE?

A candidatura à Presidência da dona Dilma já devia ter sido impugnada por não atender às condições da recente lei aprovada, chamada de FICHA LIMPA, pelas questões bastantes conhecidas do seu passado desabonador, mas mesmo assim foi referendada. Que desculpa será dada se não for impugnada a sua candidatura, em razão da violação e quebra do sigilo da Receita Federal, cujo acontecimento mesmo que não tenha sido determinado ou mandado pessoalmente por ela, é ela que se beneficiaria? Como a Justiça Eleitoral tem sido tão complacente com os membros do partido do ''cara'', com certeza não vai dar em nada. Aconteça o que acontecer, fica por isso mesmo. As ''vítimas''... Que vítimas? Violar ou quebrar o sigilo nem deve ser ''crime'', foi sem querer... querendo. Será que a nossa Constituição e o Estado Democrático de Direito foram VIOLADOS? Pouco interessa, as mãos já foram lavadas, afinal, decisão judicial, podemos até não concordar, mas temos que respeitar, e a opinião pública como fica? Sei lá... E agora, TSE?

Luiz Dias lfd.silva@uol.com.br

São Paulo

_______________________________

EM 2006 O PAI EM 2010 A FILHA

Desde 2006, quando alguns petistas foram presos com quase R$ 2 milhões em dinheiro vivo tentando comprar um falso dossiê contra José Serra, os sinais já eram videntes. O PT desde aquela época já tentava intimidar com informações comprometedoras aquele que representaria uma ameaça ao grande sonho do partido. A criação de dossiês está para o PT como a ditadura cubana está para Fidel Castro. Inseparáveis. Ainda quando chefe da Casa Civil, Dilma negou montagem de dossiê, apenas mencionou que possuía um ''banco de dados'', quando informações pessoais de FHC e Ruth Cardoso em sua planilha Excel foram vazadas para o grande publico. A tática petista parece ser sempre a mesma, é só mudar o nome do delito e ele desaparece, Delúbio que o diga, quando negou caixa 2, admitindo apenas a existência de recursos não contabilizados. Só que desta vez a ousadia poderá custar caro a Lula, depois do uso fraudulento de uma instituição de Estado com fins políticos, contra a filha do candidato da oposição. A Lei Complementar 64, de 1990, saberá punir com rigor essa fraude antidemocrática, pois não se trata de um candidato democrata ou republicano, mas do comunismo batendo à nossa porta, como sonham Fidel Castro e Hugo Chávez, ambos amigos de Lula e Dilma.

Amâncio Lobo amanciolobo@uol.com.br

São Paulo

_______________________________

VIOLAÇÕES

Diante das várias violações de sigilo fiscal e da passividade da Corregedoria Eleitoral

em tomar providências, só resta aos tucanos gritarem: socorro!

Vidal dos Santos vidal.santos@yahoo.com.br

São Paulo

_______________________________

REFORMAS CONTRA FRAUDES

O desenrolar das apurações de fraudes em série de sigilos fiscais no Brasil levam os especialistas em gestão pública a uma única conclusão: a urgente necessidade de reformas estruturantes entre nós. Entre as mais fundamentais estão a política, a fiscal e a previdenciária, sem as quais o País não deixará, de tempos em tempos, de viver crises como a que agora estamos assistindo. A correção dessa triste realidade está em parte em nossas mãos, com as eleições de outubro. Votando conscientemente em candidatos comprometidos com tais mudanças, iniciaremos a correção de todas essas distorções.

José de Anchieta Nobre de Almeida josedalmeida@globo.com

Rio de Janeiro

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.