Cartas - 05/08/2011

GOVERNO DILMA

, O Estado de S.Paulo

05 Agosto 2011 | 00h00

Trapalhada

Passados sete meses, o que se vê no governo Dilma é só trapalhada. A última veio do polêmico ministro Nelson Jobim, que se referiu às colegas Gleisi Hoffmann e Ideli Salvatti de maneira pouco amistosa, em entrevista à revista Piauí. Acrescentemos um maremoto de denúncias de corrupção, uma equipe econômica incapaz de resolver a perniciosa equação câmbio sobrevalorizado-inflação crescente, um ex-presidente com apetite insaciável por espaço nas manchetes dos jornais (e, aparentemente, já em campanha para as eleições de 2014), uma política externa que, ao fazer pouco-caso dos abusos aos direitos humanos na Síria, parece querer voltar aos nebulosos tempos de Celso Amorim... Enfim, é ou não é uma trapalhada só o governo da sra. Dilma?

HENRIQUE BRIGATTE

hbrigatte@yahoo.com.br

Pindamonhangaba

_______

Falta de pulso

No governo federal, queiram ou não, as coisas estão, de fato, muito atrapalhadas e isso causa sensação da falta de pulso firme e de mando. Outro ministro cai?! Até parece fim de mandato...

JOSÉ PIACSEK NETO

bubapiacsek@yahoo.com.br

Avanhandava

_______

O único...

A saída de Jobim do Ministério da Defesa (demitido ou pedindo demissão) é ruim para o governo de Dillma, pois ele era o único ministro que falava as coisas certas e votou no melhor candidato que tínhamos para governar este país. Se José Serra tivesse sido eleito, aí, sim, os brasileiros iriam ver uma grande faxina em Brasília, e não uma faxina de mentirinha, que apenas engana os tolos.

M. CARMEN DEL BEL T. GOULART

carmen_tunes@yahoo.com.br

Americana

_______

"Justa causa"

Votar no Serra, tudo bem. Mas falar mal de Ideli e de Gleisi...!

VICTOR GERMANO PEREIRA

victorgermano@uol.com.br

São Paulo

_______

FORÇAS ARMADAS

Sentimento nacional

Muito oportuno e bem formulado o artigo do almirante Mario Cesar Flores sobre A defesa do sentimento nacional (2/8, A2). A moldura do Ministério da Defesa é de fato política e a configuração do sistema militar é profissional. De acordo. Mas o claro déficit da esfera política, indicada pelo almirante, merece mais atenção dos setores responsáveis da sociedade civil e das lideranças militares, pois se trata apenas de o sentimento nacional andar amarrotado e os interesses nacionais, muito banalizados nesta quadra. A defasagem acentua-se entre a formação dos oficiais militares das três Armas, que passam por provas, exames e testes para atuar na máquina do Estado, e os políticos (sobretudo os tais "suplentes", apaniguados e quejandos), que galgam postos nesta República sem a menor formação, sem nenhum mecanismo de seleção. Sou da opinião de que, além do Ministério da Defesa, também se manifestem lideranças militares com visão da velha "Questão Nacional", a exemplo do almirante Flores e de militares de outros países democráticos. Afinal, já não estamos na guerra fria...

CARLOS GUILHERME MOTA, historiador

cgsmota@terra.com.br

São Paulo

_______

PAC

Governo novo?!

A ministra Miriam Belchior, do Planejamento, explicando por que o avanço do PAC no primeiro semestre foi tão minguado: "O primeiro semestre é mais lento que o segundo semestre de um governo novo (sic), é natural que seja mais lento". A ministra pensa que o governo anterior era do PSDB? Ignora que o PAC era obra da "gerentona" Dilma e seus relatórios sempre indicavam "normalidade" nas obras? Este governo é tido como "de continuidade" do anterior. Parte considerável do Ministério e a presidente provêm de lá. A desculpa de "governo novo", portanto, não procede.

MARIO HELVIO MIOTTO

mhmiotto@ig.com.br

Piracicaba

_______

COTAS RACIAIS

Desigualdades

Estaria correto o argumento invocado por Demétrio Magnoli (A lei dos juízes, 4/8, A2) para defender a tese de que ao Supremo Tribunal Federal (STF) cabe derrubar a lei de cotas raciais, preservando assim o princípio constitucional da igualdade, se no Brasil todos os cidadãos fossem efetivamente tratados como iguais perante a lei, o que, obviamente, não ocorre. É que nem todos são tratados como cidadãos, o que, só por si, basta para infirmar tal espécie de argumento. Como dizia Aristóteles (A Política), a justiça pressupõe uma certa igualdade e, por isso, as desigualdades também devem ser consideradas, se realmente existentes. Daí a necessidade que se imporá ao STF de, no aplicar a lei, considerar as reais desigualdades existentes (como aquelas historicamente geradas em desfavor dos negros), quando lhe couber encontrar uma adequada forma de fazer cumprido o que está exigido no artigo 206, inciso I, da Constituição federal de 1988, quanto às condições de igualdade para o acesso ao sistema oficial de ensino.

VALENTINO APARECIDO DE ANDRADE, juiz de Direito

valentinoandrade@uol.com.br

São Paulo

_______

O risco invisível

Entendo as boas intenções dos defensores de cotas. Não acredito que vivamos numa sociedade que superou o preconceito, baseado nos mais diferentes aspectos: origem, condição econômica, gênero e orientação sexual, religião, idade, educação formal e muitos outros. Ainda assim, instituir "tribunais raciais" com base em regras obscuras (?), de maneira e por pessoas orientadas politicamente, contrariando o princípio de igualdade da Constituição, é uma receita para o desastre, seja para facilitar acesso à universidade ou outro. Será que usar critérios mais objetivos, como a condição econômica, não são a melhor maneira de lidar com isso? Das soluções possíveis, faz sentido importar uma dos EUA? Será que nossas sociedades são tão parecidas assim? Acho que não.

RENATO GENTILE ROCHA

rerocha65@gmail.com

São Paulo

_______

ANIVERSÁRIO DE OBAMA

Envelhecimento precoce

Barack Obama completou ontem 50 anos de idade. Ter poder deve ser muito bom, haja vista o furor com que é buscado. Mas é implacável com o ser humano.

LUIZ NUSBAUM

lnusbaum@uol.com.br

São Paulo

_______

"Quem é o próximo?"

ROBERT HALLER / SÃO PAULO, SOBRE A ANUNCIADA DEMISSÃO DO MINISTRO NELSON JOBIM

robelisa1@terra.com.br

"Ideli não é fraca, não! Quando é que vão começar as denúncias de irregularidades

no Ministério da Pesca?"

LUIZ HENRIQUE PENCHIARI / VINHEDO, IDEM

luiz_penchiari@hotmail.com

_______

VOCÊ NO ESTADÃO.COM.BR

TOTAL DE COMENTÁRIOS NO PORTAL: 1.314

TEMA DO DIA

Dilma demite Jobim após ler entrevista

Presidente leu íntegra de texto da revista "Piauí" em que o ministro da Defesa tece críticas ao governo

"Tanto faz o que ele diz, já não acredito em ninguém mesmo. Ainda mais vindo de Brasília."

FERNANDA LEMOS

"Parabéns ao ex-ministro pela transparência, inclusive sobre os detalhes sórdidos do poder!"

GUSTAVO JACCOTTET

"Ainda bem que existem os que falam a verdade e assumem o que fazem!"

LETICIA PASSARELLI

_______

Cartas enviadas ao fórum dos leitores, selecionadas para o estadão.com.br

DEMITIDO

O ministro da Defesa, Nelson Jobim, de tanto dar tiros para se defender, acabou levando um tiro que saiu pela culatra e... caiu.

José Piacsek Neto bubapiacsek@yahoo.com.br

Avanhandava

_______

JOBIM E SUA METRALHADORA VERBAL

O que será que mordeu o ministro Jobim? Sai pela mídia atirando sua metralhadora verbal, mordendo e assoprando o governo do qual faz parte com a mesma desenvoltura em que anda em cima dos seus 1,90m de altura. Isso na "banãnia" não é normal, já que ninguém ousa contestar absolutamente nada desse governo. Ou por cumplicidade ou por medo. Vai que ele irrite a máfia a ponto de ir fazer companhia a Celso Daniel e Toninho do PT? Mesmo assim nada que venha do ministro Jobim é impensado já que tem larga experiência nos bastidores do poder. Aposto que em 2014 ele sai candidato a Presidência. Mas que ele acertou na mosca ao declarar as ministras Ideli e Gleise inadequadas para o cargo, isso concordamos. Só não podemos concordar quando tece elogios e dá emprego ao Genoino. Será que se esqueceu que Genoino está entre os quarenta do mensalão?

Beatriz Campos beatriz.campos@uol.com.br

São Paulo

_______

DUVIDEODÓ

Será que vem mais uma ministra por ai?

Victor Germano Pereira victorgermano@uol.com.br

São Paulo

_______

A PIQUE

Quando o barco está afundando, até os ratos querem sair, imagine o comandante. Jobim, depois que vazou que até os milicos estão mamando... É pegar o boné e tchau.

Jose Roberto Palma palmapai@ig.com.br

São Paulo

_______

DESMORALIZAÇÃO

As reiteradas e acintosas declarações públicas dadas à imprensa pelo ministro Nelson Jobim (Defesa) criticando o atual governo e seus colegas de ministério já passaram do limite do razoável. Manter Jobim no atual governo equivaleria a uma verdadeira desmoralização e a ''passar recibo'' de incompetência".

Renato Khair renatokhair@uol.com.br

São Paulo

_______

QUEM ENTRA

Sugestão para o lugar de Jobim na Defesa: o ex-goleiro Bruno, que comprovadamente é muito bom de defesas e tem um currículo ao gosto do PT, basta lembrarmos dos casos Celso Daniel e Toninho.

Ronaldo Gomes Ferraz ronferraz@globo.com

Rio de Janeiro

_______

NÃO FALTARÃO SUBSTITUTOS

Isso mesmo, ''tia'' Dilma, demita o Nelson Jobim que é um jurista insigne e probo para talvez colocar em seu lugar algum ex-assaltante de bancos ou ex-sequestrador de embaixadores ou quem sabe, até mesmo, um ex-guerrilheiro do Araguaia que disparou contra as Forças Armadas lá nos anos 60?! No seu governo, com certeza, não há de faltar curriculuns a altura de tão nobre perfil e os fardados que lhe prestem garbosa continência...

Paulo Boccato pofboccato@yahoo.com.br

São Carlos

_______

PRECONCEITO

Tem razão a crítica de Nelson Jobim ao ministério da Dilma. Nossa presidenta tem se mostrado sexista e preconceituosa ao escolher mulheres para ocupar cargos importantes, ignorando todos os outros pré requisitos para ocupar os cargos. Nomear só mulheres é tão preconceituoso quanto não nomeá-las nunca.

Mário Barilá Filho mariobarila@yahoo.com.br

São Paulo

_______

QUE SE ENTENDAM

Se Ideli é "fraquinha" ou "gordinha", eles que são do governo que se entendam. Mas cá entre nós, Sarney foi no mínimo infeliz no comentário.

Luiz Nusbaum lnusbaum@uol.com.br

São Paulo

_______

PALAVRAS DE DILMA

As palavras de Dilma são fortes, mas quem colocou Nelson Jobim no Ministério?

Cícero Sonsim

Nova Londrina (PR)

_______

O NAUFRÁGIO DA CPI

Foi com uma tristeza sem fim que assisti a presidente Dilma Rousseff tomar para si a responsabilidade de bloquear por todos os meios possíveis a formação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), que deveria apurar a roubalheira no Ministério dos Transportes. Segundo o noticiário, ela mesmo negociou cargos, verbas e obras em troca da retirada de algumas assinaturas da lista da CPI. É triste. Muito triste. Dilma Rousseff entrou para a história do Brasil como a primeira mulher a ocupar o cargo de presidenta, como ela gosta de ser chamada. Mesmo os que nela não votaram, sempre mantiveram a esperança de que alguma coisa iria mudar no Brasil. Mas, subitamente, todos descobriram que nada mudou. A desilusão é a visita da verdade. A guerra que a presidente Dilma Rousseff fez contra a CPI dos Transportes é a prova de que toda aquela ação contra a corrupção no Ministério dos Transportes foi apenas uma triste Mise-en-scène. Tenho a mais absoluta certeza de que no dia de hoje todo brasileiro está muito triste. É horrível quando descobrimos que sem o apoio dos corruptos, seja presidente homem ou mulher, ninguém governa este país. Isto aqui é a casa da mãe Joana, berço esplendido dos Jucazinhos & Juquinhas.

WILSON GORDON PARKER wgparker@oi.com.br

Nova Friburgo (RJ)

_______

A MAIS RECENTE DECEPÇÃO NO BRASIL

Diz-me com quem andas que te direi quem és. Esse provérbio é bem conhecido, mas verdadeiro. O titulo do jornal O Estado de S. Paulo de 4/8/2011, pág. A4, "Dilma promete vaga no TCU e até inauguração de ponte para deter CPI" demonstra claramente que a Presidente é mais uma promessa no cenário político brasileiro. Será que nenhum dos seus assessores lhe falou que promessa de político não vale nada? Na política o provérbio "promessa é dívida" não existe. Porque o governo do PT tem tanto medo de CPIs? Já fazem mais de oito anos que CPI (Comissão Parlamentar de Inexistência) não é bicho papão. É só jogo de cena. Neste País, de brasileiros e brasileiras, e parece que a Presidente não está incluída nestes, o que funciona é o Ministério Publico e a Policia Federal, isto quando não há forças ocultas. Constatou-se corrupção e outras falcatruas no Ministério dos Transportes. Porque não há interferência dessas Instituições (MP e PF) no Ministério dos Transportes? Aos desavisados, o PR não tem lixo para se fazer faxina, pois a própria sigla diz: partido de rapinas!

Joaquim Carlos das Eiras jocare@ig.com.br

São Paulo

_______

MINISTÉRIO DOS TRANSPORTES

Como é público e notório, o Ministério dos Transportes é, no atual governo, o maior centro de corrupção. Para isso, basta dizer que a começar pelo ex-ministro Alfredo Nascimento (PR) e mais 27 funcionários foram demitidos por corrupção ativa. Para apurar os motivos e causas dessas medidas saneadoras,a oposição, depois de longo trabalho, conseguiu coletar 27 ( no caso,mera coincidência de números e mínimo) de assinaturas de senadores para constituir uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), o que foi obtido. Numa incongruência sem tamanho, o governo, depois das referidas demissões, tendo à frente sua presidente Dilma e com a ajuda de ministros e lideres na Câmara e no Senado e com a retirada da assinatura de dois senadores,do pedido em tela, numa atitude da mais deslavada sem-vergonhice, e por interesses escuso -, ,reduzindo-as para 25,numero insuficiente para a instalação de tal Comissão,o governo,prometendo vaga no TCU,repito, obteve seu desiderato, e o presidente José Sarney (PMDB-AP), num açodamento conivente, mandou o requerimento para o arquivo.

Assim,demitindo e impedindo que se chegue a verdade dos fatos indecorosos,o governo "morde e depois assopra". Neste mato tem coelhos!

Antonio Brandileone abrandileone@uol.com.br

Assis

_______

OS 12 TRABALHOS DE DILMA

O desenrolar da faxina prometida pela Presidente Dilma evocou-me o segundo trabalho de Hércules - destruir a Hidra de Lerna, monstro de nove cabeças, extremamente venenoso. O problema era que, a cada vez que o herói esmagava uma das cabeças com sua clava, outra renascia no mesmo lugar, mais ou menos como as mutretas que pipocam em toda a administração pública, quando se mete o dedo numa ferida qualquer.

Mas Hércules solicitou o apoio de seu sobrinho Iolau, que, com uma tocha, ia queimando as cabeças esmagadas. Só não foi possível fazer isso com a última, de ouro, imortal, que teve de ser enterrada e coberta com uma grande pedra. Hera, a mulher de Zeus, supremo deus do Olimpo, odiava o herói, por ser ele filho bastardo de seu marido com a bela humana Alcmene. Os trabalhos a que Hércules foi submetido constituíam uma armação dela com seu protegido, o Rei Euristeu, que indicava ao herói as tarefas a cumprir. E essa deusa, vendo que seu malquisto enteado estava prestes a vencer a Hidra, enviou um enorme caranguejo para beliscar-lhe os pés, mas Hércules o esmagou com um pisão fenomenal, e Hera, despeitada, transformou-o na constelação de Câncer. Proponho, pois, à hercúlea Presidente Dilma que, auxiliada por seu impoluto "sobrinho" Gilberto Carvalho (ou Marco Aurélio Garcia?), e aproveitando o repousante silêncio do Planalto, tente identificar quem, dentre os numerosíssimos saltimbancos brasilienses, seriam Zeus, Hera, Alcmene, Euristeu, a Hidra, Iolau, o caranguejo, a cabeça de ouro imortal...et caterva. Observemos que o primeiro trabalho já foi cumprido - matar o Leão da Nemeia (ou de Ribeirão Preto?) e passar a usar sua pele invulnerável como proteção... O terceiro será caçar a belíssima Corça Cirenaica, dos Pés de Bronze, que corre a velocidades incríveis. Quem será? Como capturá-la? Boa sorte, Presidente. Mas não se esqueça de que Hércules morreu sacrificando-se numa pira, por não suportar as sequelas do envenenamento acidental que sofrera, por obra de sua própria esposa, Djanira, que dera ouvidos a intrigas.

Gil Cordeiro Dias Ferreira gil.ferreira@globo.com

Rio de Janeiro

_______

MARIMBONDO FERRA CPI

No curto espaço de tempo em que o senador Álvaro Dias (PSDB-PR) protocolou o requerimento com 27 assinaturas, suficientes para a instalação da CPI do Ministério dos Transportes.Por ordem da presidente Dilma,o Pitbull mais astuto da tropa de choque, senador Romero Jucá (PMDB-RR), reverteu a posição dos senadores João Durval (PDT-BA) e Reditário Cassol (PP-RO), a retirarem as suas assinaturas.Estavam inspirados no inconfidente Silvério dos Reis. Com a alma em festa e o coração a gargalhar, o autor de ''''Marimbondos de Fogo'''', donatário do senado, devolveu o pedido. O clima político em Brasília é de tal fedentina que tem-se a impressão que todos usam pregador de roupas no nariz, porque não é possível respirar na cloaca planaltina. Nenhum presidente pode dirigir uma nação como uma quitanda e ficar impune. O povo, de cerviz sempre dobrada pagará a fatura.

Jair Gomes Coelho jairgcoelho@gmail.com

Vassouras (RJ)

_______

RETIRAR A ASSINATURA?

Após assinarem o pedido de CPI dos Transportes dois senadores da base aliada "retiraram a assinatura" e com isso a CPI foi arquivada. Como assim "retirar a assinatura"? Será que eu uma simples mortal posso assinar alguma coisa e depois "retirar a assinatura"? Alguém explique porque isso e possível!

Deborah Marques Zoppi dmzoppi@uol.com.br

São Paulo

_______

CUMPLICIDADE OU FALCATRUA

No Brasil, atualmente, o roubo do dinheiro público chegou, aparentemente, ao maior nível jamais visto. Há grande revolta por isso, mas aqueles que poderiam colaborar na moralização da vida pública do País não o fazem. É o caso da CPI sobre as roubalheiras na área do Ministério dos Transportes. Se a Presidente da República "defenestrou" o ministro e demitiu três dezenas de funcionários aparentemente envolvidos em fraudes, por que o Presidente do Senado, José Sarney, impede a realização de uma CPI que investigaria o assunto. Alguma cumplicidade ou só preferência pelas falcatruas?

Fabio Figueiredo fafig3@terra.com.br

São Paulo

_______

PARA QUE CPI?

Quem não quer que os ilícitos apareçam e sejam investigados? Só pode ser quem está "atolado" até o pescoço de ilicitudes. O mui ilustre, digno, probo e imortal tetrapresidente do senado, derrubou o requerimento que pedia a instauração e instalação da CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) dos transportes. Será que nós os eleitores que somos os culpados por não haver oposição e termos nas presidências do senado e câmara, políticos que só fazem "politicalha", pouco importando o país e os seus conterrâneos? Este é o Brasil, por pouco tempo, prá que CPI?

M. Teresa Amaral mteresa0409@estadao.com.br

São Paulo

_______

CPI OR NOT CPI?

Apesar de deduzir que acabaria em pizza, penso ser covardia demais um senador voltar atrás e retirar a assinatura para convocação da CPI dos transportes.

Maria do Carmo Zaffalon Leme Cardoso mdokrmo@hotmail.com

Bauru

_______

FARINHA NO VENTILADOR

Quem estiver achando que todas as "cacas" existentes na fossa séptica em que foi transformado o Ministério dos Transportes, nessa gestão petista, já vieram à tona, pode "ir tirando o cavalinho da chuva", pois, "pelo andar da carruagem", ainda tem muita sujeira para boiar. Ainda hoje, ao reassumir seu mandato no Senado, o ex-ministro Alfredo Nascimento deixou claro que o seu sucessor no cargo, o atual ministro Paulo Passos, apesar de todo o marketing governamental tentando passar a imagem de que é um "homem limpo", pode estar "mais sujo do pau de galinheiro". Aliás, durante sua falação, Alfredo Nascimento deixou claro que todo o festival de maracutaias envolvendo casos de superfaturamentos e fraudes de licitações em obras do PAC teriam começado exatamente no período em que ele teve de se afastar do cargo, em 2010, por conta da legislação eleitoral, para disputar o mandato de senador pelo estado do Amazonas, deixando "Paulinho" no seu lugar. Segundo dito na tribuna do Senado, portanto em caráter oficial, Alfredo Nascimento declarou que o próprio Paulo Passos, no período em que esteve à frente do Ministério dos Transportes, foi o responsável, em conluio com outros ministros da gestão Lulla, por iniciar os sórdidos episódios de corrupção que agora enojam os brasileiros. O que precisa ser respondido, seja lá por quem for, desde que o mais rápido possível, é se esse "esquemão" teria sido montado com o intuito de servir de fonte de arrecadação de recursos para "financiar" campanhas eleitorais, inclusive a presidencial. Será?

Júlio Ferreira julioferreira.net@gmail.com

Recife

_______

NEGOCIAÇÕES

A descoberta de possíveis irregularidades em atividades desenvolvidas em alguns Ministérios, onde os cargos principais estão nas mãos dos partidos aliados ao governo federal, como não poderia deixar de ser, assanhou alguns membros da oposição. Que sem demora correram para os meios de comunicação para informar que estão tentando montar uma CPI. E que isto vai depender da anuência dos integrantes da bancada da situação. É mais um descompasso de uma oposição que efetivamente não mantém a coerência nos procedimentos. Por que, já que fazem parte dos mesmos partidos, eles não "negociam" a instalação de algumas CPIs que a oposição ao governo de São Paulo quer instalar na Assembleia Paulista?

Uriel Villas Boas urielvillasboas@yahoo.com.br

Santos

_______

NÃO AGITAR

Com as denúncias dos últimos dias envolvendo os Ministérios dos Transportes, Cidades, Agricultura, Minas e Energia e Desenvolvimento Agrário (ué...desenvolver a agricultura não deveria ser atribuição do próprio Ministério da Agricultura?), acho que o governo deveria mandar afixar uma placa em cada ministério restante com os seguintes dizeres: "favor não agitar - pode feder".

Nestor Rodrigues Pereira Filho rodrigues-nestor@ig.com.br

São Paulo

_______

PERPLEXIDADE E REPÚDIO

Muito se tem comentado e questionado sobre a corrupção e suas maleficências à sociedade, nos últimos tempos. Mas pouco tenho ouvido ou lido em órgãos da imprensa ou no entorno de um círculo social, que a corrupção é a sintomatologia mais fidedigna da desonestidade. Discutem-se apenas os atos, julgam-se os supostos fraudadores e fortalece-se a ideia de que o sistema da corrupção que assola tantos segmentos de nossa sociedade, só existe e é mantido pela ineficiência e inoperância da justiça punitiva a altura dos atos malfeitores. Não paramos para pensar e refletir do porque chegamos a estas condições corruptivas descomedidas e até certo ponto descaradas em nosso meio político e até mesmo social. Ninguém discute onde estão parando os valores éticos do ser humano, a sua cada vez mais falta de cumplicidade com as leis e com o respeito ao próximo. E quem é o maior culpado disso tudo. Somente as leis frouxas e omissas que insistem em patrocinar estes crimes? Será que o embrião de todo ato pensado da corrupção alheia, só existe porque há a condição para que isso aconteça através de quem a disponibiliza, propulsiona, ou seja, da nossa própria inércia coletiva? A corrupção esta se tornando um ato banalizado no Brasil, muito porque não a enfrentamos com a seriedade com que ela merece e necessariamente precisa ter. A cada escândalo público que envolve a falta de ética e a deficiência moral, perdemos a chance de não só exigir a solução daquele problema em questão, como o de prevenir tantos mais. A sociedade precisa se mobilizar para idealizar um futuro mais promissor, mais justo. Enquanto a síntese da palavra honestidade no Brasil, continuar deixando de ser obrigação para virar uma qualidade de uma pessoa, nos depararemos com a esta intensidade desenfreada de índices alarmantes e descabidos de corrupção que causam tanta perplexidade e repúdio.

Celia Aparecida filipelrsousa@yahoo.com.br

São Carlos

_______

DISFARÇA!

A passividade do brasileiro diante da corrupção é tamanha, que até a imprensa internacional estranhou. Como pode, um povo tão "feliz", assim? Aí, então, as centrais sindicais e a UNE, aquelas mesmas bem alimentadas com o leite do governo, resolveram tomar uma providência, e sair elas mesmas às ruas, para "protestar". Afinal, um pais onde inexiste oposição ao governo, mesmo que este dê muitas e reiteradas mostras de estar apodrecido pela corrupção, tem alguma coisa errada. É melhor disfarçar.

Maria Cristina Rocha Azevedo crisrochazevedo@hotmail.com

Florianópolis

_______

CAROÇO NO ANGU

Estamos convivendo com os moldes do "toma lá dá cá", há tantos anos na política, que não conseguimos acreditar que palestras de um ex-presidente que sempre repete os mesmos "Mantras" de besteirol possa estar enchendo suas burras com dinheiro recebido por palestrar às grandes empresas sem estar obedecendo ao molde já citado como também do "é dando que se recebe". Lula, o grande palestrante, receberá das empresas do grupo Hypermarcas a irrisória importância de R$ 350mil. Dá pra acreditar? Tem caroço nesse angu!

Leila E. Leitão

São Paulo

_______

RECEITA FEDERAL

A abertura de uma CPI para investigar o Ministério dos Transportes e o Dnit é pura perda de tempo. Essa é uma missão da Polícia Federal juntamente com a Receita Federal. Com a quebra do sigilo fiscal de todos os envolvidos e de parentes de segundo e terceiro graus todos os ladrões podem ser processados e condenados a devolverem o que foi roubado e logicamente responderem o processo em liberdade eterna pois condenar é uma coisa, prender e manter presos peixes graúdos só em países desenvolvidos e com constituição elaborada por parlamentares sérios e não como a nossa "desenhada" na calada da noite para garantir a impunidade de qualquer parlamentar e seus comparsas. a pena máxima para um criminoso de colarinho branco do Dnit é pagamento de cestas básicas desviadas de doações para vítimas de enchentes.

Luiz Ress Erdei gzero@zipmail.com.br

Osasco

_______

ESPÉCIE EM EXTINÇÃO

No mundo algumas espécies de animais correm o risco de extinção. Exemplos: urso panda, tigre de bengala, mico leão dourado, arara azul, etc. Cada país tem suas espécies ameaçadas! Em comum, em extinção, só a espécie humana. Vivemos atualmente em uma sociedade que se adaptou (acomodou) com tudo quanto é coisa ruim! No esporte, em especial, o futebol, é rotina ou tradição a violência! Na política a corrupção nacional é generalizada, onde as punições ou prisões são inexistentes. Somos reféns do medo. Parar a noite nos semáforos, sair ou chegar em nossas próprias casas é perigoso. Sacar dinheiro em bancos é aventura. Pessoas estão sendo assassinadas por causa de um par de tênis (usado). No trânsito independente do horário as pessoas estão apresadas e estressadas, agressões verbais e físicas é rotina diária. A base familiar está em ruínas! E as bebidas alcoólicas e as drogas dominaram a sociedade. Enfim, de todas as espécies em extinção nada supera o bicho "humano". Reflexão: nosso futuro (...)

Alex Tanner alextanner.sss@hotmail.com

Sumaré

_______

COMO SERIA UM BRASIL COM MENOS CORRUPÇÃO?

Um dia acordei de um sonho estranho. Sonhei que a tão consagrada corrupção em nosso país tinhas acabado e com o quase fim desta pratica de desviar recursos públicos financeiros, favorecimento de contratos, compra de votos, superfaturamento em obras publicas, triplicidade de cobranças de impostos e tantas outras falcatruas. Como seria bom viver em um país sem corrupção. Com tanto dinheiro arrecadado através de impostos e com o lucro das empresas estatais e entrada de investimentos estrangeiros, estes recursos sendo bem aplicados produziriam serviços de alta qualidade aliado a honestidade resultando em Respeito ao povo brasileiro. Cito o que vivenciei neste sonho quando constatei os resultados positivos de alguns setores como:

Saúde - Melhores hospitais e pronto atendimento das instituições públicas; Educação - Melhores escolas - preparo e salários dos professores a contento proporcionando capacitação adequada para os futuros formandos; Segurança - Policiais bem preparados e bem pagos para atenderem as necessidades da população, leis claras e justas contra o crime, penitenciárias instituídas para a recuperação do infrator, liberdade de ter e usufruir de bens conquistados com o suor do trabalho e a diminuição drástica de crimes de sequestro, roubo a caixas eletrônicos, arrastões em bares, avenidas, praias e latrocínios; Alimentação - Preços justos dos alimentos em geral e comida para todos; Habitação e infra-estruturar - Utilização do dinheiro publico em benefício de todos.

Como seria bom poder votar em um político tendo a certeza de que ele fará o melhor para seus representantes sem favorecer nenhuma classe política partidária, a si próprio, sindicato, ONGs e qualquer outra instituição. Com o fim da impunidade os homens de bem seriam cada vez mais reconhecidos e os infames corruptos seriam banidos da nossa sociedade e teríamos a formação da uma classe política com verdadeiros brasileiros. Temos brasileiros, homens e mulheres talentosos em nosso meio, incentivando ações do bem, todos seriam idolatrados por suas conquistas e condutas no setor público. Como seria bom viver esta realidade e não ter mais que sonhar com ela e depois ter que acordar para um fato totalmente inverso. Países que não fomentam a corrupção podem produzir resultados como o do Japão, Suíça, Suécia, Noruega, Islândia, Áustria, Canadá. E países que fecham os olhos contra a corrupção produzem resultados como o da Somália, Líbia, Angola, Congo, Etiópia, Uganda entre outros com culturas de usurpação de recursos públicos. Em qual destes países você gostaria de copiar a conduta de um povo que refletiria na classe política? Ter que acordar deste sonho traz motivação para continuar a luta em busca da perfeição das administrações públicas. Temos bons exemplos de competência administrativa pública, basta querer e exigir isso, a cada dois anos. que assim alcançaremos este sonho.

Rafael Luiz Riga Travaglioni riga@terra.com.br

São Paulo

_______

VAI SOBRAR ALGUMA COISA?

A medir pelos golpes milionários do Dnit, a farra petista acumula todo um PIB, por ano, ou por mês! Não se tem mais noção de quanto a roubalheira campeia neste paizinho dominado pelo crime e pelos ladrões. Só tem bandido, só tem ladrão, só tem safado no governo e em volta dele. Por que é que a presidente e o antecessor ainda não foram presos? Quantos bilhões de reais ainda devem ser flagrados nas tetas do crime petista para acordar a justiça? Ou, quantos bilhões de reais ainda devem ser distribuídos entre amigos, familiares, partidários e governistas para estancar a roubalheira oficializada que comanda a toga petista? Pergunto, vai sobrar algum para pagar o leite, a merenda e as urnas eletrônicas tão eficientes?

Ronaldo Parisi rparisi@uol.com.br

São Paulo

_______

ANTIADERENTE

A corrupção não começou com o PT e nem acabará quando saírem de cena, mas com o pessoal do PT ela deslanchou e hoje todo safado se acha no direito de meter a mão. Os Três Poderes estão podres. Quando o tal do retorno ao partido fui instituído, com percentuais de salários, obras e serviços, estava na cara que os malandros não iriam ficar somente em roubar para a agremiação e estenderam a mão boba para grupelhos e para seus bolsos. Denunciantes foram afastados e calados, até mesmo com a morte. O maior beneficiário e capitão do time, por enquanto, é antiaderente.

Sérgio Barbosa sergiobarbosa@megasinal.com.br

Batatais

_______

PAÍS RICO

País rico é um país que tem pessoas sérias e honestas nas funções administrativas em todos os setores, federais, estaduais e municipais.

Sebastião Hetem sebahete@ig.com.br

Taiuva

_______

''POLÍTICAS E POLÍTICOS''

Sobre o artigo de Luiza Nagib Eluf de 1/8/2011, considero que o povo que trabalha e paga impostos não conta com verbas oficiais para suavizar suas penas. Povo que sai de casa bem mais cedo do que deveria e retorna bem mais tarde do que poderia, vítima de um transporte urbano, verdadeiros vagões de gado pela superlotação e desconforto. Alguns ainda se aventuram do trabalho para uma faculdade noturna, cara para os seus recursos e pobre no conteúdo. Esse povo não tem tempo, mas tem medo: medo dos patrões, medo dos marginais, medo do desemprego e medo das autoridades que o desdenha. Esse povo, que é a maioria dos brasileiros, não terá jamais condições de protestar contra a sórdida política de nossos dias. Se a "sociedade esclarecida", que não sofre as mazelas que o povo sofre, não fizer algo mais do que apenas escrever artigos por obrigação profissional, talvez repetindo o que tantos outros fazem, tudo continuará piorando.

Jerdem Salvador Amâncio ester-moreno@hotmail.com

São Paulo

_______

CHUVA DE METEORITOS

Enquanto o PT reluta em sair da órbita da corrupção e continua a lustrar sua estrela de cinco pontas com o carmim do PMDB, na cabeça dos brasileiros só faz chover meteoritos...

Mara Fonseca Chiarelli mara.chiarelli@ig.com.br

Mogi Guaçu

_______

SILÊNCIO

Não há como entender muito menos aceitar o silêncio e comportamento do PSDB, como partido da oposição, vendo e ouvindo às barbaridades que o PT, PMDB e partidos aliados estão fazendo no país. Como corrupção, desvios de verbas, obras super-faturadas, contratos ilícitos, etc, etc. Garanto que se fosse o contrário, com o PT ou PMDB na oposição e estivesse ocorrendo tal situação, não sobraria espaço em nenhum veículo jornalístico tanto escrito como falado, difamando o PSDB para dizimá-lo da face da terra.

Angelo Tonelli angelotonelli@yahoo.com.br

São Paulo

_______

O PAC E OS CORRUPTOS

Porque não usam o famigerado PAC para acelerar as construções de presídios? Finalidade: Meter na cana todos os políticos corruptos que atingem toda a população com suas práticas delituosas. São verdadeiros monstros, que cometem crimes que podem ser hediondos, quando se vê crianças, idosos morrendo em hospitais caóticos, quando se vê escolas em situação degradante e sem merenda escolar (verba desviada), quando se vê que a estradas brasileiras são na verdade matadouros de vidas humanas. Até quando vamos conviver com esses vampiros a solta? Nós brasileiros vamos continuar assistindo a tudo isso sem reagir? Quem cala consente.

Ademar Monteiro de Moraes ammoraes57@hotmail.com

São Paulo

_______

OS CANALHAS ENVELHECEM

Quando jovem, meu pai ensinava-me, filho, no senado temos os homens mais experientes, ex presidentes, ex-governadores, ex deputados, trata-se de um degrau maior na política, são homens mais honrados, isto ontem, hoje temos uma casa da mãe Joana, do disse me disse, do faz de contas, toma lá da cá, de conchavos ardilosos,velhas raposas rapineiras em seus estados cobradoras de pedágios em quase tudo em seu torrão natal, e estão lá, quase descorados pelo tempo indelevelmente fardados, tapetes vermelhos meticulosamente preparados ao seu caminhar, que beleza, que se danem segurança, assistência médica, estradas, leis cada vez mais benevolentes aos bandidos, afinal em nada se diferem aos que votam as leis, e , como vemos mudou como mais esta ação desastrosa em tirar assinaturas da CPI/Transportes,e, mais uma vez, o povo atônito assiste tudo isto boquiaberto em ver aquele velho jargão: "não respeite um homem apenas pelos seus cabelos brancos, pois, os canalhas também envelhecem".

Julio Jose de Melo julinho1952@hotmail.com

Sete Lagoas (MG)

_______

HERANÇAS MALDITAS

Obama recebeu a herança maldita do Bush e está com as finanças quebradas. E a Dilma recebeu do Lula outra herança maldita e também está com as finanças quebradas.

Mário A. Dente dente28@gmail.com

São Paulo

_______

''GOD SAVE AMERICA''

Um sentimento de alívio foi o que experimentaram os povos do mundo inteiro. Governos da China, Japão, Reino Unido, Brasil, Taiwan, Rússia, Hong Kong e Suíça, dentre outros, maiores compradores da dívida dos EUA, devem ter torcido, "na moita", para que os "gringos" contornassem a crise. Se o incrível "default" não fosse evitado, essa turma toda de especuladores conservadores estaria ferrada.

Sergio S. de Oliveira ssoliveira@netsite.com.br

Monte Santo de Minas (MG)

_______

GOVERNO, ÁLCOOL E A SOCIEDADE

O governo de São Paulo investe contra a bebida. O dono do bar será multado e poderá ter o estabelecimento fechado se servir ou permitir que menores de 18 anos consumam alcoólicos. É uma vertente do problema e poderá contribuir. Mas não pode vigorar isoladamente. Além do comerciante, também precisam ser duramente responsabilizados os maiores em cuja companhia o menor se encontrar e seus pais e responsáveis que negligenciam o pátrio-poder. Presente desde a pré-história, o álcool liga-se a celebrações, lazer e à cura (nos medicamentos). Desde a mais tenra idade, o indivíduo é "apresentado" a essa substância. No Brasil das últimas décadas, as convenções sociais, infladas pelas campanhas mercadológicas, tornaram glamuroso o ato de beber alcoólico. Jovens e adultos trocaram o café pela cerveja ou destilado, e as mulheres também caíram na bebida. Algumas bebem mais do que homem. A bebida alcoólica correu livre até 1952, quando foi incluída como nociva no manual estatístico de desordens mentais. Mas o alcoolismo só passou a ser considerado como doença em 1967, pela Organização Mundial da Saúde. A "lei seca" que proibiu a venda de bebidas nas nas estradas paulistas durante os anos 80 foi um dos primeiros passos brasileiros e economizou vidas. Agora, a fiscalização dos motoristas nas cidades é um avanço. No entanto, precisamos mais: a grande tarefa é conscientizar o indivíduo. No dia em que isso for conseguido, poderão cessar todas as repressões...

Dirceu Cardoso Gonçalves aspomilpm@terra.com.br

São Paulo

_______

LEI QUE NÃO PEGOU

Estão criando a lei que proíbe a venda de bebidas alcoólicas para menores. Essa lei já existe há tantos anos e nunca fora cumprida. Quem sabe agora colocando em prática principalmente com pesadas multas seja cumprida na íntegra.

Virgílio Melhado Passoni mmpassoni@gmail.com

Jandaia do Suil (PR)

_______

E O RESTO DO PAÍS?

É bastante salutar a medida tomada pela Secretaria Estadual de Saúde desse Estado, no sentido de punir estabelecimentos que servem bebidas alcoólicas para menores. Acho, também, que quem acompanha esses menores deveriam ser enquadrados penalmente. A fiscalização tem que ser rigorosa e as multas, bem elevadas, para coibir tal prática. Por que não estendê-la para todo o País. Alô, Congresso Nacional!

Sebastião Paschoal s_paschoal@hotmail.com

Rio de Janeiro

_______

FAMÍLIA

De nada adianta a tolerância zero do governo sobre a venda de bebida alcoólica a menores quando a raiz do problema, como se sabe está nas famílias. Sempre haverá o jeitinho brasileiro. A grande maioria dos adolescentes aprende a beber em casa com seus pais. Seus pais, para não contrariarem seus filhos permitem que seus filhos bebam em casa. Antes disso é necessária uma campanha nas escolas, nos meios de comunicação alertando os jovens sobre os prejuízos da bebida e suas consequências. A guerra contra o álcool deve começar em casa. Quantos pais teriam moral para coibir seus filhos adolescentes a não beber? Já se sabe que o grande entrave dessa discussão está na falta de limites que os pais não conseguem dar a seus filhos por ene motivos. Depois o que se vê são os recentes acidentes de trânsito fazendo suas vítimas.

Izabel Avallone izabelavallone@yahoo.com.br

São Paulo

_______

ESTADO E CIDADE RICOS

O PT se apoderou da ideia do Bolsa-Escola (que chamavam de "bolsa esmola") e saiu com o Bolsa-Família. Kassab e Alckmin saíram com o bolsa estádio, para o Corinthians. Estado e cidade ricos, as esmolas são de milhões.

Nelson Pereira Bizerra nepebizerra@hotmail.com

São Paulo

_______

OS TORCEDORES BRASILEIROS PELA COPA

Desde já prevalecem dois tipos de torcedores brasileiros em relação à Copa. Os que acham um "ótimo negócio"; e os que não querem ver as contas públicas espoliadas, pedagiadas pela corrupção e no favorecimento de um seleto grupo de "amigos da república". No primeiro grupo assenta-se a ignorância do mínimo saber o que representará a magnitude desses gastos e sem óbvia contrapartida socioeconômica. Sem qualquer preparo ou dispensando-se de analogia que facilmente obteriam na leitura de um bom jornal, não atinam para que dois fabricantes chineses de automóveis (além de tratores e caminhões) irão instalar duas unidades produtivas aqui no Brasil, e que juntos investirão R$ 1,6 bilhão; gerarão 7.200 empregos perenes e diretos em dois turnos de produção. Tal qual os estádios da Copa, a primeira planta industrial será inaugurada em 2013 e a segunda em 2014. Nem é preciso aludir qual a importância e diferença do caráter socioeconômico se os gestores públicos de São Paulo se valessem de pelo menos 1/3 das doações, a título de incentivos fiscais concedidas ao Itaquerão fossem utilizadas para atraí-las ao estado e quiçá a Itaquera. Em nome da Copa, que é da Fifa, o dispêndio da erário público nacional brindando até entidades privadas está apenas previsto em valor maior do que as três últimas Copas juntas e onde foram construídos 27 estádios e reformados outros 15. É a aritmética do Ministro Haddad fazendo efeito; onde sujeitos idiotizados aceitam que o "menos do Brasil vale mais" daquele ocorrido nos três últimos eventos juntos. Comprova-se mais uma vez:- seremos os maiores do mundo em gastos e desperdícios e antes mesmo do pontapé inicial, visto que em sentido pejorativo, a "bola já está rolando". Nas manifestações que tenho lido em favor da Copa há uma subdivisão de atitudes, uns formados em "tudologia" e filósofos da boçalidade, creem que possa existir contrapartida socioeconômica a tamanho volume de recursos públicos empregados. Outros, exemplificarei na posição de um senhor que agradeceu publicamente "as generosas contribuições espontâneas de torcedores de outros times", ao seu (corinthians). Talvez seu espírito piadista faça jus e fama junto aos fregueses de botequins, e que ali se unem a cada jogo, fantasiados com as camisas de seus times para encher a cara e a paciência da vizinhança. Padecendo de postura ética e concebendo-se ser astuto, além de engraçado, escarneceu o espírito de cidadania e evidenciou que a lei de Gerson está no DNA dos medíocres em caráter, princípios e educação. Montesquieu, disse há mais de dois séculos: - "Raramente a corrupção começa pelo povo." Estava enganado, pois no Brasil ela começa pelo povo, estão ai os escândalos na gestão pública tão apenas pelos desígnios de milhões de eleitores-cúmplices; e agora, na mesma trilha caminham os fãs do futebol-idiota e que até publicamente se manifestam. Não é por outro motivo que aqui se elegem e reelegem palhaços e corruptos. Não é por outro motivo que sempre seremos o país do futuro, e que jamais chegará enquanto os brasileiros dormirem em berço esplêndido. De fato não há algo mais perverso para a prosperidade de uma nação do que a ignorância ativa estimulada pela cidadania esmorecida e indiferente que não busca exterminar o hipotético conhecimento dos apedeutas e o plagiário vulgar e charlatão da prostituição política nacional.

Oswaldo Colombo Filho colomboconsult@gmail.com

São Paulo

_______

TORCEDOR E COADJUVANTE

É de estarrecer a atitude do governo, estadual e municipal do Rio de Janeiro em custear as despesas do sorteio das eliminatórias da Copa do Mundo. Dinheiro público em evento privado, como faz questão de ressaltar o Sr. Ricardo Teixeira é no mínimo vergonhoso. Não seria mais lógico e muito menos dispendioso, que esse sorteio fosse efetuado na sede da Fifa? O que se viu, foi uma desorganização total, um improviso constante, mostrando ao mundo, a nossa incapacidade em sediar eventos como esse. Bloquear por quatro horas o espaço aéreo é sem dúvida nenhuma uma aberração inconcebível e de uma subserviência patética. Festa para cartolas, políticos, pseudo autoridades mundiais, proporcionando lucros para a vênus platinada e para o nosso folclórico bilionário virtual, que locou o espaço da Marina da Gloria para desespero dos seus associados. O torcedor, principal protagonista, como sempre foi relevado a mero coadjuvante.

Renato Queiroz Telles Arruda renato@rigelmoveis.com.br

São Paulo

_______

O FUTEBOL À BEIRA DO PRECIPÍCIO

Ao ler uma nota que foi publicada na terça-feira, na página de esportes do Globo.com, eu fique abismado com a irracionalidade que está rondando o mundo da bola. O Santos entende que o valor de R$ 100.000.000,00 (Cem Milhões de Reais), oferecido pelo Real Madrid pelos direitos federativos do jogador Neymar, é baixo. Cem Milhões de Reais. Vamos aos fatos e questionamentos. Como um clube de um país que já está na bancarrota e à beira de uma séria crise social pode oferecer um valor astronômico sobre os direitos federativos de um atleta? É sabido que o Real Madrid está endividado até o pescoço com grandes bancos europeus (aproximadamente 1 Bilhão de Reais), que por sua vez repassam este crédito para outras instituições (com ágio, é claro), caracterizando a famosa pirâmide, uma bolha que todos sabem que em algum momento irá explodir, levando junto as equipes europeias. Será que o valor gasto com o atleta, entre compra dos direitos e salários (uns 200 milhões de Reais), fecha a conta com os possíveis lucros que ele pode gerar? Amigos, é claro que não! Na Espanha, a população mal está conseguindo cobrir os seus custos mais básicos, o que derruba a tese da venda de camisas e dos ingressos. E os direitos de TV? Estes são pagos a partir da captação das verbas de patrocinadores pelas emissoras. Será que com esta recessão tais empresas estão pagando milhões por tais cotas? Pensem um pouquinho e perceberão que esta história é muito mal contada. Assim, não resta alternativa a não ser concluir que esta gastança desenfreada e irracional não passa de uma forte movimentação de grupos de especuladores financeiros transnacionais, que apostam na supervalorização de commodities (no caso, os jogadores de futebol), visando a quebra da economia de certos mercados, ou até mesmo a mundial, para ganharem trilhões de dólares e euros ao final desta ardilosa operação, como a história já nos mostrou nas grandes crises econômicas mundiais de 1929 e 2008.

E os diretores do Santos, como podem dizer que tal valor é pequeno? Se somarmos o PIB de 50% dos Municípios paulistas, não chegamos aos Cem Milhões de Reais. Mesmo tendo direito à metade deste valor, a equipe praiana arrecadará o suficiente para vários projetos diferentes: manter um elenco (numa média salarial de R$ 150.000,00) por uns três anos, investir pesado em projetos para a sua categoria de base, zerar as dívidas do clube ou até mesmo construir uma sede social, entre outras inúmeras possibilidades. Temos que cair na real. A imprensa é incipiente na crítica a esta ciranda financeiro - especulativa que dominou o futebol mundial, pois vive tecendo loas ao modo que os europeus administram a situação. Ao contrário do que se espalha aos quatro cantos, o futebol brasileiro não é negócio, como no exterior. Aqui nós temos associações civis, que há uma centena de anos, se organizaram para a prática desportiva, ao contrário do outro lado do Atlântico, onde times são comandados por magnatas americanos, russos e árabes que só querem lucrar. Por exemplo, se os donos do Liverpool falirem, o time simplesmente se extingue, lançando os fãs à sarjeta. Os nossos clubes não devem dar dividendos. O faturamento deve ser suficiente para manter as equipes fortes e honrarem os seus compromissos financeiros. Nada mais do que isto.

Teto e mínimo salarial já! Ao final, cabe um último alerta. Diante. O futebol brasileiro está caminhando para se tornar cada vez menos acessível ao seu público fiel, posto que estamos passando por um processo que desembocará na sua elitização. Por exemplo, as últimas declarações da diretoria corintiana apontam neste sentido. Uma camisa oficial de clube não sai por menos de R$ 200,00. Grandes nacos dos lugares nos estádios são repassados para corporações financeiras. Jogos da seleção são espetáculos apenas para estrangeiros. E a febre dos novos estádios? Eis aqui o golpe final! As arenas particulares, como as do Palmeiras e Corinthians, estão sendo erguidas para dar lucro aos seus construtores, que irão tirar mais de 1 Bilhão de Reais do bolso. E já foi avisado que estes custos serão cobrados por meio da exploração das bilheterias dos estádios e aí...BINGO!!! Vocês acreditam que estas empresas estão aqui para fazer caridade? Negativo. Podem preparar os bolsos, pois serão cobrados preços europeus (R$ 130/400) para que possamos acompanhar os jogos. Ao contrário do discurso dos reis de plantão, que a nossa economia navega de vento em popa, não acredito que o torcedor comum se disporá a gastar R$ 400,00 ao mês (média de 3 jogos só ou 1 jogo com a família) para ver o seu time, numa nação onde se considera como classe média quem ganha R$ 1.200,00, cujo "crescimento" se escorou num monstruoso endividamento que atinge 60% dos seus habitantes. Ou eles realmente querem afastar o povo dos estádios, por meio da venda de cotas milionárias de ingressos para patrocinadores (o que ocorrerá só se a economia estiver bem), ou apostaram errado, já que aqueles que tem a pelota no sangue não poderão dar o ar da graça no campo, e aí estaremos diante de novos elefantes brancos, com o prejuízo caindo, no final da roda, no bolso do contribuinte, já que as construtoras são financiadas pelos bancos estatais. Vamos aguardar para ver se o louco sou eu.

Marcos José Cesare marcoscesare@globo.com

Diadema

_______

CRONISTAS ESPARTANOS

São uns comentaristas esportivos que resolveram no sentido lato, chamarem de criminoso o jovem goleiro do Sport Recife, por sua agressão brutal a um adversário. Por meu prisma, o fato tomou rumo hiperbólico, infelizmente fatos similares não são tão raros, até em Copas do Mundo, inclusive envolvendo jogadores experientes, mas que não se tratou com igual rigor aplicado a este caso. Só mesmo cronistas espartanos para achar que se deve banir um menino do futebol. Que ele tenha punição adequada, mas jamais cerceá-lo pra sempre de sua atividade, pois não só nesta profissão, mas em qualquer área, todos estão sujeitos a súbitos desequilíbrios, inclusive os profissionais esportivos. Será que vocês queriam ser execrados e expulsos eternamente de seus ofícios? Então cuidado, por que mesmo verbal o microfone pode ser uma arma brutal de agressão.

Fernando Arábia Poeta_arabia@hotmail.com

Gravatá

_______

ANALISTA DE FUTEBOL

Depois de assistir a dois jogos do "brasileirão", em seqüência, e na integra no domingo, concluí que é uma "baba" ser analista de jogos de futebol. Qualquer um que tenha algum conhecimento desse esporte, "virtude" que milhões de pessoas têm e um mínimo de capacidade de síntese, qualificação de muitos, pode resumir o jogo SPFC 0 x Vasco 2 e, em uma frase: 2 técnicos omissos e alguns jogadores do perdedor, desinteressados. Quanto a Santos 2 x Atlético 3, duas: jogo inviabilizado num completo lamaçal muito e duro (de se ver)e a evidência de que o 1º, que dizem valer mais de cem milhões de dólares perdeu para o lanterna do campeonato, cuja equipe é composta de jogadores que outros clubes dispensaram, sem mais. Fica o leitor concluir sobre o milionário futebol brasileiro.

Eduardo Nuno Ferreira de Sousa eduardonuno@uol.com.br

São Paulo

_______

ACORDA, TITE!

Logo após algumas boas vitórias corintianas, a mídia esportiva afobada como de costume começou a "encher demais a bola" do time e principalmente do técnico Tite, que embevecido sentiu mas disfarçava com aquele jeitão de "estou nem aí" para elogios. Conversa ! Na época enviei a este jornal um e-mail no qual eu reclamava que o time precisava de goleiro, zagueiro, laterais e um meio campista, esse no caso alguém tipo D´Alessandro ou Douglas, não um Danilo, boleiro produto ultrapassado no qual o Tite diz basear seu "esquema". Perdeu em casa para um Cruzeiro em jogo no qual a mesma apressada mídia definiu o Joel como "estrategista brilhante", tese desmentida nos dois jogos seguintes quando foi derrotado. Ai vai o Corinthians enfrentar o Avaí que não conseguia ganhar de ninguém em casa e toma de 3 X 2 ! Como ! Começa com um goleiro que mais uma vez falhou duas vezes no primeiro tempo mas ficou por aí, mas no segundo tomou um gol ao sair mal numa bola cruzada rasteira. Vem o comentarista da Band e diz achar o Galo um técnico brilhante que mudou o jogo e por isso engarrafou o timão, que se fosse assim o Avaí não estaria na vice-lanterna, mas esquecendo que o também "brilhante" Tite, faz entrar Morais, outro produto vencido que não tem mais razão de estar no elenco, o Edenilson que até agora não disse a que veio e antes o Alex, um refugo europeu. Bem, e o Emerson "xeique" das arábias ? Este então, conseguiu marcar seu primeiro gol no time mas, observaram que desperdiçou 3 chances sendo duas imperdíveis e pena não terem sido para o Willian ? A verdade é que o time, não tem um goleiro de categoria, na zaga apenas o Chicão e mesmo assim apenas regular, os dois laterais são marcadores fraquíssimos e no meio-campo apenas o Ralf, sobrando os três da frente, a melhor coisa do time: Jorge Henrique um incansável lutador, o Liedson que mesmo não marcando gols incomoda demais as defesas e o Willian uma grata surpresa. O time tem apenas esses 5 titulares, confiáveis e por isso, melhor o Tite acordar porque perder para o timeco Avaí é para doer na alma e além disso, a coisa começa a parecer com o ano passado quando bastou a primeira derrota para degringolar !

Laércio Zannini arsene@uol.com.br

São Paulo

_______

CAMISA GRENÁ

Melhor o Coringão não usar mais a camisa grená, coisa de time pequeno. O Torino, que a inspirou, anda desde a década de 60 caindo pelas tabelas do campeonato italiano da Série B. Já o Juventus da Mooca, fundado há quase 100 anos e que adotou as cores do Torino, está sumido e nunca ganhou nem sequer um torneio de verão. Sobrou a camisa grená da Venezuela, essa então está mais para Cavalo Paraguaio. O timão deveria dar uma de Amy Winehouse, " Back to Black!"

Luiz Henrique Penchiari luiz_penchiari@hotmail.com

Vinhedo

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.