Cartas - 07/07/2011

CORRUPÇÃO

, O Estado de S.Paulo

07 Julho 2011 | 00h00

Queda livre

Quando percebeu que o cerco se estava fechando, Alfredo Nascimento caiu fora. Em apenas seis meses de governo Dilma Rousseff já caíram dois ministros. A presidente não deveria ser mais criteriosa na escolha de seu Ministério? O País não aguenta mais conviver com tanta corrupção.

VIRGÍLIO MELHADO PASSONI

mmpassoni@gmail.com

Jandaia do Sul (PR)

________

Mais um...

Pelo andar da carruagem, trocando um ministro a cada mês e meio, se a gestão de dona Dilma chegar ao final, conseguirá trocar 70% dos ministros e/ou secretários com status de ministro. Pior mesmo é o rombo que causaram e causarão ao erário. Quando vão devolver? É muita roubalheira! Casa Civil, Palocci; Transportes,Nascimento, filho e gangue; na Petrobrás, só o senador Eunício Oliveira (PMDB-CE) já ultrapassa os R$ 150 milhões - ou é muito mais? A Polícia Federal sabe quem é o chefe da quadrilha? Que "determinação" o ex-presidente vai passar para a atual? Mais um que sai ou que se foi... Quem será o próximo?

LUIZ DIAS

lfd.silva@uol.com.br

São Paulo

________

O Brasil quer saber

Mais um ministro caiu por denúncias de corrupção. E quem são os corruptores? Serão investigados? Serão apontados? São vítimas ou criminosos? Estão relacionados a financiamento de campanha?

LUIZ NUSBAUM

lnusbaum@uol.com.br

São Paulo

________

Ministro Tiririca

Se o Ministério dos Transportes vai ter de continuar nas mãos sujas do Partido da República, por que não colocar como ministro seu mais famoso membro, o deputado Tiririca? Com o Tiririca ao menos teremos a certeza de que pior do que está não fica.

RONALDO GOMES FERRAZ

ronferraz@globo.com

Rio de Janeiro

________

Cartão vermelho

Dilma parece aprender rápido. Desta vez não demorou em dar o cartão vermelho ao ministro em cuja pasta fervem várias maracutaias. Também, se não o fizesse, quem sairia ainda mais desgastado seria o seu governo, que nem bem sai de um escândalo cabeludo e já cai em outro pior. Tudo consequência do estilo de governar de Lula, que para ter maioria no Congresso se preocupou com a quantidade de aliados e deixou a qualidade de lado. Isso é que é herança... Mas será que o ex-ministro sai de cena e continuará impune e rico, como Palocci?

MARA MONTEZUMA ASSAF

montezuma.scriba@gmail.com

São Paulo

________

Saiu ou "foi saído"?

Alfredo Nascimento foi demitido ou pôs o cargo à disposição da presidente? Seja como for, antes de sair autorizou a quebra de seu sigilo bancário e fiscal. Será que o Ministério Público vai achar alguma irregularidade? Duvido! Teria de levantar o sigilo de laranjas e parentes do sr. Nascimento para localizar os "ganhos extras" não comprovados devidamente, para deixar as maracutaias às claras. Desta vez irão fundo na apuração, ou vai ser mais uma pizza, para indigestão do público pagante, nós, os sacrificados contribuintes?

SILVANO CORRÊA

scorrea@uol.com.br

São Paulo

________

Ele pediu para sair

Esse mesmo ministro, com a mesma equipe defenestrada agora por Dilma, vinha "garroteando" o Ministério dos Transportes desde 2004. Em quase todo esse período Dilma foi ministra da Casa Civil, com a missão de coordenar todo o Ministério Lula e cuidar particularmente, de muito perto, copa e cozinha das obras do PAC. Virtualmente 100% das obras do Ministério dos Transportes estão/estavam no PAC. Eleita presidente da República, Dilma chancelou a "obra" do ministro Nascimento e o manteve no Ministério, com a mesmíssima equipe de antes. Assim, são totalmente impossíveis duas coisas: 1) A agora defenestrada equipe ter iniciado os malfeitos há um, dois anos, somente; 2) a "mãezinha do PAC" não ter percebido a regularidade dos aditivos e custos inflados das obras do programa nesse Ministério. Isso seria uma impossibilidade material, sem chance, para uma tecnocrata afeita a números e na gerência-geral do PAC. Conclusão: Dilma sempre soube de tudo, tintim por tintim. Nos detalhes. Impossível negar. No governo do "grande guia", vá lá que ela não soubesse de tudo, mas ao ter aceitado a continuidade do velho "garroteamento" no seu próprio governo e, muitíssimo pior, ter esperado tanto tempo para limpar as estrebarias e acabar com a já sabida farra do boi, é impossível não concluir que houve cumplicidade. Está desafiada a provar que foi surpresa para ela. Se conseguir, ganha o diploma de incompetente.

FERNANDO PIERRY

fernando.pierry@uol.com.br

São Paulo

________

Os intocáveis

Nem Lula nem Dilma têm jeito para agir como o Eliot Ness. Aquele convivia alegremente com elas e esta faz que não vê as quadrilhas que infestam o governo.

ALBERTO B. C. DE CARVALHO

albcc@ig.com.br

São Paulo

________

Detector

Depois de o ministro dos Transportes ter sido defenestrado, com a sua exposição pública em vídeo "negociando" verbas (mais um?), já existem políticos em Brasília, de lanterna acesa na mão, procurando desesperadamente um detector de metais, quero dizer, de vídeos. Pagam qualquer preço! Como temos esquemas de corrupção neste país funcionando 24 horas por dia, eles ainda vão tentar corromper um inventor qualquer para desenvolver um projeto desses. Se isso vier a acontecer, é chegada a hora de a gente se mudar para o Paraguai...

DJALMA DE MELO

ddmelo@terra.com.br

Rio de Janeiro

________

Pelé

Muito bom o artigo Gritar sem demitir só humilha, não resolve (6/7, A2), do jornalista José Nêumanne, que sempre alerta no sentido de esclarecer os meandros da política brasileira, pois ele os conhece, e muito bem. Só gostaria de acrescentar que faltou falar de Valdemar Costa Neto, como a própria revista Veja anotou, e se realmente o deputado fez parte do esquema, pois é homem forte do partido. Isso me faz lembrar Pelé: o brasileiro não sabe votar.

CARMINE MARIO BUONFIGLIO

krminegoodson@gmail.com

Santos

________

"Piada da década: o PT não rouba nem deixa roubar. Autor: José Dirceu"

WALTER DUARTE / SÃO CAETANO DO SUL, SOBRE A RECORRENTE CORRUPÇÃO NO GOVERNO

duartecont@globo.com

"Indagação à Nação: existe Ministério sem corrupção?"

ROBERTO TWIASCHOR / SÃO PAULO, SOBRE O ÚLTIMO ESCÂNDALO NO MINISTÉRIO DOS TRANSPORTES

rtwiaschor@uol.com.br

"A pergunta que não quer calar: por que esse homem (?) continua solto?"

GERALDO R. BANASKIWITZ / SÃO BENTO DO SAPUCAÍ, SOBRE VALDEMAR COSTA NETO

grbanas@unimarket.com.br

________

Cartas enviadas ao fórum dos leitores, selecionadas para o estadão.com.br

 

 

 

 

 

 

 

 

MAIS QUATRO VIDAS PERDIDAS

Queda de mais dois aviões da FAB da década de 60 utilizados na instrução de voo de nossos filhos. Novamente não consigo entender! O governo brasileiro não dispõe de recursos para compra de novos aviões para a Força Aérea, que presta serviço comunitário diariamente e ainda tem de defender nosso espaço aéreo dia e noite. Quando compra 12 helicópteros, todos os jornais divulgam com se fosse algo astronômico.

No entanto, empresas aéreas como TAM, Gol, Azul e outras compram quase todos os anos 10, 20, 30 Airbus, Boeing, Embraer 195, etc., tendo como recursos apenas seus lucros, que, comparados à arrecadação de impostos no Brasil, são ínfimos.

No entanto já estamos começando a nos habituar a ler que nossos filhos estão morrendo, pois o contingenciamento de despesas das Forças Armadas foi aumentado em 50%, e não têm manutenção em aeronaves, navios e até mesmo lançadores de foguetes.

Todas as três Forças estão sucateadas, não existe previsão para que sejam atualizadas, e nossos filhos continuam morrendo.

Nossos governantes querem ter cadeira permanente no Conselho de Segurança da ONU, mas nem sequer temos Forças de país subdesenvolvido. Quantos filhos ainda teremos de perder, dando a vida em defesa deste país, voando em aparelhos sucateados, para que nossos governantes, e até mesmo nosso povo, se sensibilizem e renovem os equipamentos, façam a manutenção devida e não haja contenção de despesas, não apenas para segurança desses garotos, mas de toda a Nação?

 

Ilo Ritardo Neto giovannicn@uol.com.br

Praia Grande

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A POLÍTICA SUJA DO BRASIL

 

Incrível como a política brasileira é suja. Cai o ministro dos Transportes, Alfredo Nascimento, do PR-AM, e o partido exige da presidente Dilma que ela indique um deputado ou senador do mesmo partido? Isso significa que a corrupção vai continuar e que os achaques seguirão ocorrendo. Num país como o Brasil, onde o ladrão fica fora da cadeia e o contribuinte trabalhador é obrigado a se prender dentro de casa, para que reformar o Código Penal? Para que fazer a reforma política, se o dinheiro vindo das doações de campanha continua alimentando o crime nas esferas públicas? E se fizerem uma reforma tributária, de quem os parlamentares vão roubar? Decididamente, estamos perdidos, o País apodreceu e suas instituições mais sólidas aprenderam que todo homem tem seu preço e se puseram à venda sem o menor constrangimento. Pobre Brasil!

 

 

Izabel Avallone izabelavallone@yahoo.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

HERANÇA MALDITA

Depois que mais um ministro do ex-presidente Lula cai por causa de atitudes suspeitas, a presidente Dilma realmente pode dizer que recebeu uma herança maldita.

 

José Thomaz Filho thomaz.filho@terra.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

MAIS UM QUE SAI

São decorridos apenas seis meses, ou 1/8 do mandato da presidente Dilma, e já ocorreram duas baixas, agora a do ministro dos Transportes, Alfredo Nascimento. O que torna essas baixas preocupantes é que ambos foram ''convidados'' a pedir demissão por denúncias gravíssimas de corrupção e enriquecimento rápido e ilícito. Da forma como se observa a desenvoltura dos políticos do governo e seus aliados com o dinheiro público, não causará surpresa, pela estatística, que até a metade de seu mandato, Dilma já terá defenestrado oito ministros, o que lhe dará oportunidade aumentar seu ''clube da Luluzinha'' no Palácio do Planalto. Enquanto isso a indignação está ausente da maioria do povo, que se preocupa com marchas que reivindicam direito a desvios legais e sociais. É a realidade de um governo matriarcalista em gestação.

 

 

Jair Gomes Coelho jairgcoelho@gmail.com

Vassouras (RJ)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

CAIU A FICHA

Finalmente caiu a ficha e a presidente resolveu trocar o ministro dos Transportes. Sinceramente esperamos que ela continue varrendo de Brasília os que não merecem lá estar, especialmente nos Ministérios.

 

Carlos E. Barros Rodrigues carlosedleiloes@terra.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

TOMBA MAIS UM HERÓI

Depois da divulgação de que o filhinho do ministro dos Transportes aumentou o capital de sua empresa 867 vezes, de R$ 60 mil para R$ 52 milhões em dois anos, transformando Palocci em aprendiz de feiticeiro, não restou alternativa ao papai ministro a não ser pedir demissão. Infelizmente, é mais um herói da base alugada que tomba, na grande batalha para esvaziar os cofres públicos. Mas, em compensação, durante a passagem do cargo ao sucessor, receberá muito mais palmas do que recebeu o pobre Palocci, afinal, a ovação é proporcional ao dinheiro roubado. Em seguida o novo herói nacional se esconderá no Poder Legislativo, protegido por uma excrescência chamada foro privilegiado, e blindado pelo que existe de mais podre na vida pública do País, até que a sociedade esqueça e 20 anos depois, um possível processo morra nas gavetas do Supremo Tribunal Federal.

Humberto de Luna Freire Filho hlffilho@gmail.com

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

BURRAS CHEIAS

A presidenta Dilma perde mais um ministro, que sai com as burras cheias. Aliás, seu filho, patrocinado. E os outros, dona Dilma? Afinal, essa lei esdrúxula que entrou em vigor no dia 5 nada mais é do que justiça aos pequenos ladrões, deixem-nos ir também. Os grandes, além de não devolverem o produto do roubo, pois os créditos são sumariamente transferido para a riqueza da família, fica por isso mesmo. Palocci nunca nada devolveu e está tudo resolvido com uma demissão. Certo seria primeiro devolverem aos cofres públicos tais recursos, depois cadeia, e inafiançável. Assim o povo poderia dar

um crédito de confiança maior à presidenta, pelo menos desta vez foi mais rápido a demissão, parabéns.

Julio Jose de Melo julinho1952@hotmail.com

Sete Lagoas (MG)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

SAQUE

SOCORRO! O Brasil está sendo saqueado por um bando de políticos inescrupulosos e o povo é que tem de pagar, através de impostos, esses roubos cada vez mais intensos. Queremos ver esses bandidos algemados e atrás das grades, para nos sentirmos vingados. O Brasil não merece isso.

 

Valdir Sayeg valdirsayeg@uol.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

CRIME HEDIONDO

Até quando vamos admitir corrupção deslavada dos homens públicos? A fortuna desviada para o filho do Ministro dos Transportes, se comprovada, seria a gota d’água se tivéssemos uma lei que classificasse como crime hediondo o ato de roubar ou desviar dinheiro do povo. A cada dia os brasileiros só têm do que se envergonhar com esse quadro degradante dos homens públicos.

 

Leila E. Leitão

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O PIOR ESTÁ POR VIR

Os dias passam e os escândalos insistem em pipocar no reino do lullopetismo. São praticamente semanais! O número e a frequência das malfeitorias é de tal ordem que estamos todos, já, de há muito, "anestesiados". Os fatos que ora vêm à tona no Ministério dos Transportes - e que têm o mérito de escancarar não só a tibieza da "presidenta" como o seu descompromisso com a cabal apuração da verdade, contrariando promessa feita no discurso de posse (já que Dilma chegou a nomear a raposa para fazer o inventário do galinheiro) - só corroboram meu pessimismo. Mesmo num país em que as instituições incumbidas de controlar e fiscalizar as ações dos agentes públicos são manietadas por vários impedimentos legais, alguns malfeitos insistem em vir à luz, tal o mau cheiro que exalam. Estima-se que todos os escândalos que têm, nos últimos tempos, pipocado em Banânia sejam tão somente a famosa ponta do iceberg. Fico a imaginar os fatos escabrosos, os tais 90% "submersos" que, por sorte do lullopetismo, continuam nas "profundezas" inexpugnáveis e sigilosas. É duro viver em Banânia - o país em que se vive permanentemente com a sensação de que o pior ainda está por vir.

Silvio Natal silvionatal49@yahoo.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

MISTÉRIOS

Alfredo Nascimento já vem utilizando há tempo o "sigilo" nas sua operações financeiras. Por exemplo, recebeu de "origem oculta" doações no valor de R$ 10.881.186,07 por ocasião da sua campanha para governador do Amazonas em 2010 e, evidentemente, investiu todo o montante para tentar se eleger, porém ficou em segundo lugar. Para compensar o fracasso e evitar que caísse em depressão arrumaram para ele um cargo de ministro dos Transportes, para que dessa forma ele pudesse recuperar o valor gasto. Muito justo, afinal, quem investe visa o retorno a curto prazo.

Angelo Tonelli angelotonelli@yahoo.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

VERBAS E MINISTÉRIOS

O que favorece o desvio de verbas em todos os Ministérios é a quantidade absurda. Devem ser 37, com as secretarias, e alguns existem apenas para empregar petistas e aliados desempregados e desviar verbas através de despesas fantasmas, pagas a empresas ligadas a parentes e amigos dos titulares e comparsas. Desvio de verba é um crime, o outro é criar e manter Ministérios que nada representam, são um peso morto, uma mala sem alça que somos obrigados a carregar nas costas. Exemplos: Ministério da Pesca e Ministério da Igualdade Racial não deveriam existir jamais. O da Pesca é uma piada, o atual ministro, se tivesse um pouco de dignidade, já teria pedido demissão. O da Igualdade Racial é o que alimenta o racismo já esquecido pelos brasileiros e de útil até hoje nada fez. A grande verdade é que, infelizmente, somos obrigados a entregar o dinheiro dos nossos impostos nas mãos de quem não sabe administrar, só sabe criar maneiras de desviar o dinheiro para uso pessoal. Um cidadão só entra na política por dois motivos: já é rico e não tem nada para fazer na vida ou não tem dinheiro e quer ficar rico. Um cidadão que se filia a um partido sabe que vai pagar pedágio para concorrer a qualquer cargo, uma vez no cargo vai favorecer o seu partido ou os apadrinhados, vai entrar num esquema em que o honesto deve ser o muito rico, pois a fartura é tanta que ninguém resiste. Definitivamente, o governo deveria ser totalmente privatizado, o Brasil com um CNPJ e funcionários regidos pela CLT trabalhando. Estabilidade? Só por competência...

Luiz Ress Erdei gzero@zipmail.

Osasco

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

CULPA DO LULA

Lula é o grande culpado pelo estado calamitoso em que o Brasil se encontra: absurda dívida interna, despesas fixas que absorvem quase toda a enorme arrecadação e impossibilitam investimentos, atribuições governamentais caóticas (rodovias, aeroportos, portos, saúde, segurança, educação, infraestrutura...). Durante o governo Lula, devido às circunstâncias internacionais favoráveis, poderíamos ter posto a casa em ordem, mas o "cara" ficou flanando pelo mundo e, quando aqui, fortaleceu a base eleitoral e esqueceu-se de governar. Simplesmente isso, esqueceu-se e não teve competência administrativa para governar, daí o caos atual.

Humberto Schuwartz Soares hs-soares@uol.com.br

Vila Velha (ES)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O CABEÇA

Para mim, tudo isso que está pipocando todos os dias na imprensa tem, de fato, como cabeça o Lula.

Orivaldo Tenorio de Vasconcelos prof.tenorio@uol.com.br

Monte Alto

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

OUTROS INTERESSES POR TRÁS

Em obras como, por exemplo, o metrô de São Paulo ou do Rio, onde há dinheiro federal, licitações e aditivos aos contratos licitados, não existem comentários à respeito da sua lisura ou não. De repente o chamado fogo amigo atinge o Ministério dos Transportes. Isso tudo é um pouco esquisito. Será que não estão querendo atingir obras que se fazem necessárias para a Copa do Mundo e a Olimpíada? Pode ser que tenha gente muito interessada em atrasar tudo isso. Até dá para pensar coisas assim.

José Piacsek Neto bubapiacsek@yahoo.com.br

Avahandava

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

FIM DO CAMINHO

Sinceramente, não acredito mais no governo Dilma. Já nos seus primeiros seis meses de mandato demonstra inaptidão para o cargo. Sua dinâmica é a passo de tartaruga. Suas posições lembram muito aquele bolero, dois pra lá, dois pra cá. Ou seja, muda de opinião a gosto dos aliados. Para apresentar o ajuste fiscal levou mais de 90 dias, como se não tivesse feito parte do governo anterior. No escândalo Palocci, humilhantemente e por falta absoluta capacidade gerencial e vocação para a ética, chamou seu criador, o Lula, para resolver se poderia ou não um ministro vil continuar no governo. Inventou a Ideli Salvatti, um horror. E agora se confirma mais um corredor milionário de propina no Ministério dos Transportes. E de cócoras para os aliados não teve coragem de demitir imediatamente o titular da pasta. E ainda seguindo seu antecessor, o rei da embromação, a cada crise anuncia novos projetos, como se idiotas fôssemos. Exemplo: o Minha Casa, Minha Vida, que prometeu entregar 1 milhão de casas até dezembro último, na maior cara de pau, a presidente anuncia mais 2 milhões, quando, na realidade, da primeira promessa enganadora entregaram até aqui míseros 340 mil.

Infelizmente, vai demorar muito para chegar 2014.

Paulo Panossian paulopanossian@hotmail.com

São Carlos

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

DEVE SER DADO UM BASTA!

 

Ninguém merece! O que foi uma prática nefasta e recorrente no governo Lula da Silva, para nossa consternação e indignação, agora volta a dar as caras no governo da presidente Dilma Rousseff. Ninguém mais se surpreende ao ouvir falar em propina, desvios, em falcatruas, corrupção e outras tantas picaretagem e canalhices envolvendo políticos de todas as plumagens e caracteres. Agora veio à tona mais um "suposto" esquema de cobrança de propina, desta vez no Ministério dos Transportes, que culminou, ainda no fim de semana, na demissão da cúpula da pasta. A presidente Dilma não deve cometer os mesmos erros de seu antecessor, de ficar passando a mão na cabeça dos companheiros, jogar a responsabilidade para segundos e terceiros é balela, é querer zombar da inteligência das pessoas, quem comanda é responsável, neste caso, o ministro dos Transportes ou foi convincente, ou foi omisso, ou incompetente para perceber o que vinha acontecendo dentro de sua pasta e deveria ser o primeiro a ter sido afastado pela presidente. E ainda querem o sigilo dos preços máximos de obras que balizam a prestação de propostas nas concorrências públicas das obras da Copa de 2014 e da Olimpíada de 2016, dizendo que esse sigilo criaria mais incerteza para as empresas concorrentes, dificultando eventuais conflitos entre elas? A prova de que isso não é verdade está aí, ao vivo e em cores, para quem quiser ver. Como de costume, o governo só fecha a porta arrombada quando o assalto aos cofres públicos já foi praticado, sempre fica sabendo pela imprensa, e desta vez não foi diferente. Reportagem publicada pela revista Veja revelou como funciona a cobrança de propina de 4% das empreiteiras e de 5% das empresas de consultoria que elaboram os projetos de obras em rodovias e ferrovias. Para nossa surpresa, o governo Dilma além de não ter demitido logo, ainda divulgou nota de apoio a Alfredo Nascimento e chegou a encarregá-lo de liderar as investigações na pasta. Não é para da risada?! A quem essa gente pensa que ainda engana? Botar a raposa para tomar conta do galinheiro e achar que somos 190 milhões de idiotas é o mais do mesmo...

Turíbio Liberatto www.turibioliberatto.nafoto.net

São Caetano do Sul

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

EMPREITEIRAS

O governo federal deve financiar as campanhas eleitorais, pois, dos candidatos eleitos para o Congresso, 55% tiveram financiamentos de grandes empreiteiras! O político eleito irá atender somente os pedidos das grandes empreiteiras, que são seus verdadeiros patrões, e o povo, como sempre, irá ver navios.

Paulo Dias Neme profpauloneme@terra.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

AÉCIO NEVES

Sobre a opinião de Aécio Neves, cobrando investigação no Ministério dos Transportes, sugiro ao senador mineiro cobrar também uma investigação no DER-MG. Em minha cidade, no sul de Minas, temos uma avenida asfaltada pelo DER que já estava intransitável após seis meses da conclusão. Também próximo daqui temos de transitar pela ALMG 1535, acesso a Espírito Santo do Dourado, que, pouquíssimo tempo após a conclusão, também estava cheia de buracos. Detalhe: ambas as obras foram entregues a empreiteiras que colaboraram com as campanhas eleitorais do próprio Aécio Neves. Já fiz várias reclamações ao DER, mas nem sequer obtive retorno.

A quem desejar verificar o estado dessas obras, sugiro acessar na internet os seguintes vídeos.

Av. Perimetral: www.youtube.com/watch?v=FQvULXnUtP8

ALMG 1535: http://www.youtube.com/watch?v=YuFOBG5B_uo

http://www.youtube.com/watch?v=fVdOLO2tHOc&feature=PlayList&p=6627427363C200BA

http://www.youtube.com/watch?v=lCXb3WpUhsw

 

http://www.youtube.com/watch?v=MqKEP5Rp2dA

 

Luciano Nogueira Marmontel automat_br@ig.com.br

Pouso Alegre (MG)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

FALCATRUAS

Hoje é o Ministério dos Transportes, como ontem foi o caso Palocci, anteontem o mensalão, etc. Ou seja, continua tudo como dantes no quartel de Abrantes. Só a censura e o trabalho (sic) dos blogueiros oficiais continua. Até quando?

Jose Roberto Palma palmapai@ig.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

‘ÓI NÓIS AQUI TRAVEIS’...

Valdemar Costa Neto (SP), secretário-geral do PR (atual), que renunciou a seu mandato de deputado por corrupção, lembram-se dele? Pois bem, eis que novamente é eleito deputado por conta dos votos do Tiririca e é flagrado com a boca na botija de novo! Esse sem caráter perdeu o pelo, mas não perdeu a vergonha!!!

Edward Brunieri ebsolucao@uol.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

COMPORTAMENTO DOS POLÍTICOS

O que se faz com político ladrão? Se não foi feito nada, o que se faz quando ele é reincidente?

Gilberto Lima Junqueira glima@keynet.com.br

Ribeirão Preto

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

RH

Ministro deveria, como nas grandes empresas, ser escolhido por um comitê de RH. E a presidente deveria ter um "air bag" , no caso, um primeiro-ministro, para não ser nocauteada por qualquer problema irrelevante.

Carlos Jose Benatti cjbenatti@globo.com

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

ALGUÉM OUVE

Finalmente alguém no governo federal está ouvindo. Depois das denúncias daquela famosa revista semanal sobre a participação fraudulenta da cúpula do Ministério dos Transportes, nossa presidente, diferente do antecessor que nada sabia, resolveu demitir todo mundo. Será que as coisas vão melhorar?

Maurício Lima mapeli@uol.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

FAMILIARES, ASSESSORES, LARANJAS...

Com as denúncias de que o filho do ex-ministro dos Transportes Alfredo Nascimento, em pouco tempo, fez crescer seu patrimônio em mais de 80 mil vezes, engrossando as irregularidades nesse Ministério, dão-se asas à nossa imaginação. Se investigarem todos os familiares dos políticos, inclusive dos grandões, as cadeias lá pelas bandas de Brasília serão fechadas só para trancafiar familiares.

Confiar em laranja não é para qualquer um, porque laranja quando acuado conta e o filho, jamais! Vide o ex-ministro Palocci, cujo laranja do laranja já deu a entender que não tem nada com isso. Só faltou dizer o nome do dono original. De que adianta ter lei contra nepotismo se políticos desonestos utilizam sua família para outros fins nada dignos? Precisamos de lei que puna com, no mínimo, 30 anos de cadeia filho, mulher, sobrinhos, etc., que autorizem a utilização do seu nome para negociações ilícitas. Não nos esquecendo do velho e bom assessor, claro! Enquanto não se punir com cadeia, essa prática continuará indefinidamente utilizada pelos políticos.

Beatriz Campos beatriz.campos@uol.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

TANTOS CORRUPTOS

Na realidade, o Partido dos Trabalhadores (PT) não pode ficar ofendido com apenas uma pergunta que faço e espero uma resposta esclarecedora. Esse é o partido que tanto pregava a falecida "ética", decência, lisura e honestidade na administração pública: então, por que tantos ladrões no governo petista?

Benone Augusto de Paiva benonepaiva@yahoo.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

APROVEITA, DILMA, APROVEITA!

Já que todos os ministros corruptos ou suspeitos estão caindo, seria uma grande jogada de Dilma fazer uma limpeza e pôr para fora todos os que provavelmente são "sócios do governo" , os de partidos corruptos e os amigos do Lula. Só que iria sobrar muito pouca gente. Aí, ela faria um verdadeiro "governo Dilma", tendo a seu lado os inimigos de Lula (que são cada vez mais numerosos) e partidos interessados em "negociar". Por que não se deveria fazer o mesmo no Senado? Sarney iniciaria uma grande limpeza, começando por si próprio. Ai, sonho que não me deixa!

Fabio Figueiredo fafig3@terra.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

‘JUSTIÇA PELA METADE’

O leitor sr. Wilson Gordon Parker, no Fórum dos Leitores do Estadão de ontem, fez uma síntese perfeita da corrupção que campeia sem punição e aumenta dia a dia no nosso infeliz Brasil, principalmente na órbita federal, que desnorteia a nossa presidente para governar com tranquilidade. Vê-se que ela toma as mais diversas decisões para pôr ordem na casa, mas a tarefa é dura...

Peço vênia ao referido leitor para enriquecer mais sua mensagem, porque nela se enquadra, coroando-a merecidamente, o final de um discurso pronunciado pelo grande jurista brasileiro Rui Barbosa, quando paraninfou em 1923 (que premonição!) a colação de grau uma turma de bacharéis, com a seguinte peroração:

"De tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça, de tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar da virtude, a rir-se da honra e a ter vergonha de ser honesto". Sábias palavras ditas há quase cem anos, mas que têm prevalência até hoje!

Antonio Brandileone abrandileone@uol.com.br

Assis

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

JÁ VEM DE LONGE

Uma mensagem para um país onde a maioria do povo tem memória curta: em março de 2009 quatro senadores derrubaram uma CPI solicitada pelo ex-senador Mario Couto, do PSDB-PA, cujo objetivo era apurar irregularidades no Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (Dnit). O estranho é que essa CPI foi requerida pelo senador em 2007 e só foi criada em 2009 depois de muitas lutas. Para provocar a derrubada retiraram seus nomes da CPI os senadores Eliseu Resende (DEM-MG), Valter Pereira (PMDB-MS), Romeu Tuma (PTB-SP) e João Tenório (PSDB-AL). Naquela época, o Tribunal de Contas da União (TCU) já vinha apontando o Dnit como o campeão da corrupção no Brasil. Decepcionado com os senadores que abandonaram o barco, imediatamente Mario Couto reapresentou o requerimento para que o Senado investigasse o órgão. Ao encontrar dificuldades para conseguir novas assinaturas de seus pares, Mario Couto disse para quem quisesse ouvir: "Eu não vou abrir mão de nem um milímetro da CPI. Eu vou até o fim. Vou apurar o que existe de irregularidade dentro do Dnit". Certamente um acontecimento como esse serve para esclarecer o que está acontecendo nos dias de hoje dentro do Dnit, e mais, o porquê da não reeleição de Mario Couto. Abafaram um escândalo. Será que o ex- ministro dos Transportes Alfredo Nascimento desconhecia esse fato? Para confirmar o que disse o senador Mário Couto é só acessar http://youtu.be/ndBWNY_kOUQ .

 

Leônidas Marques leo_vr@terra.com.br

Volta Redonda RJ

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

SÓ 86.500% DE LUCRO, COITADO!

 

Todo filho só pode ser de nascimento. Precisa nascer para ser filho, não é mesmo? Mas o filho do Nascimento dos Transportes chega a ser um espanto. Se o filho do Lulla foi por ele mesmo alcunhado de "Ronaldinho das finanças" (Anatel), este, para manter o raciocínio canhestro futebolístico, deverá ser o "Neymar das finanças e firulas". Em dois anos lucrar 86.500%, não deveria ter sua empresa com o logo "Forma Construção", mas "Reforma e Implosão". Seria o Ministério Público capaz de pedir-lhe explicações? Tomara!

José Jorge Ribeiro da Silva jjribeiros@yahoo.com.br

Campinas

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

VITRINES

Alfredo Nascimento está fora do Ministério dos Transportes. Servidor afastado dos Transportes constrói casa de 1.300 m² no DF. Afinal, era o Ministério dos Transportes ou alguém cuidando do Minha Casa, Minha Vida? Ao que dizem os petistas, ambos são vitrines do PAC (Pagamentos de Altas Comissões).

 

Oswaldo Colombo Filho www.oswaldocolombofilho.blogspot.com

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

PAGOT OU PAGOU?

O diretor do Dnit se chamava Pagot? Me ajuda aí!

Ricardo Marin s1estudio@ig.com.br

Osasco

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

CONFLITO DE INTERESSES

Tivemos notícia que empresa pertencente a senador fez vultosos negócios com a Petrobrás sem ao menos ter havido uma concorrência. Isso, se não é ilegal, é, no mínimo, um conflito de interesses. Para acabarmos com esse tipo de negócios mal explicados se deveria aprovar uma norma ou uma lei em que todos os servidores públicos, incluindo senadores, deputados, vereadores, prefeitos e governadores, não poderiam, através de suas empresas, prestar serviços ou fazer negócios com o poder público ao qual estejam subordinados. Ou seja, o vereador de uma cidade, ou o funcionário público da cidade, não poderia fazer negócios com a própria cidade; o senador não poderia fazer negócios com a União; e assim por diante. Essa seria mais uma maneira de tentarmos evitar os negócios escusos no poder público, que a cada dia aumentam mais.

Marco Antonio Martignoni mmartignoni@ig.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

EUNÍCIO É O CARA

O mundo gira e os políticos rodam sempre, claro, na roda da fortuna. Agora o senador Eunício Oliveira (da base governista), na maior surdina, assinou um pequeno contrato de R$ 57 milhões com a Petrobrás, usando a empresa Manchester, de sua propriedade. Claro que agora vai ter desculpas, e muitas desculpas, e muita gente está levando um pedaço disso. E os aposentados e os bombeiros que "se explodam". Político bom é político rico, e tá falado.

Enquanto a Receita Federal não controlar todos os políticos quando entram na vida pública e a cada seis meses, até a décima geração, vamos continuar assistindo a esse festival de Gerson ganhando prêmios de loteria com nossos pesados impostos, pagos com muito sacrifício.

Antonio Jose G. Marques anjogoma@yahoo.com.br

Rio de Janeiro

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

LOBOS NO GALINHEIRO

Eis os fatos: uma empresa de um importante legislador da República é "premiada" com oito contratos consecutivos, sem licitação, com a maior estatal da República, faturando tranquilamente um total de R$ 57 milhões! E como conseguiu isso? Aproveitando uma brecha nas leis deixada espertamente pelos próprios legisladores da República. São como lobos que deixam aberturas na tela do galinheiro para poderem facilmente se apropriar de gordas galináceas! E o trabalhador assiste indefeso, pagando honestamente seus pesados impostos para sustentar essa indecente e eticamente ilegal "farra". Só mesmo numa República de leis frouxas e legisladores espertos e inescrupulosos!

Silvano Corrêa www.silvanocorrea.blogspot.com

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

ATÉ QUANDO?

Enquanto o povo continuar votando nessa cambada, o Brasil jamais será um país sério e equilibrado socialmente. Estamos tendo uma sensação de desânimo com tanta roubalheira. Todos têm os mesmos direito e oportunidades? Parece que não, somente os amigos do rei. E parece que essa historia é velha, precisamos mudar, profundamente, algumas coisas neste Brasil. As leis precisam ser levadas a serio.

Ganham eleição só para isso? E o povão?

Reynaldo Carvalho Palma rcpalma@uol.com.br

São Manuel

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

SEM LICITAÇÃO, SEM COMENTÁRIOS...

Noticiário jornalístico nos dá conta de que sua empresa levou, sem licitação, R$ 57 milhões da

Petrobrás. Procurado (tinha de ser), não quis comentar.

Está certo. Não é para comentar mesmo... É para confessar!

 

 

Gilberto M. Costa Filho marcophil@uol.com.br

Santos

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O GERME DA CORRUPÇÃO

O artigo de Denis L. Rosenfield "O germe do autoritarismo" (4/7, A2) retrata com propriedade a não evolução do povo brasileiro, seja de que estrato socioeconômico se faça referência. Uma estranha complacência com os mais distintos descalabros relativos à coisa pública. A Nação está adormecida, melhor diríamos, em coma profundo, em berço esplêndido há 500 anos, haja vista a longa permanência de sempre os mesmos sobrenomes dominando o cenário político como capitanias hereditárias. Um péssimo exemplo vindo de cima, principalmente para os jovens: locupletem-se com o dinheiro público. Tudo é vendido, barganhado, subornado, superfaturado, desviado, mal explicado, não declarado, aloprado, omitido, censurado e inventado. Tudo com mestrado, doutorado, homenageado e diplomado. Os governantes fazem de tudo para manter o povo na ignorância, sem saúde, educação e cultura: uma Nação de palermas, que lhes concedem votos em troca de bolsa-esmola. Missão heroica seria se conseguíssemos viver num país "acordado" e pudéssemos ter, no Senado e na Câmara, uma nova casta de políticos que não apresentassem uma podridão moral e ética como o atual elenco.

 

Flavio Marcus Juliano opegapulhas@terra.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

JATENE E ROSENFIELD

 

Cumprimento os ilustres professores Adib Jatene e Denis Rosenfield pelos artigos "República Compensatória" e " O germe do autoritarismo" (4/7, A2). Sou engenheiro civil, tenho 86 anos e acompanho a brilhante carreira profissional do professor Jatene desde seu tempo de estudante. Sou cunhado do falecido professor Rubens Monteiro de Arruda, fundador da Faculdade de Medicina de Santo Amaro, e da dra. Nísia Monteiro de Arruda Freire, casada com o falecido dr. Luiz Edmundo Freire, estes colegas de turma do professor Jatene. Em família sempre ouvi elogios ao insigne professor. Quanto ao artigo do professor Rosenfield, palavra que em alemão e ídiche significa "campo de rosas", seu artigo, repito, é uma lição de política! Tivesse eu o talento desses dois brilhantes intelectuais, terminaria os artigos com estes candentes versos de "La Marseillaise", de Claude Rouget de Lisle (1760-1836), o hino nacional da "France éternelle":

Aux armes, citoyens!

Formez vos bataillons!

Marchons, marchons

 

Qu´un sang impur

 

Abreuve nos sillons!

 

 

Braz Juliano bjuliano@uol.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

GALICISMO IDEAL

Lapidar o artigo do professor Jatene. Enquanto não existir um quadro administrativo capacitado e estável, o Estado continuará sendo vítima da politicalha. Aos titulares das pastas, apenas o cargo de secretário particular seria de livre provimento...

Caio Augusto Bastos Lucchesi cblucchesi@yahoo.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

AUTORITARISMO

Muito bom o artigo do sr. Dennis Lerrer Rosenfeld (4/7, A2). Permita-me adicionar alguns itens obrigatórios que vão cerceando ou ameaçando cercear a vida do cidadão em geral e da pequena empresa em particular: reforma ortográfica quase de surpresa; cotas disso e daquilo; criminalização disso e daquilo; troca obrigatória de relógio de ponto; ampliação de 20% na carga horária anual das escolas; decreto de acessibilidade obrigatória para deficientes de todos os tipos abrangendo tudo; redução da jornada para 40 horas semanais "sem redução de salário". Sei que há mais vindo por aí, mas o que permeia todos estes itens é que os responsáveis não se dignam a procurar ouvir as ponderações de quem é afetado. Decretam e pronto, sem medir as consequências ou mesmo a viabilidade. Ou então alegam que o assunto "foi amplamente debatido". Com quem? Aparentemente, só com os grupos de pressão, cada qual com sua agenda. Onde está o Congresso que nos representa?

Alberto Futuro carlos_futuro@viscondeitaborai.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

AINDA ITAMAR FRANCO

Há aproximadamente 30 anos, depois da revolução de 1964, que levou os militares ao poder, Itamar Franco foi vice do renovador Fernando Collor de Mello. Com o impeachment deste, Itamar assumiu a presidência do Brasil. Culto, honesto e sistemático, tornou-se o elo entre as agremiações políticas, pondo sua sabedoria a serviço do aperfeiçoamento das instituições democráticas. Assim apoiou Lula e em outra ocasião, em posição antagônica, José Serra. Foi chefe do Executivo em Juiz de Fora e diversas vezes senador da República. Governou Minas e foi prefeito de Belo Horizonte.

Na gestão de Fernando Henrique Cardoso, foi embaixador em Portugal e na Organização dos Estados Americanos (OEA). Preconizou o Real e, pelo que se sabe, sempre pautou sua vida pública com absoluta convicção ética. Não se envolveu no repugnante mensalão, versão modernizada do famoso mar de lama que em 1954 levou Getúlio Vargas ao suicídio.

Itamar Franco faleceu, chegou ao fim sua brilhante trajetória na vida pública. Ao saber de sua morte, a presidente Dilma Rousseff pôs Palácio do Planalto a disposição do velório. Em Brasília e Belo Horizonte, suas exéquias tiveram o merecido reconhecimento popular e marcaram a presença dos principais integrantes da cúpula dominante da Nação. Seu corpo foi cremado e as cinzas, entregues à família para serem colocadas no jazigo de sua mãe, Itália Cautiero, em Juiz de Fora. Seu nome vai para o mausoléu da História, onde ficará perpetuado como raro homem íntegro do País.

Hercílio Tavares de Albuquerque pedro_sk8etc@hotmail.com

Sarapuí

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

VERBA ZERO

Itamar foi o verdadeiro pai do Real. Um dos poucos políticos honestos. Segundo o senador Pedro Simon, a verba de publicidade no governo Itamar era zero.

Iracema Palombello cepalombello@yahoo.com.br

Bragança Paulista

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

ÉTICA

Concordo com tudo o que escreveu o leitor sr. José Mendes, de Votorantim, na edição de 4 do corrente, sobre a moral do ex-presidente Itamar Franco. Mas posso afiançar que há outro político também pelo qual podemos pôr a nossa mão no fogo com a certeza de que não se queimará. Refiro-me ao professor Manoel Antunes, ex-vereador e ex-prefeito da cidade de São José do Rio Preto, no interior de São Paulo, também dotado de retidão e honestidade a toda prova e jamais vista no meio político.

Paulo Vidal Novais franciscopaulinod@yahoo.com

Piracicaba

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A IMPORTÂNCIA DE MORRER

Comentário do ex-presidente Lula: "Uma injustiça Itamar ter que morrer para ter seu papel na estabilidade econômica reconhecido". De fato, Itamar teve que morrer para Lula finalmente reconhecer a importância do Plano Real.

Brar Braren brsoler@uol.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

‘A SOMA E O RESTO’

Fernando Henrique Cardoso, aqui segue a carta de uma eleitora que sempre quis homenageá-lo como grande homem político que presidiu nosso país e, agora, vê através dessas manifestações seus desejos realizados. Estou de pleno acordo com o senhor, no Brasil, só depois que morrem é que as pessoas são elogiadas, quando devemos é fazer, hoje e agora, o que está dentro dos nossos sentimentos.

No seu governo, nós, brasileiros, sempre nos orgulhamos de sua postura, das suas diretrizes e dos seus posicionamentos. Como intelectual e sociólogo, pedimos que continue contribuindo com suas ações e seus artigos para a melhora da sociedade e de toda a população brasileira. Visando, principalmente, clarear as ideias para as gerações futuras de fundamentos sólidos, baseados na família, na educação e na moral.

Olympia Botelho Escorel Porto olympiap@terra.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

BEATIFICAÇÃO

Evidentemente que honrarias são devidas a personalidades como Itamar, mas parece-me que estamos diante de mais um caso de santificação pós-morte, como já é costumeiro em nossa cultura. Itamar foi um presidente mediano, para não dizer medíocre, salvo unicamente por sua nomeação de FHC (e equipe) para a Fazenda. Filiou-se e refiliou-se a partidos diversas vezes nos últimos 20 anos - PRN, PMDB (4 vezes), PPS -, esteve à frente de calotes de dívida e foi irresponsavelmente contrário ao racionamento de energia elétrica em momento crítico. Fora isso, será sempre lembrado pelo retorno do Fusca e pelo episódio da calcinha (ou a falta dela) da Lilian Ramos. Francamente: para um ex-presidente, até que o histórico não justifica tanta beatificação, não?

Max Guimer Toledo max.toledo@hotmail.com

Guarulhos

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

OS CONCEITOS MUDAM

Basta alguém deixar este plano para no dia seguinte se transformar em "santo". Isso é quase unânime.

Virgílio Melhado Passoni mmpassoni@gmail.com

Jandaia do Sul (PR)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

VELÓRIO DE ITAMAR

Se o desfile representar "conchavos", Dilma está com um pé fora do PT, e é claro que nessa disputa o PMDB está com os pés nas duas canoas.

Ariovaldo Batista arioba06@hotmail.com

São Bernardo do Campo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

DE DILMA, COM CARINHO

Ainda sobre a carta de Dilma a FHC: na tão elogiada carta enviada pela presidente Dilma Rousseff ao ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, em homenagem pelos 80 anos deste, faltou um pedido de desculpas da "presidenta" pela maneira despudorada e falsa como a então candidata Dilma maculou a pessoa e o legado de FHC durante todo o horário eleitoral e nos debates em primeiro e segundo turnos na eleição de 2010. Mal orientada que foi pelo seu antecessor, pelos três porquinhos do PT, que lhe fizeram sombra durante toda a eleição (um já caiu), e pelo Joseph Goebbels de Lula, João Santana. Será que em 2014 será a mesma ladainha?

Sandro Ferreira sandroferreira94@hotmail.com

Ponta Grossa (PR)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.