Cartas - 08/04/2011

MASSACRE NO RIO

, O Estado de S.Paulo

08 Abril 2011 | 00h00

Barbárie

O trágico atentado a alunos de uma escola pública, infelizmente, reflete um processo de barbárie que, por razões várias, acomete a sociedade de nossos dias. Afora as teorias conspiratórias que possam surgir para explicar o infausto acontecimento, o fundamentalismo, seja ideológico ou religioso, parece estar por trás da tragédia. Que nossas lideranças maiores saibam daqui para a frente operacionalizar medidas que evitem tais surtos entre nós.

JOSÉ DE ANCHIETA N. DE ALMEIDA

josedalmeida@globo.com

Rio de Janeiro

__________________________________________

Fanatismo

Maldito seja você, Wellington Menezes de Oliveira, e todos os fanáticos da sua laia.

LUIZ NUSBAUM

lnusbaum@uol.com.br

São Paulo

__________________________________________

Alerta

O trágico acontecimento no Rio de Janeiro é um alerta para que o governo tome providências fortes e eficazes de segurança nas escolas, pois é responsabilidade do Estado a segurança dos cidadãos, em especial nas escolas mantidas por ele. Melhor prevenir do que deixar acontecer algo tão terrível novamente.

LUCIA HELENA FLAQUER

lucia.flaquer@gmail.com

São Paulo

__________________________________________

Imitação

Tragédia de tamanha dimensão era inédita no Brasil. Rompido esse patamar, e considerando a época de ignorância em que vivemos, é necessário criar mecanismos contra os idiotas de plantão que podem agir por imitação, causando novas desgraças.

NESTOR R. PEREIRA FILHO

rodrigues-nestor@ig.com.br

São Paulo

__________________________________________

Tolerância zero

Parece que estamos copiando tudo de errado e nada de certo de países como os EUA. Agora também temos no Rio de Janeiro até assassinato em massa. Aliás, essa cidade há muito tempo sofre sério problema de segurança e precisa adotar urgentemente uma política de tolerância zero, como a de Nova York do então prefeito Rudolph Giuliani. No Rio, armas e munições, até de uso exclusivo das Forças Armadas, são encontradas com frequência nos morros e na periferia e tiroteios são comuns nos bairros mais pobres. E as Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs) parece que pouco adiantaram, a não ser remanejar criminosos entre as favelas e criar um falso clima de trégua. A tragédia de ontem revela mais uma vez que o clima de insegurança no Rio é altamente preocupante. Infelizmente, acredito que isso seja o resultado da falta de realismo de seus governantes, prolixos em ideias grandiosas e discursos, mas inapetentes (ou incompetentes?) para impor a disciplina necessária à coexistência entre classes sociais e ao bom atendimento a turistas. Enquanto o populismo, a demagogia e a frouxidão prevalecerem sobre "o governar com pulso firme", só resta aos nossos irmãos cariocas se esconder em casa, rezando pelo "milagre" de paz e segurança. E aos turistas que assumiram o risco de visitar a Cidade Maravilhosa, refugiar-se nos hotéis. Seja como for, o Brasil inteiro está sofrendo por essa tragédia e rezando pelos inocentes que foram atingidos tão barbaramente!

SILVANO CORRÊA

scorrea@uol.com.br

São Paulo

__________________________________________

Fatalidades

Num sistema violento, em que as pessoas são estimuladas desde crianças a brincar com jogos que simulam matanças e as TVs e os cinemas passam filmes extremamente violentos, numa sociedade que tem exterminadores como heróis do Estado, e assim por diante, isso tudo só leva a um único caminho: fatalidades. Nada acontece por acaso.

JUDSON CLAYTON MACIEL

judson@xtok.com

Rio de Janeiro

__________________________________________

Precedente perigoso

Essa tragédia no Rio de Janeiro abre um precedente extremamente perigoso. Os exemplos mostram que às vezes basta um começar para desencadear outras reações semelhantes. É necessária uma ação preventiva imediata, séria e rigorosa para evitar outros casos. A estupidez humana está mais do que comprovada nesse caso. Por outro lado, o Rio de Janeiro, apoiado pela mídia irresponsável, faz parte de um país onde quase 90% da população votou em plebiscito a favor do armamento de civis, e este infeliz acontecimento faz parte dessa decisão, tomada no passado. Agora famílias e mais famílias sofrem e choram os seus mortos. Uma dor que não desejo ao pior inimigo. Só Deus mesmo...

ADÃO RIBEIRO

reportercin@bol.com.br

São Paulo

__________________________________________

Banalização e impunidade

Um psicótico invade uma escola e mata. Não são as armas que incentivam, já que o impulso de matar vem antes da escolha da arma. O que incentiva é a banalização do crime e sua genitora, a impunidade. Mas os apologistas do desarmamento vão culpar as armas e desviar a discussão, até que um novo crime hediondo como esse aconteça.

GILBERTO DIB

gilberto@dib.com.br

São Paulo

__________________________________________

Desabafo

Nós, o povo brasileiro, a classe menos respeitada, vivemos todos os dias tragédias e tragédias, no sentido mais amplo. Alguns dos nossos representantes já são uma tragédia. Manchetes dos descasos para conosco, formação de quadrilha, corrupção... e nada lhes acontece. Enquanto isso, gozam de todo o prestígio, com segurança, polpudos salários, extensivos aos seus familiares, amigos e companheiros, tudo pago com nosso suor. Sugiro que seja feita uma varredura lá em cima, porque, "quando os que mandam perdem a vergonha, os que obedecem perdem o respeito". Não devemos permitir mais que continuem rindo de nossas desgraças e tragédias.

GEMA HELOISA DE S. SCUCCUGLIA

gemah@ig.com.br

Santo André

__________________________________________

INSEGURANÇA PÚBLICA

Solução

Depois de proibir o uso de celulares no interior dos bancos, finalmente o governo achou uma solução para nos proteger dos bandidos e da falta de segurança: será aprovada uma lei que proíbe o cidadão de sair de casa...

VALDIR RICOLI

cambuci@yahoo.com

São Paulo

__________________________________________

VOCÊ NO ESTADÃO.COM.BR

TOTAL DE COMENTÁRIOS NO PORTAL: 1.904

TEMA DO DIA

Homem abre fogo em escola do Rio

Pelo menos 11 crianças morreram; atirador invadiu colégio no Realengo e depois se suicidou

"Tem de coibir venda e comércio de armas. A lei seria assim: se for pego com arma de fogo, 30 anos de jaula."

FABIO REINHERDT

"A polícia precisa estar mais presente nas escolas, principalmente em áreas com alto índice de violência."

LUIZ VIANA

"Por que não há pelo menos um policial em cada escola ou rondas constantes? Não tem dinheiro para isso?"

EDISON JUNIOR

__________________________________________

Cartas enviadas ao fórum dos leitores, selecionadas para o estadão.com.br

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Uma máquina mal cuidada

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O que me assusta neste País não é a forma como enganam o povo com esmolas assistencialistas. Este levado pela miséria somado ao obscurantismo é prato cheio para o embuste. O que realmente assusta são os empresários se deixarem levar por artimanhas sem questionarem, sem procederem uma análise bem apurada. Há de se comentar que economia não é como mecânica automotiva, onde um automóvel apresenta um problema de injeção de combustível e o mesmo é sanado com uma simples troca da bomba de injeção ou uma limpeza de carburador. Na máquina econômica, todas as peças estão interligadas. A solução para a questão da desvalorização cambial do dólar, que conseqüentemente fortalece o real e torna o produto nacional mais caro no mercado internacional, aumentando a alíquota do IOF, no meu ponto de vista é um paliativo do comodismo. É a busca de solução de quem não quer, ou melhor, pensa que vai, perder receita. A solução deveria ser uma redução tributária sobre produtos, o que reduziria o custo dos mesmos e abaixaria seus preços no mercado. A quantidade vendida geraria mais receita e compensaria o impacto cambial e a suposta perda de tributária. O superávit da balança comercial, desta forma, atuaria favoravelmente, pois acrescentaria divisas ao capital interno circulante, estimularia investimentos na produção, aumentando-a conseqüentemente, aumentaria o consumo interno e vendas externas, geraria empregos, melhoraria a distribuição de rendas, tiraria pessoas da linha da pobreza, geraria avanço sociais, reduziria as taxas de juros, fazendo com que a máquina da economia operasse sem "queimar óleo" e sem "engasgar".

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Nei Silveira de Almeida neizao1@yahoo.com.br

Belo Horizonte

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

__________________________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Aumento

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Por ocasião do início dos conflitos no Oriente, divulgamos que a Petrobrás iria se aproveitar deste momento para aumentar os prêços dos combustíveis no Brasil, com a finalidade de fazer caixa à nosas custas e com isso pagar sua dívida bilionárias absurda. Na ocasião esta possíbilidade foi descartada pelo presidente da empresa, José Sergio Gabrieli, alegando o país ser auto-suficiente, não necessitando importar gasolina.E agora?

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Angelo Tonelli angelotonelli@yahoo.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

__________________________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Preço da gasolina

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

As últimas notícias dão conta que o preço da gasolina pode subir, pois "não sobe" desde maio de 2009. Ué? Se que preço da gasolina está aumentado só para mim? Só este ano já paguei gasolina pelos menos com dois aumentos.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Éllis A. Oliveira elliscnh@estadao.com.br

Cunha

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

__________________________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Petrobrás

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O Sérgio Gabrielli,presidente-comissário petista na Petrobrás, que com a burrra da viúva à disposição dirige mediocremente a companhia, anuncia que a gasolina vai subir.O comissário da Fazenda, o inqualificável sr. Mantega, ensaia pela enésima vez o numerito de desmentir o que fatalmente vai tornar-se realidade. A presidente, ocupada em secundários propósitos de parecer "simpática" não diz nada. E os dois comissários seguem, belos e faceiros, no palco iluminado da farsa "Kïrcheniriana" que aos poucos vai dominando o governo da República. Uma mulher na presidência e o poder manipulador do petolulismo nas sombras Enquanto isso um executivo de brilhante desempenho e espinha reta, o Roger Agnelli, presidente da Vale, como na história bíblica, é decapitado pela Herodes de plantão no Palácio do Planalto e oferecida em bandeja á esfusiante Salomé Lula da Silva.

Haja....

 

 

Alexandre de Macedo Marques ammarques@uol.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

__________________________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

100 dias

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

100 dias de governo. Nobre Tiririca, o sr. em sua campanha perguntava se nós sabíamos "o que faz um deputado federal?" Nós continuamos sem saber... Por favor, responda.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Angelo Antonio Maglio rancholar@rancholarimoveis.com.br

Cotia

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

__________________________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Padrão Lula de administração

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O comandante do avião da Presidência deu carona para uma amiga em voo que levou Dilma Rousseff para Natal, durante o último carnaval. Infelizmente o padrão Lula de imoralidade administrativa que perdurou pelos últimos oito anos em Brasília, deixou resquícios incrustados em toda a estrutura do governo. A presidenta Dilma que traz em sua bagagem, fama de moralizadora irredutível, tem que colocar um basta nessas práticas que desmoralizaram e arrastaram para os botequins, a outrora imponente figura do Presidente da República.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Victor Germano Pereira victorgermano@uol.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

__________________________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Aproveitadores baratos

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

É claro e evidente que não será a Presidente Dilma que terá que se preocupar e controlar quem vai e quem não vai embarcar no avião presidencial.Êsses velhacos e aproveitadores pelo fato de gozarem da confiança de algum assessor próximo acabam cometendo deslizes que causam enorme desgaste desnecessariamente e acabam pegando carona no avião da presidente .São maus brasileiros, malandros, e devem ser sumariamente demitidos de seu cargo.Coisa tipica de nossos patricíos que se aproveitam de coisas pequenas.Não estou aqui defendendo a Presidente, apenas dizendo que é muito difícil ficar lidando com malandros profissionais à sua volta.Não se trata de escolha.Infelizmente é assim mesmo.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

José Piacsek Neto bubapiacsek@yahoo.com.br

Avanhandava

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

__________________________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Carona oficial

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Também quero uma carona no avião da Presidente, de preferência com todas as mordomias, mesmo viajando na cabine do piloto.

Pode ser na próxima viagem, apesar de não ter nenhum interesse na China, eu aproveitaria para conhecer a região onde falam o portugues. Não incomodarei a Presidente, também não tenho interesse em conversar com ela. Interessa-me o passeio.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Alvaro Salvi alvarosalvi@hotmail.com

Santo André

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

__________________________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Resposta

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O Sr. Lula, em depoimento nos Estados Unidos, disse que o julgamento pelo STF do caso mensalão ficará para 2050 !!! Ele debocha da justiça, debocha dos ministros do STF com a certeza da impunidade. Certeza esta que move todas as atitudes do PT. Partido e seus membros demonstraram ao longo da história e, principalmente, nos últimos 8 anos total desrespeito as leis e a juustiça. Chega de impunidade. Chega de políticos que se consideram acima da lei. A mesma lei que atoine nós, simples cidadãos, tem que ser implacável com esses tipos de políticos. A sociedade deve exigir, imediatamente, uma resposta do STF a tal declaração de nosso EX presidente.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Carlos Roberto Barreto Barsotti cbarsotti@hotmail.com

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

__________________________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Gestação

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

"Não tem relatório final do mensalão", mas delineia-se o começo de mais impunidade.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A. Fernandes standyball@hotmail.com

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

__________________________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Mensalão no STF

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Nessa expectativa de julgamento do "mensalão" no STF estou cético, porque dali sempre tiram da manga do colete alguma solução mágica e da qual sempre livram a cara dos poderosos.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Laércio Zannini zanix@hotmail.com

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

__________________________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Prescrição

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Muito elucidativa a foto que acompanha a matéria "Lula prevê mensalão julgado em 2050 (Estadão, pag.A7 de 07/04) . Nos EUA , onde Lula promoveu uma palestra e deu esta declaração, tal gesto pode significar OK....mas aqui não passa de uma rosquinha bem dada! Dada para quem? Para todos nós que esperamos que o Ministro Joaquim Barbosa também use de todo esforço "técnico-legal" para não deixar que o julgamento do mensalão prescreva. Porque os advogados dos petistas sabem como ninguem aproveitar das brechas constitucionais para fazer melar os processos que não lhes interessam sejam julgados. Lula hoje ganha e muito bem para , publicamente, debochar de nós, apostando na tese da farsa e da prescrição do julgamento.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Mara Montezuma Assaf montezuma.fassa@gmail.com

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

__________________________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Deboche

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O ex-presidente Lula tem toda razão ao debochar da justiça brasileira ao afirmar que o escandalo do mensalão só será julgado em 2.050. A famosa morosidade do sistema judiciário brasileiro, onde é comum que processos demorem décadas para serem julgados faz com que a justiça brasileira se torne uma importante cúmplice dos corruptos e criminosos em geral, que contam muito com a lentidão dos processos na hora de planejar seus crimes. No caso do escandalo do mensalão, Lula ainda pode contar com o fato de que boa parte dos juízes que irão eventualmente um dia julgar o caso tenham sido indicados por ele para ocupar o cargo. Como se vê, Lula realmente tem muitos motivos para debochar da justiça brasileira, e nenhum motivo para teme-la.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Mário Barilá Filho mariobarila@yahoo.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

__________________________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

2050

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Lula no exterior previu o julgamento do Mensalão no ano de 2050.Tudo é possível.Mas de preferência se a profecia tiver sucesso de preferência ele deverá estar vivo para ver todos os companheiros inocentados,corroborando a tese de que o Mensalão jamais existiu.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Carlos Henrique Abrao abraoc@uol.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

__________________________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Equívocos nos 100 dias de Dilma

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Não podemos negar que o estilo de governar de Dilma Rousseff, se mostra até aqui, muito mais elegante e respeitoso com os pilares das nossas instituições, do que de Lula, que vulgarmente se alto proclamava como o melhor presidente do País, como se tivesse sido o único desde 1889, data da proclamação da República.

Dilma longe da ansiedade dos holofotes do seu antecessor parece estar mais voltada ao trabalho, do que se lambuzar no populismo indigerível da gestão passada.

Uma prova desta guinada a partir de sua posse, está no campo diplomático que enterra de vez a alma antiamericana do seu antecessor, que esnobava as determinações da ONU, e se vangloriava como amigo de déspotas como Chaves, Ahmadinejad e do Kadafi, a quem chamou de meu amigo, meu líder, meu irmão... Dilma, corretamente se colocou contra governos que desrespeitam direitos humanos!

Como nem tudo são flores, a nova moradora do Planalto, demonstra insegurança principalmente no combate a inflação e ajuste fiscal, e outros eventos que me parecem típicos da dificuldade que terá para se desvencilhar do aparelhamento do lulismo em seu governo.

No caso do combate a inflação e do ajuste fiscal, as medidas adotadas até aqui são frágeis e tímidas. E ainda precisou levar incompreensíveis 60 dias para anunciar, já que ela era peça importante do governo anterior, e deveria ter esses números na ponta da língua, já no dia de sua posse...

Mas para nossa surpresa, o corte anunciado de R$ 50 bilhões não contempla austeridade, porque em mais de R$ 30 bi destes, suspende investimentos e despesas futuras, e não as correntes, que qualquer cidadão minimamente capaz faz no seu orçamento familiar. E no caso da inflação que está na casa dos perigosos 6%, a presidente concorda até com o BC, para que adote medidas mais suaves, e faça vistas grossas com a subida dos preços! Esta alta que já aflige a sociedade e principalmente as classes mais desfavorecidas.

Percebo no ar, um cheiro de levar com a barriga o alto indicie inflacionário, porque em 2012 teremos um ano eleitoral, e um PIB bem menor do que em 2010, poderia, na cabeça destes que não tem compromisso com a Nação, prejudicar seus planos de poder... Tanto que o presidente do BC afirmou que espera somente para 2012 a volta da inflação para centro da meta que é de 4,5%. O que segundo analistas não é provável...

Outro equivoco imperdoável de Dilma foi o de premiar com um cargo no BID, a ex-presidente da Caixa Econômica, Maria Fernanda Coelho, a mesma que comprou um banco bichado como o Panamericano.

Esta é mais uma prova que a presidente demonstra estar com o mesmo vírus de Lula, que aconchega camaradas que cometem ilícitos, e outros...

Perplexidade também causa, ao vermos a Dilma em perfeita sintonia com a esdrúxula pretensão do ex-presidente de substituir o dirigente máximo da Vale, o Roger Agnelli (e conseguiu). E agora sabe Deus, o que ocorrerá com esta empresa que depois de privatizada alcançou o topo da eficiência no setor, trazendo dividendos ao País antes inimagináveis! Ou seja, para o PT as leis de mercado que se lixem...

E para finalizar, a liderança de Dilma também foi posta em cheque, porque a própria aliada CUT lança terror com estas pseuda greves sobre as grandes obras do PAC, com direito a destruir aposentos, refeitórios, incendiar ônibus, etc., da mesma forma que esta entidade fazia nos tempos de "Lula sindicalista", no ABC.

Portanto, para os 100 primeiros dias do atual governo estes equívocos são preocupantes. Brincar com a inflação, com o paupérrimo ajuste fiscal, de longe não é sinal de competência...

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Paulo Panossian paulopanossian@hotmail.com

São Carlos

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

__________________________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A inacreditável Marta Suplicy

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Aécio Neves, com brilho ímpar, entre outras afirmações, disse que o PT gira em torno do próprio umbigo e não se importa com o Brasil. Dentre outras umbigadas, citou a grave mancada de ter o partido de Lula se colocado contra o plano real. Marta Suplicy, essência alourada do PT, saiu em defesa do indefensável e disse que entre todos os petistas houve um que não foi contra – Antônio Palocci. Por isso, todos deveriam ser perdoados. Alguém precisa dizer para ela o que uma andorinha não faz verão. Nessa mesma sessão, a intervenção do outro Suplicy justificou mais do que nunca seu apelido: Mogadon (sonífero).

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

J. Treffis jotatreffis@hotmail.com

Rio de Janeiro

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

__________________________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Força

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Por longas quatro horas, focado por centenas de olhos como raramente ocorreu no senado, o Senador Aécio Neves, tal qual o campeador espanhol ''El Cid'', investiu de lanças e escudos contra os rumos que se desenham no país diante da superioridade numérica do governo no Congresso, fazendo aprovar o que lhe aprouver.Discurso entusiástico, seguro, competente, fazendo com que até senadores adversários se curvassem diante de sua brilhante retórica. Sua eloquência, desnudando los verdadeiros rumos da política brasileira nos faz lembrar do necrológio de Marco Antonio diante do cadáver de César, assassinado por Brutus (''Julio Cezar'' de Shakespeare). Quem sabe se esse portentoso discurso nem tivesse existido, quem sabe se tivesse decidido peitar José Serra e assumido a candidatura à presidência a situação não seria totalmente diversa ? Agora é leite derramado. O governo tem a força, e contra a força só uma força maior. O resto é literatura do bardo do Avon.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Jair Gomes Coelho jairgcoelho@gmail.com

Vassouras (RJ)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

__________________________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Não convence

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O PSDB quer que nós, os 44%, acreditemos que aquele discurso longo, enfadonho e tão anunciado de Aécio Neves, é de oposição. Se até os petistas, como Jorge Viana, o consideraram ótimo, é evidente que nós achamos fraquíssimo. Aécio não convenceu, pois não fez nem falou nada para nos convencer.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Maria Cristina Rocha Azevedo crisrochazevedo@hotmail.com

Florianópolis

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

__________________________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Oposição?

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O discurso do parlamentar mineiro Aécio Neves nesta quarta-feira no Senado mostrou que não se faz mais oposição como antigamente. Seu discurso , não mostrou nenhuma novidade merecendo até elogios da base governista. E não poderia ser diferente. É de se imaginar a sua dificuldade na elaboração da falação, tendo em vista o momento atual que o Brasil está passando em termos econômicos, com alcance positivo no campo social. E isto traz reflexos inclusive para a Presidente Dilma, conforme constata recente pesquisa de opinião pública. Para sorte do ex-governador mineiro ainda falta muito tempo para que se definam os nomes oposicionistas que serão candidatos à Presidência nas próximas eleições. E não serão apenas do partido dele. Afinal de contas, os últimos acontecimentos no campo político mostra oposicionistas desarvorados e sem um rumo definido. E o discurso do oposicionista mineiro, por consequência, não é o indicativo do rumo desejado.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Uriel Villas Boas urielvillasboas@yahoo.com.br

Santos

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

__________________________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Discurso Aécio Neves

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Ainda que possa não ter sido tão cáustico como era de se esperar, em seu discurso no Senado, de 6/4, Aécio foi certeiro e fulminante com uma única frase emblemática: "sempre que precisou escolher entre os interesses do Brasil e a conveniência do Partido, o PT escolheu o PT". Nem é preciso dizer que foi quase que unanimente ovacionado!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Conrado de Paulo conrado.paulo@uol.com.br

Bragança Paulista

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

__________________________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O fiasco do início da oposição

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Depois de longos cem dias de muito far niente a oposição mostrou a que veio e explica muito do deserto de homens e idéias reinante na política nacional. Pobre país.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Nelson Gomes Affonseca Jr. nelsonaffonseca@uol.com.br

Cordeirópolis

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

__________________________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Aécio Neves

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A expectativa de ouvir o senador Aécio Neves discursar no Senado Federal, era grande. Porém foi tudo por água abaixo, quando ele disse que vai ser um opositor feroz do governo, nos deu a sensação que o que vale é ganhar fama de fazer oposição por oposição, sem ver qual projeto vai ser bom para o pais. Foi uma desilusão de muitos que esperavam uma fala de conciliação, ou renovação. Nos deu a impressão de que ele fez isso só porque a presidenta Dilma alcançou um índice de aprovação de mais de 73 % , nesta fase de governo. Ao ver isso será que o partido dele se desesperou? E pediu para ele atacar, pois perdido por perdido resolveram tentar de tudo novamente para ser presidente na próxima eleição? E o país? Ah o país....!!!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Anderson Aparecido dandersonaparecido@yahoo.com

Hortolândia

 

 

 

 

 

 

 

 

__________________________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Pena de morte

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Há tempos a pena de morte foi institucionalizada no Brasil. Cabe, agora, regulamentá-la e implantá-la. Diante do que estamos assistindo diariamente nos canais de televisão - haja vista o acontecido no Rio - o Brasil chegou ao caos! Se não for tomada alguma medida rapidamente, ninguém segura mais este Brasil. O cidadão de bem está completamente desprotegido pela lei.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Arnaldo Luiz de Oliveira Filho arluolf@hotmail.com

Itapeva

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

__________________________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Carta de repúdio

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

É, ainda, sob o forte impacto pela notícia da morte de jovens inocentes causada por um outro jovem que adentrou ontem numa escola atirando contra as vítimas, e não satisfeito com o estrago, ainda recarregou sua arma e desferiu novos tiros, que redijo essas linhas.

Este individuo não manchou apenas as suas mãos com sangue, mas também toda uma nação, tida como pacífica e tolerante. Esse ato, como o próprio senador Sarney referiu-se na sessão de hoje, é terrorista. Palavra e conceito esse, que nos pareciam muito distantes, algo pertinente a grandes centros no Exterior, como Estados Unidos, Londres, e ao cotidiano israelense, onde há pouco tempo ocorreu com uma chacina, em que ceifaram as vidas de um casal e três de seus filhos. A realidade existe e está ao nosso lado, as vítimas podem ser nossos vizinhos, assim como os terroristas também. Uma carta encontrada com o assassino faz referências a religião, mas que fé é essa que incita ao ódio e à morte, que leva inocentes, que condena e executa pelas proprias mãos do homem? Não, essa crença eu desconheço! Seja ela cristã, judaica, islâmica. Deus nos deu a vida, e nos ensinou a amar, e não a matar.

Desconhecemos as razões que o levaram a cometer tal bárbarie, mas constatamos hoje, que o terror não é algo exclusivo e direcionado a um povo, uma classe social, uma fé.

Solidarizo-me com as famílias dessas crianças que poderiam ser grandes brasileiros, com aqueles que permanecem hospitalizados, desejando a eles um pronto restabelecimento, e com toda a nação brasileira, que segue enlutada por esse triste e lamentável episódio, esperando que algo assim, nunca mais se repita, seja em Realengo, Mumbai, Jerusalém, Nova York, onde for…

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Jack Terpins, presidente do Congresso Judaico-Latino Americano arperlov@uol.com.br

Buenos Aires

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

__________________________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Terror na escola em Realengo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Made in USA, assim como temos leis proibitivas de mostrar suicídios, deveríamos ter também leis que proibissem mostrar assassinatos em série nos Estados Unidos, sempre seus loucos agem nas escolas,nossos deliquentes acabam copiando, estamos sofrendo um processo de degradação total dos principios morais, e nada é feito, nossos politicos, que legislam sempre em causa própria como aumento criminoso de vereadores,pra quê? o povo pediu isto? evidente que não, queremos segurança e saúde de qualidade, políticos dão máus exemplos, ai fica fácil serem copiados em atos criminosos, engraçado é como logo aparecem os falastrões de plantão, vamos fazer isto e aquilo, porquê nada fizeram antes? e a segurança da escola? os errados estão tomando conta de nosso país e estamos calados e inertes.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Julio Jose de Melo Rua Claudia julinho1952@hotmail.com

Sete Lagoas (MG)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

__________________________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Tragédias

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A tragédia que se abateu na cidade e, principalmente aos moradores de Realengo e adjacências foi terrível. Faltam investimentos em educação no município e no Estado. Mas daqui a pouco o (des) prefeito Eduardo Paes e o (des) governador Sergio Cabral, estarão à frente das câmeras falando abobrinhas. Vejam o (des) prefeito de Niteroi quando, no dia 7 completou-se um ano da tragédia do Morro do Bumba e, até agora, lufas. O que acontece com esses desgovernantes? Nada. Falta um bom choque de ordem neles.Tomem vergonha na cara e administrem de acordo com a vontadedos eleitores que os colocaram nos cargos.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Sebastião Paschoal s_paschoal@hotmail.com

Rio de Janeiro

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

__________________________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Terrorismo

 

 

 

 

A maioria dos eleitores brasileiros elegeu para presidente da República uma pessoa que até hoje tem certeza de que o certo para se resolver os problemas do Brasil e do mundo é empunhando uma arma e sair dando tiros por aí, a torto e a direito, praticando terrorismo, seqüestro e assalto a bancos. Por aqui, essa atitude não só não é passível de uma punição gravíssima (como passar o resto da vida na cadeia, por exemplo), como seu praticante recebe uma montanha de dinheiro em forma de indenização e ainda tem o privilégio máximo em se tornar presidente do país. Basta apenas que ele diga que é em nome da "Causa" e pronto, passaporte para a alegria e a felicidade eterna. E agora? Pode a maioria da população de um país assim ficar consternada porque um psicopata saiu dando tiros em inocentes crianças indefesas? Pode um bandido comum praticar terrorismo, seqüestro e assalto a bancos, e depois, espertamente, alegar que tudo foi feito em nome da Causa, seja lá o que isto for? Então, no dia 07/04/2011, o atirador Wellington Menezes, um psicopata comum, inaugura um "nova era" de terrorismo no Brasil, sem nenhuma originalidade. Como atenuante, as almas dos imitados psicopatas-atiradores americanos podem alegar, pelo menos, que foram até o Vietnam combater o socialismo, por isso, a explicação de suas loucuras. Aqui, nem isto. E se não tivesse praticado suicídio, o "nosso" psicopata poderia alegar também que fez isto em nome da Causa, e ainda seria indenizado, condecorado, e sua foto sairia estampada numa bandeira escarlate, com dois símbolos de fundo: a foice e o martelo. Dizer que esses fatos não tem nenhuma relação é outra "esperteza" dos defensores dos "Direitos Humanos" (dos bandidos), sub-produto da Causa.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Lincoln Scorsoni lincoln_scorsoni@yahoo.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

__________________________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Educação

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Depois de tomar conhecimento da tragédia do realengo no Rio de Janeiro fico pensando

se não teria sido melhor não realizar, aqui no Brasil, a Copa de futebol e as Olimpíadas e aplicar os bilhões de reais, que serão gastos nesses eventos, em educação,saúde e segurança?

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Olympio F.A. Cintra Netto ofacnt@yahoo.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

__________________________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Solidariedade

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Gostaria de prestar a minha solidariedade aos familiares e amigos das vítimas do massacre ocorrido na escola, no Rio. É algo que não tem nada a ver com a nossa realidade, costumes, tradições e muito menos com o Brasil. É triste ver um desequilibrado mental, um 'lunático' querer imitar as piores coisas dos EUA, trazendo dor e desespero para pessoas inocentes, sobretudo crianças indefesas. Oxalá esse seja um episódio isolado e que nunca mais volte a se repetir no Brasil.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Renato Khair renatokhair@uol.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

__________________________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Chacina

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Lamentável a chacina de crianças ocorrida na terra de ninguém, que é a cidade do Rio de Janeiro. Agora na republiqueta temos fundamentalistas mulçumanos tupiniquins. Só faltam homens bombas circulando pela cidade maravilhosa. A dona Dilma chorou lágrimas de crocodilo, pelos "brasileirinhos", cruelmente assassinados por um animal. Quantos brasileiros ela ajudou a matar quando era terrorista e arrombadora de cofres? A liberdade que ela ajudou a implantar neste enlutado país, tornou-se uma imensa libertinagem, onde proibiram o direito de expressão, desarmaram os homens de bens e armaram canalhas como a amaldiçoada besta humana causadora da tragédia. Está mais do que na hora de terminar com essa palhaçada de pseudodemocracia corrompida e junto acabar com os Direitos Humanos para Bandidos. Meus sinceros sentimentos às famílias enlutadas. Pobre Brasil!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Roberto Stavale bobstal@dglnet.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

__________________________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Luto

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Não só há rede de ensino, como há sociedade brasileira está de luto pela tragédia ocorrida em uma escola do Rio de Janeiro ? Afinal: O que fez alguem "abrir fogo" dentro de uma escola e assassinar 12 crianças ? Dificilmente alguem encontrará explicações,provavelmente alguem que conheceu bem o assassino Weligton Menezes da Silva e principalmente a infância que ele viveu ,encontrará algumas explicações.Aos familiares das vítimas minhas condolência.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Virgìlio Melhado Passoni mmpassoni@gmail.com

Jandaia do Sul (PR)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

__________________________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

Reflexão

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Ontem todos nós paramos. Não para ver as imagens da tragédia no Rio, mas para refletir sobre nossas ações. Eu acredito que estamos deixando passar alguma coisa. O que aconteceu mais uma vez vem provar a falta: a falta de amor, a falta de diálogo, a falta de carinho, a falta do contato humano. Independentemente da sanidade do rapaz que efetuou os disparos. E a família? Não foi capaz de encaminhá-lo para uma ajuda. Segundo dados a meia irmã disse que ele era fechado. Tinha já um comportamento estranho. Ninguém viu? Ou melhor todos fecharam os olhos. Todos nós como sociedade brasileira, mundial Somos responsáveis por deixar pequenos fatos passarem. Não sou nenhum exemplo, ao contrário, continuo na imperfeição, buscando através da vida aprender um pouco mais. Claro que tem acontecimento impossível de detectar, mas algo incomum a gente sempre perceber

E deve investigar. Manter as antenas ligadas é primordial. Eu conheço a rotina da minha família, para qualquer mudança sutil é necessária uma verificação. Teve um caso de uma criança que pediu para a mãe uma faca para levar na escola. A mãe perguntou para que e a criança disse que um colega mais velho pediu para levar, caso não levasse ela seria tachada de franguinha.O que se fazer num caso desses? Ligar para a escola, comunicar e analisar os porques, todos juntos, escola, famílias e sociedade.

Não dá mais para fechar os olhos perante a tudo o que se vê de errado, lixo, falta de iluminação, falta de segurança, descaso em todos os sentidos e nunca esquecer de resolver com amor sempre. Este é o caminho para que todos nós possamos viver melhor, uma boa conversa, de peito aberto, assumindo as falhas e juntos tentaremos uma solução. Que Deus conforte os corações das famílias afetadas e nos dê a coragem para agir em prol de um mundo melhor.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Tânia Gorodniuk taniag@espadoto.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

__________________________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Uma tragédia sem precedentes no Brasil

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Tragédia em escola no Rio de Janeiro abala a alma. O dia ontem começou mais triste no Rio! Inacreditável. é de sangrar o coração, de doer na alma! Inexplicável, faltam palavras.. Mas isso me deixa pasmo, com um buraco no peito! Crianças meu Deus!O que leva um ser humano a fazer isso? Invadir uma escola e matar as pessoas! Lamento a tragédia ocorrida no Rio de Janeiro, em que um atirador matou 11 crianças em uma escola pública. Com o coração estraçalhado de tristeza.

Nunca tivemos um incidente como este. Isso abala profundamente nossa alma.O Rio de Janeiro está de luto. São pais e mães que vão esperar os filhos na volta da escola, mas eles não sairão com as outras crianças. Não tenho palavras para expressar minha dor.A farta munição encontrada com o atirador do Rio de Janeiro, mostra que o Governo Federal tem uma missão a cumprir. Faz se necessário inibir o tráfico de armas e drogas. Que Deus, neste momento de imensa dor, possa consolar essas famílias, para que tenham forças para prosseguirem. Que nossas, autoridades, encontrem melhores caminhos para a segurança do nosso povo. Hoje vai ser difícil ter um bom dia... Estou muito comovido com esta tragédia no Rio de Janeiro... Uma tragédia sem precedentes no Brasil

Quem puder doar sangue, procure o HemoRio (Rua Frei Caneca, 8) ou ligue no Disk Sangue: 0800 2820708. As crianças precisam. Vamos ajudar!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Antônio Dias Neme antonio.neme@superig.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

__________________________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O massacre no Rio de Janeiro

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

De repente todos os assuntos que abordamos neste espaço, independente da importância que eles têm, tornaram-se insignificantes ao nos depararmos com a noticia sobre o massacre que vitimaram crianças em uma escola no Rio de Janeiro, quando um provável psicótico adentrou o educandário disparando tiros para alvejar quem estivesse na sua frente. Lógico que este fato chocante deve ser entendido como um fato isolado, mas é uma triste ocasião em que podemos e devemos cobrar dos nossos improdutivos parlamentares, entre os quais safardanas de carteirinha, para criarem vergonha na cara e cumprirem com as suas obrigações e pelas quais são regiamente remunerados. Há de se fazer uma reforma séria no Ensino para acabar com o absurdo dos nossos alunos terminarem o primeiro grau como analfabetos funcionais, bem como proprocionar aos alunos receberem um acompanhamento médico de rotina. O Sistema de Saúde, principalmente, que é uma vergonha para o Brasil, tem que ser totalmente reformulado, para atender os cidadãos para o que determina a nossa Carta Magna seja plenamente cumprida, não só para atender com dignidade, competência e celeridade recomendáveis, como para ter condições de diagnosticar pessoas como esse assassino ainda durante seu período escolar. Lei que obriguem o governo a dispor das verbas necessárias tanto para a Educação quanto para a Saúde, sem essas baboseiras de inventarem mais impostos específicos para tanto. Embora esse infausto acontecimento não seja o caso, o Código Penal há muito já passou da hora de ser atualizado. Os criminosos precisam ser severamente castigados para servirem de exemplos. Chega de saídas em datas comemorativas, visitas intimas e outra benesses absurda, para assassinos sanguinários, estripadores e sequestradores desalmados. Com essa exigência da pena não ultra passar 30 anos e a sua redução excessiva por "bom comportamento", essas verdadeiras feras humanas voltam para o convênio da sociedade da mesma maneira que foram encarcerados, quando não pior. Por isso as nossas prisões têm que ser reestruturadas para realmente recuperarem esses indíviduos. Um maluco como esse de hioje, que inclusive estudou naquela escola, se tivesse tido um acompanhamento correto, provavelmente teria sido diagnosticado como tal e convenientemente medicado, talvez essa tragédia teria sido evitada. Esta semana os ruralistas deram uma lição de civilidade dirigindo-se à Brasília, na Praça dos Três Poderes para lutar por assuntos de seu interesse. Nós todos, também deveríamos nos organizar em grupos e nos dirigir ao Congresso Nacional e exigir o fim dessa pouca vergonha que seus componentes fazem ao país há muito tempo e exigir que os safados que ali pululam sejam defenestrados e atirados ao sistema prisional. Foi através de manifestações populares nas ruas que iniciamos a redemocratização do país

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Gilberto Pacini benetazzos@bol.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

__________________________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Rio de Janeiro

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Lamentavelmente o Rio de Janeiro é mais uma vez palco de uma tragédia. A cidade maravilhosa tem experimentado nos últimos tempos toda sorte de desgraças. Os céticos que me desculpem, mas, quanto mais o povo do Estado do Rio de Janeiro se afasta de Deus e embrenha-se no paganismo, mais eles aproximam sua história da história da cidade de Sodoma. A catástrofe provocada pelas chuvas na Região Serrana, O incêndio na Cidade do Samba e agora a chacina de crianças inocentes em uma escola no Realengo talvez façam com que eles reflitam e passem a adorar a Deus e não as suas imagens de escultura.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Jatiacy Francisco da Silva jatiacy@estadao.com.br

Guarulhos

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

__________________________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

As armas de fogo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A tragédia do Realengo impõe simplesmente o silêncio ou uma variedade de explicações: psicológicas, sociológicas, criminológicas e até mesmo filosóficas, sobre o significado do homem e do mundo. Mas, no terra a terra da vida cotidiana, só cabe o registro de nossa indignação em face da circulação ampla e livre de armas de fogo no Brasil, a exemplo dos EUA, o que não sucede, por exemplo, na maioria dos países da Europa. Recolher essas armas, por meio de uma força nacional de segurança, independentemente de abertura de inquéritos (não temos estrutura para tanto), é a única providência que um governo honesto e firme poderia adotar.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Amadeu R. Garrido de Paula amadeugarridoadv@uol.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

__________________________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Mais uma tragédia no RJ

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Mais uma tragédia no RJ,o povo carioca não merece viver desta maneira.Precisa urgente parar de votar em demagogos e corruptos,tanto no plano federal e principalmente no plano estadual,esses caras que só fazem firulas não organizam o estado de forma adequada para prevenir flagelos.O Brasil precisa de um RJ pujante e autosuficiente.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Nelson Pereira Bizerra nepebizerra@hotmail.com

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

__________________________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O Brasil está doente

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O Brasil está doente. A violência cresce a cada dia configurando-se como um sintoma que se agrava progressivamente; mata-se pelo motivo mais banal. A raiva embutida nesses crimes diários, agora inaugurando uma nova modalidade, demonstra que existe uma causa grave que precisa ser forçosamente identificada. O que até hoje se tem feito é pensar nos efeitos, punindo e tentando controlá-los, mas não indo às raízes profundas causadoras dessa doença social. Existe um trabalho de um psicanalista inglês, Donald Winnicott - Privação e Delinquência - que busca entender as causas profundas e longínquas desses atos monstruosos. Este livro deveria ser lido pelos nossos governantes e sobretudo, consultado pelos intelectuais de esquerda que tanto combateram o capitalismo mas que hoje louvam e comemoram o aumento de consumo do povo pobre brasileiro. Mas consomem o quê exatamente? A qualidade de vida dessas pessoas está melhor de fato? Quantitativamente é fácil dizer que sim, mas, e quanto à qualidade, como estão essas famílias hoje exibidas como a classe média emergente quando são na maioria analfabetos funcionais, com baixa qualificação e poucas perspectivas? Os ex-anti-imperialistas sequer questionam o que ocorre quando o impulso ao consumismo, sem estar acompanhado da melhoria do nível de educação de um povo, o torna refém de valores que nada têm de construtivos, pelo contrário, produz resultados desastrosos. Não se trata de imaginar que devam permanecer na pobreza, impedidos de consumir. Não! Trata-se de promover melhoria das condições de vida de fato, implicando com isso, oferta de Educação de qualidade, Saúde de qualidade e sobretudo, incentivar a obediência às leis e assegurar à sociedade que não haja impunidade para ninguém, muito menos para os governantes que cometem violência através da corrupção e que a Justiça seja igual para todos, sem dividir os cidadãos em classes de comuns e não comuns. Enquanto, em nosso país, os líderes políticos forem tolerantes com todo tipo de malfeitos, e a Justiça não for mais rápida no julgamente e punição dos crimes e enquanto não houver um projeto sério e profundo da melhoria do nível de Educação do povo, enquanto não houver um verdadeiro choque de valores, só se poderá esperar que estes atos tresloucados continuem e tomem proporção cada vez maior. Será que serão necessários mais mártires, e agora massacres de crianças, para que se reflita com seriedade sobre essa terrível chaga, que é a violênica em nosso país? Agora só falta dizerem que nos tornamos desenvolvidos porque este tipo de crime é comum em países como USA e outros do hemisfério norte, os brancos de olhos azuis. Poupem-nos, por favor!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Eliana França Leme, psicóloga efleme@terra.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

__________________________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Que país é este?

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Estou indignado com o que aconteceu no Rio de Janeiro. Não é por um louco, mas sim por vários que temos neste país. Até quando iremos tampar o sol com a peneira? Até quando o crime será algo aceito e colocado como um acontecimento inesperado? A todos os pais que no momento viram essa notícia de um louco matando crianças, mesmo não sendo suas, mas chorando com receio e dor, lembrem-se de quem está passando por este momento, abraçando seus filhos e falando que os ama. Vamos aproveitar este momento de dor e começar a mudar. Não vamos aceitar mas esse tipo de canibalismo, vamos combater a violência desarmando todos.Povo brasileiro, vamos lembrar que a maior autoridade no País são vocês, pois sem povo não existe governo. Vamos protestar, vamos limpar e transformar o Brasil no país do futuro, da segurança e do respeito. A economia está crescendo, e com ela o câncer em nossa sociedade. Cadê o respeito ao professor, o respeito de pai e mãe? Não vamos achar que um assalto é normal, que um assassinato é normal, que um roubo é tolerável.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Marcelo Roldão Nunes, pai de dois filhos mar_so@ig.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

__________________________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Trem-bala

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O governo pretende mesmo construir o trem bala. Uma gigantesca verba para um mostrengo que para quase nada servirá. Não seria melhor destinar essa verba para melhorar e ampliar a rede ferroviária normal, para escoar as nossas riquezas mais rapidamente e com baixo custo, do que construir esse veículo que, sabemos, dificilmente se pagará, e só servirá de bandeira eleitoral ?

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Carlos E. Barros Rodrigues cebr2403@gmail.com

São Paulo

 

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.