Cartas - 09/01/2011

ECONOMIA

, O Estado de S.Paulo

09 Janeiro 2011 | 00h00

Inflação em alta

Nós sempre convivemos com a inflação nos oito anos do governo Lula, a diferença é que agora resolveram divulgar o índice correto, que estava sendo maquiado a mando dele, uma artimanha entre muitas outras para nos iludir.

ANGELO TONELLI

angelotonelli@yahoo.com.br

São Paulo

_____________________________________________

Agronegócio, a salvação

Que beleza! O agronegócio teve superávit de US$ 62,3 bilhões (US$ 75,3 bilhões de exportação menos US$ 13 bilhões de importação), para um superávit comercial total de apenas US$ 202 bilhões. Sem a agropecuária o Brasil amargaria um déficit vergonhoso na sua balança comercial. Até quando os agricultores e pecuaristas resistirão aos maus-tratos impostos pelo ingrato governo petista, que insiste em mantê-los acuados, vítimas de políticas heterodoxas de conteúdo ideológico? Quando terão apoio logístico oficial eficiente para minimizarem custos e maximizarem lucros? Quando dormirão em paz?

SERGIO S. DE OLIVEIRA

ssoliveira@netsite.com.br

Monte Santo de Minas (MG)

_____________________________________________

República do PT

Em qualquer lugar do mundo, bancos e agentes financeiros não emprestam ou exigem garantias maiores de clientes duvidosos. Mas no Brasil do lulismo não é assim, como nos mostra o Estadão (7/1, B6). Nosso rico e generoso BNDES reduz exigências de garantias para módico empréstimo de R$ 3,9 bilhões à PDVSA, petroleira da Venezuela de Hugo Chávez. E com juros subsidiados! Enquanto o país do reacionário amigo do petismo, mesmo quebrado, com inflação nas alturas, PIB negativo em 2010, sem mercadoria nos supermercados para suprir a população, etc., vai com o jeitinho pernicioso das negociatas do lulismo receber bilhões para ser sócio da Petrobrás em refinaria que está sendo construída a passo de tartaruga em Pernambuco, e carnavalescamente anunciada em 2005, milhares de pequenas e médias empresas brasileiras, que empregam milhões de trabalhadores, são humilhadas com exigências absurdas até para pequenos empréstimos. O pior é que Dilma é conivente...

PAULO PANOSIAN

paulopanossian@hotmail.com

São Carlos

_____________________________________________

BOLSA-FAMÍLIA

Mas que bela ideia...

A notícia de que a CEF errou ao pagar em setembro e outubro a Bolsa-Família, acima de R$ 11 milhões, é para entrar nos anais de nossa política como nova forma de compra de votos. Mais de 80 mil famílias receberam uma boa grana a mais e, claro, ficaram encantadas com Lula e sua candidata. Há quem vá precisar de 27 meses para devolver o que recebeu a mais, diz a notícia. Fala sério! Foi muita bondade mesmo. E o povão achou que era presente do "painho"! Então, dá-lhe voto. Esse PT é realmente muito criativo.

ODAIR PICCIOLLI

pedraseartes@suednet.com.br

Extrema (MG)

_____________________________________________

Erro?

Essa alegação da CEF de que não há ligação alguma entre o "erro" no pagamento da Bolsa-Família e o período de campanha é um insulto à nossa inteligência. Por que não se apura crime eleitoral?

CLAUDIO MAZETTO

cmazetto@ig.com.br

Salto

_____________________________________________

República Velha

Ora, ora, por que razão a Caixa só errou no pagamento da Bolsa-Família nos meses de campanha eleitoral? Não há como disfarçar que, infelizmente, o governo Lula, literalmente, "comprou" os votos dos eleitores. Nunca antes na história deste país se repetiram tantos atos da República Velha como no governo Lula!

GILBERTO TORRES ALVES JR.

gtorresj@estadao.com.br

Goiânia

_____________________________________________

PRIVILÉGIO E MORDOMIA

Saravá!

Nosso ex-presidente está sendo criticado por passar férias no Guarujá em instalações militares, com tudo pago pelos contribuintes e direito a camarão no espeto, porquinho frito e até isopor cheio de "suco de frutas". Ele ainda não desencarnou do cargo. O problema pode ser resolvido com um passe num bom terreiro, pois parece ser "encosto".

LUIZ RESS ERDEI

gzero@zipmail.com.br

Osasco

_____________________________________________

Pretensa infalibilidade

Será que o papa morreu e passou sua infalibilidade para o ministro Nelson Jobim e para o chanceler fantasma Marco Aurélio Garcia? O primeiro definiu como "ridículas" nossas reclamações sobre as férias do ex e de sua família pagas pelos contribuintes. Já o segundo definiu como "irrelevantes" nossas reclamações sobre a emissão de passaportes diplomáticos para os filhos do ex. Ora, senhores, autoproclamados donos da verdade, nossas reclamações procedem, sim, e não se esqueçam de que o orgulho precede um grande tombo. A opinião de muitas pessoas tem muito mais valor do que suas opiniões individuais cheias de vieses e interesses.

CANDIDA L. ALVES DE ALMEIDA

almeida.candida@gmail.com

São Paulo

_____________________________________________

Decepção

Por que não aproveita a sua popularidade para dar bons exemplos, hein, Lula? Já lhe passou pela cabeça que nesses oito anos forjou uma geração de brasileiros que, como você, acharão normal corromper e ser corrompidos, mentir, enganar, obter privilégios e ignorar as leis? Isso também fará parte do seu legado, não duvide. Tenha a coragem de devolver esses passaportes diplomáticos, que, por lei, não poderiam ter sido concedidos. E peça desculpas aos brasileiros. E eu votei em você... Que decepção!

ELISA MARIA P. C. ANDRADE

elisa@spcesar.org

São Paulo

_____________________________________________

Benesses extemporâneas

E os cartões corporativos, será que ainda estão com ele?

CARLOS E. BARROS RODRIGUES

cebr2403@gmail.com

São Paulo

_____________________________________________

Quarto Mundo

Precisamos admitir que Lula conseguiu tirar o Brasil do Terceiro Mundo. Com atitudes como passaporte diplomático para os filhos e neto e férias no Guarujá à nossa custa, ele está colocando o Brasil no Quarto Mundo.

CORINTHO JUNIOR

corintho.junior@meuguia.com

São Paulo

_____________________________________________

"Passaportes para filhos e neto, praia militar... Se por cima dos panos é assim, imaginem por baixo"

ORIVALDO TENORIO DE VASCONCELOS / MONTE ALTO, SOBRE A MORALIDADE PÚBLICA

prof.tenorio@uol.com.br

"O "cara" vai fazer o diabo neste país e ninguém faz nada?! Poucos ainda não venderam a alma"

ALBERTO BASTOS CARDOSO DE CARVALHO / SÃO PAULO, IDEM

albcc@ig.com.br

"Interesse do País ou dos pais? Excepcionalidade? Constrangimento de Lula? Esperemos sentados"

LUIZ NUSBAUM / SÃO PAULO, IDEM

lnusbaum@uol.com.br

_____________________________________________

VOCÊ NO ESTADÃO.COM.BR

TOTAL DE COMENTÁRIOS NO PORTAL: 779

TEMA DO DIA

Inflação de 2010 fecha em alta de 5,91%

Subida de 10,39% dos alimentos foi o fator que mais pressionou. Nível é o mais alto em 6 anos

"Ninguém controla a economia. Balela dos governos dizerem que a dominam. O máximo que podem fazer é evitar abusos."

ANTÔNIO GONÇALVES CANEIRO

"No fim do governo FHC, a inflação chegou a 12%, o risco país era de 2.400 pontos e o desemprego batia recordes históricos."

HENRIQUE LUZ

"Esses números baixos só existem nesse governo que prima pela mentira e compra a consciência do povo com esmolas."

NORACI FERREIRA

_____________________________________________

Cartas enviadas ao fórum dos leitores, selecionadas para o estadão.com.br

Campeão da boca-livre

O nosso ex-presidente continua o ''rei da boca-livre'', como mostram os casos recentes de concessão aos filhos e ao neto de passaporte diplomático e as férias que dizem ter ele sido convidado, com mulher, filhos e netos, pelo ministro da Defesa, a passar num forte do Exército no Guarujá. Além de desfrutar todas as benesses nos oito anos de Presidência, como nunca antes neste país, continua usufruindo as mordomias, que consegue mais por influência dos ''amigos'' que por direito. Como se orgulha de ser um metalúrgico, deveria, já que não é mais presidente, gozar as delícias da Colônia de Férias dos Metalúrgicos, em vez de continuar nas costas do povo brasileiro. Acho que está na hora de o sr. Lulla da Silva ligar o seu (dele) ''mancômetro'' e começar a tomar quantidades razoáveis de ''Xarope de Simancol''. Em tempo: Faço parte do grupo dos 13% que sempre achou o governo dele ruim ou péssimo.

Carlos Tullio Schibuola schibuolact@ig.com.br

São Paulo

_____________________________________________

Passaporte diplomático

Estou boquiaberta, mas também esperançosa. Explico: os filhinhos do paipai tiveram seus passaportes diplomáticos renovados em nome do ''interesse nacional''. O paipai é a ''encarnação do povo'' e, rolando a rampa do Palácio do Planalto abaixo, voltou para os braços do povo no primeiro dia do ano; portanto, os filhinhos também são povo. Logo, nós, os simples mortais e pagadores de impostos, como povo, também poderemos requisitar nossos passaportes diplomáticos, não?

Aparecida Dileide Gaziolla rubishara@uol.com.br

São Bernardo do Campo

_____________________________________________

Despachante

O ''cara'' e a ''cara'' encontraram o que fazer: despachante emissor de passaportes.

Nunca antes neste país esteve tão complicado agendar a emissão de passaporte.

O ''cara'' e a ''cara'' têm a solução: contrate-os para emissão rápida de passaporte e, se quiser, poderá ser ''dipromático''.

Ô casa de mãe Joana! Depois vem o Marco Aurélio Top Top Garcia dizer que o assunto é irrevlevante. Irrelevante e desprezível é o serviço que ele presta ao País.

Fernando Pastore Junior fernandopastorejr@gmail.com

São Paulo

_____________________________________________

BENESSES DO CARGO EXERCIDO

O ex-presidente Lula continua o mesmo. Agora está tirando férias num próprio do Exército, evidentemente que autorizado pelo ministro da Defesa. Mas levou toda a família, o que não estava no programa, e tudo pago pelo Exército (ou seja, nosso dinheiro). Conseguiu passaporte diplomático para si e sua estimada Marisa (isso é permitido). Mas Amorim, um de seus capachos, arranjou uma fórmula (em razão do interesse do País) para dar o mesmo tipo de passaporte aos filhos de Lula, o que não dá para aceitar. Ainda deu o mesmo tipo de passaporte para o bispo da Universal Romualdo Panceiro, a pedido de Marcelo Crivella, e isso foi um abuso. A lei (que o próprio Lula criou) dá-lhe a prerrogativa de ter dois veículos e quatro seguranças à sua disposição, como ex-presidente. Que vergonha.

CARLOS E. BARROS RODRIGUES cebr2403@gmail.com

São Paulo

_____________________________________________

Irrelevância

Marco Aurélio Top-Top diz que a concessão de visto diplomático para os Lulinhas é de uma ''irrelevância absoluta''... Pode ser. Depois que Lula decretou que Sarney não é pessoa comum, decretar que os seus filhinhos sejam diplomatas é, de fato, irrelevante!

Gilberto Dib www.dib.com.br

São Paulo

_____________________________________________

Mudança de Lula

Vendo a notícia da mudança de Lula, faço uma reflexão: realmente, seu programa de erradicar a pobreza deu certo; para quem veio do Norte sem nada, uma mudança com 11 caminhões demonstra que o senhor enriqueceu e agora faz parte da "zelite''.

Só seu estoque de Romanée Conti dá para comprar uma mansão.

Claudio Mazetto cmazetto@ig.com.br

Salto

_____________________________________________

PARA VARIAR...

Sobre o caso do passaporte diplomático para filhos e o neto (de 14 anos) do ex-presidente Lula: ele não viu nem sabia de nada.

Marcelo de Moura mdemoura@globo.com

São Paulo

_____________________________________________

Filho dele é mais brasileiro que eu?

O ex-presidente Lula parece estar anestesiado pelo poder e pela imensa popularidade que goza junto ao povo brasileiro. Neste estado de torpor, acredita estar acima da lei ou ser mais brasileiro que o "resto do povo", quando deveria ser o contrário. Do alto dessa popularidade, visto por todos os brasileiros e pelo mundo, deveria ser o primeiro a dar exemplo de respeito e ética, de ser ''mais igual que qualquer outro brasileiro''. Ele, que tanto preza o povo, deveria ser o primeiro a mostrar que seus familiares são tão brasileiros quanto aquele humilde morador do sertão, que seus filhos terão o mesmo tratamento dos filhos de qualquer outro brasileiro, sem precisar justificar tratamento diferenciado por conta de "interesse da Nação". O meu pai foi um humilde imigrante e nem por isto me considero menos importante ou menos brasileiro que os filhos do ex-presidente. Se estou fora de meu país, "defendo os interesses do País" talvez mais que eles, porque o faço sem custos para o País. Portanto, mereço também um passaporte diplomático.

O ministro Marco Aurélio Garcia não entendeu que não se trata de "episódios irrelevantes". O episódio em si é realmente irrelevante, mas partindo de quem partiu é TOTALMENTE RELEVANTE. O ex-presidente Lula tem responsabilidade perante a Nação tanto maior quanto maior for sua popularidade, porque seus atos serão vistos como exemplo por grande parte da população, que ele tanto preza. Com esses pequenos atos ele só está incentivando a perpetuação do "jeitinho" e da "lei de Gerson" - que me perdoe o Gerson.

Que ele, como um ex-presidente digno de todos os brasileiros, aja com o devido respeito a todos os brasileiros, incentive seus familiares a se comportarem como brasileiros que somos e seja o verdadeiro exemplo para esse mundão de gente que o admira. Por enquanto, ele é só o mais popular.

Yukio Morita ymorita@uol.com.br

Vinhedo

_____________________________________________

PRIVILÉGIOS NÃO MERECIDOS

Se prestarmos atenção na cara, no físico e nos modos do ex-ministro das Relações Exteriores Celso Amorim, veremos que ele é semelhante àqueles profetas bíblicos que enganaram e ainda enganam muita gente. Autorizou no último dia do governo Lula que os filhos do ex-presidente obtivessem passaportes diplomáticos, como se autoridades fossem, para resolver problemas de nosso país no exterior. Mais um absurdo cometido contra as leis brasileiras. Os filhos do ex-presidente, que antes andavam na pendura, hoje estão milionários e com passaportes que lhes dão privilégios não merecidos. É ou não é o fim da picada? Nunca antes neste país se aproveitou tanto da coisa pública.

Alberto Nunes albertonunes77@hotmail.com

Itapevi

_____________________________________________

Os tentáculos da corrupção

É impressionante o caminho percorrido pela corrupção: primeiro, na surdina, às escondidas, no apagar das luzes do ano que findou, parlamentares ''aprovam'', sem questionamentos, o aumento exorbitante dos próprios salários; agora, somos surpreendidos com a ''distribuição'' aleatória e indiscriminada de passaportes diplomáticos, privilégio que deveria contemplar poucos e especiais membros do governo. Já para aprovar o sálário mínimo, tanta polêmica, tanta dificuldade. Afinal, povo é povo... que se arranje.

A presidente Dilma tem de recorrer ao seu santo forte para enfrentar tantos problemas e obstáculos, já no início de sua gestão. Conseguirá? Cercou-se de auxiliares capazes e incorruptíveis ou continua a sujeitar-se a manobristas políticos e interesseiros? Isso veremos a seguir...

Ruth de Souza Lima e Hellmeister rutellme@terra.com.br

São Paulo

_____________________________________________

Diplomatas?

Alguns dias antes de deixar a Presidência, Lula conseguiu passaporte diplomático para seus filhos, que não têm o diploma competente para receber essa vantagem. Passaporte diplomático é uma porta aberta para entrar em qualquer país sem as exigências obrigatórias. Em rápidas considerações, diplomacia é ''a ciência e a arte referentes às relações entre os Estados''. Portanto, para receber o aludido passaporte, só terá direito quem for diplomata, quem tiver habilidade ou astúcia em negócios delicados entre nações. Os filhos do ex-presidente têm todas essas credencias, para tanto prestaram o necessário concurso? Será que os passaportes diplomáticos são para os filhos aproveitarem o chamado Aerolula e percorrerem o mundo a passeio?

Antonio Brandileone abrandileone@uol.com.br

São Paulo

_____________________________________________

UMA ZORRA

Aumento para os parlamentares no patamar de 63% ''pode''.

Aumento para o Bolsa-Família ''pode''.

Aumento decente para o salário mínimo ''não pode''.

Ministro sem conhecimento específico para sua pasta ''pode''.

Passaporte diplomático para filho de presidente, sem os requisitos legais, ''pode''.

Marco Aurélio Garcia Top Top está certo, isso tudo é ''irrelevante'', ou é uma ''zorra total''.

Marly Lamarca, Liga das Mulheres Eleitoras do Brasil marlylamarca@gmail.com

São Paulo

_____________________________________________

Descaramento

Pelo visto, o Lulla já estar preparando toda a sua família para deixar o País. Precisam até de passaporte diplomático, para não serem incomodados, como não foi incomodado pelas autoridades que fizeram vista grossa diante de tantas roubalheiras e falcatruas. Mas isso não pode ficar impune, nós, brasileiros, tomamos tanto tapa na cara que já estar na hora de se fazer justiça. O Lulla e sua família não podem sair sem ser punidos. Seu filho, de simples funcionário de zoo, hoje é milionário, e seus irmãos pediram "dois milhão".

Paulo Francisco Siqueira dos Santos paulosiqueirasantos@hotmail.com

Santa Rita do Passa Quatro

_____________________________________________

LEI DE LULLA

Gosta de levar vantagem em tudo, certo? A famosa "lei de Gerson", frase do nosso grande jogador da seleção, que nunca gostou dela, pois o apresentava como um elemento sem escrúpulos que levava vantagem em tudo. Realmente ninguém gostaria de ter essa "qualidade". Mas agora, depois de 40 anos, ele pode se libertar desse estigma, pois com essas notícias atuais do passaporte dos filhos, passar férias à custa do contribuinte, e poderão surgir muitas outras vantagens, a lei pode muito bem passar a ser chamada de "lei de Lulla", porque se encaixa perfeitamente e parece que o "cara" gosta mesmo de levar vantagem.

JOSÉ MENDES josemendesca@ig.com.br

Votorantim

_____________________________________________

Privilégios...

Só haverá justiça social no Brasil quando todos portarmos um passaporte diplomático e assegurarmos tratamento diferenciado na alfândega.

GILBERTO MARTINS COSTA FILHO marcophil@uol.com.br

Santos

_____________________________________________

Realidade

As últimas atitudes do Lula demonstram que ele nunca deixou, mesmo após oito anos na Presidência, de ser um torneiro mecânico.

Laert Pinto Barbosa laert_barbosa@ig.com.br

São Paulo

_____________________________________________

DE MUDANÇAS

Foi noticiado que a mudança de Lula, Marisa e equipe de Brasília (Palácio do Planalto) para apartamento de cobertura em São Bernardo do Campo vai utilizar (ou utilizou) 11 caminhões para transportar TODOS OS PERTENCES do ex-primeiro-casal, inclusive um caminhão térmico para levar a ADEGA de Lula.

Eu gostaria muito de saber: como foi feita a mudança de Lula e Marisa oito anos atrás, do apartamento emprestado do compadre em São Bernardo do Campo para o Palácio do Planalto, em Brasília?

Cyro Matheus Filho cyro@grupoplanos.com.br

São Paulo

_____________________________________________

HORA DE SAIR DE CENA

O ex-presidente Lula deveria rever os seus atos e sair pela porta da frente da Presidência da República, ao contrário do que vem fazendo. Lula está manchando a sua biografia ao agir como uma espécie de "reizinho", sem o menor espírito republicano ou respeito pela coisa pública e pelo povo brasileiro. Mistura o público com o privado ao passar suas férias numa área restrita do Exército, no Guarujá. Deveria pedir desculpas aos brasileiros e censurar publicamente seus filhos pela obtenção dos passaportes diplomáticos junto ao Itamaraty. Um deles, "Lulinha", deve ser mesmo um verdadeiro "gênio dos negócios", pois se tornou milionário durante os oito anos na Presidência do papai. Lula pode dizer sobre o seu governo: "Nunca antes na história deste país os juros foram tão altos e os banqueiros e empresários ganharam tanto dinheiro." Está na hora de Lula sair de cena, cuidar do seu instituto (pago com o nosso dinheiro) e deixar o Brasil e o povo brasileiro em paz, longe das suas bravatas.

Renato Khair renatokhair@uol.com.br

São Paulo

_____________________________________________

PEQUENOS DETALHES

Quando um cidadão comum (leia-se eu) trabalha numa empresa por mais de 30 anos, ao ser desligado de suas atividades, para entrar nas dependências da firma para devolver os pertences que utilizava, normalmente esse processo é feito acompanhado por um segurança da companhia. Agora, quando se trata de um cidadão que ''trabalhou'' oito anos (leia-se o ex presidente Lula), encerradas suas atividades, tem direito a todas as mordomias juntamente com esposa, filhos, netos e convidados, inclusive passar as festas de fim de ano em mansão com direito a todo um aparato de segurança. A única explicação para isso seria que ele consumia do bolso dos contribuintes milhões em propaganda só para nos dizer que esse é um país de todos.

Virgílio Melhado Passoni mmpassoni@gmail.com

Praia Grande

_____________________________________________

MINISTÉRIO DA DEFESA

Falta equipamento na maioria das unidades do Exército,

exceção feita à do Guarujá, onde talvez só falte vergonha.

A. Fernandes standyball@hotmail

São Paulo

_____________________________________________

PRETEXTO

Pior que os passaportes diplomáticos dos filhos de Lula - que garantem tratamento privilegiado em viagens para fora do País - foi a declaração do assessor internacional da Presidência, Marco Aurélio Garcia. Em entrevista, ele disse que a decisão está de acordo com os procedimentos legais e que o tema é de uma "irrelevância absoluta". E, para não perder o costume como um membro do governo Lula, atribuiu a fiscalização da imprensa a algo restrito aos poucos brasileiros que desaprovaram o antecessor de Dilma Rousseff. Pelo jeito, a grande aprovação do nosso ex-presidente vai continuar sendo pretexto para práticas semelhantes. E por um bom tempo.

Thiago C. Andrade thiagocandrade@gmail.com

Recife

_____________________________________________

Ledo engano...

Resposta dada a um amigo após receber um e-mail sobre o fornecimento gratuíto de passaporte diplomático a filhos e neto de Lula. "Querido amigo, nas décadas de 60 e 70 nós preferimos o estudo, o trabalho sério, com plano de carreira, e achávamos o máximo. Ledo engano, o Lula estava certo. Não estudou, não trabalhou e hoje é o homem mais rico e influente no Brasil. Temos que reconhecer o erro. Temos que tomar cuidado na forma de educarmos os nossos filhos. Persistir no erro não é ser inteligente. Temos que mudar o discurso. Um abraço, Calderon."

Carlos Roberto da Silva Calderon crscalderon@hotmail.com

São Paulo

_____________________________________________

Salamaleques antes e depois

É compreensível a revolta de muitos com o tratamento diferenciado que o ex-presidente Lula vem recebendo de algumas autoridades mesmo depois de deixar o cargo. Mas acho que o primeiro tratamento desse nível foi dado por FHC, antes de Lula assumir o cargo, quando organizou aquela passagem de poder digna de emirados árabes. E também com o nosso dinheiro.

Hermínio Silva Júnior hsilvajr@terra.com.br

São Paulo

_____________________________________________

Ridículos

Sr. ministro Nelson Jobim, não há problema algum em pensar que nossas críticas à hospedagem de Lula no Forte dos Andradas são ridículas. Nós também achamos que o senhor é ridículo! Empatamos.

Maria Cristina Rocha Azevedo crisrochazevedo@hotmail.com

Florianópolis

_____________________________________________

O ex-presidente sob a ótica da Semiótica

Semiótica = teoria geral dos signos

Signo: algo que sob certo aspecto representa alguma coisa para alguém.

Algo, alguma coisa, alguém, palavras todas, todas, indefinidas.

Divagamos nas ondas da incerteza até que Charles Sanders Peirce nos encaminha aos esclarecimentos.

O signo representa um objeto. Por exemplo o objeto ''casa''. A palavra, a pintura, a foto, o esboço, a maquete ou mesmo seu olhar para uma casa são todos signos do objeto ''casa''. Representa-o para um intérprete, produz na mente deste, alguma outra coisa, denominada por Peirce de interpretante.

Primeiro fato a alertar-nos: uma pessoa não é um presidente, ela ''está'' presidente. Já o disse isso um ministro da Educação do Brasil, há muito tempo, sobre seu cargo.

''Ser'' é algo definitivo, ''estar'' é provisório, tem um tempo demarcado.

Na medida em que ele representa uma nação, o povo brasileiro ( o objeto), passa a ser signo desta nação, para aqueles a quem se dirige.

Quando colocou a faixa verde amarela que é o signo simbólico de presidente do Brasil, ele passou a sê-lo e suas palavras detiveram o poder.Ele não poderia esquecer que como tal, é meramente um signo, transitório, efêmero.

Ao descer a rampa do planalto, passou de novo a ser o nordestino, ex metalúrgico e seu poder de líder deste pais, cessou.

Enquanto presidente, seu discurso fragmentado e fragmentante não deixou de apoiar-se e reforçar uma ideologia '' cujo trabalho de base consiste exatamente em negar ao sujeito a possibilidade de sua consciência dada transformar-se em uma nova consciência produzida, isto é, uma ideologia que impede a reflexão da consciência sobre si própria.'' ''Semiótica, Informação e Comunicação'', livro de J. Teixeira Coelho Netto.

Conhecedor, talvez inato, de Teoria da Informação e da Comunicação, suas mensagens dirigidas a seus receptores, o público que o aplaudia e o acompanhava, tinham a finalidade primeira de promover neles uma alteração de comportamento, sabedor que era de que uma mensagem tem pois tanto mais valor, quanto maior for o número de modificações que pode provocar.

Seu repertório, igual ao de sua audiência, repleto de redundâncias, aliterações, ausente dos ''s'' ,terminação das palavras, (indice de plural). tinha em suas mensagens total previsibilidade.

Linguagem popular, popularesca, ecoava no ouvido dos desprovidos, como o eco de suas próprias falas e pensamentos.

Mensagens claras, sem dúvida, reiterativas, repetitivas, monocórdicas como o bimbalhar do carrilhão da Igreja de São Bento, no coração de São Paulo.

Seus atos, ações, decisões, estarão talvez ainda na memória dos brasileiros, que neste momento, ou futuramente, o julgarão. E o triste poder da palavra, da ação , de um presidente, já cessou, permanecendo apenas na efêmara lembrança de seu povo.

Cessou a fala, cessou o poder, cessou o signo...

Voltará como fênix renascida? Não o sabemos. Deixemos que o tempo se encarregue da construção de uma nova semiótica...

Cacilda Amaral Melo cacilda09@uol.com.br

São Paulo

_____________________________________________

"Barrinha que o diabo amassou"

Ninguém mais poderá dizer que o governo Lula não se empenhou em buscar uma solução efetiva para por fim ao sofrimento dos passageiros em meio ao caos cotidiano que reina nos saturados e obsoletos aeroportos brasileiros.

A solução foi parcialmente encontrada, pelo menos para os parentes do ex-presidente petista que foram agraciados pelo Itamaraty com passaportes especiais, com isenção, inclusive, do pagamento das taxas devidas, que lhes conferem tratamento privilegiado nos aeroportos do Brasil e do exterior.

Aos demais passageiros, que não têm o nome Luiz Inácio Lula da Silva em suas respectivas árvores genealógicas, só resta continuar padecendo por infindáveis horas em filas e saguões e a "comer a barrinha de cereal que o diabo amassou".

Túllio Marco Soares Carvalho tulliocarvalho.advocacia@gmail.com

Belo Horizonte

_____________________________________________

NA CONTA DO JOBIM

Jobim diz que críticas à viagem de Lula são "absolutamente ridículas". Ministro Jobim, ridículo é nós, brasileiros, pagarmos a conta de "ex". Por que você não o convidou para ficar em sua casa de campo, com as despesas por sua conta? É fácil agradar com o dinheiro público, ou seja, nosso!

L. A. B. Moraes labmoraes@uol.com.br

Santos

_____________________________________________

Lulocracia

Após 25 anos de democracia, o Brasil começa 2011 inaugurando o inédito regime lulocrático. As primeiras providências arranjadas pelo novo sistema incluíram presentear irregularmente filhos e neto do chefe com passaportes diplomáticos e fornecer uma base do Exército para que sua majestade pudesse descansar junto aos familiares. Ambas as medidas configuram escancarado abuso de poder e devem-se apenas à ânsia do ex-chanceler e do ministro da Defesa de prestar os primeiros rapapés àquele que ora deveria ser tratado como cidadão comum. Mas nada disso importa: no que depender dos servidores da lulocracia, nos próximos quatro anos, muitas outras deferências virão. Aquele que um dia se autointitulou a ''encarnação do povo'' agradece - e escarnece de todos nós, pobres mortais pagadores de impostos.

Henrique Brigatte hbrigatte@yahoo.com.br

Pindamonhangaba

_____________________________________________

ILEGAL, IMORAL E INJUSTO

Para o assessor Marco Aurélio, é ''irrelevante'' que os filhos do ex-presidente tenham seus passaportes diplomáticos renovados por mais quatro anos, às vésperas da saída de Lula da Presidência.

Para ele pode ser irrelevante, mas para muitos brasileiros, como eu, é ILEGAL, IMORAL, ANTIÉTICO, NÃO É JUSTO NEM PERFEITO. O Brasil é uma República, e não uma Monarquia.

Com a palavra o MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL.

José Antonio da Silva joseantonio.zeca@gmail.com

São José dos Campos

_____________________________________________

Avacalhação

Ex-presidente faz de instalação militar colônia de férias, o Itamaraty distribui passaporte diplomáticos a três por quatro, o Ministério da Defesa convida José Genoino para o assessor, o PMDB chantageia a presidente em troca de cargos. Estão avacalhando o País e ninguém faz nada.

Humberto de Luna Freire Filho hlffilho@gmail.com

São Paulo

_____________________________________________

FACTOIDE?

"It''s good to be king!" (Mel Brooks em "História do Mundo", pt. 1). Pois é: férias de boca-livre para toda a familia em resort exclusivo patrocinadas pelo Exército a convite, com direito segurança naval; renovação de passaportes diplomáticos para toda a família; uso do avião presidencial; ver seu nome rebatizando supercampo de petróleo... Tudo indica que o ''ex''-presidente continua com força total. Ou será tudo factoide criado para manter o nome e a foto nos jornais?

ALBERTO FUTURO carlos_futuro@viscondeitaborai.com.br

São Paulo

_____________________________________________

A saída do (des)governante

Entre outros, estão Batisti, aposentos para férias, passaporte diplomático, aumento de 61% para os (caras) da ''''casa''''.

Típica saidinha by Gerson, saca?!

Flávio Cesar Pigari flavio.pigari@gmail.com

Jales

_____________________________________________

Quero o meu. Já!

Caro ministro Antonio de Aguiar Patriota, venho, por meio desta, solicitar-lhe a concessão de passaporte diplomático com base no que esse digno Ministério fez em relação aos cidadãos Luís Cláudio Lula da Silva, de 25 anos, e Marcos Cláudio Lula da Silva, de 39, filhos do ex-presidente Lula, e igualmente ao neto desse senhor, que, imagino, por ter menos de 21 anos, não teve seu nome divulgado pelas mídias.

Fundamento o meu pedido na Constituição brasileira, que me concede direitos iguais aos desses senhores.

Igualmente, tal permissão se embasa no fato de que eu, como cidadã, cumpridora de meus deveres, viajarei para o exterior sempre ''em função de interesse do País'', já que é isso que se espera de toda a pessoa bem-intencionada, patriota e que ame o seu país, como eu.

Meu pai, sapateiro, nunca foi presidente da República, no entanto, é trabalhador brasileiro dos mais dedicados, tendo dedicado ao Brasil mais de 70 dos seus 82 anos de idade, tendo se retirado da vida profissional contrariado após ter sofrido sete AVCs. Do contrário, mesmo com câncer de próstata, hipertensão arterial, cardiopatia, mal de Alzheimer e mal de Parkinson, seo Waldemar Bairros ainda estaria batendo prego e comendo poeira da sola dos sapatos que consertava.

Imagino, assim, que tenho as mesmas condições, bem como meus filhos, que permitem que o senhor me conceda tal tipo de permissão para viagens ao exterior.

Se tal não ocorrer, vou ser forçada a acreditar que esse Ministério pode até estar agindo ao arrepio da lei, privilegiando alguns brasileiros em detrimento de outros.

Maristela Bairros Schmidt maristelabairros@gmail.com

Porto Alegre

_____________________________________________

Nem vou comentar

A respeito da estada, custeada pelo cofre da viúva, do ex-presidente Lulla e família na praia do Forte dos Andradas, mais a nota de que seus filhos, maiores de idade, receberam passaporte diplomático por motivo de relevante "interesse nacional", achei simplesmente aberrante a fala do ministro Marco Aurélio "top top" Garcia, dia 6/1, que, a respeito do tema, pontificou, na maior cara de pau: "Acho o tema de uma irrelevância absoluta. Imagino que possa agradar àqueles 3% ou 4% que consideram o governo Lula ruim e péssimo." Ora... pela bússula moral dos petistas, os desvios de conduta poderão ser mais ou menos ''relevantes'' na medida em que forem maiores ou menores os índices de popularidade apontados pelos institutos de pesquisa. Assim, se quem praticou a falta é muito popular, estaria automaticamente ''liberado'' de questionamentos, porque, afinal - em tese -, os 87% de aprovação ''pessoal'' lhe dão qualquer direito. O absurdo é tão grande que nem vou comentar.

Silvio Natal silvionatal49@yahoo.com.br

São Paulo

_____________________________________________

Ética de fachada

O presidente nacional da Ordem dos Advogados do Brasil recomendou, na sexta-feira, que os dois filhos do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva devolvam seus passaportes diplomáticos, pois "o passaporte diplomático é concessão que deve ser dada a autoridades que devem representar o País internacionalmente e, por isso mesmo, precisam de um "ir e vir" mais tranquilo", explicou em nota. O "ir e vir mais tranquilo" para os filhos de Lula nada mais é do que as facilidades que a "zelite" e as "otoridades" sempre conseguiram neste país, ou seja, o jeitinho brasileiro de facilitar, subornar, enganar, subverter, "maracutaiar". E o sr. Lula, que vive apregoando que é o mais ético dos seres vivos, simplesmente se acostumou com as mordomias do poder e não vai largar a rapadura tão cedo. É só isso. O ex-presidente deu um jeitinho para prolongar a mordomia dos seus filhotes e no conceito da ética lulista está tudo certinho, direitinho, bonitinho, enquanto ninguém perceber, é claro...

Victor Germano Pereira victorgermano@uol.com.br

São Paulo

_____________________________________________

NÃO CRIE CORVOS

Existe um ditado, e tem até filme ("Cria Cuervos"), espanhol que diz o seguinte: não crie corvos, pois eles lhe arrancarão os olhos. E nós, brasileiros eleitores, criamos corvos! E agora?

Isael Coleone isael.coleone@itelefonica.com.br

Indaiatuba

_____________________________________________

PRIVILÉGIOS PARA QUÊ?

Como se não bastassem as inúmeras intervenções estapafúrdias na área do Ministério do Exterior comandado pelo sr. embaixador Amorin, ele finaliza sua passagem nos brindando com uma atitude menor, ao oferecer passaportes especiais à família Lula até sua terceira geração (netos).

Lamentável tanto a sua atitude como a do ex-presidente em aceitá-la, já que este último sempre se disse um ''igual'' ou "reencarnação do povo", sendo que nós, mortais, jamais obtereremos tal distinção.

Inocentemente, perguntaria: para quê?

Não são os ilustres herdeiros cidadãos iguais aos demais brasileiros, que pagam para obtê-los e poder usá-los em viagens, podendo transitar em qualquer parte do universo?

Essas circuntâncias mostra o pouco respeito com quem detém o poder e até depois de apeado de seus cargos, mostrando exatamente como nos tratam esses grandes políticos de ''Sudamerica''.

Em tempo: seriam eles da tal ''zelite"?

João Batista Pazinato Neto pazinato51@hotmail.com

Barueri

_____________________________________________

Rapa geral

Como sou ingênuo! Eu pensei que os presentes recebidos pelo presidente da República durante o mandato eram dados ao representante da Nação e, assim sendo, passariam

a fazer parte do acervo o palácio presidencial, isto é, pertenceriam ao País. Que elle leve as bebidas, até aí, tudo bem, todos sabemos que elle é dado a uns ''goles'' a mais. Se bem que, se foram bebidas compradas com o nosso dinheiro,

deveriam lá permanecer. Agora, retirar objetos recebidos como presente enquanto era presidente já é demais. Todos os presentes não foram dados a um cidadão comum, a um brasileiro como todos nós. Se assim fosse, deveriam ter sido entregues em São Bernardo do Campo. Bem, isso penso eu.

Alvaro Salvi alvarosalvi@hotmail.com

Santo André

_____________________________________________

TRONO DO MENSALÃO

A verdade é uma só, essa família Lula da Silva é um bando de gente sem educação,

sem caráter, sem vergonha, que a grande maioria dos brasileiros idolatra como se fosse a família real inglesa ou espanhola. Os privilégios da nossa realeza são fruto da corrupção endêmica criada por sua majestade, o rei Lula.

José Francisco Peres França josefranciscof@uol.com.br

Espírito Santo do Pinhal

_____________________________________________

FALANDO MAL DE SI MESMO

O ex-presidente (minúsculo mesmo) sente-se no direito de gozar de altos privilégios à custa do povão: vários salários (de ex-presidente, preso político - tadinho -, carros, seviçais, seguranças, etc.), nome em poço de petróleo, filme ''O FILHO... DO BRASIL'', férias em local onde tinha direito como presidente, mas não mais como ex, passaportes diplomáticos para os filhos milionários, etc. Comportamentos de ''zelite'', de quem tanto fala mal, mas os da elite autênticos estudaram e trabalham para ganhar o que gastam do próprio bolso, e ele é chupim de todos, incluindo os que ganham salário mínimo e Bolsa-Família. E diz ser o mais ético do Brasil. Continuará com gastos secretos em cartões de crédito?

Mário A. Dente dente28@gmail.com

São Paulo

_____________________________________________

A luta contra as desigualdades

Cientistas renomados como Rodolfo Teófilo e homens santos como padre Cícero denunciaram a miséria no Ceará. O que vemos é um Ceará na linha da pobreza com mais da metade da sua população ganhando pouco mais de R$ 100 por mês e passando necessidades.

A maioria dos municípios está entre os mais pobres do Nordeste.

Como na época do padre Cícero, ainda existe uma elite privilegiada que é insensível ao sofrimento do povo e come seus fartos banquetes em casas luxuosas de praia e de serra.

Não é motivo de revolta, no meu ponto de vista, mas de indignação.

Estamos no século 21 e muitos preconceitos estão sendo quebrados. Cabe a nós quebrar as desigualdades culturais, educacionais, socioeconômicas e outras mais no Brasil.

Os caminhos passam por educação de qualidade dada por quem ama o povo. A saúde é universal e todos somos responsáveis pelo irmão doente. A educação para o trabalho certamente minimizará as desigualdades e a pobreza.

A pobreza extrema é uma mancha que pode e deve ser apagada da história do povo brasileiro.

Paulo Roberto Girão Lessa paulinhogirao@uol.com.br

Fortaleza

_____________________________________________

PAC da pobreza

Incrível a capacidade do PT de criar slogans....

Agora é o PAC da pobreza (?). Só se for pobreza de espírito!

A dona Marta inventou o CEU, depois na véspera da eleição o CEU da saúde (?)

O Lula e a dona Dilma, esse tal de PAC, Minha Casa, Minha vida, etc.

Será que esse novo PAC quer dizer Programa de Aceleração do Crescimento da Pobreza?

E a imprensa dá força, incrível!

Mario Carlos Praxedes mario.praxedes@uol.com.br

Santana de Parnaíba

_____________________________________________

Novo PAC

Estamos diante do ''Fome Zero III''? Mais enganação!!!

Pedro Liguori pliguori@ibest.com.br

São Paulo

_____________________________________________

COMO ACABAR COM A POBREZA EXTREMA

A presidente Dilma promete acabar com a pobreza extrema e aqui vai uma dica para ela conseguir essa proeza. Criar um ministério de controle e combate à corrupção e ao desvio de verbas públicas, com aplicação de leis severas e punições rápidas aos infratores, os quais não terão direito ao habeas corpus tão conhecido e utilizado pelos bandidos endinheirados ou com influência politica. Como a presidente é economista e militante em prol da democracia, sabe, com certeza, que essa medida injetará no seu projeto 30% da arrecadação tributária, correspondendo a uma cifra aproximada de R$ 300 bilhões, dinheiro suficiente para tirar as pessoas da miséria extrema, melhorar e ampliar as condições dos hospitais públicos, sobrando dinheiro para educação, segurança, meio ambiente, infraestrutura e melhorar o salários dos médicos, professores e policiais.

E outra dica que dou é que convide o empresário Gerdau para ministro dessa pasta.

José Carlos Costa policaio@gmail.com

São Paulo

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.