Cartas - 10/05/2011

DÍVIDAS PERDOADAS

, O Estado de S.Paulo

10 Maio 2011 | 00h00

E quem paga a "festa"?

Já que os rombos do PT e do PSDB vão ser cobertos com dinheiro público, vem a questão: as dívidas dos eleitores/contribuintes, que estão pagando essa "festa", serão perdoadas também? Como uma barbaridade dessas pode ser legal?

MÁRIO ISSA

drmarioissa@yahoo.com.br

São Paulo

_________

INFLAÇÃO

Voto distrital

O que tem que ver inflação e sistema eleitoral? Tudo. Quando até os preços administrados pelo governo acendem a inflação, a quem podemos reclamar corte de gastos públicos para valer? Não temos parlamentares comprometidos com os seus eleitores. Somente se a existência imediata deles dependesse dos eleitores haveria uma gestão coerente. Ninguém se sente responsável pela aprovação de um Orçamento que faça o governo gastar só no que é prioritário - educação, saúde, segurança e infraestrutura. Tolera-se que a presidente cometa ingerência numa empresa privada, enquanto não consegue nem administrar minimamente o PAC. Precisamos de voto distrital, campanhas com contato direto com os eleitores e maior controle do parlamentar. Então poderíamos influenciar as ações de combate à inflação.

GABRIEL DOS ANJOS VILARDI

gabrielvilardi@hotmail.com

São Paulo

_________

Era só o que faltava

Parece que agora não falta mais nada: os preços administrados pelo governo fazem a inflação romper o teto da meta (7/5, A1). Ah, falta, sim! Falta liberar o controle das licitações da Copa para que empreiteiras possam roubar mais e pagar melhores comissões. E não podemos exigir nada dos nossos deputados: eles compram o cargo e não se importam com o cidadão, precisam é fazer valer o mandato. E nós precisamos de mais poder para o eleitor, para termos o País que queremos. Se não atuar satisfatoriamente, o deputado devia ser retirado do cargo antes do fim do mandato. Isso só é possível com o voto distrital. Só assim teríamos alguém para nos defender.

FILIPE RIBEIRO DE CARVALHO

filipe_rcarvalho@hotmail.com

São Paulo

_________

Binóculo invertido

Qualquer manual de economia conceitua a inflação como sendo a alta dos preços, causada, na maioria das vezes, pela produção menor do que a demanda. Entretanto, o sr. Guido Mantega, após o governo haver estimulado o consumo de todas as maneiras possíveis, invertendo o binóculo, em vez de promover o aumento da produção, joga no colo da população a responsabilidade de anestesiar o "dragão", pregando a diminuição das compras.

CAIO AUGUSTO BASTOS LUCCHESI

cblucchesi@yahoo.com.br

São Paulo

_________

Peça decorativa

O ministro (?) diz que não quer matar a galinha dos ovos de ouro e que é para os empresários esquecerem os reajustes. Já o presidente (?) do Banco Central recomenda aos cidadãos que adiem seu ímpeto de compra e acredita que, em algum dia de algum ano, a inflação convergirá para a meta de 4,5% ao ano. Agora, ficamos sabendo que os combustíveis são os culpados de tudo! Precisamos mesmo é de umas medidas superextramacroprudenciais, tais como a remoção imediata dessa peça decorativa do Ministério da Fazenda! Talvez funcione...

NELSON PENTEADO DE CASTRO

pentecas@uol.com.br

São Paulo

_________

Leões e gatinhos

Infelizmente, não temos um ministro da Fazenda caçador de leões. Temos é um medíocre apresador de gatinhos e de outros animais menores. Porque a inflação nossa, com o rompimento da meta de 6,5%, merece um combate adequado e eficiente. Não adianta torcer nem dizer que devemos esperar o ano todo para depois criticar. O fim do ano está longe e a inflação não se pode empurrar com a barriga. E o povo sente-a no bolso. Diz o caboclo que é impossível chupar cana e assoviar ao mesmo tempo. Nunca se viu combater a inflação com aceleração da economia e juros baixos andando juntos e deixando à vontade a demanda de um mercado estimulado pelo complexo de riqueza, incentivado pelo anterior presidente. O cara é muito ruim para a presidente Dilma Rousseff. Troque-o antes do seu grande desgaste!

JOSÉ CARLOS DE C. CARNEIRO

carneirojc@ig.com.br

Rio Claro

_________

Redemoinho

E agora, presidenta Dilma? Seu antigo chefe gastou demais para agradar a todos e deixou uma bela herança maldita, que começa a mostrar a cara. Até os preços vigiados pelo governo vêm para alimentar a inflação. Sua equipe se mostra tolerante com a escalada dos preços e o gasto público segue à solta. E nesse redemoinho vamos liberar as licitações para a Copa do Mundo, para que se possa roubar mais e com a devida cobertura federal. Onde está a superadministradora que nos venderam? Mostre a cara!

PAULO EDUARDO VIEIRA ROSATO

rosatop@uol.com.br

São Paulo

_________

Cara medonha

Os eleitores do PT estão tendo a oportunidade de finalmente entender o que significa a expressão "herança maldita", cunhada por Lula e exaustivamente usada para qualificar o legado dos seus antecessores. Aquela tal "herança maldita" era uma coisa abstrata, nunca sentida pelo povo, que só agora, com a saída de Lula do governo, se está materializando e mostrando sua cara medonha. Ele, sim, com suas estripulias de fim de governo, deixou um legado maldito. É aquela já esquecida inflação voltando a nos assustar, o preço da gasolina disparando, a saúde e a educação em estado de calamidade, além da institucionalização da falta de ética como prática política.

RONALDO GOMES FERRAZ

ronferraz@globo.com

Rio de Janeiro

_________

CONDECORAÇÃO

Medalha para Genoino

Gostaria de dar os parabéns às nossas Forças Armadas pela grandeza de estenderem a mão aos inimigos de 1964, demonstrando que o Brasil é muito maior do que ficar debruçado num momento curto de nossa História. Olhar para a frente e para o alto, para dignificar o bom País que supostamente todos queriam.

JORGE PEIXOTO FRISENE

jpfrisene@zipmail.com.br

São Paulo

_________

Seria a Medalha da Vitória um prenúncio do "medalhão da vitória" dos mensaleiros que está por vir, via STF?"

VANDER LINJARDI / GOIÂNIA, SOBRE A CONDECORAÇÃO DE JOSÉ GENOINO

vanderlinjardi@hotmail.com

"E o caseiro, quando ele vai receber uma medalha por ter dito a verdade?"

ALVARO SALVI / SANTO ANDRÉ, IDEM

alvarosalvi@hotmail.com

"Dize-me com quem andas e te direi quem és..."

JOSÉ ROBERTO PALMA / SÃO PAULO, SOBRE AS ALIANÇAS DE KASSAB NO NORDESTE

palmapai@ig.com.br

_________

VOCÊ NO ESTADÃO.COM.BR

TOTAL DE COMENTÁRIOS NO PORTAL: 1.734

TEMA DO DIA

Verba pública liquida dívidas de partidos

A do PT atingiu R$ 16 mi em 2010, mas o partido embolsará R$ 16,8 mi; PSDB pode ter até superávit

"Deixaram a chave do galinheiro com a raposa. Daqui para a frente não haverá limite nos gastos."

ANTÔNIO GONÇALVES CANEIRO

"Qual é a novidade? Neste país, o povo sempre paga e cala a boca, reelegendo seus algozes eleição após eleição."

SERGIO OLAVO GUIMARÃES

"Enquanto isso a saúde vai de mal a pior, a educação cada vez mais mal educada e a segurança insegura..."

LUIZ PETRACCONE

_________

Cartas enviadas ao fórum dos leitores, selecionadas para o estadão.com.br

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

ISTO É BRASIL

Quando escuto, vejo ou leio algo que mexe com a minha cabeça, sinto um impulso incontrolável de escrever sobre o assunto. Mas a coisa está ficando muito difícil. As seguintes notícias me chamaram a atenção no dia de ontem: governo arrecada R$ 16 bilhões com taxas na conta de luz, sutilmente embutidas nas contas de 68 milhões usuários. Tenho certeza que 90% dos usuários nem sabem que isso acontece. Acho até bom, pois não vai adiantar nada saber que o governo está surrupiando o seu dinheiro. Minutos depois descubro que o rombo dos partidos políticos será coberto com dinheiro público. O Congresso Nacional, na moita, aumentou o dinheiro do Fundo Partidário em 56%, sem ter havido nenhum debate em plenário. É o tal dinheiro de campanha eleitoral, em que os candidatos colocam a metade no bolso e a outra metade é para fazer a campanha eleitoral. Nós pagamos isso tudo. Logo depois, descubro que a obras do fim do governo Lula estão abandonadas. São aquelas obras que foram inauguradas com muito espalhafato no fim do governo Lula, e ajudaram a eleger a presidente Dilma. Conforme costumam dizer, está tudo entregue às moscas. Estava pensando em comprar um carro, mas descubro que o veículo brasileiro é o mais caro do mundo. Um carro na França é mais barato que no Brasil. Desisto do carro. Depois de beber um copo de água com açúcar, leio que dos cerca de 50 mil homicídios no Brasil, somente 8% são elucidados. Também, quando é resolvido, e o criminoso tem o colarinho branco, ele arranja sempre um meio de burlar a prisão. O médico Roger Abdelmassih, de 67 anos, condenado a 278 anos por violentar 37 mulheres, estava preso porque a Polícia Federal descobriu que ele tentava renovar o passaporte. A juíza Kenarik Boujikian Felippe determinou que ele fosse preso para evitar sua fuga do País. Entretanto, o ministro do Supremo Tribunal Federal Gilmar Mendes concedeu habeas corpus ao médico, que tem dupla nacionalidade, brasileira e libanesa. Sendo assim, o criminoso tirou o passaporte e foi embora para o Líbano. Como esse país não mantêm tratado de extradição com o Brasil, o doutor Roger Abdelmassih, ao entrar no avião, deu uma banana para a Justiça brasileira e disse: "Bye, bye, Brazil". Vou aguardar as notícias de hoje.

 

 

Wilson Gordon Parker wgparker@oi.com.br

Nova Friburgo (RJ)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

PAÍS INCONSEQUENTE

Se você lê, irrita-se, se não lê, fica alienado. Mas são notícias ruins, uma após outra: "Rombo de partidos será coberto com verba pública", "Argentina se aproveita", "Mais atrasos nos aeroportos", "Inflação em alta", "Do mensalão aos aplausos" (viva o Delúbio!), "Genoino recebe condecoração", "Kassab corteja acusados", e por aí vai. É isso mesmo? Ou é um pesadelo? Que País inconsequente o nosso.

Ademar Monteiro de Moraes ammoraes57@hotmail.com

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

SITUAÇÃO VERGONHOSA

 

Gostaria de saber que orgulho o cidadão brasileiro sente quando lê e ouve notícias diariamente sobre as falcatruas ocorridas neste país. Ora são os promotores que continuam recebendo auxílio-moradia, mesmo estando aposentados; ora é a ministra da Cultura que recebe diárias em fins de semana, quando não está trabalhando; ora são os filhos do ex-presidente Lula que não devolvem os passaportes diplomáticos, concedidos ilegalmente; ora são os partidos aliados que brigam por mais cargos; ora são juízes que vendem sentenças e continuam recebendo seus salários normalmente; sem contar que os legisladores do Brasil se aposentam com oito anos de mandato, pois não se pode chamar a isso trabalho. De uma forma ou de outra, essas pessoas envolvidas nos escândalos citados deveriam ser regidas pelas mesmas leis que são aplicadas aos trabalhadores, mas não são. Com que cara essas pessoas olham nos olhos daqueles cidadãos que vivem com R$ 70 por mês, que ganham um salário mínimo depois de terem trabalhado por mais de 35 anos e contribuído para a Previdência, que têm o auxílio-doença negado mesmo não tendo uma perna, um braço ou um olho? Sinceramente, é vergonhosa essa situação. Os governos estão dando a senha para que a safadeza se instale em todos os setores. E pior: a conta é paga com o meu e o seu dinheiro. Até quando vamos suportar tanta bandalheira?

Izabel Avallone izabelavallone@yahoo.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

COMODISMO PERIGOSO

 

Entra ano, sai ano. Entra decênio, sai decênio. Entra século, sai século. A cada novo período eleitoral, sai situação, entra oposição. O que vemos: Tiriricas com diversas caras; indivíduos com a ficha criminal enlameada; indivíduos outrora envolvidos em processos de corrupção, falcatruas e maracutaias; eleitos e/ou reeleitos para os cargos legislativos federais, estaduais e municipais. Por outro lado, assistimos a planos econômicos mirabolantes; assistencialismo politiqueiros; retorno de trambiqueiros a cargos de relevância de primeiro e segundo escalões, na esfera executiva. E o que é pior, um sistema judiciário privilegiando bandidos; barrando medidas moralizadoras; carecendo de uma reforma ampla e abrangente.

Enquanto isso, a Nação assiste a tudo passivamente, atolada no conformismo e no comodismo.

Desfilam aos nossos olhos, no dia a dia dos noticiários, os processos de corrupção envolvendo membros do Executivo, do Legislativo, dos gabinetes, das autarquias; mazelas nas áreas da saúde, educação e segurança; um sistema penitenciário agonizante; o aumento da criminalidade, da violência. Um povo que a tudo assiste estarrecido, muitos derramando lágrimas de dor por sentirem direta e mais contundentemente na própria pele os efeitos dessa inconsequência e irresponsabilidade causada por um sistema sociopolítico-econômico confuso, inoperante, ineficaz e incompetente.

Parte da Nação, indignada fala pelos cantos, desfila toda a sua revolta nas mesas dos bares, nos salões de barbeiro, nos cabeleireiros, nas rodas de cafezinho, pelos corredores das empresas. Muitos, patéticos, alienados, demonstram nada entender. Outros, beneficiados pelas esmolas assistencialistas, acreditam nos demagógicos discursos do pseudoavanço social, da fantasiosa transposição da "linha da miséria", enquanto a elevadíssima carga tributária corrói o desenvolvimento financeiro, eleva as taxas de juros e inviabiliza o crescimento econômico.

Outros tantos mais manifestam sua indignação em cartas às seções de leitores dos jornais pelo País afora, descabelam-se, apontam, denunciam sistematicamente, debulham um rosário imenso da podridão reinante em solo pátrio.

Aí, eu pergunto: o que leva uma nação a tamanho conformismo, a tão acentuado comodismo, que a torna incapaz de reagir a tão brutal desfaçatez?

Será a falta de uma liderança? Será a falta de união? Falta de sentimento pátrio? Medo de medidas repressivas? De um novo modelo ditatorial?

Pois saibam que, a se continuar assim, corremos o risco iminente de amargarmos um regime repressivo, sim, e muito breve. Mas em moldes muito mais ferrenhos do que se supõe.

 

Nei Silveira de Almeida neizao1@yahoo.com.br

Belo Horizonte

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

PROCURA-SE!

Depois de oito anos de governo, que irá até 12, procura-se: a autossuficiência da Petrobrás; as grandes obras do PAC; a recuperação dos aeroportos; a dragagem dos portos; a construção de hidrelétricas, de rodovias e de ferrovias! O que foi encontrado: a volta da inflação; a reabilitação dos corruptos e uma oposição completamente incompetente! No que resultará: José Dirceu será perdoado, possivelmente sairá candidato a Presidente da República e caminharemos para um sistema político unipartidário!

Eugênio José Alati eugeniojosealati@yahoo.com.br

Campinas

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

HERANÇA MALDITA

O Brasil de hoje está de mãos atadas devido à péssima administração, que, por incrível que pareça, obteve a aceitação superior a 80%, a maior dentre todos os presidentes. Mãos atadas devido ao inchaço da máquina pública e à impagável dívida interna e, em consequência, sem recursos para investir, a perniciosa elevação da Selic, inflação e a danosa abundância de dólares comprometendo a competividade da indústria brasileira. Daí, na prática, não obstante a escorchante carga tributária, por absoluta falta de recursos governamentais para investir, a Vale foi estatizada e, aos poucos, as rodovias e os aeroportos estão sendo privatizados.

Humberto Schuwartz Soares hs-soares@uol.com.br

Vila Velha (ES)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

NOSTRADAMUS BRASILEIRO

 

O general Olympio Mourão Filho, no seu livro "A Verdade de um Revolucionário" (1978), acertou até a ordem: Sarney, Collor e Lulla! "Ponha-se na presidência qualquer medíocre, louco ou semianalfabeto, e vinte e quatro horas depois a horda de aduladores estará à sua volta, brandindo o elogio como arma, convencendo-o de que é um gênio político e um grande homem, e de que tudo o que faz está certo. Em pouco tempo transforma-se um ignorante em um sábio, um louco em um gênio equilibrado, um primário em um estadista. E um homem nessa posição, empunhando as rédeas de um poder praticamente sem limites, embriagado pela bajulação, transforma-se num monstro perigoso". Ou será que é o óbvio ululante?

 

 

Flavio Marcus Juliano opegapulhas@terra.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

ENREDO

A corrupção é tão latente em nosso país que até o enredo de novelas mostra a evidência, o procedimento e a prática que já se tornou usual e rotineira. Pelo visto, os produtores das novelas têm pleno e total conhecimento de como agem os especialistas de Brasília. Estamos descambando para a vulgaridade da impunidade. Aonde querem chegar?

M. Teresa Amaral mteresa0409@estadao.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O PAÍS DA COPA

É aquele em que o presidente do Senado vem a público dizer que a instituição é "uma fonte permanente de ajuda ao Brasil". Deve ser por isso que os setores da saúde e da educação andam tão bem, assim como os da infraestrutura e segurança. Ora! Os senadores atualmente ajudam tanto o Brasil que, entre outras coisas, ainda não há políticas públicas antidrogas, os aeroportos e as estradas rodoviárias estão em frangalhos, nossas fronteiras, totalmente devassadas, e ainda se aliam à irresponsabilidade de presidentes da República, dando cobertura a fichas-sujas, apoiando projetos inviáveis como o do trem-bala e votando a favor de medidas provisórias que atropelam a Constituição só para atender ao Executivo.

Sem esquecer que as reformas política e tributária passam loooonge de sua vontade, pois não lhes interessa mudar nada a favor dos brasileiros, muito menos punir atos viciados de corrupção. Senhor Sarney, poupe-nos de seus discursos atrevidamente mentirosos numa Casa que mais produz escândalos de abusos do que vota leis que deem ao Brasil dignidade e prosperidade, que não tem independência, aceita tudo e ainda se vangloria de ser "uma Casa forte"! Não estou aqui para fazer campanha contra o Senado, como o senhor quer acreditar, não, é desgosto dos bons mesmo!

Myrian Macedo myrian.macedo@uol.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

FIM DO ESPETÁCULO?

 

 

Ao ler artigos e análise de jornais, tem-se a impressão de que vivemos um grande "como se"; na verdade, o que nos é dado a conhecer em relação ao jogo político e às soluções dos problemas que afetam diretamente a população mais parece mera montagem com truques, malabarismos, efeitos especiais, enfim, um grande circo. O povo assiste a tudo rindo e aplaudindo enquanto esses truques continuarem a seduzir. Mas, a cada dia que passa, dá para perceber que o espetáculo está começando a perder a graça.

Eliana França Leme efleme@terra.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

PRIORIDADES

 

Os jornais, rádios e a televisão nos mostram as calamidades que o povo tem sofrido desde o desmoronamento no Rio de Janeiro, em Teresópolis e toda a calamidade que deixou tanto brasileiro sem casa, sem lar, perdendo tudo o que tinham lutado para conquistar! O que foi feito? Até agora, nada! Dona Dilma desceu de helicóptero e fez mil juramentos, junto com governador e o prefeito do Rio de Janeiro! O que foi feito? O povo, humilhado, perdeu parentes, todos os bens materiais, continuam socados em abrigos provisórios e lá vão permanecer, pois já perceberam que, se dependerem dos nossos políticos, ficarão a ver navios!

Agora, mais horrores acontecendo com o pobre povo brasileiro, com enchentes, quando poderiam ser providenciadas as canalizações, mas no Brasil tudo se promete e nada se faz! E os brasileiros, como eu, temos de dormir vendo esses miseráveis novamente perdendo tudo o que tinham e novamente tendo de acreditar nas promessas desses políticos ladrões, que lá estão para o seu próprio prazer, para resolver os seus problemas, encher os seus bolsos. E o povo que se lixe, que vá dormir em galpões, pois está acostumado a sofrer. O povo nasceu para sofrer!

Os hospitais, saindo água de fossa na pia das enfermarias, imundície a céu aberto! O que a dona Dilma mandou fazer? Nada, porque, se ela sente dor, pega avião e vai para o Sírio-Libanês... Brasília não tem hospital para tirar uma chapa do pulmão?! Ou ela tem medo de pegar uma infecção como a que vitimou Tancredo Neves? Então a dona Dilma, enquanto os pobres coitados ficam na enfermaria junto com esgoto e até baratas, pega o avião presidencial, pois é esse povinho mesmo que paga, e vai se tratar em São Paulo.

Agora dona Dilma tenha dó dos brasileiros que tanto trabalham e pagam em dia os seus impostos. Tire esse trem-bala da cabeça, pois os bilhões ou trilhões que tudo isso vai custar, fora o caixa 3 que vai fazer, de nada servirão para o povo pobre. O pobre povo precisa desse dinheiro dessa sua obsessão pelo trem, para ampliar o metrô de todos os lugares onde se leva mais de três horas para chegar ao trabalho! Precisamos, dona presidente, é de metrô, quilômetros e mais quilômetros de linhas de metrô, pois a cidade de São Paulo não anda mais!

Pegue esse dinheiro absurdo que o BNDES vai financiar e ajude o povo, sim, esse povo que paga os impostos religiosamente, pouco, mas paga. Ele não sonega as casas milionárias que tem no Lago Sul! Ele não sonega nem precisa roubar o dinheiro da merenda escolar! A senhora não vê, dona Dilma, que a ficha do Sarney é tenebrosa? E o seu Renan? Tem cabimento? Estão brincando com os brasileiros!

José Nêumanne Pinto, só você poderia destrinchar todo o meu sofrimento, todo o meu furor, e pôr estas minhas palavras nas suas, pedindo à nossa presidente que, por favor, comece a cumprir tudo o que prometeu, desde as casas daqueles pobres coitados de Teresópolis até, agora, aos do Nordeste. Prefeitos que roubam o dinheiro dos hospitais e da merenda escolar! Podre! Não aguentamos mais ver isso diariamente na televisão! Basta!!!

 

 

Claudia Bezerra de Menezes cacaubeme@uol.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

80 TONELADAS DE DOAÇÕES SE PERDENDO....

No Nordeste há muitos desabrigados pelas enchentes. Enquanto isso, há 80 toneladas de doações estocadas pela Defesa Civil de São Paulo. Para serem doadas precisam do aval de um vereador do DEM-SP, conforme publicado no caderno Metrópole do Estadão de 5/5 (C1). Quanto tempo essas doações vão ficar estocadas? Vão apodrecer? O que as pessoas pensarão quando fizerem campanhas para doarem, por catástrofes que virão por aí?

Maria de Mello nina.7mello@uol.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

NADA FUNCIONA, TUDO É RUIM

Algo estranho está acontecendo no Brasil. A loja virtual que vende e não entrega, os Correios que perdem encomendas postadas, a prestadora de telefonia que causa transtornos, o banco que cobra taxas que não são devidas, a companhia aérea que cancela voos sem avisar, a Previdência que leva mais de dois meses para liberar a primeira parcela da licença-maternidade, a montadora que chama para inúmeros recalls, a concessionária de veículos que faz revisão do carro sem trocar peças danificadas, a malharia que fabrica camisetas que encolhem, o posto que bota água na gasolina e o consumidor andando tonto, no meio disso tudo, sem saber a quem apelar. Se formos conferir, hoje em dia todo mundo tem pelo menos um caso por mês para contar sobre serviços ou produtos defeituosos e da encrenca que é reclamar e fazer valer seu direito de consumidor. O pior é que o reclamante passou a ser tratado como descaso e, em muitas vezes, estupidez. Há mecanismos para nos defendermos. Mas quem está disposto a ir ao Procon todas as semanas? O Brasil está se transformando num país em que nada funciona e tudo é ruim.

Maria Cristina Rocha Azevedo crisrochazevedo@hotmail.com

Florianópolis

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

IMPUNIDADE

A partir da Lei 12.403/11, a prisão em flagrante e a prisão preventiva somente ocorrerão em casos raríssimos, aumentando a impunidade no País. Em tese, somente vai ficar preso quem cometer crimes de maior gravidade, tais como homicídio qualificado, estupro, tráfico de entorpecentes, latrocínio, etc. Nove tipos de medidas cautelares inócuas (comparecimento periódico ao Fórum para justificar suas atividades, proibição de frequentar determinados lugares, afastamento de pessoas, proibição de se ausentar da comarca onde reside, recolhimento domiciliar durante a noite, suspensão de exercício de função pública, arbitramento de fiança, internamento em clínica de tratamento e monitoramento eletrônico) substituirão em grande parte a prisão em flagrante e a prisão preventiva. Além disso, a nova lei estendeu a fiança para crimes punidos com até quatro anos de prisão. Agora, nos crimes de porte de arma de fogo, disparo de arma de fogo, furto simples, receptação, apropriação indébita, homicídio culposo no trânsito, cárcere privado, corrupção de menores, formação de quadrilha, contrabando, armazenamento e transmissão de foto pornográfica de criança, assédio de criança para fins libidinosos, destruição de bem público, comercialização de produto agrotóxico sem origem, emissão de duplicada falsa e vários outros crimes, ninguém permanece preso (só se for reincidente). Nesses casos o delegado vai estipular a fiança sem consulta ao promotor e ao juiz. Em resumo, salvo em crimes gravíssimos, a partir de agora quase ninguém ficará preso após cometer vários tipos de crimes.

 

Iracema Palombello cepalombello@yahoo.com.br

Bragança Paulista

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

BONITO, HEIN, COMPANHEIRA?!

O fim da prisão em flagrante é um ultraje do governo dos companheiros. É o PT dando uma "forcinha" à bandidagem. Com isso a presidente Dilma confirma aquilo que todos já sabemos, o único objetivo de seu partido é dinamitar a ordem em nossa nação.

Sérgio Eckermann Passos sepassos@yahoo.com.br

Porto Feliz

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

PROPINA NAS PREFEITURAS

Notícias na mídia mostram dezenas de prefeituras sendo investigadas por causa de propina e corrupção. Quem, neste país, está surpreso com isso?

Gilberto Lima Junqueira glima@keynet.com.br

Ribeirão Preto

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A DITADURA QUE O POVO NÃO ESTÁ PERCEBENDO

A democracia brasileira se enfraqueceu nos últimos tempos. Vejam-se as medidas provisórias, descaracterizadas em sua essência, ao prever inúmeros temas, como se todos fossem relevantes e urgentes, na Câmara e no Senado; atente-se para a aprovação de plebiscito para criação de mais dois Estados da Federação, por votação simbólica, na calada da noite; para o incremento do Fundo Partidário, com isso zerando os vultosos déficits dos partidos, provenientes das últimas eleições, na Comissão Mista do Senado, sem passar pelo plenário; a transferência para o Executivo do direito de fixar o salário mínimo para os próximos anos; e a abertura de crédito extraordinário para financiamento do trem-bala por medida provisória, agora transformada em lei, mas procedimento maculado em sua origem e já tido por inconstitucional pelo STF. A pior das ditaduras é a iluminista, porque é hipócrita.

 

 

Amadeu R. Garrido d e Paula amadeugarridoadv@uol.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

SDE E OS PLANOS DE SAÚDE

Na segunda-feira, a Secretaria de Direito Econômico do Ministério da Justiça tomou uma decisão histórica. Histórica porque mostrou que órgãos públicos do governo se pautam no bem-estar de corporações de direito provado em relação ao do consumidor e do trabalhador, histórica porque mostrou que direitos individuais e sindicais podem ser particularizados, diminuídos e calados pelo próprio governo, em tese defensor do cidadão e do trabalhador; histórica porque abalou o próprio conceito de cidadania como a capacidade de pessoas e grupos exercerem seus direitos e deveres em sociedade, sob proteção do governo, guardião da democracia e do respeito a tais ideais.

A decisão deste órgão proibiu (ou tentou proibir) movimentos de congregação médica de estimularem médicos a exigir seus direitos (um valor mínimo de consulta e autonomia em suas decisões), estimulando o descredenciando quando tais condições não puderem ser atendidas.

Já conheci planos de Ribeirão Preto que não permitem exames, que não permitem internações, que não permitem sequer a instalação de um soro fisiológico de 500 ml em seus conveniados ou a realização de testes de gravidez; outros têm tabelas que premiam médicos por prestar um MAU atendimento, com pagamento diferenciado por plantões em que, quanto mais se atende por hora, maior é o valor pago.

É por situações como essas que as associações de classe vêm se unindo para estimular médicos a exigirem melhor remuneração por consultas e maior autonomia, e essa é uma luta não apenas por condições de trabalho médico, mas para que os usuários de planos de saúde que pagam (e muito, mas não para os profissionais que os atendem, e sim para os administradores de planos) tenham uma qualidade adequada de atendimento.

Enquanto planos de saúde premiarem a realização de consultas de 12 minutos, sem exames, explicações ou tratamento adequado, e o governo tentar impedir que as associações médicas de classe possam fazer o barulho necessário para melhorar tal situação, o prejudicado é o próprio cliente, e o coitado nem fica sabendo disso. Dorme, na ilusão de estar recebendo o melhor atendimento possível, enquanto quem o atende dorme de consciência pesada por nem sequer ter as condições de fazê-lo.

 

Alexandre Donizeti dos Reis Cintra adoreci@gmail.com

Ribeirão Preto

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

BOLSA-DITADURA

 

Rui Falcão, presidente do PT, recebeu indenização do governo federal, aprovada pela Comissão da Anistia, de R$1,24 milhão, valor este bem superior ao que ele teria ganho como jornalista, na época. Assim como outros "amigos do rei", Falcão é mais um beneficiado pela chamada bolsa-ditadura no governo Lula. O povo brasileiro é que está pagando essas indenizações milionárias e com valores muito acima do esperado. Para alguns privilegiados, o Estado brasileiro é uma verdadeira mãe.

 

Renato Khair renatokhair@uol.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

COMO RESOLVER?

 

"Preços vigiados pelo governo fazem inflação romper a meta" (Estadão, 7/5). Para manter-se no poder o governo anterior não mediu consequências e não havia nada que pudesse detê-lo em sua gastança. E por essa manchete a inflação toca o descontrole. Ao dizer que tudo está bem e que os brasileiros poderiam gastar à vontade, Lula só tinha como objetivo manter a popularidade nas alturas, sem se preocupar com o futuro. Não é isso que queremos, como cidadãos. Precisamos de um sistema eleitoral que permita fiscalizar de perto o político eleito e ter um governo voltado para o cidadão. Sem gastança para objetivos próprios. Precisamos de voto distrital, onde teremos maior proximidade entre eleitor e parlamentar, campanhas mais baratas e possibilidade de real controle do que queremos. Mais poder para o cidadão.

 

 

Carlos Avila c.avila@modusoperantis.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

ATÉ COM O EXÉRCITO, PT?!

Impressionante como tudo é possível nesta era petista! Esse outrora partido da moralidade virou o Brasil de cabeça pra baixo.

Como nunca antes neste país, estes prestigiaram a corrupção, protegendo com nomeações para altos cargos, nas nossas instituições, camaradas e aliados vis.

E agora, como ápice da esculhambação e com as bênçãos de Nelson Jobim, o José Genoino, ex-guerrilheiro que enfrentou o nosso glorioso Exército durante o governo militar, é condecorado com a Medalha da Vitória pelo Ministério da Defesa.

E é bom esclarecer à opinião pública que esta honraria indevidamente oferecida ao Genoino é dada a civis e militares que contribuíram para a Força Expedicionária Brasileira na 2.ª Guerra Mundial, ou para cidadãos que tenham contribuído para a pasta que cuida das Forças Armadas.

Ou seja, mandaram as regras citadas acima para o lixo e um indiciado como quadrilheiro do mensalão neste governo da Dilma é recebido como herói, para indignação da Nação. Talvez tenha sido homenageado porque arrebanhou recursos ilícitos do erário para eleger o Lula!

Só de saber que está cheio de "Fernandinhos e Marcolas" por aí que podem também receber tal comenda dá um frio na barriga... E o que esperar mais desta terra tupiniquim?!

 

Paulo Panossian paulopanossian@hotmail.com

São Carlos

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

DIA DA VITÓRIA

Nelson Jobim condecora José Genoino (PT) com a medalha no Dia da Vitória, muito justa, aliás, considerando seu passado político e o que vem fazendo pelo Brasil. Porém acredito que pelo seu sorriso cínico e maroto, que se vê na foto publicada no Estadão, nesse exato momento ele pensava: estão vendo, seus trouxas, eu tenho armas e munições para sobreviver a qualquer coisa e ainda ser condecorado no Dia da Vitória.

Angelo Tonelli angelotonelli@yahoo.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

CERIMONIAL

O único erro do pessoal do cerimonial em Brasília, quando da entrega de medalha ao ex-guerrilheiro e ex-deputado federal (não se elegeu na última eleição) e atualmente assessor no Ministério da Defesa, José Genoino, é que a cerimônia poderia ter sido feita lá na fazenda do pai do Delúbio em Goiás (Buriti Alegre). Isso porque é relativamente perto de Brasília e aproveitariam o churrasco festejando a volta do Delúbio ao PT. Afinal, são todos amigos e, assim, tudo ficaria mais alegre.

José Piacsek Neto bubapiacsek@yahoo.com.br

Avanhandava

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

PUDOR

Delúbio reabilitado e Genoino condecorado. É o Brasil, cada vez mais desavergonhado.

A. Fernandes standyball@hotmail.com

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

ANISTIA 2

Os companheiros petistas, antes do julgamento do mensalão, já concederam uma espécie de alforria, verdadeira anistia 2, aos seus membros. José Dirceu, Genoino, Delúbio, todos voltam a ocupar o mesmo parto e as hostes do partido, a significar que estamos longe de uma responsabilização por tudo o que aconteceu no passado. O fisiologismo partidário ainda prevalece e se mantivermos esse grau de impunidade nada mais, daqui para a frente, poderá ser considerado desconforme à moral que alimenta a crença política desde o Descobrimento.

 

Yvette Kfouri Abrão abraoc@uol.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A MEDALHA GENUÍNA

Nada mais emblemática que a concessão da Medalha da Vitória ao ex-guerrilheiro comunista que desejava implantar uma ditadura marxista no Brasil, José Genoino, que recebeu tal honraria do Exército Brasileiro por intermédio do ministro da Defesa, Força Armada esta, aliás, que lhe deu combate mortal nos anos 70!

Trata-se, da parte deste mesmo Exército, de reconhecer que, tendo ganho todas as batalhas, é o único caso no mundo de uma Força Armada nacional que conseguiu perder a guerra!

Não se trata de uma medalha, mas sim de um sinal inequívoco da humilhante derrota na forma de uma tardia e vergonhosa capitulação e rendição, mas o pior é que, para os que, usando da farda do EB, lutaram nas matas do Araguaia, alguns sendo mortos, outros feridos para sempre, tudo em nome do dever, hoje não lhes reservam medalhas mas sim processos penais...

Paulo Boccato pofboccato@yahoo.com.br

São Carlos

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

DOIS PESOS E DUAS MEDIDAS

Admirável a forma como, do dia pra noite, o prefeito Gilberto Kassab virou notícia no País inteiro e alvo preferencial do resto do mundo político, após demonstrar que tem lucidez ao desembarcar do DEM e articular a criação do PSD. Enquanto isso, parece notícia mais do que comum o fato de o PT fazer festa na reintegração do tesoureiro mensaleiro Delúbio Soares e José Genoino, então presidente do PT mensaleiro, ser agraciado com a Medalha da Vitória, a primeira dada pelo Ministério da Defesa a um ex-guerrilheiro.

 

Tiago Vinícius Matos matostv@hotmail.com

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

NOITE DA PIZZA

Agora, depois do churrasco de boas-vindas a Delúbio Soares na sua cidade natal e de mais um churrasco em Goiânia, o pessoal poderia mudar um pouco o cardápio e fazer uma noite da pizza para o Delúbio em Brasília. Aproveitem e não se esqueçam de convidar o Dirceu, o Genoino e o Silvinho Pereira.

 

Roberto Saraiva Romera robertosaraivabr@gmail.com

São Bernardo do Campo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

PRIMAZIA DE INTERESSES

Onde estão os princípios éticos tão alardeados pelo PT, ao reintegrar o ex-tesoureiro Delúbio Soares ao partido e agora recebê-lo com estrondosa festa em sua cidade natal, sendo ele réu no processo do indecoroso esquema denominado mensalão? É em razão desses fatos que somos induzidos a afirmar que os partidos políticos no Brasil são apenas valhacoutos de jogos de interesses e de troca de favores de toda espécie. Uma lástima.

Francisco Zardetto fzardetto@uol.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

COMÉDIA EM PÉ

Delúbio Soares em pé, com microfone na mão, me fez lembrar aqueles comediantes "stand up". Aqueles que contam piadinhas...

Ricardo Marin s1estudio@ig.com.br

Osasco

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

DELÚBIO

Não entendo por que a indignação. Ele está no lugar certo. O bom filho sempre à casa volta. Ficaríamos chateados se ele fosse para o PSDB, o DEM ou o PMDB. Nada mudou neste país.

Ivan J. Schwarzenberg navinegro@hotmail.com

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

FUMAÇA NO AR

Em sua volta, Delúbio Soares elogiou o governo do PT. Será que aquele churrasco foi pago com dinheiro dos contribuintes?

Virgílio Melhado Passoni mmpassoni@gmail.com

Jandaia do Sul (PR)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

LULOPETISMO

Brilhante o artigo "Querem reescrever a História", de Arthur Virgílio (7/5, A2). Merece ser lido por todos, principalmente por aqueles que ainda têm o Lula como seu "deus". Merece ser destacado por toda a imprensa escrita e levado à mídia como debate. Não acredito que tão grande porcentagem de brasileiros ainda esteja anestesiada com a fantasiosa "república lulista".

Éllis A. Oliveira elliscnh@estadao.com.br

Cunha

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

ANTES TARDE QUE NUNCA

 

Apesar de só agora ele vir a público fazer suas considerações a respeito "disso tudo que está aí", atitude que pouco exerceu quando na ativa no Senado - e por isso mesmo não foi reeleito -, é facílimo, senhores leitores, resumir o artigo "Querem reescrever a História", do ex-senador Arthur Virgílio (PSDB-AM). Eis o meu resumo: Lula, o PT e as bancadas da situação no Congresso foram, são e, se nada fizermos para evitar, continuarão sendo cafetões e gigolôs do Plano Real, com o qual governaram o País por oito anos.

Porque extremamente dinâmica a economia brasileira, por pura falta de competência de Lula e sua trupe na correção de rotas do Plano Real em seus devidos e corretos tempos episódicos, Dilma, já no início de seu governo, passa por dificuldades para trazer a economia de volta aos mesmos trilhos em que Fernando Henrique Cardoso a deixou. A meu ver, já passa da hora de a "presidenta" pôr a boca no trombone e dar nomes corretos aos bois. Mesmo porque está na cara - só não vê quem não quer - a verdadeira esbórnia em que Luiz Inácio e seus mais chegados se meteram, principalmente nos dois últimos anos de seu governo. Eis aí uma das principais razões de, em menos de cinco meses, o governo "que aí está" ter já atingido e ultrapassado a meta máxima de pressão inflacionária de 6,5%, programada para um período de 12 meses retroativos!

Tivesse o ex-senador Arthur Virgílio - e toda a oposição - se comportado como se comportou durante a votação para a prorrogação da CPMF - que não foi prorrogada - durante os oito anos de seu mandato, a situação política, hoje, seria bastante diferente. A bem da verdade, fomos nós, o povo, que não permitimos que se prolongasse aquela derrama!

 

João Guilherme Ortolan guiortolan@gmail.com

Bauru

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

MENTIRA E DEMAGOGIA

 

O artigo do diplomata Arthur Virgílio deveria ser lida por todo o eleitorado petista - mas, infelizmente, a maioria não lê -, a fim de comparar esta realidade apresentada no texto pelo ex-senador da República com os discursos mentirosos e demagógicos do seu líder, o ex-presidente Lula, para uma melhor reflexão e, assim, em futuro próximo, fortalecer a nossa democracia.

José Wilson de Lima Costa jwlcosta@bol.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

BRINDE

Por favor, transmitam ao articulista Arthur Virgílio meus cumprimentos efusivos pelo que escreveu no sábado. Um brinde à democracia e ao bom senso.

Antenor Azevedo Carrijo car.rijo@terra.com.br

Piracicaba

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

TRIBUNA ADEQUADA

Causou-me enorme satisfação a leitura do artigo do ex-senador Arthur Virgílio, o qual, durante muitos anos, foi um combativo parlamentar na tribuna do Senado Federal, notabilizando-se por apontar as mazelas daquilo que chama de lulopetismo. Como, desgraçadamente, parcela dos brasileiros do Estado do Amazonas lhe negou um novo mandato, observo, não sem uma ponta de inveja, que o ex-senador foi brindado com outro púlpito, seguramente mais respeitado e prestigiado (infelizmente, é bom que se registre) do que aquele ambiente de subserviência e de malfeitos com que uma maioria de políticos de moral duvidosa transformou a nossa ‘Casa Maior’ num sorvedouro de dinheiro público e de exemplos pouco dignificantes. Alegra-me observar que, ao contrário da maioria dos seus pares dentro do PSDB, mais preocupados com o próprio umbigo do que propriamente em exercitar com dignidade o papel de oposição que deles se espera, Virgílio continua demonstrando aquela sobriedade e aquela firmeza que fizeram dele um alvo preferencial do lulopetismo, a ponto, seguramente, de interferir em sua campanha de reeleição. Quanto à essência do artigo em si, volto a insistir: que vontade de ter sido eu mesmo o seu autor. Uma análise sucinta e perfeita do que vem ocorrendo nos bastidores do comando de nossa Nação.

Fernando Cesar Gasparini phernando.g@bol.com.br

Mogi Mirim

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A HISTÓRIA SÉRIA DO PSDB

Acredito que todos os cidadãos realmente preocupados, e atentos, com o "andar da carruagem petista" em nosso Brasil deveriam ler com muita atenção o artigo elaborado pelo ex-senador Arthur Virgilio (PSDB-AM), que é diplomata, foi ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência da República, líder do governo FHC e do PSDB no Senado, e nos dá uma aula de História e de realizações, informações estas que deveriam ser assimiladas e/ou adotadas por todos os membros de seu partido, para esclarecer a sociedade nacional sobre a realidade dos fatos.

Jorge Luis Dos Santos B. jlsantos@northpoint.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

AMARGO REGRESSO

Arthur Virgílio relacionou as mazelas do PT, mas o povo só vai enxergar quando a água bater na b... e talvez o PT já tenha provocado situação pior do que a que vivemos. Não existe avanço sem esforço, a vida não é uma festa sempre, estão embebedando o povo. Só que aqui a festa é e continuará sendo paga com o esforço do povo e provocará regressos amargos pelos quais não precisaríamos passar.

Nelson Pereira Bizerra email-nepebizerra@hotmail.com

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

PSDB E SERRA

Oposição o PSDB não faz, mas quando se trata de autodestruição é mestre. Não dá para descartar a excelente contribuição do sr. Serra. Será que o nome tem alguma relação com o poder de dividir?

Ulysses Fernandes Nunes Junior ulyssesfn@terra.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

TEMPOS DE INDEFINIÇÃO

Nestes tempos de indefinição, em que a humanidade discute se Osama bin Laden devia ser sumariamente eliminado ou se o correto era deixá-lo vivo para se defender, a decisão de Barack Obama é uma luz no fim do túnel. Ao decidir com coragem e determinação, Obama restabeleceu valores perdidos ao confirmar que os propalados direitos humanos de um assassino sanguinário e confesso não são maiores que os dos 3 mil seres humanos indefesos que ele matou por motivos injustificáveis. Não só o mundo ficou mais seguro, mas também ficou melhor.

Gilberto Dib www.dib.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

DIREITOS

 

 

Quando se diz que a Bin Laden foi conferido o mesmo tratamento, o mesmo devido processo legal e a mesma ampla defesa que ele próprio concedeu aos mais de 2.900 mortos e 6.200 feridos resultantes dos ataques de 11 de setembro d 2001, a pergunta que se faz pertinente é: que direito foi concedido aos milhares de crianças, mulheres e demais civis mortos por bombardeios no Iraque, na Faixa de Gaza, no Afeganistão, na Líbia...?

 

 

Conrado de Paulo conrado.paulo@uol.com.br

Bragança Paulista

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

‘A NÉVOA SOBRE ABBOTTABAD’

 

A insanidade humana possui o poder de ter piedade de um brutal e impiedoso assassino, em nome do mundo muçulmano. O credo deles proíbe atos dessa natureza e esse bestial animal era saudita, e não paquistanês.

A névoa é porque estava desarmado? Sabem vocês quantos ele deixou armados para infernizar a humanidade em nome do ódio aos EUA?

A operação foi corretíssima, nada de verdade e nada de divulgação, neutralizando qualquer desejo de criar um mártir ao caminho de armas nucleares.

Para acalmar os espíritos, os consumidores potenciais de petróleo devem reduzir as cotas a um nível que obrigue o mundo muçulmano radical a voltar a comer "areia do deserto".

Parabéns efusivos aos norte-americanos e que continuem a luta contra o terror sem tréguas e violentamente. Se não fossem eles, o holocausto de Hitler não teria acabado em 1945. A luta precisa ser concentrada sobre o Irã, a Líbia, a Coreia do Norte e outras dezenas de bestiais espíritos.

Não existe nada para assumir a verdade, máximo sigilo, esta é a ordem do dia.

 

Jürgen Detlev Vageler vatra_ind@yahoo.com.br

Campinas

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

OSAMA NO CÉU

 

Mais uma vez, Loredano se supera nos Sinais Particulares. Depois da Pietá, essa agora do Osama, no domingo, foi simplesmente sensacional. Pena que os islâmicos radicais, aqueles que acreditam numa recompensa celestial após seus atos bestiais, não voltam para contar aos seus seguidores a recepção que tiveram no "seu paraíso". São Pedro ainda está sendo bonzinho em consultar o livro da vida. Seu passaporte tem chancela direta para o inferno.

 

 

 

Aloísio A.De Lucca aloisiodelucca@yahoo.com.br

Limeira

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

BIN LADEN, POETAS E O BRASIL

A morte de Bin Laden demonstra eloquentemente que poetas são mais perigosos que terroristas. Um poeta sonha a palavra, ele a expõe e morre por ela. Como García Lorca. Como Ezra Pound, que, ao ser jogado numa cela americana, ainda diria que "era impossível viver nos EUA fora de um manicômio".

Mas o que pensar de um terrorista que não reage? Sempre pensei que ele tinha se suicidado nas montanhas, um meio ousado de se transformar num mito e propagar sua causa. Ou que morreria lutando por suas ideias. Um lutador idealista do tipo Guevara é muito mais respeitável.

Bin Laden era um milionário. Na verdade, um "mauricinho". E pior, do tipo assassino de inocentes, daqueles que queimam índios em praça pública ou assassinam crianças, coisas tão comuns por aqui, onde a luta contra a injustiça nem sequer existe. E onde tais fatos permanecem impunes.

E o que falar dessa luta por aqui, seja pela palavra ou pelas armas? O brasileiro anda tão incompetente e disperso politicamente que, quando aparece um atirador maluco, ele entra numa escola, e não num Legislativo! Sinal dos tempos...

Luta-se pela fama na mídia, pelos 15 minutos de fama de Warhol. Mostrando-se poderosos na tevê, com armas de repetição, como se não fossem perturbados seres medíocres destinados ao esquecimento. Tristemente engraçados.

É o maior exemplo de uma sociedade de consumo que há muito deixou de ser humanista, de se preocupar com o próximo e a miserabilidade da existência humana. Até o Cristo virou uma palavra e produto de consumo.

No início era a Palavra e a Palavra estava com Deus. E a palavra era Deus.

No agora dessa sociedade ela se chama Coca-Cola, ou algo parecido.

Bin Laden será esquecido pela mediocridade de seus ideais e pela covardia de sua luta.

Como Carlos, o Chacal, que hoje apodrece esquecido numa cela na França.

José F. Souza frnc2@hotmail.com

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

AMEAÇA AOS EUA

Já era de esperar que após a confirmação oficial da morte de Bin Laden as ameaças ao país americano viriam. A publicação oficial feita pela Al-Qaeda só confirmou o que todos nós imaginávamos: "Os soldados do Islã continuarão unidos e planejando ataques sem descanso". Deus abençoe os Estados Unidos!

Laís Baptista Marin laly_marim@hotmail.com

Piracicaba

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

DOBERMANN HUMANO

 

"Os Navy Seals são, basicamente, dobermanns humanos: assustadores e treinados para matar", diz Jon Lee Anderson no Aliás do 8 de maio. Chamar um dobermann de humano já é uma falta de respeito para com a raça e os cães em geral. Assustadores, só os donos irresponsáveis, sejam de dobermann, poodle ou labrador. Como proprietária de uma dobermann, que, assim como todos os cães, nasceu para amar, discordo desse preconceito reproduzido pelo Estadão. Já disse Gandhi que a civilização de uma sociedade pode ser medida pela forma como são tratados seus animais. Comentários como o publicado são profundamente ofensivos. Na minha opinião, podem ser equiparados ao desrespeito à cor, religião, opção sexual e tantos outros temas que ainda são tabu no Brasil, apesar de, felizmente, existirem leis que evitam a discriminação. Temos muito que aprender dos animais.

 

Adriana Irigoyen adrianairigoyen@terra.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

AINDA BIN LADEN

Já propuseram o Prêmio Nobel para o gajo. Que tal a Universidade de Coimbra melhorar o nível de suas condecorações honrosas com Bin Laden, afinal, o maior "estadista" em crimes da atualidade?

Ariovaldo Batista arioba06@hotmail.com

São Bernardo do Campo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O ENIGMA DO 447

 

É difícil de entender. Em março de 2011 a Justiça francesa acusou a Airbus de homicídio culposo pelo acidente; um mês depois, equipes de busca encontraram o avião muito próximo do lugar onde sempre se imaginou ter caído, agora acharam as caixas-pretas (grife-se, são duas caixas-pretas), as duas soltinhas no fundo do mar e prontas para ser pescadas. Porém, ao que é comentado, essas caixas são hipersuperbem fixadas em partes estruturais da aeronave, para aguentarem fortes impactos. Por que será que essas "caixinhas" se soltaram com tanta facilidade? Tudo é muito estranho.

Orlando Lovecchio Filho www.exibir.com/help

Santos

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

REALI JUNIOR

Na passagem do 30.º dia da morte do jornalista Elpídio Reali Junior, não poderia deixar de dar meu testemunho sobre esse competente e extraordinário profissional. Em 1970, trabalhava nas Emissoras Unidas, das quais fazia parte a Rádio Panamericana, quando com muito sacrifício passei no vestibular da Faculdade de Direito da USP e, ao efetivar a matrícula, foi exigida a apresentação de cartas de referências de três professores. Fiquei desesperado, pois não conhecia nenhum, nem sequer quem pudesse me indicar, quando passando pela redação de jornalismo da Jovem Pan e deparei com o Realinho. Contei-lhe meu drama e, na mesma hora, ele pediu os meus dados e foi dar uns telefonemas, voltando com os nomes e endereços, não de três, mas de cinco professores catedráticos titulares, com os quais fui apanhar as referências, completando os requisitos para ingressar na querida Academia do Largo de São Francisco.

Isso aconteceu no último dia do prazo e me possibilitou realizar o sonho de ser advogado, que devo a esse admirável ser humano, ao qual Deus certamente reservou um lugar especial no céu.

Francisco Laudelino Dias f.laudelinodias@hotmail.com

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.