Cartas - 10/08/2011

CORRUPÇÃO

, O Estado de S.Paulo

10 Agosto 2011 | 00h00

Brasília em chamas

O poder central parece um paiol de homens-bomba de gás de efeito imoral e consequências ainda piores. É lá que são gerados os artefatos de degeneração moral das massas.

JOSÉ MOACYR BRUNHEK

moabek@hotmail.com

Santos

________

Turismo, a bola da vez

Toda essa corja de gatunos surgiu de uma hora para a outra ou na época do Lula todos fingiam que não viam para ajudar a cumpanheirada? Nesse governo do PT e do PMDB a coisa tá ficando feia e séria. Meter a mão no dinheiro público como se fosse normal é inaceitável! A presidenta disse que a corrupção não vai ser tolerada, então, Dilma precisa ter muito peito e preparar um strike certeiro na Agricultura e no Turismo, por enquanto. Mais desagradáveis e malcheirosas surpresas vão aparecer, sem dúvida. O poder no Brasil está literalmente ligado à corrupção e falta de vergonha na cara, além de leis brandas e fracas, com um corporativismo sem tamanho. Chegou a hora de dar um basta definitivo nisso, para nos podermos enquadrar como país desenvolvido - não só nas estatísticas.

MARIETA BARUGO

mbarugo@bol.com.br

São Paulo

________

Aves de rapina

O Turismo é o sexto Ministério a aparecer em manchetes sobre a esbórnia. Se dona Dilma não quiser ser totalmente desmoralizada, tendo de defender ministros num dia e em seguida solicitar a carta de demissão deles, deve enxugar os Ministérios, de forma a poder extinguir as aves de rapina que infestam o Planalto e a mantêm refém de acordos em nome da governabilidade. Seria mais simples, econômico, decente e ético, não?!

APARECIDA DILEIDE GAZIOLLA

rubishara@uol.com.br

São Bernardo do Campo

________

Faxina de araque

Com ministros, assessores, lobistas e aspones em geral sendo defenestrados do governo por corrupção, de duas, uma: ou a sra. Dilma, depois de anos no governo como a "gerentona" do seu guia, esteve sempre mal informada, não sabia de nada, ou foi leniente esse tempo todo! No frigir dos ovos, com todos os envolvidos livres e soltos, a culpa será única e exclusivamente da imprensa...

EDUARDO A. DE CAMPOS PIRES

eacpires@terra.com.br

São Paulo

________

Arroubo fugaz

O arroubo para fazer a faxina passou rapidinho, né, dona Dilma?! Fazer uma limpezinha é muito fácil, mas faxina das boas não é para qualquer um, não! A senhora deve ter-se assustado com o tamanho da tarefa que "teria" no Ministério da Agricultura. Desistiu da superlimpeza. Dos Ministérios da Saúde e da Educação, então, vai passar longe - segundo o TCU, 70% da verba destinada a essas duas pasta é desviada. Lá, com certeza, também há cobras, lagartos e uma canalha dura de faxinar! Aliás, para qualquer lado que a senhora se virar, sabe que não lhe faltará trabalho... Vontade é outra coisa. Ciro Gomes previu e quem está na roda agora é o Ministério do Turismo. Santo Deus, dona Dilma, boa sorte!

MYRIAN MACEDO

myrian.macedo@uol.com.br

São Paulo

________

Sabe ou não sabe?

Sempre que aparece uma crise, o "governo" anuncia que já era esperada e que está preparado. Mas quando aparece gente roubando, ninguém sabe de nada. Afinal de contas, esse povo todo sabe tudo ou não sabe nada?

RICARDO MARIN

s1estudio@ig.com.br

Osasco

________

Mensalão

Como Delúbio Soares disse que o mensalão viraria piada de salão, vejo com preocupação que, com o afastamento no STF do ministro Joaquim Barbosa, por doença, e a aposentadoria precoce da ministra Ellen Gracie, o processo vai prescrever e, aí, sim, eles rirão da nossa cara, pois a previsão do mensaleiro se torna realidade.

CARLOS MONTAGNOLI

carlosmontagnoli@gmail.com

Jundiaí

________

FHC

O nu e o pelado

Muito pertinente, como sempre, o ex-presidente (o verdadeiro, não o "predestinado" impostor) Fernando Henrique Cardoso, quando compara a economia americana com a do Brasil (Davi e Golias, 7/8, A2). O que levou Obama às cordas foi somente - de forma involuntária ou talvez até ingenuamente - pôr a economia, a política e o poder americanos a nu perante o mundo. Aqui, como lá, poderemos, sim, pagar pela leniência e pela incompreensível miopia diante das práticas perversas do Sistema. Só que o estrago será muito maior, já que a nossa economia, embora hoje arribada, ainda está cambaleante e, portanto, suscetível, tentando se firmar contra os torrenciais vendavais que ultrapassam até continentes. E o pior: aqui a dose de maldade será bem maior, pois os atores - políticos e poderosos - são brasileiros e da pior espécie, podendo nos deixar literalmente pelados, em todos os sentidos.

LOURIVAL GERALDO MOREIRA

logmoreira@yahoo.com.br

Botucatu

________

Sinuca de bico

Lendo o Davi e Golias de Fernando Henrique Cardoso, fica claro o dilema da presidente: como eliminar o chefe-pai com uma funda e uma pedra?

HELENA RODARTE C. VALENTE

helenacv@uol.com.br

Rio de Janeiro

________

CONDEPHAAT

Esclarecimento

A respeito da matéria Órgãos viram arma contra especulação e desorganização, publicada no caderno Metrópole de 5/8, gostaria de situar as minhas declarações, que acabaram com um sentido diferente ao serem utilizadas em outro contexto. O que fiz questão de dizer ao repórter é que São Paulo, como todas as cidades, precisa definir como quer crescer e se desenvolver, sendo que o crescimento tem limites e o desenvolvimento exige qualidade. Só quando a cidade restabelecer o seu processo de planejamento, por meio do plano diretor, e quando começar a pensar em seu futuro para 20 anos, é que podemos esperar que o tombamento deixe de ser avocado como o último bastião da proteção da História e da cultura da cidade. Mas é importante frisar que isso não torna o pedido de estudo de tombamento menos legítimo.

FERNANDA BANDEIRA DE MELLO, presidente do Condephaat

São Paulo

________

"Malandro (eles, lá em cima) é malandro, Mané (nós, cá embaixo) é Mané! Quantos dias vão permanecer presos?"

ALBERTO FUTURO / SÃO PAULO, SOBRE AS 38 PRISÕES NO MINISTÉRIO DO TURISMO

carlos_futuro@viscondeitaborai.com.br

"Se as notas forem atribuídas com honestidade e competência, haverá uma reprovação generalizada"

LUIGI VERCESI / BOTUCATU, SOBRE AS AGÊNCIAS DE RISCO

luver44@terra.com.br

________

VOCÊ NO ESTADÃO.COM.BR

TOTAL DE COMENTÁRIOS NO PORTAL: 1.630

TEMA DO DIA

PF prende 35 no Ministério do Turismo

Emendas da deputada Fátima Pelaes (PMDB-AP) favoreceram o Ibrasi nos contratos com a pasta

"Todos nós deveríamos apoiar as ações contra a corrupção. Não importa o partido político. É uma questão de bem público."

ANTONIO SILVEIRA

"O País está podre! Dividido em "cotas" por políticos corruptos e o povo pagando cada vez mais impostos."

FÁBIO CAMARGO

"Parece-nos um problema insolúvel a questão da corrupção institucionalizada."

CARLOS GAMA

________

Cartas enviadas ao fórum dos leitores, selecionadas para o estadão.com.br

TURISMO

A Polícia Federal (PF) ataca agora o pessoal do Ministério do Turismo e prende o número dois do ministério, aliás, ex-assessor da Dona Marta Suplicy, candidatíssima à Prefeitura de São Paulo. Como o candidato do todo poderoso para São Paulo é o Fernando Haddad, pergunto, teria sido apenas uma coincidência?

Maurício Lima mapeli@uol.com.br

São Paulo

________

ALI BABÁ E OS 40 LADRÕES

Com a prisão de 38 membros do Ministério do Turismo, faltam apenas dois para os 40. Quanto ao Ali Babá, todos sabem quem é.

Carlos Montagnoli carlosmontagnoli@gmail.com

Jundiaí

________

A BOLA DA VEZ

Sarney comentou a prisão de 37 pessoas no Ministério do Turismo, entre eles vários indicados pela senadora Marta Suplicy, dizendo que o Ministro do Turismo Pedro Novais, indicado pelo PMDB é "um homem que tem uma reputação ilibada". Deve também ser um cidadão incomum como Sarney, com certeza. Já pelo secretário Frederico Costa, Sarney não põe a mão no fogo, pois dele disse: " Eu, por exemplo, não conheço quem é esse secretário que foi preso, não sei nem o seu nome, nunca o vi e também nunca tive nenhuma informação a respeito de qualquer assunto no ministério - afirmou Sarney. Ele pode não conhecer, mas o ministro Pedro Novais , o ilibado, certamente conhece pois foi ele quem indicou Frederico Costa para o cargo de secretário. Como se vê...se puxarmos o fiozinho da trama, chegamos ao nó da questão...

Mara Montezuma Assaf montezuma.scriba@gmail.com

São Paulo

________

A CORRUPÇÃO DO DIA

Seis ministérios envolvidos em corrupção. Não há um único dia em que se abra o jornal e lá está. Corrupção! Dá para se ter uma ideia do que rolou nos 8 anos do governo de Lulla "o cara". Coitada da dona Dilma. Está carregando nas costas todas as falcatruas, não conseguiu governar direito ainda, e ele? Oras... ele anda ganhando rios de dinheiro, andando em jatinhos, carros blindados, muitos assessores, fazendo palestras internacionais. Palestras de que, mesmo?

Tânia Pinotti tkita@uol.com.br

São Paulo

________

DEBAIXO DO TAPETE

Lulla - o descobridor do Brasil - disse, recentemente: "Em um governo pouco democrático, você joga isso debaixo do tapete". Confirmou, portanto, o que o insuspeito e correto Dr. Helio Bicudo havia dito tempos atrás, que ele jogava as denúncias recebidas naquele local. E ainda continua em campanha. Vá, pois, cuidar dos netos, como sugeriu ao ex FHC. E tenho dito

João Alcindo Mardegan

Amparo

________

LAÇOS ETERNOS

Ledo engano quem supunha a progressiva desvinculação de Dilma com seu criador. Toda sorridente exibe uma camiseta com foto de Lula, em evento na Bahia. Além disso, nomeia para ministro da Defesa Celso Amorim, mentor de uma política externa desastrada para o Brasil na era Lula. Parece que o processo idolátrico da criatura ao seu criador, não se desvanece.

Francisco Zardetto fzardetto@uol.com.br

São Paulo

________

FOTO NA CAMISETA

Fiquei na dúvida: será que voltamos ou ainda estamos em época de campanha?

Maria do Carmo Zaffalon Leme Cardoso mdokrmo@hotmail.com.

Bauru

________

MAIS CORRUPÇÃO

Mais um relato de franca corrupção dentro de um ministério ( o da Agricultura) foi relatada na última edição da Veja. Tem-se a impressão de que só a imprensa é que funciona no país, ficando o governo paralisado sem saber o que fazer quando as falcatruas são descobertas e publicadas. Agora a pessoa que foi pega em plena atividade incompatível com qualquer conduta decente além de ameaçar a família do repórter da revista deu-lhe um sopapo. O que vai agora a presidente da República fazer com relação a mais este absurdo? Dizer que não sabia de nada já não convence mais, dar apoio ao ministro cujo amigo é quem comanda a vigarice não dá. Se o apoio do PMDB é tão necessário que se exija decência. Mas como, se o apoio só é dado porque é a indecência que os interessa?

Maria Tereza Murray terezamurray@hotmail.com

São Paulo

________

SEMEADURA

Como diria Ciro Gomes, um roçado de corruptos.

A.Fernandes standyball@hotmail.com

São Paulo

________

COLHEITA MALDITA

Mais sementes podres aparecem, agora no Ministério da Agricultura. Neste governo, quando o assunto é corrupção, em se plantando, dá! Que coisa! Nem as moscas mudam nesse governo?

Flavio Marcus Juliano opegapulhas@terra.com.br

São Paulo

________

A AGRICULTURA COLHE CARGOS

A mídia noticia que o ministro Rossi, da Agricultura, em quem a presidenta confia, quando era dirigente da Conab, deve ter usado muito adubo, pois quadruplicou os cargos de confiança, com parentes de senadores, deputados e indicados pelo PMDB. Quando "virou" ministro da Agricultura, levou um monte de "adubos", desfalcando a Conab. Com esse monte de adubo vai fazer uma colheita sensacional (nos cofres da viúva).

Mário A. Dente dente28@gmail.com

São Paulo

________

FOGO AMIGO

Uma brilhante ideia foi apresentada pelo senador Renan Calheiros, a um grupo de dirigentes do PMDB. Sugere o líder do partido no Senado, uma nova versão de inconfidência, contra a presidente Dilma Rousseff. O PMDB quer a liberação de mais cargos e verbas e, para isso apoiariam a criação de uma CPI contra um petista, o que não é tarefa difícil. Tudo está sendo articulado, tramado, para que a presidente seja colocada na parede. Pelo que se vê, não é difícil saber onde anda o DNA de Joaquim Silvério dos Reis e Domingos Fernandes Calabar. Ter o PMDB na coalizão conforta, mas que é uma espada de Dâmocles sobre a cabeça, isto é.

Jair Gomes Coelho jairgcoelho@gmail.com

Vassouras (RJ)

________

RATOS POLÍTICOS

Ter medo de ratazanas não é falta de coragem, e, sim, prudência, pois até os detritos podem ser perigosos. Nossa presidente parece desconhecer os riscos, pois, está rodeada de ratos. Meu maior medo é que a Srª. Dilma esteja disfarçada e de verdade faça parte da família dos murídeos. Vixe.

Sérgio Barbosa sergiobarbosa@megasinal.com.br

Batatais

________

ROSA E ESPINHOS

A política brasileira, feita como está, é uma belíssima rosa de espinhos, enraizada no estrume da corrupção e regada pelo líquido podre que escorre da consciência de seus praticantes, patrocinadores, simpatizantes, defensores e adeptos.

Irineu Ferreira de Barros duplexbarros@yahoo.com.br

Riacho Fundo (DF)

________

ALTERNÂNCIA DE PODER

Como era de prever, ai está o pior feito do ex, a herança que será difícil debelar, ou seja, a corrupção, privilégios, apadrinhamentos, ou em resumo, a imoralidade. (Aliás, só lavagem justifica empresas com direções competentes, contratar para "palestras" o ex, pelo pouco que teria a oferecer, muito pelo contrário.) Ministérios inúteis, apresentam como resultado apenas despesas expressivas. Para extingui-los, absorvendo suas atividades em outros, é preciso coragem política e moral, o que, infelizmente, duvido que exista nos principais caciques políticos que estão no poder. A voz do povo também falha, acredito que a alternância do poder é o remédio imprescindível.

André C. Frohnknecht anchar.fro@hotmail.com

São Paulo

________

POPULARIDADE

Com tantas denuncias de corrupção em seu governo há presidenta Dilma Rousseff, ultrapassa 48% de aprovação. Nada de extraordinário, mesmo com mensalões e mensalinhos no governo, o ex-presidente Lula, alcançou quase 90 % de aprovação! Não será por isso que somos considerados o melhor povo do mundo? Esse melhor (leia se manso)...

Virgílio Melhado Passoni mmpassoni@gmail.com

Jandaia do Sul (PR)

________

COMANDO MILITAR NO DNIT

A nova diretoria do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) indicada pela presidente Dilma Rousseff terá o comando dos militares. O general Jorge Ernesto Pinto Fraxe será o novo diretor-geral. A princípio, terá a responsabilidade de resolver o problema do departamento, que já mudou de nome algum tempo atrás se chamava Departamento Nacional Estrada Rodagem (Dner) como, se resolvesse alguma coisa a troca de nome. Espero, e torço que as Forças Armadas venham mostrar que o caráter e a honestidade do Homem estejam acima de tudo que esta por ai. Contrariando diversas opiniões, acredito, e muito, que as Forças Armadas mostre que ainda é superior a muitos partidos político atuais...

Benedito Raimundo Moreira br_moreira@terra.com.br

Guarulhos

________

SOBERANIA COMPROMETIDA

"Não sei se cabe aos militares gostar", diz Lula. Pronunciamento desse senhor com relação ao descontentamento dos militares pela nomeação de Celso Amorim para o Ministério da Defesa. O fato de ele não saber a gente não estranha, mesmo quando era governo ele já desconhecia muitas coisas, lembro do mensalão, tem azia por leituras de jornais, se não tivesse saberia que o desempenho de Celso Amorim, quando ministro de Relações Exteriores, deixou muito a desejar, contrariando a vocação de nosso povo que é pela democracia. O fato de gostar ou não gostar é de fórum íntimo. Lula não gostou do pronunciamento dos militares e nós não gostamos de seu pronunciamento, mas tanto ele quanto os militares têm o direito de gostar ou não gostar. Os militares terão de fazer continência ao novo ministro, mas não quer dizer que gostariam, são disciplinados e cumprirão o protocolo, mas também, pela sua tradição, não deixarão de intervir se a soberania do País estiver comprometida.

Rubens Stock rsstock@uol.com.br

São Paulo

________

O ALOPRADEX AMORIM

Se Jobim saiu porque criticou o governo. Amorim e Gleisi fora do governo criticaram e entraram. É um paradoxo mas o passaporte para o Ministério Dilma é a critica. Gleisi criticou Palocci e acabou ministra, Amorim deixado de lado criticou a política e as declarações da própria Dilma sobre direitos humanos no Irã e entrou no governo. Além disto Amorim e seu "grande guia" foi o responsável direto pelas maiores trapalhadas do governo Lula e que afetaram o Brasil na área de soberania senão vejamos; A crise com a Bolívia com a invasão por tropas de refinarias da Petrobrás, para Amorim foi exercida pasmem a "soberania boliviana" na fracassada intermediação dos reféns com as Farc e vários indícios de companheiros das Farc utilizando o território brasileiro como passagem "nada" e ainda a maior de todas as alopradas que foi a tentativa de mediar com o Irã um acordo sobre energia nuclear, só acabou com as chances brasileiras de um lugar na ONU. Agora Amorim, petista aloprado de carteirinha, é colocado num lugar sensível como a Defesa e onde de cara seus eventuais subordinados oficiais generais já demonstraram sua desconfiança, é a crônica de uma crise anunciada e que será confirmada na primeira tentativa de Amorim de guinada a esquerda que pelo seu temperamento aloprado não demorará a acontecer.

Márcio M. Carvalho mmcoak@hotmail.com

Bauru

________

ROTINA

A presidenta Dilma, disse na cerimônia de posse do novo ministro da defesa, Celso Amorim, que "as trocas de comando fazem parte da rotina". O que temos acompanhado ultimamente é que as trocas de comando fazem parte da rotina da corrupção, da rotina dos escândalos, da rotina da roubalheira e da rotina de uma administração despreparada e incompetente.

Victor Germano Pereira victorgermano@uol.com.br

São Paulo

________

SÓ QUERIA ENTENDER

Coisas do Brasil. Há 10 meses, o "homem certo para o lugar certo" mais conhecido como Celso Amorim não servia. Agora é a solução?

Luiz Nusbaum lnusbaum@uol.com.br

São Paulo

________

IDEOLOGIAS

Celso Amorim, na cerimônia de posse, disse: "a ideologia do Ministério da Defesa é a Pátria". Tudo bem. Muito bonito. Mas só uma perguntinha: qual era a ideologia do Ministério das Relações Exteriores quando Amorim o ocupava? Era a Pátria? Ou a esquerdopatia? Poupe-me, Amorim. Quem te convidou que te ature!

Rodrigo Borges de Campos Netto rodrigonetto@rudah.com.br

Brasília

________

PÁGINA VIRADA

"Página virada" foi a frase utilizada pela presidente da República, Dilma Rousseff, ao se referir a saída do ex-ministro da Defesa, Nelson Jobim. Com Jobim, podemos somar três Ministros que se tornaram "página virada", Antonio Palocci (Casa Civil) e Alfredo Nascimento (Transportes). Contudo, analisando assim superficialmente, passa uma impressão de que a nossa Presidente quer limpar a sujeira no seu Governo, não importa quem seja, pisou na bola, fora. Porquanto, o que chama atenção é que a Presidente citou um problema de seu Governo como "página virada", e sabemos que essa designação ocorre quando não queremos lembrar mais, ou não falaremos mais nisso. A priori, é um discurso para se livrar da mídia, mas é um pronunciamento muito forte, pois a mesma não poderá utilizar de tal frase para dizer que as falcatruas no Ministério dos Transportes sejam "página virada", sem apurações, ou melhor, ficarão quietinhas sem punições aos envolvidos? Considerações finais: Todo discurso concebido, assim, solto, nos parece a solução para o problema, sendo assim "página virada", bota uma pedra em cima do problema e pronto. E a solução e a transparência? Quantas páginas viradas já ocorreram na política brasileira? Muitas. Lembra de Marcos Valério, José Dirceu, os envolvidos em escândalos dos Correios e até mesmo Palocci, são páginas viradas, caíram no esquecimento, sem punições, e acredite daqui uns dias eles estarão de volta. Reflexão: "Página virada", não se fala mais nisso, congela. Entretanto, não está na hora de congelar esses políticos atolados em corrupção?

Alberto Alves Marques albertomarques1104@hotmail.com

Hortolândia

________

MINISTRO E CONSELHEIRO

É importante frisar que Celso Amorim acumulará as funções de ministro da Defesa e conselheiro da Itaipu Binacional, gostaria de entender o que ele fez pelos interesses nacionais no governo passado? Basta lembrar que ele achou normal a nacionalização dos ativos da Petrobrás por Evo Morales, concordou com as barreiras alfandegárias da Argentina e também com o aumento pedido pelo governo paraguaio na sua parte de Itaipu. Pior que isso, ele ainda abraçou alguns dos piores ditadores do mundo como os irmãos Castro, Chávez, Kadafi e Ahmadinejad que de maneira alguma servem de exemplo aos nossos militares.

Roberto Saraiva Romera robertosaraivabr@gmail.com

São Bernardo do Campo

________

CÉREBROS

O retorno do minúsculo Celso Amorim mostra a indigência do PT em cérebros para cargos de liderança no governo.

Celso T. Mattos ctmattos@uol.com.br

São Paulo

________

DAR A CESAR O QUE É DE CESAR

Dilma declarou que pretende manter um perfil civil no Ministério da Defesa. Portanto escolheu Celso Amorim. Interessante: o perfil é civil, mas todas as ações operacionais ou administrativas daquele ministério giram em torno de temas que envolvem missão, interesse, necessidades ou emprego das Forças Armadas?

Dilma também comentou que a escolha de um militar deixaria os das outras duas Forças com ciúmes. Essa é uma mostra de como conhece pouco e pouco acompanha a evolução das Forças. Será que não percebeu que a escolha de um diplomata deixará as três Forças preocupadas? Tão preocupadas como ficaria o Itamaraty se um militar fosse escolhido para Ministro das Relações Exteriores. Além do mais, os atuais comandantes das Forças já deram o seu quinhão. Existem lideranças e competências, em serviço ativo nas Forças, capaz de substituí-los, mantendo assim a impessoalidade na condução dos planos e programas estabelecidos. Os oficiais-generais em serviço ativo no último posto, em cada uma das Forças, foram formados em cursos de Estado-Maior, nos quais a integração e operação conjunta das Forças foi o foco dos estudos realizados. Além disso, a END é, talvez, a única proposta existente de ação estratégica, de médio e longo prazo, que norteia políticas de Estado no governo federal e baliza os planos e programas em andamento nas Forças. Portanto, a sua consolidação e planejamentos de execução são tarefas a serem estabelecidas por quem é do ramo, por quem entende e conhece as necessidades, peculiaridades, modus operandi e pensamento das Forças. Não por um conhecido ideólogo esquerdista, de ideias próprias, com prioridades como estabelecer embaixadas em Vanatu, Nasau e outras "importantes metrópoles", apenas para criar oportunidade para a duplicação de efetivos de embaixadores, levada a efeito em sua gestão, com a cumplicidade do companheiro Lula.

Marcelo Hecksher hecksher207@hotmail.com

Brasília

________

FIRME

Admirei muito a postura firme do ex-ministro da Defesa ao declarar que votou em Serra na última eleição e acharam que foi deselegante com as autoridades do governo, mas entendo que a sua demissão como ministro foi honrosa para ele que sai sem manchas de corrupção e sem marcas de ladrão, como acontecem. Parabéns, ex-ministro Nelson Jobim.

Antonio Rochael Jr. antoniorochael@gmail.com

Iguape

________

BRASIL SEM DEFESA

Evo Morales, presidente da Bolívia, cocaleiro e muito amigo de Luiz Inácio Lula da Silva e de Celso Amorim, depois de apropriar-se de uma refinaria da Petrobrás, sem nenhuma reação contrária do nosso governo, agora descobriu que legalizar carros roubados no Brasil é mais lucrativo do que vender cocaína. Amarem seus carros que agora o amigo Evo terá mais estímulo em seu novo negócio. Na próxima semana o grande Celso assume o Ministério da Defesa. Roubem que o governo brasileiro garante. Afinal todo boliviano tem direito a ter um carro. Como não?

Humberto de Luna Freire Filho hlffilho@gmail.com

São Paulo

________

OPORTUNIDADE

Grupo paramilitar peruano invade território brasileiro na fronteira do Acre, armados de fuzis e metralhadoras, cercam grupo da Funai e ameaçam índios isolados da região do rio Envira. Bom momento para o novo ministro da Defesa, Celso Amorim, ir até o local armado com sua foice e martelo.

Roberto Stavale bobstal@dglnet.com.br

São Paulo

________

APAGÃO

Com a nomeação do Sr. Amorim para ministro da Defesa, o poste sofreu novo apagão.

Eduardo Augusto de Campos Pires eacpires@terra.com.br

São Paulo

________

SUBSERVIENTE

A presidente Dilma deu a sua derradeira demonstração de subserviência a seu mentor e criador, ao colocar na pasta da Defesa o Sr. Celso Amorim. Para aqueles que como eu acreditaram que Dilma seria a antítese de Lula, veio a decepção! Sua " faxina" nos Transportes foi apenas,ao que parece, uma ação de marketing bem ao gosto de seu tutor. Com o sr. Amorim à testa da Forças Armadas a mando de " Nosso (dele) Guia" ,talvez vejamos as tropas brasileiras defendendo o títere iraniano ,ou ajudando o sr. Evo Morales a tomar as refinarias da Petrobrás ou quem sabe reprimindo os brasiguaios a pedido do sr. Lugo. Presidente Dilma, assuma seu papel de guardiã da cadeira do ex(?) presidente Lula, já em campanha. Seria a única ação honesta de seu governo!

Cesar Araujo ces-araujo@uol.com.br

São Paulo

________

DEFESA E ATAQUE

Com Amorim na Defesa, esperamos que Jobim continue no Ataque.

Robert Haller robelisa1@terra.com.br

São Paulo

________

COMO DIRIA O REI DA ESPANHA

O ex-presidente, criticando os descontentes, teria dito que:- "Eu não sei se cabe aos militares gostarem ou não gostarem" (6/8). Se estivesse ao seu lado, o rei da Espanha teria repetido aquele comentário que fez para o seu amigo: "Por que no te callas?".

Jorge Luis Dos Santos B. jlsantos@northpoint.com.br

São Paulo

________

DIPLOMATA?

Celso Amorim, segundo Dilma e Lula um diplomata exemplar, é agora ministro da Defesa. Poderia ser da Pesca, Minas e Energia, das Cidades ou até em um ministério criado especialmente para ele em época de Copa do Mundo: o Ministério das Bolas Foras. Quando ministro das Relações Exteriores, juntamente com seu criador Luiz Inácio da Silva, deu muito o que falar mundo afora como no caso Zelaya, Irã, relações com Cuba e Venezuela e a torcida dos dois para que o resto do mundo se afundasse na crise de 2008, pois o Brasil estava vacinado contra a crise. O agora ministro da Defesa pode ser considerado um diplomata, se o que mais lhe faltou no governo Lula foi diplomacia e sobraram arrogância e falta de bom senso? Nunca teve o bom senso de, com dois ouvidos e uma boca, ouvir bastante e falar o mínimo.

Luiz Ress Erdei gzero@zipmail.com.br

Osasco

________

QUEBRA DE HIERARQUIA

Curiosas as palavras do ministro Paulo Bernardo emitindo sua abalizada opinião sobre as críticas de Jobim às colegas Ideli ''carinhosa'' Salvatti e Gleisi Hoffmann, afirmando que a presidente agiu bem ao demitir o ministro da Defesa, pois ''no governo há hierarquia''. O que pensa então o grande ministro sobre o comportamento do ex-seminarista, o ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência, Gilberto Carvalho, quando este tranquiliza os coleguinhas de partido garantindo que a presidente não está fazendo ''caça às bruxas'', e sim promovendo um ''ir para cima, de cobrar sempre que houver algum tipo de erro'' (sic!), com a ''faxina promovida no Ministério dos Transportes?

Aparecida Dileide Gaziolla rubishara@uol.com.br

São Bernardo do Campo

________

BRINCANDO COM FOGO

Relembrando, o caboclo paulista diz que "nunca se deve cutucar onça com vara curta". O Ministério da Defesa não é lugar para segurar ou tolerar ideólogos, sejam eles da esquerda ou da direita. E os militares já toleram o José Genuíno, como assessor, e que foi guerrilheiro do Araguaia. Agora vão ter que suportar Celso Amorim, cuja política, todos conhecem, é extremamente ideológica de esquerda. Não é justa e nem boa para o Brasil tal provocação, porque brincar com fogo é perigoso, da mesma forma que a onça pode - e tem meios para tanto - dar o troco, na hora exata e oportuna. Eis que, ainda, a nossa Carta Magna não assegura o "direito de provocar" e nem coíbe ao provocado o direito de retaliar, nos termos da lei.

José Carlos de Carvalho Carneiro carneirojc@ig.com.br

Rio Claro

________

CASO DE PSIQUIATRIA

A propósito do editorial Os escolhidos do governo (8/8, A3) em que o Estado critica os subsídios à indústria, cumpre a constatação de que esse "novo Brasil" (do PT) é assim mesmo: um país de todos, mas... às avessas! Nele, o pequeno empresário vive asfixiado pela carga tributária, mas o governo vira-lhe as costas. Esse mesmo governo acha justo, todavia, conceder às montadoras (multinacionais) fartos incentivos tributários; o País é carente de ferrovias para fazer escoar a produção e ajudar a desafogar as rodovias, que constituem risco de vida para os usuários, mas toca um bilionário projeto de trem-bala - o qual atenderá apenas passageiros endinheirados; somos carentes de tudo: postos de saúde, creches, educação, segurança, saneamento básico, infraestrutura e tantas outras coisas fundamentais, mas vamos torrar dinheiro em Copa do Mundo e Jogos Olímpicos com arenas superfaturadas construídas de forma opaca à conta do bolso do contribuinte; nossas ruas estão cada vez mais violentas, o consumo de drogas explode, o crime banaliza-se e ninguém mais se acha seguro, mas a solução apresentada ao povo é a soltura de presos e o afrouxamento da lei penal; somos mais de 15 milhões de analfabetos, fora os ditos analfabetos ''funcionais'' (que são outros milhões), mas o MEC distribui livros didáticos onde se ensina que falar errado é o certo. No Brasil petista é tudo ao revés. Nesse clima em que o País está imerso, já não admira assistirmos marchas exaltando o homossexualismo e clamando aos céus pela descriminalização da maconha ao mesmo tempo em que se constata a ausência de manifestações pela ética na política e fim da corrupção que, pouco a pouco vai sendo vista como coisa de rotina. O País, sob o PT, virou caso para profissionais. Da psiquiatria.

Silvio Natal silvionatal49@yahoo.com.br

São Paulo

________

REDUÇÃO DE IPI

A presidente Dilma reduziu o Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) dos automóveis até 2015, com objetivo de favorecer a indústria nacional de automóveis devido a concorrência desigual dos carros chineses e coreanos importados. Será que o verdadeiro objetivo é este? Tudo indica que não, senão vejamos: Os carros chineses e coreanos serão brevemente fabricados no Brasil. Até 2013, todos eles serão nacionais, e gozarão dos mesmos incentivos de redução do IPI, e ficarão ainda mais baratos! Na verdade, os beneficiados não são os carros atualmente fabricados no Brasil! É pura enganação!

Toshio Icizuca toshioicizuca@terra.com.br

Piracicaba

________

SANHA ARRECADADORA

A sanha arrecadadora governamental é implacável. É assim que acontece na indústria automobilística. Circulou na internet que o mesmo automóvel da Honda vendido no Brasil por R$ 53.000,00 e exportamos para o México, lá o preço ao consumidor é de R$ 25.000,00. Mesmo com a abusiva carga tributária as nossas rodovias, em sua quase totalidade, estão em péssimo estado de conservação ou, se em boas condições, pagamos pedágios. A tributação não se restringe ao veículo zero, no combustível pagamos a Cide e na renovação anual da licença também somos extorquidos. É o preço que pagamos pela péssima administração pública, repleta de irregularidades, corrupções e impunidades. O ônus das infindáveis mordomias e meteóricos enriquecimentos inviabiliza a redução da carga tributária.

Humberto Schuwartz Soares hs-soares@uol.com.br

Vila Velha (ES)

________

TÊXTIL BRASILEIRO

Para o setor têxtil, as medidas da nova política industrial apresentadas pelo governo poderão diminuir perdas comerciais por falta de competitividade com os preços internacionais. Para o presidente da Fiesp, medidas são importantes desde que saiam do papel e não apareça outro José Alencar para arrebentar com o setor têxtil. Agora a Associação Brasileira da Indústria Têxtil de Confecções (Abit), por meio de seu presidente, Aguinaldo Diniz Filho, promete diminuir o déficit do setor, com o incentivo do BNDES, mas porque não reclamou enquanto José Alencar importava têxtil da China e colocava produtos no mercado que tirava a competitividade e empregos do têxtil brasileiro?

Benone Augusto de Paiva benonepaiva@yahoo.com.br

São Paulo

________

CHEGA DE BENEFÍCIOS

Os carros populares ou daszelite pagam 12% de ICMS, ou seja, os Estados dão uma renúncia fiscal de 5% a 7% (caso do ICMS de 19% do Rio de Janeiro). Agora vão ter renúncia fiscal de IPI. O trânsito nas grandes cidades está um caos, a poluição também, em São Paulo mais de trinta por cento da frota não paga IPVA, multas, não respeitam o rodízio e na cidade de São Paulo não levam os veículos para inspeção na Controlar. Chega de benefícios para a indústria automobilística, chega de benefícios para os banqueiros e aplicadores com a Selic superior a 12%. Está na hora da manada se manifestar ou desembestar.

Ronaldo José Neves de Carvalho rone@roneadm.com.br

São Paulo

________

E AGOSTO CHEGOU

A inquietude que se alastra pelo mundo financeiro decorre de um único núcleo gerador. O déficit público dos países que abusaram do crédito, elevando o seu endividamento bruto a mais de 60% do seu PIB (Produto Interno Bruto), consumidos em grande parte em gastos correntes. Nada que não fosse previsível. O déficit público não deve ser interpretado como coisa maligna. É legítimo como produto de uma política de propulsão da economia, notadamente provocado por gastos de capital. É uma antecipação de receitas futuras decorrentes do crescimento da economia. Provocado por investimentos na infraestrutura. Mas será terrível se a antecipação for utilizada para gastos correntes de custeios ou de transferências para custeios de outros entes. E numa escala temporal o orçamento público deveria apresentar superávit para que houvesse a redução do endividamento, a fim de que o mesmo nunca ultrapassasse os 35% do PIB. Mas economistas criativos associados a políticos populistas só enxergam em aumentar a dívida. E a sua redução somente é tratada com a ocorrência de aumento de tributos. O fato da nota de crédito americano ser rebaixada por uma organização que diz de avaliação não alterará o resultado. O mercado continuará a comprar os títulos americanos pela simples razão de falta de alternativa real. A meu ver a dívida americana será reduzida pelo processo inflacionário durante os próximos 10 a 20 anos, desde que consigam manter baixas as respectivas taxas de juros. Eles tratam das contas abertamente por valores nominais e não por percentuais como se faz no Brasil. Em decorrência desses ajustes, as ações também terão os seus valores corrigidos, provocando essa queda das Bolsas. Na Bolsa brasileira será um bom negócio voltar comprar ações quando o Ibovespa atingir os 45.000 pontos. Ou perto disso. Há dois tipos de problemas: O poupador que tem ações e o investidor que alugou ações para vender e comprar. O poupador certamente ficará parado, esperando a crise passar. O especulador provavelmente irá realizar prejuízos porque precisará pagar a conta. No Brasil teremos nos próximos meses os grandes dissídios trabalhistas e que poderão dar mais incerteza à econômica no curto prazo.

Hélio Mazzolli mazzolli@terra.com.br

Criciúma (SC)

________

LULA FAZENDO ESCOLA

Obama culpou o governo passado pela crise. Pelo jeito, teve aula com Lula...

Ricardo Marin s1estudio@ig.com.br

Osasco

________

CRISE

Não saberia dizer se atual crise econômica mundial é a maior da era moderna capitalista. Mas o fato de o mundo estar extremamente globalizado, onde o que acontece no Oriente reflete no Ocidente e vice versa, talvez a torne, no mínimo, a mais preocupante. Essa ligação intercontinental, já explica as preocupações e temores de líderes, empresários e investidores mundiais com todos os países do mundo que flertam com uma crise interna. Hoje uns podem estar bem, amanhã, realmente, não se sabe. E como atualmente remasse pela mesma maré e na mesma direção, podemos concluir que, ou todos se salvam, ou o último que apague a luz!

Filipe Luiz Ribeiro Sousa filipelrsousa@yahoo.com.br

São Carlos

________

NOVO KEYNES

Concordo com o artigo de segunda-feira do Carlos Alberto Sardenberg (B2), precisamos efetivamente de novos líderes na Europa e nos EUA, pois parecem que os mesmos não tem ideia do que realmente deva ser feito, querem apenas "tocar o barco" algo que se aplica também a Dilma no Brasil. Falta um novo Keynes para buscar uma saída com criatividade para esta imensa crise que estamos entrando novamente. Espero que o governo Dilma tenha responsabilidade e não pense que estamos na Marolinha 2 - A Missão.

Roberto Saraiva Romera robertosaraivabr@gmail.com

São Bernardo do Campo

________

ECONOMIA E MEDICINA

Como em qualquer ciência a economia não deixa de evoluir, queiram ou não os conservadores do setor. Na medicina, por exemplo, em menos de um século foi possível com sua evolução dobrar a expectativa de vida do ser humano.Com a atual crise sistêmica global do modelo neoliberal econômico, novas terapias terão de ser implementadas e de nada adiantarão as chamadas soluções clássicas e conservadoras que estão sendo ainda aplicadas para solucionar o tsunami financeiro de nossos dias.Urge assim que as melhores lideranças globais saibam implementar na gestão econômica, como na medicina moderna, novas terapias que deem solução ao atual caos financeiro global.

José de Anchieta Nobre de Almeida josedalmeida@globo.com

Rio de Janeiro

________

REBAIXAMENTO DOS EUA

Tem gente se manifestando com alegria ao ver EUA e Europa em crise. 1° ficar feliz com a desgraça alheia não quer dizer que somos melhores que eles. 2° por aqui ainda temos esgoto a céu aberto, com doenças do século 19, e muita deficiência em infraestrutura para podermos comemorar uma eventual supremacia, ainda temos muitos desafios. O melhor seria podermos competir com países em alto estilo, e mostrar que podemos fazer muito melhor, é só fazer bem feito.

Francisco da Costa Oliveira fco.paco@uol.com.br

São Paulo

________

NO FUNDO, É BOM

Europeus e americanos do norte começam a se apertar. Isso no fundo, bem no fundo, é bom.Precisam também saber o que é aperto.Estão há gerações sugando o sangue do terceiro mundo. Seria bom que ficassem um bom tempo suando suor e lágrimas para ver como são as coisas na vida dura e real de uma gente usurpada em suas verdades e valores. Multinacionais de laboratórios, montadoras, prestadoras de serviço em tecnologia terão que vir aqui para conseguirem sobreviver. Terão que jogar nosso jogo, e isso é muito bom.

José Piacsek Neto bubapiacsek@yahoo.com.br

Avanhandava

________

AJUDA AOS AMERICANOS

Que tal sugerir aos EUA levar nossos "crânios financeiros" em ganhar dinheiro para ajudar os americanos a sair do buraco em que se encontram. Palocci, o filho do ministro, o lulinha, etc., com seus conhecimentos tiram o Pais do buraco rapidinho. Esses gênios com dinheiro dos outros são sensacionais, o dinheiro cresce sem fermento.

Mohamed Abdalla Kilsan kilsanabdalla@terra.com.br

São Paulo

________

SISTEMA INJUSTO

A crise econômica e queda nas bolsas de valores nos EUA e Europa pode virar uma crise mundial, com desemprego em larga escala e sérias consequências para a economia mundial. Enquanto banqueiros e especuladores lucram bilhões de dólares nesse cassino virtual, condenam milhões de pessoas a passar fome e morrerem na África negra, como estamos vendo na Somália e região. Claramente, há um descompasso entre o mundo que é e o mundo que deveria ser. Estamos diante de uma ordem econômica mundial que não serve mais e que precisa ser radicalmente transformada. O atual sistema é injusto, cruel, baseado na exclusão e concentra grandes lucros nas mãos de poucos, em detrimento da imensa maioria, que luta para conseguir sobreviver com dignidade. A nova ordem mundial precisa ser baseada na valorização do ser humano, na ética, ecologia e dignidade da pessoa humana e não mais no lucro capitalista e na exploração do homem pelo homem.

Renato Khair renatokhair@uol.com.br

São Paulo

________

DÍVIDA NORTE-AMERICANA

Vou dar alguns parâmetros para entender o tamanho da dívida dos EUA de 14,3 trilhões de dólares. A) Em peso - Supondo seja de 10 g o peso de uma moeda de 1 dólar, essa dívida pesaria 143 trilhões de gramos. Ou 143 bilhões de quilos ou 143 milhões de toneladas ou o peso de 1.430 navios, desses de 100.000 toneladas, que vem fazer cruzeiros por aqui. B) Em volume - Considerando que 100 notas de 1 dólar meçam 1 cm de altura, teremos uma pilha de 1.430.000 km quase cinco vezes a distância da Terra até a Lua. C) Em área - Medindo uma nota de 1 dólar temos uma área de 135 cm2. 14,3 trilhões vezes 135 cm2 obtem-se 1.930.000.000.000.000 centímetros quadrados . Convertendo isso em quilômetros quadrados, teremos: 193.000 km2. Dá para empapelar quase o Estado de São Paulo. É mole?

Alberto Martinez alberto.martinez@terra.com.br

São Paulo

________

BRIGA DOMÉSTICA

A briga entre democratas e republicanos é como a de marido que bate (republicasnos) e de mulher que apanha (democratas). Daí, veio a policia e botou ambos de castigo... e o que era uma nota AAA virou uma nota ah, ah, ah.

Decio Franco de Almeida bdfpartners@uol.com.br

São Paulo

________

UM BRASILEIRO ISENTO EM PRINCETON

O fato de um país ter instituições estáveis por mais de dois séculos é muito importante... "O potencial dos EUA está em práticas e valores construídos ao longo de muitos anos... Produção de conhecimento, capacidade de inovação, educação... Apostar contra os EUA nesse tipo de situação não é uma boa aposta. E ponto final!

Sergio S. de Oliveira ssoliveira@netsite.com.br

Monte Santo de Minas (MG)

________

DOWNGRADE

Democratas e republicanos chegaram a um acordo que não aumentava os impostos (como queriam os republicanos) e nem cortava os principais programas sociais (como queriam os democratas), mas que não resolveu o problema da evolução do déficit norte-americano. A crise de 2008 / 2009 foi enfrentada pela união para se fazer o que era necessário e atual foi deflagrada pela dificuldade de se compartilhar sacrifícios para se encontrar uma solução adequada. Queira-se ou não: o desequilíbrio fiscal existe e não pode mais ser ignorado.

Jorge Alberto Nurkin jorge.nurkin@gmail.com

São Paulo

________

CHINA X EUA

Agora chegou a vez de o mundo lavar a roupa suja. Com as dificuldades financeiras enfrentadas pelos EUA, a China como maior credora já começou a cobrar da maior potência mundial, economia e menos gastança. Por que os EUA não cobra da China correção justa da moeda que não faz há anos, complicando os mercados mundiais e atrapalhando as exportações dos países produtores? A China é um país com quase 1,4 trilhão de habitantes que desconhece regras de mercado, mente sobre sua real condição, fabrica genéricos da pior qualidade e nunca agiu de igual, para igual respeitando tecnologia. Digamos que a China é hoje a mega pirata tecnológica do mundo. Que moral tem para cobrar alguma coisa de outros países?

Beatriz Campos beatriz.campos@uol.com.br

São Paulo

________

A QUEDA DA ÁGUIA

Ao longo do tempo, a humanidade viu impérios grandiosos que, após décadas controlando os rumos do mundo, acabaram ruindo. O clube dos líderes decadentes, que conta com uma lista exclusiva de participantes, de Roma ao Império Britânico, está prestes a ganhar um novo sócio: os Estados Unidos da América. Os EUA não deverão se manter no alto da montanha por muito tempo. Desde quando ganhou da União Soviética a hegemonia sobre o globo que o país não via uma ameaça tão grave de cair do penhasco. A crise, que começou em 2008 e já é passado para seus grandes concorrentes, continua abalando as estruturas americanas. Enquanto Índia, Brasil e, principalmente, China crescem a taxas fantásticas e demonstram confiança para investidores, Washington apresenta dívidas impagáveis e perde a passos largos seu status de potência financeira. Muito desse cenário deve-se pelo preço alto do imperialismo. Para manter sua liderança, os EUA apostaram em grande parte na força. Os gastos com armamentos e guerras queimando todo o orçamento da nação e desgastou a imagem do país internacionalmente, o que fez com que outros Estados preferissem se relacionar com países mais neutros, como o Brasil. Entretanto, não necessariamente os EUA irão se tornar um país politicamente medíocre, como aconteceu com alguns ex-impérios, como Portugal. Ao contrário, eles devem se manter uma peça forte no xadrez que é o jogo político internacional ainda no futuro, porém não como rei. A esse papel está reservado o dragão chinês, aquele que fará cair de vez a águia americana.

Joaquim Távora brenovieirasilva81@gmail.com

São Paulo

________

MOTORISTAS X PEDESTRES

Sim, é verdade. Há muito desrespeito no trânsito de São Paulo com relação aos pedestres. Porém, há muito desrespeito no caminho contrário. Quem é que vai "multar" ou controlar os pedestres mal educados? Os que arriscam a própria vida e também a dos outros? Como repreender o Pedestre que atravessa fora da faixa, que está, muitas vezes, a menos de 20 m. de onde estão atravessando? Eu, pessoalmente, faço questão de evitar ao máximo parar meu carro sobre uma faixa de pedestres. Mas como cruzar uma avenida quando os geniozinhos da CET programam mal os semáforos? Tenho passado muitas experiências de o sinal ficar verde, nenhum carro poder andar por que o tráfego está bloqueado, o sinal volta a ficar vermelho e depois o trânsito flui para o outro fluxo. Aí entope tudo de novo, e o sinal volta a ficar verde. Nessa confusão, muitas vezes enganados pela esperança de seguir adiante, ficamos "presos" sobre uma faixa de pedestres, e, portanto, sujeitos a multa. Quem multará o CET pela desorganização do trânsito? E quanto aos pedestres que caminham normalmente a 1,2 m/s, mas quando atravessam a rua, baixam para 0,5 m/s e ficam encarando o motorista com uma mistura de desdém e sarcasmo? Há muito o que melhorar na educação de trânsito sim. Porém há tudo a se melhorar na educação do pedestre. Lembrando que todo motorista é também um pedestre.

Anselmo Carlos Fiorini a.fiorini@ig.com.br

São Paulo

________

ABSURDOS

Um fato passou desapercebido na recente campanha de proteção aos pedestres: a Prefeitura vai começar a multar os motoristas infratores na Zona Máxima de Proteção ao Pedestre. Ela parece ignorar que estas infrações são previstas no Código de Trânsito Brasileiro, o qual tem validade nacional e, portanto, ela deveria cumpri-lo em toda a cidade, não apenas numa zona delimitada arbitrariamente por ela. A Prefeitura pode optar por cumprir ou ignorar leis federais de acordo com a região? Precedente perigoso, onde está o MP? Porém, existe uma única desculpa plausível para esta aberração jurídica: foi nesta "Zona" que a CET implantou sua campanha educativa. Mas isso leva a novo absurdo: onde se fez a ação educativa, o índice de desrespeito aumentou ao invés de diminuir! Que tipo de campanha é esta que piora o problema, ao invés de resolvê-lo? E, para piorar, ainda cabe questionar porque é preciso uma ação educativa se todos deveriam aprender a respeitar os pedestres nas autoescolas? As coisas estão muito erradas mesmo! As autoescolas não ensinam, os motoristas não respeitam, a CET não educa, a Prefeitura não cumpre a Lei Federal integralmente...

Renato Rea Goldschmidt reagold@gmail.com

São Paulo

________

MUDANÇA JÁ NA LEI DE TRÂNSITO

Nossos legisladores deveriam o mais rápido possível repaginar esse nosso pífio código de trânsito. Três acidentes de trânsito em São Paulo ganharam as manchetes dos principais jornais e a atenção do público nos últimos dias. Não só porque houve duas mortes (são quase quatro por dia nas ruas da cidade), mas também porque jovem com dinheiro e carrões importados estiveram envolvidos. Toda morte no trânsito é estúpida, principalmente quando o pedestre é atropelado em cima da faixa de segurança, uma das maiores causas de atropelamento hoje na cidade de São Paulo. Não importa se a vítima é um pedestre em Itaquera ou um transeunte no Jardins. Mas alguns acidentes chocam além da conta por causa da irresponsabilidade dos motoristas, mais revoltante quando se trata de gente com estudo, recursos e conhecimento de causa. O engenheiro Marcelo Malvio Alvez de Lima, de 36 anos não é mais um adolescente, tem um Porsche potentíssimo. Numa madrugada dessas, em que a maioria dos jovens saem para se divertir, resolveu sabe-se lá porque acelerar de mais e bateu no Tucson da advogada baiana Carolina Cintra Santos, 28 anos, que não respeitou sinal fechado e morreu ali mesmo. Lima recusou-se a soprar o bafômetro, como também políticos famosos e boleiros já o fizeram antes. O engenheiro Roberto de Souza Lima, 34 anos, anda em um Land Rover blindado. Sua namorada, a nutricionista Gabriela Guerreiro Pereira, 28 anos, diz ter perdido o controle do Jipão, atropelando e matando o administrador Vitor Gurman, 24 anos, numa calçada da Vila Madalena, numa rua em que a velocidade permitida é de 30 Km/h. Os dois passageiros tinham consumido álcool, não permitindo o teste do bafômetro. O administrador João Luiz Raiza Filho, 30 anos, destruiu há quatro anos uma Ferrari F430. Agora, foi a vez de um Camaro zero quilômetro. Pego nu da cintura para baixo, levava no banco do carona uma garrafa vazia de uísque, e sabe-se lá mais o que tenha ingerido ou fumado. Menos mal, nenhuma vítima, só o carrão destruído. Entre o primeiro acidente e os dois últimos, a PM decidiu intensificar os comandos da lei seca, mas que ao mesmo tempo permite a impunidade. Quem enche a cara e sai dirigindo assume o risco de matar. Se não forem impedidos, com punições rigorosas e exemplar, os inocentes continuarão morrendo precocemente. Mudança já na lei de trânsito para punir com rigor os fora da lei, com a prisão e pagamento de indenização aos familiares da vítima e arcar com todos os prejuízos causados. Assim quem sabe os motoristas se conscientizem de que todo o motorista é um pedestre, mais nem todos pedestres são motoristas!!!

Turíbio Liberatto turibioliberatto@hotmail.com

São Caetano do Sul

________

ERROS DE PROJETO DO METRÔ

Os paulistanos têm razões de sobra para comemorar a inauguração da linha amarela do metrô, mas está na hora também de discutirmos as falhas do projeto. O túnel de ligação entre as estações Paulista e Consolação foi mal dimensionado. Nos horários de pico, a multidão é densa a ponto de forçar que todos caminhem em marcha lenta. Fora o atraso no tempo de viagem (o túnel é longo), há o risco de acontecer uma tragédia, em caso de pânico. Os trens da nova linha são mais estreitos que os demais trens do metrô. Deve ter sido por uma medida de economia, mas é o tipo de economia que depois sai muito cara. Antes mesmo das estações Luz e República (que vão ligar a linha amarela com as duas principais linhas do metrô e com as linhas da CPTM que param na Estação da Luz) estarem prontas, os trens já andam razoavelmente cheios. Quando a primeira fase, Luz-Butantã, estiver pronta, provavelmente a linha já estará saturada. É duvidoso que esses trens estreitos suportem a prometida extensão até Taboão da Serra. Outra falha gritante do projeto é a localização da estação Butantã, longe demais do campus da USP. O ideal seria que houvesse uma estação em algum ponto central do campus. Se isto não fosse possível, pelo menos a estação deveria estar a uma distância que desse para se caminhar até o campus. Algumas unidades da USP estariam servidas, e os demais usuários (são dezenas de milhares) poderiam tomar o circular do campus, que é gratuito. A nova linha de ônibus que foi criada, ligando a estação do metrô ao campus, é uma solução insatisfatória. Além de perder tempo no trânsito da Vital Brasil e da Alvarenga, o ônibus encarece a viagem. Ao contrário do que dá a entender a propaganda oficial, embora o bilhete seja único, quando se muda do metrô para ônibus paga-se outra tarifa (apenas com um desconto de cerca de 45%). Está nos jornais agora a notícia dos muito necessários e bem-vindos planos de expansão do transporte sobre trilhos na Grande São Paulo. Eu me pergunto, e não vejo resposta no noticiário, se os trens da futura linha laranja também serão mais estreitos. O plano inicial era ir só até Brasilândia, agora fala-se em ir até a Rodovia dos Bandeirantes. Tomara que os senhores governantes não repitam o erro de colocar trens estreitos na nova linha. Eles podem ser adequados para cidades médias ou grandes, mas não para cidades gigantescas como a nossa. Fala-se também de uma nova linha de metrô ligando a estação Lapa da CPTM à futura estação Moema da linha lilás do metrô. Li nos jornais que essa linha vai se ligar à linha amarela na estação Faria Lima, mas não houve menção a ligação com a linha verde. Não seria um desvio muito grande ir da Lapa para Pinheiros passando por Vila Madalena. Isto permitiria que quem fosse da Lapa para a Paulista, Vila Mariana, Jabaquara, não precisasse usar a linha amarela.

Severino Toscano do Rego Melo toscanomelo@gmail.com

São Paulo

________

O VALE DO RIBEIRA E SUAS INUNDAÇÕES

O Vale vive mais uma vez os prejuízos das inundações causadas pelas águas do Ribeira em seus 36 mil hectares de bananais, sendo a maior parte em várzeas e nas casas de seus moradores. Essa e outras anteriores não teriam ocorrido se a Usina Hidrelétrica do Tijuco Alto, que a CBA, do Grupo Votorantim pretende construir no Rio Ribeira, já estivesse pronta, conforme fora autorizado em 1988. Da mesma forma, não haveria necessidade do Governo do Estado ter gasto em 2004, milhões de reais com a construção de uma nova ponte com 333metros, em Eldorado Paulista, derrubada pelas águas do Rio Ribeira. Fala-se que o lago da barragem desalojará 600 (seiscentas) famílias quilombolas que vivem como se fossem párias, sem nada contribuírem para a sociedade e nem para o meio ambiente. Entretanto, seus defensores tentam pelos mais variados recursos jurídicos impedirem sua construção, eles que são outros párias, que se dizem ambientalistas, mas não passam de políticos oportunistas, não levam em consideração os benefícios que a Barragem proporcionará às demais comunidades do Vale, que superam em milhares de vezes esses uns que vivem como desterrados. Infelizmente, nossos governos são omissos e só lembram-se dos eleitores por ocasião das eleições. Apenas para fazerem manchetes jornalísticas, tenho visto inúmeros governadores sobrevoarem as áreas inundadas e falarem que vão tomar providências "desta vez".

Raul S. Moreira raulmoreira@mpc.com.br

Campinas

________

WALTER ABRAHÃO

Perdemos Walter Abrahão. Ex-membro do Tribunal de Contas da União (TCU), Walter foi um grande narrador esportivo nos anos 60, 70 e 80. Uma grande figura, sempre alegre e solícito,

Abrahão deixa saudades. Fica aqui uma lembrança de quem o conheceu e admirou.

Carlos E. Barros Rodrigues ceb.rodrigues@hotmail.com

São Paulo

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.