Cartas - 11/07/2010

COPA DA ÁFRICA

, O Estado de S.Paulo

11 Julho 2010 | 00h00

Paul, o polvo

A respeito do famoso polvo alemão que fez tantas previsões certeiras dos jogos da Copa do Mundo, está faltando fazer a única pergunta que realmente nos deveria interessar: o que faz um animal marinho preso dentro de um minúsculo aquário como aquele? Depois de tantos acertos nos resultados, ele merece ser devolvido ao seu hábitat natural, o mar.

SANDRO FERREIRA

sandroferreira94@hotmail.com

Ponta Grossa (PR)

______________________________________

Volta antecipada

Intrigante o retorno antecipado do presidente Lulla ao País, fugindo à regra da Fifa de que o representante da próxima Copa fique ao lado do atual no encerramento dos jogos. Mesmo causando constrangimento, Lulla não comparece. Justamente ele, que não perde holofotes?! Será que vem outra pesquisa por aí e sua candidata à sucessão apagou de vez? Quem conhece Lulla realmente não entende essa desculpa de cansaço! Que forças "ocultas" o fizeram retornar antecipadamente? Será que o polvo advinha?

BEATRIZ CAMPOS

beatriz.campos@uol.com.br

São Paulo

______________________________________

Cansaço

Lula esperava tirar proveito político de uma possível vitória da seleção brasileira na África do Sul. Como o sonho virou pesadelo, alegou cansaço para não atender ao convite da Fifa de entregar a taça ao campeão. Gostaria de saber se alegará cansaço quando se tratar de acompanhar a sua candidata nas andanças pelo País.

IZABEL AVALLONE

izabelavallone@yahoo.com.br

São Paulo

______________________________________

Inferno astral

Corre este ano eleitoral de 2010 e o presidente Lula da Silva não consegue sair de seu inferno astral. Vexame no caso Irã, peso político de carregar um poste, desconforto para ir ao G-20 e, por fim, "dungaram" sua pretensão de apoteótica presença na final da Copa da África.

FRANCISCO JOSÉ SIDOTI

fransidoti@terra.com.br

São Paulo

______________________________________

DUNGA

Entrevista

Oportuna, esclarecedora, substanciosa a entrevista de Dunga (9/7, E1). Quem ataca a conduta profissional do técnico na Copa deveria ler. É de bom tom ouvir o interessado antes de julgá-lo.

LUIZ R. BARROS SANTOS

luizroberto.santos@gmail.com

São Paulo

______________________________________

Depois de ler a entrevista do Dunga ao Estadão, só tenho uma coisa a dizer: meu Deus!

MAURÍCIO LIMA

mapeli@uol.com.br

São Paulo

______________________________________

Dunga que me perdoe, mas não querer assistir à final da Copa demonstra péssimo espírito esportivo. É de constranger. Espero que ele veja, sim, e torça para a Espanha ou para a Holanda. Sobre o Felipe Melo, não é possível maquiar o que a tecnologia mostrou. E ainda, respeitosamente: a derrota para a Holanda não foi fatalidade. O Brasil jogou mal no segundo tempo, murchou. Para perder mesmo. Essa é a verdade.

MARCIANO VASQUES

marcianovasques@gmail.com

São Paulo

______________________________________

Ô Dunga, largue mão de demagogia barata. Assista ao jogo na sua casa, com a sua família.

SERGIO S. DE OLIVEIRA

ssoliveira@netsite.com.br

Monte Santo de Minas (MG)

______________________________________

OS MELHORES DO MUNDO?

Banho de bola

Há tempos não somos a melhor seleção do mundo e valorizamos demais nossas promessas de jogadores. Até o Pelé já entrou na absurda onda de nossa mídia ao comparar o Santos dele com o do Neymar. Esquecemos que lá fora há também verdadeiros craques e neste Mundial a Europa deu um banho de bola na América do Sul. De cinco representantes, encabeçados por Brasil e Argentina, mais Chile, Paraguai e Uruguai, só sobrou a Celeste para nos representar. É, meu caro Zagallo, nós é que tivemos de engolir mais essa. E se não mudarmos da água para o vinho, seremos degolados em casa. Até 2014 !

JOSÉ ALBERTO DE PAIVA

alpai12@yahoo.com.br

São Paulo

______________________________________

VIOLÊNCIA

Brasil bandido

No Brasil "o cidadão vai ao cinema e depois, quando vai buscar o carro, roubaram". Esse trecho é do discurso de improviso que o presidente Lula fez em cerimônia em Johannesburgo alusiva à Copa de 2014, na presença do presidente da Fifa e de autoridades. Num raro lance de sinceridade, o presidente definiu de forma simples o Brasil de hoje: um país totalmente inseguro e perigoso para quem aqui vive e para os turistas que nos visitam. Vivemos uma época de absurda e insuportável violência, que domina a cada dia todos os cantos do País. Perdemos nossa cidadania de sair de casa para o trabalho, a escola ou o lazer e voltarmos sãos e salvos. E o que fez o governo federal nestes oito anos contra essa trágica e vergonhosa realidade? O que fez de eficiente para coibir a entrada pela fronteira de drogas e armas, que alimentam o crime? O que fez junto aos governos estaduais, pouco eficientes nessa área, para modernizarem as polícias e pagarem salários mais dignos, com um grande projeto de segurança? Quanto o governo federal liberou de recursos para isso? O que fez para melhorar o calamitoso sistema penitenciário? A economia cresce, pessoas que eram pobres passam a consumir, outras ficam milionárias. Mas todas com muito medo, vivendo enjauladas em casa, apavoradas nas ruas, nos carros, no ônibus, no trem... Numa coisa o presidente acertou: não dá pra tapar o sol com a peneira. Esse é o lado do Brasil que o mundo vê.

ARI GIORGI

arigiorgi@hotmail.com

São Paulo

______________________________________

Depois desse discurso de Lula em Johannesburgo, destinado a lançar campanha de promoção internacional do turismo no Brasil com vista à Copa de 2014, reforçando uma imagem do País que o Ministério do Turismo não gostaria de ver enaltecida, cheguei à conclusão de que não temos como presidente apenas um insaciável turista, mas um comediante internacional, patrocinado pelos contribuintes brasileiros.

A. P. CESAR

airlou@gmail.com

Barueri

______________________________________

"Percebendo que não haveria palanque para discursar, Lula enfiou a viola no saco e deu no pé."

JORGE ZAVEN KURKDJIAN / SÃO PAULO, SOBRE A AUSÊNCIA DO PRESIDENTE NA FINAL DA COPA

zavida@uol.com.br

"A constrangedora volta antes do tempo pode ter outra explicação: medo de ser vaiado pelos brasileiros que ficaram por lá..."

GILBERTO DIB / SÃO PAULO, IDEM

gilberto@dib.com.br

"A humildade é privilégio dos grandes, apenas os medíocres não sabem disso"

ANTONIO CARLOS MARTINS / SÃO PAULO, RECADO PARA O DUNGA

acmartins@uol.com.br

______________________________________

VOCÊ NO ESTADÃO.COM.BR

TOTAL DE COMENTÁRIOS NO PORTAL: 1.309

TEMA DO DIA

Lula acha "descabidas" preocupações da CBF

Presidente se irrita com crítica de Ricardo Teixeira aos aeroportos do País visando à Copa de 2014

"Nossos aeroportos já não dão conta hoje. O de Seul, cidade com 12 milhões de habitantes, possui 13 terminais."

ARI KEMPENICH

"Só o presidente tem coragem de peitar o Teixeira. Para a credibilidade da Copa, precisamos de mudanças radicais na CBF."

RODRIGO OTÁVIO

"Lula deve saber que a Fifa patrocina "ditaduras". Intervir na CBF criaria mais problemas que benefícios aos nossos clubes."

RAFAEL CLÁUDIO

______________________________________

Cartas enviadas ao Fórum dos Leitores, selecionadas para o Estadão.com.br

FINALISTAS

Os primeiros a deixarem a Copa da África foram os próprios africanos, junto com os asiáticos - estes porque não têm tradição futebolística. Depois os americanos e finalmente os europeus, como sempre. A Holanda é um país que tem cerca de 10% da população brasileira, mas tem um dos maiores portos do mundo, o de Rotterdam. É um país que importa matéria-prima e exporta produtos industrializados, bem diferente do Brasil. Talvez a partir daí se possa concluir que futebol não se joga só com a parte inferior do corpo, mas também com a cabeça.

Luiz Antonio da Silva lastucchi@yahoo.com.br

Ribeirão Preto

______________________________________

SAÍDA PELA PORTA DO FUNDO

Mais uma vez o presidente envergonha a parte civilizada do País, comportando-se como um típico e fanático torcedor de time de várzea. Como Dunga, que saiu de campo batendo o pé e sem cumprimentar o técnico adversário, o nosso estadista de Garanhuns saiu da Copa atirando para todos os lados, falando mal dos finalistas, dizendo que para ele a Copa havia terminado e abandonando a praxe de o presidente do próximo país-sede assistir à final da Copa anterior. De um governo em que o ministro de Relações Exteriores exalta que "negócios são negócios", independentemente do crápula que se senta do outro lado da mesa de negociação, não poderíamos esperar nenhum tipo de hombridade e muito menos de civilidade.

Victor Germano Pereira victorgermano@uol.com.br

São Paulo

______________________________________

PAPELÃO

O presidente Lula mais uma vez nos faz passar um vexame lá fora. Ao se negar a assistir à final da Copa, comportou-se com um menino imaturo que perdeu no jogo de futebol.

Sua desculpa de que estava cansado não colou pra ninguém. Afinal, cansado por mais um passeio turístico pelos governos que tanto admira? Mais um papelão fora do comportamento adequado daquele que deveria, mas não consegue ser um estadista.

Leila E. Leitão

São Paulo

______________________________________

VIOLA NO SACO

FHC, na vigência do seu mandato, emplacou uma conquista de Copa do Mundo. Porém, por algum lapso, não transmitiu ao governo petista a oportunidade de alcançar essa herança ''almejada''.

Assim, o "cara", pé-frio, desertou mais cedo da África, saindo pela tangente do cansaço.

Excesso de exibição e distribuição de bondades, no continente da Copa, e a volta sem a taça provocaram a alegada canseira.

Certamente a impossibilidade de desfilar com o caneco em todos os palanques de campanha

é a maior motivação para o desencanto.

Antonio Wuo wuo.antonio@gmail.com

Mogi das Cruzes

______________________________________

DESFEITA

Lula, alegando estar cansado, não permanecerá na África do Sul para o final da Copa. Como sempre, o ''reizinho'' apresenta uma desculpa esfarrapada para cometer gafes, especialmente internacionais. Claro, ele não tem nenhum interesse pessoal em lá permanecer, não lhe renderá fruto algum, nem político, e aproveita para fazer uma desfeita aos organizadores da Copa, ao presidente da Fifa e a todos os que lá estão e aguardavam sua presença no confronto final. Deveria e teria obrigação de lá permanecer, sim, afinal, a próxima edição da Copa será no Brasil, mas ele não pensa dessa forma. Visitar ditadores não cansa, mas de praticar um ato correto nem cogita se não lhe render algum fruto. E isso os seus admiradores não veem. A seleção brasileira fracassou em campo, na luta, jogando o que sabia, e Lula fracassa de outra forma, a egoísta. ''Reizinho'', esperamos que saia e não deixe o seu rabicho no governo.

Carlos E. B. Rodrigues ceb.rodrigues@hotmail.com

São Paulo

______________________________________

VERGONHA

O presidente Lula encontrou-se com todos os ditadores da África. Mas assistir à Final da Copa ao lado de Nelson Mandela não lhe interessou. Vergonhosa a atitude desse ditadorzinho.

Marcos Oliveira mate3266@gmail.com

São Paulo

______________________________________

GAFES DE LULLA

Lulla vai embora da África do Sul (Copa) e causa mal-estar.

Se, tradicionalmente, o presidente do próximo país-sede é um dos atores principais da final, Lulla deveria ter viajado direto para a África do Sul e não ficar ''aerolullando'' de um lado para outro, num périplo sem sentido por outros países, inclusive visitando ditador de país que nada ou pouco acrescenta ao Brasil em termos de comércio exterior. E ainda falando de democracia a um ditador de mais de 30 anos no poder, quando deveria falar do mesmo assunto aos seus amigos Fidel Castro, Hugo Chávez, Evo Morales e outros

da América Latina, ou para o seu mais recente amigo lá do Irã.

Na África do Sul apresentou-se para o lançamento da logomarca da Copa de 2014, no Brasil, com a aparência de um homem acabado, prostrado, com certa dificuldade até de falar, em seu discurso. Tinha o cabelo desgrenhado, a pele escorregadia, apesar de jactar-se da melhor saúde, movido ao melhor combustível.

É preciso priorizar os interesses do País, não os seus próprios.

Por seus erros e gafes ao longo desses oito anos, Lulla nunca será um estadista.

Alvaro Salvi alvarosalvi@hotmail.com

Santo André

______________________________________

PIRATARIA

''Olha, vamos ter que fazer uma vuvuzela brasileira.''

Lulla não perde mesmo o hábito de se apropriar do alheio.

A. Fernandes standyball@hotmail.com

São Paulo

______________________________________

TRANSPARÊNCIA!

No discurso na África do Sul o ''cara'' disse que a Copa 2.014 terá transparência nos gastos públicos. E disse mais: ''Eu fiz duas leis." Será que foi o aprovado no Congresso Nacional na Lei das Diretrizes Orçamentárias, que isenta as obras para a Copa 2014 e Olimpíada 2016 da exigência das licitações, portanto, obras sem prévio controle dos custos, mas que poderão ser vistos pela internet? Isso é que é transparência!

M. Teresa Amaral mteresa0409@estadao.com.br

São Paulo

______________________________________

DUNGA

Dunga não quer ver a final da Copa.

''Vai ficar uma ferida''.

''Isso não se esquece. Futebol é a minha vida''.

Para Dunga, o Felipe Melo ''pagou a conta'' pela eliminação, como ele próprio pagou na Copa de 90.

Como se passaram 20 anos desde que o Dunga pagou sua conta, Felipe Melo tem até 2030 para pagar a dele.

Fica tranquilo, pois é menos tempo do que os que compram a casa própria.

Tanay Jim Bacellar tanay.jim@gmail.com

São Caetano do Sul

______________________________________

ENTREVISTA

Parabéns ao Estadão por dar um espaço para Dunga se defender um pouco, depois de apanhar de todos, Globo, jornalistas (?) e CBF. Eu nunca concordei muito com suas ideias, mas sempre entendia que, no mínimo, passava dignidade, pois me parece mais importante não perdê-la. O Felipão já havia passado isso também, só que a sorte lhe sorrira, foi campeão. Entretanto, fico com a impressão de que para a maioria é melhor ser campeão de qualquer maneira. Ah, algumas perguntas têm o mesmo nível de uma eventual convocação do Coalhada pelo Dunga.

Manoel Mendes de Brito brito.voni@terra.com.br

Bertioga

______________________________________

ASSUMIR A CULPA

Não sei o que o Dunga está querendo. Depois de dizer a todos os cantos que a seleção era ''dele'' agora vem tentando se justificar. Ele foi o principal responsável pela derrota, com a ''blindagem'' na seleção, tanto na técnica como no pessoal.

Laert Pinto Barbosa laert_barbosa@ig.com.br

São Paulo

______________________________________

PAPILLON!

Sobre o comando do ditador Dunga a seleção brasileira entrou muda e saiu calada da Copa do Mundo da África do Sul, impedida que foi de manter contatos espontâneos com a imprensa e com os torcedores.

Já na alegre e finalíssima seleção espanhola o ambiente de descontração é tamanho que até a rainha Sofia não se conteve e foi aos vestuários cumprimentar os jogadores, mesmo estando um deles coberto só com toalha!

Antes da Copa eu e a torcida inteira do Flamengo já prevíamos o fiasco que seria a participação da selecionado brasileiro, só não imaginávamos quão frustrante seria tal experiência.

Tremo só de pensar e já estou começando a rezar todas as vezes que penso e ouço notícias a respeito da Copa de 2014, que será no Brasil.

Com dizem os portugueses mais antigos, ''ai Jesus!"

Pedro Pinto da Silva

São Bernardo do Campo

______________________________________

DITADURA DUNGA

Dunga tem uma forma de trabalhar clara, definida e pragmática. Como treinador da seleção brasileira de futebol, ele convoca, escala, erra e acerta como todos em quaisquer profissões. Diferencia-se por fazer isso apenas ouvindo a sua própria consciência. Como toda relação de trabalho, outros dependem do trabalho do Dunga, como ele de outros. E a imprensa é a principal nessa relação. Eis o erro: Dunga, como a maioria envolvida no futebol, entende que a imprensa só deve elogiar, mesmo quando não concorda com o futebol apresentado. Os jogadores não diferem, tanto que a frase "é uma resposta àqueles que não acreditavam na gente" é a mais comum quando se vence um campeonato. Os profissionais da bola criaram uma mentalidade de vingança. Não existe exceção.

Na seleção de Dunga essa postura acentuou-se. Ele não dava entrevista, dava resposta mal-educada aos jornalistas. Eu me lembro de que ele disse que Robinho não estava bem, a resposta está aí. Asseverou-se. Só Dunga viu um novo rei na África do Sul. Robinho foi um fiasco, como costumam ser pessoas que pensam que são mais do que realmente são, e muito mais, no caso de Robinho. Não sei se a forma de organização não permitia contra-argumento, pois o jornalista deveria reforçar que teria dito e não estava mesmo bem quando ele falara.

Dunga poderia estar no seu papel. A Confederação Brasileira de Futebol, como os clubes brasileiros, é que precisam definir padrão de conduta para seus funcionários, o que não fazem. Quase sempre, renomados, depois de não servirem mais à Europa, voltam para ditar regras e desfilar privilégios em clubes brasileiros. Ronaldo, Adriano e Roberto Carlos, este um pouco menos, são exemplos acabados. Dunga se colocou acima de todos e a maioria aceitou.

Mas essa aceitação decorre de outra distorção. No Brasil, não se discute que os clubes vençam pela técnica, pela tática do conjunto, pelas jogadas bem ensaiadas, mas apenas por muita "garra, raça e dedicação". Esses quase sinônimos são inerentes ao esporte e podem colaborar ou até ser decisivos em jogos entre times tecnicamente iguais. Mas jamais prevalecem isolados, sem nenhuma técnica. Pois eis aí o grande erro de Dunga. Criou a filosofia dos brucutus, jogadores que só descem pauladas, ao invés de jogar bola. Venceu as seleções que qualquer clube da Primeira Divisão nacional venceria, apenas com os jogadores que não interessam a times da Terceira Divisão europeia, tendo Felipe Melo como sua representação acabada de como se joga futebol: dando patada num jogador caído.

Outro erro fundamental foi atribuir a comportamento isolado como método essencial para vencer. Ora, exageros prejudicam de qualquer lado. Para alguns jogadores o isolamento pode ser benéfico, para outros a liberdade seria decisiva. Portanto, não se podem confundir baladas e bebedeiras até o amanhecer antes de uma partida com uma saída noturna para descarregar as energias sexuais. Ou, ao menos, que a comissão técnica consultasse para apresentar um estudo comprovando se o mal maior seria uma escapadela ou um banho demorado. Cada pessoa tem uma maneira de sentir-se bem e produzir mais. Isso tudo dentro de parâmetros predefinidos, como em todas as demais profissões.

A imprensa dizia que o treinador ganhara tudo. Nem a perda da medalha olímpica lhe atribuíam. Agora, perdeu a Copa do Mundo. Todos prefeririam um desses títulos ao tudo que ele ganhou.

Talvez o único acerto tenha sido o tratamento igual para todos. Era repulsivo o privilégio dado à Rede Globo por jogadores e comissão técnica anteriores. Entretanto, o erro maior se comete quando surgem os resultados.

Quando perdem, foi só por falta de aprisionamento; quando vencem, foi em razão da reclusão. As Copas do Mundo de Futebol de 2006 e 2010 provaram igualdade no resultado dos exageros de um lado e do outro. Para o bem geral da democracia, Dunga não venceu. Até em razão da sua filosofia de vida, de que coisa boa ou ruim só existe se a pessoa participar dela. Ele não falou de Holocausto, apartheid e escravidão, mas como dissera ter dúvida se a ditadura militar no Brasil foi tão ruim assim, ainda bem que a sua ditadura Dunga fracassou. Caso contrário, teria coroado sua era de exaltação à raça em detrimento da técnica.

Pedro Cardoso da Costa pcpccosta3@gmail.com

São Paulo

______________________________________

LOGOMARCA COPA 2014

Que esdrúxulo ''comitê de notáveis'' é esse que escolheu a logomarca do Mundial de 2014? As cores básicas do Pavilhão Nacional são amarela, verde, e azul, aliás, seguidas nos uniformes da seleção; logo, o número 2014 deveria ser em azul, e não em vermelho, cor de conhecido partido. Escolheram esta para agradar ao nosso despeitado presidente. Já começamos mal, e vamos colocar um pé atrás nos embates que se darão na futura Copa!

Viviano Ferrantini engferrantini@ig.com.br

São Paulo

______________________________________

PÉSSIMO GOSTO

Começa mal a Copa tupiniquim. A logomarca apresentada para o próximo Mundial, no Brasil, não reflete a criatividade do design e da publicidade brasileira.

A CBF e a Fifa erraram ao permitir que apenas que 25 agências de propaganda tivessem o direito de participar desse evento. Deveriam ter patrocinado um amplo concurso no País, certamente grandes talentos seriam descobertos e não ficaríamos à mercê de um logo feio e sem nenhuma alusão à cultura brasileira.

Assim, deixamos de marcar o primeiro gol desta Copa de 2014, com a aprovação desse logo de péssimo gosto. E tudo, infelizmente, parece um jogo de cartas marcadas! Ou a consagração do deplorável jeitinho brasileiro ávido por privilégios...

Paulo Panossian paulopanossian@hotmail.com

São Carlos

______________________________________

DIGITAL

Claro que os petralhas não iam perder a chance de deixar sua digital vermelha no símbolo da Copa de 2014. Agora só falta mudarem a cor da Bandeira brasileira. Vergonhoso.

Paulo Ribeiro de Carvalho Jr. paulorcc@uol.com.br

São Paulo

______________________________________

A TAÇA DO PT

O horrendo logotipo da próxima Copa do Mundo que ocorrerá no Brasil, apresentado pelo presidente Lula na África do Sul, no qual aparecem três mãos ávidas se apossando da taça de ouro, ladeadas pelo número 2014 num destoante tom vermelho idêntico ao da estrela símbolo do Partido dos Trabalhadores (PT), em vez de representar o espírito fraterno e universal que deve reger a mais importante competição esportiva do planeta, parece representar o nefasto espírito de conluio e apropriação da coisa pública que rege os governos petistas, especialmente o federal.

Ao ver o pavoroso logotipo logo imaginei um bando de petistas, com um sorriso de escárnio no rosto, cantando a seguinte paródia musical: "A taça de ouro é só nossa, com o PT não há quem possa".

Túllio Marco Soares Carvalho : http://www.tulhadotullio.blogspot.com/

Belo Horizonte

______________________________________

OUTRA INTERPRETAÇÃO

Se o logo da Copa de 2014 fosse azul, os petistas iriam dizer que era propaganda da oposição. E agora que é vermelho, vão dizer o quê? O vermelho também pode ter outra interpretação. Quem sabe os cartolas ficaram vermelhos de vergonha com a seleção brasileira? O tempo dirá.

Izabel Avallone izabelavallone@yahoo.com.br

São Paulo

______________________________________

EMBLEMA

Tudo perfeitamente explicado, as cores deveriam ser verde, amarela, com número em azul. Mas como o governo é PT puseram o vermelho.

Resumindo, vermelho do PT e as mãos na Copa querem dizer o seguinte: "a mão grande nos investimentos para a Copa, já liberaram o TCU de controlar os investimentos nos estádios e na Infraero, para começar." Porque precisa ter pressa para embolsar a grana. Vamos lá, Brasil, mão na nossa grana.

L. A. B. Moraes labmoraes@uol.com.br

Santos

______________________________________

A MÃO GRANDE NOS INVESTIMENTOS PARA A COPA

Já liberaram o TCU de controlar os investimentos nos estádios e na Infraero para começar ". Porque precisa ter pressa em embolsar a grana. Vamos lá Brasil mão na nossa grana.

L.A.B.Moraes, e-mail labmoraes@uol.com.br

Santos

______________________________________

ESTRANHA COINCIDÊNCIA

A logomarca da Copa do Mundo 2014 tem as mesmas cores da camisa do boneco Lulinha, feito pelo PT, na sua versão jogador de futebol: amarela, verde e vermelha.

A CBF está fazendo campanha subliminar do partido?

Ronaldo Gomes Ferraz ronferraz@globo.com

Rio de Janeiro

______________________________________

A LOGOMARCA NÃO É DA COPA

Muitos estranharam a logomarca mostrada na solenidade na África do Sul, não é da Copa. A logomarca é para a campanha eleitoral do ''cara'' para 2014 e bastante objetiva, com as ''mãos grandes'' pegando alguma ''coisa'', daí o 2014 teria de ser em ''vermelho''. Nós nos enganamos de novo e o TSE nem percebeu!

Luiz Dias lfd.silva@uol.com.br

São Paulo

______________________________________

OUTRO LOGO, E LOGO... POR FAVOR!

Os responsáveis pela escolha do logo da Copa 2014 que me desculpem...- Niemeyer inclusive -, mas tanto mau gosto só serviu para revelar e escancarar ao mundo a marca da administração petista: mãos grandes e ávidas para alcançar a Taça de Ouro... o erário do Brasil! E, claro, ainda enodoado pelo vermelho da estrela petista, que nada tem a ver com as nossas cores nacionais. Será que ainda dá para cancelar esse logo horroroso?

Mara Montezuma Assaf montezuma.fassa@gmail.com

São Paulo

______________________________________

ISONOMIA

Se a Globo foi proibida de comemorar os 45 anos por propaganda subliminar, por que não proibir esse logo da Copa com vermelho?

Mohamed Abdalla Kilsan kilsanabdalla@terra.com.br

São Paulo

______________________________________

VERMELHO SANGUE

Será que estamos também proibidos de usar nosso azul da Bandeira do Brasil, a exemplo da Rede Globo, que não pôde exibir sua comemoração dos 45 anos da emissora por lembrar o numero da oposição? No logo da Copa, "2014" foge à regra e está em vermelho. Por quê? Porque o azul lembra PSDB? Que eu saiba, nossas cores sempre foram verde, amarela, anil. São as cores do Brasil, como diz um velho refrão. Pelo andar do jato (não carruagem), se o poste ganhar as eleições, o azul de nossa Bandeira será trocado pelo vermelho. Uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa. Será melhor o povo brasileiro ficar alerta, porque esse vermelho também pode representar o sangue daqueles que se opõem a esse estado de coisas, como sempre acontece nas ditaduras de esquerda! É para lá que estamos caminhando!

Beatriz Campos beatriz.campos@uol.com.br

São Paulo

______________________________________

AFANA AFANA

Além de o logotipo da Copa de 2014 conter propaganda subliminar do PT por causa da cor vermelha no numeral, este simboliza muito bem que, depois do Mundial na terra dos bafana bafana, agora o evento será na terra dos ''afana afana'', com esse logotipo que representa muito bem ''todos metendo a mão no erário''.

Paulo Augusto Nunes Ferreira sweetpappa@uol.com.br

São Paulo

______________________________________

SÍMBOLOGIA SUBLIMINAR

2014 vermelho ( na logomarca da Copa), abril vermelho (MST), estrela vermelha no jardim do palácio, boné vermelho na cabeça do chefe... Teriam todos a mesma simbologia?

Elza Maria Carlota de Aguiar Campos Pieri colyacpieri@uol.com.br

São Paulo

______________________________________

ACERTARAM NA MOSCA

O símbolo da Copa de 2014, com aquelas mãos famintas abraçando o troféu, retrata o que vai acontecer. Vão meter a mão nas verbas. Só falta vestir uma cueca no troféu e a obra-prima ficara perfeita. Nunca antes neste país um símbolo retratou tão fielmente o intuito dos políticos e dirigentes.

Luiz Ress Erdei gzero@zipmail.com.br

Osasco

______________________________________

O POVO QUER SABER

De fato, sendo as cores nacionais verde, amarela, o azul e o branca, por que na logomarca da Copa do Mundo no Brasil, o 2014 não está em azul, mas em vermelho?

PAULO BUSKO paulobusko@terra.com.br

São Paulo

______________________________________

INSPIRAÇÃO

O que será que serviu de inspiração para a logomarca de 2014?Aquelas três mãos envolvendo algo, que pode não significar apenas uma bola ou o globo terrestre, também sugerem a classificação do Brasil entre os mais corruptos do mundo, desvios das verbas que devem ser utilizadas para viabilizar a Copa, ou mesmo as mãos que derreteram a Jules Rimet em 1970. O tempo nos dará as respostas!

José Mendes josemendesca@ig.com.br

Votorantim

______________________________________

BONEQUINHOS

Nos bonequinhos do Lula só faltam as agulhas espetadas.

Robert Haller robelisa@click21.com.br

São Paulo

______________________________________

CONTRA GASTOS NA COPA DE 2014

Continua a discussão sobre São Paulo sediar jogos da Copa do Mundo de 2014 por causa da indefinição de ter ou não estádios à altura deles. Sou contra gastar dinheiro publico para financiar reformas de estádios como o do Morumbi ou construir o tal Piritubão e outras obras em todo o País visando ao mesmo. Que a Fifa, a CBF, empreiteiras, políticos e demais interessados se virem, arrumando financiamento privado. Porque a mesma população que festejará o circo ''Copa do Mundo'' aqui, em sua maioria carece de hospitais, centros de saúde, escolas, saneamento básico, obras contra enchentes, transportes, segurança, enfim, um cabedal de necessidades, mas só percebe isso quando sofre pela carência desses itens.

Enquanto isso, o superdemagogo presidente Burla quer faturar com esse evento e não duvido de sua interferência na escolha do emblema da Copa de 2014, com nosso verde-amarelo conspurcado por um vermelho intruso destacando os números do ano, uma cor não existente em nossa Bandeira, e poderia muito bem ser em azul.

Laércio Zanini arsene@uol.com.br

São Paulo

______________________________________

OUTRAS CLASSIFICAÇÕES

Recebi um e-mail com a frase: ''No futebol o Brasil ficou entre os oito melhores do mundo e todos estão tristes. Na educação é o 85.º e ninguém reclama..."

Infelizmente, é uma grande verdade, pois ocupamos classificação altamente desonrosa em vários rankings, tais como violência e criminalidade, ética, saúde, corrupção, infraestrutura portuária e aeroportuária, turismo, etc.

Ficamos felizes com progressos atingidos nos últimos anos, como temos de reconhecer, porém, em sua maioria, são devidos ao aumento do consumo, e não a uma melhoria harmônica do concerto econômico, incluindo infraestrutura e qualificação da mão de obra.

A educação, de forma geral, teve pálidos avanços em alguns poucos quesitos, em total descompasso com os índices de crescimento econômico e muito aquém do que seria necessário para dar sustentabilidade ao que o desenvolvimento econômico demanda e para uma real melhoria de qualidade de vida de boa parte dos cidadãos que hoje dependem do Bolsa-Família.

Na saúde pública vimos poucos progressos reais, as carências continuam se acentuando, embora possuamos algumas ''ilhas'' de Primeiro Mundo em hospitais particulares sustentados por planos médicos caríssimos e longe do alcance de boa parte da população.

Na infraestrutura urbana, muitas carências também, que ficam mais evidentes quando da ocorrência de desastres naturais, como os ocorridos recentemente.

O pior de tudo é que muito dessa situação é agravado por desvios de verbas e corrupção.

Creio que os cidadãos brasileiros, a menos daquela minoria que se beneficia desse estado de coisas, anseiam que os governantes que serão eleitos este ano possam reverter esse quadro e investir, de fato, na melhoria de nossa infraestrutura social e econômica, com a valorização do ser humano, dando assistência aos que realmente necessitam, porém, também dando a esses uma condição de melhorar seu posicionamento social e econômico.

Edison Roberto Morais ermorais@uol.com.br

São Paulo

______________________________________

VETERANOS DE 32

Ao ler o Estadão de ontem a reportagem no caderno Metrópole sobre os sobreviventes paulistas da Revolução de 32, de forma significativa com a foto de um veterano com o chapéu na mão pedindo esmola ao governo do Estado, sinceramente, senti vergonha de ser brasileiro. Pois eles reclamam, como para as viúvas de ex-combatentes, o simplório reajuste de seus soldos, no valor de R$ 450. Lutaram e muitos morreram a céu aberto por um ideal democrático imorredouro - a Constituição que rege a democracia. Na primeira página está estampado que "Dilma mudará o programa pela terceira vez". Essa semianalfabeta, filha de comunista, estudou como uma burguesa bem-sucedida nos melhores colégios de Belo Horizonte. Pelo visto, não aproveitou nada. Mas como era coqueluche entre os estudantes de sua época, trilhou o caminho do marxismo-leninismo, participando de mortes de inocentes, assaltos e roubos na calada da noite, para impor ao País uma ditadura comunista igual à de seus heróis de histórias em quadrinhos: Fidel Castro. Mao, Che Guevara e outros. Por tudo isso, hoje, ao lado de outros espertalhões e vendilhões da Pátria, inclusive o atual presidente, eles ganham milhões em indenizações e aposentadorias, pois fizeram exatamente o inverso dos paulistas heróis da Revolução Constitucionalista de 1932, cujos sobreviventes e viúvas de ex-revolucionários estão na penúria, quiçá passando fome!

Roberto Stavale bobstal@dglnet.com.br

São Paulo

______________________________________

MAIS UMA FACE DE LULA

Está na internet que o maior mentiroso do Brasil é Luiz Inácio Lula da Silva. Analisando seus pronunciamentos e comportamento depois da sua passagem pela Guiné Equatorial, governada ditatorialmente há 31 anos por Teodoro Mbasogo, só se pode dizer que ele é também um dos grandes hipócritas que existem no Brasil. Mas não adianta falar isso para ele, pois, como sempre, ele não sabe de nada.

Raul S. Moreira raulmoreira@mpc.com.br

Campinas

______________________________________

APEDREJAMENTO NO SÉCULO 21

Uma suposta adúltera, de 42 anos e com dois filhos, foi condenada a morrer apedrejada. Cada um dos carrascos populares atira uma pedra levemente, para que o suplício seja demorado, até a extinção das últimas forças da condenada. Graças à intervenção da Anistia Internacional, o Irã comutou a modalidade da repressão, porém manteve a pena capital. Certamente, aquele que atiraria a primeira pedra sempre foi exemplo da mais irretocável virtude nesse país tão acalentado pela diplomacia brasileira.

Amadeu Roberto Garrido de Paula amadeugarridoadv@uol.com.br

São Paulo

______________________________________

LIBERTAÇÃO DE PRESOS POLÍTICOS

Apesar dos inúmeros ataques midiáticos que sofre, a Igreja Católica, por sua tradição milenar e apostólica, ainda é e será sempre a base moral da civilização ocidental. ''BEM MAIS DO QUE O POVO HOJE TEM CONSCIÊNCIA,A IGREJA CATÓLICA MOLDOU O TIPO DE CIVILIZAÇÃO EM QUE VIVEMOS E O TIPO DE PESSOAS QUE SOMOS'' (Dr.Thomas Woods, Harvard/EUA/2005). Não por menos, sua força emanada do próprio Cristo, delega faculdades para alguns de seus presbíteros, em interceder em muitos casos políticos, humanos e sociais, para conseguir um denominador comum para casos como o de Cuba. Não foi com afagos e puxa-saquismos da nossa diplomacia rastaquera que conseguimos tal intento, pelo contrário, avalizamos em todos os aspectos o regime dos irmãos Castro. Nossa posição quanto à morte do jornalista Orlando Zapata abriu um abismo intransponível entre o que pensam nossos governantes e a opinião pública da maioria dos países democráticos. Não podemos nos esquecer da integridade da nossa mídia livre e democrática, onde nosso Estadão, como exemplo centenário, sempre esteve ao lado dos perseguidos políticos em Cuba. Ponto para a Igreja cubana e para o chanceler espanhol, Miguel Ángels Moratinos.

Aloisio Arruda De Lucca aloisiodelucca@yahoo.com.br

Limeira

______________________________________

PROMESSAS

O leitor sr. Virgilio Melhado Passoni (Forum de 9/7) deveria mudar-se de São Paulo e morar no Rio de Janeiro, no Norte ou Nordeste, onde a saúde é de Primeiro Mundo. Penso que os incomodados

devem se mudar. O petista esquece que pessoas do Brasil inteiro, e até do estrangeiro, se socorrem da saúde de São Paulo.

Roberto Bottini robertobottini@uol.com.br

Mogi das Cruzes

______________________________________

A ARTE DO IMPOSSÍVEL 2

Com referência à carta do leitor sr. José Pacsek Neto (9/7), nada mais restou de inacreditável no cenário político nacional depois das fotos do Lulla com Maluf, Sarney , Barbalho e muitos outros do mesmo padrão.

Paulo Ruas pstreets@terra.com.br

São Paulo

______________________________________

LEITORES DO ESTADÃO E LULA

Um leitor reclama que a maioria das cartas dirigidas ao Estadão é contrária ao presidente Lula. O que se passa na verdade é que quem escreve para um jornal é alfabetizado. Lendo consegue saber o que se passa em termos de corrupção, violência e saúde. Sente o que é entrar no cheque vermelho. Revolta-se com as amizades do presidente. Afinal, quem não lê mal fala, mal ouve, mal vê e acredita no PT.

Geraldo de Paula e Silva geraldodepaula@ibest.com.br

Rio de Janeiro

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.