Cartas - 13/03/2011

CENTRAIS SINDICAIS

, O Estado de S.Paulo

13 Março 2011 | 00h00

Quitando a fatura

Dilma Rousseff recebeu na sexta-feira as centrais sindicais para pagar a fatura pela lealdade na votação do salário mínimo, apesar de todo o teatro encenado naquela ocasião. Ela premiará 59 "cumpanheros" escolhidos a dedo pelos seus pares com cargos no conselho administrativo de cada empresa estatal com mais de 200 funcionários. E nada como ter um carguinho desses, em que o indivíduo aparece de vez em quando, mas recebe religiosamente seu belo salário. Essa foi mais uma indecência, sancionada pelo "cara" em dezembro de 2010 (Lei n.º 12.353) e aprovada pelo Congresso. Como faltava sua regulamentação para vigorar, Dilma a cozinhou em banho-maria até agora para ver se as vaquinhas de presépio a ajudavam a aprovar o indecoroso salário mínimo. Brasil, um país de tolos...

AGNES ECKERMANN

agneseck@yahoo.com.br

Porto Feliz

_____________

INCRA

A chave do cofre

A notícia de que o governo estuda mudanças na estrutura do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) para frear indicações políticas nos trouxe esperança de melhora. Mas esta é logo abatida quando funcionários do Incra desconfiam de que "a corrente do PT que hoje domina o ministério (do Desenvolvimento Agrário) quer centralizar em Brasília a chave do cofre". Ou seja, o problema é ter pleno acesso ao dinheiro, e não controlar melhor o seu gasto nem prestar contas ao contribuinte. Triste República, onde trabalhadores se sacrificam cinco meses no ano para encher o cofre e os poderosos de plantão só pensam em controlar sua chave.

SILVANO CORRÊA

scorrea@uol.com.br

São Paulo

_____________

PREVIDÊNCIA

INSS e funcionalismo

O descompasso entre as previdências pública e privada é injusto e irreal. Enquanto o déficit do INSS foi de R$ 42,89 bilhões em 2010, para o total de 24 milhões de beneficiários, temos situação inversa na previdência pública, em que o déficit foi de R$ 51,24 bilhões, para só 950 mil servidores. Se estes recebessem o teto de benefício do INSS, que é de R$ 3.689,66, não haveria déficit do setor público, diante da atual arrecadação. Tamanha discrepância é inaceitável.

FLAVIO LANGER

diretoria@spaal.com.br

São Paulo

_____________

ECONOMIA

Restos a pagar

É difícil a situação da presidente Dilma Rousseff, com R$ 128,78 bilhões de restos a pagar advindos do governo anterior. Como fica o ministro Guido Mantega nessa história? Na corda bamba? Ou tentará "enrolar"?

JOSÉ CARLOS DE C. CARNEIRO

carneirojc@ig.com.br

Rio Claro

_____________

Mágica

O Brasil é mesmo um país surreal. BNDES já empresta três vezes mais que o Banco Mundial foi a manchete do Estadão de 10/3. Gostaria de saber qual é a mágica que faz o governo captar dinheiro a juros de mercado (11,75%), repassá-lo ao BNDES e este reemprestá-lo com juros subsidiados (6%). O custo desse subsídio, pago por todos nós, fica em torno de R$ 20 bilhões por ano, de acordo com cálculos do pesquisador do Ipea Mansueto Almeida. Mas o mais interessante dessa estranha engenharia financeira é que, quando o tomador do empréstimo é uma empresa de grande porte e não paga a sua dívida, o banco estatal de "investimento" vira sócio do empreendimento devedor. Afinal, o BNDES é um banco: de fomento, de investimento, as duas coisas ou nenhuma das anteriores? E onde estão todos esses US$ 96,32 bilhões concedidos pelo banco, se a infraestrutura do País e os serviços prestados continuam abandonados? Está coberto de razão o economista Luiz Carlos Mendonça de Barros quando diz: "É uma contradição falar em corte fiscal de R$ 50 bilhões e, do outro lado, injetar R$ 55 bilhões no BNDES".

JOSÉ GERALDO SANTANA

acquaartegiana@yahoo.com.br

São Paulo

_____________

CONTAS DE LUZ

Reajuste vem aí

Por falta de investimento, até 2015 o governo deve reajustar a conta de luz das empresas em 19% e em 8%, no caso do consumidor residencial. Logicamente, não é o governo que nos antecipa essa informação, mas ela consta do estudo feito pela consultoria Andrade&Canellas, publicado no Estadão em 7/3 (B1). Assim o governo age, com total falta de responsabilidade: não devolve os bilhões pagos indevidamente pelo consumidor de energia elétrica de 2002 a 2009; não se antecipa sobre a necessidade de manutenção do sistema; dá uma banana à população prejudicada com os inúmeros apagões; mas sabe autorizar a construção de hidrelétricas a um custo bilionário e de aproveitamento duvidoso, como a de Belo Monte. E que se dane o consumidor!

PAULO PANOSSIAN

paulopanossian@hotmail.com

São Carlos

_____________

Austeridade?

Além da tungada assumida pela Aneel nas cobranças indevidas, haverá mais uma garfada até 2015 no bolso dos consumidores? Cadê a austeridade, dona Dilma?

MILTON BULACH

bulach@estadao.com.br

Campinas

_____________

Socorro ao governo

Bastante oportuna a reportagem Congresso reage a encargo de energia (10/3, B6), sobre a prorrogação do encargo Reserva Global de Reversão (RGR), criado há mais de 50 anos e nunca utilizado para o fim que originou a sua criação. Por isso mesmo não existe razão para defender a sua prorrogação, seja por 5 ou 25 anos. O setor elétrico não deve e não pode ser posto a serviço dos cofres públicos. Contas de luz que reflitam o custo da energia para o consumidor são o caminho para a busca do bem estar da sociedade. Além disso, a palavra "encargo" indica todo e qualquer imposto cobrado para investimento no próprio setor, e não para socorrer financeiramente eventuais demandas governamentais, como se propõe ao indicar a possibilidade de retorno da cobrança do RGR para cobrir problemas causados por intempéries. Vale salientar ainda que, mesmo com a extinção do encargo, permanece um fundo de quase R$ 17 bilhões referentes à cobrança da RGR, e só metade desse valor está aplicada, o que prova não ser necessário cobrar mais do consumidor.

CLAUDIO J. D. SALES, diretor-presidente do Instituto Acende Brasil

claudio.sales@acendebrasil.com.br

São Paulo

_____________

"Meus sentimentos pelo desastre que abalou o Japão na sexta-feira..."

MARCELO DE FARIA CAMPOS / BRASÍLIA, SOBRE O TERREMOTO DE 8,9 GRAUS (ESCALA RICHTER)

marcelo.fariacampos@hotmail.com

"Quem puxa aos seus não degenera..."

VICTOR GERMANO PEREIRA / SÃO PAULO, SOBRE O ENVOLVIMENTO DA FILHA DE JOAQUIM RORIZ NO CASO DO MENSALÃO DO DF

victorgermano@uol.com.br

"Qual o melhor dito para Jaqueline: o exemplo vem de cima ou tal pai, tal filha?"

ANGELO ANTONIO MAGLIO / COTIA, SOBRE JAQUELINE RORIZ

angelo@rancholarimoveis.com.br

_____________

Cartas enviadas ao fórum dos leitores, selecionadas para o estadão.com.br

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

MENSALÃO

 

O Supremo Tribunal Federal determinou a quebra do sigilo fiscal dos 38 réus do mensalão, escândalo revelado pela Folha em 2005. A quebra foi requisitada pela Procuradoria-Geral da República para calcular possíveis multas em caso de condenação e atinge, entre outros, o ex-ministro José Dirceu e o deputado João Paulo Cunha (PT). Agora, só nos resta torcer para que o julgamento ocorra antes da prescrição, que se dará ainda em 2011.

Iracema Palombello cepalombello@yahoo.com.br

Bragança Paulista

 

 

 

 

 

 

 

 

__________

 

 

 

 

 

 

 

 

QUEM CENSURA MERECE CENSURA

Estarrecida fiquei, em ler no Fórum dos Leitores, a cínica carta de José Sarney, aquele senador do Maranhão, e que infelizmente preside o Senado Federal, congratulando-se com o Estadão pela libertação do jornalista Andrei Neto, preso na Líbia do ditador Kadafi, dizendo-se preocupado com a integridade do jornalista que lá estava para cobrir "o levante democrático do povo líbio". Justo ele, que "democraticamente" fechou a boca deste jornal há mais de 588 dias por causa da operação Boi Barrica, em que seu filho Fernando se viu envolvido. Lamentável! verificar que o Estadão, de quem sou assinante há mais de 32 anos, dá espaço para esta múmia, cujo lugar deveria ser a 7 palmos e não neste fórum. Um recado para os senhores deste jornal, devemos tratar o inimigo com as mesmas armas.

Agnes Eckermann agneseck@yahoo.com.br

Porto Feliz

 

 

 

 

 

 

 

__________

 

 

 

 

 

 

NO FÓRUM?

"Qualé" a do Sr. Sarney do Maranhão coronelizado e atrasado? Ficou gagá, ou sempre esteve? Envia mensagem parabenizando o mesmo jornal que, por ser coerente com os princípios de liberdade e dever em constatar falcatruas, ainda sofre censura? Será que ele espera nossa vênia, e ignora as charges do Loredano? Não seria o "Tiririca"? Era só o que faltava!!

José Jorge Ribeiro da Silva jjribeiros@yahoo.com.br

Campinas

 

 

 

 

 

 

 

 

__________

 

 

 

 

 

 

 

PERGUNTAR NÃO OFENDE

Qual é a do senador Sarney, ao elogiar a tradição do Estadão de cobrir os momentos mais significativos da realidade internacional? Faltou falar dos significativos momentos da realidade nacional, em que o jornal denunciava os desmandos da família Sarney e que, por isso, está censurado a 589 dias ...

Silvia Andrade silviaandrade91@yahoo.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

__________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

NADA AGRADÁVEL

Quão magnânimo é o nosso Estadão fornecendo espaço já tão exíguo ao seu algoz que mantém junto à Justiça uma censura desmedida. Ver Sarney ocupando o espaço já tão exíguo do "Fórum dos leitores" foi uma surpresa nada agradável.

Leila E. Leitão

São Paulo

 

 

 

 

 

 

__________

 

 

 

 

 

 

 

 

SARNEY, LEITOR DO ESTADÃO

Então o Sarney (que, com relação ao jornal diz que se inclui dentre os leitores - Fórum dos Leitores, 11/03) deve ler todos os dias: 'Estado' está sob censura há 350, 400, 489, 587, 589 dias... Ou "pula" essa parte?

Francisco Aranda Gabilan arandagabilan@uol.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

__________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

JAQUELINE E O MENSALÃO DO DF

A filmagem da deputada federal Jaqueline Roriz (PMN/DF) - filha do ex-governador do DF e 'ficha suja', Joaquim Roriz - recebendo propina no esquema de corrupção do 'mensalão' do DF, não deixa dúvidas. Trata-se de corrupção descarada, a ser punida com a imediata perda do cargo e com a sua condenação na esfera criminal. Uma pessoa que faz esse tipo de coisa deveria permanecer presa por longos anos, em regime de segurança máxima, tais os danos que sua conduta criminosa causam á toda a sociedade. Contra fatos e provas, não há argumentos. É revoltante ver a política brasileira infestada por pessoas absolutamente amorais, desonestas e antiéticas e que só entram na política em busca de riqueza e poder. Já que os eleitores não sabem votar, que o Ministério Público e a Justiça cumpram com o seu dever funcional, para punir e afastar esses bandidos da cena política nacional.

 

 

Renato Khair renatokhair@uol.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

__________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

BOA ÍNDOLE

O PMN em nota, sobre a deputada Jaqueline Roriz, flagrada recebendo dinheiro no chamado mensalão do DEM, disse que ela "é uma pessoa de boa índole". Imaginem se não fosse.

 

Panayotis Poulis ppoulis@ig.com.br

Rio de Janeiro

 

 

 

 

 

 

 

__________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

REFORMA POLÍTICA

 

Passadas as eleições, há no Congresso Nacional um debate que hoje chama a atenção da sociedade brasileira: A Reforma Política.

Espera-se que esta reforma no processo da escolha dos agentes políticos não seja apenas um remendo! Há uma cobrança para aperfeiçoar a legislação para a democratização do processo eleitoral. Os principais pontos tratam: do Estatuto dos Partidos, o financiamento público das campanhas, o fim das coligações partidárias, reforçando assim a tese de que o mandato pertence ao partido, o voto majoritário nas eleições proporcionais, o fim dos suplentes de senadores, a obrigatoriedade de licenciamento pelo prazo de seis meses dos titulares de mandatos majoritários à reeleição, evitando-se desta forma a utilização abusiva da máquina estatal pelos ocupantes atuais, tornando-se desigual e injusto o pleito para os novos candidatos.

O financiamento público de campanha irá impedir a influência nefasta dos grupos econômicos, fraudando o processo eleitoral com o derrame de dinheiro, transformando os eleitos em seus representantes. É preciso assegurar o acesso igual a todos os partidos à propaganda eleitoral pelo rádio e televisão. Outro aspecto a se considerar seria a coincidência das eleições em todos os níveis, visando à economia do processo eleitoral, impedindo que o país se mobilize para tal em dois em dois anos.

 

Marcos Tito marcostito@pop.com.br

Belo Horizonte

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

__________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A CRIMINALIDADE E O DEVER DO ESTADO

 

Chegam ao nosso conhecimento, diariamente, os crimes bárbaros que vem ocorrendo em todos os Estados brasileiros. Entre os mais recentes, o do ex-árbitro de futebol Oscar Godói, que ficou em estado de coma por vários dias após ter sido baleado numa tentativa de assalto. Lembro também de outra tentativa de assalto que resultou na morte e ferimentos graves em parentes do jogador de futebol Roger. O mais chocante foi o estupro, tortura e morte da jovem Vanessa Vasconcelos, praticado pelo indivíduo Edson de Tal, que já está preso. São apenas três exemplos entre centenas ocorridos em 2010, sem citar anos anteriores. Mais de 50% dos criminosos que praticam tais barbáries são presidiários beneficiados pelos diversos indultos, como o de Natal, liberdades condicionais, etc. Tendo em vista que as pessoas que perderam suas vidas eram de bem, contribuintes dos escorchantes impostos cobrados pelos governos, sugiro a revogação das leis que concedem benefícios a esses bandidos. Além disso, o Estado, responsável pela segurança pública, deveria indenizar todas as vítimas desses criminosos, que deveriam estar presos, e não em liberdade praticando tais crimes. Será que podemos contar com a atuação dos "tiriricas", "romários" e "mensaleiros" do Congresso Nacional? Com a resposta os eleitores que os elegeram.

 

Abílio Teixeira abilioteixeira@bol.com.br

Brasília

 

 

 

 

 

 

 

__________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

MAIS UM

O prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, irá lançar um novo partido político . De novo mesmo, acredito eu, só a sigla do partido,seus componentes deverão ser velhos conhecidos de todos eleitores. Aguardem.

Virgílio Melhado Passoni mmpassoni@gmail.com

Praia Grande

 

 

 

 

 

 

 

 

__________

 

 

 

 

 

 

 

 

A IRA E O MEDO

O prefeito paulistano Gilberto Kassab está enfrentando a ira dos seus opositores. Os protestos já se transformaram em baderna cidade afora e a desculpa esfarrapada é o aumento da tarifa de ônibus. Além disso, sua administração de repente é acompanhada com lupa. Mas para quem acompanha o quadro político nacional, as articulações atuais do prefeito deixaram gente graúda - e a miúda também - com medo do cenário estadual e até do nacional de curto e de médio prazo.

Ana F. Campos ana-fcampos@hotmail.com

São Paulo

 

 

 

 

 

__________

 

 

 

 

 

 

 

PROTESTOS EM SÃO PAULO

 

Os estudantes brasileiros que foram manifestar contra Kassab em Paris estavam exercendo a sua cidadania. Os futuros espoliados do bairro Santa Ifigênia não puderam se manifestar contra o Projeto Nova Luz de Kassab em Cannes porque a entrada na feira imobiliária Build Connections custa mais de R$ 3000,00; imaginem o preço de um stand! O Prefeito Gilberto Kassab está em Cannes, apresentando o projeto "preliminar" da Nova Luz a investidores em potencial. O stand chama-se Prefeitura de São Paulo (São Paulo City Hall). No stand estão, conforme o site da feira, homens de negócios brasileiros, como os Srs Romeu Chap Chap e João Crestana do Secovi; também está o irmão do Prefeito, Pedro Kassab, que é construtor, alem de secretários e funcionários da Prefeitura. E é o contribuinte paulistano que paga por tudo isto, incluindo os da Santa Ifigênia. Tal apresentação na feira está sendo feita com um projeto que apresenta valores irrisórios para as propriedades da área que terão que ser atualizados pelo Judiciário e pagos pelo investidor que possivelmente está sendo contatado nesta feira. Ainda mais, tal apresentação do projeto está sendo feita sem qualquer avaliação das despesas das demais indenizações que também serão devidas pelo feliz investidor após representação das vítimas ao Judiciário tais como: indenizações aos fundos de comércio, aos comerciários, aos inquilinos, aos lucros cessantes diversos, e mesmo indenizações aos governos estadual e federal que perderão enormes volumes de impostos.

 

Suely Mandelbaum suely.m@terra.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

__________

 

 

 

 

 

 

 

PASSAGENS DE ÔNIBUS

 

Queimaram um boneco do Kassab devido ao preço do ônibus, R$3,00, realmente um absurdo, assim como R$2,90 para a passagem da CPTM. Se a moda pega, o que não queimariam em Osasco? São Paulo tem dez milhões de habitantes e 1.501km² de extensão, linhas de ônibus para as quatro regiões, ao custo para o usuário de R$3,00 por passagem, mas com benefício a que dá o bilhete único, que proporciona a um morador da zona leste ir até a zona oeste gastando apenas uma passagem. Osasco tem setecentos e vinte mil habitantes, 65km² e linhas de ônibus que servem a todo o município ao custo para o usuário de R$2,90, isso mesmo, R$2,90 por viagem. Mas ao contrário de São Paulo, Osasco não tem bilhete único e nem ao menos um terminal onde os passageiros possam fazer a baldeação para outra linha sem que tenham de pagar novamente. Se você mora em Osasco no bairro de Quitaúna e precisar ir até a Policlínica da zona norte, em um trajeto que deve ter no máximo 5km, terá que pegar duas conduções, gastando ida e volta R$11,80, caro não? Além de tudo, conforme o horário, só para vir e voltar levará mais de três horas. Minhas perguntas devem ser as mesmas de muitos outros moradores da cidade que acham muito estranho isso. Por quê a passagem de ônibus em Osasco é tão cara? E por quê não há na cidade terminais de integração ou bilhete único? Também é estranho que apenas duas empresas dividam este rico filão há muito, muito tempo. Outro fato deplorável é o espaço que é reservado ao idoso, pois as catracas ficam muito próximas às portas de entrada, disponibilizando então poucos assentos para quem já não deve e não pode viajar em pé durante muitos minutos. Que o poder público, a prefeitura petista do Sr. Emídio tomem as devidas providências contra este cartel, que afronta a população osasquense, pois são apenas duas, as empresas que "exploram" este serviço, numa relação que eu não sei se é de comensalismo ou mutualismo.

 

 

 

Alberto Souza Daneu adaneu@gmail.com

Osasco

 

 

 

 

 

 

 

 

__________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

KASSAB EM PARIS

 

Adorei saber que o prefeito esteve em Paris para uma reunião com o chefão da formula 1 para discutir o que a cidade precisa melhorar para a próxima corrida. Nada como morar numa cidade sem transito, sem enchentes, sem violência, com transporte público excelente, escolas perfeitas e saúde para todos. Acorda Kassab!

 

 

Deborah Marques Zoppi dmzoppi@uol.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

__________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

ACIDENTES NA ESTRADAS

Nesse carnaval o n° de mortes nos acidentes nas estradas federais subiram quase 50%,enquanto nas estradas estaduais de São Paulo diminuíram quase 50%,mais um exemplo dos efeitos positivos para a população de uma gestão profissional e 1° mundista praticada em São Paulo há vários anos, em comparação com uma gestão amadora,demagógica , maquiadora e eleitoreira desenvolvida no âmbito federal nos últimos 8 anos.Portanto Sra. Dilma e Sr. Mercadante o Brasil deve investir maciçamente em infraestrutura e copiando S.Paulo sempre,se é que o vosso partido quer realmente o 1°- mundo para o Brasil também.Há continuar como andas, o PT caminha para o partido dos pobres de ideias.

Nelson Pereira Bizerra nepebizerra@hotmail.com

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

__________

 

 

 

 

 

 

 

 

RODOVIAS DA MORTE

 

Mais um triste recorde do último carnaval: foi o mais violento da década nas estradas federais. Mais uma "herança maldita". "Nunca antes neste país ..." Ainda estão lembrados daquele espetáculo encenado para os eleitores, quando o popular presidente Luis Inácio mandou jogar algumas pás de asfalto nas crateras abertas em suas rodovias. Após 3 meses estava tudo na mesma e, desse lá, nada mais aconteceu. As estatísticas não mentem: durante o carnaval foram 47,9% mais mortes neste ano em comparação com 2010. O número de acidentes está em franca ascensão desde 2005. O que fica dessa triste estatística é a dor das famílias que sofrem com a tragédia resultante de promessas não cumpridas. Mas não desesperem, fica um consolo: o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) informa que "já começou" (!) a instalação de 2.696 radares fixos e lombadas eletrônicas nas rodovias federais. Ninguém fala da restauração das péssimas rodovias, as federais, uma vez que pelo menos as do Estado de São Paulo continuam sendo as melhores do país.

Dietmar Rother rother@teknobank.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

__________

 

 

 

 

 

 

 

 

VÍTIMAS NAS ESTRADAS

Espantoso o número de vítimas fatais nas estradas federais ao longo da semana de carnaval. Todos estamos de acordo quanto ao fato de que muitos motoristas cometem excessos e imprudências ao volante, mas não se deve deixar de ressaltar as paupérrimas condições em que se encontram a maioria esmagadora das rodovias que se encontram aos cuidados do governo do PT. E tem gente que ainda condena veementemente a situação dos pedágios em São Paulo, onde estão as 10 melhores estradas do País! Bom, prefiro pagar um pedágio caro e andar numa rodovia de primeiro mundo - como são as paulistas - do que colocar minha vida em risco a cada curva das estradas da morte administradas pelo governo federal.

Henrique Brigatte hbrigatte@yahoo.com.br

Pindamonhangaba

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

__________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

PARABÉNS, SÃO PAULO

 

Parabéns á S.Paulo, pela redução de o número de vitimas em acidentes nas suas rodovias. Segundo a PM, o policiamento rodoviário constatou redução de 46% no número de vítimas fatais nas estradas paulistas e de 23% no número de feridos. É um belo feito, diante do que ocorreu no restante do Brasil, onde as rodovias federais mataram 45% mais gente. Só quem trafega por nossas Brs, precárias e assassinas, consegue dar o valor devido às estradas paulistas, impecáveis e seguras. O valor do pedágio cobrado vale a pena, e os números do feriado mostram isso com muita clareza.

 

Maria Cristina Rocha Azevedo crisrochazevedo@hotmail.com

Florianópolis

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

__________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

TREMOR NO BANDEIRANTES

 

Na bolsa de apostas em torno dos secretários da administração José Serra e mantidos no cargo pelo governador Geraldo Alckmin o número mágico é 31 de março. A partir desta data começariam a ser substituídos gradativamente. Mas pelo visto, as suspeitas de vazamento de informações e o caso de espionagem que atingiram o secretário de Segurança Pública, Antônio Ferreira Pinto, pode mudar o quadro.

José Carlos Cruz cruz.jc02@gmail.com

Osasco

 

 

 

 

 

 

 

__________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

UMA BRASA MORA

O impressionante carisma popular do cantor Roberto Carlos, nosso maior ídolo prestes a completar 70 anos no próximo dia 19 de abril, é emblemático. A semelhança de outros famosos aniversariantes na mesma data como Getúlio Vargas, Marechal Rondon, Napoleão Bonaparte, indica segundo os astrólogos, que os arianos têm uma tendência de sedução marcante, como a que possui o Rei da Jovem Guarda, prestes a se tornar setentão. É uma brasa, mora.

José de Anchieta Nobre de Almeida josedalmeida@globo.com

Rio de Janeiro

 

 

 

 

 

 

 

 

 

__________

 

 

 

 

 

 

 

 

BLOCO DOS MIJÕES NO RJ

No Rio de Janeiro, o bloco dos mijões públicos vinha crescendo antes do surgimento dos blocos carnavalescos. O carnaval fortalecido pela proliferação dos blocos, regado à cerveja e sem alternativa de banheiro público agravou a desordem. Um problema cultural de difícil solução. Só uma mobilização geral dos comerciantes, do poder público e da população pode equacionar o problema.

Antonio Negrão de Sá negraosa1@uol.com.br

Rio de Janeiro

 

 

 

 

 

 

 

__________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

VIOLÊNCIA URBANA

 

A violência urbana nas grandes cidades brasileiras é hoje parte do cotidiano, suportada passivamente pelos cidadãos como se fosse algo inevitável e parte da rotina da vida. Nas últimas duas semanas, em São Paulo, Vanessa, Júlio César, Nícolas e Jair Henrique, jovens que tinham em comum a idade pouco acima dos vinte anos, foram cruel e impiedosamente assassinados e, hoje, atingiu o nível do insuportável e do intolerável, se é que há diferença entre eles. O novo assassinato, agora de um jovem professor de inglês de 24 anos, mostrado no telejornal do início da noite, escancara também a leniência, a complacência e o conformismo da sociedade paulistana e brasileira, os reais instrumentos para a perpetuação de uma linha de produção de vítimas sem fim. Temos de exigir para os assassinos leis implacáveis, cárceres inexpugnáveis e sentenças inteiramente cumpridas e proporcionais aos anos de expectativas de vidas que esses jovens tinham ao serem mortos, a despeito de determinados especialistas em direitos humanos assegurarem que a sociedade não pode ser vingativa. A exigência a ser feita é, sim, de punição implacável e sem benefícios que reduzem a pena a um tamanho tal que torna o crime como obra dita "compensável".

Daniel Debiazzi danieldn@ajato.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

__________

 

 

 

 

 

 

 

 

INSPEÇÃO VEICULAR

 

A se considerar verdadeiras as afirmações contidas em matéria da revista Isto é de 22 de setembro de 1999, edição nº 1564, versando sobre a inspeção veicular, podemos inferir que a tão propalada probidade de Mario Covas não condiz com a realidade considerando-se os fatos ali mencionados. Com a palavra o secretário Bruno Covas que está promovendo o espalhamento dessa inspeção por todo o estado de São Paulo.

Orivaldo Tenorio de Vasconcelos prof.tenorio@uol.com.br

Monte Alto

 

 

 

 

 

 

 

__________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

RANKING DAS UNIVERSIDADES

 

Quem pensava que as universidades brasileiras estariam entre as 200 melhores do mundo se enganaram . Nem as paulistas, que teriam obrigação de estar entre as classificadas, não só por serem do maior estado do país em arrecadação, mas também por ter verbas da FAPESP, que tem um orçamento invejável. Mas quem estará recebendo o apoio financeiro para a pesquisa? Será que são realmente os docentes mais capazes com os melhores currículos? Tenho ouvido muitas reclamações , que estaria havendo uma inaceitável discriminação tipo "ação entre amigos". Os concursos para ingresso de professores nem sempre são pautados para escolher o melhor para a instituição. Sem seriedade, ética e transparência,e política cientifica inteligente, não estaremos nunca lá.

 

Anderson Aparecido dandersonaparecido@yahoo.com

Hortolândia

 

 

 

 

 

 

 

 

__________

 

 

 

 

 

 

 

FRAUDES

Mais uma fraude a contabilizar pelo povo brasileiro, a da TV Brasil empresa esta que foi prioridade no governo Lula, que nada vimos até agora. Contudo mostra hoje que a licitação foi fraudulenta, não podemos desconsiderar o fato que o filho da ex-ministro Franklin Martins, trabalha na empresa.

Angelo Tonelli angelotonelli@yahoo.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

__________

 

 

 

 

 

 

TECNET

Se não houver apuração adequada e imparcial, se não houver punição exemplar e devolução do dinheiro público, no caso: Tecnet, família Martins (Cláudio e Franklin) e a EBC, será a desmoralização do Tribunal de Contas da União e o fim dessa instituição.

Emerson Luiz Cury emersoncury@gmail.com

Itu

 

 

 

 

 

 

 

 

 

__________

 

 

 

 

 

 

 

 

CONTROLE DE INFORMAÇÃO

Nada mais esclarecedor da persistência com que o ex ministro das Comunicações do governo Lula, Franklin Martins, tentou impor ao país o " controle social da mídia " quanto a notícia veiculada pelo Estadão em 10/03 sobre a TV Brasil. A também chamada TV Lula foi pega em fraude pelo TCU em licitação de 6,2 milhões de reais com a contratação da empresa Tecnet Comércio e Serviços Ltda. onde o filho do ex ministro, Claudio Martins, trabalhava. Como se vê, se o tal controle já houvesse nada disso seria divulgado. E todos os que se locupletam em detrimento do estado, recebendo dinheiro público por meios escusos não seriam delatados, seus atos não noticiados e os brasileiros continuariam a trabalhar cada vez mais para que um bando se apropriasse, em silêncio e sem constrangimento, do dinheiro coletado pelos impostos enormes que somos obrigados a recolher. Vamos ver até quando esse tal controle imaginado por Franklin Martins será negado pelo atual governo.

 

Maria Tereza Murray terezamurray@hotmail.com

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

__________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

TV BRASIL

 

Precisa? Para quê? Para mais uma "fraude", é só fiscalizar, acha! O TCU vê "fraude" em contrato da TV Brasil, no valor de R$6,2 milhões, cujo contrato foi assinado em 31.12.2009 pela Empresa Brasil de Comunicação (EBC) com a Tecnet para "cuidar" dos arquivos digitais da TV Brasil, essa empresa emprega o sr. Claudio Martins, filho do ex-ministro Franklin Martins, mera coincidência. Em todos os órgãos e entidades do governo é só auditar, encontra sempre alguma desonestidade! Pobres brasileiros, somos ludibriados em tudo, haja IMPÔSTO para pagar. Brasil país rico é país SEM pobreza...De quem?

 

Luiz Dias lfd.silva@uol.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

__________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

ANAC

 

 

Pela primeira vez desde que foi criada, a Anac está sendo dirigida por pessoa capacitada e do ramo aeronáutico. Quem sabe agora a burocracia crescente e retrógrada que se instalou na Agência que faz com que uma simples revalidação anual de habilitação de tripulantes de aeronaves civis leve até 60 dias venha a ser contida. Quem sabe, ainda, as regras publicadas pela própria Anac relativas ao assunto venham também a ser seguidas pela Agência ao invés do que se observa atualmente, com procedimentos casuístas sendo impostos ao usuário sem possibilidade de qualquer argumentação contrária.

 

Sergio Mauro Costa smaurocosta@uol.com.br

São José dos Campos

 

 

 

 

 

 

 

__________

 

 

 

 

 

 

 

 

PIB ou BIP?

 

Não sou especialista em economia, mas essa euforia em torno do PIB está me cheirando a exagero.Em 2009 PIB negativo, em 2010 PIB de 7,5%. Não me consta que em 2009 houve redução significativa de produção industrial e nem redução acentuada de consumo, já que as " bondades sociais " do governo ( ex.Lulla) estavam a pleno vapor alimentando o consumo de cerca de 13 milhões de famílias ( por baixo 42 milhões de pessoas !!) que partiram para as compras. As grandes lojas faturaram como nunca vendendo eletroeletrônicos e moveis. Nas casas mais simples, TVs com antenas parabólicas, som e até computadores, comprados a perder de vista. Crédito fácil(?) com juros altíssimos impulsionaram as vendas.O nível de inadimplência aumentou.O endividamento das famílias também. PIB de 7,5% e inflação de 6% ( e subindo!! ).Não dá para comemorar.

 

Miguel Abraham azereht@uol.com.br

Praia Grande

 

 

 

 

 

 

__________

 

 

 

 

 

 

 

CAINDO?

Diz o ministro da fazenda sr. Guido Mantega que a inflação está "caindo", só se para ele, para nós cidadãos brasileiros está subindo semanalmente, é só conferir. Remédios até o final do mês deverão subir de 3,54% a 6,01%, maior alta desde 2006, com certeza, na prática será maior. Afirmou que os combustíveis (gasolina/diesel) não vão subir e, não podem e nem devem subir, muito embora o Etanol de Janeiro e até o momento aumentou mais de 20%, será que vai continuar subindo? É senhor ministro a inflação está "subindo", que tal reconferir os cálculos que lhe passam...É grave!

M. Teresa Amaral mteresa0409@estadao.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

__________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O TREM MISTERIOSO

 

A Ata do Copom demonstra que a contenção da inflação é preocupante e demanda a contenção dos gastos públicos, feitos à larga, especialmente, no final do governo Lula, cujo preço foi passado para sua sucessora, que, deve-se admitir, deles também se beneficiou para vencer as eleições. O que é impossível entender é a não suspensão do projeto megalomaníaco do trem-bala, cujas proporções são decisivas nesse contexto. Algo de podre permeia o trajeto entre o Rio e Campinas.

Amadeu R. Garrido de Paula amadeugarridoadv@uol.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

__________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

EMPRÉSTIMOS DO BNDES X INFLAÇÃO

 

Os empréstimos do BNDES, se bem executados, servem para aumentar a produção e consequentemente, a oferta de produtos. Falta de produção é que causa escassez e inflação. Economistas da época "tartaruga" e bancos privados adorariam que o BNDES reduzisse seus empréstimos.

Renato Bechelli rbplastic@hotmail.com

Vargem Grande do Sul

 

 

 

 

 

 

 

 

 

__________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

CONTA DE LUZ DEVE SUBIR ATÉ 2015

Como se pode querer que o Brasil cresça sem a infraestrutura adequada ou com um custo desses?

Carmine Maglio Neto carminemaglio@yahoo.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

__________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

VERDADES VERDADEIRAS

 

Nessa dita Comissão da Verdade, de fato a verdade virá à tona? Falarão de crimes, torturas e nem sei mais quantas coisas.Mas enfim, falarão também de traição e de alcaguetagem de membros da esquerda que para não serem torturados, presos e quiçá mortos entregaram seus pares em plena guerrilha do Araguaia? Afinal se são "verdades verdadeiras", estas covardias também terão que vir à tona, senão de nada valerá essa comissão, pois não será verdadeira.Já está mais do que na hora de se acabar com mentirinhas.De fato e genuinamente já nos cansou.Deu pra entender?

José Piacsek Neto bubapiacsek@yahoo.com.br

Avanhandava

 

 

 

 

 

 

 

 

 

__________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

OS MEDIÁTICOS DA JUSTIÇA

 

 

Perfeito o posicionamento demonstrado pelo Juiz Ali Mazloum em seu artigo publicado em 09/03, onde propugna pela magistratura honesta e profissional, uma linha hoje que apesar de ser a pedra basilar da Magistratura é severamente desrespeitada por seus pares.Este comentário se adequa ao momento, quanto sutis notas apresentadas pela imprensa, talvez motivada pelas "fontes" tenta influenciar juízes trazendo á tona como "furos" material já sobejamente conhecido no processo como "as tais declarações de doleiro" que poderão dar sequência a tal "operação castelo de areia" mais uma das palhaçadas promovidas pela Polícia Federal e seu acobertador na Magistratura Fausto de Sanctis, que foi obrigado pelo tribunal à apresentar provas que dizia ter mas escondia como "proprietario" do processo. Se mais sério e menos mediático fosse este Magistrado e outros de sua lavra o Judiciário seria bem mais respeitado e não teria alguns como ele que tentando ser paladino só chegou a infando.

 

Reinaldo Jose Barbosa Lima barbosalima_br@yahoo.com.br

Guarulhos

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

__________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

TERREMOTO NO JAPÃO

Toda a solidariedade do mundo ao povo do Japão, um povo ordeiro, honesto, trabalhador, dedicado e que fez do Brasil sua segunda pátria. Que sua recuperação seja breve!

Gilberto Dib gilberto@dib.com.br

São Paulo

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.