Cartas - 14/09/2010

POLÍTICA EXTERNA

, O Estado de S.Paulo

14 Setembro 2010 | 00h00

Tapinha de amor não dói

O Brasil ganhou sem a Alca, de acordo com nosso chanceler. E deixamos de ser o quintal dos EUA... Parece que o uso de metáforas ridículas não é privilégio exclusivo de nenhum membro do nosso "dream team" ministerial. É claro que é preferível sofrer humilhações e engolir desaforos dos nossos irmãos do saco de gatos em que se transformou o Mercosul. Afinal, os saldos decrescentes de nossa balança comercial não inspiram cuidados.

Alexandru Solomon asolo@alexandru.com.br

São Paulo

______________________

"ERENICEGATE"

Casa Civil e Correios

Mais uma denúncia de negociatas nos Correios, incluindo a Casa Civil num negócio suspeito. No elenco, o filho da ministra Erenice Guerra e Roberto Teixeira, o compadre de Lula. Parece que as estatais são usadas para caixa 2 e outras caixas. A propósito, por que os Correios não fazem licitações para concederem agências a terceiros?

Mário A. Dente dente28@gamil.com

São Paulo

______________________

REPUBLIQUETA DE MACUNAÍMA

Eu não havia concluído a leitura sobre o desbaratamento e prisão de uma quadrilha no coração do governo do Amapá e já havia outra sendo noticiada. Desta vez, no coração do governo federal, mais precisamente no quarto andar do Palácio do Planalto. Sem querer dar duplo sentido, diria na cabeça do presidente. Realmente, o Brasil nos últimos oito anos tornou-se um pródigo em literatura policial. Mas, diferentemente de países desenvolvidos, as histórias aqui, na republiqueta de Macunaíma, infelizmente, são verídicas. Os casos mais sujos se desenvolvem na esfera oficial, onde só os coadjuvantes correm o risco de ser presos e os personagens principais se tornam heróis populares. Ficam ricos e são dignificados na imprensa a soldo. Poderosos a ponto de anestesiarem a Justiça para que esta cale a imprensa livre e por fim transforme suas vítimas em vilões.

Humberto de L. Freire Filho hlffilho@gmail.com

São Paulo

______________________

PODRIDÃO VEM DE CIMA

Se temos fraudes em todos os órgãos e instituições do governo, por que não haveríamos de ter dentro da Casa Civil? Não é nenhuma surpresa a notícia de que existe um esquema de propina montado dentro do Palácio do Planalto, num andar colado ao do presidente da República, envolvendo o braço direito e esquerdo de Dilma, Erenice e família. Não é a primeira vez que um escândalo brota de lá: tivemos o mensalão, o dossiê contra FHC e dona Ruth Cardoso e outros. Com a presença marcante de Dilma, diga-se. O fato não causa surpresa, só aumenta o nojo.

Myrian Macedo myrian.macedo@uol.com.br

São Paulo

______________________

ESPERTEZA

Segundo reportagem publicada na revista Veja no último fim de semana, o filho da ministra Erenice Guerra, braço direito da candidata do PT à Presidência da República, Dilma Rousseff, receberia dinheiro para intermediar contratos milionários entre empresários e órgãos do governo. A ministra, negando a acusação, pediu para ser investigada pela Comissão de Ética Pública e ofereceu seu sigilo bancário, telefônico e fiscal para investigação. A ministra bem sabe que o sigilo a ser quebrado deve ser o de seus parentes, por exemplo, filhos, filhas, genros e noras, e não o dela...

Victor Germano Pereira victorgermano@uol.com.br

São Paulo

______________________

HERANÇA MALDITA

A verdadeira

Depois dos incontáveis episódios de desrespeito à lei e do acobertamento de seus autores, do uso indiscriminado e desavergonhado da máquina pública por seu aparelhamento por "membros do partido", do estelionato desavergonhado das conquistas dos governos anteriores, contra a maioria dos quais o PT lutou e perdeu, e dos cada vez mais frequentes arroubos ditatoriais e tentativas de tutelar a imprensa livre, o presidente Lula deixa para o julgamento da História a verdadeira herança do seu governo: a tentativa sistemática de eliminação/enfraquecimento das instituições que sustentam a democracia.

Renato Gentile Rocha rerocha65@gmail.com

São Paulo

______________________

IMPERDÍVEL

Se tivéssemos no Brasil um presidente voltado para o prazer da leitura, de adquirir novos conhecimentos, a fim de melhorar a gestão do País, sem dúvida, não perderia a leitura - de cabo a rabo - do caderno Desafios do novo presidente, que acompanhou a edição de ontem do Estadão. Ou, na pior das hipóteses, bastaria a leitura do brilhante artigo de Gilles Lapouge, correspondente do Estado em Paris, intitulado Em busca de um horizonte inatingível, que dá uma aula sobre o que é democracia. Imperdível!

Lineu M. Dias de Lima lmd@matrix.com.br

São Paulo

______________________

CAMPANHA ELEITORAL

Atavismo

Por que será que a candidata Dilma, quando se refere aos questionamentos de Serra, usa expressões como "bala de prata", "não vou dar combustível", "saltos mortais"? São lembranças presentes das guerrilhas antigas?

Sebastião Vanderlei Pinheiro vanderlei106@terra.com.br

São Paulo

______________________

URBANISMO

Centro e Barra Funda

Na condição de ex-diretor de Projetos Urbanos da Secretaria de Planejamento (Sempla) do Município de São Paulo (governo Marta Suplicy), parabenizo o Estado pelo oportuno editorial O centro esquecido (13/9, A3) e pela reportagem sobre a Barra Funda (C3). No entanto, gostaria de ressalvar que o Projeto Bairro Novo, do qual fui um dos coordenadores, não foi adiado pela gestão de Marta Suplicy. Terminada a gestão, o projeto foi deixado pronto para ser aprovado e implementado pelas gestões posteriores, de José Serra e Gilberto Kassab. Mas foi abandonado e esquecido e, como afirma o excelente editorial, "era preciso tirar os possíveis louros que pudessem ser atribuídos aos seus integrantes, caso os projetos fossem realizados".

José Magalhães Junior, arquiteto e urbanista, professor de Projetos Urbanos da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Presbiteriana Mackenzie josemagalhaesjunior@gmail.com

São Paulo

______________________

"Haja água e brigada para debelar os focos de incêndio no Palácio Central"

JOSÉ G. OLIVEIRA / PRAIA GRANDE, SOBRE AS SUCESSIVAS DENÚNCIAS DE CORRUPÇÃO

mandarino-oliveira@uol.com.br

"Os aloprados 2 começam a sair. Lembram-se da eleição de 2006? É só o começo"

L. A. B. MORAES / SANTOS, SOBRE A DEMISSÃO DE ASSESSOR DA MINISTRA-CHEFE DA CASA CIVIL

labmoraes@uo.com.br

"Agora começo a entender por que José Sarney é senador pelo Amapá"

ROBERTO TWIASCHOR / SÃO PAULO, SOBRE A OPERAÇÃO MÃOS LIMPAS DA POLÍCIA FEDERAL

rtwiaschor@uol.com.br

______________________

VOCÊ NO ESTADÃO.COM.BR

TOTAL DE COMENTÁRIOS NO PORTAL: 3.191

TEMA DO DIA

Neymar vira pivô de briga e se diz cansado

Craque santista acha adversários desleais na marcação e é acusado de cair à toa e driblar demais

"Triste o que estão fazendo. Zagueiros batem o jogo todo. Temos de cuidar dos craques ou ficaremos sem futebol arte."

CLAUDIO LINO MOTA

"Ele provocou a confusão ao pisar no adversário após o jogo. É um menino despreparado que o Santos promete tornar mito."

JOSÉ CUNHA

"Que ele continue driblando! Não só para humilhar adversários. Futebol hoje exige objetividade. Senão será meio craque,"

LUIZ SEMAN

______________________

Cartas enviadas ao fórum dos leitores, selecionadas para o estadão.com.br

CASA CIVIL COMBINA COM COVIL

Lula é igual a Dirceu, a diferença é que um foi escorraçado e o outro, não. Lula diz ser a Dilma, a diferença é que um insiste em falar com a língua presa, a outra insiste em não conseguir falar, mesmo tendo a língua solta. Dirceu manda no Lula, mas também manda na Dilma. A Casa Civil foi o antro do mensalão, pelas mãos do Dirceu, assim como foi o antro de dossiês contra dona Ruth Cardoso, pelas mãos da Dilma, assim como foi o antro de pressão sobre Lina Vieira, a quatro mãos, por Dilma e Erenice, assim como foi o antro das maternais mãos de Erenice a garantir sucesso nos negócios dos filhos e irmãos. Erenice é diferente de Lula? Não, o filho do Lula também ganhou milhões, cinco, número mágico, de saída. Mas, Dirceu também é igual a Palocci, Berzoini, Franklin Martins, Vannucchi, Garcia, Genoino, Gushiken, mais outros tantos. Que, por simetria, são iguais a Lula, Dilma e Erenice. E se outros mais forem escorraçados, aparece outro, ou outra. É a derme petista que se renova tal víbora e ocupa com peão novo o lugar do peão derrubado. A eles se somam os peõezinhos de Mauá, da Receita, do ABC, do interior de Minas, e por aí afora. De fato, Lula é disfarce regional de salão para o enorme polvo petista que engole, se renova e aparenta ser invencível. Ao menos enquanto a Justiça brasileira se fizer de peixinho acuado e escondido.

Ronaldo Parisi rparisi@uol.com.br

São Paulo

______________________

CASA DA MÃE JOANA

Seria surpresa se o Presidente afastasse Erenice Guerra da Casa Civil, a mais nova gatuna da turma, a dona da casa da mãe Joana.

Ele não fará isso com ela, como não fez com os aloprados e os demais componentes da quadrilha.

São eles arquivos vivos desse assalto que o Brasil vem sofrendo há oito anos.

O mais admirável é o estado catatônico da população. Onde estão os caras-pintadas?

Por muito menos, um Fiat Elba, o ex-presidente Collor dançou!

O Brasil não só precisa ser passado a limpo, tem de ser desinfetado, desratizado e detetizado contra pragas rasteiras.

M. Helena M. Borges Martins m.helena.martins@uol.com.br

São Paulo

______________________

INVENTANDO MENTIRAS

Dona Erenice Guerra vai processar a revista. É evidente que precisa processá-la. Afinal, é pura invencionice. Ah! Poupe-nos disso, minha senhora!

José Piacsek Neto bubapiacsek@yahoo.com.br

Avanhandava

______________________

AMAPÁS, ERENICES E CONGÊNERES

Tiririca: erva daninha difícil de erradicar. Para combatê-la é necessário que seja diariamente extirpada. Infelizmente, nosso jardineiro-chefe, ao contrário, tem por hábito adubar esse mato rasteiro. É o motivo pelo qual "nunca antes nesse país" houve governo tão infestado dessa praga.

Roberto Twiaschor rtwiaschor@uol.com.br

São Paulo

______________________

SIGILO

A sra. Erenice Guerra quer passar diploma de burro para nós, brasileiros, com essa de abrir seu sigilo bancário. Me engana que eu gosto, ministra...

Paulo Francisco Siqueira dos Santos paulosiqueirasantos@hotmail.com

Santa Rita do Passa Quatro

______________________

BALA DE PRATA

A candidata Dilma diz que a oposição está à procura de uma bala de prata. Bala de prata é para caçar vampiros e no Brasil estamos cheios de vampiros sugando o dinheiro do erário no governo petista, conforme vemos o filho de sua sucessora, Erenice Guerra, e família, no penúltimo escândalo do governo Lula - porque o último ainda terá tempo apara acontecer até o final dia 31/12. Bala de prata neles!!!

Walter Francisco Barros walterfbarros@yahoo.com.br

Araçatuba

______________________

MULHERES DO BRASIL

Sei que muitas mulheres estão encantadas com a possibilidade de termos uma presidenta no Brasil. A mim encanta, também, ter a certeza de que mulheres são capazes de realizar qualquer tarefa, com o maior êxito possível, com a determinação ímpar de quem aceita desafios e os encara como verdadeiras guerreiras, seja para defender sua família, os amigos, suas posições na sociedade, seja para defender o menor dos pontos de vista. Pomos a alma no que fazemos. Porém, para termos uma presidenta, assim como um presidente, há que considerar seus valores, sua ética, sua boa-fé, e, com esse mais novo escândalo envolvendo o braço direito de Dilma Rousseff, Erenice Guerra, creio que seja necessária uma reavaliação. Mulheres do meu Brasil, pensem que estamos aqui falando de um suposto esquema de propina dentro do Palácio do Planalto, onde Erenice Guerra é ministra da Casa Civil, e, se toda essa denúncia se confirmar, Dilma, evidentemente, está envolvida até o pescoço nesse esquema fraudulento, movido a interesses que não os do povo brasileiro. Precisamos do melhor e mais ético dirigente que esta Nação possa ter, seja homem, seja mulher. E Dilma não está nesse quadro.

Myrian Macedo myrian.macedo@uol.com.br

São Paulo

______________________

ERVAS DANINHAS

Fiz meu curso primário numa escola rural, onde também ensinavam coisas como plantar hortaliças, criar galinhas, etc. Uma das nossas atividades era a de controlar ervas daninhas, em especial a tiririca, que com seus bulbos e rizomas subterrâneos interliga várias plantas. Então, quando se arranca uma delas, a rebrota é quase imediata. Ganhávamos lápis de cor quando conseguíamos arrancar as raízes mais longas, com várias tiriricas. Portanto, nada mais me surpreende nesse governo Lula, onde o PT faz o papel de erva daninha, sugando o húmus da República, espalhando sua ética torta e transformando ''esse país'' num imenso campo de tiriricas. Esse caso da ministra Erenice, ela mesma uma rebrota da tiririca anterior, é típico, pois dela já brotaram várias outras tiriricas: o filho, a irmã, o irmão e sabe-se lá quem mais. Desconfio que não haverá no mundo lápis de cor suficientes para eliminarmos todas essas ervas daninhas .

Nestor Rodrigues Pereira Filho rodrigues-nestor@ig.com.br

São Paulo

______________________

ERENICE E FAMÍLIA

A ministra Erenice Guerra realmente aprendeu bem com sua mestra como se deve agir na Casa Civil. Aliás, desde os tempos de José Dirceu, banido por força do mensalão, a Casa Civil vem agindo muito além de suas atividades precípuas. Erenice era o braço direito de Dilma, que se afastou para ser a ''candidata poste'' de Lula. Mas Erenice surpreendeu, aprendeu muito com sua antecessora e mestra e foi além, nomeou irmãos e parentes como seus auxiliares diretos, montou uma empresa de arapongagem, enfim, estendeu suas asinhas fartas pelo Planalto, e as provas aí estão, ocupando uma página do Estadão de ontem. Sinceramente, ela deveria tomar o mesmo caminho de Dirceu, por oito anos, ser exemplarmente punida pelo Judiciário, e não se fala mais nisso (como diria Tutty Vasques).

Carlos E. B. Rodrigues carlosedleiloes@terra.com.br

São Paulo

______________________

COMO NUNCA ANTES

Tu também, Erenice Guerra? Novamente, mais um episódio malcheiroso vem mostrar aos culturalmente qualificados deste país que Lula e seu governo têm a capacidade de aglutinar desonestos como nunca se viu antes nesse desrespeitado Brasil. Por aí vemos onde mora o grande medo dos petistas de passar o comando do governo para a oposição, pois imaginamos quanta sordidez virá à tona.

Leila E. Leitão

São Paulo

______________________

CORREIOS-GAMECORP

Tanto a empresa do filho de Lulla como a do filho da Erenice receberam dinheiro, respectivamente, nos casos Gamecorp e Correios. Parece que essa gente é isso tudo que estão falando mesmo: um bando de ratazanas. E eu aqui pagando impostos descontados diretamente nos meus holerites. Ai que raiva!

Orivaldo Tenorio de Vasconcelos prof.tenorio@uol.com.br

Monte Alto

______________________

COMPULSÃO POR COFRES ALHEIOS

A ex-secretária da Dilma Rousseff - Erenice Guerra - recebeu o Ministério da Casa Civil como premiação por sua fidelidade canina... Erenice é mais fiel do que o cão ''Nego'', que a Dilma herdou do José Dirceu junto com a residência ministerial, logo após o Zé ser botado para ralar peito. Agora, mais esta confusão toda com comissão milionária de empresa com interesses nos Correios. Pô, novamente os Correios...

O pessoal do PT nem sequer tem criatividade para nos driblar. São aloprados pernas de pau, mesmo. Está no DNA do PT essa compulsão por assaltar cofres alheios. Eles não conseguem se segurar, é instintivo... Novamente vai dar em nada. Dilma e Lula se revestirão do capuz dos perseguidos, farão cara de coitados, reutilizarão a técnica de correr em disparada gritando "pega-ladrão" com a bolsa da viúva debaixo do sovaco.

É sempre assim. Sempre será...

Dilma será nossa próxima presidente titular - somente terá o título, tal uma rainha da Inglaterra.

Se trocar por José Serra, só mudarão os protagonistas e coajuvantes da figuração meliante.

Qual solução? Não sei. Duvido que alguém saiba...

Jorge Schweitzer jorschweitzer@hotmail.com

Rio de Janeiro

______________________

FLOR DO PÂNTANO

Dilma é Erenice! Erenice é Dillma! No entanto, em cima de sua já notória arrogância de provável presidente, Dillma diz que se investiguem as denúncias sobre o tráfego de influência do filho de seu ex-braço direito na Casa Civil, Erenice Guerra. E, na tentativa de se safar das borrifadas da sujeira, completa que não acompanha mais a rotina da Casa Civil. Ora, dona Dillma, a denúncia parte de um ano atrás, quando a senhora era, sim, ministra, e couberam a Erenice denúncias de vários dossiês e maracutaias, feitos provavelmente sob suas ordens. Digamos que Erenice foi a escolhida para, em nome da continuidade, colocar a mão na lama, deixando a presidenciável limpinha como uma flor de lótus! Para quem não sabe, a flor de lótus é conhecida por emergir limpa e branca num lago de águas turvas e lamacentas!

Beatriz Campos beatriz.campos@uol.com.br

São Paulo

______________________

MUNDO CÃO

Fernandinho, filhinho de José Ribmar Ferreira de Araujo Costa. Lulinha, filhinho de Luís Inácio Lula da Silva. Israelzinho, filhinho de Erenice Alves Guerra. Até quando?

Humberto de Luna Freire Filho hlffilho@gmail.com

São Paulo

______________________

EXPLICAÇÕES

A sociedade brasileira merece satisfação sobre os recentes escândalos, das quebras de sigilo ao favorecimento do filho da ministra da Casa Civil, Erenice Guerra, em contratos. A sociedade tem, por outro lado, que exigir as explicações. Não pode ficar parada apenas olhando. Não é assim que se constrói um País (com P maiúsculo) e uma Nação. Quem deve dar as explicações, como de hábito, dirá que não sabia de nada, e ficará calado, protegido pelos 80% de apoio que tem. Quem tem esse apoio fala as bobagens que quer e todo mundo acha graça. Pobre país.

Panayotis Poulis ppoulis@yahoo.com.br

Rio de Janeiro

______________________

NEGÓCIOS

Na Casa Civil ''deçe governo'', assuntos de Estado são negócios da ''famiglia lullopetista''.

A. Fernandes standyball@hotmail.com

São Paulo

______________________

SIGA O QUE O MESTRE MANDAR...

A candidata da situação ao governo federal parece trilhar o mesmo caminho dos que se safam (sem a conotação de ''safados'') - ''estou fora do governo e não tenho acompanhado o dia a dia do ministério...'' Só faltou repetir o ''chef'': ''Eu não sei de nada!'' Mas as denúncias se voltam ao período em que a distinta regia a Casa Civil. Outra pérola: ''Mas tenho certeza de que tudo será apurado'' (sem a conotação de ''apurar o doce açucarado'' que pode virar melado, claro!). E mais: ''Se alguém errou, será punido'' (extratos da revista Veja). O grande mestre ilusionista não só está no palanque, como no inconsciente da ministra candidata. A história parece não ter fim. Ou será que a impunidade se perpetuará, ''como nunca antes nesse país''? O que se supõe pode acontecer: teremos então a Dilma ''Du Chef''.

José Jorge Ribeiro da Silva jjribeiros@yahoo.com.br

Campinas

______________________

GUERRAS

Se o presidente Lula encara a eleição como uma guerra,

por que iria demitir justamente a sra. Guerra, que herdou

a Casa Civil da sra. candidata Rousseff?

Fausto Ferraz Filho faustofefi@ig.com.br

São Paulo

______________________

UNS E OUTROS

Assim como a ministra-chefe da Casa Civil coloca seu ''sigilo'' (o que é

isso mesmo?) à disposição, gostaria de ver o Lulinha com a mesma

disposição. Acorda, Brasil!!!

Angelo A Maglio www.rancholarimoveis.com.br

Cotia

______________________

SEM NEXO

Com toda a sua eloquente verborragia, o presidente Lula, referindo-se à prisão do governador do Amapá (do PP, não do PT), falou: "Bandido só não é preso se não for bandido, quando tem roubo, a gente pega." Frase completamente sem nexo, própria de sua cultura. Mas, se quando tem "roubo a gente pega", como ficam os escândalos e as corrupções ocorridas na Casa Civil da Presidência da República, em seus dois mandados? O mais curioso é que são realizados sobre a sua cabeça. Pois a Casa Civil fica no quarto andar do Palácio do Planalto e o gabinete do presidente no terceiro. E ele nunca sabe de nada!

Roberto Stavale bobstal@dglnet.com.br

São Paulo

______________________

ANOS SOMBRIOS

Qualquer brasileiro com um mínimo de decência fica assustado com a roubalheira institucionalizada no Brasil. "Podem roubar à vontade", parece dizer o chefe da quadrilha, que aproveita sua popularidade e a ignorância da imensa maioria do povo, que em troca de bolsa-isso bolsa-aquilo lambe as migalhas que caem no chão do banquete promovido por esse partido infame, de quem o chefe age como presidente quando deveria exercer o cargo para o qual foi eleito. Essa gente inclassificável cospe na Constituição, zomba das instituições, trata com escárnio as leis e cria tentáculos nas entranhas da sociedade civil, que celeremente vai apodrecendo. Que país vamos deixar para os nossos netos? Os valores estão literalmente no esgoto. Somos vilipendiados, estuprados na nossa consciência e nada ocorre. Vão colocar no poder um fantoche, uma pessoa despreparada cujas poucas ideias encontram similaridade em gente como Chavez, Fidel e outros ditadores assassinos. O Congresso brasileiro, que se renova nesta eleição, é uma tragédia. Ex-jogadores de futebol, palhaços, pagodeiro que bate na mulher estão entre os possíveis candidatos. Essa corja é que vai estar lá para exercer um dos Poderes da República. Estamos fritos. Não tenho dúvida de quem após a eleição e com a maioria nas duas Casas, a boneca de ventríloquo começará uma perseguição a toda a imprensa séria, assim como aos cidadãos de bem deste país. Aqueles que fizerem/fizeram oposição a esse partido abjeto terão seus sigilos escancarados e entregues a facções criminosas para seu bel-proveito. Vêm aí sequestro, perseguição política, suspensão das liberdades individuais, censura à imprensa e sabe-se lá quais outras surpresas. Os anos sombrios estão de volta.

Arnaldo Luiz Correa arnaldocorrea@gmail.com

Santos

______________________

FORA, ESPANCADOR!

Netinho é candidato a senador. Ele espancou a própria mulher. Como é que pode São Paulo ter um candidato a senador covarde? Ele não tem moral para nos representar no Senado. Fora, Netinho! Fora, espancador de mulher!

Ana Maria Gmachl amaeleitora@hotmail.com

São Paulo

______________________

PATRIMÔNIO DO NETINHO

Fiquei impressionado com a falta de capacidade do Netinho em construir um patrimônio sólido! Quer dizer que até agora em sua vida ele tem menos de R$ 200 mil em bens declarados? Ou utilizou laranjas na compra de bens? Mas ele não precisa se preocupar, afinal, o Lula confia nele e o apoia porque ele é gente como a gente! (Me exclua dessa, eu não sou assim...)

Sinceramente

Marcus Coltro marcuscoltro@hotmail.com

São Paulo

______________________

HOMEM DO POVO

O presidente Lulla, por um aliado, continua nos seus delírios: "Fiquei contente que o Netinho se candidatou a senador, ele é um homem do povo..." Vi a declaração do seu patrimônio, é de R$ 120 milhões, dez vezes mais que o da Marta, 15/20 vezes maior que o dos outros candidatos. Do povo ele não tem mais nada e, pior, continua semianalfabeto, sem conteúdo - nada fará pelo Brasil.

Celso de Carvalho Mello celsosaopauloadv@uol.com.br

São Paulo

______________________

SÃO PAULO NO SENADO

O que não tem jeito já está solucionado, portanto, voto útil para senador, sem mais! Ou somos pragmáticos nesta hora ou vamos permitir que a dupla debochada e espancador representem São Paulo no Senado. Acorda, paulistada!

Mara Montezuma Assaf montezuma.fassa@gmail.com

São Paulo

______________________

ENGANADORES

São Paulo não é representado no Senado. Um é fabricante de dossiês, o outro, defensor de bandidos, até dormiu em cadeia, e o último, pai de policial enroscado com a Justiça. Os candidatos líderes nas pesquisas não ficam atrás, uma destruiu a cidade de São Paulo e o outro tem como hobby espancar mulheres. Todos da estirpe de Lula.

José Francisco Peres França josefranciscof@uol.com.br

Espírito Santo do Pinhal

______________________

LARANJA MECÂNICA

Lula apoia quem espanca a própria mulher e quem gosta de apedrejar mulher até a morte.

Lula apoia ex-presidente expulso que sequestrou dinheiro e poupança de brasileiros.

Lula apoia ex-governador que acaba de ser preso por roubar o seu Estado.

Lula apoia cocaleiro boliviano, aloprado trambiqueiro e ditador sanguinário.

Lula apoia e é apoiado pelo que há de pior na espécie humana e, como já não podia

apoiar a si próprio, inventou uma laranja mecânica.

Stanislaw Cordeiro ratles2@hotmail.com

São Paulo

______________________

O QUE SERÁ DO BRASIL COM DILMA?

A disputa pela Presidência está polarizada entre Dilma e Serra. Na verdade, segundo as últimas pesquisas de opinião, a disputa será unipolar, se é que existe uma disputa somente com um polo. Mas se confirmando a vitória da Dilma, como será o governo dela? Ela terá a habilidade e força para controlar a ânsia da esquerda petista em transformar o governo em sede do PT e para peitar o avanço do PMDB nos principais cargos de órgãos e empresas estatais?

A Dilma, pelo seu passado voltado para a luta armada revolucionária, tem uma ligação muito forte com os radicais de esquerda, tem como ideologia o controle absoluto dos meios de produção e de comunicação. Apesar de não ser um membro histórico do PT, tem mais sintonia com algumas vertentes marxistas do PT do que o lado liberal. E foi o lado liberal do PT que conseguiu continuar as importantes mudanças que o governo FHC realizou. No Ministério da Fazenda, o Lula colocou o Palocci e no Banco Central, o Henrique Meirelles, que era deputado federal do PSDB por Goiás. Manteve as principais linhas liberais na gestão da economia: controle da inflação, controle dos gastos, Banco Central autônomo para garantir a moeda, cambio flexível. Portanto, não há garantia de que a Dilma mantenha a atual política econômica.

Ao longo do governo Lula, os principais líderes que poderiam suceder-lhe foram caindo pelo caminho: Dirceu, Genoino, Gushiken, Palocci. Todos caíram devido a escândalos no uso da máquina pública em proveito do partido e até próprio, como, por exemplo, o mensalão. A ecorradical Marina Silva também foi colocada de lado. Nenhum outro líder conseguiu aparecer, primeiro, porque o próprio Lula se fez tão iluminado que todos ficaram à sua sombra e, segundo, porque o PT carece de representantes para ocupar o cargo de presidente da República.

Assim, a Dilma foi escolhida porque, na verdade, não tem passado político, seria fácil colar a figura de Lula nela, afinal, ela não tem cara, não tem identidade na política. Isso pode ser bom para competir na eleição, mas esta falta de experiência política será péssima para a gestão. Além do mais, as alianças políticas são as piores possíveis. Algo até inimaginável: o PT, que subiu ao poder pregando a ética na política, hoje está associado a Sarney, Collor e Renan Calheiros, representantes das principais oligarquias políticas do Brasil coronelista. A estratégia de poder do PT não é mais ideológica, e sim fisiológica. Tudo é uma tática para ocupar o poder (e não exercê-lo, que é a função de quem é eleito).

E talvez o pior de tudo sejam os candidatos a senador, a deputado federal e estadual. Imagina a qualidade das decisões do Legislativo com Netinho no Senado, Tiririca na Câmara Federal e ainda Mulher Melancia, entre outros. É tudo o que um governo neoditatorial (ditadura pela democracia) deseja, um Legislativo sem força alguma, subserviente aos comandos do Planalto Central.

Eu desejo que políticos de qualidade, com respeito à ética e principalmente puros democratas, sejam eleitos agora em outubro. Não podemos deixar o Brasil virar uma Venezuela, onde não existe mais o direito a opinião, a economia está em frangalhos, a classe empresarial está fugindo do país e, por fim, o povo necessitado está ficando órfão. O Brasil melhorou muito, mas ainda não somos um povo politicamente educado. Ainda acreditamos no assistencialismo como resposta única aos problemas dos pobres, deixamo-nos dirigir por líderes carismáticos, e não por líderes eficientes. Estas características definem o povo brasileiro ainda na infância de um aculturamento político.

Eu desejo alternância no poder. A troca de partidos no comando do governo é muito salutar, pois evita ditaduras escondidas, reduz a corrupção, enfatiza a competência e torna o Estado mais eficiente. O funcionário público, desta forma, é mais técnico do que político, pois o torna independente do partido que está no governo e assim foca nas principais necessidades do seu cliente, que é o povo brasileiro.

Comemorei a eleição do Lula. Foi uma demonstração de que as instituições democráticas no Brasil estavam sólidas quando o povo colocou na cadeira de Presidente da República um operário sem nenhuma preparação escolar e de passado combativo ao regime militar. Fiquei mais feliz ainda quando o governo Lula continuou com programas corretas do governo FHC, afinal, precisávamos de continuidade para atingir a estabilidade. Os programas iniciais assistencialistas também tinham um apelo interessante, desde que usado com critério.

Mas fico muito preocupado quando vejo atitudes que querem quebrar esta conquista do povo brasileiro. Algumas dessas atitudes: a proposta de nova lei da imprensa que foi publicada pelo PT, a redução da autoridade do TCU, o aparelhamento de órgãos como Polícia Federal e, principalmente, a tática empregada por regimes de força, que é a propaganda estatal baseada em verdades criadas (como a tal herança maldita do governo FHC). E ainda a estratégia da política externa de aproximação diplomática com regimes nitidamente autoritários: Venezuela, Irã, Guiné Equatorial.

Fico preocupado quando as políticas assistencialistas estão servindo para "deseducar" o povo de uma visão crítica da política, quando estes programas servem para cegar a opinião de pessoas humildes. Sou da opinião de que se deve ensinar a pescar, e não dar o peixe. Sim, o índice de desemprego no Brasil caiu, o que nos leva a concluir que tem mais gente pescando do que antes. Mas temos que analisar de forma qualitativa estas informações. Qual foi a real contribuição do governo Lula nesta área? A economia absorveu mais mão de obra porque a economia mundial cresceu muito nos últimos anos (Lula não foi o responsável por isso), e o Brasil estava preparado para não perder este crescimento (preparado pelo FHC, com moeda estável, mercado bancário sólido e bons fundamentos para cumprir contratos). Muito havia o que fazer, muito foi feito e muito ainda há por fazer. Agora, quais foram os resultados dos programas assistencialistas? Quais famílias assistidas subiram de classe social por terem conseguido emprego?

Herança maldita é o resultado de décadas de más administrações. FHC foi o início da virada. Lula teve o mérito de dar continuidade à estabilidade e fez melhorias para consolidá-la. Portanto, afirmar que o governo Lula vem de uma herança maldita é, no mínimo, injusto, e com certeza é não reconhecer que alicerces estavam instalados. A atitude de falar desta herança é como a expressão popular "cuspir no prato onde comeu".

Não vi nada de novo no governo Lula. O melhor foi a continuidade. O pior foi o aparelhamento do Estado, os escândalos de corrupção e a total decepção com a ética. Eu quero a continuidade da política econômica. Eu quero o fim do uso do governo em proveito do que não seja única e exclusivamente do interesse do povo, do crescimento do País, da melhoria da qualidade de vida.

Por isso, minha conclusão é que Dilma não é a melhor opção. Não tenho certeza de que ela irá continuar o que está bom, que é a condução neoliberal da economia; e a corrupção e a falta de ética irão permanecer. Veja nos jornais que José Dirceu já está querendo a Casa Civil e os Ministérios da área econômica. Eles vão voltar....

Fabio Barnes fabiobarnes@hotmail.com

São Paulo

______________________

SER PATRÃO

Todo patrão, ao contratar um funcionário, leva em conta seu currículo (experiência, cursos, formação, pós-graduação, etc.). Isso é um método de não contratar alguém desprovido! Só é admitido após entrevistas e testes, e só os melhores estarão habilitados ao cargo! Pois bem, nestas eleições nós, eleitores, vamos empregar nossos funcionários (deputados, senadores, governadores e presidente), e como um bom patrão queremos os melhores, alguém bem preparado! Não é verdade? Se empregarmos um funcionário (político) ruim, para posteriormente demiti-lo dá um trabalho danado! (Quase impossível.) Então, nobre eleitor, seja um bom patrão, leve em conta candidatos estudados, com experiência administrativa e noção legislativa, com postura e conhecimento amplo sobre inúmeros assuntos. Reflexão: um bom patrão só contrata pessoas preparadas e comprometidas! Qual o currículo do seu futuro empregado?

Alex Tanner alextanner.sss@hotmail.com

São Paulo

______________________

"THE MANCHURIAN CANDIDATE"

Como no filme de John Frankenheimer de 1962, a candidata Dilma se prepara para vencer as eleições presidenciais e assumir o posto mais importante da hierarquia política do Brasil. Não conta com a ajuda de sinistros chineses nem de uma mãe megalômana, mas sim com a deslavada colaboração de sindicalistas ambiciosos, de políticos oportunistas, de um presidente amoral e cheio de soberba e, principalmente, de uma oposição covarde e desunida. Sem mencionar a cegueira do eleitor desinteressado de assuntos concernentes à ética e às liberdades individuais. Na vida real, diferentemente do cinema, não contaremos com o heroísmo de um major Ben Marco para nos livrar do mal.

Luiz Carlos Hummel Manzione bidet100@gmail.com

São Paulo

______________________

8 DE OUTUBRO

Se Dilma vencer no primeiro turno, dia 3 de outubro, provavelmente a comemoração será no dia 8 de outubro, com a participação dos camaradas do MR-8, exceto o Gabeira.

Luiz Henrique Penchiari Jr. luiz.penchiari@bericap.com

Vinhedo

______________________

EFEITO JÁ GANHOU

O presidente Lula não vê a hora de passar o período eleitoral. As fraudes pipocam em todos os cantos e o seu partido, no governo, não dá uma explicação plausível ou minimamente razoável. Toda a preocupação dos petistas é com a campanha eleitoral e examinar qual efeito está produzindo na campanha de Dilma Rousseff. O efeito do "já ganhou" que Lula espalhou País afora já contaminou certos eleitores e também o candidato José Serra? Não podemos nos deixar levar por promessas vãs, já vimos esse filme em outros momentos e as urnas revelaram resultado diferente daqueles apregoados. Se houvesse um segundo turno, Lula perderia o sono, visto que já se considera no terceiro mandato. Acordem, eleitores, só o voto na urna pode decidir essa contenda, não deixem que apenas um homem do marketing decida os rumos de sua vida.

Izabel Avallone izabelavallone@yahoo.com.br

São Paulo

______________________

SUCESSÃO PRESIDENCIAL

Em abril eu chutei que ganharia o candidato que ousasse repudiar a voracidade arrecadadora de impostos, quase 40% do PIB. O candidato José Serra, rendendo-se à orientação de marqueteiros, não ousou ficar, incondicionalmente, do lado do povo. Se prometesse dar uma canetada, logo no primeiro dia do seu governo, reduzindo drasticamente impostos cobrados sobre medicamentos, alimentos, produtos de higiene e combustíveis, teria muito mais chance de competir com a dona Dilma, que, do alto o seu pedestal, nem se importou em discutir o ridículo aumento do salário mínimo anunciado para 2011.

Sergio S. de oliveira ssoliveira@netsite.com.br

Monte Santo de Minas (MG)

______________________

PSDB E SERRA

Pela última pesquisa eleitoral, a situação entre os candidatos a presidente ficou na mesma. Penso que os culpados pela possível vitória de Dilma Rousseff (PT) são o próprio candidato tucano e o partido dele. Primeiro, o candidato demorou muito para decidir sua

candidatura (enquanto isso, a adversária já estava em campanha), depois o partido também demorou muito para escolher o vice e ainda fizeram uma campanha muito ruim; e, no final, com ameaças a Lula e sua candidata.

Agora, os ''aliados'' já estão debandando (sempre foi assim) e reverter os números

das próximas pesquisas (faltam apenas 17 dias para a eleição) será muito difícil.

Esse partido (PSDB) não tem unidade (tem duas correntes) e, ainda por cima, não

nega a fama de ficar sempre em cima do muro. E com todo esse imbróglio vamos ter

o PT comandando o País por mais oito anos. Se não 20....

Olympio F. A. Cintra Netto ofacnt@yahoo.com.br

São Paulo

______________________

CATÁSTROFE ELEITORAL

Nesta campanha presidencial devemos reconhecer que o programa eleitoral petista foi bem elaborado, que a participação transgressora do Lula foi significativa, que o uso da máquina pública desequilibrou, que as ameaças de divulgação de dossiês provocou defecções nas hostes oposicionistas, que insinuações de devassas fiscais cooptaram grandes empresários, que os programas assistencialistas foram importantes, que a covardia do TSE ajudou, que o mutismo da OAB contribuiu, que a imprensa chapa-branca, em maior número, anulou a imprensa livre, mas não podemos negar que o José Serra foi indiretamente o maior cabo eleitoral da Dilma. Com um programa confuso e insípido, limitando-se a apostar com Dilma quem faria mais caridade ao povo, sem oferecer mudanças, conseguiu que os eleitores não esquerdistas (os que trabalham, empregam e pagam impostos), ou mesmo os descontentes com os rumos ideológicos mais radicais do final do governo Lula, abandonassem o barco tucano. Em matéria de desconstruir sua própria candidatura, foi genial. Em 2014, nas eleições de mentirinha, semelhantes às dos anos de chumbo, a Dilma determinará que o PSDB seja novamente o adversário do PT, caso ainda não esteja fazendo parte de seu governo.

Sergio Villaça svillaca@terra.com.br

Recife

______________________

MALDIÇÃO DO "CARA"

Está comprovado: todos os nossos atletas de ponta que fizeram um pit-stop em Brasília e as agremiações esportivas que visitaram ou foram visitadas pelo "cara", com reais chances de ocuparem o topo do pódio ou serem campeões, decepcionaram. Dilma, abençoada pelo "cara", que se cuide, pois, se não houver trapaça nas urnas para se manter no poder, será mais uma pessoa em via de se decepcionar.

Humberto Schuwartz Soares hs-soares@uol.com.br

Vilha Velha (ES)

______________________

REBOLATION

O Brasil é mesmo um país surrealista. Tanto Dilma como Serra passam a impressão de que foram tirados da cadeira à força para entrar nessa dança. Estão constrangidos, pouco à vontade, sem propostas objetivas de governo, participando de debates pouco convincentes, mornos, vazios. O único que dança o rebolation com entusiamo é o Lula. Os outros são meros figurantes desse espetáculo sem graça e de metirinha do qual somos obrigados a participar pela obrigatoriedade (democrática) do voto.

Regina Ulhôa Cintra reginaulhoa@uol.com.br

São Paulo

______________________

RECHEIO DO SANDUÍCHE

Lula: não se envaideça de seus índices de popularidade ou dos resultados nas pesquisas eleitorais! Afinal, qualquer um com o seu carisma indiscutível e tão poucos escrúpulos ascenderia ao poder de um país que relegou seu povo por séculos a um estado de ignorância e privação; regido por uma elite que sempre governou para si mesma, individualista e de pouca visão. A mesma elite que o acompanha agora, sempre fiel a qualquer um que detenha o poder.

O resultado disso é que nós, da classe média, espremidos de ambos os lados como recheio de sanduíche, vamos ter de engolir Lulas e Dilmas, cobras e lagartos, até que a barriga do povo se encha de comida, educação e saúde, por muito tempo num deserto de valores éticos e da verdadeira liberdade.

Mônica Abate Guglielmi nicabate@yahoo.com.br

São Paulo

______________________

ELEIÇÕES

Não vai ser por falta de avisos, evidências e constatações. Os 50% dos brasileiros que vão votar em Dilma (vide pesquisas) deverão ser corresponsáveis pelo QUE VAI ACONTECER no Brasil a partir de janeiro de 2011. Não é possível que os mesmos 50% compactuem com todo esse deboche às leis, negócios escusos, enriquecimento ilícito dos petralhas, invasão de privacidade com quebra de sigilo fiscal, Presidente da República fazendo campanha na televisão "após o expediente" E desde quando um presidente tem expediente? É presidente 24 horas!!!

O Estadão está censurado há mais de um ano. O marginal e assassino italiano Cesare Battisti permanece em nosso território por ordem do presidente e à nossa custa.

O governo é aliado do ditador Hugo Chávez, da Venezuela, que está destruindo o país, faz alianças com o presidente do Irã e sua ditadura sanguinária. E tem muito mais!

Se isso não bastar para as pessoas concluírem que a continuação disso só tende a piorar, nada mais a fazer. O BRASIL NÃO MERECIA TANTO DESCASO!

Sergio Eduardo Stempniewski sergueistemp@uol.com.br

São Paulo

______________________

GOVERNO DILMA

Enganam-se os que pensam em obter privilégios no governo Dilma.

Os mensaleiros, sanguessugas, aloprados, dólares na cueca e transgressores do sigilo fiscal fatalmente serão outros e as ações, também.

Ai que saudades do Lula...

Marcos Antonio Scucuglia sasocram@ig.com.br

Santo André

______________________

CAPITANIAS HEREDITÁRIAS

Se Lula aparelhou o Estado com os companheiros petistas, Dilma, que se confirmarem as pesquisas será sua sucessora, estende os benefícios governamentais aos filhos dos companheiros. Pensam, talvez, fazer o Brasil voltar ao tempo das capitanias hereditárias. E com o aval da maioria dos brasileiros.

Eni Maria Martin de Carvalho enimartin@ul.com.br

Botucatu

______________________

UDN

A atuação do PSDB e do DEM parece muito com a velha UDN e sua banda de música: muito denuncismo e pouco voto.

Mas José Serra e Fernando Henrique nunca vão chegar a Carlos Lacerda e Afonso Arinos.

Paulo Ricardo Giaquinto pgiaquinto@uol.com.br

São Paulo

______________________

DESCULPA MANJADA

O PT tá botando pra quebrar nessa eleição. Depois de quebrar o sigilo fiscal dos adversários políticos junto à Receita Federal, agora foi a própria candidata que apareceu com o pé quebrado. Com uma bota ortopédica e a desculpa de que torceu o pé, a candidata do governo arranjou uma boa desculpa para não se demorar em suas entrevistas. Fazer-se passar por vítima é uma mania velha, e batida, dos petistas. Mas a sra. Dilma que arranje outra desculpa para não falar sobre o caso das violações de sigilo fiscal na Receita Federal. E se ela estiver achando que torcer um pé é o bastante para sensibilizar os eleitores e ganhar seu voto, também está enganada. Pois, para isto, é preciso cortar um dedo.

Francisco Ribeiro Mendes mendes.brasilia@gmail.com

Brasília-DF

______________________

MEDO!

Tudo idica que a promotora do caso Celso Daniel tenha sido mesmo vítima de um atentado, quando um carro abalroou o seu, levando-o a capotar. Não seria de estranhar. Basta ver o número de testemunhas mortas, misteriosamente, neste caso tenebroso. Que medo dessa gente!

M. Cristina da Rocha Azevedo crisrochazevedo@hotmail.com

Florianópolis

______________________

AINDA A "CHINELADA NA PAULISTADA"

O prefeito Eduardo Paes é quem deveria levar umas ''chineladas'', para aprender a deixar de ser dissimulado, adesista, mau-caráter e desrespeitoso.

Paes é um oportunista nato, que se transformou num dos maiores ícones do carrapatismo do poder ao personificar o maior vexame da história política carioca, após lamber as botas ou, quem sabe, até as frieiras do presidente Lula para conseguir seu apoio para a prefeitura do Rio. Sem esquecer que fez isso logo depois de ter esculhambado o presidente de cima abaixo na CPI do Mensalão.

Ainda bem que São Paulo não precisa de nenhuma migalha do Rio de Janeiro. O sr. Eduardo Paes precisa aceitar que São Paulo é a locomotiva do País e que para o Rio chegar aonde chegamos vai precisar comer muita poeira e trabalhar bastante.

Nós, paulistanos, não damos chineladas em ninguém e é por isso que somos a capital da diversidade cultural e só crescemos tanto por causa da nossa hospitalidade, valorização do trabalho e nunca discriminamos qualquer povo ou raça que nos abraçou e que escolheu São Paulo para viver.

Frederico d''Avila fredericobdavila@hotmail.com

São Paulo

______________________

DESOLAÇÕES

O desinformado prefeito Eduardo Paes, do Rio de Janeiro, ironizou o Estado de São Paulo, carro-chefe da economia nacional, ao tratar, na companhia do pé-frio Ricardo Teixeira, dos assuntos relacionados à Copa do Mundo 2014 (vide capa do Caderno de Esportes de 11/9/2010).

Nós, paulistas, reconhecemos as belezas naturais do Rio de Janeiro e a contribuição dos craques cariocas para as conquistas futebolísticas.

Mas não podemos nos esquecer deque as ''maracutaias'' dos cariocas já provocaram um ''Maracanazo'' e agora, pelo andar da carruagem, irão proporcionar outro em 2014 (se o Brasil chegar à final, o que eu duvido, desde que o ''pé-frio'' esteja lá).

Não esqueçamos que o Brasil só levantou o primeiro título mundial com o dr. Paulo Machado de Carvalho (o Marechal da Vitória), paulista, no comando da seleção de 1958, cuja frase célebre era: ''É prá frente que se caminha!''

Quanto à Copa do Mundo no Rio, temos só desolações, a saber: em 1950, a ''cariocada'' tomou conta de tudo. E deu no que deu. Até o Flávio Costa, técnico da seleção de 50, que, no último jogo, sacou o Noronha (do São Paulo) para colocar seu cunhado, Bigode, no lugar dele, teve que fugir para o Paraguai depois da Copa.

Uma pergunta: para onde o senhor pretende fugir após 2014, sr. prefeito?

No último jogo, segundo revelações do respeitável craque carioca Zizinho, a ''cariocada'' levou o escrete para se concentrar em São Januário para que políticos (era ano de eleições) tirassem fotos com os jogadores, sendo que estes não tiveram tempo nem de almoçar para o jogo decisivo (o próprio Zizinho revelou que comeu um sanduíche no carro que o transportava para o Maracanã).

Sem querer estender mais esta, lembro ao ''moleque'' prefeito do Rio de Janeiro que o maior craque do mundo é mineiro e passou toda sua carreira em São Paulo.

Poderia falar aqui da corrupção, do superfaturamento, que eu tenho certeza que ocorrerá de hoje até 2014, mas paro por aqui.

CELSO VICENTE FIORINI celsofiorini@ig.com.br

São Paulo

______________________

BAIRRISMO

Eduardo Paes conseguiu sintetizar o espírito carioca, que vem dos tempos em que o Rio foi capital, de fato a cidade mais bonita do País. Mas o carioca sempre considerou mineiros e paulistas provincianos e o resto do País, o resto.

Com a sua atitude recente com relação a São Paulo, mostrou que de fato os provincianos são os cariocas, que, apesar de terem a mais bela vista do País, ainda têm muita violência, não têm hospitais e rede hoteleira compatíveis para ser a maior cidade turística do Brasil. Menos arrogância, prefeito, e mais trabalho, foi assim que São Paulo fez muito mais.

Francisco Xavier Fernandez fcoxav@gmail.com

São Paulo

______________________

TORCIDAS ORGANIZADAS

A imprensa publica, com certa frequência, notícias sobre selvagerias que chegam mesmo a mortes, protagonizadas por torcedores organizados. Isso é sempre um absurdo que devemos condenar. Todavia, na condição de pesquisador desse segmento social, quero deixar meu testemunho sobre a Torcida Fúria Independente, do Guarani Futebol Clube, de Campinas (SP), dizendo que percebi aí uma verdadeira família dedicada ao seu time, e não inspirada em fazer desordens de qualquer ordem, embora alguma vez possa ter de reagir a ataques de adversários mal-intencionados. Parabéns à Fúria!

Vanderlei de Lima contatos12@yahoo.com.br

Amparo

______________________

CORINTHIANS

Até há poucas rodadas o Corinthians vinha se mantendo na ponta da tabela mais por incapacidade dos outros que méritos seus. O duro de aceitar é que não temos um time vencedor. Fica a pergunta: por que perdemos jogos como esse contra o Grêmio? Simples. O time não tem um matador. Mas, e o Ronaldo e o Souza? Bem, o Souza só faz apanhar da bola, que em seus pés parece aquela oval do futebol americano. E o Ronaldo, esse pelo menos deveria estar em campo para bater pênalti, porque os que estão jogando não sabem. Ganhar o Campeonato Brasileiro para festejar o centenário? Só se os adversários lhe derem de presente. Ah, mas tem o estádio, que segundo as más línguas terá o nome de ''Lulão''. Ainda bem que é só promessa, porque só creio no estádio depois de pronto. Se isso acontecer, tenham um pouco de vergonha na cara e ponham qualquer nome, desde ''Fielzão'', ''Itaquerão'' e aceito até ''ninho de ratos'', o pejorativo dado pelos outros, mas prefiro esse a nome de político demagogo.

Laércio Zanini arsene@uol.com.br

Garça

______________________

AGRADECIMENTO

Domingo, 12/9, quando passava as compras pelo caixa do Supermercado Pão de Açúcar da Rua Pedroso, sofri inesperado desmaio, com queda ao solo, batendo antes a cabeça no balcão.

Ao ir recobrando os sentidos, pude perceber a preocupação da gerente, sra. Vera Cerqueira, que ficou ao meu lado, solicitou cadeira de rodas e bolsa de gelo para deter o hematoma que se formava, telefonou para o SAMU e, como não chegava o socorro, mandou parar um táxi, no qual fui transportado ao Hospital da Beneficência Portuguesa, na Rua Maestro Cardim, em companhia do segurança Tiago, daquele supermercado, que se recusou a receber dinheiro para pagar a corrida, retornando ao seu trabalho no mesmo veículo.

Ontem cedo, recebi telefonema de dona Vera, preocupada em saber de minha saúde. Recusou-se a me dizer o valor da corrida do táxi. Passei pelo supermercado à tarde, quando agradeci a todos os funcionários que me atenderam, inclusive a gerente, que mais uma vez não quis receber o pagamento da despesa com o táxi.

Não poderia silenciar diante de toda a atenção que recebi. Meu agradecimento sincero à sra. Vera e seus funcionários. Parabéns ao Pão de Açúcar por contar com atendentes muitíssimo educados, que dispensam tamanho afeto e solidariedade ao próximo. E, também, aos médicos plantonistas - dra. Maria de Lourdes e dr. Daniel - e ao pessoal da enfermagem do Pronto-Socorro da Beneficência Portuguesa.

Luiz Carlos Bissoli tiocaio1@hotmail.com

São Paio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.