Cartas - 14/11/2010

POLÍTICA ECONÔMICA

, O Estado de S.Paulo

14 Novembro 2010 | 00h00

Marcha à ré

Henrique Meirelles comandou o Banco Central com muita competência e o PT deve a ele e ao Plano Real a eleição de Dilma. As metas de inflação e câmbio flutuante são uma conquista. Se ela mexer no câmbio, vai engatar uma marcha à ré.

AIRTON MOREIRA SANCHES

moreira.sanches@uol.com.br

São Paulo

________________________

Máscara negra

Inevitável não temer pelo futuro da nossa moeda e da estabilidade econômica, que os tucanos construíram com inteligência. Desde que foi anunciado o resultado oficial das eleições, a máscara (ou máscaras) da candidata eleita não para de cair. O pior é que quem não vota no PT também estará obrigado a pagar o mico.

VALDEIR CELESTINO DE OLIVEIRA

vcelestinodeoliveira@yahoo.com

Cotia

________________________

Mantega e desenvolvimento

A inclinação da presidente Dilma Rousseff a manter Guido Mantega no Ministério da Fazenda, dada a filosofia desenvolvimentista do ministro, não infirma, necessariamente, o controle dos gastos públicos, que a nova governante precisa entender como imprescindível. Desenvolvimentismo e fiscalismo não são propostas antípodas. Ao contrário, podem perfeitamente complementar-se. O que não se pode é julgar que a construção de um trem-bala a ligar Campinas ao Rio de Janeiro seja algo prioritário para o desenvolvimento do País.

AMADEU R. GARRIDO DE PAULA

amadeugarridoadv@uol.com.br

São Paulo

________________________

REFORMA TRIBUTÁRIA

Falta de controle

A presidente eleita ainda não tomou posse e já sofre pressão numa questão da maior importância: a legislação tributária. Por sinal, esse foi tema de recente congresso da indústria realizado em São Paulo. Realmente, a carga tributária no País é muito alta, e não apenas da parte do governo federal, Estados e municípios têm sua parcela elevada também. Mas é preciso levar em consideração que está faltando no País um sistema de acompanhamento da implementação de leis, dos valores que são cobrados e, sobretudo, do destino dessas verbas. Os orçamentos públicos estipulam os encaminhamentos, mas os vários segmentos não contam com organização suficiente para avaliar se tudo está sendo feito de forma correta. E surgem desvios, uso por interesse político ou por pressão de lideranças. Sem um organismo de controle não adianta questionar e cobrar reformas tributárias. E, por fim, não se percebe nenhum indicativo de organização de debates que levem a soluções de interesse coletivo. Até quando isso vai continuar?

URIEL VILLAS BOAS

urielvillasboas@yahoo.com.br

Santos

________________________

FARC

Saudação a Dilma

As Farc saudaram a eleição da primeira presidente do Brasil, conforme comunicado divulgado pela Agência Nacional de Notícias da Colômbia (Anncol), elogiando e descrevendo dona Dilma como "ligada sempre à luta pela justiça". Disseram mais: "Estamos certos de que a nova Presidência do Brasil terá papel determinante para a paz regional e a fraternidade dos povos do continente", centuplicando a "esperança na possibilidade de alcançar a paz pela via do diálogo e da justiça social". Como as coisas mudam, nem dá para deduzir que jamais houve qualquer ligação do PT com as Farc... E agora pouco interessa, nem precisa desmentir.

LUIZ DIAS

lfd.silva@uol.com.br

São Paulo

________________________

INVASÕES OFICIALIZADAS

PNDH-3 em ação

A Câmara analisa o PL 7.562/10, de autoria do deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), que garante financiamento integral da CEF para a venda de imóveis invadidos. Assim, nossos "ilustres" deputados poderão oficializar a invasão de propriedades, sem a interferência da Justiça, corroborando o PNDH-3 e pondo em risco qualquer propriedade legal. Portanto, o povo que não compre mais nada, simplesmente invada. É o desmoronamento do pouco que se conseguiu durante décadas. E viva o PT, e viva Lula!

JOÃO ROBERTO GULLINO

jrgullino@oi.com.br

Petrópolis (RJ)

________________________

PRECONCEITO

Interesses escusos

As ações da OAB-PE e da OAB-SP, querendo apedrejar a estudante Mayara Petruso, são, no mínimo, ridículas. Sou pernambucano e tenho assistido com constância, na internet, à idiota troca de ofensas entre sulistas/sudestinos e nordestinos. É uma briga de fundo de quintal, à qual a OAB está se propondo a dar uma dimensão descabida e pirotécnica, talvez visando novas candidaturas em eleições vindouras. Essas intrigas paroquiais existem em vários países do mundo sem que nenhuma das regiões vista a carapuça de vira-latas. Os nordestinos não deveriam alimentar esse complexo de inferioridade plantado pelo PT, que só serve a interesses escusos, constantes nos dogmas socializantes do Foro de São Paulo. A OAB deveria ter-se manifestado com veemência quando o presidente Lula atropelou a Constituição, ignorou o TSE, jogou pobres contra ricos, regiões contra regiões, além de debochar acintosamente das penalidades da Justiça, na campanha mais transgressora de nossa História, totalmente institucionalizada, em que o poder político e econômico do governo federal ditou abusivamente as "novas regras" do pleito. Governadores de oposição já foram punidos com a perda do cargo pelos mesmos motivos, mas no Brasil esquerdopata o mote é: aos amigos, tudo; aos inimigos, a lei.

SERGIO VILLAÇA

svillaca@terra.com.br

Recife

________________________

NORDESTE

Políticos surdos

Em tempos de campanha eleitoral ninguém fala nisso, mas nos anos de seca o nordestino sofre mais. A dependência do governo é maior e nem sempre o que é prometido em campanha é o que acontece na vida real. Os açudes secam e os carros-pipa trazem água imprópria para consumo humano. A falta de água é um aperreio! Doenças decorrentes da água de má qualidade são frequentes. Parte da população migra para a cidade grande e passa dificuldades de moradia e sustento. O governo deve preparar-se para um ano de seca verde. E não adianta pedir aos políticos, já passou a eleição e eles estão surdos. Que Deus proteja o povo nordestino, que tanto sofre com a seca.

PAULO ROBERTO GIRÃO LESSA

paulinhogirao@uol.com.br

Fortaleza

________________________

"Brasileiras e brasileiros, vamos trabalhar mais para pagar mais impostos, porque maior tributação é o que interessa, saúde para o povo não tem pressa!"

ARCANGELO SFORCIN FILHO / SÃO PAULO, SOBRE A CPMF

arcangelosforcin@gmail.com

"CPMF, não! Reforma tributária já!"

ALBERTO BASTOS CARDOSO DE CARVALHO / SÃO PAULO, IDEM

albcc@ig.com.br

"Dona Dilma, se o Brasil tem dinheiro para emprestar ao FMI, por que reinventar a CPMF?"

PAULO DE SOUZA CAVALCANTI / RIBEIRÃO PRETO, IDEM

paulo_souza_cavalcanti@ig.com.br

________________________

VOCÊ NO ESTADÃO.COM.BR

TOTAL DE COMENTÁRIOS NO PORTAL: 1.113

TEMA DO DIA

F-1 chega à final com 4 candidatos ao título

Red Bull promete não favorecer Vettel ou Webber; Alonso é o líder e Hamilton corre como o azarão

"Vettel entrega? Webber desiste? Alonso pressionará? Haverá "strike" na largada à moda Senna-Prost? Será emocionante!"

HUGO DALLA ZANNA

"Simpatizo com Vettel, mas é Webber que merece o título."

ANDERSON DE CASTRO E CORDEIRO

"Se no meio da corrida a ordem for Vettel, Webber e Alonso, Vettel dará passagem, discretamente, ao Webber. A Red Bull não vai querer perder o Mundial de Pilotos."

WAGNER LUÍS ALVES

________________________

Cartas enviadas ao fórum dos leitores, selecionadas para o estadão.com.br

COMPARAÇÕES

Durante a última refrega eleitoral para Presidência da República, a campanha do PT, impropriamente capitaneada por aquele que deveria ser presidente de todos os brasileiros, mas é "chefe de facção", usou como cavalo de batalha a comparação entre os governos FHC e Lula, estratégia que nunca seria usada se não fosse a confiança absoluta que Llula tem na falta de discernimento político de grande parte dos brasileiros. Se o tucanato fosse um pouco mais articulado, teria usado o veneno petista contra o próprio, comparando alguns ministros dos dois governos, como segue: Clóvis Carvalho x José Dirceu; Ellen Gracie x Tóffoli; Luiz Felipe Lamprea x Celso Amorim; Pedro Malan x Guido Mantega; Paulo Renato x Fernando Haddad; José Serra x Humberto Costa; José Gregori x Benedita da Silva, entre outros. De fato, o "cara" escolhe a dedo seus auxiliares.

José Sebastião de Paiva, j-paiva2@hotmail.com

São Paulo

________________________

TRANSIÇÃO PELA CONTINUIDADE

Entre paetês e serpentinas, pagas a preço de ouro, a despedida do lunático traz o temor de novas surpresas de fim de ano. O riso solto do "moribundo" presidente, aliado ao riso solto da boneca, que se livrara do ventríloquo, só podem assustar, mais ainda, os fiéis que pagam Imposto de Renda. A extremada confiança que revelam pressupõe outros golpes trazidos nas mangas, na bagagem cara, nas cuecas e nas maletas escuras que guardam dossiês, conchavos, acordos e notícias inimagináveis, todas elas com o rigor do traço petista governamental ­- leiam-se, escândalos, crimes sorrateiros e jogadas de alcova que só podem cair na conta da sociedade brasileira.

A espera pelo Natal terá, este ano, sabor diferente, a ver os agitos da patota partidária, mormente daqueles fantasmas escorraçados da linha de frente, mas que se tornaram materializados por forca da votação estranha e não conferida pela mágica digital das urnas tão brasileiras.

Nunca antes nesse país uma transição já foi tão preocupante e ameaçadora como esta, embora se travestisse de continuidade.

Rezemos.

Ronaldo Parisi rparisi@uol.com.br

São Paulo

________________________

CONTINUAÇÃO E INCOERÊNCIA

Dona Dilma dizia que o governo della seria a continuação do governo do "cara"... Então, por que precisa de uma equipe de transição de governo de PT para PT, ao custo de R$ 2,8 milhões? Haja tetas para esses petistas mamarem. Na época do PSDB para o PT era necessário... Agora é necessário para se apropriarem da grana do povo brasileiro. Quanta incoerência... Hélio Bicudo está certíssimo.

Carlos Roberto Gomes Fernandes crgfernandes@uol.com.br

Ourinhos

________________________

SEGUIR MUDANDO?

Os quase 56 milhões de eleitores que votaram na Dilma por "continuidade " devem estar muito felizes. Vão continuar o aumento de impostos, a tentativa de controlar a mídia, a contratação de "fichas-sujas", as maracutaias, os escândalos com origem na incompetência, a desmoralização de órgãos fiscalizadores, enfim, continuará tudo igual. E vejam só que alegria, tudo isso já aconteceu nestes apenas 14 dias pós-eleição! Isso é que é continuidade! Sem querer ser chata no meio de tanta felicidade, desculpem, apenas um reparo: houve um erro no slogan da campanha petista, pois este deveria ter sido "Para o Brasil seguir continuando"! De resto, está tudo azul e a vida é bela!!!

Myrian Macedo myrian.macedo@uol.com.br

São Paulo

________________________

DESCARTADO?

O ministro das Relações Exteriores do Brasil, o grande Celso Amorim, deixou o País oficialmente fazendo parte da trupe que foi gastar nosso dinheiro na reunião do G-20 na capital sul-coreana. Ele foi visto acompanhando a comitiva até chegar a Moçambique, porém não desembarcou em Seul, causando algumas preocupações. Mas, para alívio principalmente dos seus familiares, a imprensa localizou-o em Kinshasa, famosa capital da República Democrática do Congo. Um importantíssimo país africano que este ano atingiu em intercâmbio comercial com o Brasil o expressivo valor de US$ 42 milhões. Para os que têm menos afinidade com os números, informo; o valor acumulado desse intercâmbio representa pouco mais do que a "quadrilha" está gastando nessa que espero seja a última das farras internacionais. Parece que o megalomaníaco será descartado. Antes tarde do que nunca. Acredito que as seguidas e vergonhosas derrotas acumuladas na política externa brasileira tenham servido de lição para o mais urgente desaparelhamento do Itamaraty. Vamos torcer para que no próximo ano a dona Dilma não nomeie para o cargo de ministro das Relações Exteriores um desses sindicalistas desempregados. Caso contrário, segundo o filósofo Tiririca, ''pior do que está... fica''.

Humberto de Luna Freire Filho hlffilho@gmail.com

São Paulo

________________________

GASTO INÚTIL E DESNECESSÁRIO

Exemplo de economia: ao cancelar a viagem de Celso Amorim a Seul, o governo evitou o desperdício e o gasto inútil e desnecessário de recursos da Nação, como vinha fazendo há oito anos.

David Neto drdavidneto@uol.com.br

São Paulo

________________________

ITAMARATY

A mudança no Itamaraty, com a substituição de Amorim, somente pode ser vista com bons olhos, considerada a desastrada política internacional desenvolvida no último governo, sendo de toda conveniência o retorno à filosofia do pragmatismo responsável, que caracterizou o órgão por décadas. Entre os nomes cogitados para a substituição, há quem seja talhado para deixar de abraçar os Castros, Amadinejad e Hugo Chávez, e de aproximar-se de Barak Obama. Pela escolha, ter-se-á uma ideia inicial do pensamento da presidente sobre a política externa brasileira.

Amadeu Roberto Garrido de Paula amadeugarridoadv@uol.com.br

São Paulo

________________________

G-20 ½

E eu que não sabia que era permitido levar sucessora.

Sergio S. de Oliveira ssoliveira@netsite.com.br

Monte Santo de Minas (MG)

________________________

G-20

Quem acreditou quando o Lula disse que se todos só quiserem exportar, e não importar, todos irão à falência, mais uma vez foi enganado! Acontece que os países do Terceiro Mundo, como o nosso, são obrigados a importar miríades de tecnologias de que não dispõem! No mercado internacional não existe equidade, os incompetentes dançam!

Eugênio José Alati eugeniojosealati@yahoo.com.br

Campinas

________________________

CÂMBIO

A presidente eleita, Dilma Rousseff, declarou, toda airosa, que vai mexer no câmbio. Será nas marchas de seu veículo ou na troca de moedas? E foi além, dizendo que não quer o real valorizado, mas sim o dólar americano. Houve época em que Dilma queria transformar nosso dinheiro em rublos soviéticos ou em pesos cubanos. Mas nas republiquetas de bananas iguais à nossa, onde os golpes do baú são dados todos os dias, mesmo os nossos integrantes das esquerdas festivas fazem reverências e pedem a bênção ao Tio Sam, hoje representado pelo estoico Barack Obama!

Roberto Stavale bobstal@dglnet.com.br

São Paulo

________________________

US$ X R$ NO PAPO FURADO

Essa senhora que ganhou as eleições, mas, não sendo ainda presidente de fato, não devia ter participado de uma reunião internacional na qual não tem nenhuma ingerência, está dando palpites no ar que são o óbvio "u-llula-nte" (o dólar fraco não serve para o País). O aparente próximo ministro da Fazenda dela tomou uma forte e crítica advertência do ministro americano responsável pela emissão dos US$ 600 bilhões, e mais, deixou bem claro que não se metam na medida econômica tomada pelo governo dos EUA (então, a tendência é o dólar continuar fraco). E aí vem novo palpite, também no ar, da futura, "vamos tomar medidas possíveis", mas não adiantou quais seriam. E a improvisação continua. Ela saberá como fazer? É somente agir, vamos dar algumas dicas que a sabedoria popular está cansada de ouvir e repetir. É preciso ter peito (no bom sentido), não improvisando. É agindo com eficiência, saindo de uma política econômica monetarista (para competir), entrar numa economia de fortalecimento da cadeia produtiva, baixando custos na utilização de alta tecnologia, baixando impostos, baixando juros e, principalmente, acabando com a burocracia da máquina governamental, que automaticamente baixariam os custos da corrupção (da "cumpanherada"), se quisermos falar em curto prazo. Estaríamos assim seguramente voltando (como 40 anos atrás) a buscar os compradores dos produtos brasileiros no exterior, com uma lista de preços em dólar, que é única maneira de consegui-los, pois real é que com certeza não poderemos conseguir nem mesmo numa boa gráfica.

Luiz Carlos Cunha luiz.cunha@terra.com.br

São Paulo

________________________

DÓLAR FURADO

Na época do filme de bangue-bangue italiano ''O dólar furado'', relaxamento monetário tinha outro nome (maxidesvalorização) e era praticado por países cucarachas de toda a América Latina. Hoje os americanos inventaram um nome elegante para rodar a maquininha de fazer dinheiro e inflação, ainda por cima lançaram uma nova nota de 100 dólares, e certamente na próxima vão mudar o nome da moeda pra ''dólar novo'' e cortarão três zeros. É a inexorável caminhada americana rumo à integração com a América Latina.

Luiz Henrique Penchiari Jr, luiz.penchiari@hotmail.com

Vinhedo

________________________

SUBMISSÃO

Lula disse na Coreia que ficou satisfeito com sinais dados pela sua sucessora, Dilma Rousseff. Convenhamos, trata-se de uma frase de efeito, uma vez que sabemos muito bem quem determina esses sinais a serem manifestados. Não temos nenhuma dúvida de que é ''ele'' determinando e orientando-a nos bastidores, e assim será durante os quatro anos de seu mandato, sumissa a ''ele'', e desta forma teremos mais quatro anos de Lulalá.

Angelo Tonelli angelotonelli@yahoo.com.br

São Paulo

________________________

69 POSIÇÕES

O governo brasileiro deveria caprichar nas posições, se quisesse ser professor em matéria de distribuição de renda, riqueza e pobreza.

Os Estados Unidos estão em 4.º lugar no IDH e o Brasil, na vergonhosa 73.ª posição: a diferença, portanto, é de 69 posições, que o Brasil deveria galgar antes de nosso governo querer ensinar o que não sabe e ficar anestesiando o povo com o bolsa-esmola..

Flavio Marcus Juliano opegapulhas@terra.com.br

São Paulo

________________________

FIM DO REINADO

Enem e Panamericano, talvez as últimas duas pérolas do reinado Lula.

Virgìlio Melhado Passoni mmpassoni@gmail.com

Praia Grande

________________________

PANAMERICANO

Intrigante a posição dos auditores do Banco Central no momento em que manifestam a não obrigatoriedade de detectarem as irregularidades no Panamericano, uma vez que é sua função regular e fiscalizar o sistema financeiro nacional. O ''nada vi, nada sei'', praticado pelo presidente, vai sendo incorporado à cultura nacional, que já possui o famoso ''levar vantagem em tudo'', enriquecendo cada vez mais o ''jeitinho brasileiro'', que o mundo todo já conhece, para nossa vergonha.

Francisco José Sidoti fransidoti@terra.com.br

São Paulo

________________________

COISAS QUE NÃO PODEM DAR CERTO

Se tem uma coisa que não pode dar certo é passar de camelô para banqueiro. A vida demonstra claramente. Só podia terminar assim. Adeus, Panamericano. Adiós!

Antonio Milton Moraes amiltonm@gmail.com

São Paulo

________________________

O BAÚ DA CUMPLICIDADE

Os mais velhos, com certeza, viram no tempo da ditadura o sorridente apresentador cantando e rebolando no palco: ''O Golbery... é coisa nossa!OFigueiredo... é coisa nossa! E que vai, vai, e que vai, vai..." No regime atual, lullismo debochado, estão sendo denunciadas as manobras televisivas, via Carlos Nascimento, mostrando o caso da tal bolinha de papel no candidato Serra e ocultando a verdadeira agressão que ele sofreu, como também o apoio dado a Dilma durante a sua campanha.

A CEF, bobinha de todo, comprou por centenas de milhões um barco fazendo água e, mais uma vez, nunca antes neste país se teve tantos cegos.

Alguém mais quer saber com quantos paus se faz um baú?

Rogerio Amir Rizzo rizzomoreno@superig.com.br

São Paulo

________________________

PANAIR E EXCELSIOR

Silvio Santos apoiou Lula no episódio de agressão contra Serra porque se lembrou da Panair e da TV Excelsior, cujos donos eram perseguidos pelo regime militar.

E com democracia fajuta petista, corruptos e furiosos, se contrariados, seu Panamericano vira Panair e Silvio Santos vai para o Baú da Infelicidade .

José Francisco Peres França josefranciscof@uol.com.br

Espírito Santo do Pinhal

________________________

TROCA DE FIGURINHAS

Algum dia saberemos as verdades do governo Lula. O encontro que teve em setembro com certeza não foi com o Silvio Santos, que ''pediu dinheiro'' para o Teleton, mas com Senor Abravanel, para trocar figurinhas, uma a do Panamericano e a outra a da carimbadíssima Dilma Rousseff...

Gilberto Dib gilberto@dib.com.br/www.dib.com.br

São Paulo

________________________

O PANAMERICANO E AS ELEIÇÕES

A cada escândalo que surge, fico com a sensação de que a oposição fez por merecer perder as eleições. No caso que agora está na mídia, será que não existia ninguém da inteligência dela para pelo menos desconfiar de que algo estava errado com o empresário Silvio Santos e seu SBT? A ida dele até o presidente Lula e depois a ênfase dada à tal bolinha de papel na careca do Serra não foram capazes de despertar os cérebros iluminados dos caciques oposicionistas? Todos nós sabemos que vários membros do PT foram guerrilheiros e até a presidente eleita não nega que tenha sido. Para eles, a disputa pela Presidência era como se fosse uma guerra de guerrilha e todos os métodos aprendidos foram utilizados, enquanto a oposição ficou naquele joguinho de paz e amor. Se o PT tem um plano de poder para mais oito ou dezesseis anos, com a oposição agindo assim, fica fácil. O que é uma pena.

Carlos Montagnoli carlosmontagnoli@uol.com.br

Jundiaí

________________________

FRAUDE ELEITORAL

Por R$ 2,5 bilhões, eu teria jogado ao menos um fogão na cabeça de José Serra.

José Maurício de Almeida jma.eng@estadao.com.br

São Paulo

________________________

PRATOS LIMPOS

Não é novidade dizer-se que em toda fraude há prejuízos e lucros. Daqueles, no caso do Banco Panamericano, sabemos as causas, a extensão e quem perdeu. Dos ganhadores não se divulgaram os nomes. Por quê?

Jairo P. Gusman jairogusman@gmail.com

São Paulo

________________________

ESCOLHAS

Parece que não é o forte do governo Lula escolher pessoas e bancos com reputação ilibada...

José Eduardo Zambon Elias zambonelias@estadao.com.br

Marília

________________________

LIMINAR DO ENEM

O desembargador Luiz Alberto Gurgel de Faria, que cassou a liminar que suspendia o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), não deveria preocupar-se somente com o provável prejuízo ao erário de cerca de R$ 180 milhões para realização de um novo exame. Seria mais sensato e justo punir essa quantidade de servidores públicos incompetentes e inúteis, que nem sequer sabem aplicar uma prova. Todo ano sempre aparece algum tipo de problema, ora por fraude, ora por incompetência daqueles que deveriam zelar pelo bom andamento e cumprimento daquilo para que foram designados. O desembargador derrubou também o bom senso, já que uma medida de punição aos culpados evitará novos transtornos e constrangimento àqueles que participam do evento.

Adão Ribeiro ribeirokapri@uol.com.br

São Paulo

________________________

JEITINHO

Foi derrubada na sexta-feira, pelo desembargador do Tribunal Regional Federal Gurgel de Faria, a liminar que suspendia o Enem. Está certo o desembargador, pois a suspensão de um certame envolvendo mais de 3 milhões de estudantes traria enormes transtornos aos organizadores e aos candidatos de todo o Brasil. De mais a mais, somos o país do "jeitinho", damos um jeitinho para tudo, até para contravenções praticadas pelo presidente da República, por que não resolver um quiproquozinho desses? Que se danem os estudantes mais uma vez...

Victor Germano Pereira victorgermano@uol.com.br

São Paulo

________________________

SEMELHANÇAS

Para o MEC e nosso ministro da Educação, semelhante quer dizer igual. Infelizmente, ''nunca antes neste país'' houve tantas pessoas semelhantes ao Lula e à Dilma.

José Alberto de Paiva alpai12@yahoo.com.br

São Paulo

________________________

FERNANDINHO

Este ministro da Educação, sim, deveria ser demitido por telefone, mas parece que o presidente Lula não tem coragem de peitar o seu ''Fernandinho'' Haddad.

Cabe a pergunta: quantos milhões de reais já custaram essas lambanças do Enem desde 2008? E alguém poderá ser responsabilizado por tamanho prejuízo ao erário?

Sandro Ferreira sandroferreira94@hotmail.com

Ponta Grossa (PR)

________________________

CHEGA DE BRAVATAS

A falta de credibilidade da classe política brasileira, principalmente dos que ocupam cargos executivos, deve-se, entre outras, à atitude de, diante de um problema como o exame do Enem, o caso Erenice, etc., esbravejarem tanto mais veementemente quanto menos crível seja sua versão. Valem-se de toda a mídia para os furiosos desmentidos, para em seguida, com o passar dos dias, diminuirem o tom, dizendo que o problema está sendo investigado, que os culpados serão punidos, blá, blá, blá, deixando o tempo passar até o próximo escândalo, nunca assumindo a responsabilidade. Falta de coragem ou caradurismo?

Luiz Nusbaum lnusbaum@uol.com.br

São Paulo

________________________

ESTUDANTES

Demorou, mais chegou! Estudantes caras-pintadas lutando por seus direitos! E os direitos da coletividade?!

Quando vão sair as ruas para reclamar do nível da educação para todos neste país?

Quando os caras-pintadas vão sair às ruas para reclamar da saúde deste país?

Quando vão sair às ruas para reclamar da impunidade, da corrupção, da falta de boas condições de estradas, infraestrutura (apagões à vista)?

Ate quando vamos aguentar pagar os maiores impostos do mundo e receber em troca serviços de nível Haiti?

Apoiado, caras-pintadas! Mas tem muito mais por que lutar!

Vamos lá!!!

Cecilia Miklos Dale ceciliamdale@hotmail.com

São Paulo

________________________

DESPEDIDA DE LULLA

"Estou saindo, Enem tô nem aí..."

José Carlos Degaspare degaspare@uol.com.br

São Paulo

________________________

FALTAM SÓ 45...

Sim. Faltam só 45 dias para deixarmos de ouvir, diariamente, inúmeras vezes, incansavelmente, os chatíssimos comícios em voz "taquara rachada", acompanhada de "cusparadas", de nosso querido presidente nos muitos jornais de TV. Deus é grande! 45 dias passam rápido. Já não aguento mais!

Fabio Figueiredo fafig3@terra.com.br

São Paulo

________________________

PRÊMIO JABUTI

E o Prêmio Jabuti, hein? Quem diria, virou sopa de cágado!

Manipulação ideológica com desonestidade intelectual dá nisso, e que se dane o mérito.

É a cultura na era Lula com aquele colorido cinza tipo anos 50, típico da estética stalinista, mas há quem goste, principalmente quando se mora mais em Paris do que neste país e enxergando o Brasil como a uma imensa e particular Copacabana!

Mas tudo bem, vai passar...

Paulo Boccato pofboccato@yahoo.com.br

São Carlos

________________________

JOSÉ ALENCAR

Desejo ao presidente em exercício, José Alencar, que recupere a sua saúde. Que Deus o proteja dando-lhe mais anos de vida. O Brasil precisa de José Alencar.

Paulo Dias Neme profpauloneme@terra.com.br

São Paulo

________________________

QUEM PRESIDE?

Afinal, quem está presidindo o Brasil, se Lula está em mais uma de suas incontáveis viagens e o presidente em exercício, o vice José Alencar, acabou de enfartar e está internado numa quase UTI?

Ronaldo Gomes Ferraz ronferraz@globo.com

Rio de Janeiro

________________________

INGLATERRA REDUZ DIREITOS SOCIAIS

É preocupante a Inglaterra reduzir drasticamente os direitos e as conquistas sociais de seu povo. Conquistas estas obtidas com muito sacrifício pelos trabalhadores ingleses em décadas de lutas, como salário-desemprego, educação pública e gratuita de qualidade, etc., que estão sendo solapadas pelas medidas neoliberais tomadas pelo governo. O mesmo acontece na França, na Itália e em outros países europeus. Vivemos num mundo cada vez mais desigual, injusto e cruel, baseado na concentração de renda, na busca de lucros por uma minoria e no capitalismo selvagem e predatório que deixa milhões de pessoas à margem, em franco retrocesso.

Renato Khair renatokhair@uol.com.br

São Paulo

________________________

GORDOS HOLERITES

Os três Poderes pleiteiam novo aumento dos subsídios nos gordos holerites... É de crer que, por isso, a CPMF sem contratempos seja aprovada. Será que darão também um aumento digno ao macérrimo salário mínimo? Ou o macérrimo continuará indigno como sempre? J. J. Rousseau explica: ''Estranha e funesta Constituição, na qual as riquezas acumuladas sempre facilitam os meios para acumular outros maiores ainda; na qual é impossível, para aquele que nada possui, adquirir qualquer coisa; na qual o homem de bem não conta com qualquer meio de sair da miséria; na qual os mais desavergonhados são mais dignificados.''

Alberto Nunes albertonunes77@hotmail.com

Itapevi

________________________

LARGUE O PODER

Não me canso de me espantar com nosso presidente, que depois de eleger sua candidata, indicar dois ministros que ''serão escolhidos pela nova presidente '', agora vem com essa da CPMF.

Pelo bem da Nação, esse senhor deveria voltar às suas origens (o que vai ser difícil depois de oito anos de vida boa) e deixar a ''companheira trabalhar'', ao menos que por trás desta vitória haja algo que não sabemos.

Também parabenizo a nova presidente, que nem tomou posse e já está abrindo a carteira dos brasileiros (com a CPMF) para pagar os programas sociais que ela defendia com sorriso aberto em sua campanha.

Como estamos cansados de saber, a verdade antes das eleições é uma, depois de eleita é outra. Com a volta da CPMF, tanto os menos como os mais favorecidos que votaram ''NELLA'' terão o desconto da CPMF na retirada do valor no banco... Aprendam que estes governos são sempre de meias verdades e 100% de mentiras.

Gilson Moreto g-moreto@uol.com.br

Santana de Parnaíba

________________________

CPSS

Não votei na presidente criatura, mas graças aos milhões de ''lulidiotas'' também pagarei a CPMF ''modernizada'' com a sigla CSS, na qual falta apenas acrescentar um P para definir sua finalidade: CPSS, ou Contribuição Para Sustentar Safados.

Laércio Zanini arsene@uol.com.br

Garça

________________________

SUPER-DILMA

Dona Dilma, a meu ver, criou o fato CPMF só para dizer que não o aprovará e já posar de heroína. Mas, se quiser iniciar como super-Dilma, que anuncie o enxugamento da mastodôntica estrutura governamental, e vai sobrar dinheiro para quase tudo. E coragem?

André C. Frohnknecht anchar.fro@hotmail.com

São Paulo

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.