Cartas - 16/08/2011

EXECUÇÃO DA JUÍZA

, O Estado de S.Paulo

16 Agosto 2011 | 00h00

Poder de fato

O poder paralelo aplica penas de morte. O poder constituído paga bolsa-reclusão à família dos assassinos maior que o salário mínimo de um trabalhador. Quem tem o poder de fato?

OSCAR SECKLER MULLER

oscarmuller2211@gmail.com

São Paulo

______

Tribunal do crime

Auxílio-reclusão, impunidade, leis brandas, uso restrito de algemas e outras prerrogativas que beneficiam criminosos e infratores incentivam o crime organizado a atentar contra a vida dos magistrados. O Poder Judiciário precisa criar um serviço de inteligência e uma polícia judiciária, para a proteção dos juízes e de seus familiares. O Brasil não pode virar uma Itália ou uma Colômbia, onde o juiz era sentenciado à pena de morte pelo tribunal do crime.

LUIZ HENRIQUE VAZ OLIVA

vazoliva@gmail.com

Barra do Ribeiro (RS)

______

Lei penal

A morte da juíza fluminense demonstra que o abrandamento da lei penal faz recrudescer a criminalidade e a insegurança pública. Em crimes dessa natureza, contra a democracia e o Estado de Direito, malferindo as instituições e debochando da Justiça, impõe-se a prisão perpétua ou, então, a pena de morte, que, se aplicada à desabrida corrupção que permeia os altos escalões, calaria fundo e demoveria o crime organizado de sua existência, findando a letargia e a leniência do Estado brasileiro.

CARLOS HENRIQUE ABRÃO

abraoc@terra.com.br

São Paulo

______

Novo modelo

A morte da juíza revela que o Estado, com suas leis frágeis, não intimida o corrupto, o corruptor, o assassino e seus mandantes. A constatação é que o Estado Democrático de Direito brasileiro necessita de nova remodelação, leis equilibradas e justas para todos, e não de leis feitas a toque de caixa e negociações obscuras, querendo levar vantagem em tudo. Olhem para os exemplos que pipocam em outras sociedades.

ROBERTO NASCIMENTO

robenasya@yahoo.com.br

São Paulo

______

CORRUPÇÃO

Estado de Direito no Brasil

Que ameaça é mais grave ao Estado do Direito: o assassinato da juíza Patrícia Lourival Acioli ou a prisão com algemas e posterior divulgação das fotos dos corruptos do Ministério do Turismo? Certamente a presidente Dilma, o seu vice, Michel Temer, e o ex-ministro da Justiça Márcio Thomaz Bastos não consideram que o assassinato da juíza seja muito importante, pois se manifestaram contra as algemas na prisão dos meliantes e se indignaram com isso. Já com relação ao crime em Niterói, nenhuma palavra. Nem sequer fizeram um mísero comentário contra o fuzilamento, preocupados que estavam com a prisão dos que desviaram milhões do contribuinte e fazem parte do governo. Do atual e do passado.

MARIA TEREZA MURRAY

terezamurray@hotmail.com

São Paulo

______

Operação Voucher

O ministro José Eduardo Cardozo considerou o vazamento das fotos "uma violação do princípio da dignidade do preso". Ele devia estar preocupado é com a agressão à dignidade do contribuinte.

HÉLIO MAZZOLLI

mazzolli@terra.com.br

Criciúma (SC)

______

Indignação fora de lugar

Até o momento em que escrevo, não consegui encontrar nenhuma declaração da presidente Dilma considerando "inaceitável" o assassinato da juíza Patrícia Acioli, tampouco alguma manifestação do ministro José Eduardo Cardozo (da Justiça!) considerando o fato "grave violação à dignidade" do País. A impressão é que nossos governantes consideram o assassinato um crime leve, comparado à "infâmia" de terem sido vazadas fotos de corruptos que foram fichados pela Polícia Federal.

CARLOS ALBERTO BÁRBARO

cabarbaro@uol.com.br

São Paulo

______

Dignidade?!

Achei absurdo o sr. ministro Cardozo dizer - e não só ele - que as fotos de identificação dos maus elementos que golpeavam o erário no Amapá agridem a dignidade dos presos. Que dignidade tem o assaltante que desvia verbas e dá golpes no povo? Como diz a leitora sra. Mara Bassan, pena que eles são soltos, nada acontece e o nosso dinheiro não volta.

HEITOR SILVA SOBRINHO

tiamuru@gmail.com

Cruzeiro

______

Afronta...

Conforme o dicionário, dignidade significa "nobreza, brio, honradez, respeito". É incrível que renomados juristas e ocupantes de altos cargos políticos (líderes das bancadas no Congresso) se manifestem contra a exposição das fotos dos flagrados em desvios de conduta/fraudes e corrupção, achando que isso "afronta a dignidade humana". Pergunto a eles se fraudadores e ladrões têm dignidade a ser preservada.

ADIB HANNA

adib.hanna@bol.com.br

São Paulo

______

Descamisados

Interessante a reportagem sobre a crise gerada após a Operação Voucher no Amapá. Realmente, os corruptos sem camisa não ficaram bem na foto. Eles estão acostumados a colarinhos brancos.

JULIO CESAR GALLI

julio.galli@hotmail.com

Jaboticabal

______

PREVIDÊNCIA

Mudança na aposentadoria

Previdência Social e Ministério da Fazenda estudam mudanças na aposentadoria do setor privado (INSS). O tempo mínimo de contribuição para requerer o benefício passaria de 35 para 42 anos para homens e de 30 para 37 para mulheres. E os políticos? Vai passar de oito (aposentadoria integral) para quantos anos? Com a palavra os mentores da ideia!

JOSÉ CARLOS ALVES

jcalves@jcalves.net

São Paulo

______

DIPLOMACIA

Relações inadequadas

Será que Dilma não sente nada quando o ditador Bashar Assad, da Síria (paparicada pelo Itamaraty), utiliza navios de guerra para atacar o seu próprio povo em Latakia, matando 19 pessoas, neste domingo?

ADEMIR VALEZI

adevale@gmail.com

São Paulo

______

"Roubos e desvios impedem benefícios para aposentados"

ROBERTO TWIASCHOR / SÃO PAULO, SOBRE VETO DE DILMA

rtwiaschor@uol.com.br

"Mais uma "vitória" da nossa diplomacia!"

HELEO POHLMANN BRAGA / RIBEIRÃO PRETO, SOBRE A NOTÍCIA DE QUE A SÍRIA USA A MARINHA CONTRA OPOSITORES

heleo.braga@hotmail.com

______

VOCÊ NO ESTADÃO.COM.BR

TOTAL DE COMENTÁRIOS NO PORTAL: 875

TEMA DO DIA

Google quer barrar crescimento da Apple

Compra da divisão de celulares da Motorola dará novos contornos ao mercado de smartphones

"A aquisição vai fustigar a Apple, é claro, mas parece mais uma precaução contra a investida da MS/Nokia que ocorrerá nos próximos meses."

PAULO ANDRADE

"Quem sabe a qualidade da Motorola melhore agora, não é?"

MAYTHÊ RIBEIRO

"E o Google continua com seu plano no bom e velho estilo "Pink e Cérebro" para dominar o mundo!"

FABIO CARLOS DA SILVA

______

Cartas enviadas ao fórum dos leitores, selecionadas para o estadão.com.br

INDIGNAÇÃO FAJUTA

A indignação manifestada pela presidente Dilma Rousseff, pelo seu vice, Michel Temer, seu antecessor, Lula, e outras figuras estreladas do governo com a divulgação das fotos de seus aliados e amigos presos por ordem da Justiça, por corrupção e desvio de verbas públicas, infelizmente, não é manifestada diante de tantas tragédias nacionais, como as filas de miseráveis em busca de atendimento médico, dos aposentados, dos flagelados pela seca e inundações, assassinatos brutais, às roubalheiras, maracutaias, etc., etc. Uma pena.

Luiz Nusbaum lnusbaum@uol.com.br

São Paulo

______

VOUCHER

Para Dilma, é "inaceitável" o vazamento de fotos de presos, diz porta-voz. Dilma, inaceitável é o tratamento de idiota que vocês dispensam ao povo, inaceitável é saber de tudo isso e fazer cara de paisagem, inaceitável é saber que a senhora sabia disso tudo, quando era funcionária aspirante a presidente e compactuar com estes atos. Inaceitáveis são a Voz do Brasil e os juros altíssimos que o PT (quando era povo) dizia que iria acabar quando estivesse no governo, inaceitáveis são as obras emergenciais para a Copa do Mundo de corrutebol. Inaceitável é alguém dizer que um dia pegou em armas para combater todos esses fatos, inadmissíveis na vida privada e séria. Inaceitável é ainda acreditarmos em governos.

Mauricio Villela mauricio@dialdata.com.br

São Paulo

______

DE RÉUS A VÍTIMAS?

O vazamento indevido de fotos de alguns envolvidos no escândalo do Ministério do Turismo, sem camisa, corre o risco de repentinamente transformar os réus em vítimas e a Polícia Federal (PF) em ré, como já aconteceu em diversas ocasiões no Brasil. De tão articulados e maquiavélicos que são, depois de terem sido fotografados sem camisa para identificação, não poderia se pensar que o tal vazamento não passou de uma armação para desmoralizar a PF e melar as investigações e o processo transformando os réus em vítimas e a PF em ré? A quem interessaria tal publicação dos suspeitos fotografados naquelas condições, e o que se ganharia com isso? Apenas a tentativa de desmoralizar a PF. Não deu outra, como sempre nestas circunstâncias as mais altas autoridades e os maiores juristas ( de plantão) da República , e levantaram e soltaram seus brados, lançando os seus mais veementes repúdio e protestos. Eis algumas Manifestações apaixonadas, exageradas de repúdio explodiram por todos os lados: o Brasil está sangrando, é um escracho para humilhar, isso é muito grave, é um abuso, é uma situação vexatória, exercício abusivo do poder, é um excesso que precisa ser coibido, choca, é uma ofensa à dignidade e ao decoro, é repugnante, é degradação da imagem e execração pública, é uma atrocidade e por aí vai. No que concordo em gênero, número e grau. Isto posto, só gostaria de fazer uma pergunta que não quer calar. Porque nunca se ouviu destas mesmas autoridades e grandes juristas qualquer manifestação semelhante de choque, e de estarrecimento, diante dos escândalos de corrupção que pipocam por todos os lados no país? Onde estas dignas autoridades e ilustres juristas estavam por ocasião dos estouros da corrupção nos Transportes, Agricultura, e agricultura, e agora no Turismo (vamos aguardar na saúde, educação, habitação, segurança etc.), que não se manifestaram a respeito dos direitos dos cidadãos brasileiros lesados todos os dias pela corrupção?

Sebastião Pereira jardins@oadministrador.com.br

São Paulo

______

DIGNIDADE DE QUEM?

Lamentáveis os comentários do ministro da Justiça e da presidenta, de que as algemas ferem a dignidade dos ladrões presos pela Polícia Federal, mas, se são ladrões, certamente não possuem dignidade! Acho que todos que ficam defendendo dignidade de corruptos também devam ser investigados, pois devem ter medo do que possa ocorrer no futuro com eles próprios. Estes mesmos preocupados com o bem-estar dos corruptos não pensam na dignidade do cidadão comum, que não tem segurança, que são roubados por estes indignos corruptos. Ninguém tem moral para falar em dignidade diante dos fatos que estão ocorrendo e que ainda estão por vir à tona, é só aguardar. Parabéns à Polícia Federal, pela competência e isonomia, à imprensa, pelas denúncias, e, em particular, ao jornal O Estado de S. Paulo, que, apesar de censurado há mais de dois anos, não se intimida nunca.

Jose Mendes josemendesca@ig.com.br

Votorantim

______

ESCÂNDALO DO TURISMO

Ouvi todos os áudios das conversas telefônicas entre os canalhas colocados à disposição pelo Estadão, e Dona Dilma ficou muito chocada com a publicação das fotografias dos meliantes. Ao contrário de Dona Dilma, creio que essas fotografias deveriam ser de corpo inteiro para aparecerem as bolas de ferro ligadas com correntes aos tornozelos dos meliantes.

Alcides Ferrari Neto ferrari@afn.eng.br

São Paulo

______

DESFAÇATEZ

Em resposta à inquietação governamental diante das ações republicanas da Polícia Federal, instituição que ainda reage a ideia de ser apenas uma subsidiária do PT, a Associação Nacional dos Delegados da Policia Federal informou para os incomodados, dentro de um contexto de indignação, que: "Qualquer criminoso tem como primeira providencia tentar desqualificar o trabalho policial. Quando ele não pode fazê-lo pessoalmente, seus amigos ou padrinhos assumem a tarefa". É degradante constatarmos a desfaçatez com que membros do PT, PMDB e base aliada, que hoje estão no comando da nação, defendem abertamente as ilicitudes de seus afilhados, contumazes larápios do dinheiro público. A corrupção no Brasil sempre existiu e é sistêmica, ou seja, afeta todo o corpo do poder público, porém jamais foi tão escancarada e nesta magnitude. Solicitar que a PF se retrate perante esses patifes, como deseja o Lula, é querer desmoralizar uma instituição que junto com as Forças Armadas, ainda goza da confiança do povo brasileiro. Que venham as algemas, doa em que doer, antes que o STF as proíba.

Sergio Villaça svillaca@terra.com.br

Recife

______

JUSTIÇA FINAL

Ao ver na mídia que o juiz da primeira Vara Federal em Macapá, Anselmo Gonçalves da Silva, que concedeu os mandatos de prisão e busca apreensão da Operação Voucher para que a Polícia Federal prendesse os 35 suspeitos de envolvimento no esquema de desvio de dinheiro do Ministério do Turismo, deixou o caso ou foi tirado não importa qual foi o motivo, ficamos preocupados. Na verdade traz à nação recordações da década passada, onde integrantes respeitados da Polícia Federal, eram afastados de forma rude e com explicações não cabais, e os casos eram engavetados e no decorrer dos meses ficavam no esquecimento. Esperamos que não esteja a Justiça regredindo ao passado. E que a presidenta Dilma mantenha os mesmos que começaram as investigações até a finalização dos casos com as sentenças declaradas com a Devolução do dinheiro aos cofres públicos.

Anderson Aparecido dandersonaparecido@yahoo.com

Hortolândia

______

RESPOSTA A LULA

Até parece que o ex-presidente Lula fez um desaforo, certa vez, ao afirmar que quem não gosta de política é governado por políticos. Pareceu querer dizer: azar o de quem abomina esse campo de guerra suja, porque vai ter mesmo é que engolir o histrionismo dos políticos, aí incluídos os desonestos. Direito de resposta ao desaforo de Lula: meu senhor, gostemos ou não de política, o que ninguém aceita é ser roubado pelos políticos. Até quando o país vai aturar tantas antigas e sempre novas roubalheiras? Outro desaforo aos que se enojam com as manobras do campo de guerra suja da política, foi a decepção da presidente Dilma ao ver sérios suspeitos de corrupção serem algemados pela Polícia Federal.

Apollo Natali apollo.natali2@gmail.com

São Paulo

______

REPACTUANDO

Elle, que antes só via maracutaias, agora quer repactuá-las? Quem te viu, quem te vê.

Eduardo Henry Moreira henrymoreira@uol.com.br

Guarujá

______

JOSÉ NÊUMANNE, LULISTA?

Que Lulla nunca foi de esquerda, já sabíamos. Que ele apenas usou da Igreja Católica para levar vantagem, também! Que faz média com a pobreza, mas adora a "zelites" também. Que ele lia jornal todo dia na sala do Romeu Tuma durante sua "prisão" e que não dormiu um dia sequer no chão, como seus companheiros de cela, também não é mais novidade. Perdoador-mór, sim! À custa do povo brasileiro que mais paga imposto do que produto. A única novidade, pelo que parece, é a afirmação do José Nêumanne Pinto "Lula, o maior político brasileiro". Talvez eu tenha entendido errado, mesmo porque não li o livro que será lançado no Rio de Janeiro hoje, segundo o Estado. Ou uma nova definição de político, mais coadunável com a realidade criada pelo "grande líder Lulla" - a realidade de mensalões, de pactos vantajosos para seus familiares e apaniguados, de impunidade aos que se calam de propósito, e assim por diante. Se alguém ler o livro - que parece vir na onda dos filmes para promover o "candidato", por favor me conte.

José Jorge Ribeiro da Silva jjribeiros@yahoo.com.br

Campinas

______

O QUE NÃO SABEMOS DE LULA

Deu para ver que o livro de José Nêumanne (O que sei de Lula) vai dar polêmica, pois revela que Lula nunca foi de esquerda, delatou companheiros, resistiu às Diretas Já, enfim mostrou a verdadeira face do ex-presidente, tão adorado quase idolatrado pelos pelegos de plantão. Fico imaginando uma continuação do livro com o título "O que vocês ainda não sabem de Lula".

Roberto Saraiva Romera robertosaraivabr@gmail.com

São Bernardo do Campo

______

QUERO TER ORGULHO

Tenho 72 anos. Na juventude idolatrava o Lula. Com o passar dos anos, passei a admirá-lo apenas, com restrições. Hoje afirmo que ele foi um tremendo ditador camuflado. E continua sendo, em off, acreditando que tem o direito até de dar ordens à Polícia Federal e de mudar o rumo dos atos de nossa presidenta... Ele, que hoje é um simples cidadão brasileiro... Em nome da " governabilidade" nunca mediu as consequências de seus atos, conquanto fizessem prevalecer as suas vontades.Loteou o país em troca de subserviência , pouco se lixando em aliar-se a antigos Sarneys e Collors. Vendeu suas convicções em troca do poder absoluto. Foi conivente com falcatruas e escancarou as portas para a impunidade que aí está. Como consequência, deixou-nos os Poderes apodrecidos: políticos que mentem, roubam, negam e ainda retaliam a presidenta impedindo a votação de decretos presidenciais no Congresso e que, quando desmascarados, fazem-se de vítimas injustiçadas! E deixou-nos uma presidenta a quem não respeita como mulher e líder da Nação, pensando até hoje ter elegido um poste... E ela, sim, titubeia na verdade, atordoada entre seus desmandos e a opinião pública que pede-lhe firmeza e a aplaude quando ela se mostra firme. Além de deixar-lhe a verdadeira "herança maldita",ainda escondeu a chave do cofre...Não se dá conta de que a presidenta agora é ela. Sim, a 1ª mulher presidente do Brasil, em quem tive a oportunidade de votar e cuja posse assisti com lágrimas nos olhos, inebriada de confiança no futuro e de esperança pela verdadeira democracia ! E é a ela que agora dirijo o meu apelo: - Não transija, presidenta! Mude o que aí está! O momento é agora. Não permita que a manipulem nem tenha medo de retaliações. Preserve suas convicções! Resgate a dignidade do país! Mostre à Nação que uma mulher pode bem governar e se tornar uma verdadeira estadista! E mostre-me, por favor, que votei nessa mulher e não em um poste. Quero ter orgulho disso pelos anos que me restam de vida...

Lucia Garcetti luciagarcetti@hotmail.com

São Paulo

______

DEMOCRACIA E CORRUPÇÃO

Em países onde a Justiça realmente funciona, a exibição de fotos de criminosos é de praxe. Por aqui é considerada "inaceitável" pela presidente da Nação e deixa "chocado" o seu vice. Pois, nós, cidadãos brasileiros de bem, escorchados por tanta roubalheira, tendo que trabalhar cinco meses por ano somente para pagar impostos de primeiro mundo sendo retribuídos com serviços de quinta categoria, quer dizer de alguma forma, que inaceitável é a coalizão governista formada por oportunistas, lacaios e incompetentes. Como pode, num ano de ajuste fiscal, o governo federal aumentar o número de ministérios para inacreditáveis 37 pastas e os deputados federais aumentarem seus salários em 64%, com seu nefasto efeito cascata nos demais legislativos estaduais e municipais? A base aliada, cooptada por Lula através de cargos e liberações de emendas, apenas enfraqueceu o Congresso Nacional, diminuindo sua fundamental importância e agora, quando essa base é contrariada, acaba fazendo da sua sucessora uma refém de interesses nada republicanos. Tudo isso somado aos recentes assassinatos de magistrados que vinham exercendo o seu verdadeiro papel, que é de cumprir a Lei, está claro que a imatura democracia brasileira será testada mais uma vez. Os três poderes precisam de mais autocrítica e menos egolatria e corrupção. Urgente!

Sandro Ferreira sandroferreira94@hotmail.com

Ponta Grossa (PR)

______

POBRE DILMA!

Finalmente ficou provado, sem restar nenhuma dúvida que Lula e partidários realmente mudaram profundamente o Brasil. Afora ter seguido os planos de governos anteriores com sucesso na economia, eles conseguiram transformar o país de "pouco corrupto" para "super hiper corrupto". Ficou para Dilma a herança verdadeiramente maldita. E agora, coitada! Só resta a ela usar a força conseguida no congresso (mais de 70%) para por um fim definitivo na situação. Mas, parece que o que restou para ela foi acabar definitivamente com gente chata: Imprensa, Polícia Federal, Ministério Púbico, TCU (este Lula tanto tentou, mas não conseguiu) e ainda essa coisa horrível de "escuta telefônica autorizada pela Justiça" que também tem contribuído para comprovar as denúncias. Outra atitude seria a renúncia ao cargo, já que parece ter sido enganada em suas boas intenções. Como recurso extremo ela está exigindo que tais denúncias passem por ela antes de serem divulgadas. Não vai dar certo senhora presidente. O mal está feito e parece não ter remédio. Ainda confiamos na senhora, um pouco menos que no início do ano, mas...

Plínio Zabeu pzabeu@uol.com.br

Americana

______

CADERNO DO PITO

Notícias de ontem nos dão conta que uma cabeça coroada ocupante do poder, registra em um caderno, que só poderia ser de capa preta, as reprimendas que Dilma Rousseff aplica em seus auxiliares, na intenção, talvez, de criar um estilo durona, mas que no fundo pode ser somente falta de educação adquirida nos entrechoques com os militares nos seus idos de Var Palmares e similares. Pelo que se depreende, ser repreendido de forma grosseira, independendo da origem da ofensa, mostra o grau de subserviência e ausência de personalidade da maioria dos componentes da equipe ministerial que tem como lema '''' esculacha mas não me demite''''. Se o critério para preenchimento de cargos fosse a meritocracia, a presidente não descarregaria a sua bílis nos auxiliares.Sem dúvida, esse caderno, no futuro, será tão cobiçado quanto os papiros do Mar Morto.

Jair Gomes Coelho jairgcoelho@gmail.com

Vassouras (RJ)

______

A FAXINA

Ótimo que estão jogando o lixo para debaixo do tapete. Tomara que a faxineira seja diarista, e não contratada em carteira.

Minas Kuyumjian Neto minaskian@uol.com.br

Cotia

______

CORRUPÇÃO E PRINCÍPIOS ÉTICOS MORAIS

Os escândalos de corrupção no governo Dilma, herança maldita de Lula, até agora já envolveu os ministérios dos Transportes, da Agricultura e do Turismo. O PR ameaça deixar a base do governo, mas tudo não passa de um blefe. O que seria uma vitória para a presidente Dilma, pois ficaria livre dos suspeitos de corrupção e aos poucos ela seria beneficiada com uma transformação moral no seu governo. Tomo a liberdade de citar algumas frases de pensadores famosos sobre princípios éticos morais, que sirvam de exemplo para o governo: 1-"Só pode ser feliz um Estado edificado sobre a honestidade" (Aristóteles); 2- "Se o desonesto soubesse a vantagem de ser honesto, ele seria honesto ao menos por desonestidade" (Sócrates); 3-"A corrupção não deixa provas, mas nem sempre desfaz rastros e evidências" (B. Calheiros Bonfim); 4- "A corrupção na administração pública agora é organizada, quase partidarizada. Uma barbaridade inaceitável" (Mário Covas); 5-"Cada vez que você é honesto e conduz a si próprio com honestidade, uma força de prosperidade impulsionará você em direção a um grande sucesso. Cada vez que você mente, mesmo uma pequena mentira inofensiva, existem fortes forças empurrando você em direção ao fracasso" (Joseph Sugarman); 6- "De tanto ver triunfar as nulidades; de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça, de tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar-se da virtude, a rir-se da honra e a ter vergonha de ser honesto" (Rui Barbosa); 7-"O que é mau na moral, mau é também na política (Jean-Jacques Rousseau). Que as oposições não sigam o exemplo do PT, quando era oposição, que pregava quanto pior melhor. Devem agir em torno de princípios e apoiando projetos do governo de interesse do país, se não querem sofrer novas derrotas.

Cleiton Rezende de Almeida cleiton_rezende@uol.com.br

Araraquara

______

LAMAÇAL NA ESPLANADA DOS MINISTÉRIOS

A coisa está ficando insuportável para o governo da presidente Dilma Rousseff. Semanalmente surgem na imprensa, novas denúncias do lamaçal de corrupção que permeia os ministérios e a política nacional, é dinheiro público saindo pelo ladrão. Se for feita uma devassa nos 30 e poucos ministérios vai faltar cadeia para encarcerar os centenas de ladrões do dinheiro público roubado nas licitações fraudulentas, nas "ONGS" criadas única e exclusivamente para lavar e subtrair o suado dinheiro do povo. Dinheiro esse que falta para a saúde, educação, transporte digno, para a segurança e moradia para os miseráveis. Mesmo com as pressões que vem recebendo do PT, e da base aliada a presidente Dilma não deve ter esquecido que em seu discurso de posse a pouco mais de sete meses quando prometeu fazer um governo transparente e limpo. Prometeu varrer para fora do planeta toda a sujeira da corrupção que vem proliferando a mais de 500 anos, no país, "especialmente nos oito longos anos do seu antecessor, o sapo barbudo Luiz Inácio Lula da Silva, que nada via ou sabia da quadrilha do mensalão". Pesquisa recente aponta que por volta de R$ 70 bilhões são subtraídos anualmente dos cofres públicos pela corrupção. Nos últimos três meses vem pipocando inúmeras suspeitas de desvio de dinheiro, causando sérias dores de cabeça a presidente, que se desdobra para evitar comissões parlamentares de inquérito (CPI) e oitavas de ministros envolvidos em denúncias, mas as declarações são de que tudo está sob controle. Quando se sabe que não esta! Aliados reclamam aos quatro ventos de tratamento diferenciado por parte de Dilma quanto aos partidos que comandam ministérios envolvidos em denúncias de corrupção. Porém, aos serem questionados por jornalistas negam racha entre a base aliada e o governo. Então, porque PR, PMDB, PTB, PP e PSC orquestraram ação na câmara dos deputados que paralisou trabalhos? A impressão que se tem é que a presidente Dilma Rousseff está um tanto quanto desconfortável e saindo do controle. Mesmo assim ela não precisava ter reclamado pelo fato da polícia federal ter algemado um bando de corruptos presos na operação Voucher, que desviavam recursos do ministério do turismo. Não vi ninguém do governo até hoje reclamar da polícia, que ao prender um suspeito pobre, algemar e humilhar dando tapa na cara para que o preso olhe para as câmaras de TV e dos fotógrafos. Porque essa diferenciação, todos até provem ao contrário não são cidadãos brasileiros. Não são iguais perante a lei? Ou a presidente Dilma Rousseff enquadra essas quadrilhas enclausuradas nos ministérios, ou a sociedade pode vir a pedir o seu afastamento, afinal ela jurou perante a constituição em sua posse no governo que não toleraria erros na administração do seu governo...

Turíbio Liberatto turibioliberatto@hotmail.com

São Caetano do Sul

______

PRINCÍPIOS REPUBLICANOS

Excelente e esclarecedor o artigo do prof. Denis Rosenfield (A2,15/8). Acho, porém, que os princípios republicanos de uma nação começam com leis melhores e com vergonha na cara de seus políticos e governantes. No Japão, por exemplo, político pego em corrupção é levado pelas tradições a cometer harakiri diante das câmeras. Na China, todos entendem e aprovam que certos crimes sejam punidos com um tiro na nuca, e o custo da bala cobrado da família do criminoso. Em obra que li recentemente sobre o Afeganistão (Caravans de James A. Michener), o personagem da Embaixada Americana manifestou seu repúdio quando um simples larápio fora punido, em praça pública, com o decepar da mão direita. A resposta do líder local foi emblemática: reconheceu que a punição fora muito pesada, mas, "só assim, todos os demais cidadãos entenderiam que devem respeitar a lei e não roubar". Ou seja, confirma a sabedoria milenar, dura lex sed lex, (a lei só é respeitada quando é forte e claramente aplicada). Enquanto não cultuarmos leis melhores iguais para todos, consciência de culpa e vergonha na cara dos responsáveis, não tem jeito: continuaremos sendo o "reino" da corrupção, do jeitinho, das maracutaias e mutretas e, na anarquia de falta de Justiça, os espertos e inescrupulosos continuarão acumulando riqueza ilícita enquanto o trabalhador/contribuinte sustenta a "festa" de amigos do rei (ou da rainha). No meu entender, são essas as bases sine qua non de uma nação justa e igualitária, onde seria garantido o progresso pelo trabalho honesto, riqueza e felicidade relativa para todos. Será que um dia chegaremos lá?

Silvano Corrêa scorrea@uol.com.br

São Paulo

______

BASE ALIADA

Manchete do Estadão de ontem (15/8): Depois da faxina, PR ameaça deixar a base aliada. Sem comentário. Enquanto o dinheiro da corrupção desenfreada vaza pelos ralos, nós aqui do vale do Ribeira, arrasados por uma enchente estamos sem nada. Por que o PR, não atualiza o nome, para Partido dos Ratos? O Lula é mui amigo da Dilma, hein? Deixou armado o maior esquema de corrupção, nunca antes visto neste país. Mas, não é culpa do Lula, afinal ele nunca sabia de nada. A culpa é da PF, que insiste em investigar e prender. Onde já se viu uma coisa dessas?

José Milton Galindo galindo52@hotmail.com

Eldorado

______

NÃO SOMOS NADA

O PT e o ex avisam, sem os aliados não somos nada! É chegada a hora de "agradar" os aliados, estão cientes? Vai continuar a política de "baixo nível", do é "dando que se recebe". Vem mais "roubalheira" por aí. A impunidade não tem fim?

M. Teresa Amaral mteresa0409@estadao.com.br

São Paulo

______

BASE DESCONTENTE

É engraçado: alguns deputados e ex-deputados do PR aprontam e o governo que é o culpado?

Sidnei Maximo de Matos sydneymmatos@hotmail.com

São Paulo

______

PRESIDENTE SEM BASE

Chegam a ser hilárias as decisões de certos partidos políticos, que dizem ser da base na ajuda à nossa presidente, para governar nosso país. Relações promíscuas como esta do PR, já deveriam ser eliminadas lá atrás, quando na escolha dos ministros e seus subordinados. Governar algemada nesses partidos que aí estão, será a derrocada total do moralmente correto e ético.Nossa presidente necessita apagar definitivamente, do seu círculo de pseudo colaboradores, os conselhos do ex-presidente, se é que a mesma queira governar com liberdade irrestrita de ideias e realizações,direito constitucional inerente ao cargo máximo da república. Presidente Dilma, por favor, não nos decepcione.

Aloisio Arruda De Lucca aloisiodelucca@yahoo.com.br

Limeira

______

CAÇA AO TESOURO

O PR, após a faxina efetuada no ministério dos Transportes, fazendo com que o partido teve que abandonar o comando do mesmo. Ameaçam agora deixar a base aliada em represália à Dilma, vale aqui aquele famoso dito: "ou dá ou desce". Por ela ter-lhes tirado o melhor brinquedo, onde se divertiam e distraiam muito, brincando de "caça ao tesouro".

Angelo Tonelli angelotonelli@yahoo.com.br

São Paulo

______

A FONTE SECOU

A fonte secou e, claro, o PR está muito irritado e ameaça deixar a base aliada. O jogo de interesses prevalece. E o Brasil? Ora, o Brasil...

Francisco Zardetto fzardetto@uol.com.br

São Paulo

______

SARNEY, SEMPRE SARNEY

Coincidentemente, temos novos escândalos na política, que fazem o deleite da mídia, ambos produzidos pelo PMDB. Mas o que chama a atenção é que os políticos envolvidos são sempre do Amapá, donde o Sarney é senador. O enredo o povo brasileiro já sabe: prende, solta, o MPF se cala, vira pizza e não se fala mais nisso. E de saque em saque contra os cofres da viúva, os políticos enriquecem e o povo, otário, aplaude. Chegou a hora de os brasileiros tomarem uma posição contra essa canalhice que está assolando o Brasil, porque o povo unido jamais será vencido.

Carlos Benedito Pereira da Silva advcpereira@ig.com.br

Rio Claro

______

GÁS

Depois que seu ilustre cidadão maranhense também se tornou senador, Amapá também virou manchete, e parece que tem muito gás para ir descendo rampa abaixo da lama política.

Ariovaldo Batista arioba06@hotmail.com

São Bernardo do Campo

______

CANAIS DE SANGUESSUGAS

Enquanto que as obras do faraônico projeto de transposição do rio São Francisco continuam numa lerdeza exasperante, apesar de bilhões de reais já consumidos, as manobras para desvios de rios de dinheiro público para os canais dos vorazes sanguessugas lulopetistas continuam a todo vapor, num ritmo alucinante nunca antes visto neste País.

Yoshitomo Tsuji y.ts@hotmail.com

São Paulo

______

BOLSA DE APOSTAS

A exemplo do que fazem os ingleses, vamos abrir uma Bolsa de Apostas Ministeriais, lá de Brasília. Da penca de ministros existentes hoje, quem será o próximo a cair? Vamos lá, façam suas apostas. Se não existe seriedade no governo, vamos usar a falta de decoro de nossos políticos para esquecer um pouco as nossas agruras.

Alvaro Salvi alvarosalvi@yahoo.com.br

Santo André

______

A REVOLTA DA SENADORA

Entendo a revolta da senadora Marta Suplicy com o ministro da Justiça, José Eduardo Cardoso por não tê-la avisado da operação Voucher. Operação que acabou levando à prisão o seu fiel escudeiro Mário Moysés, apontado pelo Ministério Público como mentor dos desvios ocorridos no Ministério do Turismo. Mas espero a mesma compreensão da senadora, com relação a nossa indignação pelo fato de ver um indicado seu protagonizar mais um escândalo, neste país corroído pela corrupção. Como a senhora é uma pessoa preparada e bem resolvida, saberá compreender a nossa revolta, pois apesar de pagar impostos altíssimos, convivemos como o sofrimento do nosso povo pela falta de uma assistência médica decente, transporte de qualidade, saneamento, educação só para citar alguns exemplos. Estamos cansados de sermos lesados, por aqueles que deveriam zelar pelo patrimônio público e que ao contrário nos roubam ou são coniventes com os desvios ou apadrinham os corruptos. Não sei se é verdade, mas disseram que a senhora chorou, sendo verdade, fico feliz, pois provavelmente seu choro foi de indignação e de arrependimento, por ter sido responsável pela indicação do senhor Mário Moysés. Para terminar espero que a senhora também compreenda, que quando for derrotada nas próximas eleições, a culpa não é do povo. Nunca antes neste país foi tão verdadeiro o refrão, se gritar, pega ladrão não fica um meu irmão.

Roberto Canavezzi robertocanavezzi@yahoo.com.br

São Caetano do Sul

______

XILINDRÓ

Certamente, os escândalos envolvendo o Ministério do Turismo, das Cidades, do Movimento Social e Combate á Fome, do Transportes e o da Agricultura, onde muitos foram demitidos e presos, dão-nos condições de dizer : " Uma quadrilha formada para a pratica de peculato, falsidade ideológica, evasão de divisas, lavagem de dinheiro, corrupção ativa e passiva e gestão fraudulenta, está à solta no Brasil. Queiram ou não, o comportamento dos denunciados nos atos ilícitos supracitados é típico do submundo do crime. Xilindró neles. Acorda Brasil.

Leônidas Marques leo_vr@terra.com

Volta Redonda (RJ)

______

PASTOR 171

Esse pastor preso pela Operação Voucher, além de todos os crimes pelos quais já está indiciado, poderá acrescentar a eles o crime de estelionato e levar consigo para o xadrez a sua mulher, que foi quem assinou o cheque sem fundos que foi usado para pagar a sua fiança. É tão sem vergonha que está pedindo aos fiéis de sua igreja que façam doações para cobrir o cheque e evitar o seu retorno à prisão. Será que depois de tudo o que foi noticiado, ainda há gente idiota o suficiente para continuar fiel a esse malandro?

Ronaldo Gomes Ferraz ronferraz@globo.com

Rio de Janeiro

______

FÁTIMA PELAES

"Do pó vieste, ao pó voltarás." Nada mais adequado à deputada Fátima Pelaes - nascida em presídio - se forem comprovadas as acusações contra ela.

Clarice de Andrade Silva e Castro claricean@bol.com.br

Mogi das Cruzes

______

DESPERDÍCIO

A revista Veja n.º 33 datada de 17 de agosto corrente, precisa ser folheada com luvas de amianto, para não queimar a consciência dos paulistas, a começar pela fotografia facial em sua capa, com sorriso sarcástico, irônico e mordaz do ministro da Agricultura, Wagner Rossi, contra todas as acusações comprovadas à saciedade pela revista, das falcatruas praticadas em seu ministério, inclusive as três principais arroladas na aludida capa. A outra cara, que ocupa toda a página 78 da mencionada revista, nos mostra o aludido ministro com outro sorriso á semelhança com o "coringa, o vilão com cara de palhaço que se divertia com as próprias maldades"... Dentre todas as maldades, a que toca mais profundamente nossa alma, é a da fraude eleitoral do desvio de 8 toneladas de feijão destinada para comida dos pobres, enviadas pela Conab à prefeitura de João Pessoa, mas na verdade, o objetivo era para ser trocadas por votos. Como isso não deu certo e para esconder este nefando crime, as 8 toneladas do rico feijãozinho foram parar num aterro sanitário. Que desumanidade, Que falta de caridade! Cristo, na oração que nos deixou (o Pai Nosso) agradecendo a Deus, disse: "o pão nosso de cada dia nos dai hoje"... A politicagem maldita manda: o feijão nosso de cada dia jogai no lixo! Que desperdício, que pecado!

Antonio Brandileone abrandileone@uol.com.br

Assis

______

MINISTRO DA AGRICULTURA

Diante de tantas denúncias contra o Ministro da Agricultura - Wagner Rossi - só existem duas saídas: A demissão ou a canonização.

David Neto drdavidneto@uol.com.br

São Paulo

______

WAGNER ROSSI

Ouvi algures:- É do PT?, é do PMDB? Pode ter certeza:- é corrupto!

Ronald Martins da Cunha ronald.cunha@netsite.com.br

Monte Santo de Minas (MG)

______

CAI POPULARIDADE DE DILMA

Deveria cair é a popularidade do Lula. É a equipe imposta por ele que está sendo responsável pela continuidade da bandalheira. Ela merece apoio para que os parlamentares saibam que o povo quer ética e o fim da impunidade.

Carmine Maglio Neto carminemaglio@yahoo.com.br

Sao Paulo

______

MENSALEIRO ESQUECIDO

Sob o título de O Brasil quer propostas, o "mensaleiro" José Dirceu escreve no jornal O Tempo de MG, entre outras duvidosas afirmações: "O êxito do governo Dilma Rousseff incomoda. Essa é a única conclusão a que podemos chegar olhando o comportamento das oposições. Cada vez mais, vemos ''viúvas do udenismo'' enfurecidas com os passos do governo. A consequência é o denuncismo desbragado que domina os principais meios de comunicação do país, ocupando o espaço que deveria ser de debate programático". Ignora o ex- ministro, defenestrado da Casa Civil sob suspeitas, que enquanto tivermos uma Imprensa livre nunca permitiremos que a corrupção incorporada de forma vergonhosa nos espaços do Planalto na "era lulopetista", ficarão impunes. Quais são as propostas deste governo, que dá continuidade ao anterior, se diferem do comportamento do assenhorear-se do poder tirando o Maximo proveito? Ainda há uma falsa ingenuidade nas hostes dos guerrilheiros inconformados de plantão!

Leila E. Leitão

São Paulo

______

VERGONHA

Talvez por conveniente conivência, o julgamento do mensalão encontra-se empacado no STF, às vésperas da prescrição.

Roberto Twiaschor rtwiaschor@uol.com.br

São Paulo

______

PIZZA A STF

A pizza do mensalão em prescrição está assando. E não cheira nada bem!

Maria Cristina Rocha Azevedo crisrochazevedo@hotmail.com

Florianópolis

______

FOI UM PRIVILÉGIO?

Quem somos nós para pormos em dúvida a aprovação pela CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) quanto a recondução ao cargo de procurador-geral da República do Sr. Roberto Gurgel, por mais dois anos. Ocorre que o referido magistrado demonstrou em fatos recentes, ter sido parcial e negligente na sua função. Citamos alguns exemplos: 1- Ser fotografado em um bar de Brasília ao lado do ex-governador do Distrito Federal, Sr. José Roberto Arruda, depois de ter-se envolvido em inúmeras falcatruas de desvio do dinheiro público, culminando com a perda do seu mandato; 2- Afirmou que arquivou a investigação sobre a bonança patrimonial do ex-ministro chefe da casa civil, Sr. Antonio Palocci, por falta de indícios e que a lei penal não tipifica como crime a incompatibilidade entre patrimônio e a renda declarada, estranho, muito estranho! 3- Afirmou também que seria uma canalhice imensa (arquivar investigação contra Palocci) para agradar um ministro que já estava na porta de saída -, é muita ingenuidade dita por um magistrado, não é mesmo? Tem mais: 4- Por que decidiu pedir ao STF que inocentasse o Sr. Luiz Gushiken, ex-ministro do governo Lula, denunciado como integrante do mensalão, devido não ter encontrado provas... Houve investigação? 5- Sobre o risco de retaliação do PT por pedir a condenação de 36 (trinta e seis) réus do processo do mensalão, quando a ameaça não se concretizou, por que será? Como no Congresso Nacional não existe oposição, nos leva a crer que com a recondução não mudou nada. A recondução foi por mérito ou foi um privilégio?

Luiz Dias lfd.silva@uol.com.br

São Paulo

______

UMA MÁ E UMA BOA NOTÍCIA

A má notícia é que foi descoberto um chá que faz sogra ressuscitar e a boa é que o chá deve ser feito com a água que lavou um colarinho branco que passou pelo menos 1 ano no presídio e que o corrupto devolveu todo o dinheiro roubado. O chá nunca vai sair mesmo, teria muito chá se ele fosse feito com a pena da galinha que o pobre roubou. Tem justiça que é cega.

Manoel José Rodrigues criticasdomanoel.blogspot.com

Alvorada do Sul (PR)

______

DESCASO NO STF

A gente tenta fazer tudo dentro das normas... no pleno exercício da cidadania. Assim escrevi e muitos outros cidadãos também escreveram ao ministro Joaquim Barbosa incentivando-o à voltar da licença médica ou a entregar de uma vez o cargo, mostrando assim vontade de que o processo contra os quadrilheiros do mensalão não prescrevesse por sua causa. Porem, fui alertada por uma amiga, cujo nome omito, mas que me autorizou a divulgar a mensagem abaixo, que sua mensagem enviada ao ministro (e certamente também as de todos nós) foi desviada para um tal de Marco Aurélio Lúcio (marco@stf.jus.br), e que, talvez inadvertidamente, voltou-lhe com o seguinte

Aviso:

Para: Marco Aurélio Lúcio

Assunto: Mensalão

Enviadas: terça-feira, 9 de agosto de 2011 15:25:22 (UTC-03:00) Brasília foi excluída sem ser lida em terça-feira, 9 de agosto de 2011 16:18:48 (UTC-03:00) Brasília.

Excluída sem ser lida! Como aceitar tanto descaso com relação a mensagens cujo conteúdo é de interesse de todos os brasileiros? Certamente esse também foi o tratamento dado às mensagens que enviei pedindo a extradição do assassino Cesare Battisti...? Será este um jogo de cartas marcadas? Todos aqueles políticos marginais sairão realmente impunes? Ou é apenas o caso de um assessor de muita má vontade que deleta sem ler as mensagens que são enviadas ao senhor ministro? Estou revoltada! E pior, impotente! Por isso escrevi ao Fórum... as pessoas têm de saber como estamos sendo tratadas por um assessor de um ministro da mais alta corte de justiça brasileira, provavelmente sem o seu conhecimento.

Mara Montezuma Assaf montezuma.scriba@gmail.com

São Paulo

______

ZAROLHO

Estamos cansados de ver injustiças nesse país. E uma das maiores é mensaleiro fora da cadeia.

A.Fernandes standyball@hotmail.com

São Paulo

______

JUDICIÁRIO E ASSOCIAÇÃO DOS MAGISTRADOS

A Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB) estranhou OESP haver publicado informações de relatório do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) sobre A corrupção na Justiça, (11/8, A3), editorial. Ofende mais, entretanto, o apurado pelo CNJ que sua publicação. O Presidente da AMB reclama de as bases teóricas de uma acusação não haverem sido respeitadas e o "dedo (já) apontado contra irregularidades não julgadas em definitivo pelo CNJ, muito menos pelo Supremo (...)". O jornal, entretanto, em seu editorial, diz sem papas na língua das corregedorias do próprio Judiciário, de existência muito anterior à do CNJ : "triste tradição de incompetência e corporativismo" (último parágrafo).

Antes de mais nada, e não apenas para o episódio em pauta, muito menos para o Presidente da AMB, para o Judiciário todo, para os que trabalham na Justiça : "o princípio de presunção de não culpabilidade", de "presunção de não haver culpa", é incorreto. O princípio correto deve ser : "possibilidade de não haver culpa", nunca "presunção de não haver culpa", com quantos teóricos , professores universitários defendam esta última expressão. De minha parte, ainda, agora concretamente na cidade de Piracicaba - SP : No sábado 2/8/2008, houve festa ao ar livre na Av. Carlos Botelho, uma de nossas principais vias públicas, apesar da pequena extensão, entrada e saída obrigatória para o grosso dos que vêm de cidades situadas ao nascente (Americana, Campinas, Jundiaí, São Paulo) com destino a nossa própria cidade e à estância de Águas de São Pedro. Toda a calçada do lado ímpar (que serve de entrada de São Paulo) em frente ao "Boteco 6:01" e metade do leito carroçável dessa mão, foi por ele ocupada para a festa. O Jornal de Piracicaba de 3/8/2008, p.10, Em Cena, jornalista Lucia Cattai, publicou 19 imagens fotográficas da festança, duas delas com um dos Juízes de Direito de nossa Comarca, numa das quais aparece nitidamente na camiseta esportiva que vestia : "Boteco 6:01"

Na primeira aparece com a senhora, sem nenhum qualificativo funcional do Judiciário, apenas com o prenome; na segunda com mais três comensais, todos homens e tratados pelo nome quase completo, e novamente com omissão do cargo de nosso Juiz de Direito. Tenho a página original e sua xerocópia, que tirei para oportunamente encaminhar a quem de direito. Mas quem é de direito? Porventura anteriormente, desde as imagens de 3/8/2008 do JP, alguém se abalançou a dar ciência do havido publicamente? Deu entrada em algum órgão de nosso Judiciário? Para os de fora: a avenida Carlos Botelho, há décadas, é o reduto público maior e mais confortável da escumalha endinheirada e bem apadrinhada de Piracicaba, que dela não abre mão por nada. Mais uma vez, e agora ponto final, de minha parte ainda: Em 6/6/2007, de carta aberta minha ao Dr. Luiz A.G..Marrey, então Secretário da Justiça do Estado de São Paulo, sobre a sórdida invasão da Reitoria da USP (3/5/2007) e o ainda mais sórdido, covarde e irresponsável silêncio inicial concertado entre Reitoria (Profa. Suely Vilela), governo do Estado (José Serra) e Imprensa Paulista: "(...) basicamente homem de Lei - que só recebem os problemas reais que passem por seus crivos formais, sem os quais a realidade não existe - (...)" A Associação dos Magistrados Brasileiros, além de seus postulados teóricos, puramente acadêmicos, no sentido pejorativo da palavra, sabe o que deseja o homem de carne e osso da Justiça?

Claudio M.Chaves claudiochaves@brasilereformaagraria.com

Piracicaba

______

''CORRUPÇÃO NA JUSTIÇA''

Fiquei indignado com a carta publicada no Fórum dos Leitores em 15/8, escrita pelo Sr. Nelson Calandra, presidente da Associação de Magistrados Brasileiros, criticando a publicação do irretocável editorial do Estadão de 11/8 (A3), sobre as farras cometidas por juízes. O editorial é de fato deprimente, mas importante, pois alerta a sociedade sobre a crise na Justiça - bastião do Estado de Direito. Entretanto o Sr. Calandra deveria mostrar perplexidade com as denuncias contidas no editorial e não com sua publicação.

José Sebastião de Paiva j-paiva2@hotmail.com

São Paulo

______

FALÊNCIA E GUERRA

A Juíza Patrícia, barbaramente assassinada no Rio de Janeiro, é a prova contundente da falência do estado brasileiro, a segurança das pessoas neste país caiu abaixo de zero. Vivemos o apocalipse perpetrado pelo governo petista, por sua base governista e pela oposição de brinquedo. Nem requerendo proteção, o Judiciário acorda. Enquanto isto, os brasileiros morrem por nada, por dez reais, ou, por haverem sido honestos e contundentes em sua profissão. A cambada de filhos da besta sorriem, se enriquecem e torcem a justiça no braço e no bolso, de resto, ao cidadão, sobra o acaso previsível do traficante enraivecido, do moleque drogado e do meliante seguro da impunidade, morrem inocentes e bem validos, enquanto a canalha atua sob as barbas da Lei. A morte horrorosa da Juíza, com vinte e uma balas , deve afetar o sono do Cabral, deve assaltar o sono da Dilma e deve acordar os brasileiros atentos. A segurança individual neste país não é assegurada nem por requerimento fatual da perseguida Juíza, que será do cidadão inominado que chega ou sai de casa, alheio ao assedio do criminoso. Lula, Dilma, governadores, prefeitos e demais autoridades em cargo são corresponsáveis por estes e todos os demais crimes que matam a sociedade brasileira diariamente, devem ser condenados por todas as culpas nos incisos e artigos que lhes caibam , afinal o povo brasileiro é mera estatística deste desvario de responsabilidade que não assegura que você chegue ao outro lado da rua vivo. Pior, nada é referendado sobre isso, ninguém assume nenhuma responsabilidade pela criminalidade cada vez mais ostensiva e inescrupulosa. As farras do roubo flagradas pela mídia consomem o discurso da patota que manipula o poder, o roubo e a proteção dos incautos seguros de si e do esquema. É pouca a Policia Federal, são poucas as Polícias Estaduais, são poucas as ações da Policia Militar, tem pouco policial perante tanta bandido neste país. É simples e matemático, para milhões de ladrões e criminosos, precisamos de bilhões de policiais. A juíza, negada em pedido de proteção é vitima e heroína, posta no limbo por negligencia seriíssima do Cabral, do Tribunal de Justiça do Rio, que me perdoem a palavra, foi assassinada com a autorização e o favorecimento da Lei Brasileira a das autoridades atuais. Chegamos ao fundo do poço, não há mais autoridade no país, o povo deve mesmo e armar e fazer valer sua defesa. O Estado brasileiro corrompeu-se de todo, aceitou o crime como sócio e favorece o que mais for de lucro ao partidão da vergonha. Estamos em guerra há nove anos e pouco se fez pela resistência, mais revolta cabe ao povo achincalhado por esta corja ladra que estimula e lucra com o crime, em todas as suas facetas. Já se pode associar crime com petismo, roubo com petismo e conivência com petismo e seus associados. Mais mortes revoltantes se esperam porque a corrupção grassa nas entranhas deste governo e só podemos ver, por ora, a ponta do iceberg vermelho de sangue e vergonha.

Ronaldo Parisi rparisi@uol.com.br

São Paulo

______

O VERDADEIRO ACINTE

Quando o criador instituiu a Lei 10.741, de 1° de outubro de 2003 - o Estatuto do idoso - recomendou aos idosos não ficarem em casa atrapalhando a família, aconselhando-os a procurarem um clube, alguma coisa para fazer. O estatuto no Art. 3o, das disposições preliminares reza que: " É obrigação da família, da comunidade, da sociedade e do Poder Público assegurar ao idoso, com absoluta prioridade, a efetivação do direito à vida, à saúde, à alimentação, à educação, à cultura, ao esporte, ao lazer, ao trabalho, à cidadania, à liberdade, à dignidade, ao respeito e à convivência familiar e comunitária". Os idosos, na sua maioria pessoas que trabalharam 30/40 anos ou mais, e contribuíram com o teto para garantir uma velhice digna, foram sendo espoliados, paulatinamente. Muitos já se foram e os que aqui estão, não têm muita esperança porque todos os direitos, garantidos e assegurados pelo Estatuto, são desrespeitados , a começar pelo governo que o instituiu e continuando com a criatura que acaba de vetar nesta segunda-feira, 15/08, o tópico da LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias) de 2012 que reajustaria o benefício dando ganho real aos aposentados que recebem acima de um salário mínimo. Como ter uma vida digna? Isso, Dona Dilma, é um verdadeiro acinte!

Aparecida Dileide Gaziolla rubishara@uol.com.br

São Bernardo do Campo

______

MANIA DILMA DE SER

Dilma veta aumento real a aposentados em 2012! Já era de esperar esta reação do lulopetismo que somente gera aumentos aos ministérios corruptos, à Câmara e Senado também corruptos e aos magistrados, estes subalternos ao executivo e legislativo. Aos aposentados, ora, aposentados, estes que morram de fome nas filas do INSS, do SUS, etc., onde estes senhores do governo petista e do STF nunca frequentam e nunca irão frequentar. Este é o país de todos tão propalado pelas campanhas do lulopetismo e agora de Dilma. Por quanto tempo ainda teremos de suportar este tipo de situação e desmandos por parte do petismo?

Boris Becker borisbecker@uol.com.br

São Paulo

______

APOSENTADOS

Dona Dilma vetou o dispositivo que assegurava os recursos necessários para dar ganhos reais (acima da inflação) para as aposentadorias e pensões do INSS. O valor do ganho ainda seria definido, mas aposto que com os partidos da base já esta tudo acertado. A tão falada limpeza foi só um paninho onde passa o Bispo. É tá certo o lema "Brasil um país de tolos"

Jose Roberto Palma palmapa@ig.com.br

São Paulo

______

BAIXA PRODUTIVIDADE PÚBLICA

Os eleitos para os Legislativos não trabalham mas recebem 15 gordos subsídios por ano - e têm férias maiores que os contribuintes - que não fazem por merecer. Se recebessem subsídios baixos e prêmios por produtividade, mas de projetos de real interesse para os cidadãos e não para criar dia disso e daquilo, mudar nomes de ruas, pontes etc.? É preciso, também, cortar passagens aéreas para suas cidades, e cotas para funcionários - as "casas" já os têm em excesso - e que as CPIs fossem transferidas para o judiciário para acabar com a pizzaria. Idem para funcionários públicos: um salário baixo e prêmios por produtividade. E mudar as aposentadorias dos Legislativos e funcionários públicos: aplicar as regras do INSS para todos já que, segundo a Constituição, todos são iguais perante a lei. Quando descobertos "desvios" do dinheiro público, os culpados deveriam depositar em juízo os valores desviados, até término do processo e, se provassem sua inocência, teriam os recursos devolvidos.

Mário A. Dente dente28@gmail.com

São Paulo

______

DÍVIDA MUNICIPAL INCALCULÁVEL

A Prefeitura atual deixará uma dívida de mais de R$ 3 bilhões na Nova Luz para os munícipes e para os futuros Prefeitos em lugar dos R$ 355 milhões citados; essa avaliação inclui somente os imóveis. O lucro de R$ 96 milhões, agora garantidos pela Prefeitura ao Concessionário, implicará em nova dívida ainda não incluída no orçamento do município, a qual será decorrente das avaliações judiciais dos imóveis a serem desapropriados e que continuam subavaliados no estudo equivocado da Prefeitura por cerca de só 10% de seu valor de mercado real; ainda mais, falta avaliar todos os demais direitos dos moradores e trabalhadores na região e incluí-los na previsão da dívida. A avaliação da dívida ainda não inclui os imóveis "a manter" e os imóveis "tombados" cuja propriedade ainda não foi garantida aos atuais proprietários; de fato, a dívida municipal poderá chegar ao infinito caso o concessionário se valer de seus direitos de Grão-Senhor Feudal da Nova Luz e desapropriar toda a região - o que a nefasta legislação permite. Sairia muito mais barato a Prefeitura pagar os R$ 255 milhões em infraestrutura no bairro da Santa Ifigênia e permitir que a área fosse desenvolvida pelos proprietários, bastando disponibilizar-lhes financiamento adequado. Mas a necessidade da Prefeitura em assegurar terrenos baratos para os especuladores imobiliários revender imóveis com lucro altíssimo, em detrimento tanto das finanças municipais quanto dos direitos humanos da população do bairro Santa Ifigênia, faz com que Kassab insista nessa nefasta concessão urbanística da Nova Luz. O lançamento do projeto consolidado 6 dias antes do julgamento da legislação pelo Tribunal de Justiça é poeira nos olhos de quem? Esperamos que os Desembargadores paulistas, no julgamento de 17/08/2011, resistam à pressão do Executivo e do Legislativo paulistano e protejam tanto à população paulistana quanto ao futuro e à solvência financeira da cidade declarando a nefasta Lei 14.917/2009 ilegal, inconstitucional e imoral - que é o que ela é.

Suely Mandelbaum suely.m@terra.com.br

São Paulo

______

50 ANOS DA RENÚNCIA

Cumprimento o Estado pela excelente reportagem de Wilson Tosta sobre 50 anos da renúncia de Jânio, com ênfase a política externa do ex-presidente e aproximação com Cuba. Lembrei que após eleição de 1960 Jânio viajou à Inglaterra, de navio. Despediu-se da imprensa em sua casa, na rua Rio Grande, recebendo grupo de repórteres no portão, amavelmente. Um deles, creio ter sido Carlos Spera, perguntou a ele se não tinha medo, em sua viagem, de uma tentativa de golpe à candidatura vitoriosa nas urnas. Falava-se que grupo de coronéis e também de udenistas considerava que Jânio não havia obtido maioria de votos na eleição presidencial, e, portanto, estava impedido de assumir. Jânio ficou pensativo, cofiou a face, pensou alguns segundos e disse, olhando fixo o repórter que lhe perguntara "o que faria, nesse caso ?"... "Deixaria crescer a barba", disse Jânio com voz rouquenha. Era começo de dezembro, e os jornais davam grandes e vistosas fotos de Fidel Castro, que, alias, viera ao Brasil, após sua vitoriosa revolução em Cuba. O Estado deve ter dado essa resposta de JQ no dia seguinte à declaração de Jânio (não tenho a data certa). (Ver, por favor, dia seguinte a viagem de Jânio, após eleição de 1960). Lembro que, entre os repórteres à porta da casa de Jânio, estavam Carlos Spera (Associados), Tico-Tico José Carlos de Moraes (Band) e eu, que então era repórter da Sucursal da Tribuna da Imprensa, em S. Paulo. Naquela época me atendiam com presteza e cordialidade, no Estado - dentro de um acordo entre o jornal o Estado e o jornal de Carlos Lacerda, entre outros, José Maria H. de Montes, Carlão Mesquita, Cesar Costa, Cláudio Abramo, Araki e fotógrafos. O próprio dr. Julinho, em 1958, me arrumou excelentes fotos da Copa do Mundo na Suécia, em que o Brasil fora vitorioso, num domingo.

Luiz Ernesto Kawall lekimprensa@mgconecta.com.br

São Paulo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.