Cartas - 17/03/2011

ENERGIA ATÔMICA

, O Estado de S.Paulo

17 Março 2011 | 00h00

Falha técnica

Posso dormir tranquilo depois da brilhante exposição do nosso ministro da Ciência e Tecnologia, Aloizio Mercadante, na terça-feira. Ele garantiu que as nossas usinas nucleares não oferecem grande risco porque o País não tem nenhuma fronteira de placa tectônica e, então, estamos livres de terremotos e tsunamis. Esqueceram de informá-lo que o maior acidente nuclear da história, ocorrido em Chernobyl (Ucrânia), e também o segundo maior, ocorrido em Three Mile Island (EUA), não foram consequências de terremotos nem de tsunamis, mas ocorreram por falhas técnicas. Imagine, então, o que poderia acontecer num país como o Brasil, onde a meritocracia cede lugar a safadezas e conchavos políticos nas escolhas para cargos que deveriam ser ocupados por técnicos com profundo conhecimento em sua área de atuação.

HUMBERTO DE LUNA F. FILHO

hlffilho@gmail.com

São Paulo

____________

Inoportuno

O ministro do Trabalho, Carlos Lupi, não poderia ser mais infeliz ao declarar que o Brasil vai ganhar mais do que perder com a catástrofe no Japão. Isso nos dá uma ideia do nível dos ministros deste país. Além de inoportuna, a declaração é desumana. Que falta de bom senso.

LAERT PINTO BARBOSA

laert_barbosa@ig.com.br

São Paulo

____________

Sistemas frágeis

Antes de querer postergar estudos técnicos sérios em andamento para a otimização e adequação de instalações nucleares para geração de energia elétrica, é necessário e premente verificar que quaisquer sistemas de geração de grande porte, como o são usinas hidrelétricas, termoelétricas e usinas nucleares, apresentam toda fragilidade possível diante das forças da natureza - ou será que o rompimento de uma barragem de uma usina como Itaipu ou Tucuruí não deixaria também um rastro de destruição de proporções talvez até maiores do que o de um acidente nuclear?

LUIZ FELIPE DE C. KASTRUP

lfckastrup@gmail.com

São Paulo

____________

TRAGÉDIA NO JAPÃO

Câncer na tiroide

Em vista do alto teor de iodo estável adicionado ao sal de cozinha no Japão na profilaxia do bócio endêmico (mais de mil microg./dia, cerca de 5 vezes mais que em outros países) e da dieta japonesa rica em algas, é bem provável que a incidência de câncer de tiroide esperada em razão da contaminação atômica seja menor, já que a captação radioativa pela tiroide diminui com a abundância do iodo estável.

WILIAN NICOLAU, professor da USP

wnicolau@terra.com.br

São Paulo

____________

Desabastecimento

Infelizmente, o japonês pode estar sendo vítima do Just In Time, um sistema de produção do Japão da década de 70, que reduz os estoques pela chegada da matéria-prima na hora da produção. Se foi aplicado à cadeia do consumo, pode explicar por que Tóquio já sente o desabastecimento após poucos dias da interrupção.

GILBERTO DIB

gilberto@dib.com.br

São Paulo

____________

PESCA

Produção nacional

Em resposta à matéria publicada no domingo pelo Estado (A4) e reproduzida em outros veículos de comunicação, destacamos que o Ministério da Pesca e Aquicultura (MPA), conforme Boletim Estatístico (www.mpa.gov.br), registrou aumento na produção de pescados no Brasil, de 990 mil e 272 toneladas/ano, em 2003, para a produção anual de 1 milhão, 240 mil e 813 toneladas, em 2009. Estima-se que, em 2012, a produção interna poderá atender à demanda de pescados no Brasil, reduzindo a sua importação. Diante dos números é evidente a incorreção do texto ao informar que não houve registro de alta na produção de pescados no Brasil nos últimos anos. O aumento registrado foi de 1/4 da produção, conforme estatística, ano-base 2009, sem computar os dados de 2010, em fase de levantamento.

SHEILA OLIVEIRA, assessora de Comunicação do MPA

sheila.oliveira@mpa.gov.br

Brasília

N. da R. - Realmente, os números oficiais apontam que a produção hoje é de 1,240 milhão de toneladas, e não as 990 mil toneladas citadas pela reportagem. O que significa dizer: enquanto o orçamento do Ministério aumentou 7.200%, a produção de pescado aumentou 1%.

____________

MEMÓRIA

Antonio Carvalho Mendes

Lamento profundamente o falecimento de Antoninho Carvalho Mendes, valoroso colega e antigo companheiro de ideais.

LUIZ ERNESTO M. KAWALL, Associação dos Velhos Jornalistas e Sociedade de Amigos de

Carlos Lacerda

vozoteca@terra.com.br

São Paulo

____________

Toninho

Envio a Ruy Mesquita e aos amigos do Estadão um abraço muito sentido com a perda do nosso inesquecível Antonio Mendes, o Toninho de todos nós. Amigo de décadas! Presente em todas as lutas e riscos, solidário nas alegrias e confortador nas horas difíceis. Uma das mais ricas personalidades que conheci, em minha vida já tão longa. Sabemos que não somos insubstituíveis em nosso trabalho, mas o somos no coração. A falta dele vai ser muito grande. Ruy Mesquita, todos de sua família e do Estadão souberam enxergar muito bem a alma grande que Toninho sempre foi. E deram a ele o espaço para ser feliz e generoso. Que nosso Toninho descanse em paz e cuide de nós, com o zelo de sempre.

SANDRA CAVALCANTI

sandra_c@ig.com.br

Rio de Janeiro

____________

Cinofilia de luto

O Clube de Aprimoramento do Fila Brasileiro (Cafib) está de luto pela morte de um dos seus fundadores. Em 1978, numa mesa-redonda no Estadão organizada pelo Antonio Carvalho Mendes com a presença do dr. Paulo Santos Cruz (pai da raça Fila), nasceu o Cafib para salvar da extinção a única raça canina brasileira reconhecida internacionalmente. Graças ao trabalho e apoio do Toninho, o Fila Brasileiro foi salvo e ocupa hoje lugar de destaque na cinofilia mundial. A cinofilia brasileira perdeu um dos seus maiores defensores.

AIRTON CAMPBELL, fundador e primeiro presidente do Cafib

casacampbell@ig.com.br

São Paulo

____________

"Energia limpa e barata? Que o digam Three Mile Island, Chernobyl e Fukushima..."

JORGE DE AZEVEDO PIRES / RIBEIRÃO PRETO, SOBRE GRANDES ACIDENTES NUCLEARES

jorpires@uol.com.br

"Depois da catástrofe, o Japão vai mostrar ao mundo como se reergue um país"

ANGELO TONELLI / SÃO PAULO, SOBRE A RECONSTRUÇÃO DO PAÍS

angelotonelli@yahoo.com.br

"O que os EUA e a Otan estão esperando para dar um basta em Kadafi?"

SERGIO S. DE OLIVEIRA / MONTE SANTO DE MINAS (MG), SOBRE O AVANÇO DA REPRESSÃO NA LÍBIA

ssoliveira@netsite.com.br

____________

VOCÊ NO ESTADÃO.COM.BR

TOTAL DE COMENTÁRIOS NO PORTAL: 1.337

TEMA DO DIA

Nível de radiação leva pânico a Tóquio

Índice 20 vezes acima do normal causa filas nos aeroportos e faz população estocar água e alimentos

"O Japão usa um terço de energia atômica e deveria iniciar um processo de mudança de matriz, pois está na área mais perigosa do planeta para terremotos e tsunamis."

JULIO COSTA

"Pelas fotos, vemos que os reatores já entraram em colapso faz tempo. O quadro é grave e o governo está minimizando."

LEONARDO KOPPES

"Já passou da hora de desativarem esses reatores."

FERNANDO SILVESTRE

____________

Cartas enviadas ao fórum dos leitores, selecionadas para o estadão.com.br

 

 

 

 

 

 

 

 

LIÇÃO

Enfrentando a catástrofe impiedosa, ergue-se a nação japonesa armada de dignidade, união e coragem. O silêncio de sua dor faz-se ouvir mais do que se fossem brados. E a luta da grande família formada pelos filhos deste povo sensibiliza e ensina ao mundo como combater a adversidade e reconstruir a partir dos destroços.

Jorge Alberto Nurkin jorge.nurkin@gmail.com

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

_____________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

JAPÃO

O povo japonês passa por grandes problemas. Radiação escapa das usinas atômicas após destruições vindas de tsunamis e terremotos.

Diante da falta de energia, o próprio povo economiza luz elétrica. As filas para receber água potável são enormes, mas não se conhecem casos de pessoas furando filas. Realmente, é um povo disciplinado e treinado para situações difíceis.

Não sabemos o nível de radiação e os limites que o povo japonês terá de suportar. Porém já vemos que um povo disciplinado vence os obstáculos com fé e trabalho.

Força e solidariedade para o Japão!

 

Paulo Roberto Girão Lessa paulinhogirao@uol.com.br

Fortaleza

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_____________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

SOLIDARIEDADE

Todo o nosso apático planeta Terra está sob uma oportunidade especial e única.

Não se fala aos céticos. Fala-se às pessoas que sonham e realizam um mundo melhor.

O Japão está, de uma forma ou de outra, condenado ao desaparecimento. Não se trata de futurologia, profecia ou coisa parecida. É simplesmente sua posição geográfica, a falta de alternativas para produção de energia, e ponto. Há na Terra vários países, entre eles o Brasil, onde já existem grandes colônias japonesas, capazes de receber, como um todo ou parcialmente, toda a população do Japão e, é claro, toda a sua cultura, seu conhecimento e determinação. Parece utópico, mas não é.

É, sim, um ato de extrema solidariedade que traz nessa ação um enorme progresso nas relações humanas.

O Japão conta com uma área de 372.819 km². Isso representa menos que o Estado de Minas Gerais, com 586.528 km². Qualquer exercício que se faça, encontra-se facilmente lugar para toda essa gente.

Não é um processo rápido. Mas é plenamente exequível. Pense nisso.

 

Paulo Roberto Rezende Caracik paulo@lionblancideias.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_____________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

DEUS E TERREMOTOS

 

Quando criança, pensávamos que a Terra era uma bola gigantesca feita de rochas pendurada em nada, sem despencar para lugar algum, e achávamos um milagre. Mais tarde, na escola, aprendemos que seu núcleo é como uma fornalha imensa coberta de solo desconjuntado, formando placas que vivem brigando por espaço, e nessa atividade destrói países, como fez agora com o Japão. Muitos oram a Deus, mas não são ouvidos, pedindo sua interferência para evitar sofrimentos como esse aos japoneses, como poderia ter feito aos haitianos ou outros povos na história do mundo. Se Deus existe de verdade, falta-Lhe tempo para enxergar nosso grão de areia perdido nesse Universo sem fim ou começo...

Laércio Zanini arsene@uol.com.br

Garça

 

 

 

 

 

 

 

 

_____________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

2012?

Pois é, a riqueza de um povo e de um país vão pelo ralo com um abalo sísmico. E o nosso "simiesco" país, a título de imitação e sem criatividade para fontes energéticas alternativas, com todo o nosso litoral (energia das ondas e das marés) e com locais superadequados para energia eólica e aterros sanitários, sem royalties a serem pagos, insiste na energia atômica para fins pacíficos. De fato, com as Usinas Angra 1 e 2 com tubulações de resfriamento de aço nióbio e/ou aço vanádio quase que totalmente entupidas (com a verba para aços de altíssima qualidade para evitar tal evento compraram o aço de pior qualidade - os testes no IPT-USP devem lá estar arquivados), só servem para fins pacíficos e resultados pacificamente desnecessários. Nossa sorte, como brasileiros, é não estarmos à beira de uma falha geológica. A falha ética e as erupções que corrompem os mais variados setores do Brasil estão no Planalto Central e nas sedes de governos estaduais onde a grana e os interesses escusos cobrem qualquer "vazamento". Não esperemos 2012! Evacuar o Senado e a Câmara Federal pode até soar benéfico, pois, para justificar essas instâncias públicas, ousam seus usuários atacar as privadas (com perdão do trocadilho).

 

José Jorge Ribeiro da Silva jjribeiros@yahoo.com.br

Campinas

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_____________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

PARABÉNS, CHÁVEZ!

 

Nesse particular, nada ideológico, mas humanista, eu também me sinto "muy amigo" de Hugo Chávez! Que particular é esse? Chávez, logo após o impacto da tragédia do tsunami gigantesco que invadiu o Japão, com ondas de mais de dez metros, colocando em perigo iminente superprotegida usina nuclear nipônica, cuja destruição tornaria a tragédia dantesca, ele, Chávez, suspendeu as construções de usina nucleares venezuelanas, evitando riscos maiores para seu povo: primeiro o ser humano, depois a ideologia e o progresso! Parabéns, Hugo Chávez! "By the way", como diria nosso próximo visitante, Barack Obama, nossa também cara presidenta Dilma poderia conversar com ele a esse respeito! "Welcome, Obama!"

 

Sagrado Lamir David david@powerline.com.br

Juiz de Fora (MG)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_____________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

BOMBA ANUNCIADA

 

"Usinas nucleares: uma bomba atômica anunciada..." Já imaginaram o pânico que vive atualmente a população japonesa? Hoje existem nada menos que 440 usinas nucleares espalhadas em todo o mundo. Seria incoerência imaginar que poderiam ser desligadas todas de imediato, porém creio que já poderíamos pensar em energia vinda de fontes diferente, principalmente no Brasil, onde há abundância de recursos naturais.

Virgílio Melhado Passoni mmpassoni@gmail.com

Praia Grande

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_____________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

TRAGÉDIA SILENCIOSA

 

No Japão, após a explosão dos reatores, o risco de contaminação apavora a população, mas o grande perigo são pessoas que podem ter sido contaminadas com uma grande carga radioativa e podem estar circulando livremente pelo país. Verdadeiros homens-bomba, inocentes, vítimas da tragédia, que podem espalhar a desgraça. Se já é uma certeza que o nível dos oceanos subirá nas próximas décadas, as usinas atômicas à beira-mar devem ser desativadas rapidamente, pois a natureza não avisa o dia e a hora da tragédia.

Luiz Ress Erdei gzero@zipmail.com.br

Osasco

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_____________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

USINAS NUCLEARES, NÃO!

 

Em 1979, Ame acompanhou vários cientistas a Itanhaém (SP), entre eles Pinguelli Rosa, Paulo Nogueira Neto, Mário Schenberg, José A. Lutzenberger, para PROTESTAR contra o acordo Brasil-Alemanha, que previa a construção de oito centrais nucleares entre Peruíbe e Angra dos Reis. Ficou claro que esse empreendimento é nocivo e altamente perigoso, como provaram Three Mile Island, Chernobyl e agora Fukushima. Tudo foi dito exatamente como está a ocorrer agora, o que levou ao cancelamento do acordo, em 1984, seguindo normas de extrema segurança, que no fundo são incipientes, como estamos a observar. Novamente, temos de protestar contra a maluca pretensão de mais quatro reatores na costa brasileira, pois os três de Angra estão situados no Bairro Itaorna (pedra podre, em tupi). A maluquice de correr atrás de energia "não poluidora" é uma blasfêmia e também um acinte gravíssimo, em termos principalmente de ética. Somos radicalmente contra, exatamente agora que o engenheiro Andrea Rossi, de Bolonha (Itália), provou que se pode conseguir energia barata, dentro de casa (free energy), e está demonstrando seu revolucionário engenho de fusão a frio, com custo mínimo e nenhuma poluição!

 

Waldemar Paioli, presidente Ame Fundação www.ecologia.org.br

Cotia

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_____________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

ENERGIA LIMPA.

 

Quando até a União Europeia qualificou de "cenário de apocalipse" a situação das usinas nucleares no Japão, resta-nos uma reflexão. Por que nosso potencial hidrelétrico e demais alternativas limpas que possuímos não são mais exploradas. Urge, assim, que pressionemos nossas lideranças no sentido de operacionalizar nossa produção enérgica dentro dessa nova configuração, que o desastre japonês está agora apontando.

 

José de Anchieta Nobre de Almeida josedalmeida@globo.com

Rio de Janeiro

 

 

 

 

 

 

 

 

_____________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

TRANQUILIDADE

 

Agora vai! Todos nós, brasileiros, poderemos viver, respirar e dormir tranquilos, estamos seguros. Segundo o ministro Aloizio Mercadante, do alto da sua sabedoria e profundo conhecimento sobre energia atômica, não precisamos nos preocupar, pois as Usinas de Angra 1 e 2 são as mais seguras do mundo e não há a menor possibilidade de ocorrer um desastre aqui como o do Japão. Sabem por quê? Simples, não temos terremoto nem tsunami. Na segurança utilizam tecnologia de ponta e a construção das outras usinas seguirá o planejamento. O mais engraçado é que a presidente está preocupada com a situação, assim como todos os dirigentes dos países que usam energia atômica. Acho que dona Dilma não ouviu a explicação do ministro. Mas assim que ouvir ficará como nós... tranquiiiila.

Silvia Lino dos Santos, slalinosantos@gmail.com

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_____________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

LUPINO

O ministro Carlos Lupi é um legítimo representante da classe que nos governa, a burguesia do capital alheio. Com sua sensibilidade lupina, deu declarações enxergando oportunidade de lucro na desgraça por que passam os japoneses. O que desejar de gente assim?

Maria Cristina Rocha Azevedo crisrochazevedo@hotmail.com

Florianópolis

 

 

 

 

 

 

 

_____________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

TRAGÉDIA NO JAPÃO

 

Parafraseando: sr. ministro Carlos Luppi, o senhor é a cara do governo, ao qual pertence! Não se tira vantagem da tragédia de um povo, como o senhor fez. Tenha a hombridade de calar sua boca!!!

 

Tânia Kita tkita@uol.com.br

Pompeia

 

 

 

 

 

 

 

_____________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

HAITI EM TODA PARTE

Após os "desastres naturais", sabemos que qualquer lugar deste planeta se transforma em Haiti. Foi assim na Louisiana (EUA), no Chile e no Japão. As chuvas no Rio de Janeiro transformaram-no também em Haiti. O Haiti não é só aqui. Havendo "catástrofes", o Haiti é no mundo inteiro. Observação: essa crença de que a movimentação das placas tectônicas é causada pelo "homem" é muito ridícula. Aliás, ela é rossiana. O que dá no mesmo!.

 

Ney José Pereira neyjosepereira@yahoo.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

_____________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

SIM, O HOMEM É CULPADO

 

É lamentável a necessidade de tragédias, como a imensa que afligiu o povo japonês e o mundo, para que os governantes, a população e até mesmo a mídia acordem. Consideramos a melhor definição de culpa como a inexistência de previsão na existência de previsibilidade. Portanto, no Japão, todos são culpados, ao somente despertarem contra as futilidades do dia a dia, para a imperiosidade de debater a melhor maneira de proteger o litoral, para a aceitação da energia atômica e para introduzir inovações no campo da ciência e tecnologia, a fim de harmonizar interesses ambientais e energéticos, pontos destacados pelo New York Times após a hecatombe.

 

Amadeu R. Garrido de Paula amadeugarridoadv@uol.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

_____________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

CATÁSTROFES E CARNIFICINAS

 

Enquanto a humanidade se volta para a catástrofe japonesa, Muammar Kadafi vai promovendo a carnificina do povo líbio.

 

Victor Germano Pereira victorgermano@uol.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

_____________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

PERIGO VINDO DA LÍBIA

 

 

O mundo mudou seu foco e hoje está preocupado com o vazamento nuclear no Japão, esquecendo-se da África, principalmente da Líbia. Ao se sentir ameaçado pelos países civilizados, Kadafi ameaça se aproximar de Bin Laden para lutar contra o Ocidente. Essa máquina mortífera, covarde e que não dá ao seu alvo nenhuma chance, como agem os terroristas, pode muito bem lançar bombas atômicas em qualquer lugar do mundo se não for contida. Melhor voltar seus radares para este conflito na África, porque o Japão é um dos países mais responsáveis do mundo e com certeza sairá desta crise tão rápido quanto entrou. O perigo continua vindo da África!

 

 

Beatriz Campos beatriz.campos@uol.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_____________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A HORA DA INTERVENÇÃO SALVADORA

 

Se há uma hora mais indicada para uma intervenção militar ocidental no conflito líbio é agora, antes que o psicopata de Trípoli acelere o processo de massacre dos rebeldes líbios.

Os EUA, ao invés de escarafuncharem nos grotões do Afeganistão, que já é um grotão do mundo, atrás de terroristas da Al-Quaeda, deveriam estar preparados para agir de forma rápida e eficiente em casos como o da Líbia atual, onde até a Liga Árabe já solicitou uma intervenção humanitária.

O mesmo vale para a União Europeia: com o drama se desenrolando no seu umbigo mediterrâneo, como irá depois conviver com as imagens das represálias que a corja dos Kadafis irá desencadear?

Os meios de que os EUA já dispõem estão nas águas próximas da costa líbia: basta um batalhão dos marines, bem equipados com blindados e artilharia, apoio aéreo e naval conjugados, para varrer todo o litoral da Líbia até Trípoli e trazer a quadrilha Kadafi numa jaula até o Tribunal Internacional de Haia.

A intervenção seria de curta duração e até ajudaria a reforçar a onda democratizante de rebeldia dos países na região.

 

Tomás C. de Arruda tomasarruda@terra.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_____________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

ESCALADA NO MUNDO ÁRABE

 

A diferença entre a derrocada do fundamentalismo soviético do Leste Europeu e o fundamentalismo islâmico do Oriente Médio é que o povo europeu era instruído, porém mal informado, e no Oriente Médio o povo está sendo informado, MAS CONTINUA MAL INSTRUÍDO. A internet está fazendo a sua parte, INFORMA MESMO QUE COM POUCA OU ATÉ NENHUMA INSTRUÇÃO.

Ainda que pouco, A DERRUBADA DOS MUROS É UM AVANÇO DA HUMANIDADE.

 

Ariovaldo Batista arioba06@hotmail.com

São Bernardo do Campo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_____________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

ÁREA MAIOR

Pela quarta vez a Polícia Federal pede prorrogação do inquérito que investiga a quadrilha da Casa Civil comandada por Erenice Guerra. Das duas, uma: ou a PF tem orientação para parar por aí ou a área contaminada atinge um raio de 20 km.

Humberto de Luna Freire Filho hlffilho@gmail.com

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_____________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

AMIGO É PARA ESSAS COISAS

 

O ex-ministro Celso Amorim (Relações Exteriores) toma assento no Conselho da Itaipu Binacional. De fato, uma atitude nada patriota. Geração, venda e distribuição de energia elétrica é para gente do ramo. Mas como amigo é para essas coisas...

 

José Piacsek Neto bubapiacsek@yahoo.com.br

Avanhandava

 

 

 

 

 

 

 

 

_____________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

MENSALEIROS

É revoltante ver mensaleiros infiltrados em vários setores do governo, na comissão de reforma política e reforma eleitoral, isto é uma verdadeira praga, impossível de combater. Isto faz lembrar que em 1964 a situação estava muito melhor em níveis de corrupção do atualmente e tivemos o golpe militar com o objetivo de moralização do Brasil. Mas diante do que ocorre agora chego à conclusão de que os militares só tiraram de circulação pessoas inocentes e temos aí hoje esses párias que só pensam em viver dos recursos alheios. Portanto, acho que vendo a revolução por este lado creio que não adiantou nada e foi um fracasso total, pois estes que se intitulam perseguidos políticos e que lutaram contra a ditadura sempre tiveram em mente seus objetivos pessoais, e não do povo brasileiro.

José Mendes josemendesca@ig.com.br

Votorantim

 

 

 

 

 

 

 

 

_____________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

COMISSÃO DA VERDADE?

Quase véspera de completar 43 anos (19/3/2011) em busca de justiça e vítima que conhece a dor causada pelo terrorismo no Brasil, causa-me nojo ver as sectárias declarações do ministro da Justiça ao trombetear que o País tem o dever de reparar e tornar públicos os erros cometidos por agentes a serviço do Estado, pois se olvidou de dizer que os insurgentes também cometeram erros gravíssimos, atingindo inocentes, e tal reparação também deve ser concedida a esses cidadãos, que foram imolados por crimes de terrorismo, perpetrados inclusive pela sra. presidente & companheiros de insurgência. Onde existem dois pesos e duas medidas, não dá para construir um futuro justo. Livrar-se do que passou é preciso, mas é preciso também ficar alerta para que o triste passado não volte, principalmente com a máscara de democracia.

 

Orlando Lovecchio Filho www.exibir.com/help

Santos

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_____________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

COMISSÃO DA VERDADE

Para essa comissão ser honesta e coerente terá de basear-se nos seguintes fatos. Em 1964 a Revolução Cubana estava consolidada e seus mentores queriam exportá-la para o mundo. O Brasil, que já condecorara o nefasto Che Guevara com a nossa maior comenda, era o alvo principal. Por aqui os ânimos estavam bastante exaltados, a tal ponto, que a escala hierárquica era subvertida diariamente em comícios desvairados, nos quais autoridades maiores do governo se envolviam em conluio conspiratório com subalternos raivosos. Em sã consciência, e em nome da honra e da verdade, não há quem possa desmentir o clima pré-revolucionário que imperava e assustava.

Quando os militares perceberam que nossos valores democráticos e cristãos estavam na iminência de ser substituídos por uma ditadura comunista, simplesmente cumpriram sua obrigação e deram um basta categórico aos golpistas. Foram aplaudidos e abençoados pela população, a qual, em todas as capitais, em uníssono e eufórica, organizou passeatas de apoio sob o lema "Marcha da família com Deus pela liberdade". Portanto, que fique bem claro: os militares só saíram dos quartéis para proteger o povo e garantir as instituições democráticas!

Se os pretendentes ao regime totalitário fossem sensatos, concluiriam que o Brasil não tinha vocação comunista, e que entre eles e as Forças Armadas havia descomunal desequilíbrio de forças. Assim, conscientes da sua impotência, aquietariam os ânimos, desistiriam de moldar o Brasil às suas convicções ideológicas, mas contrárias à índole do povo, e em pouco tempo os militares devolveriam o governo aos civis, e ficava o dito pelo não dito.

Mas, infelizmente, instigados por aventureiros desagregadores, cometeram o desatino de peitar os militares e aí só conheceram desventuras. Houve sofrimento, pranto e ranger de dentes de ambos os lados. A exemplo de Fidel Castro, que evoluiu da Sierra Maestra para consagrar-se em Havana, nossos imprudentes guerrilheiros, também queriam marchar vitoriosos sobre Brasília, vindos do Araguaia. Então, como era praxe na pátria-mãe ideológica que os inspirava, também aqui milhares de pessoas seriam impiedosamente fuziladas no paredón. Ou alguém é ingênuo de supor que vencedores e vencidos brincariam de roda? Ou de achar que os comunistas colocariam flores nos canos dos fuzis? Convenhamos que este não é o perfil histórico deles. Stalin, seu ídolo maior, matou 32 milhões de pessoas, comprovadamente.

Agora, em manifestações de cinismo e desfaçatez, mente-se, deturpam-se os fatos para induzir os mais jovens a erro de avaliação, cooptasse os que apenas sabem por ouvir dizer, fingem-se suplícios, com o intuito de receber indenizações e pensões, justamente pelos que, se lhes fosse possível, teriam sido nossos algozes, privando-nos da liberdade e da individualidade, ter-nos-iam submetido pela força aos seus desígnios ideológicos, enfim, teriam sido capazes de nos infligir as piores violências físicas e morais.

Sanguessugas da Pátria, em vez de pedir imerecidas e absurdas reparações pecuniárias, clamar por justiça, sempre unilateral, peçam, isso sim, e já, desculpas ao povo brasileiro por terem criado as condições de ruptura social, as quais obrigaram os militares a nos acudir e, numa segunda fase, por conta da vossa intransigência, a permanecer mais tempo no governo, para conter vossa latente brutalidade.

Lembrai-vos de que o discurso do deputado Márcio Moreira Alves incentivando os jovens a não desfilar na parada de 7 de Setembro e as moças a não namorar nem a dançar com os cadetes foi a gota d’água para justificar a promulgação do AI-5. Porém, antes de adotar essa medida drástica, o governo ainda tentou remediar mais esta impatriótica e deselegante provocação, pedindo licença à Câmara para processar o insano deputado, mas não obteve o consentimento.

É lícito, portanto, admitir que, se o governo processasse o deputado e a Justiça o punisse, não teria havido o AI-5. Donde se conclui, também, que é de bom alvitre aconselhar os ainda renitentes detratores dos militares a refletirem onde sua intransigência foi irresponsável, e que deu ensejo a todas as vicissitudes suscitadas pelo AI-5.

Um dia a História fará justiça aos nossos militares.

 

 

Jaime Manuel da Costa Ferreira jaimemcferreira@hotmail.com

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_____________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

OS DOIS LADOS

Sr. ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, discute-se no Congresso Nacional a criação de uma tal "Comissão da Verdade". Sr. ministro, com todo o respeito, não acredito que o Partido dos Trabalhadores queira realmente criar essa comissão para apurar a verdade. Senão, vejamos: o seu partido, o PT, estaria realmente disposto apurar também a verdade que pesa sobre a conduta dos seus militantes? Muitos ocupando diversos cargos importantes no governo do Brasil: acusações de crimes cometidos, torturas com sequestrados, mortes, atentados a bombas e inclusive com alguns dos seus próprios militantes, Celso Daniel, Toninho de Campinas. Mas, prezado ministro, esteja certo de que, sendo realmente para apurar a verdade de ambos os lados, tem meu inteiro apoio. Porém, se não for para ter o objetivo único de justiça, sou contra, como também tenho certeza que serão todos os cidadãos de boa índole e que compartilham a aplicação da justiça. Se não for com uma séria justiça, jamais essa comissão funcionará.

 

Benone Augusto de Paiva benonepaiva@yahoo.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_____________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

DEMOCRACIA

Foi tirada do calendário oficial do Exército a comemoração de 31 de Março (golpe militar de 1964). Ao que o deputado Jair Bolsonaro, inconformado, disparou: "Agora, o Exército está de quatro para o governo federal".

 

Iracema Palombello cepalombello@yahoo.com.br

Bragança Paulista

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_____________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

JAQUELINE RORIZ

Parabéns à Procuradoria-Geral da República e também à OAB por pedirem a cassação da deputada Jaqueline Roriz. A justiça tem de ser feita. Mas pergunto; por que não propõem também a cassação do Paulinho da Força? É uma injustiça ignorá-lo. Vão esperar que ele apronte ainda mais? Não podemos continuar na base de pesos e medidas diferentes. O crime é igual: ambos surrupiaram, ainda que indiretamente, o dinheiro do povo, por vias tortuosas e sinuosas. A cassação do mandato dos dois é uma necessidade para o bem do Brasil. O povo clama por justiça.

 

Carlos Alberto Strazzi seculoriumxxi@yahoo.com.br

Guaxupé (MG)

 

 

 

 

 

 

 

 

_____________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

FESTANÇA

 

Sancionada a Lei n.° 12.390, instituindo o "Dia Nacional do Quadrilheiro Junino", comemorado em 26 de junho. Nos demais dias do ano, a festança é toda dos quadrilheiros do Congresso Nacional.

 

A. Fernandes standyball@hotmail.com

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_____________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

OPOSIÇÃO TERCEIRIZADA

 

Os políticos da oposição desapareceram do mapa. O medo de falar lhes tirou a voz. Estão dormindo no berço esplêndido da derrota. Em matéria de oposição o Brasil está à deriva. As exceções são raríssimas. Sendo assim, chamou-me a atenção uma entrevista, na TV Record, do senador Roberto Requião, (PMDB-PR), na qual ele se oferece para ser um oposicionista terceirizado. Requião seria o ideal na oposição, pois é um fanfarrão inteligente, valente e de fino trato. Os discursos dos oposicionistas são retóricas inúteis para encher linguiça na ata da Câmara ou do Senado. O senador Itamar Franco (PPS-MG) é o único que tem coragem de lutar e fazer críticas no plenário do Senado. Aécio Neves (PSDB-MG) apareceu meio assustado, falou baixinho meia dúzia de palavras e sumiu. Deve estar contemporizando os opostos nas vielas escuras do toma-lá-dá-cá. Se a oposição não acordar para a realidade, pode preparar o seu caixão. Será o maior enterro coletivo de oportunistas já realizado em toda a história da política brasileira. E com o passar do tempo, e cada vez com mais veemência, o povo se pergunta: para que serve o tal Congresso Nacional? E de tanto perguntar, o povo já está chegando a uma conclusão: o tal Congresso Nacional serve para aprovar todas as tais medidas provisórias, que não passam de grandes mutretas inconstitucionais que o governo envia para que sejam aprovadas a toque de caixa. A democracia, de mãos atadas e olhos vendados, está encostada no paredão.

 

 

 

Wilson Gordon Parker wgparker@oi.com.br

Nova Friburgo (RJ)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_____________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

SAÚDE PÚBLICA

Acho que a presidente Dilma pensa que é chefe de outra nação. Em entrevista à Hebe, anteontem, ela orientou o povo a se prevenir contra o câncer, procurar um médico, fazer exames periódicos, tudo aquilo que quem paga um convênio médico (alguns) pode fazer.

Sra. presidente, será que a senhora não sabe que os hospitais públicos não têm médicos nem nas emergências? Exames, então... Coitados!

DEUS salve a Nação...

Mario Aldo Barnabé mariobarnabe@hotmail.com

Indaiatuba

 

 

 

 

 

 

 

 

_____________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

FALTA CORAGEM AOS NOSSOS CONGRESSISTAS

 

Estamos vivendo tempos difíceis nas médias e grandes cidades brasileiras, onde a criminalidade enfrenta muitos problemas para ser combatida com a eficiência que a sociedade necessita e que o Estado não possui e nem quer possuir.

O primeiro grande problema está no fato de que as cidades crescem, a criminalidade aumenta assustadoramente numa proporção inversa a contratação de novos policiais, bem como, a dotação dos batalhões existentes de estrutura para investimento em ciência e tecnologia de ponta para o eficaz combate ao crime organizado. Notoriamente em São Paulo percebemos que o Estado não contrata policiais em suas diversas corporações (Civil, Militar, Rodoviária e Bombeiros).

Aliado ao fato de que, nossos jovens veem com desdém a carreira policial, que é desprezada pelos nossos governantes, pois os salários e vantagens (Seguro de Vida, Planos de Carreira, e Benefícios) são ínfimos se comparados aos perigos e riscos da profissão de defender a sociedade.

O segundo problema está na Justiça morosa e cheia de facilidades intrínsecas que, de certa forma motivam ainda mais os criminosos a agirem livremente. A lentidão, as penas leves, o sistema penitenciário sem trabalho e estudo para manter presos em atividade, a facilidade para a entrada de celulares e demais objetos usados para a prática dos crimes à distância são elementos motivadores.

Entretanto, um dos mais odiosos e permissivos itens que causam nojo profundo a toda a sociedade são as tais comutações de penas, progressões de regimes fechados para semiabertos, indultos e outras regras que apenas facilitam o retorno dos monstros as nossas ruas.

Esse atestado de bom comportamento tem o caráter totalmente duvidoso, muitos foram os facínoras que conseguiram sair das prisões para em seguida matarem inocentes por culpa de psicólogos e diretores de presídios mal intencionados ou despreparados.

Também temos o fato de que em nenhum lugar decente do mundo um preso deixa de cumprir a pena estipulada a ele em júri popular. Temos nas ruas do Estado de SP, estupradores, sequestradores, assassinos confessos que foram agraciados com regime semiaberto e nunca mais voltaram à prisão, porém continuam barbarizando famílias inteiras nas nossas grandes cidades.

Sem contar os milhares de condenados que não foram encontrados pela nossa justiça e ficam cometendo crimes em conjunto com aqueles que fogem do sistema. O governo federal não constrói presídios na mesma proporção que torra nossos impostos na forma de desperdício, corrupção e publicidade. Em 16 anos quantos presídio s de segurança máxima foram inaugurados no país?

As redução de penas, regressão para regimes semiabertos são válvulas de escape para monstros que estupram, matam e sequestram nossos filhos e irmãos nas ruas e residências. Isso é uma excrescência que precisa ser extirpada com coragem e determinação por aqueles que nos representam no Congresso Nacional sem medo e sem dó nem piedade.

Mirem-se no exemplo dos Estados Unidos da América, onde alguns Estados possuem penas de morte, penas de prisão perpétua, mas nenhum criminoso sai da cadeia antes de cumprir até o último segundo de sua pena. Não estou falando da eficácia das leis americanas, o que importa é que lá e na maioria dos países sérios não existem abrandamento de penas e nem indultos.

Se algum bandido quer ser libertado com base em bom comportamento, que o tenha antes de cometer crimes hediondos contra a nossa sociedade, depois de preso não interessa a ninguém aqui fora, se ele está "bonzinho" apenas para usufruir de benesses dadas por autoridades fracas e sem compromisso com o povo.

Recentemente enviei mensagens a vários senadores e deputados, a maioria deles sequer se deu ao trabalho de responder, a minoria respondeu e fez alusões a questões sociais, recursos federais que não são enviados aos Estados enfim, encheram linguiça, mas não apontaram uma saída, não tiveram coragem de assumir a fraqueza do sistema que pune o lado honesto da nossa sociedade.

 

 

 

Rafael Moia Filho http://falandoummonte.blogspot.com Twitter - @rafamfilho

 

Bauru

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_____________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

DISTRAÇÃO

 

 

Enquanto a cúpula da polícia paulista se mete em intrigas e distrações, as quadrilhas organizadas se aproveitam da situação e continuam a assaltar prédios, shoppings, restaurantes, caixas eletrônicos e tudo o mais. Este estado geral de insegurança pública é um caos e o governo atual parece não estar atento ao aumento da criminalidade, preocupando-se apenas com alguns delitos para fins estatísticos.

 

yvette kfouri Abrão abraoc@uol.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_____________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

ASSALTOS

 

A falta de policiamento e a certeza de impunidade é tanta que já tivemos nove arrastões somente em restaurantes este ano em São Paulo, chegando a utilizar até metralhadoras.

 

Angelo Tonelli angelotonelli@yahoo.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

_____________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

TOLERÂNCIA ZERO

 

Além de conviver com o trânsito caótico, lixo, buracos, enchentes e péssima administração da cidade, o paulistano tem de se submeter aos sequestros relâmpago, assaltos na porta de casa, invasões domiciliares, arrastões, e nem frequentar restaurantes é mais possível. Em sete dias, quatro estabelecimentos invadidos e, agora, o quinto, sempre com a clientela eficientemente assaltada. Ou as autoridades policiais implantam a Tolerância Zero, contrariando Papai do Céu e seus inoportunos e pretensos representantes, ou São Paulo vira faroeste, só com os bandidos dominando e os mocinhos morrendo.

 

 

Flavio Marcus Juliano opegapulhas@terra.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_____________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

BANDA PODRE

Essa paralisação da Polícia Civil (delegado) com proposta de "reajuste salarial" está parecendo também uma manobra de maus policias para a derrubada do secretário da Segurança, sr. Antonio Ferreira Pinto, que realmente vem prestando um excelente trabalho à população no combate a diversos crimes, sequestros, inclusive organizações criminosas, e consequentemente fazendo também, uma grande limpeza no próprio setor podre da polícia. Tem muitos "maus policiais" atuantes que querem tirar o secretário de seus caminhos. O suposto vídeo em que foi vítima o secretário nos leva a crer em uma das ações do lado podre da polícia.

 

Benedito Raimundo Moreira br_moreira@terra.com.br

Guarulhos

 

 

 

 

 

 

 

 

_____________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

ADEUS, BELAS ARTES!

 

Fui pela primeira vez ao Cine Belas Artes com minha avó, no final da década de 60, quando tinha menos que 10 anos de idade. Faz parte da minha infância. É uma pena. Fará falta...

Luciano Harary lharary@hotmail.com

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

_____________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

ANTÔNIO CARVALHO MENDES

Acabei de ler no Estadão a notícia do falecimento do jornalista Antônio Carvalho Mendes,

Também conhecido como Toninho Boa Morte. Fiquei triste porque, apesar de não o ter conhecido pessoalmente, muitas vezes falei com ele por telefone. Não sei por que sempre fui incumbido de passar notícias de falecimento de parentes e amigos. Hoje tem o computador, mas, há alguns anos, o que funcionava era mesmo o telefone ou fax. Como queriam que a notícia fosse publicada no dia seguinte e já havia passado do horário, precisava falar com o dr. Antônio. Ele era bravo, mas sempre consegui que a notícia de falecimento saísse no dia seguinte. O jornal perde um grande amigo e colaborador.

 

Olympio F.A. Cintra Netto ofacnt@yahoo.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

_____________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

EM DEFESA DO CÃO FILA BRASILEIRO

Acabo de saber pelo jornalista Luiz Antônio Maciel do falecimento de um amigo: Antônio Carvalho Mendes.

Toninho, além de jornalista, era lacerdista, flamenguista e portelense...

E todos esses Toninhos eram vividos de forma extremamente ardente e apaixonada!

Certamente nosso Toninho tinha outras atividades, mas dessas três eu sou testemunha.

Por favor, vejam no meu site clicando em http://www.filabrasileirochicopeltier.com.br/fotos/1839.jpg.

E mais: o nosso Toninho, desde meados da década de 1970, apoiou nossas preocupações e denúncias em favor do Cafib, tornando-se, portanto, um dos maiores defensores e responsáveis pelo resgate da extinção e preservação da raça Cão Fila Brasileiro, que corria o risco de desaparecer devido à grande mestiçagem que ocorria naquela época.

O Fila Brasileiro e o Cafib serão eternamente gratos ao nosso Toninho!

Seguem abaixo algumas colunas do Toninho cujo tema é direta ou indiretamente a preservação do Fila Brasileiro. Por meio das quais se pode tomar conhecimento dessa defesa incondicional mantida pelo Toninho no Estadão:

http://www.filabrasileirochicopeltier.com.br/6-Documentos-de-1977/6-7.jpg,

http://www.filabrasileirochicopeltier.com.br/8-Documentos-de-1978/8-6.jpg,

http://www.filabrasileirochicopeltier.com.br/8-Documentos-de-1978/8-20.jpg,

http://www.filabrasileirochicopeltier.com.br/8-Documentos-de-1978/8-22.jpg,

http://www.filabrasileirochicopeltier.com.br/9-Documentos-ate-1979/9-4.jpg,

http://www.filabrasileirochicopeltier.com.br/9-Documentos-ate-1979/9-19.jpg,

http://www.filabrasileirochicopeltier.com.br/9-Documentos-ate-1979/9-20.jpg,

http://www.filabrasileirochicopeltier.com.br/9-Documentos-ate-1979/9-23.jpg,

http://www.filabrasileirochicopeltier.com.br/9-Documentos-ate-1979/9-24.jpg,

http://www.filabrasileirochicopeltier.com.br/9-Documentos-ate-1979/9-24-B.jpg,

http://www.filabrasileirochicopeltier.com.br/10-Documentos-de-1980-a-1983/10-3.jpg,

http://www.filabrasileirochicopeltier.com.br/10-Documentos-de-1980-a-1983/10-7.jpg,

http://www.filabrasileirochicopeltier.com.br/10-Documentos-de-1980-a-1983/10-8.jpg,

http://www.filabrasileirochicopeltier.com.br/10-Documentos-de-1980-a-1983/10-15.jpg,

http://www.filabrasileirochicopeltier.com.br/10-Documentos-de-1980-a-1983/10-16.jpg,

http://www.filabrasileirochicopeltier.com.br/10-Documentos-de-1980-a-1983/10-16-A.jpg,

http://www.filabrasileirochicopeltier.com.br/10-Documentos-de-1980-a-1983/10-17.jpg,

http://www.filabrasileirochicopeltier.com.br/11-Documentos-1984-ate/11-1.jpg,

http://www.filabrasileirochicopeltier.com.br/11-Documentos-1984-ate/11-3.jpg,

http://www.filabrasileirochicopeltier.com.br/11-Documentos-1984-ate/11-4.jpg,

http://www.filabrasileirochicopeltier.com.br/11-Documentos-1984-ate/11-5.jpg,

http://www.filabrasileirochicopeltier.com.br/11-Documentos-1984-ate/11-6.jpg,

http://www.filabrasileirochicopeltier.com.br/11-Documentos-1984-ate/11-8.jpg,

http://www.filabrasileirochicopeltier.com.br/11-Documentos-1984-ate/11-13.jpg,

http://www.filabrasileirochicopeltier.com.br/11-Documentos-1984-ate/11-14.jpg,

 

 

Muito obrigado, Toninho.

 

Francisco Peltier fbcp2009@uol.com.br

Rio de Janeiro

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.